Tales de Mileto (c a.c.)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tales de Mileto (c a.c.)"

Transcrição

1 Tales de Mileto (c a.c.) Tales foi considerado por Aristóteles como o primeiro filósofo, por ter sido o primeiro a buscar uma explicação racional de mundo. Com esse pensador, ele foi o fundador da escola de Mileto, que defendia o monismo, ou seja, partia do princípio de que tudo no universo poderia ser reduzido a uma única substância. Ao pensar em qual a única substância que poderia dar origem a tudo, Tales considerou que ela deveria ser, ao mesmo tempo, essencial à vida e capaz de movimento, ou seja, ser capaz de mudar. Diante de todas as possíveis substâncias, o filósofo considerou que apenas a água satisfazia a ambos os requisitos, assim, definiu que a água era o princípio substancial de tudo o que existia. Isso significa dizer que toda a matéria possui a manifestação de algum estado da água em sua constante transformação: líquida, sólida ou vaporosa. A água é também o princípio vital de todos os seres, pois os penetra e anima. Isso quer dizer que tudo teria alma (isto é, anima ou psyché) e, ao mesmo tempo, tudo seria também divino (ou cheio de deuses ), pois não haveria separação entre o sagrado e o mundano. O universo seria uno e homogêneo (COTRIM, 2013, p. 207). Mesmo a terra, segundo sua concepção, tinha sua origem na água: (...) toda massa de terra parece chegar ao fim à beira da água. A partir disso, [Tales] deduziu que todo o conjunto da terra devia flutuar sobre uma base de água, da qual ele emergiu. Quando ocorre algo que causa ondulações ou tremores nessa água, propôs Tales, nós os sentimos como terremotos (BUCKINGHAM et al., 2011, p. 23). 1

2 Anaximandro de Mileto (c a.c.) Discípulo de Tales e pertencente à Escola de Mileto, Anaximandro também era um monista. Por mais que tenha observado, estudado e analisado todos os diversos elementos naturais, Anaximandro não conseguiu identificar um deles como o princípio de todas as coisas. Ele concluiu, portanto, que a arché deveria ser uma substância diferente, que transcende os limites do observável: o ápeiron (termo grego que significa o indeterminado, o infinito no tempo). O ápeiron seria a massa geradora dos seres e do cosmo, contendo em si todos os elementos opostos. Segundo sua explicação, por diversos processos naturais de diferenciação entre contrários (por exemplo, frio e calor) e de evaporação teriam surgido o céu e a Terra, bem como os animais, em uma sucessão evolutiva que faz lembrar a bem posterior teoria da evolução das espécies (do século XIX) (COTRIM, 2013, p. 208). Anaximandro vê o cosmo como algo dinâmico, mas limitado no tempo: o cosmo se manteria pelas compensações dos contrários, até que fosse reabsorvido pelo ápeiron, onde encontra sua origem e seu fim. Anaxímenes de Mileto (c a.c.) Discípulo de Anaximandro e o último grande nome da escola de Mileto, Anaxímenes também defendia uma visão monista de mundo. Ele concordava com seu mestre na medida em que este afirmava que a origem de todas as coisas era o ápeiron, mas não aceitava atribuir a característica de arché para essa indeterminação, pois acreditava que o princípio substancial, aquilo que permitia com que todas as coisas existissem deveria ser observável. Em concordância com Tales, Anaxímenes também defendia que a arché deveria também ser o elemento que nos anima, bem como deveria ser um princípio ativo, gerador de movimento. 2

3 Assim, Anaxímenes atribuiu ao ar a característica de arché: Como nossa alma, que é ar, soberanamente nos mantém unidos, assim também todo o cosmo sopro e ar o mantêm (ANAXÍMENES apud COTRIM, 2013, p. 208). Podemos perceber o ar nos animando através de nossa respiração, bem como sabemos que o ar é gerador de movimento por conta do vento. Pitágoras de Samos (c a.c.) Atribui-se a Pitágoras a origem do termo filósofo: ao ter sido chamado de sábio, ele corrigiu seu interlocutor, dizendo ser apenas um philo-sophos, ou seja, um amigo da sabedoria. Diante da busca pela arché, Pitágoras defendeu que todo o cosmo era governado por regras matemáticas e que todas as coisas poderiam ser reduzíveis a números (há suspeitas de que o filósofo teria chegado a essa conclusão analisando a harmonia dos acordes musicais e unindo à sua análise, seus conhecimentos de astronomia). Além disso, sua concepção de cosmo é, pela primeira vez, mais formal, pois é fundada na ordem e na medida. Quanto à sua concepção de arché, dizemos que é possível perceber em Pitágoras um monismo, na medida em que ele diz que tudo é número, mas também podemos perceber uma concepção dualista da realidade, na medida em que ele afirma que o mundo surgiu de algo indeterminado, apesar de ter uma unidade e ordem universal determinadas pelo limite, que operaria como um deus. 3

4 Heráclito de Éfeso (c a.c.) Heráclito instaurou uma mudança na busca pela arché conforme vimos até agora: ao passo em que os pensadores de Mileto e Pitágoras buscavam aquilo que permanece em todas as coisas, apesar de suas mudanças, Heráclito optou por concentrar sua reflexão naquilo que muda. Essa é uma das principais características de seu pensamento: a ideia de que tudo flui, ou seja, de que o ser não é mais do que o vir a ser, o devir. Daí aquela famosa frase Ninguém se banha duas vezes no mesmo rio, porque o rio não é o mesmo, nem você é o mesmo. Dessa ideia, o filósofo concluiu que mundo é formado por uma luta de opostos, e por conta dessa luta tudo está em um constante estado de mudança, por exemplo, o dia muda para a noite, que depois volta a se tornar dia e assim por diante. Como é pela luta de forças opostas que o mundo se modifica e evolui, o único elemento possível como o primordial da natureza (arché) é o fogo: Este mundo, que é o mesmo para todos, nenhum dos deuses ou dos homens o fez; mas foi sempre, é e será um fogo eternamente vivo, que se acende com medida e se apaga com medida (HERÁCLITO apud COTRIM, 2013, p. 210). Parmênides de Eleia (c a.c.) Outra vez, temos uma mudança na forma de reflexão sobre a realidade, que se questionava acerca da preponderância fisicista da escola de Mileto e do mobilismo de Heráclito. Ele atribuía o erro das escolas anteriores à importância que atribuíam aos sentidos. Além disso, discordava completamente de Heráclito na questão de procurar a arché das coisas naquilo que muda: Parmênides retoma a necessidade de se investigar o que de constante há nas coisas, pois essa seria a única possibilidade encontrar o princípio primordial do mundo. Por não acreditar nos sentidos, o filósofo ouviu sua razão para encontrar aquilo que existe de essencial em todas as coisas, concluindo que: O ser é e o não ser não é, 4

5 ou seja: 1) o ser existe e não é concebível sua não existência, ele é imutável e imóvel, o único que existe. Ele é a substância permanente de todas as coisas, porque é uno, pleno, contínuo e absoluto, assim, o ser é a arché, na visão de Parmênides; 2) o não ser, negação do ser, não possui substância ou essência, portanto é nada e não existe. Por conta de seus pensamentos, foi o primeiro a expor os princípios de identidade e da não-contradição, tão caros à lógica, sendo desenvolvidos posteriormente por Aristóteles. Demócrito de Abdera (c a.c.) O último filósofo que se destacou pela busca da arché foi Demócrito, discípulo de Leucipo. Este último criou a escola atomista, desenvolvida pelo filósofo em questão. Demócrito foi contemporâneo de Sócrates (que nasceu em cerca de 469 a.c.) e, mesmo assim, é classificado como um pré-socrático, justamente porque ainda está preocupado com a busca pela arché. Em suas considerações, Demócrito sugeriu que tudo era composto de partículas minúsculas, invisíveis e indivisíveis, que deveriam ser unos, plenos e eternos, os átomos (termo grego que significa não divisível ), identificando nestes sua arché. Porém, de acordo com a sua concepção, a realidade também é composta pelo vazio, que representa a ausência do ser, ou seja, a ausência dos átomos. Sua existência é necessária, pois sem espaços vazios, diz o filósofo, não teria como haver movimento. Todos os átomos teriam a mesma natureza, porém em sua infinitude (de número), os átomos se diferenciam entre si de três maneiras: figura (A B), ordem (AB BA) e posição (A Ɐ). Referências BUCKINGHAM, Will et al. O livro da filosofia. São Paulo: Globo, COTRIM, Gilberto. Fundamentos de filosofia. 2. ed. São Paulo: Saraiva,

Processo de compreensão da realidade. Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano

Processo de compreensão da realidade. Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano Processo de compreensão da realidade Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano Homero Ilíada Hesíodo Teogonia Odisseia A invenção da escrita Nova idade mental Surgimento

Leia mais

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O CONCEITO E A ORIGEM DA FILOSOFIA A ruptura com o pensamento mítico não se dá de forma imediata, mas de forma progressiva,

Leia mais

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS São chamados de filósofos da natureza. Buscavam a arché, isto é, o elemento ou substância primordial que originava todas as coisas da natureza. Dirigiram sua atenção e suas

Leia mais

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico UNIDADE 2 Período Pré-socrático Cosmológico PRÉ-SOCRÁTICOS FILÓSOFOS DA NATUREZA RODA VIVA Chico Buarque Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo

Leia mais

15/03/2016. História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira

15/03/2016. História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira Pré-socráticos História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira 1 Os primeiros filósofos: os pré-socráticos Séculos VII-VI a.c.; Restam apenas fragmentos de suas obras e comentários doxográficos;

Leia mais

FILOSOFIA RECAPITULAÇÃO

FILOSOFIA RECAPITULAÇÃO FILOSOFIA RECAPITULAÇÃO O QUE É FILOSOFIA? CONCEITOS ORIGEM DA PALAVRA philo = AMOR FRATERNAL sophia = SABEDORIA AMOR PELA SABEDORIA AMIZADE PELO SABER PRIMEIRO USO DO TERMO ACREDITA-SE QUE O FILÓSOFO

Leia mais

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à subsistência do ser humano à época. Tinha autonomia política

Leia mais

FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O CONCEITO DE MITO UNIDADE 1 Mythos: contar e/ou narrar. Os mitos são uma tentativa de entender a realidade a partir de explicações referidas

Leia mais

FILOSOFIA Conceito e delimitação

FILOSOFIA Conceito e delimitação FILOSOFIA Conceito e delimitação Conceito de Filosofia Filosofia significa philo= amigo, amor, Sophia= sabedoria. A filosofia busca dar profundidade e totalidade à aspectos referentes a vida como um todo;

Leia mais

Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os pré-socráticos são os filósofos da natureza. A pergunta que os orienta é:

Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os pré-socráticos são os filósofos da natureza. A pergunta que os orienta é: A busca pelo Arché Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os pré-socráticos são os filósofos da natureza. A pergunta que os orienta é: Existe uma substância básica, um princípio

Leia mais

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP QUAL O SIGINIFICADO DA PALAVRA FILOSOFIA? QUAL A ORIGEM DA FILOSOFIA? E O QUE HAVIA ANTES DA FILOSOFIA? OS MITOS A palavra

Leia mais

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos Na aula de hoje vamos estudar. As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos O que chamamos de filosofia surgiu na Grécia Antiga. Os filósofos pré socráticos. Os jônios ou Escola de Mileto. Escola

Leia mais

SURGIMENTO DA FILOSOFIA: RUPTUARA DO PENSAMENTO MÍTICO PARA O PENSAMENTO FILOSÓFICO CIENTIFICO

SURGIMENTO DA FILOSOFIA: RUPTUARA DO PENSAMENTO MÍTICO PARA O PENSAMENTO FILOSÓFICO CIENTIFICO Eumarque Pereira Candido SURGIMENTO DA FILOSOFIA: RUPTUARA DO PENSAMENTO MÍTICO PARA O PENSAMENTO FILOSÓFICO CIENTIFICO Resenha crítica apresentada na disciplina o Surgimento da Filosofia, do Curso de

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br A FORMAÇÃO DA MORAL OCIDENTAL FILOSOFIA ANTIGA A ERA

Leia mais

Como surgiram os MITOS?

Como surgiram os MITOS? PENSAMENTO MÍTICO MITO MITO Nasce do desejo de entender o mundo para afugentar o medo e a insegurança. é um relato de algo fabuloso que se supõe ter acontecido num passado remoto e quase sempre impreciso.

Leia mais

Exercícios de Revisão 1

Exercícios de Revisão 1 Exercícios de Revisão 1 1. Quando começamos a estudar, somos logo levados a buscar o que ela é. Nossa primeira surpresa surge ao descobrirmos que não há apenas uma definição da, mas várias. Uma primeira

Leia mais

Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos: Tales, Anaxímenes, Pitágoras.

Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos: Tales, Anaxímenes, Pitágoras. Colégio: Nome: nº Professor(a): Série: 1ª série do E.M. Turma: Data: / / 2013 SIMULADO DE FILOSOFIA - 1ºANO Sem limite para crescer Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos:

Leia mais

Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos: Tales, Anaxímenes, Pitágoras.

Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos: Tales, Anaxímenes, Pitágoras. Colégio: Nome: nº Professor(a): Série: 1ª série do E.M. Turma: Data: / / 2013 SIMULADO DE FILOSOFIA Sem limite para crescer Conteúdo: Capítulo 01 Cultura: o cosmo humano Filosofia Antiga Filósofos: Tales,

Leia mais

Pré-socráticos. Colégio Ser! 1º Médio Filosofia Marilia Coltri

Pré-socráticos. Colégio Ser! 1º Médio Filosofia Marilia Coltri Pré-socráticos Colégio Ser! 1º Médio Filosofia Marilia Coltri Heráclito de Éfeso Segundo a tradição, Heráclito, também chamado o obscuro, era um homem reservado e de poucas palavras. Parmênides de Eléia

Leia mais

Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS. Encontrar explicações naturais para os processos da natureza.

Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS. Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os pré-socráticos são os filósofos da natureza. A pergunta que os orienta é:

Leia mais

A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma

A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma Prof. Cícero Robson A palavra MITO procede do grego mythos, que é uma palavra ligada ao verbo mythevo, que significa crio uma história imaginária, que se refere a uma crença, a uma tradição ou a um acontecimento.

Leia mais

FILOSOFIA. A Filosofia é Grega! A Filosofia na Grécia Antiga TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA 14/06/2016 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

FILOSOFIA. A Filosofia é Grega! A Filosofia na Grécia Antiga TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA 14/06/2016 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO FILOSOFIA 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2016 TEMA: A ORIGEM DA FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS DA NATUREZA Texto baseado nos livros: História da Filosofia, volume 4, de Giovanni Reale e Danilo Antiseri

Leia mais

A filosofia surgiu no sec VI a.c. (aproximadamente). Pensando na Natureza (físicos) Pensando no Homem;

A filosofia surgiu no sec VI a.c. (aproximadamente). Pensando na Natureza (físicos) Pensando no Homem; MITO: Uma das formas, entre outras, que o homem usa para explicar o mundo, a origem das coisas e o sentido da existência. Assim, fortalece as regras sociais, ou seja: justifica a cultura. O mito revelado

Leia mais

Porto Alegre-RS 2009

Porto Alegre-RS 2009 54 HERÁCLITO DE ÉFESO: TUDO É UM Ingrid Almeida Veras Porto Alegre-RS 2009 55 HERÁCLITO DE ÉFESO: TUDO É UM Ingrid Almeida Veras 1 RESUMO: Este artigo abordará o pensamento de Heráclito de Éfeso, filósofo

Leia mais

O Surgimento da filosofia

O Surgimento da filosofia O Surgimento da filosofia Prof. Victor Creti Bruzadelli Prof. Deivid O surgimento da filosofia Conceitos de Mito: O mito conta uma história sagrada; ele relata um acontecimento ocorrido no tempo primordial,

Leia mais

UNIDADE 1 - Do Mito à Filosofia

UNIDADE 1 - Do Mito à Filosofia FILOSOFIA UNIDADE 1 - Do Mito à Filosofia A curiosidade humana levou o homem a buscar explicações para os fenômenos do cotidiano. Numa época em que não havia nenhuma fundamentação científica capaz de

Leia mais

FILOSOFIA, O PRINCIPIO DE TUDO:

FILOSOFIA, O PRINCIPIO DE TUDO: Aluno: Série/ano: 7 Turma: Turno: Professor: Data: / / FILOSOFIA, O PRINCIPIO DE TUDO: Já estudamos no 6º ano que a Filosofia surgiu do espanto do homem diante da natureza. Os primeiros filósofos procuravam

Leia mais

Filosofia. 1. A origem da filosofia. 2. O mito. 3. Do mito ao logos

Filosofia. 1. A origem da filosofia. 2. O mito. 3. Do mito ao logos Filosofia 1. A origem da filosofia filo= amigo, sofia = sabedoria Um filósofo não deve ser apenas um estudioso, mas também um homem sábio. Platão: origem é o espanto pelo espanto é que uma pessoa se torna

Leia mais

FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS

FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS FILOSOFIA -1ª Série Índice 1. A Origem da Filosofia 2. Os Filósofos Pré-Socráticos 2.1. Escola Jônica: Tales, Anaximandro, Anaxímenes 2.2. Escola Pitagórica:

Leia mais

OS PRÉ-SOCRÁTICOS. Introdução

OS PRÉ-SOCRÁTICOS. Introdução OS PRÉ-SOCRÁTICOS Trabalho de avaliação da disciplina Introdução à Filosofia. Professor José Belarmino do Monte Segundo semestre do curso de Bacharel em Teologia. Seminário Teológico Batista do Nordeste

Leia mais

marcelo@sombraealegria.com.br Aula 03 Filosofia 3 Colegial

marcelo@sombraealegria.com.br Aula 03 Filosofia 3 Colegial Aula 03 Filosofia 3 Colegial Os Primeiros Filósofos Busca por uma explicação racional do mundo Filósofos Físicos Explicação na própria natureza Substância básica que formariam todas as coisas: Arkhé A

Leia mais

CONDIÇÕES HISTÓRICAS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SURGIMENTO DA FILOSOFIA

CONDIÇÕES HISTÓRICAS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SURGIMENTO DA FILOSOFIA CONTEÚDO PARA O SIMULADO E PARA A 1ª PROVA ESPECÍFICA DE FILOSOFIA DO 1º BIMESTRE (3ª SÉRIE, 2016). OBS. O conteúdo de Filosofia para o simulado vai da Origem da Filosofia até a teoria de Parmênides. Dessa

Leia mais

O NASCIMENTO DA FILOSOFIA

O NASCIMENTO DA FILOSOFIA Professor Ricardo da Cruz Assis Filosofia - Ensino Médio O NASCIMENTO DA FILOSOFIA Uma nova forma de analisar e ver a realidade. 1 Periodização da história da Grécia Antiga Civilização micênica (sécs.

Leia mais

Heráclito e Parmênides

Heráclito e Parmênides 1) (UEL 2007) A filosofia grega parece começar com uma idéia absurda, com a proposição: a água é a origem e a matriz de todas as coisas. Será mesmo necessário deter-nos nela e levá-la a sério? Sim, e por

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I 4 MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I MINISTRADA PELO PROFESSOR MARCOS PEIXOTO MELLO GONÇALVES PARA A TURMA 1º T NO II SEMESTRE DE 2003, de 18/08/2003 a 24/11/2003 O Semestre

Leia mais

Nascido em Estagira - Macedônia ( a.c.). Principal representante do período sistemático.

Nascido em Estagira - Macedônia ( a.c.). Principal representante do período sistemático. Aristóteles Nascido em Estagira - Macedônia (384-322 a.c.). Principal representante do período sistemático. Filho de Nicômaco, médico, herdou o interesse pelas ciências naturais Ingressa na Academia de

Leia mais

Por quê e para quê estudar Filosofia?

Por quê e para quê estudar Filosofia? FILOSOFIA Por quê e para quê estudar Filosofia? Avalia os fundamentos dos atos humanos e dos fins a que eles se destinam Reúne e reconstrói o pensamento fragmentado da ciência Impede a estagnação, desmascara

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Conteúdo (a) Nascimento da filosofia (b) Condições históricas para seu nascimento (c) Os principais períodos

Leia mais

O MUNDO VISÕES DO MUNDO ATRAVÉS DA HISTÓRIA

O MUNDO VISÕES DO MUNDO ATRAVÉS DA HISTÓRIA O MUNDO VISÕES DO MUNDO ATRAVÉS DA HISTÓRIA MITO: FORMA DE EXPLICAÇÃO MITO: vem do vocábulo grego mythos, que significa contar ou narrar algo. Mito é uma narrativa que explica através do apelo ao sobrenatural,

Leia mais

O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS

O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS Prof. Thiago C. Almeida Bibliografia: D. Marcondes, Iniciação à História da Filosofia Origem da Filosofia Tales de Mileto Grécia Antiga, VI a.c. Pensamento

Leia mais

PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A FILOSOFIA DE PARMÊNIDES E SUA CONTRAPOSIÇÃO COM HERÁCLITO

PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A FILOSOFIA DE PARMÊNIDES E SUA CONTRAPOSIÇÃO COM HERÁCLITO PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A FILOSOFIA DE PARMÊNIDES E SUA CONTRAPOSIÇÃO COM HERÁCLITO Metafísica é quando o que escuta não ouve nada, e o que fala já não ouve. Voltaire Parmênides

Leia mais

Filosofia Geral. Prof. Alexandre Nonato

Filosofia Geral. Prof. Alexandre Nonato Filosofia Geral Prof. Alexandre Nonato Ruptura da Mitologia à Filosofia Mitologia é um conjunto de mitos de determinados povos. Ex.: Deuses, lendas. Explicação para a vida, o sobrenatural, sem a existência

Leia mais

Cidade e Pensamento. Pólis e Cosmos. Curso de Filosofia. Prof. Marcos

Cidade e Pensamento. Pólis e Cosmos. Curso de Filosofia. Prof. Marcos Curso de Filosofia Prof. Marcos História da Filosofia Antiga - Da Physis ao Ethos: Os Pré-Socráticos e a Sofística. Cidade e Pensamento O nascimento da Filosofia na Grécia Antiga está intimamente ligado

Leia mais

Pré Socráticos- Sócrates - Sofistas

Pré Socráticos- Sócrates - Sofistas Pré Socráticos- Sócrates - Sofistas CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. Bibliografia: GARCIA MORENTE, Manuel. Fundamentos de filosofia. São Paulo: Editora Mestre Jou, 1980 MARCONDES, Danilo. Iniciação

Leia mais

Vamos compreender a História na linha do tempo...

Vamos compreender a História na linha do tempo... Vamos compreender a História na linha do tempo... Idade Idade Idade Idade Antiga Média Moderna Contemp L i n h a d o T e m p o 1. Antes da Idade Antiga, a Pré-História: antes dos registros escritos. 2.

Leia mais

A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos. Antônio Roque USP Ribeirão Preto

A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos. Antônio Roque USP Ribeirão Preto A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos Antônio Roque USP Ribeirão Preto Grécia antiga Etapas da Filosofia Grega Período pré-socrático (c. 630 a.c. a 450 a.c.). Período clássico: Sócrates

Leia mais

2. Quais os 4 elementos e as 4 forças da natureza ficaram famosas na filosofia pré-socrática?

2. Quais os 4 elementos e as 4 forças da natureza ficaram famosas na filosofia pré-socrática? Nome: nº: Data: 12/05/2011 Disciplinas: Sociologia/Filosofia Série: 1º A e B - EM FORMATIVE GAME 1º TRISMESTRE Prof. André L. Fávero 1. Como se diz Sociologia e Filosofia em hebraico? 2. Quais os 4 elementos

Leia mais

Roteiro de estudos 1º trimestre. História-Geografia-Sociologia-Filosofia. Orientação de estudos

Roteiro de estudos 1º trimestre. História-Geografia-Sociologia-Filosofia. Orientação de estudos Roteiro de estudos 1º trimestre. História-Geografia-Sociologia-Filosofia O roteiro foi montado especialmente para reforçar os conceitos dados em aula. Com os exercícios você deve fixar os seus conhecimentos

Leia mais

HISTÓRIA DA FILOSOFIA

HISTÓRIA DA FILOSOFIA HISTÓRIA DA FILOSOFIA Períodos da história da filosofia Antiga Patrística Escolástica Renascimento Moderna Iluminismo Contemporânea Filosofia grega Períodos da filosofia grega Cosmológico Antropológico

Leia mais

Título: Os filósofos pré-socráticos: Uma re-leitura crítica Tema: Argumentações críticas; filosofia Autor: Silvério da Costa Oliveira.

Título: Os filósofos pré-socráticos: Uma re-leitura crítica Tema: Argumentações críticas; filosofia Autor: Silvério da Costa Oliveira. OLIVEIRA, Silvério da Costa. Os filósofos pré-socráticos: Uma releitura crítica. Rio de Janeiro: [s.n.], 2011. 9 p. Disponível em: . Acesso em: Sobre o autor Silvério da Costa

Leia mais

O Átomo: dos gregos à Schrödinger

O Átomo: dos gregos à Schrödinger O Átomo: dos gregos à Schrödinger Minicursos: trazer o aluno à discussão e torná-lo uma espécie de agente espalhador e motivador de diálogo; concepções mitológicas sobre a constituição do mundo e da matéria

Leia mais

PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO

PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO Os primeiros filósofos gregos No século VII a.c., o comércio se intensificava na Grécia, gerando riquezas que favoreceram importantes progressos materiais e culturais.

Leia mais

Anaxímenes FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

Anaxímenes FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS Os pré-socráticos são filósofos que viveram na Grécia Antiga e nas suas colônias. Assim são chamados pois são os que vieram antes de Sócrates, considerado um divisor de águas na

Leia mais

ALBERTO MAGNO E TOMÁS DE AQUINO

ALBERTO MAGNO E TOMÁS DE AQUINO 1 ALBERTO MAGNO E TOMÁS DE AQUINO A ESCOLÁSTICA E OS PRINCIPAIS REPRESENTANTES ALBERTO MAGNO TOMÁS DE AQUINO Buscaram provar a existência de Deus utilizando argumentos racionais. 2 A UNIDADE ENTRE A FÉ

Leia mais

Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF

Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF Aluno: Série: 6º ano Turma: Data: 14 de dezembro de 2016 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Esta prova

Leia mais

Roteiro 13. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 13. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 13 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Analisar o significado filosófico, científico e espírita de matéria. Tales de Mileto

Leia mais

Uma das características desse período é que a prática e a teoria não andavam juntas.

Uma das características desse período é que a prática e a teoria não andavam juntas. QA 216 História e Filosofia da Química Unidade I PROTOQUÍMICA A etapa da Protoquímica compreende o período desde a Antiguidade até o início da era Cristã e caracteriza-se por abordar as artes práticas,

Leia mais

Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera. Pércio Augusto Mardini Farias

Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera. Pércio Augusto Mardini Farias Pércio Augusto Mardini Farias Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/

Leia mais

FILOSOFIA - PRÉ-SOFISTAS

FILOSOFIA - PRÉ-SOFISTAS 1. (Uema 2015) Leia a letra da canção a seguir. Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que

Leia mais

ÉPOCAS DA FILOSOFIA. Já os períodos históricos da filosofia são os que se

ÉPOCAS DA FILOSOFIA. Já os períodos históricos da filosofia são os que se ÉPOCAS E TEMAS FILOSÓFICOS PROFESSOR NICHOLAS GABRIEL MINOTTI LOPES FERREIRA Nst Nesta aula devemos aprender: As Épocas da Filosofia O marco da Filosofia Ocidental Áreas da Filosofia ÉPOCAS DA FILOSOFIA

Leia mais

Os modelos Atômicos e a evolução da constituição elembentar da matéria

Os modelos Atômicos e a evolução da constituição elembentar da matéria Os modelos Atômicos e a evolução da constituição elembentar da matéria Ao longo do desenvolvimento da humanidade, um dos tópicos que sempre intrigaram os filósofos e os cientistas é a composição elementar

Leia mais

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da vida ética na coletividade e no bem comum. Neste sentido,

Leia mais

O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO

O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO Ao longo da história da humanidade, crer na existência de Deus sempre esteve na preocupação do ser pensante, e foi no campo da metafísica

Leia mais

PLATÃO E O MUNDO IDEAL

PLATÃO E O MUNDO IDEAL Introdução: PLATÃO E O MUNDO IDEAL - A importância do pensamento de Platão se deve justamente por conseguir conciliar os mundos: dos Pré-Socráticos, com suas indagações sobre o surgimento do Cosmo (lê-se:

Leia mais

AULA FILOSOFIA. O realismo aristotélico

AULA FILOSOFIA. O realismo aristotélico AULA FILOSOFIA O realismo aristotélico DEFINIÇÃO O realismo aristotélico representa, na Grécia antiga, ao lado das filosofias de Sócrates e Platão, uma reação ao discurso dos sofistas e uma tentativa de

Leia mais

Fil. fevereiro. Lara Rocha (Debora Andrade)

Fil. fevereiro. Lara Rocha (Debora Andrade) 06 10 fevereiro Lara Rocha (Debora Andrade) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS)

OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS) OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS) Celito Meier 1. A busca do princípio primeiro (arché) Vamos considerar, brevemente, os primeiros passos da filosofia em nossa cultura ocidental. O primeiro período

Leia mais

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c)

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c) Aristóteles (384 a.c 347 a.c) Trajetória histórica Nasce em Estagira império macedônio Encontro com Platão academia aos 17 anos (fica 20 anos) Preceptor de Alexandre Muito estudo biblioteca e investigação

Leia mais

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA INTRODUÇÃO À FILOSOFIA A filosofia é uma prática discursiva [...] que tem a vida por objeto, a razão por meio e a felicidade por fim (COMTE-SPONVILLE, Apresentação da Filosofia, 2002, p.15). Finalidade

Leia mais

Temática: Distribuição eletrônica

Temática: Distribuição eletrônica Temática: Distribuição eletrônica Nesta aula, você verá que em átomos com poucos elétrons, todos os orbitais da mesma camada têm a mesma energia, entretanto as energias dos orbitais dos átomos com muitos

Leia mais

Sócrates: após destruir o saber meramente opinativo, em diálogo com seu interlocutor, dava início ã procura da definição do conceito, de modo que, o

Sócrates: após destruir o saber meramente opinativo, em diálogo com seu interlocutor, dava início ã procura da definição do conceito, de modo que, o A busca da verdade Os filósofos pré-socráticos investigavam a natureza, sua origem de maneira racional. Para eles, o princípio é teórico, fundamento de todas as coisas. Destaca-se Heráclito e Parmênides.

Leia mais

1-Tales de Mileto. Primeiro cientista natural nasceu onde é hoje a Turquia. Seu nome veio até os nossos dias, vez que a filosofia deu aval.

1-Tales de Mileto. Primeiro cientista natural nasceu onde é hoje a Turquia. Seu nome veio até os nossos dias, vez que a filosofia deu aval. 1-Tales de Mileto Primeiro cientista natural nasceu onde é hoje a Turquia. Seu nome veio até os nossos dias, vez que a filosofia deu aval. Ele fundamentava a teoria, de que, na dimensão material, a água

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES

Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES Modelos Atômicos PROF. JACKSON ALVES O que é Modelo Atômico? Um modelo atômico é, de uma forma simples, uma maneira de supor como a matéria é formada, ou como os átomos que constituem um material é formado.

Leia mais

FILOSOFIA 3º ANO FEVEREIRO/2013 FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

FILOSOFIA 3º ANO FEVEREIRO/2013 FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS FILOSOFIA 3º ANO FEVEREIRO/2013 FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS História da Filosofia MILETO - Onde Tudo Começou A filosofia ocidental começou com os gregos mas não na Grécia. Os primeiros filósofos que conhecemos

Leia mais

DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA

DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA A palavra Filosofia é grega. É composta por duas outras: PHILO e SOPHIA. PHILO significa amizade, amor fraterno, respeito entre os iguais; SOPHIA, sabedoria,

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Filosofia Série: 1ª - Ensino Médio Professor: Leandro Cesar Bernardes Pereira Filosofia Atividades para Estudos Autônomos Data: 23 / 5 / 2016

Leia mais

Sofistas ou Sophistés

Sofistas ou Sophistés - Sofista (sophistés) vem da palavra sophos que significa sábio. Sofistas ou Sophistés Principais sofistas: - Protágoras de Abdera 480-410 a.c. - Gógias de Leontini 487?-380? a.c. - Isócrates de Atenas

Leia mais

DO MITO AOS SOFISTAS

DO MITO AOS SOFISTAS DO MITO AOS SOFISTAS Gustavo Bertoche gusbertoche@gmail.com Mito e filosofia Para compreender o processo intelectual que resulta na filosofia contemporânea é necessário conhecer a origem da filosofia.

Leia mais

ARISTÓTELES I) TEORIA DO CONHECIMENTO DE ARISTÓTELES

ARISTÓTELES I) TEORIA DO CONHECIMENTO DE ARISTÓTELES AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas expostos. Todo exemplo citado em aula é, meramente,

Leia mais

O verdadeiro conhecimento ética utilitarista procede da razão

O verdadeiro conhecimento ética utilitarista procede da razão CONTEÚDO FILOSOFIA Avaliação Mensal Professora Célia Reinaux 6º ANO Módulo Unidade 3 A sombra na madrugada Páginas 34 até 39 Um obstáculo na trilha Páginas 40 até 46 Filósofos trabalhados: René Descartes

Leia mais

A ORIGEM DA FILOSOFIA

A ORIGEM DA FILOSOFIA A ORIGEM DA FILOSOFIA UMA VIDA SEM BUSCA NÃO É DIGNA DE SER VIVIDA. SÓCRATES. A IMPORTÂNCIA DOS GREGOS Sob o impulso dos gregos, a civilização ocidental tomou uma direção diferente da oriental. A filosofia

Leia mais

Da Matéria ao Espírito

Da Matéria ao Espírito Vós sois deuses, porém vos tendes esquecido. Sto. Agostinho Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os Deuses. Assim falou o iniciado cristão Santo Agostinho. Prof. Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Filosofia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) A filosofia atingiu

Leia mais

Proposta de Desenvolvimento de Projeto de Software

Proposta de Desenvolvimento de Projeto de Software Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus VII - Unidade Timóteo - Engenharia da Computação Proposta de Desenvolvimento de Projeto de Software Nome do Projeto Leandro de Oliveira Pinto;

Leia mais

O corpo físico é mau e inferior à alma?

O corpo físico é mau e inferior à alma? O corpo físico é mau e inferior à alma? Compreendendo a natureza humana por Paulo Sérgio de Araújo INTRODUÇÃO Conforme a teoria das idéias (ou teoria das formas ) do filósofo grego Platão (428-347 a.c.),

Leia mais

Sequencia didática temática: tema II Natureza e Cultura. Tema Geral: Natureza (physis) e convenção (nomos) os pré-socráticos e os sofistas

Sequencia didática temática: tema II Natureza e Cultura. Tema Geral: Natureza (physis) e convenção (nomos) os pré-socráticos e os sofistas ESCOLA ESTADUAL WINSTON CHURCHILL PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA BOLSISTAS: Pedro Danilo Galdino, Luana Targino da Silva e Thalles Arthur Souza de Queiroz. Sequencia didática

Leia mais

Tales de Mileto. Tudo é água. Tales

Tales de Mileto. Tudo é água. Tales precisa. Afinal, nunca houve, na Antigüidade, um Estado grego unificado. O que chamamos de Grécia nada mais é que o conjunto de muitas cidades-estado gregas (pólis), independentes umas das outras, e muitas

Leia mais

Sua vida reproduz seu pensamento

Sua vida reproduz seu pensamento AULA 02 Evolução do Modelo Atômico Sua vida reproduz seu pensamento Autor Desconhecido Aristides Cipriano www.aristidesfilho.wordpress.com UNIVERSO = MATERIA + ENERGIA Tudo aquilo que tem massa e ocupa

Leia mais

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo.

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. FILOSOFIA MODERNA Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. Período histórico: Idade Moderna (século XV a XVIII). Transformações que podemos destacar: A passagem do feudalismo para o capitalismo

Leia mais

Clóvis de Barros Filho

Clóvis de Barros Filho Clóvis de Barros Filho Sugestão Formação: Doutor em Ciências da Comunicação pela USP (2002) Site: http://www.espacoetica.com.br/ Vídeos Produção acadêmica ÉTICA - Princípio Conjunto de conhecimentos (filosofia)

Leia mais

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA SOBRE FILOSOFIA DEFINIÇÃO TRADICIONAL (segundo a perspectiva ocidental) TEOLOGIA CIÊNCIA certezas dúvidas Bertrand Russell (1872-1970) utiliza seus temas

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO ESTUDAR PARA A PROVA TRIMESTRAL DO SEGUNDO TRIMESTRE PROFESSORA: TATIANA SILVEIRA 1 - Seguiu-se ao período pré-socrático

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica 2 Habilidades: Conhecer os principais pontos das ideias de Platão para interpretar a realidade diária. 3 REVISÃO Sócrates: o homem Grande questão: o que é a essência

Leia mais

PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE

PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE NOME Nº 1ª ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

ARTE PRIMEIRA PRIMÁRIAS CAPÍTULO D EUS. Deus e o infinito Provas da existência de Deus Atributos da Divindade Panteísmo DEUS E O INFINITO

ARTE PRIMEIRA PRIMÁRIAS CAPÍTULO D EUS. Deus e o infinito Provas da existência de Deus Atributos da Divindade Panteísmo DEUS E O INFINITO O LIVRO DOS ESPÍRITOS PAR ARTE PRIMEIRA AS CAUSAS PRIMÁRIAS CAPÍTULO 1 D EUS Deus e o infinito Provas da existência de Deus Atributos da Divindade Panteísmo DEUS E O INFINITO 1 O que é Deus? Deus é a inteligência

Leia mais

Conceitos Básicos e História

Conceitos Básicos e História Psicologia na Educação Aula 1 Conceitos Básicos e História Profa. Adriana Straube Nesta aula discutiremos sobre o conceito de psicologia. As origens da psicologia como ciência nascendo na Alemanha. História

Leia mais

Apesar de terem formulado as bases do direito e possuir uma arquitetura arrojada, realizavam poucos trabalhos científicos teóricos

Apesar de terem formulado as bases do direito e possuir uma arquitetura arrojada, realizavam poucos trabalhos científicos teóricos Juliano Rossi Alves Apesar de terem formulado as bases do direito e possuir uma arquitetura arrojada, realizavam poucos trabalhos científicos teóricos Se Baseavam bastante em pensamentos e idéias gregas

Leia mais

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível 3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível O posicionamento das mãos dos pensadores representa a maneira de pensar de cada um deles. Platão enfatiza

Leia mais