Antônio Britto Filho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Antônio Britto Filho"

Transcrição

1

2 Antônio Britto Filho Antônio Britto assumiu a presidência executiva da Interfarma - Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa em maio de A entidade congrega as indústrias farmacêuticas instaladas no Brasil responsáveis por promover e incentivar a pesquisa e o desenvolvimento de novos medicamentos no País. Jornalista, Antônio Britto, atuou nos principais veículos de comunicação do País (Zero Hora, TV Gaúcha, do grupo RBS e Rede Globo, em Brasília). Foi destaque como comentarista político e responsável pela cobertura da Presidência da República. No período da redemocratização do País, ganhou notoriedade como portavoz do ex-presidente Tancredo Neves, o primeiro presidente civil depois do período militar. Após um longo período como jornalista, Britto iniciou carreira política e exerceu os cargos de Deputado Federal, sendo um parlamentar Constituinte; depois assumiu o cargo de Ministro da Previdência Social sendo, em seguida, eleito Governador do Estado do Rio Grande do Sul. Há 10 anos, passou a atuar no mercado corporativo, ocupando a presidência da Azaléia. Foi também membro do Conselho Administrativo da Claro e, atualmente, além de ocupar a presidência executiva da Interfarma é membro do Conselho da Braskem. Antônio Gomes Pinto Ferreira Antônio Gomes Pinto Ferreira é Mestre em Tecnologia em Imunobiológicos pela Fiocruz. Tecnologista Senior de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Gerente do Programa de Desenvolvimento de Reativos para Diagnóstico, com atuação superior a vinte e cinco anos na área de Desenvolvimento e Produção de Reativos para Diagnóstico com ênfase em doenças infectocontagiosas. Membro de diversos comitês técnicos junto ao Ministério da Saúde e ANVISA. Augusto Ferreira da Costa Neto Augusto Ferreira da Costa Neto é Chefe Substituto do Departamento de Investimento em Fundos da FINEP e professor de Avaliação de Empresas na UniverCidade. É Mestrando em Engenharia de Produção pela PUC-Rio, MBA em Finanças pela Escola Politécnica da UFRJ, Pós-Graduado em Gerenciamento de Projetos pelo IETEC, Engenheiro Industrial Mecânico pelo CEFET-RJ.Também tem formação em Private Equity e Venture Capital pela PEI Media e NASBIC, Mercados Derivativos pela ANDIMA e Planejamento e Controle Financeiro pela Fundação Getúlio Vargas. Possui mais de 17 anos de experiência em empresas públicas e privadas, incluindo Mercedes Benz do Brasil, Petrobras Distribuidora e Vale S/A.

3 Bruno Cesar Almeida de Abreu Bruno Cesar é formado em Direito, especializado em Vigilância Sanitária Regulação e Monitoramento pela Universidade de Brasília. Há onze anos atuando na área de Regulação Econômica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA, hoje ocupa a Gerência de Monitoramento de Mercado e vem a ser o Chefe Interino do Núcleo de Assessoramento Econômico em Regulação NUREM. Cassio Marx Rabello da Costa Cassio Marx Rabello da Costa é especialista em Projetos da ABDI. Atualmente responde por projetos sistêmicos nas áreas de Acesso a Investimentos e Produção Sustentável. Engenheiro Mecânico pela UFMG, pós graduado em finanças corporativas pelo IBMEC, Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC. Exerceu diversos cargos técnicos e gerenciais no Banco do Brasil (período 1982 a 2007). É Especialista em Política Industrial da ABDI desde 2007, onde atuou em projetos setoriais (siderurgia, mineração e energias renováveis). Carlos Augusto de Freitas Peregrino Carlos Peregrino possui graduação em Farmacia Industrial e Bioquimica pela Universidade Federal Fluminense (1986), mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2006). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal Fluminense, professor auxiliar da Universidade Estácio de Sá e Coordenador Pedagógico Nacional do Curso de Farmácia da Universidade Estácio de Sá. Atua como Vice-Diretor do Laboratório Universitário Rodolpho Albino, vinculado a Pro-reitoria de Extensão da Universidade Federal Fluminense. É Coordenador do Laboratório de Desenvolvimento de Novas Formulações (LDNF) plataforma tecnológica Parque Tecnológico da Vida (PTV) conveio entre a UFF e o Instituto Vital Brazil (IVB). Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Farmacotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: farmacotecnica, legislação de fitoterápicos, tecnologia farmacêutica, controle de qualidade fitoterápicos e direito de propriedade intelectual. Responsável pela criação do curso de Farmácia da Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro. Ampla experiência em Gestão na Educação de Nivel Superior, na área de Farmácia.

4 Carlos Orsi Carlos Orsi é jornalista e escritor. Atualmente trabalha como editor-assistente do site Inovação Unicamp (inovacao.unicamp.br) e da revista Ensino Superior Unicamp (revistaensinosuperior.gr.unicamp.br), ambas publicações da Universidade de Campinas. Foi, de 2005 a 2010, editor de Ciência do Portal Estadão (www.estadao.com.br). Recentemente publicou O Livro dos Milagres, obra de divulgação científica, pela editora Vieira & Lent, e o romance Guerra Justa, pela Editora Draco. Mantém o blog carlosorsi.blogspot.com. Carlos Tagliati Carlos Tagliati é farmacêutico. Possui mestrado em Toxicologia e Análises Toxicológicas, doutorado em Fármacos e Medicamentos, ambos pela Universidade de São Paulo, e pós-doutorado em Toxicologia Celular pela Universidad de Murcia (Espanha). Membro do INCT-INOFAR. Membro do Comitê Gestor de Biotecnologia do Projeto BID da AMBIOTEC. Sócio fundador da empresa de biotecnologia IN VITRO CELLS - PESQUISA TOXICOLÓGICA S.A. Atualmente é bolsista DT - 2 CNPq e professor associado IV de Toxicologia da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais. Atua em toxicidade pré-clínica (in vitro e in vivo) e farmacocinética. Claudio Fernandes Claudio G. Fernandes é economista de formação, designer gráfico e de interfaces interativas por profissão e ativista dos direitos humanos por paixão. Durante a década de noventa viveu em San Francisco, Califórnia, onde iniciou sua carreira em design, quando trabalhou para a Symantec (empresa de software) e Genentech (biotecnologia). Logo em seguida co-fundou e amadureceu como Diretor de Criação a Zoomedia, empresa de desenvolvimento de sistemas interativos para a Internet, que até hoje tem como principais clientes empresas farmacêuticas e de biotecnologia. Em 2002 retornou ao Brasil, mais precisamente para o Recife, onde a partir de 2006 vem colaborando e trabalhando com a Gestos (HIV, Comunicação e Gênero), ONG referência no campo do HIV e da AIDS, com trabalho local, nacional e internacional. Em 2011 passou a desenvolver, junto com Alessandra Nilo, a retomada da campanha nacional pela implementação das Taxas (ou tributos) sobre Transações Financeiras para investir de maneira sistêmica e sustentável no desenvolvimento humano (saúde, educação e equidade de gênero) e em projetos de melhoria ambiental.

5 Dario Pinto Miranda Dario Pinto Miranda é gerente de Biológicos e Biotecnologia da empresa Meizler Biopharma, responsável pelas atividades de desenvolvimento biotecnológico da empresa desde Foi gerente de Fraccionamento da Empresa Brasileira de hemoderivados e biotecnologia HEMOBRAS, onde foi responsável pelo projeto de transferência de tecnologia entre 2005 e E também assessor do Presidente da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), e responsável pela implantação das atividades relacionadas a produtos biológicos (registro, inspeção e estudos clínicos) de 1999 a Dirceu Barbano Dirceu Barbano é graduado em Ciências Farmacêuticas na PUC-Campinas, com especialização pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP/SP. Foi Secretário Interino de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos e Diretor de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde, Foi Secretário Municipal de Saúde de São Carlos-SP. Atualmente é Diretor Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA. Dirceu Raposo de Mello Dirceu Raposo é doutor em Análises Clínicas (Microbiologia e Imunologia) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Guarulhos (UnG). É especialista em Bioética pela Universidade de Brasília (UnB), Administração Hospitalar pela União Social Camiliana (USC), em Homeopatia pelo Instituto Homeopático Francois Lamasson e Farmacêutico Bioquímico formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo entre 1998 e 2003 e Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária de 2005 a Também é professor titular na Escola de Farmácia da Universidade Paulista (UNIP/SP) e das Escolas de Farmácia e Medicina da Universidade Anhembi-Morumbi/SP.

6 Do Hyun Cho Do Hyun Cho é formado em direito, com pós em Sociologia para Saúde na Coréia, e certificação do Food and Drud Administration (FDA) no programa de educação para autoridades reguladoras. Trabalha na Korea Health Industry Development Institute USA (KHIDI) desde 2008, sendo atualmente o diretor geral. É presidente do fórum The New York Health Forum e editor da revista institucional, sendo vice da The Medical Korea Alliance. Membro do Conselho Executivo da Câmara de Comércio Coreana nos E.U.; do Conselho Executivo de Sociologia para Saúde; do Conselho Consultivo da Korea American Medical Association (KAMA); do Conselho Consultivo Asia Pacific Economy Cooperation (APEC); e representante do Fórum de inovação para ciências da vida, da APEC. Elizabeth Fajersztajn Elizabeth Fajersztajn é Doutoranda e Mestre em Engenharia de Produção na COPPE/UFRJ - área de Projetos Industriais e Tecnológicos. É Economista e Engenheira de Produção, Analista Sênior de Gestão em Saúde lotada na Direção do Instituto Fernandes Figueira, Unidade técnicocientífica da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência nas áreas de Planejamento Estratégico, Desenvolvimento e Implantação de Programas e Projetos Institucionais. Francisco Ernesto Xavier Francisco Ernesto Xavier da Rocha é formado em Química Industrial pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Atua na COVISA, Subgerência de Medicamentos, sendo um dos responsáveis pela orientação das equipes que inspecionam as drogarias do município de São Paulo e coordenação do grupo que trata da regulamentação da RDC 44/09 no município de São Paulo; pela avaliação de programas utilizados na informatização de livros, mapas e balanços usados em produtos da Portaria 344/98;pelas inspeções em ervanarias ou estabelecimentos que lidem com plantas medicinais ou drogas vegetais e afins também pela regulamentação do comércio de plantas medicinais e drogas vegetais no município de São Paulo.

7 Francisco Jardim Francisco Jardim é Gestor Regional do Fundo Criatec no estado de São Paulo. Representante do Fundo no Conselho de Administração de sete empresas, nos segmentos de: Biotecnologia, Novos Materiais, TI e Agronegócios. Membro permanente do Comitê Executivo do CECOMPI (Parque Tecnológico de São José dos Campos). Anteriormente, participou do Comitê Deliberativo do programa PRIME FINEP no interior de São Paulo (SUPERA Ribeirão Preto) e atuou nos segmentos de Bancos de Atacado e Hedge Funds. Formado em Administração de Empresas, com ênfase em Finanças pela Saint Louis University. Pós-Graduado em Inovação, Venture Capital e Empreendedorismo pela Fundação Getúlio Vargas. Entre outras atividades, analisou mais de startups de base tecnológica e liderou o processo de investimento em oito. Hayne Felipe da Silva Hayne Felipe da Silva é diretor do Instituto de Tecnologia em Fármacos Farmanguinhos, Unidade Técnico-Científica da Fundação Oswaldo Cruz/Fiocruz. E também Coordenador da Farmácia Popular do Brasil. Pesquisador Adjunto da Fundação Oswaldo Cruz desde 1985, com experiência nas áreas de assistência farmacêutica, política de medicamentos e produção pública de medicamentos. É Mestre em Química de Produtos Naturais - Núcleo de Pesquisas em Produtos Naturais da Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ em 1985, Graduado em Farmácia pela Faculdade de Farmácia da UFRJ em Hayne Felipe da Silva Henrique Uchió Tada é formado em Farmácia com habilitação industrial pela Universidade Federal do Paraná - UFPR; Especialista em Produção e Controle de Medicamentos e Cosméticos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP; MBA Executivo da Indústria Farmacêutica pela Escola de Economia de São Paulo da FGV; Especialista em Direito Sanitário pela Escola de Saúde Pública da USP. Atuou em Assuntos Regulatórios e Técnicos na Indústria Farmacêutica e atualmente ocupa o cargo de Diretor Técnico Executivo da ALANAC Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais, entidade que representa em fóruns empresariais que tratam de política industrial, tecnológica e de comércio exterior, como na Coalizão Empresarial Brasileira, ALIFAR Associação Latinamericana de Indústrias Farmacêuticas, Fóruns das Cadeias Produtivas de Medicamentos e Fármoquímicos e Biotecnologia junto ao governo e instituições de regulação.

8 Ivan da Gama Teixeira Ivan Gama é graduado em Farmácia e Bioquímica pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. Especialista em Homeopatia pela Associação Paulista de Homeopatia é membro da Diretoria Técnica de Homeopatia Anfarmag-ABFH, 2º Vice-Presidente e Diretor Técnico da Anfarmag Nacional e Diretor e sócio proprietário da Botica Belluz Farmácia de Homeopatia e Manipulação Alopática. Já foi Tesoureiro, 1º Secretário e Vice Presidente na Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas - ABFH, tendo exercido nesta entidade também as funções de co-responsável por relações institucionais, membro da comissão científica, revisão do Manual de Normas Técnicas e representação da entidade junto à ANVISA na revisão da RDC 33/2000. Também foi membro da Anfarmag na Comissão do Manual de Equivalência da entidade, relator do projeto de desenvolvimento de metodologia para cálculo do peso médio para o setor magistral e membro da Diretoria Técnica desta mesma entidade desde 2005, e professor convidado pela Escola Paulista de Homeopatia para ministra Atenção Farmacêutica para farmacêuticos e Boas Práticas de Prescrição em Homeopatia para médicos. Ivo Bucaresky Ivo Bucaresky é graduado em Ciências Econômicas pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Cursou o mestrado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, desde È Secretário-Executivo da Câmara Interministerial de Regulação Econômica do Mercado de Medicamentos (CMED) na Anvisa, desde abril de É membro do Grupo Executivo sobre o Complexo Industrial da Saúde (Gecis). Foi diretor do Instituto dos Economistas do Rio de Janeiro (Ierj) e da Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais uma aliança de organizações não governamentais, sindicatos e outras organizações do terceiro setor, que acompanha e monitora, no Brasil, projetos apoiados por agências multilaterais de financiamento, tais como Banco Mundial e Banco Interamericano de Desenvolvimento. De janeiro de 2007 a junho de 2008 foi diretor administrativo e financeiro da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feema). Posteriormente, assumiu o cargo de chefe de Gabinete do Ministro do Meio Ambiente, até Também atuou no estado de São Paulo, como gerente de orçamento da Companhia de Engenharia de Tráfego. E no Rio de Janeiro foi subsecretário de Captação de Recursos da Secretaria Estadual de Agricultura do Estado.

9 João B. Calixto João B. Calixto é Professor Titular de Farmacologia da UFSC. Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências Pesquisador Nível IA do CNPq. Possui mais de 350 artigos publicados em revistas internacionais e possui 20 patentes. Também é Editor ou membro do corpo Editorial de várias revistas internacionais. Já participou do desenvolvimento de vários medicamentos, sendo que 03 deles já estão no mercado. Orientou mais de 90 estudantes de pós-graduação. João Alziro Herz da Jornada João Jornada é presidente do INMETRO; Professor Titular do Instituto de Física da UFRGS; Doutor em Física pela UFRGS, com Pós-Doutorado no NIST/EUA; Pesquisador nas áreas de Física da Matéria Condensada e Ciência dos Materiais; Recebeu o prêmio FAPERGS de pesquisador destaque na área de Física e Astronomia; Membro da Ordem Nacional do Mérito Científico na Classe Grã Cruz; Membro da Ordem do Mérito Aeronáutico, no grau de Comendador; Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, Membro da Ordem de Rio Branco, no grau de Comendador. Membro da TWAS - Academia de Ciências dos Países em Desenvolvimento. João Massud Filho João Massud Filho é médico e Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica. Também é coordenador/professor do curso de especialização em Medicina Farmacêutica da UNIFESP e Consultor Senior em Desenvolvimento de Medicamentos.

10 Jorge Bermudez Jorge Bermudez é graduado pela Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1971 e obteve o grau de mestre em doenças infecciosas e parasitárias da mesma universidade em Possui doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz(1995), onde ocupa o cargo de Pesquisador Titular. Antes de retornar à Fiocruz foi selecionado e assumiu como Diretor de Unitaid, Central Internacional de Compras de Medicamentos em Genebra entre 2007 e Entre 2004 e 2007, o Dr. Bermudez foi Chefe da Unidade de Medicamentos Essenciais, Vacinas e Tecnologias em Saude da OPAS /OMS para a região das Américas em Washington, e diretor da ENSP /Escola Nacional de Saúde Pública-Fiocruz (2001 a 2004). Bermudez foi presidente do Instituto Vital Brasil em duas ocasiões (1999 a 2001 e 1987 a 1991), bem como presidente da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (ALFOB). Além disso, atuou como Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Saúde em 1993 e diretor de Farmanguinhos (Fiocruz), entre 1985 e Tem publicado artigos, livros e capítulos de livros sobre temas como saúde pública, políticas farmacêuticas, o acesso a medicamentos e propriedade intelectual, enquanto também supervisiona estudantes que realizam mestrado e doutorado nestas áreas. Jorge Lima Magalhães Jorge Lima Magalhães é Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ - área de concentração Gestão e Inovação Tecnológica (2010) e Mestre em Ciências pelo mesmo programa (2007). Tem especialização em Administração e Gerência Empresarial pelas Faculdades Simonsen (1998), e é Químico Industrial com Licenciatura Plena pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Souza Marques (1996). Possui vivência em Gestão estratégica nas Operações Industriais do mercado privado e público onde atuou por mais de 20 anos na área de Produção e Qualidade das Indústrias Farmacêuticas (sólidos, semi-sólidos e líquidos). Atua nos últimos 07 anos na Pesquisa em Saúde Pública da FIOCRUZ na área de Gestão e Inovação Tecnológica do Depto. de Síntese (ênfase em doenças negligenciadas, Câncer e AIDS), dedicando-se principalmente aos seguintes temas: Gestão, Inovação e Prospecção Tecnológica para as áreas Químico-Farmacêuticas e Saúde Pública (Medicamentos, Propriedade Intelectual, Desenvolvimento Tecnológico, Atenção Farmacêutica, Promoção & Acesso à saúde).

11 José Carlos Felner José Carlos possui mais de 35 anos de experiência na indústria farmacêutica, Felner trabalhou na Johnson & Johnson e nos Laboratórios Upjohn no início de sua carreira. Desde 1981 na GlaxoSmithKline, passou por todas as posições comerciais até ocupar o cargo de Diretor de Vendas em Em 2001, Felner foi responsável pela criação da Unidade de Negócios de Vacinas. De 2005 a 2008 acumulou os cargos de Diretor de Vendas Farma Brasil e head da Unidade de Negócios de Vacinas. Em janeiro de 2009, foi nomeado Diretor da então recémcriada Unidade de Negócios Biotech, que reúne as franquias HIV, Hospitalar, Vacinas e Negócios com o Governo. Atualmente, Felner acumula as posições de Vice Presidente e Diretor da Unidade de Negócios Biotech da GlaxoSmithKline Brasil. Ao longo de todos esses anos, Felner mediou vários acordos de colaboração tecnológica e parcerias pública/ privada, além do alinhamento das agendas estratégicas dos diferentes patamares tecnológicos, acadêmicos e de culturas organizacionais, em que a confiança e transparência mútuas, além da flexibilidade para a negociação permanente são elementos críticos de sucesso. Para a GSK, tem sido desafiante porém, extremamente gratificante a interação produtiva como um dos principais parceiros de Biomanguinhos durante mais de duas décadas. Julia Paranhos Julia Paranhos é professora adjunta e coordenadora do Grupo de Economia da Inovação do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduada em Ciências Econômicas pela UFRJ, mestre em Economia Industrial pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutora em Economia da Indústria e da Tecnologia pela UFRJ com período de doutorado sanduíche no Science and Technology Policy Research SPRU, Universidade de Sussex, Reino Unido. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Inovação, atuando principalmente nos temas: gestão da inovação e relação universidade-empresa, em especial no setor farmacêutico, e desenvolvimento econômico local no estado do Rio de Janeiro. É autora do livro Interação entre empresas e instituições de ciência e tecnologia: o caso do sistema farmacêutico de inovação brasileiro (Eduerj, 2012) e co-autora de capítulos nos livros Catching up, spillovers and innovation networks in a schumpeterian perspective (Springer Heidelberg Dordrecht, 2010) e Novos rumos para a economia fluminense: oportunidades e desafios do crescimento do interior (E-papers, 2008).

12 Juliana Mussalem Juliana Mussalem possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de Santo Amaro (2001), Mestrado (2004) e Doutorado (2009) em Microbiologia e Imunologia, e especialização em Medicina Farmacêutica (2008) pela Universidade Federal de São Paulo. Tem experiência na área de Imunologia. Atualmente trabalha no laboratório farmacêutico Cristália, no departamento de Pesquisa & Inovação como Pesquisadora de Estudos Pré-Clínicos. Realiza condução e acompanhamento técnico-científico dos estudos in vitro e in vivo dos projetos em desenvolvimento, inclusive do desenhos de estudos, protocolos e revisão de relatórios de toda a parte Pré-Clínica da empresa, dando suporte à divisão de Estudos Clínicos. Koichi Kameda Koichi é um dos coordenadores da UAEM-Brasil. Pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade, Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas do RJ (CTS/FGV). Mestrando em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva do Programa PPGBIOS (UERJ, UFRJ, FIOCRUZ). É graduado em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Leandro Machado Rocha Leandro Machado Rocha possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal Fluminense (1984), mestrado em Química de Produtos Naturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991) e doutorado em Farmácia - Université de Lausanne Suíça - (1995). Atualmente é professor Associado III da Universidade Federal Fluminense. Orientou 3 trabalhos de mestrado como orientador e outros 4 como coorientador. Coorientou 2 trabalhos de doutorado. Está orientando 2 trabalhos de doutorado e coorientando 2 outros de doutorado, além de orientando 4 trabalhos de mestrado e coorientando 1 trabalho de mestrado. Publicou 33 artigos científicos completos, 1 livro organizado, 2 livros publicado e 7 capítulos de livros publicados. Atualmente é membro da Farmacopéia Brasileira onde participou na preparação da quarta e quinta edições da Farmacopéia Brasileira. Coordenou os trabalhos do Comitê Temático de Homeopatia da Farmacopéia Brasileira que preparou a terceira edição da Farmacopéia Homeopática Brasileira. Foi Professor convidado da Universidade Paul Sabatier - Toulouse III - França. Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: tecnologia de produtos naturais, controle de qualidade de fitoterápicos e homeopatia.

13 Marcus Soalheiro Cruz Marcus Soalheiro é Engenheiro Químico, Químico Industrial formado pela PUC-RIO, e possui mais de 30 anos de experiência em desenvolvimento de processos e produção na indústria de Química Fina, tendo exercido atividades nas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento, Garantia de Qualidade, Segurança e Planejamento e Gestão. Foi responsável pelo comissionamento de plantas farmoquímicas na Argentina, participando também de projetos de produção pioneira na Espanha, Suíça, Argentina e Brasil. Como representante setorial da indústria, tomou parte em diversos seminários e comitês dentro do PADCT, no CNPq / MCT e na OMS. Pós-graduado pela UFRJ, está na NORTEC desde 1987, sendo atualmente seu Vice-Presidente. Maria Behrens Maria Behrens possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal Fluminense (1985), mestrado em Química Orgânica (Fotoquímica) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1991) e doutorado em Química Orgânica (Química de Produtos Naturais) pela Universidade de Hannover-Alemanha (1996). Atualmente é pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz e Chefe do Departamento de Produtos Naturais de Farmanguinhos/FIOCRUZ. Atua na área de projetos intitucionais estratégicos, principalmente aqueles concernentes à implantação das politicas nacionais vigentes para plantas medicinais e fitoterápicos. Como pesquisadora, atua na pesquisa, desenvolvimento e controle de qualidade de fitomedicamentos e insumos farmacêuticos de origem vegetal, com ênfase na cadeia tecnológica e produtiva de plantas medicinais. Membro da comissão técnica e multidisciplinar para elaboração e atualização da Relação Nacional de Plantas Medicinais e Relação Nacional de Medicamentos Fitoterápicos (Comafito), que tem por objetivo a inserção de plantas medicinais e fitoterápicos no SUS. Maria Cristina Amorim Maria Cristina Amorim é eonomista, professora titular e coordenadora do núcleo de pesquisa "Regulação Econômica e Estratégias Empresariais" da PUC/SP. Sua publicação mais recente, "Tributos e Medicamentos", foi realizada com Eduardo Perillo e Antônio Brito.

14 Maria Luisa Leal Maria Luisa Campos Machado Leal é economista com vasta experiência nas áreas de pesquisa econômica, planejamento, desenvolvimento industrial, e formulação, execução e avaliação de políticas públicas. Já ocupou vários cargos de direção no governo federal e no estado de Minas Gerais. Pesquisadora da Fundação João Pinheiro, foi diretora do seu Centro de Estudos Econômicos, Superintendente Central de Planejamento Econômico de Social do Estado de Minas Gerais e Secretária-Executiva do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado de Minas Gerais (CDES). No poder executivo federal foi Secretária Adjunta e Secretária de Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Secretária Nacional de Programas de Desenvolvimento de Turismo do Ministério do Turismo (MTur) e Assessora Chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República (SRI-PR). Atualmente é diretora da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Marcela Fogaça Vieira Marcela Fogaça Vieira é advogada, pós-graduada em Direito da Propriedade Intelectual e das Novas Tecnologias da Informação pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP). Atua na área de direitos humanos, com ênfase em direito à saúde e acesso a medicamentos essenciais, sendo autora de diversos artigos sobre o tema. Trabalha na Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA), onde é co-coordenadora do Grupo de Trabalho Sobre Propriedade Intelectual da Rede Brasileira pela Integração dos Povos (GTPI/Rebrip).

15 Mirian Aparecida Ghiraldini Franco Mirian Franco possui graduação em Biologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1984), mestrado em Farmacologia pela Universidade Federal de São Paulo (1999), doutorado em Farmacologia pela Universidade Federal de São Paulo (2002). e Especialização em Bioética pela Faculdade de Medicina da USP - Instituto Oscar Freire ( 2009) onde apresentou a Monografia Bioética, Pesquisa Clínica e Justiça Social Da teoria à Prática. Atualmente exerce os cargos de Assessor Técnico/Científico do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP/CEUA-UNIFESP/HSP). É membro fundador do NÍBIO (Núcleo Interdisciplinar de Bioética) fundado em 2002 por designação do Magnífico Reitor da UNIFESP. As atividades atuais na UNIFESP estão focadas na área de Ética em Pesquisa e Bioética Clínica, atividades essas desenvolvidas como Membro do CEP/UNIFESP. É responsável pela pré-análise de protocolos clínicos pertencentes à área temática especial (Grupo 1) e é responsável pelo acompanhamento dos projetos clínicos (Eventos adversos, desvios e violações). Atua como docente responsável pelos cursos de bioética realizados dentro e fora da UNIFESP. Em 2011 foi agraciada com uma bolsa de estudos concedida pela Georgetown University para participar do Intensive Bioethics Course ( Curso Intensivo de Bioetica) que foi realizado no período de 6 a 11 de junho de 2011 no Kennedy Institute of Ethics - Washington DC-EUA. Além das atividades na Universidade Federal de São Paulo-UNIFESP, exerce atualmente o cargo de Responsável pelo laboratório de Cirurgia Experimental do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia- IDPC sendo ainda Presidente da Comissão de Ética no Uso de Animais do referido Instituto. (CEUA IDPC). Mirta Levis Mirta Levis é advogada pós-graduada em Patentes pela UBA. Foi consultora do Banco Interamericano de Desenvolvimento para a Integração da América Latina; atuou como gerente de assuntos jurídicos e propriedade intelectual na Câmara Industrial de Laboratórios Farmacêuticos Argentinos CILFA; e por 22 anos foi diretora executiva da Associação Latino-Americana da Indústria Farmacêutica ALIFAR. Atualmente, é consultora independente, especializada em propriedade intelectual, especialmente em patentes na indústria farmacêutica. Participou, em nome da ALIFAR, de vários encontros e reuniões de peritos no âmbito da Organização Mundial de Saúde, Organização Pan-Americana, Mundial de Propriedade Intelectual, fóruns empresariais e Seminários ALCA Comunidade Andina, dentre outros.

16 Morten Sorensen Morten Sorensen é formado em Economia e Comércio Exterior. Trabalha na Martin Bauer Group, composta pelas empresas Finzelberg, Phytolab, Plantextrakt e Martin Bauer. Com 15 anos de experiência no Brasil, é responsável pela instalação das empresas no mercado brasileiro e pelo desenvolvimento dos mercados de produtos naturais com foco no mercado de fitoterápicos. Nelson Brasil de Oliveira Nelson Brasil de Oliveira é engenheiro químico, Conselheiro e Consultor de empresas do setor da química fina, 1º Vice-Presidente da ABIFINA - Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades, entidade que representa em fóruns empresariais que tratam de política industrial, tecnológica e de comércio exterior, como na Coalizão Empresarial Brasileira, Fóruns das Cadeias Produtivas de Fármacos, Agroquímicos e de Biotecnologia. Foi Consultor da NORQUISA de 1992 a 2002, Diretor de Comercialização e Desenvolvimento da CARBONOR de 1982 a 1992, engenheiro da PETROBRÁS onde exerceu diversas funções técnicas e gerenciais na área petroquímica e de pesquisa e desenvolvimento tecnológico de 1960 a 1982, pesquisador da CIENTEC e professor da UFRGS de 1951 até Portador de cursos de especialização no País e no exterior e autor de centenas de artigos publicados e conferências apresentadas em seminários nacionais e internacionais. Nelson Fujimoto Nelson Fujimoto tem atuado na formulação e execução de Políticas Públicas, em nível Municipal, Estadual e Federal. Foi Diretor Geral e Secretário Substituto da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul, Secretário de Administração do Município de Diadema do Estado de São Paulo, Assessor Especial de Inclusão Digital do Gabinete do Presidente da República, Secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, e, atualmente, é Secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Mestre em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo.

17 Núbia Boechat Núbia Boechat possui graduação em Faculdade de Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestrado em Química de Produtos Naturais e doutorado em Química, ambos pela UFRJ. Estágio de Pósdoutorado na London School for Hygiene and Tropical Medicine. Atualmente é Cientista do Nosso Estado da FAPERJ, Bolsista de Produtividade do CNPq, orientadora de mestrado e doutorado do Instituto de Química da UFRJ. É tecnologista senior da Fundação Oswaldo Cruz, onde desde 1986 tem ocupado vários cargos, inclusive como diretora executiva de Farmanguinhos. Tem experiência na área de Síntese Orgânica, com ênfase em Química Medicinal, atuando principalmente na P,D&I de fármacos para AIDS e doenças negligenciadas, tais como malaria, doença de chagas, tuberculose e leishmaniose. Patrícia Alvarez Patrícia Alvarez é doutora em Virologia Molecular pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Especialista de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Gerente de Projeto estratégico de Desenvolvimento Tecnológico, com atuação na área de Diagnóstico Molecular e sistemas de automação, com ênfase em doenças infectocontagiosas. Patrik Frei Patrik Frei é fundador e CEO da Venture Valuation AG, empresa suíça de consultoria especializada na prestação de serviços de avaliação e valoração de empresas com elevado potencial de crescimento. Também produtora e mantenedora da base de dados Biotechgate. Patrik é autor dos livros Assessment and Valuation of high growth companies, Starting a Business in the Life Sciences: From Idea to Market e Building Biotechnology: Starting, Managing, and Understanding Biotechnology Companies, bem como de inúmeros artigos sobre valoração, incluindo publicações na Nature Biotechnology e Chimia. Anteriormente, foi CFO de empresa global no segmento de logística e atuou em empresas de vários países. Graduado em Negócios pela Universidade de St. Gallen e Doutorado pelo Swiss Federal Institute of Technology, EPFL Lausanne. Recentemente, foi nominado como uma das 20 pessoas mais influentes no setor de ciências da vida, na Suíça, pela revista de negócios Bilan, ao lado de indivíduos notáveis como Ernesto Bertarelli (Serono), Daniel Vasella (Novartis) e Henry B. Meier (HBM BioVentures).

18 Pedro Lins Palmeira Filho Pedro Palmeira é graduado em Engenharia Química pela UFRJ, Mestre em Administração pela PUC-Rio e doutorando em Gestão e Inovação Tecnológica pela UFRJ. Desempenhou, no período de 1983 a 1998, as funções de Chefe e Gerente de Setor na Bayer S.A. Desde 1998 atua no BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Desenvolve, atualmente, a função de Chefe de Departamento na Área Industrial / Departamento de Produtos Intermediários Químicos e Farmacêuticos, onde coordena a ação do BNDES junto ao Complexo Industrial da Saúde. Ricardo de Amorim Corrêa Ricardo de Amorim é médico, Mestre e Doutor em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, Especialista em pneumologia e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Professor do Departamento de Clínica Médica, Coordenador da Disciplina de Pneumologia da Faculdade de Medicina da UFMG. Coordenador do Serviço de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Hospital das Clínicas da UFMG. Coordenador do Centro de Pesquisa Clínica do HC/UFMG e da Rede Nacional de Pesquisa Clínica do Departamento de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos/DECIT do Ministério da Saúde do Brasil ( ).

19 Reginaldo Braga Arcuri Reginaldo Braga Arcuri é, desde 2011, Presidente Executivo do Grupo FarmaBrasil, associação da indústria farmacêutica de pesquisa e de capital nacional brasileiras, que reúne as empresas Achè, Biolab, Cristália, Libbs, Eurofarma, Hebron, Hypermarcas, União Química e EMS. Foi presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), entidade do MDIC responsável pela articulação, promoção e execução da Política de Desenvolvimento Produtivo do País de 2007 a Nesse período foi Presidente do Conselho Fiscal do BNDES e membro do Conselho Nacional do SEBRAE. No mesmo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, foi Secretário Nacional de Desenvolvimento da Produção, membro do Conselho da BNDESpar, coordenador dos Fóruns de Competitividade, do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade (PBQP) e negociador dos Acordos Automotivos do Brasil no MERCOSUL e com o México, em conjunto com o MRE, tendo chefiado Missões brasileiras para China, Índia e Cuba. Em Minas Gerais, foi Secretário de Estado de Indústria e Comércio, Secretário Executivo do Encontro das Américas, Presidente da COHAB e do Conselho de Desenvolvimento Industrial, além de Presidente do Instituto de Desenvolvimento Integrado (INDI). É natural de Juiz de Fora, onde foi Superintendente da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage e Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico.,,Graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora, na qual é professor (licenciado) do Departamento de História. É Especialista em história do Brasil pela Universidade Federal Fluminense. Roberto Pereira Santos Roberto Santos é Bacharel em Química pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1988), Mestre em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) e Doutor em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Atuou como professor na Universidade Federal de Juiz de Fora (1991) e na Universidade Estácio de Sá ( ). Atualmente é Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, onde exerceu funções de Coordenador de Ciências e Tecnologias Químicas (2003 a 2006), Gerente de Pesquisa (2006 a 2008) e Diretor de Implantação do Campus Vila Velha (2008 a 2009), no qual, atualmente, exerce o cargo de Diretor-Geral (2010 a 2015). Tem experiência na área de Química Orgânica, com ênfase em Síntese Orgânica, Química Computacional e Química de Produtos Naturais. Seus recentes interesses são direcionados à síntese de substâncias com potencial ação antineoplásica, especialmente síntese de porfirinas aplicadas à terapia fotodinâmica.

20 Samuel Silva Samuel Silva possui bacharelado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal da Paraíba, e PhD pela Universidade de Ciências da Filadélfia nos EUA. Desde setembro de 2011 dirige as operações de Pesquisa & Inovação na empresa Cristália Produtos Químicos e Farmacêuticos em Itapira, São Paulo, Brasil. Nesta posição é o responsável por fornecer a liderança estratégica e científica para todas as atividades dentro da divisão de P & I. Comanda as divisões terapêuticas de excelência e lidera diversos projetos de inovação com a colaboração estreita de inúmeras instituições de pesquisa brasileiras. Possui muitos anos de experiência na pesquisa farmacêutica e no campo do desenvolvimento. Com passagem em várias empresas farmacêuticas norte-americanas que variaram de pequenas empresas de Capital de Riscos (Venture Capital), até a mais recentemente, como o gerente de Pesquisa & Desenvolvimento na Johnson & Johnson, EUA. Thaís Costa Contente Thaís Contente é Farmacêutica com habilitação em Indústria, Mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP com ênfase em Pesquisa e Desenvolvimento de nanoemulsões lipídicas, drug delivery e protocolos pré-clínicos. Possui experiência na Pesquisa Farmacêutica, conhecimento em implementação de projetos e ferramentas de inovação. Atuou como Cientista de Suporte Tecnológico a Produtos de Mercado na Johnson & Johnson Brasil Consumer. Atualmente é integrante da equipe de Pesquisa & Inovação do Laboratório Cristália Produtos Químicos e Farmacêuticos atuando como Pesquisadora nos setores de Tecnologia Farmacêutica e Estudos Pré-Clínicos. Vera Peters Vera Peters possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1974), mestrado em Embriologia e Histologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980) e doutorado em Biologia Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1998). Atualmente é diretora do Centro de Biologia da Reprodução da Universidade Federal de Juiz de Fora; Coordenadora da Rede Mineira de Bioterismo: da Rede Mineira de Ensaios Toxicológicos e Farmacológicos; Presidenta da Sociedade Brasileira de Ciência em Animais de Laboratório (SBCAL)/Colégio Brasileiro de Experimentação Animal (COBEA). Tem experiência na área de Morfologia, com ênfase em Histologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Ciência de Animais de Laboratório, Estudos pré-clínicos de fármacos e medicamentos.

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso Marco Aurelio Crocco Afonso Diretor-Presidente Bacharel em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela UFRJ e PhD em Economia pela Universidade

Leia mais

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES A Prima Consultoria A Prima Consultoria é uma empresa regional de consultoria em gestão, fundamentada no princípio de entregar produtos de valor para empresas, governo

Leia mais

Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos

Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos Formação de Recursos Humanos na área de fármacos e medicamentos A formação em Farmácia Seminário do BNDES 7 de maio de 2003 Por que RH para Fármacos e Medicamentos? Fármacos e Medicamentos como campo estratégico

Leia mais

Acordos e Protocolos sem Repasse - Vigentes

Acordos e Protocolos sem Repasse - Vigentes Página 1 de 5 19/7/2015 Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN 20/7/2010 Desenvolver trabalhos e de ações de capacitação no âmbito científico, acadêmico e técnico de interesse comum às suas

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

The basis of biosafety training in Brazil

The basis of biosafety training in Brazil Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia The basis of biosafety training in Brazil Edmundo C. Grisard, Ph.D. Universidade Federal de Santa Catarina

Leia mais

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011)

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Seminário 09 A AMAZÔNIA E SUAS FRONTEIRAS NO CONTEXTO DA INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Objetivo: Em consonância com a Política Externa do Governo Federal de Integração

Leia mais

Curso Intensivo. Assuntos Regulatórios: Formação Básica, Intermediária e Avançada

Curso Intensivo. Assuntos Regulatórios: Formação Básica, Intermediária e Avançada Curso Intensivo Assuntos Regulatórios: Formação Básica, Intermediária e Avançada O EaDPLUS é um dos melhores portais de cursos à distância do Brasil e conta com um ambiente virtual de aprendizagem que

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Assuntos Econômicos Subcomissão de Marcos Regulatórios. Brasília, 1º de outubro de 2007

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Assuntos Econômicos Subcomissão de Marcos Regulatórios. Brasília, 1º de outubro de 2007 Audiência Pública Senado Federal Comissão de Assuntos Econômicos Subcomissão de Marcos Regulatórios Brasília, 1º de outubro de 2007 A ANVISA Autarquia sob regime especial Independência administrativa e

Leia mais

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar)

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar) Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira da Início: Duração 120 min 04.08.2008 Segunda-feira Abertura do Evento (Auditório 2º Andar) Almoço 12:30h Intervalo 14:00h - 90 min 15:50h 15:50h 17:20h - 20 min

Leia mais

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Inovação, Regulação e Certificação I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde São Paulo 11/04/2012 ABDI Criada pelo Governo Federal em 2004 Objetivo Objetivos Desenvolver ações

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA 1 FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA O PROFISSIONAL FARMACÊUTICO O Farmacêutico é um profissional da

Leia mais

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.813, DE 22 DE JUNHO DE 2006. Aprova a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e dá outras providências.

Leia mais

Inovação em fármacos no Brasil. Alexander Triebnigg, Presidente do Conselho da Febrafarma São Paulo, 28 de maio de 2009

Inovação em fármacos no Brasil. Alexander Triebnigg, Presidente do Conselho da Febrafarma São Paulo, 28 de maio de 2009 Inovação em fármacos no Brasil Alexander Triebnigg, Presidente do Conselho da Febrafarma São Paulo, 28 de maio de 2009 Inovação é consenso no Brasil Indústria farmacêutica brasileira investe de forma crescente

Leia mais

Seminário Valor Econômico Complexo Industrial da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária Regulação em Saúde

Seminário Valor Econômico Complexo Industrial da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária Regulação em Saúde Seminário Valor Econômico Complexo Industrial da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária Regulação em Saúde Dirceu Raposo de Mello Diretor-Presidente São Paulo, 1º de março de 2010 Vigilância Sanitária

Leia mais

Prof. Marcelo Ferreira:

Prof. Marcelo Ferreira: MINI CURRICULUM IRIA LÍCIA OLIVA DONIAK Engenheira Civil, graduada pela PUC-PR em 1988,atua no setor concreto desde 86,tendo iniciado suas atividades em Laboratório de Controle Tecnológico,posteriormente

Leia mais

Curso de MBA Executivo Administração Geral e Estratégica

Curso de MBA Executivo Administração Geral e Estratégica Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Curso de MBA Executivo Administração Geral e Estratégica Curso de Pós-Graduação lato sensu em Administração APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

Leia mais

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro 22 de novembro 8h às 9h Credenciamento e coffee break 9h às 9h40 Sessão de abertura Pronunciamento dos Ministros da Saúde e da Advocacia Geral

Leia mais

LIFE SCIENCES NO BRASIL

LIFE SCIENCES NO BRASIL LIFE SCIENCES NO BRASIL L IFE S CIENCES NO B R A presença da iniciativa privada no setor da saúde é cada vez mais relevante para a indústria de medicamentos e para as áreas de assistência à saúde, serviços

Leia mais

ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0

ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0 ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0 SOBRE O CURSO Mercados dinâmicos demandam profissionais com formação completa e abrangente, aptos a liderarem equipes multidisciplinares em empresas de todos os setores econômicos

Leia mais

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Biominas Brasil tem 21 anos de experiência na criação e desenvolvimento de empresas de ciências da vida. A Biominas Brasil

Leia mais

12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes

12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes 12º Congresso Internacional da Gestão - Palestrantes "INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE ALAVANCANDO COMPETITIVIDADE" HitendraPatel INDIA Diretor do Centro de Excelência em Inovação e Liderança de Cambridge.

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA

COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA A chapa Consolidando Ações que se apresenta à comunidade acadêmica da Educação

Leia mais

GECIV - Grupo Executivo do Complexo Industrial das Ciências da Vida Do Estado do Rio de Janeiro

GECIV - Grupo Executivo do Complexo Industrial das Ciências da Vida Do Estado do Rio de Janeiro GECIV - Grupo Executivo do Complexo Industrial das Ciências da Vida Do Estado do Rio de Janeiro Augusto Raupp Subsecretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação Política para Desenvolvimento Biotecnológico

Leia mais

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO

UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO UNICAMP: 26 ANOS DE AUTONOMIA COM VINCULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA JOSÉ TADEU JORGE REITOR UNICAMP 26/08/2015 - ALESP 1 PRIMEIROS ANOS -CAMPUS CAMPINAS 2 MARÇO 2014 -CAMPUS CAMPINAS 3 HOJE -CAMPUS CAMPINAS UNIVERSIDADE

Leia mais

Daniel Bessa. Foi ministro da Economia, Indústria, Comércio e Turismo(1995-1996).

Daniel Bessa. Foi ministro da Economia, Indústria, Comércio e Turismo(1995-1996). Daniel Bessa Licenciado em Economia pela FEP (1970). Doutorado em Economia pelo Instituto Superior de Economia da Universidade Técnica de Lisboa (1986). Docente da Universidade do Porto: da FEP (1970-1999),

Leia mais

Programa Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação CURSO

Programa Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação CURSO CURSO Capacitação Empresarial em Gestão da Inovação, Inteligência de Negócios, Propriedade Intelectual e Internacionalização de Empresas Datas e Locais: 16 e 17 de abril: das 8:30 às 17:15 Endereço: Av.

Leia mais

Mais informações: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=k4787023h4

Mais informações: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=k4787023h4 Profª. Loussia Penha Musse Felix É Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), mestre em Ciências Jurídicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e doutora

Leia mais

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7 1) Antônio Pedro Tota http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4789712p4 Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1973), doutorado em História Social pela mesma

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária Café com Debate Escola Nacional de Administração Pública Brasília, 31 de agosto de 2006 Dirceu Raposo de Mello Diretor-Presidente da Anvisa A ANVISA Autarquia sob

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO

ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO Dos cursos mais procurados pelos estudantes, o de Administração é um dos mais novos. Enquanto Medicina e Direito formam profissionais desde o século 19, foi apenas em 1946 que

Leia mais

e Indústria de classe mundial Plenária Políticas de fomento, uso do poder de compras, e encomendas: perspectivas diante do cenário econômico atual

e Indústria de classe mundial Plenária Políticas de fomento, uso do poder de compras, e encomendas: perspectivas diante do cenário econômico atual Estado e Indústria de classe mundial Plenária Políticas de fomento, uso do poder de compras, e encomendas: perspectivas diante do cenário econômico atual Desempenho Conjuntural da Indústria Participação

Leia mais

Marcus Gregório Serrano

Marcus Gregório Serrano Marcus Gregório Serrano Presidente marcus.gregorio@pmies.org.br presidencia@pmies.org.br Consultor e professor. Graduado em Sistemas de Informação, é especialista em Gerenciamento de Projetos e certificado

Leia mais

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 28 de setembro a 2 de outubro de 2009 CD49.R10 (Port.) ORIGINAL:

Leia mais

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC 10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC Data: 17 e 18 de setembro de 2013 Local: Parque Tecnológico da UFRJ

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO

PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO A Faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora apresenta o curso de pós-graduação lato sensu em Direito Público. Professores das principais universidades

Leia mais

Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades

Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades Esta etapa do projeto contitue uma análise de algumas universidades do Brasil, em especial do Rio de Janeiro. Foi pesquisada a estrutura dessas universidades

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA CEB

COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA CEB COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA CEB 12.6. Em relação a cada um dos administradores e membros do conselho fiscal do emissor, indicar, em forma de tabela: nome, idade, profissão, CPF ou número do passaporte,

Leia mais

Inovação em Oncologia no Brasil. Jose Fernando Perez Diretor Presidente

Inovação em Oncologia no Brasil. Jose Fernando Perez Diretor Presidente Inovação em Oncologia no Brasil Jose Fernando Perez Diretor Presidente 1 Anticorpos Monoclonais e Peptídeos para Tratamento do Câncer Recepta Biopharma é uma empresa de biotecnologia dedicada a P&D para

Leia mais

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed)

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 18 de agosto de 2015 PALESTRA: Internacionalização dos laboratórios farmacêuticos nacionais: acesso a novos mercados O Projeto A

Leia mais

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA Para melhor entendimento desta proposta de reestruturação curricular apresentamos

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L

Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L Quem somos Bem vindo à Nord. Formada por profissionais oriundos do mercado financeiro, com formações multidisciplinares e

Leia mais

FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL

FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL 77ª Reunião - Dia 11/03/2015 10h às 12h - Auditório: Des. Joaquim Antonio de Vizeu Penalva Santos TEMA: MARCAS, CONSUMIDOR E ASSOCIAÇÃO Dra. Patrícia Carvalho da

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0 SOBRE O CURSO O mercado de trabalho precisa de profissionais completos, com habilidades de gestão e que liderem equipes multidisciplinares em empresas de todos os setores econômicos

Leia mais

64 pontos não remunerada.

64 pontos não remunerada. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RESOLUÇÃO 001/2015 ESTABELECE PROCEDIMENTOS E PARÂMETROS AVALIATIVOS PARA PROGRESSÃO DE DOCENTES À CLASSE E PROFESSOR TITULAR ANEXO

Leia mais

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade DECLARAÇÃO DOS MINISTROS DA AGRICULTURA, SÃO JOSÉ 2011 1. Nós, os Ministros e os Secretários de Agricultura

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

Curso de MBA Finanças e Controladoria

Curso de MBA Finanças e Controladoria Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Curso de MBA Finanças e Controladoria Curso de Pós-Graduação lato sensu em Administração APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL A LBS

Leia mais

deborahcello@hotmail.com - Deborah

deborahcello@hotmail.com - Deborah deborahcello@hotmail.com - Deborah Segunda 13 de A atuação do dispensação Palestrante: Rafaela Grobe Farmacêutica Industrial pela UFPR, Especialista em Gestão da Qualidade na Produção de Alimentos, Medicamentos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

REGIMENTO INTERNO CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS REGIMENTO INTERNO CENTRO DE PESQUISA CLÍNICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS CAPÍTULO I DAS FINALIDADES E OBJETIVOS Artigo 1º - O Centro de Pesquisas Clínicas (CPC)

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

E-mail: Currículo lattes:

E-mail: Currículo lattes: CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Especialista) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento:

Leia mais

Oportunidades Rumo à Rio + 20

Oportunidades Rumo à Rio + 20 Seminário 02 Economia verde na Amazônia: Desafios e Oportunidades Rumo à Rio + 20 (Versão 24/10/2011) Objetivo: Analisar as oportunidades e os desafios para a economia verde e debater o atual modelo de

Leia mais

Criação e Implantação de um Núcleo de Inteligência Competitiva Setorial para o Setor de Farmácias de Manipulação e Homeopatia.

Criação e Implantação de um Núcleo de Inteligência Competitiva Setorial para o Setor de Farmácias de Manipulação e Homeopatia. Criação e Implantação de um Núcleo de Inteligência Competitiva Setorial para o Setor de Farmácias de Manipulação e Homeopatia Elisabeth Gomes 6º Conferencia Anual de Inteligência Competitiva IBC São Paulo

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL Alcyr de Morisson Faria Neto (Especialista) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas Qualificação profissional: Arquitetura

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR - GESTÃO DE PESSOAS ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia da Pesquisa Científica Liderança, Equipe e Motivação Gestão de Pessoas e o Marketing de Serviços Planejamento Estratégico Aplicado à Gestão de Pessoas

Leia mais

de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011)

de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011) Seminário 4 Produção Orgânica: Organização produtiva versus Perspectiva de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011) Objetivo: Oferecer conhecimentos e informações para fortalecer as relações comerciais

Leia mais

MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI)

MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI) MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI) Apresentação FIPECAFI A Faculdade FIPECAFI é mantida pela Fundação Instituto de Pesquisa Contábeis, Atuariais e Financeiras, criada

Leia mais

Hamilton Beach Brands, Inc. Perfil dos integrantes do comitê executivo

Hamilton Beach Brands, Inc. Perfil dos integrantes do comitê executivo Hamilton Beach Brands, Inc. Perfil dos integrantes do comitê executivo Gregory H. Trepp Presidente e CEO Gregory H. Trepp é presidente e CEO da Hamilton Beach Brands, Inc., e também CEO da The Kitchen

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

CURRÍCULOS CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

CURRÍCULOS CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ANTONIO RUBENS SILVA SILVINO, é graduado em Economia pela Facec de Santos e pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP. Rubens tem ainda especialização em Estratégia

Leia mais

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1 Portaria Credenciamento IES: Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01. Portaria Autorização Administração : Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01 Portaria Reconhecimento Administração : Portaria 3.519 D.O.U.14/10/05. Portaria

Leia mais

Ambiente de Inovação. Biotecnologia. Micro e Pequenas Empresas

Ambiente de Inovação. Biotecnologia. Micro e Pequenas Empresas P&D e Inovação para Micro e Pequena Empresas do Estado do Rio de Janeiro: Como criar um ambiente de inovação nas empresas Estudo Setorial de Biotecnologia Prof a Adelaide Antunes Escola de Química da UFRJ

Leia mais

Fundação Oswaldo Cruz. Ministério da Saúde

Fundação Oswaldo Cruz. Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Ministério da Saúde Missão A Fundação Oswaldo Cruz é um centro polivalente e multidisciplinar na área da saúde, que exerce um papel social de grande relevância para o país. Realiza

Leia mais

Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de

Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de boticários na Universidade de Coimbra. 1772: Reforma da

Leia mais

CURRÍCULOS RESUMIDOS

CURRÍCULOS RESUMIDOS CURRÍCULOS RESUMIDOS 1. CURRÍCULOS RESUMIDOS DOS CANDIDATOS PARA O CONSELHO DELIBERATIVO a) Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho Cursou a graduação e o mestrado em física na PUC/RJ (1973 e 1976), e

Leia mais

Painel B3: Transferência de Tecnologia

Painel B3: Transferência de Tecnologia Painel B3: Transferência de Tecnologia fatores de risco e de sucesso Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Pró-Inova

Leia mais

São Paulo, 17 de junho de 2009

São Paulo, 17 de junho de 2009 São Paulo, 17 de junho de 2009 VIII SEMINÁRIO ORGANIZADO PELO COMITÊ DE SAÚDE Tema: "Ambiente de Inovação em Saúde no Brasil" Nos conhecendo... Davi Sales - Engenheiro Eletrônico experiência em interação

Leia mais

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Nota Informativa Executivo Federal BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Em 15/12/2010, o Ministério da Fazenda (MF) divulgou

Leia mais

FARMÁCIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC

FARMÁCIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC FARMÁCIA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: FARMÁCIA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo Calvo Galindo Base legal da Mantenedora

Leia mais

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218)

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) Chapa: TRABALHANDO SEMPRE CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) ANA CLÁUDIA ARRUDA LAPROVÍTERA SEBRAE É doutora em Desenvolvimento Urbano MDU/UFPE e mestre em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais-

Leia mais

ANEXO I DEMOSTRATIVO DE VAGAS POR CARGO, ÁREA DE ATUAÇÃO, PERFIL, ESCOLARIDADE EXIGIDA E LOCALIZAÇÃO. N O. DE VAGAS POR PERFIL PERFIL

ANEXO I DEMOSTRATIVO DE VAGAS POR CARGO, ÁREA DE ATUAÇÃO, PERFIL, ESCOLARIDADE EXIGIDA E LOCALIZAÇÃO. N O. DE VAGAS POR PERFIL PERFIL ANEXO I DEMOSTRATIVO DE CARGO, ÁREA DE ATUAÇÃO,, ESCOLARIDADE EXIGIDA E LOCALIZAÇÃO. CARGO: TECNOLOGISTA JUNIOR Cód. ÁREA DE ATUAÇÃO N O DE ÁREA 32 Arquitetura 12 Conservação e restauração de conjuntos

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014 CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014 Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Mestre) Regime de Trabalho: Horista Área de Conhecimento:

Leia mais

FFARM Faculdade de Farmácia

FFARM Faculdade de Farmácia FFARM Faculdade de Farmácia Secretaria: Prédio12 - Bloco A Fone: 3320-3512 E-mail: farmácia@pucrs.br www.pucrs.br/farmacia Departamentos: Análises Clínicas e Toxicológicas n.º 351 Desenvolvimento e Produção

Leia mais

Mestrado (1966) Doutorado (1994) CONCEITO 4

Mestrado (1966) Doutorado (1994) CONCEITO 4 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO ICE- DEPARTAMENTO DE QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA ORGÂNICA Mestrado (1966) Doutorado (1994) CONCEITO 4 COORDENADORA: Profa. Dra. Rosane Nora

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS SOBRE O CURSO O administrador é um profissional com um mercado vasto, pois é um generalista por natureza e pode trabalhar nas mais diversas áreas. O profissional

Leia mais

POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA ESTEVÃO FREIRE estevao@eq.ufrj.br DEPARTAMENTO DE PROCESSOS ORGÂNICOS ESCOLA DE QUÍMICA - UFRJ Tópicos: Ciência, tecnologia e inovação; Transferência de tecnologia; Sistemas

Leia mais

MBA EXECUTIVO EM SAÚDE

MBA EXECUTIVO EM SAÚDE PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EXECUTIVO EM SAÚDE SIGA: TMBAES*06/26 Av. Conselheiro Nébias, 159 Bairro Paquetá Santos SP - CEP 11015-001 - Fone: (13) 3228 6000 Rua Almirante Protógenes,

Leia mais

PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO

PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO SUMÁRIO EXECUTIVO O Parque Tecnológico de Ribeirão Preto é um empreendimento imobiliário e tecnológico com características especificamente projetadas, incluindo serviços

Leia mais

DA AGENDA CONSTRUÇÃO EMPRESA GOVERNO. Participação da sociedade ACADEMIA. Três Workshops. Consultores especializados

DA AGENDA CONSTRUÇÃO EMPRESA GOVERNO. Participação da sociedade ACADEMIA. Três Workshops. Consultores especializados Participação da sociedade CONSTRUÇÃO DA AGENDA Três Workshops Consultores especializados Colaboradores e revisores internos e externos Pesquisa de campo EMPRESA ACADEMIA GOVERNO AGENDA DE BIOECONOMIA:

Leia mais

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é Célio Alberto Alves Sousa Licenciado em Relações Internacionais, Ramo Ciências Económicas e Políticas, pela Universidade do Minho (1994), pós graduado em Gestão Empresarial (1998) e doutorado em Management

Leia mais

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA CARLOS BARROS DE MOURA Presidente e Consultor Sênior de Barros de Moura & Associados, Corretagem de Seguros Ltda. Tem mais 40 anos de experiência na indústria de seguros, como executivo de empresas seguradoras,

Leia mais

http://www.pic.int Colóquio Tratados internacionais em matéria ambiental, boas práticas de implementação

http://www.pic.int Colóquio Tratados internacionais em matéria ambiental, boas práticas de implementação CONVENÇÃO DE ROTERDÃ SOBRE O PROCEDIMENTO DE CONSENTIMENTO PRÉVIO INFORMADO APLICADO A CERTOS AGROTÓXICOS E SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS OBJETO DE COMÉRCIO INTERNACIONAL - PIC http://www.pic.int Colóquio

Leia mais

fs.unb.br/sipic/ Brasília, DF, vários oficina de até 02 Prazo Saúde As inscrições estão abertas no

fs.unb.br/sipic/ Brasília, DF, vários oficina de até 02 Prazo Saúde As inscrições estão abertas no SEGUNDA CIRCULAR (DEZEMBRO 2014) PRIMEIRO SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES BASEADAS EM EVIDÊNCIAS (1º SIPIC) fs.unb.br/sipic/ Prezados Colegas, Nessa segunda circular, continua

Leia mais

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU A Pesquisa e a Pós-Graduação Stricto Sensu são atividades coordenadas por uma mesma

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Professores ADILSON SIMONIS ALEXANDRE LYMBEROPOULOS ANTONIO ELIAS FABRIS BIRAJARA SOARES MACHADO CLAUDIO POSSANI

Professores ADILSON SIMONIS ALEXANDRE LYMBEROPOULOS ANTONIO ELIAS FABRIS BIRAJARA SOARES MACHADO CLAUDIO POSSANI ADILSON SIMONIS Mestre e doutor em Probabilidade pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME/USP), com pós-doutorado pela Universitá Tor Vergata de Roma. Atualmente, é

Leia mais

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica.

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica. Campus Governador Valadares Concurso 106: Departamento de Economia Proc. nº 23071.009825/2013-25 Vaga(s): 01(uma) Classe A: Professor Assistente A a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: Econometria. DAS PROVAS:

Leia mais

Rede Nacional de Métodos Alternativos RENAMA. RENAMA: missão e desafios

Rede Nacional de Métodos Alternativos RENAMA. RENAMA: missão e desafios RENAMA: missão e desafios Sumário Primeiros Passos Visão e motivação para a criação da RENAMA Estrutura Institucional Governança Iniciativa de Ensaios Interlaboratoriais Iniciativas Recentes Chamadas Públicas

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Presidente: SENADOR CRISTOVAM BUARQUE Vice-Presidente: SENADOR HÉLIO JOSÉ Relator: SENADOR OMAR AZIZ Proposta de Plano de Trabalho Avaliação de

Leia mais

ABDI A 2004 11.080) O

ABDI A 2004 11.080) O Atualizada em 28 de julho de 2010 Atualizado em 28 de julho de 2010 1 ABDI ABDI A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi instituída em dezembro de 2004 com a missão de promover a execução

Leia mais

Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014

Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014 II Seminário Brasileiro de Terras-Raras Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014 Indústria de Terras Raras no Brasil Proposta de articulação empresarial para integração

Leia mais

Como se insere a Farmacologia?

Como se insere a Farmacologia? Seminário sobre Formação de RH para CT&I: A Formação em Farmácia - Perspectivas e necessidades na área de Medicamentos Novas Drogas e Patentes Como se insere a Farmacologia? Giles Alexander Rae (UFSC)

Leia mais