Idosos. Conheça seus direitos diferenciados:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Idosos. Conheça seus direitos diferenciados:"

Transcrição

1 Guia Informativo Idosos Conheça seus direitos diferenciados:

2 Sumário EXPEDIENTE:... 3 PRÓLOGO:... 3 DIREITOS DOS IDOSOS... 3 Direito à vida, liberdade, respeito e dignidade: 3 Direito a Alimentos: 4 Direito à Saúde: 4 Direito a educação, cultura, esporte e lazer 6 Direito de Habitação 7 Direito ao Transporte 8 Do Acesso à Justiça 9 Da Profissionalização e do Trabalho 9 Da previdência e assistência social: 10 RELAÇÃO DE CONSUMO - EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS: O que é o empréstimo consignado? 10 Quais os cuidados que se deve ter na contratação de um empréstimo consignado? 11 Como quitar antecipadamente o empréstimo? 12 O que fazer em caso de irregularidades? 12 Recomendações importantes: 12 Como negociar dívidas do empréstimo consignado? 13 Antecipando os pagamentos: Como negociar as dívidas? Legislação aplicável: 15 ATENDIMENTOS, CONSULTAS E RECLAMAÇÕES: PROCON Campinas 16 ENDEREÇOS DE ONDE ESTARÁ O PROCON MÓVEL:

3 EXPEDIENTE: Prefeitura Municipal de Campinas Conselho Municipal do Idoso Organização: Paola Bassoli Conselheira Criação e edição: Taís Regina de Morais Edição e revisão ortográfica: Joyce Salotti Apoio: Viviane Carvalho Belmont Diretora do PROCON Campinas Imagens: Retiradas do Google, sem restrição de uso e compartilhamento PRÓLOGO: O rumo natural da vida é envelhecer. Mas, envelhecer não pode ser sinônimo de ser esquecido, de ser colocado à margem. Envelhecer é, sim, sinônimo de conhecer, porque apreendeu com a vida. As vezes com sofrimentos; muitas vezes sorrindo. O idoso tem que ser visto e reconhecido como alguém sábio, que já produziu muito, para que a sociedade esteja na evolução que está. Por todo respeito que os idosos merecem, esta cartilha delineia seus direitos diferenciados. DIREITOS DOS IDOSOS Os direitos e obrigações aqui descritos constam do Estatuto do Idoso. Direito à vida, liberdade, respeito e dignidade: É obrigação do Estado, garantir à pessoa idosa a proteção à vida e à saúde, mediante efetivação de políticas sociais públicas que permitam um envelhecimento saudável e em condições de dignidade. É dever da família amparar o idoso na velhice e enfermidade, devendo assegurar seu direito à cidadania. 3

4 À sociedade cabe prevenir ameaça ou violação dos direitos dos idosos. O idoso tem direito a viver com a família preferencialmente. Tem direito a autonomia e liberdade de crença, de opinião, de expressão, de participação na vida familiar, política e comunitária e não pode sofrer discriminação de qualquer natureza. Tem atendimento preferencial em repartições públicas e estabelecimentos particulares e prioridade no recebimento de restituição do Imposto de Renda. Direito a Alimentos: O idoso tem direito a receber alimentos de seus filhos e cônjuge, conforme a lei civil. A obrigação alimentar é solidária, podendo o idoso optar entre os prestadores. Se o idoso ou seus familiares não possuírem condições econômicas de prover o seu sustento, impõe-se ao Poder Público esse provimento, no âmbito da assistência social. Direito à Saúde: O idoso tem direito a atendimento prioritário em hospitais e centros de saúde, bem como a acompanhamento em caso de internação. O idoso tem direito a ser vacinado gratuitamente e anualmente contra a gripe. O hipertenso e o diabético têm direito a medicação gratuita. O idoso deve ser informado sobre a prevenção e controle da osteoporose. 4

5 Tem direito a atendimento geriátrico e gerontológico em ambulatórios; a unidades geriátricas de referência, com pessoal especializado nas áreas de geriatria e gerontologia social; a atendimento domiciliar, incluindo a internação, para a população que dele necessitar e esteja impossibilitada de se locomover, inclusive para idosos abrigados e acolhidos por instituições públicas, filantrópicas ou sem fins lucrativos. Te direito a medicamentos, especialmente os de uso continuado, assim como próteses, órteses e outros recursos relativos ao tratamento, habilitação ou reabilitação. 1 Os idosos portadores de deficiência ou com limitação incapacitante terão atendimento especializado. Em Campinas o PAI (Programa de Acessibilidade Inclusiva) - tem como objetivo desenvolver e articular as ações que ampliem e qualifiquem a mobilidade, a circulação e a segurança de pessoas com deficiência, idosos, gestantes, pessoas acompanhadas por criança de colo e pessoas com restrição de mobilidade temporária ou permanente. Ao idoso que esteja no domínio de suas faculdades mentais é assegurado o direito de optar pelo tratamento de saúde que lhe for reputado mais favorável. Aos planos de saúde é proibido cobrar valores diferenciados em razão da idade do consumidor idoso, que conta com mais de 60 anos. Nestes casos, o reajuste da mensalidade é permitido somente pela data de aniversário do contrato. Como medida de proteção, o idoso tem direito a inclusão em programa oficial ou comunitário de auxílio, orientação e tratamento a usuários dependentes de drogas lícitas ou 1 Foto: Luiz Granzotto 5

6 ilícitas. O tratamento se estende ao idoso ou à pessoa de sua convivência que lhe cause perturbação. Direito a educação, cultura, esporte e lazer Educação: O idoso tem direito à educação voltada à sua idade, inclusive em nível universitário. O Poder Público apoiará a criação de universidade aberta, para as pessoas idosas e incentivará a publicação de livros e periódicos, de conteúdo e padrão editorial adequados ao idoso, que facilitem a leitura, considerada a natural redução da capacidade visual. Lazer: Viajar de graça também é um direito de pessoas com mais de 60 anos e com renda inferior a dois salários mínimos. Cada ônibus deve reservar dois lugares para os idosos. Se houver mais idosos, as empresas de transporte rodoviário devem assegurar desconto de 50% no valor da passagem. Entretanto, necessário que os lugares sejam agendados com antecedência. Além disso, a gratuidade de que trata a lei abrange viagens somente entre os Estados brasileiros. * Como exceção, no Estado de São Paulo a lei que trata de viagens gratuitas para os idosos abrange, apenas e tão somente, viagens interestaduais, pois, a gratuidade das viagens entre municípios foi julgada inconstitucional. O Estatuto do idoso ainda concede desconto de 50% em atividades culturais, tais como teatros, cinemas, eventos esportivos, artísticos e de lazer. 6

7 Os idosos participarão das comemorações de caráter cívico ou cultural, para transmissão de conhecimentos e vivências às demais gerações, no sentido da preservação da memória e identidade culturais. Os meios de comunicação manterão espaços ou horários especiais voltados aos idosos, com finalidade informativa, educativa, artística e cultural e ao público sobre o processo de envelhecimento, com forma de prevenção. Esporte A Prefeitura de Campinas incentiva e apoia atividades físicas para a terceira idade, tanto é que mantém diversos grupos, em vários bairros da cidade. Inclusive, alguns centros de saúde possuem atividades regulares de condicionamento físico e as Praças de Esportes e Ginásios Municipais abrigam diversas atividades esportivas gratuitas, direcionadas aos idosos, mas também a toda população. Para conhecer os locais e as atividades disponibilizadas pela Prefeitura de Campinas clique no link abaixo: Direito de Habitação Aos idosos é garantida prioridade na aquisição de moradia nos programas habitacionais, unidades em regime de comodato e casaslares; Tem direito, também, a implantação de equipamentos urbanos comunitários voltados a ele e a critérios de financiamento compatíveis com os rendimentos de aposentadoria e pensão. 7

8 Tem direito, ainda, a moradia digna, ou, ainda, em instituição pública ou privada. As instituições que abrigarem idosos são obrigadas a manter padrões de habitação compatíveis com as necessidades deles, bem como provê-los com alimentação regular e higiene, indispensáveis às normas sanitárias e ao estatuto do idoso. Em Campinas o aposentado que é excombatente da 2ª guerra e pensionista tem direito a isenção do pagamento de IPTU. Para fazer jus ao benefício deve acessar o portal da Prefeitura de Campinas, no procurar no site a Secretária de Finanças e verificar os procedimentos para obtenção da isenção. Os contribuintes que possuam, em seu patrimônio, um único imóvel situado em Campinas, no qual efetivamente resida e que não ultrapasse 80,00 m² (oitenta metros quadrados), para os imóveis classificados, na categoria residencial horizontal (casa) e 50,00 m² (cinquenta metros quadrados), para classificados na categoria residencial vertical (apartamento), ou ainda os que o valor venal, no mês de janeiro de cada exercício financeiro, não ultrapasse (trinta mil) Unidades Fiscais de Campinas UFIC são isentos do pagamento do IPTU. Direito ao Transporte Os idosos, tanto mulheres quanto homens, com idade acima de 65 anos estão isentos do pagamento de tarifa em de transporte coletivo urbano e intermunicipal, além de terem direito à reserva de assentos específicos para eles. Para ter acesso à gratuidade, basta que o idoso apresente qualquer documento pessoal, que faça prova de sua idade, ou que compareça na sede da Transurc, para pleitear o passe idoso. É assegurada a reserva, para os idosos, de 5% (cinco por cento) das vagas nos estacionamentos públicos e privados. 8

9 Do Acesso à Justiça Todo cidadão tem o dever de denunciar qualquer forma de negligência ou desrespeito ao idoso; É assegurada prioridade na tramitação dos processos, procedimentos e execução dos atos e diligências judiciais, em que figure como parte ou interveniente pessoa com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, em qualquer instância. A prioridade não acaba com a morte do beneficiado (autor da ação), permanecendo em favor do cônjuge, companheiro ou companheira, com união estável, maior de 60 anos. A prioridade se estende, ainda, aos processos e procedimentos na Administração Pública, empresas prestadoras de serviços públicos e instituições financeiras, ao atendimento preferencial junto à Defensoria Publica da União, dos Estados e do Distrito Federal, em relação aos Serviços de Assistência Judiciária. Da Profissionalização e do Trabalho O idoso tem direito ao exercício de atividade profissional, respeitadas suas condições físicas, intelectuais e psíquicas. Na admissão do idoso em qualquer trabalho ou emprego, é vedada a discriminação e a fixação de limite máximo de idade, inclusive para concursos, ressalvados os casos em que a natureza do cargo o exigir. Por exemplo: Um idoso não poderia ser admitido como piloto de avião, não por preconceito ou descriminação, mas, porque tal profissão exige reflexos típicos da juventude. 9

10 Em contrapartida, o primeiro critério de desempate em concurso público será a idade, dando-se preferência ao concursando de idade mais elevada. Da previdência e assistência social: Os benefícios de aposentadoria e pensão do Regime Geral da Previdência Social observarão, na sua concessão, critérios de cálculo que preservem o valor real dos salários sobre os quais incidiram a contribuição. A aposentadoria poderá ser requerida, em princípio, após completar o tempo de serviço de 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres. Aos idosos, a partir de 65 (sessenta e cinco) anos, que não possuam meios para manter sua subsistência é assegurado o benefício mensal de 1 (um) salário-mínimo, nos termos da Lei Orgânica da Assistência Social Loas. O benefício já concedido a qualquer membro da família, não será computado para os fins do cálculo da renda familiar per capita (por pessoa) a que se refere a Loas. Outro direito que assiste aos idosos é que todas as entidades em que necessitar ficar por longo tempo, ou as chamadas casa-lar, são obrigadas a firmar contrato de prestação de serviços com a pessoa idosa abrigada. RELAÇÃO DE CONSUMO - EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS: O que é o empréstimo consignado? Empréstimo consignado é uma modalidade de empréstimo em que o desconto da prestação é feito diretamente na folha de pagamento, ou do benefício previdenciário do consumidor e, para que se efetue depende de autorização prévia e expressa do consumidor. 10

11 Quais os cuidados que se deve ter na contratação de um empréstimo consignado? Não forneça o cartão bancário ou senha do banco a terceiros; Não contrate empréstimos sem pesquisar as taxas de juros e condições que outras empresas oferecem; Verifique se a instituição contratada está autorizada a funcionar junto ao Banco Central; Verifique junto ao INSS, no caso de aposentados e pensionistas, se a instituição está conveniada com o órgão; Não aceite a intermediação de terceiro na negociação. Faça tudo diretamente com o banco ou financeira; Cuidado com promessas de aceleração do empréstimo, pois pode ser fraude; Cuidado com empresas que exigem pagamento antes de efetivar o empréstimo; Lembre-se de que o empréstimo é uma dívida e você só poderá comprometer 30% de sua renda mensal, ou seja, 20% no benefício e 10% no cartão de crédito; Exija o detalhamento do valor total financiado, a taxa de juros, os juros, a quantidade de parcelas, a data de vencimento e a quantia total a pagar (art. 52 do CDC); Exija também cópia do contrato, no ato da contratação. 11

12 Como quitar antecipadamente o empréstimo? As instituições financeiras são obrigadas, pela Instrução Normativa 28 do INSS, a fornecer em até 5 (cinco) dias boleto ou documento de pagamento detalhado, para quitação antecipada. Neste mesmo prazo, a instituição deverá excluir o lançamento dos descontos no benefício do aposentado ou pensionista, que contratou o empréstimo. 1º Em até cinco dias úteis, a instituição financeira deverá disponibilizar ao beneficiário que solicitar a quitação antecipada do seu contrato, o boleto para pagamento, discriminando o valor total antecipado, o valor do desconto e o valor líquido a pagar, além da planilha demonstrativa do cálculo do saldo devedor. (Alterado pela INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/PRES Nº 37, DE 1º DE ABRIL DE DOU DE 02/04/2009) O que fazer em caso de irregularidades? O beneficiário que, a qualquer momento, se sentir prejudicado por operações irregulares, ou que identificar descumprimento do contrato por parte da instituição deverá registrar sua reclamação no INSS, por meio do sítio eletrônico - ou pela Central 135. O consumidor também pode recorrer ao PROCON de sua cidade. Em Campinas o PROCON atende de segunda à sexta-feira, das 09h às 16h, na Avenida Francisco Glicério, 1307, Centro Campinas-SP, ou pelo site Recomendações importantes: 1) Não informe seus dados pessoais caso alguém apareça em sua casa prometendo acelerar a liberação do empréstimo e pedindo, para isso, o cartão, a senha do banco ou outros documentos. 12

13 2) A melhor forma de obter um empréstimo é procurar diretamente a instituição financeira de sua preferência. O INSS nunca oferece crédito e nunca indica instituições financeiras; 3) A decisão de contratar empréstimo pessoal e cartão de crédito é do beneficiário. O INSS somente desconta no valor do benefício o valor que o beneficiário expressamente autorizou. 4) Nunca assine qualquer documento que não esteja totalmente preenchido. Ou seja, jamais assine nada em branco. CUIDADO com falsas promessas, especialmente aquelas que afirmam abaixar o valor do seu empréstimo. Existem no mercado empresas que compram seu crédito e não lhe informam corretamente a operação que estão realizando. Essas empresas solicitam a guia de quitação de seu empréstimo com o banco, fazem o pagamento de sua dívida e refinanciam o débito para você, com outros valores, impreterivelmente maiores. Peça a essa empresa, antes de contratar, um demonstrativo detalhado com as taxas de juros, prazos, valores das parcelas e compare com o detalhamento apresentado pela primeira, na qual já mantém o empréstimo. Como negociar dívidas do empréstimo consignado? Antecipando os pagamentos: O parágrafo 2º, do artigo 52, do Código de Defesa do Consumidor (CDC) prevê a redução proporcional dos juros, para quitação antecipada do débito, total ou parcial. Assim, o consumidor que desejar quitar antecipadamente sua dívida pode procurar a instituição financeira, na qual contratou e requerer os cálculos para quitação antecipada do empréstimo consignado. 13

14 Caso o consumidor esteja com dúvidas dos valores apresentados pela Financeira, deve procurar o PROCON de sua cidade. Alguns PROCONs disponibilizam serviço de cálculo ao consumidor, mas, um contador de sua confiança também pode realizar tal conferência. Saiba que a negociação da antecipação do pagamento, não precisa ser de todo o montante da dívida. Assim, a antecipação do pagamento pode ser de parte da dívida, a ser apontada pelo consumidor. A regra vale também para quem quer obter um empréstimo mais vantajoso, com juros mais baixos que o contratado anteriormente assinado e quiser trocar de credor. Mas, cuidado, o consumidor deverá ser informado previamente das taxas de juros e das condições da nova contratação. Além disso é preciso ter em mente que, a contratação de um novo empréstimo pode configurar um aumento do valor da dívida, mesmo que com a taxa de juros mais baixa. Importante se atentar, sempre, com o valor final do empréstimo, não só com o valor das parcelas. Como negociar as dívidas? O crédito consignado, normalmente, é descontado em folha de pagamento, ou na conta corrente, mas, em alguns casos o beneficiário precisa utilizar o cheque especial e, daí em diante, não consegue mais pagar as dívidas, por conta dos juros altíssimos que essa modalidade aplica. Neste caso o melhor a fazer é: 1- Colocar no papel todos os gastos e a renda recebida (salário, aluguel, pensão); 14

15 2- Fazer os cálculos de como estão suas finanças e constatar o valor que poderá dispor mensalmente; 3- Procurar o credor para saber o valor real de sua dívida e se há alguma proposta de acordo; 4- Não assine acordo imediatamente e cuidado com refinanciamentos, pois, os juros normalmente são maiores; 5- Se puder, tente equilibrar suas finanças diminuindo gastos supérfluos, para quitar seu débito integralmente ou dar uma boa entrada à vista; 6- Se possível, tente poupar uma quantia mensal para poder negociar melhor; 7- Não assine nenhuma proposta de acordo com valores que não poderá pagar ou em branco; 8- Ao renegociar suas dívidas tente cumpri-las integralmente. Depois de todos esses esclarecimentos, tenha sempre em mente que o melhor mesmo é gerir o orçamento familiar, de maneira equilibrada, para que o empréstimo consignado não seja necessário. Legislação aplicável: ESTATUTO DO IDOSO - LEI FEDERAL DE 01 DE OUTUBRO DE 2003 CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI FEDERAL Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/PRES Nº 28, DE 16 DE MAIO DE DOU DE 19/05/2008; INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/PRES Nº 37, DE 1º DE ABRIL DE DOU DE 02/04/2009; 15

16 LEI FEDERAL N o DE 17 DE DEZEMBRO DE DOU DE 18/12/2003; LEI FEDERAL N o DE 27 DE SETEMBRO DE DOU DE 28/9/2004 ATENDIMENTOS, CONSULTAS E RECLAMAÇÕES: CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO Rua: Ferreira Penteado, Centro CEP Telefone: (19) Ramal: PROCON Campinas Dúvidas e reclamações, contate os canais de atendimento do PROCON-Campinas: *fone 151 (segunda a sexta-feira das 8 hs às 20 hs sábado das 8 hs às 14 hs); *Pessoalmente, na av. Francisco Glicério, 1307 (de segunda a sexta-feira das 9 hs às 16 hs); * *Chat: de segunda a sexta-feira, das 09 hs às 16 hs no *facebook: ENDEREÇOS DE ONDE ESTARÁ O PROCON MÓVEL: PREFEITURA MÓVEL I - VAN Segunda a Sexta das 09h00 às 16h00 PREFEITURA MÓVEL II - ÔNIBUS Segunda a Sexta das 09h00 às 16h00 Dia da semana Local Dia da semana Local Segunda-feira Carrefour Campinas-Valinhos Segunda-feira Supermercado Covabra Terça-feira Paulistão Amoreiras Terça-feira Subprefeitura de Barão Geraldo Quarta-feira Terminal Padre Anchieta Quarta-feira Enxuto Quinta-feira Taquaral Portão 1 Quinta-feira Terminal Ouro Verde Sexta-feira Extra Abolição Sexta-feira Terminal Vila União (ao lado) 16

Guia Informativo Empréstimos Consignados

Guia Informativo Empréstimos Consignados 16/08/2012 PROCON Campinas Guia Informativo Empréstimos Consignados SÚMARIO: EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS:... 3 O que é o empréstimo consignado? 3 Quais os cuidados que se deve ter na contratação? 3 Como quitar

Leia mais

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA BRASIL Ü 2025 32 milhões de idosos 6º LUGAR NO MUNDO 2002 15 milhões de Idosos LEGISLAÇÃO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA O IDOSO Lei Orgânica da Assistência

Leia mais

Empréstimo e cartão consignado

Empréstimo e cartão consignado outubro/2014 Empréstimo e cartão consignado direcionados a aposentados e pensionistas Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

Estatuto do Idoso. Resumido. anos

Estatuto do Idoso. Resumido. anos Estatuto do Idoso Resumido 60 anos ESTATUTO DO IDOSO RESUMIDO O aumento da expectativa de vida do brasileiro representa um grande desafio para os governos bem como para a sociedade civil. O implemento

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a. alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte

Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a. alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte Material didático destinado à sistematização do conteúdo da disciplina Direito da Infância Juventude e

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso www.unifeb.edu.br Cartilha do Idoso APRESENTAÇÃO OS DIREITOS DOS IDOSOS NO MUNICÍPIO DE BARRETOS ASSISTÊNCIA SOCIAL PENSÃO ALIMENTÍCIA PLANO DE SAÚDE PREVIDÊNCIA SOCIAL INFORMAÇÕES ÚTEIS APRESENTAÇÃO Essa

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA

RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA RELATÓRIO DA PESQUISA DE TAXA DE JUROS NAS MODALIDADES: CRÉDITO PESSOAL, CONSIGNADO E CHEQUE ESPECIAL NA CIDADE DE GOIÂNIA Pesquisa realizada pelos técnicos do Procon Goiás, entre os dias 4 e 9 de setembro

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Questões comentadas de Direito do Idoso da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Maranhão 92. O Estatuto do Idoso, e suas alterações

Leia mais

Informativo sobre Feirão de imóveis

Informativo sobre Feirão de imóveis Informativo sobre Feirão de imóveis 2013 Realização: PROCON Campinas - DICAS DE AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS: 1- Pesquise o preço do imóvel Se for o caso, procure outros imóveis à venda no mesmo prédio, condomínio

Leia mais

Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. CAPÍTULO I. Da Finalidade

Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. CAPÍTULO I. Da Finalidade Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Leia mais

5 Direito do Idoso. Direito do Idoso. Documentação básica. Conteúdo Programático. Direitos e Garantias Fundamentais (Parte III) Direitos Fundamentais

5 Direito do Idoso. Direito do Idoso. Documentação básica. Conteúdo Programático. Direitos e Garantias Fundamentais (Parte III) Direitos Fundamentais Aula 04/07 Curso ministrado na Escola de Administração Judiciária do Estado do Rio de Janeiro Prof a. Mabel Christina Castrioto Juíza de Direito Direitos Fundamentais mabelcastrioto@globo.com Parte III

Leia mais

Disciplina: modernidade e Envelhecimento Curso de Serviço Social 3º e 5º Semestre Políticas públicas para idosos 1 Marco Legal Nacional Constituição Federal (1988) Art. 202 Inciso I Ao idoso é assegurado

Leia mais

Os direitos do idoso

Os direitos do idoso 1 de 5 05/10/2012 15:00 Os direitos do idoso Fonte: http://www.prodam.sp.gov.br/idososp/direito.htm Idoso é toda pessoa adulta com 60 anos ou mais O IDOSO TEM DIREITO À VIDA A família, a sociedade e o

Leia mais

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Novembro de 2014 Apoio: A Garantia de Proteção Integral da Pessoa Idosa e a Fiscalização das ILPIS Cláudia Maria Beré Promotora

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN:

Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN: Autora: Jeanine Bender de Paula Projeto Gráfico: Mauro Ono Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN: 1. Cartilha

Leia mais

Cartilha do Crédito Consignado

Cartilha do Crédito Consignado Cartilha do Crédito Consignado Guia Prático para o Aposentado e Pensionista do INSS apoio ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS Caro aposentado ou pensionista Esta cartilha foi elaborada para o seu bem-estar.

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM.

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. Por norma do Conselho Monetário Nacional (CMN), foram padronizados os Serviços Prioritários e os serviços isentos para Pessoa

Leia mais

RO Roteiro Operacional. Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional. Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados RO Roteiro Operacional Pref. Campinas - SP RO.05.145 Versão: 01 Excluso para Uso Interno Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO Cooperativismo Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO GESTÃO: Samuel José dos Santos Diretor Presidente Marco Antonio da C.Guimarães - Diretor Operacional João Gonçalves dos Santos Diretor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS O BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A., com sede na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 e 2235, Bloco A, Vila Olímpia, São Paulo/SP, CEP 04543-011, CNPJ/MF sob n.º 90.400.888/0001-42, disponibiliza

Leia mais

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E POLÍÍTIICA DE CRÉDIITO E DE EMPRÉSTIIMO OUTUBRO D E 2 0 0 9 COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - COOPERFEB POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO

Leia mais

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO 2013 GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO CARTÕES DE CRÉDITO Definição Cartão de crédito é modalidade de pagamento à vista, objeto de um contrato de adesão entre o consumidor e uma administradora de cartões,

Leia mais

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL SAÚDE DO IDOSO CURSO ESPECÍFICOS ENFERMAGEM - A Saúde do Idoso aparece como uma das prioridades no Pacto pela Vida, o que significa que, pela primeira vez na história das políticas públicas no Brasil,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar)

PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.872, DE 2013 (Do Sr. Ricardo Izar) Altera o 2º, do art. 15, da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, para dispensação de fraldas geriátricas por intermédio

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS Março/2008 Sumário Sistema Automatizado de Consignação...3 PRconsig...3 Orientações

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS MA

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS MA E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE PORTABILIDADE portabilidadeconsignado@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C MESA DE ANALISE MARGEM margemconsignado@bancodaycoval.com.br

Leia mais

Roteiro Operacional - Banco

Roteiro Operacional - Banco Regime de Contratação (Vínculo) Categoria (Situação) Efetivo 1. PÚBLICO ALVO Todas as Secretarias Condição Estatutário Aposentado Pensionista Todas as Secretarias Todas as Secretarias Público que não atenderemos

Leia mais

DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO

DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO DECRETO Nº 1948 QUE REGULAMENTA A POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 1.948, DE 3 DE JULHO DE 1996. Regulamenta a Lei n 8.842, de 4 de janeiro

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante)

PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante) Altera dispositivos da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso, para assegurar às pessoas

Leia mais

CARTILHA DO IDOSO. Secretaria de Assistência Social

CARTILHA DO IDOSO. Secretaria de Assistência Social CARTILHA DO IDOSO Secretaria de Assistência Social ANOTAÇÕES: O Estatuto do Idoso foi aprovado em 1º de outubro de 2003, fruto da organização e mobilização dos aposentados, pensionistas e idosos vinculados

Leia mais

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados MARINHA DO BRASIL RO. 03.03 Versão: 38 Exclusivo para Uso Interno RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS Categorias

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA PANDA EMPRESTA

REGULAMENTO DA CAMPANHA PANDA EMPRESTA REGULAMENTO DA CAMPANHA PANDA EMPRESTA Esta campanha, denominada PANDA EMPRESTA (doravante CAMPANHA), é promovida pela JC CONSIGNADOS LTDA., inscrita no CNPJ sob o nº 15.169.211/0001-20 pessoa jurídica

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra Educação Financeira O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS Diretox Dominox caça-palavra 2 O Paraná Banco propõe um desafio consciente a você! O Paraná Banco,

Leia mais

$ $ Guia de Empréstimos. Fachesf

$ $ Guia de Empréstimos. Fachesf Guia de Empréstimos Fachesf Sobre os empréstimos da Fachesf Quais as modalidades de empréstimos que a Fachesf oferece? Empréstimo Pós-Fixado (sem comprovação) Empréstimo Educação (com comprovação) Empréstimo

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010

LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010 LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010 Disposição sobre a consignação em folha de pagamento O MUNICÍPIO DE BOA ESPERANÇA faz saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009 Estabelece instruções sobre Benefício de Prestação Continuada-BPC referentes a dispositivos

Leia mais

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos?

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos? Tire suas dúvidas 1. CONHECENDO O FIES 1.1. O que é o Fies? O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), criado pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, é o programa do Ministério da Educação que financia

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE CARTÃO CONSIGNADO cartaoliberacao@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C SUPORTE PROMOTORA suportepromotora@bancodaycoval.com.br

Leia mais

Boletim informativo editado pela Fundação Procon-SP. crédito fácil

Boletim informativo editado pela Fundação Procon-SP. crédito fácil ano V nº 18 jan/fev/mar/abr-2012 Boletim informativo editado pela Fundação Procon-SP Neste Boletim: afinanceiras que oferecem crédito fácil acaça-palavras acomo limpar o nome na praça Financeiras que oferecem

Leia mais

Sistel Presente Rio de Janeiro/RJ

Sistel Presente Rio de Janeiro/RJ Sistel Presente Rio de Janeiro/RJ Rio de Janeiro, outubro de 2012 Depois de tanto trabalho, enfim um tempo para organizar as coisas da vida... Por onde começar? Regularizando a papelada sucessão hereditária

Leia mais

SAÚDE DA PESSOA IDOSA. Karla Bandeira Assistente Social HUOC/UPE Promotoria da Pessoa Idosa do Ministério Público Conselho Estadual do Idoso

SAÚDE DA PESSOA IDOSA. Karla Bandeira Assistente Social HUOC/UPE Promotoria da Pessoa Idosa do Ministério Público Conselho Estadual do Idoso SAÚDE DA PESSOA IDOSA Karla Bandeira Assistente Social HUOC/UPE Promotoria da Pessoa Idosa do Ministério Público Conselho Estadual do Idoso Ninguém duvida que O SUS é uma das grandes conquistas da Constituição

Leia mais

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS SABIA? VOCÊ As pessoas em situação de rua têm direito a estar no Cadastro Único. O que é o Cadastro Único? O Cadastro Único identifica quem são

Leia mais

Aqui você vai encontrar esclarecimentos importantes a respeito de seus direitos.

Aqui você vai encontrar esclarecimentos importantes a respeito de seus direitos. ESTIMADO MORADOR, SAUDAÇÕES! ESTA É A CARTILHA QUE A CDHU PREPAROU PARA FALAR DO IMÓVEL QUE VOCÊ ESTÁ ADQUIRINDO, COM INFORMAÇÕES SOBRE O SEU CONTRATO COM A CDHU. Aqui você vai encontrar esclarecimentos

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal de Caxias do Sul DECRETO Nº 12.507, DE 17 DE OUTUBRO DE 2005. Altera dispositivos do Decreto nº. 4.067, de 15 de setembro de 1976 do Instituto de Previdência e Assistência Municipal (IPAM) e dá outras providências. JOSÉ

Leia mais

Manual do Servidor Sistema Curitiba Consig

Manual do Servidor Sistema Curitiba Consig PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA Manual do Servidor Sistema Curitiba Consig www.zetrasoft.com.br www.curitiba.pr.gov.br Manual do Servidor Sistema Curitiba Consig A Prefeitura Municipal de Curitiba implantou

Leia mais

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados.

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E ENVIO DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ELETRÔNICO Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. página 1/5 -

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado).

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado). Sociedade dos Irmãos da Congregação de Santa Cruz COLÉGIO NOTRE DAME DE CAMPINAS Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo nº 151 Bairro Notre Dame Campinas - SP INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Os documentos relacionados,

Leia mais

PROCON CAMPINAS. MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida

PROCON CAMPINAS. MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida PROCON CAMPINAS MÓVEIS PLANEJADOS E SOB MEDIDA Informativo com dicas e orientações sobre compras de móveis planejados e sob medida Bem diz o ditado: Quem casa quer casa! Com casas e apartamentos cada vez

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014 Quadro comparativo da 1 Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 Art. 3º Terá direito à percepção do segurodesemprego o trabalhador dispensado sem justa causa que comprove: I - ter recebido salários de pessoa

Leia mais

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012)

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) 1. DA FINALIDADE A presente Norma tem por finalidade regulamentar e definir condições para

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

1.3. Sobre as semestralidades a serem custeadas com recursos do FIESP incidirão os descontos de pontualidade previstos à época do pagamento.

1.3. Sobre as semestralidades a serem custeadas com recursos do FIESP incidirão os descontos de pontualidade previstos à época do pagamento. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: 1.1. O Crédito Educativo Estudantil Projeção - FIESP é um programa privado de concessão de crédito estudantil, desenvolvido pelas Faculdades Projeção, destinado a custear

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas.

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criou este material para ajudar você com as

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício?

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício? Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criamos este material para ajudar você com

Leia mais

Cartilha de Empréstimo 1

Cartilha de Empréstimo 1 Cartilha de Empréstimo 1 Empréstimo Economus: Como é? Quem tem direito? Que tipo de empréstimos o Economus oferece? O Economus oferece apenas a modalidade de empréstimo pessoal. Quem poderá solicitar empréstimos?

Leia mais

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ Aprovado pelo Comitê de Investimentos da Forluz em 18 e 25/01/13 (Ata da 401ª e 403ª reunião). Válido para empréstimos solicitados a partir de 01/03/2013. REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ CAPÍTULO I

Leia mais

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL CONCEITO E CARACTERISTICAS Liberação de empréstimo para fins de crédito pessoal, destinado a aposentados e pensionistas do INSS, com pagamento

Leia mais

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA.

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. Índice Capítulo I Da Carteira de Empréstimo Simples... 3 Capítulo II Dos Recursos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE CONSIGNADO EMPRÉSTIMO, CARTÃO DE CRÉDITO E/OU SERVIÇOS CONTRATADOS - ANO 2015. 1) O que é Margem Consignável? Resposta: É o dado que indica os limites estabelecidos por lei específica

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO

ACORDO DE COOPERAÇÃO ACORDO DE COOPERAÇÃO DEFINE O ACORDO DE COOPERAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL E O CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESPIRITO SANTO - CREA/ES, PARA CONCESSÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL

INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL ROTEIRO OPERACIONAL CDC SERVIDOR PÚBLICO INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL Entidade: 1581 Publicação: 01.07.2015 Próxima atualização: 01.07.2016 Classificação da Informação: 1. Orientação legal

Leia mais

Incentivos do Poder Público à atuação de entidades civis sem fins lucrativos, na área social. (1) renúncia fiscal

Incentivos do Poder Público à atuação de entidades civis sem fins lucrativos, na área social. (1) renúncia fiscal Incentivos do Poder Público à atuação de entidades civis sem fins lucrativos, na área social Associação Fundação Privada Associação Sindical Partidos Políticos (1) renúncia fiscal Subvencionada 1 Entidades

Leia mais

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ Aprovado pelo Comitê de Investimentos da Forluz na 330ª reunião de 14/09/2011 e na 331ª reunião de 23/09/2011. Válido para empréstimos solicitados a partir de 01/10/2011. REGULAMENTO DOS EMPRÉSTIMOS FORLUZ

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

VIVA SEM DÍVIDAS. Campanha para proteção e orientação aos consumidores endividados O QUE PARECE SER A SOLUÇÃO, PODE SE TRANSFORMAR NUMA PRISÃO.

VIVA SEM DÍVIDAS. Campanha para proteção e orientação aos consumidores endividados O QUE PARECE SER A SOLUÇÃO, PODE SE TRANSFORMAR NUMA PRISÃO. VIVA SEM DÍVIDAS Campanha para proteção e orientação aos consumidores endividados O QUE PARECE SER A SOLUÇÃO, PODE SE TRANSFORMAR NUMA PRISÃO. Aprenda a cuidar do seu dinheiro já! É muito fácil obter crédito,

Leia mais

D O N D O M Ê N I C O

D O N D O M Ê N I C O FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DON DOMÊNICO. REGULAMENTO PARA CONCESSÃO E RENOVAÇÃO DE BOLSAS 2014-1 Art. 1º - Fica instituído o Regulamento para concessão de bolsas de estudo aos alunos da Don

Leia mais

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante ORIENTAÇÕES E PASSO A PASSO Para solicitar o financiamento, o estudante deverá se inscrever pelo sistema informatizado do FIES no endereço eletrônico: http://sisfiesportal.mec.gov.br

Leia mais

COOPERATIVA DE CRI:DfTO DO SERVIDOR FEDERAL LTOA. SIC008 CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL

COOPERATIVA DE CRI:DfTO DO SERVIDOR FEDERAL LTOA. SIC008 CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL SICOOB Credfaz Federal Servidor COOPERATIVA DE CRI:DfTO DO SERVIDOR FEDERAL LTOA. SIC008 CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL &I. CREDFAZ- SCS - Q. 05 81.C - EnL 165/9 CEP 70.305-921 Brasllia - DF - Fone - (611 3035-8299

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente.

Guia do Crédito Certo. Para entender e usar corretamente. Guia do Crédito Certo Para entender e usar corretamente. Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Conhecendo o crédito. 1 \ O que fazer para ter uma vida financeira saudável? 2 Para que serve o crédito? 5 O Crédito Certo

Leia mais

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS PARA IDOSOS

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS PARA IDOSOS CARTILHA INFORMATIVA DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EXTREMA MG SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS PARA IDOSOS Cuidar dos idosos é cuidar de nós mesmos, do nosso próprio futuro, pois

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO 67. Planejamento Estratégico da PFDC

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO 67. Planejamento Estratégico da PFDC PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO 67 Planejamento Estratégico da PFDC Pessoa Idosa 2010 PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO 68 INTRODUÇÃO Tema: Pessoa Idosa A missão da Procuradoria

Leia mais

Breves Considerações sobre o Superendividamento

Breves Considerações sobre o Superendividamento 116 Breves Considerações sobre o Superendividamento Luiz Eduardo de Castro Neves 1 O empréstimo de valores é realizado com a cobrança de juros, de forma a permitir uma remuneração pelo valor emprestado.

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS Logo: 459 Cód. Entidade: 1581 Atualização:03.08.2015 Vigência: 03.08.2015 Classificação da Informação: INTERNA

Leia mais

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 Regulamento do Plano de Empréstimo 2015 Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 1. Dos Objetivos a) Estabelecer os direitos e obrigações da Previplan - Sociedade de Previdência Privada (aqui designada como Sociedade

Leia mais

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO BMG S/A O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV.

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. Sumário Capítulo I Da finalidade...1 Capítulo II - Dos contratantes...1 Capítulo III - Dos limites individuais...2 Capítulo IV -

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE PORTABILIDADE portabilidadeconsignado@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C MESA DE ANALISE MARGEM margemconsignado@bancodaycoval.com.br

Leia mais

25 2010, 3.919, 2011, 15% 1) O

25 2010, 3.919, 2011, 15% 1) O O uso do cartão vem crescendo ao longo dos anos, acompanhando o aumento da renda e os avanços em geral conquistados pela sociedade brasileira. Facilidade, segurança e ampliação das possibilidades de compras

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a consignação em folha de pagamento de agente político e servidor da administração municipal do executivo e do legislativo e dá outras providências. O

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR. Documentos de Identificação: - Carteira de Identidade ou Carteira Nacional de Habilitação, no prazo

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO

SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO FICHA PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO 2016 Informações Pessoais do Candidato Nome do Candidato: Data de Nasc: Naturalidade: CPF: RG: Período: Grupo/Ano: Frequenta outro curso? Descreva Qual: Valor

Leia mais

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas.

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. SUPERENDIVIDAMENTO Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. Nos últimos anos, houve um crescimento significativo de endividados no Brasil. A expansão da oferta de crédito e a falta de controle do orçamento

Leia mais

RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG

RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG Corpo de Bombeiros Militar - MG RO.04.03 Versão: 14 RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG Área responsável: Gerência de Produtos Consignados Vers I - CONDIÇÕES GERAIS 1. PÚBLICO A SER ATENDIDO E

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais