Nº de junho a 3 de julho Região Autónoma da Madeira COMUNIDADES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nº 149 27 de junho a 3 de julho 2015. Região Autónoma da Madeira COMUNIDADES"

Transcrição

1 Nº de junho a 3 de julho 2015 Região Autónoma da Madeira COMUNIDADES 1

2 ATUALIDADES Dia da Região assinalado com concerto memorável O concerto alusivo ao Dia da Região e das Comunidades Madeirenses fez-se com muito talento madeirense em palco, com gente da Ilha e outros que fazem carreira fora da Região. O povo aceitou o convite e deslocou-se em grande número à Praça do Povo, na baixa da cidade do Funchal, para um dos concertos mais madeirenses de sempre, do Dia da Região, protagonizado pela Orquestra Clássica da Madeira, Coro e Orquestra Académica do Conservatório, por Vânia Fernandes, Alberto Sousa e também pelo maestro Luís Andrade, todos músicos e cantores nascidos na Madeira, alguns com carreiras cimentadas no exterior da Madeira. Com música diversificada, feita de sucessos nacionais e internacionais, que ao longo de mais de uma hora encheram a Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses de música. Barcelona, Senhora do Mar e Amigos para Siempre foram pontos altos num programa com espaço também para Pomba Branca de Max ou Beatriz de Chico Buarque. Este foi o primeiro concerto do Dia da Região e das Comunidades Madeirenses na Praça do Povo e ao que indica deverá ser para repetir. 2

3 ATUALIDADES Albuquerque diz que autonomia madeirense entraria em coma sem pluralismo político O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, afirmou, no passado dia 1 de julho, no Funchal, que sem pluralismo político a autonomia regional «entraria rapidamente em coma», deixando de ser o alicerce da vida democrática e representativa. O chefe do executivo insular falava durante a cerimónia de imposição de insígnias a 10 personalidades madeirenses das áreas política e cultural, no âmbito do Dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses, em que destacou a importância de a sociedade reconhecer publicamente os cidadãos ilustres. «Uma comunidade que não tem a capacidade de reconhecer e honrar os seus cidadãos mais ilustres está condenada, a prazo, a perder o rumo, pois deixa de olhar criticamente para si própria com sentido de futuro», declarou Miguel Albuquerque, no dia em que se assinalam 596 anos do achamento da ilha e 39 anos de autonomia política e administrativa consolidada. O Governo da Madeira atribuiu a Insígnia Autonómica de Valor a Paulo Martins, líder histórico da UDP e BE (a título póstumo); Emanuel Jardim Fernandes, antigo dirigente do PS/Madeira; Rui Nepomuceno, historiador e militante comunista; Óscar Fernandes, antigo deputado do PSD regional, e Baltazar Gonçalves, fundador do CDS/Madeira e antigo deputado (a título póstumo). 3

4 ATUALIDADES Por outro lado, a Insígnia Autonómica de Distinção foi atribuída a Ricardo Gouveia, artista plástico mais conhecido por Rigo; José Agostinho Baptista, poeta; Luíza Clode, escultora e diretora do Museu de Arte Sacra do Funchal; Mário André, músico, e António Aragão, artista e investigador (a título póstumo). «Sem a criatividade e a cultura e a ação essencial dos seus agentes, a nossa vida coletiva estaria condenada à demanda estéril de acumulação de bens materiais e à perda progressiva da nossa identidade e riqueza espiritual», realçou Miguel Albuquerque, vincando a importância de reconhecer publicamente o papel dos homenageados. O presidente do Governo Regional considera que, deste modo, a autonomia fica «culturalmente mais rica e politicamente mais forte», bem como «mais inclusiva e mais plural». O músico Mário André, que discursou em nome dos homenageados, evocou o universo sociocultural madeirense das últimas décadas e acabou realçando ser um cidadão do mundo que não sabe como escapar ao «feitiço» das ilhas e sua mundividência. «Sou, acima de tudo, um madeirense, igual a tantos outros, com os meus valores, as minhas crenças, as minhas fragilidades, mas também com o meu querer, que se orgulha muito da sua terra», declarou. 4

5 ATUALIDADES No Dia da Região e das nossas Comunidades «A maior riqueza da Região Autónoma da Madeira é o seu Povo, do qual fazem parte todos os madeirenses, estejam onde estiverem», refere Sérgio Marques, o governante madeirense com a tutela das Comunidades que se constituem, assim, «como parte integrante e elemento estrutural da nossa Sociedade, marcando de forma indelével uma forma única de ser ilhéu». O secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus não tem dúvidas de que «são aqueles que mais distantes estão da terra natal os que mais valorizam essa sua herança e identidade», porque «saíram da sua terra, mas levaram-na consigo e lá, nos locais onde residem e construíram o seu lar, continuam a contribuir para edificar e a honrar o nome da Madeira». Sérgio Marques classifica os madeirenses emigrados como «orgulhosos embaixadores na nossa cultura», designando-os também de «guardiães da nossa herança histórica, da nossa unicidade e da nossa autenticidade, concorrendo para a manutenção do património comum». É por tudo isso que, neste Dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses, expressa em nome do Governo Regional e em nome pessoal, «a admiração, a apreço e o agradecimento pelo trabalho, empenho e dedicação que revelam todos os nossos emigrantes, afinal os verdadeiros embaixadores da nossa Região». 5

6 ATUALIDADES Câmara municipal de Machico apresenta monumento aos descobrimentos A Câmara Municipal de Machico procedeu à apresentação pública do monumento aos descobrimentos, intitulado Na Rosa dos Ventos, Machico à Proa, na tarde de quinta-feira, dia 2 de julho, junto à Praia Amarela de Machico. A escultura em causa, da autoria do escultor machiquense Luís Paixão, foi encomendada pelo presidente do Município, Ricardo Franco, em novembro de 2014, e tem por base um projeto que evoluiu do papel ao barro, depois ao gesso e posteriormente ao bronze, conforme mostra a maqueta que tem estado em exposição no átrio do edifício dos Paços do Concelho, desde 8 de maio último. O monumento em causa compõe-se por um marinheiro a erguer o padrão das descobertas, símbolo da afirmação coletiva da nação lusitana, nas terras que foram dando a conhecer ao mundo. Esta iniciativa visa, portanto, preencher uma lacuna de séculos, marcando fisicamente, através de uma feliz proposta escultural, que constituirá um marco referenciador do facto de Machico ter sido a terra que, em primeiro lugar, foi pisada pelos descobridores portugueses, no dia da visitação de Santa Isabel, em 2 de julho de 1419/20. Este monumento só foi possível concretizar graças à colaboração de uma equipa interdisciplinar nas áreas da escultura, da história da arte, da arquitetura, do design, etc., bem como ao apoio fundamental das empresas Modelo Continente Hipermercados, SA e a Estevão Neves Investimentos Turísticos, SA, que repartiram entre si os custos da escultura. 6

7 COMUNIDADES III Curso Intensivo de Verão para Lusodescendentes: Língua, Literatura e Cultura Madeirenses Pelo terceiro ano consecutivo, o Centro das Comunidades Madeirenses da Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus em parceria com o Centro de Competências de Artes e Humanidades da Universidade da Madeira, leva a cabo, neste mês de Julho, o Curso Intensivo de Verão para Luso-descendentes: Língua, Literatura e Cultura Madeirenses. Uma iniciativa que surge integrada no âmbito do Acordo de Colaboração assinado em 2013 entre estas entidades. Trata-se de uma oferta formativa da Universidade da Madeira que se destina principalmente a alunos pré-universitários, universitários ou outros, também adultos, que tenham a vontade de melhorar o nível de entendimento da nossa língua. De salientar a participação de 17 alunos, entre os 17 e os 55 anos, provenientes da Argentina, de Trinidad e Tobago, bem como de São Vicente e Granadinas, pertencentes à terceira geração de madeirenses que emigraram para estes países e que, no fundo, mostraram o maior interesse em ingressar nesta formação, de modo a aperfeiçoar a língua e procurar as suas origens. As aulas serão lecionadas de manhã, durante o mês de Julho, sendo que as tardes se destinam a visitas de estudo. Entre outras, refiram-se as visitas aos Museus da Região, ao Arquivo Regional da Madeira, ao núcleo Museológico do Açúcar, à Biblioteca da Universidade da Madeira, ao Núcleo Museológico do IVBAM, ao Núcleo Museológico de Arte Popular no Centro Cívico da Boa Nova e ao Centro de Estudos de História do Atlântico (CEHA), à Direção Regional da Cultura, à Associação Musical Xarabanda e ao Jardim Botânico. 7

8 COMUNIDADES Comunidade portuguesa no Brasil em ação O último domingo (28/06/2015) em Santos foi marcado pela 6 edição da festa em comemoração ao Dia de Portugal, evento organizado pelo Consulado Português da Cidade de Santos. A festa movimentou a comunidade portuguesa o dia todo, com a participação de Grupos Folclóricos, Bandas Portuguesa e fadistas da Região. A culinária portuguesa também esteve presente com as vendas de bolinho de bacalhau e doces portugueses, e toda a renda foi revertida para a Escola Portuguesa de Santos, que atende crianças carentes. A Madeira foi representada pelo Rancho Folclórico Típico Madeirense do Morro São Bento e pelas famosas bordadeiras de Santos, com exposição de seus lindos bordados madeirense. No próximo domingo, dia 05 de julho, o Rancho Folclórico Típico Madeirense do Morro do São Bento irá festejar o dia da autonomia da Região Autônoma da Madeira, com missa comemorativa e solenidade de hasteamento das bandeiras do Brasil, Portugal e Ilha da Madeira, com participação de autoridades locais. Texto de: Danielle Capp Jardinetti e Elton Pereira Ferreira Junior Fotos de Cristiane Gonçalves 8

9 COMUNIDADES Empresários e comerciantes portugueses apreensivos com dificuldades na Venezuela A comunidade portuguesa radicada na Venezuela, em particular os empresários e comerciantes madeirenses, estão «apreensivos» devido às dificuldades económicas que afetam o país, disse no passado dia 28 de junho, em Caracas a secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais da Madeira. «Os nossos madeirenses que estão na Venezuela têm consciência de que o país passa por algumas dificuldades e estão, sobretudo aqueles que têm empresas e comércio, um pouco apreensivos», disse. Rubina Leal falava à agência Lusa no âmbito de uma visita de oito dias à Venezuela, onde hoje participou, no Centro Português de Caracas, num almoço de confraternização inserido nas celebrações do Dia da Madeira (01 de julho). Por outro lado, sublinhou que os portugueses residentes e os emigrados estão conscientes de que também Portugal passa por «um momento de crise», que a Madeira está «a tentar encontrar estratégias de apoio, de superação desta situação e sobretudo a criar medidas que de alguma forma possam servir de almofada para alguns problemas». Questionada sobre se sabia da existência de madeirenses a passar por situações económicas complicadas, explicou que «em todas as comunidades há sempre pessoas que passam dificuldades, por variadíssimas razões» e que durante a visita tentará «perceber alguns fenómenos que estão associados a tudo isso». Rubina Leal elogiou «o aspeto filantrópico» que tem a comunidade madeirense na Venezuela. «O Centro Português é enorme e a filantropia que se encontra desde a origem do lar [da terceira idade] às Damas de Beneficência. De facto, é interessante a forma como eles, estando fora da sua terra, criam uma comunidade e espírito de coesão e de apoio uns com os outros (...). Esta comunidade tem essa particularidade de filantropia que é louvável». Sobre a mensagem que passará explicou que é «sobretudo dizer que o Governo regional da Madeira não esquece as comunidades». «É dizer-lhes que no Governo regional houve mudanças, portanto estamos num novo ciclo mas vamos valorizar e vamos (estar) sempre com os nossos madeirenses espalhados pelo mundo e sobretudo esta comunidade (madeirense) que é enorme, que é a maior de todo o mundo», acrescentou. «Obviamente que a representação nas comunidades madeirenses é fundamental, sobretudo na Venezuela. Nós temos aqui 500 mil portugueses, mais de 350 mil madeirenses, e de facto a nossa presença tem de fazer notar, tem de se fazer constar», frisou. 9

10 COMUNIDADES Emigração portuguesa para a Suíça diminuiu A emigração portuguesa para a Suíça diminuiu mais de metade entre 2013 e 2014, acompanhando a tendência do resto dos imigrantes europeus naquele país, que no ano passado aprovou em referendo limites à entrada de estrangeiros. Segundo o 11.º relatório sobre livre circulação de pessoas entre a Suíça e a União Europeia (UE), no ano passado 6700 portugueses foram viver para a Suíça, quando em 2013 esse número atingiu um recorde, com chegadas. Em 2014, pessoas emigraram para a Suíça, menos 25 por cento dos que chegaram ao país no ano anterior oriundos dos países da UE, Islândia, Liechtenstein e Noruega. «O saldo migratório dos emigrantes portugueses, italianos e espanhóis passou de [uma média anual de] para entre 2008 e 2014», indica a Secretaria de Estado. Isso corresponde a médias de cerca de chegadas de portugueses, 7600 italianos e 3500 espanhóis desde A Secretaria de Estado refere no relatório que os portugueses, italianos e espanhóis trabalham principalmente nos setores da construção, da hotelaria e restauração e da agricultura. Além disso, a taxa de desemprego dos Portugueses na Suíça é mais elevada porque são bastante ativos naqueles setores e porque trabalham em regiões da Suíça onde o desemprego é estruturalmente superior. Atualmente, os portugueses na Suíça são 269 mil, representando a terceira maior comunidade estrangeira do país depois dos italianos (313700) e alemães (310700). 10

11 COMUNIDADES Quase 25 mil pessoas adquiriram em 2013 nacionalidade portuguesa Um total de pessoas adquiriu a nacionalidade portuguesa, em 2013, na sua maioria (96%) vindos de fora da União Europeia (UE) principalmente do Brasil (20,8%), segundo dados esta semana divulgados pelo Eurostat. Depois dos brasileiros foram os ucranianos (16,4%) e cabo-verdianos (15,6%) que mais pediram para adquirir a nacionalidade portuguesa. Em Portugal, o rácio foi de 2,3 nacionalidades por mil habitantes e 5,9 por cada cem estrangeiros residentes no país. Já na UE, foram concedidas, em 2013, nacionalidades, a maioria das quais (89%) a pessoas oriundas de países terceiros, num rácio de 1,9 nacionalidades por mil habitantes e 2,9 por cada cem estrangeiros. Segundo o gabinete de estatísticas da UE, Portugal é um dos 12 Estados-membros onde a maioria dos pedidos de conceção de nacionalidade partem de residentes não europeus, com a Estónia à cabeça (100%), seguindo a Letónia e a Roménia (99% cada), Grécia e Lituânia (97% cada), Espanha e Portugal (96% cada), Bulgária (94%), Irlanda e Itália (93% cada), Reino Unido (91%) e Croácia (90%). Já no Luxemburgo (81%) e na Hungria (80%), a maioria dos pedidos de nacionalidade provêm de cidadãos da UE, sendo que os portugueses são os que mais requereram nacionalidade luxemburguesa em 2013 (38,3%). Na média da UE, a maioria das nacionalidades são concedidas a marroquinos (8,8%), indianos (4,9%) e turcos (4,7%). 11

12 À PROCURA DOS NOSSOS GÉNIOS/GENES Rigo 23 Rigo é Ricardo Gouveia, pintor, muralista e artista político, residente em São Francisco, nascido na Ilha da Madeira, em Emigrou jovem para os Estados Unidos e estudou no San Francisco Art Institute obtendo, em 1991, o BFA e em 1997, o MFA na Stanford University. Um verdadeiro cidadão do mundo, sempre pronto a apontar o dedo ao que está mal. Podia fazê-lo por escrito, filmar as suas críticas, fazer um discurso nos media Mas não, fá-lo nas ruas, nas paredes, obrigando quem passa a ver. A não ignorar. Com motivações ativistas ou político-culturais de uma ironia aguçada, o trabalho deste artista caracteriza-se por uma sensibilidade especial para se integrar no contexto urbano. Envolve-se com o contexto social, utilizando a linguagem da street art para suscitar reflexão, aproximando obras artísticas e ações de intervenção de cariz político ou reivindicativo. Rigo interfere na esfera pública: acredita que, ao atingir, uma vasta audiência, as práticas artísticas podem transportar poderosas mensagens. Ao mesmo tempo obedece a uma consciência estética que lhe garante a melhoraria do espaço onde intervém, dandolhe uma nova vida e até um certo embelezamento. 12

13 À PROCURA DOS NOSSOS GÉNIOS/GENES Talvez pelo uso desta metodologia o artista madeirense, que vive nos Estados Unidos da América, se tenha tornado num dos mais relevantes nomes da cena artística de São Francisco, Califórnia e seja reconhecido internacionalmente. Em obras como One Tree datada de 1996, numa rua de São Francisco, Rigo usa a linguagem da sinalética de trânsito a uma escala ampliada para evocar aquilo que podem ser consideradas as consequências diretas de um desenvolvimento urbano demasiado rápido, ou pouco criterioso. Uma seta gigante com as referidas palavras inscritas aponta para uma árvore, que luta pela sobrevivência na grande cidade. Em casos como este, o artista serve-se de metáforas. Num contexto mais abrangente, Rigo envolve-se nas lutas enfrentadas pelas comunidades com quem trabalha. Por vezes implicando viagens e estadias prolongadas encontramse registos destas intervenções na Madeira, Suécia, E.U.A., Índia ou até em Taiwan. No passado dia 1 de Julho, Dia da Região e das Comunidades Madeirenses, o Governo Regional da Madeira reconhecendo o seu mérito e prestígio atribuiu-lhe a Insígnia Autonómica de Distinção. 13

14 EDUCAÇÃO E CULTURA Funchal Jazz com o orçamento mais baixo possível mantém qualidade Foi apresentado, no passado dia 26 de junho, o programa do Funchal Jazz, que se realiza nos próximos dias 2,3 e 4 de julho, no Parque de Santa Catarina, no que concerne aos concertos principais, no Teatro Municipal do Funchal, na placa central da Avenida Arriaga, no Conservatório de Música e ainda no SCAT, ao nível do programa paralelo. Este envolve exposições fotográficas e de desenho, masterclasses e workshops e jam sessions em formato after hours. O presidente da Câmara Municipal do Funchal (entidade que organiza o festival), explicou que este ano, o concurso público foi entregue à Choose Fantasy não só pela reconhecida capacidade da entidade, mas também por ter apresentado o orçamento mais baixo, de 74,5 mil euros. O restante investimento feito no cartaz é garantido pelos patrocinadores. Paulo Cafôfo admitiu que não será possível baixar mais no valor, por forma a não comprometer a qualidade do festival, mas lembrou que o montante já foi três vezes superior, em anteriores organizações. O diretor artístico do Festival, Paulo Barbosa, apresentou o elenco de músicos que vão preencher as noites do Parque de Santa Catarina de sonoridades intensas do jazz. Na primeira noite, dia 2, atua André Fernandes, com o projeto Wonder Wheel, e o quarteto de Joe Lovano. Antes da abertura dos concertos, refira-se que será feita uma homenagem ao professor Jorge Borges. Na sexta-feira, o palco será ocupado por Miguel Zénon Quartet e por Kurt Elling. No sábado, Christian McBride Trio antecede ao concerto de despedida da 16º edição do Funchal Jazz, com The Terence Blandchard E-Collective, que irá fechar «com chave de ouro» o evento, como prometeu Paulo Barbosa. Uma novidade este ano, é que a Yellowbus estará a transportar madeirenses e turistas entre a zona do SCAT até ao concerto, nos dois sentidos. 14

15 EDUCAÇÃO E CULTURA Colóquio assinalou 50 anos do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova O Grupo de Folclore e Etnográfico realizou, no dia 27 de junho, no auditório do Centro Cívico de Santa Maria Maior, o seu VII Colóquio, onde teve como destaque a sua fundação e os principais acontecimentos neste meio século de existência. Foram oradores o investigador e presidente da Associação, Danilo Fernandes e Maria Ivone Fernandes, membro da direção da instituição. O enquadramento e moderação esteve a cargo do promotor e animador cultural Carlos José Fernandes Pereira. Danilo Fernandes realizou uma resenha histórica do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa, desde a sua fundação ao momento presente, focando em especial alguns dos momentos mais importantes, com uma fotorreportagem e fotos exclusivas do património daquela instituição. Já Maria Ivone Fernandes focou a importância do Património Cultural na sociedade e identidade de um povo, nomeadamente com o enfoque na Educação Escolar e na importância da preservação, apresentação e manutenção do património popular no contexto escolar. A mesma mencionou o crescente relevo que tem sido dado ao folclore e à música tradicional no currículo escolar madeirense, focando alguns exemplos práticos. 15

16 ECONOMIA E FINANÇAS Centro Internacional de Negócios da Madeira vai ser melhor divulgado O Centro Internacional de Negócios da Madeira vai ser melhor divulgado no futuro. A garantia foi deixada, no dia 26 de junho, pelo presidente do Governo regional, por ocasião da inauguração do Madeira Business Centre da Dixcart Management, no Funchal. Na oportunidade, Miguel Albuquerque fez questão igualmente de manifestar o seu empenho no sentido de que a Região venha a ter um sistema fiscal próprio. Após mais de 25 anos de presença na Madeira e em Portugal, o Grupo Dixcart lança um novo projeto dedicado aos profissionais que desenvolvem a sua atividade na Região. Este consiste na oferta de espaços de trabalho entre escritórios, espaços partilhados (Co-Work) e salas de reuniões pensados para profissionais liberais, start-ups e pequenas empresas, proporcionando um ambiente profissional, mas descontraído, dando assim espaço a criatividade e à partilha de ideias e experiências. O Madeira Business Centre terá dois espaços na cidade do Funchal: Madeira Business Centre Avenida do Infante, n.º 50: um edifício galardoado com um prémio pela sua recuperação atribuído pela Câmara Municipal do Funchal, inserido numa das avenidas mais prestigiadas do Funchal, vocacionado para clientes que pretendam ter escritórios independentes, e o Madeira Business Centre Rua dos Ilhéus, n.º 6: inserido numa quintinha tradicional da Madeira, onde em tempos funcionou a Escola dos Ilhéus, oferece um espaço partilhado (Co-Work), onde o design - idealizado em conjunto com o Departamento de Design da Universidade da Madeira e dois dos seus ex-alunos -, foi pensado de forma a estimular a criatividade e a partilha de ideias num espaço profissional. 16

17 ECONOMIA E FINANÇAS Novo regime fiscal da Zona Franca da Madeira publicado em Diário da República O novo regime especial aplicável às entidades licenciadas na Zona Franca da Madeira, com efeito a 01 de janeiro deste ano, e a alteração ao estatuto dos benefícios fiscais foram no dia 1 de julho publicados em Diário da República (DR). Segundo o diploma, os rendimentos das entidades licenciadas para operar na Zona Franca da Madeira desde 01 de janeiro de 2015 e até 31 de dezembro de 2020 são tributados, até 2027, à taxa de 5% em sede de Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC). O novo regime prevê medidas de incentivo fiscal aos sócios e acionistas das empresas licenciadas na Zona Franca da Madeira, excluindo do seu âmbito as distribuições de lucros e outros rendimentos a entidades sediadas em paraísos fiscais. O decreto-lei contempla a isenção de tributação dos dividendos dos acionistas, os limites dos plafonds, em função dos postos de trabalho criados, e aplica um limite máximo de benefício fiscal com base em um dos seguintes critérios: volume de negócios (15,1%), valor acrescentado bruto (20,1%) ou custos anuais de mão-de-obra incorridos (30,1%). A Zona Franca da Madeira tinha registadas, a 31 de dezembro de 2014, um total de empresas, cujo capital social agregado perfazia euros. Foram igualmente publicadas hoje em DR as condições de aplicação do Programa de Desenvolvimento Rural para a Região Autónoma da Madeira - PRODERAM O quadro de apoio comunitário representa um financiamento comunitário na ordem 200 milhões de euros. 17

18 ECONOMIA E FINANÇAS Portugal terá participação de 11,6 ME no banco internacional proposto pela China O secretário de Estado português da Finanças, Manuel Rodrigues, esteve em Pequim para assinar o acordo constitutivo do Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas (BAII), a primeira instituição financeira internacional proposta pela China em A assinatura decorreu na segunda-feira, dia 29 de junho, no Grande Palácio do Povo, no centro da capital chinesa, onde o presidente chinês, Xi Jinping, se encontrou com os representantes dos 57 países fundadores do novo banco. Visto inicialmente em Washington como um concorrente do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional, duas instituições sedeadas nos Estados Unidos e habitualmente lideradas por norte-americanos e europeus, o BAAI acabou por suscitar a adesão de mais de vinte países fora da Ásia, entre os quais a Alemanha, Austrália, Brasil, Espanha, França, Portugal, Reino Unido e Suíça. Das grandes economias mundiais, apenas os Estados Unidos e o Japão ficaram de fora. A própria Noruega, cujas relações com Pequim estão praticamente congeladas desde a atribuição do Nobel da Paz ao dissidente chinês preso Liu Xiaobo, em 2010, também aderiu ao BAII. Segundo estimativas citadas na imprensa chinesa, as necessidades da Ásia Pacífico no domínio das infraestruturas ao longo da próxima década rondarão os 8 biliões de dólares ( dólares). A constituição formal do novo banco coincide com um bom momento das relações luso-chinesas. Nos últimos anos, a China tornou-se um mercado de crescente importância para as exportações portuguesas e também um dos principais investidores em Portugal, nomeadamente nas áreas da energia, seguros, banca e saúde. Pelas contas da Administração-geral das Alfândegas Chinesas, em 2014, as exportações portuguesas para a China aumentaram 18,8%, para milhões de dólares - mais do dobro de há apenas cinco anos. 18

19 ECONOMIA E FINANÇAS Portugal com maior comitiva de sempre na mais importante feira alimentar da América do Norte A mais numerosa comitiva portuguesa de sempre participa entre domingo e terça-feira, respetivamente 28 de junho e 30 de junho, em Nova Iorque, na Fancy Food Show, a maior feira de produtos alimentares e bebidas especializados da América do Norte. Estarão representadas cerca de 25 empresas portuguesas, que vendem produtos como vinhos, conservas, azeites, doces e condimentos. Segundo dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a exportação de produtos alimentares para os Estados Unidos cresceu 19,4% no primeiro trimestre de 2015 relativamente ao mesmo período no ano anterior. Estes valores representam uma melhoria face aos resultados de 2014, quando as exportações cresceram 7,4%, atingindo os 87,5 milhões de euros. Quanto aos produtos agrícolas, cresceram 11% no ano passado, passando de 28,8 milhões em 2013 para 31,9 milhões. Um dos grupos presentes no Fancy Food Show, organizado pela AIP Feiras, Congressos e Eventos, inclui empresas como a Apetece, Maçarico, Olivais do Sul e Pedras Valley. Outras empresas, como a Casa Anadia, Conservas Ramirez, Cantinho das Aromáticas e Meia Dúzia, estão incluídas numa comitiva da Confederação dos Agricultores Portugueses (CAP). Um terceiro grupo inclui as várias companhias de azeite que foram esta semana distinguidas no Prémio de Qualidade Mario Solinas, e que incluem, por exemplo, a Murtigão, Elaia Lagar, Sociedade Agrícola Vale do Ouro e Sovena. Participam no evento mais de expositores, vindos de 50 países e regiões, promovendo cerca de 180 mil produtos diferentes. Durante os três dias do evento, Portugal realiza ainda outros dois eventos de promoção gastronómica, como um jantar com produtos portugueses no restaurante do chef luso-americano George Mendes. 19

20 DESPORTO Porto Moniz vira capital europeia do atletismo de montanha É já este sábado, dia 4 de julho, que decorre o Campeonato Europeu de Montanha entre o Seixal e o Fanal. Uma prova de enorme gabarito e que coloca este fim-de-semana o município do Porto Moniz como a capital do atletismo europeu. Ao todo serão 216 atletas de 23 nacionalidades. O grosso das comitivas atinge as 400 pessoas, estimou a organização, apontando o facto de serem responsáveis pela ocupação a «100% das diferentes unidades hoteleiras existentes no concelho do Porto Moniz e de São Vicente». Isso mesmo ficou expresso na apresentação do evento desportivo onde o presidente do município destacou a importância que se reveste não só em termos turísticos como igualmente para a própria economia local. Emanuel Câmara, um ex-árbitro de futebol diz perceber bem aquilo que representa o fenómeno de um cartaz do género, daí que não se arrependa da aposta e do apoio que foi conferido por parte da autarquia que preside: «Sou o presidente de Câmara mais feliz do país porque este certame vai potenciar as características do concelho», expressou na abertura. 20

21 DESPORTO Mudança de Rúben Micael para a China rende euros ao União da Madeira A transferência de Rúben Micael do Sporting de Braga para os chineses do Shijazhuang Ever Bright vai render cerca de euros ao União da Madeira, revelou fonte da equipa que ascendeu à I Liga de futebol. O montante corresponde a cinco por cento do valor total da transferência e aplica-se ao abrigo do mecanismo de solidariedade da FIFA. O internacional português foi formado no União da Madeira, tendo saído para o Nacional em 2008/2009, ingressando posteriormente no FC Porto em 2009/2010, mantendo-se por três temporadas. Em 2011/2012, foi transferido para o Atlético de Madrid, clube no qual nunca atuou, tendo sido emprestado ao Saragoça e depois ao Sporting de Braga, acabando por ser adquirido em definitivo pela equipa minhota. Com um contrato de dois anos e meio com a formação chinesa, Rúben Micael deverá apresentar-se no próximo domingo no seu novo clube, para dar início a esta nova aventura. A superliga chinesa é disputada por 16 equipas e decorre entre os meses de abril e outubro, ocupando presentemente o Shijazhuang Ever Bright, treinado pelo búlgaro Yasen Petrov, ao fim de 15 jornadas disputadas, o 8.º lugar da classificação. 21

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Lisboa, 10 janeiro 2014 António Rendas Reitor da Universidade Nova de Lisboa Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas Queria começar

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

(Só faz fé a versão proferida)

(Só faz fé a versão proferida) Exmo. Senhor Presidente do Centro Desportivo e Cultural de Londres, Exmo. Senhor Embaixador, Exmo. Senhor Cônsul Geral, Exmo. Senhor Adido Social, Exmo. Senhor Conselheiro das Comunidades Madeirenses,

Leia mais

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI Tratado de Lisboa A Europa rumo ao século XXI O Tratado de Lisboa Índice 1. Contextualização 1.1. Porquê um novo Tratado? 1.2. Como surgiu o Tratado de Lisboa? 2. O que mudará com o Tratado de Lisboa?

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA 1950 9 de Maio Robert Schuman, Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, profere um importante discurso em que avança propostas inspiradas nas ideias de Jean Monnet.

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

ON by Porto Bay na zona velha da cidade

ON by Porto Bay na zona velha da cidade Pág: 26 Corte: 1 de 8 Arte com fins solidários saíu à rua ON by Porto Bay na zona velha da cidade A arte com fins solidários saíu à rua na zona velha da cidade nesta que foi a terceira edição do festival

Leia mais

«Concurso Jovem Agricultor Português»

«Concurso Jovem Agricultor Português» «Concurso Jovem Agricultor Português» Como já é tradição, desde há muito, que a Caixa não descura a intenção de apoiar e estimular a economia nacional, assim como outras áreas de interesse, mostrando com

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA INED INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROJETO EDUCATIVO MAIA PROJETO EDUCATIVO I. Apresentação do INED O Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED) é uma escola secundária a funcionar desde

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas Para poder permanecer em território japonês é necessário ter o visto de permanência. Existem 27 tipos de vistos e, cada qual tem prazos e tipos de atividades permitidas diferenciadas. 1 Tipos de visto

Leia mais

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N.

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N. Boletim Mensal de Economia Portuguesa N.º 9 setembro 211 Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia e do Emprego G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

indicadores 1. Hóspedes 2.1. Número total de hóspedes 2.2. Hóspedes por tipologia de alojamento 2.3. Hóspedes por país de origem

indicadores 1. Hóspedes 2.1. Número total de hóspedes 2.2. Hóspedes por tipologia de alojamento 2.3. Hóspedes por país de origem boletim trimestral - n.º 6 - outubro 2014 algarve conjuntura turística indicadores 1. Hóspedes 2.1. Número total de hóspedes 2.2. Hóspedes por tipologia de alojamento 2.3. Hóspedes por país de origem 1.

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES Hilmar, Califórnia, 29 de Agosto de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro Começo

Leia mais

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv Jornal Comunicar Administração Pública Governo de Cabo Verde Edição Gratuita Mensal nº18 Setembro de 2010 Edição Especial www.governo.cv www.governo.cv PAPA Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano

Leia mais

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP. Sessão de Abertura. Lisboa, 24 de junho de 2015

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP. Sessão de Abertura. Lisboa, 24 de junho de 2015 I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP Sessão de Abertura Lisboa, 24 de junho de 2015 Intervenção do Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Embaixador Murade

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª Recomenda ao Governo a definição de uma estratégia para o aprofundamento da cidadania e da participação democrática e política dos jovens A cidadania é, além de um

Leia mais

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa»

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» MEIO: WWW.RECORD.PT CORES P&B DATA: 9 DE DEZEMBRO DE 2013 Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» Luís Figo recebeu quase mil crianças na festa de Natal da sua Fundação, no Circo Aquático Show, em Lisboa.

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL Exposição de motivos A necessidade de função de mediação sócio-cultural surgiu da vontade de melhorar a relação entre

Leia mais

CMCA 2011. Conselho Mundial das Casas dos Açores. Ata do 3º dia de Reunião do CMCA 2011

CMCA 2011. Conselho Mundial das Casas dos Açores. Ata do 3º dia de Reunião do CMCA 2011 Casa dos Açores do Rio de Janeiro, 13 de setembro de 2011. Ata do 3º dia de Reunião do CMCA 2011 No dia 3 de Setembro, o primeiro tópico em discussão foi a Inclusão e participação dos jovens no. Considerando

Leia mais

Gabinete do Presidente

Gabinete do Presidente Mensagem de Sua Excelência o Presidente do Parlamento Nacional de Timor-Leste, Vicente da Silva Guterres, por ocasião do 64.º Aniversário da República Popular da China Sua Excelência Sr. Embaixador Tian

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 Preparado para mais um Serralves em Festa? É já nos dias 2 e 3 de Junho que se realiza mais uma edição do Serralves

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M. Câmara Municipal Presidência Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.M de Sines Bem vindos à nossa grande festa

Leia mais

IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento

IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento Lançamento do Relatório 2014 do UNFPA Painel: Jovens em Portugal Da Oportunidade

Leia mais

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE GABINETE DO PRIMEIRO-MINISTRO ALOCUÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO KAY RALA XANANA GUSMÃO POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE-ESCOLA DE NOSSA SENHORA

Leia mais

Os Jogos Olímpicos no RIO uma oportunidade a aproveitar

Os Jogos Olímpicos no RIO uma oportunidade a aproveitar Os Jogos Olímpicos no RIO uma oportunidade a aproveitar Numa economia global os eventos desportivos e a sua projeção para patamares de elevado nível assumem uma dimensão que está muito para além da componente

Leia mais

Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014)

Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014) 2015 Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014) Azucena de la Cruz Martin Gabinete CETS Terra do Priolo 01-01-2015 Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014)

Leia mais

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, NA SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DO DESPORTO APLICADAS AO FUTEBOL Luanda, 29 de Agosto

Leia mais

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto.

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto. Agradecimentos: Cumpre-me inicialmente agradecer a toda Diretoria Executiva, especialmente ao Teruo, por confiarem no meu trabalho e me darem toda a autonomia necessária para fazer o melhor que fui capaz

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 30 de dezembro de 2014. Série. Número 199

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 30 de dezembro de 2014. Série. Número 199 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Terça-feira, 30 de dezembro de 2014 Série Sumário PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução n.º 1276/2014 Atribui ao atleta Marcos André Sousa da Silva Freitas

Leia mais

FREIXO MARCO DE CANAVESES

FREIXO MARCO DE CANAVESES PROJETO EDUCATIVO FREIXO MARCO DE CANAVESES TRIÉNIO 2012-2015 Conteúdo 1. Caracterização da Escola Profissional de Arqueologia... 2 1.1. Origem e meio envolvente... 2 1.2. População escolar... 2 1.3. Oferta

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas:

Mensagem do senhor presidente da República para a 3ª Fispal Latino e ao 28º Congresso Hemisférico das Câmaras do Comércio e Indústrias Latinas: Íntegras da mensagem do Presidente Lula e do discurso da ministra Marta Suplicy no encerramento do XXVIII Congresso Hemisférico de Câmaras de Comércio e Indústrias Latinas Miami 02/06/2007. Antes de tudo,

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Perguntas Frequentes - COPE

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Perguntas Frequentes - COPE Perguntas Frequentes - COPE Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Departamento de Estatística Banco de Portugal +351 707 201 409 ddebp.reporte@bportugal.pt Versão Maio de 2013 Comunicação de Operações

Leia mais

2 DISCIPLINA: Economia M6 Ano :11º C DATA: 10/07/2013 Cursos Profissionais: Técnico de Restauração Variante de Restaurante - Bar

2 DISCIPLINA: Economia M6 Ano :11º C DATA: 10/07/2013 Cursos Profissionais: Técnico de Restauração Variante de Restaurante - Bar 2 DISCIPLINA: Economia M6 Ano :11º C DATA: 10/07/2013 Cursos Profissionais: Técnico de Restauração Variante de Restaurante - Bar Nome: N.º: Classificação: Ass.Professor: GRUPO I Este grupo é constituído

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. Tratamento da Informação.

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. Tratamento da Informação. Reforço escolar M ate mática Quem será o campeão? Dinâmica 2 9º Ano 4º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Professor Matemática Ensino Fundamental 9º DINÂMICA Quem será o campeão? Tratamento da Informação.

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 Subsistema de Incentivos para o Desenvolvimento Local Na prossecução da política de crescimento, de emprego

Leia mais

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente NOTÍCIAS DO MUTUALISMO Informação Quinzenal Edição n.º 55 - II Série 15 de outubro de 2014 Mensagem do Presidente Aproximam-se duas datas muito especiais para o Mutualismo e para os Mutualistas, a Comemoração

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português Albino Maria O ASSOCIATIVISMO NOS DIAS DE HOJE DO MODELO DE EXCLUSÃO AO MODELO DE INCLUSÃO DO LEMA MAIS FORTE, MAIS ALTO, MAIS

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso após a cerimónia de assinatura

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO

MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO Sofia Vale Agosto de 2015 Foi publicada recentemente a nova Lei do Investimento Privado 1 (doravante A Nova LIP ), que contém

Leia mais

Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes. Algumas considerações estratégicas

Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes. Algumas considerações estratégicas Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes Algumas considerações estratégicas António Jorge Monteiro Abril de 1992 2 I. A História II. O Mercado III. Os Cursos IV. Os Professores V. Os Alunos

Leia mais

DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA

DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA DISCURSO DO SR. PRESIDENTE DA UNIÃO DAS MUTUALIDADES PORTUGUESAS, DR. LUÍS ALBERTO DE SÁ E SILVA Exmo. Senhor Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Marco António Costa; Exmo.

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO Preâmbulo O Associativismo constitui um esteio importante e singular de intervenção da sociedade civil na realização e prática de atividades de índole cultural,

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO E/27562/2012 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL 2012 REGULAMENTO ENQUADRAMENTO O I Concurso de Fotografia sobre Agricultura Sustentável é uma iniciativa da Câmara Municipal de Loures,

Leia mais

XXXVII Congresso Nacional APAVT - Turismo: Prioridade Nacional Viseu, 01 a 04 de Dezembro de 2011. Diogo Gaspar Ferreira

XXXVII Congresso Nacional APAVT - Turismo: Prioridade Nacional Viseu, 01 a 04 de Dezembro de 2011. Diogo Gaspar Ferreira XXXVII Congresso Nacional APAVT - Turismo: Prioridade Nacional Viseu, 01 a 04 de Dezembro de 2011 Diogo Gaspar Ferreira 1. PONTOS FRACOS E FORTES DO TURISMO RESIDENCIAL PORTUGUÊS 2. PLANO ESTRATÉGICO A

Leia mais

Moçambique: nova Lei de Minas e nova Lei dos Petróleos

Moçambique: nova Lei de Minas e nova Lei dos Petróleos 5 de setembro de 2014 Moçambique: nova Lei de Minas e nova Lei dos Petróleos mozambique@vda.pt Foram publicadas, em Boletim da República, a Lei n.º 20/2014, de 18 de Agosto ( Lei de Minas ) e a Lei n.º

Leia mais

Intervenção do Secretário Executivo da. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Embaixador Murade Murargy

Intervenção do Secretário Executivo da. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Embaixador Murade Murargy Conferência 1º Fórum União de Exportadores CPLP CPLP: Comunidade de povos abrangente auto-sustentável Lisboa, 26 e 27 de junho de 2015 Sessão de Encerramento 27 de junho de 2015 Intervenção do Secretário

Leia mais

VERSÕES CONSOLIDADAS

VERSÕES CONSOLIDADAS 9.5.2008 PT Jornal Oficial da União Europeia C 115/1 VERSÕES CONSOLIDADAS DO TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA E DO TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA (2008/C 115/01) 9.5.2008 PT Jornal Oficial da

Leia mais

Calçado português reforça aposta no mercado alemão

Calçado português reforça aposta no mercado alemão Calçado português reforça aposta no mercado alemão O mercado alemão é uma prioridade estratégica para a indústria portuguesa de calçado. Por esse motivo, a presença nacional na GDS, o grande evento do

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA Richebourg/La Couture, 13 de abril de 2012 Monsieur le Préfet du Pas-de-Calais

Leia mais

Ficha de Mercado BRASIL. ALENTEJO 2015 Exportar+

Ficha de Mercado BRASIL. ALENTEJO 2015 Exportar+ Ficha de Mercado BRASIL ALENTEJO 2015 Exportar+ Dados Gerais Área: 8.515.692,3 km² População: 201 milhões (estimativa EIU 2013) Densidade populacional: 23,6 habitantes/km² Designação oficial: República

Leia mais

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No âmbito de protocolo celebrado com a Fundação de Ciência e

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

Federação Portuguesa de Canoagem

Federação Portuguesa de Canoagem Federação Portuguesa de Canoagem Eleições Ciclo Olímpico 2012 a 2016 Carlos Cunha de Sousa Este documento serve para apresentar a todos, as linhas orientadoras para o mandato que me proponho fazer enquanto

Leia mais

Artigo 1.º. Entre Melgaço e Arbo, sobre o rio Minho, será construída uma ponte internacional que una Portugal e Espanha.

Artigo 1.º. Entre Melgaço e Arbo, sobre o rio Minho, será construída uma ponte internacional que una Portugal e Espanha. Decreto n.º 19/96 de 1 de Julho Convénio entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha para a Construção de Uma Ponte Internacional sobre o Rio Minho entre as Localidades de Melgaço (Portugal) e Arbo

Leia mais

CONSELHO DE MINISTROS

CONSELHO DE MINISTROS CONSELHO DE MINISTROS Decreto n.º 35/02 de 28 de Junho Considerando a importância que a política comercial desempenha na estabilização económica e financeira, bem como no quadro da inserção estrutural

Leia mais

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 126/2015, Série I, de 01/07, páginas 4545-4547. ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 126/2015, Série I, de 01/07, páginas 4545-4547. ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA MOD. 4.3 Classificação: 0 6 0. 0 1. 0 1 Segurança: P úbl i c a Processo: Direção de Serviços de Comunicação e Apoio ao Contribuinte Legislação Diploma Lei n.º 64/2015, de 1 de julho Estado: vigente Resumo:

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

RELATÓRIO CHEFE DE MISSÃO AOS JOGOS OLÍMPICOS

RELATÓRIO CHEFE DE MISSÃO AOS JOGOS OLÍMPICOS RELATÓRIO DO CHEFE DE MISSÃO Missão Portuguesa aos Jogos Olímpicos de Inverno - Sochi 2014 RELATÓRIO CHEFE DE MISSÃO AOS JOGOS OLÍMPICOS SOCHI 2014 2 INTRODUÇÃO A vigésima segunda edição dos Jogos Olímpicos

Leia mais

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu.

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título Opções de financiamento para a CPLP não é meu. FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu. Poderia dar ideia que há opções de financiamento específicas para a CPLP em si mesma e para os Estados

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

Passaporte para o Empreendedorismo

Passaporte para o Empreendedorismo Passaporte para o Empreendedorismo Enquadramento O Passaporte para o Empreendedorismo, em consonância com o «Impulso Jovem», visa através de um conjunto de medidas específicas articuladas entre si, apoiar

Leia mais

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE Durante muito tempo os países da Europa andaram em guerra. A segunda Guerra Mundial destruiu grande parte do Continente Europeu. Para evitar futuras guerras, seria

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ

MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2004 ECONOMIA MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ A Federação de Empresários Portuguesas na Alemanha organiza de 3 a 9 de Fevereiro uma viagem de trabalho à Madeira, que conta com

Leia mais

Enquadramento e critérios de Candidatura

Enquadramento e critérios de Candidatura Enquadramento e critérios de Candidatura A cidadania ativa constitui um elemento chave do reforço da coesão social. O Conselho da União Europeia instituiu o ano de 2011, como Ano Europeu do Voluntariado

Leia mais

NOTÍCIAS À SEXTA 05.12.2014

NOTÍCIAS À SEXTA 05.12.2014 RELATÓRIO Portugal-Saúde Mental em Números 2014 O relatório "Portugal - Saúde Mental em Números 2014", que se baseia no 1º Estudo Epidemiológico Nacional de Saúde Mental divulgado em 2013, afirma que um

Leia mais

A importância de Bruxelas

A importância de Bruxelas A importância de Bruxelas Ana Paula Mesquita MAGELLAN Associação para a Representação dos interesses portugueses no exterior 1 Cerca de 80% das decisões com impacto nas empresas têm origem em Bruxelas.

Leia mais

A atividade do Instituto Camões na Extremadura

A atividade do Instituto Camões na Extremadura A atividade do Instituto Camões na Extremadura Teresa Jorge Ferreira Leitora do Instituto Camões na Universidade da Extremadura tjorgeferreira@instituto-camoes.pt 122 P á g i n a I S S N : 1988-8430 Tejuelo,

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 MISSÃO EMPRESARIAL ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 ANGOLA Com capital na cidade de Luanda, Angola é um país da costa ocidental de África, cujo território principal é limitado a norte

Leia mais

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Por Elisabete Rodrigues 17 de Maio de 2013 09:05 Comentar A plataforma de demonstração de energia solar que

Leia mais

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 54 CAPA www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 CAPA 55 ENTREVISTA COM PAULO VARELA, PRESDIDENTE DA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA PORTUGAL ANGOLA O ANGOLA DEVE APOSTAR NO CAPITAL HUMANO PARA DIVERSIFICAR

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

A formação da União Europeia

A formação da União Europeia A formação da União Europeia A EUROPA DOS 28 Como tudo começou? 1926: 1º congresso da União Pan- Europeia em Viena (Áustria) 24 países aprovaram um manifesto para uma organização federativa na Europa O

Leia mais

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos.

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos. 15 O Boletim do Museu da Imigração chega à sua décima quinta edição. Junto com a proposta de manter as comunidades e o público geral informados sobre o processo de restauro das edificações e reformulação

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global Grupo Parlamentar Português sobre População e Cumprimentos: Desenvolvimento Assembleia da República 18 de Novembro

Leia mais

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Fórum novo millenium Nuno Mangas Covilhã, 22 Setembro 2011 Índice 1 Contextualização 2 Os CET em Portugal 3 Considerações Finais 2 Contextualização

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL MISSÃO A Associação para a Economia Cívica Portugal é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja missão é: Promover um novo modelo de desenvolvimento económico

Leia mais

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA)

Atualidades. Blocos Econômicos, Globalização e União Européia. 1951 - Comunidade Européia do Carvão e do Aço (CECA) Domínio de tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, ecologia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e segurança

Leia mais

CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS ÀS ASSOCIAÇÕES MUSICAIS, RECREATIVAS, CULTURAIS DO CONCELHO

CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS ÀS ASSOCIAÇÕES MUSICAIS, RECREATIVAS, CULTURAIS DO CONCELHO Doc. A (anexo ao PMC) CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS ÀS ASSOCIAÇÕES MUSICAIS, RECREATIVAS, CULTURAIS DO CONCELHO A atribuição de subsídios às coletividades musicais, recreativas

Leia mais