Negociar OS PORTUGUESES EM LUANDA. contam. Quatro executivos por que mudaram. de país

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Negociar OS PORTUGUESES EM LUANDA. contam. Quatro executivos por que mudaram. de país"

Transcrição

1 Negociar OS PORTUGUESES EM LUANDA Quatro executivos por que mudaram contam de país

2 CARREIRAS COMO OS PORTUGUESES TRABALHAM EM LUANDA Alexandre Costa Lopes, arquiteto, assina o Museu da Moeda e o edifício Dyeji. Diogo, Mauro e Eduardo são gestores. Nenhum deles pensa regressar Texto Rosália Amorim, em Angola Fotos Kostadin Luchansky O O Museu da Moeda, no centro de Luanda, ainda só tem as fundações feitas, mas já tem a assinatura de Alexandre Costa Lopes, sócio do ateliê Arquitectos Costa Lopes (ACL). O gabinete nasceu em Lisboa e em 2002 abriu em Luanda. "Chegámos sem projeto algum! Foi uma decisão pessoal, com uma consequência profissional, cuja ideia foi dar continuidade a cinco gerações de trabalho e obra feita em Angola. Foi um chamamento qualquer", confidencia Alexandre Costa Lopes numa entrevista que decorreu no terraço lounge do Hotel Presidente, com vista para a baia. A linguagem corporal espelha as palavras: Alexandre está em casa. Camisa de linho verde, aberta no peito, calças e sapatos claros, postura descontraída e discurso pausado. Conhece bem o terreno que pisa e por isso mesmo mantém o low proflle, postura muito apreciada em Angola, e revela não dar entrevistas há uma década. Aceitou falar à Exame, embalado pelas obras que nascem na cidade. Ou não íbsse o gabinete ACL conhecido no mercado como Arquitectos que Constróem Angola'. Têm assinado projetos emblemáticos naquele país, desde obras na baía até várias edifícios residenciais e de escritórios. O primeiro projeto que assinou foi a remodelação do Chill Out, um bar de praia na ilha do Cabo, Luanda, com ambiente lounge e onde habitualmente se juntam alguns notáveis. "Daí em diante fomos merecendo a confiança dos clientes e fomos fazendo obras." O executivo afirma que o ACL tem hoje, pelo menos, uma obra em cada capital de província, com um volume de trabalho mais significativo em Luanda e, a seguir, em Benguela. Orgulha-se de ver que "as províncias, em geral, já têm obras à escala de Luanda. Por exemplo, em Benguela já se iniciou o troço de ligação de 30 quilómetros de Benguela-Catumbela- Lobito. Nâo é uma obra nossa (aliás, o ACL faz sobretudo habitação), mas mostra a dimensão dos investimentos que estão a ser feitos fora da capital". De todas as regiões, Alexandre deposita maiores esperanças empresariais em "Cabinda, Huambo, Huíla, Benguela e província do Zaire, em particular cidade do Soyo, por causa do terminal de gás". O arquiteto confidencia que "no médio prazo poderá acontecer um regresso à terra natal, que é o Lobito, ou seja, poderei Edifício Dyeji Foi desenhado pelo arquiteto Costa Lopes, que se inspirou na água para obter este efeito na fachada. Está situado na Marginal, na parcela 3, tem coordenação da Progest e em breve nascerá ali a Cooperativa de Habitação Essandjú, SCRL

3 deslocar todo o escritório ACL para lá". Abrir delegações em Angola está "fora de questão. A nossa vocação não é mesmo a dispersão", afirma convicto. Angola pesa 80% nos resultados do ateliê. Residências, escritórios ou intervenções urbanísticas nas infraestruturas das cidades passam pelo estirador de Alexandre. O maior projeto que já lá assentou foi o da reabilitação da Marginal. Conta que o segredo do sucesso está "na forma genuína de enfrentar cada desafio colocado, e talvez isso torne tudo mais fácil. O nosso projeto é muito centralizado em mim e no meu irmão António [sediado no ACL em Portugal], e na equipa, e o nosso único objetivo é fazer bem", sublinha o arquiteto. Em breve irá começar a ver nascer o edifício Dyeji, inserido no megaprojeto imobiliário da baía. Alexandre Costa Lopes diz ter-se inspirado na água para este efeito de fachada (veja foto acima) e conta que "o maior desafio desta obra tem? DESENHAR O FUTURO Alexandre Costa Lopes Saiu de Lisboa e abriu um ateliê em Angola em Tem um lá e outro cá, gerido pelo irmão, António Costa Lopes. Idade 46 anos Função Motivação Arquiteto Dar seguimento ao trabalho de cinco gerações e à obra feita em Angola

4 ? a ver com a contenção dos terrenos, por ser junto ao mar, o que exige forte capacidade técnica de engenharia e construção". Além disso, Alexandre assina ainda os loteamentos de duas das três parcelas da mesma obra. "INCORPORAR 0 QUE É NACIONAL" "SEM VONTADE DE REGRESSAR" Falta de RH é uma falsa questão O ateliê já mudou de escritório quatro vezes na capital angolana, sempre "à procura de melhores condições para as pessoas". São 80 as que emprega, no total de Luanda e Lisboa. É em Angola que recruta boa parte dos arquitetos, a maioria angolanos: "Estudaram em Angola, outros fora, e temos pouca rotatividade. Considero que o que se fala sobre as dificuldades dos recursos humanos tem muito a ver com a falta da capacidade das empresas que recrutam, que não são suficientemente atraentes e as pessoas não se revêem nelas." Considera bem mais difícil de gerir aquilo a que chama de "ausência pontual dos nossos parceiros, porque o projeto não se limita à arquitetura e tem um leque vastíssimo de outros especialistas, falo de 12 a 14 especialidades de engenharia", sendo difícil sentá-los à mesma mesa muitas vezes. Portugal visto à distância O arquiteto conta que em Angola se trabalha mais do que em Portugal e que isso tem a ver com "a motivação, a dinâmica da economia. Aquela ideia feita de que aqui tudo é lento não tem fundamento. Aqui nada é lento, tudo acontece. Basta olhar para as fotos de Luanda e ver as mudanças de ano para ano", desafia Alexandre Costas Lopes. Há quem lamente muitas outras coisas, como a burocracia, mas na opinião deste executivo "queixam-se dela mas na maior parte das vezes só existe porque não usam a via normal para tratar dos processos. Acham sempre que há esquemas". E não há?, pergunta a Exame. "Não", responde. "Hoje, qualquer pessoa chega ao Guiché Único das Empresas em Luanda e constitui uma sociedade em pouquíssimo tempo", assegura. Alexandre Costa Lopes afiança que nunca pensa em "voltar a trabalhar e a viver em Portugal". Confessa que vê "as notícias de Portugal com preocupação, mas isso interfere pouco com a atividade". O FORMAR PESSOAS Eduardo Macieirinha Ajudou a construir o maior centro comercial do mundo, o Dubai Mall, aberto em 2008, e foi para Luanda Idade 38 anos Função Project manager Motivação Desenvolver, motivar e ensinar As dificuldades de gerir uma grande obra e de cumprir prazos apertados não fazem desanimar Eduardo Macieirinha, project manager da Sociedade Baía de Luanda. Tem 38 anos e é mais um quadro lusitano sem nenhuma vontade de regressar a Portugal. Hoje os números não oficiais apontam para a presença de 200 mil portugueses em Angola. Eduardo, nascido em Luanda, foi criado em Portugal, formou-se em Arquitetura, viveu em Lisboa e trabalhou numa empresa portuguesa de fiscalização. Chegou a Luanda vindo do Dubai, onde ajudou a erguer o maior shopping do mundo, o Dubai Mall, inaugurado em final de 2008, que custou 20 mil milhões de dólares. Macieirinha está habituado a projetos de grande envergadura. Num estilo simples, de mangas arregaçadas e botas calçadas, deixa marca por onde passa. É um aglutinador de equipas, tem a preocupação de formar e de incorporar materiais nacionais nas obras, ajudando a desenvolver as economias locais. As maiores dificuldades prendem-se com "a importação e gestão de stocks. Se um produto é importado da Europa, demora quatro semanas a chegar". GERIR GLOBAL Diogo Osório Rodrigues Saiu de Lisboa e foi para Angola em Hoje é o número um da Zenki Real Estate/CBRE Idade 33 anos Função Managing partner Motivação Garantir o futuro da filha, de 15 meses A alegria e as boas cores que pintam as maçãs do rosto destacam a face de uma bebé portuguesa, de 15 meses, no meio de alguns portugueses que almoçam no restaurante Cais de 4, na ilha do Cabo, e com vista para a baía de Luanda. Trata- se da filha de Diogo Osório Rodrigues, um português de 33 anos que se mudou para aquele país com a mulher e a filha há cinco anos e que hoje é managing partner da Zenki Real Estate'CßßE. Foi para Angola quando o Grupo Zenki desatou a crescer. "Em 2008 comecei como consultor, quando a Zenki estava a trabalhar num grande cliente angolano." Em 2010, os acionistas disseram-lhe para cuidar da 'criança' que ia nascer da aliança entre a Zenki e a CBRE, que chegou a Angola via Portugal. "Começámos nas avaliações imobiliárias, cujo primeiro grande cliente foi o banco Millennium Angola. Trabalhámos no crédito hipotecário com a banca, em consultoria na área de estudos de mercado e agência de mediação imobiliária, na qual recebemos clientes empresariais internacionais da CBRE interessados em escritórios, lojas, áreas industriais e logísticas em Angola." Voltar? "Não."

5 "AQUI HÁ PROJETOS COM DIMENSÃO" QUEM SÃO OS MAIS RECRUTADOS? CONSTRUIR EM ESCALA Mauro Martins Ex-quadro da Deloítte no Porto, Lisboa e Luanda. Trocou a consultora pela Sociedade Idade 39 anos Baia de Luanda Função Diretor de Desenvolvimento Motivação Concretizar o que antes apenas idealizara Rendido ás eslas terras quentes angolanas está também Mauro Martins, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Sociedade Baía de Luanda. É formado em Engenharia Biológica pela Universidade do Minho e tem um MBA pela Escola de Gestão do Porto. É um ex- -quadro da Deloitte, onde trabalhou como consultor na área da indústria e energia no Porto e ainda em Lisboa e em Luanda, onde chegou ao cargo de munager. Em Portugal, trabalhou na Vodafone, na Renova, na CP - Caminhos de Ferro de Portugal e também na marca de vestuário Salsa. Aos 39 anos, confessa que "nunca tinha trabalhado num projeto da dimensão da obra da baía". Mauro Martins declara que a maior motivação para estar em Luanda "é concretizar aquilo que antes apenas idealizara enquanto consultor". Hoje arregaça as mangas e anda pelas obras, com um sorriso na cara. Mauro vive cm Angola com a filha, ainda bebé, e com a mulher, que é professora universitária em Luanda. "O 'menos bom' de viver aqui? O trânsito e a oferta cultural ainda escassa, mas, mesmo assim, tem vindo a melhorar", desabafa. _ José Caetano Silva, managing partner da Talent Search, é especialista em headhunting. Em Angola está desde mas também em Moçambique, Portugal e Espanha O Que tipo de quadros são mais procurados? O Os quadros diretivos continuam a ser procurados, com missões de 'entregar know how' e de formar quadros angolanos que possam a prazo vir a ocupar a mesma posição. Há sectores mais necessitados da experiência que os portugueses já têm, como energia (não petrolífera), banca (a taxa de bancarização é ainda baixa e há funções que nascem agora pelo exigente trabalho de regulação que está a ser feito no sector, seguros (onde, literalmente, todos os operadores se estão a posicionar), indústria e agricultura, onde seguramente se situam os maiores desafios do desenvolvimento e as principais apostas do executivo ango lano. O Os portugueses continuam a ser os preferidos? O Não se trata de preferência. O mercado procura know how e competências, independentemente da nacionalidade. Considero que o principal fator de decisão é sempre a motivação dos quadros para o desafio e para o país. Os quadros portugueses tendem a mover-se apenas por critérios de necessidade e deveriam começar a olhar para o mundo profissional como algo sem fronteiras. Aí temos desvantagens em relação a outras nacionalidades. E considero que existem demasiados critérios de 'patrocinados', ou seja, 'vou desde que me paguem xis... e tenha esta e aquela condição' muitas vezes desprezando o que seriam critérios de carreira e de desenvolvimento pessoal. Angola deve ser um passo da carreira global. O Os salários baixaram em 2013 face a 2012? Mais que baixarem estão a regularizar-se. Essa é a tendência atual. O valor mínimo e o valor máximo praticados para uma determinada função estão cada vez mais próximos. Quanto aos benefícios para expatriados, há menores valores para renda de casa, o que está a contribuir para a regulação do mercado. As viagens passaram a duas por ano e as férias a 22 dias. R. a.

Imobiliário: estudo conclui que é preciso apostar em novos segmentos

Imobiliário: estudo conclui que é preciso apostar em novos segmentos Re-Search Angola Imobiliário: estudo conclui que é preciso apostar em novos segmentos Está a emergir em Angola uma classe média, com maior poder de compra e interesse em adquirir casa própria. Esta é uma

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 MISSÃO EMPRESARIAL ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 ANGOLA Com capital na cidade de Luanda, Angola é um país da costa ocidental de África, cujo território principal é limitado a norte

Leia mais

PROGEST, fundada no ano de 1989 em Luanda, Angola como uma Empresa de Projectos Técnicos, Consultoria e Gestão, por:

PROGEST, fundada no ano de 1989 em Luanda, Angola como uma Empresa de Projectos Técnicos, Consultoria e Gestão, por: PROGEST, fundada no ano de 1989 em Luanda, Angola como uma Empresa de Projectos Técnicos, Consultoria e Gestão, por: Manuel Alfredo Resende de Oliveira (Engenheiro Civil Instituto Superior Técnico) Valério

Leia mais

AGUIRRE NEWMAN Liderança baseada na inteligência emocional

AGUIRRE NEWMAN Liderança baseada na inteligência emocional Pág: 42 empresas de excelência para trabalhar em portugal Área: 19,00 x 26,00 cm² Corte: 1 de 6 AGUIRRE NEWMAN Liderança baseada na inteligência emocional Texto: Ana Leonor Martins Foto: Vítor Gordo A«A

Leia mais

UM FUTURO SUSTENTÁVEL

UM FUTURO SUSTENTÁVEL UM FUTURO SUSTENTÁVEL A CORE CONCEPT é uma empresa de projetos e consultoria de Arquitetura e Engenharia composta por uma equipa dinâmica, dedicada e com vasta e sólida experiência. A nossa missão é, em

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos Imobiliários A formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário

Leia mais

2011 / Portugal 2012 / Brasil. 2013 / Angola. 2014 / Cabo Verde

2011 / Portugal 2012 / Brasil. 2013 / Angola. 2014 / Cabo Verde 2011 / Portugal 2012 / Brasil 2013 / Angola 2014 / Cabo Verde Índice: - Porquê GetOut? - O Congresso do Empreendedor Lusófono - Angola - Missão ao Congresso Porquê GetOut? Portugal: Crescimento económico

Leia mais

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE 64 CAPA ENTREVISTA AMÍLCAR SILVA, PRESIDENTE, E NÍRIA ORAMALU, COORDENADORA DO NÚCLEO DE ESTUDOS E ESTATÍSTICAS DA ABANC O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE Na sede da Associação Angolana

Leia mais

CONDIÇÕES FAVORÁVEIS À PROMOÇÃO DO INVESTIMENTO PRIVADO NA AGRICULTURA. Lisboa, 20-21 de Janeiro de 20111

CONDIÇÕES FAVORÁVEIS À PROMOÇÃO DO INVESTIMENTO PRIVADO NA AGRICULTURA. Lisboa, 20-21 de Janeiro de 20111 CONDIÇÕES FAVORÁVEIS À PROMOÇÃO DO INVESTIMENTO PRIVADO NA AGRICULTURA Lisboa, 20-21 de Janeiro de 20111 Por: António Prata, Director do Departamento de Informação e Relações Internacionais Objectivos

Leia mais

Entrevista com FTM Holding. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso. Francisco Tavares Machado. Presidente

Entrevista com FTM Holding. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso. Francisco Tavares Machado. Presidente Entrevista com FTM Holding Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso Francisco Tavares Machado Presidente Quality Media Press quais os principais sectores de actividade do Grupo FTM? R. O Grupo

Leia mais

DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais

DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais 2012 JAN 19 Prémio Excelência Revista 30 Propriedade Intelectual 31 Industria Farmacêutica de Genéricos 2 Energia: Painéis Solares 7 Desafios de Portugal:

Leia mais

Investimento Privado em Angola

Investimento Privado em Angola Abril 2013 Investimento Privado em Angola Sectores Económicos Prioritários Investimento Privado em Angola Sectores Económicos Prioritários Sectores económicos prioritários Agricultura e Pecuária Indústria

Leia mais

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz E F P D E G PALOP Eduardo Cruz Formedia edcruz@formedia.pt 312 Experiências de formação presencial e à distância de empresários e gestores nos PALOP Desde 2001, a Formedia Instituto Europeu de Formação

Leia mais

República de Angola MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Uma experiência de Gestão da Qualidade pelo Normativo Internacional ISO 9001 num Organismo Público

República de Angola MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Uma experiência de Gestão da Qualidade pelo Normativo Internacional ISO 9001 num Organismo Público República de Angola MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Uma experiência de Gestão da Qualidade pelo Normativo Internacional ISO 9001 num Organismo Público Depois de inflação de 3 dígitos em 2002 Consolidação Macroeconómica

Leia mais

Apresentação Institucional. FERMAT Materiais de Construção, S.A. Luanda, Janeiro de 2010 - Republica de Angola

Apresentação Institucional. FERMAT Materiais de Construção, S.A. Luanda, Janeiro de 2010 - Republica de Angola Apresentação Institucional FERMAT Materiais de Construção, S.A. Luanda, Janeiro de 2010 - Republica de Angola 1 Índice 1. Grupo Importrading 2. Fermat Company Profile 3. Produtos comercializados 4. Nova

Leia mais

NA ZONA NOBRE DE TALATONA

NA ZONA NOBRE DE TALATONA NA ZONA NOBRE DE TALATONA surge UM NOVO marco DE ANGOLA. O Valor Metropolis FOI concebido para dar resposta `As expectativas mais exigentes. Tudo NO PROJECTO foi pensado e desenhado para proporcionar

Leia mais

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 54 CAPA www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 CAPA 55 ENTREVISTA COM PAULO VARELA, PRESDIDENTE DA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA PORTUGAL ANGOLA O ANGOLA DEVE APOSTAR NO CAPITAL HUMANO PARA DIVERSIFICAR

Leia mais

MISSÃO DO GRUPO DE TRABALHO

MISSÃO DO GRUPO DE TRABALHO 4 de Agosto de 2011 MISSÃO DO GRUPO DE TRABALHO Apresentar um novo modelo de organização de serviços e organismos do Estado vocacionados para: - Promoção e captação de investimento estrangeiro; - Internacionalização

Leia mais

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta na actividade seguradora

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta na actividade seguradora i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta na actividade seguradora SABIA QUE SOMOS ÚNICOS? SOMOS ÚNICOS PORQUE O NOSSO ADN ASSIM NOS DEFINE. SOMOS ÚNICOS PORQUE CRIÁMOS UMA SOLUÇÃO INCOMPARÁVEL

Leia mais

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS DOSSIER DE IMPRENSA ÍNDICE 1 PERFIL - A Empresa - Os Colaboradores - Os serviços 2 MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE - A Internacionalização VOLUME DE NEGÓCIOS 4 CERTIFICAÇÕES 5 PROJECTOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

Caixa acelera. expansão em Angola. Controlo da parceria com Totta. será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9

Caixa acelera. expansão em Angola. Controlo da parceria com Totta. será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9 Caixa acelera expansão em Angola Controlo da parceria com Totta será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9 BANCA CGD antecipa controlo do Caixa Totta e acelera expansão em Angola

Leia mais

MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO

MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO MODIFICAÇÕES MAIS RELEVANTES INTRODUZIDAS PELA NOVA LEI DO INVESTIMENTO PRIVADO Sofia Vale Agosto de 2015 Foi publicada recentemente a nova Lei do Investimento Privado 1 (doravante A Nova LIP ), que contém

Leia mais

NTRODUÇÃO ======================================= 1. 1 Considerações Iniciais

NTRODUÇÃO ======================================= 1. 1 Considerações Iniciais ------------------ NTRODUÇÃO ======================================= 1. 1 Considerações Iniciais A ANIP Agência Nacional para o Investimento Privado é o órgão do Governo encarregue da execução, coordenação,

Leia mais

A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA CONFERÊNCIA "MERCADO DE ESCRITÓRIOS - SUSTENTABILIDADE, GESTÃO DE ESPAÇOS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO" A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É UM ARGUMENTO DE VENDAS I ltrapassada a crise, a reabilitação urbana - até

Leia mais

Serviço Grupagem Aérea para Luanda, agora também disponível com saídas do Porto nos voos de fimde-semana

Serviço Grupagem Aérea para Luanda, agora também disponível com saídas do Porto nos voos de fimde-semana Número 11 6 de Julho 2010 Serviço Grupagem Aérea para Luanda, agora também disponível com saídas do Porto nos voos de fimde-semana Para mais informações contacte-nos através do email comercial.africa@rangel.com

Leia mais

1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1

1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1 Tema de Pesquisa: Internacional 07 de Dezembro de 2012 Revista de Imprensa 07-12-2012 1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1 2. (PT) -

Leia mais

1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1. 3. (PT) - Diário Económico, 25/09/2012, Unicer antecipa crescimento de 15% das vendas em Angola 5

1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1. 3. (PT) - Diário Económico, 25/09/2012, Unicer antecipa crescimento de 15% das vendas em Angola 5 Tema de pesquisa: Internacional 25 de Setembro de 2012 Revista de Imprensa 25-09-2012 1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1 2. (PT) - Jornal de Negócios - Negócios Mais, 25/09/2012, Bluepharma

Leia mais

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E Quem somos? Quem somos? O que fazemos? O que nos distingue? Onde estamos? 2 Quem somos? APRESENTAÇÃO A Talent Search foi

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

Entrevista à Coordenadora Nacional do PAR Programa de Apoio à Reconstrução Por Pedro Cardoso (Jornalista), 2004

Entrevista à Coordenadora Nacional do PAR Programa de Apoio à Reconstrução Por Pedro Cardoso (Jornalista), 2004 Entrevista à Coordenadora Nacional do PAR Programa de Apoio à Reconstrução Por Pedro Cardoso (Jornalista), 2004 Podíamos estar muito mais longe do que estamos, revela a Coordenadora Nacional do PAR em

Leia mais

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador SABIA QUE SOMOS ÚNICOS? SOMOS ÚNICOS PORQUE O NOSSO DNA ASSIM NOS DEFINE. SOMOS ÚNICOS PORQUE CRIÁMOS UMA SOLUÇÃO SEM PRECEDENTES

Leia mais

VISABEIRA GLOBAL > Telecomunicações Energia Tecnologia Construção. VISABEIRA INDÚSTRIA > Cerâmica e Cristal Cozinhas Recursos Naturais

VISABEIRA GLOBAL > Telecomunicações Energia Tecnologia Construção. VISABEIRA INDÚSTRIA > Cerâmica e Cristal Cozinhas Recursos Naturais 1 VISABEIRA GLOBAL > Telecomunicações Energia Tecnologia Construção VISABEIRA INDÚSTRIA > Cerâmica e Cristal Cozinhas Recursos Naturais VISABEIRA TURISMO > Hotelaria Entretenimento & Lazer Restauração

Leia mais

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Lisboa, 10 janeiro 2014 António Rendas Reitor da Universidade Nova de Lisboa Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas Queria começar

Leia mais

www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola

www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola www.h3p.pt Um parceiro para o Desenvolvimento de Angola A H3P, UM PARCEIRO PARA O DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA APRESENTAÇÃO A h3p, Engenharia e Gestão, S.A., é uma empresa de direito angolana, constituída

Leia mais

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador Especialização absoluta no mercado segurador SABIA QUE SOMOS ÚNICOS? SOMOS ÚNICOS PORQUE O NOSSO DNA ASSIM NOS DEFINE. SOMOS

Leia mais

Gabinete do Governador e dos Conselhos

Gabinete do Governador e dos Conselhos Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Carlos Burgo, no acto de inauguração da nova agência do Banco Africano de Investimento no Plateau, Cidade da Praia, 5 de Fevereiro de 2010. 1 Exmo. Sr. Presidente

Leia mais

Escapadinha em Luanda

Escapadinha em Luanda Anoitecer em Luanda Tive a oportunidade de me deslocar em trabalho a Luanda, entre 20 de Abril e 3 de Maio de 2006. Não sendo propriamente um destino onde se vai frequentemente (aliás, pode mesmo ter sido

Leia mais

A Garrafeira de Campo de Ourique está de portas bertas há 20 anos FOTO: MJA Conteúdos

A Garrafeira de Campo de Ourique está de portas bertas há 20 anos FOTO: MJA Conteúdos A arte de vender vinhos 13 de Outubro de 2011, por Ana Filipa Luzia Numa altura em que a aquisição de vinho nas grandes superfícies sobe, as garrafeiras tradicionais marcam a diferença pela personalização

Leia mais

Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA. Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora. www.omnitrade.

Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA. Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora. www.omnitrade. Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora www.omnitrade.pt Quality Media Press O que representa a empresa o mercado português? R.

Leia mais

Foram 5479 dias e noites a garantir telecomunicações de qualidade em Angola e de Angola para o mundo.

Foram 5479 dias e noites a garantir telecomunicações de qualidade em Angola e de Angola para o mundo. Comunicado de Imprensa MULTITEL Organiza Jantar Conferência alusivo aos 15 anos sobre Corporate Governance Os principais desafios da gestão corporativa em Angola. Há 15 anos que a Multitel tem garantido

Leia mais

MERSADEV. www.mersadev.co.ao MERSAGROUP

MERSADEV. www.mersadev.co.ao MERSAGROUP MERSADEV www.mersadev.co.ao MERSAGROUP O QUE NOS DIFERENCIA MÉTODO FLEXÍVEL RESULTADOS FORMAÇÃO 80% PRÁTICA GESTÃO DE PROJECTO QUALITY CONTROL DISPONIBILIDADE QUALQUER HORÁRIO NA SUA EMPRESA 90% DE SATISFAÇÃO

Leia mais

entrevista Felipe Cavalcante, Presidente da ADIT Brasil

entrevista Felipe Cavalcante, Presidente da ADIT Brasil entrevista Felipe Cavalcante, Presidente da ADIT Brasil 10 Brasil-Portugal no Ceará ABRINDO PORTAS PARA O BRASIL PRESIDENTE DA ADIT BRASIL, FELIPE CAVALCANTE DESTACA O ATUAL PANORAMA DOS INVESTIMENTOS

Leia mais

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas 2 Apresentação JOÃO MATA, Angola - Corretores e Consultores de Seguros, é um novo projeto profissional que se afirma na atividade seguradora Angolana, associando a experiência e especialização da sua casa

Leia mais

African Development Bank

African Development Bank OPORTUNIDADES E DESAFIOS BANCO AFRICANO DE DESENVOLVIMENTO Lisboa, 18 de Abril 2008 1 2 O que investidores e empresas querem saber 1. O que é o BAD? 2. Instrumentos de financiamento 3. Áreas de negócios

Leia mais

Cervejeiras líderes de mercado em Angola adotam ERP PRIMAVERA

Cervejeiras líderes de mercado em Angola adotam ERP PRIMAVERA Case Study Cuca Cervejeiras líderes de mercado em Angola adotam ERP PRIMAVERA Negócios do grupo Castel em Angola, um dos líderes mundiais no setor da produção de vinhos, cervejas e refrigerantes, são

Leia mais

A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO

A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO A SUA EMPRESA PRETENDE EXPORTAR? - CONHEÇA O ESSENCIAL E GARANTA O SUCESSO DA ABORDAGEM AO MERCADO EXTERNO PARTE 03 - MERCADOS PRIORITÁRIOS Introdução Nas últimas semanas dedicamos a nossa atenção ao

Leia mais

Oportunidades de Investimento

Oportunidades de Investimento República de Angola Ministério da Energia e Águas Oportunidades de Investimento Fevereiro 2014 MINEA Oportunidades de Investimento 0 Agenda 1 Angola País em Desenvolvimento 2 Dinâmicas da Indústria de

Leia mais

ANGOLA, PAÍS DO FUTURO

ANGOLA, PAÍS DO FUTURO ANGOLA, PAÍS DO FUTURO VENHA DESCOBRIR AS SUAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS Lisboa, 14 de Abril de 2009 Porto, 16 de Abril de 2009 Com o apoio técnico e jurídico de : SEMINÁRIO E MESAS REDONDAS Angola, 14,5

Leia mais

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt Hotel Alvalade LUANDA 16 a 27 de RH Os Ciclos de RH, consistem em planos de desenvolvimento de competências no domínio da gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível das áreas de Selecção, Formação

Leia mais

Mercados. informação de negócios. Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado

Mercados. informação de negócios. Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Mercados informação de negócios Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Dezembro 2011 Índice 1. Oportunidades 03 1.1 Pontos Fortes 03 1.2 Áreas de Oportunidade 03 2. Dificuldades 04 2.1 Pontos Fracos

Leia mais

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO SECTOR DOS TRANSPORTES E LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO SECTOR DOS TRANSPORTES E LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO SECTOR DOS TRANSPORTES E LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO FÓRUM ECONÓMICO E DE NEGÓCIOS ANGOLA-ITÁLIA Fevereiro 2014 INDÍCE: Estratégia do Sector 2013-2017; Áreas/Projectos com

Leia mais

ENQUADUADRAMENTO DO SECTOR IMOBILIÁRIO MOÇAMBIQUE LANÇAMENTO DO LIVRO LEGISLAÇÃO DO SISTEMA FINANCEIRO DE MOÇAMBIQUE

ENQUADUADRAMENTO DO SECTOR IMOBILIÁRIO MOÇAMBIQUE LANÇAMENTO DO LIVRO LEGISLAÇÃO DO SISTEMA FINANCEIRO DE MOÇAMBIQUE ENQUADUADRAMENTO DO SECTOR IMOBILIÁRIO MOÇAMBIQUE LANÇAMENTO DO LIVRO LEGISLAÇÃO DO SISTEMA FINANCEIRO DE MOÇAMBIQUE MERCADO IMOBILIÁRIO MOÇAMBIQUE 2014 Nelson Rêgo Diretor Geral da Prime Yield MZ ÍNDICE

Leia mais

INSAT Indústria de Software em Portugal

INSAT Indústria de Software em Portugal Indústria de Software em Portugal Aristides Meneses Director INSAT A pergunta original é possível fazer uma empresa de software em Portugal? A INSAT é uma empresa totalmente dedicada aos estudos de mercado

Leia mais

República de Angola Ministério das Finanças Gabinete de Apoio Técnico Linha de Crédito/Eximbank da China

República de Angola Ministério das Finanças Gabinete de Apoio Técnico Linha de Crédito/Eximbank da China República de Angola Ministério das Finanças Gabinete de Apoio Técnico Linha de Crédito/Eximbank da China COBERTURA DE RISCO DE CRÉDITO À EXPORTAÇÃO DE ORIGEM PORTUGUESA COSEC RELATÓRIO DAS ACTIVIDADES

Leia mais

Mário de Jesus Economista Membro fundador do FRES Fórum de Reflexão Económica e Social

Mário de Jesus Economista Membro fundador do FRES Fórum de Reflexão Económica e Social Mário de Jesus Economista Membro fundador do FRES Fórum de Reflexão Económica e Social Se tivermos em atenção os factos, comprovados pelos registos e estatísticas mais ou menos oficiais, de cariz económico,

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 HUMAN RESOURCES Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

Torre Vasco da Gama recebe hotel

Torre Vasco da Gama recebe hotel Torre Vasco da Gama recebe hotel O EDIFÍCIO mais alto do país, construído como ícone da Expo' 98, vai acolher um hotel de luxo a partir de Setembro. A antiga Torre Vasco da Gama vai ser transformada no

Leia mais

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data A Chevron e Angola Parceiros de Longa Data As oportunidades de crescimento e progresso nunca foram tão vastas nas seis décadas de história da Chevron em Angola. Biliões de dólares estão a ser investidos

Leia mais

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Quem somos Origem, posição actual Actividade iniciada em 1952. O prestígio de meio século de presença no mercado, A Qualidade dos produtos que comercializa

Leia mais

Estudos de Mercado Estudos de Audiências Media Monitoring. Fevereiro 2010

Estudos de Mercado Estudos de Audiências Media Monitoring. Fevereiro 2010 Estudos de Mercado Estudos de Audiências Media Monitoring Fevereiro MARKTEST ANGOLA Constituída em Setembro de 2006, a Marktest Angola entra em funcionamento pleno em Janeiro de 2007. Pertencendo ao Grupo

Leia mais

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA Investimento ito regras para investir no Brasil Vários especialistas explicam, em oito passos, o que tem de fazer para financiar e avançar com um projecto imobiliário no Brasil. Brasil tornou-se numa das

Leia mais

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS A Edimetal é uma unidade empresarial especializada na concepção, engenharia, produção, instalação e

Leia mais

Hospital. Pró Criança Cardíaca. Case PRÓ CRIANÇA. hospitais. Projeto da RAF Arquitetura possui oito pavimentos voltados totalmente às crianças

Hospital. Pró Criança Cardíaca. Case PRÓ CRIANÇA. hospitais. Projeto da RAF Arquitetura possui oito pavimentos voltados totalmente às crianças Case PRÓ CRIANÇA Hospital Pró Criança Cardíaca Projeto da RAF Arquitetura possui oito pavimentos voltados totalmente às crianças A Fundação Pró Criança Cardí- blicos, que geralmente carecem de o Hospital

Leia mais

ANTÓNIO MEIRELES, SA Sede / Fábrica Headquarters / Factory Rua D. Afonso Henriques, 235 4585-322 Gandra PRD Portugal

ANTÓNIO MEIRELES, SA Sede / Fábrica Headquarters / Factory Rua D. Afonso Henriques, 235 4585-322 Gandra PRD Portugal ANTÓNIO MEIRELES, SA Sede / Fábrica Headquarters / Factory Rua D. Afonso Henriques, 235 4585-322 Gandra PRD Portugal Apartado 49 4584-909 Paredes Portugal T +351 22 411 9130 F +351 22 411 91 48/57/9200

Leia mais

Microfinancas e Desafios da Habitação em Angola

Microfinancas e Desafios da Habitação em Angola Microfinancas e Desafios da Habitação em Angola Allan Cain DEVELOPMENT WORKSHOP Fórum Urbano Nacional Huambo, 05 Otubro 2009 Desafio da Pobreza Urbana O mercado informal foi a principal forma de subsistência

Leia mais

Novembro 2008. XXXIV Congresso APAVT - Macau

Novembro 2008. XXXIV Congresso APAVT - Macau Novembro 2008 XXXIV Congresso APAVT - Macau Revista de Imprensa 12-12-2008 1 - RTP 1, 23-11-2008, Férias no Natal 2 - Expresso, 22-11-2008, Portugal vendido na Ásia 3 - Jornal de Notícias, 22-11-2008,

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Lógica Urbana e bairros com vocação múltipla

Urban View. Urban Reports. Lógica Urbana e bairros com vocação múltipla Urban View Urban Reports Lógica Urbana e bairros com vocação múltipla Lógica Urbana e bairros com vocação múltipla Como funciona seu plano particular de logística para ir de casa para o trabalho, levar

Leia mais

A sustentabilidade energética e a estratégia Europa 2020: Que oportunidade para um novo papel do poder local em Portugal?

A sustentabilidade energética e a estratégia Europa 2020: Que oportunidade para um novo papel do poder local em Portugal? A sustentabilidade energética e a estratégia Europa 2020: Que oportunidade para um novo papel do poder local em Portugal? Como é do conhecimento geral, a Estratégia de Lisboa definida pela Comissão Europeia

Leia mais

Áreas de actuação: Recursos Humanos Recrutamento & Selecção Outplacement Formação e Desenvolvimento Pessoal Assessment Centre Consultoria RH Consultoria Estratégica Planeamento Estratégico (Económico/

Leia mais

5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS. Ficha Técnica. Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel

5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS. Ficha Técnica. Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel 5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS Ficha Técnica Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel 1 Reunião de Quadros Kruger Park / 2015: Mensagem Dr. Fernando Dias Nogueira Presidente

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Queda nos lucros da banca retira 80 milhões ao Fisco. Resultados dos quatro maiores bancos privados caíram mais de 40% no primeiro

Leia mais

Arial Bold Alinhado esquerda 27 pt

Arial Bold Alinhado esquerda 27 pt Aspectos Relevantes para Investidores Arial Bold Alinhado esquerda 27 pt Portugueses em Angola Arial Bold (Orador) Alinhado esquerda 17 pt Arial (Data) Alinhado esquerda 14 pt Partilhamos a Experiência.

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Novembro 2008 Índice 1. Oportunidades 03 1.1 Pontos Fortes 03 1.2 Áreas de Oportunidade 03 2. Dificuldades 04 2.1 Pontos Fracos

Leia mais

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Data: Sábado, 14 de Novembro de 2009, 14h00 18h30 Local: Palácio dos Marqueses de Fronteira, em Lisboa

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2012 INTRODUÇÃO A Apoiar tem sido um projecto de uma vida! O ano de 2012 foi um ano muito importante para a APOIAR! Foi o ano em que os fundadores e antigos corpos sociais, confiaram

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA: Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas)

Leia mais

A LEI SOLAR DE SÃO PAULO CAMINHANDO DOS MITOS PARA A REALIDADE, A CIDADE MOSTRA UMA POLÍTICA MODERNA E REVOLUCIONARIA PARA O BRASIL

A LEI SOLAR DE SÃO PAULO CAMINHANDO DOS MITOS PARA A REALIDADE, A CIDADE MOSTRA UMA POLÍTICA MODERNA E REVOLUCIONARIA PARA O BRASIL A LEI SOLAR DE SÃO PAULO CAMINHANDO DOS MITOS PARA A REALIDADE, A CIDADE MOSTRA UMA POLÍTICA MODERNA E REVOLUCIONARIA PARA O BRASIL O processo de elaboração, tramitação, aprovação e regulamentação da lei

Leia mais

GRUPO VISABEIRA Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. o mundo move-nos.

GRUPO VISABEIRA Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. o mundo move-nos. GRUPO VISABEIRA Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A. o mundo move-nos. GRUPO VISABEIRA QUEM SOMOS E O QUE FAZEMOS O Grupo Visabeira nasceu em 1980 em Viseu, Portugal, onde mantém a sua sede.

Leia mais

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA O crescimento começa nas cidades 12 de Novembro de 2015 1 Instrumento de financiamento Proposta Inicial Montante global - 158,6M 40,5M 36,5M FDU (Património autónomo de 77M)

Leia mais

Projeto Twendela kumwe 1

Projeto Twendela kumwe 1 Avaliação Intercalar Ano 1 Janeiro 2011 - Janeiro 2012 Projeto Twendela kumwe 1 - Capacitação Institucional da Cáritas de Angola - SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INTERCALAR - ANO 1 [01 DE JANEIRO

Leia mais

APRESENTAÇÃO TDGIWORLD. Crescimento e Progresso. Setores de Atividade. Marcas TDGI. Soluções Tecnológicas. Portfólio. Certificação

APRESENTAÇÃO TDGIWORLD. Crescimento e Progresso. Setores de Atividade. Marcas TDGI. Soluções Tecnológicas. Portfólio. Certificação APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO WORLD Crescimento e Progresso Setores de Atividade Marcas Soluções Tecnológicas Portfólio Certificação WORLD Mercados Operacionais Mercados Grupo Teixeira Duarte Mercados Operacionais

Leia mais

O que é a Junior Achievement 4. O que é a Junior Achievement Portugal 4. Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro!

O que é a Junior Achievement 4. O que é a Junior Achievement Portugal 4. Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro! GUIA DO ALUNO O que é a Junior Achievement 4 O que é a Junior Achievement Portugal 4 Números totais da JAP desde 2005 4 Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro! 5 Que benefícios oferece

Leia mais

IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios

IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios IDC CIO Summit 2013 O Impacto das Tecnologias de Informação nos Negócios 30 de Maio, Hotel EPIC SANA, Luanda UM EVENTO No âmbito do projecto de apoio à Internacionalização 2013, a ANETIE, associação de

Leia mais

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL CB RICHARD ELLIS PORTUGAL Apresentação da Empresa 2011 Índice Página 1. CB Richard Ellis 3 2. CB Richard Ellis no Mundo 4 3. CB Richard Ellis na Região EMEA 7 4. O Grupo CBRE Portugal 8 5. Prémios Internacionais

Leia mais

Programa de Estágios Comunitários. Ontem, Hoje e Amanhã. Estagiocomunitario@yahoo.com.br

Programa de Estágios Comunitários. Ontem, Hoje e Amanhã. Estagiocomunitario@yahoo.com.br Programa de Estágios Comunitários Estágios Comunitários Ontem, Hoje e Amanhã Estagiocomunitario@yahoo.com.br Introdução O Programa de estágios comunitários é um projecto que nasceu a partir da experiência

Leia mais

O Sector Ferroviário na CPLP (Angola e Moçambique)

O Sector Ferroviário na CPLP (Angola e Moçambique) @ O Sector Ferroviário na CPLP (Angola e Moçambique) 27 de Setembro, 2012 Conteúdo 1. Quem Somos 1.1. Um Projecto Corporativo 1.2. O Nosso Caminho 1.3. As Nossas Áreas de Intervenção 1.4. As Nossas Credenciais

Leia mais

Solidário com Angola, o Microcrédito Sol apoia cada vez mais angolanos.

Solidário com Angola, o Microcrédito Sol apoia cada vez mais angolanos. Solidário com Angola, o Microcrédito Sol apoia cada vez mais angolanos. Conheça agora 14 testemunhos reais de pessoas que já beneficiaram da ajuda do Microcrédito Sol. Pessoas que acreditaram em si e nas

Leia mais

Assim, a umseisum posiciona-se claramente na idealização e realização de sonhos para os diferentes poderes económicos.

Assim, a umseisum posiciona-se claramente na idealização e realização de sonhos para os diferentes poderes económicos. A umseisum abrange as áreas da arquitectura, da engenharia, da construção, do design, da decoração e do ramo imobiliário com conceitos inovadores, tanto ao nível da concepção, como da execução e do material.

Leia mais

Projetos Internacionais

Projetos Internacionais Projetos Internacionais Projetos Nacionais de Desenvolvimento Nacional de Água (I e II) - Banco Mundial (IDA) Cerca de 130 milhões USD (1998-2007) para a produção de água em zonas rurais e urbanas e para

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas) é um instrumento financeiro promovido pela Comissão Europeia e desenvolvido

Leia mais

Fundos europeus: Advogados exploram oportunidades do Portugal 2020

Fundos europeus: Advogados exploram oportunidades do Portugal 2020 Fundos europeus: Advogados exploram oportunidades do Portugal 2020 08 Abril 2015 Há quase três décadas que Portugal recebe fundos europeus, mas o próximo quadro comunitário de apoio está a merecer uma

Leia mais

Conhecimento no lugar certo

Conhecimento no lugar certo Conhecimento no lugar certo Os caminhos de ferro são só o princípio TRANSPORTE FERROVIÁRIO EM ANGOLA: Situação Actual e Perspectivas de Desenvolvimento Lobito, 05/11/ 2014 Os caminhos de ferro são só o

Leia mais

Mercados dicas internacionalização

Mercados dicas internacionalização Mercados dicas internacionalização Mercado do Chile Julho 2012 Breve contexto Membro da OCDE. Estabilidade política, económica e social. Relações estreitas com a Ásia e cordão do Pacífico. Ratificação

Leia mais

~:~de Maio 2015 15h00

~:~de Maio 2015 15h00 PROGRAMA DA 17ª REUNIÃO DE CHEFES DE ESTADO-MAIOR GENERAL DA COMUNIDADE DOS PAfSES DE LfNGUA PORTUGUESA (CPLP) LUANDA, 6 a 8 DE MAIO DE 201.5 DATA e HORA 01 ACTIVIDADES 02 RESPONSÁVEL 03 Dias 4 e 5 de

Leia mais

Luís Conceição Jorge Dias OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO PORTUGAL ANGOLA

Luís Conceição Jorge Dias OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO PORTUGAL ANGOLA Luís Conceição Jorge Dias OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO CAPITAL: LISBOA CAPITAL: LUANDA AIA Março 2012 OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO Caracterização do Mercado Angolano 1,2 milhões de Km2 Fronteiras com RDC, Zâmbia

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

Novos rumos para os produtos ibéricos.

Novos rumos para os produtos ibéricos. Novos rumos para os produtos ibéricos. 28 a 30 de Novembro Centro de Convenções -Ceará-Brasil A sua grande oportunidade de exportar para a região que mais cresce no Brasil. A IBERIA EXPO 2012 é uma iniciativa

Leia mais

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance www.pwc.pt/academy Linking Strategy, People and Performance Lisboa, 8 e 9 de abril de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as tendências e melhores práticas de alinhamento da estratégia com

Leia mais