6. Modelo Burocrático

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "6. Modelo Burocrático"

Transcrição

1 6. Modelo Burocrático Conteúdo 1. Burocracia 2. Teoria da Burocracia 3. Tipos de Sociedade 4. Tipos de Autoridade 5. Características da Burocracia segundo Weber 6. Disfunções da Burocracia 7. Modelo Geral da Burocracia 8. Graus de Burocratização nas Organizações 9. Vantagens da burocracia 1

2 Bibliografia Recomenda Livro Texto: Administração - Teoria, Processo e Prática Chiavenato, Idalberto - Editora Campus Introdução à teoria Geral da Administração Chiavenato, Idalberto - Editora Campus Teoria da Administração - Curso Compacto Barris Neto, João Pinheiro de - Editora QualityMark Site para Consulta Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas- Sebrae 1. Burocracia A burocracia é uma forma de organização humana que se baseia na racionalidade, isto é, na adequação dos meios aos objetivos (fins), para que se obtenha o máximo de eficiência possível para no alcance desses objetivos. 2

3 1. Burocracia Continuação A etimologia da palavra burocracia tem origem nos componentes lingüísticos francês, bureau: escritório e grego, krátos: poder. O termo latino burrus, que indica uma cor escura e triste, teria dado origem à palavra francesa bure, usada para designar tecido posto sobre as escrivaninhas das repartições públicas. Desse hábito vem a palavra bureau, que no início significava as mesas cobertas por este tecido e, depois passou a ser usada para designar todo o escritório. Já o termo krátos vem do grego e significa poder. 1. Burocracia Continuação O termo bureaucratie, (burocracia) é creditado a economista francês, ministro do governo no século XVIII, Jean-Claude Marie Vincent, Seigneur (Marquês) de Gournay ( ). A palavra burocracia dá a idéia do exercício do poder por meio dos escritórios e das repartições públicas. Esse termo passou a ser usado para se referir, de forma crítica, a todas as repartições públicas. 3

4 2. Origens da Teoria da Burocracia A partir de 1940, surgiram críticas à teorias clássicas, pelo sei excesso de mecanicismo e à teoria das relações humanas, pelo seu romantismo ingênuo. Alguns estudiosos foram buscar na obra do economista (já falecido) Max Weber inspiração para uma nova teoria, mais sólida e mais abrangente, que servisse de orientação para o trabalho do administrador. Surgiu assim a Teoria da Burocracia na Administração 2. Origens da Teoria da Burocracia Continuação Max Weber Emil Maximillian Weber (Max Weber) nasceu em Erfurt, Alemanha no dia 21 de abril de Era o filho mais velho de Max Weber, um jurista protestante e Helene Fallenstein, que era calvinista. Em 1882 estudou Direito, Economia Nacional, Filosofia e História e em seguida, fez doutorado em Direito 4

5 2. Origens da Teoria da Burocracia Continuação As origens da burocracia, como forma de organização humana, remontam à Antiguidade. Mas a burocracia, tal como existe hoje, com base no moderno sistema de produção, assim como o capitalismo e a ciência moderna, constituem três formas de racionalidade que surgiram a partir de mudanças religiosas verificadas após o Renascimento nos países protestantes. 2. Origens da Teoria da Burocracia Continuação A Teoria da burocracia desenvolve-se por volta da década de 40 em decorrência de: 1. A fragilidade e a parcialidade das teorias Clássica e das Relações Humanas, apesar de oponentes e contraditórias, apresentavam uma visão extremista e incompleta sobre as organizações. 2. A necessidade de um modelo de organização racional capaz de caracterizar todas as variáveis da organização e o comportamento de todos seus membros. 3. O crescimento e a complexidade das organizações passou a exigir modelos mais bem definidos. 5

6 3. Tipos de Sociedade Para compreender a burocracia, Max estudou os tipos de sociedade os tipos de autoridade. 1. Sociedade tradicional: predominam as características patriarcais e patrimonialistas, como a família, o clã, a sociedade medieval etc. 2. Sociedade carismática: predominam as características místicas, arbitrárias e personalísticas, como nos grupos revolucionários, nos partidos políticos, nas nações em revolução etc. 3. Sociedade legal, racional ou burocrática: predominam de normas impessoais e racionalidade na escolha de dos meios e dos fins, como nas grandes empresas, nos estados modernos, no exército etc, 4. Tipos de Autoridade Para Weber, autoridade significa a probabilidade de que um comando ou ordem específica seja obedecido. A autoridade representa o poder institucionalizado e oficializado. Poder implica potencial para exercer influência sobre as pessoas. A autoridade proporciona poder: ter autoridade é ter poder mas ter poder nem sempre significa ter autoridade. Pois a autoridade depende da legitimidade. A autoridade é legítima quando aceita pelo grupo. 6

7 4. Tipos de Autoridade Continuação Autoridade Permissão concedida, de forma legal a certos níveis da estrutura hierárquica, para que tomem decisões sobre assuntos visando atender os objetivos. É representada no organograma por diferentes meios. Poder É a habilidade inerente de uma pessoa, dentro da ciência do comportamento, utilizada para influir ou mudar o comportamento de pessoas de acordo com sua vontade. É a capacidade de induzir outras pessoas a aceitarem às ordens e a autoridade. 4. Tipos de Autoridade Continuação Autoridade Tradicional Os subordinados aceitam as ordens dos superiores como justificadas, porque essa foi a maneira pela qual as coisas sempre foram feitas. Autoridade Carismática Os subordinados aceitam as ordens dos superiores como justificadas, por causa da influência da personalidade e da liderança do superior com o qual se identificam. Autoridade Legal, Racional ou Burocrática Os subordinados aceitam as ordens dos superiores como justificadas, porque concordam com um conjunto de preceitos ou normas que consideram legítimos e dos quais deriva o comando 7

8 4. Tipos de Autoridade Continuação Carisma Termo usado anteriormente no sentido religioso, significando o dom gratuito de Deus, estado de graça etc. Werber e outros estudiosos passaram a usar este termo no sentido de uma qualidade extraordinária e indefinível de uma pessoa; é aplicado a líderes políticos, como Ghandi, Kennedy etc., a capitães de indústrias como Matarazzo, Ford etc. 5. Características da Burocracia segundo Weber 1. Caráter legal das normas e regulamentos. 2. Caráter formal das comunicações. 3. Caráter racional e divisão do trabalho. 4. Impessoalidade nas relações. 5. Hierarquização da autoridade. 6. Rotinas e procedimentos estandardizados. 7. Competência técnica e meritocracia. 8. Especialização da administração que é separada da propriedade. 9. Profissionalização dos participantes. Previsibilidade do funcionamento 8

9 6. Disfunções da Burocracia segundo Merton Para Weber a burocracia é uma organização cujas conseqüências desejadas resumem-se na previsibilidade do seu funcionamento. Mas ao estudar as conseqüências previstas, Merton notou também que existem conseqüências imprevistas que levam à ineficiência e às imperfeições. Merton chamou imperfeições de disfunções da burocracia. Para Merton, não existe uma organização totalmente racional e o formalismo não tem a profundidade descrita por Weber. 6. Disfunções da Burocracia segundo Merton Continuação 1. Internalização das normas e apego aos regulamentos 2. Excesso de formalismo e de papelório 3. Resistência a mudanças 4. Despersonalização do relacionamento 5. Categorização como base no processo decisorial 6. Superconformidade às rotinas e aos procedimentos 7. Exibição de sinais de autoridade, 8. Dificuldades no atendimento a clientes e conflitos com o público Imprevisibilidade do funcionamento 9

10 8. Modelo Geral da Burocracia 9. Vantagens da Burocracia 1. Racionalidade em relação ao alcance dos objetivos da organização 2. Precisão na definição do cargo e na operação, pelo conhecimento exato dos deveres. 3. Rapidez nas decisões, pois cada um conhece o que deve ser feito e por quem e as ordens e papéis tramitam através de canais preestabelecidos. 4. Univocidade (que só comporta uma forma de interpretação) de interpretação garantida pela regulamentação específica e escrita. Por outro lado, a informação é discreta, pois é fornecida apenas a quem deve recebê-la. 10

11 9. Vantagens da Burocracia Continuação 5. Uniformidade de rotinas e procedimentos que favorece a padronização, redução de custos e erros, pois as rotinas são definidas por escrito. 6. Continuidade da organização através da substituição do pessoal que é afastado. Além disso, os critérios de seleção e escolha do pessoal baseiam-se na capacidade e na competência técnica. 7. Redução do atrito entre as pessoas, pois cada funcionário conhece o que é exigido dele e quais os limites entre suas responsabilidades e as dos outros. 9. Vantagens da Burocracia Continuação 8. Constância, pois os mesmos tipos de decisão devem ser tomados nas mesmas circunstâncias. 9. Confiabilidade, pois o negócio é conduzido através de regras conhecidas, e os casos similares são metodicamente tratados dentro da mesma maneira sistemática. As decisões são previsíveis e o processo decisório, por ser despersonalizado no sentido de excluir sentimentos irracionais, como amor, raiva, preferência pessoal, elimina a discriminação pessoal. 10. Benefícios para as pessoas na organização, pois hierarquia é formalizada, o trabalho é dividido entre as pessoas de maneira ordenada, as pessoas são treinadas para se tornarem especialistas, podendo encarreirar-se na organização em função de seu mérito pessoal e competência técnica. 11

12 9. Graus de Burocratização nas Organizações No modelo burocrático de Gouldner, o processo burocrático é um ciclo instável que busca estabilidade e equilíbrio, mas que provoca tensões e conflitos interpessoais. Para Gouldner não existe um só tipo de burocracia mas uma infinidade, variando dentro de um continuum, que vai desde o excesso de burocratização até a falta de burocracia. Excessivamente Burocratizada Excesso de normas e regulamentos Muito pouco Burocratizada Escassez de normas e regulamentos 12

Etimologia bureau (francês) + krátias (grego); governo dos técnicost

Etimologia bureau (francês) + krátias (grego); governo dos técnicost BUROCRACIA é a organização eficiente por excelência MAX WEBER Etimologia bureau (francês) + krátias (grego); governo dos técnicost (Robert K. Merton; Philip Selznick) 1864-1920 objectivos Descrever as

Leia mais

Origens da Teoria da Burocracia. Autor: Ader Fernando Alves de Pádua

Origens da Teoria da Burocracia. Autor: Ader Fernando Alves de Pádua Origens da Teoria da Burocracia Autor: Ader Fernando Alves de Pádua 1 INTRODUÇÃO A Burocracia é a necessidade que as organizações tem, para alcançar os objetivos estabelecidos, de maneira rápida e eficaz,

Leia mais

Tipos de Administração Pública. 1 - Administração Patrimonialista 2 - Administração Burocrática 3 Administração Gerencial

Tipos de Administração Pública. 1 - Administração Patrimonialista 2 - Administração Burocrática 3 Administração Gerencial Tipos de Administração Pública Professor Luiz Antonio de Carvalho Tipos de Administração Pública BUROCRÁTICA 1 - Administração 2 - Administração Burocrática 3 Administração Gerencial lac.consultoria@gmail.com

Leia mais

TGA TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO

TGA TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO FUPAC - FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE UNIPAC DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, C. SOCIAS, LETRAS E SAÚDE DE UBERLÂNDIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINSTRAÇÃO TGA TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Profº Cláudio

Leia mais

Faculdade Arquidiocesana de Curvelo Departamento de Administração Curso de Pós-Graduação. O Treinamento e o Modelo Burocrático de Organização

Faculdade Arquidiocesana de Curvelo Departamento de Administração Curso de Pós-Graduação. O Treinamento e o Modelo Burocrático de Organização Faculdade Arquidiocesana de Curvelo Departamento de Administração Curso de Pós-Graduação O Treinamento e o Modelo Burocrático de Organização Afonso Ferrão Júnior Ana Helena Soares Fernandes José de Anchieta

Leia mais

A TEORIA DA BUROCRACIA

A TEORIA DA BUROCRACIA A TEORIA DA BUROCRACIA Uma das primeiras aplicações do termo Burocracia data do século XVIII, onde o termo era carregado de forte conotação negativa, designando aspectos de poder dos funcionários de uma

Leia mais

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920)

AÇÃO SOCIAL. Exemplo de AÇÃO SOCIAL 25/3/2011 A MAX WEBER. Vida e Obra de Max Weber. Max Weber (Contexto) Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) A MAX WEBER Vida e Obra de Maximillian Carl Emil Weber (1864-1920) Erfurt/Alemanha (Contexto) 1830: Alemanha - país mais atrasado da Europa Origem burguesa, origem protestante e religiosa, família de comerciantes

Leia mais

10. Abordagem Neoclássica

10. Abordagem Neoclássica 10. Abordagem Neoclássica Conteúdo 1. Abordagem Neoclássica 2. Características da Abordagem Neoclássica 3. Administração como Técnica Social 4. Aspectos Administrativos Comuns às Organizações 5. Eficiência

Leia mais

Max Weber. Sociologia Compreensiva

Max Weber. Sociologia Compreensiva Max Weber Sociologia Compreensiva Índice Max Weber: Vida e obra Uma teia de sentidos Desencantamento do mundo e racionalização Tipos puros 1. O conceito de ação social 1.1 Ação racional com relação a objetivos

Leia mais

Unidade II FUNDAMENTOS DA. Prof. Me. Livaldo dos Santos

Unidade II FUNDAMENTOS DA. Prof. Me. Livaldo dos Santos Unidade II FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Me. Livaldo dos Santos Objetivos da unidade Abordar, caracterizar e apresentar os princípios das Teorias Teoria Científica (1903) Teoria Clássica (1916) Teoria

Leia mais

Comunidade no Orkut: Administração Pública - concursos. Grupo no Yahoo: enviar e-mail para: professor_wagner_rabellosubscribe@yahoogrupos.com.

Comunidade no Orkut: Administração Pública - concursos. Grupo no Yahoo: enviar e-mail para: professor_wagner_rabellosubscribe@yahoogrupos.com. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA _ Prof. Wagner Rabello Jr. Currículo resumido: Wagner Leandro Rabello Junior é pós-graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e bacharel em Biblioteconomia

Leia mais

7. Teoria Estruturalista

7. Teoria Estruturalista 7. Teoria Estruturalista Conteúdo 2. Organização Formal e Organização Informal 3. Tipologia das Organizações 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto: Administração - Teoria, Processo e Prática Chiavenato,

Leia mais

Gestão Empresarial. Um Pouco de História... Administração Científica. Aula 2. Comércio Exterior. Frederick Taylor (1856-1915) Tarefa

Gestão Empresarial. Um Pouco de História... Administração Científica. Aula 2. Comércio Exterior. Frederick Taylor (1856-1915) Tarefa Gestão Empresarial Um Pouco de História... Aula 2 Prof. Elton Ivan Schneider tutoriacomercioexterior@grupouninter.com.br Comércio Exterior Administração Pré-Científica Administração Científica Maior interesse

Leia mais

3. Introdução à Teoria Geral da Administração (TGA)

3. Introdução à Teoria Geral da Administração (TGA) 3. Introdução à Teoria Geral da Administração (TGA) Conteúdo 1. Conceitos Básicos 2. Histórico da Teoria Geral da Administração (TGA) 3. Abordagem Clássica da Administração 1 Bibliografia Recomenda Livro

Leia mais

www.boscotorres.com.br MA_19_Formalização do Comportamento - 1a_Parte 1

www.boscotorres.com.br MA_19_Formalização do Comportamento - 1a_Parte 1 FORMALIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO - I DISCIPLINA: Macro Análise das Organizações FONTE: Henry Mintzberg. Criando Organizações Eficazes. Atlas. São Paulo: 2006. Prof. Bosco Torres MA_19_Formalização do Comportamento

Leia mais

A Sociologia Compreensiva. De Max Weber

A Sociologia Compreensiva. De Max Weber A Sociologia Compreensiva De Max Weber Problematização O comportamento social é espontâneo, individual e descolado do passado? Max Weber Maximillian Carl Emil Weber Nasceu em 1864 na cidade de Erfurt (Alemanha),

Leia mais

1. Introdução à Administração

1. Introdução à Administração 1. Introdução à Administração Conteúdo 1. Conceito de Administração 2. Funções do Administrador 3. As Competências do Administrador 4. As Habilidades do Administrador 5. As Atividades do Administrador

Leia mais

TEORIA BUROCRÁTICA TEORIA BUROCRÁTICA CARLOS MAGNO DOS ANJOS VERAS

TEORIA BUROCRÁTICA TEORIA BUROCRÁTICA CARLOS MAGNO DOS ANJOS VERAS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSOS DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA E MECANICA ADMINISTRAÇÃO TEORIA BUROCRÁTICA Max Weber

Leia mais

DESMITIFICANDO A BUROCRACIA: REFLEXÕES DA PRÁTICA

DESMITIFICANDO A BUROCRACIA: REFLEXÕES DA PRÁTICA Por Floriano Pesaro Vereador, líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Natural de São Paulo, Floriano é sociólogo formado pela USP, com especialização em Processo Legislativo e Relações

Leia mais

Max Weber. Sociologia Compreensiva

Max Weber. Sociologia Compreensiva Max Weber Sociologia Compreensiva Índice Max Weber: Vida e obra Uma teia de sentidos 1. O conceito de ação social 1.1 Ação tradicional 1.2 Ação afetiva 1.3 Ação racional com relação a valores 1.4 Ação

Leia mais

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Prof. WAGNER RABELLO JR TEORIAS ADMINISTRATIVAS

TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Prof. WAGNER RABELLO JR TEORIAS ADMINISTRATIVAS NATUREZA E EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO ADMINISTRATIVO TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Prof. WAGNER RABELLO JR TEORIAS ADMINISTRATIVAS Categorias das teorias administrativas Ênfase nas tarefas Ênfase na estrutura

Leia mais

Poder e Dominação Segundo Max Weber. Dominação Legal, Dominação Tradicional, Dominação Carismática. Dominação Legal. Dominação Tradicional

Poder e Dominação Segundo Max Weber. Dominação Legal, Dominação Tradicional, Dominação Carismática. Dominação Legal. Dominação Tradicional Poder e Dominação Segundo Max Weber Poder significa toda oportunidade de impor sua própria vontade, no interior de uma relação social, até mesmo contra resistências, pouco importando em que repouse tal

Leia mais

Max Weber e o Direito (1864-1920)

Max Weber e o Direito (1864-1920) 82 Max Weber e o Direito (1864-1920) Fontes: BILLIER, Jean-Cassiere MARYIOLI, Aglaé. História da Filosofia do Direito. Barueri: Manole, 2005. DEFLEM, Mathiew. Sociology of Law. Cambridge: CUP, 2008. RODRIGUES

Leia mais

Teoria Burocrática e a Contabilidade Comercial em Fortaleza-Ceará

Teoria Burocrática e a Contabilidade Comercial em Fortaleza-Ceará Teoria Burocrática e a Contabilidade Comercial em Fortaleza-Ceará Welynádia Rodrigues Pereira Faculdade Lourenço Filho Universidade de Fortaleza Resumo A burocracia constitui uma forma de associação humana

Leia mais

Sociologia Organizacional: aspectos relevantes da organização burocrática e seus contextos institucionais. Sumário

Sociologia Organizacional: aspectos relevantes da organização burocrática e seus contextos institucionais. Sumário Sociologia Organizacional: aspectos relevantes da organização burocrática e seus contextos institucionais Prof. Enilton Ferreira Rocha Sumário 1 Sociologia Organizacional... 2 2 A burocracia na visão de

Leia mais

FACULDADE ARQUIDIOCESANA DE CURVELO AMARILDO MONTEIRO DINIZ GERALDO MAGELA DA FONSECA GERALDO MOISES BARBOSA COSTA JOSE ROBERTO TORRES CAMPOLINA

FACULDADE ARQUIDIOCESANA DE CURVELO AMARILDO MONTEIRO DINIZ GERALDO MAGELA DA FONSECA GERALDO MOISES BARBOSA COSTA JOSE ROBERTO TORRES CAMPOLINA FACULDADE ARQUIDIOCESANA DE CURVELO AMARILDO MONTEIRO DINIZ GERALDO MAGELA DA FONSECA GERALDO MOISES BARBOSA COSTA JOSE ROBERTO TORRES CAMPOLINA ENSAIO DE ARTIGO CIENTÍFICO TEMA: TEORIA DA BUROCRACIA PRINCIPIO

Leia mais

Administração Geral. Prof. Leonardo Ferreira Turmas 08,09 e 10 - EPPGG Aula 01

Administração Geral. Prof. Leonardo Ferreira Turmas 08,09 e 10 - EPPGG Aula 01 Administração Geral Prof. Leonardo Ferreira Turmas 08,09 e 10 - EPPGG Aula 01 EDITAL 2009 EPPGG - ESAF 2 EDITAL 2009 EPPGG - ESAF 3 Administração Geral - EPPGG 1. Natureza e evolução do pensamento administrativo:

Leia mais

Teoria Geral da Administração Abordagem Estruturalista da Administração

Teoria Geral da Administração Abordagem Estruturalista da Administração Teoria Geral da Administração Abordagem Estruturalista da Administração Prof. Paulo César Campos Bibliografia: Idalberto Chiavenato Elsevier/Campus SUMÁRIO RESUMIDO PARTE 1: INTRODUÇÃO À TGA PARTE 2: OS

Leia mais

1. As Áreas Funcionais e Ambiente Organizacional

1. As Áreas Funcionais e Ambiente Organizacional 1. As Áreas Funcionais e Ambiente Organizacional Conteúdo 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto: Introdução à Administração Eunice Lacava Kwasnicka - Editora Atlas Administração - Teoria, Processo e Prática

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL Questões Comentadas CESPE e ESAF para AFT

ADMINISTRAÇÃO GERAL Questões Comentadas CESPE e ESAF para AFT ADMINISTRAÇÃO GERAL Questões Comentadas CESPE e ESAF para AFT CONCURSO: Ministério do Trabalho e Emprego CARGO: Auditor-Fiscal do Trabalho PROFESSOR: Adriel Monteiro Este curso é protegido por direitos

Leia mais

A EFICIÊNCIA DO MODELO BUROCRÁTICO MILITAR NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE SEGURANÇA PÚBLICA PELA POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS

A EFICIÊNCIA DO MODELO BUROCRÁTICO MILITAR NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE SEGURANÇA PÚBLICA PELA POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO RICARDO DE OLIVEIRA DIAS A EFICIÊNCIA DO MODELO BUROCRÁTICO MILITAR NA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE SEGURANÇA PÚBLICA PELA POLÍCIA

Leia mais

Weber e o estudo da sociedade

Weber e o estudo da sociedade Max Weber o homem Maximilian Karl Emil Weber; Nasceu em Erfurt, 1864; Iniciou seus estudos na cidade de Heidelberg Alemanha; Intelectual alemão, jurista, economista e sociólogo; Casado com Marianne Weber,

Leia mais

Capítulo 1 Abordagem da localização da Gestão de Pessoas na estrutura organizacional da empresa

Capítulo 1 Abordagem da localização da Gestão de Pessoas na estrutura organizacional da empresa Capítulo 1 Abordagem da localização da Gestão de Pessoas na estrutura organizacional da empresa - Abordagem da localização da Gestão de Pessoas na estrutura organizacional da empresa A teoria clássica

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM NÚCLEO 15 TEORIAS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO. Profa. Ivete Maroso Krauzer

CURSO DE ENFERMAGEM NÚCLEO 15 TEORIAS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO. Profa. Ivete Maroso Krauzer UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ CURSO DE ENFERMAGEM NÚCLEO 15 TEORIAS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO Profa. Ivete Maroso Krauzer TEORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO 1.Administração Científica 2.Teoria

Leia mais

Gestão da Inovação SEMINÁRIO Strategic Management of Technology and Innovation Maidique, Burguelman e Wheelwright

Gestão da Inovação SEMINÁRIO Strategic Management of Technology and Innovation Maidique, Burguelman e Wheelwright Gestão da Inovação SEMINÁRIO Strategic Management of Technology and Innovation Maidique, Burguelman e Wheelwright Ambiente Organizacional voltado a inovação As 6 chaves para o Sucesso Foco Flexibilidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO FEAC PNAP 2013/2 INSTRUÇÕES GERAIS

PROCESSO SELETIVO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO FEAC PNAP 2013/2 INSTRUÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade FEAC PROCESSO SELETIVO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO FEAC PNAP 2013/2 Cursos:

Leia mais

MAX WEBER. Prof. Cristhian Lima

MAX WEBER. Prof. Cristhian Lima MAX WEBER Prof. Cristhian Lima Duas Realidades 1 REPÚBLICA FRANCESA 2 DESENVOLVIMENTO CAPITALISTA 3 CIÊNCIAS NATURAIS 4 ÊNFASE NA UNIVERSALIDADE 5 CIÊNCIAS HUMANAS = CIÊNCIAS EXATAS Duas Realidades 1 FRAGMENTAÇÃO

Leia mais

11. Abordagem Comportamental

11. Abordagem Comportamental 11. Abordagem Comportamental Conteúdo 1. Behaviorismo 2. Novas Proposições sobre a Motivação Humana 3. Teoria da Hierarquia das de Maslow 4. Teoria dos dois fatores 5. Teoria X & Y de McGregor 6. Outros

Leia mais

FICHAMENTO. Aluno(a): Odilon Saturnino Silva Neto Período: 3º

FICHAMENTO. Aluno(a): Odilon Saturnino Silva Neto Período: 3º FICHAMENTO Aluno(a): Odilon Saturnino Silva Neto Período: 3º Disciplina: Administração Contemporânea IDENTIFICAÇÃO DO TEXTO MOTTA, Fernando C. Prestes; VASCONCELOS, Isabella F. Gouveia. Teoria geral da

Leia mais

O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática

O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática O Estado moderno: da gestão patrimonialista à gestão democrática Neusa Chaves Batista 1 1. Introdução O modelo de gestão para a escola pública requerido na atualidade encontra-se expresso no ordenamento

Leia mais

A Importância do Gestor Público no Processo Decisório. Coordenação-Geral de Desenvolvimento Institucional Secretaria do Tesouro Nacional

A Importância do Gestor Público no Processo Decisório. Coordenação-Geral de Desenvolvimento Institucional Secretaria do Tesouro Nacional A Importância do Gestor Público no Processo Decisório Coordenação-Geral de Desenvolvimento Institucional Secretaria do Tesouro Nacional Contexto A administração pública brasileira sofreu transformações

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O VALOR DE UM SISTEMA DE COMUNICAÇÃO EFICAZ NA 3C AVALIADORA DE SINISTROS

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL O VALOR DE UM SISTEMA DE COMUNICAÇÃO EFICAZ NA 3C AVALIADORA DE SINISTROS UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MBA EM GESTÃO DA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL JULIO CÉSAR FRESSATO MARCOS ANTÔNIO ITO O VALOR DE UM SISTEMA DE COMUNICAÇÃO EFICAZ NA 3C AVALIADORA DE SINISTROS CURITIBA 2010 JULIO

Leia mais

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS Concurso para agente administrativo da Polícia Federal Profa. Renata Ferretti Central de Concursos NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS 1. Organizações como

Leia mais

G P - AMPLITUDE DE CONTROLE E NÍVEIS HIERÁRQUICOS

G P - AMPLITUDE DE CONTROLE E NÍVEIS HIERÁRQUICOS G P - AMPLITUDE DE CONTROLE E NÍVEIS HIERÁRQUICOS Amplitude de Controle Conceito Também denominada amplitude administrativa ou ainda amplitude de supervisão, refere-se ao número de subordinados que um

Leia mais

JULLIANE LOPES FRIGINI O INTRAEMPREENDEDORISMO E O FUNCIONALISMO PÚBLICO: UM ESTUDO DAS CHEFIAS DE EXPEDIENTE DA UFV MONOGRAFIA

JULLIANE LOPES FRIGINI O INTRAEMPREENDEDORISMO E O FUNCIONALISMO PÚBLICO: UM ESTUDO DAS CHEFIAS DE EXPEDIENTE DA UFV MONOGRAFIA JULLIANE LOPES FRIGINI O INTRAEMPREENDEDORISMO E O FUNCIONALISMO PÚBLICO: UM ESTUDO DAS CHEFIAS DE EXPEDIENTE DA UFV MONOGRAFIA Universidade Federal de Viçosa Viçosa - MG Brasil 2007 i UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Administração Pública

Administração Pública Administração Pública Sumário Aula 1- Características básicas das organizações formais modernas: tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e critérios de departamentalização. Aula 2- Processo

Leia mais

4. Escolas Clássicas da Administração

4. Escolas Clássicas da Administração 4. Escolas Clássicas da Administração Conteúdo 1. Abordagem Clássica da Administração 2. Administração Científica - Frederick W. Taylor 3. Teoria Clássica - Henry Fayol 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto:

Leia mais

CÓDIGO: IH 129 CRÉDITOS: 04 (4T-0P) INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CÓDIGO: IH 129 CRÉDITOS: 04 (4T-0P) INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CÓDIGO: IH 129 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA

Leia mais

TEORIAS E MODELOS DE GESTÃO

TEORIAS E MODELOS DE GESTÃO TEORIAS E MODELOS DE GESTÃO Capítulo 02 1 EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ORGANIZACIONAIS INICIADAS DE FATO POR FAYOL E TAYLOR NO INÍCIO DO SÉCULO XX PRODUZIDAS COM BASE EM UMA NECESSIDADE DE CADA MOMENTO DA GERAÇÃO

Leia mais

ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA

ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA 1 ATIVIDADES DE LINHA E DE ASSESSORIA SUMÁRIO Introdução... 01 1. Diferenciação das Atividades de Linha e Assessoria... 02 2. Autoridade de Linha... 03 3. Autoridade de Assessoria... 04 4. A Atuação da

Leia mais

Curso de Especialização em Gestão Pública

Curso de Especialização em Gestão Pública Universidade Federal de Santa Catarina Centro Sócio-Econômico Departamento de Ciências da Administração Curso de Especialização em Gestão Pública 1. Assinale a alternativa falsa: (A) No processo gerencial,

Leia mais

Clima Organizacional: um Estudo Comparativo entre uma Empresa Pública e as Melhores Empresas para se Trabalhar

Clima Organizacional: um Estudo Comparativo entre uma Empresa Pública e as Melhores Empresas para se Trabalhar 1 Clima Organizacional: um Estudo Comparativo entre uma Empresa Pública e as Melhores Empresas para se Trabalhar Deividy Attila Marcelino Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro UFRRJ Deividy_attila@yahoo.com.br

Leia mais

Cursos de Gestão Tecnológica Disciplina: Teoria das Organizações

Cursos de Gestão Tecnológica Disciplina: Teoria das Organizações Função Organização Aspectos Administrativos Objetivos Dividir o trabalho Designar as atividades e especialização Administração Desempenho Organizacional Planejar Agrupar as Organizar atividades em órgãos

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso Pós Graduação em Gestão de Pessoas

Trabalho de Conclusão de Curso Pós Graduação em Gestão de Pessoas Trabalho de Conclusão de Curso Pós Graduação em Gestão de Pessoas Título: DISFUNÇÕES BUROCRÁTICAS EM GESTÃO DE PESSOAS Autores: Francisco Sérgio Nobre Maia Maria Vanda Lima Pinto Orientador: Profª. Patrícia

Leia mais

GABARITO TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO II

GABARITO TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO II GRUPO: TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO II DATA:

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA BUROCRACIA EM MAX WEBER. Cristiane Roque de Almeida

CARACTERÍSTICAS DA BUROCRACIA EM MAX WEBER. Cristiane Roque de Almeida CARACTERÍSTICAS DA BUROCRACIA EM MAX WEBER Cristiane Roque de Almeida WEBER, Max. Burocracia. In: GERTH. H. H.; MILLS, C. Wright (Org.). Max Weber Ensaios de Sociologia. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara,

Leia mais

(RE)PENSAR A BUROCRACIA PARA VIVER A CONDIÇÃO HUMANA NA ESCOLA

(RE)PENSAR A BUROCRACIA PARA VIVER A CONDIÇÃO HUMANA NA ESCOLA (RE)PENSAR A BUROCRACIA PARA VIVER A CONDIÇÃO HUMANA NA ESCOLA Elaine Cristina Carlos da Silva - Pedagoga e mestranda no Programa de Pós-Graduação (POSEDUC) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

Abordagem Clássica da Administração

Abordagem Clássica da Administração Abordagem Clássica da Disciplina: Planejamento Estratégico Página: 1 Aula: 05 Principais Personagens Fredeick Winslow Taylor (americano) Escola da Científica: aumentar a eficiência da indústria por meio

Leia mais

DECLARAÇÃO DECLARO, PARA OS FINS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIOS, QUE ACEITO AS REGRAS ADMINISTRAÇÃO E INFORMÁTICA, E QUE O ARTIGO QUE ORA SUBMETO PARA

DECLARAÇÃO DECLARO, PARA OS FINS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIOS, QUE ACEITO AS REGRAS ADMINISTRAÇÃO E INFORMÁTICA, E QUE O ARTIGO QUE ORA SUBMETO PARA DECLARAÇÃO DECLARO, PARA OS FINS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIOS, QUE ACEITO AS REGRAS PARA PUBLICAÇÕES DA REVISTA CIENTÍFICA DA FAI FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E INFORMÁTICA, E QUE O ARTIGO QUE ORA SUBMETO

Leia mais

Pode ser desdobrada em 2 orientações diferentes que se completam.

Pode ser desdobrada em 2 orientações diferentes que se completam. Evolução da Teoria Administrativa Escolas de Concepção Administrativa. Abordagem Clássica da Administração. Pode ser desdobrada em 2 orientações diferentes que se completam. 1 - Visão Americana: Liderada

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM. TEORIAS DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Cassimiro Nogueira Junior

UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM. TEORIAS DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Cassimiro Nogueira Junior UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM TEORIAS DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Cassimiro Nogueira Junior CONCEITOS Administração é o processo de conjugar recursos humanos e materiais de forma a atingir fins

Leia mais

45 Questões Quizz Int. Administração 1sem 2009

45 Questões Quizz Int. Administração 1sem 2009 45 Questões Quizz Int. Administração 1sem 2009 Questão 1 Entende-se por organização o conjunto de... a) técnicas que favorecem o processo de produção, cabendo a seus dirigentes encontrar métodos de trabalho

Leia mais

Estruturas Organizacionais

Estruturas Organizacionais Estruturas Organizacionais Deve ser delineado de acordo com os objetivos e estratégias estabelecidos pela empresa. É uma ferramenta básica para alcançar as situações almejadas pela empresa. Conceito de

Leia mais

EVOLUÇÃO DA LIDERANÇA AUTORITÁRIA PARA A LIDERANÇA PARTICIPATIVA

EVOLUÇÃO DA LIDERANÇA AUTORITÁRIA PARA A LIDERANÇA PARTICIPATIVA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - FASA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: MONOGRAFIA ACADÊMICA ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PROFESSOR ORIENTADOR: MARCO

Leia mais

INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL

INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL Idalberto Chiavenato INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO Elsevier/Campus www.elsevier.com.br www.chiavenato.com PARTE NOVE ABORDAGEM CONTINGENCIAL DA ADMINISTRAÇÃO Capítulo 18 Teoria da Contingência

Leia mais

O ESTADO E DOMINAÇÃO NOS PRESSUPOSTOS DE MARX, WEBER E DURKHEIM

O ESTADO E DOMINAÇÃO NOS PRESSUPOSTOS DE MARX, WEBER E DURKHEIM O ESTADO E DOMINAÇÃO NOS PRESSUPOSTOS DE MARX, WEBER E DURKHEIM Silvia Jurema Leone Quaresma* 1. Estado e dominação nos pressupostos de Marx Karl Heinrich Marx (1818-1883) nasceu em Treves, capital da

Leia mais

2. Função Produção/Operação/Valor Adicionado

2. Função Produção/Operação/Valor Adicionado 2. Função Produção/Operação/Valor Adicionado Conteúdo 1. Função Produção 3. Administração da Produção 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto: Introdução à Administração Eunice Lacava Kwasnicka - Editora

Leia mais

Qual a melhor forma de fazer um determinado trabalho?

Qual a melhor forma de fazer um determinado trabalho? A abordagem típica da Escola da Administração Científica é a ênfase nas tarefas; Objetivava a eliminação dos desperdícios e elevar os níveis de produtividade Frederick W. Taylor (1856-1915): Primeiro período

Leia mais

Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE. Professora Ani Torres

Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE. Professora Ani Torres Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS HUMANOS Professora Ani Torres Gestão de Pessoas Conjunto de métodos, políticas,técnicas e práticas definidos com o objetivo de orientar o comportamento humano

Leia mais

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias FACULDADE GOVERNADOR OZANAM COELHO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE PESSOAS INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias ALINE GUIDUCCI UBÁ MINAS GERAIS 2009 ALINE GUIDUCCI INTRODUÇÃO À GESTÃO DE

Leia mais

Sociologia Organizacional. Contextualização. Aula 4. Organização da Aula. Profa. Me. Anna Klamas

Sociologia Organizacional. Contextualização. Aula 4. Organização da Aula. Profa. Me. Anna Klamas Sociologia Organizacional Aula 4 Contextualização Profa. Me. Anna Klamas Organização da Aula A Sociologia de Max Weber e o tema da racionalidade A disciplina de sociologia deve contribuir com a percepção

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO 1. Na teoria contratualista, o surgimento do Estado e a noção de contrato social supõem que os indivíduos abrem mão de direitos (naturais)

Leia mais

SEÇÃO RESENHAS / RESUMOS. ResenhaAcadêmica, por *Afonso de Sousa Cavalcanti

SEÇÃO RESENHAS / RESUMOS. ResenhaAcadêmica, por *Afonso de Sousa Cavalcanti SEÇÃO RESENHAS / RESUMOS ResenhaAcadêmica, por *Afonso de Sousa Cavalcanti WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 4. ed. São Paulo: Livraria Pioneira Editora, 1985. Maximilian Carl

Leia mais

Empreendedorismo Dando asas ao espírito empreendedor. Idalberto Chiavenato

Empreendedorismo Dando asas ao espírito empreendedor. Idalberto Chiavenato Empreendedorismo Dando asas ao espírito empreendedor Idalberto Chiavenato 3º Edição 2008 Empreendedorismo Dando asas ao espírito empreendedor Idalberto Chiavenato Doutor (PhD) e mestre (MBA) em Administração

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos desta unidade: Ao final desta

Leia mais

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO 1 LÍDERES DO SECULO XXI André Oliveira Angela Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas-AEMS) Flávio Lopes Halex Mercante Kleber Alcantara Thiago Souza RESUMO A liderança é um processo

Leia mais

TEORIAS ADMINISTRATIVAS QUE PERMEIAM A ENFERMAGEM. Profa. Enf. Karina Gomes Lourenço

TEORIAS ADMINISTRATIVAS QUE PERMEIAM A ENFERMAGEM. Profa. Enf. Karina Gomes Lourenço TEORIAS ADMINISTRATIVAS QUE PERMEIAM A ENFERMAGEM Profa. Enf. Karina Gomes Lourenço Teorias Organizacionais e Gerenciais Surgem historicamente de acordo com as necessidades concretas da realidade das instituições;

Leia mais

DESAFIO PROFISSIONAL

DESAFIO PROFISSIONAL DESAFIO PROFISSIONAL 2ª SÉRIE CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS O Desafio Profissional é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem que tem por objetivos: Favorecer a aprendizagem. Estimular a corresponsabilidade

Leia mais

Idalberto Chiavenato Administração Teoria, Processo e Prática

Idalberto Chiavenato Administração Teoria, Processo e Prática Idalberto Chiavenato Administração Teoria, Processo e Prática Elsevier/Campus www.elsevier.com.br www.chiavenato.com SUMÁRIO RESUMIDO PARTE I: Os fundamentos da Administração PARTE II: O contexto em que

Leia mais

Módulo 11 Socialização organizacional

Módulo 11 Socialização organizacional Módulo 11 Socialização organizacional O subsistema de aplicação de recursos humanos está relacionado ao desempenho eficaz das pessoas na execução de suas atividades e, por conseguinte, na contribuição

Leia mais

Planeamento Serviços Saúde

Planeamento Serviços Saúde Planeamento Serviços Saúde Estrutura Organizacional João Couto Departamento de Economia e Gestão Universidade dos Açores Estrutura Organizacional É o sistema de organização de tarefas onde se estabelecem

Leia mais

Introdução à Estrutura Organizacional nas Empresas

Introdução à Estrutura Organizacional nas Empresas Conceitos Fundamentais de Engenharia 1 Ano Profª Fernanda Cristina Vianna Introdução à Estrutura Organizacional nas Empresas 1. O Que é Estrutura Organizacional? É a estrutura formal na qual ocorrem as

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA ANÁLISE DOS INDICADORES E METAS DO ACORDO DE RESULTADOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DO DER/MG.

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA ANÁLISE DOS INDICADORES E METAS DO ACORDO DE RESULTADOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DO DER/MG. CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA DIRETORIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, PESQUISA E EXTENSÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO/MBA GESTÃO PÚBLICA ANÁLISE DOS INDICADORES E METAS DO ACORDO DE RESULTADOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO

Leia mais

A ESCOLA CLÁSSICA OU ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

A ESCOLA CLÁSSICA OU ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO A ESCOLA CLÁSSICA OU ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO 1. INTRODUÇÃO As origens da Abordagem Clássica da Administração remontam às conseqüências geradas pela Revolução Industrial e que poderiam ser resumidas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração

ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE GENÉTICA E BIOQUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA: BACHARELADO ADMINISTRAÇÃO Fundamentos da Fábio Júnio Ferreira Patos de Minas, 26 de novembro de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO NA EMPRESA B2W DIGITAL *

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO NA EMPRESA B2W DIGITAL * A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO NA EMPRESA B2W DIGITAL * Eliane Barbosa Martins (FACEQ) ** Reginaldo dos Santos Cunha (FACEQ) *** Maria Clara Lopes Saboya (USP/FAFE/FACEQ)

Leia mais

DESBUROCRATIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA

DESBUROCRATIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA Curso de ós-gradua Gestão ública Seminários Regionais de Gestão ública Estado da arte sob a perspectiva dos técnicos municipais Região Central de São aulo Set./2011 DESBUROCRATIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO ÚBLICA

Leia mais

paulo.santosi9@aedu.com

paulo.santosi9@aedu.com 1 2 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp Clube Trainer Graduado em Administração de Empresas Pós-graduado em Gestão Estratégica de Negócios MBA em Negociação Mestrando

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 6 ANEXO II METODOLOGIAS (A) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 7 A) Metodologias utilizadas no Curso de Administração, bacharelado: a) Aulas Expositivas, Fórum de Debates, Dinâmica de Grupo, Seminários, Estudos de

Leia mais

TEORIA ESTRUTURALISTA

TEORIA ESTRUTURALISTA TEORIA ESTRUTURALISTA 1. Origens 2. Idéias Centrais 3. Contribuições à Teoria Estruturalista 4. Críticas à Teoria Estruturalista 1. Origens Alguns autores identificaram a corrente, que foi denominada corrente

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão I

Sistema Integrado de Gestão I Faculdades Integradas Campos Salles Sistema Integrado de Gestão I Aula - 2 A evolução da sociedade da era agrícola à era do conhecimento Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 Objetivos Conhecer

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo 1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo A Sociologia nasceu como disciplina científica no século XIX, no contexto de formação e consolidação da sociedade capitalista. Tornou-se evidente que as

Leia mais

Aula 04 Modelos Organizacionais

Aula 04 Modelos Organizacionais Aula 04 Modelos Organizacionais Objetivos da aula: Compreender os modelos organizacionais, e os estudos referentes às suas questões como: Especialização do trabalho; Departamentalização; Cadeia de comando;

Leia mais

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA QUESTÃO 01 De uma forma inteiramente inédita, os humanistas, entre os séculos XV e XVI, criaram uma nova forma de entender a realidade. Magia e ciência,

Leia mais

Aula 04 Fundamentos do Comportamento Individual

Aula 04 Fundamentos do Comportamento Individual Aula 04 Fundamentos do Comportamento Individual Objetivos da aula: Nosso objetivo de hoje é iniciar a análise dos fundamentos do comportamento individual nas organizações e suas possíveis influências sobre

Leia mais

Impacto da cultura organizacional na vida das empresas

Impacto da cultura organizacional na vida das empresas Impacto da cultura organizacional na vida das empresas Alberto P. Trez (albertotrez@terra.com.br) Cultura Chegou às Ciências Administrativas na década de 1.950. Cultura é um sistema de cognições partilhadas.

Leia mais

A Gestão dos Processos de Comunicação e Relacionamentos Organizacionais. Professor MS Lauro d Avila

A Gestão dos Processos de Comunicação e Relacionamentos Organizacionais. Professor MS Lauro d Avila A Gestão dos Processos de Comunicação e Relacionamentos Organizacionais Professor MS Lauro d Avila Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos Resumo O artigo tem como objetivo constatar e comentar

Leia mais

1.Natureza e evolução do pensamento administrativo: abordagens clássica, humanista, burocrática, sistêmica e contingencial

1.Natureza e evolução do pensamento administrativo: abordagens clássica, humanista, burocrática, sistêmica e contingencial 1.Natureza e evolução do pensamento administrativo: abordagens clássica, humanista, burocrática, sistêmica e contingencial 1. A Administração e suas Perspectivas O conhecimento administrativo: as Teorias

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SERGIPE - ADMINISTRAÇÃO QUESTÕES

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SERGIPE - ADMINISTRAÇÃO QUESTÕES QUESTÕES 01) A Administração recebeu influência da Filosofia e diversos filósofos gregos contribuíram para a Teoria da Administração. A forma democrática de administrar os negócios públicos é discutida

Leia mais