Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo."

Transcrição

1 Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem. O diálogo nos permite perceber um contraste entre as representações sociais que fazem deste lugar e a alegria de viver dessas crianças que lá residem. Seus relatos nos transportam de um imaginário de uma baía de Guanabara poluída a um lugar paradisíaco de águas cristalinas Sinopse

2 ROTEIRO: Kelson s: O Lugar onde vivo. (1) (Letreiro em fundo negro): Kelson s: O Lugar onde vivo (2) ( Abertura)- Google Earth :.Mostrando a Terra, fechando em América do Sul Brasil, em seguida Região Sudeste, depois Rio de Janeiro, até chegar no bairro Maré e em imagem aérea indo até a Comunidade Pescador Marcílio Dias, mostrando as margens da Baía da Guanabara e o Cais da Comunidade). (3) (Voz em off enquanto se mostram as imagens do cais com os adolescentes nadando destacando o lugar sujo que é, com o sol da tarde ao fundo mostrando o cais e o balançar do barco com as águas do mar e adolescentes mergulhando e brincando na água) Voz em off - Para quem quer se soltar inventa o Cais, Invento mais que a solidão me dá Invento lua nova a clarear Invento o amor e sei a dor de me lançar Eu queria ser feliz Invento o mar Invento em mim o sonhador (Créditos: Cais de Milton Nascimento ) (4) Voz de Luciano em off Eu assumo o meu amor pelo cais, vou todos os dias (5) Voz em off Mas você não tem medo, não é um lugar sujo, poluído? (Luciano e os outros meninos saem do mar) (6) Luciano Pode ser, mas com aquele sol quente no coco da gente qualquer um pularia no cais. Página 1

3 (7)Voz em off Você gostaria de ver o cais mais limpo?? (8) Luciano Lógico, mas ninguém olha prá gente não, nossa favela é escondida. Aqui tem cada jogador de futebol que poderia até jogar no Barcelona, mas só filmam Vila Cruzeiro, Mangueira... A nossa comunidade fica atrás do Mercado São Sebastião, ninguém vê não... (9)Voz em off O que é mais triste nessa comunidade? (10)Todos quase simultaneamente à uma voz - Mandacaru, Mandacaru, Mandá...! (11) Thiago Lá quando chove a lama vem até aqui (Mostra nas pernas) (Cenas de crianças andando com os pés sujos de lama) (12)Voz em Off Em que outros espaços se vive nesse lugar?? (13)Luciano Na quadra. Lá a brincadeira de pipa é à vera e no campo é à brinca. (14)Voz em off Como assim, não entendi?? (15) Thiago A gente brinca de pipas até à noite... (Mostrar imagens deles soltando pipas) (16) Luciano Na quadra a gente sabe que não pode cortar; é à brinca. Já no Campo a disputa é à vera. (17) Thiago A gente se encontra no baile também, é legal. (Mostrar imagens dos jovens dançando a dança do passinho). (18)Voz em off E onde acontece o baile? (19) Luan No mesmo campo que a gente joga bola. (Mostrar imagens de crianças no campo jogando bola) (20)Thiago Pena que o baile só acontece de sexta prá sábado, no domingo não pode ter baile. Página 2

4 (21)Luciano Ah, mas tem a escola. Aqui a gente pode se reunir e dançar no recreio todos os dias. (Mostrar as disputas de passinho no pátio da escola) (22)Voz em off E nos outros dias o que vocês fazem na comunidade? (23) Luciano Ah, se o sol está quente nós temos o cais... (24) (Ao fundo a música de Milton Nascimento, Cais, tocando suavemente enquanto mostra imagens dos meninos pulando no cais e fechando nas pipas que outros soltam, junta-se ao grupo a menina Marina ) Locutor: Para quem quer me seguir eu quero mais Tenho o caminho do que sempre quis Num saveiro pronto pra partir Invento o cais e sei a vez de me lançar (25) Voz em off Qual é o sonho de vocês? (26) Marina Eu quero ser da marinha... (27) Luciano Jogador de futebol... (28) Voz em off Mas vocês não tem vontade de sair de lá? as pessoas falam que lá é tão perigoso? (29)Luciano - Ah, mas a gente se diverte muito lá. e do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive só a gente mesmo. (30) (Entra a música CAIS de Milton Nascimento enquanto aparece o fade in negro com os créditos, enquanto isso ao som da música, volta imagens dos meninos no Cais, da Comunidade Marcílio Dias, mais conhecida como Kelsons, sempre voltando aos créditos com fundo negro e concluindo com a fala dos sonhos deles em off ditos anteriormente). Página 3

5 (31) Fade out Mostrar o sol quente e os meninos caindo na água do Cais. (32) Fechando em fundo negro a legenda: do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive, só a gente mesmo Assinado Luciano Página 4

6 Concurso Escola, Roteiro e Cinema Roteiro: Kelson s : O Lugar onde Vivo 1) Dados de Identificação: Escola Municipal Professor Souza Carneiro Número no INEP: End.: Rua Califórnia, 255 Penha - Rio de Janeiro RJ Tel.: (021) e (021) CEP.: Diretora: Eliane Ferreira 2) Alunos Autores do Roteiro: 2.1 Luciano Fernandes Santos Matriculado no 9º Ano End.: Rua Pedro Torres, 22 Bonsucesso Rio de Janeiro - RJ 2.2 Tiago Rodrigues Guimarães Matriculado no 7º Ano 2.3 Luan Silva da Costa Matriculado no 9º Ano 2.4 Marina Cristina Gomes de Oliveira Matriculada no 9º Ano

7

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes

Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes ROTEIRO CENA 1 Ext. Pátio da Escola: narrador caminha pelo pátio narrando algumas histórias do bairro. Nosso bairro era muito diferente do que é hoje. Antes eram várias vilas que dividiam espaços. (fotos

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS NOVEMBRO 2014- todos os direitos reservados 1 PERSONAGENS: Atriz- CLAUDINHA (criança cadeirante) Ator- ÍCARO (pássaro), URUBULINO (esquilo flamenguista) Atriz- LELECA

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0037 Título: Entrevista com D. Mariana e Seu Pedro Mídia: Mini DV Time Code in Out 00: 08 02: 35 S. Pedro Antonio e D. Mariana num sofá, com uma bandeira de folia ao lado. (o filme começa

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 2 CENA 01. CAPELA / CASAMENTO. INTERIOR.

Leia mais

PING & PONG. por. Lisandro Gaertner

PING & PONG. por. Lisandro Gaertner PING & PONG por Lisandro Gaertner lgaertner@gmail.com lisandrogaertner.net INT. TELA DE VÍDEO GAME Entrada de Jogo de Vídeo 8 bits. Música estridente e vibrante. Cores Básicas e explosivas. Durante a mesma

Leia mais

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da Volta para a casa: Robinho é apresentado e já quer jogar clássico Presidente entrega a camisa 7 ao ídolo do Santos, que já se coloca à disposição de Oswaldo de Oliveira para o duelo com o Corinthians,

Leia mais

Time Code. Sugestão (conexões externas)

Time Code. Sugestão (conexões externas) Número da fita: 0050 Título: Entrevista com Manoel Meias da Rocha Mídia: Mini DV Time Code in out 00:16 01:09 Imagem de duas pessoas, o entrevistado, um palhaço de folia e uma criança, plano americano.

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0104 Título: Entrevista com Cecília Lúcia da Conceição Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) In out 00: 10 03: 11 D. Eva lavando roupa. D.

Leia mais

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE NOSSO LIVRO DO FOLCLORE ALUNOS DA TURMA DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO DA EMEF PROF. HENRIQUE PEGADO 2015 NOSSO LIVRO DO FOLCLORE AUTORES ALUNOS DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito As Aventuras de Derry Pirce Derry Pirse é um adolescente órfão que mora com o tio porque os pais morreram em um incêndio onde tiveram 12 mortos

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

Sonha o Oratório! Vamos construir uma casa. Como Dom Bosco queria Preparados? https://www.youtube.com/watch?v=op1yipjyabq

Sonha o Oratório! Vamos construir uma casa. Como Dom Bosco queria Preparados? https://www.youtube.com/watch?v=op1yipjyabq 2ª feira, 25 de janeiro: Uma casa que acolhe Estamos na última semana do mês de Janeiro. Este mês, SONHÁMOS, com a vida de São João Bosco. Dom Bosco gostava que os seus colégios (como o nosso) deviam ser

Leia mais

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Interpretação de textos Avaliação Parcial II Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Verbo ser Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome?

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Sonia Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 5 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

URTIGAS. Um roteiro. Adolfo Henrique Wernke

URTIGAS. Um roteiro. Adolfo Henrique Wernke URTIGAS Um roteiro de Adolfo Henrique Wernke Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons por Adolfo Henrique Wernke. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar e criar obras derivadas,

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II (depoimento) 2014 FICHA TÉCNICA ENTREVISTA CEDIDA PARA PUBLICAÇÃO NO REPOSITÓRIO DIGITAL

Leia mais

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor

2 TU-AFETIVIDADE E SEXUALIDADE. Meus primeiros amores. Na construção do amor E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col. 3,1 1 E acima de tudo isto, o amor, que é vínculo da unidade perfeita. Col 3,1 Te convidamos para ler estas histórias... Um homem de

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0043 Título: Performance Folia de Reis de D. Mariana Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) in out 00:00 01:39 Imagem, com efeito (shutter

Leia mais

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto.

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. A HISTÓRIA DE GUTO Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. correr, pular, jogar futebol. Morava com seus pais,

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1

VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1 Vilhena/Rondônia VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1 DIGNIDADE 2 COMPROMISSO 2 ÉTICA 3 HONESTIDADE

Leia mais

1 O carro é do meu tio Zé.

1 O carro é do meu tio Zé. carro O carro é do meu tio Zé. Lê e escreve de novo a frase mas muda o nome do dono do carro. Não sabes? Pode ser: João, Tó, Rui, Ana, Maria. O carro azul tem rodas. A mota só tem rodas. O meu pai tem

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

TÍTULO DO FILME. Por. Seu Nome

TÍTULO DO FILME. Por. Seu Nome TÍTULO DO FILME Por Seu Nome Todo roteiro deve ter uma página de título com apenas um endereço de contato, no canto inferior esquerdo. Sempre incluir um telefone e endereço de e-mail, se tiver um. Número

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural.

AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural. AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural. (O personagem AGRIPINO vai entrando pela lateral, de costas para o personagem

Leia mais

Gabriel Augusto Dutra de Souza RA

Gabriel Augusto Dutra de Souza RA Gabriel Augusto Dutra de Souza RA00179002 Tecnologia em Jogos Digitais O amor dói Linguagem Audiovisual em Games Eliseu De Souza Lopes Filho Desenho Conceitual e Storyboard David de Oliveira Lemes Fluxograma

Leia mais

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS

TODOS NÓS, CADA UM DE NÓS Programa: Produção de Material Didático O Sistema Preventivo nos livros didáticos da RSE EXEMPLOS AVULSOS LÍNGUA PORTUGUESA - ENSINO FUNDAMENTAL Alfabetização UNIDADE Reprodução proibida Reproduzir livro

Leia mais

Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS. Ilustrado por Bianca Rocha de Martino

Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS. Ilustrado por Bianca Rocha de Martino Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS Ilustrado por Bianca Rocha de Martino 1 FICHA TÉCNICA Martino, Bianca Rocha de Alguns dos meus dias / [texto e ilustrações] Bianca Rocha de Martino. 1. Literatura

Leia mais

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Fotos: Apu Gomes/Folhapress Quando a gente entra no táxi aqui perto é só falar para seguir até a rua do lixo. Todo mundo sabe onde é. A

Leia mais

A ÁGUA NOSSA DE CADA DIA

A ÁGUA NOSSA DE CADA DIA SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 09 / 05 / 205 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 4.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada.

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada. DESABITUAÇÃO (Duas mulheres e um homem estão em volta de algo que não podemos ver. Os três olham para a presença ausente, um mesmo ponto fixo no chão. Durante a cena, todos agem com uma naturalidade banal,

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0060 Título: Entrevista com João Olegário da Silva Festa do Arremate Mídia: Mini DV Time Code in out 00:04 00:52 Imagem de um senhor com roupa típica de folia. Vídeo Áudio Tema Comentário

Leia mais

A Conversa de Lucila. (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa.

A Conversa de Lucila. (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa. 1 A Conversa de Lucila De Cláudia Barral (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa.) O anjo Lucila, quer montar nas minhas

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira Na Palma da Mão Por: Alexandre d Oliveira Sinopse: A personagem busca entender as nuances da amizade, e aparentemente vemos estar desolada, devido o termino de algum relacionamento. E por isto busca a

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parceiro(a). O Guia dos Solteiros não se responsabiliza

Leia mais

DATA: BRUMADO, DE MARÇO DE PREENCHA O QUADRINHO COM A LETRA INICIAL DO NOME DE CADA ANIMAL:

DATA: BRUMADO, DE MARÇO DE PREENCHA O QUADRINHO COM A LETRA INICIAL DO NOME DE CADA ANIMAL: Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: 162.426.20/0001-77 ALUNO(A) DATA: BRUMADO, DE MARÇO DE A3 PREENCHA O QUADRINHO COM A LETRA INICIAL DO NOME DE CADA ANIMAL:

Leia mais

O Poder da Sua Mente!

O Poder da Sua Mente! O Poder da Sua Mente! Se você acredita que pode, então você pode. Se você acredita que não pode, você está certa. Mary Kay Ash Quem sou eu? Juliana David Yamazaki Diretora Sênior de Vendas Independente

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC.

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. UFAC RBR-AC 31.10.2011 Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. [Se identificou, identificou o setor e o Diretor

Leia mais

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1 A paz já lá está! A paz já lá está, Página 1 A minha mensagem é muito, muito simples. Muitas pessoas vêm ouvir-me e sentam-se aí, meio tensas: "O que é que eu vou ouvir?" E eu digo-lhes sempre: "Relaxem."

Leia mais

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO CENÁRIO: Uma floresta, com um lago na frente do palco. PERSONAGENS: Princesa, Sapo, Rei, Rainha, Príncipe, Soldado 7. TODOS: (alunos formando objetos do cenário) Vinha o sapo

Leia mais

DIA DO PASTOR VERSÃO PERSONAGENS: 1.0.0

DIA DO PASTOR VERSÃO PERSONAGENS: 1.0.0 DIA DO PASTOR VERSÃO 1.0.0 PERSONAGENS: Pastor (PAST) Amigo do Pastor (AMIG) Esposa (ESPO) Filha (FILH) Socorro (SOCO) Diácono (DIAC) Maria das Dores (MARI) Cristina (CRIS) Membro do Louvor (LOUV) Missionário

Leia mais

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA LEITURA FÁCIL De Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 Adaptação e revisão de texto Ana Cristina Luz Desenvolvido no âmbito do projeto

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos ÍNDICE Sumário INTRODUÇÃO... 3 ISSO ACONTECE COM VOCÊ TAMBÉM?... 4 MAS PERAÍ, QUEM GANHA NA LOTERIA?... 5 QUE NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA... 6 O QUE FAZEM PARA GANHAR NA MEGA SENA?... 7 8 DICAS PRÁTICAS

Leia mais

CHICÃO É UM RIO BONITO

CHICÃO É UM RIO BONITO CHICÃO É UM RIO BONITO Local: Bom Jesus da LAPA Data: 23/01/2001 Estúdio:10/12/2008. Estilo: Forró Tom: G (Sol maior) VOCÊ É UM RIO BONITO QUE LEVA O MEU AMOR E ME TRAZ O SEU SORRISO. NAVEGANDO NO SEU

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil , Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil Brasília - DF, 16 de agosto de 2006 Meu caro Rossano, presidente do Banco do Brasil, Meu caro companheiro Paulo Bernardes, ministro do Planejamento,

Leia mais

Projeto OCA- Observatório de Crianças e adolescentes

Projeto OCA- Observatório de Crianças e adolescentes Projeto OCA- Observatório de Crianças e adolescentes Palavras chave: direito à cidade, direitos da criança e do adolescente, educação de qualidade, orçamento público, observatório de crianças e adolescentes,

Leia mais

Leia: É uma Partida de Futebol

Leia: É uma Partida de Futebol ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 7º Ano Matutino REVISÃO Leia: É uma Partida de Futebol Bola na trave não altera o placar Bola na área sem ninguém

Leia mais

Chordbook Baden Powell

Chordbook Baden Powell Chordbook Baden Powell Last update: Fri, 17/Dec/2010 http://my.andreanjos.org/music/artist/35/pdf/ Downloaded on Mon, 09/Jan/2017 http://my.andreanjos.org Table of Contents Canto de Ossanha...................................

Leia mais

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO

IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IMPELIDOS PELO ESPÍRITO PARA A MISSÃO IGREJA EM SAÍDA CULTURA DO ENCONTRO comunidade eclesial a V O C A Ç Ã O NASCE, CRESCE na IGREJA; é SUSTENTADA pela IGREJA. Todos os cristãos são constituídos missionários

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Segunda forma de jogo SIMBÓLICO OU FAZ-DE-CONTA

Segunda forma de jogo SIMBÓLICO OU FAZ-DE-CONTA 2. Primeira forma de jogo - EXERCÍCIO A principal característica do jogo, nesta fase, é seu aspecto prazeroso e funcional, expresso nos sorrisos que acompanham a atividade. A criança brinca inicialmente

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Denise Local: Núcleo de Arte Albert Einstein Data: 03.12.2013 Horário: 10 h30 Duração da entrevista: 1h.

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO 1- MARANATA VEM SENHOR JESUS Mãos na boca (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo) Vem buscar Tua igreja. Mão na boca falando (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo)

Leia mais

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Tempo para ser criança e ser feliz Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Ser criança e ser feliz Ser criança é uma das virtudes do homem Podem fazer-se coisas que

Leia mais

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA O Projeto Infâncias, prevê a realização de 03 episódios do gênero ficção, abordando temáticas sociais a partir de perspectivas do universo infantil, representando a forma

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

AVALIAÇÃO 2º ANO LEIA A POESIA COM ATENÇÃO:

AVALIAÇÃO 2º ANO LEIA A POESIA COM ATENÇÃO: ESCOLA: NOME: DATA: / / 2º ANO: AVALIAÇÃO 2º ANO O SAPO SALTADOR LÁ NO CANTO DO JARDIM MORA UM SAPO SALTADOR QUE SE REFRESCA NA ÁGUA PARA ESPANTAR O CALOR LEIA A POESIA COM ATENÇÃO: ESPERA CONTENTE E FACEIRO

Leia mais

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua De Pedro Santos de Oliveira Versão COMPLETA Por Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 www.plip.ipleiria.pt 2013 O Pequeno Trevo e os

Leia mais

"INDAGAÇÕES" Fausto F

INDAGAÇÕES Fausto F "INDAGAÇÕES" Fausto F Quem procura acha? Quem espera sempre alcança? Farinha pouca meu pirão primeiro? De cavalo dado não se olha os dentes? Melhor um pássaro que na mão que dois voando? Assim na terra

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

A Teoria da Relatividade está baseada em dois princípios:

A Teoria da Relatividade está baseada em dois princípios: O QUE É ESPAÇO E TEMPO II A Teoria da Relatividade está baseada em dois princípios: 1) Princípio da Equivalência As leis da Física são as mesmas em qualquer referencial. Você jogando uma bola para cima

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

www. brunopinheiro.me

www. brunopinheiro.me >>SE VOCÊ ESTA PENSANDO EM ENTRAR NA INTERNET PENSANDO EM VENDER, VAI SE DAR MAL >> ENTRE PENSANDO EM CONQUISTAR CLIENTES CONQUISTE, EDUCANDO-OS >> QUANDO VOCÊ CONQUISTA UM CLIENTE, VOCÊ TEM UM MULTICOMPRADOR

Leia mais

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO *CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO LL PRODUÇÕES O fantástico mundo de L.L A visita a um misterioso mundo 2 Luan Patrick Nascimento da Costa, paraense, nascido em 21/01/2012 em Belém Pará. 3 A visita a um misterioso

Leia mais

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô.

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô. Parabéns para o Dan Tocou o telefone lá em casa. Meu pai atendeu na sala. Alô. Meu avô, pai do meu pai, do outro lado da linha, fez voz de quem não gostou da surpresa. Eu liguei pra dar parabéns ao Dan.

Leia mais

PESQUISA NO RIO DOS SINOS

PESQUISA NO RIO DOS SINOS PESQUISA NO RIO DOS SINOS Alice Salete Bredow Ananda Vitória Corrêa Marina Torman Rodrigues Machado Rafaela Alves Jardim Turma 71 Data 06/07/2016 Professora: Melina Wasem Passos Disciplina: Língua Portuguesa

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

Blog Cantinho do Saber

Blog Cantinho do Saber Blog Cantinho do Saber Professora: Turma: Turno: Ano: Bimestre: Semestre: Duração: 18\08\2014 ate 07\09\2014-3 semanas - 15 dias Projeto Fazendo Arte na Educação Infantil DATA COMEMORATIVA: Folclore Dia

Leia mais

+ Amor - Julgue THAIS KAROLINE

+ Amor - Julgue THAIS KAROLINE + Amor - Julgue THAIS KAROLINE Olá! meu nome é Thais Karoline: Nunca fui boa de escrever algo, mas pelo que sinto demostram tudo rs Sabemos que muitas pessoas gostam de julgar, pelo seus erros mas ninguém

Leia mais

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA

COMPOSITOR CÍCERO BAHIA SELEÇÃO BRASILEIRA O VERDE AMARELO DE QUATORZE PRA CÁ MOSTROU AO MUNDO INTEIRO QUE VEIO PRA GANHAR. EM CINQUENTA E OITO O TIME CAMPEÃO TROUXE O TROFÉU PRA NOSSA SELEÇÃO. MAIS UM BRASIL E NO MUNDO INTEIRO

Leia mais

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA AUTORA Luciana de Almeida COORDENAÇÃO EDITORIAL Sílnia N. Martins Prado REVISÃO DE TEXTO Katia Rossini PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Linea Creativa ILUSTRAÇÕES

Leia mais

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM FADE IN: CENA 1.DIA-EXT-CEMITERIO Cemitério.vemos dois garotos brincando,o sorrisos em seus rostos.a baderna que

Leia mais

OFICINA DE LIBRAS. Profa Me Luciana Andrade Rodrigues

OFICINA DE LIBRAS. Profa Me Luciana Andrade Rodrigues OFICINA DE LIBRAS Profa Me Luciana Andrade Rodrigues CONTEÚDO - Revisão de todas as aulas anteriores; -Inclusão; - Vídeo e Interatividade OBJETIVOS - Ampliação do vocabulário em LIBRAS; -Música. SEGREGAÇÃO

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0053 Título: Performance Folia de Reis e entrevista com Flauzino Nascimento Mídia: Mini DV Time Code in Out Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Sugestão (conexões

Leia mais

ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS. Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia.

ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS. Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia. 1 ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS Prezados coralistas, Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia. Este roteiro não substitui a

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão O LUGAR ONDE VIVO Um roteiro de Ingredy Galvão FADE IN: 01 EXT. CASA DO GUARÁ DIA O caminhão da mudança chega à casa de, menina de 12 anos, magra, morena, estatura mediana, filha carinhosa. Ela tem em

Leia mais

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo.

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo. Cena 4 Uma rua. Um latão de lixo. Mulher Velha e Homem Velho Homem Velho: Puta vesida de velha. Mulher Velha: O que você tá procurando? Homem Velho: Comida. Mulher Velha: Já faz mais de dez anos que não

Leia mais

Festa da música º ano CDEF

Festa da música º ano CDEF Festa da música 05 5º ano CEF Menina estás à janela 5C G Menina estás à janela A com o teu cabelo à lua G não me vou daqui embora A sem levar uma prenda tua 3 3 3 sem levar uma prenda tua sem levar uma

Leia mais