Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo."

Transcrição

1 Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem. O diálogo nos permite perceber um contraste entre as representações sociais que fazem deste lugar e a alegria de viver dessas crianças que lá residem. Seus relatos nos transportam de um imaginário de uma baía de Guanabara poluída a um lugar paradisíaco de águas cristalinas Sinopse

2 ROTEIRO: Kelson s: O Lugar onde vivo. (1) (Letreiro em fundo negro): Kelson s: O Lugar onde vivo (2) ( Abertura)- Google Earth :.Mostrando a Terra, fechando em América do Sul Brasil, em seguida Região Sudeste, depois Rio de Janeiro, até chegar no bairro Maré e em imagem aérea indo até a Comunidade Pescador Marcílio Dias, mostrando as margens da Baía da Guanabara e o Cais da Comunidade). (3) (Voz em off enquanto se mostram as imagens do cais com os adolescentes nadando destacando o lugar sujo que é, com o sol da tarde ao fundo mostrando o cais e o balançar do barco com as águas do mar e adolescentes mergulhando e brincando na água) Voz em off - Para quem quer se soltar inventa o Cais, Invento mais que a solidão me dá Invento lua nova a clarear Invento o amor e sei a dor de me lançar Eu queria ser feliz Invento o mar Invento em mim o sonhador (Créditos: Cais de Milton Nascimento ) (4) Voz de Luciano em off Eu assumo o meu amor pelo cais, vou todos os dias (5) Voz em off Mas você não tem medo, não é um lugar sujo, poluído? (Luciano e os outros meninos saem do mar) (6) Luciano Pode ser, mas com aquele sol quente no coco da gente qualquer um pularia no cais. Página 1

3 (7)Voz em off Você gostaria de ver o cais mais limpo?? (8) Luciano Lógico, mas ninguém olha prá gente não, nossa favela é escondida. Aqui tem cada jogador de futebol que poderia até jogar no Barcelona, mas só filmam Vila Cruzeiro, Mangueira... A nossa comunidade fica atrás do Mercado São Sebastião, ninguém vê não... (9)Voz em off O que é mais triste nessa comunidade? (10)Todos quase simultaneamente à uma voz - Mandacaru, Mandacaru, Mandá...! (11) Thiago Lá quando chove a lama vem até aqui (Mostra nas pernas) (Cenas de crianças andando com os pés sujos de lama) (12)Voz em Off Em que outros espaços se vive nesse lugar?? (13)Luciano Na quadra. Lá a brincadeira de pipa é à vera e no campo é à brinca. (14)Voz em off Como assim, não entendi?? (15) Thiago A gente brinca de pipas até à noite... (Mostrar imagens deles soltando pipas) (16) Luciano Na quadra a gente sabe que não pode cortar; é à brinca. Já no Campo a disputa é à vera. (17) Thiago A gente se encontra no baile também, é legal. (Mostrar imagens dos jovens dançando a dança do passinho). (18)Voz em off E onde acontece o baile? (19) Luan No mesmo campo que a gente joga bola. (Mostrar imagens de crianças no campo jogando bola) (20)Thiago Pena que o baile só acontece de sexta prá sábado, no domingo não pode ter baile. Página 2

4 (21)Luciano Ah, mas tem a escola. Aqui a gente pode se reunir e dançar no recreio todos os dias. (Mostrar as disputas de passinho no pátio da escola) (22)Voz em off E nos outros dias o que vocês fazem na comunidade? (23) Luciano Ah, se o sol está quente nós temos o cais... (24) (Ao fundo a música de Milton Nascimento, Cais, tocando suavemente enquanto mostra imagens dos meninos pulando no cais e fechando nas pipas que outros soltam, junta-se ao grupo a menina Marina ) Locutor: Para quem quer me seguir eu quero mais Tenho o caminho do que sempre quis Num saveiro pronto pra partir Invento o cais e sei a vez de me lançar (25) Voz em off Qual é o sonho de vocês? (26) Marina Eu quero ser da marinha... (27) Luciano Jogador de futebol... (28) Voz em off Mas vocês não tem vontade de sair de lá? as pessoas falam que lá é tão perigoso? (29)Luciano - Ah, mas a gente se diverte muito lá. e do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive só a gente mesmo. (30) (Entra a música CAIS de Milton Nascimento enquanto aparece o fade in negro com os créditos, enquanto isso ao som da música, volta imagens dos meninos no Cais, da Comunidade Marcílio Dias, mais conhecida como Kelsons, sempre voltando aos créditos com fundo negro e concluindo com a fala dos sonhos deles em off ditos anteriormente). Página 3

5 (31) Fade out Mostrar o sol quente e os meninos caindo na água do Cais. (32) Fechando em fundo negro a legenda: do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive, só a gente mesmo Assinado Luciano Página 4

6 Concurso Escola, Roteiro e Cinema Roteiro: Kelson s : O Lugar onde Vivo 1) Dados de Identificação: Escola Municipal Professor Souza Carneiro Número no INEP: End.: Rua Califórnia, 255 Penha - Rio de Janeiro RJ Tel.: (021) e (021) CEP.: Diretora: Eliane Ferreira 2) Alunos Autores do Roteiro: 2.1 Luciano Fernandes Santos Matriculado no 9º Ano End.: Rua Pedro Torres, 22 Bonsucesso Rio de Janeiro - RJ 2.2 Tiago Rodrigues Guimarães Matriculado no 7º Ano 2.3 Luan Silva da Costa Matriculado no 9º Ano 2.4 Marina Cristina Gomes de Oliveira Matriculada no 9º Ano

7

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0037 Título: Entrevista com D. Mariana e Seu Pedro Mídia: Mini DV Time Code in Out 00: 08 02: 35 S. Pedro Antonio e D. Mariana num sofá, com uma bandeira de folia ao lado. (o filme começa

Leia mais

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE NOSSO LIVRO DO FOLCLORE ALUNOS DA TURMA DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO DA EMEF PROF. HENRIQUE PEGADO 2015 NOSSO LIVRO DO FOLCLORE AUTORES ALUNOS DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS NOVEMBRO 2014- todos os direitos reservados 1 PERSONAGENS: Atriz- CLAUDINHA (criança cadeirante) Ator- ÍCARO (pássaro), URUBULINO (esquilo flamenguista) Atriz- LELECA

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0043 Título: Performance Folia de Reis de D. Mariana Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) in out 00:00 01:39 Imagem, com efeito (shutter

Leia mais

Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS. Ilustrado por Bianca Rocha de Martino

Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS. Ilustrado por Bianca Rocha de Martino Bianca Rocha de Martino ALGUNS DOS MEUS DIAS Ilustrado por Bianca Rocha de Martino 1 FICHA TÉCNICA Martino, Bianca Rocha de Alguns dos meus dias / [texto e ilustrações] Bianca Rocha de Martino. 1. Literatura

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos.

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família.

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

Chordbook Baden Powell

Chordbook Baden Powell Chordbook Baden Powell Last update: Fri, 17/Dec/2010 http://my.andreanjos.org/music/artist/35/pdf/ Downloaded on Mon, 09/Jan/2017 http://my.andreanjos.org Table of Contents Canto de Ossanha...................................

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1 A paz já lá está! A paz já lá está, Página 1 A minha mensagem é muito, muito simples. Muitas pessoas vêm ouvir-me e sentam-se aí, meio tensas: "O que é que eu vou ouvir?" E eu digo-lhes sempre: "Relaxem."

Leia mais

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE

As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE UNIDADE 2: As varetas e as estacas. TU. SEXUALIDADE E AFETIVIDADE 1ºESO 2ºESO Quem é você? Reconhecer minha sexualidade e meus afetos me ajuda a conhecer. Na igualdade e a diferença. No amor. 4. Meus primeiros

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan (Entra um jovem em cena e se depara com um cartaz da campanha da fraternidade (2015). O jovem lê o lema em voz alta): JOVEM: (Lendo) Eu vim para servir! JOVEM:

Leia mais

Um ato de amor sonhador ao mundo

Um ato de amor sonhador ao mundo Um ato de amor sonhador ao mundo Este livro esta aberto para qualquer idade, pois relata uma historia de amor com a nossa sociedade, uma garotinha de 09 anos de idade busca fazer a diferença sempre dando

Leia mais

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto.

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. A HISTÓRIA DE GUTO Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. correr, pular, jogar futebol. Morava com seus pais,

Leia mais

PESQUISA NO RIO DOS SINOS

PESQUISA NO RIO DOS SINOS PESQUISA NO RIO DOS SINOS Alice Salete Bredow Ananda Vitória Corrêa Marina Torman Rodrigues Machado Rafaela Alves Jardim Turma 71 Data 06/07/2016 Professora: Melina Wasem Passos Disciplina: Língua Portuguesa

Leia mais

AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural.

AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural. AGRIPINO E CAMPINO (Uma prosa curiosa) De: Camilo Tostes Produção: Cia Trem Bão de Teatro e Música e Espaço Oficina Cultural. (O personagem AGRIPINO vai entrando pela lateral, de costas para o personagem

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

2 Sugestão de avaliação

2 Sugestão de avaliação Presente Sugestão de avaliação 1 Unidade Lugar de estudar 1. A autora de livros de literatura Ruth Rocha, em seu livro A escola do Marcelo, conta como esse garoto descreve a escola onde estuda. A minha

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0036 Título: XI Encontro de Jongueiros apresentação de diversos grupos: Discursos, homenagens, Dona Ivone Lara e Xangô da Mangueira Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário

Leia mais

Confira o roteiro de pregações dos Retiros de Carnaval 2016: 1. INTRODUÇÃO

Confira o roteiro de pregações dos Retiros de Carnaval 2016: 1. INTRODUÇÃO Para os retiros de Carnaval, o Conselho Nacional da Renovação Carismática do Brasil preparou um roteiro a fim de orientar as pregações dos Encontros que acontecem na próxima semana em todo o país. As orientações

Leia mais

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Fotos: Apu Gomes/Folhapress Quando a gente entra no táxi aqui perto é só falar para seguir até a rua do lixo. Todo mundo sabe onde é. A

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION. O reizinho mandão

COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION. O reizinho mandão COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION Troca do livro Segunda-feira Curitiba, 5 de maio de 2014. Leia o texto abaixo: Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa- 4º ano Eu vou contar pra vocês

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0053 Título: Performance Folia de Reis e entrevista com Flauzino Nascimento Mídia: Mini DV Time Code in Out Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Sugestão (conexões

Leia mais

Olhares. Rosângela Trajano. 2 - Por que não permitimos que os outros se aproximem de nós? 4 O que são as coisas mais simples do mundo para você?

Olhares. Rosângela Trajano. 2 - Por que não permitimos que os outros se aproximem de nós? 4 O que são as coisas mais simples do mundo para você? Olhares Ando pelas ruas e a multidão quase esbarra em mim. Tenho certeza que se me deitasse no chão seria pisoteada. As pessoas não olham mais para o chão, aliás as pessoas não olham mais nem para si mesmas.

Leia mais

a) Qual das formas verbais destacadas nas frases transmite a ideia de uma ação completamente concluída?

a) Qual das formas verbais destacadas nas frases transmite a ideia de uma ação completamente concluída? VERBO CONTINUAÇÃO III FLEXÃO DE TEMPO TEMPOS VERBAIS A) Modo Indicativo Leia esta piada: Chovia há três dias sem parar e o campo de futebol estava completamente inundado. Era domingo e sem futebol o pessoal

Leia mais

QUE TAL CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE O AMBIENTE EM QUE UMA DAS PERSONAGENS DA TURMA DA MÔNICA VIVE?

QUE TAL CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE O AMBIENTE EM QUE UMA DAS PERSONAGENS DA TURMA DA MÔNICA VIVE? 2ºano 1.2 CIÊNCIAS 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA

APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA APRESENTAÇÃO O GAROTO DA VARANDA O Projeto Infâncias, prevê a realização de 03 episódios do gênero ficção, abordando temáticas sociais a partir de perspectivas do universo infantil, representando a forma

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1

VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1 Vilhena/Rondônia VALORES RESPONSABILIDADE 11 SOLIDARIEDADE 1 RESPEITO 19 PERSEVERENÇA 2 HUMILDADE 4 AMOR AO PRÓXIMO 2 CARATER 5 FÉ 2 MORAL 3 SABER OUVIR 1 DIGNIDADE 2 COMPROMISSO 2 ÉTICA 3 HONESTIDADE

Leia mais

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo.

Cena 4. Pausa. O homem velho mete metade do corpo no latão e afunda nos sacos de lixo. Cena 4 Uma rua. Um latão de lixo. Mulher Velha e Homem Velho Homem Velho: Puta vesida de velha. Mulher Velha: O que você tá procurando? Homem Velho: Comida. Mulher Velha: Já faz mais de dez anos que não

Leia mais

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007 Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração dos condomínios do Programa de Arrendamento Residencial em Santa Cruz Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Leia mais

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA letreiro 1: Sem o modernismo dos tempos atuais, o samba sertanejo era uma espécie de baile rústico, que ia noite à dentro até o raiar do dia, com seus matutos dançando e entoando

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Autoria. Coordenação científica e programática. Ilustração e design. Sónia Costa

Autoria. Coordenação científica e programática. Ilustração e design. Sónia Costa Autoria Sónia Costa Licenciada em Ciências da Educação pela Universidade do Porto sonia.costa@am-live.pt Coordenação científica e programática Sónia Costa Licenciada em Ciências da Educação pela Universidade

Leia mais

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM FADE IN: CENA 1.DIA-EXT-CEMITERIO Cemitério.vemos dois garotos brincando,o sorrisos em seus rostos.a baderna que

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil , Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Banco do Brasil Brasília - DF, 16 de agosto de 2006 Meu caro Rossano, presidente do Banco do Brasil, Meu caro companheiro Paulo Bernardes, ministro do Planejamento,

Leia mais

Leia: É uma Partida de Futebol

Leia: É uma Partida de Futebol ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 7º Ano Matutino REVISÃO Leia: É uma Partida de Futebol Bola na trave não altera o placar Bola na área sem ninguém

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes Chiquinho MIOLO 3/8/07 9:34 AM Page 14 Meu nome é Chiquinho Meu pai é alto e magro e se chama Chico. Meu avô é baixo e gordo e se chama Francisco. Eu me chamo Chiquinho e ainda não sei como sou. Já andei

Leia mais

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa!

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa! Sabedoria do mar Pesquisa: Fábio G. Daura Jorge, Biólogo. Leonardo L. Wedekin, Biólogo. Natália Hanazaki, Ecóloga. Roteiro: Maurício Muniz Fábio G. Daura Jorge Ilustração: Maurício Muniz Apresentação Esta

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima

Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima Cinema na escola O Menino Maluquinho e Meu pé de laranja lima Proposta de cinema em sala de aula Filmes: 1- O Menino Maluquinho 2- Meu pé de laranja lima Censura livre O Menino Maluquinho O livro O Menino

Leia mais

Ficha da semana 4º ano A, B e C. Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 7/4/2015

Ficha da semana 4º ano A, B e C. Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 7/4/2015 Ficha da semana 4º ano A, B e C. Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue à professora no dia seguinte. 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno

Leia mais

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM:

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: CENA 1 COLAGEM DE IMAGENS SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO - Carreta descendo

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO CENÁRIO: Uma floresta, com um lago na frente do palco. PERSONAGENS: Princesa, Sapo, Rei, Rainha, Príncipe, Soldado 7. TODOS: (alunos formando objetos do cenário) Vinha o sapo

Leia mais

Perdido no Jurassic Park

Perdido no Jurassic Park Trabalho de Storyboard LINGUAGEM AUDIOVISUAL E GAMES Professor: Eliseu de Souza Dreiky Fraga RA00117735 Perdido no Jurassic Park Introdução A história que segue no trabalho é de um pescador que acaba parando

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão O LUGAR ONDE VIVO Um roteiro de Ingredy Galvão FADE IN: 01 EXT. CASA DO GUARÁ DIA O caminhão da mudança chega à casa de, menina de 12 anos, magra, morena, estatura mediana, filha carinhosa. Ela tem em

Leia mais

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA AUTORA Luciana de Almeida COORDENAÇÃO EDITORIAL Sílnia N. Martins Prado REVISÃO DE TEXTO Katia Rossini PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Linea Creativa ILUSTRAÇÕES

Leia mais

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa ALQUIMIA Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa Esse coração tão calado Vive escutando a voz da razão Aprenda com os erros passados

Leia mais

AGENDAR AUTOAVALIAÇÃO com INDICAÇÕES

AGENDAR AUTOAVALIAÇÃO com INDICAÇÕES SCRIPTS AGENDAR AUTOAVALIAÇÃO com INDICAÇÕES ATENÇÃO: Lembre-se que seu cliente deve ter avisado aos amigos que você entraria em contato Olá, Meu nome é, a gente ainda não se conhece, mas quem me passou

Leia mais

Cantando na Horta. Paródias selecionadas na primeira etapa do concurso de paródias do Projeto Horta Vida e Saúde na Escola 5º ANO

Cantando na Horta. Paródias selecionadas na primeira etapa do concurso de paródias do Projeto Horta Vida e Saúde na Escola 5º ANO Cantando na Horta Paródias selecionadas na primeira etapa do concurso de paródias do Projeto Horta Vida e Saúde na Escola 5º ANO Alunos Autores da Paródia: Adelmo Reisdörfer Júnior André Eugenio Covalchuk

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA UNIDADE CURRICULAR DE PROJECTO DE PRODUÇÃO MEDIATIZADA L U S I M É D I A 2 0 1 3 GUIÃO LITERÁRIO CENA SEQUÊNCIA 1:EXT/MUNDO

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) As vozes de S Manuel e S. João são encobertas pelas palmas. Fim da lera.

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) As vozes de S Manuel e S. João são encobertas pelas palmas. Fim da lera. Número da fita: 0081 Título: Performance de Calango e entrevista com Terezinha de Jesus, Manoel Seabra e João Batista de Azedias Mídia: Mini DV Time Code in Out 00:00:00 00:02:15 Roda de calango continuação

Leia mais

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho alternativo, onde encontra com um sujeito estranho.

Leia mais

GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA

GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA Capítulo 1 1º Bimestre Colégio Contato Farol Professora Thaís Freitas Ensino de Física VOCÊ JÁ PAROU PARA PENSAR EM UM MUNDO SEM INSTRUMENTOS DE MEDIDA? PENSE: Como poderíamos

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível Número da fita: 01.0166 Lugar: Pinheiral Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível in out 0:00 0:34 Imagem de Fatinha Fatinha diz não ter no grupo pontos sobre a Princesa Isabel,

Leia mais

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus.

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Cartilha Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Você sabe como é feito o tratamento da água

Leia mais

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 PEDRA NO RIM Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 E-mails: baeta99@hotmail.com abraaoab@globo.com Telefones: (21) 7576-6771 HOMEM: tem aproximadamente trinta anos, bonito, atraente,

Leia mais

Material Educativo: Disse o Dicionário

Material Educativo: Disse o Dicionário Material Educativo: Disse o Dicionário Atividade que permite pensar sobre os sentidos denotativos e conotativos de palavras existentes em dicionários e presentes em poemas escolhidos, com o objetivo de

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2011 Ensino Fundamental e Ensino Médio Sistema de Recuperação Nome do (a) Aluno (a): Atividade de Recuperação de Língua Portuguesa Nível: I F-2 Professor (a):

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum-27.10.13 Se eu for como o fariseu, rezo só a falar em mim: EU...EU...EU... Eu, Senhor, sou o melhor de todos. Eu não sou mentiroso, como os meus colegas. Eu digo bom-dia

Leia mais

Na Internet Gramática: atividades

Na Internet Gramática: atividades Na Internet Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia os documentos Modo subjuntivo geral e Presente do subjuntivo, no Banco de Gramática. 1. No trecho a seguir, extraído da

Leia mais

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria Ame o seu Próximo Parabéns Rafa. Muitas felicidades, muitos anos de vida! Era o aniversário do Rafa, ele estava fazendo seis anos. Há tempos esperava ansioso por esse dia. Dani, seu melhor amigo, tinha

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

ROTEIRO PEÇA DE NATAL

ROTEIRO PEÇA DE NATAL ROTEIRO PEÇA DE NATAL O NASCIMENTO DE JESUS Adaptado por Lenardo Sanches (Arraial do Cabo/RJ) (2015) Personagens da peça Narrador (voz) Maria Anjo (espírito de luz) José Isabel Pastores de ovelhas (pessoas)

Leia mais

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS COPYRIGHT MIKAEL SANTIAGO mikael@mvirtual.com.br RUA ITUVERAVA, 651/305 JACAREPAGUÁ RIO DE JANEIRO - RJ (21)9879-4890 (21)3186-5801

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS:

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: CONTE QUANTAS MENINAS TEM NA SUA SALA DE AULA. PINTE OS QUADRADINHOS. QUANTAS MENINAS SÃO?

Leia mais

w Unidade 3 - Lugar de Morar

w Unidade 3 - Lugar de Morar w Unidade 3 - Lugar de Morar w Unidade 3 - Lugar de Morar 1. Leia o texto Quando eu era pequena, morava num bairro só de casas. O lugar era tão calmo que nós podíamos brincar no meio da rua. A turma do

Leia mais

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Ilustração da Capa: Grace Kelli Pereira Projeto gráfico e editoração eletrônica: WOZi Revisão: Roque Aloisio Weschenfelder Todos os direitos desta

Leia mais

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA ANEXOS 33+ ROTEIRO DAS PALESTRAS Situações determinantes do psiquismo humano: história mítica (situações anteriores à concepção e ao nascimento de uma criança), projeção do futuro da criança. primeiro

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 Integração entre Serviços e Benefícios VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 A desproteção e a vulnerabilidade são multidimensionais

Leia mais