Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo."

Transcrição

1 Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem. O diálogo nos permite perceber um contraste entre as representações sociais que fazem deste lugar e a alegria de viver dessas crianças que lá residem. Seus relatos nos transportam de um imaginário de uma baía de Guanabara poluída a um lugar paradisíaco de águas cristalinas Sinopse

2 ROTEIRO: Kelson s: O Lugar onde vivo. (1) (Letreiro em fundo negro): Kelson s: O Lugar onde vivo (2) ( Abertura)- Google Earth :.Mostrando a Terra, fechando em América do Sul Brasil, em seguida Região Sudeste, depois Rio de Janeiro, até chegar no bairro Maré e em imagem aérea indo até a Comunidade Pescador Marcílio Dias, mostrando as margens da Baía da Guanabara e o Cais da Comunidade). (3) (Voz em off enquanto se mostram as imagens do cais com os adolescentes nadando destacando o lugar sujo que é, com o sol da tarde ao fundo mostrando o cais e o balançar do barco com as águas do mar e adolescentes mergulhando e brincando na água) Voz em off - Para quem quer se soltar inventa o Cais, Invento mais que a solidão me dá Invento lua nova a clarear Invento o amor e sei a dor de me lançar Eu queria ser feliz Invento o mar Invento em mim o sonhador (Créditos: Cais de Milton Nascimento ) (4) Voz de Luciano em off Eu assumo o meu amor pelo cais, vou todos os dias (5) Voz em off Mas você não tem medo, não é um lugar sujo, poluído? (Luciano e os outros meninos saem do mar) (6) Luciano Pode ser, mas com aquele sol quente no coco da gente qualquer um pularia no cais. Página 1

3 (7)Voz em off Você gostaria de ver o cais mais limpo?? (8) Luciano Lógico, mas ninguém olha prá gente não, nossa favela é escondida. Aqui tem cada jogador de futebol que poderia até jogar no Barcelona, mas só filmam Vila Cruzeiro, Mangueira... A nossa comunidade fica atrás do Mercado São Sebastião, ninguém vê não... (9)Voz em off O que é mais triste nessa comunidade? (10)Todos quase simultaneamente à uma voz - Mandacaru, Mandacaru, Mandá...! (11) Thiago Lá quando chove a lama vem até aqui (Mostra nas pernas) (Cenas de crianças andando com os pés sujos de lama) (12)Voz em Off Em que outros espaços se vive nesse lugar?? (13)Luciano Na quadra. Lá a brincadeira de pipa é à vera e no campo é à brinca. (14)Voz em off Como assim, não entendi?? (15) Thiago A gente brinca de pipas até à noite... (Mostrar imagens deles soltando pipas) (16) Luciano Na quadra a gente sabe que não pode cortar; é à brinca. Já no Campo a disputa é à vera. (17) Thiago A gente se encontra no baile também, é legal. (Mostrar imagens dos jovens dançando a dança do passinho). (18)Voz em off E onde acontece o baile? (19) Luan No mesmo campo que a gente joga bola. (Mostrar imagens de crianças no campo jogando bola) (20)Thiago Pena que o baile só acontece de sexta prá sábado, no domingo não pode ter baile. Página 2

4 (21)Luciano Ah, mas tem a escola. Aqui a gente pode se reunir e dançar no recreio todos os dias. (Mostrar as disputas de passinho no pátio da escola) (22)Voz em off E nos outros dias o que vocês fazem na comunidade? (23) Luciano Ah, se o sol está quente nós temos o cais... (24) (Ao fundo a música de Milton Nascimento, Cais, tocando suavemente enquanto mostra imagens dos meninos pulando no cais e fechando nas pipas que outros soltam, junta-se ao grupo a menina Marina ) Locutor: Para quem quer me seguir eu quero mais Tenho o caminho do que sempre quis Num saveiro pronto pra partir Invento o cais e sei a vez de me lançar (25) Voz em off Qual é o sonho de vocês? (26) Marina Eu quero ser da marinha... (27) Luciano Jogador de futebol... (28) Voz em off Mas vocês não tem vontade de sair de lá? as pessoas falam que lá é tão perigoso? (29)Luciano - Ah, mas a gente se diverte muito lá. e do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive só a gente mesmo. (30) (Entra a música CAIS de Milton Nascimento enquanto aparece o fade in negro com os créditos, enquanto isso ao som da música, volta imagens dos meninos no Cais, da Comunidade Marcílio Dias, mais conhecida como Kelsons, sempre voltando aos créditos com fundo negro e concluindo com a fala dos sonhos deles em off ditos anteriormente). Página 3

5 (31) Fade out Mostrar o sol quente e os meninos caindo na água do Cais. (32) Fechando em fundo negro a legenda: do lugar que a gente mora, qualquer um pode falar, mas do lugar que a gente vive, só a gente mesmo Assinado Luciano Página 4

6 Concurso Escola, Roteiro e Cinema Roteiro: Kelson s : O Lugar onde Vivo 1) Dados de Identificação: Escola Municipal Professor Souza Carneiro Número no INEP: End.: Rua Califórnia, 255 Penha - Rio de Janeiro RJ Tel.: (021) e (021) CEP.: Diretora: Eliane Ferreira 2) Alunos Autores do Roteiro: 2.1 Luciano Fernandes Santos Matriculado no 9º Ano End.: Rua Pedro Torres, 22 Bonsucesso Rio de Janeiro - RJ 2.2 Tiago Rodrigues Guimarães Matriculado no 7º Ano 2.3 Luan Silva da Costa Matriculado no 9º Ano 2.4 Marina Cristina Gomes de Oliveira Matriculada no 9º Ano

7

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE

NOSSO LIVRO DO FOLCLORE NOSSO LIVRO DO FOLCLORE ALUNOS DA TURMA DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO DA EMEF PROF. HENRIQUE PEGADO 2015 NOSSO LIVRO DO FOLCLORE AUTORES ALUNOS DE ALFABETIZAÇÃO DA SALA DE APOIO PEDAGÓGICO

Leia mais

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS

Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS Peça Infanto Juvenil de ANDRÉ FAXAS NOVEMBRO 2014- todos os direitos reservados 1 PERSONAGENS: Atriz- CLAUDINHA (criança cadeirante) Ator- ÍCARO (pássaro), URUBULINO (esquilo flamenguista) Atriz- LELECA

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan (Entra um jovem em cena e se depara com um cartaz da campanha da fraternidade (2015). O jovem lê o lema em voz alta): JOVEM: (Lendo) Eu vim para servir! JOVEM:

Leia mais

a) Qual das formas verbais destacadas nas frases transmite a ideia de uma ação completamente concluída?

a) Qual das formas verbais destacadas nas frases transmite a ideia de uma ação completamente concluída? VERBO CONTINUAÇÃO III FLEXÃO DE TEMPO TEMPOS VERBAIS A) Modo Indicativo Leia esta piada: Chovia há três dias sem parar e o campo de futebol estava completamente inundado. Era domingo e sem futebol o pessoal

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos.

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família.

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

QUE TAL CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE O AMBIENTE EM QUE UMA DAS PERSONAGENS DA TURMA DA MÔNICA VIVE?

QUE TAL CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE O AMBIENTE EM QUE UMA DAS PERSONAGENS DA TURMA DA MÔNICA VIVE? 2ºano 1.2 CIÊNCIAS 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007 Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração dos condomínios do Programa de Arrendamento Residencial em Santa Cruz Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto.

Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. A HISTÓRIA DE GUTO Guto gosta de divertidas...era uma vez, em uma cidade bem longe, brincadeiras com os amigos: morava um menino que se chamava Guto. correr, pular, jogar futebol. Morava com seus pais,

Leia mais

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA letreiro 1: Sem o modernismo dos tempos atuais, o samba sertanejo era uma espécie de baile rústico, que ia noite à dentro até o raiar do dia, com seus matutos dançando e entoando

Leia mais

Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar

Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar Eu desajeitado Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar certo se ele tá impondo muita ele n tá respeitando

Leia mais

Perdido no Jurassic Park

Perdido no Jurassic Park Trabalho de Storyboard LINGUAGEM AUDIOVISUAL E GAMES Professor: Eliseu de Souza Dreiky Fraga RA00117735 Perdido no Jurassic Park Introdução A história que segue no trabalho é de um pescador que acaba parando

Leia mais

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática.

Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Fim de semana Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia o documento Pretérito perfeito do indicativo, no Banco de Gramática. Dois programas diferentes 1. Complete as lacunas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia

LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia Características do Gênero Textual Texto construído por versos (cada linha do poema) O conjunto de versos forma a estrofe Explora a sonoridade

Leia mais

A partir de mim. nós. Com quem? A HISTÓRIA

A partir de mim. nós. Com quem? A HISTÓRIA A partir de mim nós Com quem? A HISTÓRIA ESTE SOU EU!!! Como todo mês de julho, a associação na paróquia Santa Maria do Caminho organiza seus acampamentos de verão nas montanhas da Europa, no conhecido

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA

GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA GRANDEZAS E UNIDADES DE MEDIDA Capítulo 1 1º Bimestre Colégio Contato Farol Professora Thaís Freitas Ensino de Física VOCÊ JÁ PAROU PARA PENSAR EM UM MUNDO SEM INSTRUMENTOS DE MEDIDA? PENSE: Como poderíamos

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Educação pública no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional

Educação pública no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional Educação pública no Brasil Pesquisa de opinião pública nacional Metodologia As pesquisas do DataSenado são feitas por meio de entrevistas telefônicas, usando levantamentos por amostragem. A população considerada

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus.

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Cartilha Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Você sabe como é feito o tratamento da água

Leia mais

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível?

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Intiga i, invisível A perda auditiva é uma parte natural da vida A solução está aqui Você não está sozinho. Milhões de pessoas vivenciam

Leia mais

Alufá-Licutã Oxorongá ÚTERO DE PEDRA

Alufá-Licutã Oxorongá ÚTERO DE PEDRA 1 2 ÚTERO DE PEDRA 3 4 Alufá-Licutã Oxorongá ÚTERO DE PEDRA 5 Copyright Alufá-Licutã Oxorongá Direitos desta edição reservados à Alufá-Licutã Oxorongá alufalicuta@hotmail.com Recife Pernambuco - Brasil

Leia mais

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) As vozes de S Manuel e S. João são encobertas pelas palmas. Fim da lera.

Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) As vozes de S Manuel e S. João são encobertas pelas palmas. Fim da lera. Número da fita: 0081 Título: Performance de Calango e entrevista com Terezinha de Jesus, Manoel Seabra e João Batista de Azedias Mídia: Mini DV Time Code in Out 00:00:00 00:02:15 Roda de calango continuação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: 23 Leitura e Mediação Pedagógica S. Pesquisador: Helen Danyane Soares Caetano de Souza 04-set-10 Dentro de casa tem Transcrição (1) P: Bom dia S.? (2) C: Bom dia. (3) P: Tudo bem?

Leia mais

cartacampinas.com.br

cartacampinas.com.br cartacampinas.com.br O site de cultura e notícias! Banners do site feitos a partir das obras de Giló Silvatti, Paulo Cheida e Dimas Garcia, que fazem parte do projeto Carta Campinas Visuais. Além destes,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

Treinando Tubarões. Fabiano Britto Co-Fundador da Ouro Moderno Professor de Cursos Avançados em Animação Pioneiro em Cursos de Desenvolvedor de Games

Treinando Tubarões. Fabiano Britto Co-Fundador da Ouro Moderno Professor de Cursos Avançados em Animação Pioneiro em Cursos de Desenvolvedor de Games Treinando Tubarões Fabiano Britto Co-Fundador da Ouro Moderno Professor de Cursos Avançados em Animação Pioneiro em Cursos de Desenvolvedor de Games Treinamento A ideia Do atendimento ao fechamento Sugestão

Leia mais

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA AUTORA Luciana de Almeida COORDENAÇÃO EDITORIAL Sílnia N. Martins Prado REVISÃO DE TEXTO Katia Rossini PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Linea Creativa ILUSTRAÇÕES

Leia mais

Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch

Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch Ilustrações: Santiago Arte: www.espartadesign.com.br Contatos

Leia mais

Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto

Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto Paraíso preservado e tratamento de luxo é essa a se referência que mais ouvimos quando se fala de Fernando de Noronha. É coisa nossa e, quem me

Leia mais

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho A namorada vaidosa Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho Quando a peça se inicia, Julinho está deitado no sofá, totalmente coberto e imóvel. Entram Clarisse e Teresa. Estou furiosa, Teresa! Fu-ri-o-sa!

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

O livro de poemas do 5. A

O livro de poemas do 5. A O livro de poemas do 5. A Escola EB 2,3 de Prado Área de Projecto Ano lectivo 2008/2009 O livro de poemas do 5.ºA A ideia foi desenvolvida pela turma de 5.ºA, na disciplina de Área de Projecto, no decorrer

Leia mais

Barulho silencioso. Como jovens surdos lidam com uma sociedade em que a voz é um dos principais instrumentos de comunicação

Barulho silencioso. Como jovens surdos lidam com uma sociedade em que a voz é um dos principais instrumentos de comunicação Barulho silencioso Como jovens surdos lidam com uma sociedade em que a voz é um dos principais instrumentos de comunicação Carolina Barbosa e RR Sérgio e Alan conversam em libras no ponto de ônibus em

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA UNIDADE CURRICULAR DE PROJECTO DE PRODUÇÃO MEDIATIZADA L U S I M É D I A 2 0 1 3 GUIÃO LITERÁRIO CENA SEQUÊNCIA 1:EXT/MUNDO

Leia mais

ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃODE FÉRIAS DO PLANETÁRIO! 18 à 22 de julho de 2016

ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃODE FÉRIAS DO PLANETÁRIO! 18 à 22 de julho de 2016 ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃODE FÉRIAS DO PLANETÁRIO! 18 à 22 de julho de 2016 Data Horário Sessão/vivência 18/07 (2ª feira) Sessão: Universo na mente das crianças Por meio de imagens reais e animadas podemos

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

CLÁSSICOS OUTLET JOGOS. PUZZLE DO RUCA Constituído por 9 blocos, de 4 x 4 cm. Os blocos dão a possibilidade de fazer 6 puzzles diferentes.

CLÁSSICOS OUTLET JOGOS. PUZZLE DO RUCA Constituído por 9 blocos, de 4 x 4 cm. Os blocos dão a possibilidade de fazer 6 puzzles diferentes. JOGOS PUZZLE DO RUCA Constituído por 9 blocos, de 4 x 4 cm. Os blocos dão a possibilidade de fazer 6 puzzles diferentes. JOGOS PUZZLE WINX De 24 peças, para meninas. PUZZLE HELLO KITTY Ensina as primeiras

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP

Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Mato alto nas praças e lixo nas calçadas viram cenas comuns em SP Fotos: Apu Gomes/Folhapress Quando a gente entra no táxi aqui perto é só falar para seguir até a rua do lixo. Todo mundo sabe onde é. A

Leia mais

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum-27.10.13 Se eu for como o fariseu, rezo só a falar em mim: EU...EU...EU... Eu, Senhor, sou o melhor de todos. Eu não sou mentiroso, como os meus colegas. Eu digo bom-dia

Leia mais

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão

O LUGAR ONDE VIVO. Um roteiro de Ingredy Galvão O LUGAR ONDE VIVO Um roteiro de Ingredy Galvão FADE IN: 01 EXT. CASA DO GUARÁ DIA O caminhão da mudança chega à casa de, menina de 12 anos, magra, morena, estatura mediana, filha carinhosa. Ela tem em

Leia mais

Língua Portuguesa 5º ano. Escola: Aluno: A questão de número 1 baseia-se no texto abaixo:

Língua Portuguesa 5º ano. Escola: Aluno: A questão de número 1 baseia-se no texto abaixo: Língua Portuguesa 5º ano Escola: no/turma: ata: luno: questão de número 1 baseia-se no texto abaixo: O rato do mato e o rato da cidade Um ratinho da cidade foi uma vez convidado para ir à casa de um rato

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Julho de 2014 Sumário Rogério Santos Costa... 2 Michele Pereira da Silva... 3 Paulo Soares... 4 Djalma Ferreira... 5 Antenor da

Leia mais

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE Textos selecionados Carlos de Assumpção MÃE Os anos já pintaram de luar os teus cabelos, No entanto, tudo parece estar acontecendo agora, Neste instante. Após tantos anos, Neste momento, Vejo tudo diante

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z Você vai descobrir... Problemas que a maioria dos profissionais de festa enfrentam. Porque muitas pessoas que começam a trabalhar nesse mercado falham com cerca de 2 anos de atuação. A solução! Como implementar

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

Planejamento Anual 2014 Geografia 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I

Planejamento Anual 2014 Geografia 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I Geografia 1º período Unidade 1 A identidade e o jeito de cada um. Pessoas e coisas têm nome. Somos diferentes. Unidade 2 Representando o seu corpo. Lateralidade. Unidade 3 De casa até a escola. Casa e

Leia mais

3º ANO PROF.ª DINANCI SILVA

3º ANO PROF.ª DINANCI SILVA 3º ANO PROF.ª DINANCI SILVA AULA 08 Conteúdo: Interpretação de texto e elementos coesivos. Habilidade: D06 - Inferir o assunto principal de um texto. D15 - Estabelecer relações entre partes de um texto,

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS:

ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: ESCOLA MUNICIPAL ANÁPOLIS, PROFESSORA: ALUNO (A): ANO: 1 OBSERVE SUA SALA E SEUS COLEGAS E PINTE OS QUADRADINHOS: CONTE QUANTAS MENINAS TEM NA SUA SALA DE AULA. PINTE OS QUADRADINHOS. QUANTAS MENINAS SÃO?

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates

Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates 1º ano do Ensino Fundamental I O que você gosta de fazer junto com a sua mã e? - Dançar e jogar um jogo de tabuleiro. - Eu gosto de jogar futebol

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM FADE IN: CENA 1.DIA-EXT-CEMITERIO Cemitério.vemos dois garotos brincando,o sorrisos em seus rostos.a baderna que

Leia mais

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade São Gonçalo Rio de Janeiro Agosto de 2013 2 AGRADECIMENTOS A DEUS,

Leia mais

Em Alagoas, existe uma nação que você precisa fazer parte.

Em Alagoas, existe uma nação que você precisa fazer parte. Em Alagoas, existe uma nação que você precisa fazer parte. cadastre-se: www.nacaonordestina.com.br Quem é nordestino e flamenguista de coração, não vai querer ficar de fora deste projeto. Quem tem quase

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

UM RETRATO DAS CIDADES DE MENOS DE 100 MIL HABITANTES DO BRASIL

UM RETRATO DAS CIDADES DE MENOS DE 100 MIL HABITANTES DO BRASIL A P R E S E N T A M UM RETRATO DAS CIDADES DE MENOS DE 100 MIL HABITANTES DO BRASIL POR QUE FAZER ESSA PESQUISA? PELA RELEVÂNCIA QUE ESSES PEQUENOS MUNICÍPIOS TÊM. 95% Dos municípios brasileiros têm menos

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010

PEDRA NO RIM. Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA. Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 PEDRA NO RIM Por ABRAÃO AGUIAR BAÊTA Feito de 05/05/2010 a 08/05/2010 E-mails: baeta99@hotmail.com abraaoab@globo.com Telefones: (21) 7576-6771 HOMEM: tem aproximadamente trinta anos, bonito, atraente,

Leia mais

O USO DO JOGO CORRIDA DAS FUNÇÕES E A RELAÇÃO ENTRE A FUNÇÃO LOGARÍTMICA E FUNÇÃO EXPONENCIAL

O USO DO JOGO CORRIDA DAS FUNÇÕES E A RELAÇÃO ENTRE A FUNÇÃO LOGARÍTMICA E FUNÇÃO EXPONENCIAL O USO DO JOGO CORRIDA DAS FUNÇÕES E A RELAÇÃO ENTRE A FUNÇÃO LOGARÍTMICA E FUNÇÃO EXPONENCIAL Amanda Gonçalves Figueiredo Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ leona_shyla@hotmail.com 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Meu nome é Agnys Aparecida de Moura, tenho 8 anos, nasci em São Paulo,estudo na EMEF Dona Jenny Gomes.

Meu nome é Agnys Aparecida de Moura, tenho 8 anos, nasci em São Paulo,estudo na EMEF Dona Jenny Gomes. Meu nome é Agnys Aparecida de Moura, tenho 8 anos, nasci em São Paulo,estudo na EMEF Dona Jenny Gomes. Na escola gosto de matemática, na minha casa gosto de mexer no computador. Meu programa de televisão

Leia mais

MÚSICA. SF 4 03 de setembro

MÚSICA. SF 4 03 de setembro MÚSICA SF 4 03 de setembro A banda de rock alternativo SF 4 tem influências de bandas internacionais como Foo Fighters, Queens of Stone Age, Led Zeppelin e bandas nacionais como Scalene, NX Zero, Medulla

Leia mais

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS COPYRIGHT MIKAEL SANTIAGO mikael@mvirtual.com.br RUA ITUVERAVA, 651/305 JACAREPAGUÁ RIO DE JANEIRO - RJ (21)9879-4890 (21)3186-5801

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

Nº ENTIDADE. Municipal Futebol Clube. Instituição Edwirges. Associação Brincar e Crescer Creche Madalena Sofia. NAV Núcleo de Atenção à Violência

Nº ENTIDADE. Municipal Futebol Clube. Instituição Edwirges. Associação Brincar e Crescer Creche Madalena Sofia. NAV Núcleo de Atenção à Violência RELAÇÃO DE ENTIDADES NÃO GOVERNAMENTAIS DE ATENDIMENTO À INFÂNCIA - REGISTRO PROVISÓRIO NO CMDCA-RIO Nº ENTIDADE ENDEREÇO CAS Nº PROCESSO ATIVIDADES DESENVOLVIDAS Nº REG. PROVISÓRIO VALIDADE Municipal

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 4 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 4 I Verbos regulares no futuro do presente simples indicativo Estar Ser Ir Eu estarei

Leia mais

Simpatias antigas para curar bronquite

Simpatias antigas para curar bronquite Simpatias antigas para curar bronquite Simpatia para Bronquite infantil ou adulta Para curar a danada da bronquite das crianças, eu ensinei aqui mesmo a simpatia que eu usei no meu filho que sofria de

Leia mais

Na Internet Gramática: atividades

Na Internet Gramática: atividades Na Internet Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia os documentos Modo subjuntivo geral e Presente do subjuntivo, no Banco de Gramática. 1. No trecho a seguir, extraído da

Leia mais

Linhas de Transporte Municipais Empresa Transgeraldo

Linhas de Transporte Municipais Empresa Transgeraldo Linhas de Transporte Municipais Empresa Transgeraldo Tabela de Horários Linha 201 Passagem Via Andrino/Campestre (1 e 2). Terminal Rodoviário Margem Direita (Antiga Rodoviária). 05:50, 06:20, 06:50, 07:20,

Leia mais

TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL. Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração

TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL. Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL Exercício para a festa de Santo Inácio no Jubileu de 2006 Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração R. Paiva, SJ A um ou dois passos do lugar onde farei

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá.

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. Sozinha Em Casa. Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. 1.SOZINHA EM CASA: Em Uma Pequena Villa Avia Garota Chamada Eduarda

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

(Luís Fernando Veríssimo) 1. Tendo por base o texto acima, como podemos conceituar as interjeições? O que são elas?

(Luís Fernando Veríssimo) 1. Tendo por base o texto acima, como podemos conceituar as interjeições? O que são elas? Interjeição Alfabeto AH - Interjeição. Usada para indicar espanto, admiração, medo. Curiosamente, também são as iniciais de Alfred Hitchcock. AI - Interjeição. Denota dor, apreensão ou êxtase, como em

Leia mais

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada.

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. O MENINO E O BÚZIO era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. se cada ida era uma volta para a chegada, cada chegada já emendava noutra

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Acompanhe o leitor competente em ação. Leio o titulo: A moringa, a geladeira e a roupa no varal. São três coisas

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA CANTO DE ENTRADA: E B7 E B7 E B7 E B7 E Jesus meu amigo, estou aqui, estou aqui para celebrar, para agradecer e A B7 partilhar o pão e a Fé. A B G#m C#m A F# B7 Celebrar o

Leia mais

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Música: O Caminho Compositor: Daniel Feitosa Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Não vá se enganar se quiser se salvar o homem penitente este sim passará Pelos

Leia mais

Apontamento de Despesas

Apontamento de Despesas Apontamento de Despesas O objetivo do Apontamento de Despesas é auxiliá-lo no controle de suas finanças. Com ele, você saberá para onde vai cada centavo do seu dinheiro. Essa ação faz parte do pilar Diagnosticar

Leia mais

Paulo. O sofrimento de Paulo

Paulo. O sofrimento de Paulo Paulo O sofrimento de Paulo Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados;

Leia mais

APRENDENDO COM AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS

APRENDENDO COM AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 0 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 6.º ANO/EF PROFESSOR(A): VALOR: 0,0 MÉDIA: 6,0 RESULTADO:

Leia mais