SELMA COPIANO CALADO A MODA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SELMA COPIANO CALADO A MODA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL"

Transcrição

1 SELMA COPIANO CALADO A MODA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL UNISAL Americana 2006

2 SELMA COPIANO CALADO 2 A MODA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL Trabalho monográfico de conclusão de curso apresentado como exigência parcial para obtenção do Grau de Bacharel de Moda, à Banca Examinadora do CENTRO UNIVERSITÁRIO SALESIANO DE SÃO PAULO CENTRO UNISAL, sob a orientação da Professora Ms.. Joelma Leão. UNISAL Americana 2006

3 BANCA EXAMINADORA: 3 Profª. Ms. Joelma Leão Profª. Profª.

4 Dedico este trabalho a minha família. Especialmente ao meu marido pela perseverança que ele transmite. E aos meus dois filhos pela paciência e dedicação que sempre tiveram para comigo. Estes são os meus maiores bens! 4

5 AGRADECIMENTOS 5 Agradeço aos bons espíritos que sempre estiveram e estão ao meu lado, a Deus pelo dom da vida e poder ultrapassar mais um ciclo na minha existência. Agradeço aos professores da instituição UNISAL onde adquiri conhecimentos, em especial a professora, mestra, orientadora do meu TCC e amiga Joelma Leão pela sua dedicação e preocupação para com a minha pessoa. E mais um vez agradeço a minha família pela paciência, incentivo, dedicação, perseverança, força de vontade e o carinho que sempre tiveram para comigo. A todos o meu muito obrigado!

6 Toda mãe por si conserva, em traços de amor e luz a humildade de Maria e a grandeza de Jesus. Auta de Souza 6

7 Resumo 7 É relevante o estudo da moda na segunda guerra mundial, porque os fatos passados refletem no desenvolvimento social, econômico, cultural dos dias atuais. Mesmo com a guerra, Paris França continua a ser o berço da moda e seus estilistas, modistas, costureiros não perderam a arte de criar. Este estudo proporcionou o conhecimento, como fonte de pesquisa referente a moda na época da segunda grande guerra, provando que mesmo sem determinados materiais foi possível criar e inovar. Palavras Chave: Guerra, Moda, Roupa, Estilo, Estilistas.

8 LISTA DE FIGURAS 8 Figura 1.1 Mapa Europa antes da 1ª guerra (Leone, 1995) 13 Figura 3.1 Ilustração: Modelo abril de 1941 (Jornal folha da noite) 25 Figura 3.2 Ilustração: Modelo outubro de 1945 (Jornal folha da manhã) 25 Figura 3.3 Ilustração: Modelo Setembro de 1944 (Jornal folha da manhã) 26 Figura 3.4 Ilustração: Modelo Agosto de 1947 (Jornal folha da manhã) 29 Figura 3.5 Ilustração 2: Modelo Agosto de 1947 (Jornal folha da manhã) 29

9 SUMÁRIO 9 INTRODUÇÃO CAPÍTULO 1 Primeira e Segunda Guerras Primeira Guerra Mundial ( ) Segunda Guerra Mundial ( ) Hitler, sua Irmã Paula e sua Mulher Eva Braun O Desfecho da Guerra Economia CAPÍTULO 2: Comportamento Racional e Escassez de Material Inovação Tecnológica Materiais Escassos As Formas Femininas CAPÍTULO 3: A Moda e a Guerra Moda no Período de Guerra Estilistas da Época A Alta-costura As Formas do Vestuário no Pós-Guerra CONCLUSÃO Referências Bibliográficas Glossário de Tecidos... 47

10 INTRODUÇÃO 10 Importância do Tema A Segunda Guerra Mundial deixou uma herança trágica. Foi, em grande parte, responsável pela banalização da violência que se observa no mundo desde meados do século XX. Além disso, provocou duas feridas que não cicatrizaram até hoje: a experiência trágica das pessoas encarceradas nos campos de concentração nazistas e o massacre da população civil, resultante das bombas atômicas que os Estados Unidos jogaram sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. Para o estudo deste tema é importante o conhecimento das situações e necessidades ocorridas no período de 1939 à 1945, quando fatos sociais, culturais, econômicos e políticos que aconteceram, gerando grandes transformações benéficas ou maléficas para toda a humanidade. Especificamente na Moda, quando as mulheres passaram a restaurar suas roupas devido as necessidades da época. Os materiais eram muito escassos, as novas tecnologias estavam nascendo. Objetivo do Trabalho O início da Segunda Guerra Mundial, a ostentação parecia desaparecer, as mulheres estavam saindo para trabalhar fora de casa. Com esta atitude, as roupas passam a ser mais sérias, o vestido preto se mostrou ideal para a nova mulher trabalhadora. Juntamente com a bicicleta que passa a ser o meio de transporte mais utilizado pela população da Europa. Diante dos fatos ocorridos, este trabalho vem contribuir com os seguintes objetivos: Descrever de forma sucinta os fatos da primeira e segunda guerra que impactaram no ramo da moda. Expor as necessidades básicas de materiais na época da segunda guerra. Identificar os estilistas mais relevantes durante o período da segunda guerra mundial. Provar a existência da criação, mesmo em momentos de extrema crise.

11 Estrutura do Trabalho 11 Esta monografia é composta de três capítulos. O capítulo 1 apresenta um breve histórico da 1ª e 2ª Guerras Mundiais. No capítulo 2, abordamos o comportamento racional e a escassez de materiais, onde descrevemos a criação de roupas com materiais inovadores para a época. No capítulo 3 apresenta-se a moda no período de guerra, os estilistas, a alta costura e as formas do vestuário no pós-guerra. Finalizamos o trabalho expondo as conclusões, conforme os objetivos citados no início desta pesquisa.

12 1. Primeira e Segunda Guerras Primeira Guerra Mundial ( ) O imperialismo foi o maior responsável pela eclosão da Primeira Guerra Mundial, um dos mais terríveis conflitos da história da humanidade, que terminou com o triste número de mais de dez milhões de mortos. Além da luta direta entre Alemanha e Inglaterra, que disputavam a hegemonia econômica e política sobre o mundo, a Europa vivia nesse período alguns conflitos regionais, como a luta das nações dos Bálcãs por autonomia e o interesse da França cm retomar as regiões de Alsácia e Lorena, perdidas para a Alemanha em Nesse contexto, deu-se a criação de um sistema de alianças: de um lado, a Tríplice Aliança, ou potências centrais, unindo Alemanha, Império Austro-Húngaro e Itália (que em 1915 passou para a Entente); do outro, a Tríplice Entente, ou países aliados, que reunia Inglaterra, França e Rússia. O assassinato do herdeiro do trono austro-húngaro foi o fato que desencadeou a guerra. No primeiro ano, a guerra caracterizou-se pelo avanço alemão e recuo das tropas aliadas, para se ter noção geográfica vide mapa na Figura 1.1. Com o crescimento da resistência da Entente, a guerra entrou em uma nova etapa: a guerra de trincheiras, que eram túneis imensos, cavados no solo, onde os soldados ficavam aquartelados à espera de um bom momento para atacar. Em 1917 os Estados Unidos alegaram que submarinos alemães haviam afundado seus navios e declararam guerra à Alemanha. A chegada das tropas norte-americanas, em março de 1918, rompeu o equilíbrio de forças a favor da Tríplice Entente. Em novembro de 1918, foi assinado o armistício em que a Alemanha e seus aliados reconheciam a derrota. Em 1919 foi assinado o Tratado de Versalhes, documento que determinou as condições da paz. A Alemanha foi considerada culpada pela guerra e sofreu uma série de punições, que resultaram no empobrecimento do país. O governo alemão teve de pagar uma pesada multa para cobrir os prejuízos causados pela guerra; foi obrigado a devolver à França os territórios de Alsácia e

13 13 Lorena; teve de aceitar a criação do corredor polonês, uma faixa de terra que atravessava o território alemão para dar à Polônia uma saída para o mar; e foi forçado a abrir mão de suas colônias. Figura 1.1 Mapa Europa antes da 1ª guerra (Leone, 1995) 1.2 Segunda Guerra Mundial ( ) Apesar de justificarem a Primeira Guerra Mundial como um confronto que estabeleceria de vez a paz, a crise econômica que tomou conta das nações envolvidas no conflito intensificou a política de expansão territorial vista por alguns Estados, sobretudo os industrializados, como a saída para a estagnação econômica e a garantia de ampliar suas áreas de domínio. Em outras palavras, a Segunda Guerra Mundial também foi marcada pela disputa imperialista, caracterizando-se como uma continuação do primeiro conflito. Em 1939, França e Inglaterra declararam guerra à Alemanha, que já havia invadido a Áustria, a Polônia e Tchecoslováquia. Os países em luta dividiram-se em dois blocos: o Eixo, que

14 14 unia. Alemanha, Itália e Japão e ao qual se juntaram, em 1941, Bulgária, Romênia e Hungria: E o Aliado, composto por Inglaterra e França. que depois recebeu a adesão da União Soviética, dos Estados Unidos, do Brasil e de outras nações. De 1939 a 1942, a estratégia de ataques rápidos do exército nazista conquistou expressivas vitórias, dominando países como Bélgica, Holanda, Noruega, parte da França, Iugoslávia, Grécia, Lituânia, Estônia, Letônia e parte da Finlândia. Em 1941, rompendo o Pacto Germano-Soviético de Não-Agressão, firmado em 1939, as tropas alemãs entraram cm território soviético, o que fez com que Stalin se unisse aos Aliados. Esse mesmo ano marca a entrada dos Estados Unidos no conflito, após o ataque japonês à base militar norte-americana de Pearl Harbor, no Oceano Pacífico. O fato da Segunda Guerra ter sido a única solução possível para a crise econômica marca uma diferença importante em relação à Primeira Guerra, na qual a questão principal era a redistribuição do mundo entre as potências imperialistas, e não a anexação de um motor artificial (a economia armamentista e, posteriormente, a economia de guerra) à máquina capitalista enguiçada, que se transformará, doravante, numa peça essencial para o funcionamento da economia capitalista mundial Hitler, sua Irmã Paula e sua Mulher Eva Braun Em Março de 1935 Hitler repudiou abertamente o Tratado de Versalhes ao reintroduzir o serviço militar obrigatório na Alemanha. O seu objetivo seria construir uma enorme maquinaria militar, incluindo uma nova marinha e força aérea (a Luftwaffe). Esta última seria colocada sob o comando de Göring, um comandante veterano da Primeira Guerra Mundial. O alistamento em grandes números pareceu resolver o problema do desemprego mas também distorceu a economia. É por esta altura, em 1936 que, nas Olímpiadas de Berlim, um afro-americano (Jesse Owens) venceu em várias modalidades, o que contradizia na prática a propaganda à raça Ariana preconizada por Hitler para estes jogos. (Ver também História política dos Jogos Olímpicos de 1936). Em Março de 1936 Hitler volta a violar o Tratado de Versalhes ao reocupar a zona

15 15 desmilitarizada na Renânia (zona do Rio Reno). Ingleses e Franceses não fizeram nada, o que o encorajou. Em Julho de 1936, a Guerra Civil Espanhola começou, com a rebelião dos militares, liderados pelo General Francisco Franco, contra o governo democraticamente eleito da Frente Popular. Uma rebelião que contou com o apoio do Vaticano. Hitler enviou tropas em apoio de Franco. A Espanha tornou-se também num campo de teste para as novas tecnologias e métodos militares desenvolvidos na Alemanha. Em Abril de 1937, os aviões alemães da Legião Condor bombardeiam e destroem pela primeira vez na história uma cidade a partir do ar. Foi a cidade de Guernica, na província espanhola do País Basco. A 25 de Outubro de 1936, Hitler assinou uma aliança com o ditador italiano fascista Benito Mussolini, o malfadado eixo Roma-Berlim. Esta aliança seria mais tarde expandida para incluir também o Japão, Hungria, Roménia e Bulgária, bloco que se tornou conhecido como as potências do eixo. A 5 de Novembro de 1937, na Chancelaria do Reich, Adolf Hitler presidiu a um encontro secreto onde discutiu os seus planos para adquirir o "espaço vital" ao povo alemão. A partir de 1943, no entanto, a queda alemã tornou-se inexorável e o atentado de Julho de 1944 contra Hitler revelou a força da oposição interna. Após uma última derrota (ofensiva das Ardenas, em Dezembro de 1944), Hitler refugiou-se em um bunker na cidade de Berlim, onde mais tarde cometeria suicídio em 30 de abril de Uma maioria esmagadora dos relatos históricos sustenta a tese do suicídio de Hitler. No entanto, existem rumores na América Latina segundo os quais Hitler teria fugido para um país da América do Sul onde teria morrido com uma doença incurável, tendo sido um sósia a morrer no bunker em Berlim. O mesmo teria acontecido com Eva Braun, sua noiva, com quem teria se casado pouco antes do suicídio, segundo alguns historiadores, Braun teria se casado com ele somente depois de jurar "fidelidade" e prometer que se mataria junto com ele. Seus corpos não foram encontrados, ele teria mandado sua guarda cremá-los, talvez para que não houvesse nenhum modo de o inimigo torturá-lo, nem após sua morte. Uma segunda corrente de historiadores, no entanto, acredita que o fim da vida de Adolf

16 16 Hitler teria ocorrido com a destruição de seu bunker em Berlim, por um grande ataque aéreo dos aliados já no fim da grande guerra. Acreditam ainda que com este ataque em seu bunker o corpo de Eva Braun do seu braço direito Heinrich Himmler também foram achados claro que em melhores condições que o do próprio Hitler, tinham em seu corpo queimaduras e marcas das ferragens, já o de Adolf estava carbonizado sendo reconhecido apenas pela sua vestimenta e seu bigode, sendo o reconhecimento feito por seus próprios comandantes e soldados capturados. Pelo fato dos corpos terem sido encontrados carbonizados os aliados teriam vinculado a notícia de que seus corpos não foram encontrados, mas sabe-se através de relatos, que não fora a ordem de Adolf para cremar seus corpos o real motivo para os mesmos terem sido localizados desta forma e sim o da explosão de uma bomba que destruiria o bunker onde ele e seus fiéis escudeiros se encontravam. Após autópsias feitas nos corpos encontrados no bunker em Berlim, constatou-se que em um dos corpos havia uma bala da pistola que era utilizada pelos alemães uma LUGER, a qual boatos dizem que era a arma do qual Adolf havia se matado antes da bomba cair em seu bunker ou um dos seus escudeiros havia disparado contra o grande ditador para que o mesmo não fosse capturado pelos aliados vivo. Paula Hitler Paula Hitler (Hafeld, Áustria, 21 de Janeiro de 1896 Berchtesgaden, Alemanha, 1 de Junho de 1960) foi a irmã mais nova de Adolf Hitler e a última criança do casal Alois Hitler e sua terceira (e última) mulher Klara Pölzl. Paula nasceu em Hafeld, Áustria e foi a única dos irmãos e irmãs de Adolf Hitler que sobreviveram à infância. Após a morte da mãe, Hitler concedeu a sua parte da pensão de órfão à irmã. Ela perdeu o contacto com Adolf por muitos anos, incluindo a Primeira Guerra Mundial e o seguimento. Ela disse mais tarde que quando se voltaram a encontrar, na década de 1920, ela ficou surpresa e sequer o reconhecia sequer, mas ficou encantada quando ele a levou às compras. A partir de 1929 ela só o via uma vez por ano, normalmente em grandes eventos Nazis. Em 1936, ele pediu-lhe que ela mudasse o nome para Paula Wolf (alcunha de infância de Hitler, que ele tinha usado na década de 1920, incógnito). Adolf Hitler ofereceu-lhe apoio financeiro regular desde o início da década de 1930 até à sua morte em 1945.

17 17 Paula trabalhou como secretária num hospital militar até ao fim da Segunda Guerra Mundial. Foi presa por oficiais da US Intelligence em 1945, foi inquirida e libertada no início do ano seguinte. Ela disse não acreditar que o irmão dela era o responsável pelo Holocausto mas os agentes ignoraram isto considerando que era uma ato de lealdade a Hitler. Depois de livre da custódia dos EUA, Paula voltou a Viena onde trabalhou em uma loja de artes. Em 1952 ela foi viver em Berchtesgaden, Alemanha, onde levou uma vida em isolamento, num apartamento com dois quartos até à sua morte em 1 de Junho de Paula nunca se casou nem teve filhos. Há algumas evidências de que ela compartilhou com seu irmão fortes convicções nacionalistas mas ela não era politicamente ativa. Paula foi sepultada em Berchtesgaden A Amante e Esposa de Hitler por um dia. Eva Anna Paula Braun (Munique, 6 de Fevereiro de 1912 Berlim, 30 de Abril de 1945) foi durante muitos anos a companheira de Adolf Hitler e, por um dia, sua esposa. Filha de Franziska Braun, uma professora, Eva foi educada num convento e, aos dezessete anos, foi trabalhar como ajudante de Heinrich Hoffmann, um fotógrafo. Foi nesta ocasião que propiciou que conheceu Adolf Hitler, em Nesta altura, Geli Raubal, a filha da meia-irmã de Hitler, é encontrada morta. Existiu muita especulação sobre as causas da sua morte: poderia ter cometido suicídio por ciúme de Eva, ou da atriz Renate Müller, com que Hitler também se tera envolvido; ou porque estaria grávida de Hitler; ou ainda que Heinrich Himmler a terá matado? A única certeza, é a de que Eva e Hitler passaram-se a encontrar mais vezes. Em 1932 e 1935, Eva tentou suicidar-se, com um tiro de pistola e comprimidos para dormir, respectivamente. Após a sua recuperação, Hitler ofereceu-lhe uma moradia e um automóvel Mercedes com chofer. A relação entre os dois era mantida em segredo da Alemanha, muitos partidários de Hitler nem sabiam de sua existência, e o povo só teve conhecimento no final da Segunda Guerra. Terceiro Reich, nomeadamente no respeita ao Holocausto, mas apenas do que se referia às

18 18 manobras militares, segundo o relato de Albert Speer, arquitecto do Reich e Ministro do Armamento. Apesar da guerra, Braun sempre teve uma vida faustosa e sem preocupações. Eva era uma apaixonada por fotografia, e muitos das fotos e filmes de Hitler, são da sua autoria. Em 1945, Eva Braun seguiu o Füher para o Führerbunker, onde, no dia 29 de Abril daquele ano, ele a desposou. Eva estava tão animada que, na hora de assinar a certidão de casamento, ela se esqueceu e começou "Eva B...", logo corrigindo para "Frau Eva Hitler". Um dia depois, no dia 30 de Abril, Adolf Hitler matou-se com um tiro na têmpora direita. Eva o seguiu no suicídio, bebendo cianeto. Tinha 33 anos. Os seus corpos foram queimados com gasolina, por outros individuos presentes na Chancelaria. Mais tarde, soldados soviéticos recuperaram os seus restos mortais, que foram depois exumados e dispersados. 1.3 O Desfecho da Guerra A Alemanha começou a perder a guerra na Batalha de Stalingrado, em 1943, ao cometer o erro de subestimar o clima inóspito do inverno russo. A vitória de Stalingrado e o reforço das armas norte-americanas levaram o conflito à sua fase final, conhecida como o avanço aliado. De maio de 1943 a maio de 1945, quando as tropas soviéticas entraram em Berlim, os exércitos aliados avançaram sobre as áreas conquistadas pela Alemanha, expulsando os batalhões nazistas. Nesse meio tempo, forças democráticas italianas, com o apoio da população e dos exércitos dos aliados -entre eles tropas norte-americanas e brasileiras -, prenderam e mataram Benito Mussolini. Em 2 de maio de 1945, o exército soviético ocupou a cidade de Berlim, decretando a derrota alemã. Alguns dias antes, cm 30 de abril, Hitler suicidara-se. O conflito estava encerrado no Ocidente, mas no Oriente a batalha permaneceu até agosto, quando os Estados Unidos lançaram as bombas atômicas nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. Em julho de 1945, foi assinado o Acordo de Potsdam, que dividiu a Alemanha em duas partes, uma controlada pela União Soviética e a outra sob o domínio de ingleses, franceses e norteamericanos. Nesse mesmo ano, foi estabelecida a criação da Organização das Nações Unidas (ONU), que deveria exercer o papel de mediadora nos conflitos internacionais, a fim de evitar novas tragédias.

19 1.4 Economia 19 Nesta altura, sob o controle ditatorial, Hitler deu início a grandes mudanças econômicas. Há uma certa controvérsia sobre os aspectos econômicos do governo de Hitler, pois nem todas as suas medidas foram saudáveis a médio e longo prazo. As políticas econômicas do governo de Bruning, cautelosas e fiscalistas, vinham sanando as finanças e organizando o Estado alemão nesse aspecto. Hitler, ao contrário, pôs em prática um largo programa de intervencionismo econômico, baseado no keynesianismo, embora se distanciasse deste em muitos pontos. O desemprego na Alemanha de 1933 era de aproximadamente 6 milhões. Esse número diminuiu para em Essa diminuição fabulosa, no entanto, ocorreu por diversos motivos, como alterações estatísticas e projetos governamentais: As mulheres deixaram de ser contadas como desempregadas a partir de 1933 Judeus, a partir de 1935, perderam a condição de cidadãos do Reich, não contando mais como desempregados Mulheres jovens que se casavam eram excluídas dos cálculos. Ao desempregado eram dadas duas opções: ou trabalhar para o governo sob baixíssimos salários ou permanecer segregado da esfera governamental, longe de todas as suas obrigações, mas também vantagens, como saúde, lazer, etc. As convocações para o exército começaram a se acelerar. Até 1939, 1,4 milhões de alemães haviam sido convocados. Para armar esse contigente, a produção industrial aumentou e a procura por mão-de-obra aumentou também. Criação da Frente Alemã de Trabalho, dirigida por Robert Ley, que pôs em prática programas governamentais de trabalho que absorveram boa parte da mão-de-obra disponível, ora empregando-a no melhoramento da infra-estrutura do país, ora nas indústrias e na produção bélica. Essas medidas ocorreram à custa de pesadíssimos investimentos por parte do Estado,

20 20 comprometendo a longo prazo as finanças. O que se viu, em conseqüência disso, foi um déficit crescente. De 1928 até 1939, a arrecadação do Estado havia subido de 10 bilhões de Reichsmarks para 15 bilhões, no entando os gastos, no mesmo período, subiram de 12 bilhões de Reichsmarks para 30 bilhões. Em 1939, o déficit acumulado era de 40 bilhões de Reichsmarks. A inflação, nesse periodo, cresceu tanto que em 1936 foi decretado o congelamento de preços. O governo alemão foi incapaz de lidar com o controle de preços e sua interferência constante apenas engessou a economia e dificultou o aumento gradual e equilibrado da produção. A partir de 1936, o dirigismo econômico passou, gradualmente, a substituir a adaptação automática da produção pelo mercado, de maneira que a regulamentação econômica passou a ser maior. Deve-se entender, é claro, que para Hitler, que era completamente ignorante em Teoria Econômica, assunto este que o entediava profundamente, política fiscal e monetária só faziam sentido em função das necessidades de rearmamento da Alemanha e como parte de um projeto político que, a médio prazo, previa nada menos do que a hegemonia alemã na Europa continental e a colonização da Rússia, através de mecanismos de espoliação que garantiriam à Alemanha o acesso a matérias-primas a preço vil e mão-de-obra escrava.

21 2 Comportamento Racional e Escassez de Material Inovação Tecnológica Havia a necessidade de novos materiais para a produção de roupas, para-quedas, calçados, enfim tudo que substituíssem os materiais escassos durante a guerra. Com o passar do tempo, mesmo antes da segunda guerra, já haviam feito pesquisas de materiais e com a necessidade daquele momento,estes foram surgindo e substituindo outros. Em 1935 houve o surgimento do náilon, a partir daí o nascimento das meias calças, já na década de Materiais Escassos Tal inovação foi utilizada na moda em 1935 com a criação do náilon.., o jersey, jersey de seda, crepe de seda e etc... A escassez de tecidos fez com que as mulheres tivessem de reformar suas roupas e utilizar materiais alternativos na época, como a viscose, o raiom e as fibras sintéticas. Mesmo depois da guerra, essas habilidades continuaram sendo muito importantes para a consumidora média que queria estar na moda, mas não tinha recursos para isso. O náilon e a seda estavam em falta, fazendo com que as meias finas desaparecessem do mercado. Elas foram trocadas pelas meias soquetes ou pelas pernas nuas, muitas vezes com uma pintura falsa na parte de trás, imitando as costuras. Para criar um tecido parecido com a seda, ficamos naquela ocasião com os cetins, jérseis, crepes de todos os tipos, sarja marroquina ou musselina, tecidos de corda, veludos foscos ou brilhantes e ou com relevo e bordados. Estes tecidos direcionados para confeccionar blusas ou vestidos. Sem falar das misturas de fibras sintéticas com a seda onde resultaram tecidos com o avesso acetinado que permitiam combinações com outros tecidos de excelente caimento e beleza,

22 22 e conforto. Tudo isto mesmo com muita dificuldade de abastecimento para as maisons, foi a partir de 1941 que a moda se apega com maior necessidade aos materiais alternativos. A Invenção do Zíper Em 1905, Judson (criador do zíper) já havia instalado uma fábrica com máquinas capazes de produzir fechos, mas o resultado ainda estava longe da perfeição. Ele passou por várias tentativas até chegar, em 1914, com a ajuda do sueco Gideon Sundback, a um fecho realmente prático, que deslizava sem problemas e não se abria, semelhante aos usados hoje em dia. O novo fecho foi usado primeiro em cintos porta-moedas e bolsas de tabaco. Até que, em 1917, alguns membros da marinha americana passaram a usar jaquetas impermeáveis com fechos. Em 1919, eles já eram usados maciçamente pelas forças armadas, em roupas e equipamentos. Em 1920, o zíper estava realmente na moda e podia ser encontrado em todos os tipos de roupas, sapatos e bolsas. Mas foi, em 1923, ano em que a empresa B. F. Goodrich produziu uma bota de borracha com o novo fecho, que o acessório se tornou popular. O nome zíper foi adotado também nessa época. Durante os anos 30, Elsa Schiaparelli foi a primeira estilista a usar fechos aparentes, como um enfeite, em suas criações. Desde então, por várias vezes, o zíper entrou e saiu da moda, tendo sido usado por estilistas e designers. 2.3 As Formas Femininas Os anos 30 redescobriram as formas do corpo da mulher através de uma elegância refinada, sem grandes ousadias. As saias ficaram longas e os cabelos começaram a crescer. Os vestidos eram justos e retos, além de possuírem uma pequena capa ou um bolero, também bastante usado na época. Em tempos de crise, materiais mais baratos passaram a ser usados em vestidos de noite, como o algodão e a casimira. O corte enviesado e os decotes profundos nas costas dos vestidos de noite marcaram os anos 30, que elegeram as costas femininas como o novo foco de atenção. Alguns pesquisadores acreditam que foi a evolução dos trajes de banho a grande inspiração para tais roupas decotadas.

23 23 A mulher dessa época devia ser magra, bronzeada e esportiva, o modelo de beleza da atriz Greta Garbo. Seu visual sofisticado, com sobrancelhas e pálpebras marcadas com lápis e pó de arroz bem claro, foi também muito imitado pelas mulheres. Aliás, o cinema foi o grande referencial de disseminação dos novos costumes. Hollywood, através de suas estrelas, como Katharine Hepburn e Marlene Dietrich. O surgimento de novos materiais, como a baquelita, uma espécie de plástico maleável, aliada ao novo conceito de modernidade, relacionada à aerodinâmica, fez surgir um novo design, aplicado a vários objetos e eletrodomésticos. A baquelita também foi amplamente utilizada para a fabricação de jóias leves, inspiradas em temas do momento. No final dos anos 30, com a aproximação da Segunda Guerra Mundial,, as roupas apresentavam uma linha militar, assim como algumas peças se preparavam para dias difíceis, como as saias, que vinham com uma abertura lateral, para facilitar o uso de bicicletas. Muitos estilistas fecharam suas maisons ou se mudaram da França para outros países. A guerra viria transformar a forma de se vestir e o comportamento de uma época (Souza, 1987).

24 3 A Moda e a Guerra Moda no Período de Guerra Em 1940, a Segunda Guerra Mundial já havia começado na Europa. A cidade de Paris, ocupada pelos alemães em junho do mesmo ano, já não contava com todos os grandes nomes da alta-costura e suas maisons. Muitos estilistas se mudaram, fecharam suas casas ou mesmo as levaram para outros países. A Alemanha ainda tentou destruir a indústria francesa de costura, levando as maisons parisienses para Berlim e Viena, mas não teve êxito. O estilista francês Lucien Lelong, então presidente da câmara sindical, teve um papel importante nesse período ao preparar um relatório defendendo a permanência das maisons no país. Durante a guerra, 92 ateliês continuaram abertos em Paris (Veillon, 2004). Apesar das regras de racionamento, impostas pelo governo, que também limitavam a quantidade de tecidos que se podia comprar e utilizar na fabricação das roupas, a moda sobreviveu à guerra. A silhueta do final dos anos 30, em estilo militar, perdurou até o final dos conflitos. A mulher francesa era magra e as suas roupas e sapatos ficaram mais pesados e sérios. Na Grã-Bretanha, o "Fashion Group of Great Britain", comandado por Molyneux, criou 32 peças de vestuário para serem produzidas em massa. A intenção era criar roupas mais atraentes, apesar das restrições. O corte era reto e masculino, ainda em estilo militar. As jaquetas e abrigos tinham ombros acolchoados angulosos e cinturões. Os tecidos eram pesados e resistentes, como o "tweed", muito usado na época. As saias eram mais curtas, com pregas finas ou franzidas. As calças compridas se tornaram práticas e os vestidos, que imitavam uma saia com casaco, eram populares, exemplificado nas Figuras 3.1 e 3.2.

25 25 Figura 3.1 Ilustração: Modelo abril de 1941 (Folhaonline, 2006) Figura 3.2 Ilustração: Modelo outubro de 1945 (Folhaonline, 2006) Os cabelos das mulheres estavam mais longos que os dos anos 30. Com a dificuldade em encontrar cabeleireiros, os grampos eram usados para prendê-los e formar cachos. Os lenços também foram muitos usados nessa época.

26 26 A maquilagem era improvisada com elementos caseiros. Alguns fabricantes apenas recarregavam as embalagens de batom, já que o metal estava sendo utilizado na indústria bélica. A simplicidade a que a mulher estava submetida talvez tenha despertado seu interesse pelos chapéus, que eram muito criativos. Nesse período surgiram muitos modelos e adornos, conforme Figura 3.3. Alguns eram grandes, com flores e véus; e outros, menores, de feltro, em estilo militar. Figura 3.3 Ilustração: Modelo Setembro de 1944 (Folhaonline, 2006) Durante a guerra, a alta-costura ficou restrita às mulheres dos comandantes alemães, dos embaixadores em exercício e àquelas que de alguma forma podiam frequentar os salões das grandes maisons. Alguns estilistas abriram novos ateliês em Paris durante a guerra, como Jacques Fath ( ) - que se tornaria muito popular nos Estados Unidos após a guerra -, Nina Ricci ( ) e Marcel Rochas ( ), um dos primeiros a colocar bolsos em saias. Alex Grès ( ) chegou a ter seu ateliê fechado logo após a inauguração, em 1941, pelos alemães, por ter apresentado vestidos nas cores da bandeira francesa. Sua marca era a habilidade

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético.

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. A operação Barbarossa A operação Barbarossa era a invasão da União

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX A supremacia Europeia sobre o Mundo A Europa assumia-se como 1ª potência Mundial DOMÍNIO POLÍTICO Inglaterra, França, Alemanha, Portugal e outras potências

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX. Caderno 9» Capítulo 1. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX. Caderno 9» Capítulo 1. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX Caderno 9» Capítulo 1 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) Caderno

Leia mais

O BRILHO DE PARIS HAUTE COUTURE VERÃO 2014

O BRILHO DE PARIS HAUTE COUTURE VERÃO 2014 HAUTE COUTURE VERÃO 2014 O BRILHO DE PARIS Terminou ontem em Paris os desfiles da temporada Verão 2014 da alta costura. Grandes marcas e estilistas reuniram um seleto grupo de convidados para apresentarem

Leia mais

Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo.

Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo. Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo. Biquíni Ideal Aquelas que têm seios grandes precisam antes de tudo de sustentação. Tops com alças

Leia mais

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial 1. (Ufes) A Guerra Civil Espanhola (1936-1939), em que perderam a vida mais de 1 milhão de pessoas, terminou com a derrota dos Republicanos e com

Leia mais

Pierre Bergé, o companheiro de sua vida

Pierre Bergé, o companheiro de sua vida Yves Saint Laurent Quando criança, Yves Saint Laurent tinha uma característica que saltava aos olhos: a imaginação. Era muito inteligente e usava a timidez como um recurso a ser aproveitado, e não um problema

Leia mais

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos:

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos: Princípios de Composição do Vestuário Para trabalhar com roupas mais elaboradas é importante conhecer os princípios de composição do vestuário. Neste nicho de mercado, este tipo de peça é desenvolvido

Leia mais

Horário 11h00- ABERTURA DO EVENTO. Horário 11h00- JAPÃO Apresentação dos alunos do nível I A - profª Sheila

Horário 11h00- ABERTURA DO EVENTO. Horário 11h00- JAPÃO Apresentação dos alunos do nível I A - profª Sheila Senhores Responsáveis; A festa de encerramento do Projeto ESTRELINHA ALEGRE NO MUNDO DOS ESPORTES E DA CULTURA acontecerá no dia 7 de Dezembro na Casa de Nassau, onde os alunos receberão seus convidados

Leia mais

2 Por que a Alemanha nazista rompeu com o Pacto Germano Soviético no ano de 1941? Explique.

2 Por que a Alemanha nazista rompeu com o Pacto Germano Soviético no ano de 1941? Explique. 2 Lista exercícios 2ª Guerra Mundial 1 Os Estados Unidos entraram fundamentalmente na Segunda Guerra Mundial no ano de 1941. Quais foram os principais fatores que causaram a entrada dos Estados Unidos

Leia mais

Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação);

Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação); 1. Fatores que contribuíram para a eclosão do conflito: 1.1 - Concorrência econômica ( choque de imperialismos): Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação);

Leia mais

Módulo 12 Segmentando mercados

Módulo 12 Segmentando mercados Módulo 12 Segmentando mercados Há alguns anos que os profissionais de marketing perceberam que não se pode atender todo o mercado com um único composto de produto. Nem todos os consumidores querem um carro

Leia mais

SEJAM BEM VINDOS AO NOSSO JARDIM, E APRECIEM AS NOSSAS MAIS BELAS FLOWERS.

SEJAM BEM VINDOS AO NOSSO JARDIM, E APRECIEM AS NOSSAS MAIS BELAS FLOWERS. A natureza é sempre contemplativa em qualquer época do ano. Nosso irmão sol, nosssa irmã lua, água fonte de vida, e a mãe terra com inúmeras espécies de flores. Flores agraciadas e perfumadas, no quarto,

Leia mais

Feminino. Tipos de corpo. Ampulheta

Feminino. Tipos de corpo. Ampulheta O guia de tamanho será desenvolvido para auxiliar os e-consumidores, no momento da compra. O e-consumidor terá disponível um guia de auxilio a medidas, de forma que permitirá que o mesmo obtenha informações

Leia mais

OS NÚMEROS DA CRISE CAPÍTULO I

OS NÚMEROS DA CRISE CAPÍTULO I CAPÍTULO I OS NÚMEROS DA CRISE A crise de 1929 consistiu, acima de tudo, numa queda generalizada da produção em quase todo o mundo industrializado (com exceção da URSS e do Japão). Convém primeiro entendê-la

Leia mais

No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado

No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado Gloss No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado de estilo e classe Índice Página 3... Carreira

Leia mais

O que é um traje típico?

O que é um traje típico? O que é um traje típico? Conta a história que os nobres se revoltavam com o povo por eles imitarem suas vestimentas. Foi criada então uma lei que proibia o povo usar trajes iguais aos da nobreza. Quem

Leia mais

Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível. compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar

Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível. compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar O seu modo de vestir diz muito sobre você. Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar com o visual mais adequado. Neste guia

Leia mais

MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI. MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI

MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI. MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI Chapéu de palha encapado com veludo preto, decorado com renda branca franzida na borda arabescos e acabamento feito com galão dourado,

Leia mais

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias Ima Sempre em Frente Eric Peleias Baseado em uma história real CAPÍTULO 1 LETÔNIA, DÉCADA DE 1940. 8 PODEM PARAR DE CAVAR! QUERO TODOS ENFILEIRADOS! O QUE ESTÃO ESPERANDO? ENFILEIRADOS, ANDEM LOGO! MUITO

Leia mais

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido.

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido. Confronto entre os aliados, vencedores da 2ª Guerra: Inglaterra, França, EUA e União Soviética. Acordo pós-guerra definiria a área de influência da URSS, onde estavam suas tropas (leste europeu). Conferência

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: 11/08/2012 Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Guerra por domínio territorial e econômico.

Guerra por domínio territorial e econômico. Guerra da Crimeia Quando: De 1853 até 1856 Guerra por domínio territorial e econômico. Cerca de 595 mil mortos Por que começou: A Rússia invocou o direito de proteger os lugares santos dos cristãos em

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO 1 CONTEXTO HISTÓRICO Crescimento econômico da Inglaterra no século XVIII: industrialização processo de colonização ficou fora. Ingleses se instalaram

Leia mais

Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa.

Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa. Aula 17 Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa. Esta aula abordará a Primeira Guerra Mundial, suas causas e conseqüências, entre as conseqüências; destaque para a Revolução Russa e a criação do primeiro

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

I GUERRA MUNDIAL 1914-1918. Os antecedentes e o conflito

I GUERRA MUNDIAL 1914-1918. Os antecedentes e o conflito I GUERRA MUNDIAL 1914-1918 Os antecedentes e o conflito Somente aqueles que nunca deram um tiro, nem ouviram os gritos e os gemidos dos feridos, é que clamam por sangue, vingança e mais desolação. A guerra

Leia mais

Objetos projetados por Leonardo Da Vinci para ser usados em guerras e, a maioria, serviria de inspiração mais tarde para nossos objetos atuais de

Objetos projetados por Leonardo Da Vinci para ser usados em guerras e, a maioria, serviria de inspiração mais tarde para nossos objetos atuais de A arte da guerra Biografia O grande Leonardo da Vinci, talvez o maior artista do Renascimento, era um personagem exercia atividade em várias áreas: pintor, arquiteto, cientista, matemático, poeta, músico

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros Valores Educacionais Aula 4 Respeito pelos Outros Objetivos 1 Apresentar o valor Respeito pelos Outros. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Respeito pelos Outros. Introdução Esta

Leia mais

VÍNCULO MAG. plus size URBANO. chic. ROYALS estampas de joias para deixar qualquer look poderoso. Revista da Vínculo Basic Inverno 2015

VÍNCULO MAG. plus size URBANO. chic. ROYALS estampas de joias para deixar qualquer look poderoso. Revista da Vínculo Basic Inverno 2015 VÍNCULO MAG Revista da Vínculo Basic Inverno 2015 URBANO chic Inverno 2015. Tendências da estação mais fria do ano. ROYALS estampas de joias para deixar qualquer look poderoso. plus size SAIBA COMO COMBINAR

Leia mais

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA O que mais diferencia o totalitarismo de outras formas de ditadura é que o Estado totalitário invade a privacidade das pessoas, controlando-as

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA

AULA: 17 Assíncrona. TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA: 17 Assíncrona TEMA: Cidadania e Movimentos Sociais 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdos: China: dominação

Leia mais

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A O capitalismo teve origem na Europa, nos séculos XV e XVI, e se expandiu para outros lugares do mundo ( Ásia, África,

Leia mais

POLÍTICA DE F E M I N I N O

POLÍTICA DE F E M I N I N O POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DO UNIFORME F E M I N I N O PROPOSTA O Grupo Villela já conta com mais de 160 profissionais em seu quadro funcional, por isso estamos trabalhando pela padronização e pela profissionalização

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

França, o centro da moda... 4

França, o centro da moda... 4 Parte I Os Fundamentos da Moda 1 A Evolução da Moda......................... 3 França, o centro da moda............................ 4 A moda ditada pela realeza..................................... 4 A

Leia mais

Lingerie para exercícios físicos

Lingerie para exercícios físicos Lingerie para exercícios físicos Em época de guerra declarada ao sedentarismo a preocupação com a alimentação saudável e a beleza física tem tomado conta das academias e parques. Se exercitar é preciso

Leia mais

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos Aula 10.1 Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos 1ª QUESTÃO (1,0) Em seu discurso de despedida do Senado, em dezembro de 1994, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou o fim da Era Vargas,

Leia mais

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem QUESTÃO IRLANDESA A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem cerca de 1,8 milhão de habitantes,

Leia mais

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito.

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Século XXI Oficialmente, o século XXI, inicia-se cronologicamente no final do ano 2000. Historicamente podemos destacar que os eventos que aconteceram um ano após a entrada do novo milênio marcam a chegada

Leia mais

O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS

O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS Rosemary Davidson e Sarah Vine Ilustrações de Natacha Ledwidge 5 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 6 1. AGULHA E LINHA 8 2. NO QUINTAL 24 3. NA COZINHA 40 4. É VERÃO 60 5. VIDA AO AR LIVRE

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O especial caras FASHION 2013 primavera - verão Há tendências que nunca saem de moda; CARAS Fashion é uma delas. Publicado em duas edições anuais (Primavera/Verão e Outono/Inverno), este especial traz em

Leia mais

>> VEJA OS FATOS. 2008 Para os mortais foi a crise da bolsa de valores de NY. Mas para nós Olimpianos foi a grande guerra contra Cronos de NY.

>> VEJA OS FATOS. 2008 Para os mortais foi a crise da bolsa de valores de NY. Mas para nós Olimpianos foi a grande guerra contra Cronos de NY. Graças a semideuses e muita investigação, o Jornal do Olimpo e o fã clube Alguma Olimpiana trouxeram as respostas para o que está por vir no dia 21 de Dezembro. Só aqui você poderá sabe quem está por trás

Leia mais

Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS. A Uniao Europeia

Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS. A Uniao Europeia Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS A Uniao Europeia Países sem Fronteiras: a União Europeia Este livro é baseado na publicação Países sem Fronteiras: a União Europeia, editada pelo

Leia mais

estão em evidência hoje?

estão em evidência hoje? estão em evidência hoje? delas. Muito antes de entender quem eram e como pensavam as mulheres, percebemos que era fundamental identificar as diferenças comportamentais entre homens e mulheres. Afinal,

Leia mais

instantânea. Karl Lagerfeld

instantânea. Karl Lagerfeld SPFW a semana instantânea. da moda Karl Lagerfeld Traduzindo para o português: veja agora e compre agora. Não mais coleções que demoram 3 meses para chegar as lojas desde o dia do desfile de lançamento.

Leia mais

O COMPUTADOR APLICADO NO MUNDO DA MODA.

O COMPUTADOR APLICADO NO MUNDO DA MODA. O COMPUTADOR APLICADO NO MUNDO DA MODA. Na atualidade não basta ter talento e saber transmiti-lo as nossas criações. Também é preciso conhecer as ferramentas digitais ao nosso alcance, os programas de

Leia mais

EUA: Expansão Territorial

EUA: Expansão Territorial EUA: Expansão Territorial Atividades: Ler Livro didático págs. 29, 30 e 81 a 86 e em seguida responda: 1) Qual era a abrangência do território dos Estados Unidos no final da guerra de independência? 2)

Leia mais

O CIRCO DA FRONTEIRA: A ESCOLA CIA DA LONA DE CORUMBÁ - MS

O CIRCO DA FRONTEIRA: A ESCOLA CIA DA LONA DE CORUMBÁ - MS O CIRCO DA FRONTEIRA: A ESCOLA CIA DA LONA DE CORUMBÁ - MS Por Marco A C Bortoleto Abril de 2014 Em mais uma viagem, desta vez em pleno pantanal brasileiro, visitei um fantástico projeto circense, uma

Leia mais

10 MULHERES PODEROSAS DA HISTÓRIA. No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, uma seleção com aquelas que governaram com mãos de ferro.

10 MULHERES PODEROSAS DA HISTÓRIA. No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, uma seleção com aquelas que governaram com mãos de ferro. 10 MULHERES PODEROSAS DA HISTÓRIA No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, uma seleção com aquelas que governaram com mãos de ferro. 10. Maria Stuart País que governou Escócia Período 1542-1567

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

ELSA SCHIAPARELLI E AS ARTES: CRIAÇÕES DA ESTILISTA NA DÉCADA DE 1930

ELSA SCHIAPARELLI E AS ARTES: CRIAÇÕES DA ESTILISTA NA DÉCADA DE 1930 ELSA SCHIAPARELLI E AS ARTES: CRIAÇÕES DA ESTILISTA NA DÉCADA DE 1930 Juliana Dorigoni Resumo Esse artigo propõe analisar as interferências da estilista Elsa Schiaparelli nas criações femininas da década

Leia mais

DEDICATÓRIA. Dedico esta obra a todos os leitores de Uma. Incrível História Euro-Americana no período em

DEDICATÓRIA. Dedico esta obra a todos os leitores de Uma. Incrível História Euro-Americana no período em DEDICATÓRIA Dedico esta obra a todos os leitores de Uma Incrível História Euro-Americana no período em que esta foi postada no blog Dexaketo, tornando-a o folhetim mais lido na história do blog até meados

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. Amanda Medeiros Cecília Aragão

CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. Amanda Medeiros Cecília Aragão CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO Amanda Medeiros Cecília Aragão Mais importante do que a roupa é a vida que se vive dentro da roupa. A gente é mais bonita quando está feliz. Quem se

Leia mais

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo Génese e implantação do fascismo FASCISMO: - Regime político que vigorou em Itália de 1922 a 1945 e que influenciou fortemente outros países. - Símbolo: o fascio romano. e do nazismo NAZISMO: - Regime

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

UNIDADE 4 A CRISE DO GUERRA MUNDIAL. CAPITALISMO E A SEGUNDA. Uma manhã de destruição e morte.

UNIDADE 4 A CRISE DO GUERRA MUNDIAL. CAPITALISMO E A SEGUNDA. Uma manhã de destruição e morte. UNIDADE 4 A CRISE DO CAPITALISMO E A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. Uma manhã de destruição e morte. No início de agosto de 1945, os Estados Unidos tentavam, sem resultado, conseguir a rendição japonesa. A solução

Leia mais

Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração

Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Carlos Araujo RCRJ/Nova Iguaçu Odense, Danmark. Os últimos meses chegaram e já passaram. No geral, aconteceram muitos encontros com os intercambistas

Leia mais

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra.

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. No início de agosto de 1914, as potências europeias desencadearam um conflito militar que ficou conhecido, entre os contemporâneos,

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

A UNIFICAÇÃO ITALIANA E ALEMÃ. Direitos Autorias: Prof. Ronaldo Queiroz de Morais

A UNIFICAÇÃO ITALIANA E ALEMÃ. Direitos Autorias: Prof. Ronaldo Queiroz de Morais A UNIFICAÇÃO ITALIANA E ALEMÃ Direitos Autorias: Prof. Ronaldo Queiroz de Morais SÍNTESE DO PROCESSO O nacionalismo foi a ideologia [ideia motivadora] que justificou a unificação; O Estado-nação se apropriou

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Geografia Professor Luiz plantaogeografico@yahoo.com.br. Movimentos Separatistas na Europa. 9ºs A e B

Geografia Professor Luiz plantaogeografico@yahoo.com.br. Movimentos Separatistas na Europa. 9ºs A e B Geografia Professor Luiz plantaogeografico@yahoo.com.br Movimentos Separatistas na Europa 9ºs A e B Separatismos no Espaço da Ex- Iugoslávia As instabilidades que desencadearam os movimentos separatistas

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

Analista diz que bases instaladas no território brasileiro tiveram importância fundamental na 2ª Guerra Mundial

Analista diz que bases instaladas no território brasileiro tiveram importância fundamental na 2ª Guerra Mundial 2ª GUERRA MUNDIAL Novos estudos feitos por um historiador norte americano, revelam que os Estados Unidos teriam cogitado que as forças militares brasileiras, então em combate na Italia, ocupassem a Austria

Leia mais

Panorama Mundial (2013)

Panorama Mundial (2013) Panorama Mundial (2013) Produção mundial alcançou US$ 444 bilhões em 2013; Mesmo com os efeitos da crise internacional, registra 85% de crescimento desde 2004, a uma taxa média de 7% ao ano; 54% da produção

Leia mais

Pontos turísticos e suas verdades

Pontos turísticos e suas verdades Pontos turísticos e suas verdades Terceira e última parte em que você pode ver melhor as viagens aos monumentos históricos e ambientes paradisíacos. Por um ângulo, pois no outro verá a realidade. Santorini

Leia mais

9 - Pai Italiano Quantidade: 1. Execução de 1 chapéu de feltro com fita de veludo e pena; 1 casaco de camurça e lã forrado de oxford com debrum em

9 - Pai Italiano Quantidade: 1. Execução de 1 chapéu de feltro com fita de veludo e pena; 1 casaco de camurça e lã forrado de oxford com debrum em 9 - Pai Italiano Quantidade: 1. Execução de 1 chapéu de feltro com fita de veludo e pena; 1 casaco de camurça e lã forrado de oxford com debrum em couro; 1 colete de veludo com galões metalizados e gregas;

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

Escola Secundária Ferreira Dias. Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos. Curso técnico de vitrinismo. Disciplina: TIC

Escola Secundária Ferreira Dias. Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos. Curso técnico de vitrinismo. Disciplina: TIC Escola Secundária Ferreira Dias Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos Curso técnico de vitrinismo Disciplina: TIC Professora: Vanda Pereira Novembro de 2013 Índice Introdução... 1 Moda dos

Leia mais

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A Europa no século XIX Napoleão realizou uma série de batalhas para a conquista de novos territórios para a França. O exército francês aumentou o número

Leia mais

APÊNDICE V. Modelos de Uniforme e Crachá

APÊNDICE V. Modelos de Uniforme e Crachá APÊNDICE V Modelos de Uniforme e Crachá MARÇO DE 2016 1 23 ÍNDICE 1.1. Apresentação...3 1.2. Tecidos...3 2.1. Gerente Feminino...5 2.2. Atendente Feminino...7 2.3. Gestante...9 2.4. Orientador Feminino...

Leia mais

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade.

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade. Olá, sou Rita Berlofa dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Brasil, filiado à Contraf e à CUT. Quero saudar a todos os trabalhadores presentes e também àqueles que, por algum motivo, não puderam

Leia mais

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO A Sra Mary Kay já dizia: nada acontece enquanto você não vende alguma coisa. Se você está

Leia mais

Guerra Fria e o Mundo Bipolar

Guerra Fria e o Mundo Bipolar Guerra Fria e o Mundo Bipolar A formação do Mundo Bipolar Os Aliados vencem a 2.ª Guerra (1939-1945). Apesar de na guerra lutarem lado a lado, os EUA e a URSS vão afastar-se a partir de 1945. Guerra Fria

Leia mais

TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS.

TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS. TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS. Amanda Cristina de Sousa amandita_badiana@hotmail.com E.M. Freitas Azevedo Comunicação Relato de Experiência Resumo: O presente relato trata da

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Os diferentes modos de registro imagético expressam. o espírito de seu tempo utilizando materiais. e meios que são produtos próprios da época.

Os diferentes modos de registro imagético expressam. o espírito de seu tempo utilizando materiais. e meios que são produtos próprios da época. IMAGEM E HISTÓRIA Os diferentes modos de registro imagético expressam o espírito de seu tempo utilizando materiais e meios que são produtos próprios da época. Pintura Rupestre mãos pincéis de penas e pêlos

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos VERSÍCULOS a Bíblia na PARA Nova DECORAR Versão Internacional ESTA SEMANA NVI Usamos

Leia mais

CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS

CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS Um assunto que volta e meia ocupa as manchetes de jornais do mundo inteiro há décadas é a questão sobre o conflito entre israelenses e palestinos

Leia mais

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha Diversos fatores influenciam na percepção de valor para o cliente ou mercado, dependendo do tipo de produto. Para alguns produtos a confiabilidade

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais 1016327-7 - set/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais