Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretária de Estado de Administração THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS MARIA NILENE BADECA DA COSTA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretária de Estado de Administração THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS MARIA NILENE BADECA DA COSTA"

Transcrição

1 Diário Oficial Estado de Mato Grosso do Sul ANO XXXVI n CAMPO GRANDE-MS, QUARTA-FEIRA, 62 PÁGINAS GOVERNADOR Vice-Governadora SIMONE TEBET Secretário de Estado de Governo OSMAR DOMINGUES JERONYMO Secretário de Estado da Casa Civil OSMAR DOMINGUES JERONYMO Secretário de Estado Extraordinário de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios Secretário de Estado Extraordinário da Juventude Secretário de Estado de Fazenda JADER RIEFFE JULIANELLI AFONSO Secretária de Estado de Administração THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Educação MARIA NILENE BADECA DA COSTA Secretário de Estado de Saúde/Interino ANTONIO LASTÓRIA Secretário de Estado de Habitação e das Cidades CARLOS EDUARDO XAVIER MARUN Secretário de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia CARLOS ALBERTO NEGREIROS SAID MENEZES Secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social TANIA MARA GARIB Secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo TEREZA CRISTINA CORRÊA DA COSTA DIAS Secretário de Estado de Obras Públicas e de Transportes EDSON GIROTO Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública WANTUIR FRANCISCO BRASIL JACINI Secretária de Estado de Gestão de Recursos Humanos EVELYSE FERREIRA CRUZ OYADOMARI Procurador-Geral do Estado RAFAEL COLDIBELLI FRANCISCO DECRETOS NORMATIVOS DECRETO n , DE 8 DE ABRIL DE AMPLIA O QUANTITATIVO DE VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS PARA INGRESSO NO CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS DA POLÍCIA MILITAR/2013. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 89 da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º As vagas do Concurso Público de Provas para ingresso no curso de formação de Soldado da Polícia Militar/2013, ficam ampliadas no quantitativo de 290 (duzentos e noventa) de acordo com o especificado no quadro abaixo: Município Polo Vagas Campo Grande 140 Dourados 40 Três Lagoas 30 Corumbá 30 Paranaíba 10 Nova Andradina 10 Jardim 10 Ponta Porã 20 Parágrafo único. As vagas, a que se refere o caput, serão preenchidas por candidatos habilitados, em todas as fases, obedecida a ordem de classificação final. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE, 8 DE ABRIL DE THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração DECRETO n , DE 8 DE ABRIL DE AMPLIA O QUANTITATIVO DE VAGAS DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA INGRESSO NO CURSO DE HABILITAÇÃO DE OFICIAIS AUXILIARES DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 89 da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º As vagas do Processo Seletivo Interno para Ingresso no Curso de Habilitação de Oficiais Auxiliares da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul SAD/SEJUSP/PM3/PMMS, ficam ampliadas no quantitativo de 20 (vinte) vagas, sendo 12 (doze) vagas por Critério de Antiguidade e 8 (oito) vagas por Critério de Mérito Intelectual. Parágrafo único. As vagas, a que se refere o caput, serão preenchidas por candidatos habilitados, em todas as fases, obedecida a ordem de classificação final. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE, 8 DE ABRIL DE THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração DECRETO n , DE 8 DE ABRIL DE AMPLIA AS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS/SAD/SED/2013. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 89 da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º As vagas do Concurso Público de Provas e Títulos/SAD/SED/2013 ficam ampliadas no quantitativo de mais 53 (cinquenta e três) vagas distribuídas para os cargos especificados no anexo único a este Decreto. Parágrafo único. As vagas, a que se refere o caput, serão preenchidas por candidatos aprovados em todas as fases, observada a ordem de classificação e o prazo de validade desse Concurso Público. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE-MS, 8 DE ABRIL DE THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração MARIA NILENE BADECA DA COSTA Secretária de Estado de Educação ANEXO ÚNICO AO DECRETO n , DE 8 DE ABRIL DE Município: Aquidauana RELAÇÃO DAS VAGAS AMPLIADAS POR CARGO E FUNÇÃO Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Limpeza 1 Município: Camapuã Cargo Função Vagas Agente de Limpeza 1 Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 1 Município: Campo Grande Cargo Função Vagas Agente de Limpeza 10 Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 6 Assistente de Atividades Assistente de Atividades Educacionais 2 Educacionais Município: Dourados Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Limpeza 2 Agente de Merenda 2 Assistente de Atividades Educacionais Assistente de Atividades Educacionais 1 Município: Guia Lopes da Laguna Cargo Função Vagas Assistente de Atividades Educacionais Assistente de Atividades Educacionais 1 Município: Jardim Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Limpeza 1 Município: Ladário Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 1

2 PÁGINA 2 Município: Miranda Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 2 Município: Naviraí Cargo Função Vagas Assistente de Atividades Educacionais Assistente de Atividades Educacionais 1 Município: Nova Andradina Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 2 Município: Ponta Porã Cargo Função Vagas Agente de Limpeza 3 Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 2 Assistente de Atividades Assistente de Atividades Educacionais 1 Educacionais Município: Ribas do Rio Pardo Cargo Função Vagas Agente de Limpeza 2 Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 1 Município: Santa Rita do Pardo Cargo Função Vagas Assistente de Atividades Educacionais Assistente de Atividades Educacionais 1 Município: São Gabriel do Oeste Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 2 Município: Sete Quedas Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Limpeza 2 Assistente de Atividades Educacionais Assistente de Atividades Educacionais 2 Município: Sonora Cargo Função Vagas Agente de Atividades Educacionais Agente de Limpeza 1 Município: Terenos Cargo Função Vagas Agente de Limpeza 1 Agente de Atividades Educacionais Agente de Merenda 1 DECRETO n , DE 8 DE ABRIL DE SUMÁRIO SUSPENDE A REALIZAÇÃO DO XII CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS DA PGE/MS, PARA INGRESSO NO CARGO INICIAL DA CARREIRA DE PROCURADOR DO ESTADO. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no exercício da competência que lhe confere o art. 89, inciso VII, da Constituição Estadual, Considerando a defesa da lisura e da transparência que sempre nortearam a condução dos concursos efetuados sob a organização da Secretaria de Estado de Administração e da Procuradoria-Geral do Estado; Considerando que a Administração Pública Estadual confia, plenamente, na autonomia e na capacidade de organização da Procuradoria-Geral do Estado, e para que não paire qualquer dúvida sobre a correta aplicação das provas, que ao final restará cabalmente demonstrada, D E C R E T A: Art. 1º Fica suspensa a realização do XII CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS DA PGE/MS, para ingresso no cargo inicial da carreira de Procurador do Estado. Art. 2º A nova data, o local e o horário de realização das provas escritas (teóricas e práticas) serão oportunamente divulgados em Edital, a ser publicado no Diário Oficial do Estado. Órgão Oficial destinado à publicação dos atos do poder Executivo. Sede: Av. Desembargador José Nunes da Cunha, s/n Parque dos Poderes - SAD - Bloco I - CEP Telefone: (67) Fax: (67) Campo Grande-MS - CNPJ / Diretora-Presidente THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Publicação de Matéria por cm linear de coluna R$ 9,70 Decreto Normativo Decreto Despacho do Governador Codesul Secretarias Administração Indireta Boletim de Licitações Boletim de Pessoal Defensoria Pública-Geral do Estado Municipalidades Publicações a Pedido Art. 3º A realização do certame será efetuada por fundação especializada, sob a orientação da PGE/MS. Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. CAMPO GRANDE-MS, 8 DE ABRIL DE THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração DECRETO DECRETO O Nº. 022/2014, DE 08 DE ABRIL DE 2014 Abre crédito suplementar a(s) Unidade(s) Orçamentária(s) que menciona e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso das atribuições que lhe confere o inciso VII do art. 89, da Constituição Estadual e da autorização contida no art. 9º, da Lei Nº , de 19 de dezembro de 2013, D E C R E T A: Art. 1º Fica aberto o crédito suplementar à(s) Unidade(s) Orçamentária(s) mencionada neste Decreto, compensado de acordo com os incisos do 1º. do art. 43, da Lei Federal Nº 4.320, de 17 de março de 1964, conforme detalhado no(s) anexo(s) deste Decreto. Art. 2º Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Campo Grande, 08 de ABRIL de 2014 Governador CARLOS ALBERTO NEGREIROS SAID MENEZES Secretário de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia A N E X O - I R$ 1,00 ANEXO AO DECRETO O N. 022/2014, DE 08 DE ABRIL DE I E G F E S P E C I F I C A C A O N S N O SUPLEMENTACAO CANCELAMENTO C F D N FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RODOVIARIO DO ESTADO DE MS FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RODOVIARIO DO ESTADO DE MS F DESENVOLVIMENTO DE TRANSPOR TE MULTIMODAL ,00 0,00 SUBTOTAL ,00 0,00 AGENCIA ESTADUAL DE GESTAO DE EMPREENDIMENTOS AGENCIA ESTADUAL DE GESTAO DE EMPREENDIMENTOS F DRENAGEM E PAVIMENTACAO EM AREAS URBANAS E DEGRADADAS ,00 0, , ,00 SUBTOTAL , ,00 FUNDACAO DO TRABALHO DE MATO GROSSO DO SUL FUNDACAO DO TRABALHO DE MATO GROSSO DO SUL F GESTAO E OPERACIONALIZACAO DA FUNTRAB , , ,00 0,00 SUBTOTAL , ,00 SECRETARIA DE ESTADO DE EDU CACAO SECRETARIA DE ESTADO DE EDU CACAO F FORMACAO CONTINUADA E DESEN VOLVIMENTO DO ENSINO MEDIO , , F DESENVOLVIMENTO DA EDUCACAO BASICA , , ,00 0,00 SUBTOTAL , ,00 DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRANSITO DE MS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRANSITO DE MS F GESTAO E OPERACIONALIZACAO DO DETRAN ,00 0, F EDUCACAO E COORDENACAO DAS LEIS DE TRANSITO , ,00 SUBTOTAL , ,00 ENCARGOS GERAIS FINANCEIROS DO ESTADO ENCARGOS GERAIS FINANCEIROS DO ESTADO F AMORTIZACAO E ENCARGOS DA DI VIDA INTERNA , ,00 SUBTOTAL 00 0, ,00 AGENCIA DE HABITACAO POPULAR DO ESTADO DE MS AGENCIA DE HABITACAO POPULAR DO ESTADO DE MS

3 PÁGINA F PROJETO MEU LAR ,00 0,00 SUBTOTAL ,00 0,00 TOTAL ,00 0,00 TOTAL , ,00 TOTAL , ,00 TOTAL , ,00 TOTAL , , TOTAL GERAL , , OBS: A) INCISOS DO ART. 43 DA LEI FEDERAL DE 17/03/ SUPERáVIT FINANCEIRO 3 - ANULAÇÃO DE DOTAÇÃO 2 - EXCESSO DE ARRECADAÇÃO 4 - OPERAÇÃO DE CRÉDITO B) GND - GRUPO DA NATUREZA DA DESPESA 1 - PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 2 - JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 3 - OUTRAS DESPESAS CORRENTES 4 - INVESTIMENTOS 5 - INVERSÕES FINANCEIRAS 6 - AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA DESPACHO DO GOVERNADOR EXTRATO DO QUINTO ADITAMENTO AO TERMO DE CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO RECÍPROCA CELEBRADO NA DATA DE 8 DE FEVEREIRO DE PARTES: O Estado de Mato Grosso do Sul e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). CLÁUSULA PRIMEIRA: Fica mantido o Convênio de Colaboração Recíproca entre o Estado de Mato Grosso do Sul e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), prorrogando-se seu prazo de vigência em 24 (vinte e quatro) meses, admitidas novas prorrogações, se assim entenderem as partes. CLÁUSULA SEGUNDA: Permanecem ratificadas todas as demais Cláusulas e condições não expressamente alteradas ou revogadas pelo presente Aditivo. DATA DA ASSINATURA: 3 de dezembro de ASSINAM: JOSÉ GOMES ROSA FILHO Diretor-Presidente do BRDE NIVALDO ASSIS PAGLIARI Diretor-Administrativo do BRDE CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO SUL PORTARIA N 01/2014 A Secretária Executiva do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul CODESUL, no uso de suas atribuições e conforme o artigo 14 do Regimento Interno do CODESUL, RESOLVE: Art. 1 Que todos os pagamentos do escritório do CODESUL em Florianópolis (SC), serão feitos por meio de cheques nominais. Art. 2º Que todos os cheques e documentos bancários serão assinados em conjunto pelo Secretário Assistente, Amauri Camilo Cantú e pela a funcionária encarregada do Setor Financeiro, Maria da Conceição Lima. Art. 3 Aos nominados no artigo 2º desta Portaria são atribuídas as seguintes responsabilidades: I. Emitir cheques; II. Abrir contas de depósito; III. Receber, passar recibo e dar quitação; IV. Solicitar saldos e extratos; V. Requisitar talonários de cheques; VI. Retirar cheques devolvidos; VII. Endossar cheque; VIII. Sustar e contra ordenar cheques; IX. Cancelar cheques; X. Baixar cheques; XI. Efetuar resgates e aplicações financeiras; XII. Cadastrar, alterar e desbloquear; XIII. Efetuar saques da conta corrente; XIV. Efetuar saques de poupança; XV. Efetuar pagamentos por meio eletrônico; XVI. Efetuar transferência por meio eletrônico; XVII. Liberar arquivos de pagamentos; XVIII. Solicitar saldos e extratos; XIX. Emitir comprovantes; XX. Efetuar transferências; XXI. Encerrar contas de depósito; XXII. Consultar obrigações do debito. Art. 4º Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua assinatura. Campo Grande (MS), 24 de março de Magda dos Santos Correa Secretária Executiva do CODESUL Termo de Posse do Excelentíssimo Senhor André Puccinelli, de Mato Grosso do Sul, na Presidência do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul - CODESUL. Aos dezenove dias do mês de março de dois mil e quatorze, na cidade de Campo Grande, Capital de Mato Grosso do Sul, no Espaço Yotedy, Parque das Nações Indígenas, presentes os Excelentíssimos Governadores João Raimundo Colombo, do Estado de Santa Catarina e Presidente do CODESUL, André Puccinelli, de Mato Grosso do Sul, Tarso Fernando Henz Genro, do Rio Grande do Sul e Carlos Alberto Richa, do Paraná, Vice-Presidentes do CODESUL, tomou posse no cargo de Presidente do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul CODESUL, de acordo com o artigo terceiro do Convênio Instituidor do Sistema CODESUL/BRDE, o Excelentíssimo Senhor André Puccinelli, Governador de Mato Grosso do Sul, que prometeu cumprir e fazer cumprir os termos do convênio aprovado pelos Estados participantes. E para que fique registrado, eu Amauri Camilo Cantú, Secretário Executivo do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul - CODESUL, lavrei o presente termo de posse, que vai assinado pelas autoridades mencionadas. Campo Grande (MS), 19 de março de JOÃO RAIMUNDO COLOMBO de Santa Catarina de Mato Grosso do Sul CARLOS ALBERTO RICHA do Paraná TARSO GENRO do Rio Grande do Sul Termo de Posse do Secretário Executivo do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul - CODESUL, Senhora Magda dos Santos Correa. Aos dezenove dias do mês de março de dois mil e quatorze, na cidade de Campo Grande, Capital de Mato Grosso do Sul, no Espaço Yotedy, Parque das Nações Indígenas, perante o Excelentíssimo Senhor André Puccinelli, de Mato Grosso do Sul e Presidente do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul - CODESUL, tomou posse no cargo de Secretário Executivo do referido Conselho, a Senhora Magda dos Santos Correa, designada por Resolução assinada nesta data, pelo Excelentíssimo Senhor Governador Presidente do CODESUL. Nesta data, cumpridas as formalidades regulamentares, o empossado assumiu o exercício do referido cargo. E para constar foi lavrado o presente termo, que vai devidamente assinado. Campo Grande (MS), 19 de março de Governador Presidente do CODESUL Magda dos Santos Correa Secretário Executivo do CODESUL SECRETARIAS SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Extrato: Termos de Acordo e aditivos. Base legal e finalidade: previstas na Lei Complementar n. 93, de 05/11/2001 e na Lei Estadual n /2011, 30/06/2011. Signatários: Estado de Mato Grosso do Sul e as empresas abaixo relacionadas: Termo de Acordo: Termo de Acordo n. 924/2014, de 24/03/2014 (processo n. 21/ /2013). Aditivo ao Termo de Acordo n. 668/2011, de 17/03/2014 (processo n. 21/ /2003). Aditivo ao Termo de Acordo n. 673/2011, de 12/02/2014 (processo n. 21/ /2007). Terceiro Aditivo ao Termo de Acordo n. 689/2011, de 20/03/2014 (processo n. 21/ /2006). Extrato do III Termo Aditivo ao Contrato Nº 0021/2011/SEFAZ Nº Cadastral 563 Processo: 11/ /2011 Partes: O Estado de Mato Grosso do Sul por intermédio da SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA (com recursos do FUNDO DE APERFEIÇOAMENTO FAZENDÁRIO) e IMAGETECH TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA LTDA. Objeto: Aplicar o que prescreve a cláusula quinta, item 5.1.9, a partir de 19 de março de Ordenador de Despesas: André Luiz Cance Amparo Legal: Lei Federal n /1993. Data de Assinatura: 18/03/2014 Assinam: ANDRÉ LUIZ CANCE e REINALDO DE ANDRADE SILVA ATO DECLARATÓRIO/SAT Nº 030/2014 DE 07 DE ABRILl 2014 O SUPERINTENDENTE DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA, no uso de suas atribuições e da competência que lhe confere o art. 34 do Anexo IV ao Regulamento do ICMS-RICMS (aprovado pelo Decreto n , de 18 de setembro de 1998), D E C L A R A: I Reativadas, em virtude da regularização das pendências que deram causa à suspensão ou cancelamento, as inscrições estaduais dos contribuintes relacionados no anexo I a este Ato Declaratório, e, consequentemente, restaurados os seus direitos fiscais, sem prejuízo do cumprimento de eventuais obrigações tributárias relativas ao período do respectivo cancelamento ou suspensão; II Suspensas, com base no art. 36, Inc. II, alínea A, E e F, do Anexo IV ao Regulamento do ICMS, a inscrição estadual do contribuinte relacionado ao Anexo II a este Ato Declaratório, ficando as mesmas sujeitas, durante o período de suspensão, ao cumprimento do disposto nos arts. 36, 1º, e 38 do Anexo IV ao RICMS; III Canceladas, com base no art. 39, Inc. III, V e VIII, Alineas A e B Anexo IV ao RICMS, as inscrições estaduais dos contribuintes relacionados no anexo III a este Ato Declaratório; IV Em decorrência do cancelamento a que se refere o item anterior: a) ficam cancelados os documentos fiscais não utilizados, em poder do contribuinte, sendo os mesmos considerados inidôneos para todos os efeitos fiscais (RICMS 1º, III, do art. 39 do Anexo IV); b) não será permitida a utilização de crédito fiscal decorrente de operações ou prestações realizadas por contribuintes alcançados pelo ato (RICMS 2º do Anexo IV); c) o destinatário de mercadorias ou serviços, que tenham registrado crédito fiscal com base em documentos emitidos por contribuinte com inscrição cancelada, deverá, no prazo de quinze dias da publicação deste Ato Declaratório (RICMS - 3º do art. 39 do Anexo IV): 1 comunicar, por escrito, à Agência Fazendária do seu domicílio, ou àquela que centraliza o seu movimento, os números das notas fiscais, seus valores e o emitente; 2 anular o valor do crédito que tenha escriturado ou já utilizado; V - Este Ato Declaratório entra em vigor na data de sua publicação. Campo Grande MS, 07 de Abril Carlos Cesar Galvão Zoccante Superintendente de Administração Tributária

4 PÁGINA 4 ANEXO I AO ATO DECLARATÓRIO/SAT Nº 030/ DE ABRIL /2014 AGUA CLARA 01 ANTONIO CARLOS TIRADO ANASTACIO 02 CLEITON DA SILVA JARA ARAL MOREIRA 03 IDENAL RODRIGUES DA SILVA BANDEIRANTES 04 JOAO PEREIRA LIMA BATAGUASSU 05 PAULO JOSE SILVA BODOQUENA 06 MILSEM LAURINDO BONITO 07 EZEQUIEL SANCHES TRINDADE CAARAPO 08 ARNALDO ZAFALON CAMPO GRANDE 09 ALCIONE PAIM ANASTACIO DANIEL FERZELI PEGAZ KAZAM ALIMENTOS LTDA PARIS IND COM DE COLCHOES E ESPUMAS LTDA SANTANA & ARAUJO LTDA SEVERINO & CORNACHINI LTDA THIAGO DA SILVA ROCHA & CIA LTDA CORUMBA 16 IGNES DE LIMA JOAO LOUGES GOULART MANOEL HERNANDES SOBRINHO COXIM 19 ANTONIA ILZA DE LIMA AZEVEDO & CIA LTDA REIS E ANDRADE LTDA VENICIO LEITE CAVALCANTE DOURADOS 22 GUILHERME RAMIRES PANA GLORIA DE DOURADOS 23 DIVINO RODRIGUES VALADARES ITAPORA 24 AMANCIO PEREIRA CORTEZ DALVONIR ROBERTO QUEQUETO ITAQUIRAI 26 MOACIR DE OLIVEIRA QUADROS MORENO & SILVA LTDA NILZETE DOS SANTOS MACANHAN IVINHEMA 29 ANTONIO CARLOS F TERRINHA DA SILVA JARAGUARI 30 ANACLETO GHENO PAINEIRAS - COMERCIAL, SERV. E REP. LTDA MARACAJU 32 ROBISON BRUM MONTEIRO NAVIRAI 33 BENEDITO INACIO GRILO NOVA ALVORADA DO SUL 34 JOSE LUIZ DE JESUS NOVA ANDRADINA 35 SOL NASCENTE EMPR E PART LTDA PONTA PORA 36 CARLOS MARQUES ANTUNES DELMAR HAJDASZ GABRIEL RAMAO VILALBA JOAO ELIAS DE SOUZA FRAGA JOAO FERREIRA DOS SANTOS MARCOS ANTONIO CASTRO AZOIA PORTO MURTINHO 42 FERNANDO SANCHES NELSON WILSON BACHA RIBAS DO RIO PARDO 44 JOSE ANTONIO QUEIROZ MATIAS GONSALES SOARES N. B. OLIVEIRA SELVIRIA 47 RUTHS RAMOS DA SILVA TERENOS 48 CICERO SIMOES LUCAS HERCULANO MOURA DA COSTA MIGUEL ALENCAR VILMAR DE SOUZA MOURA ANEXO II AO ATO DECLARATÓRIO/SAT Nº 030/ DE ABRIL/ 2014 AQUIDAUANA 01 POSTO JATO SERVICOS LTDA BELA VISTA 02 CLARIS MARY CASANOVA AJALA CAMPO GRANDE 03 FELTRIN & ARAUJO LTDA JOSE CARLOS FAGUNDES CABRAL VULCANIZADORA NOMAFRIO COM SERV REPR LTD DOURADOS 06 CONSTRUTORA MOREIRA COSTA LTDA RECICLADOS DE PAPEL CAMILOTTI LTDA MARACAJU 08 MOVEIS ITALIA LTDA NAVIRAI 09 CARROSEL MOVEIS LTDA SIDROLANDIA 10 HB PRE MOLDADOS E CONSTRUCOES LTDA LAPIS & COR MAT ESCOLAR LTDA VIA BLUMENAU INDUSTRIA E COMERCIO LTDA TRES LAGOAS 13 IKE RESTAURANTE LTDA SILVA E BLAN MADEIRAS LTDA ANEXO III AO ATO DECLARATÓRIO/SAT Nº 030/ DE ABRIL/ 2014 APARECIDA DO TABOADO 01 BENFICA EMPREENDIMENTOS IMOBILIAR. LTDA EUNICE SILVA ROSA DANTAS IND. E COM. DE LATICINIOS TABOADO LTDA BATAGUASSU 04 A R DA SILVA JUNIOR E CIA LTDA CAMPO GRANDE 05 ALAN KARDEC LARA ALLBUX FERTILIZANTES LTDA ALMEIDA E ARAUJO -TRANSP LOG E DIST LTDA ALYNE CHISTINA FONSECA CRISTALDO MEI ANDERSON GIOVANY FERREIRA DE SOUZA ANDREIA NUNES ZANELATO OLARTE CLAUDENIR DOS SANTOS CLOVIS BARBOSA DOS SANTOS DI MARCUS & MOREIRA LTDA DIVINO SABOR ESPETOS LTDA ELIETE FERREIRA VIEIRA TANAKA MEI EMILY MANICA AMARAL FERREIRA & SOARES LTDA FRANCHIM & RIBEIRO LTDA GEIZA APARECIDA ALVES FLORES GOMES & GOUVEIA TRANSPORTES LTDA HBR MEDICAL EQUIPTOS HOSPITALARES LTDA HOMEPAPER DECORACOES DE INTERIORES LTDA HS PRODUTOS OTICOS LTDA IIDA COMERCIO PROD AGRO PECUARIOS LTDA JOSE COELHO JULIANA DOS SANTOS ROCHA MEI MARCAL & PEIXOTO LTDA MARTHA MEIRA CARDOSO OASIS CAMISETERIA LTDA OFERTA DA PIZZA LTDA PEDRO BEVILAQUA - CONVENIENCIAS SABORES DE CASA RESTAURANTE LTDA W V COM VAREJ DE ALIM E CEREAIS LTDA ZILDA FERREIRA DA SILVA -MEI CASSILANDIA 35 DAIANNE AZAMBUJA AMORIM CHAPADAO DO SUL 36 IDEAL MULTI SOLDAS E FERRAMENTAS LTDA COXIM 37 RESTAURANTE DONATOS LTDA DOURADOS 38 ALINE ALVES DE LIMA BORGES MEI CJR COMERCIO GENEROS ALIMENTICIOS LTDA GUERRA & VIANA LTDA PERES & MAGALHAES LTDA RETIGRAN RETIFICA DE MOTORES LTDA SERGIO DELGADO CONFECCOES TIJOLAO MATERIAIS DE CONSTRUCAO EIRELI UILSO RIBEIRO VALDIVINO MEI YANEZ E NASCIMENTO LTDA IVINHEMA 47 CLEVERSON APARECIDO VIEIRA DA SILVA GONCALVES E BARQUILHA LTDA M V MATOS PAULO CALDERAN MUNDO NOVO 51 BEIRA RIO COMERCIAL LTDA SUELI APARECIDA BISSOLI CREPALDI PARANAIBA 53 DIEGO ASSUNCAO JOAQUIM IRIS ALVES FERREIRA RIBAS DO RIO PARDO 55 LAMINADOS E COMPENSADOS ROMA LTDA RIBEIRO & AZEVEDO LTDA SELVIRIA 57 ANTONIO C. ALVINO DA SILVA POUSO ALEGRE 58 LABORATORIO SANOBIOL LTDA PAULINIA 59 ROYAL FIC DISTR DERIVADOS PETROLEO LTDA EDITAL DE INTIMAÇÃO Pelo presente edital o(s) contribuinte(s), abaixo identificado(s), fica(m) intimado(s) para, no prazo de vinte(20) dias, contados do quinto (5) dia da publicação deste, recolher aos cofres públicos o débito fiscal exigido por meio do(s) Auto(s) de Lançamento e de Imposição de Multa indicado(s), julgado(s) procedente(s) em parte pelo Tribunal Administrativo Tributário, sob pena de revelia, presumindo-se como verdadeiros os fatos alegados nos procedimento fiscal. O não cumprimento da presente intimação implicará no registro do crédito tributário na dívida ativa e a consequente cobrança por meio de processo de execução. Embasamento legal: art.23, I c/c art.24, III da lei estadual n.2.315, de THEREZINHA DE OLIVEIRA MARTINI CPF/CNPJ: R. GENERAL TELLES, CENTRO - BOTUCATU - SP Auto de Lançamento e de Imposição de Multa Nº E Órgão Preparador Regional de Nova Andradina 06 R. Prof. João de Lima Paes, 172 Centro CEP: Nova Andradina MS Horário de Funcionamento: 07:30hs às 11:30hs / 13:30hs às 17:30hs Telefone: (0 XX 67) Monica Eloisa A. B. Estacio Matrícula Chefe do OPR_06 de Nova Andradina

5 PÁGINA 5 SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL n. 1/ SAD/SEJUSP/DETRAN/MS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA INGRESSO NO QUADRO PERMANENTE DE PESSOAL DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO GROSSO DO SUL - DETRAN/MS Os SECRETÁRIOS DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO E DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA e o DIRETOR-PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto no Decreto n , de 3 de abril de 2014, tornam pública, para conhecimento dos interessados, a abertura das inscrições do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, destinado ao provimento de cargos da Carreira Gestão de Atividades de Trânsito do quadro de pessoal do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul - DETRAN/MS, que será regido pelos diplomas legais e regulamentares pertinentes e pelas normas e condições constantes neste Edital. I. DAS VAGAS: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 será realizado sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Administração em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul, para preenchimento de vagas existentes no quadro de pessoal do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul - DETRAN Os cargos, por escolaridade, oferecidos no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, integrantes da Carreira de Gestão de Atividades de Trânsito, são os constantes no quadro abaixo: Escolaridade Curso de Ensino Superior Curso de Ensino Médio Cargo Gestor de Atividades Gerais de Trânsito Gestor de Educação e Segurança de Trânsito Gestor de Atividades Organizacionais Gestor de Atividade de Engenharia de Tráfego e Trânsito Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito Técnico Administrativo Técnico em Recursos Humanos Assistente de Atividades de Trânsito Assistente de Vistoria e Identificação Veicular Assistente de Pátio de Apreensão e Guarda de Veículos Agente Condutor de Veículos II As vagas que porventura forem criadas ou abertas durante o prazo de validade do presente Concurso poderão ser preenchidas por candidatos habilitados em todas as etapas, observada a ordem de classificação, mediante ato específico Os candidatos aprovados no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ DETRAN/2014 serão convocados de acordo com a necessidade e conveniência da administração pública Os requisitos para o exercício do cargo, o quantitativo das vagas por município, a descrição sumária das atividades e o valor do vencimento são os constantes nos Anexos deste Edital. II - DAS VAGAS DESTINADAS À PESSOA COM DEFICÊNCIA, AO NEGRO OU AO ÍNDIO Aos candidatos com deficiência, aprovados no Concurso, será reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas, desde que a deficiência seja compatível com o exercício das atribuições do cargo, observando-se os dispositivos constantes no Decreto Federal n , de 20 de dezembro de Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão de readaptação ou de aposentadoria O candidato que for nomeado na condição de pessoa com deficiência não poderá arguir ou utilizar essa condição para pleitear ou justificar mudança de cargo e assistência de terceiros no ambiente de trabalho para o desempenho das atribuições do cargo Após a nomeação e posse, durante o período de estágio probatório, será avaliada a compatibilidade entre a sua deficiência e o desempenho das atribuições de seu cargo e, verificada a incompatibilidade, o servidor será exonerado Para concorrer a uma das vagas o candidato com deficiência deverá: a) no ato de inscrição, declarar-se pessoa com deficiência; b) realizar a inscrição via internet preenchendo o formulário disponível no site e encaminhar ou entregar o laudo médico original, emitido nos últimos seis meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença (CID) e a causa da deficiência O candidato ao efetuar inscrição via Internet deverá entregar pessoalmente ou encaminhar o laudo médico, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), para o endereço abaixo, devendo ser postado impreterivelmente até o dia 30 de abril de Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 Secretaria de Estado de Administração de Mato Grosso do Sul - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n - Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de Atendimento: das 8h às 13h (horário de Mato Grosso do Sul) O laudo médico não será devolvido e não será fornecida cópia desse laudo O candidato com deficiência poderá requerer no ato da inscrição, se for o caso, tratamento diferenciado para o dia de realização das provas escritas, indicando no Formulário de Inscrição as condições de que necessita para a sua realização O candidato com deficiência visual que necessitar de prova especial, em braile ou ampliada ou do auxílio de um ledor, além de enviar ou entregar a documentação prevista no item 2.2, alínea b, deverá indicar no Formulário de Inscrição qual o tipo de auxílio que necessita para realização da Prova Escrita Objetiva O candidato deficiente visual que solicitar ampliação da prova deverá informar o tamanho da fonte, entre 18, 24 ou 28. Não havendo indicação de tamanho de fonte a prova será confeccionada na fonte tamanho O candidato com deficiência auditiva que necessitar de auxílio de intérprete de língua brasileira de sinais, além de enviar ou entregar a documentação prevista no item 2.5, alínea b, deverá indicar no Formulário de Inscrição que necessita desse auxílio para realizar a Prova Escrita Objetiva O candidato com deficiência que necessitar de atendimento especial para a realização das provas deverá indicar os recursos necessários no Formulário de Inscrição e, ainda, enviar ou entregar atestado médico que justifique o atendimento especial nos termos do item 2.5, alínea b, sob pena de não ser atendida a necessidade do candidato O candidato com deficiência que não realizar a inscrição conforme normas constantes neste Edital perderá o direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos em tal condição e acarretará o não atendimento às condições especiais para realizar a prova, não podendo impetrar recurso dessa decisão A não observância do disposto no item 2.2 ou a não habilitação como pessoa com deficiência pela perícia médica acarretará a perda do direito às vagas reservadas ao candidato em tal condição Aos candidatos que, no momento da inscrição, se declararem negro ou índio, será reservada a cota de 10% (dez por cento) e de 3% (três por cento), respectivamente, das vagas oferecidas neste Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, em observância à Lei n , de 10 de dezembro de 2008 e a Lei n , de 21 de julho de Na aplicação do percentual estabelecido nos itens 2.1 e 2.6 dever-se-á observar o estabelecido na legislação pertinente, em especial o Decreto n de 31 de março de Os candidatos com deficiência, negros ou índios participarão do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere a provas, conteúdos programáticos, critérios de avaliação e classificação, assim como à duração, ao horário e ao local de realização das provas, conforme o estabelecido em edital específico Para concorrer a uma das vagas o candidato negro ou índio deverá: a) declarar-se negro ou índio no ato da inscrição; b) realizar a inscrição via Internet e preencher o Formulário de Inscrição disponível no site c) encaminhar o Formulário de Inscrição devidamente preenchido e assinado, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), para o endereço referido no item 2.2.1, devendo ser postado impreterivelmente até o dia 30 de abril de 2014; d) comparecer na entrevista na data e local previstos em edital específico O candidato negro ou índio que não realizar a inscrição conforme as normas constantes neste Edital, ou que não comparecer na entrevista no prazo e local estabelecidos em edital próprio ou que não receber parecer conclusivo favorável da Comissão Especial, perderá o direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos optantes do programa de reserva de vagas, não podendo impetrar recurso dessa decisão O candidato índio deverá apresentar-se no local da entrevista munido da Cédula Oficial de Identidade expedida pela Secretaria de Segurança com registro da etnia indígena, ou com o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), expedido pela FUNAI, ou certidão de nascimento constando a etnia indígena As vagas previstas nos itens 2.1 e 2.6 deste Edital, que não forem providas por falta de candidatos com deficiência, negros ou índios ou por reprovação no Concurso, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem de classificação Para todos os candidatos inscritos no Programa de Reserva de Vagas, inclusive para os candidatos indígenas, serão considerados como documento de identificação aqueles constantes no item 9.2.1, deste Edital. III. DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA: São requisitos para investidura em cargo público: a) ser brasileiro nato ou naturalizado; b) estar quite com as obrigações militares, no caso de candidato do sexo masculino; c) ter boa saúde física e mental para o exercício das atribuições do cargo/ função, devidamente comprovada mediante exames a serem definidos no edital de convocação para a posse; d) comprovar a escolaridade exigida para o exercício do cargo; e) ter idade mínima de 18 anos; f) estar em pleno gozo dos direitos civis e políticos; g) atender as demais condições de ingresso estabelecidas em edital próprio; h) entregar, no ato da posse, cópia dos documentos pessoais e apresentar os originais; i) ter sido aprovado no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014; j) não exercer cargo ou função pública e não acumular proventos de aposentadoria na administração pública federal, estadual ou municipal, em observância ao estabelecido no inciso XVI e no 10 do art. 37 da Constituição Federal, exceto nas hipóteses constitucionalmente permitidas;

6 PÁGINA 6 k) ter conduta moral ilibada comprovada com certidões dos cartórios cíveis e criminais da justiça federal e estadual do domicílio do candidato Os requisitos para a investidura deverão ser comprovados no ato da posse, mediante entrega de cópia dos documentos pessoais e apresentação dos originais. IV. DAS INSCRIÇÕES: As inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 serão efetuadas conforme normas e condições estabelecidas neste Edital O candidato, ao se inscrever, estará declarando, sob as penas da Lei, que após a habilitação no Concurso, no ato de posse do cargo, irá satisfazer todas as condições e exigências para o exercício do cargo, estabelecidas neste Edital e na legislação pertinente ao exercício do cargo O candidato que não satisfaça todas as condições e requisitos exigidos na convocação para a nomeação e no ato de posse, mesmo que tenha sido aprovado, estará automaticamente eliminado do Concurso As inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 serão efetuadas, exclusivamente, via Internet, conforme procedimentos a seguir especificados: Período: 9 a 30 de abril de Endereço Eletrônico do Concurso: Neste endereço serão disponibilizados o Formulário de Inscrição on-line para preenchimento, o Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS, para pagamento de taxa, o Edital do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ DETRAN/2014, contendo toda a regulamentação e informações referentes ao concurso e editais com os resultados de cada etapa Taxa de Inscrição: a) R$ 148,80 (cento e quarenta e oito reais e oitenta centavos), para candidatos a cargo com exigibilidade de curso de nível superior; b) R$ 93,00 (noventa e três reais), para candidatos a cargo com exigibilidade de curso de ensino médio A taxa de inscrição deverá ser paga através do Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS, até o término do expediente das Agências Bancárias e das Casas Lotéricas: a) Banco do Brasil (preferencialmente); b) Banco Itaú; c) Caixa Econômica Federal; d) Banco Bradesco; e) Banco HSBC Bank Brasil; f) Banco Cooperativo SICREDI; g) Casas Lotéricas Horário para Pagamento da Taxa de Isenção: das 8 horas do dia 9 de abril de 2014 às 19h horas do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) Todas as etapas do Concurso serão realizadas na cidade de Campo Grande - MS Procedimentos para efetuar a inscrição: a) preencher os dados pessoais solicitados no Formulário de Inscrição online disponível no endereço eletrônico e transmitir os dados via internet; b) imprimir o Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS, disponível no endereço eletrônico, após a conclusão do preenchimento do Formulário de Inscrição on-line ; c) efetuar o pagamento da taxa de inscrição, mediante o DAEMS, nas Casas Lotéricas ou nas Agências Bancárias relacionadas no subitem 4.3.4, preferencialmente no Banco do Brasil e, impreterivelmente, até às 19h do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital Objetivando evitar ônus desnecessário, o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor da inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para o Concurso A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a expressa aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e em seus anexos, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento A Secretaria de Estado de Administração e o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul não se responsabilizam: a) por inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação e de outros fatores de ordem técnica ou tecnológica que impossibilitem a transferência de dados; b) pelo não encaminhamento do comprovante de pagamento pela Agência Bancária ou Casa Lotérica Após as 17 horas do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) o acesso às inscrições ao Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ DETRAN/2014 estará bloqueado O comprovante de inscrição do candidato inscrito estará disponível no endereço eletrônico após a comprovação do pagamento da taxa e aceitação da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento Isenção da Taxa de Inscrição: Os candidatos amparados pela Lei n , de 13 de dezembro de 2002, alterada pela Lei n , de 18 de abril de 2006, deverão observar os procedimentos estabelecidos nos Decretos n , de 27 de maio de 2003 e n , de 29 de maio de 2003, e amparados pela Lei n , de 21 de setembro de 2004, poderão solicitar isenção da Taxa de Inscrição do Concurso conforme os procedimentos estabelecidos nesta Legislação, observando: a) efetuar a inscrição via Internet, de acordo com o previsto na alínea a do item 4.4 deste Edital; b) requerer a isenção do pagamento da taxa de inscrição no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, através do requerimento disponível no endereço eletrônico www. concurso.ms.gov.br; c) postar, através de SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), ou entregar pessoalmente, nos dias 9, 10 e 11 de abril de 2014, o requerimento de isenção de taxa de inscrição devidamente assinado e demais documentos mencionados na legislação citada no caput deste subitem Endereço para encaminhamento ou entrega dos documentos relacionados no item anterior: Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 Secretaria de Estado de Administração - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n - Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de atendimento: 8h às 13h (horário de Mato Grosso do Sul) O candidato terá seu requerimento de isenção da taxa de inscrição indeferido quando: a) não cumprir as normas estabelecidas neste item; b) deixar de efetuar o pedido de inscrição pela internet; c) deixar de informar no requerimento o número da inscrição, que comprove seu pedido; d) omitir informações; e) falsificar documentos; f) pleitear a isenção de taxa sem apresentação ou encaminhamento da documentação exigida na legislação pertinente; g) entregar ou postar os documentos fora do prazo estabelecido no subitem , alínea c deste Edital; h) não preencher os requisitos previstos na legislação vigente A relação dos candidatos com requerimento de isenção da taxa de inscrição indeferido será publicada no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site O candidato que tiver seu requerimento de isenção da taxa de inscrição indeferido, conforme relação a ser publicada no Diário Oficial do Estado, deverá recolher o valor da taxa de acordo com o estabelecido nas alíneas a ou b do subitem deste Edital, até às 19 horas do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) O candidato que tiver seu requerimento de isenção indeferido e não cumprir as normas estabelecidas no item anterior perderá os direitos decorrentes da inscrição no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/ A qualquer tempo poderão ser realizadas diligências relativas às declarações feitas pelo candidato, deferindo ou não seu pedido Responderá por infração o candidato que apresentar comprovante inidôneo ou firmar declaração falsa para se beneficiar da isenção da taxa de inscrição. V. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS RELATIVAS À INSCRIÇÃO: As informações prestadas no Formulário de Inscrição on-line serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se à Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 o direito de excluir aquele candidato que não preencher de forma completa e corretamente os campos do Formulário, em especial aqueles referentes ao nome, CPF, endereço e CEP de sua residência O candidato terá sua inscrição cancelada e será automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 se utilizar o CPF de terceiros ou preencher irregularmente o CPF no Formulário de Inscrição online A inscrição cujo pagamento for realizado, por qualquer circunstância, após a data de encerramento das inscrições, não será acatada Após a inscrição o candidato poderá realizar alterações no seu cadastro até a data do término do prazo das inscrições, acessando a Área do Candidato através do site No caso da existência de mais de uma inscrição paga do mesmo candidato será validada somente a inscrição de data mais recente, se observados todos os procedimentos É vedada a inscrição condicional, extemporânea, por correspondência, via postal, via FAX ou via correio eletrônico É vedada a transferência do valor pago, a título de taxa de inscrição, para terceiros, assim como a transferência da inscrição para outro candidato, ou para outro cargo ou para outro município.

7 PÁGINA O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do evento por conveniência da Administração Estadual O pagamento da taxa de inscrição poderá ser efetuado em cheque bancário, sendo que: a) o pagamento efetuado em cheque somente será considerado aceito após a respectiva compensação; b) em caso de devolução do cheque, qualquer que seja o motivo, considerarse-á automaticamente sem efeito a inscrição A inscrição somente será confirmada após a comprovação do pagamento da taxa de inscrição. VI. DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO: A relação dos candidatos inscritos será divulgada no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site Em caso de eventuais erros cadastrais (nome, identidade e data de nascimento), o candidato terá o prazo de dois dias úteis a contar da data de publicação do edital com a relação dos candidatos inscritos, para efetuar as devidas correções, acessando a Área de Candidato, através do site ms.gov.br e conforme procedimentos especificados em edital É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todos os atos publicados sobre o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, no Diário Oficial do Estado, para tomar conhecimento de seu conteúdo e não alegar desconhecimento de qualquer tipo ou natureza Após a confirmação do pagamento da taxa de inscrição será publicada a homologação das inscrições mediante edital, com a relação dos nomes dos candidatos inscritos no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, por cargo e por município de opção, no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site VII. DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - SAD/ DETRAN/2014: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 para ingresso no quadro e pessoal do DETRAN/MS constará das seguintes etapas: a) Etapa I - Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os candidatos; b) Etapa II - Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico), de caráter eliminatório, para candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva; c) Etapa III - Prova de Títulos, de caráter classificatório, para candidatos aos cargos com exigibilidade de Curso de Ensino Superior, aprovados na Prova Escrita Objetiva e aptos no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico); d) Etapa IV - Prova Prática, de caráter eliminatório e classificatório, para candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva, inscritos para o cargo de Agente Condutor de Veículos II e aptos no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) Para a realização de cada etapa deste Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, os candidatos serão convocados através de edital próprio a ser publicado no Diário Oficial do Estado, especificando a data, o horário e o endereço do local de realização da respectiva etapa Não haverá segunda chamada para nenhuma das etapas e tampouco realização de prova ou exame fora da data, horário e local estabelecidos em edital O candidato convocado para a realização de qualquer uma das etapas, que não comparecer no dia, local e horário determinados em edital, estará automaticamente excluído do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/ O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 constará das etapas, por cargo e escolaridade, conforme especificação no quadro abaixo: Etapas Cargo Exigibilidade Gestor de Educação e Segurança de Trânsito Licenciatura Plena em Pedagogia. ETAPAS I, II e III ETAPAS I e II ETAPAS I, II e IV Gestor de Atividades Gerais de Trânsito Gestor de Atividades Organizacionais Gestor de Atividade de Engenharia de Tráfego e Trânsito Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito Técnico Administrativo Técnico em Recursos Humanos Assistente de Atividades de Trânsito Assistente de Pátio, de Apreensão e Guarda de Veículos Assistente de Vistoria e Identificação Veicular Agente Condutor de Veículos II VIII. DA ETAPA I - PROVA ESCRITA OBJETIVA Graduação com Bacharelado em qualquer área do conhecimento; Registro no órgão de fiscalização profissional, quando for o caso. Graduação com Bacharelado em Administração; Registro no órgão de fiscalização profissional. Graduação em Engenharia Civil; Registro no órgão de fiscalização profissional. Nível Superior Sequencial ou Tecnólogo em área específica de trânsito; Registro no órgão de fiscalização profissional, quando for o caso. Curso de Ensino Médio acrescido de Curso Técnico, ou Curso de Ensino Médio profissionalizante específico na área de atuação e registro no órgão fiscalizador quando for o caso. Curso de Ensino Médio; Registro no órgão de fiscalização profissional, se for o caso. Curso de Ensino Médio e CNH nas categorias C, D ou E A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório será realizada em Campo Grande/MS em data, horário e endereço a serem divulgados através de edital específico, publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site A Prova Escrita Objetiva terá a duração de 4 (quatro) horas, e será realizada em Campo Grande em data, horário e endereço a ser divulgado em edital específico É de responsabilidade exclusiva do candidato obter as informações corretas da data, horário e endereço determinados para realização da prova A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, constará de questões de múltipla escolha com 5 (cinco) alternativas, sendo uma única alternativa correta, e versará sobre assuntos do conteúdo programático constante no Anexo III deste Edital A Prova Escrita Objetiva integrará as matérias especificadas no quadro abaixo: para categoria funcional com exigibilidade de Curso de Ensino Superior: Categoria Funcional: Gestor de Atividades de Trânsito - Cargos: Gestor de Atividades Gerais de Trânsito Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito a) Prova Escrita Objetiva: Parte Conteúdo n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Raciocínio Lógico 10 P 3 Noções de Informática 10 P 4 Noções de Direito Administrativo e Legislação de Trânsito 40 Total 80 b) A média da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos pelo candidato. Categoria Funcional: Gestor de Atividades de Trânsito - Cargos: Gestor de Educação e Segurança de Trânsito Gestor de Atividades Organizacionais Gestor de Atividade de Engenharia de Tráfego e Trânsito. a) Prova Escrita Objetiva: Parte Conteúdo n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Raciocínio Lógico 10 P 3 Noções de Informática 10 P 4 Noções de Direito Administrativo e Legislação de Trânsito e Conhecimentos específicos 40 Total 80 b) A média da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos pelo candidato para cargos com exigibilidade de Curso de Ensino Médio: Categoria Funcional: Assistente de Atividades de Trânsito - Cargos: Assistente de Atividades de Trânsito Assistente de Pátio de Apreensão e Guarda de Veículos Assistente de Vistoria e Identificação Veicular. a) Prova Escrita Objetiva: Parte Conteúdo n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Matemática 15 P 3 Noções Básicas de Informática 10 P 4 Noções de Direito Administrativo e Legislação de Trânsito 25 Total 70 b) A média da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos pelo candidato. Categoria Funcional: Assistente de Atividades de Trânsito - Cargos: Técnico Administrativo Técnico em Recursos Humanos Categoria Funcional: Agente Condutor de Veículos - Cargos: Agente Condutor de Veículos II: a) Prova Escrita Objetiva: Parte Conteúdo n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Matemática 15 P 3 Noções Básicas de Informática 10 P 4 Noções de Direito Administrativo, Legislação de Trânsito e Conhecimentos Específicos 25 Total 70 b) A média da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos pelo candidato O resultado da Prova Escrita Objetiva será representado pelo somatório dos pontos obtidos em cada prova Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que obtiver pontuação igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do total de pontos e não obtiver pontuação 0 em cada uma das matérias.

8 PÁGINA As respostas das questões da Prova Escrita Objetiva deverão ser marcadas na Folha de Respostas com caneta esferográfica preta ou azul fabricada em material transparente, preenchendo correta e completamente os alvéolos da folha para possibilitar a leitura óptica das respostas O candidato deverá conferir os seus dados pessoais impressos na Folha de Respostas, em especial, seu nome, número de inscrição, número de documento de identidade e o cargo a que concorre A Folha de Respostas personalizada é o único documento válido para a correção da prova O candidato deverá entregar a Folha de Respostas devidamente assinada e com a frase de verificação transcrita Ao candidato que entregar a Folha de Respostas sem assinatura e/ ou sem a frase de verificação transcrita será atribuída a pontuação zero na prova Será considerada inválida a resposta que apresentar rasura, omissão ou duplicidade de alternativas assinaladas na mesma questão Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas, sendo de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos de marcações incorretas O candidato somente poderá retirar-se do local de realização das provas, em definitivo, levando o caderno de provas após duas horas do horário de seu início Ao término do prazo estabelecido para a prova, os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer na sala até que o último candidato termine sua prova, devendo todos assinar a Ata de Sala, atestando a idoneidade da fiscalização das provas, retirando-se da sala de prova de uma só vez e acompanhando o fiscal até a sala da Coordenação para testemunhar o lacre dos envelopes Ao final da prova, se o quantitativo de candidatos que permanecerem na sala exceder ao estabelecido no item será utilizado o critério da ordem alfabética para definir os três candidatos que irão até a sala da Coordenação A relação dos candidatos, por ordem alfabética, por cargo e por município, com a pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva será divulgada através de edital próprio, no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço www. imprensaoficial.ms.gov.br e disponibilizada, via Internet, no site www. concurso.ms.gov.br. IX. DA REALIZAÇÃO DA PROVA ESCRITA OBJETIVA: A data, o horário e o endereço do local de realização da Prova Escrita serão divulgados através de edital próprio a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site O candidato deverá apresentar-se no local da Prova Escrita Objetiva com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário marcado para seu início, munido do documento oficial de identidade utilizado na sua inscrição, preferencialmente, e caneta esferográfica preta ou azul fabricada em material transparente Somente serão aceitos os seguintes documentos de identidade: Cédula Oficial de Identidade (RG) (expedida pela Secretaria de Segurança Pública com registro de etnia indígena, quando for o caso), Carteira de Identidade, emitida pelas Forças Armadas, Carteira Nacional de Habilitação (CNH - Carteira de Motorista com foto e dentro do prazo de validade), Carteira expedida por Órgãos ou Conselhos de Classe, Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS, devendo ser apresentado, preferencialmente, o documento utilizado na inscrição do concurso O documento de identidade deverá estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação, não sendo aceita cópia, ainda que autenticada Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar documento, expedido nos últimos 30 dias, que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, sendo que, neste caso, o candidato fará a Prova Escrita Objetiva de forma condicional, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados e assinatura do termo de compromisso para entrega do documento hábil, no prazo máximo de 20 (vinte) dias A identificação especial também será exigida para o candidato cujo documento de identificação apresente dúvidas relativas à fisionomia ou à assinatura do portador Não serão aceitos como documento de identidade: certidão de nascimento, título eleitoral, carteira de motorista (sem foto), carteira de estudante, carteira funcional sem valor de identidade, Cadastro de Pessoa Física - CPF, certificado de reservista, entre outros, além de documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados Ao candidato que deixar de cumprir o termo de compromisso no prazo estabelecido no subitem será atribuída a pontuação 0 (zero) para a Prova Escrita Objetiva e, consequentemente, excluído do certame O candidato, ao ingressar no prédio, deverá dirigir-se à sala em irá que prestar a prova, onde, após ser identificado, tomará assento e aguardará seu início O candidato convocado para a realização de qualquer uma das etapas e que não comparecer no dia, local e horário estabelecidos, estará automaticamente eliminado do Concurso A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova, além de solicitar condição especial para tal fim, com antecedência de 15 (quinze) dias da data de realização da prova, deverá levar um único acompanhante adulto que ficará em sala reservada e será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar o acompanhante não poderá permanecer com a criança no local de realização da prova A candidata lactante deverá entregar pessoalmente ou encaminhar sua solicitação no prazo previsto no item 9.5, via SEDEX, com AR (Aviso de Recebimento), para o endereço indicado no subitem , sob pena de não ser autorizada a permanência do acompanhante e da criança no local da prova Não haverá compensação de tempo em favor da candidata A candidata ao ausentar-se temporariamente da sala de prova para amamentar será acompanhada por um fiscal Será excluído do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 o candidato que: a) for surpreendido, durante a realização da prova, em comunicação com outro candidato, bem como se estiver portando ou utilizando-se de livros, notas, aparelhos eletrônicos, telefone celular, relógio de qualquer espécie, assim como outros equipamentos ou impressos não permitidos; b) ausentar-se do local da prova sem o acompanhamento do fiscal; c) faltar com a devida cortesia para com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, para com as autoridades presentes ou para com os demais candidatos; d) recusar-se a entregar o material da Prova ao término do tempo destinado para a sua realização; e) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a Folha de Respostas ou outro documento não permitido; f) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido; g) descumprir as instruções contidas no Caderno de Provas ou na Folha de Respostas A ocorrência de qualquer dos fatos descritos nas alíneas do subitem anterior será consignada em ata com a apreensão dos elementos de evidência material, se for o caso Não será permitido o ingresso na sala das provas de candidatos: a) portando armas ou munição; b) com livros, manuais, impressos, máquinas de calcular, agendas eletrônicas ou similares; c) com receptores de mensagens, notebook, tablet, máquina fotográfica, gravador; d) utilizando boné, boina, chapéu, gorro, lenço, óculos escuros, protetor auricular ou outro acessório que impeça a visão total das orelhas do candidato Antes de ingressar na sala de prova, o candidato que estiver portando arma ou munição deverá dirigir-se à Coordenação, que providenciará sua guarda e depósito, sendo restituídos no final do horário das provas Não será permitido ao candidato permanecer na sala da prova com aparelhos eletrônicos (telefone celular, bip, relógio de qualquer espécie, walkman, pager, palmtop, notebook, aparelho portátil de armazenamento e de reprodução de vídeos, receptor de mensagens, agenda eletrônica, máquina fotográfica, gravador, entre outros) O candidato que levar telefone celular, relógio de qualquer espécie, ou algum aparelho eletrônico deverá acondicioná-lo em embalagem fornecida pelo fiscal de sala, desligado e, se possível, sem a bateria, durante todo o período de prova O alarme do telefone celular e do relógio deverá estar desativado, sob pena do candidato ser excluído do concurso Os candidatos poderão ser submetidos, a qualquer momento, à verificação datiloscópica ou a detector de metais Em cada sala haverá um cartaz marcador de tempo para acompanhamento pelos candidatos O candidato terá sua prova anulada e será automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, se durante ou após a realização das provas, for constatada qualquer irregularidade por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico, por perícia ou por investigação policial Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas, inclusive em virtude de afastamento de candidato do local de realização das provas No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das provas, critérios de avaliação ou classificação A relação de candidatos, por ordem alfabética, com a pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva será divulgada através de edital específico, no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site Do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva: O Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva será divulgado por edital das Secretarias de Estado de Administração e de Justiça e Segurança Pública no Diário Oficial do Estado, no endereço e disponibilizados, via Internet, no site Após a publicação do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva os candidatos poderão interpor recurso quanto à opção correta da questão constante no Gabarito Oficial Preliminar, dirigido ao Presidente da Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, no prazo de 2 (dois) dias úteis a contar da data de sua publicação, através do Sistema de Interposição de Recurso, disponível no site br, acessando a Área do Candidato.

9 PÁGINA Os recursos interpostos contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva deverão ser efetivados por questão e instruídos com as razões que justifiquem a revisão, sob pena de não conhecimento Após o término do prazo o candidato receberá um e- mail com a confirmação do recebimento do recurso interposto contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva O recurso deverá ser instruído com as razões que justifiquem a revisão, sob pena de não conhecimento Poderá ocorrer alteração da assertiva divulgada no Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, mediante análise técnica, realizada pela Comissão Organizadora do Concurso Público, ou por erro de digitação Julgados os recursos referentes ao Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, os resultados serão divulgados no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço ms.gov.br e disponibilizados, via Internet, no site Do Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva: As Secretarias de Estado de Administração e de Justiça e Segurança Pública divulgarão, por edital, o Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva no Diário Oficial do Estado, no endereço e disponibilizados, via Internet, no site A relação dos candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva será divulgada por edital próprio no Diário Oficial do Estado, através do endereço e disponibilizado, via Internet, no site contendo a pontuação obtida em cada Prova pelos candidatos, por ordem alfabética e por cargo O candidato que não atender os critérios de avaliação estabelecidos no item 8.6 será considerado reprovado e estará automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, para todos os efeitos Não serão aceitos recursos contra o Gabarito Oficial Definitivo Da Classificação Preliminar: A Classificação Preliminar dos candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva será divulgada através de edital próprio, que conterá a pontuação obtida pelos candidatos, por ordem decrescente de pontuação, por cargo e município Ocorrendo empate na pontuação obtida pelos candidatos aprovados, quando da publicação do resultado da Prova Escrita Objetiva, em ordem decrescente, o desempate beneficiará, sucessivamente, o candidato que: a) obtiver maior pontuação na Prova de Língua Portuguesa; b) obtiver maior pontuação na Prova de Noções de Legislação de Trânsito, quando for o caso; c) obtiver maior pontuação na Prova de Noções de Direito Administrativo, quando for o caso; d) obtiver maior pontuação na Prova de Noções de Informática, quando for o caso; e) persistindo o empate, terá preferência o candidato mais idoso. X. DA FASE II: DO EXAME DE APTIDÃO MENTAL (EXAME PSICOTÉCNICO): Serão convocados para realização do Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) os candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva, por cargo/ município, obedecendo rigorosamente a ordem de pontuação publicada no edital, conforme estabelecido no item O Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) será realizado em Campo Grande /MS, em data, horário e endereço a serem divulgados em edital próprio, publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site O candidato deverá apresentar-se para o Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário marcado para o seu início, munido do documento oficial de identidade e caneta esferográfica preta ou azul O Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico), de caráter eliminatório, tem como objetivo auxiliar na seleção de candidatos, mensurando de forma objetiva e padronizada, identificando e quantificando escores, características e habilidades psicológicas do candidato para exercer as atribuições do cargo pretendido, de acordo com o perfil estabelecido, através da utilização de instrumentos e técnicas científicas que favoreçam um prognóstico a respeito do desempenho, adaptação e adequação às atribuições dos cargos da carreira Gestão de Atividades de Trânsito No Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) serão utilizados testes psicológicos, como medidas psicométricas para avaliar habilidades específicas (aptidões variadas, como: atenção, memória, percepção, etc.) e inteligência geral, bem como características de estrutura de personalidade, que são indicadores que permitem ao psicólogo avaliar objetivamente, em termos de probabilidade o potencial latente apresentado pelo candidato em questão, os traços de personalidade, condições de equilíbrio e ajuste psicossocial adequados ao desempenho das atividades desenvolvidas pelo DETRAN, subsidiando assim a decisão dos profissionais na indicação, ou não, de ingresso no cargo da carreira de Gestão de Atividades de Trânsito O Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) será realizado através de aplicação de testes psicológicos de forma coletiva em igualdade de condições, para todos os candidatos O candidato que não comparecer na data, horário e local determinados em edital próprio ou não demonstrar o perfil profissiográfico estabelecido será eliminado do Concurso Público O Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) será realizado por profissionais das instituições ou empresas especializadas, credenciados especificamente para esse fim, sendo que as despesas correrão às expensas do candidato Serão desclassificados os candidatos que apresentarem características psicológicas incompatíveis com o perfil profissiográfico estabelecido de acordo com o estudo das necessidades emocionais, habilidades mentais e fatores de personalidade para o exercício das atribuições do cargo pretendido ou a presença de qualquer psicopatologia descrita no Código Internacional de Doenças (CID) em vigor, detectada por intermédio dos testes utilizados A inaptidão no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) não pressupõe a existência de transtornos mentais. Indica, tão somente, que o avaliado não atende aos parâmetros exigidos para o desempenho de cargo da carreira Gestão de Atividades de Trânsito O candidato poderá solicitar entrevista devolutiva com o profissional para conhecimento dos motivos de sua inaptidão, no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis a contar da divulgação do resultado do Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site ms.gov.br A informação acerca do motivo da inaptidão só será fornecida ao candidato após solicitação à Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, realizada através de procedimento específico e no prazo estabelecido em edital próprio O candidato acompanhado ou não de profissional psicólogo de sua confiança poderá ter acesso e conhecimento do laudo com os motivos de inaptidão para o exercício do cargo, através de agendamento de entrevista devolutiva. O psicólogo contratado pelo candidato poderá proceder à revisão do processo de avaliação, na presença de um psicólogo designado A entrevista devolutiva é o procedimento técnico, no qual um psicólogo de posse dos protocolos de testes psicológicos elaborados pelo candidato, bem como do perfil psicológico exigido para o cargo, explica-lhe qual foi a sua inadequação ao perfil, orientando-o em função dos resultados obtidos e esclarecendo suas eventuais dúvidas O procedimento citado no subitem anterior será exclusivamente de caráter informativo para esclarecimento do motivo da inaptidão do candidato ao propósito seletivo, não sendo considerado como nova avaliação psicológica. Não haverá novo agendamento de data, horário e local para a entrevista devolutiva Após a entrevista devolutiva, o candidato terá o prazo de 2 (dois) dias úteis para interpor recurso administrativo, ao Presidente da Comissão Organizadora do Concurso, a ser encaminhado ou entregue no endereço constante no item deste Edital Não serão, em hipótese alguma, aplicados novos testes em candidato considerado inapto Não será realizado qualquer teste do Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) fora da data, horário e local estabelecidos, bem como não será dado nenhum tratamento privilegiado, nem será levada em consideração qualquer alteração, psicológica ou fisiológica passageira do candidato, na data estabelecida para a realização do Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) Não haverá segunda chamada independente do motivo alegado pelo candidato, nem realização de exame fora da data, local e horário estabelecidos no Edital de convocação Não serão aceitos testes psicológicos e laudos realizados por psicólogos não credenciados para o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/ O resultado do Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) será divulgado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site ms.gov.br, mediante edital com a relação dos candidatos considerados aptos ou inaptos. XI. ETAPA III: DA PROVA DE TÍTULOS: Concorrem à Prova de Títulos somente os candidatos considerados aprovados na Prova Escrita Objetiva, aptos no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) e inscritos para cargos com exigibilidade de Curso de Ensino Superior, conforme relação a ser divulgada no Diário Oficial do Estado - DOE Os candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva serão convocados para entrega da documentação relativa aos títulos, mediante edital a ser divulgado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site ms.gov.br Os candidatos deverão entregar pessoalmente ou postar, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), no período previsto em edital, cópia dos títulos, devidamente autenticada, o Formulário da Relação dos Títulos, no site www. concurso.ms.gov.br para o seguinte endereço: Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 Secretaria de Estado de Administração - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n - Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de atendimento: 8h às 13h (horário de Mato Grosso do Sul)

10 PÁGINA Os candidatos convocados para a realização da Prova de Títulos deverão encaminhar somente uma cópia dos documentos comprobatórios dos títulos, observando: a) as fotocópias de diplomas ou certificados de conclusão de cursos deverão ser autenticadas em Cartório, com selo de autenticidade, se houver; b) serão aceitos títulos acadêmicos de pós-graduação em nível de especialização, mestrado ou doutorado somente de cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação; c) os documentos emitidos em língua estrangeira somente serão considerados quando traduzidos para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado e revalidados por instituição brasileira; d) o Formulário da Relação dos Títulos, disponível no site ms.gov.br, deverá ser encaminhado, devidamente preenchido e assinado, indicando a quantidade de títulos que está sendo encaminhada ou entregue pessoalmente no endereço constante no item A Prova de Títulos, de caráter classificatório, corresponderá ao total de 5 (cinco) pontos, que serão somados à pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva O candidato que não encaminhar os títulos no prazo estabelecido no edital de convocação terá pontuação 0 (zero) na Prova de Títulos Não serão considerados, para efeito de pontuação, títulos encaminhados: a) sem a respectiva autenticação no Cartório; b) sem a assinatura e a identificação da autoridade responsável pela emissão do documento; c) sem a especificação da carga horária e do período (data e ano) do início e término do evento; d) antes ou após o prazo previsto em edital. e) a utilização do Formulário da Relação dos Títulos, disponível no site Os títulos que não consignarem de forma expressa a identificação nominal da(s) autoridade(s) responsável(eis) pela sua emissão, bem como o período de realização, deverão estar acompanhados de histórico escolar, sob pena de não serem considerados válidos Cada título será considerado uma única vez Somente serão aceitos títulos expedidos até a data limite da entrega ou da postagem, conforme estabelecido em edital A documentação comprobatória apresentada para a Prova de Títulos será analisada quanto a sua autenticidade no decorrer do certame, mesmo após a nomeação, sendo que o candidato poderá ser excluído do Concurso ou tornado sem efeito o ato de sua nomeação, observando-se o devido processo administrativo e a ampla defesa e o contraditório, caso seja comprovada qualquer irregularidade, ficando sujeito às sanções penais cabíveis Os títulos serão aferidos observados os critérios, o valor correspondente em pontos e os limites dos pontos, conforme especificação no Quadro de Pontuação para Avaliação de Títulos, a seguir: Quadro de Pontuação para Avaliação de Títulos, para cargo público com exigibilidade de Curso de Ensino Superior Pontuação Item Títulos Unitária Máxima 1 Diploma ou certificado devidamente registrado de curso de pós-graduação a nível de doutorado ou certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado, 2,5 2,5 desde que acompanhado do histórico do curso, relacionado às atribuições do cargo a que concorre. 2 Diploma ou certificado devidamente registrado de curso de pós-graduação a nível de mestrado ou certificado/declaração de conclusão de mestrado, desde que 1,5 1,5 acompanhado do histórico do curso, relacionado às atribuições do cargo a que concorre. 3 Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de pós-graduação a nível de especialização, com carga horária mínima de 360 horas ou declaração de conclusão de curso de especialização, desde que 1,0 1,0 acompanhada do histórico escolar do curso, relacionado às atribuições do cargo a que concorre. Total 5, Somente serão aceitas cópias dos títulos legíveis. É importante que conste no documento, claramente, o nome do candidato, da instituição e dos responsáveis pela emissão do documento Não serão consideradas, para efeito de pontuação, as cópias não autenticadas em cartório e aquelas em que não conste claramente o nome do candidato Não serão considerados os pontos que excederem ao valor máximo estabelecido em cada item do Quadro de Pontuação para Avaliação de Títulos, bem como os que não corresponderem às características estabelecidas em cada item Não serão computados documentos que não consignem, de forma expressa e precisa, as informações necessárias à sua avaliação, assim como aqueles cujas cópias estiverem ilegíveis, mesmo que parcialmente Não serão aceitos, para comprovação dos itens 1 a 3, declarações, atestados, históricos escolares e/ou quaisquer outros documentos que não os exigidos no Quadro de Pontuação Cada título será avaliado de acordo com a carga horária expressa, não sendo permitido: a) o fracionamento da carga horária de um título; b) a soma de carga horária de mais de um título para o mesmo item Os títulos, após sua entrega ou encaminhamento, não poderão ser substituídos ou devolvidos e não será permitido acrescentar outros títulos aos já entregues O candidato poderá interpor recurso quanto aos pontos atribuídos aos títulos, em 2 (dois) dias úteis, a contar do dia da sua publicação no Diário Oficial, através do Sistema de Interposição de Recursos, disponível no site acessando a Área do Candidato O resultado do total dos pontos obtidos na Prova de Títulos, dos candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva, e aptos no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) será publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site XII. ETAPA III: DA PROVA PRÁTICA: A Prova Prática, de caráter eliminatório e classificatório, será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) Serão convocados para realizar a Prova Prática, mediante edital, os candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva e aptos no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) e concorrentes ao cargo de Agente Condutor de Veículos II A data, o horário, o local de realização e os critérios para avaliação da Prova Prática constarão de edital próprio, com a relação nominal dos candidatos convocados, observado o estabelecido no item anterior Serão considerados aprovados na Prova Prática os candidatos que obtiverem a pontuação mínima de 50% (cinquenta por cento) de acerto nas atividades práticas estipuladas como requisito mínimo para habilitação ao exercício do cargo de Agente Condutor de Veículos II O candidato que não obtiver na Prova Prática a pontuação estabelecida no caput deste item estará automaticamente eliminado do concurso O candidato convocado para a realização da Prova Prática e que não comparecer no dia, local e horário estabelecidos ou que não atender o critério previsto no item 12.4 estará automaticamente reprovado no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/ A relação dos candidatos, por ordem alfabética, com a pontuação obtida na Prova Prática será divulgada através de edital específico no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site XIII. DOS RECURSOS: Admitir-se-á recurso, exclusivamente, por: a) discordância, por questão, do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva; b) por discordância do somatório dos pontos da Prova de Títulos Os recursos interpostos contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva deverão ser efetuados por questão, devidamente fundamentados, com argumentos claros e objetivos O ponto relativo à questão eventualmente anulada será atribuído a todos os candidatos que realizaram a Prova Escrita Objetiva Poderá ocorrer alteração de alternativa considerada correta no Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, mediante análise técnica ou erro de digitação Os recursos deverão ser interpostos, no prazo de até 2 (dois) dias úteis, a contar do dia da publicação do edital de divulgação do evento no Diário Oficial do Estado, exclusivamente através do Sistema de Interposição de Recursos, disponível no site acessando a Área do Candidato, no prazo estabelecido em edital Os procedimentos e os prazos para a interposição de recursos serão disciplinados no respectivo edital de divulgação do resultado das etapas do certame Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de revisão de recursos e/ou recurso do Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva A decisão dos recursos será dada a conhecer, por meio de ato próprio, a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site ms.gov.br Os recursos interpostos de forma diversa da prevista em edital não serão conhecidos, e não serão aceitos recursos interpostos via postal ou fac-símile, ou outro meio que não seja o especificado neste Edital Não serão aceitos recursos em duplicidade. XIV. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL Somente será considerado aprovado e classificado no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, nos cargos objeto deste Concurso, o candidato que, cumulativamente, tenha obtido a pontuação maior que 0 (zero) em cada uma das matérias e obtido no mínimo, 50% (cinquenta por cento) do somatório dos pontos da Prova Escrita Objetiva e considerado apto no Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico) A Média Final será calculada de acordo com a seguinte fórmula: a) para os cargos com exigibilidade de Ensino Superior: MF = Pe + Pt, onde: MF = Média Final Pe = Pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva Pt = Pontuação obtida na Prova de Títulos

11 PÁGINA 11 b) para os cargos com exigibilidade de Ensino Médio: MF = Pe onde: MF = Média Final Pe = Pontuação obtida na da Prova Escrita Objetiva c) para os candidatos que realizarem a Prova Prática: MF = Pe + 2x Pp 3, onde: MF = Média Final Pe = Média obtida na Prova Escrita Objetiva Pp = Pontuação obtida na Prova Prática O Resultado Final do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ DETRAN/2014 será divulgado pelos Secretários de Estado de Administração e de Justiça e Segurança Pública e pelo Diretor-Presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul e homologado pelo Governador do Estado, mediante edital próprio a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site contendo a relação nominal dos candidatos aprovados com a respectiva média final obtida em ordem decrescente e em ordem crescente de classificação, por cargo e município Ocorrendo empate nos resultados, para a classificação final dos candidatos aprovados no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, será observado, para o desempate, os critérios estabelecidos no item O desempate será apurado através de processamento eletrônico O resultado final do concurso será divulgado em duas listas, a saber: a) a primeira lista contendo todos os candidatos aprovados, por ordem da classificação obtida por cargo e por município, inclusive os inscritos no Programa de Reserva de Vaga, observada a Média Final de cada candidato; b) a segunda lista contendo todos os candidatos aprovados, inscritos como pessoas com deficiência, negro ou índio, por cargo e por município e ordem da classificação obtida Na classificação dos inscritos no Programa de Reserva de Vagas, em caso de empate, aplicam-se os critérios constantes no item Em hipótese alguma haverá classificação de candidatos considerados reprovados no Concurso A convocação dos candidatos para o ingresso no quadro de pessoal do Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul, observará, rigorosamente, as vagas estabelecidas neste Edital e a ordem de classificação por cargo e por município de opção do candidato, no ato de sua inscrição. XV. DA NOMEAÇÃO E POSSE A nomeação do candidato aprovado e classificado no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014, para os cargos da carreira Gestão de Atividades de Trânsito será processada por ato do e a posse formalizada mediante a lavratura de termo próprio, assinado pela autoridade competente, no prazo de até 30 (trinta) dias a contar da publicação da nomeação O candidato aprovado e classificado será convocado, mediante edital próprio, para entrega dos documentos exigidos para o provimento do cargo, observando-se, rigorosamente, a ordem de classificação dos candidatos, por cargo e por município e o prazo de validade do Concurso, de acordo com as necessidades da Administração Estadual No edital de convocação dos aprovados constará a relação dos candidatos e dos municípios com o respectivo quantitativo de vagas O candidato nomeado será convocado para inspeção médica, realizada por Junta Médica do Estado O Exame de Saúde, de caráter eliminatório, destina-se à constatação, mediante exame clínico, análise dos testes e dos exames laboratoriais solicitados, de presença de doenças, sinais ou sintomas que inabilitem o candidato para as exigências das atribuições do cargo a que concorre Para a realização do Exame de Saúde o candidato deverá apresentar-se munido do documento de identidade e do resultado original dos exames, que correrão às suas expensas, observando-se: A - para todos os candidatos, os seguintes exames: a) Raio-X da coluna lombo-sacra, com laudo; b) Raio-X da Coluna Cervical, com laudo; c) Raio-X do Ombro: AP, Perfil e Y, com laudo; d) Eletrocardiograma, com laudo (para candidatos com idade igual ou superior a 45 anos); e) Avaliação oftalmológica de acuidade visual (com laudo de especialista); f) Hemograma completo; g) Glicemia (jejum); h) Ureia; i) Creatinina; j) Machado Guerreiro; k) Ultrassom de ombro, cotovelo e punho bilateral, com laudo; l) Avaliação de saúde mental emitida por Psiquiatra; m) VDRL (sorologia para Lues); n) Exame toxicológico para detecção do uso de drogas lícitas e ilícitas em cabelo/pelos (3,6 cm) através de queratina, que deverá apresentar resultado negativo para os seguintes grupos de drogas e seus metabólitos: Canabinoides e seus derivados, Cocaína e seus metabólitos, (Benzoilecgonina, Anidroecgonina Metil-Ester(AEME)- crack, Cocaetileno, Norcocaína), Opiácios ( 6MAM-Acetilcodeína, 6-Acetilmorfina, Diacetilmorfina-(heroína), Codeína, Dihidrocodeína, Morfina), Fenciclidina (PCP), Anfetaminas, Metanfetaminas como MDA, MDEA, MDMA(ecstasy), MDBD, Benzodiazepínicos, (Alprazolam, Diazepam, Lorazepam, Midazolam, Nordiazepam, Temazepam), que causam dependência química e psíquica de qualquer natureza, atendendo a uma janela de detecção de no mínimo 90 (noventa) dias. o) ABO + RH (tipagem sanguínea); p) TGO (transaminase glutânea oxalacética); q) TGP (transaminase glutânea pirúvica). B - para os candidatos às vagas do cargo de Agente Condutor de Veículos II, acrescentar, além dos relacionados na letra A, os seguintes exames: a) Colesterol total e frações (para candidatos com idade igual ou superior a 45 anos); b) Triglicerídeos (para candidatos com idade igual ou superior a 45 anos) Os exames constantes no item deverão ser realizados com antecedência de, no máximo, 30 (trinta) dias da data prevista para a sua apresentação Além dos exames relacionados nos itens acima, poderão ser solicitados outros exames ou pareceres especializados necessários à avaliação completa desta etapa, de forma a possibilitar a verificação da capacidade ou incapacidade do candidato para o exercício da função, em face às exigências de vitalidade física requeridas para as tarefas que serão executadas rotineiramente, observadas as regras da medicina especializada O Exame de Saúde será realizado em Campo Grande, pela Perícia Médica Oficial do Estado, constituída por profissionais da área designados especificamente para esse fim, por ato do Poder Executivo O candidato nomeado apresentar-se-á para a posse e exercício às suas expensas A posse do candidato aprovado dependerá da aprovação das condições de sanidade física e mental para o perfeito exercício das atribuições inerentes ao cargo, emitido pela Perícia Médica Oficial, considerando-se que a inaptidão para o exercício do cargo implica a automática eliminação do candidato do Concurso Público A investidura dar-se-á na classe e no nível inicial do cargo integrante da categoria funcional para o qual o candidato foi nomeado, após aprovação no Concurso Público de Provas e Títulos e Títulos - SAD/DETRAN/2014. XVI. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/DETRAN/2014 terá validade de 2 (dois) anos, a contar da data de publicação do Edital de Homologação no Diário Oficial do Estado, podendo ser prorrogado por igual período Todos os cálculos citados neste Edital serão considerados até a primeira casa decimal, arredondando-se para o número imediatamente superior se o algarismo da segunda casa decimal for igual ou superior a cinco Os prazos estabelecidos neste Edital terão como termo inicial a data da publicação do evento no Diário Oficial do Estado A inscrição do candidato no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ DETRAN/2014 implica o conhecimento e a aceitação irrestrita das normas e exigências contidas neste Edital e em outros que vierem a ser publicados como complementação das informações no Diário Oficial do Estado, sem direito algum à compensação decorrente da anulação ou do cancelamento de sua inscrição, da eliminação do concurso ou, ainda, do seu não aproveitamento por falta de vagas ou por inobservância dos ditames e dos prazos fixados Após a nomeação e posse o candidato ficará sujeito a estágio probatório de 3 (três) anos, contados da data de seu exercício A inexatidão de informações, declarações falsas ou irregulares em quaisquer documentos, ainda que verificadas posteriormente, eliminará o candidato do Concurso Público em qualquer das etapas, anulando todos os atos desde a inscrição, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, cível ou criminal Não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões relativos à classificação ou notas de candidatos, valendo para tal fim os resultados publicados no Diário Oficial do Estado As normas estabelecidas neste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumada a providência ou o evento que lhes disser respeito, circunstância esta que será divulgada em edital a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço www. imprensaoficial.ms.gov.br e disponibilizado, via Internet, no site www. concurso.ms.gov.br Os casos omissos serão resolvidos pela Secretária de Estado de Administração e pelo Diretor-Presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul, observadas as normas legais e regulamentares aplicáveis à espécie. CAMPO GRANDE-MS, 8 DE ABRIL DE THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS Secretária de Estado de Administração WANTUIR FRANCISCO BRASIL JACINI Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS PEREIRA Diretor-Presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul

12 PÁGINA 12 ANEXO I AO EDITAL n. 1/ SAD/SEJUSP/DETRAN/MS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - SAD/DETRAN/2014 QUADRO DO QUANTITATIVO DE VAGAS POR CARGO E POR MUNICIPIO Município Téc. Adm. Téc. em R. H. Assist. de Ativid. de Trânsito Ag. Condutor de Veículo II Gest. de Educ. e Seg. de Trânsito Gest. de Ativid. Gerais de Trânsito Gest. de Ativid. Organizac. Gest. de Ativid. de Eng. de Tráfego e Trânsito Campo Grande Tec. em Educ. e Seg. para o Trânsito Municípios Interior/MS Ag. Condutor de Veículo II Assistente de Atividades de Trânsito Assistente de Pátio de Apreensão de Veículos Assistente de Vistoria e Identificação Veicular Agua Clara Alcinópolis Amambaí Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmãos do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Itaporã Itaquiraí Ivinhema Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Caarapã Maracajú Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de MT Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas - 4-1

13 PÁGINA 13 ANEXO II AO EDITAL n. 1/ SAD/DETRAN CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS/2014 Quadro I - Carreira: GESTÃO DE ATIVIDADES DE TRÂNSITO Unidade de Lotação: DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO GROSSO DO SUL - DETRAN Cargo Escolaridade/Requisitos Descrição Sumária das Atribuições Carga Horária Semanal Vencimento- Base R$ Gestor de Educação e Segurança em Trânsito - Diploma de Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. - Coordenar a elaboração de projetos e a execução de atividades de trânsito voltadas à implantação de políticas públicas e de programas socioeducativos que visem à redução de acidentes e a promoção da educação e da segurança no trânsito; - promover ações e programas que resultem em mudanças comportamentais dos usuários das vias públicas de trânsito; - desenvolver e participar de campanhas educativas com vistas à conscientização da segurança no trânsito nas instituições de ensino; - proferir palestras, ministrar aulas e coordenar cursos vinculados às atividades educacionais de trânsito e de formação de profissionais na área de trânsito; - promover pesquisas e estudos de comportamentos humanos relacionados ao uso das vias públicas entre as diversas categorias de usuários; - aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe; - executar atividades técnicas, operacionais e promover a melhoria de processos organizacionais; - buscar a integração da atividade-fim com a atividade-meio, de modo que toda a estrutura organizacional esteja comprometida com a natureza de atividade da autarquia. 40h 1.634,72 Acrescido de Adicional de função 80% R$1.307,77 Gestor Atividades de Trânsito de Gerais - Diploma de Graduação com bacharelado em Curso de qualquer área do conhecimento; - Registro no Órgão Fiscalizador da Profissão, quando couber. - planejar, supervisionar, coordenar e aperfeiçoar a implantação de políticas, sistemas, métodos e procedimentos de caráter administrativos; - preparar e analisar relatórios, gráficos e tabelas para subsidiar tomadas de decisão; - analisar processos, elaborar pareceres, desenvolver, orientar, coordenar, controlar e executar pesquisas, planos e projetos; - executar atividades técnicas e operacionais; participar de projetos e ações para a manutenção e a criação de métodos e sistemas que possam aperfeiçoar o atendimento nas agências do DETRAN; - promover a melhoria e a atualização sistêmica dos procedimentos e técnicas de vistoria e identificação de veículos para a emissão de documentos de veículos e de condutores, bem como na qualidade do atendimento ao usuário; - atuar na área de políticas de trânsito voltadas para a educação de trânsito; - aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe; - buscar a integração da atividade-fim com a atividade-meio, de modo que toda a estrutura organizacional esteja comprometida com a natureza de atividade da autarquia; 40h 1.634,72 Acrescido de Adicional de função 80% R$1.307,77 Gestor de A t i v i d a d e s Organizacionais - Diploma de Graduação com bacharelado em Curso de Administração; - Registro no Órgão Fiscalizador da Profissão. - planejar, executar, supervisionar, coordenar e aperfeiçoar a implantação de políticas e procedimentos de caráter administrativo, técnico ou científico, objetivando a melhoria de processos gerenciais, organizacionais e administrativos, aplicando princípios científicos e da administração e da legislação pertinente; - promover estudos de racionalização e de avaliação do desempenho institucional; - executar atividades técnicas, operacionais e administrativas, participar de projetos e ações para a manutenção e criação de métodos e sistemas que possam aperfeiçoar o atendimento nas agências do DETRAN; - preparar e analisar relatórios, gráficos e tabelas para subsidiar tomadas de decisão; - participar do planejamento estratégico de longo, médio e de curto prazo, avaliando as políticas governamentais de impacto direto e indireto na área de atuação do DETRAN; - acompanhar e supervisionar a realização de levantamento de necessidades de organização da infraestrutura, de apoio técnico e administrativo para execução das atividades do DETRAN; - executar tarefas de apoio às unidades operacionais, envolvendo atendimento de pessoas, organização de tarefas e procedimentos, preparação de relatórios e levantamentos estatísticos; - examinar as demonstrações de despesa, elaborar demonstrativos da programação orçamentária e execução financeira e demais registros contábeis; - emitir pareceres em processos de tomadas de contas e de prestação de contas e realizar análises contábeis; - instruir, para a apreciação de autoridade superior, as prestações e tomadas de contas de ordenadores de despesas, administradores e demais responsáveis por bens, dinheiros e valores públicos; - atender às diligências da Auditoria Geral do Estado e do Tribunal de Contas do Estado; - promover estudos e elaborar normas de administração de materiais, privilegiando a padronização, a catalogação, a codificação e a especificação, facilitando a aquisição, o recebimento, a guarda e a conservação dos materiais, evitando o desperdício e o uso inadequado; - controlar o cadastro de fornecedores do DETRAN, as compras e suprimentos, o inventário do patrimônio e o estoque de materiais, bem como a sua distribuição; - executar programas e projetos de estruturação e reorganização de rotinas de trabalho, com vistas à maior produtividade e eficiência dos serviços, colaborando com o aperfeiçoamento da autarquia, em função de suas demandas de desenvolvimento; - controlar a execução de contratos e convênios firmados pelo DETRAN, bem como analisar e conferir as respectivas prestações de contas; - buscar a integração da atividade-meio com a atividade-fim, de modo que toda a estrutura organizacional esteja comprometida com a natureza de atividade da autarquia; - aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe. 40h 1.634,72 Acrescido de Adicional de função 80% R$1.307,77 Gestor de Atividade de Engenharia de Tráfego e Trânsito - Diploma de Graduação em Engenharia Civil; - Registro no Órgão Fiscalizador da Profissão. - elaborar projetos de engenharia de tráfego, segurança e sinalização de trânsito; - promover estudos e determinar índices de segurança e fluidez do tráfego; - analisar fenômenos que acarretam conflitos de circulação no uso das vias públicas; - executar pesquisas técnicas no campo da engenharia de trânsito; - analisar, operacionalizar e executar projetos de sinalização das áreas onde se realizam exames práticos de direção veicular; - acompanhar, orientar e fiscalizar obras de infra-estrutura predial e, quando for o caso, elaborar projetos complementares de ventilação e ou exaustão, ar condicionado, telefonia e prevenção contra incêndio, nas unidades administrativas do DETRAN; - aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe; - buscar a integração da atividade-meio com a atividade-fim, de modo que toda a estrutura organizacional esteja comprometida com a natureza de atividade da autarquia. 40h 1.634,72 Acrescido de Adicional de função 80% R$1.307,77 Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito - Diploma de Curso de Nível Superior Sequencial ou Tecnólogo em área específica de trânsito, com diploma; - Registro no Órgão Fiscalizador da Profissão - executar atividades técnicas, operacionais e promover a melhoria de processos organizacionais; - preparar relatórios, gráficos e tabelas que subsidiem a tomada de decisão; - auxiliar a execução de programas, ações e campanhas educativas de trânsito; - atuar na área de políticas de trânsito voltadas para a educação de trânsito; - aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe; - buscar a integração da atividade-meio com a atividade-fim, de modo que toda a estrutura organizacional esteja comprometida com a natureza de atividade da autarquia; 40h 1.309,88 Adicional de função R$916,92

14 PÁGINA 14 Cargo Escolaridade/Requisitos Descrição Sumária das Atribuições Carga Horária Semanal Vencimento- Base R$ T é c n i c o Administrativo - Curso de Ensino Médio acrescido de Curso técnico ou Curso de Ensino Médio Profissionalizante na área administrativa; - Registro no Órgão Fiscalizador da Profissão, quando for o caso. - registrar informações orçamentárias, financeiras; - preparar relatórios, gráficos, tabelas e planilhas, utilizando sistemas informatizados e acompanhar os lançamentos bancários; - auxiliar a organização de balancetes, balanços financeiros e patrimoniais, controlar e conferir mapas de consumo, notas de aquisição de bens e serviços, guias de receitas; - elaborar pedidos de compras, com especificações detalhadas por meio de ata de registro de preço, para suprimento do almoxarifado central; - controlar o estoque de material, utilizando técnicas necessárias para que não ocorram danos no seu armazenamento, assim como o estoque do almoxarifado, por meio de sistema informatizado; - registrar informações técnicas e administrativas em relatórios e planilhas; receber, registrar, classificar, autuar e controlar a tramitação e distribuição de processos e documentos; - aplicar técnicas de gestão de pessoal e organização de sistemas e métodos nos procedimentos de rotina; - executar e controlar a execução de rotinas administrativas de patrimônio, aquisição, guarda, suprimentos e bens e as de arquivo, comunicações administrativas; - atender a usuários dos serviços públicos de competência do DETRAN, orientar e prestar informações; - executar tarefas de apoio às unidades operacionais, atendimento de pessoas, organização de agenda, redação de correspondência e preparação de relatórios e levantamentos estatísticos; - auxiliar, controlar e executar contratos e convênios firmados pelo DETRAN, e conferir as respectivas prestações de contas. 40h 944,53 Adicional de função R$556,72 Técnico em Recursos Humanos - Curso de Ensino Médio acrescido de Curso técnico ou Curso de Ensino Médio Profissionalizante na área de Recursos Humanos. - manter registro e controle dos servidores e das funções pertencentes ao Quadro de Pessoal do DETRAN; - lavrar, organizar e manter atualizados os atos de assentamento histórico-funcional dos servidores; - exercer o controle de movimentação, admissão, demissão, tempo de serviço, estágio probatório, confirmação de cargo e escala de férias de servidores; - controlar a freqüência, o pagamento de gratificações e de indenizações e elaborar folha de pagamento de pessoal; - manter registros de cursos, projetos e programas de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal, executados, inclusive os custos correspondentes; - promover estudos e pesquisas para a permanente avaliação dos processos de recrutamento e seleção, treinamento e aperfeiçoamento de pessoal. 40h 944,53 Adicional de função R$556,72 Assistente Atividades Trânsito de de - Curso de Ensino Médio completo. - executar tarefas de apoio às unidades operacionais, envolvendo atendimento de pessoas, organizações de agenda, redação de correspondência e preparação de relatórios e levantamento estatísticos; - registrar informações técnicas sobre cadastro de veículos; atender aos usuários do DETRAN, expedindo o certificado de registro e licenciamento de veículos; - registrar informações relativas ao processo de habilitação de condutores, da licença de aprendizagem e da permissão para dirigir e emitir Carteira Nacional de Habilitação; - receber, registrar, classificar, autuar e controlar a tramitação e a distribuição de processos e documentos; - atender aos usuários dos serviços públicos de competência do DETRAN, para orientar e prestar informações. 40h 944,53 Adicional de função R$556,72 Assistente de Pátio, de Apreensão e Guarda de Veículos - Curso de Ensino Médio completo. - receber veículos retirados de circulação, mediante termo específico; - manter a guarda de veículos e pertences recolhidos e apreendidos pelo DETRAN ou por outras autoridades do Sistema de Trânsito e zelar pela sua integridade enquanto durar a guarda e a apreensão; - proceder à entrega de veículos aos respectivos proprietários, mediante termo, cessadas as causas determinantes da apreensão ou do seu recolhimento, observada a ordem de autorização de liberação; - cumprir escala permanente de guarda nos períodos diurno e noturno, inclusive aos sábados, domingos e feriados; - zelar pela segurança e pelo bom aspecto interno e externo do pátio de guarda e apreensão; - executar manobras e acomodações dos veículos no pátio interno do DETRAN; - atender aos usuários dos serviços públicos de competência do DETRAN, para orientar e prestar informações. 40h 944,53 Adicional de função R$556,72 A s s i s t e n t e de Vistoria e I d e n t i f i c a ç ã o Veicular - Curso de Ensino Médio completo. - identificar os critérios de codificação de chassi, motor e agregados, e as causas principais de adulterações de veículos; - realizar exames e vistoriar veículos, emitir laudos sobe as condições dos veículos na estrita competência do DETRAN; - encaminhar, para decisão superior, os casos de veículos não identificados e ou suspeitos de adulterações; - atender aos usuários dos serviços públicos de competência do DETRAN, para orientar e prestar informações. 40h 944,53 Adicional de função R$556,72 Agente Condutor de Veículos II. - Curso de Ensino Médio completo e CNH nas categorias C, D, ou E. - conduzir os veículos automotores utilizados no transporte oficial de servidores e outros a serviço do DETRAN- MS; - zelar, conservar e manter os veículos, informando periodicamente ao setor competente a necessidade de manutenção preventiva e corretiva; - observar e respeitar as leis de trânsito, tratar com presteza e cortesia os usuários dos veículos; emitir relatórios e outras atividades relativas à sua área de atuação, bem como outras de mesma natureza e grau de complexidade, determinadas pela autoridade superior; - atender a usuários dos serviços públicos de competência do DETRAN para orientar e prestar informações. 40h 727,44 Adicional de função: 436,46 ANEXO III AO EDITAL n. 1/ SAD /DETRAN CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TITULOS - SAD/DETRAN CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I - CATEGORIAS FUNCIONAIS COM EXIGIBILIDADE DE ENSINO SUPERIOR: Gestor de Educação e Segurança em Trânsito Gestor de Atividades Gerais de Trânsito Gestor de Atividades Organizacionais Gestor de Atividade de Engenharia de Tráfego e Trânsito Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão Textual. Sílabas. Encontros Vocálicos e Consonantais. Dígrafos. Tonicidade. Reforma Ortográfica Acentuação. Prosódia. Estrutura e Formação das Palavras. Classificação e Flexão das Palavras. Emprego de Tempos e Modos Verbais. Significação das Palavras. Sinonímia, Antonímia, Polissemia, Emprego de Parônimos e Homônimos, Denotação e Conotação. Termos Essenciais, Integrantes e Acessórios da Oração. Vocativo. Período Composto por Coordenação. Período Composto por Subordinação. Concordância Verbal e Nominal. Regência Verbal e Nominal. Crase. Pronomes: emprego, formas de tratamento, colocação. Pontuação. Coesão e Coerência Textual. RACIOCÍNIO LÓGICO Introdução. Conceitos Básicos de Raciocínio Lógico: Proposições; Valores Lógicos das Proposições; Sentenças Abertas; Número de Linhas da Tabela Verdade; Conectivos; Proposições Simples; Proposições Compostas. Contingência. Implicações Lógicas: Implicação entre Proposições; Propriedades das Implicações Lógicas. Equivalências Lógicas: Equivalência entre Proposições; Equivalência entre Sentenças Abertas; Propriedade das Equivalências Lógicas. Lógica da Argumentação: Argumento; Silogismo; Validade de um Argumento. NOÇÕES DE INFORMÁTICA Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções do Sistema Operacional Windows 7 Interprise: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos. Editores de texto, planilhas e apresentações (MS-Office 2007): 1.Editor de texto: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas; marcadores simbólicos e numéricos; tabelas; impressão; controle de quebras e numeração de páginas; menus; barras de ferramentas; comandos; proteção de documentos. 2.Editor de planilhas: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos; elaboração de tabelas e gráficos; uso de fórmulas, funções; impressão; controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados; menus; barras de ferramentas; comandos. 3.Editor de apresentação: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, botões de ação, animação e transição entre slides. Conceito de Internet e Intranet: conceitos básicos; navegadores; conceitos de URL; ferramentas de busca; transferências de arquivos (download e upload); impressão de páginas. Correio eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Noções de segurança: Conceitos de vírus, spyware, spam; certificados de segurança; acesso a sites seguros; vermes; cuidados e prevenções. NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. Organização administrativa do Estado. Administração direta e indireta. Agentes públicos: espécies e classificação, poderes, deveres e prerrogativas, cargo, emprego e função públicos. Poderes administrativos. Atos administrativos: conceitos, requisitos, atributos, classificação, espécies e invalidação. Controle e responsabilização da administração: controle administrativo, controle judicial, controle legislativo, responsabilidade civil do Estado. Organização administrativa do estado do Estado de Mato Grosso do Sul (Lei n /2000 e suas alterações). Lei n. 1102/1990 e suas alterações (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo, das Autarquias e das Fundações do Estado de Mato Grosso do Sul). Lei n /2009 (Dispõe sobre a Organização do Grupo de Gestão Institucional da Carreira Gestão de Atividades de Trânsito do quadro de pessoal do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

15 PÁGINA 15 LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Código de Trânsito Brasileiro: Lei n /1997 e suas alterações, partes referentes aos Capítulos I ao V e XV ao XX. Lei n /2005. LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Cargos: Gestor de Atividades Gerais de Trânsito Tecnólogo em Educação e Segurança para o Trânsito Código de Trânsito Brasileiro: Lei n /1997 e suas alterações. Decreto n , de 19/6/2008: Regulamenta os arts. 276 e 306 da Lei no 9.503, de 23 de setembro de Código de Trânsito Brasileiro, disciplinando a margem de tolerância de álcool no sangue e a equivalência entre os distintos testes de alcoolemia para efeitos de crime de trânsito. Resolução n. 24, de 21 de maio de 1998; Estabelece o critério de identificação de veículos, a que se refere o art. 114 do Código de Trânsito Brasileiro. Resolução n. 168, de 14 de dezembro de 2004; Estabelece Normas e Procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e dá outras providências. Resolução n. 182 de 9 de setembro de 2005; Dispõe sobre uniformização do procedimento administrativo para imposição das penalidades de suspensão do direito de dirigir e de cassação da Carteira Nacional de Habilitação. Resolução n. 205 de 20 de outubro de 2006; Dispõe sobre os documentos de porte obrigatório e dá outras providências. Resolução n. 208, de 26 de outubro de 2006: Estabelece as bases para a organização e o funcionamento do Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito - RENAEST e dá outras providências. Resolução n. 291, de 29 de agosto de 2008; Dispõe sobre a concessão de código de marca/modelo/versão para veículos e dá outras providências. Resolução n. 282, de 26 de junho de 2008; Estabelece critérios para a regularização da numeração de motores dos veículos registrados ou a serem registrados no País. Resolução n. 362/2010, de 15 de outubro de 2010; Estabelece a classificação de danos em veículos decorrentes de acidentes e os procedimentos para a regularização ou baixa dos veículos envolvidos e dá outras providências. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cargo: Gestor de Educação e Segurança de Trânsito Lei n /1997 e suas alterações: Capítulo VI - da Educação para o Trânsito. Lei n , de 20 de dezembro de 1996 e suas alterações. - Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Portaria DENATRAN n. 147, de 2 de junho de Resolução n. 168, de 14 de dezembro de 2004: Estabelece Normas e Procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e dá outras providências. Resolução n. 205 de 20 de Outubro de 2006: Dispõe sobre os documentos de porte obrigatório e dá outras providências. Resolução n. 265, de 14 de dezembro de 2007: Dispõe sobre a formação teórico-técnica do processo de habilitação de condutores de veículos automotores elétricos como atividade extracurricular no ensino médio e define os procedimentos para implementação nas escolas interessadas. Gestão de Projetos e Formação de Equipes. Processo pedagógico: as categorias teóricometodológicas da pedagogia do trabalho; critérios para seleção de conteúdos, metodologia, acompanhamento e avaliação. Processos comunicacionais. Projetos educativos interdisciplinares: Atuação interdisciplinar em articulação com diferentes equipes profissionais, visando à formação em serviço. Tecnologias da comunicação e da Informação em Educação. A Educação a Distância no Contexto Educacional Brasileiro. A Tutoria na Educação a Distância. Processo de Gestão nos Sistemas de Educação a Distância. O processo de Avaliação na Educação a Distância. A Educação a Distância e o uso das novas Tecnologias da Informação e da Comunicação. Prática educativa no desenvolvimento de pessoas. Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem. Lei n de 8 de novembro de Dá prioridade de atendimento às pessoas que específica, e dá outras providências. Lei n , de 19 de dezembro Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Decreto-lei n de 2 de dezembro de Cargo: Gestor de Atividades Organizacionais - Contabilidade Pública Lei n /1964. Orçamento: conceito, princípios, elaboração e aprovação, orçamento-programa. Despesa pública: fases, condições essenciais para o seu cumprimento. Empenho: classificação e distinção, restos a pagar, despesas de exercícios anteriores. Noções de receitas públicas. Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar n. 101/2000): receita pública, despesa pública, transparência, controle e fiscalização. Funções e objetivos da administração de materiais; classificação e especificação de materiais; compras; registros; cadastro de fornecedores; acompanhamento de pedidos. Noções básicas de contabilidade geral: conceito, objeto, finalidade, usuários e princípios contábeis. Patrimônio: conceito, elementos e equação patrimonial. Principais demonstrações financeiras. - Noções de Administração Princípios e funções da Administração. Função do órgão de recursos humanos: atribuições e objetivos, políticas e sistemas de informações gerenciais. Comportamento organizacional: relações indivíduo/organização, motivação, liderança, desempenho. Competência interpessoal. Avaliação de desempenho: objetivos, métodos, vantagens e desvantagens. Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada. Novas tecnologias gerenciais: reengenharia e qualidade; impactos sobre a configuração das organizações públicas e sobre os processos de gestão. Excelência nos serviços públicos. O paradigma do cliente na gestão pública. Comunicação na gestão pública. Gerência de projetos. Decreto-Lei n. 200, de 25 de fevereiro Cargo: Gestor de Atividades de Engenharia e Tráfego e Trânsito Lei n /1997 e suas alterações: Capítulo VII - Da Sinalização de Trânsito; Capítulo VIII - Da Engenharia de Tráfego, Da Operação, Da Fiscalização e do Policiamento Ostensivo de Trânsito. Resolução CONTRAN n. 39, de 21 de maio de Estabelece os padrões e critérios para a instalação de ondulações transversais e sonorizadores nas vias públicas disciplinados pelo Parágrafo único. Resolução CONTRAN n. 180, de 26 de agosto de Volume I. Resolução CONTRAN n. 236, de 11 de maio de Volume IV. Resolução CONTRAN n. 243, de 22 de junho de Volume II. Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito: Sinalização de Áreas Escolares. Lei n de 8 de novembro de Dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e dá outras providências Lei n , de 19 de dezembro Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Decreto-lei n de 2 de dezembro de Normas Técnicas: NBR Projeto de Elétrica; NBR Projetos de Estrutura; NBR Projeto de Hidráulica; e NBR / relação metódica dos conceitos, cálculo de área e coeficiente de custo. II - CARGOS COM EXIGIBILIDADE DE ENSINO MÉDIO: Técnico Administrativo Técnico em Recursos Humanos Assistente de Atividades de Trânsito Assistente de Pátio, de Apreensão e Guarda de Veículos Assistente de Vistoria e Identificação Veicular Agente Condutor de Veículos II LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão de textos. Tipos de texto. Coesão e coerência. Encontro vocálico e encontro consonantal. Dígrafos. Divisão silábica. Tonicidade. Ortografia Oficial - Reforma ortográfica Acentuação gráfica. Sinais de pontuação. Significação das palavras: sinônimos e antônimos, homônimos, parônimos e homógrafos, denotação e conotação. Estrutura e formação das palavras. Classificação e flexão das palavras. Frase, oração, período. Termos da oração. Orações coordenadas e subordinadas. Regência nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos. Correspondência Oficial: pronomes e expressões de tratamento, ofício, abreviaturas, siglas, símbolos. NOÇÕES DE INFORMÁTICA Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções do Sistema Operacional Windows 7 Interprise: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos. Editores de texto, planilhas e apresentações (MS-Office 2007): 1.Editor de texto: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas; marcadores simbólicos e numéricos; tabelas; impressão; controle de quebras e numeração de páginas; menus; barras de ferramentas; comandos; proteção de documentos. 2.Editor de planilhas: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos; elaboração de tabelas e gráficos; uso de fórmulas, funções; impressão; controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados; menus; barras de ferramentas; comandos. 3.Editor de apresentação: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, botões de ação, animação e transição entre slides. Conceito de Internet e Intranet: conceitos básicos; navegadores; conceitos de URL; ferramentas de busca; transferências de arquivos (download e upload); impressão de páginas. Correio eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Noções de segurança: Conceitos de vírus, spyware, spam; certificados de segurança; acesso a sites seguros; vermes; cuidados e prevenções. MATEMÁTICA: Operações básicas com números naturais, inteiros, racionais e reais; potenciação e radiciação. Problemas. Média aritmética simples e ponderada. Divisão proporcional. Razão e Proporção. Grandezas Proporcionais. Regra de Três Simples e Composta. Porcentagem. Juros. Descontos. expressões literais e algébricas, valor numérico. Produtos Notáveis. Fatoração. Equações de 1º e 2º graus. Sistemas de equações do 1º e 2º graus. Funções de primeiro e segundo graus: gráfico, domínio, imagem e aplicação. Sistema métrico decimal: perímetros, área, volume. Medidas de capacidade, massa, comprimento e tempo. Resolução de problemas. Formas geométricas, ângulos. Progressão Aritmética e Geométrica. Problemas. NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO Estado, governo e administração pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. Organização administrativa do Estado. Administração direta e indireta. Organização administrativa do estado do Estado de Mato Grosso do Sul (Lei n /2000 e suas alterações). Lei n /1990 e suas alterações (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo, das Autarquias e das Fundações do Estado de Mato Grosso do Sul). Lei n /2009 (Dispõe sobre a Organização do Grupo de Gestão Institucional da Carreira Gestão de Atividades de Trânsito do quadro de pessoal do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul). LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Código de Trânsito Brasileiro: Lei n /1997 e suas alterações, partes referentes aos Capítulos I ao V e XV ao XX. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cargo: Técnico Administrativo Características básicas das organizações formais modernas: tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e critérios de departamentalização. Processo organizacional: planejamento, direção, comunicação, controle e avaliação. Organização administrativa: centralização, descentralização, concentração e desconcentração; organização administrativa da União; administração direta e indireta; agências executivas e reguladoras. Planejamento Estratégico, Tático e Operacional. Cargo: Técnico em Recursos Humanos Conceitos, importância, relação com os outros sistemas de organização. A função do órgão de Gestão de Pessoas: atribuições básicas e objetivos, políticas e sistemas de informações gerenciais. Comportamento organizacional: relações indivíduo/organização, motivação, liderança, desempenho. Competência interpessoal. Gerenciamento de conflitos. Clima e cultura organizacional. Recrutamento e Seleção: técnicas e processo decisório. Avaliação de Desempenho: objetivos, métodos, vantagens e desvantagens. Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Cargo: Agente Condutor de Veículo II Normas de Circulação e Conduta no Trânsito. Noções básicas dos procedimentos de segurança, de mecânica e manutenção de autos. Noções de primeiros socorros. Direção defensiva e preventiva. Conhecimento geral do funcionamento de veículos automotores de passeio, ônibus e caminhões. Noções de elétrica e de mecânica de veículos automotores a gasolina, álcool e diesel. Decreto n , de 28 de fevereiro de 2013.

16 PÁGINA 16 EDITAL n. 1/ SAD/AEM-MS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DO QUADRO DE PESSOAL DA AGÊNCIA ESTADUAL DE METROLOGIA - AEM-MS A SECRETÁRIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO E O DIRETOR- PRESIDENTE DA AGÊNCIA ESTADUAL DE METROLOGIA, no uso de suas atribuições legais e nos termos do Decreto n , de 1º de abril de 2014, tornam pública a abertura das inscrições do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, para provimento de cargos efetivos da carreira Gestão de Metrologia Legal do Quadro Permanente de Pessoal da Agência Estadual de Metrologia. I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 será regido pelos diplomas legais pertinentes, por este Edital, seus Anexos e suas eventuais retificações, caso existam, e sua execução caberá à Secretaria de Estado de Administração em conjunto com a Agência Estadual de Metrologia O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 visa recrutar candidatos para o provimento dos cargos da Carreira Gestão de Metrologia Legal A investidura em cargos da Carreira Gestão de Metrologia Legal será efetivada mediante aprovação no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/ AEM-MS/2014, em que se apure qualificações e aptidões específicas para o desempenho das atribuições e dar-se-á na classe inicial do respectivo cargo Das vagas: O quantitativo de vagas por cargo/função, a carga horária de trabalho, a escolaridade/especialidade, o vencimento-base, os requisitos para exercício dos cargos da Carreira Gestão de Metrologia Legal e a descrição sumária das atividades são os constantes no Anexo I deste Edital As vagas previstas de acordo com o quadro constante no Anexo I serão preenchidas segundo a ordem de classificação dos candidatos habilitados por cargo/função e em atendimento às necessidades da Administração Do Local de Realização do Concurso Público: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 será realizado em Campo Grande/MS. II. DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA NO CARGO: São requisitos básicos para provimento no cargo: a) ter nacionalidade brasileira; b) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos; c) comprovar a escolaridade exigida para o exercício do cargo/função; d) estar em pleno gozo dos direitos políticos; e) estar quite com as obrigações militares e eleitorais; f) possuir boa saúde e aptidão física e mental para o exercício do cargo, a ser aferida por inspeção médica oficial; g) apresentar declaração de não acumulação de cargo; h) possuir qualificação e aptidão específica para o desempenho das atribuições do cargo; i) apresentar declaração de bens com dados até a data da posse; j) ter sido aprovado e classificado no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/ Os requisitos especificados no item anterior deverão ser comprovados por meio da apresentação de documento original, juntamente com fotocópia, perdendo direito à posse o candidato que não os apresentar. III. DAS VAGAS DESTINADAS ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, AO NEGRO E AO ÍNDIO: Aos candidatos com deficiência, aprovados em todas as fases do Concurso Público, será reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas, desde que a deficiência seja compatível com o exercício das atribuições do cargo, observando-se os dispositivos constantes no Decreto Federal n , de 20 de dezembro de 1999 e Lei Estadual n de 27 de maio de Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão de readaptação ou de aposentadoria Após a nomeação e posse, durante o período de estágio probatório, será avaliada a compatibilidade entre a sua deficiência e o desempenho das atribuições de seu cargo, e verificada a incompatibilidade o servidor será exonerado Na aplicação do percentual previsto no item 3.1 dever-se-á observar o estabelecido no art. 19 da Lei n , de 18 de dezembro de 2009, e Decreto n , de 31 de março de Para concorrer a uma das vagas o candidato com deficiência deverá: a) no ato de inscrição, declarar-se pessoa com deficiência; b) realizar a inscrição via Internet, devendo também preencher a declaração disponível no site e encaminhá-la ou entregá-la pessoalmente juntamente com o laudo médico original, emitido nos últimos seis meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença (CID) e a causa da deficiência O candidato ao efetuar a inscrição via Internet deverá entregar pessoalmente ou encaminhar a declaração e o laudo médico, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), para o endereço abaixo, devendo ser postado impreterivelmente até o dia 30 de abril de Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 Secretaria de Estado de Administração - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n. Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de atendimento: das 8h às 13h (Horário de Mato Grosso do Sul) O laudo médico não será devolvido e não será fornecida cópia desse laudo O candidato com deficiência poderá requerer no ato da inscrição, se for o caso, tratamento diferenciado para o dia de realização das provas escritas, indicando no Formulário de Inscrição as condições de que necessita para a sua realização O candidato com deficiência visual que necessitar de prova especial, em braile, ou ampliada ou de auxílio de ledor, além de enviar a documentação prevista no item 3.3, alínea b, deverá indicar no Formulário de Inscrição o tipo de auxílio de que necessita para a realização da Prova Escrita Os candidatos com deficiência visual que solicitarem a ampliação da prova deverão informar o tamanho da fonte, entre 18, 24 ou 28. Não havendo indicação de tamanho de fonte a prova será confeccionada em fonte tamanho O candidato que necessitar de auxílio do intérprete de língua brasileira de sinais, além de enviar a documentação prevista no item 3.3, alínea b, deverá indicar no Formulário de Inscrição que necessita desse auxílio para a realização da Prova Escrita O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização das provas deverá indicar os recursos especiais necessários no Formulário eletrônico de inscrição e, ainda, enviar atestado médico que justifique o atendimento especial nos termos dos subitens e 3.4.2, sob pena de não ser atendida a necessidade do candidato A não observância do disposto no item 3.3 ou a não habilitação como pessoa com deficiência pela perícia médica acarretará a perda do direito às vagas reservadas a candidato em tal condição Aos candidatos que, no momento da inscrição, se declararem negro ou índio será reservada a cota de 10% (dez por cento) e de 3% (três por cento), respectivamente, das vagas oferecidas neste Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, observado o quantitativo indicado no item deste Edital, em conformidade com a Lei n , de 10 de dezembro de 2008, e com a Lei n , de 21 de julho de Na aplicação do percentual estabelecido no item anterior dever-se-á observar o estabelecido no Decreto n , de 31 de março de Para concorrer a uma das vagas o candidato negro ou índio deverá: a) declarar-se negro ou índio no ato da inscrição; b) realizar a inscrição via Internet, preencher a declaração disponível no site e entregá-la pessoalmente ou encaminhá-la para o endereço constante no subitem 3.3.1, até a data do término da inscrição; c) comparecer na entrevista na data e local previstos em edital específico O candidato índio deverá apresentar-se no local da entrevista munido da Cédula Oficial de Identidade expedida pela Secretaria de Segurança Pública com registro da etnia indígena, ou com o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), expedido pela FUNAI, ou certidão de nascimento constando a etnia indígena O candidato com deficiência, negro ou índio que não realizar a inscrição conforme as normas constantes neste Edital, que não comparecer na entrevista no prazo e local estabelecidos em edital próprio ou que não receber parecer conclusivo favorável da Comissão Especial, perderá o direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos optantes do programa de reserva de vagas, não cabendo recurso dessa decisão Os candidatos com deficiência, negros ou índios participarão do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere a provas, conteúdos programáticos, critérios de avaliação e classificação, assim como à duração, ao horário e ao local de realização das provas, conforme o estabelecido em edital específico As vagas previstas de acordo com o estabelecido nos itens 3.1 e 3.6 deste Edital, que não forem providas por falta de candidatos com deficiência, negros ou índios, ou por reprovação no concurso, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem de classificação.

17 PÁGINA Para todos os candidatos inscritos no Programa de Reserva de Vagas, inclusive para os candidatos indígenas, serão considerados como documento de identificação aqueles constantes no subitem IV. DAS INSCRIÇÕES: As inscrições serão realizadas, exclusivamente, via Internet, conforme procedimentos a seguir especificados: Período: 9 a 30 de abril de Endereço Eletrônico do Concurso: Neste endereço estarão disponibilizados o Formulário de Inscrição, o Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS e os Editais contendo a regulamentação, informações e resultados das fases e etapas do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/ Taxa de Inscrição: a) R$ 148,80 (cento e quarenta e oito reais e oitenta centavos), para candidatos a cargo com exigibilidade de curso de Ensino Superior; b) R$ 93,00 (noventa e três reais), para candidatos a cargo com exigibilidade de curso de Ensino Médio; c) R$ 55,80 (cinquenta e cinco reais e oitenta centavos), para candidatos a cargo com exigibilidade de curso de Ensino Fundamental A Taxa de Inscrição deverá ser paga através do Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS, até o término do expediente das Agências Bancárias ou das Casas Lotéricas: a) Banco do Brasil (preferencialmente); b) Banco Itaú; c) Caixa Econômica Federal; d) Banco Bradesco; e) Banco HSBC Bank Brasil; f) Banco Cooperativo SICREDI; g) Casas Lotéricas Horário para Pagamento da Taxa de Inscrição: das 8 horas do dia 9 de abril de 2014 às 19 horas do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) Procedimentos para efetuar a inscrição: a) preencher os dados pessoais solicitados no Formulário de Inscrição online disponível no endereço eletrônico e transmiti-los via Internet; b) para pagamento da taxa de inscrição, imprimir o Documento de Arrecadação Estadual - DAEMS, disponível no endereço eletrônico, após a conclusão do preenchimento do Formulário de Inscrição on-line ; c) efetuar o pagamento da taxa de inscrição, através do DAEMS, nas Casas Lotéricas ou nas Agências Bancárias relacionadas no subitem 4.1.3, preferencialmente no Banco do Brasil e, impreterivelmente, até às 19h do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) Após o envio do pedido de inscrição o sistema retornará o número de inscrição para futuras consultas ou informações através do sistema A compensação da DAEMS poderá ocorrer em até 72h (setenta e duas horas) após sua realização A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a expressa aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e em seus anexos, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento A Secretaria de Estado de Administração e a Agência Estadual de Metrologia não se responsabilizam: a) por inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação e de outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados; b) pelo não encaminhamento do comprovante de pagamento pela Agência Bancária ou pelas Casas Lotéricas Após as 17h do dia 30 de abril de 2014 (horário de Mato Grosso do Sul) o acesso às inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM- MS/2014 estará bloqueado Após a aceitação da inscrição, o comprovante de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônico sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento Isenção da Taxa de Inscrição: Os candidatos amparados pela Lei n , de 13 de dezembro de 2002, com a alteração dada pela Lei n , de 18 de abril de 2006, regulamentadas pelos Decretos n , de 27 de maio de 2003, n , de 29 de maio de 2003 e n , de 16 de fevereiro de 2012, e amparados pela Lei n , de 21 de setembro de 2004, poderão solicitar isenção da taxa de inscrição do Concurso, observando os procedimentos estabelecidos nessa legislação, devendo: a) efetuar a inscrição via Internet, de acordo com o previsto na alínea a do item 4.2 deste Edital; b) postar, através de SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), ou entregar pessoalmente nos dias 9, 10 e 11 de abril de 2014 o requerimento de isenção de taxa de inscrição devidamente assinado, e demais documentos mencionados na legislação citada no caput deste item, no seguinte endereço: Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 Secretaria de Estado de Administração - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n. Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de atendimento: das 8h às 13h (Horário de Mato Grosso do Sul) O candidato terá seu requerimento de isenção da taxa de inscrição indeferido quando: a) não cumprir as normas estabelecidas neste item; b) deixar de efetuar o pedido de inscrição pela Internet; c) omitir informações; d) deixar de encaminhar os documentos exigidos na legislação pertinente; e) falsificar documentos; f) deixar de informar no requerimento o número da inscrição, que comprove o pedido de inscrição; g) entregar ou postar os documentos fora do prazo estabelecido no subitem 4.7.1, alínea b deste Edital O candidato que tiver seu requerimento de isenção da taxa de inscrição indeferido, conforme relação dos candidatos à isenção da taxa de inscrição a ser publicada no Diário Oficial do Estado, no endereço eletrônico deverá observar o estabelecido nos subitens e deste Edital e recolher o valor da taxa de inscrição até às 19 horas do dia 30 de abril de O candidato perderá os direitos decorrentes da inscrição no Concurso se não cumprir o estabelecido neste subitem A qualquer tempo poderão ser realizadas diligências relativas às declarações feitas pelo candidato, deferindo ou não seu pedido Responderá por infração penal o candidato que apresentar comprovante inidôneo ou firmar declaração falsa para se beneficiar da isenção da taxa de inscrição. V. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS RELATIVAS À INSCRIÇÃO: As informações prestadas no Formulário de Inscrição on-line serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se à Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 o direito de excluir aquele que não preencher de forma completa e corretamente os campos do Formulário, em especial os referentes ao nome, CPF, endereço e CEP de sua residência O candidato terá sua inscrição cancelada e será automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 se utilizar o CPF de terceiros ou preencher irregularmente o CPF no Formulário de Inscrição online A inscrição cujo pagamento for realizado, por qualquer circunstância, após a data de encerramento das inscrições não será acatada Após a inscrição o candidato poderá realizar alteração no seu cadastro até o término do prazo das inscrições, acessando a Área do Candidato, no site No caso da existência de mais de uma inscrição do mesmo candidato será validada somente a inscrição com data mais recente, se observados todos os procedimentos É vedada a inscrição condicional, extemporânea, por correspondência, via postal, via FAX ou via correio eletrônico É vedada a transferência do valor pago, a título de taxa de inscrição, para terceiros, assim como a transferência da inscrição para outro candidato O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do evento por conveniência da Administração Pública Estadual O pagamento da taxa de inscrição poderá ser efetuado em cheque, sendo que: a) o pagamento efetuado em cheque somente será considerado aceito após a respectiva compensação; b) em caso de devolução do cheque, qualquer que seja o motivo, considerarse-á automaticamente sem efeito a inscrição A inscrição somente será confirmada após a comprovação do pagamento da taxa de inscrição.

18 PÁGINA 18 VI. DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO: A relação dos candidatos inscritos será divulgada no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site Em caso de eventuais erros cadastrais (nome, identidade e endereço), o candidato deverá requerer as devidas correções, por escrito, no prazo de 2 (dois) dias, a contar da data de publicação do edital com a relação dos candidatos inscritos, acessando a Área do Candidato, através do site ms.gov.br e observando os procedimentos estabelecidos em edital É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todos os atos publicados sobre o Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, no Diário Oficial do Estado, para tomar conhecimento de seu conteúdo e não alegar desconhecimento de qualquer tipo ou natureza Processadas as alterações requeridas, quando houver, será publicada a homologação das inscrições, mediante edital, com a relação dos candidatos inscritos no Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço ms.gov.br e disponibilizado, via Internet, no site br. VII. DAS FASES DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - SAD/AEM- MS/2014: O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 constará das seguintes fases: a) 1ª Fase - Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório; b) 2ª Fase - Prova de Títulos, de caráter classificatório, para cargos com exigibilidade de Curso de Ensino Superior Para a realização da Prova Escrita Objetiva, os candidatos serão convocados através de edital específico a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site O candidato que não comparecer às provas para as quais for convocado no horário e local estabelecidos em edital de convocação estará automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/ Não haverá segunda chamada para nenhuma fase. VIII - 1ª FASE - DA PROVA ESCRITA OBJETIVA: A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá a duração de 4 (quatro) horas e será realizada em Campo Grande/MS em data, horário e endereço a serem divulgados através de edital específico no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site É de responsabilidade exclusiva do candidato obter as informações corretas da data, horário e endereço determinados para a realização da prova A Prova Escrita Objetiva abrangerá os conteúdos programáticos integrantes no Anexo II deste Edital A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, constará de questões de múltipla escolha com 5 (cinco) alternativas, sendo uma única alternativa correta, integrando as matérias especificadas abaixo: Para cargo com exigibilidade de curso de Ensino Superior (nas habilitações de Física, Engenharia da Computação, Análise de Sistemas, Processamento de Dados, Administração, Tecnologia de Gestão de Qualidade, Tecnologia de Recursos Humanos, Tecnologia de Logística e Ciências Contábeis): a) Prova Escrita Objetiva: Parte Matérias n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Noções de Informática 15 P 3 Matemática 15 P 4 Conhecimentos Específicos 30 Total 80 b) A pontuação da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos em todas as matérias Para cargo com exigibilidade de curso de Ensino Superior (na habilitação de Engenharia Elétrica): a) Prova Escrita Objetiva: Parte Matérias n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Noções de Informática 15 P 3 Matemática 15 P 4 Noções de Física 30 P 5 Conhecimentos Específicos Total 80 b) A pontuação da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos em todas as matérias Para cargo com exigibilidade de curso de Ensino Médio: a) Prova Escrita Objetiva: Parte Matérias n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 20 P 2 Matemática 20 P 3 Noções de Informática 15 P 4 Noções de Física 15 Total 70 b) A pontuação da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos em todas as matérias Para cargo com exigibilidade de curso de Ensino Fundamental: a) Prova Escrita Objetiva: Parte Matérias n. de Questões P 1 Língua Portuguesa 15 P 2 Matemática 15 P 3 Noções de Informática 15 P 4 Conhecimento Específico 15 Total 60 b) A pontuação da Prova Escrita Objetiva será calculada pelo somatório dos pontos obtidos em todas as matérias Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que obtiver pontuação igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) do total de pontos e que não obtiver 0 (zero) em nenhuma matéria da Prova As respostas das questões da Prova Escrita Objetiva deverão ser marcadas na Folha de Respostas com caneta esferográfica de cor azul ou preta, fabricada em material transparente, preenchendo correta e completamente os alvéolos retangulares, para permitir a precisa leitura óptica das respostas O candidato deverá conferir os seus dados pessoais impressos na Folha de Respostas, em especial seu nome, número de inscrição, número de documento de identidade, o cargo/função a que concorre A Folha de Respostas personalizada é o único documento válido para correção da prova O candidato deverá entregar a Folha de Respostas devidamente preenchida, assinada e com a frase de verificação transcrita Ao candidato que entregar a Folha de Respostas sem assinatura e sem a transcrição da frase de verificação será atribuída a pontuação 0 (zero) na prova Será considerada inválida a resposta que apresentar rasura, omissão ou duplicidade de alternativas assinaladas, atribuindo-se pontuação 0 (zero) para a resposta Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas. Os prejuízos advindos das marcações incorretas serão de inteira responsabilidade do candidato O candidato somente poderá retirar-se do local de realização das provas, em definitivo, após decorridas 2 (duas) horas de seu início O candidato poderá retirar-se do local de realização de provas, em definitivo e levando o caderno de provas, após decorridas 3 (três) horas do início das provas Na realização da Prova Escrita Objetiva os 3 (três) últimos candidatos permanecerão na sala até o momento em que todos os candidatos tiverem concluído as provas Ao término do prazo estabelecido para a prova os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer na sala até que o último candidato termine sua prova, devendo todos assinar a Ata de Sala atestando a idoneidade da fiscalização das provas, retirando-se da sala de prova de uma só vez, acompanhando o fiscal até a sala da Coordenação para testemunhar o lacre dos envelopes Ao final da prova, se o quantitativo de candidatos que permanecerem na sala exceder ao estabelecido no subitem anterior será utilizado o critério da ordem alfabética para definir os três candidatos que irão até a sala da Coordenação A pontuação da Prova Escrita Objetiva, por cargo, será calculada pelo somatório dos pontos obtidos pelo candidato em cada matéria da Prova Escrita Objetiva Da Realização da Prova Escrita Objetiva: A Prova Escrita Objetiva será realizada em dia, horário e local a serem divulgados em edital publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizados, via Internet, no site O candidato deverá comparecer no local de realização das provas com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário estabelecido para o seu início, portando o documento de identidade original e caneta esferográfica azul ou preta, fabricada em material transparente Somente serão aceitos os seguintes documentos de identidade: Cédula Oficial de Identidade (RG) expedida por Secretaria de Segurança Pública (com registro da etnia indígena, quando for o caso) Carteira das Forças Armadas, Carteira Nacional de Habilitação (CNH - Carteira de Motorista, modelo novo,com foto), Carteira expedida por Órgãos ou Conselhos de Classe, Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS, devendo ser apresentado, preferencialmente, o documento utilizado na inscrição do Concurso.

19 PÁGINA Não serão aceitos como documentos de identidade: certidão de nascimento, título eleitoral, carteira de motorista (modelo antigo), carteira de estudante, carteira funcional sem valor de identidade, Cadastro de Pessoa Física - CPF, certificado de reservista e documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados O documento de identidade deverá estar em perfeitas condições de forma a permitir, com clareza, a identificação, não sendo aceita cópia, ainda que autenticada. b) ausentar-se do local da prova sem o acompanhamento do fiscal; c) faltar com a devida cortesia para com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, para com as autoridades presentes ou para com os demais candidatos; d) recusar-se a entregar o material das provas ao término do tempo destinado para a sua realização; e) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a Folha de Respostas ou outro documento não permitido; Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original por motivo de extravio, furto ou roubo, apropriação indébita ou outra infração penal, deverá ser apresentado documento, expedido nos últimos 30 dias, que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, sendo que, neste caso, o candidato participará das provas de forma condicional, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados e de assinatura de termo de compromisso para apresentação de documento hábil, no prazo máximo de 20 (vinte) dias A identificação especial será exigida do candidato cujo documento de identificação apresente dúvida relativa à fisionomia ou à assinatura do portador Ao candidato que deixar de cumprir o termo de compromisso no prazo estabelecido no subitem anterior será atribuída a pontuação 0 (zero) para a Prova Escrita e, consequentemente, ficará excluído do certame O candidato, ao ingressar no prédio para realizar a Prova Escrita Objetiva, deverá dirigir-se à sala em que terá que prestar a prova, onde, após ser identificado, tomará assento e aguardará seu início A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova, além de solicitar condição especial para tal fim com antecedência mínima de 15 (quinze) dias da data de realização da prova, deverá levar um único acompanhante adulto no dia da prova, que ficará em sala reservada e será o responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar o acompanhante não poderá permanecer com a criança no local de realização das provas A candidata lactante deverá entregar pessoalmente, ou encaminhar sua solicitação até a data prevista no subitem anterior, via SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR), para o endereço previsto no subitem 4.7.1, alínea b, sob pena de não ser autorizada a permanência do acompanhante e da criança no local da prova Não haverá compensação do tempo de amamentação em favor da candidata A candidata ao ausentar-se temporariamente da sala de prova para amamentar será acompanhada por um fiscal Não será permitido o ingresso na sala das provas de candidatos: a) portando armas ou munição; b) com livros, manuais, impressos, máquinas de calcular, agendas eletrônicas ou similares; c) utilizando boné, boina, chapéu, gorro, lenço, óculos escuros, protetor auricular ou outro acessório que impeça a visão total das orelhas do candidato As armas ou munições deverão ser entregues à Coordenação, que providenciará sua guarda e depósito, sendo restituídas no final do horário das provas Não será permitido ao candidato permanecer na sala de prova com aparelhos eletrônicos (telefone celular, bip, relógio de qualquer espécie, walkman, pager, notebook, palmtop, máquina fotográfica, gravador, aparelho portátil de armazenamento e de reprodução de vídeos, receptor de mensagens, agenda eletrônica ou similares, entre outros) O candidato que levar telefone celular, algum aparelho eletrônico ou relógio de qualquer espécie deverá acondicioná-los em embalagem fornecida pelo Fiscal de Sala, desligado e, se possível, sem a bateria, durante todo o período da prova O alarme do celular ou do relógio deverá estar desativado sob pena do candidato ser excluído do concurso Os candidatos poderão ser submetidos, a qualquer momento, à verificação datiloscópica ou a detector de metais Será excluído do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM- MS/2014 o candidato que: a) for surpreendido, durante a realização da prova, em comunicação com outro candidato, bem como se estiver portando ou utilizando-se de livros, notas, aparelhos eletrônicos, telefone celular, relógios de qualquer espécie, assim como outros equipamentos ou impressos não permitidos; f) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido; g) descumprir as instruções contidas no Caderno de Provas ou na Folha de Respostas O candidato terá sua prova anulada e será automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, durante ou após a realização das provas, se constatada qualquer irregularidade por meio eletrônico, estatístico, visual, grafotécnico ou por perícia Em cada sala haverá um cartaz marcador de tempo para acompanhamento pelos candidatos Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas, inclusive em virtude de afastamento de candidato do local de realização das provas No dia de realização das provas não serão fornecidas informações referentes ao conteúdo das provas por qualquer membro da equipe ou pelas autoridades presentes Do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva: O Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva será divulgado por edital da Secretaria de Estado de Administração e da Agência Estadual de Metrologia no Diário Oficial do Estado, a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site Após a publicação do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, os candidatos poderão interpor recurso quanto à opção correta da questão constante no Gabarito Oficial Preliminar, dirigido ao Presidente da Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014, no prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar da data da sua publicação, através do Sistema de Interposição de Recursos, disponível no site acessando a Área do Candidato Os recursos interpostos contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva deverão ser efetivados por questão e instruídos com as razões que justifiquem a revisão, sob pena de não conhecimento Após o término do prazo o candidato receberá um com a confirmação do recebimento do recurso interposto contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva A questão eventualmente anulada pela Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 terá o ponto respectivo atribuído a todos os candidatos que realizaram a Prova Escrita Objetiva, indistintamente Poderá ocorrer alteração da assertiva divulgada no Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, mediante análise técnica ou erro de digitação Julgados os recursos referentes ao Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva, e apurados os resultados, eles serão divulgados, por ato próprio, no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site Do Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva: A Secretaria de Estado de Administração e a Agência Estadual de Metrologia divulgarão, por edital, o Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva, no Diário Oficial do Estado, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site Não serão aceitos recursos contra o Gabarito Oficial Definitivo e pedidos de revisão A relação dos candidatos, por cargo e ordem alfabética, com a pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva será divulgada através de edital próprio, a ser publicado no Diário Oficial do Estado, no endereço e disponibilizado, via Internet, no site O candidato que não atender os critérios de avaliação estabelecidos no subitem 8.5 estará automaticamente eliminado do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014.

20 PÁGINA 20 IX. 2ª FASE: DA PROVA DE TÍTULOS: Concorrem à Prova de Títulos somente os candidatos aprovados em cargo/ função com exigibilidade de Curso de Ensino Superior Os candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva serão convocados para entrega da documentação relativa aos títulos, mediante edital a ser divulgado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço br e disponibilizado no site Os candidatos deverão postar, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento), no período previsto em edital, cópia dos títulos, devidamente autenticada, e o Formulário da Relação dos Títulos, disponível no site ms.gov.br, em envelope com os dados de identificação, para o seguinte endereço: Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM-MS/2014 Secretaria de Estado de Administração - SAD Avenida Desembargador José Nunes da Cunha - s/n - Parque dos Poderes - Bloco I CEP Campo Grande-MS Horário de Atendimento: das 8h às 13h Os candidatos convocados para a realização da Prova de Títulos deverão encaminhar somente uma cópia dos documentos comprobatórios dos títulos, observando: a) as fotocópias de diplomas ou certificados de conclusão de cursos deverão ser autenticadas em Cartório, com selo de autenticidade, se houver; b) os comprovantes de conclusão de cursos de capacitação e treinamento só serão aceitos se expedidos por instituição oficial ou reconhecida nos termos da legislação vigente, com registro da carga horária e com a data de realização do curso a partir do ano de 2009; c) os documentos emitidos em língua estrangeira somente serão considerados quando traduzidos para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado e revalidados por instituição brasileira; d) o Formulário da Relação dos Títulos, disponível no site ms.gov.br, deverá ser encaminhado, devidamente preenchido e assinado, indicando a quantidade de títulos que está sendo encaminhada, em envelope, no endereço indicado no item A Prova de Títulos, de caráter classificatório, corresponderá ao total de 10 (dez) pontos, que serão somados à pontuação obtida na Prova Escrita Objetiva O candidato que não encaminhar os títulos no prazo estabelecido em edital terá pontuação 0 (zero) na Prova de Títulos Não serão considerados, para efeito de pontuação, títulos encaminhados: a) sem a respectiva autenticação no Cartório; b) sem a assinatura e a identificação da autoridade responsável pela emissão do documento; c) sem a especificação da carga horária e do período (data e ano) do início e término do evento; d) antes ou após o prazo previsto em edital Cada título será considerado uma única vez Somente serão aceitos títulos expedidos até a data limite da postagem, conforme estabelecido em edital Não serão computados como títulos os comprovantes de cursos que se constituem em pré-requisito para inscrição e provimento do cargo; A documentação comprobatória apresentada para a Prova de Títulos será analisada quanto a sua autenticidade no decorrer do processo seletivo e mesmo após a nomeação, sendo excluído do Concurso ou tornado sem efeito o ato de nomeação do candidato, observado o devido processo administrativo, caso seja comprovada qualquer irregularidade, sem prejuízo das sanções penais cabíveis Os títulos serão aferidos observados os critérios, o valor correspondente em pontos e os limites dos pontos, conforme determinados no Quadro de Atribuição de Ponto I, a seguir, para cargos com exigibilidade de Ensino Superior: Quadro I - Pontuação para Avaliação de Títulos CARGOS EM EXIGIBILIDADE DE ENSINO SUPERIOR Item Títulos 1 Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de pós-graduação em nível de doutorado. 2 Diploma ou certificado devidamente registrado, de curso de Pós-Graduação em nível de mestrado. Pontuação Unitária Máxima 3,0 3,0 2,5 2,5 3 Diploma ou certificado, devidamente registrado, de 2,5 2,5 curso de pós-graduação em nível de Especialização, com carga horária mínima de 360 horas/aula, na área da graduação exigida para a função pretendida. 4 Certificado de curso de capacitação e treinamento relacionado 1,0 2,0 à área da função pretendida, expedido por instituição oficialmente reconhecida, com carga horária igual ou superior a 40 horas/aula, a partir do ano de Total 10, Não serão considerados os pontos que excederem ao valor máximo estabelecido em cada item do Quadro de Pontuação para Avaliação de Títulos, bem como os títulos que não corresponderem às características estabelecidas em cada item Não serão computados documentos que não consignem, de forma expressa e precisa, as informações necessárias à sua avaliação, assim como aqueles cujas cópias estiverem ilegíveis, mesmo que parcialmente Não serão aceitos, para comprovação dos itens 1 a 3, declarações, atestados, históricos escolares e/ou quaisquer outros documentos que não os exigidos no Quadro de Pontuação Cada título será avaliado de acordo com a carga horária expressa, não sendo permitido: a) o fracionamento da carga horária de um título; b) a soma de carga horária de mais de um título para o mesmo item Os títulos, após sua entrega ou encaminhamento, não poderão ser substituídos ou devolvidos e não será permitido acrescentar outros títulos aos já entregues O resultado do total dos pontos obtidos na Prova de Títulos, dos candidatos aprovados na 1ª Fase, será publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizado no site www. concurso.ms.gov.br O prazo para interposição de recursos será de 2 (dois) dias úteis, tendo como termo inicial o dia da publicação do evento no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul. X. DOS RECURSOS: Admitir-se-á um único recurso por candidato, e somente por discordância do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva Os recursos deverão estar devidamente fundamentados, de forma clara e objetiva Os recursos deverão ser interpostos, exclusivamente, através do Sistema de Interposição de Recurso, acessando a Área do Candidato, no site A forma e os prazos para interposição de recursos serão disciplinados em edital de divulgação do resultado das fases do certame O candidato poderá recorrer, no prazo de 2 (dois) dias úteis, tendo como termo inicial o dia da publicação do evento no Diário Oficial do Estado, de acordo com o estabelecido em edital próprio Os recursos interpostos de forma diversa da prevista em edital próprio não serão conhecidos e não serão aceitos por via postal ou fac-símile, nem fora dos padrões e prazos estabelecidos neste Edital Não serão aceitos os recursos em duplicidade Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de revisão de recursos, recursos de recursos e/ou recurso de Gabarito Oficial Definitivo da Prova Escrita Objetiva Os recursos contra o Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva deverão ser realizados por questão e devidamente justificados O ponto relativo à questão eventualmente anulada será atribuído a todos os candidatos que realizaram a Prova Escrita Objetiva Poderá ocorrer alteração de alternativa considerada correta no Gabarito Oficial Preliminar, mediante análise técnica ou erro de digitação A decisão dos recursos será dada a conhecer, coletivamente, por meio de publicação no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site ms.gov.br. XI. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - SAD/AEM-MS/ Admitir-se-á recurso, exclusivamente, por: a) discordância, por questão, do Gabarito Oficial Preliminar da Prova Escrita Objetiva; b) por discordância do somatório dos pontos da Prova de Títulos A classificação final do Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/AEM- MS/2014 será divulgada mediante edital a ser publicado no Diário Oficial do Estado - DOE, no endereço e disponibilizada, via Internet, no site com a relação nominal dos candidatos aprovados para os cargos da Carreira Gestão de Metrologia Legal, por ordem crescente de classificação, pela Secretaria de Estado de Administração e pela Agência Estadual de Metrologia e homologado pelo Ocorrendo empate na Pontuação Final, o desempate beneficiará, sucessivamente o candidato com:

SECRETÁRIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO

SECRETÁRIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL n. 1/2011 - SAD/DETRAN/MS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA INGRESSO NO QUADRO PERMANENTE DE PESSOAL DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO GROSSO DO SUL - DETRAN/MS A SECRETÁRIA DE

Leia mais

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ:

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ: O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ e o SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, nos termos estabelecidos no subitem 16.31, torna pública a seguinte retificação ao Edital supracitado,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA AS SECRETARIAS MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA De ordem do Magnífico Reitor do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, Dr. Nelson Teixeira, torno público que as provas do Processo Seletivo Classificatório

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp - FUNCAMP

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS NÍVEL SUPERIOR REALIZAÇÃO: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas U F S C a r EDITAL Nº 011/2012 O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA EDITAL DE SELEÇÃO A Coordenação do Curso de Especialização em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina, no uso de suas atribuições, declara abertas as inscrições e estabelece as normas

Leia mais

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br EDITAL 021/2015 DE 15 DE OUTUBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde FAPEC torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para

Leia mais

EDITAL Nº 33, DE 17 DE AGOSTO DE 2010.

EDITAL Nº 33, DE 17 DE AGOSTO DE 2010. EDITAL Nº 33, DE 17 DE AGOSTO DE 2010. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura de inscrições

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

1.5 - Do Local de Realização do Concurso Público: 1.4.1 - O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/FUNSAU/2014 será realizado

1.5 - Do Local de Realização do Concurso Público: 1.4.1 - O Concurso Público de Provas e Títulos - SAD/FUNSAU/2014 será realizado EDITAL n. 1/2014 - SAD/FUNSAU CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DO QUADRO DE PESSOAL DA FUNDAÇÃO SERVIÇOS DE SAÚDE DE MATO GROSSO DO SUL A SECRETÁRIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 37 /Unoesc/2011

EDITAL Nº 37 /Unoesc/2011 EDITAL Nº 37 /Unoesc/2011 Dispõe sobre processo de seleção externa de funcionários técnico-administrativos para atuarem na Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus de Joaçaba. A Universidade

Leia mais

PROVIMENTO Nº 031/2015 GR

PROVIMENTO Nº 031/2015 GR PROVIMENTO Nº 031/2015 GR O REITOR EM EXERCÍCIO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI URCA, no uso das atribuições que lhe confere o Art. 15, inciso XIII do Estatuto desta Universidade, aprovado pelo Decreto

Leia mais

1 Da Inscrição e Participação:

1 Da Inscrição e Participação: PROCESSO SELETIVO FAUF Nº 003/2013 CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: EDUCAÇÃO INTEGRAL NA REGIÃO DAS VERTENTES E PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL - PROJETOS

Leia mais

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 GRADUAÇÃO Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada pelo parecer CNE/CES41/2009, publicado no D.O.U. nº.38 de 26/03/2009, e pela

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 029/2015 José Carlos Anziliero Amaral, Prefeito Municipal de Três Passos, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

Vencimento Qualificação Exigida. - Formação Superior de Engenharia Civil. Engenheiro Civil

Vencimento Qualificação Exigida. - Formação Superior de Engenharia Civil. Engenheiro Civil O PREFEITO MUNICIPAL DE FRAIBURGO, Estado de Santa Catarina, no uso de suas atribuições; FAZ SABER: Encontram-se abertas as inscrições para o Processo Seletivo da função abaixo descrita para Admissão em

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará REITORIA EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Estabelece as normas e fixa

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015 A PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULÍNIA, no uso de suas atribuições, torna pública a seguinte retificação ao Edital supracitado, cujas alterações estão

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Meta - FAMETA, Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES EDITAL Nº 001/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES - RS, torna pública a abertura

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo EDITAL Nº 0005/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A Comissão Permanente de Acompanhamento de Processos Seletivos do Município de Carapicuíba, nomeada pelo Decreto Municipal n.º 3.918 de 30 de setembro

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL

HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PINEL COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2008 A HOSPITAL PSIQUIATRICO PINEL, da Coordenadoria de Serviços de Saúde da

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO.

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO. UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PRG Nº 011/2011 CONCURSO PÚBLICO SIMPLIFICADO DE PROVAS E TÍTULOS PARA ADMISSÃO DE DOCENTE EM CARÁTER TEMPORÁRIO. A Professora Doutora Ana Julia Urias dos Santos Araújo,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp - FUNCAMP

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Despachante Aduaneiro e Ajudante de Despachante Aduaneiro-Exercício das Profissões INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

EDITAL N. 41/PROPP, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014 PERÍODO, LOCAL DE INSCRIÇÃO E INFORMAÇÕES EAD UFGD:

EDITAL N. 41/PROPP, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014 PERÍODO, LOCAL DE INSCRIÇÃO E INFORMAÇÕES EAD UFGD: 1 EDITAL N. 41/PROPP, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014 O Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, Prof. Dr. Cláudio Alves de Vasconcelos, no uso de

Leia mais

I. DAS VAGAS: GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO

I. DAS VAGAS: GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL n. 1/2013 - SAD/SANESUL CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA INGRESSO NO QUADRO DE PESSOAL DA EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S/A (CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - SAD/SANESUL/2013)

Leia mais

VI CONCURSO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO ÁREA JURÍDICA DA PROCURADORIA DA FAZENDA NACIONAL EM MINAS GERAIS

VI CONCURSO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO ÁREA JURÍDICA DA PROCURADORIA DA FAZENDA NACIONAL EM MINAS GERAIS VI CONCURSO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO ÁREA JURÍDICA DA PROCURADORIA DA FAZENDA NACIONAL EM MINAS GERAIS O Diretor do Centro de Altos Estudos da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, no Estado

Leia mais

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA 1º semestre de 2016 A Diretoria da Faculdade da Saúde e Ecologia Humana, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto na legislação

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL [CURSO SUPERIOR DIREITO] EDITAL Nº 01/2015 CARLOS BARBOSA O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO EDITAL 01/2014 ENCRUZILHADA DO SUL O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Leia mais

EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012.

EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012. EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012. EDITAL DE INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E OCUPAÇÃO DAS VAGAS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UEMS PELO SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA (SiSU) PARA INGRESSO EM 2013 A

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA. edital n 294, 09 de setembro de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA. edital n 294, 09 de setembro de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA edital n 294, 09 de setembro de 2015 seleção para o curso de residência multiprofissional em saúde

Leia mais

ANO 2014 2º SEMESTRE

ANO 2014 2º SEMESTRE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 095/2014, de 25/04/2014 PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO PROGRAMA

Leia mais

COORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL 027/2013-COGEPS

COORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL 027/2013-COGEPS COORDENADORIA GERAL DE CONS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL 027/2013-COGEPS ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA OCUPAÇÃO DE INICIAIS REMANESCENTES DO CON VESTIBULAR 2013 PELO APROVEITAMENTO DO RESULTADO DO ENEM DE

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0020, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 Publicada no DOE(Pa) de 29.11.05. Alterada pela IN 05/13. Dispõe sobre a apresentação da Declaração de Informações Econômico-Fiscais - DIEF relativa

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1

EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1 CUIABÁ CUIABÁ CUIABÁ CUIABÁ UNIDADE PARCELAS MENSALIDADE (R$) TURNO VAGAS DURAÇÃO DO CURSO EDITAL Nº 01/2014 EDITAL Nº 01/2014 DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CUIABÁ INGRESSO EM 2015/1

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014.

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014. 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014. A Magnífica Reitora da Universidade de Santo Amaro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB Dispõe sobre as normas referentes ao Processo Seletivo 2015, para o preenchimento de vagas para os cursos de graduação, na modalidade de Ensino Educação a Distância, do CENTRO

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC

FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC FACULDADE INTEGRADA DE ENSINO SUPERIOR DE COLINAS DO TOCANTINS FIESC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA A SEGUNDA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - 2011/01 A Faculdade Integrada de Ensino Superior de Colinas do

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015/DF

EDITAL Nº 05/2015/DF EDITAL Nº 05/2015/DF O DOUTOR ANDERSON GOMES JUNQUEIRA, MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DIRETOR DO FORO DESTA COMARCA DE ÁGUA BOA, ESTADO DE MATO GROSSO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, E NA FORMA DA LEI,

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNESP CAMPUS DE BOTUCATU FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA EDITAL-56/2011-DDTA A Diretoria da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia UNESP Campus de Botucatu, torna público que estarão

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS:

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS: FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 A FACULDADE DO SUL DA BAHIA, credenciada pela Portaria Ministerial nº 944, de 17/05/2001 publicada no DOU em 21/05/2001 e o INSTITUTO

Leia mais

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO 2º SEMESTRE/2015 A Pró-Reitora de Ensino da Universidade do Estado de Minas Gerais, no uso das atribuições que lhe confere a Resolução CEPE/UEMG

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUARI SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUARI SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 006/2010, DE 12 DE JULHO DE 2010. ARAGUARI MINAS GERAIS 1 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 006/2010 A Prefeitura Municipal de Araguari MG, através

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO

DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos

Leia mais

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC A Prefeitura Municipal de Caruaru/PE divulga a realização do CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS para o provimento dos cargos de Professor

Leia mais

EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222.

EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222. EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222.000079/2014-73 O Diretor Geral do campus Rio Pomba do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2º SEMESTRE 2015 PORTARIA N.º 015 - Reitoria da UNOESTE, de 01 de julho de 2015 A Reitora da Universidade do Oeste

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 EDITAL 2011 PROCESSO SELETIVO ISECC 2011 2º SEMESTRE 2 O Presidente da Fundação Educacional

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários

Universidade Estadual de Maringá Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários EDITAL N O 08/2007-PRH O PROFESSOR DOUTOR MÁRIO LUIZ NEVES DE AZEVEDO, REITOR EM EXERCÍCIO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, com base na Lei Complementar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Tribunal de Justiça - Presidência

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Tribunal de Justiça - Presidência EDITAL N o 9/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE, DESEMBARGADOR ADAIR LONGUINI, TORNA PÚBLICA A ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PRESTADORES

Leia mais

PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E ADMISSÃO DE PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO E D I T A L Nº 018/VR - SM0/10

PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E ADMISSÃO DE PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO E D I T A L Nº 018/VR - SM0/10 PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E ADMISSÃO DE PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO E D I T A L Nº 018/VR - SM0/10 O Vice-Reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Campus de São Miguel do Oeste SC,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº361 /2009

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº361 /2009 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº361 /2009 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp-FUNCAMP

Leia mais

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 63/2015 Reedita, com alterações, o Edital do Processo Seletivo dos Cursos Superiores na modalidade a Distância Vestibular 1º Semestre de 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE METODISTA

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO GUARULHOS SUL Edital de Abertura de Inscrição Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação

Leia mais

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 A Direção Geral da Faculdade Iguaçu, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com a legislação vigente e Regimento Geral, torna

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2014 Processo Seletivo A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

EDITAL Nº. 004/2013 - DG VESTIBULAR DE VERÃO 2014

EDITAL Nº. 004/2013 - DG VESTIBULAR DE VERÃO 2014 A Diretora Geral da Faculdade União das Américas, de acordo com o artigo 17 do Regimento Institucional e com base no disposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAÚJOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAÚJOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 006 / 2015 ASSISTENTE EDUCACIONAL Processo Seletivo Simplificado de Provas Objetivas para provimento de vagas remanescentes em cargos não preenchidos pelo Concurso

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 O Prefeito Municipal de Sangão, Sr. Castilho Silvano Vieira, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei Orgânica do município, torna público a realização do processo

Leia mais

1º PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2013.2 EDITAL Nº 002/2013

1º PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2013.2 EDITAL Nº 002/2013 1 1º PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR FAENE 2013.2 EDITAL Nº 002/2013 A FACULDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS EXCELLENCE FAENE torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo 2013.2 destinado a selecionar

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Port. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada no DOU em 12/09/2014) EDITAL 2016/1 - PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL O Diretor Geral da Faculdade de Educação

Leia mais

JUSTI ÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEXTA REGIÃO RECIFE

JUSTI ÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEXTA REGIÃO RECIFE JUSTI ÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEXTA REGIÃO RECIFE EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA A SELEÇÃO DE ESTÁGIO REMUNERADO PARA ESTUDANTES DE NÍVEL SUPERIOR DO CURSO DE DIREITO DESTINADOS

Leia mais

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL NPL 2/2014 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MEDICINA DO TRABALHO, NOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA, ITATIBA E CAMPINAS UNIDADE CAMBUÍ, DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015

Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015 Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Edital do 2º Processo Seletivo de 2015 O Diretor Geral do Instituto de Ensino Superior de Goiás, mantido pela Sociedade de Ensino Superior Fênix Ltda,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO 001/12 COMPANHIA DE GÁS DA BAHIA BAHIAGÁS PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO 001/12 COMPANHIA DE GÁS DA BAHIA BAHIAGÁS PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO 001/12 COMPANHIA DE GÁS DA BAHIA BAHIAGÁS PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO A COMPANHIA DE GÁS DA BAHIA - BAHIAGÁS torna público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso Edital de 24/07/2015 Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL EDITAL Nº 259/2013 PORTO ALEGRE O Coordenador

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL SORRI-BAURU - Janeiro de 2013

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL SORRI-BAURU - Janeiro de 2013 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL SORRI-BAURU - Janeiro de 2013 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO OBJETO O Instituto Elo, associação privada sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 003/14 Processo Seletivo Verão 2015-1 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes de

Leia mais

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL I - DO PROCESSO SELETIVO De ordem do Senhor Diretor e para conhecimento de todos os interessados, torno público que, no período indicado neste

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA - UNILUS De ordem do Senhor Reitor do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, Dr. Nelson Teixeira, torno público que estarão abertas as inscrições para

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS ESCOLA DE GOVERNO EDITAL Nº002/2010

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS ESCOLA DE GOVERNO EDITAL Nº002/2010 GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS ESCOLA DE GOVERNO EDITAL Nº002/2010 Regulamenta o Processo Seletivo para ingresso no Curso de Especialização

Leia mais

PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015

PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015 PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015 Estabelece normas para concessão de bolsas no âmbito da Modalidade 1 Treinamento Técnico, para ingresso no 1 o semestre de 2015, cria cadastro de

Leia mais

Instituto Suel Abujamra

Instituto Suel Abujamra Instituto Suel Abujamra Seleção de Candidatos para 1º ano de Residência Médica em Oftalmologia - 2015 Edital de Abertura de Inscrições O Instituto Suel Abujamra torna público a realização do processo seletivo

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ES

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ES CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ES RESOLUÇÃO CMDCA/VNI-ES Nº 02/2015 DE 28 DE MAIO DE 2015. Dispõe sobre o Edital CMDCA/VNI-ES nº 01/2015 do processo

Leia mais

EDITAL N. 19/PROPP, DE 29 DE AGOSTO DE 2014.

EDITAL N. 19/PROPP, DE 29 DE AGOSTO DE 2014. EDITAL N. 19/PROPP, DE 29 DE AGOSTO DE 2014. O Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, Prof. Dr. Cláudio Alves de Vasconcelos, no uso de suas

Leia mais

Unisa Universidade de Santo Amaro

Unisa Universidade de Santo Amaro 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE AGOSTO 2012. A Magnífica Reitora da Universidade de Santo

Leia mais

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA.

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unoeste, faz saber que

Leia mais

EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL Nº 17, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Por delegação de competência do Magnífico Reitor do Instituto Federal do Paraná - IFPR, conforme Portaria nº 419 de 01/07/2011,

Leia mais

EDITAL Nº 026 DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE

EDITAL Nº 026 DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS www.ufvjm.edu.br EDITAL Nº 026 DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 28 DE SETEMBRO DE 2015

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 28 DE SETEMBRO DE 2015 1ª RETIFICAÇÃO DO O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, Desembargador RAIMUNDO EUFRÁSIO ALVES FILHO, no uso de suas atribuições, nos termos estabelecidos no subitem 15.39, torna pública

Leia mais

Departamento de Pedagogia Campus Catalão/UFG. Edital Nº 001 /2011

Departamento de Pedagogia Campus Catalão/UFG. Edital Nº 001 /2011 Departamento de Pedagogia Campus Catalão/UFG Edital Nº 001 /2011 Estabelece normas do Processo Seletivo de candidatos ao Curso de Aperfeiçoamento Estatuto da Criança e do Adolescente modalidade a distância.

Leia mais