KICKBOXING. TABELA DE GRADUAÇÕES* FAIXA CARÊNCIA PONTOS DE PROMOÇÃO (PPs) Branca

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "KICKBOXING. TABELA DE GRADUAÇÕES* FAIXA CARÊNCIA PONTOS DE PROMOÇÃO (PPs) Branca"

Transcrição

1 Associação Internacional Full Contact Kickboxing Muay Thai Fundada em 10 de Janeiro de 2007 CNPJ: / Rua José Carlos Pace, Nº.395. Bairro Morumbi I. Foz do Iguaçu PR - Brasil C.E.P KICKBOXING O presente programa de Promoção de Faixas é um documento da Associação Internacional de Boxe, Full Contact, Kickboxing e Muay Thai, voltado para orientação e uniformização da graduação de nossos praticantes, que se indica pela cor da faixa usada no quadril (faixa convencional). A ordem das graduações é branca, amarela, alaranjada, verde, azul, marrom e preta. TABELA DE GRADUAÇÕES* FAIXA CARÊNCIA PONTOS DE PROMOÇÃO (PPs) IDADE MÍNIMA VALOR** Branca Amarela Alaranjada Verde Azul Marrom Preta Seis meses de treino Seis meses de registro como amarela Oito meses de registro como Alaranjada 12 meses de registro como Verde 18 meses de registro como Azul 24 meses de registro como Marrom R$ 45, R$ 50, R$ 60, R$ 140, R$ 200, R$ 400,00 * Toda promoção de graduação será em duas fases: 1) Pré-avaliação, com seminário; 2) Exame após tempo estimado como suficiente para serem desenvolvidas as atividades sugeridas no seminário. ** Até a faixa verde, os alunos podem solicitar isenção de custos monetários para a promoção de graduação, entretanto, terão que possuir os PPs correspondentes da graduação mais a quantidade de PPs na proporção de 1 PP = 1 real.

2 TABELA DE CUSTAS ITEM VALOR EM REAIS Anuidade de Faixa Branca a Verde R$ 15,00 Anuidade de Faixa Azul (monitor) R$ 25,00 Anuidade de Faixa Marrom (instrutor) R$ 35,00 Anuidade de Faixa Preta (professor) R$ 50,00 Anuidade Equipe (independente de quantidade de alunos, monitores, Custos de deslocamentos de 3 pessoas partindo de Foz do Iguaçu (2 vezes por ano) professores e Mestres) Emissão de certificados de participação em R$ 5,00 eventos Emissão de certificado de cartel R$ 5,00 2ª Via de documentos R$ 10,00 TABELA DE PONTOS DE PROMOÇÃO (PPs) ITEM PONTOS Organização de dados por evento 3 Organização de publicidade via redes 3 sociais Auxílio com logística de eventos (sem custos 3 ao voluntário) Ser Campeão de Dangai Kumite 3 Ser Campeão de Shiai Kumite 5 Auxílio de logística de eventos (com uso de 5 recursos ou materiais próprios) Funções de manutenção, limpeza e logística 5 de eventos (por turno) Participação em aulas especiais promovidas 5 pela Associação Internacional de Pugilismo Ser Campeão de Bushido Kumite ou 10 eventos de outras entidades (que seja reconhecido pela Associação Internacional de Pugilismo) Participação em seminários promovidos ou 10 indicados pela Associação Internacional de Pugilismo Funções técnicas em eventos (por turno) 10 Participação como atleta em eventos oficiais 10 da Associação Internacional de Pugilismo Participação como dirigente em eventos 10 oficiais da Associação Internacional de Pugilismo (sendo dirigente secundário) Participação como dirigente em eventos 15 oficiais da Associação Internacional de Pugilismo (sendo dirigente principal) Desenvolver conteúdos, ministrar aulas 15 especiais ou seminários da Associação Internacional de Pugilismo Co-idealizador/realizador de evento 20 Idealizador/realizador de evento 30 Ser Campeão de evento notório reconhecido 30 pela Associação Internacional de Pugilismo

3 PROMOÇÃO À FAIXA AMARELA Avançar e recuar em guarda, em ambas as bases; Execução, avançando em guarda, dos socos jab, direto, hook, gancho, uppercut, cruzados, swing, e giratório de mão; Execução isolada em ambas as bases dos chutes: frontal, semicircular, lateral, circular, cobertura (execução inicial interna e externa), giratório frontal, giro lateral, giratório, semicircular inverso; Execução de esquiva, interceptação e bloqueio de jab e direto em ambas as bases (em dupla); Execução de rasteira frontal com parte interna do pé (ashi barai); Execução de pêndulo em esquiva de cruzados em ambas as bases; Execução de interceptação de chute frontal em ambas as bases; Execução de bloqueio (guarda cruzada) de chutes semicircular e lateral em ambas as bases; Realização de movimentos (sombra), durante 2 minutos. Realização de luta de Light Contact, preferencialmente com aluno com promoção à faixa amarela na mesma ocasião. Histórico do Full Contact, Kickboxing e Muay Thai; Definições e distinções técnicas e táticas do Full Contact, Kickboxing e Muay Thai.

4 PROMOÇÃO À FAIXA ALARANJADA Execução de jab + direto + chute frontal (anterior) + cruzados (iniciando com base da frente), em ambas as bases; Execução de jab + cruzado (posterior) + chute semicircular (base da frente) + uppercuts (Iniciando com base da frente), em ambas as bases; Execução de cruzado (anterior) + gancho + chute circular (base posterior) + hooks, em ambas as bases; Execução de jab + giratório de mão + chute lateral (com a base que caiu a frente), em ambas as bases; Execução de movimentos livres (sombra) durante 3 minutos, devendo realizar todos os movimentos de socos e chutes; Luta defensiva de Semi Contact durante 3 minutos, preferencialmente com aluno recém promovido à Faixa Amarela, com espaço limitado; Realização de 2 rounds de Luta Simulada de 2 minutos por 1 de descanso, ambos de Full Contact, devendo haver uso de rasteira por frente com parte interna do pé (ashi barai); Realização de 3 rounds de 2 minutos por 1 de descanso, sendo 1 round de Light Contact, 1 de Semi Contato e 1 de Full Contact. Revisão sobre os conteúdos de promoção à Faixa Amarela; Dimensões filosóficas das lutas; Dimensões desportivas das lutas.

5 PROMOÇÃO À FAIXA VERDE Em dupla, executar jab + direto + low kick (anterior), em ambas as bases; Em dupla, executar jab + direto + low kick (posterior), em ambas as bases; Em dupla, realizar interceptação dos socos e bloqueios dos chutes dos dois itens acima descritos, em ambas as bases; Em duplas, executar jab + cruzado (posterior) + chutes semicirculares na região das costelas, em ambas as bases; Em duplas, realizar a interceptação, esquivas e bloqueios de pernas do item acima descrito, em ambas as bases; Execução em salto dos seguintes chutes: frontal, semicircular e lateral (se necessário, executar sem e com ponto fixo, ex. saco de panda ou companheiro); Execução de movimentos livres (sombra) durante 2 rounds de 2 minutos por 1 de descanso, em ambas as bases; 2 rounds de 2 minutos por 1 de descanso de Luta defensiva de Semi Contact, preferencialmente com aluno recém promovido à Faixa Alaranjada; Realização de 3 rounds de 3 minutos por 1 de descanso, sendo 1 de Luta Simulada, 1 de Semicontato e 1 de Contato Pleno, todos de Kickboxing. diferentes. Realização de outros 2 rounds de Kickboxing em Contato Pleno, com alunos Revisão dos conteúdos estudados anteriormente; Orientações gerais sobre aperfeiçoamento e especialização em determinada luta e/ou suas subcategorias; Noções gerais de Anatomia Humana; Noções gerais de Fisiologia do Exercício.

6 PROMOÇÃO À FAIXA AZUL Execução de jab + direto + chute frontal em salto (anterior) + cruzados, em ambas as bases; Execução de Jab + cruzado + chute semicircular em salto (anterior) + uppercuts, em ambas as bases; Execução de Jab + uppercut (posterior) + chute lateral em salto + chute semicircular, em ambas as bases; Execução em salto dos seguintes chutes: giro lateral, giratório e circular frente, em ambas as bases; Lutar Kickboxing defensivamente durante 3 minutos, preferencialmente com aluno recém promovido à Faixa Amarela e de peso semelhante; Lutar Full Contact de forma defensiva durante 2 minutos, utilizando-se apenas de jab, preferencialmente com aluno Faixa Alaranjada ou Verde; Lutar Full Contact de forma defensiva durante 2 minutos, utilizando-se apenas de chute frontal, preferencialmente com aluno Faixa Alaranjado ou Verde; Lutar 3 rounds de 3 minutos com 1 de descanso de Kickboxing, sendo 1 de Contato Leve, 1 de Semicontato e 1 de Contato Pleno, preferencialmente com alunos de graduação acima de Faixa Verde e com peso semelhante. De acordo com o número de praticantes candidatos e já Faixa Azul, realizar lutas de Kickboxing com Semicontato, de 2 minutos cada, com enfrentamento entre todos. Noções gerais sobre Primeiros Socorros; Noções gerais sobre métodos de estudos; Início de prática de oratória; Organização e Administração do Esporte.

7 PROMOÇÃO À FAIXA MARROM Execução de movimentos livres com todas técnicas de socos, chutes, esquivas, interceptações e bloqueios já praticados e solicitados; Desferir cotoveladas semicirculares, semicirculares reversas, frontais descendentes (inicio externos), frontais descendentes (inicio interno) e frontais ascendentes, em ambas as bases; Execução de jab + direto + joelhadas frontais, em ambas as bases; Execução de jab + hook (posterior) + joelhada semicircular inferior (posterior), em ambas as bases; Execução de jab + uppercut (posterior) + joelhada semicircular superior (posterior), em ambas as bases; Lutar defensivamente Kickboxing durante 3 minutos, preferencialmente com aluno recém promovido à Faixa verde e de peso semelhante; Lutar Kickboxing de forma defensiva durante 3 minutos, utilizando-se apenas de jab, preferencialmente com aluno Faixa verde ou superior e de peso semelhante; Lutar Kickboxing de forma defensiva durante 3 minutos, utilizando-se apenas de chute frontal, preferencialmente com aluno Faixa verde ou superior; Lutar 3 rounds de 2 minutos com 1 de descanso de Kickboxing, com contato pleno, preferencialmente com alunos de graduação acima de Faixa Verde e com peso semelhante; Lutar 3 rounds de 3 minutos com 1 de descanso de K-1 Rules, sendo 1 com Contato Leve, 1 com Semi Contato e 1 com Contato Pleno, exclusivamente com candidatos à Faixa Marrom e/ou Preta; Demonstrar 2 formas de imobilização com oponente em pé; Demonstrar 2 formas de imobilização com oponente deitado; Demonstrar formas seguras de quedas frontais, laterais e com rotação corporal (ukemis) Demonstrar 2 formas de desequilíbrio através das mãos (Te Waza); Demonstrar 2 formas de sufocamento (Shime Waza); Demonstrar 2 técnicas de projeções que predomine o uso de pernas (Ashi Waza);

8 Demonstrar 2 técnicas de projeções que predomine o uso do quadril (Koshi Waza); Demonstrar 2 técnicas de projeções que parta da própria projeção corporal (Sutemi Waza); Demonstrar formas de manipulações articulares (submissão) do punho, cotovelo, cintura escapular, joelho e coluna cervical. De acordo com o número de candidatos à Faixa Marrom, realizar Torneio de Kickboxing com Contato Pleno, onde cada luta tem a duração de 3 minutos (desenvolvendo formação de chaves, arbitragem, premiação e publicidade). Noções básicas sobre ética; Noções básicas sobre fases de desenvolvimento da criança; Noções básicas sobre aprendizagem; Conhecimento sobre as formas de saudações de outras Artes Marciais e terminologias empregadas para os movimentos técnicos; Apresentação de tema voltado para vivência da oratória.

9 PROMOÇÃO À FAIXA PRETA Lutar Kickboxing com Contato Pleno defensivamente durante 3 minutos, preferencialmente com aluno recém promovido à Faixa verde e de peso semelhante; Lutar K1-Rules de forma defensiva durante 3 minutos, utilizando-se apenas de jab, preferencialmente com aluno Faixa Marrom ou superior e de peso semelhante; Lutar K-1 Rules de forma defensiva durante 3 minutos, utilizando-se apenas de chute frontal, preferencialmente com aluno Marrom ou superior; Lutar Muay Thai com técnicas plenas; Lutar 3 rounds de 2 minutos com 1 de descanso de K-1 Rules com Contato Leve, preferencialmente com alunos de graduação acima de Faixa Verde e com peso semelhante; Lutar 2 rounds de 3 minutos com 1 de descanso de K-1 Rules com Semi Contato, exclusivamente com aluno Faixa Marrom e/ou Preta; Fazer 2 rounds de 3 minutos com 1 de descanso de Luta Simulada de Muay Thai; Demonstrar 3 formas de imobilização com oponente em pé; Demonstrar 4 formas de imobilização com oponente deitado; Demonstrar formas seguras de quedas frontais, laterais e com rotação corporal (Ukemis); Demonstrar 4 formas de desequilíbrio através das mãos (Te Waza); Demonstrar 4 formas de sufocamento com oponente de pé e deitado (Shime Waza); Demonstrar 4 técnicas de projeções que predomine o uso de pernas (Ashi Waza); Demonstrar 4 técnicas de projeções que predomine o uso do quadril (Koshi Waza); Demonstrar 4 técnicas de projeções que parta da própria projeção corporal (Sutemi Waza);

10 Demonstrar formas de manipulações articulares do punho, cotovelo, cintura escapular, joelho, tornozelo e coluna cervical. Demonstrar formas de defesa contra ataque de faca, na região abdominal, cabeça/pescoço; Executar defesa contra ataque de bastão curto; Demonstrar formas de desarmar um oponente próximo. Realizar luta (de MMA) com emprego de golpes de impacto, projeções, imobilizações, manipulações articulares e sufocamento, preferencialmente com alunos Faixa Marrom, candidatos à Faixa Preta e Faixa Preta. Noções gerais sobre Metodologia do Treinamento Desportivo; Noções gerais sobre Psicologia do Treinamento; Apresentação de um seminário com conteúdo sugerido ou disponibilizado pela Associação Internacional de Pugilismo.

SISTEMA DE GRADUAÇÃO DO BOXE CHINÊS ADOTADO PELA: (CSAKF) CONFEDERAÇÃO SULAMERICANA DE KUNG-FU

SISTEMA DE GRADUAÇÃO DO BOXE CHINÊS ADOTADO PELA: (CSAKF) CONFEDERAÇÃO SULAMERICANA DE KUNG-FU SISTEMA DE GRADUAÇÃO DO BOXE CHINÊS ADOTADO PELA: (CSAKF) CONFEDERAÇÃO SULAMERICANA DE KUNG-FU INICIANTE: (FAIXA BRANCA) Juramento 1 Posturas básicas Socos jab,s e diretos Defesa e esquiva de socos jab,s

Leia mais

Cor Descrição Especial Pode ser usado nas seguintes artes marciais

Cor Descrição Especial Pode ser usado nas seguintes artes marciais Programa de Exame para Cinto Amarelo Nº 1 2 3 4 5 6 Cor Descrição Especial Pode ser usado nas seguintes artes marciais Passos básicos de combate Esquiva sem defensiva Defesa de golpe por cima Defesa de

Leia mais

MATÉRIAS DE EXAME DE GRADUAÇÃO EM KICK BOXING / BOXE CHINÊS/ MUAY THAI

MATÉRIAS DE EXAME DE GRADUAÇÃO EM KICK BOXING / BOXE CHINÊS/ MUAY THAI KICK BOXING 2 GRAU FAIXA AMARELA/ BOXE CHINES 3 GRADUAÇÃO - FAIXA AMARELA MUAY THAI 3 NIVEL - KRUANG VERMELHA E 4 NIVEL KRUANG BRANCO COM PONTA AZUL CLARA a. 10 MINUTOS DE CORDA b. 50 FLEXÕES DE BRAÇO

Leia mais

PROPOSTA DE REFERENCIAL DE FORMAÇÃO

PROPOSTA DE REFERENCIAL DE FORMAÇÃO Federação: Federação Portuguesa de Lohan Tao Modalidade/Disciplina: Lohan Tao Conversão de Treinadores de Grau em Treinadores de Grau 1 Componente Prática: 10 horas Componente Teórica: 20 horas Total de

Leia mais

Av. João Crisóstomo, nº18 1º Dtº - 1000-179 Lisboa

Av. João Crisóstomo, nº18 1º Dtº - 1000-179 Lisboa CONSELHO NACIONAL DE GRADUAÇÕES PROGRAMA TÉCNICO GRADUAÇÕES Av. João Crisóstomo, nº18 1º Dtº - 1000-179 Lisboa I - REGULAMENTO 2 3 A evolução e os conhecimentos técnicos adquiridos ao longo dos anos é

Leia mais

Associação de Budo do Rio Grande do Norte. Graduação Técnica dos Alunos da Budokan. Instrutores- Aquiles F. Teixeira e Raimundo N.

Associação de Budo do Rio Grande do Norte. Graduação Técnica dos Alunos da Budokan. Instrutores- Aquiles F. Teixeira e Raimundo N. Associação de Budo do Rio Grande do Norte Graduação Técnica dos Alunos da Budokan COM AS ALTERAÇÕES DO DIA 29/08/13 DIR. TÉC: Aquiles Fernandes Teixeira PRESIDENTE: Raimundo Nonato Teixeira Instrutores-

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE KOSHO-RYU KENPO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE KOSHO-RYU KENPO PROGRAMA TÉCNICO OFICIAL KOSHO RYU KENPO HOMOLOGADO PELA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE KOSHO-RYU KENPO CINTO BRANCO PARA OBTER CINTO AMARELO 1- História do Kenpo 2- Saudação Oficial Kosho Ryu Kenpo 3- Posições,

Leia mais

Sistema de avaliações e graduações da

Sistema de avaliações e graduações da Sistema de avaliações e graduações da União de Ouro de Artes Desportivas de Portugal Elaborado pelo conselho de graduação da União de Ouro de Artes Desportivas de Portugal Conteúdo Técnico mínimo para

Leia mais

A FÍSICA ENVOLVIDA NOS GOLPES DE KARATÊ: GYAKU ZUKI E TAMESHIWARI

A FÍSICA ENVOLVIDA NOS GOLPES DE KARATÊ: GYAKU ZUKI E TAMESHIWARI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA CAMPUS PAULO AFONSO ENGENHARIA ELÉTRICA BRUNA PONTES DO NASCIMENTO JOÃO MANOEL DE ARAÚJO FILHO A FÍSICA ENVOLVIDA NOS GOLPES DE KARATÊ: GYAKU

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HAPKIDO TRADICIONAL ANHT REGULAMENTO INTERNO

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HAPKIDO TRADICIONAL ANHT REGULAMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HAPKIDO TRADICIONAL ANHT REGULAMENTO INTERNO Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O presente regulamento tem por finalidade determinar os critérios fundamentais que possibilitem as

Leia mais

Site: (61) / (61) (Tim) / (61) (vivo)

Site:  (61) / (61) (Tim) / (61) (vivo) CONVITE A Associação Paulo Roberto de Karate e Kickboxing Educativo tem a honra de convidar aos amigos, presidentes de Associações, clubes, escolas para o Open Brasília de Artes Marciais em comemoração

Leia mais

As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra

As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra VERSÃO RESUMIDA Introdução do manual É feito para quem quer resultados, tenistas ou professores! 1 Simples e completo! 11 fundamentos que tratam

Leia mais

EXAME DE GRADUAÇÃO PARA FAIXA-PRETA DE JUDÔ REGULAMENTO 2013

EXAME DE GRADUAÇÃO PARA FAIXA-PRETA DE JUDÔ REGULAMENTO 2013 FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ Rua Germaine Burchard, 451-3º Andar - sala 31 - Fone (011) 3862-0749 e FAX (011) 3673-0497 CNPJ nº 62.348.875/0001-36 - SÃO PAULO - SP - CEP 05002-062 ENTIDADE OFICIAL FUNDADA

Leia mais

Designação Judo na escola - da Educação Física ao Desporto Escolar. Região de Educação Área de Formação A B C D

Designação Judo na escola - da Educação Física ao Desporto Escolar. Região de Educação Área de Formação A B C D Acções de Formação c/despacho > Imprimir (id #89993) Ficha da Acção Designação Judo na escola - da Educação Física ao Desporto Escolar Região de Educação Área de Formação A B C D Classificação Formação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

A APKB faz parte do elenco de entidades que deu corpo a Federação de Kickboxing do Estado do Rio de Janeiro, fundada em 03 de março de 2000.

A APKB faz parte do elenco de entidades que deu corpo a Federação de Kickboxing do Estado do Rio de Janeiro, fundada em 03 de março de 2000. Histórico da APKB Esta associação foi fundada em 10 de janeiro de 1992, como Associação Pioneira de Full Contact, pelo Mestre Luís Cláudio de Souza Faixa Preta 5º Dan (In Memorium) graduado pelo Mestre

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento

Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento Lombar e Quadril E - Abraçar um joelho - Alongamento Deitado, segure embaixo de um joelho e puxe-o em direção ao peito até sentir o alongamento. Com 5 segundo(s) de descanso. Lombar e Quadril D - Abraçar

Leia mais

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada Professor: Mário Santos Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 8º Turma: A Nº Alunos: 20 Aula Nº: 1 e 2 Aula U.D. Nº: 1 e 2 de 3 Instalações: Pavilhão Data: 13-04-2010 Hora: 10h20min Duração: 75 minutos Unidade Didáctica:

Leia mais

CATEGORIAS CAMPEONATO BRASILEIRO KATA FEMININO KATA MASCULINO 1 ATE 6 ANOS CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS E 08 Anos CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS

CATEGORIAS CAMPEONATO BRASILEIRO KATA FEMININO KATA MASCULINO 1 ATE 6 ANOS CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS E 08 Anos CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS CATEGORIAS CAMPEONATO BRASILEIRO KATA FEMININO 1 ATE 6 ANOS CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS 2 07 E 08 Anos CRIANÇAS TODAS AS FAIXAS 3 9 E 10 ANOS CRIANÇA BRANCA VERDE 4 9 E 10 ANOS CRIANÇA ROXA PRETA 5 11 E 12

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização Lombar - Abdômen - Alongamento Em decúbito ventral coloque as mãos ao lado e empurre seu corpo para cima até sentir o alongamento. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização Deitado

Leia mais

Técnica de Boxe. Socos, ou golpes

Técnica de Boxe. Socos, ou golpes Técnica de Boxe No boxe, a defesa e o ataque são obtidos pelos punhos, devidamente protegidos. Geralmente, apontam-se quatro tipos de socos existentes. Todos os outros golpes são basicamente variantes

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão Mobilização da Coluna (fase 1) - ADM Ativa Deitado, pés no chão. Junte as palmas das mãos a frente com o braço esticado e mova para um lado, mantenha e mova para o outro. Alongamento da Coluna - Pernas

Leia mais

PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017

PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017 1 PROJETO SOCIAL DE KARATE 2017 Alunos: João da Silva Parcerias: MEDIANEIRA KARATÊ CLUBE MEDIANEIRA - PR 2017 2 PROJETO DE KARATÊ JUSTIFICATIVA Este projeto justifica-se, pela vontade do Medianeira Karatê

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 11º ANO PLANIFICAÇÃO

EDUCAÇÃO FÍSICA 11º ANO PLANIFICAÇÃO ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-402011 Objetivos gerais: Realizar atividades de forma autónoma, responsável e criativa Cooperar com outros em tarefas e projetos comuns Relacionar harmoniosamente

Leia mais

História e Definição do Karatê Tradicional

História e Definição do Karatê Tradicional História e Definição do Karatê Tradicional O Karatê moderno tem suas origens em mosteiros da China e Índia. Ele chegou ao Japão através desses monges e foi moldado à cultura local. Gichin Funakoshi era

Leia mais

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS , PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 2ºB ano BIMESTRE: 1º PROFESSORA: SELMA MARIA DE MELLO DE SOUZA FREIRE CONTEÚDO ESTRUTURAN TE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA/ OBJETIVOS

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão. Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão. Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento Lombar - Ponte - Fortalecimento Deitado, vagarosamente eleve os quadris o mais alto possível e mantenha. Dica: Contraia os glúteos e tente diminuir a lordose lombar. Faça 3 série(s) de 25 segundo(s) Lombar

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ Rua Germaine Burchard, 451-3º Andar - sala 31 - Fone (011) e FAX (011)

FEDERAÇÃO PAULISTA DE JUDÔ Rua Germaine Burchard, 451-3º Andar - sala 31 - Fone (011) e FAX (011) CNPJ nº 62.348.875/0001-36 - SÃO PAULO - SP - CEP 05002-062 ENTIDADE OFICIAL FUNDADA EM 17 DE ABRIL DE 1958 EXAME DE GRADUAÇÃO PARA FAIXA-PRETA DE JUDÔ REGULAMENTO 2010 A promoção de grau para Faixa-Preta

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO CENTRO DE GRAVIDADE. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

DETERMINAÇÃO DO CENTRO DE GRAVIDADE. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior P O C. G. refere-se a um ponto onde está concentrada toda a massa do corpo, sem que seu comportamento mecânico seja alterado Base de apoio P Para se manter em equilíbrio

Leia mais

Torneio de Atletismo de Pavilhão Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul

Torneio de Atletismo de Pavilhão Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul Data: 5 de março de 2016 Horário: 09h30 às 12h30 Organização: *Centro de Formação Desportiva de Atletismo Gonçalo Sampaio Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio

Leia mais

Faixa preta de Taekwondo, 6º Dan

Faixa preta de Taekwondo, 6º Dan Faixa preta de Taekwondo, 6º Dan INTRODUÇÃO O Taekwondo é uma arte de combate criada na Korea que utiliza os pés e mãos como defesa e ataque. No início parecia mais uma dança, mas em 1955 foram inseridas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia Humana I 2 2 80 Bioquímica e Biologia Molecular 2 0 40 Filosofia e Sociologia 2 0 40 1º Fundamentos Metodológicos de Futebol I 2 2 80 Fundamentos

Leia mais

onesport.sport

onesport.sport onesport.sport.50 WWW.ONESPORT.COM.BR 11-4744-7724 A MARCA - Criada para atender a crescente demanda do segmento esportivo, a W.T Mota Têxtil opera no mercado desde 1997, com mais de uma década de existência

Leia mais

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos.

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. Autores: Ft Mariana Machado Signoreti Profa. Msc. Evelyn Cristina Parolina A capoeira é uma manifestação

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 6º ano Ano letivo: 201.2014 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Oi zuki Aplicação com antecipação do soco durante o deslocamento.

Oi zuki Aplicação com antecipação do soco durante o deslocamento. Oi zuki Aplicação com antecipação do soco durante o deslocamento. Sérgio de Jesus Araújo Salvador, 19 de dezembro de 2015. Oi zuki: Aplicação com antecipação do soco durante o deslocamento. Sérgio de Jesus

Leia mais

REGULAMENTO DO EVENTO

REGULAMENTO DO EVENTO REGULAMENTO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO : 13/07:SEXTA FEIRA 19h00min ás 20h00min - Pesagem dos Atletas 14 / 07: SABADO 9h00min Cerimônia de Abertura Exibição Cassetete- Capoeira Competição de Formas Mãos Nuas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A Faculdade de Ciências de Administração de Pernambuco FCAP, como entidade de Ensino Superior integrante da UPE, criada pela Lei 2622 de 30 de novembro de 1956, comunga das

Leia mais

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / /

FOTO 3 X 4. Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado:   Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / FOTO 3 X 4 Nome: Endereço: Bairro: CEP: Cidade: Estado: E-mail: Fone: Associação ou Missão: União: Igreja: Distrito: Clube: Região: Iniciado em / / PRÉ-REQUISITOS Ter completado 18 anos de idade, no mínimo

Leia mais

REFERENCIAL DE FORMAÇÃO_Grau I

REFERENCIAL DE FORMAÇÃO_Grau I Federação: Federação Portuguesa de Jiu-Jitsu Brasileiro (FPJJB) Modalidade/Disciplina: Jiu Jitsu Brasileiro Conversão de Treinadores de Grau em Treinadores de Grau I Componente Prática: 8 horas Componente

Leia mais

SISTEMA DE GRADUAÇÃO EM WUSHU SANDA - BRASIL

SISTEMA DE GRADUAÇÃO EM WUSHU SANDA - BRASIL SISTEMA DE GRADUAÇÃO EM WUSHU SANDA - BRASIL Autor: Professor João Guedes Orientador: Professor Marcus Vinícius F. Alves PREFÁCIO A elaboração do Sistema de Graduação em Sanda Brasil representa uma época

Leia mais

ÁRVORE GENEOLÓGICA MUAY THAI - BRASIL

ÁRVORE GENEOLÓGICA MUAY THAI - BRASIL APOSTILA APOSTILA ÁRVORE GENEOLÓGICA MUAY THAI - BRASIL Mestre Nélio Borges (Curitiba) Flávio Molina (em memória) (Rio de Janeiro) Paulo Faria Sousa (Nikolai) (Campinas) Wilson Teodoro (Piracicaba) André

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2016

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2016 ANEXO I - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA DO Os critérios de avaliação da prova prática para os cargos de Agente Operacional Calceteiro, Agente Operacional Cozinheiro, Agente Operacional Eletricista,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA FLEXIBILIDADE NO TAEKWONDO

A IMPORTÂNCIA DA FLEXIBILIDADE NO TAEKWONDO A IMPORTÂNCIA DA FLEXIBILIDADE NO TAEKWONDO Claudiomar Antonio Vieira 1 Everton Paulo Roman 2 RESUMO O presente estudo teve o objetivo de realizar uma contextualização teórica em relação a importância

Leia mais

самбо методы SAMBO Alexandre CAMооборона Без Oружия самбо методы

самбо методы SAMBO Alexandre CAMооборона Без Oружия самбо методы самбо методы SAMBO Alexandre CAMооборона Без Oружия самбо методы SAMBO Sambo em russo: Cамбо é uma arte marcial moderna originariamente desenvolvida na União Soviética no início do século XX e reconhecida

Leia mais

Educação Física - 6º AO 9º ANO

Educação Física - 6º AO 9º ANO Conteúdos Programáticos Propostos para a Disciplina: Bimestre 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1º bimestre Jogo e : Competição e cooperação Jogos populares Jogos pré-desportivos Jogos cooperativos : modalidade

Leia mais

PLANO DE TRABALHO KARATÊ

PLANO DE TRABALHO KARATÊ PLANO DE TRABALHO KARATÊ Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER Afonso

Leia mais

ATENÇÃO: DATAS e PRAZOS IMPORTANTES. INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 23 DE OUTUBRO (SEXTA-FEIRA)

ATENÇÃO: DATAS e PRAZOS IMPORTANTES. INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 23 DE OUTUBRO (SEXTA-FEIRA) inscricao@fjjdrio.com.br Data: 31 de Outubro de 2015 Local: Clube Municipal Rua Hadock Lobo, 359 Tijuca Realização: FJJD-RIO Apoio: FLLS-RIO Direção Técnica: Carlão Barreto Diretor de arbitragem: Alan

Leia mais

Osteologia e Artrologia. Constituição e caracterização funcional do sistema ósteo-articular

Osteologia e Artrologia. Constituição e caracterização funcional do sistema ósteo-articular Constituição e caracterização funcional do sistema ósteo-articular Tema A NOÇÕES FUNDAMENTAIS PARA O ESTUDO DA ANATOMIA 1 Posição descritiva anatómica 2 Planos descritivos e noções associadas POSIÇÃO DESCRITIVA

Leia mais

UNIVERSIDAD SAN LORENZO UNISAL UNIVERSIDADES IBEROAMERICANAS UNIBAM PROGRAMA DE MESTRADO

UNIVERSIDAD SAN LORENZO UNISAL UNIVERSIDADES IBEROAMERICANAS UNIBAM PROGRAMA DE MESTRADO METODOLOGIA: Os encontros que acontecem em Sobral tem a seguinte estrutura: ETAPA 1 - Seis encontros presenciais para a realização dos Seminários Metodológicos Encontro 1 Metodologia da Investigação Qualitativa

Leia mais

ADECAM é um orgão que obedece as leis vigente nos país, aplicadas na constituição e na "Lei Pelé" visando a segurança para seus filiados.

ADECAM é um orgão que obedece as leis vigente nos país, aplicadas na constituição e na Lei Pelé visando a segurança para seus filiados. Modalidade: MUAY THAI. Caros PARTICIPANTES Agora a ADECAM dá continuidade no maior circuito de luta amadora do Sul do país, a fim de proporcionar e elevar a qualidade técnicas dos atletas e Academias participantes.

Leia mais

8º KYU - Branco/Amarelo

8º KYU - Branco/Amarelo Saudação: ASSOCIAÇÃO DE KARATE DE BEJA 8º KYU - Branco/Amarelo Za Rei Ritsu Rei Saudação de Joelhos Saudação de Pé Deslocamentos: Ayumi Ashi Deslocamento em que o pé de trás ultrassa o da frente Tsugi

Leia mais

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA OS EXERCÍCIOS ABDOMINAIS APRESENTADOS ABAIXO ESTÃO DIVIDIDOS DE ACORDOS COM SEU GRAU DE DIFICULDADE, ESTANDO CLASSIFICADOS COMO: EXERCÍCIOS LEVES EXERCÍCIOS INTERMEDIÁRIOS

Leia mais

Tradução do livro intitulado Kung Fu TOA in Germany. TERCEIRO CAPÍTULO Diferentes posturas em pé na arte marcial TOA

Tradução do livro intitulado Kung Fu TOA in Germany. TERCEIRO CAPÍTULO Diferentes posturas em pé na arte marcial TOA Tradução do livro intitulado Kung Fu TOA in Germany TERCEIRO CAPÍTULO Diferentes posturas em pé na arte marcial TOA Filosofia do TOA, aquecimento e estiramentos do corpo sem utilização de equipamento de

Leia mais

Regulamento para aprovação no exame de grau. PRA FRENTE JUDÔ

Regulamento para aprovação no exame de grau. PRA FRENTE JUDÔ Regulamento para aprovação no exame de grau. PRA FRENTE JUDÔ WWW.FECJU.COM.BR Regras Exame de faixas pretas 2012 DAS INSCRIÇÕES 1º Os candidatos a prestarem exame de graduação superior (Dan) deverão ser

Leia mais

LUTAS EM FOCO: O MUAY THAI E A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

LUTAS EM FOCO: O MUAY THAI E A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ LUTAS EM FOCO: O MUAY THAI E A MUDANÇA DE COMPORTAMENTO DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INTRODUÇÃO WALLYSON MOREIRA CAMPOS 1 JOÃO AIRTON DE MATOS PONTES 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FORTALEZA

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO POLÍCIA CIVIL

Leia mais

Projeto Meninos do Lago Núcleo de Iniciação Itaipu Binacional.

Projeto Meninos do Lago Núcleo de Iniciação Itaipu Binacional. Projeto Meninos do Lago Núcleo de Iniciação Itaipu Binacional. Plano de aula: Semana15 Professor (a): Fundamento da Semana: Objetivo Geral: Recursos Materiais: Turma: Faixa Amarela Ciclo de remada com

Leia mais

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor (a):selma Maria de Mello - Disciplina: Educação Física - Ano: 2014 - Período: 1º Bimestre Curso: Ensino Médio e Profissionalizante Turma: 1º ano A matutino ESTRUTURANTES

Leia mais

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken TÉCNICO CBV SAQUE POR CIMA - Sem SALTO Saque sem salto 1 a ensinar; Técnica geral será utilizada, nos saques com salto TRANSFERÊNCIA. POSTURA

Leia mais

Apostila Shidokan. Vocabulário. Uke = Defesa. Keri = Chute. Tsuki = Soco

Apostila Shidokan. Vocabulário. Uke = Defesa. Keri = Chute. Tsuki = Soco Apostila Shidokan Vocabulário Lei = Cumprimento Dougui = Uniforme Dôjo = Acadêmia Dôjo-Kun = Juramento do Aluno Sensei = Professor Shihan = Mestre Dôjo - Sei = Aluno da Acadêmia Shiro = Branco Aka = Vermelho

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Paraná

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Paraná ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE Paraná 2 O processo de envelhecimento pode acarretar na dependência de outras pessoas para a realização de atividades de vida diária. Existem cada vez mais evidências

Leia mais

Tong Il Moo Do Full Contact

Tong Il Moo Do Full Contact Projeto: Artes Marciais Para Uma Cultura de Paz Tong Il Moo Do Full Contact E.M.E.F Mitsutani I Jornalista Paulo Patarra Professor Responsável: Samuel Silva Ferreira Justificativa A juventude de hoje está

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Bianca Bitencourt da Silva 1.2 Público alvo: Alunos de 7º a 9º ano e Magistério 1.3 Duração: 2 aulas de 2 h e 30 min cada 1.4 Conteúdo

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA RÍTMICA JERNS / JEES 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA RÍTMICA JERNS / JEES 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO GINÁSTICA RÍTMICA JERNS / JEES 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE GINÁSTICA RÍTMICA JERNS / JEES 2015 1- CATEGORIAS: Definidas pelo regulamento geral do Evento. 2- EXERCÍCIOS: a) Categoria

Leia mais

TAl CHI CHUAN -SQN 104/105

TAl CHI CHUAN -SQN 104/105 1 -CRISTO REDENTOR (abraço universal) 2- SAUDAÇÃO ORIENTAL (respeito e humildade) 3 -MEDITAÇÃO TAl CHI CHUAN -SQN 104/105 PARTE I - ALONGAMENTO 4 -ROT AÇÃO DO TRONCO 1. Abrir mãos alternadas (acompanhar

Leia mais

FEDERAÇÃO MINEIRA DE ESPORTE DE CONTATO CONVITE

FEDERAÇÃO MINEIRA DE ESPORTE DE CONTATO CONVITE FEDERAÇÃO MINEIRA DE ESPORTE DE CONTATO CONVITE É uma honra e um prazer estende este convite á você afiliado da Federação Mineira de Esporte de Contato para participar da 6 Copa Minas Gerais de Esporte

Leia mais

Programa de Exames até 1ºKup

Programa de Exames até 1ºKup Associação Distrital de Taekwondo de Coimbra Programa de Exames até 1ºKup Versão: 3.0 Coimbra, 19 de Agosto de 2011 Departamento Técnico Programa de Exame de 10º Kup para 9º Kup (Branco/Amarelo) Ogul Parte

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA E CULTURAL SHINRAI

ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA E CULTURAL SHINRAI ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA E CULTURAL SHINRAI Associação fundada em 11 de fevereiro de 2014 tendo personalidade jurídica e de duração indeterminada com CNPJ: 20.044.290/0001-82. Com Escritório na Avenida 36

Leia mais

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 18, Nº 183, Agosto de 2013. http://www.efdeportes.com

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 18, Nº 183, Agosto de 2013. http://www.efdeportes.com Análise cinemática do chute circular no muay thai em praticantes iniciantes da modalidade Análisis cinemático de la patada circular en el muay thai en practicantes que se inician en la modalidad *Grupo

Leia mais

PLANO DE CURSO. 2. Identificar os conteúdos socioeducativos do ensino/aprendizagem do voleibol e do Handebol;

PLANO DE CURSO. 2. Identificar os conteúdos socioeducativos do ensino/aprendizagem do voleibol e do Handebol; PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Teoria e Metodologia das Modalidades Esportivas Coletivas I Professor: Israel Caboclo de Lima Neto E-mail: israel.educfisico@hotmail.com

Leia mais

A estrutura das atividades do X Encontro Estadual de História, edição 2010, deverá preferencialmente apresentar-se da seguinte forma:

A estrutura das atividades do X Encontro Estadual de História, edição 2010, deverá preferencialmente apresentar-se da seguinte forma: 1.ª CIRCULAR Chamada para candidaturas à sede da edição 2010 do X ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA promovido pela ANPUH-RS Através desta chamada, a Diretoria e o Conselho da Associação Nacional de História

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Para solicitar filiação junto a Federação Alagoana de Judô, são exigidas as seguintes condições:

REGIMENTO INTERNO. Para solicitar filiação junto a Federação Alagoana de Judô, são exigidas as seguintes condições: 1 - NORMAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS: REGIMENTO INTERNO Regulamento para Filiação e Vinculação de entidades. Filiação: As entidades de prática do desporto que contribuem com mensalidades fixadas pela diretoria

Leia mais

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO Índice: 1º Objetivo 2º Finalidade 3º Área de competição 4º Uniforme 5º Sistema de competição 6º Tempo de combate 7º Infrações e desclassificações

Leia mais

BOXE CHINÊS - REGRAS GERAIS

BOXE CHINÊS - REGRAS GERAIS BOXE CHINÊS - REGRAS GERAIS - O sistema adotado é o de vencer dois rounds. - Cada round tem a duração de dois minutos, haverá um minuto de intervalo entre os rounds - No caso de empate será feito um terçeiro

Leia mais

Site: (61) / (61) (Tim) / (61) (vivo)

Site:  (61) / (61) (Tim) / (61) (vivo) CONVITE A Associação Paulo Roberto de Karate Shotokan e Kickboxing tem a honra de convidar os amigos, presidentes de Associações, clubes, escolas para o Open Brasília de Artes Marciais em comemoração aos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ 1 ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DA LOUSÃ Objectivo Ser capaz de realizar uma corrida com barreiras - ritmada em velocidade máxima. Princípios a considerar Um barreirista é também um velocista Correr rápido

Leia mais

Treino para Prevenção de Quedas. O que é e como fazer

Treino para Prevenção de Quedas. O que é e como fazer Treino para Prevenção de Quedas O que é e como fazer Orientações Treino Prevenção de Quedas Com este treino você terá melhora no seu equilíbrio, força muscular e bem estar geral, reduzindo seu risco de

Leia mais

Porto Tatames São José

Porto Tatames São José Catálogo de Produtos PISOS PRODUTO DESCRIÇÃO COD UM TAMANHO COR VALOR PISO GRAVATINHA 1127 PL 1,12m x 1,22m x 10mm PISO GRAVATINHA 1126 PL 1,12m x 1,22m x 10mm BEGE PISO PASTILHADO MOEDA 467 PL 50cm x

Leia mais

ASPECTOS DO KOMBATO: GOLPES TRAUMÁTICOS QUANDO DESARMADO

ASPECTOS DO KOMBATO: GOLPES TRAUMÁTICOS QUANDO DESARMADO ASPECTOS DO KOMBATO: GOLPES TRAUMÁTICOS QUANDO DESARMADO Para resolver diversas situações de violência, é necessário o uso de golpes traumáticos. Estas são as ferramentas usadas para bater em diversas

Leia mais

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório final é o documento de caráter obrigatório que revela a experiência do aluno, deve retratar todas as suas reflexões sobre a prática vivenciada, estabelecer

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ensino Secundário Prova de Equivalência à Frequência de Educação Física Ano letivo 2014/2015 I. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

VALORES DE AFILIAÇAO

VALORES DE AFILIAÇAO Afiliada a CONFEDERAÇÃO MUNDIAL DE ARTES MARCIAIS AMADOR E PROFISSIONAL VALORES DE AFILIAÇAO Filiação Alvará Associação/Academia Necessário apresenta :CNPJ,Inscrição Municipal,n CREF (Ficha de afiação

Leia mais

Art. 5 - O vencedor será decidido da seguinte forma: a) Se um competidor se rende ou submete batendo a perna, braço ou verbalmente.

Art. 5 - O vencedor será decidido da seguinte forma: a) Se um competidor se rende ou submete batendo a perna, braço ou verbalmente. REGRAS SUBMISSION FIGHTING - ADCC Art. 1- Técnicas legais (permitidas) a) Qualquer tipo de queda; b) Qualquer tipo de estrangulamento; *com exceção de usar a mão para interromper a respiração Ex. tampar

Leia mais

Associação de Budo do Rio Grande do Norte Graduação Técnica dos Alunos da Budokan

Associação de Budo do Rio Grande do Norte Graduação Técnica dos Alunos da Budokan Associação de Budo do Rio Grande do Norte Graduação Técnica dos Alunos da Budokan COM AS ALTERAÇÕES DO DIA 05/03/02 DIR. TÉC: Aquiles Fernandes Teixeira PRESIDENTE:Raimundo Nonato Teixeira Instrutores-

Leia mais

GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS INICIAÇÃO NÍVEL 1

GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS INICIAÇÃO NÍVEL 1 GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS 1. TESTES DE INICIAÇÃO GERAL Os elementos impostos, que deverão ser acompanhados por um tema musical, poderão ser executados numa ordem aleatória. A música poderá

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SEBASTIÃO DA GAMA INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA - Prova teórica e prática 2016 Prova 28. 2º Ciclo do Ensino Básico 1. OBJETO DE AVALIAÇÃO A prova de Educação Física tem por referência o programa

Leia mais

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Instituto de Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Especialização: Tecnologias e Metodologias da Programação no Ensino Básico 16 17 Edição Instituto de Educação

Leia mais

Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 2016. Circular nº 01/2016. Ref.: RELATÓRIO DO SEMINÁRIO TÉCNICO E DE ARBITRAGEM DA FIJ. Senhores Presidentes,

Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 2016. Circular nº 01/2016. Ref.: RELATÓRIO DO SEMINÁRIO TÉCNICO E DE ARBITRAGEM DA FIJ. Senhores Presidentes, Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 2016. Circular nº 01/2016 Ref.: RELATÓRIO DO SEMINÁRIO TÉCNICO E DE ARBITRAGEM DA FIJ. Senhores Presidentes, A Federação Internacional de Judô (FIJ), com o apoio da Federação

Leia mais

Atividade Física. Corpo saudável é corpo em movimento.

Atividade Física. Corpo saudável é corpo em movimento. Atividade Física Corpo saudável é corpo em movimento. AtividAde física O sedentarismo pode ser definido como falta de atividade física suficiente e é considerado um dos principais fatores de risco para

Leia mais

LUVAS ACESSÓRIOS SACOS & APARADORES MUAY THAI BERMUDAS & SHORTS KIMONOS JIU-JITSU VESTUÁRIO MASCULINO VESTUÁRIO FEMININO BONÉS / UNDERWEAR / FAIXAS

LUVAS ACESSÓRIOS SACOS & APARADORES MUAY THAI BERMUDAS & SHORTS KIMONOS JIU-JITSU VESTUÁRIO MASCULINO VESTUÁRIO FEMININO BONÉS / UNDERWEAR / FAIXAS 1 03 04 05 07 08 10 12 15 16 17 LUVAS ACESSÓRIOS SACOS & APARADORES MUAY THAI BERMUDAS & SHORTS KIMONOS JIU-JITSU VESTUÁRIO MASCULINO VESTUÁRIO FEMININO BONÉS / UNDERWEAR / FAIXAS VESTUÁRIO DE PENFORMANCE

Leia mais

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 FUTSAL Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 ÍNDICE Índice... i FUTSAL... 1 Fundamentos técnicos:... 1 Posições dos Jogadores no Futsal:... 1 Regras:... 2 Campo... 2 Área de

Leia mais

JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008)

JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008) JUDÔ - (Certificado ISO 9001/2008) Objetivos: Promover e desenvolver a prática do judô, contribuindo para a formação integral da criança, proporcionando-lhe melhor qualidade de vida. No tatame, o aluno

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS CIDADE: QUERÊNCIA DO NORTE - PR REALIZAÇÃO CONSELHO DAS APAES MICRO-REGIÃO

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Currículo de Cursos por Período(Modelo UFES)

Universidade Federal do Espírito Santo Currículo de Cursos por Período(Modelo UFES) Curso: 253 - Educação Física - Bacharelado Nivel: Ensino Superior Grau Conferido: Bacharel em Educação Física Turno: Noturno Tipo: Curso Modalidade: Bacharelado Funcionamento: Em atividade Documento de

Leia mais

FAIXA AMARELA [YELOW BELT]

FAIXA AMARELA [YELOW BELT] INTRODUÇÃO O ponto importante nessa apostila de técnicas e conhecimentos é que na avaliação nos exames de graduação e promoção de faixas, como em qualquer tipo de prova, algumas matérias tem peso maior

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão Mobilização Neural - Nervo Ciático E deslizamento Deitado abraçe uma coxa próximo do joelho. Estique o joelho. Quando dobrar o joelho leve o queixo em direção ao peito. Retorne a cabeça e estique o joelho

Leia mais

Treinamento Esportivo.com

Treinamento Esportivo.com Treinamento Esportivo.com 2009 w w w. t r e i n a m e n t o e s p o r t i v o. c o m Página 0 APRESENTAÇÃO Este circuito de peso corporal surgiu anos atrás quando comecei a trabalhar com atletas de tênis

Leia mais