Cartilha Kit JUSTIÇA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cartilha Kit JUSTIÇA"

Transcrição

1 Cartilha Kit JUSTIÇA

2 Kit JUSTIÇA Os trabalhadores em educação da rede estadual vivenciaram nos últimos anos um processo de desrespeito aos seus direitos. O governo mineiro desconhece direitos adquiridos e a categoria fica prejudicada. Por isso, é necessário que o sindicato tenha sempre um departamento jurídico atuante na defesa dos direitos da categoria. O embate com o atual governo não ocorre apenas no aspecto da mobilização, mas, também no campo jurídico. Nesta perspectiva, o Sind-UTE MG investiu na reorganização do seu Departamento Jurídico, na descentralização do atendimento e apresenta este Kit Justiça contendo as principais ações propostas pelo Departamento. Desta forma investimos na informação como instrumento de luta. Lecioni Pereira Pinto Coordenadora do Departamento Jurídico do Sind-UTE MG Beatriz Cerqueira Coordenadora Geral do Sind-UTE MG 2

3 Vantagens publicadas e não pagas 1) Todos os servidores do quadro da educação (efetivo, efetivado e designado) que tenham vantagens publicadas e não pagas no contracheque. Exemplos: servidor designado que teve as vantagens cortadas face à interrupção do vínculo por mais de 300 dias; servidor que, mesmo efetivado, tenha tido o corte de vantagens face à interrupção do vínculo por mais de 300 dias; servidor efetivo, nomeado para um cargo, e que tenha tido contratos em outro cargo e, tendo requerido a transposição de tempo, deixou de receber as vantagens do tempo transposto). Cópia CI e CPF Contracheque recente Publicações das vantagens no Diário Oficial de Minas Gerais Contracheques que demonstrem o NÃO pagamento das vantagens Contagem de tempo dos últimos 5 ( cinco) anos Prescrição: Os valores referentes às vantagens que não foram pagas serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. Ação: Repetição de indébito 3,2% (Assistência Médica Ipsemg) Qualquer servidor, possuindo um ou dois cargos, que deseja a devolução da contribuição da Assistência Médica do Ipsemg dos últimos 5 (cinco) anos.* Cópia da CI e CPF Contracheque recente Contracheques dos últimos 5 (cinco) anos. Requerimento administrativo de exclusão da contribuição, caso o servidor opte por não usufruir da assistência médica do Ipsemg. * 1º) Para quem tem 1 cargo: Fundamentação: Foi declarado inconstitucional pelo STF o 4º do art. 85, da LC 64/2002, tendo em vista a compulsoriedade da contribuição. Prescrição: A devolução dos valores da assistência médica será limitada ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial até maio/2010 (data que entrou em vigor a Instrução Normativa SCAP02/2010). 3

4 2º) Para quem tem dois cargos: Fundamentação: Com a entrada em vigor da Lei Complementar (LC 121/2011) que alterou dispositivo da LC 64/2002, o Estado de Minas Gerais não efetuará mais duplamente a contribuição da Assistência Médica no contracheque dos servidores. Dessa forma, os servidores ocupantes de dois cargos poderão plentear a devolução da contribuição descontada duplamente em seus vencimentos no cargo que tiver a menor remuneração. Prescrição: A devolução dos valores da assistência médica será limitada ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial até dezembro de 2011 (data que entrou em vigor a LC 121/2011). Ainda, para os servidores ocupantes de dois cargos e que desejam a devolução dos valores descontados compulsoriamente no cargo que tem a maior remuneração, deverão encaminhar nova documentação para propositura da ação com base na declaração de inconstitucionalidade pelo STF do 4º do art. 85, da LC 64/2002, tendo em vista a compulsoriedade da contribuição. Prescrição: A devolução dos valores da assistência médica será limitada ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial até maio/2010 (data que entrou em vigor a Instrução Normativa SCAP02/2010). Importante ressaltar que o servidor que não deseja mais usufruir da assistência médica do Ipsemg (independente de possuir um ou dois cargos), deverá requerer administrativamente a exclusão da contribuição, antes do envio dos documentos para a propositura da ação judicial. Ação: Atraso no afastamento preliminar à aposentadoria Qualquer servidor que implementou tempo e idade para aposentar-se, ou apenas a idade e pretende aposentar-se com proventos proporcionais. Cópia de CI e CPF Contracheque recente Requerimento de afastamento preliminar datado.* Contagem de tempo completa (incluindo tempo averbado, se houver) Certidão de averbação de tempo, se houver. Declaração da escola informando que o servidor se encontra em exercício (se possível). * Requerer administrativamente e aguardar 60 dias para a concessão. Transcorrido o prazo sem a concessão, encaminhar a documentação para ajuizamento da ação. Mobilização dos/as Trabalhadores/as em Educação de Minas Gerais - Greve

5 Demora na publicação da aposentadoria Qualquer servidor que completou os requisitos de tempo e idade para aposentar-se, ou apenas a idade e pretende aposentar-se com proventos proporcionais. Cópia de CI e CPF Contracheque recente Publicação do Afastamento Preliminar no Diário Oficial de Minas Gerais Contagem de tempo (incluindo tempo averbado, se houver) Certidão de averbação de tempo, se houver Declaração da escola informando o saldo de férias prêmio e a que período elas se referem. * * Obs: esse documento é indispensável, posto que sem ele não é possível fazer o pedido de indenização. Ação: Correção de férias-prêmio pagas em espécie em atraso Qualquer servidor que recebeu, no ato da aposentadoria, os valores devidos pelas férias-prêmio em espécie, sem correção. Cópia de CI e CPF Contracheque recente Contracheque com o pagamento das férias prêmio Planilha de Calculo dos valores pagos fornecida pela SRE Documentado emitido pela SRE ou Escola constando o saldo de férias prêmio. Prescrição: 5 (cinco) anos a contar da data do recebimento das férias prêmio em espécie. Mobilização dos/as Trabalhadores/as em Educação de Minas Gerais - Greve

6 Indeferimento ou omissão na concessão do abono permanência Servidores que possuem os requisitos para aposentadoria voluntária (tempo e idade cumulativamente). Cópia de CI e CPF Contracheque recente Contagem de tempo completa Requerimento administrativo com pedido do abono.* *Observação Requerer administrativamente e aguardar 60 dias para a concessão. Transcorrido o prazo sem a concessão, mandar a documentação para ajuizamento da ação. Ação: Gratificação Regime Especial de Trabalho (RET) Servidores efetivos que recebem a Gratificação de Regime Especial de Trabalho e no entanto, tal gratificação não incide na base de calculo dos qüinqüênios adquiridos antes da EC 19/1998. Cópia de CI e CPF Publicação de todos os qüinqüênios Três contracheques posteriores a data da publicação da gratificação Últimos três contracheques Prescrição: Os valores referentes às vantagens que não foram pagas serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. Mobilização dos/as Trabalhadores/as em Educação de Minas Gerais - Greve

7 Recebimento de vantagens indevidas decorrentes da boa fé do servidor Qualquer servidor que supostamente recebeu valores pagos a maior pelo Estado de Minas Gerais. Cópia da CI e CPF Cópia Integral do Processo Administrativo Disciplinar (caso tenha) Contracheques com os descontos Carta ou Informativo da SRE informando sobre o debito (caso tenha) A ação deverá ser proposta tão logo se inicie os descontos no contracheque do servidor. Ação: Prorrogação da licença maternidade de 120 para 180 dias. Todas as servidoras do quadro da Educação. CI e CPF Atestado da licença-maternidade QI de designação (em caso de servidor designado) Publicação da Licença Maternidade Certidão de Nascimento do (a) filho (a) A documentação deverá ser enviada antes do termino da licença maternidade já concedida. Mobilização dos/as Trabalhadores/as em Educação de Minas Gerais - Greve

8 Promoção por escolaridade Todo servidor efetivo com mais de 8 anos de efetivo exercício. CI e CPF Contagem de tempo completa Publicação de todos os Acessos Publicação de todas as Promoções por Escolaridade Cópias dos Diplomas e Certificados Prescrição: As diferenças referentes às promoções por escolaridade serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial.* * Considerando que o direito ao recebimento das parcelas atrasadas prescrevem em 5 (cinco) anos, a cada mês que passa o servidor estará perdendo um mês de restituição. Então, quanto mais rápido o ajuizamento da ação, maior será o valor de restituição para o servidor. Ação: Recebimento dos biênios publicados ou não (até 31/12/2011) e ainda, a implementação no contracheque Todos os servidores do quadro da Educação que adquirem biênios. CI e CPF Contagem de tempo completa Publicação dos Biênios Observações: Prescrição: Os valores referentes às vantagens que não foram pagas serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. Mobilização dos/as Trabalhadores/as em Educação de Minas Gerais - Greve

9 Inclusão de dependente no Ipsemg Qualquer servidor que queira incluir como dependente filho (a) maior portador de doença incapacitante para os atos da vida civil; companheiro (a). Cópia da CI e CPF Negativa do Ipsemg quanto a inclusão do dependente; Documentos que comprovem a dependência* * Os casos de negativas comuns são: Se o (a) dependente do (a) servidor (a) for companheiro (a): tem que comprovar a união estável. Os documentos comprobatórios podem ser: Certidão de união estável perante o Cartório (caso tenha) Declaração de testemunhas, no mínimo de 3 (três), atestando a união estável Correspondências de diversos anos, em nome do (a) companheiro (a) no mesmo endereço do (a) servidor (a) Declaração de Imposto de Renda do (a) servidor (a) (caso tenha). Se o (a) dependente for filho (a) com problemas de saúde: Certidão de nascimento CI (caso tenha) Laudos médicos atestando a incapacidade e/ ou invalidez Se o (a) dependente for pai/mãe: Copia da CI e CPF Comprovantes de despesas mensais (água, luz, telefone, aluguel, alimentação, medicamentos e dentre outros), a ação pode ser ajuizada a qualquer tempo. Ação: Diferença Salarial do Subsídio para os servidores que optaram por retornar para a carreira antiga (Vencimento básico +Vantagens) Todo servidor da Educação que, quando da implantação do regime remuneratório único por meio do Subsídio (Lei Estadual nº /2010), optou por retornar ao regime anterior que era composto por vencimento básico e vantagens e não fizeram jus aoreajuste de 5% (cinco por cento). Cópia da CI e do CPF Os contracheques apartir do ano de 2010 até a presente data (todos). Prescrição: Os valores referentes às vantagens que não foram pagas serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. Para fazer jus à restituição integral da diferença salarial, o prazo máximo para envio da documentação é de dezembro/

10 Aposentadoria por invalidez de proporcional para integral Todos os servidores do quadro da Educação que foram aposentados por invalidez de forma proporcional, cuja natureza da doença que resultou na incapacidade laborativa seja considerada grave. Cópia da CI e CPF Cópia da FIPA (Folha de Instrução de Processo para Aposentadoria) Publicação do Afastamento Preliminar e da Aposentadoria no Diário Oficial de Minas Gerais. Cópia do Extrato Médico Cópia dos contracheques a partir do afastamento preliminar. Cópia de laudo médico (particular ou do Ipsemg) atestando que a doença do servidor é considerada grave. Observações: Prescrição: Os valores referentes da diferença salarial serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. Ação: Aposentadoria por idade (mudança na proporcionalidade) Todos os servidores ocupantes do quadro da docência que foram aposentados pela idade, cuja proporcionalidade não se levou em consideração o tempo de aposentadoria especial para professor (a). Cópia da CI e CPF Cópia da FIPA (Folha de Instrução de Processo para Aposentadoria) Publicação do Afastamento Preliminar e da Aposentadoria no Diário Oficial de Minas Gerais. Cópia dos contracheques a partir do afastamento preliminar. Observações: Prescrição: Os valores referentes da diferença salarial serão limitados ao prazo de 05 (cinco) anos anteriores à data da propositura da ação judicial. 10

11 Cumprimento do Pagamento do Piso Salarial Nacional Lei Federal nº /2008 O Departamento Jurídico do Sind-UTE/MG continua ajuizando ações judiciais visando o cumprimento do pagamento do piso salarial nacional, de acordo com a Lei Federal nº /2008. Com esta medida judicial pleiteamos: a) A declaração do direito do servidor a perceber como vencimento básico o piso salarial profissional nacional, conforme seu nível de escolaridade, corrigido e atualizado, tudo nos termos da Lei Federal nº /2008, incidindo sobre ele todas as vantagens e reflexos na carreira do autor até a implementação do piso. b) A condenação do Estado de Minas Gerais a implementar o piso salarial profissional nacional estabelecido pela Lei nº /2008 como vencimento básico no cargo do servidor; c) A condenação do Estado de Minas Gerais ao pagamento das diferenças resultantes entre o valor que efetivamente paga e o que era devido ao servidor, desde 1º de janeiro de 2008, para seu cargo, bem como seus reflexos no 13º salário, férias, 1/3 de férias, biênios, quinquênios e demais vantagens a que o Autor faz jus, devidamente atualizado, e acompanhada de juros devidos, tudo a ser apurado em liquidação de sentença. Quem pode ajuizar ação: trabalhadores em educação da rede estadual designados, efetivados, efetivos e aposentados com paridade com os servidores em atividade. declaração e procuração (disponíveis no site do Sind-UTE/MG), cópia de documento de identidade e CPF, contracheque de janeiro de 2008 até o último recebido no ano de 2011 ORIENTAÇÕES GERAIS Os demais casos referentes a aposentadoria, acúmulo de cargos, averbação de tempo, exoneração, remoção, mudança de lotação, verba retida, vantagens, rateio de férias e dentre outros que não estão descritos neste Kit serão analisados caso a caso pelo Departamento. Ao enviar a documentação, procure a subsede do Sind-UTE/MG responsável pela sua região. Para que o Departamento ajuíze qualquer ação, o servidor deve ser filiado ao sindicato ou filiar-se no ato da apresentação da documentação. Ficha de filiação, procuração, relatório e declaração de pobreza (que devem acompanhar a documentação) estão disponíveis no site do sindicato: 11

12 Expediente DIREÇÃO ESTADUAL SIND-UTE MG GESTÃO 2009/2012 COORDENAÇÃO GERAL Beatriz da Silva Cerqueira (Betim) DEPARTAMENTO DE ORGANIZAÇÃO Coordenação: Lourdes Aparecida De Jesus Vasconcelos (Belo Horizonte) Jonas William Pereira Da Costa (Belo Horizonte) Renata Aparecida Gonçalves De O. Alves (Belo Horizonte) Secretaria de Redes Municipais Luiz Fernando De Souza Oliveira (Betim/Contagem) Andresa Aparecida Rocha Rodrigues (Mário Campos) Maria Do Carmo Cristelli De Oliveira (Sete Lagoas) Maria Nazaré Dos Santos (Fufa São João Del Rei) Secretaria de Aposentados Ana Lúcia Moreira (Belo Horizonte) Nivalda Maria Perobelli (Juiz de Fora) Josué Ferreira Dos Reis (Araxá) DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO Coordenação: Marilda De Abreu Araújo (Divinópolis) DEPARTAMENTO JURÍDICO Coordenação: Lecioni Pereira Pinto (Capinópolis) Idalina Franco De Oliveira (Belo Horizonte) DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO Coordenação: José Luiz Rodrigues (Betim) Mônica Maria De Souza (Belo Horizonte) Feliciana Alves Do Vale Saldanha (Ipatinga) DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO E CULTURA Coordenação: Paulo Henrique Santos Fonseca (Contagem) Ronaldo Geraldo De Morais (Ribeirão das Neves) Fevereiro/2012 DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS SOCIAIS Coordenação: Geraldo Miguel De Souza (Belo Horizonte) Joílton Beltrão De Matos (Belo Horizonte) Florismundo Mello (SEDES/Belo Horizonte) DIRETORES REGIONAIS Abdon Geraldo Guimarães (Varginha) Aida Helena Andrade Junqueira Costa (Três Corações) Alexandre Faustino Da Silvam (Alfenas) Alvino Nepomuceno De Britto (Itabira) Ana Lúcia da Silva (Viçosa) Donizette Lima Do Nascimento (Montes Claros) José Eurípedes Lopes (Uberlândia) Luiz Carlos Silva Da Cunha (Pouso Alegre) Manoel Rosalvo Pereira (Nanuque) Maria Alice Pereira Rocha (Buritizeiro) Maria Da Conceição Monteiro de Castro (Coronel Fabriciano) Maria Geralda De Ávila (Diamantina) Maria Helena Gabriel (Uberaba) Maria Natália Ribas Palma (Pirapora) Marilde Rodrigues Campos. (Almenara) Mary Suely Santos Pinheiro (Jordânia) Múcio Alberto Cordeiro Alves (Turmalina) Nalseny Alves Antunes (Montes Claros) Rita De Cássia Silva Figueiredo (João Monlevade) Ronaldo Amélio Ferreira (Uberlândia) Sandra Lúcia Couto Bittencourt (Muriaé) Sônia Pereira De Sousa (Conselheiro Lafaete) Welshman Gustavo Pinheiro (Salinas) Wesley Soares Merêncio (Capinópolis) Zailde Figueiredo Santos (Teófilo Otoni) Projeto Gráfico/ Ilustrações: Eficaz Comunicação Fotos: Taís Ferreira Realização: Sind-UTE/MG Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais Rua Ipiranga, nº 80 - Floresta - BH/MG - Tel.: (31)

Cartilha. 1/3 DA JORNADA DO/a PROFESSOR/a PARA HORA-ATIVIDADE É LEGAL É ESSENCIAL PARA UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Cartilha. 1/3 DA JORNADA DO/a PROFESSOR/a PARA HORA-ATIVIDADE É LEGAL É ESSENCIAL PARA UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE Cartilha 1/3 DA JORNADA DO/a PROFESSOR/a PARA HORA-ATIVIDADE É LEGAL É ESSENCIAL PARA UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE Educação de Qualidade desafio nacional Os desafios para a construção de uma educação de qualidade

Leia mais

Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais

Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais 2013 1 HISTÓRICO De 2008 até 2012, os professores da rede estadual trabalharam uma jornada de sala de aula superior ao limite determinado

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES POR QUE LUTAMOS E PARA QUEM LUTAMOS 2014 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES Campanha Salarial NÃO Educacional ACEITAMOS JOGO SUJO! 2014 EXIGIMOS RESPEITO. FILIADO À Campanha Salarial Educacional 2014 - Pauta de Reivindicações

Leia mais

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Assunto: Situação previdenciária dos servidores públicos estaduais efetivados pela Lei Complementar Estadual nº100, de 2007, à vista da decisão proferida

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS Palestra Tema: Formalização de Processo Administrativo na Gestão de Pessoas Aposentadoria é a contraprestação assistencial por serviços prestados, nos termos da

Leia mais

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA TERCEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, considerando as

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL);

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL); PROTOCOLO GERAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÕES: 1. APOSENTADORIA REQUERIMENTO ASSINADO PELO SERVIDOR E COM VISTO DO CHEFE IMEDIATO (ORIGINAL); OBS.: APOSENTADORIA COMPULSÓRIA - NÃO É NECESSÁRIO

Leia mais

Class. Geral / Class. PNE*

Class. Geral / Class. PNE* IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Processo Seletivo Simplificado - Edital IBGE nº 05/2009 Relação de classificados - AGENTE CENSITÁRIO DE INFORMÁTICA (ACI) - MG Município / Área de

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA)

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) Resolução-CSDP nº 062, de 10 de setembro de 2010 Dispõe sobre a concessão de férias aos Defensores Públicos do Estado do Tocantins e dá outras providências. O CONSELHO SUPERIOR

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA 2005 FIXAÇÃO DOS PROVENTOS PELA MÉDIA DAS MAIORES REMUNERAÇÕES A Emenda Constitucional nº 41, de 19.12.2003, introduziu a regra de fixação

Leia mais

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) Onde obtenho informações sobre aposentadoria? Resposta: No site da Secretaria Municipal de Administração (www.rio.rj.gov.br/sma), na parte destina a Serviços, há uma seção chamada Aposentadoria: Quanto

Leia mais

Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013

Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Código: MAP-DIPESGEP-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerencia de Cadastro e Remuneração Aprovado por: Diretoria de Gestão de Pessoas 1 OBJETIVO Estabelece critérios e procedimentos

Leia mais

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO Agenda Horário Assunto Palestrante 8:00h às 8:30h Abertura da Reunião pelo Secretário da SEPOG Philipe Nottingham 8:30h às 9:30h Apresentação do Processo de Aposentadoria nova

Leia mais

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1- DEFINIÇÃO APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1.1 Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos calculados de acordo com a média aritmética das maiores remunerações,

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO

APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO Direito Previdenciário APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO Rafael Gabarra www.gabarra.adv.br ROTEIRO I. RGPS x RPPS II. Aposentadoria Especial III. Servidor Público - RPPS IV. Omissão MI s Súmula

Leia mais

1ª EDIÇÃO CAMPOS DOS GOYTACAZES DEZEMBRO/2010

1ª EDIÇÃO CAMPOS DOS GOYTACAZES DEZEMBRO/2010 1ª EDIÇÃO CAMPOS DOS GOYTACAZES DEZEMBRO/2010 Índice Como tramita o processo...6 e 7 Abono Pecuniário... 8 Abono de Permanência... 8 Aposentadoria... 9 Auxílio Funeral...10 Auxílio Natalidade...11 Averbação

Leia mais

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas:

N.º 114 14/05/2015. Professor/a que atualmente está no nível TII (nível licenciatura curta) Alterações propostas: N.º 114 14/05/2015 www.sindutemg.org.br (31) 3481-2020 sindute@sindutemg.org.br Educadores/as realizam, dia 14/05, assembleia estadual para avaliar e deliberar sobre as propostas de Salário e Carreira

Leia mais

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS Cidade Região População Evangélicos %Evang MANTENA ValedoAçoMG 27,1 12,1 44,6% TIMOTEO ValedoAçoMG 81,2 33,2 40,9% IPATINGA ValedoAçoMG 239,5 96,2 40,2% CORONEL FABRICIANO ValedoAçoMG

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES.

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. Fortalecendo o Futuro! PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. ======================== Informações aos Segurados. ======================== 1 Apresentação Este manual foi elaborado

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

DELEGACIAS REGIONAIS

DELEGACIAS REGIONAIS DELEGACIAS REGIONAIS IPATINGA 001 IPATINGA - (01ª DRPC) Av. João Valentim Pascoal, Nº 309 Centro regional.ipatinga@pc.mg.gov.br 35.160-003 (31) 3822-1390 (31) 3822-2933 (31) 3822-2349 (31) 3822-8656 CURVELO

Leia mais

Nº DO PROCESSO OBJETO RESULTADOS 1 0018076-53.2004.4.01.3400 Indenização pela não concessão de revisão geral de 1999 a 2001.

Nº DO PROCESSO OBJETO RESULTADOS 1 0018076-53.2004.4.01.3400 Indenização pela não concessão de revisão geral de 1999 a 2001. RELATÓRIO DE AÇÕES JUDICIAIS Atualmente, a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social ANMP possui diversas ações coletivas com o objetivo de tutelar os direitos e os interesses dos Peritos

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA GERÊNCIA GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 14/2012 ATUALIZADA EM JANEIRO/2014 APOSENTADORIA

Leia mais

FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site:

FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site: FETTROMINAS FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS Presidente: Antônio da Costa Miranda Site: www.fettrominas.com.br E-mail: fettrominas@fettrominas.com.br Endereço:

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF AGOSTO de 2014 Direção: Marlette Rose Galvão Alves Organograma elaborado com base na Portaria nº 45.242,de 21/07/2011-BS nº 117/2011 Departamento de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ARAGUAIA Av. Carlos Hugueney, 552 - Centro - CEP.: 78.780-000 Tel/Fax.: (065) 481 1139-481 1431 LEI N.º 761/93 Dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público municipal de Alto Araguaia. O Prefeito Municipal de Alto Araguaia, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, faço saber que

Leia mais

Acampados no Palácio das Mangabeiras, educadores realizam atividades pedagógicas

Acampados no Palácio das Mangabeiras, educadores realizam atividades pedagógicas segunda-feira, 2 de setembro de 2013 SUBSEDE MURIAÉ Data: 02/09/13 Acampados no Palácio das Mangabeiras, educadores realizam atividades pedagógicas Neste domingo, a discussão foi sobre o Encontro do Movimento

Leia mais

Esclarecimentos sobre subsídio. Quem terá o direito de optar por receber subsídio. O que é incorporado para compor o subsídio

Esclarecimentos sobre subsídio. Quem terá o direito de optar por receber subsídio. O que é incorporado para compor o subsídio N.º 24 20/01/2011 www.sindutemg.org.br (31) 3481-2020 sindute@sindutemg.org.br Esclarecimentos sobre subsídio Os 47 dias de greve em 2010 tiveram como principal objetivo modificar o salário dos trabalhadores

Leia mais

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS ÓRGÃO LOCAL DE RECURSOS HUMANOS Aposentadoria

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS ÓRGÃO LOCAL DE RECURSOS HUMANOS Aposentadoria PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS ÓRGÃO LOCAL DE RECURSOS HUMANOS Aposentadoria 1) Onde obtenho informações sobre aposentadoria? Resposta: No site da Secretaria Municipal de Administração (www.rio.rj.gov.br/sma),

Leia mais

O seu futuro em boas mãos

O seu futuro em boas mãos O seu futuro em boas mãos Previdência Social de Campina Grande do Sul Paraná Previdência Social de Campina Grande do Sul Paraná Março 1994 Aposentadoria por Tempo de Contribuição Os Servidores Públicos

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA 1.1 Aposentadoria por invalidez Destina-se aos professores cuja incapacidade ao trabalho é confirmada pelo setor de perícias médicas do INSS. Uma vez concedida

Leia mais

INFORMATIVO DO SERVIDOR

INFORMATIVO DO SERVIDOR INFORMATIVO DO SERVIDOR APOSENTADORIA ATENDIMENTO AUXÍLIO-CRECHE AUXÍLIO-FUNERAL AUXÍLIO-RECLUSÃO BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS CALENDÁRIO DE PAGAMENTO CONTRACHEQUE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA DECLARAÇÃO

Leia mais

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS O SINTFUB entende que o servidor que está para aposentar tem de ter esclarecimento sobre os tipos e regras para aposentadorias hoje vigentes antes de requerer esse direito.

Leia mais

Aposentadoria. Especial

Aposentadoria. Especial MANDADO DE INJUNÇÃO Nº. 880 Aposentadoria Especial Em 21 respostas, o que você precisa saber após a decisão do STF que assegura contagem especial de tempo de serviço e aposentadoria especial para servidores

Leia mais

1. Finalidade Estabelecer critérios e procedimentos para a efetivação das Aposentadorias Compulsória, Voluntária e por Invalidez.

1. Finalidade Estabelecer critérios e procedimentos para a efetivação das Aposentadorias Compulsória, Voluntária e por Invalidez. 1. Finalidade Estabelecer critérios e procedimentos para a efetivação das Aposentadorias Compulsória, Voluntária e por Invalidez. 2. Base Legal e Normativa 2.1. Art. 40, 1º, inciso II, da Constituição

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 27/2012 O PLENO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARUJÁ GUARUJÁ PREVIDÊNCIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARUJÁ GUARUJÁ PREVIDÊNCIA PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARUJÁ GUARUJÁ PREVIDÊNCIA Cartilha dos Direitos Previdenciários dos Servidores Públicos do Município de Guarujá Atualizada até a Emenda 70 de 29 de março de 2012 Caro servidor

Leia mais

MANUAL DO SERVIDOR APOSENTÁVEL. Servidor, este manual tem o objetivo de orientá-lo, por ocasião da aposentadoria.

MANUAL DO SERVIDOR APOSENTÁVEL. Servidor, este manual tem o objetivo de orientá-lo, por ocasião da aposentadoria. MANUAL DO SERVIDOR APOSENTÁVEL Servidor, este manual tem o objetivo de orientá-lo, por ocasião da aposentadoria. Onde requerer sua aposentadoria? Dirigir-se ao Órgão de Pessoal da Secretaria em que estiver

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO ÁREA DE RECURSOS HUMANOS

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO ÁREA DE RECURSOS HUMANOS DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ABERTURA DE PROCESSOS A formalização do processo torna-se procedimento indispensável para solicitação de quaisquer serviços ou benefícios. Desta forma, é necessário fazer juntada

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Conselho e da Justiça Federal de primeiro

Leia mais

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Página 01 Paranaguá Previdência Lei Complementar do Município Nº 53/2006 Página 02 PREZADO SEGURADO Com início das atividades

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP DAP DIVISÃO DE PAGAMENTO E ATENDIMENTO SEÇÃO DE CONTROLE DE PAGAMENTO MACROPROCESSO: 2 PROCESSAMENTO DA FOLHA PROCESSO: 2.1 PAGAMENTO DE SERVIDORES ATIVOS FORNECEDOR ATIVIDADES PRODUTO CLIENTE RECOMENDAÇÕES

Leia mais

Relação dos documentos necessários para Aposentadoria

Relação dos documentos necessários para Aposentadoria 1 /11 a) APOSENTADORIA POR INVALIDEZ Laudo Médico Expedido pela DIMS; civil atual); Histórico-funcional (dados de ingresso na Instituição: data, cargo, nível, regime de trabalho, forma de ingresso) - RHC;

Leia mais

art. 5º - Para efeito desde Regulamento, considera-se: II - indenização: valor devido aos beneficiários, em caso de sinistro;

art. 5º - Para efeito desde Regulamento, considera-se: II - indenização: valor devido aos beneficiários, em caso de sinistro; Assessoria Jurídica da Asscontas informa sobre as indenizações do pecúlio, seguro coletivo e seguro do cônjuge do Programa Estadual de Assistência ao Pecúlio dos Servidores do Estado de Minas Gerais: Muitos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE APOSENTADORIA

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE APOSENTADORIA MANUAL DE INSTRUÇÕES DE APOSENTADORIA BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS 2ª Edição - novembro de 2012 APRESENTAÇÃO ÍNDICE Este Manual foi elaborado com a finalidade de orientar a instrução dos processos de

Leia mais

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP APOSENTADORIAS E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP Valéria Porto Diretora do Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Brasília, 26 de outubro de 2010 Regras de Aposentadorias

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS

PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS O Sindicato dos Administradores, dando continuidade aos procedimentos para ajuizar ação judicial contra a Caixa Econômica Federal, na Justiça

Leia mais

Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos SMADRH Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos SMARH

Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos SMADRH Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos SMARH SEQÜÊNCIA DE DOCUMENTOS/INFORMAÇÕES NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA Voluntária Compulsória Laudo médico Unid. Resp. pela inclusão 1. Requerimento para aposentadoria voluntária (ARHRP 00604049) X UCP 2.

Leia mais

AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS. a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória

AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS. a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória A contribuição previdenciária só incide sobre o salário (espécie) e não

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

AÇÃO VISANDO A TRIBUTAÇÃO DAS CONVERSÕES/VENDAS DE ABONOS ASSIDUIDADE/APIP, FÉRIAS, FOLGAS E LICENÇAS- PRÊMIO E JUROS DE MORA CONTRA A UNIÃO

AÇÃO VISANDO A TRIBUTAÇÃO DAS CONVERSÕES/VENDAS DE ABONOS ASSIDUIDADE/APIP, FÉRIAS, FOLGAS E LICENÇAS- PRÊMIO E JUROS DE MORA CONTRA A UNIÃO 1 AÇÃO VISANDO A TRIBUTAÇÃO DAS CONVERSÕES/VENDAS DE ABONOS ASSIDUIDADE/APIP, FÉRIAS, FOLGAS E LICENÇAS- PRÊMIO E JUROS DE MORA CONTRA A UNIÃO A Receita Federal não pode cobrar o imposto de renda/ir dos

Leia mais

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes.

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes. CARTILHA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO O REGIME GERAL DA PREVIDENCIA SOCIAL É REGIDO PELAS LEIS 8.212 E 8.213/91 E TEM POR FINALIDADE ASSEGURAR À SEUS FILIADOS RECEBER BENEFÍCIOS QUE SUBSTITUAM SUA RENDA.

Leia mais

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Comissão: Ana Maria Coelho Laurenti Elisângela Rodrigues Carrijo José Francisco Gregoracci Marco Antonio Zanni Maria Helena Pereira Rosalini Prof. Dr Mauro Rocha Côrtes

Leia mais

Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br

Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA DECORRENTES DE SENTENÇA Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br Qualquer débito decorrente de decisão judicial, incide juros ainda que

Leia mais

2013-2014 O ISSA E O RPPS - PREVIDÊNCIA SOCIAL

2013-2014 O ISSA E O RPPS - PREVIDÊNCIA SOCIAL 2013-2014 ISSA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ANÁPOLIS O ISSA E O RPPS - PREVIDÊNCIA SOCIAL ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL - 2013-2016 PREFEITO: JOÃO BATISTA GOMES PINTO ADMINISTRAÇÃO DO ISSA 2013-2014

Leia mais

Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013

Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013 Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013 Jurídico em ação Luta judicial do Sindicato Acompanhe nesta edição a situação das ações desde 2010 Sem abrir mão da luta por meio da mobilização sindical e mantendo

Leia mais

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio.

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio. ESPÉCIES DE BENEFÍCIOS PARA OS SEGURADOS 1. APOSENTADORIA Aposentadoria por Invalidez No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para

Leia mais

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014)

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) Dispõe sobrea forma e o prazo de pagamento da Taxa pela Utilização Potencial do Serviço de Extinção de Incêndio relativa ao exercício de 2014,

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - IPREV CARTILHA PREVIDENCIÁRIA

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - IPREV CARTILHA PREVIDENCIÁRIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - IPREV CARTILHA PREVIDENCIÁRIA APRESENTAÇÃO A equipe do Instituto de Previdência Municipal de São Gonçalo do Amarante - IPREV apresenta a

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS O Executivo municipal sentindo a necessidade de adotar o Regime Próprio de Previdência Social para os servidores públicos titulares de cargos de provimento efetivo da Prefeitura, do DAEV e da Câmara, e

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA PELO CANDIDATO E MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR NO MOMENTO DA

Leia mais

REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO

REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO Governo do Estado de Minas Gerais REPOSICIONAMENTO POR TEMPO DE SERVIÇO Belo Horizonte, 12 de janeiro de 2010 1 SUMÁRIO 1. Previsão legal 2. Regulamentação 3. Contagem de tempo 3.1. Marco inicial 3.2.

Leia mais

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Regulamenta o inciso II do 4 do art. 40 da Constituição Federal, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial ao servidor público titular de cargo efetivo

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG CARTILHA PREVIDENCIÁRIA 2ª EDIÇÃO Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. I João 4:8 APRESENTAÇÃO Prezados

Leia mais

CARTILHA SOBRE DIREITO À APOSENTADORIA ESPECIAL APÓS A DECISÃO DO STF NO MANDADO DE INJUNÇÃO Nº 880 ORIENTAÇÕES DA ASSESSORIA JURIDICA DA FENASPS

CARTILHA SOBRE DIREITO À APOSENTADORIA ESPECIAL APÓS A DECISÃO DO STF NO MANDADO DE INJUNÇÃO Nº 880 ORIENTAÇÕES DA ASSESSORIA JURIDICA DA FENASPS CARTILHA SOBRE DIREITO À APOSENTADORIA ESPECIAL APÓS A DECISÃO DO STF NO MANDADO DE INJUNÇÃO Nº 880 ORIENTAÇÕES DA ASSESSORIA JURIDICA DA FENASPS 1. Que entidades conseguiram no Supremo Tribunal Federal

Leia mais

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 36 SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Congressistas deputados federais e senadores tinham até 1997 um regime próprio de Previdência Social (I.P.C.)

Leia mais

AÇÕES ADURN INFORMATIVO

AÇÕES ADURN INFORMATIVO AÇÕES ADURN INFORMATIVO AÇÕES COLETIVAS IR E PSS SUSPENSÃO DA INCIDÊNCIA DE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA E IMPOSTO DE RENDA SOBRE ADICIONAL NOTURNO E DE INSALUBRIDADE, 1/3 DE FÉRIAS OU DEMAIS VERBAS DE

Leia mais

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS RPPS E RGPS GUAXUPÉ MG AMOG - Associação dos Municípios da Microrregião da Baixa Mogiana. Pedro Antônio Moreira - AFRFB RGPS REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Art 201 ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DO SERVIDOR PÚBLICO O RPPS é estabelecido por lei elaborada em cada um dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal, e se destina exclusivamente aos servidores públicos titulares

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A doença do empregado e o contrato de trabalho Rodrigo Ribeiro Bueno*. A COMPROVAÇÃO DA DOENÇA DO EMPREGADO A justificação da ausência do empregado motivada por doença, para a percepção

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIAS

REGRAS DE APOSENTADORIAS REGRAS DE APOSENTADORIAS Cartilha elaborada para reunião com servidores de Betim - Maio/2015 O IPREMB O IPREMB é uma autarquia que operacionaliza e administra o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS)

Leia mais

II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre

II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre Realização: Apoio: O Previmpa e o Cadastro Previdenciário Palestrante: Dalvin Gabriel José de Souza Atuário Previmpa Finalidade: Mediante

Leia mais

Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais

Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais Regulamentação de 1/3 de Hora-Atividade na Rede Estadual de Minas Gerais 2013 FILIADO À 1 HISTÓRICO De 2008 até 2012, os professores da rede estadual trabalharam uma jornada de sala de aula superior ao

Leia mais

CÓDIGO: 248 IMPOSTO DE RENDA DEVOLUÇÃO DE IR RECOLHIDO NA VENDA DE FÉRIAS, LICENÇA PRÊMIO E ABONO ASSIDUIDADE.

CÓDIGO: 248 IMPOSTO DE RENDA DEVOLUÇÃO DE IR RECOLHIDO NA VENDA DE FÉRIAS, LICENÇA PRÊMIO E ABONO ASSIDUIDADE. CÓDIGO: 248 IMPOSTO DE RENDA DEVOLUÇÃO DE IR RECOLHIDO NA VENDA DE FÉRIAS, LICENÇA PRÊMIO E ABONO ASSIDUIDADE. Pedido: Requer a compensação dos valores indevidamente tributados relativos a conversão em

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Publicada no DJE/STF, n. 122, p. 1-2 em 24/6/2015. RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870530002293/PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : NILVA SGARBOZA SANCHES RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL 200870530002293

Leia mais

INFORMATIVO PREVIQUAM.

INFORMATIVO PREVIQUAM. INFORMATIVO PREVIQUAM. INSTITUIDO PELA LEI Nº. 480 DE 24/03/1994 O QUE É PREVIQUAM? É uma autarquia com personalidade jurídica própria que destina-se a assegurar aos Servidores públicos Municipais de São

Leia mais

PRAZO LIMITE PARA DIGITAÇÃO: 16:00 ARQUIVO DATAPREV: MESMO DIA (D+0)

PRAZO LIMITE PARA DIGITAÇÃO: 16:00 ARQUIVO DATAPREV: MESMO DIA (D+0) Áreas Envolvidas: Área Responsável Negócio Gerência Geral Comercial Fábio Yamaguro Roteiro Operacional Promotora Gerência Geral Comercial Ricardo Silva Empréstimo Cartão Débito C/C Gerência Geral Comercial

Leia mais

Coordenação de Cadastro/DP

Coordenação de Cadastro/DP CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP SEÇÃO DE CADASTRO Controle

Leia mais

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Dispositivo Prazo Referência Art. 12 Art. 13 1º Até 2 anos Validade do concurso público - podendo ser prorrogado

Leia mais

PRINCIPAIS AÇÕES COLETIVAS EM ANDAMENTO

PRINCIPAIS AÇÕES COLETIVAS EM ANDAMENTO PRINCIPAIS AÇÕES COLETIVAS EM ANDAMENTO Assunto: URV O Departamento Jurídico do SITRAEMG é responsável pelo acompanhamento de mais de 200 (duzentas) ações plúrimas referentes à incorporação do percentual

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni Comparecer no Setor de Apoio ao Aluno (SAA) da unidade em que foi préselecionado na data e horário agendado, com todas as cópias e originais

Leia mais

Regras de Aposentadorias e Pensões

Regras de Aposentadorias e Pensões Seguridade Social: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 60, DE 20 DE AGOSTO DE 2012 (DOU de 21/08/2012 Seção I Pág. 54)

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 60, DE 20 DE AGOSTO DE 2012 (DOU de 21/08/2012 Seção I Pág. 54) INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 60, DE 20 DE AGOSTO DE 2012 (DOU de 21/08/2012 Seção I Pág. 54) Dispõe sobre os procedimentos operacionais a serem adotados pelas Unidades de

Leia mais

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008 NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR O sistema de previdência dos servidores públicos após as emendas constitucionais nº 20/1998, 41/2003 e 47/2007 novembro de 2008 Crescendo a cada luta.

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. INTRODUÇÃO O direito previdenciário é o ramo do Direito que disciplina a estrutura das organizações, o custeio, os benefícios e os beneficiários do sistema previdenciário. A

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais e tendo em vista o que dispõem os artigos

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Disciplina: Direito do Trabalho I Professora: Cláudia Glênia JUR: 3231 MATERIAL APENAS PARA ROTEIRO DISCIPLINAR, NÃO DEVE SER

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor,

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor, 1 3 5 APRESENTAÇÃO Prezado servidor, A Lei Municipal nº 5.111 de 23 de novembro de 2010 criou o AMERIPREV, que é o responsável pela gestão do RPPS, Regime Próprio de Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014 Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT Agenda Dados Cadastrais (ADP/CAD) Quadro de Cargos (QDR) Folha de Pagamento (REM/DES) Identificação

Leia mais

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO SALVADOR-BA, 17 DE JULHO DE 2004 PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO RPPS INSTITUÍDOS NO BRASIL Possibilidade

Leia mais

ANEXO II. Relação de documentos necessários à propositura das ações previdenciárias no JEF Canoas

ANEXO II. Relação de documentos necessários à propositura das ações previdenciárias no JEF Canoas ANEXO II Relação de documentos necessários à propositura das ações previdenciárias no JEF Canoas 1. AÇÕES REVISIONAIS A. IRSM inicial) e a DIB (data do início do benefício); mensal inicial do benefício;

Leia mais

Vida Funcional. Direitos e benefícios dos Servidores Municipais. Na CF/88, Redação Original. Na EC 20/98, Regras Permanentes.

Vida Funcional. Direitos e benefícios dos Servidores Municipais. Na CF/88, Redação Original. Na EC 20/98, Regras Permanentes. Aposentadoria As Regras de Aposentadoria constantes da redação original da Constituição Federal (C.F.) de 1988 foram alteradas pelas Emendas Constitucionais (E.C.) 20/98, 41/03 e 47/05. A Aprofem, ao longo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA. DECISÃO MONOCRÁTICA. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA REMESSA OFICIAL N. 200.2010.034-761-21001. ORIGEM : 2.a Vara da Fazenda Pública da Comarca da

Leia mais

Relação dos documentos necessários para Aposentadoria. Página 1 /17. a) APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

Relação dos documentos necessários para Aposentadoria. Página 1 /17. a) APOSENTADORIA POR INVALIDEZ 1 /17 a) APOSENTADORIA POR INVALIDEZ Laudo Médico expedido pela Perícia Médica da PARANAPREVIDÊNCIA; civil atual); Histórico-funcional/dossiê (dados de ingresso na Instituição: data, cargo, nível, regime

Leia mais