Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2013-2014 2013-2014 1"

Transcrição

1

2 2

3

4

5

6 Na sua cidade, fazendo a diferença na sua vida.

7

8 Carta ao leitor Passo Fundo é a Capital do Planalto Médio, Polo na Área de Serviços, com destaque para o setor da Saúde. O município é sede de um dos maiores centros médicos do Sul do Brasil, com nove hospitais, e o segundo maior e mais moderno centro de diagnóstico. Com cerca de mil médicos atuando nas mais variadas especialidades, dezenas de laboratórios e clínicas especializadas, o município atrai todos os dias milhares pessoas de quase 500 municípios do Rio Grande do Sul e Oeste Catarinense para atendimento em saúde. Na odontologia são mais de 800 profissionais atuando em clínicas e consultórios particulares que fazem desde a prevenção das doenças, procedimentos clínicos curativos, como processos mais complexos estéticos e cirúrgicos. O patamar conquistado pelo município de cidade polo e referência em saúde é resultado da parceria de instituições de ensino e saúde, da dedicação e empreendedorismo de seus gestores ao longo das décadas. Buscando expor este perfil é que o Grupo ON de Comunicação lança a primeira edição do ANUÁRIO DA SAÚDE Passo Fundo Polo Regional. Numa visão de Raio-X, a publicação mostra de forma objetiva e pontual os serviços oferecidos, contextualizando o leitor no aspecto histórico, geográfico e econômico. O perfil de Polo Regional em Saúde começou a ser moldado a partir da década 1940, quando os médicos residentes em Passo Fundo se deslocavam para o Interior a fim de atender a população que não tinha acesso a qualquer tipo de assistência médica. Foi assim, com o então Distrito de Sertão, localidade que abrigava a Estação Experimental de Trigo. Quando havia necessidade de cuidados aos moradores, um carro era colocado sobre os trilhos de trem, que conduzia os profissionais até o local para prestar atendimento. O processo de transformação em centro de atendimento à saúde teve impulso com a criação das Faculdades de Odontologia e de Medicina da Universidade de Passo Fundo. A parceria das instituições de ensino com os Hospitais São Vicente de Paulo e da Cidade, o surgimento de hospitais especializados, centros de diagnósticos, laboratórios, o investimento em tecnologia e pesquisa consolidaram, ao longo das últimas décadas, a vocação do município. Passo Fundo é hoje referência nacional em diversas áreas de atuação da saúde como gestação de alto risco, hemodiálise, tratamento de câncer, transplantes, atendimento emergencial e possui centro de diagnóstico dos mais avançados em tecnologia. O corpo clínico abrange as mais diferentes especialidades. Também é referência na formação profissional para este mercado de trabalho. Saúde a todos e Boa leitura! Zulmara Izabel Colussi Editora 8

9 Foto: Rafael Czamanski 9

10 Sumário Passo Fundo e a vocação da influência regional Educando para a saúde Passo Fundo conta com 9 Hospitais Exames de diagnóstico entre os mais avançados Referência para gestações de alto risco Setor de hemodiálise do HSVP atende 23 pacientes por turno Atendimento focado na humanização 58 Grupo de Pele do HSVP atua no combate e na prevenção de lesões 62 10

11 64 Múcio de Castro Emergência:salvando vidas Diretor Presidente: Múcio de Castro Filho Editora-Chefe: Zulmara Colussi 74 Tratamentos de ponta na área da oncologia 78 Comunicação por tablets, atendimento integral e tecnologia: marcas do intensivismo Conselho Editorial Múcio de Castro Filho Clarice Martins da Fonseca de Castro Milton Valdomiro Roos Antero Camisa Junior Dárcio Vieira Marques Paulo Sérgio Osório Valentina de Los Angeles Baigorria MC- Rede Passo Fundo de Jornalismo Ltda Rua Silva Jardim, 325 A - Bairro Annes CEP Caixa postal 651 Fone: (54) Passo Fundo RS Fones Geral: (54) Redação: (54) Assinaturas: (54) Classificados: (54) Circulação: (54) Contatos Circulação: Comercial: Redação: Administrativo: Orçamento de R$ 60 milhões 86 Sucursal em Porto Alegre: GRUPO DE DIÁRIOS - Rua Garibaldi, 659, conj. 102 Porto Alegre-RS. Representante para Brasília: CENTRAL COMUNICAÇÃO. Representante para São Paulo e Rio de Janeiro: TRÁFEGO PUBLICIDADE E MARKETING LTDA Avenida Treze de Maio, sala Rio de Janeiro RJ. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida, copiada, transcrita ou mesmo transmitida por meios eletrônicos ou gravações sem a referida citação de autoria. Área da odontologia tem mais de 800 profissionais atuando 88 Filiado à Editora: Zulmara Colussi Produção: Glenda Mendes, Gerson Lopes, Luiz Carlos Schneider com Assessorias de Comunicação das instituições de ensino e saúde de Passo Fundo. Fotos: Banco de Imagens de O Nacional, Hospital São Vicente de Paulo, Hospital da Cidade, UPF e divulgação. Projeto gráfico, diagramação, infográficos e capa: Cássia Paula Colla 11

12 Passo Fundo e a vocação da influência regional Capital regional de primeiro nível, o município influencia mais de 1 milhão de habitantes 12 Passo Fundo está localizada na região Norte do Rio Grande do Sul. Com 157 anos completados em 2014, o município tem uma área territorial de 783,421 Km² e uma população de pessoas. A sua formação iniciou ainda em 1827, como resultado da ocupação do Planalto Médio e Alto Uruguai. O nome da cidade surgiu em razão do Rio Passo Fundo, marco referencial importante para a passagem dos tropeiros que abriram um novo caminho para encurtar o trajeto até a feira de Sorocaba e Minas Gerais. Considerado Capital do Planalto Médio, Passo Fundo é Polo Regional em serviços, com destaque para a área de saúde. E como capital regional de primeiro nível, tem uma população sob sua influência direta superior a 1 milhão de habitantes, distribuída em uma área de ,22 km² e municípios. Na área específica da saúde, o município atinge a quase 500 municípios gaúchos e de outras partes do Brasil, com destaque para os estados catarinense e paranaense.

13 População + 5,1%* Taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais (2010) 97,45% Urbana 2,55% Rural Passo Fundo RS Brasil 3,6 % 4,5 % 8,6 % Mulheres 52% Homens 48% Domicílios Famílias residentes Densidade demográfica 235,92 hab/km² Prefeito Luciano Palma de Azevedo *Variação da população estimada entre 2012/2013 Média de moradores em domicílios 2,97 Cor 83 % Brancos 14 % 2 % 1 % Pardos Pretos Amarelos e índios Corede Produção Passo Fundo faz parte do Corede Produção, que reúne 21 municípios e habitantes. O PIB acumulado da região é de R$ e o Per Capita R$ (2011). O PIB acumulado da região R$ Per Capita R$

14 Entre os melhores índices de desenvolvimento humano Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Passo Fundo alcançou o patamar de alto desenvolvimento. Isso coloca o município na posição 168 entre os melhores índices dos municípios do Brasil e IDHM geral superior à média nacional. No item de saúde, Passo Fundo saiu do patamar de médio desenvolvimento Fonte: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) - Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). registrado em 2000 para muito alto em Este resultado mostra como os investimentos públicos e privados contribuíram para qualificar o acesso aos erviços de saúde em Passo Fundo. A pesquisa foi divulgada em 2014, baseada nos dados do Censo

15 Alto desempenho na saúde Outro índice que mostra a evolução e a importância dos serviços de saúde é o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese). Neste levantamento, realizado pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), Passo Fundo também melhorou em todos os grupos avaliados no período de 2007 a O objetivo da pesquisa é diferenciar os municípios e regiões gaúchas entre si, para orientar políticas públicas e a distribuição dos recursos. No indicador de saúde, o município ganhou uma posição, passando de 6º para 5º no ranking, resultado do avanço do Idese de 0,786 para 0,800. O município apresenta praticamente todos os subindicadores de saúde acima de 0,800, número considerado alto desempenho. A melhora foi puxada principalmente pela taxa de mortalidade de menores de 5 anos (de 0,896 para 0,925), aumento da longevidade da população (de 0,805 para 0,826) e pela taxa de óbitos por causas mal definidas (de 0,971 para 0,949). Nos indicadores de saúde do Idese, Passo Fundo registra ALTO DESEM- PENHO. 15

16 Orçamento em saúde é de R$ 60 milhões O município de Passo Fundo investe 66% do total, sendo 33% de receitas estadual e federal A Secretaria Municipal de Saúde de Passo Fundo disponibiliza uma estrutura de 40 unidades básicas de saúde, incluindo cinco Centros de Atendimento Integrados à Saúde (CAIS), 16 ambulatórios com Programa Saúde da Família (PSF) e Programas Agentes Comunitários e Saúde (PACS), e 23 ambulatórios de atendimento básico e um especializado. Outras cinco unidades de saúde estão sendo construídas. O município conta ainda com um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD), e com o CAPS II para transtornos mentais. Hospital ampliado A Secretaria de Saúde é responsável pela administração do Hospital Beneficente Dr. César Santos, que conta com 47 leitos. Um projeto de revitalização do Hospital prevê investimento de R$ 22 milhões e deverá triplicar o atendimento, transformando a demanda de baixa para alta complexidade. Além da recuperação da estrutura já existente no local, que tem área de 5,2 mil metros quadrados, será feita uma nova construção, que vai deixar a casa hospitalar com um total de 10 mil metros quadrados. Com a revitalização completa, a previsão é que aumente o número de leitos da instituição, passando para 150 leitos para atendimento clínico geral, saúde mental, cirurgia de baixa e alta complexidade, cuidados prolongados e UTI. Também, será modernizado o Pronto Atendimento Adulto, Odontológico e Pediátrico e o Centro Cirúrgico, além do novo Centro de Diagnóstico (Tomografia e Ressonância). De acordo com o secretário de Saúde, Luiz Artur Rosa Filho, a secretaria trabalha com um orçamento anual de R$ 60 milhões, sendo 66% deste total repassado pelo município e outros 33% de recursos obtidos com os governos estadual e federal. Ao todo, são aproximadamente 600 funcionários. Conselho Municipal de Saúde O Conselho Municipal de Saúde é composto por representantes da comunidade, usuários do SUS, do governo, dos prestadores de serviços em saúde e dos profissionais de saúde. Sua composição é paritária, significa que a metade, 50%, são representantes da comunidade usuária e a outra metade pelas demais representações. As reuniões do Conselho são abertas a toda a comunidade. Seu papel é exercer o controle social do SUS, isto é, fiscalizar, planejar, propor e controlar os recursos destinados à área de saúde no orçamento do município, bem como propor o Plano Municipal de Saúde na Lei de Diretrizes Orçamentárias e Plano Plurianual. Ainda exerce o controle, o planejamento e a fiscalização do Fundo Municipal de Saúde, fundo este para onde são destinados os recursos a serem gastos com a saúde no município. 16

17 17

18 EDUCANDO PARA A SAÚDE Odontologia UPF (SPU) Medicina UPF Odontologia Imed Odontolog Fasurgs 18

19 FOTO: DIVULGAÇÃO/FASURGS Um polo de saúde que resulta em ensino Em Passo Fundo a saúde gera ensino, através de um polo educacional do setor que conta com mais de 20 cursos superiores e técnicos. Com três cursos de Medicina e três de Odontologia, Passo Fundo está em condição privilegiada em ciências biológicas e da saúde. É um importante referencial na qualificação profissional, na pesquisa e na evolução da qualidade de vida. Além de graduações e pós-graduações, o setor educacional de Passo Fundo oferece cursos de formação técnica em saúde. Um elo que também fortaleceu o setor educacional para as outras ciências. É um complexo de ensino em todos os níveis, através de instituições públicas e particulares. O segmento é reforçado por cursos pré-vestibulares, MBA, escolas de línguas e cursos específicos. Referencial em saúde, Passo Fundo também é um centro de ensino dedicado à saúde ia Medicina UFFS Medicina Imed 19

20 Medicina da UPF Faculdade consolidou Passo Fundo como polo de saúde Já nos anos 1950, Passo Fundo era uma referência na área da saúde. Contava com um corpo médico renomado, tinha hospitais que recebiam pacientes da região e de outros estados. Também despertava o interesse comunitário pelo ensino superior. E a sonhada universidade comunitária teve por base a fusão, em 1967, entre a Sociedade Pró-Universidade e o Consórcio Universitário Católico. A SPU já mantinha os cursos de Direito, Odontologia (pioneiro na área) e Agronomia, enquanto o CUC respondia pela Filosofia, Pedagogia e Letras. Surgia a UPF - Universidade de Passo Fundo, criada oficialmente em 6 de junho de Luta comunitária Formada em 1950, a Sociedade Pró-Universidade tinha abrangência regional e um objetivo de formação multiprofissional. O embrião da escola de Medicina já estava engajado nessa luta comunitária. Em 1961 a SPU aprovou um corpo (Foto: Czamanski/Arquivo UPF) Instalações do curso de Medicina da UPF Um sonho comunitário concretizou seus objetivos para propiciar a evolução do ensino e da qualidade de vida Depois docente e requereu autorização para funcionamento do curso. O andamento da proposta evoluiu somente a partir de 1967, então através da Fundação Universidade de Passo Fundo. Foi criada em 11 de abril de Antes Antigo prédio da Filosofia passou para a Medicina 1969 pela Câmara de Ensino Superior e o MEC autorizou o início das atividades. Em 9 de março de 1970 foi oficialmente instalada a Faculdade de Medicina da UPF, reconhecida em 1975 pelo Conselho Federal de Educação. 2 0

21 Evolução e consolidação O início do curso de Medicina causou impacto e projetou a UPF no cenário da educação em nível nacional. Passo Fundo ganhou um novo patamar entre as cidades gaúchas. Um sonho comunitário dava início à concretização de seus objetivos, propiciando a evolução do ensino e da qualidade de vida. Com o novo referencial, a área da saúde teve expansão científica e também quantitativa. Assim, consolidou-se a condição de Passo Fundo como cidade-polo da saúde no Sul do Brasil. Evoluíram os serviços oferecidos, cresceu a rede hospitalar, chegaram novas especialidades e a tecnologia de ponta é disputada por clínicas e laboratórios. Esse desenvolvimento propiciou a instalação de novos cursos da área, inclusive mais dois de Medicina. Uma consolidação na prestação de serviços, que também propicia excelentes resultados na saúde econômica do município. Qualificação e desenvolvimento A evolução constante da Medicina na UPF O curso de Medicina da Universidade de Passo Fundo atende as atuais diretrizes curriculares e as políticas do Sistema Único de Saúde para a formação de médicos que deem atendimento às demandas sociais. Tem como objetivo formar profissionais com perfil generalista, humanista, crítico, reflexivo e ético. Em 2014 a instituição contabiliza egressos para atuar no Brasil e no exterior. Após a reforma curricular, em 1997, ocorreu a consolidação do ensino da Medicina Ambulatorial, com a implantação do Ambulatório Central da UPF. Assim, iniciou-se nova fase na Faculdade de Medicina com a incorporação do Ambulatório Central no Hospital São Vicente de Paulo. FOTO: GELSOLI CASAGRANDE/UPF Estrutura para o aprendizado 21

22 Qualidade e autotransformação A qualidade do ensino é comprovada pelos resultados obtidos no Enade - Exame Nacional de Desempenho de Estudante. Na última avaliação a Medicina da UPF obteve o conceito máximo. O curso tem acompanhado as exigências legais, com base nas determinações do MEC através da Secretaria de Ensino Superior. Assim, desenvolve o projeto de Autotransformação da Faculdade de Medicina da UPF, que redefiniu a estrutura curricular para adaptar-se às novas exigências de um século caracterizado como do conhecimento, comunicação, tecnologia e mudanças rápidas. Uma das ações foi a instituição do Mestrado Interinstitucional em Medicina, conveniado entre a UFRGS e UPF. Com o objetivo de qualificação do corpo docente, ampliou o número de mestres e doutores. A área da pesquisa também aumentou seus projetos e conta com mais pesquisadores. Procedimentos simulados em manequins A Faculdade de Medicina da UPF já formou MÉDICOS Fontes: Gilberto Borges Bortolin, diretor da Faculdade de Medicina e Jose Ivo Scherer, coordenador do curso, através da Imprensa UPF Estrutura e cenários O desenvolvimento do ensino e aprendizagem ganha apoio através de cursos interinstitucionais, aperfeiçoamento pedagógico, oferta de materiais, tecnologia e equipamentos. O curso conta com múltiplos cenários de ensino como os hospitais São Vicente e da Cidade (Passo Fundo) e Caridade (Carazinho). Através do laboratório de habilidades são simulados procedimentos em manequins, além de oferecer ambulatórios, as clínicas e uma biblioteca biomédica. A UPF oferece o Moodle como ambiente virtual de aprendizagem. Conta com três grandes programas de intercâmbio nos cursos de graduação e pós-graduação, através de 57 acordos de cooperação firmados com 13 países. 22

23 Estrutura física facilita qualificação Fotos: Gelsoli Casagrande/UPF Odontologia na UPF Pioneirismo no ensino superior da saúde Antecedendo a formação da própria Universidade de Passo Fundo, foi em 1961 que a Faculdade de Odontologia iniciou suas atividades. Precursora nos cursos da saúde na região, integrava a Sociedade Pró-Universidade que originou a UPF. A Faculdade de Odontologia da UPF foi pioneira na área da saúde em Passo Fundo e uma das primeiras unidades a comporem a própria Universidade. Em atividade há 53 anos, é ponto referencial no ensino superior no interior do Rio Grande do Sul. A Odontologia da UPF já formou cirurgiões- -dentistas. Esse trabalho continuado em graduação fortaleceu conhecimentos, propiciando uma base sólida para cursos de especialização e pós-graduação. A Faculdade de odontologia da UPF já formou CIRURGIÕES- DENTISTAS 23

24 Estrutura acadêmica Com atualizado projeto pedagógico, a FO conta com corpo docente composto por mestres e doutores, estrutura física privilegiada e facilidades para atuação em projetos de extensão e pesquisa. Disponibiliza a experiência de intercâmbio internacional para estudo em diversas universidades de renome no exterior. No Mestrado em Odontologia oferece as linhas de pesquisa biomateriais, clínica odontológica baseada em evidências e odontologia preventiva. Já formou turmas de especialistas em Dentística, Cirurgia, Odontopediatria, Endodontia, Ortodontia, Periodontia, Prótese e Radiologia. O curso da UPF conquistou três estrelas na última avaliação do Guia do Estudante da Editora Abril. Compromisso social Através de parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, os acadêmicos da Faculdade de Odontologia vivenciam práticas em saúde coletiva na comunidade. Assim, além das atividades de ensino, a Faculdade de Odontologia cumpre um importante compromisso social e oferece anualmente mais de 18 mil atendimentos. Seus acadêmicos atuam em unidades de saúde nos bairros de Passo Fundo. Também presta assistência odontológica em escolas municipais, presta atendimento com custo reduzido em suas clínicas e mantém o Pronto Socorro Odontológico gratuito no Ambulatório Central da UPF. Fotos: Gelsoli Casagrande/UPF Mais de 18 mil atendimentos por ano 2 4

25 Residência Multiprofissional em Saúde Programas são de residência presencial Foco na realidade regional Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade de Passo Fundo oferece vagas de Pós Graduação Lato Sensu na Modalidade de Residência Multiprofissional em Saúde e em Área Profissional de Saúde. Os programas são oferecidos na modalidade residência presencial, visando a qualificar os profissionais graduados no âmbito do ensino em serviço nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia e Psicologia. São oferecidas vagas na Residência Multiprofissional Integrada em Saúde do Idoso e Atenção ao Câncer, nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição; Residência Multiprofissional em Cardiologia nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Psicologia; Residência Multiprofissional em Atenção ao Câncer nas áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Psicologia; Residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais em área profissional de Odontologia e a Residência Integradora em Medicina Veterinária. Segundo a coordenadora da Divisão de Pós-Gradução Latu Sensu, Teresinha Tatsch, os programas são concebidos dentro dos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde, visando à realidade local e regional quanto ao atendimento de saúde dos usuários do sistema. O objetivo é capacitar e especializar profissionais das diferentes áreas para atuarem, a partir de práticas interdisciplinares e multiprofissionais, no cuidado integral à saúde das pessoas, com habilidades para proceder à intervenção crítica na organização do processo de trabalho, buscando a melhora da qualidade de saúde e de vida da população. Reforçando e consolidando os compromissos da Universidade de Passo Fundo, com o desenvolvimento e crescimento da cidade e a da região. Ela destaca que o programa faz parte da política pública de educação permanente, a qual postula a importância dos profissionais da saúde estarem em constante aperfeiçoamento técnico e pessoal no exercício de suas profissões. A duração dos cursos é de 2 ou 3 anos. A carga horária é de 60 horas semanais, com atividades teóricas e práticas em tempo integral, exigindo dedicação exclusiva dos participantes. Os selecionados recebem uma bolsa auxílio repassada pelo Ministério da Saúde de R$ 2.976,26. As vagas dos cursos são ofertadas pela Fundação UPF em convênio com a Associação Hospitalar São Vicente de Paulo, o Hospital da Cidade de Passo Fundo, o Hospital Veterinário UPF e a Prefeitura Municipal de Passo Fundo Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal do Interior, Hospital Beneficente Doutor César Santos e Hospital Veterinário da UPF. 25

26 2 6

27 Saúde na Universidade de Passo Fundo Cursos de Graduação - UPF Ciências Biológicas Titulação: bacharel ou licenciado em Ciências Biológicas Duração: 8 semestres Horário: tarde e noite para o bacharelado, noites e sábados para a licenciatura Educação Física Titulação: bacharel ou licenciado em Educação Física Duração: 8 semestres (Bacharelado); 7 semestres (Licenciatura) Horário: noite ou manhã e sábados pela manhã Enfermagem Titulação: enfermeiro Duração: 10 semestres Horário: manhã, tarde e sábados pela manhã Farmácia Titulação: farmacêutico Duração: 10 semestres Horário: Integral Fisioterapia Titulação: fisioterapeuta Duração: 10 semestres Horário: manhã, tarde e sábado pela manhã Fonoaudiologia Titulação: fonoaudiólogo Duração: 8 semestres Horário: noite e sábados pela manhã Medicina Titulação: médico Duração: 12 semestres Horário: integral Medicina Veterinária Titulação: médico-veterinário Duração: 10 semestres Horário: integral Nutrição Titulação: nutricionista Duração: 8 semestres Horário: tarde e noite Odontologia Titulação: cirurgião-dentista Duração: 10 semestres Horário: integral Psicologia Titulação: psicólogo Duração: 10 semestres Horário: tarde e sábados de manhã Serviço Social Titulação: bacharel em Serviço Social Duração: 8 semestres Horário: noite Estética e Cosmética Titulação: tecnólogo em estética e cosmética Duração: 7 semestres Horário: noite e segunda-feira à tarde Cursos Técnicos - Centro de Ensino Médio Integrado Técnico em Enfermagem Titulação: técnico em enfermagem Duração: 2 anos Carga Horária: horas/aula Estágio Curricular: 450 horas Turno: noite e sábados pela manhã Técnico em Radiologia Titulação: técnico em radiologia Duração: 2 anos Carga Horária: horas/aula Estágio Curricular: 400 horas Turno: noite e sábados pela manhã 27

28 FOTO: DIVULGAÇÃO Medicina, Odontologia e Psicologia na Imed A Faculdade Meridional - Imed completou dez anos em 2014 Há dez anos a Faculdade Imed atua na educação em Passo Fundo, oferecendo cursos de graduação e programas de mestrado. Atualmente possui três cursos voltados para a área da saúde: Psicologia, Odontologia e Medicina. O projeto educacional está focado na formação de quadros treinados e atualizados nas suas áreas específicas, para concorrer em um mercado de trabalho cada vez mais exigente. A Imed articula em seus currículos, modernidade, tradição, além de vivência comunitária que propiciam uma formação humanista. 2 8 Psicologia oferece atendimentos pelo Sinapsi A precursora Psicologia O curso de Psicologia, autorizado em 2006, foi o primeiro da área da saúde na Imed. Visa entender e responder perguntas referentes à existência humana e ao sentido da vida. O estudo da personalidade humana tem por objetivo contribuir com a qualidade de vida, promovendo a saúde mental. O curso dispõe ainda do Serviço Integrado de Atendimento em Psicologia (Sinapsi) que oferece atendimentos nas áreas de psicoterapia infantil, adolescente e adulto; psicoterapia de grupo infantil e adulto; casal e família e avaliação psicológica para crianças, adolescentes e adultos. Ainda oferece serviços às instituições e organizações por meio de consultorias. Anualmente ingressam no curso de Psicologia 150 novos alunos, sendo 100 no processo de Vestibular de Verão (manhã e noite) e 50 no Vestibular de Inverno (noite). Em 2014 o curso formou sua sexta turma.

29 29

30 Odontologia: uma inovadora proposta Atendimentos são precedidos de uma triagem A graduação em Odontologia foi o segundo curso na área da saúde autorizado na Imed. A Escola de Odontologia, com sua proposta inovadora, oportuniza a formação de um profissional qualificado e capacitado para atuar em todos os níveis de atenção à saúde bucal do indivíduo, da família e da comunidade. A filosofia da Escola de Odontologia da Imed demonstra uma preocupação com a excelência na formação profissional. Os procedimentos clínicos realizados pelos alunos nas clínicas seguem uma ordem de complexidade, proporcionando uma visão holística do indivíduo. Dentro das atividades do curso acontecem atendimentos gratuitos à comunidade, a partir de cadastro prévio dos pacientes nas clínicas odontológicas. Através deste levantamento ocorre uma triagem, que antecede os procedimentos odontológicos. O curso é realizado de forma integral, com entrada de 80 novos alunos por ano, sendo 40 no processo de Vestibular de Verão e 40 no Vestibular de Inverno. A segunda turma formada pelo curso colou grau em setembro de Medicina inicia com 42 vagas Em 2014 a Imed foi contemplada com a autorização do curso de Graduação em Medicina. É o terceiro curso de Medicina em Passo Fundo. Estruturado para formar médicos generalistas, o curso de Medicina chega com uma forte visão social. O objetivo é a capacitação 30 Estrutura aguarda pela primeira turma para inserir plenamente os egressos no contexto de trabalho médico, tanto em nível de Medicina Comunitária quanto em nível de hospitais terciários. A proposta da Imed facilita que o aluno, ao final do curso, esteja apto para uma escolha consciente da especialidade que seguirá. Durante o aprendizado, o aluno será engajado em projetos sociais junto à comunidade, que estarão atreladas às disciplinas de saúde coletiva presentes no currículo em todos semestres. A proposta é transformar o aluno de medicina em um agente de saúde de uma determinada comunidade. Já no primeiro semestre do curso, o acadêmico será inserido nas atividades médicas realizadas numa unidade sanitária ou num posto de saúde, onde permanecerá durante a formação em Saúde Coletiva. Foram disponibilizadas 42 vagas para o primeiro vestibular da Medicina Imed, em novembro de 2014.

31 Fasurgs oferece Odontologia FOTO:DIVULGAÇÃO Biblioteca: espaço para estudo e pesquisas A Faculdade Especializada na Área de Saúde do Rio Grande do Sul tem 337 alunos Passo Fundo e região contam com a Faculdade Especializada na Área de Saúde do Rio Grande do Sul Fasurgs. Foi idealizada por profissionais da área de odontologia, com objetivo de contribuir com a melhoria do ensino superior através de metodologias que promovam a qualidade e a inovação da área de saúde. A faculdade possui ótima avaliação do MEC, o qual atribuiu conceito 4 em uma escala de 1 a 5, tanto para a IES como para o seu curso de Odontologia. Esse conceito coloca a escola entre as melhores instituições de ensino do Brasil. Com 337 alunos, a Fasurgs oferece cursos de graduação e de pós-graduação nas mais diversas especialidades odontológicas. Além de proporcionar conhecimento técnico, também incentiva os alunos a estarem inseridos em processos de investigação científica e de desenvolvimento de novas tecnologias. São 100 vagas/ano Na graduação, atualmente a faculdade oferece o curso de Odontologia, credenciado em Com dois processos seletivos anuais (um no inverno e outro no verão), são quatro anos de duração do curso, em turno integral, na modalidade presencial, com carga horária de 4220 horas, com 100 vagas (distribuídas nos dois vestibulares) por ano para quem deseja se formar cirurgião-dentista. A Fasurgs auxilia na viabilização do ingresso de candidatos à graduação por meio de bolsas de estudo e financiamentos. A instituição oferece aos candidatos a possibilidade de ingresso na graduação por bolsa Prouni e por financiamento pelo Fies, além de bolsa de estudos da própria Fasurgs. Especialização e atualização A Pós-Graduação Fasurgs em a conotação da inovação e da criatividade. Na busca pelo melhor aprimoramento dos profissionais, a pós- -graduação incentiva os trabalhos de 31

32 Bolsas e pesquisas A Odontologia da Fasurgs possibilita aos acadêmicos muitas atividades extracurriculares, propiciando uma formação ocorra mais completa através de ações de extensão ou de pesquisa. Atualmente, conta com seis grupos de pesquisa institucionalizados. Além disso, a faculdade conta com um instrumento de financiamento da pesquisa com distribuição de bolsas aos acadêmicos. Em 2014, a Fasurgs participou da 31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO), em Águas de Lindoia,SP. Foram 29 trabalhos aprovados pela criteriosa banca examinadora do evento pesquisa aplicada e a investigação científica e tecnológica. A Fasurgs, além de cursos de aperfeiçoamento, oferece cursos de especialização e de atualização em diversas especialidades odontológicas. Atualmente, são cinco cursos de atualização: Atualização em Cirurgia Oral Menor, Atualização em Endodontia, Atualização em Implantodontia - Cirúrgico, Atualização em Implantodontia Protético e Atualização em Periodontia. São seis cursos de especialização: Especialização em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Especialização em Dentística, Especialização em Implantodontia, Especialização em Ortodontia, Especialização em Prótese Dentária e Especialização em Saúde Coletiva e da Família. A faculdade possui conceito 4 na avaliação do MEC FOTO:DIVULGAÇÃO Laboratórios: avançada tecnologia Docentes e estrutura A estrutura da faculdade, em dois prédios, conta com nove laboratórios equipados com avançada tecnologia para a área. Também possui duas clínicas odontológicas e um centro cirúrgico com quatro blocos, que suporta as atividades práticas de estudantes e ainda propicia atendimento odontológico à comunidade. A estrutura contempla salas de aula amplas e climatizadas e biblioteca com grande acervo físico e acesso eletrônico aos conteúdos de informação e acervos da área da saúde. Além de uma completa estrutura física, a Fasurgs conta com um corpo docente formado por 40 professores, mestres e doutores. São profissionais experientes e qualificados na área, que compartilham com os alunos o conhecimento acadêmico e a realidade do mercado profissional. 3 2

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos Comunicado A Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura do Recife comunica a todos os interessados a reabertura do processo de inscrição no Concurso Público para provimento de cargos

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

Especialidade. Descrição. Código

Especialidade. Descrição. Código 1311.20 Gerente de serviços sociais 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços médicos 1312.05 Diretor de unidade assistencial 1312.05 Diretor de

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação

Leia mais

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, n. 81, 29 abr.2002. Seção 1, p. 265-66 Alterada pela Resolução CFM nº 1666/03 (Anexo II) O CONSELHO

Leia mais

Universidade Federal Do Triângulo Mineiro

Universidade Federal Do Triângulo Mineiro Universidade Federal Do Triângulo Mineiro UFTM está entre as dez melhores universidades do País. A UFTM, segundo o Índice Geral de Cursos - IGC, divulgado nesta quinta-feira, 17, pelo Inep - Instituto

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica 1.25. CBO-S (especialidade) Código Descrição 1312.05 Diretor clínico 1312.05 Diretor de departamento de saúde 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços

Leia mais

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.24. Status do protocolo Código Descrição 1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.25. CBOS (especialidade) Código

Leia mais

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20 MINISTERIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI EDITAL Nº. 01/2010UFPI, de 03 de fevereiro de 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR ANEXO DEPARTAMENTO MATERNO INFANTIL 1. Pediatria

Leia mais

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA-DF, 27 DE MARÇO DE 2013. Página 1 de 20 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1.

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. Rua Visconde de Paranaguá, nº 24 Campus Saúde CEP: 96.200-190 Bairro Centro Rio Grande Rio Grande do Sul/RS Brasil Acesso

Leia mais

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental).

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). 1 de 9 ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). CARGO PERFIL PRÉ REQUISITO NÍVEL SUPERIOR Administrador Curso Superior

Leia mais

REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO

REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO REDE ALAGOAS REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO MACEIÓ URGÊNCIA E EMERGÊNCIA RUA: HUGO CORREIA PAES,253, FAROL, URGÊNCIA PEDIÁTRICA RUA: HUGO CORREIA PAES,253, FAROL, ALERGOLOGIA E IMUNOLOGIA ANGIOLOGIA E

Leia mais

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000 www.plamed.com.br Rede Credenciada Por Município MACEIÓ Urgência e Emergência URGÊNCIA PEDIÁTRICA CONSULTAS ALERGOLOGIA E IMUNOLOGIA (ADULTO E PEDIATRIA) ANGIOLOGIA CARDIOLOGIA CIRURGIA CARDÍACA CIRURGIA

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

MEDICINA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1

MEDICINA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 MEDICINA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: MEDICINA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo Calvo Galindo Base legal da Mantenedora

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

Central Nacional Unimed

Central Nacional Unimed ANS - nº 33967-9 Central Nacional Unimed Rede em Brasília - DF Anexo 1 Março/2010 Central Nacional Central Nacional Juntos pela vida. Juntos pela vida. Em Brasília, os clientes de intercâmbio contam com

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 1) Cópia do Contrato Social e Alterações Contratuais, devidamente registrados na JUCEG; Estatuto Social ou

Leia mais

CENTRO DE DIAGNOSE E TERAPIA ANGIOTOMOGRAFIA BÁSICA, ESPECIAL E MASTERRUA PAULINO SOUSA 17 MONTE CASTELO SÃO LUÍS 98 32198943

CENTRO DE DIAGNOSE E TERAPIA ANGIOTOMOGRAFIA BÁSICA, ESPECIAL E MASTERRUA PAULINO SOUSA 17 MONTE CASTELO SÃO LUÍS 98 32198943 REDE MARANHÃO PRESTADOR TIPO ESPECIALIDADE REDE DE ATENDIMENTO ENDEREÇO Nº COMPLEMENTO BAIRRO MUNICÍPIO DDD TEL 1 TEL 2 NARA SUZETE FRANCA WITT ATENDIMENTO MULTIDISCIPLINAR FONOAUDIOLOGIA BÁSICA, ESPECIAL

Leia mais

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Univ ersitários e Residências em Saúde A articulação da Graduação em Saúde, dos Hospitais de Ensino e das Residências em Saúde

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

ANEXO I DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA HORÁRIA, VAGAS E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO. Ensino médio completo com curso

ANEXO I DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA HORÁRIA, VAGAS E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO. Ensino médio completo com curso DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA, E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO NÍVEL MÉDIO CARGA curso Professor Docente I - com de formação de professores ou 100. especializações em Educação curso normal,

Leia mais

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - SANTA CASA DE PORTO ALEGRE COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CALENDÁRIO DA 2ª

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015. Dispõe sobre a adequação de remuneração paga aos servidores que percebem remuneração inferior ao salário mínimo nacional. Fixa a Carga Horária do Terapeuta Ocupacional,

Leia mais

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO Tabela Comercial UNIFAMÍLIA EMPRESARIAL POR ADESÃO COPARTICIPATIVO 50% Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia Cobertura de consultas médicas de pré-natal, exames complementares bem como atendimentos

Leia mais

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino 54 55 Ensino Principais realizações Início da primeira etapa do Projeto de Diagnóstico de Recursos Humanos em Oncologia no país. Implementação da inscrição informatizada. Início do Projeto de Educação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

ALAGOAS MACEIÓ URGÊNCIA GERAL URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA

ALAGOAS MACEIÓ URGÊNCIA GERAL URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA URGÊNCIA GERAL ALAGOAS URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL MACEIÓ URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA RUA HUGO CORREIA PAES, 253. farol FONE: (82) 2123-7000 REDE CONTRATADA PARA

Leia mais

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE 1 ATENÇÃO PRIMÁRIA 1.1 MÉDICO CLINICO GERAL Medicina. ATRIBUIÇÕES: Atendimento aos pacientes em área

Leia mais

PROCESSO N.º 686/04 PROTOCOLO N.º 8.198.443-3/04 PARECER N.º 510/05 APROVADO EM 31/08/05

PROCESSO N.º 686/04 PROTOCOLO N.º 8.198.443-3/04 PARECER N.º 510/05 APROVADO EM 31/08/05 PROTOCOLO N.º 8.198.443-3/04 PARECER N.º 510/05 APROVADO EM 31/08/05 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: FACULDADE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA E FISIOTERAPIA DE JACAREZINHO - FAEFIJA MUNICÍPIO: JACAREZINHO

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

Multiprofissional e em Área. Profissional da Saúde

Multiprofissional e em Área. Profissional da Saúde Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Universitários rios e Residências em Saúde Coordenação Geral de Residências em Saúde Residência Multiprofissional e em Área Profissional

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS

2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS 2º CONGRESSO PERNAMBUCANO DE MUNICÍPIOS O PACTO DE GESTÃO DO SUS E OS MUNICÍPIOS José Iran Costa Júnior Secretário Estadual de Saúde 24/03/2015 Faixa Etária (anos) CARACTERIZAÇÃO SÓCIODEMOGRÁFICA DE PERNAMBUCO

Leia mais

Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde

Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Projeto de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde 1- Identificação do Programa de Residência Multiprofissional 1.1- Instituição Formadora: 1.2- Unidade Responsável/ Instituição Executora: 1.3

Leia mais

MEDICINA PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE MEDICINA (SÍNTESE)

MEDICINA PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE MEDICINA (SÍNTESE) PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE (SÍNTESE) Ao longo de mais de cinco décadas, a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) estruturou um ambiente acadêmico intelectualmente rico

Leia mais

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED Cuidamos de quem é importante para você plano individual ou familiar Unimed Atenção, respeito e e ciência são pré-requisitos indispensáveis quando se pensa em uma operadora

Leia mais

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência Médica Seleção 2014/1 Opção de Vaga Unidade de Saúde/SES Programa de Residência de Cargo Local de execução das atividades

Leia mais

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR EDITAL NÍVEL SUPERIOR Quantidade de empregos por ocupação Concurso 25 Fundasus Emprego Público de Nível Superior Médico 100h 200h Médico Acupuntura 02 - em Saúde Anestesiologia 02 - Angiologia 03 - Antroposofia

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 002/2012 ADMINISTRAÇÃO DIRETA E AUTARQUIAS

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 002/2012 ADMINISTRAÇÃO DIRETA E AUTARQUIAS PREFEITURA DE GOIÂNIA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS COMISSÂO DE CONCURSO PÚBLICO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 002/2012 ADMINISTRAÇÃO DIRETA E AUTARQUIAS ANEXO I CARGOS, VAGAS,

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PERFIL DOS HOSPITAIS SOB GESTÃO INDIRETA

DESCRIÇÃO DO PERFIL DOS HOSPITAIS SOB GESTÃO INDIRETA DESCRIÇÃO DO PERFIL DOS HOSPITAIS SOB GESTÃO INDIRETA SOB GESTÃO TERCEIRIZADA 1. Hospital Regional Castro Alves Castro Alves-4ª DIRES (S.A. de Jesus) O HRCA está programado para compor a rede assistencial

Leia mais

ANEXO I - QUADRO DE CARGOS

ANEXO I - QUADRO DE CARGOS COD NÍVEL ELEMENTAR CARGO CARGA HORÁRIA SEMANAL ANEXO I - QUADRO DE CARGOS VAGAS ÓRGÃO REQUISITO SALÁRIO BASE INICIAL E0 Auxiliar de Serviços Gerais Perfil Serviço de Copa e DAE Fundamental Incompleto

Leia mais

QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES

QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES CARGO ASSISTENTE SOCIAL / PNS NÍVEL SUPERIOR Função Vagas Município Requisito Remuneração ASSISTENTE SOCIAL

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 076, DE 08 DE JANEIRO DE 2013. Aprova a distribuição de cargos, por função e especialidade, do Quadro Permanente de Pessoal da Administração Direta

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. SAÚDE desde 1928

MANUAL DO ASSOCIADO. SAÚDE desde 1928 MANUAL DO ASSOCIADO SAÚDE desde 1928 1 Seja Bem-Vindo, Associado IBCM! É com muita satisfação que oferecemos a você, nosso associado, este manual, que vai ajudá-lo a entender melhor todos os benefícios

Leia mais

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Regulação e Supervisão da Educação Superior - Desup Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos CONCURSO PÚBLICO 12/2014-EBSERH/HU-UFMA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS RETIFICADO Código Especialidade Requisitos 801 Médico

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA:

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: C o b e r t u r a C o n t r a t u a l ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: -ATENDIMENTO 24 horas; I - AS CONSULTAS DE URGÊNCIA serão realizadas com médico plantonista no HOSPITAL

Leia mais

GLOSSÁRIO MÉDICO. Alergologia Tratamento de doenças alérgicas.

GLOSSÁRIO MÉDICO. Alergologia Tratamento de doenças alérgicas. GLOSSÁRIO MÉDICO Alergologia Tratamento de doenças alérgicas. Angiologia / Cirurgia Vascular Tratamento de doenças do sistema arterial, venoso e linfático. Tratamento cirúrgico de lesões nos vasos sanguíneos.

Leia mais

MARÇO 2009 Treinamento O IMIP promoveu, no último dia 26 de março, treinamento para novos voluntários, no Auditório Alice Figueira. A abertura foi realizada pela coordenadora do Voluntariado do IMIP, Rejane

Leia mais

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades:

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Vagas e requisitos Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Áreas/Especialidades Vagas Pré-Requisitos Análises Clínicas (Biologia) 01 a) Formação Superior Completa

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N o 001 / 2015 ANEXO I. Vagas Gerais. para o cargo. Graduação de Nível Superior em qualquer área

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N o 001 / 2015 ANEXO I. Vagas Gerais. para o cargo. Graduação de Nível Superior em qualquer área EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N o 001 / 2015 ANEXO I N O DE VAGAS PARA OS CARGOS DO CONCURSO PÚBLICO DEFINIÇÃO DOS GRUPOS GRUPO I Função Analista de Planejamento, Orçamento e Gestão Analista de Sista Arquiteto

Leia mais

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA 21 3891 7000 816+Ramal DIREÇÃO Gabinete do Diretor 21 Tel. Direto 3860-6570 Gabinete do Diretor (FAX) 21 Tel. Direto

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

CREDENCIADOS ÁREA MÉDICA

CREDENCIADOS ÁREA MÉDICA CEMISE Centro de Medicina Integrada de Sergipe Ltda Rua Construtor João Alves, 228, Salgado Filho 3304-1000 Cardiologia Cirurgia Geral Cirurgia do Tórax Clínica Geral Endocrinologia Fisioterapia Ginecologia

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE RETIFICAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011/ PMVG/MT, DE 21 DE SETEMBRO DE 2011.

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE RETIFICAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011/ PMVG/MT, DE 21 DE SETEMBRO DE 2011. ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE RETIFICAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 00/0/ PMVG/MT, DE DE SETEMBRO DE 0. A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, no uso de suas atribuições

Leia mais

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições INFORME CBO Considerando a publicação da Portaria SAS/MS n 203/2011, que inclui no Sistema de Informação Hospitalar (SIH) o registro obrigatório da competência de realização de todos os procedimentos realizados

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

TOTAL DE VAGAS FURB 957

TOTAL DE VAGAS FURB 957 ANEXO I QUADRO DE CURSOS E VAGAS Universidade Regional de Blumenau - FURB FURB Campus Blumenau ADMINISTRAÇÃO Noturno 60 ARQUITETURA E URBANISMO Matutino 30 BIOMEDICINA Noturno 25 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVOS GERAIS O Programa de Residência Médica opcional de Videolaparoscopia em Cirurgia do Aparelho Digestivo (PRMCAD) representa modalidade de ensino de Pós Graduação visando ao aperfeiçoamento ético,

Leia mais

REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E

REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA FORMATAÇÃO DO CONTRATO: - Possuir um CNPJ; - Contrato Social, Contrato Individual ou MEI (Micro Empresa Individual);

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE CARACTERÍSTICAS DO ESTABELECIMENTO

IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE CARACTERÍSTICAS DO ESTABELECIMENTO I SOLICITAÇÃO DE: INSCRIÇÃO REGISTRO CADASTRO ATUALIZAÇÃO DE DADOS: (a cargo do CRM) II 1 Razão Social IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE 2 Designação de Fantasia / Nome Usual 3 Endereço 4 Município

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

ADITIVO DE REDUÇÃO MÁXIMA DE CARÊNCIA E DOS PRAZOS PARA INÍCIO DA COBERTURA DE DOENÇAS PREEXISTENTES - CONTRATOS - PESSOA FÍSICA

ADITIVO DE REDUÇÃO MÁXIMA DE CARÊNCIA E DOS PRAZOS PARA INÍCIO DA COBERTURA DE DOENÇAS PREEXISTENTES - CONTRATOS - PESSOA FÍSICA FOLHA 1/5 DO OBJETO Este aditivo tem por finalidade alterar a redução dos prazos de carência e dos prazos para início das coberturas e eventos cirúrgicos, leitos de alta tecnologia e procedimentos de alta

Leia mais

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 O Secretário Municipal Adjunto de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições legais, comunica as alterações

Leia mais

MARINHA DO BRASIL ESCOLA DE APRENDIZES MARINHEIROS DO ESPÍRITO SANTO DEPARTAMENTO DE SAÚDE - FUSMA CREDENCIAMENTOS 2012 1.

MARINHA DO BRASIL ESCOLA DE APRENDIZES MARINHEIROS DO ESPÍRITO SANTO DEPARTAMENTO DE SAÚDE - FUSMA CREDENCIAMENTOS 2012 1. MARINHA DO BRASIL ESCOLA DE APRENDIZES MARINHEIROS DO ESPÍRITO SANTO DEPARTAMENTO DE SAÚDE - FUSMA CREDENCIAMENTOS 2012 1. HOSPITAIS: 01 - HOSPITAL SANTA MÔNICA (I. V. M.) End.: Rodovia do Sol, km 01 s/n

Leia mais

CBO-S (Códigos de Especialidade)

CBO-S (Códigos de Especialidade) CBO-S (Códigos de Especialidade) Código Descrição 1312.05 Diretor clínico 1312.05 Diretor de departamento de saúde 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor

Leia mais

ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE

ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE CARGO CÓDIGO REQUISITOS VAGAS VAGA DEFICIENTE Curso Superior, em nível de graduação, em Enfermagem, ENFERMEIRO DO TRABALHO SE-503 registro profissional

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 4 5 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 7 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANALISTA EM SAÚDE/ ASSISTENTE SOCIAL PLANTONISTA REQUISITOS: Certificado ou Declaração de conclusão do Curso de Serviço Social, registrado no MEC; E

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

Acupuntura AMN 3º andar

Acupuntura AMN 3º andar Relação de Setores e Serviços Setor / Serviço Unidade Localização Acupuntura 3º andar Aleitamento Materno CPPHO 1º andar Alergia 1º pav., ala 2 Alergo Imunologia Pediátrica CPPHO Térreo Almoxarifado 1º

Leia mais

Curso Superior Completo em Medicina com especialização reconhecida pelo CRM em Cardiologia e registro no órgão competente

Curso Superior Completo em Medicina com especialização reconhecida pelo CRM em Cardiologia e registro no órgão competente ANEXO DEMONSTRATVO DE VAGAS, REQUSTOS E DESCRÇÃO DAS ATVDADES DOS CARGOS DO PLANO DE CARRERA DA SECRETARA MUNCPAL DE SAÚDE (Lei n.º 7.403 de 28/12/94) Cargo / Nível Função Especialidade N.º de Vagas Requisitos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

ANEXO I GRUPAMENTO DE GESTÃO TOTAL 07 07 00. 01 01 00 02 40h 7.010,96 7.010,96. 01 01 00 02 40h. 01 01 00 02 40h 7.010,96

ANEXO I GRUPAMENTO DE GESTÃO TOTAL 07 07 00. 01 01 00 02 40h 7.010,96 7.010,96. 01 01 00 02 40h. 01 01 00 02 40h 7.010,96 ANEXO I EDITAL N o 01/2014 ISGH/HMSC Seleção Pública de Provas e Títulos para provimento de cargos do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar/Hospital e Maternidade do Sertão Central QUADRO DE CARGOS, HABILITAÇÃO

Leia mais

RESIDÊNCIA INTEGRADA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE - RIMS - Projeto HMIPV/SMS Ênfase Saúde da Criança

RESIDÊNCIA INTEGRADA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE - RIMS - Projeto HMIPV/SMS Ênfase Saúde da Criança RESIDÊNCIA INTEGRADA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE - RIMS - Projeto HMIPV/SMS Ênfase Saúde da Criança Projeto HMIPV/SMS O HMIPV presta atendimento especializado em diversas áreas, em nível secundário e terciário.

Leia mais

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO MULTIPROFISSIONAL SEGUNDO SEMESTRE DE 2015.

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO MULTIPROFISSIONAL SEGUNDO SEMESTRE DE 2015. EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO MULTIPROFISSIONAL SEGUNDO SEMESTRE DE 2015. O torna público o Edital para os cursos de Aperfeiçoamento Multiprofissional, segundo semestre

Leia mais

Escola de Imagem. www.escolacaliper.com.br

Escola de Imagem. www.escolacaliper.com.br Escola de Imagem www.escolacaliper.com.br PRAZER, SOMOS A CALIPER ESCOLA DE IMAGEM NOSSA ESTRUTURA A CALIPER OFERECE ESTRUTURA COMPLETA PARA OS ALUNOS E PACIENTES: Duas salas de aula teórica com capacidade

Leia mais

REDE CREDENCIADA DO SERPREV

REDE CREDENCIADA DO SERPREV REDE CREDENCIADA DO SERPREV Ginecologistas 1- Dr. Benedito Ângelo Arruda Lo Ré End. Rua Elizeu Franco de Godoy, 149, Serra 3892.2056/ 3892.4282 3892.4916 Dalva 2- Dr. Mário Roberto Vitali End. Rua dos

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL GERAL (HG), NO INSTITUTO DE MEDICINA DO ESPORTE (IME) E NA CLÍNICA DE FISIOTERAPIA (CLIFI) NA UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO

Leia mais

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA BAHIA 2008 C O M U N I C A D O A CEREM COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA, comunica a alteração das vagas disponibilizadas para 2008, com base nas

Leia mais

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB Por este instrumento o Conselho de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Pós-Graduação em Oncologia do Hospital de Câncer de Barretos Fundação Pio XII, torna

Leia mais