Balanço Social 2013/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balanço Social 2013/2014"

Transcrição

1 1

2 Balanço Social 2013/2014 Palavra do Diretor Geral A Faculdade de Jaguariúna e a Faculdade Max Planck expressam a sua identidade comunitária ao firmar o compromisso socioambiental com a comunidade. O Relatório Social 2013/2014 apresenta um resumo das atividades realizadas no campo do ensino, pesquisa e extensão, direcionadas aos alunos, funcionários, professores e comunidade. O envolvimento de nossa comunidade acadêmica com a causa social é compromisso assumido em nossa Missão Institucional. As conquistas alcançadas até aqui nesse nosso esforço diário de levar uma formação de qualidade ao nosso aluno está alicerçada por um forte embasamento prático e teórico, uma grande aplicação, formação humanista e uma constante preocupação com as causas sociais e as questões ambientais. Desenvolvemos mais de 70 projetos que tiveram uma abrangência total de pessoas envolvidas. Agradeço o empenho e a dedicação dos alunos, professores e colaboradores técnico-administrativos, que trabalharam com afinco para que as nossas instituições contribuíssem significativamente nos campos social e ambiental. E, por fim, um especial agradecimento a confiança e participação da comunidade nas ações realizadas. Prof. Ricardo J. Tannus Diretor Geral 2

3 Índice Palavra do Diretor Geral... 2 Princípios Organizacionais Sociais... 4 Princípios Organizacionais... 6 Anos de Histórias - MAX... 7 Anos de Histórias - FAJ Equipe de Colaboradores - MAX Equipe de Colaboradores - FAJ Parceiros Estratégicos Parceiros Estratégicos Contexto Sociopolítico Abrangência de Atendimento Abrangência de Atendimento Projetos Sociais MAX Projetos Sociais FAJ

4 Balanço Social 2013/2014 Princípios Organizacionais Sociais Missão: Promover a educação socialmente responsável, com alto grau de qualidade, propiciando o desenvolvimento dos Projetos de Vida de seus alunos. Visão: Ser um centro de referência em educação. Valores: - Liberdade para empreender; Foto aérea do Campus I Faculdade Jagua - Humildade para aprender; - Educação como um processo permanente; - Atendimento aos padrões educacionais oficiais; - Intensificação dos trabalhos coletivos; - Disseminação da cultura do planejamento em todas as atividades. Prédio Vermelho Faculdade Max Planck 4

5 riúna 5

6 Balanço Social 2013/2014 Princípios Organizacionais A Faculdade de Jaguariúna e a Faculdade Max Planck através de seus projetos e ações sociais visam promover, apoiar e incentivar de forma gratuita, ações sociais. Objetivos Oferecer aos seus educandos uma base sólida de conhecimentos, conceitos, posturas e práticas profissionais, para que possam capacitar-se para desenvolver suas habilidades e competências, com vistas à implementação dos seus projetos de vida. Responsabilidade Social - Visa promover, apoiar e incentivar de forma gratuita atividades no campo de educação, esporte, cultura e informação, com ações de gestão social e de apoio em busca de uma melhor condição de vida para a comunidade. Os projetos possuem caráter integrador em que a inclusão social e a promoção da cidadania sejam parâmetros das atividades acadêmicas. Criar condições através da educação é nossa realidade e faz parte desta formação integral e sustentável transformar o ser humano em cidadãos melhores. 6

7 Anos de Histórias Faculdade Max Planck Através das ações e dos projetos sociais contar a história da Faculdade Max Planck ficou muito mais fácil e nos possibilitou um estreitamento de relacionamento com a comunidade. E isto veremos a seguir. Estamos localizados à Av. Nove de Dezembro, n o. 460 na cidade de Indaiatuba-SP, mantida pelo Instituto de Ensino Superior de Indaiatuba Ltda, teve o seu funcionamento autorizado em 31/01/2002, Portaria n o 319, sob denominação Faculdade Treze de Maio a qual foi alterada para Faculdade Max Planck em 24/12/2002, pela Portaria n o Equipe de coordenadores da MAX de 2014 Seu lançamento em Indaiatuba aconteceu em 28 de maio de O primeiro processo seletivo da Faculdade Max Planck aconteceu em julho de 2002, para o curso de Administração. Em julho de 2004 a faculdade criou a sua CPA - Comissão Própria de Avaliação, qualificando seus indicadores de análise. Em 2008, seis anos após sua fundação, já bem estabelecida e mostrando grande potencial de desenvolvimento, a instituição contava com aproximadamente 900 alunos distribuídos em cinco cursos de graduação: Administração, Direito, Marketing, Redes de Computadores e Letras. Em dezembro do mesmo ano, a antiga UNOPEC Faculdade de Educação e Ciências Gerenciais de Indaiatuba, integrou-se à Faculdade Max Planck, tornando-se a sua unidade 3. Foram incorporados à sua grade, assim, sete novos cursos: Ciências Contábeis, Finanças, Pedagogia Relações Internacionais, Sistemas de Informação, Comércio Exterior e Recursos Humanos. A partir de 31 de dezembro de 2012, a Faculdade Max Planck, assume responsabilidade integral pelos cursos em funcionamento e regularmente autorizados da Faculdade de Educação e Ciências Gerenciais de Indaiatuba, através da portaria 310 de 27 de dezembro de 2012, garantindo a manutenção da qualidade e todos os registros acadêmicos sem prejuízo para os alunos regularmente matriculados. 7

8 Balanço Social 2013/2014 O ano de 2010 trouxe um novo movimento para um grande salto de crescimento da Faculdade, que passou a oferecer mais oito novos cursos autorizados pelo MEC: Gestão Ambiental, Logística, Educação Física (Bacharel e Licenciatura), Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Nutrição, Medicina Veterinária e Farmácia. Em 2013, foram autorizados: curso superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar, Fisioterapia, Arquitetura e Urbanismo e curso superior de Tecnologia em Gastronomia. Para sustentar toda essa demanda de desenvolvimento, a Faculdade Max Planck foi ampliada para acolher todos esses novos cursos. O projeto de expansão vai além da obra atual, que inclui três novos prédios, área de convivência, laboratórios de nutrição e gastronomia e o CEJUSC (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania). Ainda em 2014 foi inaugurado o Hospital-Escola Veterinário, localizado na Fazenda Espírito Santo. Essa expansão da Faculdade Max Planck é uma conquista e contempla os melhores e mais modernos recursos pedagógicos e tecnológicos, incluindo: laboratórios de informática, biblioteca com variado acervo, estrutura curricular moderna e atualizada, com foco em conteúdos interdisciplinares e atividades práticas que incluem atendimento à população sob supervisão de professores, visitas técnicas a empresas e outros empreendimentos, projetos interdisciplinares com atualização constante dos alunos por meio de seminários, palestras e workshops com convidados especiais, programa de estágios com empresas de ponta, Programa de Orientação ao Estudante PROE, com cursos de idiomas e outras ações, como a oferta de cursos de nivelamento, durante todo o semestre letivo, de Matemática Básica, Português, Cálculo, Física, Química, entre outros e é através do PROE que se percebe uma sensível melhora no rendimento acadêmico dos alunos que frequentaram os cursos. A atuação em projetos sociais da cidade também passou a ser uma das prioridades da instituição, pois é um fator fundamental para a formação holística de nossos alunos. Dessa maneira, todos os anos, os alunos têm participado de projetos sociais visando a extensão universitária e aproximação da comunidade local. Desde a sua criação a Max Planck tem se destacado na formação de profissionais, bem como nos altos conceitos obtidos nas avaliações realizadas pelos órgãos governamentais. Foto aérea da Faculdade Max Planck 8

9 Faculdade de Indaiatuba conquista selo de Responsabilidade Social ABMES classificou a Max Planck como Instituição Socialmente Responsável A Faculdade Max Planck foi certificada, no início do mês do outubro, como Instituição Socialmente Responsável pela ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior), devido aos projetos de responsabilidade voltados à comunidade, realizados por todos os cursos da instituição. Essa é a 10ª edição da campanha, que é promovida anualmente pela ABMES, e a certificação é válida por um ano, data em que a Faculdade poderá pleitear a recertificação. De acordo com a coordenadora do departamento Max Social, a professora Vania Ribeiro Grilo, para obtenção do selo, a Faculdade encaminhou ao ABMES um relatório com dados estatísticos, imagens e informações sobre alguns dos projetos da instituição já existentes. Essa conquista só foi possível com o engajamento e participação de todos os coordenadores, professores e alunos, ressalta a coordenadora. mais. Vale lembrar que todos os cursos de graduação da Faculdade Max Planck contam com projetos de responsabilidade social, como Imposto de Renda Solidário (Ciências Contábeis e Administração), Clínica Escola de Nutrição com atendimento gratuito a população (Nutrição), Max Esportes (Educação Física), Castração e atendimento de Animais (Medicina Veterinária), Escrevendo o Futuro (Pedagogia), entre outros. Com o intuito de gerenciar este e outros projetos a serem desenvolvidos, a instituição implantou, este ano, o Max Social, departamento voltado a desenvolver ações socialmente responsáveis, que permitam também aos estudantes vivenciarem na prática o que aprenderam em sala de aula, atuando em conjunto com as ONGs da cidade, para que essas entidades se profissionalizem ainda 9

10 Balanço Social 2013/2014 Anos de Histórias Faculdade de Jaguariúna Conhecendo nossa história... A instituição de Ensino Superior Faculdade de Jaguariúna (FAJ), credenciada através da Portaria Ministerial No 586, de 03 de maio de 2000, publicada no D.O.U. de 05 de maio de 2000 é mantida pelo Instituto Educacional Jaguary IEJ fundado em 04 de maio de 1999 e tem como sede e foro a cidade de Jaguariúna, Estado de São Paulo. O campus I está localizado na Rua Amazonas, 504, Jardim Dom Bosco. O campus II foi credenciado pela Portaria Ministerial no 1.066, de 29 de abril de 2004, publicada no DOU de 03 de maio de 2004 e está localizado à Rodovia Adhemar de Barros, Km 127, Pista Sul, SP 340, no município de Jaguariúna, no Estado de São Paulo. Devido a sua posição geográfica, o mais importante acesso à Faculdade dá-se pela rodovia Ademar de Barros que liga Campinas à Casa Branca. Hospital-Escola Veterinário Faculdade Jaguariúna As atividades da FAJ iniciaram-se no campus I, no ano de 2000 e, em virtude de seu crescimento, em 2004 entra em operação o campus II e no ano seguinte 2005 começam a funcionar o Hotel-Escola Matiz, o Hospital-Escola Veterinário e a Interclínicas FAJ que abriga a Clínica de Fisioterapia e o Centro de Referência em Enfermagem. O ano de 2006 marcou o lançamento dos cursos de pós-graduação Lato Sensu. A Faculdade oferece 30 cursos de pós-graduação nas áreas de Engenharia e Tecnologia, Saúde, Medicina Veterinária e Negócios. Atualmente a Faculdade está estruturada com os seguintes cursos: Administração, 10

11 Foto aérea do Campus II Faculdade Jaguariúna Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial, Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial, Curso Superior de Tecnologia em Logística, Direito, Educação Física (Bacharelado), Educação Física (Licenciatura), Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Psicologia, Turismo, Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia, Farmácia, Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo e Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar. 11

12 Balanço Social 2013/2014 Equipe de Colaboradores MAX 2014 Nossoa equipe de colaboradores adota o conceito de competência essencial, quer dizer que o aprendizado coletivo gera conhecimento, vivências técnicas, culturais e principalmente humanas. O resultado deste aprendizado, através destas trocas constantes, permite que o processo gere conhecimento por si só. Assim proporcionamos saberes, e o respeito ao próximo faz sentido. Equipe de colaboradores da MAX de

13 Equipe de Colaboradores FAJ 2014 Equipe de colaboradores da FAJ de

14 Balanço Social 2013/2014 Parceiros Estratégicos 14

15 Parceiros Estratégicos 15

16 Balanço Social 2013/2014 Contexto Sociopolítico A Faculdade Max Planck e a Faculdade de Jaguariúna, através dos resultados socioeconômicos, utiliza indicadores sociais para adotar em suas faculdades perspectivas estratégicas sociais. No decorrer dos anos criamos metodologias para medir a sustentabilidade e o bem estar de nossa comunidade e através de nossos cursos contribuímos e empregamos as competências e habilidades adquiridas em sala de aula e, em parceria com as ONGs de nossa cidade, conseguimos aplicá-las. Entender as ações e os projetos sociais e como estes repercutem em nossa comunidade através do alinhamento de nossa visão, missão e valores faz com que adotemos instrumentos de metodologia através da análise do para a reconstrução e entendimento do processo. Mesmo ciente da dificuldade desta metodologia, para a tradução da medição do impacto social em nossos projetos sociais conseguimos com excelência captar com total complexidade e pluridisciplinaridade o processo como todo. O impacto social positivo nos ajuda a compreender o que, e como nossos cursos contribuem com a comunidade; através de projetos 16

17 sociais e ações específicas realizadas no ano de 2.013/2.014 alcançamos resultados significativos analisados constantemente. De maneira crítica observamos as medições quantificáveis e ou ainda, reconhecidas externamente e desta forma elaboramos o Balanço Social referente aos anos vigentes de 2.013/ Entendemos que para ter sucesso em nossos projetos sociais, é imprescindível a participação das empresas, da comunidade, dos responsáveis políticos, desta maneira, articulamos ações e projetos que possuam esta perspectiva comum a todos os envolvidos. Garantindo nosso sucesso através dos resultados conquistados. 17

18 Balanço Social 2013/2014 Abrangência de Atendimento 100% Projeto Imposto de renda solidário Ciências Contábeis TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 3% 11% Direito Projeto CEJUSC Justiça para todos Projeto Direito pela inclusão Projeto CDHU Projeto Cidadão 86% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 18 61% 5% Educação Física 3% 31% Projeto Caminhada contra o Câncer pela vida Projeto Corrida e Caminhada Max Saúde Projeto O circo na ABID Projeto Max Esporte TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS

19 100% Projeto Fraldas Engenharia de Produção TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 885 PESSOAS ATINGIDAS 50% 50% Projeto Dia Mundial da Alimentação Projeto Max Saúde Farmácia TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 23% Projeto Coleta Seletiva e Reciclagem do Lixo Gestão Ambiental Projeto Dia Mundial da Água 77% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 19

20 Balanço Social 2013/ % Campanha Projeto Veterinário Logística Solidário na ABID Logística TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 10% 90% Campanha de vacinação anti-rábica 8% 3% 24% 6% 5% Marketing 24% 3% 3% 24% 20 TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 24% 6% 5% 24% 8% Projeto 3% Tarde de Natal com Melhor Idade 3% 3% Projeto Arraial Solidário 24% Projeto Semana Nacional Contra o TOTAL Câncer DE IMPACTO pela Vida NA SOCIEDADE: Projeto PESSOAS Cuidado com ATINGIDAS o Cuidador Projeto Arte com o Coração Projeto Prevenção é Vida e Tem Cura Projeto Casa Rosa Projeto Fraldas cuidando das suas necessidades do começo ao fim Projeto Max Saúde Medicina Veterinária Projeto Campanha de controle populacional de cães e gatos Projeto Tarde de Natal com Melhor Idade Projeto Arraial Solidário TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: Projeto Semana Nacional Contra PESSOAS o ATINGIDAS Projeto Tarde de Natal Câncer pela Vida 6% 5% com Melhor Idade Projeto 24% Cuidado com o Cuidador Projeto Arraial Solidário Projeto Semana Nacional Projeto Arte com o Coração Câncer pela Vida Projeto Prevenção é Vida e Tem 24% Cura Projeto Cuidado com o Cu 8% Projeto Casa Rosa Projeto Arte com o Coraçã 3% Projeto Fraldas cuidando das suas Projeto Prevenção é Vida e necessidades do começo ao 3% 3% fim Projeto Max Saúde Projeto Casa Rosa 24% Projeto Fraldas cuidando d necessidades do começo TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS Projeto Max Saúde

21 42% 2% 6% Nutrição 7% 43% Projeto Dia mundial do rim Projeto Max Saúde na Nutrição Projeto Nutrição na ABID Projeto Casa da Mulher Projeto Casa da Mulher TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 15% 11% Projeto Max pela Inclusão Histórias para inclusão Projeto Pedagogia Projeto EJA Escrevendo o Futuro 74% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Em redes na ABID Redes TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 790 PESSOAS ATINGIDAS 21

22 Balanço Social 2013/ % Recursos Humanos Projeto Max Oportunidades Projeto O núcleo de empregabilidade NUCEMP 84% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 22

23 1% 2% 14% 2% 6% 8% 14% 2% 6% 1% 8% 2% 30% 12% 11% 12% 5% 8% 5% 1% 8% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 1% 11% 30% 1% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS Medicina Veterinária Direito Engenharia de Produção Educação Física Informática Nutrição Pedagogia Recursos Humanos Gestão Ambiental 1% Farmácia Ciências Contábeis Marketing Logística Medicina Veterinária Direito Engenharia de Produção Educação Física Informática Nutrição Pedagogia Recursos Humanos Gestão Ambiental Farmácia Ciências Contábeis Marketing Logística 23

24 Balanço Social 2013/2014 Abrangência de Atendimento 100% Projeto Tarde com a melhor Idade Administração de Empresas TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 400 PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Informática da Comunidade Ciência da Computação TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Imposto de Renda Solidário Ciências Contábeis 24 TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 452 PESSOAS ATINGIDAS

25 100% Projeto Juizado Informal de Consciliação Direito TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 62% 76% 1% Educação Física 23% Projeto Saúde Escolar Projeto Viver Bem Projeto Gol de Meninas TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 100% Grupo Projeto de Veterinário promoção Solidário a saúde do adolescente Enfermagem TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 25

26 Balanço Social 2013/ % Projeto Coletas de Resíduos Engenharia Ambiental TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 211 PESSOAS ATINGIDAS 62% Engenharia de Controle e Automação e Tecnologia em Automação Industrial 38% Projeto Faça a Diferença Projeto Robótica Educacional TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 480 PESSOAS ATINGIDAS 26 62% 26% Engenharia de Produção 33% 76% 23% 41% Projeto Fábrica de Brinquedos Projeto Fábrica de Pipas Projeto Natal Feliz TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 998 PESSOAS ATINGIDAS

27 0% 10% 0% Projeto Atendendo com Carinho Projeto Orientando a Comunidade Projeto Orientando Mães Especiais Fisioterapia Projeto Melhor em Casa 90% TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Mão na Massa Gastronomia TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 179 PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Conhecimento Prático Gestão Comercial TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 551 PESSOAS ATINGIDAS 27

28 Balanço Social 2013/ % Lar Projeto Feliz Veterinário Solidário Logística TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 100% Projeto Veterinário Solidário Medicina Veterinária TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS 4% 6% Projeto Brinquedoteca 28 18% 35% Psicologia 16% 21% Projeto Planejando sua carreira Projeto Lar Feliz Projeto Melhor em Casa Projeto Atenção Psicológica Projeto Orientação Profissinal TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS

29 TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: PESSOAS ATINGIDAS TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: 0,6% PESSOAS ATINGIDAS 0,3% 0,3% 0,3% 0,1% 4,4% 6,5% 0,3% 63,1% 0,3% 0,6% 0,3% 0,3% 0,1% 4,4% 6,5% 0,3% Direito 21,9% Educação Física Ciência da Computação 21,9% 63,1% Logística 0,6% 0,1% Engenharia de 0,3% Produção Ciências Contábeis 0,2% 0,9% Administração 0,6% Gastronomia 63,1% Direito Educação Física Ciência da Computação Logística 0,1% 0,3% 0,2% 0,9% Psicologia Gestão Comercial Fisioterapia Engenharia Ambiental Engenharia de Produção Engenharia Cont. e Automação Direito TOTAL DE IMPACTO NA SOCIEDADE: Administração PESSOAS ATINGIDAS Educação Física 0,3% 0,3% 0,1% Ciência 0,6% da Computação Ciências Contábeis Gastronomia Psicologia Gestão Comercial 0,3% Fisioterapia Medicina Veterinária Enfermagem 29

30 Balanço Social 2013/2014 Projetos Sociais 2014 Ciências Contábeis - Imposto de Renda Solidário Direito - CEJUSC Justiça para Todos - Projeto CDHU Projeto Cidadão - Direito pela Inclusão Educação Física - O circo na ABID - Corrida e Caminhada Max Saúde - Max Esporte - Caminhada contra o câncer pela Vida Engenharia de Produção - Fraldas Farmácia - Max Saúde - Dia Mundial da Alimentação Gestão Ambiental - Campanha do Dia Mundial da Água Abordagem Informativa e Consumo Sustentável - Coleta Seletiva e Reciclagem do Lixo Logística - Logística na ABID Medicina Veterinária - Campanha de Vacinação Antirrábica - Campanha de controle populacional de cães e gatos pelo método de esterilização cirúrgica e posse responsável Marketing - Tarde de Natal com a melhor idade - Arraial Solidário - Semana Nacional Contra o Câncer pela Vida - Cuidando do Cuidador - A arte com o coração - Prevenção é Vida e tem cura - Casa Rosa - Cuidando das suas necessidades do início ao fim - Max Saúde no Marketing Nutrição - Nutrição na Abid - Casa da Mulher - Nutrição na Bolha de Sabão - Max Saúde na Nutrição - Dia Mundial do Rim Pedagogia - Escrevendo o Futuro - Histórias para Inclusão - Pedagogia na Bolha de Sabão Redes - Em Redes na Abid Recursos Humanos - O núcleo de empregabilidade, NUCEMP - Max Oportunidades 30

31 Curso Ciências Contábeis Projeto Social Imposto de Renda Solidário Todos os anos os brasileiros com renda estipulada pela Receita Federal devem declarar imposto de renda, sendo assim, a obrigatoriedade da declaração é necessária para que o Ministério da Fazenda tenha o controle dos bens e do patrimônio nacional, além de fazer os cálculos de ajustes, ou seja, quanto cada um deve pagar ou restituir de impostos, em relação aos ganhos anuais. O Projeto Imposto de Renda Solidário realizado na Faculdade Max Planck com alunos e colaboradores tem como objetivo orientar e ajudar a população de Indaiatuba a realizar de forma segura e tranquila o preenchimento da declaração. Resultado Esperado Ajudar a comunidade a sanar dúvidas frente as dificuldades apresentadas no momento do preenchimento da declaração do imposto de renda e contribuir no processo do aprendizado dos alunos do curso em compreender e praticar os conceitos da declaração, vistos na teoria e finalizados com uma ação social de prestação de serviço à comunidade de Indaiatuba. Coordenador: Prof. João Antônio Barduchi Público Direto

32 Balanço Social 2013/2014 Curso Direito Projeto Social CEJUSC Justiça para Todos O Tribunal de Justiça realiza atendimento para a população de Indaiatuba, que recorre ao CEJUSC no intuito de resolver situações oriundas das relações do dia a dia (em média 15 atendimentos diários). Diante da reclamação do cidadão, o aluno elabora um relatório e designa audiência pré-processual, a fim de obter a conciliação das partes, que é homologada pelo juiz, onde ocorre a audiência, que é realizada por conciliadores treinados pelo Tribunal de Justiça, em grande parte alunos da Faculdade Max Planck. Não obtida a conciliação, os alunos do curso de Direito da Faculdade Max Planck, orientados pelo professor orientador e sob a supervisão da funcionária do Tribunal, elaboram a petição inicial para pleitear em juízo os direitos do cidadão. Cumpre salientar que estas petições são exclusivamente elaboradas por alunos, sob a orientação e supervisão do professor orientador e dão início a competente ação judicial. Ademais, com a contratação do professor orientador, inicia-se uma atividade prática consistente em separação de casos reais do CEJUSC, para que à noite, os alunos de prática, orientados pelo professor da cadeira, façam as petições iniciais. Resultado Esperado - Fazer com que o aluno desenvolva na prática atividades jurídicas e atenda o cidadão em vulnerabilidade jurídica. Coordenador: Prof. Alexandre Soares Ferreira Prof. Márcio Nicolae Bueno - Cejusc Adriana Sampaio - Chefe de Seção Judiciário TJSP Público Direto

33 Curso Direito Projeto Social Projeto CDHU Projeto Cidadão O mutirão de mutuários do CDHU é realizado na Faculdade Max Planck com o objetivo de atender membros de comunidade/sociedade, que se encontram em atraso com o financiamento da casa própria e tenha possibilidade de conciliar e resolver seus problemas, para a legalização e regularização da dívida pendente. As conciliações são realizadas por alunos e colaboradores sob a supervisão de professores da Faculdade da Max Planck, do Tribunal de Justiça e dos membros do CDHU. São feitas, em média, 120 audiências, com um índice de sucesso com acordos judiciais firmados de 70%. Resultados Esperados - Fazer com que o aluno desenvolva na prática atividades jurídicas e atenda o cidadão em vulnerabilidade jurídica. Coordenador: Prof. Alexandre Soares Ferreira Público Direto

34 Balanço Social 2013/2014 Curso Direito Projeto Social Direito pela Inclusão Desenvolvido por alunos e colaboradores da Faculdade Max Planck, o projeto implantou uma cartilha instrutiva sobre os direitos básicos relacionados à temática da inclusão de pessoas com deficiência e posterior orientação jurídica, sendo coordenado pela professora Rosa Virgínia W. Diniz, da Faculdade Max Planck, e pela advogada Lúcia Benito e assistente social Elvenice Silva, da APAE/ Indaiatuba. Este projeto ocorre em dois momentos, o primeiro com a elaboração das cartilhas e o segundo no trabalho com a comunidade e os usuários da APAE no esclarecimento dos seus direitos e do perfil social dos assistidos e delimitação das ações posteriores à serem iniciadas em Resultados Esperados - Conscientizar e esclarecer os direitos das pessoas com deficiência à população circulante na APAE. Preparar o aluno para exercer sua profissão de forma cidadã e humanitária. Coordenador: Prof. Alexandre Soares Ferreira Público Direto

35 Curso Educação Física Projeto Social O circo na ABID O projeto tem como objetivo permitir o envolvimento do aluno de graduação com o voluntariado e a comunidade, buscando suas mais íntimas formas de expressão para a representação através do lúdico. Utilizar-se-á para isso diversas movimentações e habilidades motoras expressivas, próprias e adquiridas, garantindo em princípio um espetáculo circense para a Comunidade da Associação Beneficente ABID Indaiatuba, SP, que poderá se estender para crianças de outras organizações e projetos beneficentes. Esta ONG abriga crianças de encaminhamento público social, portanto faz-se necessária uma atenção e cuidados especiais que amenizem suas perdas e emoções. Dessa forma, o projeto torna-se pertinente porque aproxima estas crianças ao mundo da fantasia e simbolismo, pois através das atividades lúdicas, a criança reduz muitas situações vividas em seu cotidiano, e, pela imaginação e faz-de-conta são reelaboradas. Resultado Esperado Proporcionar ao aluno a releitura de sua corporeidade e adequá-la à sua nova condição profissional da ciência do movimento humano e exercitar seu poder de comunicação corporal. Coordenador: Prof. Heleno da Silva Luiz Junior Público Direto

36 Balanço Social 2013/2014 Curso Educação Física Projeto Social Corrida e Caminhada Max Saúde A Corrida e Caminhada Max Saúde começou no ano de 2013 em parceria com a Prefeitura de Indaiatuba realizada pelo curso de Educação Física com objetivo de proporcionar aos alunos a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos em teoria na prática. Resultado Esperado O resultado esperado da Faculdade Max Planck neste evento foi que nossos alunos aprendessem a envolver e desenvolver as atividades de organização e estruturação de eventos esportivos e, ainda, orientar a comunidade no aquecimento e alongamento no inicio das atividades físicas, realizar parcerias e intercâmbio entre os cursos da faculdade e a comunidade de Indaiatuba. Apoio: Secretaria de Esportes Coordenador: Prof. Heleno da Silva Luiz Junior Público Direto

37 Curso Educação Física Projeto Social Max Esporte O projeto Max Esportes surgiu no ano de 2013, por meio da ação conjunta entre o coordenador dos cursos de Educação Física e da diretora do Colégio Max Planck, com objetivo de contribuir para o processo educacional e de formação de crianças e adolescentes da comunidade de Indaiatuba, oportunidade de desenvolvimento humano por meio do esporte, utilizando suas características como ferramenta educadora e também para proporcionar aos alunos dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física um laboratório de prática de ensino. Resultado Esperado Promover a qualidade de vida e estilo de vida saudável; Promover a esportiva na cidade de Indaiatuba; Desenvolver identidade esportiva no colégio e faculdade Max Planck dando possibilidades de atuação aos alunos do curso de graduação em Educação Física. Promover a inserção do Colégio e Faculdade Max Planck na sociedade por meio de uma ação social. Incentivar, promover e praticar a continuidade dos estudos. Estimular a socialização e cooperação entre alunos e a comunidade de Indaiatuba. Coordenador: Prof. Pedro Luiz Bulgarelli Público Direto

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1

VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1 1 VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1 Anna Maria de Oliveira Salimena 2 Maria Carmen Simões Cardoso de Melo 3 Ívis Emília de Oliveira

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Autoavaliação. Institucional. Comissão Própria de Avaliação CPA 2012

Autoavaliação. Institucional. Comissão Própria de Avaliação CPA 2012 Autoavaliação Institucional FACULDADES INTEGRADAS DO EXTREMO SUL DA BAHIA Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1.727 de 13/06/2002 - D.O.U. 14/06/2002 Comissão Própria de Avaliação CPA 2012 OBJETIVOS

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT Myrian Lucia Ruiz Castilho André Luiz Castilho ** A educação é um direito

Leia mais

HUMAN INTEGRATION AND DEVELOPMENT INSTITUTE INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO HUMANA PROGRAMA CONVIVER

HUMAN INTEGRATION AND DEVELOPMENT INSTITUTE INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO HUMANA PROGRAMA CONVIVER PROGRAMA CONVIVER OBJETIVOS PARCERIAS Participarão do PROGRAMA CONVIVER como parceiros colaboradores e voluntários as entidades: PÚBLICAS FEDERAIS. PÚBLICAS ESTADUAIS. PÚBLICAS MUNICIPAIS. EMPRESÁRIOS.

Leia mais

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO Maria Salete da Silva Josiane dos Santos O Programa Assistência Sócio-Jurídica, extensão do Departamento de Serviço Social, funciona no Núcleo

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

Pós-graduação em Gestão das Minorias

Pós-graduação em Gestão das Minorias 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo (Escola Superior de Propaganda e Marketing) Apresentação: Prof. Ismael Rocha Prof. Carlos Frederico Lucio São Paulo, julho de 2011 Indicadores

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina

Mostra de Projetos 2011. Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina Mostra de Projetos 2011 Programa Municipal de Controle Ético da População Canina e Felina Mostra Local de: São José dos Pinhais Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS YÁZIGI INTERNEXUS 1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ Com o desenvolvimento do Projeto Cidadãos do Mundo- Inglês para a Comunidade, o Yázigi Internexus entende que a aprendizagem de um novo

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO Cursos destinados a pessoas com escolaridade variável, que objetivam desenvolver competências necessárias

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL Pernambuco, 2012 PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL DOCUMENTO DE TRABALHO Sobre um Plano de Ação relativo à Proteção e ao Bem-Estar dos Animais 2012-2015 Base estratégica das ações propostas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO A EMPRESA A T2N Esporte e Lazer foi fundada pelos professores de Educação Física, Tetê Nahas e Bruno Rodrigues, com a proposta de desenvolver um serviço diferenciado nas áreas de recreação, esporte e lazer,

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE Thais Messias MORAES; Humberto Luís de Deus INÁCIO Faculdade de Educação Física/UFG - thaismemo@gmail.com Palavras-chave:

Leia mais

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS IESB / PREVE CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS MISSÃO / IESB Proporcionar um espaço de contínua aprendizagem onde alunos, professores e colaboradores

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania

PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania 2010 PROJETO CHICO MENDES: Ciclos da vida: ambiente, saúde e cidadania Mogi Guaçu/SP PROJETO CHICO MENDES CICLOS DA VIDA: AMBIENTE, SAÚDE E CIDADANIA Equipe FMPFM Prof. Ms. Glauco Rogério Ferreira Desenvolvimento

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais

ATIVIDADES DE ENSINO

ATIVIDADES DE ENSINO RELATÓRIO DE 2006 Em 2006 o Vila Fátima ampliou suas instalações físicas, possibilitando assim uma melhor organização das atividades de ensino-serviço. Contudo, esta ampliação não será suficiente, caso

Leia mais

Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo.

Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo. Temática(s): Acessibilidade em Bibliotecas Tipo de Trabalho: Relato de Experiência Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo.

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Mostra Local de: Maringá PR Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Facinor- Faculdade

Leia mais

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Estadual de Educação Ambiental e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

REFERENCIA INSTITUCIONAL:

REFERENCIA INSTITUCIONAL: TITULO: Programa de Integração Docente Assistencial entre a Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e a Secretaria Municipal de Saúde de Diadema - PIDA-DIADEMA EIXO: Extensão, Docência e Investigação

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Experiências educativas no gerenciamento de resíduos gerados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre Tainá Flôres da Rosa contato: tfrosa@hcpa.ufrgs.br telefone:(51)81414438

Leia mais

Coordenado pela Profª Lucidéa Santos, o artigo A FIBRA vai à Escola e a Escola vai à FIBRA: uma experiência em nível de extensão para estabelecer

Coordenado pela Profª Lucidéa Santos, o artigo A FIBRA vai à Escola e a Escola vai à FIBRA: uma experiência em nível de extensão para estabelecer APRESENTAÇÃO Esta coletânea de artigos contempla a sociedade acadêmica com mais uma publicação de resultados de atividades desenvolvidas pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia FIBRA, no âmbito da Extensão

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão FORMULÁRIO DE AÇÃO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM 1.1. TÍTULO: CAPACITAÇÃO PARA EDUCADORES DA PRIMEIRA INFÂNCIA,

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013.

LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013. LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013. Dispõe sobre a Política Municipal de Atendimento ao Idoso do Município de São Gonçalo do Rio Abaixo, Cria o Conselho Municipal do Idoso e dá outras providências.

Leia mais

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde 1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Índice Quem é o Pedagogo?... Qual a duração do curso?... Quais os objetivos do curso?... E os campos de atuação?... Que

Leia mais

PROJETO BOQUINHA ALEGRE

PROJETO BOQUINHA ALEGRE PROJETO BOQUINHA ALEGRE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A instituição Casas Lares Humberto de Campos é uma entidade, na modalidade de associação, sem fins lucrativos, mantida pelo Grupo Educacional e Assistencial

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES 2013 INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES Este documento visa orientar as ações para a inscrição de estudantes irregulares no de anos anteriores e esclarecer as dúvidas que possam aparecer durante o processo

Leia mais

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial.

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial. PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 Categoria Franqueador Máster Dados da empresa Razão Social: IBAC Indústria Brasileira de Alimentos e Chocolates Nome Fantasia: Cacau Show Data de fundação:

Leia mais

ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO

ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO Autoria: Elaine Emar Ribeiro César Fonte: Critérios Compromisso com a Excelência e Rumo à Excelência

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Turismo

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

Formando o aluno para a responsabilidade social. Esther Carvalho Março 2010

Formando o aluno para a responsabilidade social. Esther Carvalho Março 2010 Formando o aluno para a responsabilidade social Esther Carvalho Março 2010 Missão "Servir com excelência, por meio da educação, formando cidadãos éticos, solidários e competentes" Visão "Ser referência

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB EDUCAÇÃO AMBIENTAL PELO BEM ESTAR E SAÚDE ANIMAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO DA VILA FLORESTAL EM LAGOA SECA/PB Luana da Silva Barbosa 1 ; Benedito Marinho da Costa Neto 2 ; Alfredo Rosas de Lima

Leia mais

X Encontro Nacional de Escolas de Governo

X Encontro Nacional de Escolas de Governo X Encontro Nacional de Escolas de Governo Painel Cursos de pós-graduação nas escolas de governo A experiência da Enap na oferta de cursos de pós-graduação lato sensu Carmen Izabel Gatto e Maria Stela Reis

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA (Licenciatura e Bacharelado)

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA (Licenciatura e Bacharelado) FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES Entidade Mantenedora: ORGANIZAÇÃO EDUCACIONAL DE RIBEIRÃO PIRES R. Cel. Oliveira Lima, 3.345 Parque Aliança SP CEP: 09400-000 C.P.150 Telefones: 4828-2066 Fax: 4828-5513

Leia mais

1 Atividades de planejamento

1 Atividades de planejamento Belém Pará 2012 1 Atividades de planejamento Durante o mês de janeiro, foi priorizadas atividades de planejamento para as atividades do NIE para o trabalho do ano de 2012. Este planejamento ocorreu no

Leia mais

Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE

Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: (Campo não preenchido). Cidade: Londrina.

Leia mais

Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay

Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay Experiência Brasil Eliane Ribeiro UNIRIO/UERJ/ Secretaria Nacional

Leia mais

A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA PRÓ- REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA- UEPG

A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA PRÓ- REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA- UEPG A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA PRÓ- REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA- UEPG MAYER, Maria Fernanda (estagio I), e-mail: mariaf@onda.com.br NADAL, Isabela Martins (supervisora

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO A universidade vivencia, em seu cotidiano, situações de alto grau de complexidade que descortinam possibilidades, mas também limitações para suas

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais