PROJETO BÁSICO PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA GESTÃO DE VENDA E DISTRIBUIÇÃO DE INGRESSOS PARA O EVENTO NATAL LUZ DE GRAMADO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO BÁSICO PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA GESTÃO DE VENDA E DISTRIBUIÇÃO DE INGRESSOS PARA O EVENTO NATAL LUZ DE GRAMADO"

Transcrição

1 PROJETO BÁSICO PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA GESTÃO DE VENDA E DISTRIBUIÇÃO DE INGRESSOS PARA O EVENTO NATAL LUZ DE GRAMADO 1 OBJETO 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para prestação de serviços de venda e distribuição de ingressos para eventos, por intermédio de software com banco de dados local, integrado online com todos seus canais de distribuição (pontos de vendas físicos, televendas e internet), incluindo fornecimento de mão-de-obra para atendimento na bilheteria física do evento, bem como suporte técnico e serviços de manutenção necessários, para o evento denominado Natal Luz de Gramado, na cidade de Gramado/RS, para o exercício 2015/ DOS FATOS 2.1 Sabendo que a Gramadotur Autarquia Municipal de Turismo realizará o evento 30º Natal Luz, existe a necessidade de contratação de empresa que disponibilize sistema e infraestrutura para viabilização de venda de ingressos para o evento, via internet e na bilheteria local, considerando que a Autarquia não possui infraestrutura para operação de um sistema deste porte e pessoal para atuar efetivamente e exclusivamente neste processo. 3 DOS SERVIÇOS

2 3.1 Este Projeto Básico visa contratar empresa prestadora de serviços de venda e distribuição de ingressos para eventos conforme especificado a seguir: 3.2 Venda e gerenciamento de ingressos via internet, com transação via cartão de crédito e débito, aceitando todas as bandeiras; 3.3 Integração com o site do evento; 3.4 Controle da venda de ingressos antecipados, com tickets personalizados com logo a ser definido pela Gramadotur; 3.5 Controle da venda de ingressos em bilheterias físicas e móveis; 3.6 Controle na entrada dos eventos por meio da conferência de ingressos e seus respectivos códigos de barras; 4 OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 4.1 Controlar a venda de ingressos por CPF, não permitindo a compra de mais de 6 (seis) ingressos por pessoa, conforme definido pela Gramadotur; 4.2 Operar e controlar a venda de ingressos com descontos (estudantes, idosos, vale cultura, etc), não permitindo a compra de mais de um ingresso por pessoa, conforme definido pela Gramadotur; 4.3 Controlar a venda de ingressos por espetáculo, por modalidade (internet, canais de venda, televenda, bilheteria, antecipado, etc) e por convidados; 4.4 Controlar os ingressos não vendidos e não comparecidos, por data e por espetáculo; 4.5 Bloquear e liberar ingressos em lotes e em percentuais para venda antecipada, internet e bilheteria, definidos pela Gramadotur;

3 4.6 Fornecer sistema para controle de acesso na entrada dos eventos, online, validando os ingressos para que não seja possível entrar no evento com tickets duplos, falsificados e outros; 4.7 Fornecer senhas para a Gramadotur para acesso online aos dados de vendas dos ingressos e suas variáveis; 4.8 Emitir voucher e/ou ingresso eletrônico que permita acesso direto ao evento (sem a necessidade de realizar troca como no caso do voucher) para a impressão local. A decisão de escolha entre as formas citadas acima cabe a Contratante. A Contratada deverá validar os tickets vendidos. 4.9 Disponibilizar informações e relatórios pertinentes ao processo de venda sempre que solicitado pela Contratante; 4.10 Disponibilizar acesso irrestrito a base de dados para a realização de auditorias, da seguinte maneira: Os dados sobre as vendas de ingressos do 30 Natal Luz deverão ser disponibilizados para consulta através de uma URL diretamente no Banco de Dados As informações disponibilizadas deverão estar atualizadas em tempo real. Desta forma, o campos devem ser disponibilizados individualmente, como por exemplo os campos principais: Dados de cadastro dos clientes: país, UF, cidade, sexo; Ingressos: espetáculo, assento, quantidade, valor, lote, ponto de venda, data/hora da compra do ingresso; Tipo de Ingresso: agência, meia entrada, ingresso inteiro, convidado; Espetáculos: nome, data da realização; Entre outras informações que possam ser úteis para as análises Gerar novos relatórios fora do padrão do programa, mediante serviço de hora técnica; 4.12 Disponibilizar equipamentos para operar a impressão e conferência dos vouchers vendidos;

4 4.13 Contratar link de internet para comunicação entre os locais dos eventos e a bilheteria central; 4.14 Fornecer todos os equipamentos necessários, para a venda de ingressos nas bilheterias, bem como fazer a manutenção dos mesmos. Serão necessários para essa operação, computadores, linhas telefônicas fixas, impressoras, tonners e demais equipamentos que se julguem necessários para o perfeito atendimento na bilheteria e locais de venda de ingressos para o evento; 4.15 Instalar linha de telefone fixa que esteja em funcionamento desde o primeiro dia do evento para contato entre Contratada e Contratante; 4.16 Dar assistência, treinamento e suporte relacionados à solução instalada pela Contratada e usada pela Gramadotur; 4.17 Treinar a equipe que irá operar a venda de ingressos antecipados, a partir da assinatura do contrato e, também, a equipe que vai operar a venda na bilheteria, 15 dias antes do início do evento; 4.18 Oferecer ao cliente, por meio de um sistema, a possibilidade de escolha do setor, independendo se os ingressos foram adquiridos na bilheteria oficial ou na internet; 4.19 Depositar os valores da receita bruta em conta bancária da Gramadotur semanalmente; 4.20 Imprimir ingressos com arte específica, a ser previamente aprovada pela Gramadotur, contendo nome, data e horário do evento, valores pagos pelos ingressos, lugares marcados ou não, tipo de ingresso (inteira, estudante, idoso), sequencial do ingresso e código de barras único por ingresso, para registro, objetivando verificação futura; 4.21 Cadastrar as promoções específicas de cada espetáculo com antecedência de data e hora, solicitados pela Contratante;

5 4.22 Impossibilitar a emissão em duplicidade de um determinado ingresso nos guichês de cada um dos operadores; 4.23 Utilizar bloqueios para patrocinadores, convidados, etc.; 4.24 Controlar acesso à entrada dos eventos por meio de leitura de código único de barras, devidamente impresso em cada ingresso; 4.25 Ter função de cópia de segurança ( back-up ) diário disponível em mídia ou meio eletrônico de todos os dados constantes no sistema; 4.26 Emitir diversos relatórios, como: modalidade de vendas de ingressos (cartão crédito, cartão de débito, dinheiro, etc.), ingressos vendidos por sessão e setor em qualquer periodicidade e por tipo de bilhete (inteira, estudante, idosos e outros), ingressos consolidado com discriminação de venda dos pontos de bilheteria, remotos e via internet, borderôs, históricos de movimentação anteriores de vendas e operações em geral, controle de acessos; 4.27 Colocar à disposição da Gramadotur os softwares que compõe a solução demandada pela Contratada, assim como seus canais de vendas; 4.28 Prestar todo suporte técnico e demais serviços para implantação, treinamento e manutenção do sistema de venda de ingressos do evento, através do técnico a ser disponibilizado pela empresa; 4.29 Não suspender, durante a vigência do contrato, o uso e gozo da solução demandada pela Gramadotur; 4.30 Manter sigilo e confidencialidade sobre todas as informações da Gramadotur que lhe tenham sido confiadas para o perfeito e completo atendimento ao objeto deste instrumento; 4.31 Realizar a instalação da solução local requerida, por um técnico da Contratada, sediado em Gramado e à disposição do evento em tempo integral, durante a sua vigência, para suporte e manutenção dos equipamentos e sistema;

6 4.32 Disponibilizar reserva técnica de 10% a mais em equipamentos, além dos exigidos para instalação na bilheteria do evento e nas entradas dos espetáculos, para eventual substituição, em caso de problemas técnicos operacionais; 4.33 Fornecer o papel-ingresso para todos os ingressos do evento, sendo que o papel deve possuir sistema de segurança a fim de evitar falsificação; 4.34 Fornecer o equipamento necessário para a montagem da bilheteria local e seu respectivo controle de acesso nos dias do evento; 4.35 Efetuar a emissão de todos os convites cortesia solicitados pela Gramadotur, com código de barras, em data estipulada pela Gramadotur, mantendo controle dos mesmos, seja por espetáculo e por data, bem como os ingressos dos ensaios abertos dos espetáculos; 4.36 Disponibilizar estrutura de venda com pessoal próprio para atender aos pedidos de grupos e agências; 4.37 Conter no mínimo 10 pontos de venda espalhados pelo Brasil; 4.38 Fornecer o equipamento necessário para a conferência e validação dos ingressos em cada espetáculo, com leitor de código de barras, em número mínimo de 3 (três) por cada ponto de acesso dos eventos, totalizando mínimo de 12 (doze) leitores para uso nos espetáculos, bem como pessoal treinado para efetuar o controle e conferência de acessos, em número de no mínimo uma pessoa por equipamento, totalizando assim 12 (doze) pessoas, no mínimo para os espetáculos Nativitaten, Grande Desfile de Natal, Natal pelo mundo e Luz. Para os espetáculos que ocorrerão no Palácio dos Festivais e no Expogramado deverão ser disponibilizados, no mínimo, 4 (quatro) leitores e, consequentemente 4 (quatro) pessoas para realizar a operação; 4.39 Auxiliar e acompanhar a montagem e desmontagem das bilheterias; 4.40 Contratar receptivo com 12 pessoas para atendimento dos guichês nas bilheterias, mais um coordenador, pelo período de 30 de outubro de 2015 a 17 de janeiro de 2016, para atendimento das bilheterias com a seguinte distribuição:

7 Atendimento para 05 (Cinco) guichês na bilheteria central para venda de ingressos (local a ser definido pela Gramadotur); Atendimento para 02(dois) guichês na bilheteria central (local a ser definido pela Gramadotur) para troca de voucher; Atendimento para 01 (Um) guichê na bilheteria da Vila de Natal, para venda de ingressos para as atrações da Vila, com no mínimo uma pessoa durante o horário de funcionamento da Vila; Atendimento para 01 (Um) guichê, para bilheteria móvel, que deverá estar atendendo nos 5 (cinco) grandes espetáculos (Grande Desfile de Natal, Fantástica fábrica de Natal, Nativitaten, Natal pelo mundo e Luz). Não havendo ingressos disponíveis em determinado espetáculo, este serviço estará dispensado neste dia; Atendimento para cadastro prévio e informações sobre aquisição de ingressos, com no mínimo duas pessoas, em locais a serem definidos pela Gramadotur, seja em ambiente fixo ou com a utilização de equipamentos eletrônicos totens Coordenador geral para bilheterias, com no mínimo 01 pessoa em tempo integral nos horários de funcionamento da bilheteria central; 4.41 Deverá ter folguistas em número suficiente para contemplar as cargas horárias exigidas, em sistema de rodízio e para atendimento de eventuais espetáculos extras, na bilheteria móvel, que venham a ser solicitados Contratar o número de pessoas suficientes para a execução dos serviços no prazo acordado; 4.43 Realizar treinamento dos colaboradores nas práticas de trabalho e nas informações pertinentes ao evento, estabelecendo um curso com carga horária mínima de 8 horas, no mínimo uma vez por semana, até 29 de outubro de 2015, aberto a todas as equipes envolvidas no evento, no qual os integrantes deverão ter uma frequência mínima de 75% do total de horas.

8 4.44 Disponibilizar equipe com boa apresentação e aparência adequada à realização dos serviços; 4.45 Oferecer o material de expediente necessário para a execução dos trabalhos, inclusive o papel-ingresso; 4.46 Assegurar-se de que cada um de seus colaboradores esteja treinado nas práticas de trabalho e nas informações pertinentes ao evento; 4.47 Prestar treinamento à equipe quanto à estrutura física de cada evento e demais assuntos pertinentes, para poder orientar os visitantes e comunidade; 4.48 Coordenar todas as equipes de trabalho destinadas ao fiel cumprimento deste contrato; 4.49 Apresentar à Gramadotur, diariamente, no fechamento dos caixas, relatórios de venda de ingressos sobre a realização dos serviços no respectivo período; 4.50 Responsabilizar-se com as despesas e deslocamento, estadia e alimentação de todos os seus contratados; 4.51 Recolher os encargos fiscais decorrentes da prestação de serviços; 4.52 Responsabilizar-se por eventuais danos causados diretamente à Gramadotur, ao evento ou a terceiros, decorrentes de sua culpa ou dolo na execução do contrato ou de seus contratados; 4.53 Responsabilizar-se por todas as obrigações decorrentes da execução contratual, incluindo materiais, mão-de-obra, locomoção, seguros de acidentes, impostos, contribuições previdenciárias, encargos trabalhistas e quaisquer outras que forem devidos, relativamente à execução dos serviços e aos seus colaboradores; 4.54 A empresa contratada, mediante notificação formal, independentemente de justificativa, deverá fazer a retirada imediata do preposto ou qualquer pessoal cuja atuação, permanência e/ou comportamento sejam julgados prejudiciais, inconvenientes

9 ou insatisfatórios, devendo sua substituição ocorrer no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas; 4.55 Substituir qualquer colaborador no caso de atraso ou falta, ausência legal ou folga, de maneira a não prejudicar o andamento e a boa execução dos serviços no tempo máximo de 1 (uma) hora, cabendo à empresa sujeitar-se às penalidades que couberem, quando não cumpridas estas exigências; 4.56 A contratada estará sob supervisão da Diretoria da Gramadotur e do fiscal do contrato da mesma, devendo a eles se reportar para parecer de aprovação das demandas do evento sujeitas a qualquer alteração Deverá, a Contratada, atender todas as exigências e solicitações da Gramadotur em até 24 horas, e apresentar prazo de solução da demanda, a ser aceita pela Gramadotur, considerado o grau de dificuldade de solução, em acordo com o setor de TI Tecnologia da Informação da Gramadotur Disponibilizar 1 (um) técnico, no mínimo, sediado em Gramado 15 dias antes do início do evento até 10 dias após término do evento, para disponibilizar dados necessários ao controle e gerenciamento da venda de ingressos e suporte técnico operacional Horários: todas as bilheterias terão turnos diários, sendo na bilheteria central o horário das 10h às 21h, na bilheteria móvel, em cada espetáculo a partir das 19h Restituir o valor do ingresso ao cliente, em caso de cancelamento do espetáculo por parte da Contratante, sendo responsável por todo processo de restituição seguido as normas definidas pela Gramadotur quanto ao procedimento; 4.61 A Contratada deverá também realizar cadastro dos clientes que efetuarem a compra nas bilheterias físicas, sendo na bilheteria central, ambulantes etc, devendo constar os mesmos dados do cadastro de compra efetuada pela internet. 5 OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE

10 5.1 Responsabilizar-se pela realização do evento, isentando a Contratada de responsabilidade civil por eventual suspensão, cancelamento ou não realização do evento ou de algum dos espetáculos; 5.2 Responsabilizar-se pelo recolhimento, manuseio, segurança e transporte do numerário operado na bilheteria local, retirado no dia do evento até às 13 horas e o restante até a primeira hora, do dia seguinte ao evento; 5.3 Responsabilizar-se pelo serviço de segurança de pessoal, operação e equipamentos; 5.4 Responsabilizar-se pelo transporte e guarda de equipamentos disponibilizados para uso durante o evento; 5.5 Efetuar o convênio com as operadoras de cartões de crédito, definindo as bandeiras que serão aceitas nas operações de vendas de ingressos, bem como a taxa de desconto a ser paga à operadora, relativo à venda da bilheteria do evento; 5.6 Disponibilizar local para a venda de ingressos com guichês próprios para o atendimento ao público; 5.7 Acompanhar a instalação no local de trabalho de todos os materiais, equipamentos e acessórios necessários à prestação dos serviços pela Contratada; 5.8 Monitorar o treinamento do sistema operacional, a ser realizado pela Contratada; 5.9 Efetuar a locação das máquinas (POS) para operação de vendas através de cartões de crédito e débito; 5.10 Responsabilizar-se pela limpeza do local da venda de ingressos; 5.11 Responsabilizar-se pela segurança do local onde serão comercializados os ingressos; 5.12 Disponibilizar uniformes às equipes de trabalho com identificação;

11 5.13 Disponibilizar salas para os treinamentos e os equipamentos necessários para as apresentações propostas; 5.14 Divulgar os canais de venda da Contratada nas seguintes situações: Site oficial da Gramadotur e Natal Luz, com link de direcionamento e a logomarca da Contratada ou outros canais definidos pela Contratante; A Contratada receberá referência sobre seus canais de venda nas mídias impressas como jornais, revistas, panfletos, agenda com a programação, outdoors, etc; A Contratada receberá referência sobre seus canais de venda nas mídias online como banners, htmls, pop-ups, s, etc; Rádios, com o dizer vendas (nome da empresa.com nº xxxxxx) durante ou ao final da divulgação da Contratada; 5.15 Disponibilizar infraestrutura física, mobiliário, elétrica/lógica e segurança, em ambiente seguro e livre de intempéries climáticas; 5.16 Disponibilizar infraestrutura física, mobiliário, elétrica/lógica e segurança nos portões de acesso dos espetáculos; 5.17 Definir os tipos de ingressos, setores, preços, descontos e todas informações necessárias às vendas de ingressos para o 30º Natal Luz de Gramado, em até 10 (dez) dias antes do início das vendas para o público. 6 DA HABILITAÇÃO 6.1 Para fins de habilitação nesta licitação, o licitante deverá apresentar a seguinte qualificação técnica: 6.2 Apresentar experiência na área de venda de ingressos via internet através de, no mínimo, 1 (um) atestado, comprovando plena capacidade de atendimento, apresentando receita bruta mínima de R$ ,00 (cinco milhões de reais) ou

12 venda mínima de ingressos para um evento, considerando para ambas situações o período de 12 meses. 6.3 Apresentar, no mínimo, 2 (dois) atestados de capacidade técnica, fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado, que comprovem a aptidão da licitante para desempenho de atividade pertinente e compatível com o objeto do certame. 6.4 ESTIMATIVA DE VENDAS PARA A 30ª EDIÇÃO DO NATAL LUZ DE GRAMADO 2015/2016: Valor mínimo de ingressos: R$ 63,00. Valor máximo de ingressos: R$ 252,00. Sendo que esses ingressos poderão ser vendidos a meia entrada. Valor de R$ ,50 estimado de venda ingressos estimados para venda. Também poderão ser vendidos bens e serviços a serem definidos pela Contratante. 6.5 VALORES DE 2014/2015: Bilheteria: Emitidos ingressos. Valor Arrecadado R$ ,25 Ticket médio: R$ 73,24.

13 6.6 OBSERVAÇÃO: Deverá ser observado reserva mínima de 10% dos ingressos para venda na bilheteria do evento, ficando a critério da Gramadotur eventuais variações. 7 DA REMUNERAÇÃO 7.1 A Contratada será remunerada em comissão definida no percentual máximo de 6% (seis por cento), sobre o valor do ingresso oficial do evento, vendido através da bilheteria central, do seu site, pontos de vendas e televendas, sendo que não receberá remuneração sobre os ingressos cortesias do evento, devendo, todavia, responsabilizar-se pela impressão destes. 7.2 A empresa Contratada poderá se remunerar em R$ 10,00 (dez reais) por ingresso físico entregue a domicílio sendo a relação estabelecida entre Contratada e cliente. 7.3 Esta remuneração deve suportar todos os custos diretos e indiretos, impostos, taxas, benefícios, encargos sociais, trabalhistas e fiscais e de materiais e, constituirá, a qualquer título, a única e completa remuneração pela adequada e perfeita prestação do objeto desta licitação, de modo a que nenhuma outra remuneração seja devida A contratada efetuara a comercialização dos ingressos para grupos e agências de turismo devidamente regulares em razão de seu funcionamento, conforme as exigências da legislação vigente e com o registro válido junto ao CADASTUR, observando a tabela de descontos a ser prevista no Regulamento do Evento, no limite máximo de 100 mil ingressos e sendo remunerada em 50% do percentual contratado, para esta modalidade. 7.5 A Contratada também deverá arcar com os custos de cartão de crédito em todas as vendas realizadas pela mesma, exceto nas vendas realizadas na bilheteria central do evento e nas bilheterias móveis no período de realização do evento, que serão suportadas pela Gramadotur.

14 7.6 A Contratada será remunerada em hora técnica para os serviços de geração de novos relatórios fora do padrão do programa, mediante pedido da Gramadotur, estabelecendo-se como limite (teto) o valor de R$ 150,00 a hora. 7.7 A Contratada não poderá, em hipótese alguma, cobrar taxa de conveniência dos clientes. 8 DO VALOR 8.1 Será vencedora a LICITANTE que ofertar o menor percentual, considerando para tanto o teto 6% (seis por cento), que será utilizado como forma de remuneração, sobre o valor do ingresso comercializado, sendo admitidas nas propostas o limite de duas casas decimais após o número inteiro. 9 DAS ETAPAS DE SERVIÇOS 9.1 A prestação de serviços iniciará na data de assinatura do contrato, sendo que, o início da venda de ingressos via internet para todos os espetáculos ocorridos no evento Natal Luz - 30ª edição, deverá ocorrer em um prazo máximo de 30 (trinta) dias após a assinatura do contrato, encerrando-se em 17 de janeiro de 2016 a venda, emissão e validação dos tickets, mantendo-se a prestação de informações gerenciais à Gramadotur até quando for considerado necessário. 9.2 Os materiais necessários para a execução dos serviços serão fornecidos: X Pela Contratada X Pela Gramadotur 9.3 O serviço objeto deste contrato será fiscalizado pelo servidor José Antonio Ribeiro de Moura. 9.4 Os pagamentos à contratada deverão ocorrer:

15 Por serviço A cada x Na entrega dos Conforme cronograma executado serviços abaixo 9.5 Quanto à possibilidade de prorrogação do contrato após o dia 17 de janeiro de 2016: x Não há interesse na prorrogação Há interesse na prorrogação por mais 60 meses, se os serviços forem satisfatórios. João Pedro Till Diretor Presidente da GramadoTur Gramado (RS) 05 de maio de 2015.

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para realizar pesquisas do perfil do turista do evento Natal Luz

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para prestação de serviços de limpeza para o 29º Natal Luz de Gramado,

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição para contratação de empresa para realização de administração de estacionamento

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para realizar serviços de filmagem, edição e produção de vídeos para

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O Presente Projeto Básico consiste na descrição de serviços e especificações para locação de radiocomunicadores para utilização

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Objeto: Contratação de empresa para prestação de serviços de vigia, portaria e limpeza, para atendimento junto ao Complexo, conforme quantidades e descrições contidas neste

Leia mais

Natal Luz 2014 Gramado/RS

Natal Luz 2014 Gramado/RS Natal Luz 2014 Gramado/RS Dúvidas Frequentes O que é o Natal Luz de Gramado? Considerado o maior evento natalino do Brasil e um dos maiores do mundo, o Natal Luz transforma Gramado em um grande parque

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa(s) para prestação de serviços de vigia, vigilante, limpeza e recepção/orientação

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da contratação de serviços: 1.1 O presente Projeto Básico tem como objetivo a contratação de empresa para locação de impressoras, incluindo o fornecimento de

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para prestação de serviços de seguro de responsabilidade civil geral

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição para contratação de empresa para prestação de serviços de locação e instalação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE O presente Anexo III faz parte integrante do Contrato de Credenciamento ao Sistema Elavon ( CONTRATO ) registrado no 5º Oficial de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS TERMO DE REFERÊNCIA Nº. 002 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA CONTÁBIL Porto Velho, 24 de Fevereiro de 2014. 1. OBJETO Prestação de serviços especializados em auditoria

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério menor preço, objetivando

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição para contratação de empresa para prestação de serviços de seguro de responsabilidade

Leia mais

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório Regulamento Estágio Curricular Obrigatório CST em Fabricação Mecânica CST em Gestão de Recursos Humanos CST em Mecatrônica Industrial 1 CAPÍTULO I DA JUSTIFICATIVA E FINALIDADES Art. 1º - O programa de

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição de serviços para contratação de empresa produtora de eventos e espetáculos para

Leia mais

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) TERMO DE ADESÃO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato.

h) CADASTRO Documento formal ao qual a EMPRESA CREDENCIADA adere ao PROGRAMA MAXXIMO FIDELIDADE nas condições do presente contrato. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PROGRAMA DE FIDELIDADE inscrita no CNPJ/MF sob o n. 09.016.557/0001-95, com sede na Rua Dr. Sodré 122 Sala 53, Vila Nova Conceição, São Paulo SP - CEP: 04535-110,

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para realizar remasterização das imagens captadas para o DVD do 29º

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TERMO DE REFERENCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO TERMO DE REFERENCIA TERMO DE REFERENCIA l.objeto _ 1.1 Contratação de empresa especializada para a administração e fornecimento de cartões eletrônicos/magnéticos, na forma de vale refeição, para compras em uma rede de estabelecimentos

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para prestação de serviços de resgate de urgência e emergência para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO:

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.001039/2009-04

Leia mais

Contrato Comercial. Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão...

Contrato Comercial. Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... Contrato Comercial Objetivo: Setup - Plataforma de E-commerce Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... : Emitido por: 0 Contrato Comercial Pelo presente instrumento, firma-se o acordo comercial

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA.

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. EDITAL CONCORRÊNCIA 01/2015 ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. Este Anexo apresenta as especificações requeridas para o Sistema de Bilhetagem Eletrônica SBE a ser implantado

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº:

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM102T7 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: II GLOSSÁRIO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 Din Din Copa Santander Libertadores MODALIDADE:

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Processo 50618.000923/2008-47 1. OBJETO 01.01. Contratação de empresa para fornecimento de combustível para abastecimento dos veículos a serviço da Superintendência Regional

Leia mais

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPOR O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA

Leia mais

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Empresa Municipal de Informática S.A. - IplanRio Termo de Referência Manutenção Preventiva e Corretiva de Equipamentos Ativos de Rede de Dados do Palácio da Cidade

Leia mais

CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR

CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR CARTA CONVITE N 04/2012 CONVÊNIO 760683/2011 SDH/PR TIPO: MENOR PREÇO O Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Glória de Ivone CEDECA-TO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro

Leia mais

PROJETO BÁSICO HOSPEDAGEM

PROJETO BÁSICO HOSPEDAGEM PROJETO BÁSICO HOSPEDAGEM 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na abertura de credenciamento para empresas prestadoras de serviços de hospedagem, incluindo

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 19651/2012 Prezados Senhores, Brasília, 28 de novembro de 2012. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/04/044 - Implementação de

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na concessão de espaços públicos junto à Feira de Natal do Natal Luz de Gramado, incluindo

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR Projeto Básico da Contratação de Serviços: Contratação de empresa para prestação de serviços de consultoria, análise e mapeamento em gestão comercial para a Gramadotur. Dos Fatos:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para Certificado Digital 1. Objetivo Esta proposta tem por objetivo realizar a emissão e validação do Certificado Digital da Serasa Experian.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PU 12/12 T MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE VALE-REFEIÇÃO ELEIÇÕES 2016 1 OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada no fornecimento de 11.958 (onze mil, novecentos e cinquenta e oito) vales-refeições de valor

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015

EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 003/2015 AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob n.º 18.137.082/0001-86, neste ato representado por seu

Leia mais

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 1) DO OBJETO Constitui objeto desta especificação a contratação de empresa para o fornecimento de peças originais de reposição de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016 CONTRATO Nº 038/2014 MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS O MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS, Estado de Minas Gerais, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 18.677.633/0001-02,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens PO I ESIS

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens PO I ESIS TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens POIESIS ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DOS SERVIÇOS 4. DOS CRITÉRIOS DE JULGAMENTO 5. OBRIGAÇÕES

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA

PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA Janeiro/2013 Página 1 de 6 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa(s) especializada(s) em manutenção e instalação

Leia mais

PROJETO BÁSICO. 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços:

PROJETO BÁSICO. 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: PROJETO BÁSICO 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para prestação de serviços de direção cultural, artística e pedagógica do Programa

Leia mais

Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016.

Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016. 1 Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016. Formulários obrigatórios para Prestação de Contas PRESTAÇÃO DE CONTAS - PROJETOS INCENTIVADOS PELA DME E/OU SUAS SUBSIDIÁRIAS.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR

CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM110P3 - MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003600/2011-04

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 07/2013

COLETA DE PREÇOS nº 07/2013 COLETA DE PREÇOS nº 07/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23

2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23 2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23 Pergunta n.º 01: Caso o DNIT/TO já possua este tipo de serviço, qual é o fornecedor atual e a taxa de administração que vem sendo aplicada? Resposta:

Leia mais

Programa de Educação Tutorial - PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET

Programa de Educação Tutorial - PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O CUSTEIO PET LEGISLAÇÃO Lei nº11.180/2005 O professor tutor, de acordo com o 1º do art. 12 da Lei n o 11.180/2005, receberá semestralmente um montante de recursos equivalente

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM930T4 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA ANEXO VI MINUTA DE CONTRATO CONTRATO que entre si fazem o DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA e a empresa xxxxxxxx, para seguro contra terceiros para os veículos deste Departamento. O DEPARTAMENTO

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O Presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para confecção de bandeiras para a 25ª Festa da Colônia de Gramado,

Leia mais

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1 CONDIÇÕES GERAIS DO PU114P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PLANO PU114P MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005166/2011-99II

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se:

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU 1. Definições Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: Empresa Concessionária: Viação Itu Ltda, pessoa

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA n OBJETO 1.1- Contratação de empresa especializada para FORNECIMENTO 0E PASSAGENS AÉREAS EM ÂMBITO NACIONAL E INTERNACIONAL PARA ESTE, mediante menor preço, apurado pelo menor valor

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR. 3.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR. 3.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada para prestação de serviços, por empreitada por preço

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013.

RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013. RESOLUÇÃO AGERBA N 08, DE 03 DE JUNHO DE 2013. Dispõe sobre a implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica em linhas metropolitanas de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros. A Diretoria

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

Projeto Básico - Prestação de Serviços

Projeto Básico - Prestação de Serviços Diretoria de Tecnologia Gerência de Fornecimento de TI Projeto Básico - Prestação de Serviços 1. Objeto: 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de escuta de gravações e monitoração

Leia mais

CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA

CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E, VISANDO AO ESTABELECIMENTO DE CONDIÇÕES PARA O FINANCIAMENTO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200

CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200 CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200 CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) GLOSSÁRIO _ Subscritor é a pessoa que subscreve

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC CONDIÇÕES GERAIS DO PIC I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CIA ITAÚ DE CAPITALIZAÇÃO CNPJ: 23.025.711/0001-16 PIC - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005217/2012-63 WEB-SITE:

Leia mais

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076. CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 226 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de serviço de fornecimento de assinatura de jornais impressos e revistas, assim como acesso às matérias on line dos respectivos jornais e revistas para

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS Belo Horizonte, Novembro de 2013. Diretoria de Crédito Consignado Diretoria Executiva Comercial Diretoria Executiva Administrativa e de Atendimento

Leia mais

ANEXO - I PROJETO BÁSICO

ANEXO - I PROJETO BÁSICO ANEXO - I PROJETO BÁSICO 1. OBJETO: Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços relativos à emissão de passagens aéreas nacionais e internacionais compreendendo a reserva, emissão,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARQUEADAS Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE CHARQUEADAS Estado do Rio Grande do Sul CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. _/2009 CONVITE Nº. 012/2009 PROCESSO Nº. 51030/2009 Contrato firmado entre o Município de Charqueadas e a empresa para a prestação de serviços de internet via rádio

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS 1 DAS PARTES 1.1. CONTRATADA O EXCLUSIVO COMERCIAL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA MAIS DANONE

REGULAMENTO PROGRAMA MAIS DANONE REGULAMENTO PROGRAMA MAIS DANONE DANONE LTDA., pessoa jurídica de direito privado, devidamente inscrita no CNPJ/MF sob o nº 23.643.315/0001-52, com sede na Av. Paulista, nº 2.300, 5º andar, Cerqueira César,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PU 81.4 - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: II 15.01, no caso da prestação dos serviços de administração de cartão de crédito ou débito e congêneres;

LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: II 15.01, no caso da prestação dos serviços de administração de cartão de crédito ou débito e congêneres; LEI Nº 2465/2013 SÚMULA: Estabelece normas de incidência do ISS, relativas às operações efetuadas com cartões de crédito e de débito, e dá outras providências. AUTORIA: Poder Executivo A Câmara Municipal

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem de 01 (um) Arquivo Deslizante, com acionamento mecânico, destinados ao armazenamento de documentos e acervos do SEBRAE

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP TORCIDA BRASIL MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA -

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA - TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL DA COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA - CODEBA 1. OBJETO Prestação de serviços em medicina

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA Contrato de prestação de serviços educacionais que fazem entre si SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA HOSPITAL

Leia mais

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Termo de Referência Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Maio/2012 Índice 1. OBJETO... 3 2. ESCOPO... 3 3. PRAZO... 7 4. LOCAL DE TREINAMENTO... 7 5. HORÁRIO DE TREINAMENTO...

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900001/2014-75 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

DECRETO Nº 11.551 ----------------------------

DECRETO Nº 11.551 ---------------------------- Volta Redonda Sede do Governo do antigo Povoado de Santo Antônio, inicialmente Distrito de Paz, emancipada aos 17 dias do mês de Julho de 1954, berço da Siderurgia no Brasil. Dispõe sobre a instituição

Leia mais