7 Referências Bibliográficas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "7 Referências Bibliográficas"

Transcrição

1 7 Referências Bibliográficas ABREU, F. et. al. Vantagens e desvantagens do uso do Balanced Scorecard: o caso CARRIS. Encontro Nacional de Engenharia de Produção - ENEGEP, Florianopolis, ANTONIONI, David Crafting the art of stakeholder management. Industrial Management., p , ASQUITH, D.; BETHEL, J.E. Using Heuristics to Evaluate Projects: The Case of Ranking Projects by IRR. The Engineering Economist, v. 40, n. 3, p , BACON, C.J. The use of decision criteria in selecting information systems/technology investments. MIS Quarterly, v. 16, n. 3, p , BOUNI, C. Indicateurs de développement durable: l enjeu d organiser une information hétérogène pour préparer une décision multicritère. Paris: Application des Sciences de l Action (AScA), BREALEY, R.A. Principles of Corporate Finance. New York: McGraw Hill Companies Inc., BRZOZOWSKA, Krystyna Cost-Benefit Analysis in Public Project Appraisal. Engineering Economics, n. 3, p.78-83, CARNEIRO, Margareth Fabíola Indicadores: a maneira de se acompanhar o progresso e medir o sucesso de programas e projetos. Mundo Project Management, n. 1, p , CHARRON, Donna Card Stockholders and Stakeholders: The Battle for Control of the Corporation. Cato Journal, v. 27, n.1, p. 1-22, CHEN, Sheu Hua; LEE, Hong Tau Performance evaluation model for project managers using managerial practices. International Journal of Project Management, v. 25, p , 2007.

2 CLARK Jr.; ALTYN, L. Development, application and evaluation of an organizational performance measurement system. Industrial and Systems Engineering Department, Virginia Polytechnic Institute and State Univerrsity, CRAM, Alec The IT Balanced Scorecard Revisited. Information System Control Journal, v. 5, p. 1-5, 2007 DINSMORE, P.C.; Winning in Business with Enterprise Project Management. New York: American Management Association, DIXIT, A.; PINDYCK, R.S. Investments under uncertainty. Princeton University Press, New Jersey, EVANS, D.A.; FORBES, S.M. Decision Making and Display Methods: The Case of Prescription and Practice in Capital Budgeting. The Engineering Economist, v. 39, n. 1, p , FELTHAM, Gerald A. Cost Aggregation: An Information Economic Analysis, Journal of Accounting Research, p , FENTON, E.M; PETTIGREW, A. Theoretical perspectives on new forms of organizing, The Innovating Organization, p.1-46, FESS, P.C.; WARREN, C.S. Accounting principles. New York: Thomson, GALE, Sarah Fister The real deal. PM Network, Pennsylvania, v. 23, n. 12, p , GARCIA-AYUSO, M. Intangibles lessons from the past and a look into the future. Journal of intellectual Capital, v. 4, n. 4, p , GRAY, C.F; LARSON, E.W. Project management: The managerial process, New York: McGraw-Hill, GREMBERGEN, Wim Van; DE HAES, Steven. Cobit s Management Guidelines Revisited: The KGIs/KPIs Cascade. Information Systems Control Journal, v. 6, p. 2-23, GREMBERGEN, Wim Van; DE HAES, Steven. Measuring and Demonstrating the Value of IT. IT Governance Institute. USA, GUSBERTI, Tomoe D.H.; DE PAULA, Istefani C.; ECHEVESTE, Márcia E. Alinhamento dos indicadores de desempenho com planejamento estratégico em empresas de baixa a moderada maturidade: um estudo de caso em empresa farmacêutica. VI Seprosul Semana de Engenharia de Produção Sul-América, Florianópolis, p.1-9, 2006.

3 HARRISON, Jeffrey S; BOSSE, Douglas A.; PHILLIPS, Robert A. Managing for Stakeholders, Stakeholders Utility Functions, and competitive advantage. Strategy Management Journal, p , HAWRANEK, P.M. Manual for the preparation of industrial feasibility studies, Vienna: United Nations Industrial Development Organization, HOCHSTRASSER, B. Justifying IT investments. Proceedings of the Advanced Information Systems Conference, London, p , HUNSBERGER, Kelley Get with the program. PM Network, Pennsylvania, v. 20, n. 8, p , JEDD, Marcia Come together. PM Network, Pennsylvania, v. 20, n. 9, p , KANHERE, Vishnu Driving value from information security: A governance perspective. Isaca Journal, v. 2, p. 1-4, KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. The balanced scorecard: translating strategy into action. Boston, Mass.: Harvard Business School Press, KARR, J. R. Protecting ecological integrity: An urgent societal goal. Yale Journal of International Law, v. 18, n. 1, p , KERZNER, Harold. Project management: a systems approach to planning, Scheduling and controlling. New York: Van Nostrand Reinhold, 1979 KERZNER, Harold. Gestão de Projetos: As melhores práticas. 2ª Edição. Porto Alegre: Bookman, 2006 LEFLEY, F.; MORGAN, M. A new pragmatic approach to capital investment appraisal: The financial appraisal profile (FAP) model. International Journal of Production Economics, v. 55, n. 3, p , LEGRENZI, Christophe The Second Edition of the European Survey on the Economic Value of Information Technology: Inventory of Practices Concerning IT Governance. Information Systems Control Journal, v. 3, MACEDO-SOARES, T. Diana L. v. A. de; RATTON, Cláudio A. Medição de Desempenho e Estratégias Orientadas para o Cliente: Resultados de uma pesquisa de empresas líderes no Brasil. RAE - Revista de Administração de Empresas, v. 39, n. 4, p.46-59, 1999.

4 MACEDO-SOARES, T. Diana L. v. A. de. An integrative model for strategic management analysis: application to organizations in Brazil. In: INFORMS-KORMS Conference Proceedings Seoul, p , MAYRINK, Edcler Felix; MACEDO-SOARES, T. Diana L. van Aduard de; CAVALIERI, Adriane. Adequação estratégica de projetos: o caso da Eletronuclear. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 43, n. 6, Dez MIGUEL, Paulo Augusto Cauchick Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendações para sua condução. Produção, v. 17, n. 1, p , MINAYO, M. C.; SANCHES, O. Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Caderno desaúde Pública, p , MINTZBERG, H. The Strategy Concept I: Five Ps for Strategy. California Management Review, p , MINTZBERG, H., ASHLSTRAND, B. e LAMPEL, J. Safári de Estratégia: Um Roteiro pela Selva do Planejamento Estratégico. Porto Alegre: Bookman, MISHAN, E.J. Cost-Benefit Analysis. London: Allen & Unwin, MORRIS, P.W.G. The Management of projects, London: Thomas Telford, MURPHY, Kenneth E.; SIMON, Steven John. Using Cost Benefit Analysis for Enterprise Resource Planning Project Evaluation: A Case for Including Intangibles. Hawaii International Conference on System Sciences, p 1-11, MURRAY-WEBSTER, R.; THIRY, M. Managing Programmes of Projects. Gower Handbook of Project Management, 3a Edição. Aldershot, UK: Gower Publishing, MUTO, Cláudio Adonai; MUTO, Thaís Sabbag; NEVES, Rafael dos Santos Lima; ARAÚJO, Verônica Cunha Gestão de Programa e Múltiplos Projetos do conceito à prática. São Paulo: Brasport, MYERS, S.C. Financial Theory and financial strategy, interfaces, n.1. p , NOGESTE, Kersti; WALKER, Derek H.T. Project outcomes and outputs: making the intangible tangible. Measuring Business Excellence, v. 9, n. 4, p , PARKER, Marilyn M.; TRAINOR, H.E.; BENSON, Robert J. Information strategy and Economics, New Jersey: Prentice-Hall, 1989.

5 PELLEGRINELLI, Sergio Programme management: organising projectbased change. International Journal of Project Management, v. 15, n. 3, p , PELLEGRINELLI, S.; BOWMAN, C. Implementing strategy through projects. Long Range Planning, v. 27, n. 4, p , PIRONTI, John P. Developing Metrics for Effective Information Security Governance. Information System Control Journal, v. 2, p. 1-5, 2007 PMBOK Project Management Body of Knowledge, 4a Edição. Fourteen Campus Boulevart Newton Square, PA, PMgBOK THE STANDARD FOR PROGRAM MANAGEMENT, 2a Edição. Fourteen Campus Boulevart Newton Square, PA, PMI PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE Estudo de Benchmarking Rio de Janeiro: Project Management Institute, Regional Rio de Janeiro, PORTER, Michael F, Competitive Advantage; Creating and sustaining superior performance, the free press, New York, PORTER, M. O que é Estratégia? Competição Estratégias Competitivas Essenciais. Rio de Janeiro: Campus, REISS, Geoff; SPON F.N. Programme Management Demystified: Managing Multiple Projects Successfully. London: Chapman and Hall, ROSACKER, Kirsten M; OLSON, David L. An empirical assessment of IT Project selection and evaluation methods in state government. Project management journal, v. 39, n. 1, p , SACHS, I. Desarrollo sustentable, bio-industrialización descentralizada y nuevas configuraciones ruralurbanas. Los casos de India y Brasil. Pensamiento Iberoamericano, v. 46, p , SCHELL, G.P. Establishing the value of information systems. Interfaces, v. 16, n. 3, p , SERAPIONI, Mauro Métodos qualitativos e quantitativos na pesquisa social em saúde: algumas estratégias para a integração. Ciência & Saúde Coletiva, p , SIRCHE, Raúl; AGOSTINO, Feni; ORTEGA, Enrique; ROMEIRO, Ademar. Índices versus indicadores: Precisões conceituais na discussão da sustentabilidade de países. Ambiente & Sociedade, v. X, n. 2, p , 2007.

6 SINK, D.S.; TUTTLE, T.C. Planejamento e medição para a performance. Rio de Janeiro: Qualitymark, 356p, SMYTH, Hedley J. Projects and programmes: Diversity of management, diversity of aims and interests. International Journal of Project Management, v. 27, p , TANG, S.L.; TANG, H. John The Variable Financial Indicator IRR and the Constant Economic Indicator NPV. The Engineering Economist, v. 48, n. 1, p , TAYLOR, B. The future development of corporate strategy. Journal of Business Policy, v. 2, n. 2, p , VERGARA, Sylvia C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração, 6ª Edição. São Paulo: Editora Atlas, WALLACE S The epmbook. Disponível em WHITTINGTON, R. O que é Estratégia. São Paulo: Thomson, WIJNEN, Gert; KOR, Rudy Using project and programme management to handle unique assignments. The Antidote from C S B S, v. 27, p. 6-10, YIN, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos, 3ª Edição, Bookman, 2006 Tradução da obra original Case Study Research: Design and Methods, 3rd. Ed. Sage, Newbury Park, CA, 2003 Site: Documentos do Programa TV Digital para as Áreas Rurais: Plano do Programa (2009) Relatórios de Desempenhos (2010) Relatórios da Central de Atendimento ao Cliente (2010)

Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos

Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos Adler Diniz de Souza 1,2, Ana Regina Rocha 1, Gleison Santos 1, Tiago Vinícius Paiva do Carmo 2, Douglas Batista Alexandre

Leia mais

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografía BREALEY, Richard A.; MYERS, Stewart C. - Princípios de Finanças Empresariais.

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS I

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS I EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1 FACUL DADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMATICA NEGÓGIOS GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ( 68) Teóricas Etapa: 7ª ( ) Práticas Interpretação de Governança e estratégia organizacional:

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: NOVAS TENDÊNCIAS EM CONTABLIDADE DE GESTÃO Semestre 1º ECT s 6 Área Científica: Docente: CONTABILIDADE HUMBERTO RIBEIRO

Leia mais

JOHNSON, Gerry; SCHOLES, Kevan; WHITTINGTON, Richard.Exploring corporate strategy: text & cases. 8.ed. England: Prentice-Hall, 2008.881 p : il.

JOHNSON, Gerry; SCHOLES, Kevan; WHITTINGTON, Richard.Exploring corporate strategy: text & cases. 8.ed. England: Prentice-Hall, 2008.881 p : il. BSP Especializados BSP - Especializados JOHNSON, Gerry; SCHOLES, Kevan; WHITTINGTON, Richard.Exploring corporate strategy: text & cases. 8.ed. England: Prentice-Hall, 2008.881 p : il. UNIDADE: Morumbi

Leia mais

Estratégia Empresarial

Estratégia Empresarial Estratégia Empresarial Adquirir uma visão atualizada e integrada do sistema e contexto de direção estratégica da organização. Compreender o conteúdo da estratégia empresarial. Desenvolver competências

Leia mais

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde*

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde* UniversidadeNovedeJulho1UNINOVE ProgramadeMestradoProfissionalemAdministração GestãoemSistemasdeSaúde Disciplina ProjetosComplexoseEstratégicosAplicadosàSaúde Códigodadisciplina GSEL04 Linhadepesquisa

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: Administração Estratégica PROFESSOR: Dr. André

Leia mais

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO UNIVERSIDADE TECNICA DE LISBOA CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO 2007/2008 (Regras de Bolonha) PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE L I S B O A SETEMBRO 2 0

Leia mais

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Eduardo Alves de Oliveira eduaopec@yahoo.com.br SERPRO - Serviço Federal de Processamento de Dados Rua Pacheco Leão, 1235 - Fundos

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Qualidade Total e Gestão das Operações MESTRADO Gestão Negócios ANO E

Leia mais

Um modelo para o gerenciamento de múltiplos projetos de software aderente ao CMMI

Um modelo para o gerenciamento de múltiplos projetos de software aderente ao CMMI Universidade Federal de Pernambuco Graduação em Ciência da Computação Centro de Informática Um modelo para o gerenciamento de múltiplos projetos de software aderente ao CMMI PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Estratégia e Planejamento CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: FACIP PERÍODO/SÉRIE:

Leia mais

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Código Denominação DISCIPLINA Crédito(s) (*) Carga Horária Teórica Prática

Leia mais

CURSO: PÓS GRADUAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1. Componente curricular: Gerenciamento dos Recursos Humanos (GRH) Carga horaria: 40h

CURSO: PÓS GRADUAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1. Componente curricular: Gerenciamento dos Recursos Humanos (GRH) Carga horaria: 40h CURSO: PÓS GRADUAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1. Componente curricular: Gerenciamento dos Recursos Humanos (GRH) Carga horaria: 40h Ementa: Apresenta os processos de gerenciamento dos Recursos Humanos

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas AAKER, D. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2001. ABBAS, K. Gestão de Custos em Organizações Hospitalares. 2001. In COUTO, Renato e PEDROSA, Tânia. Hospital: Acreditação

Leia mais

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo"

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo 24 e 25 de outubro de 2013 Campo Grande-MS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul RESUMO EXPANDIDO TRIPLE BOTON LINE INCORPORADO NAS ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: UM ESTUDO EM OPERADORES LOGÍSTICOS NO

Leia mais

8 Referências bibliográficas

8 Referências bibliográficas 8 Referências bibliográficas ALVES, M. Carro Flex Fuel: Uma Avaliação por Opções Reais. Dissertação (Mestrado em Administração). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Análise Organizacional

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL Antonio Freitas Rentes Escola de Engenharia de São Carlos - USP Av. Trabalhador

Leia mais

Escola de Economia e Gestão. Empresas e Mercados

Escola de Economia e Gestão. Empresas e Mercados Empresas e Mercados Pré-Requisitos: Nenhuns Prerequisites: None Compreender o funcionamento dos mercados e a forma como o mecanismo preço permite a afetação de recursos Compreender e explicar o processo

Leia mais

Econometria Financeira

Econometria Financeira Econometria Financeira Área Científica: Economia/Gestão Horas de Contacto: TP: 45 Docentes Respnsáveis: Cristina Alexandra Oliveira Amado/ Benilde Maria Nascimento Oliveira Língua de Funcionamento: Português/

Leia mais

Gestão de Marketing e Ética Empresarial

Gestão de Marketing e Ética Empresarial Escola de Economia e Gestão Gestão de Marketing e Ética Empresarial Reconhecer e explicar os conceitos pilares do marketing e seu ambiente; Reconhecer a estratégia de marketing e aplicar os principais

Leia mais

Produto 06: Divulgação do Planejamento Estratégico

Produto 06: Divulgação do Planejamento Estratégico Produto 06: Divulgação do Planejamento Estratégico IFES Instituto Federal do Espírito Santo Vitória-ES, maio de 2014. 1. APRESENTAÇÃO O presente documento corresponde ao produto06 Evento de Divulgação

Leia mais

Economia dos Recursos Humanos

Economia dos Recursos Humanos Disciplina oferecida ao Curso de MBE Executivo (5ª edição) do Programa de Pós Graduação em Economia da UFRGS. Economia dos Recursos Humanos Professor Responsável: Giácomo Balbinotto Neto. Objetivo: A economia

Leia mais

Engenharia de Sistemas e Software Objetivos: Apresentar os métodos, técnicas e ferramentas para desenvolvimento e manutenção de sistemas e software.

Engenharia de Sistemas e Software Objetivos: Apresentar os métodos, técnicas e ferramentas para desenvolvimento e manutenção de sistemas e software. Engenharia de Sistemas e Software Apresentar os métodos, técnicas e ferramentas para desenvolvimento e manutenção de sistemas e software. Sistema, sistema de informação e software; engenharia de sistemas

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA. RCC5132 Finanças Corporativas SEMESTRE: 02/2015. Segunda-feira: 14:00-18:00 HORAS

PROGRAMA DA DISCIPLINA. RCC5132 Finanças Corporativas SEMESTRE: 02/2015. Segunda-feira: 14:00-18:00 HORAS PROGRAMA DA DISCIPLINA RCC5132 Finanças Corporativas SEMESTRE: 02/2015 Segunda-feira: 14:00-18:00 HORAS Marcelo Augusto Ambrozini marceloambrozini@usp.br Mestrado em Controladoria e contabilidade JUSTIFICATIVA

Leia mais

10 o Congresso Brasileiro de Gestão da Inovação e Desenvolvimento de Produtos Itajubá - MG, 8 a 10 de setembro de 2015

10 o Congresso Brasileiro de Gestão da Inovação e Desenvolvimento de Produtos Itajubá - MG, 8 a 10 de setembro de 2015 ANÁLISE COMPARATIVA DA APLICABILIDADE DAS METODOLOGIAS SCRUM E TRADICIONAL AO GERENCIALMENTO DE PRODUTOS ALTAMENTE COMPLEXOS ESTUDO DE CASO INDÚSTRIA AERONÁUTICA Marcelo Junio dos Santos (marcelo.santos@embraer.com.br)

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins Introdução Sistema de Controle Gerencial Discricionariedade

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO O USO DE TECNOLOGIAS MÓVEIS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS EVERTON ROBERTO COMIN

RELATÓRIO EXECUTIVO O USO DE TECNOLOGIAS MÓVEIS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS EVERTON ROBERTO COMIN RELATÓRIO EXECUTIVO O USO DE TECNOLOGIAS MÓVEIS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS EVERTON ROBERTO COMIN SÃO LEOPOLDO 2014 Introdução Este relatório apresenta os resultados da pesquisa O uso de tecnologias móveis

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETO

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETO GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETO PLANO DE AULAS TURMA GRPA04 EMENTA DA DISCIPLINA - Riscos definição e histórico. - Planejamento do gerenciamento de riscos. - Fontes, Identificação e Categorização de

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ACS, Z. J.; AUDRETSCH, D. B. Innovation in large and small firms: an empirical analysis. The American Economic Review, v. 78, n. 4, p. 678-690, 1988. ANTONCIC, B.; HISRICH,

Leia mais

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI GOVERNANÇA DE TI Unidade VI 6 CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) O Modelo de Maturidade e Capacidade, Capability Maturity Model (CMM), é definido como a aplicação das melhores práticas para avaliação

Leia mais

Disciplina: Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Disciplina: Desenvolvimento Pessoal e Profissional Disciplina: Desenvolvimento Pessoal e Profissional Objetivo: Apresentar conceitos e trabalhar aspectos pessoais e profissionais sob a perspectiva do desenvolvimento de competências comportamentais a partir

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES DE DESEMPENHO BASEADO NO BALANCED SCORECARD PARA INDÚSTRIAS DE BENS DE CAPITAL

PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES DE DESEMPENHO BASEADO NO BALANCED SCORECARD PARA INDÚSTRIAS DE BENS DE CAPITAL ! "#$ " %'&)(*&)+,.- /10.2*&4365879&4/1:.+58;.2*=?5.@A2*3B;.- C)D 5.,.5FE)5.G.+ &4- (IHJ&?,.+ /?=)5.KA:.+5MLN&OHJ5F&4E)2*EOHJ&)(IHJ/)G.- D - ;./);.& PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Competitividade, Planeamento e Controlo nos Serviços de Saúde MESTRADO

Leia mais

CRITÉRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INDICADORES DE DESEMPENHO VINCULADOS AOS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

CRITÉRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INDICADORES DE DESEMPENHO VINCULADOS AOS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL CRITÉRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INDICADORES DE DESEMPENHO VINCULADOS AOS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL Dayana Bastos Costa Eng. Civil, Mestranda NORIE/UFRGS. Av.

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ALMEIDA, F. C.; SIQUEIRA, J. O.; ONUSIC, L. M. Data Mining no contexto de Customer Relationship Management. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 12, n. 2, p.

Leia mais

Ecoinovação e Gestão do Conhecimento: Como estas práticas estão relacionadas?

Ecoinovação e Gestão do Conhecimento: Como estas práticas estão relacionadas? Ecoinovação e Gestão do Conhecimento: Como estas práticas estão relacionadas? Ligia Maria Moura Madeira Thais Elaine Vick Marcelo Seido Nagano EESC/USP Contexto As empresas vêm adotando estratégias e práticas

Leia mais

FINANÇAS DE EMPRESA Doutoramento em gestão ISEG, 2003-2004

FINANÇAS DE EMPRESA Doutoramento em gestão ISEG, 2003-2004 FINANÇAS DE EMPRESA Doutoramento em gestão ISEG, 2003-2004 1. DOCENTES João Carvalho das Neves Professor Catedrático e director da Pósgraduação em Gestão e Avaliação Imobiliária Professor Convidado em

Leia mais

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Área de concentração: Organizações, Empreendedorismo e Internacionalização Disciplina: ESTRATÉGIA E PRÁTICA ORGANIZACIONAL Carga Horária semanal: 3 horas

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Carlos Alberto Rovedder, Gustavo Zanini Kantorski Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) Campus

Leia mais

Proposta de disciplina G3. Ano Lectivo 2003/2004. Economia das Pensões

Proposta de disciplina G3. Ano Lectivo 2003/2004. Economia das Pensões Proposta de disciplina G3 Ano Lectivo 2003/2004 Economia das Pensões Maria Teresa Medeiros Garcia Lisboa, 31 de Março, 2003 1. Justificação Numa fase de grande incerteza quanto à sustentabilidade financeira

Leia mais

IETEC INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO. GETÃO DE PROJETOS Turma 93

IETEC INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO. GETÃO DE PROJETOS Turma 93 IETEC INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO GETÃO DE PROJETOS Turma 93 A Gestão de Projetos na Indústria de Autopeças Hugo Joaquim De Moro Belo Horizonte, novembro de 2010. A Gestão de Projetos

Leia mais

Gestão de Projetos. Conceitos Básicos. Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br

Gestão de Projetos. Conceitos Básicos. Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br Gestão de Projetos Conceitos Básicos Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br Objetivos da Conversa Apresentar os conceitos básicos relacionados à gestão de projetos Entender o contexto de atuação

Leia mais

Pretende-se que os estudantes adquiram os seguintes conhecimentos e competências:

Pretende-se que os estudantes adquiram os seguintes conhecimentos e competências: CONTABILIDADE DE GESTÃO NAS ENTIDADES PÚBLICAS [14006] GERAL Ano Letivo: 201516 Grupo Disciplinar: Contabilidade Pública ECTS: 4,5 Regime: EL Semestre: S1 OBJETIVOS Os objetivos da unidade curricular de

Leia mais

PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE PLANO DE GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO EM UMA COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL NO OESTE PARANAENSE

PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE PLANO DE GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO EM UMA COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL NO OESTE PARANAENSE 1 PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE PLANO DE GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO EM UMA COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL NO OESTE PARANAENSE Área de conhecimento: Administração. Eixo Temático: Outros. Andrielly

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROPOSTA DE PROGRAMA DE DISCIPLINA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE) INSTITUTO RIO BRANCO (IRBr) PROPOSTA DE PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Economia Aplicada à Tomada de Decisão e à Estratégia de Negociação PROFESSOR: Flávio

Leia mais

Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso

Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso INTRODUÇÃO GESTÃO DE PROJETOS; IMPORTÂNCIA DA GP PARA O CONTEXTO ATUAL DAS ORGANIZAÇÕES;

Leia mais

Maturidade em computação Forense e realidade Brasileira

Maturidade em computação Forense e realidade Brasileira DOI: 10.5769/C2012009 or http://dx.doi.org/10.5769/c2012009 Maturidade em computação Forense e realidade Brasileira Marcos Nascimento Borges Pereira Cristiana Fernandes De Muÿlder Área de concentração

Leia mais

O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio. LUCIO Albert Einstein

O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio. LUCIO Albert Einstein COBIT com VIRTUALIZAÇÃO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 Palestrante: LÚCIO 1 O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio Albert Einstein.bogspot.com

Leia mais

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 126 feam engebio 127 feam engebio 128 feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 130 feam engebio 131 feam engebio 132 feam engebio 133 REFERÊNCIAS ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO TECNOLÓGICO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO TECNOLÓGICO UFES DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO TECNOLÓGICO DISCIPLINA Código Denominação Carga Horária Semestral Cr. Nat. CIV 07881 GERENCIAMENTO DE EMPREENDIMENTOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL I T: 60 h, L: 0 h,

Leia mais

PROGRAMA DE ENGENHARIA DE TRANSPORTE PET/COPPE/UFRJ

PROGRAMA DE ENGENHARIA DE TRANSPORTE PET/COPPE/UFRJ 1) IDENTIFICAÇÃO Período: 1º Ano: 2012 CURSO: Mestrado em Engenharia de Transporte ÁREA: Transporte de Carga LINHA DE PESQUISA: Gestão do Transporte de Carga na Cadeia de Suprimento DISCIPLINA: Introdução

Leia mais

Controlo de Gestão (Management Control)

Controlo de Gestão (Management Control) Gestão para a competitividade das PMEs Controlo de Gestão (Management Control) Miguel Soares misoares@porto.ucp.pt 965102229 Update date: 04/08/2016 Nome do docente (Lecturer name) e-mail Telefone (Phone

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2013/1 o S Resolução CEPE 09/08 e alterado pelas Resoluções CEPE 23/2009 e 12/2011

PLANO DE ENSINO 2013/1 o S Resolução CEPE 09/08 e alterado pelas Resoluções CEPE 23/2009 e 12/2011 DISCIPLINA: PLANO DE ENSINO 2013/1 o S Resolução CEPE 09/08 e alterado pelas Resoluções CEPE 23/2009 e 12/2011 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE PESSOAS E PROJETOS PROFESSOR: Luciel Henrique de Oliveira luciel@fae.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Contabilidade e Análise de Custos Código Carga Horária 6 Créditos 4 Tipo: PPGCC09 Eletiva OBJETIVOS Apresentar e discutir os conhecimentos fundamentais voltados para a identificação,

Leia mais

Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos

Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos Mario Henrique Trentim 1 (CBS, ipm Consult) mario.trentim@ipmconsult.ca Jordão Mazureka de Abreu³ (FECILCAM) jordao_07@hotmail.com Henrique Visibelli Lopes

Leia mais

Metodologias para Avaliação de Desempenho Organizacional

Metodologias para Avaliação de Desempenho Organizacional Metodologias para Avaliação de Desempenho Organizacional Simone de Almeida (CEFET/PR) simonea@pg.cefetpr.br Rui Francisco Martins Marçal (CEFET/PR) marcal@pg.cefetpr.br João Luiz Kovaleski (CEFET/PR) kovaleski@pg.cefetpr.br

Leia mais

Programa de Mestrado Profissional em Economia Área de Especialização: Finanças [mestradoprofissional@fgv.br]

Programa de Mestrado Profissional em Economia Área de Especialização: Finanças [mestradoprofissional@fgv.br] Programa de Mestrado Profissional em Economia Área de Especialização: Finanças [mestradoprofissional@fgv.br] Disciplina: ESTRATÉGIA FINANCEIRA Professores: RAFAEL SCHIOZER; 1 Semestre de 2008 EMENTA Esse

Leia mais

9. Referencias Bibliográficas

9. Referencias Bibliográficas 96 9. Referencias Bibliográficas ADVFN Advanced Financial Network. Indicadores. Disponível em: . Acesso em: 15 Mar. 2012. Alvarenga, A. C.; Novaes, A. G. N. Logística Aplicada:

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Tecnologias de Informação e Comunicação MESTRADO Gestão ANO E SEMESTRE

Leia mais

9 Referências bibliográficas

9 Referências bibliográficas 136 9 Referências bibliográficas ALVARENGA, A. C. ; NOVAES, A. G. N. Logística aplicada: suprimento e distribuição física. 3. ed. 1. reimp. São Paulo: Edgard Blücher, 2000. 194 p. BAÍDYA, T. K. N. ; AIUBE,

Leia mais

ANP. (2012). Agência Nacional de Petroleo. Acesso em 22 de 06 de 2012, disponível em http://www.anp.gov.br

ANP. (2012). Agência Nacional de Petroleo. Acesso em 22 de 06 de 2012, disponível em http://www.anp.gov.br 98 8. REFERÊNCIAS ANAC. (2012). Anuário do Transporte Aéreo. Acesso em 18 de agosto de 2012, disponível em Site da ANAC: http://www2.anac.gov.br/estatistica/anuarios.asp ANP. (2012). Agência Nacional de

Leia mais

UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA

UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA A CONCEPTUAL PROPOSAL TO MEASURE THE COMPETITIVENESS DEGREE OF A COMPANY Wagner Cezar Lucato, M.Sc Doutorando em Engenharia

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DA GESTÃO DE PROJETOS EM UMA EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS SUSTENTÁVEIS

AS CONTRIBUIÇÕES DA GESTÃO DE PROJETOS EM UMA EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS SUSTENTÁVEIS AS CONTRIBUIÇÕES DA GESTÃO DE PROJETOS EM UMA EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS SUSTENTÁVEIS ANTONIO CARLOS DA SILVA COSTA UNINOVE Universidade Nove de Julho Antonio.costa78@me.com FRANCIANE FREITAS SILVEIRA

Leia mais

Análise da gestão de portfólio de projetos de produtos com base nos conceitos da medição de desempenho: estudo de caso

Análise da gestão de portfólio de projetos de produtos com base nos conceitos da medição de desempenho: estudo de caso Análise da gestão de portfólio de projetos de produtos com base nos conceitos da medição de desempenho: estudo de caso Maicon G. Oliveira a (maicongdo@gmail.com); Henrique Rozenfeld b (roz@sc.usp.br) a,

Leia mais

Gestão de Projetos. Prof. Dr. Marcos Roberto Piscopo Universidade Nove de Julho 11/26/13. piscopomr@gmail.com. Nossa agenda

Gestão de Projetos. Prof. Dr. Marcos Roberto Piscopo Universidade Nove de Julho 11/26/13. piscopomr@gmail.com. Nossa agenda 11/26/13 Gestão de Projetos Prof. Dr. Marcos Roberto Piscopo Universidade Nove de Julho piscopomr@gmail.com Nossa agenda Ø Aspectos conceituais de projetos Ø Gerenciamento de projetos Ø Programa e portfolio

Leia mais

Escritório de Projetos

Escritório de Projetos 1 Escritório de Projetos Módulo 3 Gestão de Projetos Aluno: Humberto Rocha de Almeida Neto hran@cin.ufpe.br Professores: Hermano Perrelli e Alexandre Vasconcelos 19 de outubro de 2009 Agenda Índice do

Leia mais

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Aula 1 Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1

RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 COBIT com VIRTUALIZAÇÃO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 Palestrante: LÚCIO 1 O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio Albert Einstein não consegue

Leia mais

Indicadores de Desempenho associados a Mapeamento de Processos: Estudo de Caso em Instituição Pública Brasileira

Indicadores de Desempenho associados a Mapeamento de Processos: Estudo de Caso em Instituição Pública Brasileira Indicadores de Desempenho associados a Mapeamento de Processos: Estudo de Caso em Instituição Pública Brasileira Monica Rottmann de Biazzi (DEP/EPUSP) monica.rottmann@poli.usp.br Antonio Rafael Namur Muscat

Leia mais

Considerações gerais sobre o gerenciamento de projetos Processo de gerenciamento de projetos Estruturas organizacionais e equipes de projeto

Considerações gerais sobre o gerenciamento de projetos Processo de gerenciamento de projetos Estruturas organizacionais e equipes de projeto Conteúdo EMC 6605 PROJETO CONCEITUAL CAPÍTULO 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS Capítulo 3 Introdução ao gerenciamento do processo de desenvolvimento integrado

Leia mais

GERENCIAMENTO DE STAKEHOLDERS EM PROJETOS: UMA VISÃO GERAL STAKEHOLDERS MANAGEMENT IN PROJECTS: AN OVERVIEW RESUMO

GERENCIAMENTO DE STAKEHOLDERS EM PROJETOS: UMA VISÃO GERAL STAKEHOLDERS MANAGEMENT IN PROJECTS: AN OVERVIEW RESUMO GERENCIAMENTO DE STAKEHOLDERS EM PROJETOS: UMA VISÃO GERAL STAKEHOLDERS MANAGEMENT IN PROJECTS: AN OVERVIEW Antonio Marcos Neves Esteca * Danilo Martins ** Felipe Graminha *** Tiago Paulino Coelho ****

Leia mais

1. Benjamin, B. S., Structures for Architects, Van Nostrand Reinhold, 2nd edition, New York, 1984.

1. Benjamin, B. S., Structures for Architects, Van Nostrand Reinhold, 2nd edition, New York, 1984. Bibliografia 1. Benjamin, B. S., Structures for Architects, Van Nostrand Reinhold, 2nd edition, New York, 1984. 2. Berger, H., Light Structures, Structures of Light: The Art and Engineering of Tensile

Leia mais

DISSEMINAÇÃO DA CULTURA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UMA ANÁLISE EM ORGANIZAÇÕES DO SETOR DE MÁQUINAS E IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS

DISSEMINAÇÃO DA CULTURA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UMA ANÁLISE EM ORGANIZAÇÕES DO SETOR DE MÁQUINAS E IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE FABRICAÇÃO 6 th BRAZILIAN CONFERENCE ON MANUFACTURING ENGINEERING 11 a 15 de abril de 2011 Caxias do Sul RS - Brasil April 11 th to 15 th, 2011 Caxias do Sul RS

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Ciências Empresariais U.C. FINANÇAS EMPRESARIAIS Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 42 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

Simulações em Aplicativos

Simulações em Aplicativos Simulações em Aplicativos Uso Avançado de Aplicativos Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 1 Simulações em Aplicativos Uso Avançado de Aplicativos Apresentação da Disciplina Sobre o professor Marco

Leia mais

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução 19 Congresso de Iniciação Científica GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: APRIMORAMENTO DA METODOLOGIA DE DIAGNOSTICO E PROPOSIÇÃO DE UM MÉTODO PARA IMPLANTAÇÃO BASEADO EM PROCESSOS DE NEGÓCIO Autor(es) FELIPE

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Amplie e diferencie os resultados da sua empresa através de um plano de carreira em gerenciamento de projetos.

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social DISCIPLINA Controlo Informático da Gestão LICENCIATURA Informática

Leia mais

ESTUDO DE UM PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SIGP. Autoria: Paulo Eduardo Mondin, Cristina Dai Prá Martens

ESTUDO DE UM PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SIGP. Autoria: Paulo Eduardo Mondin, Cristina Dai Prá Martens ESTUDO DE UM PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SIGP Resumo Autoria: Paulo Eduardo Mondin, Cristina Dai Prá Martens Empresas que gerenciam complexas carteiras de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Curso: Administração Disciplina: Avaliação de Negócios Carga horária: 4 horas Ementa: ( X ) Teórica ( ) Prática Núcleo Temático: Formação Profissional

Leia mais

O SUCESSO DE PROJETOS E A ESCOLHA DO ESTILO DE GERENCIAMENTO ADEQUADO - ANÁLISE DO MODELO NTCP (THE DIAMOND APPROACH)

O SUCESSO DE PROJETOS E A ESCOLHA DO ESTILO DE GERENCIAMENTO ADEQUADO - ANÁLISE DO MODELO NTCP (THE DIAMOND APPROACH) 2, 3 e 4 de Julho de 2009 ISSN 1984-9354 O SUCESSO DE PROJETOS E A ESCOLHA DO ESTILO DE GERENCIAMENTO ADEQUADO - ANÁLISE DO MODELO NTCP (THE DIAMOND APPROACH) Marcius Hollanda Pereira da Rocha UFF Luis

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação I

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação I INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 5/11/2014 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 23/2/2015 Ficha de Unidade

Leia mais

Gestão Democrática e Humanização do Cuidado

Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Cuiabá, agosto/2013 Selma Loch (SMS Florianópolis) selmaloch@gmail.com Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Projeto de pesquisa sobre liderança e gerência

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

PROPOSTA DE INDICADORES DE DESEMPENHO PARA A CADEIA EÓLICA DO BRASIL. Haroldo Coutinho Varella Filho UFRN Universidade Federal do Rio Grande do Norte

PROPOSTA DE INDICADORES DE DESEMPENHO PARA A CADEIA EÓLICA DO BRASIL. Haroldo Coutinho Varella Filho UFRN Universidade Federal do Rio Grande do Norte PROPOSTA DE INDICADORES DE DESEMPENHO PARA A CADEIA EÓLICA DO BRASIL Haroldo Coutinho Varella Filho UFRN Universidade Federal do Rio Grande do Norte Objetivo Estruturar o sistema de medição de desempenho

Leia mais

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software 1 1 2 Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software Shirley Jacinto (ssj@cin.ufpe.br) Orientador: Fabio Q. B. da Silva (fabio@cin.ufpe.br) Questões

Leia mais

A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde

A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde Luis Augusto dos Santos 1, Heimar de Fátima Marin 2 1 Engenheiro Eletricista, membro do NIEn e pós-graduando pela

Leia mais

Project Management Institute São Paulo, Brasil Chapter http://www.pmisp.org.br. Metodologia de Maturidade em Gerenciamento de Projetos

Project Management Institute São Paulo, Brasil Chapter http://www.pmisp.org.br. Metodologia de Maturidade em Gerenciamento de Projetos Metodologia de Maturidade em Gerenciamento de Projetos Farhad Abdollahyan, Msc, PMP Diretor Administrativo do PMI-SP AGENDA Cultura de Gerenciamento de Projetos Modelos de Maturidade OPM3 TM Demonstração

Leia mais

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa:

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa: Programa: Requisito recomendado: IT-203 Aeroportos. Requisito exigido: não há. Horas semanais: 3-0-6. Análise de terminais aeroportuários sob o ponto de vista operacional. Conceituação de capacidade do

Leia mais

LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO 2009

LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO 2009 Direcção de Serviços de Biblioteca e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO

Leia mais

Análise de metodologias para gerenciamento de programas e múltiplos projetos: Priorização de Projetos Aplicação do Método Analytic Hierarchy Process

Análise de metodologias para gerenciamento de programas e múltiplos projetos: Priorização de Projetos Aplicação do Método Analytic Hierarchy Process Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação MBA em Gestão Avançada de Projetos - Turma nº20 28 de maio de 2015 Análise de metodologias para gerenciamento de programas e múltiplos projetos: Priorização

Leia mais

TEORIA DE OPÇÕES APLICADA A PROJETOS DE INVESTIMENTO

TEORIA DE OPÇÕES APLICADA A PROJETOS DE INVESTIMENTO Administração Contábil e Financeira TEORIA DE OPÇÕES APLICADA A PROJETOS DE INVESTIMENTO Andrea Maria Accioly Fonseca Minardi Professora do IBMEC Business School e Doutoranda em Administração de Empresas

Leia mais

ANÁLISE DE RISCOS EM PROJETOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO

ANÁLISE DE RISCOS EM PROJETOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO Disponível eletronicamente em www.revista-ped.unifei.edu.br Edição Especial Projeto Pró Engenharias Revista P&D em Engenharia de Produção V. 08 N. 01 (2010) p. 72-76 ISSN 1679-5830 ANÁLISE DE RISCOS EM

Leia mais