RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE"

Transcrição

1 RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE Realizada de 08 a 11 de agosto de 2012 MÁRIO DOS SANTOS BARBOSA Assessor Especial para Assuntos Internacionais Coordenador da I CNETD

2 Propostas Aprovadas na I CNETD Das 639 propostas levadas à Conferência Nacional, 225 foram aprovadas: a) Propostas aprovadas por consenso ou maioria superior a 80% nos Grupos Temáticos e ou Plenárias Temáticas por Eixo; b) Propostas apresentadas na Plenária final pelas bancadas dos trabalhadores e da sociedade civil e aprovadas por maioria.

3 Eixos da Conferencia Eixo 1 - Princípios e Direitos Eixo 2 - Proteção Social Eixo 3 - Trabalho e Emprego Eixo 4 - Fortalecimento dos atores tripartites e do Diálogo Social

4 Número de propostas por Eixo e Subeixo Eixo 1 Princípios e Direitos 1.1. Igualdade de oportunidades e de tratamento, especialmente para jovens, mulheres e população negra. Submetidas à I CNETD Negociação Coletiva Saúde e Segurança no Trabalho Política de valorização do salário mínimo 8 0 Propostas aprovadas Total do Eixo

5 Número de propostas por Eixo e Subeixo Eixo 2 Proteção social Submetidas à I CNETD 2.1. Prevenção e erradicação do trabalho infantil Prevenção e erradicação do trabalho escravo e do tráfico de pessoas Informalidade Migração para o Trabalho Proteção e seguridade social Total do Eixo Propostas aprovadas

6 Número de propostas por Eixo e Subeixo Eixo 3 Trabalho e Emprego 3.1. Políticas macroeconômicas de crédito e investimento para a geração de mais e melhores empregos 3.2. Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda e educação profissional Submetidas à I CNETD Propostas aprovadas 3.3. Micro e pequenas empresas, empreendedorismo e Políticas Públicas de Microcrédito Cooperativas Empreendimentos de economia solidária Emprego rural e agricultura familiar Empresas sustentáveis Empregos verdes e desenvolvimento territorial sustentável Inclusão produtiva de grupos vulneráveis Total do Eixo

7 Número de propostas por Eixo e Subeixo Eixo 4 - Fortalecimento dos atores tripartites e do diálogo social Submetidas à I CNETD 4.1. Diálogo social Mecanismos e instâncias de diálogo social, em especial a negociação coletiva Conselhos Nacionais de Políticas Públicas Comissões tripartites de trabalho e emprego 10 4 Total Eixo Propostas aprovadas Total de Propostas (todos os eixos)

8 SEMINÁRIOS REGIONAIS CONSTRUINDO A POLÍTICA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE

9 CONTEÚDOS Relatório Final da CNETD Exercício de Monitoramento do PNETD Plano de ação para a continuidade do processo de implementação da ANTD Sistema Único de Emprego e Trabalho Decente Promoção do trabalho decente nas cidadessede na Copa do Mundo Jogos Olímpicos

10 Cronograma Região/Local Centro-Oeste/Brasília Sul/Curitiba Sudeste/São Paulo Nordeste/Salvador Norte/Manaus Data 7 de outubro 15 de outubro 5 de novembro 29 de novembro 10 de dezembro

11 Estrutura Composição de mesa tripartite Abertura do Seminário pelo Ministro de Trabalho e Emprego Apresentação do Relatório Final da I CNETD e do Exercício de Monitoramento do PNETD Exposição sobre proposta de criação do Sistema Único de Emprego e Trabalho Decente Intervenções por representantes dos empregadores e dos trabalhadores Perguntas do público formuladas por escrito e dirigidas ao Presidente da Sessão Conclusão do seminário com a leitura resumida das questões principais que emergiram no debate. Elaboração posterior de documento consolidado dos resultados do seminário.

12 Participantes Representantes de Governos, Empregadores, Trabalhadores e da sociedade civil Parceria com o Fórum Nacional de Secretarias do Trabalho - FONSET e apoio da Organização Internacional do Trabalho - OIT

13 Agenda 7 de outubro Horário 09:00 09:30 Abertura dos trabalhos Atividade 09:30 09:45 Apresentação do Relatório da CNETD 09:45 10:00 Apresentação sobre os resultados do Exercício de Monitoramento do PNETD 10:00 10:30 Exposição sobre proposta de criação do Sistema Único de Emprego e Trabalho Decente 10:30 10:45 Intervenção por representantes dos empregadores 10:45 11:00 Intervenção por representantes dos trabalhadores 11:00 11:30 Intervalo 11:30 12:30 Debate aberto 12:30 13:00 Conclusão dos trabalhos

NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD

NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD SEMINÁRIO SINDICAL SOBRE O PLANO NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD Paulo Sergio Muçouçah Coordenador dos Programas de Trabalho Decente e Empregos Verdes Escritório da OIT no Brasil Roteiro da apresentação

Leia mais

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Grupo de Trabalho Tripartite para Implementação da Agenda Nacional de Trabalho Decente Representante

Leia mais

Plano Nacional de Trabalho Decente -

Plano Nacional de Trabalho Decente - Plano Nacional de Trabalho Decente - PNTD Ministério do Trabalho e Emprego Setembro de 2009 Trabalho Decente Contar com oportunidades de um trabalho produtivo com retribuição digna, segurança no local

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente do Estado de Santa Catarina Camboriú, 31 de outubro de 2011 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito de

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 14 de dezembro de 2011 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito

Leia mais

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 2 de dezembro de 2014

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 2 de dezembro de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Comissão Tripartite de Revisão (CTR) do Plano Nacional de Emprego e Trabalho Decente (PNETD) Representantes:

Leia mais

Ações Reunião realizada nos dias 13 a 16 de outubro de 2014

Ações Reunião realizada nos dias 13 a 16 de outubro de 2014 R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S Órgão Organização Internacional do Trabalho (OIT) Representação Eventual 18ª Reunião Regional Americana da OIT Representante Lidiane Duarte Nogueira Advogada

Leia mais

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira Advogado Divisão Sindical da CNC. Ações Reunião Ordinária realizada nos dias 5 e 6 de abril de 2016.

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira Advogado Divisão Sindical da CNC. Ações Reunião Ordinária realizada nos dias 5 e 6 de abril de 2016. RELAÇÕES DO TRABALHO Órgão Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) Representação Efetiva Comissão Tripartite de Revisão do Plano Nacional de Emprego e Trabalho Decente (PNETD) Representantes

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Ana Lúcia Monteiro Organização Internacional do Trabalho 28 de outubro de 2011 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O Conceito de Trabalho Decente 2. O compromisso

Leia mais

A OIT e as Agendas de Trabalho Decente Oficina de Troca de Experiências para a Construção de Agendas Subnacionais de Trabalho Decente

A OIT e as Agendas de Trabalho Decente Oficina de Troca de Experiências para a Construção de Agendas Subnacionais de Trabalho Decente A OIT e as Agendas de Trabalho Decente Oficina de Troca de Experiências para a Construção de Agendas Subnacionais de Trabalho Decente Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, 26 de

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Salvador, 22 de setembro de 2011 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O Conceito de Trabalho Decente 2. O compromisso

Leia mais

AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE

AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE Segundo definição da OIT, Trabalho Decente é um trabalho adequadamente remunerado, exercido em condições de liberdade, eqüidade e segurança, capaz de garantir uma vida

Leia mais

Suplente Lidiane Duarte Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 3 de dezembro de 2014

Suplente Lidiane Duarte Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 3 de dezembro de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Grupo de Trabalho Tripartite (GTT) para Implementação da Agenda Nacional de Trabalho Decente (ANTD)

Leia mais

AGENDA NACIONAL DE TRABALHO DECENTE PARA A JUVENTUDE. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, 27 de junho de 2012

AGENDA NACIONAL DE TRABALHO DECENTE PARA A JUVENTUDE. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, 27 de junho de 2012 AGENDA NACIONAL DE TRABALHO DECENTE PARA A JUVENTUDE Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, 27 de junho de 2012 Esquema da apresentação A. Por que uma agenda de trabalho decente

Leia mais

IGUALDADE DE GÊNERO E RAÇA NA AGENDA DO TRABALHO DECENTE. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Outubro 2011

IGUALDADE DE GÊNERO E RAÇA NA AGENDA DO TRABALHO DECENTE. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Outubro 2011 IGUALDADE DE GÊNERO E RAÇA NA AGENDA DO TRABALHO DECENTE Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Outubro 2011 O conceito de TRABALHO DECENTE Formalizado pela OIT em 1999 Sintetiza sua missão

Leia mais

O conceito de Trabalho Decente

O conceito de Trabalho Decente O Trabalho Decente O conceito de Trabalho Decente Atualmente a metade dos trabalhadores de todo o mundo (1,4 bilhão de pessoas) vive com menos de 2 dólares ao dia e portanto, é pobre quase 20% é extremamente

Leia mais

TRABALHO DECENTE um conceito em disputa. Roni Barbosa Maio 2013

TRABALHO DECENTE um conceito em disputa. Roni Barbosa Maio 2013 TRABALHO DECENTE um conceito em disputa Roni Barbosa Maio 2013 CONTEXTO DO SURGIMENTO DA RECOMENDAÇÃO DE TRABALHO DECENTE Visão flexibilizadora do projeto neoliberal conduziu a mudanças no papel do Estado

Leia mais

Trabalho Decente no Brasil. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil

Trabalho Decente no Brasil. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Trabalho Decente no Brasil Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre, 31 de outubro de 2011 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O Conceito de Trabalho Decente 2. O compromisso do Brasil com

Leia mais

Pesquisa Formação e Ação Sindical No Fomento da Agenda de Trabalho Decente no Brasil

Pesquisa Formação e Ação Sindical No Fomento da Agenda de Trabalho Decente no Brasil Pesquisa Formação e Ação Sindical No Fomento da Agenda de Trabalho Decente no Brasil Desafios Disseminar o conceito de Trabalho Decente junto às direções e lideranças sindicais: Emprego, Normas, Proteção

Leia mais

A Trajetória ria da Agenda de Trabalho Decente no Brasil

A Trajetória ria da Agenda de Trabalho Decente no Brasil A Trajetória ria da Agenda de Trabalho Decente no Brasil Andrea Rivero de Araújo Oficial de Projeto Programas de Trabalho Decente em Países do Mercosul Organização Internacional do Trabalho Boa Vista,

Leia mais

Objetivo Geral. Objetivos Específicos

Objetivo Geral. Objetivos Específicos Apresentação A promoção do trabalho decente é condição para um crescimento econômico inclusivo, redutor da pobreza e das desigualdades sociais e promotor do desenvolvimento humano. O trabalho decente significa

Leia mais

REGIMENTO INTERNO I CONFERÊNCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE CAPÍTULO I DA FINALIDADE E DOS OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO I CONFERÊNCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE CAPÍTULO I DA FINALIDADE E DOS OBJETIVOS Versão Final 11 de março de 2011 REGIMENTO INTERNO I CONFERÊNCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE CAPÍTULO I DA FINALIDADE E DOS OBJETIVOS Art. 1º A I Conferência Nacional de Emprego e Trabalho Decente

Leia mais

Desenvolvimento e Sindicalismo Rural no Brasl

Desenvolvimento e Sindicalismo Rural no Brasl 2 COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO 98-99 Alberto Brock - CONTAG Altemir Tortelli - CUT Armando Santos Neto Assessor da CONTAG Eugênio Peixoto Assessor da CONTAG Maria de Fátima R. da Silva - CONTAG Hilário

Leia mais

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária Constituição do Brasil O que é SCJS Uma Estrategia De Reconhecimento e

Leia mais

Relatório da atividade: Igualdade de oportunidade e não discriminação nas relações de trabalho DIEESE, OIT e INSPIR 01 e 02 de outubro de 2009

Relatório da atividade: Igualdade de oportunidade e não discriminação nas relações de trabalho DIEESE, OIT e INSPIR 01 e 02 de outubro de 2009 Relatório da atividade: Igualdade de oportunidade e não discriminação nas relações de trabalho DIEESE, OIT e INSPIR 01 e 02 de outubro de 2009 Acordo DIEESE/ OIT Apresentação A atividade teve como objetivos

Leia mais

O Pacto Mundial para o Emprego:

O Pacto Mundial para o Emprego: O Pacto Mundial para o Emprego: Uma resposta à crise Escritório da OIT no Brasil Seminário sobre a Elaboração do PNTD e a Participação dos Trabalhadores São Paulo, 29 de setembro de 2009 Objetivo estratégico

Leia mais

Agenda Nacional do. Novembro 2008

Agenda Nacional do. Novembro 2008 Agenda Nacional do Trabalho Decente Novembro 2008 Prioridades Gerar mais e melhores empregos, com igualdade de oportunidades e de tratamento Erradicar o trabalho escravo e eliminar o trabalho infantil,

Leia mais

1ª Conferência nacional de Vigilância em Saúde. Etapa Nacional - de 21 a 24 de novembro de 2017

1ª Conferência nacional de Vigilância em Saúde. Etapa Nacional - de 21 a 24 de novembro de 2017 1ª Conferência nacional de Vigilância em Saúde Etapa Nacional - de 21 a 24 de novembro de 2017 Motivação Debater na sociedade brasileira: Direito à Promoção e Proteção da Saúde - compreendendo a Vigilância

Leia mais

Índice do diário. De Emprego e Trabalho Decente. A PREFEITA MUNICIPAL DE ANTONIO CARDOSO, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições,

Índice do diário. De Emprego e Trabalho Decente. A PREFEITA MUNICIPAL DE ANTONIO CARDOSO, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, Diário Oficial Ano: 1 Páginas: 6 Atos Oficiais Decreto - Decreto 421 de 2011 Índice do diário Atos Oficiais Decreto Decreto 421 de 2011 DECRETO Nº 421/2011 DE 27 DE MAIO DE 2011. Convoca a I Conferência

Leia mais

DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL

DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL Diálogo social e Tripartismo no Brasil Conceito de Diálogo Social Diálogo social é o processo no qual atores sociais, econômicos, políticos, ou grupos sociais, legitimamente

Leia mais

TRABALHO DECENTE E JUVENTUDE NO BRASIL. Julho de 2009

TRABALHO DECENTE E JUVENTUDE NO BRASIL. Julho de 2009 TRABALHO DECENTE E JUVENTUDE NO BRASIL Brasília, Julho de 2009 Trabalho Decente e Juventude no Brasil 1. Diagnóstico da situação magnitude do déficit de Trabalho Decente para os jovens relação educação

Leia mais

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente Boletim Econômico Edição nº 61 maio de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico A visão da OIT sobre o Trabalho Decente 1 1. CONCEITO DE TRABALHO DECENTE O conceito de Trabalho

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN 3.1.6 - MCT 1 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Prestação de serviços de pessoa física para a elaboração de documento

Leia mais

E AUTONOMIA DAS MULHERES

E AUTONOMIA DAS MULHERES E AUTONOMIA DAS Faz-se necessário identificar as organizações de mulheres artesãs e possibilitar a articulação das cadeias produtivas de artesanatos geridas por mulheres. o que orienta o Programa O desafio

Leia mais

Laís Ab A ram a o Diret e o t ra r do Escrit i ó t rio i da O IT n o Brasil Cuiab a á b, 06 d e Fe F v e e v r e ei e r i o r de

Laís Ab A ram a o Diret e o t ra r do Escrit i ó t rio i da O IT n o Brasil Cuiab a á b, 06 d e Fe F v e e v r e ei e r i o r de Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Cuiabá,, 06 de Fevereiro de 2014 Evento de grande relevância econômica, social e cultural 12 cidades sedes: Cuiabá, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba,

Leia mais

Proteção Social: Um direito e uma necessidade para a promoção do Trabalho Decente. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil

Proteção Social: Um direito e uma necessidade para a promoção do Trabalho Decente. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Proteção Social: Um direito e uma necessidade para a promoção do Trabalho Decente Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Maringá, PR - 30 de maio de 2012 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. Os Conceitos

Leia mais

Sistema Único do Trabalho

Sistema Único do Trabalho Apresentação de proposta de Sistema Único do Trabalho Brasília DF 16 de julho de 2014 ANTECEDENTES 1958 Convenção OIT nº 88, Organização do Serviço de Emprego; 1975 Decreto nº 76.403 cria o Sistema Nacional

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA 2004-2007 (Projeto de Lei nº 41/2005-CN) PARECER DA COMISSÃO SUBSTITUTIVO

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto!

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL 1 ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL (EDL) A EDL incide em traços gerais nas seguintes problemáticas: Acesso

Leia mais

Secretaria de Políticas para as Mulheres Presidência da República

Secretaria de Políticas para as Mulheres Presidência da República Secretaria de Políticas para as Mulheres Presidência da República Apresentação de propostas e formalização de Convênios com a SPM - PR Vitória, maio de 2011 Secretaria de Políticas para as Mulheres Criada

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE

TERMO DE COMPROMISSO MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE A MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE, com representação tripartite composta pelo GOVERNO FEDERAL, REPRESENTANTES DOS EMPREGADORES

Leia mais

A Dimensão Social e o Conceito de Desenvolvimento Sustentável

A Dimensão Social e o Conceito de Desenvolvimento Sustentável V Mesa-Redonda da Sociedade Civil Brasil EU A Dimensão Social e o Conceito de Desenvolvimento Sustentável Apresentação da Conselheira Lúcia Stumpf Porto, Portugal 7 a 9 de novembro de 2011 1 Contextualização

Leia mais

A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014

A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014 A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito de Trabalho Decente 2.

Leia mais

Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial

Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial Lais Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, julho de 2012 Esquema da Apresentação 1. Trabalho decente e estratégia de desenvolvimento

Leia mais

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de novembro de 2014

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de novembro de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Comissão Tripartite de Revisão (CTR) do Plano Nacional de Emprego e Trabalho Decente (PNETD) Representantes:

Leia mais

27 de junho de Domingos Lopes

27 de junho de Domingos Lopes 27 de junho de 2016 Domingos Lopes Objetivos Temáticos OT 8. Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade dos trabalhadores assumindo como meta nacional, até 2020, o aumento

Leia mais

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento Agenda Contexto O Nordeste Territorial Fórum de Governança da Atividade Econômica Formas de Financiamento Área de atuação do BNB Nordeste: 1.554,4 mil Km 2 Semi-árido: 974,4 mil Km 2 (62,7% do território

Leia mais

Assessoria da Unisol em Manaus presente em importantes eventos nesta capital

Assessoria da Unisol em Manaus presente em importantes eventos nesta capital Assessoria da Unisol em Manaus presente em importantes eventos nesta capital Vista do auditório. Crédito Lea Muniz. Lea Muniz. Credito: idem. Lea Muniz, assessora da Unisol Brasil para o Amazonas e baseada

Leia mais

A reunião de instalação do Grupo de Trabalho (GT) foi realizada no edifício-sede do MTE, em Brasília DF.

A reunião de instalação do Grupo de Trabalho (GT) foi realizada no edifício-sede do MTE, em Brasília DF. E C O N O M I A Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Grupo de Trabalho para discutir a facilitação da transição da economia informal para a formalidade Representante Lidiane

Leia mais

Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical da CNC

Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical da CNC RELAÇÕES INTERNACIONAIS Órgão Organização Internacional do Trabalho (OIT) Representação Eventual 105ª Conferência Internacional do Trabalho Representante Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical

Leia mais

O objetivo do programa DEL. Aumentar a competitividade e capacidade de transformação dos municípios de pequeno e médio porte.

O objetivo do programa DEL. Aumentar a competitividade e capacidade de transformação dos municípios de pequeno e médio porte. CENÁRIO O objetivo do programa DEL Aumentar a competitividade e capacidade de transformação dos municípios de pequeno e médio porte. 3 Princípios do DEL Protagonismo dos Atores Política de Produto Desenvolviment

Leia mais

ANUÁRIO DO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA Indicadores da Agenda de Trabalho Decente. Ministério do Trabalho e Previdência Social

ANUÁRIO DO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA Indicadores da Agenda de Trabalho Decente. Ministério do Trabalho e Previdência Social ANUÁRIO DO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA 2 0 1 5 Indicadores da Agenda de Trabalho Decente Ministério do Trabalho e Previdência Social Presidenta da República Dilma Vana Rousseff Ministro

Leia mais

A OIT E O BRASIL Prós e contras

A OIT E O BRASIL Prós e contras A OIT E O BRASIL Prós e contras Dagoberto Lima Godoy Membro-Empregador Titular Conselho de Administração Organização Internacional do Trabalho Brasil OIT (linha do tempo) 1919 - País-Membro Fundador 1944

Leia mais

O fazer de nossas mãos pelo fortalecimento sindical.

O fazer de nossas mãos pelo fortalecimento sindical. O fazer de nossas mãos pelo fortalecimento sindical. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL O que é? É um tributo previsto na Constituição Federal (CF) e Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), cujo recolhimento é obrigatório.

Leia mais

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil

COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil COPA ORGÂNICA E SUSTENTÁVEL Copa 2014 Brasil BRASIL - UM PAÍS DIFERENCIADO Megadiversidade ambiental e social Reconhecido como país estratégico no cenário global Sequência de mega eventos com visibilidade

Leia mais

MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CARTA

Leia mais

Plano Nacional de Turismo

Plano Nacional de Turismo Plano Nacional de Turismo 2011-2015 Conceito Conjunto de diretrizes, metas e programas que orientam a atuação do Ministério do Turismo, em parceria com outros setores da gestão pública nas três esferas

Leia mais

Elaboração do Plano Plurianual

Elaboração do Plano Plurianual Elaboração do Plano Plurianual 2016-2019 Fórum Dialoga Brasil Interconselhos Brasília-DF, 14 a 16 de abril de 2015 1 O que é o PPA É o instrumento constitucional de planejamento governamental que espelha

Leia mais

Workshop sub-regional sobre a Recomendação 204 da OIT e a transição para a economia formal em Moçambique, São Tomé e Cabo Verde

Workshop sub-regional sobre a Recomendação 204 da OIT e a transição para a economia formal em Moçambique, São Tomé e Cabo Verde Workshop sub-regional sobre a Recomendação 204 da OIT e a transição para a economia formal em Moçambique, São Tomé e Cabo Verde 21 24 de março de 2016 Maputo, Moçambique A economia informal: conceitos,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2011

PLANO DE TRABALHO 2011 Unidade Temática do Turismo Apresentada pela cidade Porto Alegre 1) Introdução PLANO DE TRABALHO 2011 Fortalecer o turismo internacional é um trabalho prioritário que deve ser cada vez mais consolidado

Leia mais

Nesta reunião foram debatidos os seguintes temas:

Nesta reunião foram debatidos os seguintes temas: R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S Órgão Mercado Comum do Sul (Mercosul) Representação Efetiva Comissão Temática I - Relações Trabalhistas Representante Titular Lidiane Duarte Nogueira Advogada

Leia mais

A OIT e a Igualdade de Oportunidades e Tratamento no Mundo do Trabalho

A OIT e a Igualdade de Oportunidades e Tratamento no Mundo do Trabalho A OIT e a Igualdade de Oportunidades e Tratamento no Mundo do Trabalho Escritório da OIT no Brasil Apoio: Secretarias Especiais de Políticas para as Mulheres (SPM), Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Leia mais

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES FORMAÇÃO SINDICAL PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE. Módulo 3 PROGRAMAÇÃO

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES FORMAÇÃO SINDICAL PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE. Módulo 3 PROGRAMAÇÃO FORMAÇÃO SINDICAL PARA A PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE Módulo 3 PROGRAMAÇÃO 29/03/12 30/03/12 31/03/12 Abertura Resgate dos Módulos Anteriores Campanha CUT Liberdade e Autonomia Sindical Trabalho Decente

Leia mais

RESUMO EXPANDIDO VIII CONPEEX VIII CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO DA UFG

RESUMO EXPANDIDO VIII CONPEEX VIII CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO DA UFG RESUMO EXPANDIDO VIII CONPEEX VIII CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO DA UFG 1 TÍTULO DO TRABALHO Agricultura Familiar no Mercosul e o papel da REAF no processo de diálogo e integração. 2 AUTORES

Leia mais

Desenvolvimento Local: Concepção, Avanços e Desafios

Desenvolvimento Local: Concepção, Avanços e Desafios Desenvolvimento Local: Concepção, Avanços e Desafios Seminário: Políticas Públicas de Qualificação Sócio-Profissional, Emprego e Renda a formação de conselheiros II 1 Instituto Pólis Março de 2005 AGENDA

Leia mais

Breve Histórico Projeto Litoral Sustentável

Breve Histórico Projeto Litoral Sustentável Breve Histórico Projeto Litoral Sustentável 2011 início do Projeto Litoral Sustentável - Desenvolvimento com Inclusão Social. Convênio entre Instituto Pólis e Petrobras. 2011 e 2012 - Elaboração de diagnósticos

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações para a implementação do Plano Nacional de Promoção das Cadeias de Produtos da Sociobiodiversidade, e dá outras

Leia mais

A construção da 1ª Conferência do Trabalho Decente de Osasco

A construção da 1ª Conferência do Trabalho Decente de Osasco A construção da 1ª Conferência do Trabalho Decente de Osasco Fortalecer o nosso compromisso As reuniões e Pré-Conferências, que estamos realizando, são a oportunidade para que coletivamente possamos construir

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito Lei nº 345, de 21 de agosto de 2013. Nesta data, 21 de agosto de 2013, SANCIONO a presente Lei. Francisco das Chagas de Oliveira Silva PREFEITO MUNICIPAL Institui o Conselho Municipal de Desenvolvimento

Leia mais

NORMAS PARA COMUNICAÇÕES E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DO IX FBEA E IV ECEA

NORMAS PARA COMUNICAÇÕES E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DO IX FBEA E IV ECEA NORMAS PARA COMUNICAÇÕES E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DO IX FBEA E IV ECEA Balneário Camboriú, Santa Catarina, de 17 a 20 de setembro de 2017 COMUNICAÇÕES CIENTÍFICAS Referem-se ao espaço para estabelecer

Leia mais

Plano Metropolitano de Habitação. Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas

Plano Metropolitano de Habitação. Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas Plano Metropolitano de Habitação de Interesse Social da Região Metropolitana de Campinas Apresentado pelo representante do Ministério das Cidades Histórico Aprovado pelo Conselho de Desenvolvimento

Leia mais

COMPROMISSO NACIONAL PARA APERFEIÇOAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE olimpíadas e paralimpíadas rio 2016

COMPROMISSO NACIONAL PARA APERFEIÇOAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE olimpíadas e paralimpíadas rio 2016 GOVERNO FEDERAL Secretaria de Governo da Presidência da República Ministério do Trabalho e Previdência Social Ministério do Turismo ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS EMPREGADORES FBHA - Federação Brasileira

Leia mais

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2011/2014 DOCUMENTO REFERENCIAL

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2011/2014 DOCUMENTO REFERENCIAL PLANO NACIONAL DE TURISMO 2011/2014 DOCUMENTO REFERENCIAL Reunião de Instalação do Comitê Gestor Dezembro / 2009 OBJETIVO GERAL Consolidar um documento referencial sobre o Turismo no Brasil, para subsidiar

Leia mais

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.311, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014 Altera a Portaria nº 2.866/GM/MS, de 2 de

Leia mais

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016.

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. O Ministério do Trabalho e Emprego, o Tribunal Regional do Trabalho,

Leia mais

PROJECTO DE AGENDA E PROGRAMA DE TRABALHO DA SESSÃO DE PERITOS

PROJECTO DE AGENDA E PROGRAMA DE TRABALHO DA SESSÃO DE PERITOS AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA COMITÉ TÉCNICO ESPECIALIZADO DA UNIÃO AFRICANA SOBRE COMUNICAÇÃO E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (CTE CTIC) PRIMEIRA SESSÃO, ADIS ABEBA, ETIÓPIA,

Leia mais

Indústria Química, Sociedade e Território: novos desafios para o Grande ABC

Indústria Química, Sociedade e Território: novos desafios para o Grande ABC Indústria Química, Sociedade e Território: novos desafios para o Grande ABC Luis Paulo Bresciani Consórcio Intermunicipal Grande ABC Universidade Municipal de São Caetano do Sul ciclo de debates A indústria

Leia mais

Banco do Nordeste do Brasil S.A.

Banco do Nordeste do Brasil S.A. Banco do Nordeste do Brasil S.A. POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL PARA O NORDESTE Novembro 2003 Banco do Nordeste do Brasil S.A. Instituição financeira pública, de caráter regional, criado pela Lei

Leia mais

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP As Ministras e os Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos na cidade de Fortaleza, no período de 22 a 24 de fevereiro de 2010, Considerando:

Leia mais

Programa Cidade ustentáveis ONU

Programa Cidade ustentáveis ONU Programa Cidade ustentáveis ONU 10 passos para as Cidades Sustentáveis 1: Âmbito institucional e administrativo 2: Financiamento e recursos 3: Avaliação dos riscos múltiplos e perigos 4: Proteção da infraestrutura,

Leia mais

ABRIL DE Apoio

ABRIL DE Apoio PROPOSTA DE TRABALHO CAMPANHA CONTRA AS PRÁTICAS ANTI-SINDICAIS ABRIL DE 2008 Apoio I. IDENTIFICAÇÃO DO PROJ ETO Título: Campanha Sindical contra as Práticas Anti-Sindicais (PAS) Duração do Projeto: 24

Leia mais

Parceria Social Público Privada (PSPP) como estratégia para o desenvolvimento sustentável dos territórios minerais

Parceria Social Público Privada (PSPP) como estratégia para o desenvolvimento sustentável dos territórios minerais 1 Parceria Social Público Privada (PSPP) como estratégia para o desenvolvimento sustentável dos territórios minerais Sistema legal institucional brasileiro Empresa Poder público municipal, estadual e federal

Leia mais

CURSO POLÍTICAS PÚBLICAS NO SEMIÁRIDO DO NORDESTE: PARTICIPAÇÃO E JUVENTUDE. Profº Guilherme Soares UFRPE

CURSO POLÍTICAS PÚBLICAS NO SEMIÁRIDO DO NORDESTE: PARTICIPAÇÃO E JUVENTUDE. Profº Guilherme Soares UFRPE POLÍTICAS PÚBLICAS NO SEMIÁRIDO DO NORDESTE: PARTICIPAÇÃO E JUVENTUDE. Profº Guilherme Soares UFRPE : POLÍTICAS PÚBLICAS NO SEMIÁRIDO DO NORDESTE: Módulo III O AMBIENTE OPERACIONAL DAS POLÍTICAS PÚBLICAS:

Leia mais

Igualdade Racial: Principais Resultados

Igualdade Racial: Principais Resultados Igualdade Racial: 2006 Principais Resultados Copyright Organização Internacional do Trabalho 2006 1ª edição 2006 As publicações da Secretaria Internacional do Trabalho gozam da proteção dos direitos autorais

Leia mais

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 25 de Abril de 2013 Constituição

Leia mais

Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira

Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira T U R I S M O Órgão Ministério do Turismo (MTur) Representação Efetiva Câmara Temática de Turismo Sustentável e Infância do CNT Representante Ana Paula de Siqueira Assessora Secretaria Geral da CNC Ações

Leia mais

ATER PARA MULHERES. O processo de organização das mulheres na construção do Feminismo e da Agroecologia no Brasil

ATER PARA MULHERES. O processo de organização das mulheres na construção do Feminismo e da Agroecologia no Brasil ATER PARA MULHERES O processo de organização das mulheres na construção do Feminismo e da Agroecologia no Brasil PARA NÓS A AGROECOLOGIA É Um modo de produzir, relacionar e viver na agricultura que implica

Leia mais

IX CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DO TRABALHO, EMPREGO E PREVIDÊNCIA SOCIAL Cartagena de Indias, Colômbia 2 e 3 de maio de 2016

IX CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DO TRABALHO, EMPREGO E PREVIDÊNCIA SOCIAL Cartagena de Indias, Colômbia 2 e 3 de maio de 2016 IX CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DO TRABALHO, EMPREGO E PREVIDÊNCIA SOCIAL Cartagena de Indias, Colômbia 2 e 3 de maio de 2016 AS MINISTRAS, OS MINISTROS E REPRESENTANTES DOS PAÍSES

Leia mais

2ª Reunião da Comissão Organizadora do IV EMDS

2ª Reunião da Comissão Organizadora do IV EMDS Parceria Realização 2ª Reunião da Comissão Organizadora do IV EMDS Estrutura de Governança do IV EMDS Auditoria independente: Coordenação Política Conselho Curador Conselho Consultivo Comissão Organizadora

Leia mais

Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados:

Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados: Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de 2010 2.4 Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados: 2.4.6 Trabalho infantil A exploração do trabalho é uma violação

Leia mais

NOTA TÉCNICA/GRETNIGEP- ` )t 12015

NOTA TÉCNICA/GRETNIGEP- ` )t 12015 Correios NOTA TÉCNICA/GRETNIGEP- ` )t 12015 DESTINO: Vice-Presidência de Gestão de Pessoas ASSUNTO: Programa Diversidade, Inclusão e Direitos Humanos Subtítulo 1 Diversidade, Inclusão e Direitos Humanos

Leia mais

IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração de Foz do Iguaçu

IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Declaração de Foz do Iguaçu IX REUNIÃO DOS MINISTROS DO TURISMO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Foz do Iguaçu, 29 de junho de 2017 Declaração de Foz do Iguaçu Os Ministros do Turismo da Comunidade de Países de Língua

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo Planeamento Estratégico Regional

Leia mais

Objetivo Geral: Objetivos Específicos:

Objetivo Geral: Objetivos Específicos: Objetivo Geral: Superação da pobreza e geração de trabalho e renda no meio rural por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável. Objetivos Específicos: Inclusão produtiva das populações

Leia mais

Andréa Bolzon Escritório da OIT no Brasil. Salvador, 08 de abril de 2013

Andréa Bolzon Escritório da OIT no Brasil. Salvador, 08 de abril de 2013 Andréa Bolzon Escritório da OIT no Brasil Salvador, 08 de abril de 2013 Fundada em 1919 (Tratado de Versalhes) Mandato: promover a justiça social e o reconhecimento internacional dos direitos humanos e

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da 1. Redesenho do PETI Fortalecer a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil por meio de ações estratégicas intersetoriais voltadas ao enfrentamento das novas incidências de atividades identificadas

Leia mais

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro

Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. Programa EaSI. Antonieta Ministro Programa EaSI É um instrumento de financiamento, a nível europeu, gerido diretamente pela Comissão Europeia, para apoiar o emprego, a política social e a mobilidade profissional em toda a UE Visa contribuir

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE

TERMO DE COMPROMISSO MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE A MESA NACIONAL PERMANENTE PARA O APERFEIÇOAMENTO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DE TURISMO E HOSPITALIDADE, com representação tripartite composta pelo GOVERNO FEDERAL, REPRESENTANTES DOS EMPREGADORES

Leia mais