Os 3 papéis estratégicos do Escritório de Processos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os 3 papéis estratégicos do Escritório de Processos"

Transcrição

1 Os 3 papéis estratégicos do Escritório de Processos 11-fev-2009 Leandro Jesus RIO DE JANEIRO SÃO PAULO - BRASÍLIA

2 ELO Group - Visão Institucional Consultoria especializada em Gestão de Riscos e Gestão de Processos de Negócios Ampla experiência em projetos em diversos segmentos (financeiro, seguradoras, varejo, elétrico, petróleo, fármacos, telecomunicações, governo, construção e manufatura) Quadro de consultores altamente capacitado atuando como professores em MBAs e cursos diversos da COPPE / UFRJ; Fundada no Parque Tecnológico da COPPE/UFRJ, um dos mais reconhecidos centros de pesquisa e desenvolvimento da América Latina; Spin-off do Grupo de Produção Integrada, da Engenharia de Produção da COPPE/UFRJ; Acesso a uma rede de excelência de especialistas no Brasil, EUA (Carnegie Mellon University e North Caroline State University) e Europa (L Ècole Central de Paris e Politécnico di Turino)

3 ELO com a Academia e Inovação

4 Referências Roadmap para Implantação Do Escritório de Processos Os 3 papéis estratégicos de um Escritório de PRocessos Pesquisa sobre Iniciativas de BPM (2008) Guide to the Business Process Management Common Body of Knowledge Business Process Maturity Model & BPMN 2.0 The Service Portfolio of a BPM Center of Excellence (Rosemanm)

5 Introdução

6 Mapeei meus processos, e agora? Um dos grandes desafios da adoção de BPM nas organizações é assegurar que os benefícios obtidos com a mobilização em busca de otimizações de processos não se constituam em iniciativas pontuais esquecidas ao longo do tempo, mas sim em uma sistemática perene de melhoria contínua.

7 A necessidade de um Escritório de Processos Um Escritório de Processos efetivo fortalece a visão por processos como o eixo central de uma lógica inovadora e sistematizada de se pensar a operação de uma empresa. Desta forma, o Escritório de Processos é um mecanismo que vem sendo adotado por muitas organizações com os objetivos de: 1. Institucionalizar as iniciativas de BPM dentro de uma organização 2. Perenizar ao longo dos anos os benefícios gerados associados a: geração de excelência operacional, aumento da visibilidade para tomada de decisão gerencial e fomento a inovação

8 3 papéis centrais de um Escritório 1. Institucionalizar BPM enquanto um conjunto de soluções de gestão para aumento da performance de uma organização 2. Gerar convergência entre as diversas iniciativas relacionadas a BPM 3. Buscar a excelência de cada iniciativa de BPM através de uma orientação a serviços especializados de aumento de performance organizacional

9 Papel 1: Institucionalizar BPM enquanto um conjunto de soluções de gestão para aumento da performance de uma organização

10 Papel 1 - Descrição Estabelecer um entendimento comum de que BPM se trata da criação de um ambiente cultural e tecnicamente propício à análise contínua e qualificada sobre como as atividades são executadas dentro da organização. BPM deve ser pensado como uma engrenagem organizacional para mudança contínua e melhoria de performance através de maneiras colaborativas, consistentes e sustentáveis.

11 BPM enquando abordagem para gestão ABPMP BPM CBOK, 1ª versão BPM é uma abordagem metodológica para identificar, desenhar, executar, documentar, medir, monitorar e controlar processos automatizados ou não para alcançar resultados consistentes e alinhados com os objetivos estratégicos. Permite a melhoria tanto das atividades de uma determinada área, entre áreas ou entre organizações. Fonte: BPM CBOK TM

12 Gestão da Mudança em BPM BPM passa, antes de tudo, por uma mudança cultural! O Escritório de Processos deve ser visto como o embaixador da marca BPM, difundindo as ações realizadas e mostrando a importância do tema. O Escritório de Processos deve planejar cuidadosamente sua estratégia para atingir um equilíbrio adequado entre quick wins e melhorias de longo prazo, mostrando que BPM traz de fato valor à organização

13 Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o I C 1 1 Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Praz o Não pergunte se uma área de negócio deseja ter seus processos mapeados em fluxogramas. <Process Name> <Process Name> PLANUS SUEMP Locatário Escritório de Advocacia GECOR Caixa GEJUR Escritório de COENA Proponentes SUEMP COANI GEJUR Advocacia GECOR Pré-locação Validar contrato cadastrado Encerramen to de Locação Calcular folha de aluguel e atualizar valores com base nos índices Planus - Adm Imob Validar índices cadastrado no PLANUS Informações Solicitadas sobre Imóvel Imóvel disponível para locação Planus_Adm Imob Planus - Adm Imob Gerar boletos e relatórios para cobrança Planus Adm Imob Avaliar relatórios e conferir boletos Encaminhar boletos por e correio Administração de imóveis Boletar para enviados para locatário Realizar visitas ao imóvel e negociar locação Avaliar interesse no imóvel Providenciar informações sobre imóvel Plan. Controle de Propostas Gerar ordens de recebimento para contas a receber Pagar locação do imóvel, condominio e IPTU Elaborar proposta de locação Proposta de Locação Avaliar proposta de locação Monitorar pagamento do IPTU e Condomino Monitorar pagamento do aluguel Enviar comprovante de pagamento de IPTU Gerar baixa nas ordens de recebimento Reconhecer pagamento para FUNCEF Analisar, revisar e preencher minuta Solicitar documentação e garantias para locação Checklist de Documentos Preparar versão inicial da minuta de locação Processo de locação encerrado Avaliação anual macroeconômica Índices para locação atualizados Plan. Carteira Imobiliaria Minuta Padrão Verificar situação dos locatários Tirar do fluxo Reconhecimen to do pagamento do locatário Contabilida de Validar minuta e registrar ajustes Minuta de Locação Conferir dados no SPC e SERASA SPC SERASA Aqui existe uma Análise de ajustes Antes de encaminhar Ao jurídico Notificar locatário sobre atraso no pagamento Autorizar Pagamento da corretagem Apresentar parecer técnico sobre ajustes realizados Aguardar s para acionament Realizar pagamento ao corretor Realizar cobrança judicial Contabilida de Formalizar de acordo na proposta de minuta Minuta de Contrato Avaliar minuta de locação final Processo de locação encerrado Validar minuta e registrar ajustes Minuta de Locação Negociar com locatários quitação das dívidas IC11 Recalcular Parcelas com nova data de pagamento Solicitar novo cálculo para acertar pagamento Realizar relatório mensal do contencioso Assinar contrato e reconhecer firma Contrato de Locação Validar contrato e encaminhar ao proponente Minuta de Contrato Assinar contrato e reconhecer firma Contrato de Locação Elaborar contrato de locação Contrato de Locação Tomar ciência do contrato Minuta com De Acordo Gerar novo boleto e atualizar sistema Realizar vistoria para entrega do imóvel Agendar visita para entrega das chaves Providenciar energia do imóvel, se necessário Boletos para enviados para locatário Preparar laudo da vistoria para entrega do imóvel Laudo Assinar laudo e receber chaves Laudo Arquivar processo e encaminhar documentação Laudo Elaborar previsão de receita de locação SEFINAME Arquivar processo Ja eh pos locacao Validar contrato cadastrado Cadastrar contrato Planus Planus - Adm Imob Administração de imóveis

14 Pergunte se elas enxergam oportunidades para: Aumentar a eficiência dos processos Automatizar atividades Rediscutir distribuição de atividade entre áreas Reduzir erros ocorridos Agilidade no fluxo de tomada de decisão Alavancar os resultados finais obtidos Disseminar o conhecimento em relação à forma como as atividades são realizadas

15 Resumo da Filosofia de BPM 1 Gerir processos de negócios significa mudar continuamente a forma como uma organização executa suas atividades, visando aumentos significativos de desempenho como: fortalecimento da excelência operacional, aumento da visibilidade para tomada de decisão e promoção da inovação; 2 3 A maximização de ganhos com BPM passa por construir o ambiente ideal para se repensar a forma como uma organização deve executar suas atividades. Este ambiente deve ser colaborativo, culturalmente sustentável e suportado por métodos e ferramentas adequadas Fluxogramas de processos não são resultados de uma iniciativa de BPM, mas apenas uma ferramenta intermediária. Desta forma, a questão-chave a ser perguntada para um gestor não é apenas existem processos a serem mapeados?, mas sim existem oportunidades para redução de custos, melhoria da interface entre áreas, otimização da tomada de decisão etc.?

16 Papel 2: Gerar convergência entre as diversas iniciativas relacionadas a BPM

17 Papel 2 - Descrição Promover o alinhamento, governança e convergência de todas as iniciativas relacionadas a BPM (tanto no âmbito de gestão como no âmbito de automação), aumentando a sinergia, eficiência e retorno sobre o investimento realizado. Isto contribui para fortalecer a adoção de iniciativas baseadas em BPM como boas práticas de gestão na organização.

18 A dispersão de iniciativas em BPM e a necessidade de governança Redesenho dos principais macroprocessos da organização; Balanced Scorecard; Desenvolvimento da arquitetura de processos da organização; Treinamentos em análise e redesenho de processos e de gestores; Projetos Six Sigma de melhoria de processos; Automação dos principais processos da organização; Redesenho de processos a partir de modelos de referência (SCOR, ITIL); Desenvolvimento de sistemas de regras de negócio; Desenvolvimento de aplicativo para monitoração dos processos em tempo real (BAM); 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% Fonte: ELO Group - Pesquisa Evento IQPC Jan/08

19 Como tratada a responsabilidade pela gestão das iniciativas de BPM? Fonte: ELO Group - Pesquisa Evento IQPC Jan/08

20 Consequências 1) Documentações de fluxogramas sendo subutilizadas; 2) Dificuldades para consolidação de diferentes modelos de processos; 3) Áreas distintas demandando as mesmas informações para áreas de negócios; 4) Planos de ação redundantes; 5) Intervenções ineficientes focando em conseqüências em vez de causas-raiz; 6) Desalinhamento com estratégia organizacional, dentre outros.

21 A Busca por uma maior integração entre as iniciativas de BPM Qual a periodicidade de execução das iniciativas? Quais são as fontes de informação utilizadas? Quais processos estão no escopo desta iniciativa? Quais os critérios de priorização utilizados? Quem analisa e valida os resultados obtidos da análise? Como as informações geradas são armazenadas? Qual encaminhamento dado aos problemas percebidos? Maturidade da Governança de BPM Artesanal Fragmentado Integrado Alinhado Otimizado Falta de visibilidade das Iniciativas de BPM existentes Iniciativas de BPM existentes inventariadas Governança integrada das iniciativas de BPM a partir dos fluxogramas mapeados Desdobramento da Estratégia para o planejamento das Iniciativas de BPM Colaboração e disseminação das informações geradas para toda a organização??? Adaptado de OCEG

22 Saindo de uma Governança Artesanal de Iniciativas de BPM... Treinamentos em gestão de processos Aumento da eficiência e Confiabilidade dos processos?? Verificação da Conformidade dos Processos Gestão de Indicadores De Performance (KPIs)??????? Levantamento de Requisitos de Sistema Atualização da Cadeia de Valor? Criação de Manuais e Helpdesk Procedimentos

23 ...Inventariando as Iniciativas de BPM Existentes... Treinamentos em gestão de processos Implantação de Coordenadores de Processos Gestão integrada de eventos E ocorrências nos processos Aumento da eficiência e Confiabilidade dos processos Gestão de Conhecimento por Processos Verificação da Conformidade dos Processos Melhoria dos Processos com foco no Cliente Criação de diferencial Gestão de competitivo nos processo Informações do Processo (GED, ECM, etc..) Automação de Processos (BPEL) Atualização da Levantamento de Cadeia de Valor Requisitos de Sistema Re-estruturação Gestão de Regras de Negócio e organização Flexibilidade dos Processos (papéis e responsabilidades) Gestão de Indicadores De Performance (KPIs) Análise de riscos e Controles nos processos Gestão de Custos por Processos Gestão de Indicadores do Negócio (BSCs) Bechmarking externo Implantação de por Processos Certificação ou Modelo de Referência Criação de Manuais e Helpdesk Procedimentos

24 ...assegurando a convergência destas iniciativas a uma visão comum... Treinamentos em gestão de processos Implantação de Coordenadores de Processos Gestão integrada de eventos E ocorrências nos processos Aumento da eficiência e Confiabilidade dos processos Gestão de Conhecimento por Processos Verificação da Conformidade dos Processos Melhoria dos Processos com foco no Cliente Criação de diferencial Gestão de competitivo nos processo Informações do Processo (GED, ECM, etc..) Automação de Processos (BPEL) Atualização da Levantamento de Cadeia de Valor Requisitos de Sistema Re-estruturação Gestão de Regras de Negócio e organização Flexibilidade dos Processos (papéis e responsabilidades) Gestão de Indicadores De Performance (KPIs) Análise de riscos e Controles nos processos Gestão de Custos por Processos Gestão de Indicadores do Negócio (BSCs) Bechmarking externo Implantação de por Processos Certificação ou Modelo de Referência Criação de Manuais e Helpdesk Procedimentos

25 ...alinhando estas iniciativas ao planejamento estratégico e entre si Treinamentos em gestão de processos Re-estruturação organização (papéis e responsabilidades) Gestão integrada de eventos E ocorrências nos processos Aumento da eficiência e Bechmarking externo Verificação da Gestão de Indicadores Confiabilidade dos processos por Processos Conformidade dos Processos De Performance (KPIs) Melhoria dos Processos Análise de riscos e com foco no Cliente Controles nos processos Gestão de Informações do Gestão de Custos por Processo (GED, ECM, etc..) Processos Automação de Processos Gestão de Indicadores do (BPEL) Negócio (BSCs) Levantamento de Requisitos de Sistema Gestão de Conhecimento por Processos Gestão de Regras de Negócio e Flexibilidade dos Processos Implantação de Certificação ou Modelo de Referência Atualização da Cadeia de Valor Implantação de Coordenadores de Processos Criação de diferencial competitivo nos processo Criação de Manuais e Procedimentos

26 Atribuições do Escritório papel 2 1) Gerir as demandas das áreas de negócios por iniciativas relacionadas a BPM, melhorando performance organizacional ao mesmo tempo em que se conciliam seus propósitos heterogêneos, prazos e escopos 2) Suportar a delimitação de papéis e responsabilidades para cada ator que esteja de alguma forma envolvido em iniciativas de BPM 3) Assegurar que todas as iniciativas de BPM sejam não apenas metodologicamente alinhadas, mas sim construídas sobre bases convergentes e alinhadas com as prioridades estratégicas da organização 4) Mapear os inputs e outputs de informações associados a cada iniciativa de BPM, minimizando o tempo demandado de cada área de negócio 5) Criar uma abordagem de planejamento colaborativo, de modo a otimizar a forma de execução de todas as iniciativas de BPM e minimizar redundâncias 6) Promover convergência de todos os planos de ação gerados por cada iniciativa de BPM, colaborando na criação de uma agenda de gestão unificada e evitando, assim, duplicação de esforços

27 Convergência entre Atores

28 Papel 3: Buscar a excelência de cada iniciativa de BPM através de uma orientação a serviços especializados de aumento de performance organizacional

29 Papel 3 - Descrição Implantar e manter uma abordagem de serviço para cada iniciativa baseada em BPM, colocando a estratégia organizacional e as unidades de negócio como clientes importantes que demandam aumento de produtividade, incremento de visibilidade gerencial e inovação organizacional.

30 De iniciativas para serviços de BPM Um serviço de BPM deve, ser entendido como uma solução especializada para aumento de performance. Estas soluções passam a ser ofertadas de acordo com os problemas e desafios enfrentados por cada área de negócio: altos custos, falta de visibilidade, alta taxa de erros, gaps de interfaces entre áreas internas, falta de competência, excesso de inputs manuais etc. As áreas de negócios são clientes de um portfólio de serviços baseados em BPM. Os serviços são priorizados com base em um direcionamento estratégico da organização

31 Uma organização possui muitas oportunidades de melhoria

32 Essas oportunidades se transformam em demandas para o Escritório de processos Escritório de processos

33 O Escritório, baseado nos direcionadores do negócio, prioriza estas demandas Escritório de processos

34 E estrutura a governança dos serviços de BPM para atendimento destas demandas Escritório de processos Automação de Processos Aumento da Integração entre áreas Criação de Manuais e Procedimentos Aumento da Eficiência e Confiabilidade Gestão de Indicadores do Negócio Auditoria de Processo e Testes de Controle

35 Exemplo de Portifolio de Serviços de BPM DEMANDA Conformidade de Processos Capacitação em BPM Mapeamento de Processos Melhoria de Processos Automação de Processos Gestão de Projetos BPM Alinhamento Estratégico CAPACIDADE DE ENTREGA Gestão da Mudança em Processos Avaliação de Maturidade de BPM Gestão do Portifólio de Processos Governança de Processos Gestão do Desempenho de Processos Fonte: Rosemann, 2008

36 Conclusões

37 Devemos alterar a maneira como BPM é encarado! 1) De fluxogramas como produtos principais para fluxogramas como plataforma de entendimento para a melhoria da gestão 2) De melhorias pontuais para melhorias contínuas 3) De iniciativas de BPM isoladas para serviços sistemáticos e uma cultura de BPM fortalecida 4) De uma vantagem competitiva baseada em eficiência para outra, baseada em flexibilidade e inovação

38 Estágios graduais da adoção dos papéis estratégicos ESTÁGIO 1 Sem valor de BPM Contexto Organizacional: Organização possui diversos problemas, questões e oportunidades de melhoria. Característica: Organização descobre BPM como solução de gestão de valor. Principais Usuários de BPM: Unidades de negócios.

39 Estágios graduais da adoção dos papéis estratégicos ESTÁGIO 1 Sem valor de BPM Contexto Organizacional: Organização possui diversos problemas, questões e oportunidades de melhoria. Característica: Organização descobre BPM como solução de gestão de valor. Principais Usuários de BPM: Unidades de negócios. ESTÁGIO 2: Valor relacionado a Eficiência e Produtividade Capacitação 1: BPM como um conjunto institucionalizado de soluções gerenciais para melhorias de desempenho organizacional Contexto Organizacional : Organização possui iniciativas desconectadas baseadas em BPM para endereçar questões organizacionais. Característica: Iniciativas de BPM terminam quando dores são sanadas. Principais Usuários de BPM: Donos de processos em unidades de negócios.

40 Estágio 2: Geração de Excelência Operacional Benefícios Percebidos: 1) Otimização sistemática da maneira como o trabalho é executado através de múltiplas áreas para entregar produtos e/ou serviços ao cliente final; 2) Redução de perdas, melhor uso de matériasprimas e horas de trabalho, redução de leadtimes e falhas

41 Estágios graduais da adoção dos papéis estratégicos ESTÁGIO 1 Sem valor de BPM Contexto Organizacional: Organização possui diversos problemas, questões e oportunidades de melhoria. Característica: Organização descobre BPM como solução de gestão de valor. Principais Usuários de BPM: Unidades de negócios. ESTÁGIO 2: Valor relacionado a Eficiência e Produtividade ESTÁGIO 3: Valor relacionado a Visibilidade Gerencial Capacitação 1: BPM como um conjunto institucionalizado de soluções gerenciais para melhorias de desempenho organizacional Contexto Organizacional : Organização possui iniciativas desconectadas baseadas em BPM para endereçar questões organizacionais. Característica: Iniciativas de BPM terminam quando dores são sanadas. Principais Usuários de BPM: Donos de processos em unidades de negócios. Capacitação 2: Convergência de iniciativas baseadas em BPM na organização Contexto Organizacional : Todas as iniciativas relacionadas a BPM convergem para um nó de coordenação central que integra e promove sinergia entre elas. Característica : BPM é uma ferramenta legítima e aplicada consistente e continuamente através da organização. Principais Usuários de BPM : Gestores de unidades de negócios.

42 Estágio 3: Aumento de Visibilidade Gerencial para Tomada de Decisão Benefícios Percebidos: 1) Melhoria da capacidade de coordenação geral e agilidade na tomada de decisão em toda a organização 2) Aumento da visibilidade sobre o que acontece no dia-a-dia e da definição de responsabilidades sobre os eventos ocorridos 3) Maior qualidade e tempestividade na informação para a tomada de decisão

43 Estágios graduais da adoção dos papéis estratégicos ESTÁGIO 1 Sem valor de BPM Contexto Organizacional: Organização possui diversos problemas, questões e oportunidades de melhoria. Característica: Organização descobre BPM como solução de gestão de valor. Principais Usuários de BPM: Unidades de negócios. ESTÁGIO 2: Valor relacionado a Eficiência e Produtividade ESTÁGIO 3: Valor relacionado a Visibilidade Gerencial ESTÁGIO 4: Valor relacionado a inovação Capacitação 1: BPM como um conjunto institucionalizado de soluções gerenciais para melhorias de desempenho organizacional Contexto Organizacional : Organização possui iniciativas desconectadas baseadas em BPM para endereçar questões organizacionais. Característica: Iniciativas de BPM terminam quando dores são sanadas. Principais Usuários de BPM: Donos de processos em unidades de negócios. Capacitação 2: Convergência de iniciativas baseadas em BPM na organização Contexto Organizacional : Todas as iniciativas relacionadas a BPM convergem para um nó de coordenação central que integra e promove sinergia entre elas. Característica : BPM é uma ferramenta legítima e aplicada consistente e continuamente através da organização. Principais Usuários de BPM : Gestores de unidades de negócios. Capacitação 3: Excelência através de uma orientação de serviço a cliente para cada iniciativa de BPM Contexto Organizacional : Um nó de coordenação central provê serviços de BPM que estão intergrados com o apetite e estratégia da organização. Característica : BPM não é apenas utilizados para aumentar performance, mas como uma forma de promover inovação organizacional e flexibilidade estratégica. Principais Usuários de BPM : Alta gestão e todos os gestores de unidades de negócios

44 Estágio 4: Fortalecimento da inovação Benefícios Percebidos: 1) Aumento de flexibilidade e adaptabilidade para rapidamente detectar e explorar oportunidades que estejam alinhadas com a estratégia organizacional; 2) Alta taxa de sucesso de mudanças, habilidade de explorar novas oportunidades; 3) Alta sinergia entre ações em diferentes áreas; 4) Discussões colaborativas que levem a novas formas de fazer negócio

45 Programação de Webinars ELO Group Webinar Data Escritórios de Processos e Escritórios de Projetos: Oportunidades de Sinergia Um Framework para seu Escritório de Processos: Serviços, Processos de Gestão e Suporte 04/03/09 25/03/09 Resultados da 2a Pesquisa de Iniciativas em BPM 15/04/09 BPM e Engenharia de Serviços Sinergias e Ferramentas Six Sigma, Lean Manufacturing e Teoria das Restrições (TOC): Ferramentas, filosofias e sua integração com a gestão de processos BPM ROI Monitorando o resultado financeiro de iniciativas relacionadas a processos: conceitos, ferramentas e exemplos 06/05/09 27 e 28/05 17/06/09

46 Special Interest Group (SIG) Escritório de Processos Participantes: Profissionais de BPM de todo o Brasil envolvidos com iniciativas de implantação de um Escritório de Processos ou Centro de Excelência em BPM. Objetivos: Identificar e analisar os papéis e responsabilidades, bem como serviços usualmente prestados por um Escritório de Processos; Identificar semelhanças e oportunidades de sinergia entre Escritórios de Processos e Escritórios de Projetos; Discutir como a implantação de um Escritório pode garantir sustentabilidade ao modelo de gestão por processos de uma organização; Compartilhar melhores práticas e lições aprendidas na implantação de um Escritório de Processos; Produto: Elaboração e Publicação de Estudo de Casos sobre a implantação de Escritórios de Processos no Brasil. Forma de acesso: Grupo restrito a membros ABPMP Brasil das categorias PROFESSIONAL e/ou ASSOCIATE.

47 Perguntas e respostas RIO DE JANEIRO SÃO PAULO - BRASÍLIA

Janeiro 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 2

Janeiro 2009. ELO Group www.elogroup.com.br Página 2 de um Escritório - O Escritório como mecanismo para gerar excelência operacional, aumentar a visibilidade gerencial e fomentar a inovação - Introdução...2 Visão Geral dos Papéis Estratégicos... 3 Papel

Leia mais

O Escritório de Processos como um mecanismo de Governança e Inovação organizacional: Status e tendências

O Escritório de Processos como um mecanismo de Governança e Inovação organizacional: Status e tendências O Escritório de Processos como um mecanismo de Governança e Inovação organizacional: Status e tendências Daniel Karrer Sócio-Diretor ELO Group Pesquisador COPPE-UFRJ RIO DE JANEIRO SÃO PAULO - BRASÍLIA

Leia mais

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Escritórios de Processos (BPM Office) e de Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Introdução...2 Uniformizando o entendimento dos conceitos... 4 Entendendo as principais similaridades... 5 Entendendo

Leia mais

Leandro Jesus leandro.jesus@elogroup.com.br

Leandro Jesus leandro.jesus@elogroup.com.br Escritório de Processos: Atuações possíveis e arranjos em estruturas organizacionais Leandro Jesus leandro.jesus@elogroup.com.br ELO Group - Visão Institucional Consultoria especializada nas áreas de Gestão

Leia mais

Roadmap para implantação de um Escritório de Processos

Roadmap para implantação de um Escritório de Processos - Promovendo a inovação organizacional e a governança de BPM - Introdução... 2 A necessidade de governança das ações de BPM... 3 O papel do Escritório de Processos como promotor da inovação organizacional

Leia mais

Gestão da Mudança na Implantação de um Escritório de Processos

Gestão da Mudança na Implantação de um Escritório de Processos de um Escritório de Processos - Os principais pontos de atenção, seus sintomas e as medidas que o Gestor do Escritório de Processos deve adotar durante a sua implantação - Introdução...2 A Importancia

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus ELO Group Quem somos Consultoria especializada em Gestão de Processos de

Leia mais

Consultoria especializada em Gestão de Riscos e Gestão de Processos de Negócios

Consultoria especializada em Gestão de Riscos e Gestão de Processos de Negócios Escritórios de Processos (BPM Office) Escritórios de Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia 11-mar-2009 Leandro Jesus leandro.jesus@elogroup.com.br RIO DE JANEIRO SÃO PAULO - BRASÍLIA ELO Group - Visão

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza QUEM SOMOS Desde sua fundação, em Janeiro de 2007, a EloGroup atua na transformação das organizações com que trabalha, auxiliando-as a obter resultados

Leia mais

BPM como diferencial estratégico para as organizações

BPM como diferencial estratégico para as organizações BPM como diferencial estratégico para as organizações Leandro Jesus Sócio-Diretor ELO Group RIO DE JANEIRO SÃO PAULO - BRASÍLIA Agenda Entendendo o contexto Como processos vêm ajudando as organizações?

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Como estamos agregando valor com a Gestão por Processos? Leandro Jesus Sócio-Diretor Agenda 1 O conceito: geração de valor com a gestão por processos

Leia mais

Abordagens para a Governança de BPM (parte 2)

Abordagens para a Governança de BPM (parte 2) Abordagens para a Governança de BPM (parte 2) Introdução...... 2 Apresentação de abordagens de Governança de BPM (Parte 2)... 3 Governança em Richardson... 4 Governança em Hammer... 5 Governança em Miers...

Leia mais

Ciclo BPM: da Estratégia à Medição

Ciclo BPM: da Estratégia à Medição Treinamentos em Gestão por Processos Ciclo BPM: da Estratégia à Medição Da modelagem e análise ao monitoramento da execução de processos automatizados: tudo o que você precisa saber para fazer a Gestão

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília AVALIAÇÃO DA ADOÇÃO DE BPM NO BRASIL: ERROS, APRENDIZADOS E BOAS PRÁTICAS Leandro Jesus INVESTIR EM PROCESSOS:

Leia mais

Gerenciamento de Processos de Negócio

Gerenciamento de Processos de Negócio Gestão por Processos By Alan Lopes +55 22-99202-0433 alopes.campos@mail.com http://prof-alan-lopes.weebly.com Gerenciamento de Processos de Negócio - Conceitos e fundamentos - Modelagem de processo - Análise

Leia mais

Introdução ao BPM e CBOK. Decanato de Planejamento e Orçamento DPO Diretoria de Processos Organizacionais - DPR

Introdução ao BPM e CBOK. Decanato de Planejamento e Orçamento DPO Diretoria de Processos Organizacionais - DPR Introdução ao BPM e CBOK Decanato de Planejamento e Orçamento DPO Diretoria de Processos Organizacionais - DPR BPM CBOK O Guia para o Gerenciamento de Processos de Negócio - Corpo Comum de Conhecimento

Leia mais

Pesquisa sobre Iniciativas em BPM

Pesquisa sobre Iniciativas em BPM Pesquisa sobre Iniciativas em BPM Apresentação...2 1. Perfil dos Participantes da Pesquisa...3 2. Como as organizações estão adotando o BPM... 4 2.1. Como as organizações entendem o conceito de BPM?...

Leia mais

Criando Sinergia entre a Gestão de Projetos e a Gestão de Processos de Negócios

Criando Sinergia entre a Gestão de Projetos e a Gestão de Processos de Negócios Criando Sinergia entre a Gestão de Projetos e a Gestão de Processos de Negócios Allan Rocha Agosto / 2015 Agenda Objetivo do Mini-curso Contextualização Projetos x Processos Criando sinergia entre Projetos

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Agenda Sobre a Ferrettigroup Brasil O Escritório de Processos Estratégia Adotada Operacionalização do Escritório de Processos Cenário Atual Próximos Desafios

Leia mais

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619 Agenda Algumas confusões práticas As funções básicas do(s) escritório(s) de

Leia mais

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Semana de Estruturação do Escritório de Processos Objetivo do Curso

Leia mais

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Vanice Ferreira 12 de junho de 2012 GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais DE QUE PROCESSOS ESTAMOS FALANDO? GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais

Leia mais

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2)

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) Transformando as Operações Novos modelos de negócio Novos produtos, serviços e experiências

Leia mais

Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa. Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions

Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa. Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions TI e Negócio 10 entre 10 CIOs hoje estão preocupados com: Alinhar TI ao Negócio;

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves BPM Congress 27 e 28-11-2012 Palestrante: Ranussy Gonçalves O SEBRAE-MG Mais de 700 funcionários Orçamento para 2012 de mais de R$ 185 milhões 130 mil empresas atendidas em 2011 e 150 mil para 2012 O início

Leia mais

3 ANOS DE EVOLUÇÃO DA GESTÃO POR PROCESSOS EM UMA ORGANIZAÇÃO! ELO Group, Michael Rosemann e Paul Harmon 2011

3 ANOS DE EVOLUÇÃO DA GESTÃO POR PROCESSOS EM UMA ORGANIZAÇÃO! ELO Group, Michael Rosemann e Paul Harmon 2011 3 ANOS DE EVOLUÇÃO DA GESTÃO POR PROCESSOS EM UMA ORGANIZAÇÃO! Visão Geral A presente apresentação descreve TRÊS ANO DE EVOLUÇÃO da gestão por processos em uma organização; Nos últimos anos, esta organização

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS Versão 1 2010 A SIX SIGMA BRASIL apresenta a seguir seu portfolio de capacitação e consultoria de serviços de gerenciamento de projetos, processos (lean e seis sigma)

Leia mais

Medição de Desempenho de Processos

Medição de Desempenho de Processos Medição de Desempenho de Processos Leandro Jesus VP Associações ABPMP Brasil as.abpmp.br@gmail.com 21 25615619 21 99790945 O Palestrante Leandro Jesus: Sócio-Diretor da ELO Group, consultoria especializada

Leia mais

Estruturando um Escritório de Processos

Estruturando um Escritório de Processos Estruturando um Escritório de Processos Instrutor: Maykel Douglas Sousa Rocha, CBPP, ITIL Agenda Revisão introdutória de BPM; Responsabilidades do BPMO; Concebendo um escritório de processos; Perfil do

Leia mais

Gestão por Processos

Gestão por Processos Gestão por Processos Ponta Grossa SC Setembro de 2011 Simone de Andrade Klober. Graduado em Psicologia - ACE/SC, Mestre em Gestão Estratégica ESAG/UDESC, Especialista em dinâmica dos Grupos SBDG, Formação

Leia mais

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL Conhecimento em Tecnologia da Informação Gestão de Processos Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL 2011 Bridge Consulting Apresentação É comum que as

Leia mais

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com. BPMS Showcase 2014 Etapas e Desafios na seleção de uma plataforma de BPM corporativa Apresentado por: Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.br Apresentando a iprocess

Leia mais

Processos como elo entre a TI e estratégia

Processos como elo entre a TI e estratégia RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Processos como elo entre a TI e estratégia Leandro Jesus Copyright ELO Group 2012 - Confidencial Quem é a ELO Group? Consultoria de Transformação 1. Desdobramento

Leia mais

Curso de. Formação Executiva em Estratégia, Governança e Processos de TI

Curso de. Formação Executiva em Estratégia, Governança e Processos de TI Curso de Formação Executiva em Estratégia, Governança e Processos de TI Descrição da Ementa do Curso Como integrar negócio e tecnologia? Como maximizar o retorno sobre investimentos em projetos de Tecnologia

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília INTEGRANDO UM DIAGNÓSTICO À GESTÃO POR PROCESSOS Pedro Barreto SUMÁRIO 1 Diagnóstico financeiro versus

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA Palestrante: Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc. eduardo@quaddract.com.br 25/08/2009 1 Objetivo Geral APL Brasília Capital Digital Desenvolver entre as empresas

Leia mais

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor.

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Módulo 6 Módulo 6 Desenvolvimento do projeto com foco no negócio BPM, Análise e desenvolvimento, Benefícios, Detalhamento da metodologia de modelagem do fluxo de trabalho EPMA. Todos os direitos de cópia

Leia mais

Estabelecendo um Escritório de Processos

Estabelecendo um Escritório de Processos Reitoria UTFPR Diretoria de Tecnologia de Informação Assessoria de Planejamento de Negócios Estabelecendo um Escritório de Processos Profa. Ângela F. Brodbeck Escola de Administração Reitoria Pró-Reitoria

Leia mais

Modelagem de Processos para Automação

Modelagem de Processos para Automação Treinamentos em Gestão por Processos Modelagem de Processos para Automação [ipe03] Implementando a Visão Futura: um curso prático para vencer a barreira existente entre negócio e TI. Implantar processos

Leia mais

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Ciência da Computação Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Agenda Histórico Conceitos básicos Objetivos Visão Geral do Modelo Publicações: Estratégia de

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO CA IT Asset Manager como gerenciar o ciclo de vida de ativos, maximizar o valor dos investimentos em TI e obter uma exibição do portfólio de todos os meus ativos? agility made possible

Leia mais

Agenda ! GRUPO SABEMI. ! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI. ! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda. ! Resultados da Automação

Agenda ! GRUPO SABEMI. ! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI. ! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda. ! Resultados da Automação Agenda! GRUPO SABEMI! Contexto Geral de Processos e TI na SABEMI! Case: Processo de Atendimento dos Canais de Venda! Resultados da Automação Grupo SABEMI Vídeo Institucional Contexto Geral de Processos

Leia mais

26º BPM Day Apresentação Disponibilizada pelo Palestrante 26 de Abril de 2013 - Rio de Janeiro / RJ

26º BPM Day Apresentação Disponibilizada pelo Palestrante 26 de Abril de 2013 - Rio de Janeiro / RJ 26º BPM Day Apresentação Disponibilizada pelo Palestrante 26 de Abril de 2013 - Rio de Janeiro / RJ 0 A ABPMP é uma associação internacional de profissionais da área de Gerenciamento de Processos de Negócio

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI

Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI Soluções completas em tecnologia Convergência natural entre negócios e TI Abordagem multidisciplinar e equipe especializada em integração tecnológica A dinâmica e as mudanças dos negócios têm tornado a

Leia mais

Preparatório CBPP Gerenciamento de Processos Corporativos Exercícios Luis Takada, CBPP.

Preparatório CBPP Gerenciamento de Processos Corporativos Exercícios Luis Takada, CBPP. Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Preparatório CBPP Gerenciamento de Processos Corporativos Exercícios Luis Takada, CBPP. 1. Assinale a afirmativa incorreta: A. O gerenciamento

Leia mais

A estrutura do gerenciamento de projetos

A estrutura do gerenciamento de projetos A estrutura do gerenciamento de projetos Introdução O Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) é uma norma reconhecida para a profissão de gerenciamento de projetos. Um padrão é

Leia mais

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque?

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque? 1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública Cadeia de valor Quando? Como? Porque? ABPMP Novembro-2012 1 QUANDO CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR? - Gestão de processos - Gestão de

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Perfil e Dimensão do Sicredi

Perfil e Dimensão do Sicredi Abril 2011 Perfil e Dimensão do Sicredi Sicredi em números Mais de 1,7 milhão de associados Presente em 11 estados brasileiros Mais de 1.000 unidades de atendimento R$ 16 bilhões de ativos R$ 2,7 bilhões

Leia mais

Melhoria da Gestão com BPM. www.conexxoes.com.br

Melhoria da Gestão com BPM. www.conexxoes.com.br Melhoria da Gestão com BPM MELHORIA DA GESTÃO COM BPM Agenda MELHORIA DA GESTÃO COM BPM 1. Como criar cultura de Processos com e sem patrocínio daalta Gestão; 2. Gestão baseada em Estratégia, Processos

Leia mais

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper ÍNDICE ÍNDICE...2 RESUMO EXECUTIVO...3 O PROBLEMA...4 ILHAS DE INFORMAÇÃO...4 ESTRUTURA FRAGMENTADA VS. ESTRUTURA

Leia mais

Gerenciamento de Processos de Negócios para e-governo

Gerenciamento de Processos de Negócios para e-governo Gerenciamento de Processos de Negócios para e-governo Rodney Ferreira de Carvalho SERPRO Serviço Federal de Processamento de Dados Departamento de Gestão de Soluções Integradas para a RFB SUNAC/ACGSI/ACCSO

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza EVOLUÇÃO NO MODELO DE GESTÃO ATRAVÉS DA VISÃO POR PROCESSOS NA COMPANHIA SIDERÚRGICA

Leia mais

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização 15 DE MAIO DE 2014 Hotel Staybridge - Sao Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO BRONZE APOIO REALIZAÇÃO Desafios para a Implementação por Processos

Leia mais

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO GOVERNANÇA DE TI O QUE É GOVERNANÇA DE TI É um conjunto de estruturas e processos que visa garantir que a TI suporte e maximize adequadamente os objetivos e estratégias

Leia mais

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. COBIT José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com COBIT Control Objectives for Information and Related Technology Copyright 1996, 1998, 2000 Information Systems Audit and Control Foundation. Information

Leia mais

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System Definições BPM - Business Process Management BPMN Business Process Modeling Notation BPMS Business Process Management System Erros da Gestão de Processos / BPM 1. Fazer a Gestão sem Automação Desenho,

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de Aula 02 1 2 O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de alcançar melhor desempenho, melhores resultados

Leia mais

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho.

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. AULA 07 - ATPS Prof. Leonardo Ferreira 1 A Estrutura Funcional X Horizontal Visão

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 04 Como se organizar para o sucesso em BI Dinâmica Organizacional Complexa Cria o maior ônus para o sucesso de BI

Leia mais

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Governança de TI Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? 2010 Bridge Consulting Apresentação A Governança de Tecnologia

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO RELATÓRIO FINAL DO PROJETO

RESUMO EXECUTIVO RELATÓRIO FINAL DO PROJETO Documento 7.1 RESUMO EXECUTIVO RELATÓRIO FINAL DO PROJETO TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICIPIOS DO ESTADO DA BAHIA TCM-BA SALVADOR BAHIA MARÇO / 2010 1/10 1. Introdução Este documento faz parte do escopo do

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

Qual a diferença entre gestão por processos e gestão de processos?

Qual a diferença entre gestão por processos e gestão de processos? Qual a diferença entre gestão por processos e gestão de processos? Gestão de processos significa que há processos sendo monitorados, mantidos sob controle e que estão funcionando conforme foi planejado.

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO VII PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS MACROPROCESSOS DO BNDES

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO VII PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS MACROPROCESSOS DO BNDES CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO VII PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS MACROPROCESSOS DO BNDES 1. Introdução As tabelas a seguir apresentam os MACROPROCESSOS do BNDES, segregados por plataformas. As

Leia mais

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Gustavo Siqueira Simões - PMP e CFPS http://www.linkedin.com/in/gustavosimoes gustavo.simoes@fattocs.com.br skype: gustavosimoes +55(11)

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS 1 FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO Simplificar e padronizar os processos internos, incrementando o atendimento ao usuário. Especificamente o projeto tem o objetivo de: Permitir

Leia mais

Número do Recibo:83500042

Número do Recibo:83500042 1 de 21 06/06/2012 18:25 Número do Recibo:83500042 Data de Preenchimento do Questionário: 06/06/2012. Comitête Gestor de Informática do Judiciário - Recibo de Preenchimento do Questionário: GOVERNANÇA

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de

Leia mais

O desafio de uma visão mais ampla

O desafio de uma visão mais ampla com SAP NetWeaver BPM Descrição de Solução A competição acirrada tem levado as organizações a adotar novas disciplinas de gestão e empregar recursos tecnológicos avançados, a fim de atingir melhores índices

Leia mais

...informações transparentes, processos inteligentes...

...informações transparentes, processos inteligentes... ...informações transparentes, processos inteligentes... Objetivo do Evento Discutir a importância da gestão da informação corporativa no âmbito da Administração Pública; Fortalecer as áreas de gestão da

Leia mais

Sourcing de TI. Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Sourcing de TI. Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Sourcing de TI Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? 2010 Bridge Consulting Apresentação Apesar de ser um movimento de grandes dimensões,

Leia mais

compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança

compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança desempenho em segurança gestão de competências controle de acesso compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança

Leia mais

Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG. Maturidade em BPM. (Business Process Management)

Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG. Maturidade em BPM. (Business Process Management) Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG Maturidade em BPM (Business Process Management) Douglas Rodarte Florentino Belo Horizonte, 21 de Junho de 2010 Agenda Introdução

Leia mais

Gestão por Processos. Gestão por Processos Gestão por Projetos. Metodologias Aplicadas à Gestão de Processos

Gestão por Processos. Gestão por Processos Gestão por Projetos. Metodologias Aplicadas à Gestão de Processos Gestão por Processos Gestão por Projetos Gestão por Processos Gestão de Processos de Negócio ou Business Process Management (BPM) é um modelo de administração que une gestão de negócios à tecnologia da

Leia mais

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 GESPÚBLICA Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 Resultados Decisões Estratégicas Informações / Análises O PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA Ideologia Organizacional Missão, Visão,Valores Análise do Ambiente

Leia mais

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações CobIT Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações Eduardo Mayer Fagundes Copyright(c)2008 por Eduardo Mayer Fagundes 1 Agenda 1. Princípio de Gestão Empresarial

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Guia de Estudo Vamos utilizar para a nossa disciplina de Modelagem de Processos com BPM o guia

Leia mais

Transformação e Otimização de Processos

Transformação e Otimização de Processos Treinamentos em Gestão por Processos Transformação e Otimização de Processos Inovando processos através das melhores práticas em análise e melhoria, simulação e avaliação do retorno do investimento na

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares Comunidades de Prática Grupos informais e interdisciplinares de pessoas unidas em torno de um interesse

Leia mais

Programa INOVA. Centro de Referência em Inovação. São Paulo, 6 de Dezembro de 2012

Programa INOVA. Centro de Referência em Inovação. São Paulo, 6 de Dezembro de 2012 Programa INOVA Centro de Referência em Inovação São Paulo, 6 de Dezembro de 2012 1 AGENDA Programa INOVA Fábrica Incremental Fábrica Planejada Fábrica Exploratória 2 PROGRAMA INOVA 3 A INOVAÇÃO ESTEVE

Leia mais

Dinamize Processos e Reduza Custos na Esfera de Governo Adm. Deborah Arôxa, CBPP Blue Seal

Dinamize Processos e Reduza Custos na Esfera de Governo Adm. Deborah Arôxa, CBPP Blue Seal Dinamize Processos e Reduza Custos na Esfera de Governo Adm. Deborah Arôxa, CBPP Blue Seal CBPP (Certified Business Process Professional) DESAFIOS DE NEGÓCIO GOVERNO Agilidade e Adequação de Serviços ao

Leia mais

Prof.: Gilberto Onodera

Prof.: Gilberto Onodera Automação de Sistemas Prof.: Gilberto Onodera Aula 21-maio maio-2007 Revisão Conceitos de Macro-economia: Globalização Objetivo: Entender os principais drivers de mercado Economia de escala Paradigma da

Leia mais

Relato da experiência de remodelagem de um processo de controle de operações seguradas em um banco de fomento

Relato da experiência de remodelagem de um processo de controle de operações seguradas em um banco de fomento Gestão de Processos / BPM Relato da experiência de remodelagem de um processo de controle de operações seguradas em um banco de fomento Aline Vieira Malanovicz 06/abril/2009 Visão Estratégica / de Processo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais