GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: ADOÇÃO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS EM EMPRESAS BRASILEIRAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: ADOÇÃO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS EM EMPRESAS BRASILEIRAS"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE POSITIVO PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: ORGANIZAÇÕES, EMPREENDEDORISMO E INTERNACIONALIZAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: ADOÇÃO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS EM EMPRESAS BRASILEIRAS HIURY HAKIM TAROUCO CURITIBA 2008

2 <FOLHA DE APROVAÇÃO> ii

3 HIURY HAKIM TAROUCO GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: ADOÇÃO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS EM EMPRESAS BRASILEIRAS Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre em Administração, Curso de Mestrado em Administração, Programa de Mestrado e Doutorado em Administração, Universidade Positivo. Orientação: Prof. Dr. Alexandre Reis Graeml CURITIBA 2008 iii

4 Dados Internacionais de catalogação na Publicação (CIP) Biblioteca da Universidade Positivo - Curitiba PR T191 Tarouco, Hiury Hakim. Governança de tecnologia da informação: adoção de modelos de melhores práticas em empresas brasileiras / Hiury Hakim Tarouco. Curitiba : Universidade Positivo, p. Dissertação (mestrado) Universidade Positivo, Orientador : Prof. Dr. Alexandre Reis Graeml 1. Governança corporativa. 2. Tecnologia da informação. I. Título. CDU iv

5 Aos meus pais e amigos. Para minha sobrinha Dharlla que, com seu sorriso sincero e seu abraço verdadeiro de criança, me levantou em muitos momentos difíceis, mesmo sem ter consciência disso. Para o grande irmão, Cícero Kwitschal pela amizade única e de extrema importância na realização dos meus projetos pessoais e profissionais. Para as pessoas que sempre estiveram por perto até mesmo quando eu não estava disposto. Para as pessoas que fizeram diferença em minha vida, que me aconselharam quando me senti sozinho e me deram força quando eu não estava muito animado. Dedico esse projeto para as pessoas que amei, que abracei e àquelas que, nos momentos de dúvida, trouxeram certeza pro meu coração. A todos que acreditaram no meu trabalho e me incentivaram desde o início dessa importante fase da minha vida. v

6 Agradecimentos Em especial ao professor Alexandre Reis Graeml pelos papéis fundamentais desempenhados ao longo desses anos, não apenas no cumprimento deste trabalho, mas como grande profissional e amigo, sempre me ajudando com muita paciência, acreditando no meu trabalho, incentivando e contribuindo de forma inigualável para o aprimoramento do meu senso crítico, além do meu crescimento profissional e pessoal. Aos professores do curso de mestrado em Administração da Universidade Positivo, por todo o conhecimento compartilhado ao longo desses anos e pelo suporte vital para a conclusão deste trabalho. Às colegas Magali Maróstica e Patrícia Rossafa por terem se empenhado junto comigo na realização de vários trabalhos e artigos ao longo do curso. Aos colegas e coordenadores da TIM Celular pelo companheirismo, amizade e suporte nos momentos mais difíceis, principalmente naqueles em que precisei me ausentar do trabalho para realizar atividades relacionadas ao mestrado. Ao colega e amigo Hercílio Bittencourt pelo papel fundamental no desenvolvimento do instrumento de coleta utilizado nessa pesquisa. À Andréa Sachet por revisar meu trabalho e com seu refinado senso crítico e delicadeza singular, reclamar da minha falta de respeito pelas regras da ABNT. vi

7 Você não pode provar uma definição. O que você pode fazer é provar que ela faz sentido. Albert Einstein vii

8 Resumo O presente trabalho tem como objetivo principal a compreensão e caracterização da adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação por empresas brasileiras usuárias de TI, a partir da visão dos seus executivos de TI. O estudo quantitativo de natureza descritivo-exploratória foi realizado por meio de uma survey eletrônica para a qual foram convidadas cem empresas brasileiras de destaque na área de TI. Os resultados obtidos com a amostra de 51 empresas indicaram que as empresas tendem a relacionar diretamente a adoção de modelos de melhores práticas de tecnologia da informação ao aumento da visibilidade dos executivos sobre o retorno de investimentos em TI e ao aumento do controle e qualidade dos serviços prestados pela TI, ou seja, a aplicação de governança leva a empresa, na visão dos respondentes, a atingir tais objetivos com sucesso. As empresas demonstraram também que os fatores determinantes para adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação estão relacionados à crescente demanda por monitoramento e controle organizacional; à exigência de transparência pelos acionistas e pelo mercado; ao aumento da complexidade da tecnologia; e ao fato de as áreas de negócio estarem cada vez mais dependentes da TI. Os modelos de melhores práticas de governança de TI, identificados como mais freqüentemente utilizados nas empresas foram o Itil, Cobit, Pmbok e os códigos para gerenciamento de segurança da informação BS 7799, ISO/IEC e ISO/IEC Os resultados obtidos na pesquisa sugerem ainda que o conceito de governança de TI está ligado diretamente às iniciativas relacionadas ao aumento do controle e qualidade dos serviços prestados pela TI para a empresa. Palavras-chave: governança de TI, tecnologia da informação, survey. viii

9 Abstract The major purpose of this thesis was to understand and characterize the adoption of IT government best practices by Brazilian IT user organizations, based on the perceptions of their executives. The quantitative study had an exploratory and descriptive nature and involved an electronic survey that was sent to one hundred organizations that had distinguished performance in the IT area. The results that were obtained from a sample of 51 respondents show that organizations tend to relate the adoption of best practice models in IT to the increase of the visibility executives have about the return on the investment in IT and the increase in the control and quality of the service provided by IT, i.e. IT governance leads to the achievement of such objectives in a successful way, according to the respondents perception. Companies have also shown that the determining factors for the adoption of IT governance best practice models relate to the increasing demand for organizational monitoring and control; the stake-holders demand for transparency; the increase in technology complexity;; and the fact that business areas are each time more dependent on IT. The IT governance best practice models that were more often identified in the organizations were Itil, Cobit, Pmbok and the regulations for information safety BS 7799, ISO/IEC and ISO/IEC The results that were obtained also suggest that the IT governance concept is directly related to initiatives that intend to increase the control and the quality of services that are provided by the IT area to the business areas in the organization. Key-words: IT governance, information technology, survey. ix

10 Sumário 1 INTRODUÇÃO FORMULAÇÃO DO PROBLEMA DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS DA PESQUISA Objetivo geral Objetivos específicos JUSTIFICATIVAS TEÓRICA E PRÁTICA QUADRO TEÓRICO DE REFERÊNCIA ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ENTRE OS NEGÓCIOS E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Regulamentações de conformidade Sarbanes-Oxley Act (SOA) Acordo da Basiléia II Modelos de melhores práticas Itil Cobit Modelo de maturidade de governança de TI (IT Governance Maturity Model) IT BSC PMBok BS 7799, ISO/IEC e ISO/IEC Prince Seis Sigma CONSIDERAÇÕES FINAIS SOBRE O REFERENCIAL TEÓRICO METODOLOGIA APRESENTAÇÃO DAS VARIÁVEIS DA PESQUISA Definição constitutiva e operacional das variáveis da pesquisa Definição de outros termos relevantes DELIMITAÇÃO E DESIGN DA PESQUISA Delineamento da pesquisa População e amostragem Elaboração do instrumento de coleta de dados (questionário) RESUMO DOS PRINCIPAIS ASPECTOS DA METODOLOGIA EMPREGADA CONSIDERAÇÕES SOBRE A APLICAÇÃO DA PESQUISA DE CAMPO Pré-teste do instrumento de coleta de dados Contato inicial com os respondentes em potencial Tentativa de melhorar a taxa de retorno do questionário Coleta de dados...91 x

11 3.4.5 Considerações sobre a representatividade da amostra Tratamento dos dados CONSIDERAÇÕES ADICIONAIS SOBRE A PESQUISA DE CAMPO Vantagens do uso de survey eletrônica Dificuldades encontradas na pesquisa APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS CARACTERIZAÇÃO DAS EMPRESAS PESQUISADAS E DOS RESPONDENTES OPINIÃO DOS EXECUTIVOS DE TI COM RELAÇÃO À INFLUÊNCIA DO USO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE TI PELAS EMPRESAS FATORES DE INFLUÊNCIA NA ADOÇÃO DE MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE TI MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE TI ADOTADOS PELAS EMPRESAS PESQUISADAS CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES REFERÊNCIAS APÊNDICE 1 - QUESTIONÁRIO DE PESQUISA xi

12 Lista de ilustrações Figura 1 Fatores para o desenvolvimento de organizações eficazes...25 Figura 2 A cadeia de valor...27 Figura 3 As cinco forças competitivas...28 Figura 4 Matriz de intensidade de informação...30 Figura 5 Raízes de conflitos de agência: as decorrentes reações por boas práticas de governança corporativa...35 Figura 6 Disciplinas do Itil...49 Figura 7 Suporte aos serviços...51 Figura 8 Entrega de serviços...52 Figura 9 Desenvolvimento do gerenciamento da ICT...54 Figura 10 Domínios do Cobit no framework...59 Figura 11 Cubo Cobit...63 Figura 12 BSC para TI...68 Figura 13 Áreas de conhecimento do PMBok...71 Figura 14 Metodologia seis sigma...76 Figura 15 Variáveis relacionadas à adoção da governança de TI e seus reflexos sobre os negócios...78 Figura 16 Questões objetivas (escala Likert) da primeira parte do questionário, com menu drop-down para determinação do grau de concordância...84 Figura 17 Check boxes para indicação da utilização (ou não) de modelos de melhores práticas pela organização...84 Figura 18 Questões objetivas (escala Likert) da segunda parte do questionário, com menu drop-down para medir o grau de concordância...85 Figura 19 Questões objetivas da segunda parte do questionário, com menu drop-down para medir o grau de utilização de modelos de melhores práticas...85 Figura 20 Campos opcionais para identificação do respondente e da empresa...86 Figura 21 Página de agradecimento ao final do questionário...86 Figura 22 Logotipo da Universidade Positivo no cabeçalho da pesquisa...87 Figura 23 customizado enviado para apresentar a pesquisa aos participantes...89 Figura 24 Barra de rolagem lateral curta para facilitar a visualização do conteúdo total da página...90 xii

13 Figura 25 Conteúdo do banco de dados Microsoft Access com os dados de alguns respondentes...92 Figura 26 Registros dos dados de alguns respondentes já no Microsoft Excel...93 Figura 27 Setores econômicos contemplados na pesquisa (população)...96 Figura 28 Figura 29 Figura 30 Figura 31 Figura 32 Figura 33 Utilização de algum modelo de melhores práticas de governança de tecnologia da informação...96 Opinião dos respondentes sobre as conseqüências da utilização de modelos de melhores práticas de governança de TI...97 Fatores de influência na adoção de modelos de melhores práticas de governança de TI Campo texto permitindo a indicação de outro fator não abordado pela pesquisa Modelos de melhores práticas de governança de TI adotados pelas empresas pesquisadas Campo texto permitindo a indicação de outro modelo não apresentado nas questões da pesquisa xiii

14 Lista de quadros Quadro 1 Razões fundamentais do despertar da governança corporativa...36 Quadro 2 Principais modelos de melhores práticas de governança de TI...40 Quadro 3 Implicações do Sarbanes-Oxley Act para a área de TI...45 Quadro 4 Questões e processos dos domínios do Cobit...57 Quadro 5 Forma de apresentação dos resultados da pesquisa realizada pela revista Information Week Brasil...81 Quadro 6 Metodologia empregada no trabalho...87 xiv

15 ABREVIATURAS Sigla ABNT ASP BIS BS BSC CCSC CCTA CEO CFO CIO CMM CMMI CMN Cobit Coso CSBB CVM DSS FCS GAAP IBGC ICT IEC Isaca Isacf ISMS ISO ITGI Itil ITSM KGI KPI MIS Significado Associação Brasileira de Normas Técnicas Active Server Pages Bank for International Settlements British Standard Balanced Score Card Commercial Computer Security Center Central Computer and Telecommunications Agency Chief Executive Officer Chief Financial Officer Chief Information Officer Capability Maturity Model Capability Maturity Model Integration Conselho Monetário Nacional Control Objectives for Information and Related Technology Committee of Sponsoring Organizations of the Tradeway Commission Comitê de Supervisão Bancária da Basiléia Comissão de Valores Mobiliários Decision Support System Fatores Críticos de Sucesso Generally Accepted Acounting Principles Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Information and Comunication Technology International Electrotechnical Comission Information Systems Audit and Control Association Information Systems Audit and Control Foundation Information Security Management System International Organization for Standardization IT Governance Institute (Instituto de Governança de TI) Information Technology Infrastructure Library IT Service Management Key Goal Indicators Key Performance Indicator Management Information System xv

16 Sigla MIT NBR OGC PCAOB PEE Peti PMBoK PMI PMO Prince Prompt SEC SEI SLA SOA SW TCO TI TIC Significado Massachusetts Institute of Technology Norma Brasileira Office of Government Commerce Public Company Accounting Oversight Board Planejamento Estratégico Empresarial Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Project Management Body of Knowledge Project Management Institute Project Management Office Projects in a Controlled Environment Project Resource Organisation Management and Planning Techniques Stock Exchange Commission Software Engineering Institute Service Level Agreement Sarbanes-Oxley Act Software Total Cost of Ownership Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação e Comunicação xvi

17 1 INTRODUÇÃO A competição no mercado globalizado é de amplitude mundial e, desta forma, os fatos que ocorrem em um ponto do planeta podem ter repercussão no resto do mundo. Além disso, as relações entre empresas podem envolver agentes muito distantes fisicamente, em um ambiente que exige respostas cada vez mais rápidas e agilidade crescente. As equipes de gerência devem garantir que a tecnologia da informação (TI) não seja um obstáculo para a organização, mas sim habilitadora da necessária integração intra e inter-empresarial, bem como da criação de novas estratégias de negócio, de novas estruturas organizacionais e de novas formas de relacionamento entre as empresas, seus fornecedores, seus clientes e os consumidores dos seus produtos. As organizações administram muitos ativos, como pessoas, dinheiro, instalações e o relacionamento com o cliente, mas a informação e as tecnologias que coletam, armazenam e disseminam informações são ativos que apresentam grandes desafios para a administração, em função da necessidade de grandes investimentos, imediatos e constantes, em busca de resultados difíceis de prever e de avaliar com precisão. Algumas organizações conseguiram prosperar a despeito de suas práticas deficientes na administração de tecnologia da informação, porém a informação, e conseqüentemente as tecnologias que a disseminam, tem se apresentado como um elemento cada vez mais importante dos produtos e serviços organizacionais e da base dos processos empresariais, o que demanda uma preocupação maior com a eficácia das práticas adotadas. Extrair maior valor da tecnologia da informação é uma competência organizacional de importância crescente para o sucesso no mercado. Para Weill e Ross (2006), o termo tecnologia da informação deve ser entendido de maneira ampla, abrangendo todas as formas como uma empresa investe para gerar valor de negócio, a partir de recursos tecnológicos, seja cortando despesas, automatizando ou suportando processos de negócio, ganhando vantagens competitivas, atendendo a normas e regulamentos e utilizando a

18 18 informação para administrar, vender, contabilizar, controlar, compartilhar informações com clientes, fornecedores e consumidores, embutir em produtos e assim por diante. Barton (1995) afirma que em todos os setores, a informação e a tecnologia que a fornece tornaram-se ativos estratégicos para as empresas comerciais e seus administradores. A evolução do papel da tecnologia da informação nas organizações é notória e perceptível em todos os níveis hierárquicos e setores (REZENDE, 2007). Sua disseminação nos setores das organizações gerou uma dependência significativa do negócio em relação aos serviços prestados. Essa dependência cria exigências como disponibilidade, garantia de continuidade, segurança, eficiência, qualidade na entrega e no suporte, controles, conformidade e consistência. Aliado a isso, atualmente o cenário regulatório requer a utilização de estruturas de gerenciamento cada vez mais complexas (HARRIS, 2005). Se, por um lado, as exigências se tornam cada vez maiores, por outro lado, os investimentos em tecnologia da informação passam a condicionar-se a demonstrações de viabilidade econômica e de retornos sobre o investimento cada vez mais expressivos, principalmente depois de toda a discussão sobre a existência de um eventual paradoxo de produtividade, que prosperou nas décadas de 1980 e 1990 (BRYNJOLFSSON, 1993; DEWAN e KRAEMER, 1998). A obtenção de vantagens competitivas por meio do uso da tecnologia da informação pressupõe o desenvolvimento de estratégias de negócios como ponto de partida para as estratégias de utilização da tecnologia da informação. Henderson e Venkatraman (1999) consideram que a falta de habilidade das empresas em obter retornos consideráveis sobre os investimentos em tecnologia da informação se deve, em parte, à ausência de coordenação e alinhamento com as estratégias de negócios. Como os negócios e a tecnologia da informação se tornaram mais interligados, o alinhamento estratégico entre eles emergiu como um dos mais importantes assuntos empresariais e acadêmicos (BRODBECK e HOPPEN, 2002; CHAN et al., 1997; LUFTMAN et al. 1993).

19 19 Diversos regulamentos, normas e recomendações surgiram no cenário internacional como decorrência da necessidade de mitigar riscos oriundos da indisponibilidade da tecnologia, bem como com o objetivo de proporcionar um grau de transparência compatível com as expectativas de investidores, os quais começam a ser levados em consideração pelas organizações, ao desenvolverem suas políticas de governança de TI, na esperança de se obter um melhor alinhamento das iniciativas de TI às estratégias empresariais, além da garantia de níveis de serviço melhor ajustados às expectativas dos clientes. Duas legislações têm forte impacto na área de tecnologia da informação das organizações: o Acordo de Basiléia II, em 2001, voltado para aspectos financeiros e de transparência das empresas, e a lei norte-americana Sarbanes-Oxley, de 2002, com leis voltadas para definição de critérios de governança. Ambos criaram regras que se difundiram pelas organizações e têm artigos diretamente voltados para a área de TI (FERNANDES e ABREU, 2006). 1.1 FORMULAÇÃO DO PROBLEMA Muito se tem falado sobre governança de tecnologia da informação e inúmeros são os fatores que levam as empresas a reverem seus atuais modelos de gestão da tecnologia. Dentre eles, destacam-se: a complexidade cada vez maior dos recursos envolvidos, a crescente dependência de tecnologia evidenciada pelo negócio, a integração dos sistemas e soluções, as necessidades heterogêneas dos negócios, a pressão por redução de custos e por maior flexibilidade e agilidade, a responsabilidade legal (civil e criminal), a exigência de transparência pelos acionistas e pelo mercado, a mudança do perfil da concorrência e o aumento das ameaças e vulnerabilidades em tecnologia da informação (FERNANDES e ABREU, 2006). Como já foi dito, diversos regulamentos, normas e recomendações surgiram no cenário internacional como decorrência da necessidade de mitigar riscos oriundos da indisponibilidade da tecnologia, bem como com o objetivo de proporcionar um grau de transparência compatível com as expectativas de investidores. Desdobramentos da legislação e dos regulamentos internacionais começam a surgir no Brasil, com implicações diretas no curto prazo para instituições financeiras,

20 20 sociedades de capital aberto, filiais de empresas multinacionais com sede nos Estados Unidos e fornecedores de empresas americanas. A conformidade com os regulamentos vigentes, as exigências decorrentes do aumento do grau de dependência do negócio em relação à área de tecnologia da informação e o gerenciamento financeiro dos projetos criaram as condições propícias para o surgimento dos mencionados modelos de governança de tecnologia da informação, que sugerem a adoção de guias de melhores práticas para atingir a eficiência na gestão dos serviços de TI. Levando-se em conta o cenário de proliferação de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação e as pressões existentes para que as empresas os adotem, o presente estudo busca investigar o seguinte problema de pesquisa: Como está se dando a adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação por empresas brasileiras usuárias de TI? 1.2 DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS DA PESQUISA Objetivo geral O objetivo geral deste trabalho é compreender e caracterizar a adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação por empresas brasileiras usuárias de TI, a partir da visão dos seus executivos de TI Objetivos específicos Para ajudar na consecução do objetivo geral proposto acima, foram criados os seguintes objetivos de apoio: Identificar os fatores que influenciam na adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação, com base na literatura;

21 21 Identificar os fatores que têm influenciado as empresas pesquisadas na adoção de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação; Comparar os fatores de influência identificados na literatura com aqueles identificados a partir da pesquisa de campo; Identificar os principais modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação disponíveis, de acordo com a literatura; Identificar os modelos de melhores práticas de governança de tecnologia da informação adotados pelas empresas pesquisadas; Comparar os modelos identificados na literatura com aqueles identificados a partir da pesquisa de campo; Identificar a opinião dos executivos de tecnologia da informação com relação à influência do uso de modelos de melhores práticas de governança de tecnologia de informação nas empresas. 1.3 JUSTIFICATIVAS TEÓRICA E PRÁTICA A pesquisa se justifica, do ponto de vista prático, pela importância do tema, pois afeta diretamente os custos relacionados à tecnologia da informação nas organizações, além do seu valor para o negócio. O estudo também poderá servir de base para outros estudos de mesma natureza, comparativos entre diferentes regiões ou internacionais. Trata-se de um tema extremamente atual no contexto organizacional, uma vez que os motivos que levam as empresas a adotar modelos de governança de TI são vários, bem como os modelos utilizados com o intuito de padronizar a gestão da tecnologia da informação, afetando diretamente a gestão dos serviços de tecnologia da informação. Os resultados deste estudo serão importantes para que as empresas saibam quais os principais motivos que levam empresas brasileiras à adoção ou não de modelos e melhores práticas de governança de TI. Desta forma os resultados obtidos com este estudo poderão subsidiar o processo decisório das empresas no que se refere à adoção, escolha e adequação de tais práticas na sua gestão da tecnologia da informação.

22 22 A justificativa teórica pauta-se na importância do entendimento dos fatores que levam empresas a adotar modelos de governança de tecnologia da informação. O conhecimento de estratégias de gestão e dos motivos que influenciam as empresas a utilizarem modelos de governança de tecnologia da informação constituem objetivo relevante para a evolução dos estudos organizacionais, já que pouco se tem discutido a questão pela academia, apesar da relevância prática ressaltada no parágrafo acima.

23 23 2 QUADRO TEÓRICO DE REFERÊNCIA 2.1 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ENTRE OS NEGÓCIOS E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Em um contexto global cada vez mais competitivo e complexo tecnologicamente, o sucesso das empresas passa a depender de sua capacidade de administrar seus recursos de forma efetiva. Para Albertin (1994), a tecnologia da informação tem sido considerada essencial tanto para sobrevivência quanto para a elaboração das estratégias empresariais, em função da sua crescente disseminação e utilização dentro das organizações. Segundo Willcocks e Lester (1997), as discussões iniciadas na década de 70, no Massachusetts Institute of Technology (MIT), têm aumentado nos últimos anos, intensificando os questionamentos sobre os benefícios que a tecnologia da informação proporciona às organizações, tanto por acadêmicos, como por executivos empresariais. Henderson e Venkatraman (1993), citam que a falta de habilidade das empresas em obter retornos consideráveis sobre os investimentos em tecnologia da informação, por exemplo, deve-se em parte à ausência de coordenação e alinhamento com as estratégias de negócios. Como os negócios e a tecnologia da informação se tornaram mais interligados, o alinhamento estratégico entre eles emergiu como um dos mais importantes assuntos empresariais e acadêmicos. O alinhamento estratégico dos negócios e da tecnologia da informação deve, portanto, ser utilizado como ferramenta de gestão, focando nas atividades que a gerência deve executar para atingir coesão entre os esforços desenvolvidos pela área de tecnologia da informação e pelas áreas funcionais e de negócios. O alinhamento decorre da perspectiva de integração dos planejamentos estratégicos empresariais (PEE) e de tecnologia da informação (PETI), em que a missão, objetivos e planos de tecnologia da informação suportam e são suportados pela missão, objetivos e planos de negócios (REICH e BENBASAT, 1996, p. 6). Segundo Porter (1980), o conceito de alinhamento estratégico originou-se em pesquisas sobre estratégia de negócios, já que delas emerge o conceito de

24 24 alinhar os recursos organizacionais com as ameaças e as oportunidades do ambiente. As estratégias de negócios devem refletir as decisões que, alinhadas aos recursos corporativos, ajudam a ligar as organizações com seu ambiente. Para Kaplan e Norton (1997), Luftman (2000) e Sabherwal e Chan (2001) a tecnologia da informação é vista como um destes recursos corporativos que podem apoiar as estratégias em nível operacional ou direcionar as estratégias em um nível mais alto, apoiando o negócio na obtenção de vantagem competitiva. Inúmeros modelos clássicos são encontrados na literatura apontando diversos níveis de alinhamento. Porém, dois deles são os mais utilizados: o primeiro, em nível estratégico, envolvendo a adequação entre o ambiente externo do negócio e a tecnologia da informação (escopo e core competences) e o segundo, em nível tático-operacional, envolvendo a integração funcional entre infra-estrutura, processos, pessoas do negócio e suas plataformas tecnológicas (TEO e KING, 1996; HENDERSON e VENKATRAMAN, 1993). Lederer e Mendelow (1987) definem o alinhamento entre o PEE e o PETI como uma função das estratégias de tecnologia da informação [orientação e aplicação dos sistemas, suas funções e procedimentos], derivadas das estratégias corporativas. Estas últimas, por sua vez, são, na visão desses autores, normalmente decorrentes da missão e dos objetivos da organização. Para Reich (1992), o alinhamento estratégico é o embutimento das funções organizacionais do planejamento estratégico de tecnologia da informação (PETI) na missão, objetivos e planos estratégicos da empresa. Henderson e Venkatraman (1993) e Luftman et al. (1993) usam a mesma base conceitual de Porter (1990) acerca do estabelecimento de estratégias competitivas para definir alinhamento como o sincronismo entre a apropriação das forças de barganha do ambiente externo e o ajuste das atividades internas (primárias e secundárias). Neste segundo conjunto estão as estratégias de tecnologia da informação. O ajuste da cadeia de valor interna com as forças de barganha externas exige da organização o desenvolvimento de capacidades e competência que lhe proporcionariam o desempenho esperado.

25 25 Chan et al. (1997) e Prahalad e Krishnan (2002) entendem o alinhamento como a adequação da direção estratégica da corporação e a orientação estratégica da tecnologia da informação. Para Davenport e Prusak (1998) e Prahalad (2000) para que as organizações possam compreender e aprender a aproveitar os benefícios da tecnologia da informação, a estratégia da tecnologia da informação deve permitir às organizações além de alinhar a tecnologia da informação com as metas dos negócios empresariais, também explorar a tecnologia da informação como vantagem competitiva e desenvolver arquiteturas e políticas de tecnologia coerentes com as políticas internas, a fim de manter um ambiente de informação que alimente a formulação de estratégias corporativas eficazes. A gestão efetiva de uma organização requer a percepção objetiva do valor da informação para os negócios da empresa. Segundo Rodriguez (1995), a sinergia entre tecnologia e negócio é a chave do sucesso. É necessário, contudo, apropriar a organização para a função da tecnologia da informação. Walton (1994) chama a atenção para a necessidade do desenho da organização incluir os componentes da estratégia de modo combinado e integrado, de forma a orientar os padrões do comportamento organizacional, visando aos resultados de negócio e ao bem-estar das pessoas, conforme mostra a Figura 1. Fonte: Walton (1994) Figura 1 Fatores para o desenvolvimento de organizações eficazes Walton (1994) cita alguns impactos causados pela interação da tecnologia da informação com a organização e explica a necessidade da implementação da

Governança de tecnologia da informação: um panorama da adoção de modelos de melhores práticas por empresas brasileiras usuárias

Governança de tecnologia da informação: um panorama da adoção de modelos de melhores práticas por empresas brasileiras usuárias ISSN 0080-2107 Governança de tecnologia da informação: um panorama da adoção de modelos de melhores práticas por empresas brasileiras usuárias Hiury Hakim Tarouco Alexandre Reis Graeml RESUMO No presente

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Melhores Práticas em TI

Melhores Práticas em TI Melhores Práticas em TI Referências Implantando a Governança de TI - Da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - 2ª Edição Edição - AGUINALDO ARAGON FERNANDES, VLADIMIR FERRAZ DE ABREU. An Introductory

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial Governança de Tecnologia da Informação parte 2 Fonte: Mônica C. Rodrigues Padrões e Gestão de TI ISO,COBIT, ITIL 3 International Organization for Standardization d -

Leia mais

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. COBIT José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com COBIT Control Objectives for Information and Related Technology Copyright 1996, 1998, 2000 Information Systems Audit and Control Foundation. Information

Leia mais

Governança de Tecnologia da Informação: um Panorama da Adoção de Modelos de Melhores Práticas por Empresas Brasileiras Usuárias de TI

Governança de Tecnologia da Informação: um Panorama da Adoção de Modelos de Melhores Práticas por Empresas Brasileiras Usuárias de TI Governança de Tecnologia da Informação: um Panorama da Adoção de Modelos de Melhores Práticas por Empresas Brasileiras Usuárias de TI Autoria: Hiury Hakim Tarouco, Alexandre Reis Graeml Resumo O presente

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion Governança de TI Importância para as áreas de Auditoria e Compliance Maio de 2011 Page 1 É esperado de TI mais do que deixar o sistema no ar. Page 2 O que mudou o Papel de TI? Aumento de riscos e de expectativas

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Gilberto Zorello (USP) gilberto.zorello@poli.usp.br Resumo Este artigo apresenta o Modelo de Alinhamento Estratégico

Leia mais

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO GOVERNANÇA DE TI O QUE É GOVERNANÇA DE TI É um conjunto de estruturas e processos que visa garantir que a TI suporte e maximize adequadamente os objetivos e estratégias

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC {aula #1} com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11) 9962-4260 http://rildosan.blogspot.com/

Leia mais

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues Gerenciamento de TI Paulo César Rodrigues *Analista de Sistemas; *Tutor do curso de graduação em Tecnologia em Sistemas de Computação (UFF/Cederj); * Professor do curso Técnico em Informática da Prefeitura

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Victor Halla

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Victor Halla Unidade IV GERENCIAMENTO DE INFRAESTRUTURA Prof. Victor Halla O que é governança corporativa? É o sistema pelo qual as sociedades empresariais são dirigidas e monitoradas pelo mercado de capitais através

Leia mais

GOVERNANÇA DE T.I. - CONCEITOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

GOVERNANÇA DE T.I. - CONCEITOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza GOVERNANÇA DE T.I. - CONCEITOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA CORPORATIVA Também conhecida como Governança Empresarial " os mecanismos ou

Leia mais

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa Gestão e Governança de TI e Regulamentações de Compliance Prof. Marcel Santos Silva A consiste: No sistema pelo qual as sociedades são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo o relacionamento

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Governança de TI Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com Governança de TI Ementa: Relacionar a governança de TI com a governança corporativa. Boas práticas

Leia mais

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira Governança Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira 1 Definição de Governança Governança Corporativa: É a Estrutura que identifica os objetivos de uma organização e de que forma pode-se

Leia mais

Revista de Administração - RAUSP ISSN: 0080-2107 rausp@edu.usp.br Universidade de São Paulo Brasil

Revista de Administração - RAUSP ISSN: 0080-2107 rausp@edu.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Revista de Administração - RAUSP ISSN: 0080-2107 rausp@edu.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Hakim Tarouco, Hiury; Reis Graeml, Alexandre Governança de tecnologia da informação: um panorama da adoção

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Governança de TI utilizando o modelo do COBIT

Governança de TI utilizando o modelo do COBIT Curso e- Learning Governança de TI utilizando o modelo do COBIT O conteúdo deste curso contem marcas registradas de outras organizações nas quais as propriedades são citadas ao logo do curso sem infringir

Leia mais

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi 1 Sobre a empresa A Business Station é uma provedora de soluções de tecnologia. Possui 5 filiais: São Paulo (matriz), Campinas,

Leia mais

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI COBIT Processos de TI Aplicativos Informações Infraestrutura Pessoas O que é o CObIT? CObIT = Control Objectives for Information and Related

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Governança de TI: O que é COBIT?

Governança de TI: O que é COBIT? Governança de TI: O que é COBIT? Agenda Governança de TI Metodologia COBIT Relacionamento do COBIT com os modelos de melhores práticas Governança de TI em 2006 Estudo de Caso Referências Governança de

Leia mais

ISO/IEC 20000. Curso e-learning. Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação

ISO/IEC 20000. Curso e-learning. Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação Curso e-learning ISO/IEC 20000 Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação Este é um curso independente desenvolvido pelo TI.exames em parceria com a CONÊXITO CONSULTORIA que tem grande

Leia mais

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 Camila Madeira Camila Pinto Daniel Mendes Elias Sarantopoulos Evandro Colpo Janaina

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 Conhecimento em Tecnologia da Informação Alinhamento Estratégico A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 2010 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Gestão do Valor Tecnológico

Gestão do Valor Tecnológico Maison do Conhecimento Grupo ECC Gestão do Valor Tecnológico A Tecnologia Gerenciada como Ativo CONFIDENCIAL Sobre o Grupo ECC www.grupoecc.com.br O grupo é formado por empresas de consultoria, tecnologia,

Leia mais

Por que conhecer o COBIT 5

Por que conhecer o COBIT 5 10Minutos Tecnologia da Informação Saiba quais são as novidades da versão 5 do COBIT Por que conhecer o COBIT 5 Destaques A utilização do COBIT 5 como guia de melhores práticas permite alinhar de modo

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Professor Samuel Graeff prof.samuel@uniuv.edu.br COBIT O que e? COBIT significa Control Objectives for Information and related Technology - Objetivos

Leia mais

Governança de TIC. CobiT 4.1

Governança de TIC. CobiT 4.1 Governança de TIC CobiT 4.1 Conceitos Governança: A expressão governar tem origem na expressão navegar... E o que quem navega faz? Ele faz um mapa, dá a direção, faz as regras de convivência. Tomáz de

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Plano de Governança de Tecnologia de Informação

Plano de Governança de Tecnologia de Informação Plano de Governança de Tecnologia de Informação Julho/2012 Junho/2014 1 Universidade Federal Fluminense Superintendência de Tecnologia da Informação Fernando Cesar Cunha Gonçalves Superintendência de Tecnologia

Leia mais

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Fernando Riquelme i Resumo. A necessidade por criar processos mais eficientes,

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Tecnologia da Informação tem por fornecer conhecimento

Leia mais

Princípios da Gestão Empresarial

Princípios da Gestão Empresarial Princípios da Gestão Empresarial ideias mercado cenário Processos bem definidos e entendidos por toda organização Plano de negócios precisa de uma estratégia Fluxo realimentado a cada nova estratégia ou

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT Universidade Federal de Santa Catarina Sistemas de Informação André Luiz Samistraro Santin asantin@inf.ufsc.br

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Referências Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Gestão em TI Tópicos Especiais Alinhamento Estratégico TI e Negócios Professor: Fernando Zaidan 1 JAMIL, George Leal. Tecnologia e Sistemas de Informação.

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA

GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA Revista F@pciência, Apucarana-PR, ISSN 1984-2333, v.3, n. 9, p. 89 98, 2009. GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA Márcia Cristina

Leia mais

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com Introdução Atualmente, é impossível imaginar uma empresa sem uma forte área de sistemas

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

ESCOPO DA APRESENTAÇÃO. Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA

ESCOPO DA APRESENTAÇÃO. Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA Governança Corporativa Utilizando Balanced Scorecard ESCOPO DA APRESENTAÇÃO Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA BIBLIOGRAFIA REFERENCIAL UTILIZADA

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação I Introdução ao conceito de Governança de TI

Gestão de Sistemas de Informação I Introdução ao conceito de Governança de TI Gestão de Sistemas de Informação I Introdução ao conceito de Governança de TI Professor Samuel Graeff prof.samuel@uniuv.edu.br Introdução A seguir, serão abordados alguns conceitos históricos da Gestão

Leia mais

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Ana Clara Peixoto de Castro Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) Goiânia GO - Brasil ac.anaclara@gmail.com

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

ITIL Overview. Gestão de Serviços de TI

ITIL Overview. Gestão de Serviços de TI ITIL Overview Gestão de Serviços de TI Sobre a ILUMNA Atuando na área Gerenciamento de Serviços em TI (ITSM) desde 1997, a ILUMNA presta serviços de Consultoria, Educação e Tecnologia, com o objetivo de

Leia mais

Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI

Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI Leonardo de Castro Loureiro leonardocloureiro@hotmail.com UNIVERSO Thiago de Araujo Penha guitarhead@gmail.com UNIVERSO João

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Café da Manhã Corporativo

Café da Manhã Corporativo Café da Manhã Corporativo O ITIL como ferramenta de Governança de TI Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Especialista Newtrend em Governança de TI, é um profissional

Leia mais

Gestão da TI. É proibida a cópia deste conteúdo, no todo ou em parte, sem autorização prévia do autor.

Gestão da TI. É proibida a cópia deste conteúdo, no todo ou em parte, sem autorização prévia do autor. Este material foi desenvolvido especialmente para a disciplina Gestão da TI ministrada no curso de graduação em Sistemas de Informação da AES (Academia de Ensino Superior). Algumas imagens são de domínio

Leia mais

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares GESTÃO ESTRATÉGICA DO SUPRIMENTO E O IMPACTO NO DESEMPENHO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS SÉRIE ESPECIAL PCSS A GOVERNANÇA EM TI, SEU DIFERENCIAL E APOIO AO CRESCIMENTO Prof. Acrisio Tavares G GOVERNANÇA EM

Leia mais

ITIL. Information Technology Infrastructure Library

ITIL. Information Technology Infrastructure Library Information Technology Infrastructure Library 34929 - Daniel Aquere de Oliveira 34771 - Daniel Tornieri 34490 - Edson Gonçalves Rodrigues 34831 - Fernando Túlio 34908 - Luiz Gustavo de Mendonça Janjacomo

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA

GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA CORPORATIVA Os valores que lastreiam as práticas da Companhia são: transparência, prestação de contas, conformidade e equidade. Transparência refere-se em particular às informações que têm reflexo

Leia mais

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE AMBIENTES CORPORATIVOS BASEADO NA BIBLIOTECA ITIL Clóvis Diego Schuldt Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico

apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico Estratégia Corporativa apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico O papel da TI na Estratégia do Negócio 2 Cenário Globalização

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS Versão 2.0 30/10/2014 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Conceitos... 3 3 Referências... 4 4 Princípios... 4 5 Diretrizes... 5 5.1 Identificação dos riscos...

Leia mais

Governança de TI. Governanca de TI. Objetivos. Governanca de TI - ESR - Confluence. 1 de 5 12/04/2010 11:15

Governança de TI. Governanca de TI. Objetivos. Governanca de TI - ESR - Confluence. 1 de 5 12/04/2010 11:15 1 de 5 12/04/2010 11:15 Dashboard > ESR >... > Elaboracao de cursos > Governanca de TI ESR Governanca de TI View Edit Attachments (4) Info Welcome Leandro N. Ciuffo History Preferences Log Out Browse Space

Leia mais

Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799

Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799 Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799 1. Resumo A dependência atual das organizações da sua infra-estrutura de TI (Tecnologia da Informação), associado às oportunidades, benefícios e riscos inerentes

Leia mais

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Ciência da Computação Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Agenda Histórico Conceitos básicos Objetivos Visão Geral do Modelo Publicações: Estratégia de

Leia mais

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI 31 de Julho a 02 de Agosto de 2008 UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI Emerson augusto Priamo Moraes (UFF) emoraes@uai.com.br Sandra R. Holanda Mariano (UFF) srhm@uol.com.br Resumo Este artigo apresenta

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos COBIT Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de Cobit Fundamentos tem como premissa capacitar o participante a compreender e controlar os riscos associados, mantendo o equilíbrio entre os investimentos

Leia mais

Atuação da Auditoria Interna na avaliação e na mensuração de riscos AUDITORIA INTERNA NO CONBRAI 2009.

Atuação da Auditoria Interna na avaliação e na mensuração de riscos AUDITORIA INTERNA NO CONBRAI 2009. IBC realizada em 18 de agosto de 2009. A sua circulação, cópia ou distribuição, total ou parcial, para outros fins deve ser previamente autorizada, por escrito, pela Claro. Atuação da Auditoria Interna

Leia mais

Lista de Exercícios - COBIT 5

Lista de Exercícios - COBIT 5 Lista de Exercícios - COBIT 5 1. O COBIT 5 possui: a) 3 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios b) 3 volumes, 5 habilitadores, 7 princípios c) 5 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios d) 5 volumes, 5 habilitadores,

Leia mais

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao 1 Tópicos Especiais Novembro - 2008 2 Referências

Leia mais

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o Gerenciamento de Níveis de Serviço Win Van Grembergen, http://www/isaca.org Tradução de Fátima Pires (fatima@ccuec.unicamp.br) Na economia

Leia mais

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT LONDRINA - PR 2015 ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT Trabalho de Conclusão

Leia mais

Governança de TI B Aula 02

Governança de TI B Aula 02 Prof. Tiago Aguirre 1 Governança de TI B Aula 02 Objetivos da Aula Revisar e aprofundar os fatos motivadores e objetivos da Governança de TI Entender como atender as regulamentações de Compliance Fatores

Leia mais

O Papel das Auditorias Internas e Externas na Governança das Empresas CRC CE, 16/10/2009

O Papel das Auditorias Internas e Externas na Governança das Empresas CRC CE, 16/10/2009 O Papel das Auditorias Internas e Externas na Governança das Empresas CRC CE, 16/10/2009 O Papel das Auditorias Internas e Externas na Governança das Empresas (*) Palestrante: Vinícius Sampaio (*) Contará

Leia mais

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Conceitos de Governança de TI Fatores motivadores das mudanças Evolução da Gestão de TI Ciclo da Governança

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

MBA: Master in Project Management

MBA: Master in Project Management Desde 1968 MBA: Master in Project Management Projetos e Tecnologia da Informação FMU Professor: Marcos A.Cabral Projetos e Tecnologia da Informação Professor Marcos A. Cabral 2 Conceito É um conjunto de

Leia mais

Unidade I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior

Unidade I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Unidade I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior A disciplina Nossa disciplina se divide em 4 unidades de aprendizagem: 1. Conceitos e contexto empresarial

Leia mais

Unidade V GOVERNANÇA DE TI

Unidade V GOVERNANÇA DE TI GOVERNANÇA DE TI Unidade V CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY (COBIT) 1 O CobiT é um guia para a gestão de TI recomendado pelo Information Systems Audit and Control Foundation (ISACF)

Leia mais

Curso Online. www.tiexames.com.br. Introdução a Governança de TI

Curso Online. www.tiexames.com.br. Introdução a Governança de TI Módulo 1 Introdução a Governança de TI Curso Online Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. www.tiexames.com.br

Leia mais

A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você

A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você A experiência de quem trouxe a internet para o Brasil agora mais perto de você A Escola A Escola Superior de Redes da RNP privilegia um ensino totalmente prático. Os laboratórios são montados de forma

Leia mais

Unidade IV. A governança está relacionada com a possibilidade de se ter controle e sucesso nas operações e nos trabalhos de uma organização.

Unidade IV. A governança está relacionada com a possibilidade de se ter controle e sucesso nas operações e nos trabalhos de uma organização. GERENCIAMENTO DE INFRAESTRUTURA Unidade IV 4 A GOVERNANÇA DE TI A governança está relacionada com a possibilidade de se ter controle e sucesso nas operações e nos trabalhos de uma organização. 4.1 A governança

Leia mais

AULA 6 MODELOS DE GESTÃO E ORGANIZAÇÃO

AULA 6 MODELOS DE GESTÃO E ORGANIZAÇÃO AULA 6 MODELOS DE GESTÃO E ORGANIZAÇÃO OBJETIVOS Definir Governança corporativa e governança em TI Especificar os modelos de gestão na área de tecnologia; Identificar as principais características do Modelo

Leia mais

Diretrizes para Governança de T.I.

Diretrizes para Governança de T.I. Diretrizes para Governança de T.I. Karina Campos da Silva 1, Luís Augusto Mattos Mendes (Orientador) 1 1 Departamento de Ciências da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Barbacena,

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao Tópicos Especiais Junho - 2008 Referências Acessos

Leia mais

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS FLORIANO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PERÍODO

Leia mais

MATURIDADE NA GERÊNCIA DE PROJETOS DE EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO ANALÍTICO E EXPLORATÓRIO

MATURIDADE NA GERÊNCIA DE PROJETOS DE EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO ANALÍTICO E EXPLORATÓRIO MATURIDADE NA GERÊNCIA DE PROJETOS DE EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO ANALÍTICO E EPLORATÓRIO Claudiane Oliveira Universidade Federal de Lavras/Brasil claudianeo@gmail.com Ramon Abílio,

Leia mais

Gestão da Governança de Tecnologia da Informação em Empresas que Atuam em Mercados Globalizados: Estudo de Caso em Indústrias de Grande Porte

Gestão da Governança de Tecnologia da Informação em Empresas que Atuam em Mercados Globalizados: Estudo de Caso em Indústrias de Grande Porte Gestão da Governança de Tecnologia da Informação em Empresas que Atuam em Mercados Globalizados: Estudo de Caso em Indústrias de Grande Porte Haroldo Nunes Menezes (UNIFOR) haroldo.menezes@mdb.com.br José

Leia mais

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação CobiT 5 Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? 2013 Bridge Consulting All rights reserved Apresentação Sabemos que a Tecnologia da

Leia mais

Governança de TI: Aspectos Gerenciais

Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais 1 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança é a forma como a estrutura organizacionalestá

Leia mais

Automação de Processos de Governança de TI. As diversas Gerações da Gestão Organizacional. A Quarta Geração é a da Gestão de Processos

Automação de Processos de Governança de TI. As diversas Gerações da Gestão Organizacional. A Quarta Geração é a da Gestão de Processos Automação de Processos de Governança de TI Autor: Omar Mussi A Governança Corporativa vem sendo adotada pelas organizações para atender às necessidades de um mercado cada vez mais competitivo e para enfrentar

Leia mais