Acesso e Permanência no Ensino Superior

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Acesso e Permanência no Ensino Superior"

Transcrição

1 Acesso e Permanência no Ensino Superior José Francisco Soares Presidente do INEP Brasília-DF Março 2015

2 Censo da Educação Superior Características: Anual e sistemático; Declaratório; Participação obrigatória; Engloba todas as Instituições de educação superior; Gerado a partir do cadastro e-mec.

3 Censo da Educação Superior Abrangência: Todos os graus acadêmicos: Todos os níveis acadêmicos: Todas as modalidades de ensino:

4 Dados Coletados IES Datos de e- MEC Recursos Humanos, Financeiro, Biblioteca... Curso Datos de e-mec Turno, Vagas, Matrículas, Acessibilidad e, Laboratórios Aluno Raça, Deficiência, CPF... Professor Raça, Deficiência, CPF...

5 Dados Coletados Módulo Aluno Dados Cadastrais: Identificação do aluno (ID e nome do aluno), CPF, Data de nascimento, Nome da mãe, Cor/raça do aluno, Nacionalidade, UF e município de nascimento, Aluno com deficiência.

6 Módulo Aluno Dados Coletados Vínculo do Aluno ao Curso: Turno do aluno no curso, Situação de vínculo do aluno ao curso (cursando, matrícula trancada, etc), Semestre e ano de ingresso, Aluno PARFOR, Forma de ingresso/seleção, Tipo de escola que concluiu o Ensino Médio, Mobilidade acadêmica (Nacional e Internacional), Programa de reserva de vagas, Financiamento estudantil, Apoio social, Atividade extracurricular.

7 Módulo Aluno Dados Coletados Vínculo do Aluno ao Curso: Turno do aluno no curso, Situação de vínculo do aluno ao curso (cursando, matrícula trancada, etc), Semestre e ano de ingresso, Aluno PARFOR, Forma de ingresso/seleção, Tipo de escola que concluiu o Ensino Médio, Mobilidade acadêmica (Nacional e Internacional), Programa de reserva de vagas, Financiamento estudantil, Apoio social, Atividade extracurricular.

8 Os impactos da expansão da educação superior Fonte: PNAD/IBGE Percentual de pessoas que frequentam ou já concluíram a Educação Superior por renda, cor/raça, sexo e região, segundo as faixas etárias - Brasil 2012 Faixa etária (em anos) Total 1º quintil Renda* Cor/raça Sexo Região 5º quintil Branca Preta Parda Amarela Indígena M F Norte Nordeste Sudeste Sul Centrooeste 18 a 24 18,8 3,9 47,7 28,1 9,3 11,8 36,2 6,6 15,4 22,1 12,9 13,0 21,1 25,0 24,3 25 a 34 20,7 2,3 58,7 30,2 11,5 12,8 50,7 8,3 17,6 23,6 15,2 13,6 24,4 24,6 25,5 35 a 44 15,2 1,8 45,0 21,7 9,4 9,3 37,6 11,3 12,5 17,6 13,2 9,9 17,6 16,3 18,8 45 a 54 14,0 2,2 42,3 19,7 7,9 8,2 46,8 10,4 12,1 15,8 11,0 9,6 16,7 14,0 16,0 55 a 64 10,4 1,0 37,2 15,2 4,6 5,1 30,2 11,0 9,9 10,9 7,0 7,1 12,5 10,0 12,5 65 e mais 6,1 0,6 23,5 9,2 2,1 2,2 13,0 1,6 6,9 5,5 3,0 3,8 8,3 5,3 5,8 Fonte: Pnad/IBGE; Tabela elaborada por Deed/Inep Nota: * Renda familiar per capita

9 Quadro Resumo- Estatísticas gerais da Educação Superior, por Categoria Administrativa- Brasil Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública Total Federal Estadual Municipal Privada Número de Instituições Educação Superior - Graduação Cursos Matrículas Ingresso Total Concluintes Educação Superior - Sequencial de Formação Específica Matrículas Educação Superior - Pós-Graduação Scricto Sensu Matrículas EDUCAÇÃO SUPERIOR - TOTAL Matrícula Total Funções Docentes em Exercício Docentes em Exercício Fonte: Mec/Inep - MEC/Capes; Quadro elaborado por Inep/Deed Notas: (1) Corresponde ao número de vínculos de docentes a Instituições de Educação Superior; (2) Não incluem os docentes que atuam exclusivamente na Pós-Graduação Lato Sensu; (3) Quantidade de CPFs distintos dos docentes em exercício em cada Categoria Administrativa.

10 No período , a matrícula cresceu 3,8%. As IES privadas têm uma participação de 74,0% no total de matrículas de graduação.

11 No período , a matrícula na rede federal cresceu 4,6% e já tem 58,9% de participação na rede pública, superando a marca de 1,13 milhão de matrículas.

12 Dentre os estados brasileiros, 6 têm mais alunos matriculados em instituições públicas do que em instituições privadas. Em São Paulo há mais de 5 alunos na rede privada para cada aluno na rede pública.

13 63,1% 36,9%

14 Em 2013, mais de 63% dos alunos dos cursos presenciais de graduação estudavam à noite. As redes privada e municipal têm participações muito semelhantes. A rede Federal concentra 70% da oferta no turno diurno, enquanto a rede estadual está mais próxima do equilíbrio na distribuição dos alunos entre turnos.

15 No período , o número de ingressantes cresceu 16,8% nos cursos de graduação, sendo 8,2% na rede pública e 19,1% na rede privada. Nos últimos 10 anos, a taxa média de crescimento anual foi de 5,0% na rede pública e 6,0% na rede privada. Em 2013, a rede privada teve uma participação superior a 80% no número de ingressos nos cursos de graduação.

16 12,0% 26,9% 61,1% Com taxa média de crescimento anual de 7,8% nos últimos 10 anos, a rede federal teve uma redução de 3,0% no número de ingressantes entre 2012 e 2013, decorrência da forte redução nos cursos de educação a distância, onde se observou uma redução de 22,8%.

17 76,9% 23,1% Entre 2012 e 2013 observou-se uma redução de 5,7% no número de concluintes, movimento que teve forte influencia nos cursos presenciais do setor privado. Nesse compasso, a rede federal aumentou o número de concluintes em 3,8%, apesar da redução de quase 50% no número de concluintes em cursos a distância no período

18 Com taxa média de crescimento anual de 3,0% nos últimos 10 anos, a rede federal teve pequena elevação no número de concluintes entre 2011 e 2013, formando mais de 115 mil novos profissionais em 2013.

19 Número de Matrículas, Ingressos e Concluintes de Cursos de Graduação para cada habitantes, segundo a Área Geral do Curso - OCDE Brasil Área Geral do Curso Matrículas para cada habitantes Total OCDE 2010 Brasil 2010 Brasil 2011 Brasil 2012 Brasil 2013 para cada habitantes Brasil Brasil Brasil Total OCDE 2010 Ingressantes Brasil 2013 para cada estudantes Brasil Brasil Brasil Total OCDE 2010 Concluintes Brasil 2013 Ciências sociais, negócios e direito 202,5 138,6 143,3 147,1 147,2 29,9 47,1 50,3 59,7 56,4 30,9 21,6 22,0 23,1 21,8 Educação 55,3 70,7 69,4 69,2 68,2 8,7 23,7 23,3 24,8 23,3 9,7 12,2 12,2 11,3 10,0 Saúde e bem estar social 72,7 46,9 47,7 48,8 49,0 13,4 14,3 14,3 16,4 17,0 13,6 7,5 7,8 8,2 7,0 Engenharia, produção e construção 78,5 33,1 38,9 45,0 50,6 15,3 12,3 14,8 19,0 20,0 10,6 3,1 3,3 3,8 4,0 Ciências, matemática e computação 47,3 21,8 21,7 21,9 22,0 8,4 8,5 8,2 9,1 8,8 7,4 2,9 2,9 3,0 2,7 Agricultura e veterinária 9,5 7,6 8,0 8,4 8,9 1,9 2,2 2,3 2,7 2,8 1,3 1,0 1,0 1,0 1,0 Humanidades e artes 63,8 7,7 7,9 8,1 8,1 12,6 2,8 3,0 3,4 3,2 11,1 1,2 1,3 1,4 1,4 Serviços 28,3 7,3 7,4 7,8 8,3 5,5 3,1 3,4 3,9 4,2 5,2 1,6 1,5 1,6 1,4 Fonte: Mec/Inep; OCDE; IBGE; Tabela elaborada por Inep/Deed. Notas: (1) Não constam dados de cursos de Área Básica de Ingressantes e de Sequenciais de Formação Específica; (2) Os dados de população de 2010 para o Brasil foram coletados do Censo do IBGE; (3) Os dados de população de 2011 e 2012 para o Brasil foram coletados da Pnad; (4) Os dados de população de 2013 para o Brasil foram coletados da Projeção da população do Brasil por sexo e idade para o período do IBGE

20 Em 2013 haviam docentes da educação básica matriculados em cursos de educação superior Fonte: MEC/Inep

21 Investimento Total em relação ao PIB, por Nível de Ensino Brasil Ano Todos os Níveis de Ensino Educação Básica Educação Infantil Ensino Fundamental De 1ª a 4ª Séries ou Anos Iniciais De 5ª a 8ª Séries ou Anos Finais Ensino Médio Educação Superior ,7 3,7 0,4 1,5 1,2 0,6 0, ,8 3,8 0,4 1,4 1,3 0,7 0, ,8 3,8 0,4 1,7 1,3 0,5 1, ,6 3,7 0,4 1,5 1,2 0,6 0, ,5 3,7 0,4 1,5 1,3 0,5 0, ,5 3,7 0,4 1,5 1,3 0,5 0, ,0 4,1 0,4 1,6 1,5 0,6 0, ,2 4,3 0,4 1,6 1,5 0,7 0, ,4 4,5 0,4 1,7 1,7 0,8 0, ,7 4,8 0,4 1,8 1,8 0,8 0, ,8 4,9 0,4 1,8 1,7 0,9 1, ,1 5,0 0,5 1,8 1,7 1,1 1, ,4 5,3 0,6 1,8 1,7 1,2 1, ,6 5,4 0,7 1,8 1,7 1,2 1,2

22 10,0% 9,0% Investimento Total em Educação, Meta 20 do PNE e Previsão da variação do Investimento Total em relação ao PIB Meta PNE 10,0% 9,3% 8,0% 7,0% 6,6% 6,0% 5,0% 4,0% 3,0% 2,0% 1,0% 0,0% Observado Previsão Meta PNE Fonte: Inep/MEC Previsão projetada a partir das observações dos últimos 8 anos

23 Ano Todos os Níveis de Ensino Investimento por Estudante, em valores reais (corrigidos pelo IPCA para 2013) Brasil Educação Básica Educação Infantil Ensino Fundamental De 1ª a 4ª Séries ou Anos Iniciais De 5ª a 8ª Séries ou Anos Finais Ensino Médio Educação Superior Fonte: Inep/MEC 182,3% 200,5% 135,6% 214,8% 197,2% 214,2% 6,6%

24 Proporção do Investimento por Estudante da Educação Superior sobre o da Educação Básica Brasil MÉDIA DOS PAÍSES MEMBROS DA OCDE EM 2011: 1,7 Fonte: OCDE Fonte: Inep/MEC

25 Informações ENADE COMO VOCÊ SE CONSIDERA? Amarelo 2% Pardo 31% Negro 8% Branco 58% Indígena 1%

26 Informações ENADE EM QUE TIPO DE ESCOLA CURSOU O ENSINO MÉDIO? A maior parte em escola privada 5% A maior parte em escola pública 7% Todo em escola pública 56% Todo em escola privada 32%

27 Informações ENADE ALGUÉM EM SUA FAMÍLIA CONCLUIU UM CURSO SUPERIOR? Não 29% Sim 71%

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Censo da Educação Superior 2013 Quadro Resumo- Estatísticas gerais da Educação Superior, por Categoria Administrativa-

Leia mais

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Quadro Resumo- Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa - - 2012 Categoria

Leia mais

Censo da Educação Superior 2011

Censo da Educação Superior 2011 Censo da Educação Superior 2011 Quadro Resumo - Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública Total Federal Estadual

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Instâncias de Avaliação MEC CNE CONAES SERES INEP CTAA 2 Desafios da educação superior brasileira 1. Como

Leia mais

MEC. Censo Escolar 2015 Notas Estatísticas. Brasília-DF março de 2016

MEC. Censo Escolar 2015 Notas Estatísticas. Brasília-DF março de 2016 MEC Censo Escolar 215 Notas Estatísticas Brasília-DF março de 216 MEC Agenda O desafio da universalização Educação infantil Creche e Pré-escola Ensino fundamental Anos iniciais e anos finais Ensino médio

Leia mais

Financiamento do Ensino Superior

Financiamento do Ensino Superior Financiamento do Ensino Superior 8º Seminário Nacional do Reuni Universidades Federais: Consolidação e Expansão 2011-2020 Subsídios para o Plano Nacional de Educação JANEIRO 2010 Ricardo José Grossi Fabrino

Leia mais

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013 Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Renan Carlos Dourado Técnico em Informações Educacionais

Leia mais

O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior

O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior O Plano nacional de Educação e a Expansão da Educação Superior Luiz Cláudio Costa Brasília - novembro 2012 Contexto Indicadores de acompanhamento: taxa líquida: percentual da população de 18-24 anos na

Leia mais

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas -

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas - Matrículas no ensino superior crescem 3,8% Texto-síntese do portal no INEP (http://portal.inep.gov.br/visualizar/-/asset_publisher/6ahj/content/matriculas-no-ensino-superior-crescem-3-8? redirect=http%3a%2f%2fportal.inep.gov.br%2f)

Leia mais

Docentes da Rede Estadual do Paraná I - Perfil do profissional em sala de aula

Docentes da Rede Estadual do Paraná I - Perfil do profissional em sala de aula Docentes da Rede Estadual do Paraná I - Perfil do profissional em sala de aula Com base nos resultados do Censo Escolar da Educação Básica 2013, este informativo apresenta um perfil dos 50.798 profissionais

Leia mais

Avanços da Educação no Brasil. Brasília, 29 de janeiro

Avanços da Educação no Brasil. Brasília, 29 de janeiro Avanços da Educação no Brasil Brasília, 29 de janeiro Objetivos Objetivo 1 - Cuidados na primeira infância e educação; Objetivo 2 - Educação primária universal (EPU); Objetivo 3 - Habilidades para jovens

Leia mais

1.1.1 Caracterização geográfica e econômica da região do Vale do Itajaí Mesorregião

1.1.1 Caracterização geográfica e econômica da região do Vale do Itajaí Mesorregião 1.1 INSERÇÃO REGIONAL DA FURB 1.1.1 Caracterização geográfica e econômica da região do Vale do Itajaí Mesorregião O Estado de Santa Catarina está dividido em seis mesorregiões, a saber: Grande Florianópolis,

Leia mais

BOLSA FAMÍLIA Tecnologia e inovação a serviço do fim da pobreza. V Seminário de Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde Salvador 11/10/2013

BOLSA FAMÍLIA Tecnologia e inovação a serviço do fim da pobreza. V Seminário de Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde Salvador 11/10/2013 BOLSA FAMÍLIA Tecnologia e inovação a serviço do fim da pobreza V Seminário de Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde Salvador 11/10/2013 CRESCIMENTO DA RENDA DOMICILIAR PER CAPITA POR QUINTIL (2002

Leia mais

MEI Agenda de Aprimoramento de Recursos Humanos para Inovação

MEI Agenda de Aprimoramento de Recursos Humanos para Inovação MEI Agenda de Aprimoramento de Recursos Humanos para Inovação Proposta de Trabalho Brasília, 30 de novembro de 2012 São Paulo, Agosto 2011 Apresentação do projeto HORÁCIO PIVA 1 Recursos humanos qualificados

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira INFORMATIVO TÉCNICO Nº 2/2015 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024: LINHA DE BASE E PROJEÇÕES DE METAS INTRODUÇÃO A Lei do Plano Nacional de Educação (Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014) estabelece

Leia mais

Indicadores Demográficos e Educacionais - SALVADOR - BA

Indicadores Demográficos e Educacionais - SALVADOR - BA Page 1 of 5 SALVADOR - BA Este conjunto de doze tabelas traz informações sobre população, Produto Interno Bruto (PIB), Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Índice de Desenvolvimento da Infância (IDI)

Leia mais

Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília

Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduação Universidade de Brasília Art. 2 São diretrizes do PNE: I. erradicação do analfabetismo; II. universalização do atendimento escolar; III. superação das desigualdades

Leia mais

O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS ESTUDANTES NO ENSINO SUPERIOR E A PRÁXIS DO GESTOR

O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS ESTUDANTES NO ENSINO SUPERIOR E A PRÁXIS DO GESTOR O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS ESTUDANTES NO ENSINO SUPERIOR E A PRÁXIS DO GESTOR Gisele do Rocio Cordeiro Luis Fernando Lopes RESUMO A pesquisa tem o intuito de contribuir com a discussão sobre o papel do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE E D I T A L Nº04/2016/ETS/CCS/UFPB PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 2016.2 PARA CURSOS TÉCNICOS DA ESCOLA DE SAÚDE DA UFPB

Leia mais

PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO

PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRIMEIRA INFÂNCIA E DIREITO À EDUCAÇÃO Audiência Pública Câmara dos Deputados Brasília 2014 Extensão: 8,5 milhões km 2 População: 191,5 milhões População

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2016 EDITAL Nº 213 DIPS/UFLA, de 16 de dezembro de 2015 A Pró-Reitora de Graduação, por meio

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO COGEPLAN COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO COPAC 2 1 Aspectos gerais da avaliação O Ministério da Educação (MEC) divulgou, no

Leia mais

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica SiSUTEC 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, julho de 2014 Pronatec Mais de 7,59 milhões de matrículas realizadas até julho de 2014: 2,16

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Treinamento Censup 2014. Brasília-DF Fevereiro 2015

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Treinamento Censup 2014. Brasília-DF Fevereiro 2015 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Treinamento Censup 2014 Brasília-DF Fevereiro 2015 Treinamento 2014 Objetivos 1. Apresentação geral do sistema Censup; 2. Discutir os principais conceitos; 3. Apresentar novas

Leia mais

Indicadores de Qualidade da Educação Superior. Brasília-DF Agosto 2015

Indicadores de Qualidade da Educação Superior. Brasília-DF Agosto 2015 Indicadores de Qualidade da Educação Superior Brasília-DF Agosto 2015 Sobre o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES MARCOS LEGAIS da AVALIAÇÃO da EDUCAÇÃO SUPERIOR Constituição Federal

Leia mais

Características. Em 2014, foram visitados 151 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Abrangência nacional

Características. Em 2014, foram visitados 151 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Abrangência nacional Rio de Janeiro, 13/11/2015 Abrangência nacional Características Temas investigados no questionário básico Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil

Leia mais

JUVENTUDE E ENSINO SUPERIOR NO BRASIL

JUVENTUDE E ENSINO SUPERIOR NO BRASIL CAPÍTULO 4 JUVENTUDE E ENSINO SUPERIOR NO BRASIL Ana Maria Nogales Vasconcelos 1 1 INTRODUÇÃO A partir da metade do século XX a população brasileira sofreu grandes transformações, marcadas pela transição

Leia mais

Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro de 2016

Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro de 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro

Leia mais

Censo da Educação Superior no Contexto da Avaliação

Censo da Educação Superior no Contexto da Avaliação A Avaliação da Educação Superior Como Indutora da Qualidade Censo da Educação Superior no Contexto da Avaliação Willians Kaizer Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Goiânia

Leia mais

Integração dos sistemas PingIFES e Censup. Dourados, 01/11/2013

Integração dos sistemas PingIFES e Censup. Dourados, 01/11/2013 Integração dos sistemas PingIFES e Censup Dourados, 01/11/2013 Contextualização O Censo da Educação Superior é um levantamento de dados sobre a educação superior no Brasil, anual e sistemático, gerado

Leia mais

Microdados do Censo da Educação Superior 2012

Microdados do Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Microdados do Censo da Educação Superior 2012 Manual do Usuário Versão 1 Outubro de 2013 DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS

Leia mais

Manual do Usuário do Censo da Educação Superior 2015

Manual do Usuário do Censo da Educação Superior 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Manual do Usuário do

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

EDITAL N o 003/2016/DComp

EDITAL N o 003/2016/DComp EDITAL N o 003/2016/DComp PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE MONITORIA O Departamento de Computação (DComp), do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, do campus São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe,

Leia mais

Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas

Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas Censo da Educação Superior 2010: análise crítica dos resultados para a tomada de decisões estratégicas 6 de dezembro de 2011 Sumário Apresentação Coleta Principais conceitos CICQES Apresentação Disposição:

Leia mais

MEC. Censo da Educação Superior 2014

MEC. Censo da Educação Superior 2014 MEC Censo da Educação Superior 2014 BRASÍLIA DF 04 DE DEZEMBRO DE 2015 Tabela Resumo Estatísticas Gerais da Educação Superior Brasil 2014 Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública

Leia mais

Realidade e perspectivas do ENADE

Realidade e perspectivas do ENADE Avaliação de cursos de Graduação em Ciência Contábeis: Realidade e perspectivas do ENADE Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação (CPA/PUCRS) Tópicos Coordenador x avaliação

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA DA UEPG SINAES ENADE 2010 Ponta Grossa 2012 REITORIA Reitor João Carlos Gomes Vice-reitor Carlos Luciano Sant Ana Vargas PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO

Leia mais

PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS ALUNOS. Cursos Superiores:

PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS ALUNOS. Cursos Superiores: Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo IFSP Campus Guarulhos Coordenadoria Sociopedagógica PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS ALUNOS Cursos Superiores: - Análise

Leia mais

DESAFIOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EJA PARA A REGIÃO NORDESTE, DESTAQUE PARA A PARAÍBA

DESAFIOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EJA PARA A REGIÃO NORDESTE, DESTAQUE PARA A PARAÍBA DESAFIOS DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EJA PARA A REGIÃO NORDESTE, DESTAQUE PARA A PARAÍBA 1945 - A Campanha de Educação de Adolescentes e Adultos - CEAA; 1947 I Congresso Nacional de Educação de Adultos;

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA 20/05/2015

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA 20/05/2015 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA 20/05/2015 Perfil da Extrema Pobreza Núcleo duro da pobreza 71% de negros e negras 60% na região Nordeste 40% de crianças e adolescentes (0 a 14 anos) Eixos do Plano

Leia mais

INDICADORES FINANCEIROS DE EDUCAÇÃO

INDICADORES FINANCEIROS DE EDUCAÇÃO INDICADORES FINANCEIROS DE EDUCAÇÃO Série Histórica de 2000 a 2013 Willians Kaizer Diretoria de Estatísticas Educacionais Coordenação-Geral de Controle de Qualidade e Tratamento da Informação Brasília-DF

Leia mais

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal

O Plano Nacional de Educação. Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal O Plano Nacional de Educação Maria Alice Setubal, educadora e presidente dos conselhos do Cenpec e da Fundação Tide Setubal Plano Nacional de Educação Diretrizes Superação das desigualdades educacionais

Leia mais

ANEXO IV 6 - DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA - CANDIDATO COTISTA CATEGORIA 4 14, II,

ANEXO IV 6 - DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA - CANDIDATO COTISTA CATEGORIA 4 14, II, ANEXO IV 6 - DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA - CANDIDATO COTISTA CATEGORIA 4 Candidatos Cotistas autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que, independente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012),

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior

Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior ano base 2001 Apresentação A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior apresenta, no seu terceiro ano, Os Números do Ensino Superior Privado no Brasil, que tem o objetivo de demonstrar as

Leia mais

LUIS FERNANDO ZACARON

LUIS FERNANDO ZACARON Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes Fundo de Financiamento Estudantil FIES Termo de Participação Proposta de Oferta

Leia mais

Art. 1º As instituições federais de educação superior vinculadas ao Ministério da Educação reservarão em cada concurso seletivo para ingresso nos

Art. 1º As instituições federais de educação superior vinculadas ao Ministério da Educação reservarão em cada concurso seletivo para ingresso nos Art. 1º As instituições federais de educação superior vinculadas ao Ministério da Educação reservarão em cada concurso seletivo para ingresso nos cursos de graduação, por curso e turno, no mínimo 50% (cinqüenta

Leia mais

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN

IV Encontro Pedagógico do IFAM 2016 DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO SISTÊMICA DET/PROEN AVALIAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IFAM Lei Nª 11.872/2008 Art. 7ª - Objetivos dos Institutos Federais: I - ministrar educação profissional

Leia mais

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: FUNDACAO EDUCACIONAL MACHADO DE ASSIS

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: FUNDACAO EDUCACIONAL MACHADO DE ASSIS Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes Fundo de Financiamento Estudantil FIES Termo de Participação Proposta de Oferta

Leia mais

PORTARIA N o 388 de 01/08/2016

PORTARIA N o 388 de 01/08/2016 PORTARIA N o 388 de 01/08/2016 Aprova a Tabela de Descontos para alunos matriculados em cursos e programas da Universidade Positivo (UP). O Reitor da Universidade Positivo, no uso de suas atribuições estatutárias,

Leia mais

Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos.

Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos. Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos. CLAUDIA MAFFINI GRIBOSKI Directora de Evaluación del INEP Instituto Nacional de Estudos e Pesquizas Educacionais Ainísio Teixeria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA SEETARIA DA EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA ANEXO I Modelo de Curriculum Vitae (Preenchimento obrigatório neste modelo) 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. 1 Nome: 1. 2 Filiação: Nome do pai Nome da mãe 1. 3 Data de nascimento:

Leia mais

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA PROJETO DE LEI Nº,DE 2015. (Do Sr. Davidson Magalhães) Dispõe sobre a reserva de vagas para o ingresso na pós-graduação nas universidades e instituições federais de ensino superior e dá outras providências.

Leia mais

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação no Brasil Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação Infantil Taxas de atendimento Creches 36,3 23,6 9,4 12,2 Brasil Carinhoso: 2,8 milhões de

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/ IFAP

RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/ IFAP SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP COMISSÃO DO PROCESSO SELETIVO 2015.2 RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/2015 - IFAP A PRESIDENTE DA COMISSÃO DO

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

Acesso e permanência no Ensino Superior. Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br

Acesso e permanência no Ensino Superior. Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br Acesso e permanência no Ensino Superior Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br 1. Cenário atual e futuro 2. O que pode (e deve) mudar com o Enem 2.1. Ensino Médio e o Ciclo Básico das IES 2.2. SISU x Aumento

Leia mais

Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação

Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação Maio de 2016 Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação 1. Introdução Através deste relatório a CPA apresenta os resultados da Pesquisa sobre os Aspectos Socioeconômicos e Culturais

Leia mais

O Ensino Superior e o Desenvolvimento do Brasil. Prof. Ivan Camargo Reitor da UnB

O Ensino Superior e o Desenvolvimento do Brasil. Prof. Ivan Camargo Reitor da UnB O Ensino Superior e o Desenvolvimento do Brasil Prof. Ivan Camargo Reitor da UnB Agenda Introdução O Desenvolvimento do Brasil O Ensino Superior A Universidade de Brasília Conclusões/Desafios Introdução

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 Dias Mês Datas Atividades Letivos Janeiro 1 2 3 4 5 6 7 6 01 Dia da Confraternização Universal 8 9 10 11 12 13 14 6 9 a 17 Implantação no SIGAA das turmas

Leia mais

Controle de qualidade e fidedignidade das informações prestadas ao Censo Escolar e seus impactos nas políticas públicas.

Controle de qualidade e fidedignidade das informações prestadas ao Censo Escolar e seus impactos nas políticas públicas. Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Controle de qualidade e fidedignidade das informações prestadas ao Censo Escolar e seus impactos nas políticas

Leia mais

O PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS CONCLUINTES DE GRADUAÇÃO EM MATO GROSSO: UMA ANÁLISE DE DOIS CICLOS COMPLETOS DO ENADE (2008 A 2013)

O PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS CONCLUINTES DE GRADUAÇÃO EM MATO GROSSO: UMA ANÁLISE DE DOIS CICLOS COMPLETOS DO ENADE (2008 A 2013) O PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS CONCLUINTES DE GRADUAÇÃO EM MATO GROSSO: UMA ANÁLISE DE DOIS CICLOS COMPLETOS DO ENADE (2008 A 2013) Jhessica Letícia Kirch UFMT jhessicakirch@hotmail.com Tereza Christina Mertens

Leia mais

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação Plano Nacional de Educação Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Brasília, 29 de novembro de 2012 Educação Infantil Meta 1 PNE: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para

Leia mais

EDITAL Nº. 004/ PRACE/UFOP.

EDITAL Nº. 004/ PRACE/UFOP. EDITAL Nº. 004/2009 - PRACE/UFOP. Dispõe sobre o Programa de Bolsa- Permanência aos alunos de graduação da UFOP na modalidade presencial. O Pró-Reitor Especial de Assuntos Comunitários e Estudantis da

Leia mais

Caracterização. dos Territórios de Identidade. da Bahia. LidaS. Território 26 - Região Metropolitana de Salvador. instituto

Caracterização. dos Territórios de Identidade. da Bahia. LidaS. Território 26 - Região Metropolitana de Salvador. instituto Caracterização dos Territórios de Identidade da Bahia Território 26 - Região Metropolitana de Salvador instituto LidaS Caracterização dos Territórios de Identidade Território 26 - Metropolitana de Salvador

Leia mais

PROJETO PRÉ-ENEM. Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério

PROJETO PRÉ-ENEM. Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério PROJETO PRÉ-ENEM Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério ENEM Criado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) - 1998 OBJETIVOS Avaliar os estudantes de escolas públicas e particulares

Leia mais

FINANCIAMENTO ESTUDANTIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS. Claudia Meucci Andreatini UNIP Universidade Paulista Seminário ABMES 05 de julho de 2016

FINANCIAMENTO ESTUDANTIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS. Claudia Meucci Andreatini UNIP Universidade Paulista Seminário ABMES 05 de julho de 2016 FINANCIAMENTO ESTUDANTIL: REALIDADE E PERSPECTIVAS Claudia Meucci Andreatini UNIP Universidade Paulista Seminário ABMES 05 de julho de 2016 Distribuição de vagas do FIES 2010 a 1º/2016 2010 até 2015/1

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO Av. João Naves de Ávila, 2121 = Campus Santa Mônica = Sala 1G156 = CEP:38.408-100 = Uberlândia/MG

Leia mais

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: INSTITUTO LEAO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITARIO LTDA

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: INSTITUTO LEAO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITARIO LTDA Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes Fundo de Financiamento Estudantil FIES Termo de Participação Proposta de Oferta

Leia mais

Indicadores do Ensino Superior

Indicadores do Ensino Superior INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTUDOS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO ÃO-GERAL DE INSTRUMENTOS E MEDIDAS EDUCACIONAIS Indicadores do Ensino Superior SEMINÁRIO

Leia mais

Este curso possui entrada no 1º e 2º Semestres, sendo 25 vagas para o 1º Semestre e 25 vagas para o 2º Semestre.

Este curso possui entrada no 1º e 2º Semestres, sendo 25 vagas para o 1º Semestre e 25 vagas para o 2º Semestre. INFORMAÇÔES PARA MATRÍCULAS SISU 2014 Local de Oferta: 34381 - CAMPUS URUGUAIANA Nome do curso: AQÜICULTURA Grau: Tecnológico Turno: Vespertino Nome do curso: CIÊNCIAS DA NATUREZA Grau: Licenciatura Turno:

Leia mais

Fundação Educacional de Taquaritinga FETAQ Mantenedora Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior ITES

Fundação Educacional de Taquaritinga FETAQ Mantenedora Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior ITES Diretoria Executiva FETAQ Ato nº 001/2014 Regulamenta as políticas para concessão de Bolsas de Estudo e Descontos a alunos do Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior - ITES, para o ano letivo de

Leia mais

ADENDO AO EDITAL Nº 35/2016 Proaes DAE/NAI

ADENDO AO EDITAL Nº 35/2016 Proaes DAE/NAI ADENDO AO EDITAL Nº 35/2016 Proaes DAE/NAI Programa de Apoio às Ações de Acessibilidade do NAI Pró-Acessibilidade/2016 A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proaes), da Universidade Federal do Acre (Ufac),

Leia mais

CRONOGRAMA DO FIES. Principais mudanças no FIES TETO DA RENDA FAMILIAR. Limite é a renda per capita de 2,5 salários mínimos

CRONOGRAMA DO FIES. Principais mudanças no FIES TETO DA RENDA FAMILIAR. Limite é a renda per capita de 2,5 salários mínimos INFORMATIVO SOBRE O FIES A Faculdade de Direito de Alta Floresta informa que o Ministério da Educação divulgou, dia 27 de julho de 2015, Edital com as novas regras para a edição do segundo semestre do

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE DISCENTES PARA

EDITAL DE SELEÇÃO DE DISCENTES PARA EDITAL DE SELEÇÃO DE DISCENTES PARA 2016.2 A Superintendência de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico da Universidade Federal do Piauí, divulga, por intermédio deste edital para preenchimento das vagas,

Leia mais

Os valores dos insumos da graduação são apresentados por unidade de observação (IES Município Área de Enquadramento).

Os valores dos insumos da graduação são apresentados por unidade de observação (IES Município Área de Enquadramento). LISTAGEM DE INSUMOS A SEREM CONSIDERADOS Período de manifestações: 03/11/2015 até 20/11/2015 Em caso de dúvidas, entre em contato pelo email: daes.indicadores@inep.gov.br Os insumos são apresentados por

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Recursos Humanos

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Recursos Humanos Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Recursos Humanos A presente pesquisa foi realizada em novembro de 2012, na Unidade

Leia mais

RS Texto de Referência 6. Situação da Educação no RS 1

RS Texto de Referência 6. Situação da Educação no RS 1 RS 2030 - Texto de Referência 6 Situação da Educação no RS 1 Um dos aspectos mais importantes, em termos de educação, é a taxa de alfabetização. No caso do Rio Grande do Sul, a taxa de alfabetização da

Leia mais

FONTES DE FINANCIAMENTO PARA OS ESTUDANTES DA EDUCAÇAO SUPERIOR PRIVADA CAMARA DOS DEPUTADOS AUDIENCIA PUBLICA 25 DE OUTUBRO DE 2016

FONTES DE FINANCIAMENTO PARA OS ESTUDANTES DA EDUCAÇAO SUPERIOR PRIVADA CAMARA DOS DEPUTADOS AUDIENCIA PUBLICA 25 DE OUTUBRO DE 2016 FONTES DE FINANCIAMENTO PARA OS ESTUDANTES DA EDUCAÇAO SUPERIOR PRIVADA CAMARA DOS DEPUTADOS AUDIENCIA PUBLICA 25 DE OUTUBRO DE 2016 Fluxograma de Recursos Na Teoria: O Espírito do Financiamento Estudantil

Leia mais

O ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação do Sinaes

O ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação do Sinaes O ENADE 2011 e demais instrumentos de avaliação do Sinaes OUTUBRO, 2011 S I Avaliação da Cursos N A E Avaliação Instituciona l Enade S AVALIAÇÃO A avaliação das instituições visa identificar o perfil e

Leia mais

1º TERMO ADITIVO AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

1º TERMO ADITIVO AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 1º TERMO ADITIVO AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Processo Seletivo de Candidatos aos Cursos de Graduação do Unilavras Ingresso 2º semestre de 2016 A Reitora do Unilavras, Profª Dra. Christiane Amaral Lunkes

Leia mais

ENADE Relatório da IES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE MOSSORÓ

ENADE Relatório da IES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE MOSSORÓ ENADE 2011 Relatório da IES G Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE MOSSORÓ O V E R N O F E D E R A L PAÍS RICO

Leia mais

Pronatec. Novas oportunidades de acesso ao ensino técnico

Pronatec. Novas oportunidades de acesso ao ensino técnico Pronatec Novas oportunidades de acesso ao ensino técnico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Marco Antonio de Oliveira marco.antonio@mec.gov.br Brasília, 19 de março

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Brasília DF 2009 SUMÁRIO LISTA DE TABELAS... 3 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA CENSO ESCOLAR

Leia mais

PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação

PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação Desafio real do PNE Colaborar com o desenvolvimento social, ambiental e econômico. PNE

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA INSCRIÇÃO (DESCRIÇÃO DAS MODALIDADES NO EDITAL)

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA INSCRIÇÃO (DESCRIÇÃO DAS MODALIDADES NO EDITAL) Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO Câmpus Itapetininga PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA

Leia mais

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti 1 http://www.bahianoticias.com.br O QUE É O ENADE? 2 ENADE Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. Integra o Sinaes - Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil

Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil Políticas Públicas para Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil Marcelo Machado Feres Secretário de Educação Profissional e Tecnológica SETEC Ministério da Educação São Paulo, 01 de setembro

Leia mais

Avaliação da Educação Superior SINAES e Indicadores de Qualidade. Brasília-DF 25 de abril de 2016

Avaliação da Educação Superior SINAES e Indicadores de Qualidade. Brasília-DF 25 de abril de 2016 Avaliação da Educação Superior SINAES e Indicadores de Qualidade Brasília-DF 25 de abril de 2016 Indicador de Desempenho no Enade (IDE) 1 - O Conceito Enade, atualmente, é calculado pela metodologia de

Leia mais

CURSOS: VAGAS, TURNOS E SITUAÇÃO LEGAL MODALIDADE PRESENCIAL CAMPUS IJUÍ. 50 Noturno. 80 Integral. 45 Noturno. 40 Noturno CURSOS VAGAS TURNO

CURSOS: VAGAS, TURNOS E SITUAÇÃO LEGAL MODALIDADE PRESENCIAL CAMPUS IJUÍ. 50 Noturno. 80 Integral. 45 Noturno. 40 Noturno CURSOS VAGAS TURNO CURSOS: VAGAS, TURNOS E SITUAÇÃO LEGAL MODALIDADE PRESENCIAL CAMPUS IJUÍ Agronomia - Bacharelado Portaria 824-30/12/2014 - DOU 09/01/2015 80 Integral Arquitetura e Urbanismo Bacharelado Autorizado* Portaria

Leia mais

POPULAÇÃO BRASILEIRA

POPULAÇÃO BRASILEIRA POPULAÇÃO BRASILEIRA População Brasileira 2014: atingiu o número de 204 milhões de habitantes. Formada a partir de três grandes grupos étnicos: índios, brancos e negros. A maioria da população é branca

Leia mais

1.6. MATRÍCULA Número de registro e identificação do discente a ser gerado após o seu cadastro na instituição.

1.6. MATRÍCULA Número de registro e identificação do discente a ser gerado após o seu cadastro na instituição. OBJETO 1: ALUNO 1.1. DISCENTE Nome do graduando. 1.2. CPF 1.3. CURSO Nome e código do curso 1.4. TURNO 1.5. COLOCAÇÃO NO VESTIBULAR Critério de desempate a ser utilizado pelo sistema na etapa de escolha

Leia mais

INFORME À IMPRENSA Mercado de energia elétrica: consumo no NE

INFORME À IMPRENSA Mercado de energia elétrica: consumo no NE Consumo residencial de eletricidade do NE supera, pela primeira vez, o do Sul Taxa de atendimento na região praticamente se iguala à média brasileira Rio de Janeiro, 09/07/2008 A primeira metade de 2008

Leia mais

EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EAD DA UNIASSELVI

EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EAD DA UNIASSELVI EDITAL Nº 02/2016 SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EAD DA UNIASSELVI Abre inscrições ao Processo de seleção e matrícula para ingresso nos cursos de especialização lato sensu a ser oferecido

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso de Logística

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso de Logística Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa Enade com os Estudantes do Curso de Logística A presente pesquisa foi realizada em junho de 2012, na Unidade de Magé, tendo como universo 63

Leia mais

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: INSTITUTO LEAO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITARIO LTDA

FIES. 1 - Dados cadastrais da mantenedora Dados da mantenedora: Mantenedora: INSTITUTO LEAO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITARIO LTDA Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes Fundo de Financiamento Estudantil FIES Termo de Participação Proposta de Oferta

Leia mais