2013, o ano da contabilidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2013, o ano da contabilidade"

Transcrição

1

2 Palavra do Presidente 2013, o ano da contabilidade Digna de registro e aplausos a iniciativa do CFC (Conselho Federal de Contabilidade) em designar como 2013 o ano da contabilidade. O objetivo, louvável, é valorizar a classe contábil e mostrar à sociedade o papel da profissão. Hoje o Brasil tem mais de 500 mil profissionais da contabilidade em mais de 80 mil empresas, que, juntos, assessoram mais de 7 milhões de empresas. Estes números por si comprovam a importância da contabilidade num país como o Brasil, grande, pujante e cheio de oportunidades. Entre as missões do Sescon estão valorizar as atividades das empresas a que representa e atuar como porta-voz perante os poderes. Além disso, é nossa missão oferecer alternativas de aprendizado constante aos associados, através de cursos, encontros e palestras. Devemos, como representantes de nossa categoria, não nos limitarmos a aspectos burocráticos das empresas as quais assessoramos, mas também e, so- bretudo, auxiliá-las na gestão do negócio como um todo. Com isso, estaremos valorizando a categoria e tornando-a cada vez mais forte e útil à sociedade. Campanha de inverno Merece destaque a campanha para ajudar as senhoras do Lar São Vicente de Paulo que o Sescon Batom organiza. A campanha, que vai até o final do inverno, vai arrecadar itens para esta entidade centenária, que faz um valioso trabalho de assistência social a idosas. As doações podem ser entregues diretamente na sede do Sescon Campinas (mais informações ou pelo telefone leia matéria à página 4). Parcerias Continuamos a publicar, nesta edição, parcerias que o Sescon tem com diversas empresas, que dão descontos e benefícios aos associados do Sescon Campinas. Aproveite e veja em nosso site a relação completa: Queremos ouvir a sua opinião Gostaríamos de ouvir sua opinião sobre a nossa publicação. Envie suas críticas e sugestões para Um abraço e boa leitura! Edison Ferreira Rodrigues Presidente do Sescon Campinas EXPEDIENTE SESCON CAMPINAS Rua Prof. Dr. Euriclydes de Jesus Zerbini, 1815 Fazenda Santa Cândida - CEP: Tel./Fax: (19) DIRETORIA Presidente: Edison Ferreira Rodrigues Vice-presidente: Rodrigo de Abreu Gonzales Vice-presidente financeiro: José Homero Adabo Diretor financeiro: Osvijomar de Seixas Queiroz Jr Vice-presidente administrativo: Carlos José Tozzi Diretor administrativo: Flavio Antonio Baptista Diretor social: Carlos Luiz Barroso Ehrenberg Faça a revista circular no escritório! Seus colaboradores conhecem a revista do Sescon Campinas? Se não conhecem, apresente para eles! Se precisar de mais exemplares, peça para nós! Entre em contato com sesconcampinas.org.br ou pelo telefone (19) e peça mais exemplares da revista! SUPLENTES DA DIRETORIA EXECUTIVA Antonio Candido Vieira A Barbosa; Antonio Carlos Martins; Breno A Pacheco Correa; Dalmo Otacilio Arten; Lilian Ricci Ghizzi; Luiz Antonio Ércoles; Valdessir Javaroni Membros do Conselho Fiscal Efetivos: Gervásio de Souza; Laércio Rover; Marcelo Viaro Berloffa Suplentes: Lázara Aparecida de Souza; Júlio Fabretti Filho; Wilson Roberto Anselmi Produção Editorial e Gráfica Happy Hour Comunicação Tel. (19) Jornalistas Responsáveis Carlos Eduardo Moura (MtB ) Priscila Santos de Moraes Editoração e Produção Gráfica Caio Buzatto 02

3 Notícias do Sescon Campinas Sescon Campinas realiza 1º Sarau Cultural em julho Objetivo é envolver associados em atividade cultural; evento acontece no dia 12 de julho, a partir das 19h O Sescon Campinas vai realizar, no dia 12 de julho, seu primeiro Sarau Cultural. O evento, que acontece a partir das 19h na sede da entidade, será uma oportunidade de envolver os associados em uma atividade cultural, de acordo com Carlos Ehrenberg, vice-presidente social da entidade. O encontro será recheado de atrações culturais como apresentações de músicos, declamadores de poesia, contadores de histórias e artistas plásticos. A entrada será um prato típico de festas juninas/julinas. Queremos que todos participem deste grande evento. Não só os associados estão convidados como também os funcionários dos escritórios. Todos serão bemvindos, reforça Ehrenberg. O diretor faz um convite também a quem quiser fazer apresentação: Se você toca algum instrumento musical, faz poesia ou qualquer outra manifestação cultural, esteja convidado a se apresentar no sarau, convida. O evento contará com a participação do coral do Sescon Campinas, regido pelo maestro José Wilson Ricas do Nascimento. 1º Sarau Cultural do Sescon Campinas 12 de julho (sexta-feira), a partir das 19h Mais informações: (19) Entrada: prato típico de festas juninas/julinas Endereço: à rua Prof. Dr. Euclydes de Jesus Zerbini, 1815, Fazenda Santa Cândida Associados e convidados em evento na sede do Sescon Campinas. Sarau Cultural vai reunir apresentações culturais, como o coral do Sescon Campinas Curtas Coral do Sescon Campinas se apresenta em Cajamar O coral do Sescon Campinas se apresentou no último dia 8 de junho no 19º Encontro de Corais de Cajamar. O coral dividiu o palco com os corais da 3M e da cidade de Cajamar. Ficamos muito honrados com o convite e aproveito a oportunidade para convidar interessados em participar do nosso coral, diz Carlos Ehrenberg, vicepresidente social do Sescon Campinas. 10 anos de Sescon Campinas Associado, coloque na sua agenda e vá se preparando! O jantar de comemoração dos 10 anos do Sescon Campinas já tem data marcada: 13 de setembro. ETIQUETA EMPRESARIAL Data: 02/07/2013 Professor: Cláudio Pelizari Mais informações - Sescon Campinas (19) / ESD CONTRIBUIÇÕES PARA LUCRO PRESUMIDO Data: 27/07/2013 Professor: Jaceguay Goes 03

4 Sescon Batom Campanha de solidariedade ajuda Lar São Vicente de Paulo Sescon Campinas e Sescon Batom organizam campanha para entidade assistencial da cidade O Sescon Batom está organizando uma campanha de solidariedade para doar itens para senhoras do Lar São Vicente de Paulo, em Campinas. A campanha vai até o final do inverno e os associados podem participar com doações, que devem ser entregues na sede do Sescon Campinas, diz Cecília Feres. O Lar São Vicente de Paulo existe desde 1907 e tem como missão proporcionar assistência social às pessoas idosas do lar visando a preservação de sua saú- de física e mental, através de atividades que fortaleçam o vínculo comunitário e familiar e promovam o aumento da autoestima, protagonismo e qualidade de vida, atendendo sem distinção quanto a cor, raça, credo político ou religioso. Os interessados em participar da campanha com doações podem deixar os itens na sede do Sescon Campinas ou solicitar um mensageiro para retirada no escritório ou na residência. Mais informações pelo telefone (19) Faça sua doação! Cobertores Lençóis e fronhas Toalhas de banho Absorventes geriátricos, tamanhos M e G Fralda geriátrica XG Produtos de higiene (shampoo, condicionador, hidratantes, talco, lenços umedecidos etc.); Produtos de limpeza (sabão em pó, amaciante, desinfetante e água sanitária) Sescon Campinas e Sescon Batom promovem campanha de solidariedade para ajudar senhoras do Lar São Vicente de Paulo, em Campinas Como se realiza o coaching em grupo Por Magda Vilas-Boas Quando se fala em coaching, fala-se em ação prática, em consciência e comportamento. Esse processo leva a mudanças intensas, radicais e bem práticas, além de rápidas no comportamento das pessoas, tanto pessoalmente, como profissionalmente. Leva o ser humano a realizar sua trajetória na vida e no trabalho. O processo de coaching em grupo é, atualmente, muito usado nas empresas para empodeirar equipes inteiras no sentido de agilidade, clareza dos processos empresariais, da postura profissional e da busca de resultados consistentes e diretivos. A equipe, quando fortalecida, sabendo para onde vai e como vai, traz para a empresa a possibilidade de aumento da lucratividade, além de ambiente de trabalho condizente com o equilíbrio, a maturidade e ações concernentes aos objetivos da empresa. Cumprir metas, atendimento com qualidade e comprometer-se com os resultados da empresa são alguns dos resultados de uma aplicação de coaching bem definida e exercitada na sua equipe. A partir de avaliação prévia, entrevista com a equipe e com cada profissional inserido, análise dos objetivos da empresa, do grupo e dos profissionais, o profissional coach (quem aplica o processo) levará aos coachee (o que recebe o processo de coaching) e poderá convocar a equipe para reuniões semanais, quando se inicia uma série de reflexões e tarefas para mudanças de estratégias, comportamentos e ações dirigidas para o objetivo da empresa e dos profissionais. * Magda Vilas-Boas é consultora e integrante do Sescon Batom. 04

5 Notícias Empreendedorismo entrega propostas de simplificação à presidente Dilma Ao participar da solenidade de posse do presidente Rogério Amato e das diretorias da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo e da Associação Comercial de São Paulo em junho, a presidente da República, Dilma Rousseff, falou da disposição do governo em combater a complexidade tributária. Essa burocracia que temos sistematicamente de derrubar, nos próximos anos, porque a razão dela, se razão social alguma vez teve, deixou de existir, destacou, que ainda parafraseou uma frase de Mário Henrique Simonsen. Se a burocracia aleija uma grande empresa, ela preendedorismo está unido e está sendo ouvido. A redução da burocracia hoje é questão vital para o desenvolvimento do País, pois os entraves estão inibindo o crescimento da Nação, argumenta. Em seu discurso de posse, Rogério Amato, que assume para o biênio 2013/2015, falou das vitórias do empreendedorismo na última década, conquistadas com a união das entidades, como a extinção da CPMF, a criação do Empreendedor Individual e a Lei De Olho no Imposto. E ainda citou a relevância da categoria contábil no processo de desburocratização no País. Lei da discriminação dos impostos pode ganhar novo prazo de adaptação Levando em consideração a complexidade da Lei /12, que exige a informação do valor aproximado dos tributos nos preços de venda, o governo federal encaminhará ao Congresso Nacional proposta que estende em um ano o prazo para aplicação das sanções e penalidades previstas. De acordo com comunicado, divulgado pela assessoria de comunicação da Casa Civil, o período servirá para realização de orientações educativas, executadas pelo poder público, a respeito do conteúdo da matéria. O processo de elaboração da proposta de regulamentação da Lei /12, que entrou em vigor em junho, é responsabilidade da Secretaria da Micro e Pequena Empresa. IR 2013: consulta ao 1º lote de restituições é liberada A Receita Federal liberou no dia 10 de junho a consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física O dinheiro deverá ser depositado no banco no dia 17 de junho. Além das restituições de 2013, também haverá o pagamento de lotes residuais dos anos de 2012, 2011, 2010, 2009 e Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone no número 146. Serão sete lotes mensais de restituição, mata pequenas empresas, completou, ao ressaltar a sobreposição também das exigências fiscais no País. Intitulado Programa de Simplificação e Racionalização do Sistema Tributário Nacional, o pacote de sugestões entregue é composto por uma proposta de Lei Complementar, uma de Lei Ordinária e uma de Emenda Constitucional, visando a desburocratização no País, a agilidade de processos e a segurança jurídica. Para o presidente do Sescon-SP, Sérgio Approbato Machado Júnior, esta é uma oportunidade ímpar de o Brasil avançar na simplificação tributária. O emde junho a dezembro. Têm prioridade os que entregaram a declaração antes, idosos, deficientes ou pacientes com doenças graves. O fato de não receber a restituição agora não significa necessariamente ter ficado retido na malha fina. A Receita tem um sistema para verificar se a declaração está com algum problema e oferece oportunidade de corrigi-lo. Neste primeiro lote do exercício 2013, ano-calendário 2012, contribuintes receberão suas restituições, to- talizando R$ 2,712 bilhões, já corrigidos pela taxa Selic em 1,60% (maio de 2013 a junho de 2013). A restituição ficará disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet. Caso o contribuinte não concorde com o valor da restituição, poderá receber a importância disponível no banco e reclamar a diferença na unidade local da Receita. 05

6 Direito na contabilidade A exclusão do ICMS sobre PIS e Cofins em importações Por Rodrigo Gonzales O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou, em 20/03/2013, o RE e declarou em definitivo e em ultima instância a inconstitucionalidade o inciso I do artigo 7º da lei /04, determinando a exclusão do ICMS e das contribuições da base de cálculo do PIS/Cofins nas importações de bens e serviços. De imediato, a decisão do STF pode implicar um ganho de fluxo de caixa aos importadores, que estarão sujeitos a um menor desembolso no momento de recolher o PIS e a COFINS devidos no desembaraço aduaneiro (registro da DI). No entanto, como a Receita Federal já anunciou que não se curvará a essa decisão de forma célere, enquanto isto não acontecer, por meio de um ato normativo infralegal, os importadores que objetivarem recolher o PIS/COFINS importação apenas sobre o valor aduaneiro, deverão impetrar medidas judiciais a fim de fazer valer o entendimento favorável ao contribuinte. Isso ocorre pelo fato de que a inconstitucionalidade foi declarada em um processo, sendo que seus efeitos ocorrem somente entre as partes envolvidas no processo e não alcançam todos os contribuintes de forma geral, tudo isso em respeito ao contido na letra a do inciso III do 2º do art. 149 da Constituição Federal. Isso significa que a decisão do STF vai servir como parâmetro para os processos que já foram ajuizados e a outros a serem ajuizados. Necessário registrar que, por força do artigo 27 da Lei 9.868/99, o STF ao declarar a inconstitucionalidade de uma lei ou ato normativo poderá, em nome da segurança jurídica ou excepcional interesse social, restringir os efeitos de sua decisão tornando-a eficaz após o trânsito em julgado, ou seja, com efeitos ex nunc, o que significa que os efeitos das decisões valerão dali para a frente, não alcançando os fatos pretéritos, lembrando o tratamento diferenciado a ações judiciais já ajuizadas, ao que se dá o nome de modulação dos efeitos da decisão. Segundo manifestação do representante da Fazenda Nacional no julgamento, os valores envolvidos na causa giram em torno de R$ 34 bilhões. Dessa forma, fica a dúvida para um próximo capítulo da forma que a referida decisão será modulada, ou seja, como o STF delimitará seus efeitos perante outras situações concretas, ajuizadas ou não, sendo recomendável que as sociedades interessadas façam uma avaliação técnica e de risco, sobre quais as consequências desta decisão em seus casos particulares e os riscos de ajuizarem um processo neste sentido, caso ainda não tenham feito, antes da modulação dos efeitos da decisão pelo STF. Lembramos ainda que por afinidade de tema o caso julgado neste dia 20/03 remete o contribuinte à matéria correlata ainda pendente de julgamento, a Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) n. 18 proposta pela Advocacia Geral da União (AGU) em 2007, que busca obter a declaração de constitucionalidade do art. 3, 2, I, da 9.718/98, excluindo o ICMS da base de cálculo sobre as operações internas. Assim, a dúvida que fica é se o raciocínio jurídico esposado pelos ministros no julgamento do dia 20/03 indica o rumo a ser tomado também para os demais casos de PIS/Cofins. * Rodrigo Gonzales é contador, advogado e vice-presidente do Sescon Campinas. 1 Art. 3º O faturamento a que se refere o artigo anterior corresponde à receita bruta da pessoa jurídica. (...) 2º Para fins de determinação da base de cálculo das contribuições a que se refere o art. 2º, excluemse da receita bruta: I - as vendas canceladas, os descontos incondicionais concedidos, o Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI e o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS, quando cobrado pelo vendedor dos bens ou prestador dos serviços na condição de substituto tributário. 06

7 Matéria de Capa O profissional da contabilidade deve ser muito mais do que um mero prestador de contas e ser um poderoso instrumento de gestão e tomada de decisões; Conselho Federal de Contabilidade promove campanha visando valorizar a classe contábil 2013 é o ano da contabilidade no Brasil. A efeméride, iniciativa do CFC (Conselho Federal de Contabilidade) e apoiada pelo Sescon-SP, Sescon Campinas e entidades que representam a categoria, foi lançada com o objetivo de conquistar mais valorização da classe contábil e também para que toda a sociedade saiba e reconheça o verdadeiro papel do profissional da contabilidade. Toda campanha de valorização da profissão é de extrema importância uma vez que a sociedade precisa tomar conhecimento das atividades desenvolvidas pelos contabilistas e como as informações geradas afetam suas empresas e a economia como um todo, afirma Edison Ferreira Rodrigues, presidente do Sescon Campinas. Sérgio Approbato Júnior, presidente do Sescon-SP, acredita que este projeto é mais uma prova da crescente valorização da categoria contábil nos últimos anos e os profissionais da área devem aproveitar esta oportunidade para reafirmar, mais uma vez, a importância da ciência contábil para o desenvolvimento das empresas e do País. A contabilidade deixou de ser uma mera necessidade para a prestação de contas para um poderoso instrumento de gestão e tomada de decisões. O pro- 07

8 Matéria de Capa fissional moderno não deve se limitar a apenas aspectos burocráticos do negócio do cliente e sim ajudá-lo na gestão do negócio. O profissional da contabilidade deve ser uma pessoa detalhista, estudioso, uma vez que precisa se manter atualizado em relação às alterações na legislação, muito trabalhador para manter suas obrigações rigorosamente em dia e sociável para manter um relacionamento muito bom com seus clientes, diz o presidente do Sescon Campinas. O presidente do Sescon Campinas vai além: O papel do profissional na sociedade é o de compilar dados atuais e projetá-los para o futuro, mantendo desta forma a saúde das empresas para as quais trabalha e desta forma colaborando para o crescimento da empresa, do país e indiretamente propiciando uma melhor qualidade de vida para toda sociedade. A campanha foi lançada oficialmente no dia 18 de março, em cerimônia que reuniu lideranças no Plenário do Senado Federal. Em mais de 70 anos de história da regulamentação da profissão contábil no País, esta foi a primeira vez que os representantes da categoria foram recebidos em sessão conjunta realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. Momento ímpar e instrumento da transparência Para Luiz Fernando Nóbrega, presidente do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo, a categoria vive um momento ímpar, porque as entidades congraçadas estão unidas, irmanadas para a valorização da profissão e para o desenvolvimento do país, afirmou em sessão solene na Assembleia Legislativa de São Paulo, no dia 27 de maio. Nóbrega também afirmou que as ciências contábeis no Brasil estão na vanguarda da América Latina e dos países lusófonos, pois está absolutamente atualizada com as normas internacionais que serão obrigatórias a partir do ano que vem. Citou também a posse de Afif como secretário nacional da Micro e Pequena Empresa como uma vitória da categoria, já que o trabalho de Afif é marcado pela desburocratização. O país é um verdadeiro manicômio tributário. Queremos ter tempo de nos dedicar a quem nos paga, explicou. Também na sessão solene, o presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), Valdir Pietrobon, explicou que quase a totalidade das empresas brasileiras conta com assessoria contábil, mas que, apesar disso, a imagem da profissão é que contador serve para pagar imposto. Segundo Pietrobon, os cidadãos não fazem ideia de que a contabilidade é um instrumento de transparência e mesmo parte do empresariado não entende a contabilidade como ferramenta de gestão. Para Sérgio Approbato Júnior, presidente do Sescon-SP, os profissionais da área devem aproveitar esta oportunidade para reafirmar, mais uma vez, a importância da ciência contábil para o desenvolvimento das empresas e do País Ofício antigo e números impressionantes A profissão contábil é um ofício antigo, que evoluiu e continua evoluindo, mas a sociedade em geral não tem consciência dessa visão histórica, nem mesmo da importância da profissão para os dias de hoje. Entre os objetivos da campanha estão informar a sociedade de quais os serviços prestados pelos profissionais da contabilidade; conscientizar a população da importância do profissão para o desenvolvimento socioeconômico do país; fortalecer a imagem do profissional; incentivar a demanda por profissionais contábeis nas instituições de ensino; e fortalecer a demanda por auditores em organizações públicas e privadas. Hoje no Brasil são cerca de 500 mil profissionais de contabilidade e mais de 80 mil organizações contábeis, que assessoram mais de 7 milhões de empresas. 08

9 Matéria de Capa O papel do Sescon Campinas Uma das missões do Sescon é oferecer alternativas de aprendizado permanente aos seus associados, como cursos e encontros, importantes para a atividade empresarial. A entidade busca também a valorização das atividades das empresas representadas e a ampliação de seu mercado e atuar como porta-voz perante os poderes do Estado reivindicando e defendendo os interesses e direitos de seus representados. Além disso, o Sescon pretende proporcionar evolução tecnológica, sociocultural e ética aos seus representados utilizando as ferramentas apropriadas em busca da excelência, desenvolver um ambiente amplo de negociação nas convenções ou acordo coletivos de trabalho, celebrar convenções ou acordos coletivos de trabalho, bem como defender em dissídios coletivos as categorias econômicas representadas e promover convênios técnico-operacionais com entidades em geral. Edison Ferreira Rodrigues, presidente do Sescon Campinas: O papel do profissional na sociedade é o de compilar dados atuais e projetá-los para o futuro, mantendo desta forma a saúde das empresas para as quais trabalha e desta forma colaborando para o crescimento da empresa, do país e indiretamente propiciando uma melhor qualidade de vida para toda sociedade. 09

10 10

11 Tecnologia Gestão financeira na ponta do mouse Softwares de gestão financeira oferecem gestão moderna e economia de tempo, ao automatizar tarefas como cobrança e emissão de notas fiscais Para muitos empresários, já se foi o tempo em que o controle financeiro e de clientes era feito na base da planilha. Hoje, a tecnologia é uma grande aliada na boa gestão das empresas e há diversos serviços bons e baratos para esta tarefa. E, com a internet, os softwares migraram a nuvem ou seja, os sistemas rodam diretamente na web, através do navegador, sem a necessidade de instalação de um programa no computador. Com isso, é possível usar o sistema de qualquer computador conectado à internet. Apresentamos abaixo 5 opções de sistema de gestão, que podem facilitar o seu dia a dia, além de economizar tempo. Superlógica O Superlógica é um deles. Baseado nas nuvens, o sistema atende a empresas de serviços que têm nas mensalidades sua principal fonte de receitas. A maioria das soluções de sistemas financeiros não se preocupa em fazer cobranças recorrentes de forma fácil e prática. Esta é uma das principais funcionalidades do nosso sistema, diz Carlos Cêra, diretor da Superlógica, empresa de Campinas. Além das cobranças recorrentes, o sistema também oferece controle de clientes, mensalidades (bem como inadimplência), fornecedores e toda a gestão financeira (diagnóstico da situação financeira, receitas, despesas, fluxo de caixa, entre outros). Como métodos de pagamento, o sistema está preparado para emitir boletos e cobrar com cartão de crédito (Visa, MasterCard, Elo e qualquer outra bandeira aceita pela Cielo). A obrigação de emitir nota fiscal eletrônica fica mais simples, já que o processo, depois de parametrizado, é integrado ao faturamento e ocorre em lotes com um clique. Mais informações em Proposta do sistema da Superlógica, de Campinas, é facilitar as cobranças recorrentes, diz Carlos Cêra, diretor da empresa ContaAzul O ContaAzul é focado em micro e pequenas empresas e oferece, além do controle financeiro (receitas, despesas, fluxo de caixa etc.), controle de vendas, controle de estoque e diversos relatórios, como demonstrativo de resultados, análise de despesas e centro de custo e ranking de produtos mais vendidos. O sistema, que roda na internet, separa caixa e competência e também está preparado para emitir boletos e notas fiscais eletrônicas. Mais informações em Nibo Também focado em micro e pequenas empresas, o Nibo é fácil e prático de usar. Entre as principais funcionalidades do sistema estão a projeção de fluxo de caixa, armazenamento de documentos, gestão de contatos e funcionários e indicadores de performance. Não está preparado para emitir boletos ou notas fiscais. Mais informações em Gestão Já O GestãoJá é um sistema de gestão para pequenas empresas e e-commerce. Controla estoque, vendas, fluxo de caixa e está preparado para emitir notas fiscais e boletos. Possui um módulo para gerenciar o relacionamento com clientes. Mais informações em Zero Paper A proposta do Zero Paper é fazer a gestão financeira de um modo fácil e inteligente. O sistema online ajuda a enxergar quanto se gasta em impostos, juros e taxas, oferecendo informações estratégicas. A ferramenta também separa despesas em fixas e variáveis e fornece relatórios como ponto de equilíbrio, lucro bruto e líquido e previsão orçamentária. Também permite controle de pagamentos de funcionários. Mais informações em 11

12 Saúde Cuidado ao ficar muito tempo em frente ao computador Permanecer muito tempo em frente ao computador pode trazer riscos à saúde se não tomadas medidas preventivas Cuidado ao ficar muito tempo na frente do computador. Faça interrupções a cada série de 45 minutos ou 1 hora de trabalho e alongue-se constantemente. Seu corpo agradece Nos dias de hoje, estar em frente ao computador durante todo o horário de trabalho é uma necessidade. É comum o profissional chegar ao final do dia exausto mesmo tendo ficado a maior parte do tempo sentado. Para quem faz um terceiro turno, trabalhando de casa ou estudando, é pior ainda mais algumas horas de sacrifício. Saiba que o corpo e a mente requerem muito esforço para trabalhar desta forma. Deve haver uma prevenção diária para diminuir os riscos à saúde e ficar atento aos sintomas que podem indicar lesões. A visão Para as pessoas que têm o computador como ferramenta de trabalho, o impacto na visão é inevitável. É comum que os olhos pisquem menos vezes do que o necessário para manter os olhos bem lubrificados. Isso causa ressecamento, que pode trazer irritação e menor proteção. Também relacionada à exposição dos olhos à tela estão a vista cansada e as dores de cabeça por inadequação de iluminação ambiente, brilho vindo do monitor e a pequena distância deste dos olhos. Recomenda-se que se tenha uma iluminação apropriada, ajuste de brilho, cor e contraste do monitor com moderação, de modo que a vista fique confortável, além de manter uma distância razoável dos olhos e da tela, aconselhada entre 40 a 60 centímetros. Costas, pescoço e barriguinha saliente A dor nas costas é um dos sintomas mais frequentes daquelas pessoas que passam muitas horas na frente do computador sem interrupções. A dor se dá por conta da tensão que os músculos fazem aos nervos da coluna pela sua curvatura através do uso incorreto de cadeira e fadiga. Portanto, manter a coluna ereta é essencial para que os nervos não sejam tensionados e isto exige uma constante lembrança de autocorreção ao perceber a posição corcunda e o uso de uma cadeira ergométrica, que acomode a coluna e ajude a mantê-la na posição certa. É preciso também atenção ao pescoço, pois é comum levá-lo à frente para que o monitor fique mais perto. A resposta do corpo vem em forma de dor porque os músculos do pescoço se contraem e endurecem, delongando maior tempo para voltarem à normalidade. Pernas também requerem cuidados As pernas também requerem cuidados, pois a pressão das coxas contra a cadeira comprime os vasos, dificultando a passagem de sangue nas veias, acumulando água e, consequentemente, inchando as pernas. Assim, procure se levantar e esticar as pernas a cada 45 minutos de trabalho, para que o sangue flua normalmente. A Lesão por Esforço Repetitivo (LER) A LER é muito comum e pode incluir uma série de problemas, como a tendinite (inflamação dos tendões dos dedos e punhos), tenossinovite (inflamação de membranas dos tendões) e bursite (inflamação das bursas, almofadas que permitem o deslizamento dos tendões). Para evitar, faça descansos e pequenos alongamentos a cada 45 minutos ou 1 hora de trabalho. Se você já sofre de algum sintoma de LER, procure um especialista. 12

13 Finanças Pessoais/Investimentos Fundos de investimento: acesso fácil, menor risco, maior diversificação, custos menores e gestão profissional Se você acha arriscado investir na Bolsa de Valores, os fundos de investimentos podem ser o produto ideal para quem quer algo a mais É comum ainda no Brasil as pessoas sentirem receio ao ouvir as expressões bolsa de valores e ações, quando se trata de investimentos. Porém, como conseguir retorno acima de aplicações como a tradicional poupança, que atualmente mal paga a inflação? Uma boa saída são os fundos de investimentos, que podem ser comparados a um condomínio e oferecem inúmeras vantagens. A primeira é a facilidade de acesso. Seja através dos bancos ou de corretoras independentes, com um baixo volume de dinheiro é possível investir em um fundo. O investidor paga uma taxa de administração anual e com apenas R$ 1.000, por exemplo, consegue comprar 30 ações diferentes - o que seria inviável com o investimento direto na Bolsa de Valores, exemplifica Bruno Chizzotti Arrabal, diretor da Manhattan Investimentos, de Campinas. O segundo ponto e talvez o mais importante é que, aplicando em um fundo, o investidor conta com gestão profissional. O gestor do fundo é responsável por definir as estratégias e monitorar diariamente o mercado, avaliando as melhores opções de investimento. Investindo em fundos contamos com uma equipe experiente e qualificada composta por profissionais que acompanham e analisam o mercado em busca das melhores oportunidades de investimentos, afirma Sandra Blanco, da Órama, empresa que oferece fundos com investimentos a partir de R$ Na escolha de um fundo, diz Sandra, o primeiro atributo que analisamos é a rentabilidade, que deve apresentar um histórico longo e consistente. O fundo deve ter passado bem por períodos de crises como 2008 e Arrabal: Pela nova regra da poupança, os depósitos realizados após maio de 12 rendem apenas 70% da Selic, enquanto bons fundos de renda fixa chegam a render 110%, mesmo com a cobrança de Imposto de Renda. Na escolha, é importante também atentar para o objetivo e a política de investimento, a utilização de derivativos, os controles de risco, a equipe (formação e experiência) e o volume de recursos sob gestão, orienta Sandra. Ter diversificação também é uma das principais vantagens ao se investir em um fundo. O dinheiro não ficará alocado em apenas uma empresa ou aplica- ção - e sim em várias, o que diminui a possibilidade de perdas. A diversificação minimiza o risco e maximiza os rendimentos. Qualquer fundo possui uma carteira diversificada com títulos públicos e/ou privados, moedas, ações, commodities e também derivativos, para proteção ou alavancagem, diz Sandra. Cabe uma comparação direta com o investimento em ações. Para se ter diversificação, é necessário um volume financeiro disponível alto e, além disso, é importante monitorar e acompanhar de perto as ações. Como nem todo mundo tem capital e tempo disponíveis, o resultado de investir em ações pode ser frustrante. O fator custo também deve ser levado em conta. Investir em aplicações e ajustá-las ao longo do tempo implica em custos de transação (aplicação, resgate, compra, venda, imposto de renda). No caso dos fundos, os custos são menores, pois são diluídos entre os cotistas. Antes de contratar qualquer investimento, analise muito bem o histórico do fundo e da gestora. Conheça também o seu perfil de investidor. Existem diversos fundos no mercado que atendem aos mais diversos perfis dos mais conservadores aos mais arrojados. 13

14 Viver Bem: Livros O sonho grande de Lemann, Telles e Sicupira O livro Sonho grande, da jornalista Cristiane Correa, conta a sensacional história de três empresários que vão ficar na história do capitalismo brasileiro. Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira são os lendários empreendedores que há 40 anos investem em negócios tão diversos como Banco Garantia, cervejaria AB Inbev (surgida da fusão entre a belga Interbrew e a brasileira Ambev), Heinz (comprada por US$ 28 bilhões e considerada a maior transação da história do setor de alimentos) e Burger King, entre outras. Empresas que, juntas, valem mais de US$ 160 bilhões. Lemann foi quem iniciou a jornada, no início dos anos 1970, ao reunir jovens fanáticos e transformar uma pequena corretora (o Banco Garantia) em uma das maiores empresas de investimento do mundo. O resto é história. O livro conta em detalhes os bastidores dos negócios bilionários e de como o trio lidava com pessoas. Foram quase cem entrevistados (nenhum dos três deu entrevista), entre eles Warren Buffett, sócio do grupo na Heinz. O que salta aos olhos é a visão de negócio aguçada e ímpar que o grupo teve e como pensaram em perpetuar a empresa e criar uma cultura baseada na meritocracia. Jim Collins, autor do livro Feitas para durar, assina o prefácio do livro e elenca as 10 principais lições aprendidas com Lemann, Telles e Sicupira: 1) Invista sempre - e acima de tudo - nas pessoas. 2) Sustente o impulso com um grande sonho. 3) Crie uma cultura meritocrática com incentivos alinhados. 4) Você pode exportar uma ótima cultura para setores e geografias amplamente divergentes. 5) Concentre-se em criar algo grande, não em administrar dinheiro. 6) A simplicidade tem magia e genialidade. 7) É bom ser fanático. 8) Disciplina e calma (não velocidade) são a chave do sucesso em momentos difíceis. 9) Um conselho de administração forte e disciplinado pode ser um ativo estratégico poderoso. 10) Busque conselhos e professores, e conecte-os entre si. Agindo desta forma, o trio conquistou fortuna e deixou dezenas de pessoas ricas pelo caminho. Em todos os negócios que investiram, a receita era a mesma: meritocracia, controle inclemente de custos, trabalho duro e uma dose de pressão que nem todos podem aguentar. Nada de mordomias ou símbolos de status. Quem era bom subia. Quem não era invariavelmente se tornava tema da chamada reunião da fumacinha, como era conhecido o encontro anual dos sócios para determinar aqueles que seriam demitidos - a praxe era dispensar anualmente cerca de 10% do quadro, diz um trecho do livro. Para o trio, uma empresa vencedora tem de recrutar gente boa, preservar sempre a meritocracia e dividir o sucesso com os melhores. Livros 14 O poder do hábito Como os hábitos são formados e funcionam no nosso dia a dia? Charles Duhigg, repórter do jornal New York Times, responde a estas perguntas no instigante O poder do hábito (Objetiva, 408 págs.). De acordo com o livro, entender como o hábito funciona é a chave para, por exemplo, se exercitar regularmente, perder peso, educar bem os filhos, se tornar uma pessoa mais produtiva, criar empresas revolucionárias e ter sucesso. Embora pareçam ter pouca importância, nossos hábitos têm enorme impacto na saúde, na produtividade, na estabilidade financeira e na felicidade. O livro é fruto da leitura de artigos acadêmicos, pesquisas e entrevistas com mais de 300 cientistas e executivos. Produtividade sem enrolação Produtividade sem enrolação, escrito pelos sócios da rede social para empresas Empreendemia, tem o objetivo de auxiliar empresários a atingir metas de maneira eficaz. Dividido em duas partes, o livro vem para desmistificar o conceito de produtividade. Mostramos como pequenas mudanças na postura pessoal e técnicas simples podem fazer uma grande diferença no rendimento, diz Luiz Piovesana, um dos autores. Na primeira parte, são abordados pontos motivacionais, gestão do tempo, organização e principais elementos de uma pessoa produtiva. Na segunda parte, dicas práticas e casos reais. O livro pode ser baixado gratuitamente em https://bitly.com/ livroprodutividade.

15 Viver Bem Baixa Gastronomia Joelho de porco no alto do pódio E o grande campeão do Comida di Buteco 2013 edição Campinas foi o Boteco do André, com a coxinha de joelho, feita com mandioca, recheada com joelho de porco assado e desfiado com provolone. O petisco obteve a melhor nota do concurso que contou com outros 22 bares da cidade, entre 12 de abril a 5 de maio. O segundo lugar ficou com o bolinho de lingüiça com mandioca chips do Buteco Rancho Vô Joaquim. Completando o pódio, a almofadinha mineira, um bolinho de mandioca recheado com calabresa e queijo coalho, do Bar do Bigodi. Na edição deste ano, todos os participantes tiveram dois ingredientes obrigatórios: a linguiça e a mandioca. O bacana é que muitos bares decidiram manter os petiscos em seus cardápios depois da premiação. Então, mãos à obra! 1º lugar Coxinha de joelho, Boteco do André Av. Heitor Penteado, Joaquim Egídio Os campeões 2º lugar Bolinho de linguiça com mandioca chips, Buteco Rancho Vô Joaquim Rua Dr. Osvaldo Cruz, Guanabara 3º lugar Almofadinha mineira, Bar do Bigodi e da Tia Eli Rua Sylvio Baratelli, Vila Nova Viagens Santiago do Chile Situada no vale central chileno e ao lado da Cordilheira dos Andes, Santiago é a capital e maior cidade do Chile e, de acordo com Rodrigo Gonzales, diretor do Sescon Campinas, é uma cidade cosmopolita que em alguns pontos lembra São Paulo. Gonzales conta que visitou a cidade no inverno e ganhou com o visual da neve (se você quer neve, já de julho a setembro) porém, os vinhedos estavam limpos. Ainda assim, ele recomenda a visita à Concha y Toro (famosa vinícola) e um almoço no restaurante Giratório, que gira 360º e dá uma visual excepcional da cidade. Para quem quiser um visual completo, é obrigatório um saboroso e lento almoço, recomenda. O centro da cidade é onde estão os prédios históricos e a maioria das atrações turísticas. Se você gosta de vinhos, pode visitar também a Cousiño Macul e a Undurraga. Todas as vinícolas oferecem visitas guiadas. Para aproveitar a noite e a cena gastrômica, passe uma tarde e uma noite em Valparaíso. Você não vai se arrepender. Se você quer esqui, são 4 estações nos arredores de Santiago: El Colorado, Farellones, La Parva e Valle Nevado (a mais alta e preferida dos brasileiros). 15

16 Artigo Ponto de Ruptura Por Ricardo Amorim Em time que está ganhando não se mexe. E em time que está perdendo? Não, nada a ver com a seleção do Felipão. Refiro-me à nossa política econômica. No ano passado, em toda a América Latina, o crescimento brasileiro superou apenas o do Paraguai. Em 2011, nosso crescimento já tinha decepcionado e no primeiro trimestre deste ano, nova desilusão. Para piorar, a inflação anual está em elevação desde julho, nosso déficit de transações correntes - o mais importante indicador da saúde das contas externas vem aumentando desde setembro e nosso déficit público cresce desde agosto de Com tantas variáveis macroeconômicas piorando, por que a insistência do governo em seguir por um caminho que não tem trazido bons resultados? A explicação é política e econômica. Até agora, o mau desempenho macroeconômico não afetava a popularidade da Presidenta Dilma porque o desemprego continuava em queda, causando elevações de salários. Salários mais altos somados ao crescimento da oferta de crédito geravam maior poder de compra para boa parte da população, e satisfação com o governo. Algo começou a mudar. Entre as surpresas negativas dos recentes dados do PIB, a maior foi a expansão pífia do consumo das famílias, até aqui o principal pilar de sustentação de nosso crescimento. A elevação dos preços e altos níveis de comprometimento de renda com pagamento de prestações de dívidas já estão minando a capacidade dos brasileiros de ir às compras e a própria popularidade da Presidenta. Não por acaso, o governo deu sinal verde ao Banco Central para enfrentar a ameaça inflacionária, acelerando a alta de juros. Os juros ainda terão de subir mais, talvez muito mais, até porque, na falta de medidas compensatórias, a desvalorização do Real frente ao dólar aos níveis mais fracos desde 2009 colabora para a aceleração da inflação. Se for significativa, a alta dos juros pode debelar o risco inflacionário, só que encarece o crédito e esfria o consumo. Por outro lado, se não for acompanhada de medidas de estímulo à expansão da capacidade produtiva - estímulos a investimentos e produtividade - ela transformará o PIBinho em PIBúsculo, com crescimento do desemprego e quedas de salários. Para crescer de forma sustentada a longo prazo, um país necessita de expansões também sustentadas tanto da oferta de bens e serviços quanto da demanda por eles. Se o consumo não se ampliar - como tem ocorrido em tantos países europeus nos últimos anos - a economia não se expande. Se a oferta não acompanhar a alta do consumo, o crescimento econômico será limitado e a inflação subirá, como tem ocorrido recentemente no Brasil. Entre 2004 e 2010, foi possível evitar este truísmo econômico porque partimos de um desemprego alto e uma utilização limitada da infraestrutura existente. De lá para cá, incorporamos milhões de pessoas ao mercado de trabalho e o desemprego caiu aos níveis mais baixos da história. Com parcos investimentos, o atual gargalo de infraestrutura é óbvio. Para completar, políticas voltadas para reduzir as margens de lucro nos setores financeiro, elétrico, de mineração e petrolífero afugentaram investimentos, limitando o crescimento da oferta de produtos e serviços. Uma mudança no modelo de desenvolvimento do país é inevitável, política e economicamente. Não dá mais para estimular a demanda sem impulsionar o crescimento da oferta. O governo parece ter percebido isto. Recentemente, elevou a remuneração para investimentos no setor ferroviário e aprovou a nova lei dos portos. Para o bem do país, e até das pretensões eleitorais da Presidenta, mudanças adicionais terão de ser rápidas, amplas e profundas. * Ricardo Amorim é apresentador do Manhattan Connection da GloboNews, colunista da revista IstoÉ, presidente da Ricam Consultoria, único brasileiro na lista dos melhores e mais importantes palestrantes mundiais do Speakers Corner e economista mais influente do Brasil segundo o Klout. Endereço de devolução: Sescon Campinas Rua Prof. Dr. Euriclydes de Jesus Zerbini, Fazenda Santa Cândida Campinas (SP) 16

1 Informações diversas Câmara aprova ampliação de parcelamento do Refis da crise O plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (21) a medida provisória que amplia o parcelamento de débitos tributários,

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Julgue os itens a seguir, a respeito da Lei n.º 6.404/197 e suas alterações, da legislação complementar e dos pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). 71 Os gastos incorridos com pesquisa

Leia mais

Apagão de mão-de-obra

Apagão de mão-de-obra Editorial Apagão de mão-de-obra Caros amigos, Vivemos, atualmente, um quase-apagão de mão-de-obra qualificada na área de serviços contábeis na região de Campinas. Houve, nos últimos anos, um crescimento

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

DJAZIL. Informativo. Organize pagamentos e a Declaração do IRPF. Inicie seu ano com o planejamento tributário

DJAZIL. Informativo. Organize pagamentos e a Declaração do IRPF. Inicie seu ano com o planejamento tributário Informativo DJAZIL Informativo Djazil Nº150 Ano XIII JANEIRO/FEVEREIRO 2014 Data para pagamento do IPTU é alterada para março Adesão ao Simples Nacional deverá ter novo teto Página 3 Página 2 Inicie seu

Leia mais

Imunidade O PIS e a Cofins não incidem sobre as receitas decorrentes de exportação (CF, art. 149, 2º, I).

Imunidade O PIS e a Cofins não incidem sobre as receitas decorrentes de exportação (CF, art. 149, 2º, I). Comentários à nova legislação do P IS/ Cofins Ricardo J. Ferreira w w w.editoraferreira.com.br O PIS e a Cofins talvez tenham sido os tributos que mais sofreram modificações legislativas nos últimos 5

Leia mais

UM 2012 COM MUITO PLANEJAMENTO

UM 2012 COM MUITO PLANEJAMENTO Editorial UM 2012 COM MUITO PLANEJAMENTO É com muito prazer que abrimos 2012 e chegamos até você com mais uma edição deste boletim. Em primeiro lugar, gostaria de desejar a todos os associados do Sescon

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica A EXCLUSÃO DO IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS (ICMS) DA BASE DE CÁLCULO DE PIS/COFINS E A AÇÃO DE- CLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE (ADC) Nº 18/2007

Leia mais

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br COMPRA certa Treinamento para o profissional de compras www.contento.com.br 503117 Tributação e seus impactos na rentabilidade editorial Calculando a rentabilidade Gerir uma farmácia requer conhecimentos

Leia mais

PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1

PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1 PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA A APLICAÇÃO DO SPED CONTÁBIL E FISCAL 1 FERNANDES, Alexandre Roberto Villanova 2 ; KIRINUS, Josiane Boeira 3 1 Trabalho de Pesquisa _URCAMP 2 Curso de Ciências Contábeis da

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves

Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves 2.1 A Tributação no Brasil 2.2 Opção pela Tributação - Lucro Real 2.3 Opção pela Tributação - Lucro Presumido 2.4 Opção pela Tributação - Lucro

Leia mais

Boletim Mensal - Setembro/2015

Boletim Mensal - Setembro/2015 Boletim Mensal - Setembro/2015 Fiscal Contábil RH Notícias Calendário Obrigações Fiscal Estado quer recuperar até R$ 1,3 bilhão com parcelamento de dívidas. Para aumentar a cobrança de créditos tributários

Leia mais

X X. Com portas abertas, Djazil recebe familiares. Uma história que se firmou com comprometimento e confiança PÁG 2

X X. Com portas abertas, Djazil recebe familiares. Uma história que se firmou com comprometimento e confiança PÁG 2 X X X Informativo Djazil Nº133 Ano XIII Maio/Junho 2011 Com portas abertas, Djazil recebe familiares A oportunidade levou familiares dos colaboradores até a empresa para uma manhã de sábado diferente.

Leia mais

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América.

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. La Gestión Contable, Administrativa y Tributaria en las PYMES e Integración Europa-América 23 24 de junio 2006 Santa Cruz de la Sierra (Bolívia)

Leia mais

02/02/2013. Para onde correr?

02/02/2013. Para onde correr? 02/02/2013 Para onde correr? Juros historicamente baixos, crescimento modesto, inflação elevada e um ambiente menos hostil, mas ainda cheio de incertezas. Decidir onde aplicar, num cenário desses, é um

Leia mais

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso 01 Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças

Leia mais

MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL

MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL MANTEGA ANUNCIA REDUÇÃO DE ICMS INTERESTADUAL A unificação das alíquotas do ICMS para acabar com a guerra fiscal será gradual e levará oito anos, anunciou nesta quarta-feira (7/11) o ministro da Fazenda,

Leia mais

guia prático volume I finanças

guia prático volume I finanças guia prático volume I finanças Manter-se bem informado para gerenciar seu consultório ou clínica da melhor maneira possível é fundamental para o sucesso. Dessa forma, além de obter um resultado final mais

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

TREINAMENTO E ATUALIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DAS ÁREAS CONTÁBIL E FISCAL

TREINAMENTO E ATUALIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DAS ÁREAS CONTÁBIL E FISCAL Empresarial TERCEIRIZAÇÃO CONTÁBIL Com o aumento dos custos operacionais e estruturais em geral, um dos segmentos que mais tem evoluído em matéria de terceirizações é o da contabilidade. Terceirizar é,

Leia mais

Falta integrar as leis do Mercosul

Falta integrar as leis do Mercosul Publicado em: Gazeta Mercantil, no dia 04-06-1998, pág. 1 e A8 Autores: Marta Watanabe, Juiiano Basile e Adriana Aguilar Falta integrar as leis do Mercosul Apesar do crescimento de 300% em quatro anos

Leia mais

FILOSOFIA DE INVESTIMENTO. Retorno esperado de um lançamento 80% 100% + 20% 100% ( ) = 60% ( 1 20% ) 20 =1,15%

FILOSOFIA DE INVESTIMENTO. Retorno esperado de um lançamento 80% 100% + 20% 100% ( ) = 60% ( 1 20% ) 20 =1,15% Através da CARTA TRIMESTRAL ATMOS esperamos ter uma comunicação simples e transparente com o objetivo de explicar, ao longo do tempo, como tomamos decisões de investimento. Nesta primeira carta vamos abordar

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS IR? COFINS?? INSS? PIS SUMÁRIO 1 Introdução 3 2 Planejamento 5 3 Simples Nacional com a inclusão de novas categorias desde 01-2015 8 4 Lucro

Leia mais

Hora de recomeçar. Editorial

Hora de recomeçar. Editorial Editorial Hora de recomeçar Um novo ano se inicia cheio de expectativas, bons fluidos vindos de desejos a serem realizados e de novas conquistas a serem alcançadas. Um bom momento para começar com o pé

Leia mais

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 A oitava reunião mensal do ano da Comissão Trabalhista e de Gestão Empresarial superou as expectativas. 50 representantes

Leia mais

Ciclo de Debates ABRALATAS 2015

Ciclo de Debates ABRALATAS 2015 Ciclo de Debates ABRALATAS 2015 Viabilidade da Tributação Verde Lucilene Prado Existe no sistema jurídico brasileiro fundamentos para uma tributação que induza a comportamentos e atividades empresariais

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 5, ANO III MAIO DE 2011 1 ESTADO NÃO PODE RECUSAR CRÉDITOS DE ICMS DECORRENTES DE INCENTIVOS FISCAIS Fiscos Estaduais não podem autuar

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

Manual - Relatórios Gerenciais.

Manual - Relatórios Gerenciais. Manual - Relatórios Gerenciais. Perguntas que temos que responder quase que diariamente sobre: Vendas Financeiro Produção Emissão: 04/02/2014 Revisão: 28/05/2015 Revisado por: Juliana 1 Área de Vendas

Leia mais

Sistema tributário brasileiro: Distorções e necessidade de mudança

Sistema tributário brasileiro: Distorções e necessidade de mudança Sistema tributário brasileiro: Distorções e necessidade de mudança Bernard Appy maio de 2015 Sistema tributário brasileiro Características desejáveis Características desejáveis de um sistema tributário

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

Criação da Associação

Criação da Associação Primeira Edição 02/08/2013 ASPREVIC ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA PREVIC BOLETIM INFORMATIVO Nesta edição: Associe-se 2 Prestação de Contas 2 CNPJ 3 Desconto em Folha 3 Festa de final de ano 3 Site em Construção

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 Setor de serviços cresceu 2,1% em julho, menor taxa da série para o mês Alta acumulada em 12 meses também é a menor da série histórica do IBGE. Rondônia teve maior alta,

Leia mais

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >>

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> Para se candidatar a Vaga de Promotor(a) iremos dividir por etapas a apresentação e o treinamento: Primeira Etapa: 1. Apresentação da Empresa e seus Canais de Vendas 2. Apresentação

Leia mais

Sped altera realidade fiscal e contábil das empresas

Sped altera realidade fiscal e contábil das empresas Sped altera realidade fiscal e contábil das empresas O governo brasileiro, por meio da Receita Federal do Brasil (RFB), está implantando mais um avanço na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes.

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

Disciplina: Economia ECN001. Macroeconomia

Disciplina: Economia ECN001. Macroeconomia Disciplina: Economia ECN001 Macroeconomia Orçamento do Setor Público É a previsão de receitas e a estimativa de despesas a serem realizadas por um Governo em um determinado exercício (geralmente um ano).

Leia mais

Nossa missão O que fazemos para sua empresa crescer

Nossa missão O que fazemos para sua empresa crescer A Revista VendaMais, a mais conceituada Revista de Vendas do Brasil, uniu-se a Solução Comercial, consultoria com experiência em mais de 80 empresas de diferentes segmentos, para criar a Solução Comercial/VendaMais.

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA!

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! EDUCAÇÃO FINANCEIRA USO CONSCIENTE DO CRÉDITO: PROPAGUE ESSA IDEIA! Ele está tão integrado ao nosso dia a dia, que alguns consumidores acabam usando o recurso

Leia mais

CLIPPING MACRO AUDITORIA E CONSULTORIA (25/10 A 24/11/2011)

CLIPPING MACRO AUDITORIA E CONSULTORIA (25/10 A 24/11/2011) CLIPPING MACRO AUDITORIA E CONSULTORIA (25/10 A 24/11/2011) CLIPPING MACRO AUDITORIA E CONSULTORIA 25/10 a 24/11/2011 Página 1 Índice Veículo: Portal ig... 4 Veículo: Site Zairam Corretora de Imóveis...

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI?

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI? FAQ -MEI 1. Qual o significado da sigla MEI? R: MEI é a sigla utilizada para Micro Empreendedor Individual 2. Qual é a definição de MEI? R: O MEI é o empresário individual a que se refere o art. 966 do

Leia mais

1 Informações diversas Contribuintes devem ficar atentos para novidades em 2015 O Sescon-SP listou algumas das principais mudanças fiscais e tributárias para o próximo ano, que requerem atenção e capacitação

Leia mais

Finanças. Contas a Pagar e a Receber

Finanças. Contas a Pagar e a Receber 2 Dicas de Finanças Finanças Você pode achar que falar de finanças é coisa para grandes empresas. Talvez este assunto nem tenha sido tratado com a devida importância mesmo em sua informalidade. Contudo,

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato 1 Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato Estudos Técnicos CNM Introdução Em decorrência da surpresa dos dirigentes municipais com a atual dificuldade financeira vivida pelos

Leia mais

http://revistaepoca.globo.com/revista/epoca/0,,edg83750-9306-522,00-nosso+ma...

http://revistaepoca.globo.com/revista/epoca/0,,edg83750-9306-522,00-nosso+ma... Página 1 de 5 BUSCA LOGIN senha: gfedc Entrar automaticamente Esqueci minha senha Quero me cadastrar Ampliar capaed. 522-19/05/2008 CONTEÚDO Revista + @ Extras Podcasts Arquivo ÉPOCA Página 2 de 5 ÉPOCA

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

E-BOOK GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES. Excellence Software (19) 2512-1411 Campinas-SP

E-BOOK GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES. Excellence Software (19) 2512-1411 Campinas-SP E-BOOK GESTÃO FINANCEIRA PARA EMPREENDEDORES Excellence Software (19) 2512-1411 Campinas-SP ÍNDICE Introdução Planejamento Financeiro Gestão do Fluxo de Caixa Gestão por Centros de Custo Otimizando o seu

Leia mais

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES 1 INCIDÊNCIAS TRIBUTÁRIAS NAS EXPORTAÇÕES Optantes do SIMPLES Os transformadores plásticos exportadores optantes do SIMPLES devem analisar a conveniência da continuidade

Leia mais

Pesquisa. Intenção de

Pesquisa. Intenção de Pesquisa SPC BRASIL: Intenção de Compras para o Natal Novembro/2013 Pesquisa do SPC Brasil revela que brasileiros pretendem gastar mais e comprar mais presentes neste Natal Se depender dos consumidores

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 0405 05 IDENTIFICAÇÃO: Título: ORÇAMENTO EMPRESARIAL Atributo: ADMINISTRAÇÃO EFICIENTE Processo: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO O QUE É : É um instrumento de planejamento

Leia mais

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S como organizar as finanças da sua empresa 4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S AUTHOR NAME ROBSON DIAS Sobre o Autor Robson Dias é Bacharel em Administração de Empresas e Possui MBA em Gestão Estratégica

Leia mais

Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil

Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil IMPOSTOS NO BRASIL Imposto sobre telefone chega a 62,9% e é o maior do mundo. Com a conversa de que os impostos são para "combate à pobreza" (alguém acredita?), o imposto é de 2 a 3 vezes maior que o do

Leia mais

TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES

TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES TÍTULO: DE POUPADOR A INVESTIDOR DESPERTANDO O GÊNIO FINANCEIRO DE INVESTIDORES CONSERVADORES CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DE RECEITAS FINANCEIRAS PELO PIS/COFINS DECRETO 8.426/20015

TRIBUTAÇÃO DE RECEITAS FINANCEIRAS PELO PIS/COFINS DECRETO 8.426/20015 TRIBUTAÇÃO DE RECEITAS FINANCEIRAS PELO PIS/COFINS DECRETO 8.426/20015 Pela importância da matéria, tomamos a liberdade de lhe enviar o presente boletim extraordinário (maio de 2015). 1. INTRODUÇÃO O STJ

Leia mais

IDÉIAS DE NEGÓCIO ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE

IDÉIAS DE NEGÓCIO ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE (Fonte: SEBRAE/MS SEBRAE/SC) APRESENTAÇÃO DE NEGÓCIOS Contabilidade é um trabalho minucioso que atua nas áreas fiscal, tributária e trabalhista; exigindo muita análise e tempo. Por isso, a maioria das

Leia mais

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ.

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. Ano VII Nº 37 Outubro/Dezembro 2015 CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. LEIA TAMBÉM 2015: Ano de grandes realizações Pág. 02 Seguro Vida Individual: Tranquilidade para

Leia mais

PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO. FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO...

PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO. FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO... CADÊ O BRASIL RICO? FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO... PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO.... E AQUI, DINHEIRO SOBRANDO NO FIM DO MÊS. DESTE

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL 1. O que é a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)? A Lei de Responsabilidade Fiscal é um código

Leia mais

Como comprar o seu imóvel. Um jeito único de vender.

Como comprar o seu imóvel. Um jeito único de vender. Como comprar o seu imóvel Um jeito único de vender. NOSSA MISSÃO A Impacto Engenharia investe constantemente em um relacionamento mais estreito com seus clientes e assim oferece um jeito único de servir,

Leia mais

TRIBUTÁRIO EM FOCO # Edição 12

TRIBUTÁRIO EM FOCO # Edição 12 TRIBUTÁRIO EM FOCO # Edição 12 Dezembro de 2012 / Janeiro 2013 NOVIDADES NA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA IOF - OPERAÇÕES DE CÂMBIO - EMPRÉSTIMO EXTERNO - ALÍQUOTA - ALTERAÇÃO DO PRAZO MÉDIO MÍNIMO - DECRETO Nº

Leia mais

Aeconômica que nosso país

Aeconômica que nosso país 2 Informativo Sescon - Ano V - n 9 - Setembro 2015 A palavra do Presidente Caro leitor, instabilidade política e Aeconômica que nosso país atravessa neste ano, tem c a u s a d o p r e o c u p a ç õ e s,

Leia mais

Longo Prazo, Poupança das Famílias e os Fundos de Investimento

Longo Prazo, Poupança das Famílias e os Fundos de Investimento Longo Prazo, Poupança das Famílias e os Fundos de Investimento Longo prazo, Poupança das Famílias e os Fundos de Investimento Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF Centro de

Leia mais

CMV Custo de Mercadoria Vendida

CMV Custo de Mercadoria Vendida CMV Custo de Mercadoria Vendida Guia para Food Service Restaurante & Pizzarias Apresentação Para manter sempre os parceiros alinhados com as informações do mercado, a PMG criou este guia falando um pouco

Leia mais

SIEEESP - SEMINÁRIO JURIDICO EDUCACIONAL. Tributação das Instituições de Ensino Particulares Perspectivas e Medidas. Wagner Eduardo Bigardi 27/05/2014

SIEEESP - SEMINÁRIO JURIDICO EDUCACIONAL. Tributação das Instituições de Ensino Particulares Perspectivas e Medidas. Wagner Eduardo Bigardi 27/05/2014 SIEEESP - SEMINÁRIO JURIDICO EDUCACIONAL Tributação das Instituições de Ensino Particulares Perspectivas e Medidas Wagner Eduardo Bigardi 27/05/2014 Sistema Tributário Nacional Conjunto de regras jurídicas

Leia mais

Guia de Recursos e Funcionalidades

Guia de Recursos e Funcionalidades Guia de Recursos e Funcionalidades Sobre o Treasy O Treasy é uma solução completa para Planejamento e Controladoria, com o melhor custo x benefício do mercado. Confira alguns dos recursos disponíveis para

Leia mais

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas 1 O conturbado cenário nacional Economia em recessão: queda quase generalizada do PIB no 2º trimestre de 2015, com expectativa de

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Novembro 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015 Institui programa de concessão de créditos da União no âmbito do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, denominado Nota Fiscal Brasileira, com o objetivo de incentivar

Leia mais

SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS

SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS 1 Lei Complementar nº 147/2014 SUPERSIMPLES ABRE NOVOS HORIZONTES PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS Redução drástica dos impostos e burocracia com inclusão no CNPJ 3 APRESENTAÇÃO Simples é uma lei viva, ela

Leia mais

Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação?

Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação? 1 Sumário I. Introdução... 3 II. Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação?... 3 III. As Imunidades Tributárias das Empresas Juniores... 4 IV. Incidência de Tributos sobre Empresas Juniores:...

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

COMO ENFRENTAR A INADIMPLÊNCIA NO SEGMENTO EDUCACIONAL SEGUNDO ESPECIALISTAS DA ACERPLAN

COMO ENFRENTAR A INADIMPLÊNCIA NO SEGMENTO EDUCACIONAL SEGUNDO ESPECIALISTAS DA ACERPLAN COMO ENFRENTAR A INADIMPLÊNCIA NO SEGMENTO EDUCACIONAL SEGUNDO ESPECIALISTAS DA ACERPLAN - Treinar e capacitar os profissionais que cobram e atendem inadimplentes nas escolas; - Cadastrar os inadimplentes

Leia mais

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim.

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 3º trimestre/2014 das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% das indústrias gaúchas avaliam que o número de tributos

Leia mais

Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira

Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira 1. Introdução O dia 7 de agosto do corrente ano entrou para a história como uma das mais importantes datas para a possível concretização da reforma

Leia mais

IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010

IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010 IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010 Rinaldo Maciel de Freitas * Nas operações de comércio exterior, é preciso entender a existência de duas modalidades de

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

DEDICAÇÃO TAMBÉM É TALENTO

DEDICAÇÃO TAMBÉM É TALENTO Editorial DEDICAÇÃO TAMBÉM É TALENTO Nesta edição de fevereiro do Boletim Sescon Campinas damos destaque a uma reportagem sobre como encontrar e reter talentos nas empresas. É um assunto que recomendo

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junho 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Palavras-chave: Planejamento Tributário. Micro e Pequenas Empresas. Área da Saúde. INTRODUÇÃO

Palavras-chave: Planejamento Tributário. Micro e Pequenas Empresas. Área da Saúde. INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA EM EXCEL DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇO NA ÁREA DA SAÚDE DEVELOPMENT OF A TAX PLANNING TOOL IN EXCEL FOR MICRO AND

Leia mais

PRIMELINE DESAFIOS, CONQUISTAS E SONHOS

PRIMELINE DESAFIOS, CONQUISTAS E SONHOS PRIMELINE DEZEMBRO/2015 EDIÇÃO 61 DESAFIOS, CONQUISTAS E SONHOS Mais que um período para balanços e avaliações, o fim do ano é uma oportunidade que a vida nos oferece para avançar e acreditar na renovação.

Leia mais

Contmatic - Escrita Fiscal

Contmatic - Escrita Fiscal Lucro Presumido: É uma forma simplificada de tributação onde os impostos são calculados com base num percentual estabelecido sobre o valor das vendas realizadas, independentemente da apuração do lucro,

Leia mais

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções.

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções. Uma publicação: Estratégias para aumentar a rentabilidade 04 Indicadores importantes 06 Controle a produção 08 Reduza filas 09 Trabalhe com promoções 10 Conclusões 11 Introdução Dinheiro em caixa. Em qualquer

Leia mais

ASSOCIAÇÕES SEM FINS LUCRATIVOS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS REDUÇÃO DE MULTA NA ENTREGA DE DECLARAÇÕES FORA DOS PRAZOS

ASSOCIAÇÕES SEM FINS LUCRATIVOS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS REDUÇÃO DE MULTA NA ENTREGA DE DECLARAÇÕES FORA DOS PRAZOS Page 1 of 5 ASSOCIAÇÕES SEM FINS LUCRATIVOS Nº 08/2008-31/07/2008 OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS REDUÇÃO DE MULTA NA ENTREGA DE DECLARAÇÕES FORA DOS PRAZOS Colaboração AFRFB Nilo Carvalho Supervisor do Plantão

Leia mais

ACECASTRO. Próxima edição - Outubro 2014 - Edição Comemora va 10 anos da Acecastro. Em comemoração ao Dia de Castro e 10 anos da Associação

ACECASTRO. Próxima edição - Outubro 2014 - Edição Comemora va 10 anos da Acecastro. Em comemoração ao Dia de Castro e 10 anos da Associação Seu Bole m Informa vo Bole m nº 1 - Setembro 2014 Próxima edição - Outubro 2014 - Edição Comemora va 10 anos da Acecastro CAFÉ BOM NEGÓCIO Um novo modelo de encontros que proporciona a você. DIA D CARTA

Leia mais

2013 José Carlos Guarino

2013 José Carlos Guarino José Carlos Guarino 2013 OBJETIVOS 1- Panorama Atual X Panorama Futuro ( O Que vai mudar?) 2-Aumento do COFINS de 1% em alguns itens importados (com similar nacional) Porque? Que devemos fazer? 3- Prestadores

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais