Relatório Anual de Sustentabilidade Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório Anual de Sustentabilidade 2008. Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A."

Transcrição

1 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. VERSão Resumida para colaboradores > A íntegra deste relatório está disponível no site

2

3 Bem-vindo ao Itaú Unibanco Apresentamos, aqui, os primeiros resultados da associação de Itaú e Unibanco: consolida-se um banco com o compromisso, a vocação, a solidez, os talentos e a capacidade econômica para se transformar num parceiro cada vez mais importante para o crescimento do Brasil. Convidamos você a conhecer o Itaú Unibanco, o maior banco privado do Hemisfério Sul e um dos 20 maiores do mundo. Orgulho do Brasil. 27 milhões de clientes do Itaú 30,5 milhões de clientes do Unibanco * * 108 mil colaboradores 47 mil fornecedores 4,6 mil agências e postos de atendimento bancário 12 países atendidos * No Itaú, foram considerados: CNPJs e CPFs com contas ou contratos ativos, com eliminação das duplicidades. No Unibanco, foi considerado o número total de contas ou contratos ativos, sem eliminação das duplicidades. Não foram consideradas duplicidades de contas entre Itaú e Unibanco.

4 Esta publicação, dirigida aos colaboradores do Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A., foi elaborada a partir do conteúdo do Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 da organização, cuja íntegra está disponível no site br/relatoriodesustentabilidade. Neste link também pode ser acessada a Essência da Sustentabilidade, que apresenta os oito principais desafios da sustentabilidade na visão de especialistas e do Itaú Unibanco. A seleção das informações que compõem esta publicação foi realizada de forma a atender aos principais interesses dos colaboradores e fornecer, ao mesmo tempo, visão geral sobre o perfil da nova instituição e dos destaques das operações do Itaú e do Unibanco em A expectativa é que a comunicação sistemática com os colaboradores sobre os desafios e as realizações da organização nas esferas econômica, social e ambiental colabore para o alinhamento das equipes com os objetivos estratégicos do Itaú Unibanco. Com o objetivo de se comunicar de forma segmentada com os diversos públicos da Organização, há também uma versão resumida dirigida a outros públicos e um audiobook, destinado a deficientes visuais e outras pessoas que desejem ouvir uma narração do relatório.

5 Sumário Mensagem da Presidência 6 Perfil 8 Caminho da Integração 10 Visão de Sustentabilidade 12 Governança Corporativa 14 Risco Socioambiental 18 Negócios 20 Nossos Talentos 24 Carreira 26 Bem-Estar 28 Ambiente de Trabalho 30 Sociedade 32 Clientes 34 Meio Ambiente 36 Comunidade 38 Outros Públicos 40 Investimentos Sociais e em Cultura 42

6 Mensagem da Presidência Prezado(a) colaborador(a), O ano de 2008 foi um divisor de águas. Compartilhamos com você a satisfação por termos participado, juntos, de um marco na história do mercado financeiro nacional: a criação do Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. O banco chegou ao fim de 2008 preparado para enfrentar os desafios dos novos tempos: as carteiras de créditos estão provisionadas, e as operações dos vários segmentos foram fortalecidas, refletindo em benefícios para os clientes. Estamos trabalhando para construir o melhor banco do Hemisfério Sul: uma organização moderna, forte, competitiva, ágil, sustentável e transparente, com importantes índices de crescimento e retorno, na qual as pessoas tenham prazer em trabalhar em equipe. Nosso objetivo é expandir nossa capacidade de negócios, beneficiando os clientes com o melhor que Itaú e Unibanco têm a oferecer, em termos de qualidade dos serviços e competitividade dos produtos. Para concretizar essa aspiração, contamos com uma estrutura operacional semelhante, a mesma percepção de mercado e, mais importante, culturas e valores convergentes, fatores que certamente nos permitirão aumentar nossa capacidade de gerar negócios, oferecer crédito e contribuir para o crescimento da economia, além de ganhar competitividade para nossa expansão internacional. Todos vocês fazem parte desse novo e ambicioso projeto. A reunião de talentos é incomparável e nos permite vislumbrar resultados diferenciados. 6 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

7 Estamos, neste momento, vivendo o grande desafio da integração, processo que deve durar cerca de dois anos. Temos a oportunidade de evoluir, adotando maior abertura diante de nossas diferenças e avaliando o quanto podemos aprender uns com os outros. Já são muitos os exemplos de compartilhamento de práticas entre colaboradores do Itaú e do Unibanco. Com competência, dedicação, respeito aos valores éticos, qualidade nas decisões, eficiência e agilidade, o crescimento poderá ir muito além da soma das forças de Itaú e Unibanco, refletindo cada vez mais no espírito de uma equipe altamente integrada e de alta performance. Estamos otimistas. Acreditamos na economia do país, na solidez e nos mecanismos de controle diferenciados de nosso sistema financeiro e na parceria que formamos. Conhecendo a força e a competência de nossas equipes, não temos dúvida de que esta foi apenas a primeira de muitas outras conquistas desta organização que se desenha. É hora, portanto, de construirmos este novo e inigualável banco. Contamos com vocês. Cordialmente, Pedro Moreira Salles Presidente do Conselho de Administração do Itaú Unibanco Roberto Setubal Diretor-Presidente do Itaú Unibanco 7

8 Perfil O maior banco privado do Hemisfério Sul Em 3 de novembro de 2008, Itaú e Unibanco, duas instituições financeiras de capital brasileiro, anunciaram ao mercado a união de suas operações. Dessa associação nasce o Itaú Unibanco Banco Múltiplo, o maior banco privado do Hemisfério Sul e um dos 20 maiores do mundo em valor de mercado. A dimensão da nova instituição, os ganhos de escala potenciais e as sinergias existentes entre suas atividades contribuem para a perenidade de seus negócios, aumentam sua capacidade de concessão de crédito a empresas e pessoas e a habilitam a competir globalmente. O grande desafio é a integração total das operações do Itaú e do Unibanco, mantendo a qualidade dos serviços e a liderança do mercado nacional. Uma vez vencida essa etapa, o novo banco buscará sua expansão internacional, com ênfase nos mercados emergentes. Principais indicadores (R$ bilhões) Ativos Totais 632,7 Operações de Crédito 1 271,9 Depósitos de Clientes 2 272,2 Patrimônio Líquido 43,7 Lucro Líquido 3 10,6 Ativos sob Gestão 258,3 1 Inclui Avais e Fianças 2 Total de clientes correntistas + clientes institucionais 3 Lucro Líquido Recorrente pro forma O valor das marcas O novo banco soma a tradição e a respeitabilidade das marcas Itaú a mais valiosa da América Latina, avaliada em R$ 10,55 bilhões e Unibanco, avaliada em R$ 4,77 bilhões e que apresentou valorização, nos últimos quatro anos, de 640%, segundo a consultoria Interbrand. Todas as decisões relativas às marcas da organização serão tomadas após intensa pesquisa de mercado com clientes. 8 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

9 Unibanco London Branoh Europa (London) Unibanco Escritório de Representação Unibanco Securities (NY) Securities (NY) BBA (NY) (NY) Europa Luxembourg Unibanco Luxembourg Europa (Portugal) (Tokyo) Itaú Bank Ltd (Cayman) BBA (Shangai) BBA (Nassau) Unibanco Grand Cayman Branoh Unicorp Bank & Trust Ltd. (Cayman) Securities (Hong Kong) Unibanco (Brasil) (Brasil) BBA (Brasil) Unibanco (Paraguai) (Chile) (Uruguai) BBA (Uruguai) (Argentina) BBA (Argentina) (US$ milhões) 31 de dezembro de 2008 Ativos Patrimônio Líquido Agências no exterior Itaú Argentina Itaú Bank Itaú Europa Itaú Chile Itaú Uruguai Empresas Unibanco Demais empresas no exterior Consolidado no exterior * *Os dados do consolidado no exterior apresentam saldos líquidos das eliminações de consolidação. O Ambiente Competitivo O Itaú Unibanco foi criado com a visão de se tornar líder do sistema financeiro no Hemisfério Sul e um importante player do mercado internacional. O banco figurava, em dezembro de 2008, na 12.ª posição no ranking mundial em valor de mercado e na primeira posição na América Latina, de acordo com a Bloomberg. O Itaú Unibanco já atua em importantes mercados internacionais, com agências e bancos subsidiários na Europa, nos Estados Unidos, na Ásia e na América Latina e Caribe. Os clientes dos diversos segmentos de negócios de Itaú e Unibanco passam a ter acesso às agências, aos postos de atendimento bancário e aos caixas eletrônicos da nova rede, presentes em mais de municípios do Brasil. Região Norte Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs * Total no Brasil Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs Região Centro-Oeste Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs Região Nordeste Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs * 1.424* Região Sudeste Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs * 4.025* Região Sul Itaú UBB Total Agências + PABs ATMs Empresas de crédito ao consumidor * 389 Lojas próprias Pontos de venda 341 Quiosques e minilojas 657 Pontos de atendimento eletrônico * Veja no mapa a distribuição por região. Itaú e Unibanco Seguros 16,0 mil Corretores ativos 13 Filiais 40 Postos de atendimento de corretores 21 Postos de atendimento 30 Centros de atendimento rápido 9

10 Caminho da Integração Hora de unir forças Integrar para crescer. Com essa visão, Itaú e Unibanco formalizaram sua aliança em novembro de 2008, após 15 meses de negociações. A associação ampliou a possibilidade de ganhar escala e a capacidade de concessão de crédito e de contribuição para o crescimento da economia do país. O processo de união entre as instituições foi liderado, em um primeiro momento, pelo Comitê Superior de Integração, que teve o papel de estabelecer as diretrizes da integração e foi formado por Roberto Setubal, Pedro Moreira Salles e executivos do Itaú e do Unibanco. O comitê supervisionava as atividades de 19 frentes de trabalho, criadas em novembro para mapear processos e identificar as melhores práticas de cada instituição. Os resultados obtidos por esses grupos de trabalho subsidiarão a construção de um novo modelo de negócios para cada uma das diversas áreas de atuação do Itaú Unibanco. Os grupos que trabalham na integração das operações (veja quadro) fizeram a primeira apresentação de seu trabalho ao Comitê Superior de Integração em dezembro de 2008 e uma segunda em fevereiro de Cada frente expôs as principais características de suas áreas em cada banco, pontuou as diferenças e sugeriu indicadores que permitam uma comparação dos modelos de negócios. Frentes de trabalho do processo de integração Comitê Superior de Integração Atacado e Banco de Investimento Tesouraria Pequenas e Médias Empresas Agências Cartões Crédito ao Consumidor Asset Management Private Banking Seguros, Previdência e Capitalização Pessoas Riscos (Finanças) Controles e Jurídico Viabilização Societária Tecnologia/ Operações/TI Marketing Veículos Crédito Imobiliário Espaço Físico Auditoria 10 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Stakeholders Resumida para Colaboradores

11 Transparência e agilidade na comunicação No dia 3 de novembro de 2008, logo pela manhã, quando chegaram aos seus postos detrabalho, os profissionais das duas instituições se depararam uma mensagem, enviada pelos seus respectivos presidentes ao de cada um deles, anunciando que todos iriam fazer parte de uma companhia global, com a capacidade e a ambição para participar de forma competitiva do mercado mundial. Nesse mesmo dia, no período da tarde, foi realizada uma entrevista coletiva com a imprensa. Também houve a preocupação em manter os clientes da nova instituição bem informados, para que entendessem a associação entre Itaú e Unibanco. Os clientes receberam cartas sobre a criação do novo banco e serão comunicados sobre as etapas do processo de integração, por meio de mala-direta, , informes nas agências, sites do Itaú e do Unibanco e pelos próprios gerentes. Após a aprovação da associação pelo Banco Central e a divulgação dos resultados de 2008, o Itaú Unibanco divulgou um anúncio, nos principais veículos de comunicação brasileiros, prestando contas à sociedade das principais práticas econômicas, sociais e ambientais das duas instituições. A agilidade e a transparência na comunicação aos colaboradores também é uma marca da união das duas operações. Para garantir que os colaboradores estivessem constantemente informados a respeito dos principais acontecimentos do processo de associação, foi criado o Grupo Gestor da Comunicação Interna e um site interno exclusivo sobre a integração das duas organizações. Desde a associação, o clima de trabalho entre os colaboradores é monitorado, para manter a motivação em todas as etapas do processo de integração e captar as percepções dos colaboradores. SAIBA MAIS > Sobre o processo de integração do Itaú Unibanco na íntegra deste relatório, disponível no site relatoriodesustentabilidade 11

12 Visão de Sustentabilidade Agenda de longo prazo Para o Itaú Unibanco, sustentabilidade é a manutenção dos negócios no curto, médio e longo prazos, para uma entrega perene de valor às partes interessadas. O banco está construindo sua estrutura de governança de sustentabilidade com base nas experiências das instituições que lhe deram origem, que possuíam estratégias e visões de sustentabilidade similares, com ênfase na geração perene de valor, no compromisso com o desenvolvimento sustentável e no relacionamento transparente com os públicos envolvidos em suas operações ou afetados por elas. A convergência entre as duas referências possibilitou a criação, já no final de 2008, da Política de Sustentabilidade do Itaú Unibanco, que estabelece as diretrizes de atuação em todos os seus negócios e relacionamentos. A política também se propõe a ratificar o compromisso da instituição com o desenvolvimento sustentável e promover inovações, revisões e adequações nos negócios, com base nas melhores práticas de sustentabilidade. Para alcançar seus objetivos, a Política de Sustentabilidade estabelece diretrizes sobre temas estratégicos, no intuito de conscientizar e engajar os colaboradores. O documento prevê a inclusão de aspectos socioambientais na gestão da organização, no desenvolvimento de produtos e no relacionamento com clientes e fornecedores. Governança da sustentabilidade Comitê de Acompanhamento da Sustentabilidade Conselho de Administração Reuniões semestrais Comissão Executiva de Sustentabilidade Comitê Executivo Reuniões semestrais Comitê de Sustentabilidade Diretores-Gerentes e Diretores Reuniões trimestrais Comissão de Sustentabilidade Superintendentes e Gerentes Reuniões bimestrais (em implementação) Acompanhamento Diretrizes e políticas Estratégico Operacional 12 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

13 O Itaú é parceiro na construção da Praça Victor Civita, um espaço sustentável para a população de São Paulo A responsabilidade da liderança O Itaú Unibanco assume a responsabilidade do maior banco privado do Hemisfério Sul em liderar o setor financeiro mundial na promoção do desenvolvimento sustentável, por meio de seus serviços, processos, produtos e relacionamentos. O banco usa instrumentos de monitoramento e prestação de contas alinhados a compromissos internacionalmente reconhecidos, como o Pacto Global, os Princípios do Equador, as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) e as normas AA1000 e SA8000. As práticas de negócios observam os códigos de ética do setor financeiro e seguem, ainda, as tendências indicadas pelo Dow Jones Sustainability Index (DJSI) e pelo Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa de Valores de São Paulo (ISE-Bovespa), entre outras referências de mercado. Compromissos voluntários Princípios do Equador Pacto Global Princípios para o Investimento Responsável Carbon Disclosure Project (CDP) Greenhouse Gas Protocol (GHG Protocol) UNEP Finance Initiative Institute of Social and Ethical Accountability Fórum Latino-Americano sobre Finanças Sustentáveis (LASFF) Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo Todos pela Educação SAIBA MAIS > Sobre os compromissos voluntários e a implantação da SA8000 e da AA1000 na íntegra deste relatório, disponível no site relatoriodesustentabilidade 13

14 Governança Corporativa Conselho de Administração Tradição de transparência Presidente Pedro Moreira Salles Vice-presidentes A estrutura de governança corporativa do Itaú Unibanco segue a mesma diretriz observada na integração dos processos e dos negócios das instituições que lhe deram origem: a adoção das melhores práticas existentes no Itaú e no Unibanco. Alfredo Egydio Arruda Villela Filho Roberto Setubal (também diretor-presidente) Conselheiros Alcides Lopes Tápias A Política de Governança Corporativa tem como objetivo refletir as estruturas existentes na companhia para a proteção dos interesses dos acionistas e do mercado, balizadores da gestão da organização. A política está disponível para consulta no site de Relações com Investidores do Itaú Unibanco, na seção Governança Corporativa. Alfredo Setubal Candido Bracher Fernando Roberto Moreira Salles Francisco Eduardo de Almeida Pinto Guillermo Alejandro Cortina Gustavo Jorge Laboissiere Loyola Assembleia Geral de Acionistas Conselho de Administração Conselho Fiscal Henri Penchas Israel Vainboim Comitê de Nomeação e Remuneração Comitê de Auditoria Comitê de Divulgação e Negociação Comitê Consultivo Internacional Conselho Consultivo Comitê de Políticas Contábeis Comitê de Gestão de Riscos e de Capital Pedro Luiz Bodin de Moraes Ricardo Marino Auditoria Interna Corporativa Auditoria Externa Auditorias Internas Operacionais Diretoria Executiva 14 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

15 Comitê Executivo Itaú Unibanco Reorganização societária A associação entre Itaú e Unibanco envolve uma reorganização societária, que resulta da migração dos acionistas do Unibanco Holdings S.A. e do Unibanco União de Bancos Brasileiros S.A., mediante incorporações de ações, para a companhia aberta Itaú Unibanco, antigo Banco Itaú Holding Financeira S.A. A nova empresa tem controle compartilhado, em partes iguais, por meio da Iupar (Itaú Unibanco Participações S.A.), entre a Itaúsa (Investimentos Itaú S.A.) e os controladores da Unibanco Holdings. Diretor Roberto Setubal Alfredo Setubal Antonio Matias Antonio Carlos B. Oliveira Geraldo Carbone José Castro Araújo Rudge Marcio Schettini Marco Bonomi Marcos Lisboa Ricardo Marino Ruy Moraes de Abreu Sérgio Werlang Área Presidência Wealth Management e Serviços para o Mercado de Capitais Marketing Tecnologia, Jurídico e Compliance Agências Seguros Cartões e Financeiras Veículos e Crédito Imobiliário Risco Operacional, Eficiência e Projeto Integração Pessoas e Unidades Externas Empresas Riscos e Finanças Novo conglomerado Família E.S.A. 60,83% ON 32,45% Total Free Float 39,17% ON 82,33% PN Família Moreira Salles 50,00% ON 33,47% Total Unibanco 100,00% Total 50,00% ON 66,53% Total 51,00% ON 25,91% Total 100,00% Total Itaúsa IUPAR (Itaú Unibanco Participações) Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. Itaú 4,25% Total 36,03% ON 18,31% Total 2,47% ON 8,50% PN 5,43% Total 95,75% Total Bank of America Itaú BBA Free Float 10,50% ON 91,50% PN Comitê Executivo Itaú BBA Diretor Candido Bracher Alberto Fernandes Antonio Carlos B. Oliveira Daniel Gleizer Jean Marc Etlin Rodolfo Fischer Área Presidência Comercial e Produtos Informática, Jurídico, Controles e Operações Tesouraria Institucional Banco de Investimentos Tesouraria Institucional 15

16 Governança Corporativa Histórico das práticas de governança Itaú 1964 Instituição do primeiro Conselho de Administração 1986 Órgãos colegiados internos 1988 Comitê Consultivo Internacional 1995 Plano de Outorga de Opções de Ações 1996 Reunião pública com associados da Apimec e roadshows 1999 Inclusão no Dow Jones Sustainability Index (presente desde então) 2000 Código de Ética Corporativo Website de Relações com Investidores Conselho Fiscal 2001 Nível 1 de Governança Corporativa da Bovespa Conselheiros independentes 2002 Comitês de Divulgação e Negociação ADRs Nível II Tag Along 2003 Ações Itaú em Foco, informativo trimestral direcionado a acionistas e investidores 2004 Comitê de Auditoria Adesão aos Princípios do Equador Regras operacionais para a Tesouraria 2005 Comitê de Nomeação e Remuneração Comitê Executivo e Comissão de Responsabilidade Socioambiental Inclusão no Índice de Sustentabilidade Empresarial, da BM&FBovespa 2006 Certificação da seção 404 da Lei Sarbanes-Oxley 2007 Adesão ao Manual de Controle e Divulgação de Informações Relevantes da Abrasca 2008 Comissão Executiva de Sustentabilidade Elaboração e publicação da Política de Governança Corporativa Inclusão no Dow Jones Sustainability Index pela nona vez consecutiva e no Índice de Sustentabilidade Empresarial, da Bovespa, pela quarta vez consecutiva Unibanco 1965 Instituição do primeiro Conselho de Administração 1968 Ações negociadas na Bovespa 1987 Demonstrações financeiras de acordo com USGAAP Ações listadas na Bolsa de Valores de Nova York 1988 Plano de Outorga de Opções de Ações 1991 Código de Ética Corporativo 1997 ADRs Nível III 1999 Reunião pública com associados da Apimec 2000 Website de Relações com Investidores 2001 Nível 1 de Governança Corporativa da Bovespa Criação do Plano de Outorga de Opções de Ação 2002 Comitê e Política de Divulgação 2003 Instituição de conselheiros independentes 2005 Comitê e Política de Negociação 2007 Adesão ao Manual de Controle e Divulgação de Informações Relevantes da Abrasca Criação do Comitê de Sustentabilidade Certificação da seção 404 da Lei Sarbanes-Oxley 2008 A UAM (Unibanco Asset Management) adere aos PRI (Princípios para Investimento Responsável), conjunto de critérios sociais, ambientais e de governança corporativa na tomada de decisão de investimentos Itaú Unibanco 2008 Criação da Política de Sustentabilidade do Itaú Unibanco, com base na unificação das políticas das duas instituições Práticas de gestão e prestação de contas Ao longo de suas trajetórias, Itaú e Unibanco estabeleceram políticas corporativas, estruturas de gestão e procedimentos de transparência que visam garantir imparcialidade nas tomadas de decisões e rapidez na capacidade de reação às mudanças de cenário. A transparência na prestação de contas ao mercado apoia-se na adesão ao nível 1 de governança corporativa da BM&FBOVESPA e à lei norte-americana Sarbanes-Oxley, que exige a adoção de uma série de procedimentos de controles internos e gestão de riscos. A política de divulgação inclui a publicação de resultados trimestrais e de informativos, além da realização de conferências, roadshows e reuniões periódicas com analistas. Internamente, o Itaú Unibanco possui procedimentos para assegurar a conduta ética de seus colaboradores e parceiros, incluindo políticas de controles internos, de relação com investidores, de segurança da informação e de prevenção à lavagem de dinheiro, entre outras. Já a gestão de riscos é um instrumento fundamental para otimizar o uso do capital e selecionar as melhores oportunidades de negócios, a fim de obter para seus acionistas a melhor relação risco-retorno. O processo de gerenciamento de riscos do 16 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

17 Itaú Unibanco utiliza ferramentas de análise que permitem a realização de operações sofisticadas e rentáveis, de forma segura. As principais categorias de risco monitoradas pelo Itaú Unibanco são: risco de crédito, risco de mercado e liquidez, risco operacional, risco de subscrição e risco socioambiental. Gestão da ética A gestão da ética é estratégica para o Itaú Unibanco e prevê a aderência sistemática de seus colaboradores aos valores corporativos, fator que influencia diretamente a imagem da organização e a segurança de suas operações. Itaú e Unibanco investiram, nos últimos anos, para estabelecer políticas e códigos de conduta, disseminar suas recomendações em todas as esferas dos bancos e desenvolver mecanismos de monitoramento dessas práticas. Tanto no Itaú, quanto no Unibanco, todos os colaboradores recebem um exemplar do código, que também está publicado na intranet e na internet. Estruturas específicas encarregaram-se de monitorar a aplicação desse código. potenciais. Os direitos humanos também são resguardados por esse documento. Em 2008, foi formado um grupo de trabalho, composto por representantes de diversas áreas, para revisar o código. A versão revisada é mais objetiva e apresenta novas diretrizes. No Itaú, a Política Corporativa de Ética foi concebida de acordo com os valores e a visão corporativa, com compromissos externos, e com os requisitos das normas AA1000 e SA8000 e dos índices de sustentabilidade das bolsas de valores de Nova York e de São Paulo. Em 2008, o Itaú concluiu a segunda avaliação externa da Política Corporativa de Ética, que envolveu entrevistas com representantes do Conselho de Administração e da Diretoria Executiva, realização de grupos focais, cruzamento dos componentes do sistema de ética do Itaú com benchmarkings dos EUA e da Europa e alinhamento das políticas corporativas aos requisitos de ética de ratings e princípios nacionais e internacionais. Os resultados dessa avaliação deverão ser utilizados pelo Itaú Unibanco para revisar sua atuação nessa área. SAIBA MAIS > Sobre a governança corporativa do Itaú Unibanco na íntegra deste relatório, disponível no site relatoriodesustentabilidade No Unibanco, o Código de Ética e Conduta Profissional foi criado para orientar relacionamentos e atividades envolvendo colaboradores, clientes, investidores, fornecedores e competidores. Ele assegura que os interesses da instituição e de seus empregados estejam alinhados aos interesses dos consumidores existentes e Reconhecimentos do mercado Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) 2008/2009, da BM&FBOVESPA Itaú e Unibanco Dow Jones Sustainability Index, da Bolsa de Valores de Nova York Itaú, presente desde a criação do índice, em

18 Risco Socioambiental Princípios do Equador Unibanco e Itaú Holding são signatários dos Princípios do Equador desde O Unibanco, inclusive, foi a primeira instituição financeira de país emergente a aderir aos Princípios. Ao adotar essas diretrizes, as instituições comprometem-se em financiar projetos desenvolvidos de forma social e ambientalmente responsáveis, com base em critérios internacionalmente reconhecidos, os Padrões de Desempenho da IFC International Finance Corporation. Os Princípios do Equador também são aplicados quando o banco simplesmente atua na assessoria de estruturação de projetos. Isso imprime na análise e no monitoramento socioambiental de grandes empreendimentos (valor igual ou superior a US$ 10 milhões) benefícios para o próprio banco, seus clientes e toda a sociedade. Projetos avaliados sob os critérios dos Princípios do Equador Volume de participação Volume de participação Unibanco 18 R$ 957 milhões Itaú BBA 11 R$ 825 milhões Posição de liderança Em setembro de 2008, o Itaú, primeiro banco brasileiro a considerar a variável socioambiental na análise de projetos, foi nomeado para ocupar, por um ano, a principal posição de liderança dos Princípios do Equador no mundo, ocupando a cadeira de presidente do Comitê Diretivo (Chair). Essa é a primeira vez que uma instituição financeira de um país emergente assume a liderança desse grupo. 18 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

19 Política de Risco Socioambiental para o Crédito Assim como aplica princípios de sustentabilidade em seus produtos e serviços, o Itaú Unibanco também incorpora critérios socioambientais nos processos de análise para a concessão de crédito, como forma de mitigar os riscos da operação, de estimular seus clientes a adotarem práticas responsáveis e de contribuir para o desenvolvimento sustentável. Desde dezembro de 2007, o Itaú, seguindo sua Política de Risco Socioambiental, adota critérios socioambientais na análise de operações de crédito acima de R$ 5 milhões para os clientes pessoas jurídicas do conglomerado Brasil. Para os bancos Banco Itaú Chile S.A., Banco Itaú Uruguay S.A., Banco Itaú Buen Ayre S.A. e Banco Itaú Europa S.A., serão desenvolvidos, em 2009 e 2010, ferramentas próprias para análise considerando a especificidade de cada instituição. Análise de Risco Socioambiental exemplos de quesitos avaliados Utilização de mão de obra infantil de forma prejudicial e/ou exploratória Empresas incluídas no cadastro de empregadores que tenham mantido trabalhadores em condições análogas à de escravo (Portaria 540, de , do Ministério do Trabalho e Emprego). Diretrizes Setoriais Informações Públicas Questionário de autodeclaração socioambiental respondido pelas empresas Empresas avaliadas pelo Banco Itaú sob os critérios da Política de Risco Socioambiental do Banco Itaú Holding Financeira (em 2008) Está prevista para 2009 a multiplicação de treinamentos socioambientais para diversas áreas do banco relacionadas à concessão de crédito e atendimento clientes pessoa jurídica. Estimativa de número de pareceres Aprovados com condicionante 19 Desfavoráveis 10 Visitas a clientes 6 SAIBA MAIS > Sobre análise de risco socioambiental no Itaú Unibanco na íntegra deste relatório, disponível no site relatoriodesustentabilidade 19

20 Negócios Escala e diversificação A associação de dois dos maiores bancos privados do Brasil trará benefícios para os clientes do Itaú Unibanco, que manterá as melhores práticas, serviços e produtos das duas instituições que lhe deram origem. O novo banco será capaz de expandir a oferta de crédito, prestar ampla cooperação ao governo e às entidades bancárias coirmãs, valorizar o trabalho de seus colaboradores e assegurar a solidez do sistema financeiro. O esforço prioritário do Itaú Unibanco é consolidar a integração de seus diversos negócios, reforçando sua presença no mercado e mantendo a visão positiva da expansão dos negócios. Os objetivos são aumentar a atuação no Brasil, competir no mercado internacional, apoiar o crescimento das operações de crédito e gerar ganho de escala em todos os segmentos de clientes. Agências 30 mil caixas eletrônicos 4,6 mil agências e postos de atendimento bancário 1,1 mil municípios atendidos no Brasil O Itaú Unibanco começa 2009 bem preparado para enfrentar o cenário de desaquecimento previsto para o ano. O primeiro benefício direto da associação será a maior capilaridade de agências e caixas eletrônicos, a partir da integração da rede de Itaú e Unibanco. Crédito ao consumidor A Área de Crédito ao Consumidor do Itaú Unibanco visa ofertar crédito e serviços financeiros aos consumidores por meio de um amplo portfólio de produtos, que inclui cartões de crédito Itaucard e Unicard, crédito ao consumo, cartões private label, seguros e garantia estendida, entre outros. Cartões 17 milhões de clientes R$ 15,8 bilhões soma a carteira desse segmento Cartões de crédito socioambientais * Nome Tema Diferencial Cartão Aqualung Unicard Cartão Greenpeace Unicard Cartão Fundação Abrinq Unicard Cartão Lions Unicard Patrimônios ambientais Patrimônios ambientais Direito das Crianças e Adolescentes Cegueira e Catarata * A soma dos repasses dos cartões socioambientais totalizou mais de R$ 190 mil, em 2008 Clientes fazem uma doação mensal para o Instituto Ecológico Aqualung, que atua em prol da educação e da preservação ambiental. Permite que cada cliente faça uma doação mensal para as ações do Greenpeace, ONG que atua na preservação ambiental. Clientes fazem uma doação mensal para a Fundação Abrinq, que atua na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. Contribuição de 0,8% dos gastos dos clientes para programas de assistência a portadores de cegueira e catarata realizados pelo Lions Club. 20 Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Versão Resumida para Colaboradores

Destaques do Relatório Anual de Sustentabilidade 2008. Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A.

Destaques do Relatório Anual de Sustentabilidade 2008. Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. Destaques do Relatório Anual de Sustentabilidade 2008 Itaú Unibanco Banco Múltiplo S.A. > A íntegra deste relatório está disponível no site www.itauunibanco.com.br/relatoriodesustentabilidade 108 mil colaboradores

Leia mais

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS Governança Corporativa se faz com Estruturas O Itaú se orgulha de ser um banco essencialmente colegiado. A Diretoria atua de forma integrada e as decisões são tomadas em conjunto, buscando sempre o consenso

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Atuação da Organização 1. Qual(is) o(s) setor(es) de atuação da empresa? (Múltipla

Leia mais

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014 1 Ciclo Apimec 2014 Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014 Ciclo Ciclo Apimec 2014 2014 Itaú Itaú Unibanco Unibanco Holding Holding

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Introdução A consulta a seguir é um novo passo em direção às melhores práticas

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO. conclui migração e clientes passam a ter rede integrada de atendimento

ITAÚ UNIBANCO. conclui migração e clientes passam a ter rede integrada de atendimento ITAÚ UNIBANCO conclui migração e clientes passam a ter rede integrada de atendimento Antes mesmo de completar dois anos da maior fusão do sistema financeiro brasileiro, o Itaú Unibanco concluiu em outubro

Leia mais

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage.

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage. Preâmbulo Para a elaboração da Política de Sustentabilidade do Sicredi, foi utilizado o conceito de Sustentabilidade proposto pela abordagem triple bottom line (TBL), expressão que reúne simultaneamente

Leia mais

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade Versão para público externo Mensagem da alta administração Em 93 anos de história da Votorantim, temos mantido a consistência na geração de valor, pautando

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO Nº 14, de 04 de setembro de 2012.

PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO Nº 14, de 04 de setembro de 2012. CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRAPP ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD ANEFAC APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO Nº 14, de 04 de setembro

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica INTRODUÇÃO O Grupo Telefônica, consciente de seu importante papel na construção de sociedades mais justas e igualitárias, possui um Programa de

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Painel II: Estratégia de crescimento inorgânico e impactos na estrutura de capital

Painel II: Estratégia de crescimento inorgânico e impactos na estrutura de capital Painel II: Estratégia de crescimento inorgânico e impactos na estrutura de capital Paulo Sérgio Navarro Geral da Unidade Integração de Negócios Banco Votorantim UBV - Parceria estratégica Agenda Estrutura

Leia mais

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Goiânia 28 de outubro de 2014

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Goiânia 28 de outubro de 2014 1 Ciclo Apimec 2014 Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Goiânia 28 de outubro de 2014 Ciclo Ciclo Apimec 2014 2014 Itaú Itaú Unibanco Unibanco Holding Holding

Leia mais

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Edina Biava Abrasca; Marco Antonio Muzilli IBRACON;

Leia mais

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Questões Onde queremos chegar? Como vamos chegar? Onde estamos? Como estamos indo? 2 Mercado Segurador Brasileiro Expanção Geográfica: Oportunidade de Crescimento Queremos

Leia mais

Estratégia e inovação. Gestão de Risco. Meio Ambiente, saúde e segurança

Estratégia e inovação. Gestão de Risco. Meio Ambiente, saúde e segurança Favor indicar o departamento no qual opera: 16% 5% Relações externas, Comunicação N=19 79% Estratégia e inovação Gestão de Risco Outros Meio Ambiente, saúde e segurança Outros: Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

9) Política de Investimentos

9) Política de Investimentos 9) Política de Investimentos Política e Diretrizes de Investimentos 2010 Plano de Benefícios 1 Segmentos Macroalocação 2010 Renda Variável 60,2% 64,4% 28,7% 34,0% Imóveis 2,4% 3,0% Operações com Participantes

Leia mais

Comunicação Institucional Visão de Futuro

Comunicação Institucional Visão de Futuro Comunicação Institucional Visão de Futuro Organograma Presidente Comunicação Institucional Assistente Imagem Corporativa e Marcas Comitê Estratégico Imprensa Planejamento e Gestão Atendimento e Articulação

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

Estrutura de Governança Corporativa

Estrutura de Governança Corporativa Estrutura de Governança Corporativa Conselho de Administração Composto de nove membros, sendo dois independentes (sem vínculos com os acionistas signatários do acordo de acionistas, na forma da regulamentação

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3 VISÃO GERAL - 2T5 Histórico 99 Início das operações como banco múltiplo 2002 Agência em Nassau 2005 Corretora em Nova York 2009 Início da parceria estratégica com o Banco do Brasil 205 BV Promotora (Consignado

Leia mais

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ATA SUMÁRIA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Em 7 de fevereiro de

Leia mais

Empresas e as mudanças climáticas

Empresas e as mudanças climáticas Empresas e as mudanças climáticas O setor empresarial brasileiro, por meio de empresas inovadoras, vem se movimentando rumo à economia de baixo carbono, avaliando seus riscos e oportunidades e discutindo

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

Itaúsa comunica alterações no seu Conselho de Administração e de suas controladas

Itaúsa comunica alterações no seu Conselho de Administração e de suas controladas Itaúsa comunica alterações no seu Conselho de Administração e de suas controladas São Paulo, 05 de setembro de 2008 - Conforme seu planejamento sucessório, alinhado às melhores práticas de governança corporativa,

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Empresas se veem numa nova lógica de mercado...

Empresas se veem numa nova lógica de mercado... Empresas se veem numa nova lógica de mercado... 20/04/2010 Acidente com uma plataforma de petróleo que causou o vazamento de 2,2 milhões de barris no mar. - 53,79% ... mas também enxergam novas oportunidades.

Leia mais

Veículo: Valor Online Data: 29/04/09

Veículo: Valor Online Data: 29/04/09 Veículo: Valor Online Data: 29/04/09 Cresce procura por gestores de risco Em tempos de crise, os gestores de risco estão sendo garimpados pelas empresas como pedras raras. Segundo a consultoria Michael

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 2T10

Reunião Pública de Analistas 2T10 Reunião Pública de Analistas 2T10 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Maior seguradora do Brasil Posição Companhia `Principal Produto 1 Bradesco

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014 Compliance e a Valorização da Ética Brasília, outubro de 2014 Agenda 1 O Sistema de Gestão e Desenvolvimento da Ética Compliance, Sustentabilidade e Governança 2 Corporativa 2 Agenda 1 O Sistema de Gestão

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Publicado em: 27/02/2015 Válido até: 26/02/2020 Política de Responsabilidade Socioambiental 1. SUMÁRIO 2 2. OBJETIVO 2 3. ABRANGÊNCIA 2 4. IMPLEMENTAÇÃO 2 5. DETALHAMENTO 2 5.1. Definições 3 5.2. Envolvimento

Leia mais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental

Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental O momento certo para incorporar as mudanças A resolução 4.327 do Banco Central dispõe que as instituições

Leia mais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa Informações gerais Produzido por BSD Brasil. Pode ser reproduzido desde que citada a fonte. Introdução Lançada em novembro de 1999, em versão

Leia mais

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico A parceria prevê capitalização da empresa brasileira em até R$ 12 bi, reduzindo alavancagem e ampliando capacidade de investimento,

Leia mais

Política de Responsabilidade So cio Ambiental

Política de Responsabilidade So cio Ambiental Política de Responsabilidade So cio Ambiental Sumário 1. FINALIDADE:... 4 2. ABRANGÊNCIA:... 4 3. DIVULAGAÇÃO... 4 4. IMPLEMENTAÇÃO... 4 5. SUSTENTABILIDADE EM NOSSAS ATIVIDADES... 4 6. REVISÃO DA POLÍTICA...

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar!

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Venha fazer parte de uma empresa multiformato, composta por supermercados, hipermercados, lojas de produtos eletrônicos/eletrodoméstios, lojas

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo Conteúdo O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de forma socialmente

Leia mais

FATO RELEVANTE ITAÚSA BANCO ITAÚ HOLDING FINANCEIRA UNIBANCO HOLDINGS UNIBANCO. Associação entre Itaú e Unibanco SUMÁRIO EXECUTIVO

FATO RELEVANTE ITAÚSA BANCO ITAÚ HOLDING FINANCEIRA UNIBANCO HOLDINGS UNIBANCO. Associação entre Itaú e Unibanco SUMÁRIO EXECUTIVO FATO RELEVANTE ITAÚSA BANCO ITAÚ HOLDING FINANCEIRA UNIBANCO HOLDINGS UNIBANCO Associação entre Itaú e Unibanco SUMÁRIO EXECUTIVO Os controladores da Itaúsa e da Unibanco Holdings comunicam ao mercado

Leia mais

Pactos e Compromissos Estratégica e Prática

Pactos e Compromissos Estratégica e Prática Pactos e Compromissos Estratégica e Prática Clarissa Lins F U N D A Ç Ã O B R A S I L E I R A P A R A O D E S E N V O L V I M E N T O S U S T E N T Á V E L Contexto Principais Iniciativas Voluntárias Protocolo

Leia mais

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02 Pagina 1/6 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA / APLICAÇÃO...3 3. REFERÊNCIAS...3 4. DEFINIÇÕES...3 5. DIRETRIZES E RESPONSABILIDADES...4 5.1 POLITICAS...4 5.2 COMPROMISSOS...4 5.3 RESPONSABILIDADES...5

Leia mais

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores 59 Luiz Carlos Angelotti Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores Estratégia de Atuação 60 60 Balanço Patrimonial Tecnologia vs Eficiência operacional Basileia Desempenho Financeiro

Leia mais

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A.

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. www.itauunibancori.com.br www.portoseguro.com.br/ri As Companhias A Porto Seguro S.A. continuará listada no Novo Mercado da BM&Fbovespa (PSSA3);

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

Atribuições do Presidente do Conselho de Administração. ITAUTEC S.A. Ricardo Egydio Setubal

Atribuições do Presidente do Conselho de Administração. ITAUTEC S.A. Ricardo Egydio Setubal Atribuições do Presidente do Conselho de Administração ITAUTEC S.A. Ricardo Egydio Setubal 1 Estrutura Acionária Itaúsa 31.03.12 Família Egydio Souza Aranha 61,1% ON 17,9% PN 34,5% Total Itaúsa 38,7% ON

Leia mais

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA EVOLUÇÃO DO SEGMENTO DE PROMOÇÃO DE CRÉDITO: A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA Desenvolvendo Pessoas e Fortalecendo o Sistema Renato Martins Oliva Agenda O que é ABBC Missão e valores Bancos de pequena e média

Leia mais

Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros

Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros Itaú Seguros Princípios para Sustentabilidade em Seguros Relatório 2014-2015 Itaú Seguros Perfil Desde 1921, a seguradora do Itaú atua no setor de seguros atendendo a empresas e pessoas físicas, disponibilizando

Leia mais

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais.

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais. sustentabilidade Qualidade em serviços/aprendizagem e desenvolvimento O desenvolvimento profissional é essencial para mantermos a qualidade de nossos serviços, assegurarmos o crescimento da Organização

Leia mais

2013 Inventta Todos os direitos reservados.

2013 Inventta Todos os direitos reservados. Agenda Quem Somos Gerindo a Inovação nas Empresas Estímulos Governamentais à Inovação Resultados da pesquisa FDC/Inventta Conclusões O GRUPO A Inventta é uma consultoria especializada em gestão da inovação,

Leia mais

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007 Prever Empresarial Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho Agosto de 2007 Institucional A Unibanco AIG é o grande destaque no mercado brasileiro em planos corporativos de previdência complementar,

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br www.grupovalure.com.br Estes são alguns dos grandes desafios da atualidade no mundo profissional e o nosso objetivo é contribuir

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ. 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE. 35300010230. Política Corporativa de Prevenção e Combate a Atos Ilícitos

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ. 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE. 35300010230. Política Corporativa de Prevenção e Combate a Atos Ilícitos ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ. 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE. 35300010230 Política Corporativa de Prevenção e Combate a Atos Ilícitos Estabelece os conceitos e as diretrizes do Itaú Unibanco

Leia mais

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral,

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral, Fundação Itaú Social Por uma educação integral, integrada e integradora Visão Itaú Ser o banco líder em performance e perene reconhecidamente sólido e ético, destacando-se por equipes motivadas, comprometidas

Leia mais

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga Inovação em seguros edição 2012 CONTEÚDO 1 Introdução... 2 2 Objetivo... 3 3 Desenvolvimento do trabalho... 4 Parceria entre as duas áreas

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Norma Permanente 4.1. GOVERNANÇA E GESTÃO 4.2. PRINCÍPIOS 4.3. INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO E INCENTIVADO

Norma Permanente 4.1. GOVERNANÇA E GESTÃO 4.2. PRINCÍPIOS 4.3. INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO E INCENTIVADO Resumo: Reafirma o comportamento socialmente responsável da Duratex. Índice 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA 3. DEFINIÇÕES 3.1. PARTE INTERESSADA 3.2. ENGAJAMENTO DE PARTES INTERESSADAS 3.3. IMPACTO 3.4. TEMAS

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença RBC BRASIL DTVM LTDA Confiança que faz a diferença Sobre o RBC Brasil O RBC Brasil (RBC Brasil DTVM Ltda) é uma subsidiária integral do Royal Bank of Canada, cuja história de atuação em nosso país remonta

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros.

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros. Índice 1. Objetivo... 1 2. Escopo e Partes Afetadas... 1 3. Definições... 1 4. Princípios... 1 5. Objetivos, metas e programas... 2 6. Papéis e Responsabilidades... 5 7. Regulamentação Aplicável... 6 1.

Leia mais

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob;

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob; 1. Esta Política institucional de gestão de pessoas: Política institucional de gestão de pessoas a) é elaborada por proposta da área de Gestão de Pessoas da Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES

6.2.2 RISCO SOCIOAMBIENTAL NA CONCESSÃO DE CRÉDITO 6.3 RELACIONAMENTO COM FUNCIONÁRIOS E COLABORADORES Índice 1. INTRODUÇÃO 2. PARTES INTERESSADAS. NORMATIVOS. ESTRUTURA DE GOVERNANÇA. PRINCÍPIOS 6. DIRETRIZES 6.1 NORMATIZAÇÃO 6.2 GERENCIAMENTO DO RISCO SOCIOAMBIENTAL 6.2.1 RISCO SOCIOAMBIENTAL DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 1T11

Reunião Pública de Analistas 1T11 Reunião Pública de Analistas 1T11 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Líder nacional em seguro de residência Empregados Diretos Porto S/A Sucursais

Leia mais

Resultados do 3T08 PSSA3

Resultados do 3T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Porto Seguro Fundação Mudança de controle Líder Segmento Auto no Brasil Grupos Seguradores Funcionários diretos Sucursais e escritórios no Brasil Principais cidades 2 Estrutura Societária

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Destaques Operacionais. Desempenho Financeiro

Destaques Operacionais. Desempenho Financeiro Press Release Destaques Operacionais O Banrisul apresentou, nos nove meses de 2011, trajetória ascendente de crescimento no crédito. Os indicadores de inadimplência e de qualidade da carteira mantiveram-se

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa Curso Prático para Elaboração de Relatório de Sustentabilidade GRI 4.0 Taubaté- São Paulo 10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa 10 Passos para o seu Relatório de Sustentabilidade

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria MBA Controladoria Controladoria O MBA Controladoria une a tradição do Ibmec em pesquisas avançadas em Administração, Economia e Finanças com a Controladoria. Com este embasamento, propõe-se desenvolver

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo.

Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo. Com mais de 140 anos de tradição é uma das maiores organizações de serviços bancários e financeiros do mundo. Com uma ampla gama de negócios na; Europa, Ásia-Pacífico, Américas, Oriente Médio e África.

Leia mais