008. Prova Objetiva. Fisioterapeuta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "008. Prova Objetiva. Fisioterapeuta"

Transcrição

1 Concurso Público 008. Prova Objetiva Fisioterapeuta Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 60 questões objetivas. Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Leia cuidadosamente as questões e escolha a resposta que você considera correta. Responda a todas as questões. Marque, na folha intermediária de respostas, localizada no verso desta página, a letra correspondente à alternativa que você escolheu. Transcreva para a folha de respostas, com caneta de tinta azul ou preta, todas as respostas anotadas na folha intermediária de respostas. A duração da prova é de 3 horas e 30 minutos. Só será permitido sair da sala após transcorrida a metade do tempo de duração da prova. Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de respostas e este caderno, podendo destacar esta capa para futura conferência com o gabarito a ser divulgado. Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões

2 Folha Intermediária de Respostas

3 CONHECIMENTOS GERAIS Língua Portuguesa Leia o texto a seguir para responder às questões de números 01 a 05. Quem quer matar um motoboy? Muita gente pode não falar, mas gostaria de esganar um motoqueiro, acusado de ser o selvagem do trânsito. O motoboy é o personagem que se presta como símbolo de nossa selvageria urbana. Mas somos, em parte, responsáveis por sua irresponsabilidade, manchada com sangue nas ruas. Não vou aqui comentar o papel do poder público, que poderia ser mais duro nos limites de velocidade dos motoboys. Comento aqui a nossa responsabilidade. Uma das razões de os motoqueiros correrem tanto, colocando a vida em risco, é porque eles são submetidos a um contrato perverso de trabalho. Quanto mais rapidamente fazem as entregas, mais ganham. E quem contrata (nós) nem quer saber, quer apenas que tudo seja entregue rapidamente. (Gilberto Dimenstein, Folha de S.Paulo, Adaptado) 01. Segundo Dimenstein, os motoboys (A) são uma criação do poder público. (B) são quase sempre jovens. (C) são vítimas de um sistema. (D) fazem entregas ilegais. (E) conseguem ganhar um bom salário. 02. Quando o autor emprega duas vezes o advérbio aqui, no início do segundo parágrafo, faz referência (A) à cidade de São Paulo. (B) a qualquer cidade brasileira. (C) aos motoboys. (D) ao seu próprio texto. (E) ao poder público. 03. A alternativa que melhor reflete o sentido da palavra selvagem, empregada pelo autor na segunda linha do texto, é (A) cansaço. (B) violência. (C) descaso. 04. Assinale a alternativa que apresenta a mesma maneira figurativa de expressão encontrada no trecho: submetidos a um contrato perverso de trabalho. (A) Certas pessoas passam o sinal fechado milhões de vezes e não aprendem. (B) Naquela festa, ela buscava minha atenção a cada momento. (C) Machado de Assis é um monumento da literatura brasileira. (D) Desde que foi construída, a BR116 tem sido palco de acidentes. (E) Foi em uma manhã alegre do mês de maio que meus pais se casaram. 05. Na última frase do texto E quem contrata (nós) nem quer saber, quer apenas que tudo seja entregue rapidamente, o verbo saber está sem um complemento expresso. Assinale a alternativa que melhor preencheria essa lacuna. (A) da origem do que é entregue. (B) das leis de trânsito. (C) da volta para casa. (D) do estado das ruas. (E) do problema. Leia o texto a seguir para responder às questões de números 06 a 08. Comentário de um leitor ao texto anterior do jornalista Gilberto Dimenstein É verdade que os motoboys são cobrados pela rapidez e agilidade, mas acho que nem por isso se justificam as barbaridades que cometem no trânsito. Partindo-se dessa premissa, Gilberto, toda vez que eu achar que vou me atrasar para um compromisso importante e estiver no trânsito com meu carro, vou singelamente culpar a sociedade e começar a atropelar pedestres, furar sinais vermelhos, subir nas calçadas, ultrapassar os limites de velocidade faz tanto sentido quanto afirmar que somos nós culpados. 06. Esse leitor (Folha de S.Paulo, Adaptado) (A) concorda com o problema e a solução expostos por Dimenstein. (B) discorda da existência do problema exposto por ele. (C) acha que, na verdade, trata-se de um falso problema. (D) acha que o autor tem um ponto de vista inadequado sobre a questão. (E) entende que o poder público poderia minimizar a questão. (D) cooptação. (E) ingenuidade. 3 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

4 07. Em seu comentário, o leitor utiliza uma argumentação por (A) analogia. (B) definição. (C) redundância. (D) autoridade. (E) misericórdia. 08. Assinale a alternativa que contém uma sequência que pode preencher adequadamente, tanto do ponto de vista do sentido quanto do ponto de vista da sintaxe, as reticências da última frase do texto. (A) a sociedade (B) tudo isso (C) essas ações (D) o trânsito (E) os acontecimentos Leia os versos para responder às questões de números 09 e 10. Nada sabemos da alma Senão da nossa. As dos outros são olhares, São gestos, são palavras, Com a suposição de qualquer semelhança No fundo. (Fernando Pessoa, Obra Poética, p. 377) 09. Assinale a alternativa em que a palavra fundo apresenta sentido semelhante ao do último verso. (A) Ela respirou fundo. (B) Ela possuía olho fundo. (C) Há um fundo de tristeza na sua voz. (D) Essa construção é um saco sem fundo. (E) A peça vem apenas com o fundo. A pintura custará R$120, Se fosse empregada uma conjunção entre o segundo verso Senão da nossa e o terceiro As dos outros são olhares, a que melhor cumpriria esse papel, mantendo o sentido do texto, seria: (A) porque. (B) quando. (C) logo. (D) portanto. (E) nem. Matemática 11. Sabendo-se que 1 máquina empilha 1 lote de mercadorias em 2,3 horas, e que todas as máquinas são idênticas, então 5 máquinas empilham 5 lotes de mercadorias em (A) 60 minutos. (B) 130 minutos. (C) 138 minutos. (D) 300 minutos. (E) 690 minutos. 12. Um investidor aplicou R$ ,00 em um investimento que rende 7,5% ao ano, a uma taxa de juros simples. Dessa forma, o valor total que o investidor terá após 270 dias é (considerar 1 ano = 360 dias) (A) R$ 2.250,00. (B) R$ ,00. (C) R$ ,00. (D) R$ ,00. (E) R$ , Ao final do semestre letivo, o professor da disciplina obteve a seguinte planilha de notas e presenças: Nome Presenças Avaliação 1 Avaliação 2 Avaliação 3 Avaliação 4 Aluno Aluno Aluno Aluno Aluno Nesse período, essa disciplina teve um total de oito aulas. Para o cálculo da média final, o professor fez a média aritmética simples das notas das avaliações. Contudo, buscando maximizar o número de alunos aprovados, o professor procedeu a uma segunda maneira de calcular a média final: realizou a média aritmética simples das 3 maiores notas das avaliações. Admitindo-se que são considerados aprovados os alunos que possuírem, simultaneamente, média final maior ou igual a 6 e frequência maior ou igual a 75%, então a diferença entre o número de alunos aprovados por meio dos dois métodos de cálculo da média final é igual a (A) 0. (B) 1. (C) 2. (D) 3. (E) 4. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 4

5 Considere as figuras apresentadas a seguir para responder às questões de números 14 a 16. R a s c u n h o C G g F b a f e A c B D d E 14. Se BÂC é o maior ângulo do triângulo ABC, então (A) o maior lado é o lado a. (B) o maior lado é o lado b. (C) o maior lado é o lado c. (D) o lado a é a média aritmética ( b c). 2 (E) todos os lados são iguais. 15. Se o polígono DEFG possuir todos os lados iguais, então (A) as diagonais GE e DF serão sempre menores do que os lados. (B) somente a diagonal GE será sempre menor do que os lados. (C) somente a diagonal DF será sempre menor do que os lados. (D) as diagonais GE e DF serão sempre maiores do que os lados. (E) somente a diagonal DF será sempre maior do que os lados. 16. Supondo que todos os lados têm a mesma medida (a = b = c = d = e = f = g), então podemos dizer que (A) a área do triângulo corresponde a menos de 4 3 da área do quadrado. (B) a área do triângulo corresponde a 3 da área do quadrado. 4 (C) a área do triângulo corresponde a 4 da área do quadrado. 3 (D) a área do triângulo corresponde a mais de 4 da área do quadrado. 3 (E) as duas áreas são iguais. 5 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

6 17. O quadro apresentado a seguir mostra os dados obtidos do relatório de fim de ano de uma empresa de próteses. R a s c u n h o Produto Quantidade produzida Quantidade vendida Preço unitário de venda Receita de vendas Prótese unidades unidades R$ 250,00 R$ ,00 Prótese unidades unidades R$ 350,00 R$ ,00 Prótese unidades unidades R$ 500,00 R$ ,00 Prótese unidades unidades R$ 1.000,00 R$ ,00 A partir de tais dados, é possível afirmar que (A) deve-se vender duas próteses 1 e duas próteses 2 para se obter a mesma receita da venda de uma prótese 4. (B) a receita de vendas total da empresa, contemplando-se todas as próteses, é 4 vezes maior do que a receita de vendas da prótese 3. (C) se a empresa tivesse vendido toda sua produção de próteses 4, a receita com tais vendas ainda seria menor do que a receita de vendas de próteses 2. (D) a venda de meia centena de próteses 4 rende receita maior do que a venda de 15 dezenas da prótese 2. (E) se toda a produção de todas as próteses fosse vendida, o produto que geraria maior receita de vendas seria a prótese Uma pesquisa feita sobre a preferência das pessoas acerca dos tipos de pizza que costumam comer revelou o seguinte gráfico: Não comem pizza: 8% Comem somente pizza doce: 11% Comem somente pizza salgada: 53% Comem pizza salgada e doce: 28% Tendo em vista que cada pessoa contabilizou apenas um voto e que foram entrevistadas 830 pessoas, pode-se afirmar que (A) de 80 a 90 pessoas responderam que não comem pizza. (B) menos da metade das pessoas responderam que comem somente pizza salgada. (C) menos de 90 pessoas responderam que comem somente pizza doce. (D) ao menos 325 pessoas responderam que comem pizza doce. (E) de 435 a 445 pessoas responderam que comem apenas pizza salgada. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 6

7 19. Uma represa tem duas comportas; a primeira comporta sozinha é capaz de encher totalmente o reservatório em 3h 20min. Quando se abre somente a segunda comporta, o reservatório é enchido em 4h 10min. Dessa forma, abrindo-se as duas comportas simultaneamente, o reservatório se enche em R a s c u n h o (A) 1000/11 minutos. (B) 1000/10 minutos. (C) 1000/9 minutos. (D) 1000/8 minutos. (E) 1000/7 minutos. 20. Uma empresa de aluguel de ônibus cobra para fretar um ônibus para uma viagem de São Paulo até o Rio de Janeiro R$ 200,00, de cada passageiro, se o ônibus for lotado, e um adicional de R$ 10,00, de cada passageiro, por lugar vago. Sabendo-se que um ônibus tem 50 lugares, a expressão que melhor representa a receita R da empresa em função do número n de passageiros é (A) R(n) = n (B) R(n) = 200.n (C) R(n) = n.(50 n) (D) R(n) = 200.n + 10.(50 n) (E) R(n) = 200.n +10.n.(50 n) R a s c u n h o 7 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

8 Legislação 21. A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais, entre outros, pelos seguintes princípios: I. independência nacional; II. autodeterminação dos povos; III. intervenção para garantia dos direitos humanos; IV. igualdade entre os Estados; V. combate ao terrorismo e ao racismo; VI. cooperação entre os povos para o progresso da ciência; VII. concessão de asilo político. Estão corretos apenas os itens (A) I, II, III e IV. (B) I, II, IV e V. (C) I, II, IV e VI. (D) I, II, IV e VII. (E) II, III, VI e VII. 24. Segundo a Constituição Federal de 1988, o dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia de: I. progressiva universalização do ensino superior gratuito; II. oferta de ensino noturno regular, adequado às condições do educando; III. atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino; IV. acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da técnica, segundo a vocação de cada um; V. educação infantil, em creche e pré-escola, às crianças até 5 (cinco) anos de idade. Estão corretos apenas os itens (A) I, II e III. (B) I, II e IV. (C) I, III e V. (D) II, III e IV. (E) II, III e V. 22. Segundo a Constituição Federal de 1988, conceder-se-á habeas corpus sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação (A) em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder. (B) em sua liberdade de organização, por discriminação ou abuso de poder. (C) em sua liberdade de organização, por ilegalidade ou determinação judicial extemporânea. (D) em seu direito de expressão, por discriminação ou abuso de poder. (E) no exercício dos seus direitos políticos, por ilegalidade ou discriminação partidária. 23. A Constituição Federal de 1988 estabelece que a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios far-se-ão por lei, dentro do período determinado por lei complementar federal, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos Municípios envolvidos, após divulgação dos, apresentados e publicados na forma da lei. Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do texto. (A) federal Estudos de Impacto Orçamentário (B) estadual Estudos de Viabilidade Municipal (C) municipal Estudos de Viabilidade Socioeconômica (D) federal Estudos de Viabilidade Municipal (E) estadual Estudos de Impacto Orçamentário 25. Segundo o Regimento Geral da UNESP, são atribuições do Reitor, do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária (CEPE) e do Conselho Universitário (CO), respectivamente: (A) aprovar a constituição das unidades auxiliares previstas no Estatuto; transferir, conceder aposentadoria, afastamento e licença aos servidores da Universidade, na forma da Lei; baixar normas sobre a transferência de estudantes de um curso para outro da Universidade ou dos provenientes de outras instituições. (B) aprovar a constituição das unidades auxiliares previstas no Estatuto; baixar normas sobre a transferência de estudantes de um curso para outro da Universidade ou dos provenientes de outras instituições; transferir, conceder aposentadoria, afastamento e licença aos servidores da Universidade, na forma da Lei. (C) baixar normas sobre a transferência de estudantes de um curso para outro da Universidade ou dos provenientes de outras instituições; aprovar a constituição das unidades auxiliares previstas no Estatuto; transferir, conceder aposentadoria, afastamento e licença aos servidores da Universidade, na forma da Lei. (D) transferir, conceder aposentadoria, afastamento e licença aos servidores da Universidade, na forma da Lei; aprovar a constituição das unidades auxiliares previstas no Estatuto; baixar normas sobre a transferência de estudantes de um curso para outro da Universidade ou dos provenientes de outras instituições. (E) transferir, conceder aposentadoria, afastamento e licença aos servidores da Universidade, na forma da Lei; baixar normas sobre a transferência de estudantes de um curso para outro da Universidade ou dos provenientes de outras instituições; aprovar a constituição das unidades auxiliares previstas no Estatuto. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 8

9 Noções de Informática 26. Analise as afirmações sobre o Logon Seguro do Windows 7, em sua configuração padrão. I. Quando o logon seguro está habilitado, é necessário pressionar simultaneamente as teclas Ctrl, Alt e Del para efetuar o logon. II. Para habilitá-lo, deve-se acessar o ícone Contas de usuários, no Painel de Controle, e habilitar essa opção. III. Quando o logon seguro está habilitado, nenhum outro programa (como um vírus ou spyware) pode interceptar o nome de usuário e senha enquanto eles são digitados. Sobre as afirmações, está correto o contido em (A) I, apenas. (B) I e II, apenas. (C) I e III, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II e III. 27. No MS-Word 2010, considere os seguintes ícones, acessados mediante a guia Página Inicial, grupo Parágrafo. 28. Elaborou-se uma planilha no MS-Excel 2010, reproduzida a seguir cartão de crédito 1 cartão de crédito 2 carro IPVA casa IPTU A B C Dívida Valor Quitação R$ 1.750,00 não R$ 350,00 sim R$ 2.500,00 não R$ 500,00 sim R$ ,00 não R$ 250,00 sim total total pago total a pagar R$ ,00 R$ 1.100,00 R$ ,00 Analise as afirmações sobre a planilha. I. Uma possível fórmula para a célula B9 é: =SOMASE(C2:C7;"=sim";B2:B7). II. A formatação das células de B2 a B10 é Número, categoria Moeda, com duas casas decimais. III. A fórmula presente na célula B8 pode ter sido definida a partir do pressionamento do botão. Sobre as afirmações, está correto o contido em (A) I, apenas. (B) II, apenas. (C) I e III, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II e III. As funções associadas a esses dois ícones são, respectivamente, (A) Adicionar Espaço Antes de Parágrafo e Remover Espaço Depois de Parágrafo. (B) Alinhar Parágrafo à Esquerda/Acima e Alinhar Parágrafo à Esquerda/Abaixo. (C) Compactar Parágrafo e Descompactar Parágrafo. (D) Descompactar Documento e Compactar Documento. (E) Remover Linha em Branco e Adicionar Linha em Branco. 29. A preparação de um compreende a inserção de informações nos campos de destinatário da mensagem, além da inclusão da mensagem propriamente dita. Caso desejarmos que uma cópia da mensagem seja enviada para outro destinatário, sem que o destinatário original tome conhecimento de tal fato, o endereço destino para essa cópia deve ser digitado no campo: (A) Cc: (B) Bcc: (C) Seg: (D) Enc: (E) Para: 30. A navegação na Internet é realizada por meio do uso de um Navegador (Browser), digitando-se o endereço da página desejada na Barra de Endereços no formato URL (Uniform Resource Locator). Considere o seguinte endereço: Na estrutura, o termo concursos.html representa (A) o domínio. (B) o nome do Portal. (C) o nome do servidor de páginas. (D) um arquivo. (E) um link. 9 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

10 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 31. A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) vem auxiliar o fisioterapeuta no registro de dados funcionais, definição dos alvos de intervenção e documentação de desfechos, possibilitando a adoção de um novo modelo para orientar a prática clínica e reabilitação. Assinale a alternativa que corresponde ao ano em que a CIF passou a integrar a OMS. (A) (B) (C) (D) (E) Na avaliação do paciente idoso, os objetivos, entre outros, do fisioterapeuta perante uma equipe interdisciplinar estão descritos na alternativa: (A) utilizar escalas subjetivas para avaliação, que permitam análise qualitativa e quantitativa do quadro clínico, permitindo comparações da eficácia do tratamento. Obter parâmetros de admissão e alta no serviço de reabilitação. Emitir parecer para a equipe sobre capacidades funcionais e motoras atuais. (B) utilizar escalas subjetivas para avaliação, que permitam análise qualitativa e quantitativa do quadro clínico, permitindo comparações da eficácia do tratamento. A admissão e alta são feitas pela equipe interdisciplinar no serviço de reabilitação. Emitir parecer para a equipe sobre capacidades funcionais e motoras atuais. (C) utilizar escalas objetivas para avaliação, que permitam análise qualitativa e quantitativa do quadro clínico, permitindo comparações da eficácia do tratamento. A admissão e alta são feitas pela equipe interdisciplinar no serviço de reabilitação. Não emitir parecer para a equipe sobre capacidades funcionais e motoras atuais. (D) utilizar escalas objetivas para avaliação, que permitam análise qualitativa e quantitativa do quadro clínico, permitindo comparações da eficácia do tratamento. Obter parâmetros de admissão e alta no serviço de reabilitação. Emitir parecer para a equipe sobre capacidades funcionais e motoras atuais. (E) utilizar escalas objetivas para avaliação, que permitam análise qualitativa e quantitativa do quadro clínico, permitindo comparações da eficácia do tratamento. Obter parâmetros de admissão e alta no serviço de reabilitação. Não emitir parecer para a equipe sobre capacidades funcionais e motoras atuais. 33. No tratamento da criança com paralisia cerebral, os exercícios são indicados de diversas formas para determinadas regiões. Baseando-se na cinesioterapia para esses pacientes, assinale a alternativa correta. (A) Para o fortalecimento muscular em músculos espásticos, os exercícios deverão ser isotônicos rápidos, e, para os músculos normotônicos, os exercícios deverão ser isotônicos e lentos. (B) Para o fortalecimento muscular em músculos espásticos, os exercícios deverão ser isométricos, e, para os músculos normotônicos, os exercícios deverão ser isotônicos e lentos. (C) Para o fortalecimento muscular em músculos normotônicos, os exercícios deverão ser isométricos, e, para os músculos espásticos, os exercícios deverão ser isotônicos e lentos. (D) Para o fortalecimento muscular em músculos hipotônicos, os exercícios deverão ser isocinéticos, e, para os músculos normotônicos, os exercícios deverão ser isocinéticos e rápidos. (E) Para o fortalecimento muscular em músculos espásticos, os exercícios deverão ser isocinéticos, e, para os músculos normotônicos, os exercícios deverão ser isotônicos e rápidos. 34. Os sintomas de hipotonia, tremor e dismetria são característicos da (A) atetose. (B) ataxia cerebelar. (C) esclerose. (D) neuropatia diabética. (E) sífilis. 35. Ao avaliar um paciente com sequelas de AVC, o fisioterapeuta solicitou-lhe que permanecesse em pé, estendesse os braços ao nível dos ombros, afastasse os dedos com as mãos pronadas e mantivesse a posição. O teste foi considerado positivo, pois o paciente oscilou e abaixou lenta e progressivamente um dos braços. Esse teste é conhecido como (A) Manobra de Barré. (B) Manobra de Ramiste. (C) Manobra de Wantenaberg. (D) Manobra de Mingazzini. (E) Sinal de Tinel. 36. Na avaliação do paciente parkinsoniano, a Escala de Hoehn e Yahr (modificada) classifica a doença em estágios. Baseando- -se nessa escala, a manifestação da doença bilateral leve, com recuperação no teste do empurrão, corresponde ao estágio (A) 1. (B) 1,5. (C) 2. (D) 2,5. (E) 3. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 10

11 37. O tratamento dos portadores de síndrome de Down, por meio da hidroterapia, baseia-se (A) na maior densidade corporal devido a hipotonia, facilitando a flutuação e adequação do tônus por meio dos estímulos proprioceptivos e táteis da pressão hidrostática. (B) na menor densidade corporal devido a hipotonia, facilitando a flutuação e adequação do tônus por meio dos estímulos proprioceptivos e táteis da pressão hidrostática. (C) na maior densidade corporal devido a hipotonia, dificultando a flutuação e adequação do tônus por meio dos estímulos proprioceptivos e táteis da pressão hidrostática. (D) na maior densidade corporal devido a hipotonia, dificultando a marcha e adequação do tônus por meio dos estímulos proprioceptivos e táteis da pressão hidrostática. (E) na menor densidade corporal devido a hipotonia, facilitando a marcha e adequação do tônus por meio dos estímulos proprioceptivos e táteis da viscosidade. 38. O envolvimento e comprometimento dos nervos periféricos no paciente com hanseníase é de grande importância para o atendimento fisioterapêutico determinando condutas de prevenção, tratamento e prognóstico dos pacientes. Baseando-se nisso, assinale a alternativa correta com relação ao acometimento dos nervos periféricos. (A) Aumento da força muscular, hipertrofia e relaxamento dos pés, mãos e dedos, lacrimejamento dos olhos e lesões de mucosas. (B) Aumento da força muscular, atrofia e contratura dos pés, mãos e dedos, ressecamento dos olhos e lesões de mucosas. (C) Diminuição da força muscular, atrofia e contratura dos pés, mãos e dedos, ressecamento dos olhos e lesões de mucosas. (D) Diminuição da força muscular, hipertrofia e relaxamento dos pés, mãos e dedos, lacrimejamento dos olhos e lesões de mucosas. (E) Aumento da força muscular, hipertrofia e contratura dos pés, mãos e dedos, lacrimejamento dos olhos e hipotrofia das mucosas. 39. Paciente L.M.C., 50 anos, com quadro de perda de força generalizada de forma gradativa, inicialmente em membros inferiores e posteriormente em membros superiores, evoluindo para internação com quadro de fraqueza dos músculos respiratórios. Mediante a esse quadro, assinale a neuropatia que comporta essas características. (A) Guillain-Barré. (B) Amieloide. (C) Difitérica. (D) Sífilis. (E) Diabética. 40. As contraturas musculares afetam diretamente o prognóstico do paciente. Tratando-se de uma contratura em flexão de joelho, quais estruturas estão afetadas e como? (A) Encurtamento dos músculos quadríceps e ísquio-tibiais e na cápsula anterior do joelho. (B) Encurtamento dos músculos ísquio-tibiais e gastrocnêmios e na cápsula posterior do joelho. (C) Alongamento dos músculos ísquio-tibiais e encurtamento dos gastrocnêmios e na cápsula posterior do joelho. (D) Encurtamento dos músculos ísquio-tibiais e gastrocnêmios e na cápsula anterior do joelho. (E) Alongamento dos músculos quadríceps e gastrocnêmios e na cápsula posterior do joelho. 41. Baseando-se no tratamento da escoliose pelo método de reeducação tridimensional, assinale a alternativa correta. (A) Utilizado somente em escolioses de origem neuromuscular seja qual for sua localização, a angulação não deve exceder a 10 de ângulo de Coob e grau de Risser inferior a 1. (B) Utilizado somente em escolioses de origem neuromuscular e somente no seguimento torácico, a angulação não deve exceder a 20 de ângulo de Coob e grau de Risser inferior a 1. (C) Utilizado somente em escolioses idiopáticas seja qual for sua localização, a angulação não deve exceder a 10 de ângulo de Coob e grau de Risser inferior a 2. (D) Utilizado somente em escolioses idiopáticas seja qual for sua localização, a angulação não deve exceder a 20 de ângulo de Coob e grau de Risser inferior a 4. (E) Utilizado somente em escolioses idiopáticas seja qual for sua localização, a angulação não deve exceder a 20 de ângulo de Coob e grau de Risser inferior a VNSP1201/008-Fisioterapeuta

12 42. Assinale a alternativa correta em relação à doença de Raynaud e o fenômeno de Raynaud. (A) A doença de Raynaud é diagnosticada quando ocorre, isoladamente, maior frequência em homens entre 50 e 69 anos e é genética. O fenômeno de Raynaud pode ocorrer secundário a desordens como artrite e esclerodermia e outras ligadas às desordens do tecido humano. Para ambos, o uso da crioterapia é contraindicado. (B) A doença de Raynaud é diagnosticada quando ocorre, isoladamente, maior frequência em garotas entre 13 e 19 anos e é genética. O fenômeno de Raynaud pode ocorrer secundário a desordens como artrite e esclerodermia e outras ligadas às desordens do tecido humano. A crioterapia é indicada somente para forma hereditária. (C) A doença de Raynaud é diagnosticada quando ocorre, isoladamente, maior frequência em garotas entre 13 e 19 anos e é hereditária. O fenômeno de Raynaud pode ocorrer secundário a desordens como artrite e esclerodermia e outras ligadas às desordens do tecido humano. Para ambos, o uso da crioterapia é contraindicado. (D) A doença de Raynaud é diagnosticada quando ocorre, isoladamente, maior frequência em garotas entre 50 e 69 anos e é hereditária. O fenômeno de Raynaud pode ocorrer secundário a desordens como artrite e esclerodermia e outras ligadas às desordens do tecido humano. A crioterapia não é indicada para a forma adquirida. (E) A doença de Raynaud é diagnosticada quando ocorre, isoladamente, maior frequência em garotas entre 13 e 19 anos e é genética. O fenômeno de Raynaud pode ocorrer secundário a desordens como artrite e esclerodermia e outras ligadas às desordens do tecido esquelético. Para ambos, o uso da crioterapia é indicado. 43. O diagnóstico diferencial da Espondilite Anquilosante pode referir-se a Artrite Reumatoide (AR) por algumas manifestações semelhantes. Para um correto tratamento, faz-se necessário diferenciá-las. Assinale a alternativa correta com relação às características de cada afecção. (A) A AR é mais comum em grupos etários mais velhos e nas mulheres; na Espondilite Anquilosante o acometimento das articulações periféricas é raro. (B) A AR é mais comum em grupos etários mais novos e em ambos os sexos; na Espondilite Anquilosante o acometimento das articulações é raro. (C) A AR é mais comum em grupos etários mais novos e nas mulheres; na Espondilite Anquilosante o acometimento das articulações é comum. (D) A AR é mais comum em grupos etários mais novos e nos homens; na Espondilite Anquilosante o acometimento das articulações é comum. (E) A AR é mais comum em grupos etários mais velhos e em ambos os sexos; na Espondilite Anquilosante o acometimento das articulações é comum. 44. Dentre as cardiopatias congênitas, assinale a alternativa que apresenta as cardiopatias acianóticas obstrutivas. (A) Hipoplasia de Câmaras Esquerdas, Tetralogia de Fallot, Atresia Tricúspide e Atresia Pulmonar. (B) Coarctação Aórtica, Tetralogia de Fallot, Atresia Tricúspide e Atresia Pulmonar. (C) Coarctação Aórtica, Estenose Supravalvar Aórtica, Atresia Tricúspide e Atresia Pulmonar. (D) Coarctação Aórtica, Estenose Supravalvar Aórtica, Estenose Valvar Aórtica e Estenose subaórtica. (E) Coarctação Aórtica, Estenose Supravalvar Aórtica, Estenose Valvar Aórtica e Atresia Pulmonar. 45. Com relação à prótese tipo Pilão para as amputações dos MMII, assinale a alternativa correta. (A) É feita com policarbonato, serve para adequar o paciente à prótese definitiva e torna o coto mais grosso, móvel e indolor. (B) É feita com policarbonato, serve para molde da prótese definitiva e torna o coto mais fino, rígido e indolor. (C) É feita com material termo moldável e serve de molde para a prótese definitiva. (D) É feita com gesso, serve para adequar o paciente à prótese definitiva e torna o coto mais grosso, móvel e indolor. (E) É feita com gesso, serve para adequar o paciente à prótese definitiva e torna o coto mais fino, rígido e indolor. 46. Dentre as pneumoconioses e seus tipos, as não fibrogênicas são: (A) siderose, estanose e baritose. (B) siderose, baritose e silicose. (C) asbestose, estanose e baritose. (D) asbestose, siderose e berilose. (E) silicose, asbestose e berilose. 47. Caracterizada como uma doença com efeitos pulmonares agudos e crônicos, causados pela inalação de fibras vegetais tipo algodão, linho, cânhamo, juta e sisal; com manifestação pela sensação de aperto no tórax e dificuldade para respirar que, geralmente, ocorre logo nos primeiros turnos de trabalho e após o final de semana, volta de férias ou no retorno de afastamentos. E, ainda, com sintomas de início gradual após algumas horas de exposição a esses tipos de fibras, podendo revelar distúrbio ventilatório tipo obstrutivo reversível, que após anos de exposição poderá evoluir para obstrução fixa. Com esse descritivo de doença ocupacional, assinale a alternativa que corresponde a essa afecção. (A) Asbestose. (B) Bissinose. (C) Mesotelioma maligno. (D) Mesotelioma benigno. (E) Asma. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 12

13 48. O auxílio do membro inferior contralateral normal, para a realização da extensão do joelho do membro inferior, o qual tem um grau de força muscular II, na posição sentada, é um exemplo de exercício (A) passivo. (B) assistido. (C) autoassistido. (D) resistido. (E) isométrico. 49. Com relação às características dos exercícios isométricos e suas consequências circulatórias, assinale a alternativa correta. (A) Exercícios com 60% da força máxima diminuem 40% da circulação local. (B) Exercícios com 50% da força máxima podem ser realizados por vários minutos. (C) Exercícios com 20% da força máxima podem ser realizados somente por 1 minuto. (D) Exercícios com 50% da força máxima podem ser realizados somente por 1 minuto. (E) Exercícios com 20% da força máxima podem ser realizados durante o dia inteiro. 50. Dentro da mecanoterapia, assinale a alternativa que descreve a execução de um exercício isotônico excêntrico para o músculo semimembranoso. (A) Cadeira flexora executando força para frear o movimento de extensão contrarresistência. (B) Cadeira flexora executando força para frear o movimento de flexão contrarresistência. (C) Cadeira adutora executando força para acelerar o movimento de adução a favor da resistência. (D) Cadeira extensora executando força para acelerar o movimento de extensão contrarresistência. (E) Cadeira extensora executando força para frear o movimento de extensão contrarresistência. 51. A hidroterapia é um dos recursos utilizados para diminuição do peso corporal no treino de marcha. Baseando-se nessa propriedade, assinale a alternativa correta. (A) A redução do peso corporal é dada pela pressão hidrostática, e, quando a água está no nível da cicatriz umbilical, a redução é de, aproximadamente, 25%. (B) A redução do peso corporal é dada pela flutuação, e, quando a água está no nível da cicatriz umbilical, a redução é de, aproximadamente, 75%. (C) A redução do peso corporal é dada pela pressão hidrostática, e, quando a água está no nível do processo xifoide, a redução é de, aproximadamente, 50%. (D) A redução do peso corporal é dada pelo empuxo, e, quando a água está no nível do processo xifoide, a redução é de, aproximadamente, 50%. (E) A redução do peso corporal é dada pela flutuação, e, quando a água está no nível do processo xifoide, a redução é de, aproximadamente, 75%. 52. Ao utilizar-se a diatermia por ondas curtas, a sintonia correta do capacitor variável é alcançada quando (A) o medidor de energia do painel do aparelho indicar o fluxo mínimo de corrente mediante a frequência de ressonância no circuito do paciente. (B) o medidor de energia do painel do aparelho indicar o fluxo mínimo de corrente mediante a frequência de ressonância no circuito do equipamento. (C) o medidor de energia do painel do aparelho indicar o fluxo máximo de corrente mediante a frequência de ressonância no circuito do paciente. (D) o medidor de energia do painel do aparelho indicar o fluxo máximo de corrente mediante a frequência de ressonância no circuito do equipamento. (E) o medidor de energia do painel do aparelho indicar o fluxo médio de corrente mediante a frequência de ressonância no circuito do paciente. 53. Assinale a alternativa que justifica fisiologicamente o uso da crioterapia e do calor no tratamento da espasticidade. (A) O gelo aumenta a atividade do fuso muscular elevando seu limiar de disparo, fazendo com que a estimulação aferente diminua. O calor aumenta a rigidez articular, aumenta a extensibilidade do tecido colágeno e alivia o espasmo muscular. (B) O gelo aumenta a atividade do fuso muscular diminuindo seu limiar de disparo, fazendo com que a estimulação eferente diminua. O calor reduz a rigidez articular, aumenta a extensibilidade do tecido colágeno e aumenta o espasmo muscular. (C) O gelo aumenta a atividade do fuso muscular diminuindo seu limiar de disparo, fazendo com que a estimulação eferente diminua. O calor aumenta a rigidez articular, diminui a extensibilidade do tecido colágeno e aumenta o espasmo muscular. (D) O gelo reduz a atividade do fuso muscular elevando seu limiar de disparo, fazendo com que a estimulação eferente diminua. O calor reduz a rigidez articular, diminui a extensibilidade do tecido colágeno e aumenta o espasmo muscular. (E) O gelo reduz a atividade do fuso muscular elevando seu limiar de disparo, fazendo com que a estimulação aferente diminua. O calor reduz a rigidez articular, aumenta a extensibilidade do tecido colágeno e alivia o espasmo muscular. 54. Dentre os efeitos da massagem, a sedação é conseguida por quais mecanismos? (A) Efeito mecânico quando é realizada de modo aleatório, com variações agudas na pressão e na técnica. (B) Efeito mecânico quando é realizada de modo aleatório, sem variações agudas na pressão e na técnica. (C) Efeito reflexo quando é realizada de modo repetitivo, sem variações agudas na pressão e na técnica. (D) Efeito reflexo quando é realizada de modo repetitivo, com variações agudas na pressão e na técnica. (E) Efeito reflexo quando é realizada de modo aleatório, com variações agudas na pressão e sem variação da técnica. 13 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

14 55. Segundo a teoria das comportas para a analgesia por meio da eletroterapia, assinale a alternativa correta. (A) A estimulação das fibras A bloqueia os impulsos das fibras C nas comportas do corno anterior da medula. (B) A estimulação das fibras A bloqueia os impulsos das fibras C nas comportas do corno posterior da medula. (C) A estimulação das fibras C bloqueia os impulsos das fibras A nas comportas do corno posterior da medula. (D) A inibição das fibras A bloqueia os impulsos das fibras C nas comportas do corno anterior da medula. (E) A inibição das fibras C bloqueia os impulsos das fibras B nas comportas do corno posterior da medula. 56. Assinale a alternativa correta com relação ao ciclo uterino e suas alterações anatômicas e fisiológicas. (A) Durante a fase de secreção, o endométrio pode aumentar de tamanho de 4 a 6 vezes, há um aumento da secreção de estrógeno e progesterona, e o objetivo dessa fase é de receber e nutrir o óvulo fertilizado. (B) Durante a fase de proliferação, o endométrio pode aumentar de tamanho de 4 a 6 vezes, há um aumento da secreção de estrógeno e progesterona, e o objetivo dessa fase é de receber e nutrir o óvulo fertilizado. (C) Durante a fase de proliferação, o endométrio pode aumentar de tamanho de 2 a 3 vezes, há um aumento da secreção de estrógeno e progesterona, e o objetivo dessa fase é de receber e nutrir o óvulo fertilizado. (D) Durante a fase de secreção, o endométrio pode aumentar de tamanho de 2 a 3 vezes, há uma diminuição da secreção de estrógeno e progesterona, e o objetivo dessa fase é de expulsar o óvulo não fertilizado. (E) Durante a fase de menstruação, o endométrio está todo descamado, há uma diminuição da secreção de estrógeno e progesterona, e o objetivo dessa fase é de expulsar o óvulo fertilizado. 57. Assinale a alternativa correta sobre o uso da pressoterapia por compressão pneumática no tratamento do linfedema dos MMSS. (A) A compressão pneumática estática é a que demostra melhores resultados para o tratamento do linfedema. (B) A compressão pneumática dinâmica isolada não apresenta riscos ao paciente. (C) A compressão pneumática estática promove o fluxo da linfa em sentido distal. (D) A pressão pneumática dinâmica requer cuidados ao ser aplicada e necessita obrigatoriamente do esvaziamento prévio das vias linfáticas do tronco. (E) A compressão pneumática dinâmica não promove a melhora do fluxo da linfa. 58. Os riscos das neoplasias genitais associados a infecção por HPV têm predileção por quais regiões? (A) Colo uterino, ovário e vulva. (B) Colo uterino, endométrio e vulva. (C) Colo uterino, vagina e vulva. (D) Endométrio, vagina e vulva. (E) Endométrio, ovário e vagina. 59. Assinale a alternativa correta com relação ao climatério e suas alterações na mulher. (A) Aumento na produção de estrógeno, umidificação das mucosas, aumento do volume dos pequenos lábios, enrijecimento da musculatura do assoalho pélvico. (B) Aumento na produção de estrógeno, ressecamento das mucosas, aumento do volume dos pequenos lábios, enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico. (C) Diminuição ou ausência de produção de estrógeno, umidificação das mucosas, diminuição do volume dos pequenos lábios, enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico. (D) Diminuição ou ausência de produção de estrógeno, ressecamento das mucosas, aumento do volume dos pequenos lábios, enrijecimento da musculatura do assoalho pélvico. (E) Diminuição ou ausência de produção de estrógeno, ressecamento das mucosas, diminuição do volume dos pequenos lábios, enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico. 60. Com relação às algias pélvicas crônicas e o papel da fisioterapia no seu tratamento, assinale a alternativa correta. (A) A fisioterapia manual é efetiva para hipoatividade do assoalho pélvico, e até 70% das pacientes apresentam melhora da dor e dos sintomas urinários. (B) A fisioterapia manual é efetiva para hiperatividade do assoalho pélvico, e até 70% das pacientes apresentam melhora da dor e dos sintomas urinários. (C) A fisioterapia manual não é efetiva para hiperatividade do assoalho pélvico, e somente 10% das pacientes apresentam melhora da dor e dos sintomas urinários. (D) A fisioterapia com FES é efetiva para hipoatividade do assoalho pélvico, e até 50% das pacientes apresentam melhora da dor e dos sintomas urinários. (E) A fisioterapia com TENS é efetiva para hiperatividade do assoalho pélvico, e até 30% das pacientes apresentam melhora da dor e dos sintomas urinários. VNSP1201/008-Fisioterapeuta 14

15 15 VNSP1201/008-Fisioterapeuta

16

007. Prova Objetiva. Contador. Concurso Público. www.estrategiaconcursos.com.br

007. Prova Objetiva. Contador. Concurso Público. www.estrategiaconcursos.com.br Concurso Público 007. Prova Objetiva Contador Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 60 questões objetivas. Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno.

Leia mais

HISTÓRICO MÉTODO THERASUIT HISTÓRICO O MÉTODO THERASUIT PRINCIPAIS OBJETIVOS. Profa. Ms. Daniela Vincci Lopes Ruzzon

HISTÓRICO MÉTODO THERASUIT HISTÓRICO O MÉTODO THERASUIT PRINCIPAIS OBJETIVOS. Profa. Ms. Daniela Vincci Lopes Ruzzon HISTÓRICO MÉTODO THERASUIT Profa. Ms. Daniela Vincci Lopes Ruzzon Veste criada em Michigan/USA, por pesquisadores russos. Função: contrapor os efeitos negativos vividos pelos astronautas (atrofia muscular,

Leia mais

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP)

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP) Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP) INTRODUÇÃO O ligamento cruzado posterior (LCP) é um dos ligamentos menos lesados do joelho. A compreensão dessa lesão e o desenvolvimento de novos tratamentos

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R O QUE SÃO AS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS LER são doenças do trabalho provocadas pelo uso inadequado e excessivo do

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 42. No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO:

PROVA ESPECÍFICA Cargo 42. No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO: 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 42 QUESTÃO 26 No 3º mês de vida, a criança mantém a cabeça contra a gravidade na postura prono por várias razões, EXCETO: a) Alteração do posicionamento dos membros superiores.

Leia mais

LER/DORT. www.cpsol.com.br

LER/DORT. www.cpsol.com.br LER/DORT Prevenção através s da ergonomia DEFINIÇÃO LER: Lesões por Esforços Repetitivos; DORT: Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho; São doenças provocadas pelo uso inadequado e excessivo

Leia mais

Doença do Neurônio Motor

Doença do Neurônio Motor FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Doença do Neurônio Motor Acd. Mauro Rios w w w. s c n s. c o m. b r Relato de Caso Paciente M.V., sexo masculino, 62 anos,

Leia mais

Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE BARRA BONITA CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 PROVA TIPO 03 CADERNO DE PROVAS CARGO: FISIOTERAPEUTA

Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE BARRA BONITA CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 PROVA TIPO 03 CADERNO DE PROVAS CARGO: FISIOTERAPEUTA 1 Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE BARRA BONITA CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 PROVA TIPO 03 CADERNO DE PROVAS CARGO: FISIOTERAPEUTA Nome do candidato... Data./.../2014 2 Leia atentamente as INSTRUÇÕES:

Leia mais

Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia

Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia Universidade Católica de Pernambuco Centro de Ciências Biológicas e Saúde Curso de Fisioterapia Disciplina de Fisioterapia Aplicada à Neurologia Distúrbios do tônus Prof a. Ana Karolina Pontes de Lima

Leia mais

Ligamento Cruzado Posterior

Ligamento Cruzado Posterior Ligamento Cruzado Posterior Introdução O Ligamento Cruzado Posterior (LCP) é classificado como estabilizador estático do joelho e sua função principal é restringir o deslocamento posterior da tíbia em

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA FISIOTERAPIA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA FISIOTERAPIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA FISIOTERAPIA 1. Na atenção à saúde básica, enquanto fisioterapeuta que irá a atendimento domiciliar, elenque a seqüência

Leia mais

Dados Pessoais: História social e familiar. Body Chart. Questões especiais Exames Complementares Rx (23/08/2012) placa de fixação interna a nível da

Dados Pessoais: História social e familiar. Body Chart. Questões especiais Exames Complementares Rx (23/08/2012) placa de fixação interna a nível da Dados Pessoais: Nome: M. Idade: 29 Morada: Contacto: Médico: Fisioterapeuta: Profissão: Técnica de comunicação Diagnóstico Médico: Síndrome de Kienbock História Clínica: 2009-1 mês após uma mudança de

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO FISIATRA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO FISIATRA 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO FISIATRA QUESTÃO 21 São métodos de tratamento da Miatenia gravis, EXCETO: a) Timectomia. b) Plasmafarese. c) Tratamento com imunossupressores. d) Drogas anticolinérgicas.

Leia mais

Dados Pessoais: História social e familiar. Body Chart

Dados Pessoais: História social e familiar. Body Chart Dados Pessoais: História Clínica: Nome: P.R. Idade: 54 Morada: Contacto: Médico: Fisioterapeuta: Profissão: Fisioterapeuta Diagnóstico Médico: Fratura comitiva da rótula Utente de raça caucasiana, Fisioterapeuta,

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais

ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO

ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO Ana Coely Araujo Vieira¹; Fernanda Naiene Rodrigues Valadares²; Rebecca Pessoa de Almeida Lima³; Joventina

Leia mais

Projeto de Lei N.º, de 2012 (do Sr. Arnaldo Faria de Sá)

Projeto de Lei N.º, de 2012 (do Sr. Arnaldo Faria de Sá) Projeto de Lei N.º, de 2012 (do Sr. Arnaldo Faria de Sá) Altera o art. 186, da Lei 8.112/90 e o art. 151 da Lei 8.213/91 O Congresso Nacional decreta: Art. 1º - O 1º, do art. 186, da Lei 8.112/90, passa

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

Núcleo de Ensino em saúde www.sogab.com.br Escola de Massoterapia APOSTILA DE POMPAGEM. Pompagem

Núcleo de Ensino em saúde www.sogab.com.br Escola de Massoterapia APOSTILA DE POMPAGEM. Pompagem Pompagem Dentre as várias técnicas da terapia manual, a Pompagem é uma das mais simples de ser aplicada e traz benefícios aos pacientes quase de imediato. Foi desenvolvida por um osteopata Norte-Americano

Leia mais

EXERCÍCIOS RESISTIDOS. Parte III

EXERCÍCIOS RESISTIDOS. Parte III EXERCÍCIOS RESISTIDOS Parte III PREPARO E APLICAÇÃO DE EXERCÍCIOS RESISTIDOS Aquecimento com movimentos leves, repetitivos e alongamentos. Aplicar a resistência de forma distal, na região onde o músculo

Leia mais

EXERCÍCIOS RESISTIDOS. Parte I

EXERCÍCIOS RESISTIDOS. Parte I EXERCÍCIOS RESISTIDOS Parte I DESEMPENHO MUSCULAR Capacidade do músculo realizar trabalho. Elementos fundamentais: Força Potência muscular Resistência à fadiga FATORES QUE AFETAM O DESEMPENHO MUSCULAR

Leia mais

A importância da Atividade Física

A importância da Atividade Física A importância da Atividade Física Introdução Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica

Leia mais

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz Lombociatalgia www.fisiokinesiterapia.biz Conceitos Lombalgia; Lombociatalgia; Ciatalgia/Ci /Ciática; Característica região lombar Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana Vértebra lombar Fonte:

Leia mais

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA Maria Lucia Ziroldo 1 ; Mateus Dias Antunes 2 ; Daniela Saldanha Wittig 3 ; Sonia Maria Marques Gomes Bertolini 4 RESUMO: A dor lombar é uma das

Leia mais

Treino de Alongamento

Treino de Alongamento Treino de Alongamento Ft. Priscila Zanon Candido Avaliação Antes de iniciar qualquer tipo de exercício, considera-se importante que o indivíduo seja submetido a uma avaliação física e médica (Matsudo &

Leia mais

Abdução do quadril Posição inicial Ação Extensão do quadril em rotação neutra Posição inicial Ação

Abdução do quadril Posição inicial Ação Extensão do quadril em rotação neutra Posição inicial Ação 12) Abdução do quadril - músculos comprometidos da articulação do quadril: glúteo médio, glúteo mínimo, tensor da fascia lata e os seis rotadores externos; da articulação do joelho: quadríceps (contração

Leia mais

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA!

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! SUA MOCHILA NÃO PODE PESAR MAIS QUE 10% DO SEU PESO CORPORAL. A influência de carregar a mochila com o material escolar nas costas, associado

Leia mais

Cinesioterapia\UNIME Docente:Kalline Camboim

Cinesioterapia\UNIME Docente:Kalline Camboim Cinesioterapia\UNIME Docente:Kalline Camboim Cabeça do fêmur com o acetábulo Articulação sinovial, esferóide e triaxial. Semelhante a articulação do ombro, porém com menor ADM e mais estável. Cápsula articular

Leia mais

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES:

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES: ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 001/2014 CADERNO DE PROVA OBJETIVA - TIPO 05 CARGO: PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL- EDUCAÇÃO INFANTIL AO 9º-EDUCAÇÃO

Leia mais

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise.

Lembramos, no entanto, que a Deficiência Física, não está contemplada na sua totalidade, existindo outros CIDs não listados e que sofrerão análise. Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Em função de ocorrer dúvidas em relação ao encaminhamento do benefício do passe-livre intermunicipal,

Leia mais

Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde de Beja Curso de Licenciatura em Enfermagem 2º Ano / 2º Semestre U.C. Enfermagem Cirúrgica

Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde de Beja Curso de Licenciatura em Enfermagem 2º Ano / 2º Semestre U.C. Enfermagem Cirúrgica Instituto Politécnico de Beja Escola Superior de Saúde de Beja Curso de Licenciatura em Enfermagem 2º Ano / 2º Semestre U.C. Enfermagem Cirúrgica Intervenções de Enfermagem à pessoa submetida a amputação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO TRANSCREVA PARA A FOLHA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE

CONCURSO PÚBLICO TRANSCREVA PARA A FOLHA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE CONCURSO PÚBLICO 39. PROVA OBJETIVA ANALISTA NÍVEL III (ÁREA DE ATUAÇÃO: ADMINISTRATIVA) VOCÊ RECEBEU SUA FOLHA DE RESPOSTAS E ESTE CADERNO CONTENDO 30 QUESTÕES OBJETIVAS. CONFIRA SEU NOME E NÚMERO DE

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

Condutas fisioterapêuticas em câncer de mama: quais os prós e contras? Ms. FABIANA DA SILVEIRA BIANCHI PEREZ fabianasbp@hotmail.

Condutas fisioterapêuticas em câncer de mama: quais os prós e contras? Ms. FABIANA DA SILVEIRA BIANCHI PEREZ fabianasbp@hotmail. Condutas fisioterapêuticas em câncer de mama: quais os prós e contras? Ms. FABIANA DA SILVEIRA BIANCHI PEREZ fabianasbp@hotmail.com DOR NO CÂNCER EXPERIÊNCIA SENSITIVA EMOCIONAL DESAGRADÁVEL DANO TECIDUAL

Leia mais

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae.

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae. A Equipe Multiprofissional de Saúde Ocupacional da UDESC lembra: Dia 01 de dezembro é dia mundial de prevenção à Aids! Este material foi desenvolvido por alunos do Departamento de Enfermagem da Universidade

Leia mais

Material Ortopédico. O Centro. Especialidades. Formação. Consultas. Fisioterapia. Fisioterapia Pediátrica. Apresentação

Material Ortopédico. O Centro. Especialidades. Formação. Consultas. Fisioterapia. Fisioterapia Pediátrica. Apresentação O Centro Especialidades Formação Material Ortopédico Consultas Fisioterapia Apresentação A Equipa O Espaço Fisioterapia Pediátrica Osteopatia Terapia da Fala Terapia Ocupacional Objectivos Acordo Instema

Leia mais

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações Acupuntura Acupuntura e Traumatologia e Traumatologia É o estudo das patologias próprias do sistema esquelético, causadas principalmente por traumatismos utilizando a especialidade de acupuntura como recurso

Leia mais

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES:

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES: ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 001/2014 CADERNO DE PROVA OBJETIVA - TIPO 02 CARGO: PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS 1º AO 5º ANO,

Leia mais

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Processo de Trabalho em saúde: Integralidade e Cuidado do 6º ou 7º Biossegurança no trabalho, aspectos legais, suas classificações

Leia mais

PROVAS NEUROMUSCULARES 1 2009

PROVAS NEUROMUSCULARES 1 2009 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE UNIDADE DE TRAUMA ORTOPÉDICO Hospital Universitário Miguel Riet Corrêa - Rua Visconde de Paranaguá, 102 Rio Grande, RS CEP 96200/190 Telefone:

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA PARA CADEIRANTES CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA

CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA PARA CADEIRANTES CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL EM TÊNIS DE MESA Esporte: Administração: individual equipe ITTF Federação Internacional de Tênis de Mesa Cartão de Classificação: Cartão Funcional de Tênis de Mesa Sessão de Regras

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 - PREFEITURA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 27 de Setembro de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO Cargos: (AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO,

Leia mais

ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009)

ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009) 909 A carência de cuidados na prevenção de DORT na atuação do intérprete de LIBRAS Judith Vilas Boas Santiago (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) Juliano Salomon de Oliveira (Universidade

Leia mais

Quick Massage. Venha ser um membro filiado e compartilhar. seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com. Denis Fernando de Souza

Quick Massage. Venha ser um membro filiado e compartilhar. seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com. Denis Fernando de Souza Quick Massage Venha ser um membro filiado e compartilhar seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com Denis Fernando de Souza HISTÓRICO QUICK MASSAGE (MASSAGEM RÁPIDA) Algumas literaturas trazem

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 15 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 QUESTÃO 41 Para se imprimir no ambiente do Microsoft Windows, é necessário que a impressora esteja cadastrada no sistema. Na configuração padrão do sistema, o

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA

CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA CONTROLE DA MOTRICIDADE SOMÁTICA Medula, Tronco Encefálico & Córtex Motor Cerebelo e Núcleos da Base Profa Silvia Mitiko Nishida Depto de Fisiologia Padrões Básicos de Movimentos do Corpo Movimento de

Leia mais

É uma fratura comum que ocorre em pessoas de todas as idades. Anatomia. Clavícula

É uma fratura comum que ocorre em pessoas de todas as idades. Anatomia. Clavícula Fratura da Clavícula Dr. Marcello Castiglia Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo É uma fratura comum que ocorre em pessoas de todas as idades. Anatomia O osso da clavícula é localizado entre o

Leia mais

LESÕES OSTEOMUSCULARES

LESÕES OSTEOMUSCULARES LESÕES OSTEOMUSCULARES E aí galera do hand mades é com muito orgulho que eu estou escrevendo este texto a respeito de um assunto muito importante e que muitas vezes está fora do conhecimento de vocês Músicos.

Leia mais

FISIOTERAPEUTAS! Cura. Diagnóstico Funcional. Bem Estar. Tratamento. Reabilitação. Prevenção O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE

FISIOTERAPEUTAS! Cura. Diagnóstico Funcional. Bem Estar. Tratamento. Reabilitação. Prevenção O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE FISIOTERAPEUTAS! Tudo o que o gestor deve saber sobre fisioterapia e como implantá-la em seu município. Cura Diagnóstico Funcional Bem Estar Qualidade

Leia mais

MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO

MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO A nova aposta do Hospital SOERAD O novo serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital SOERAD já se encontra em funcionamento, dispondo de uma equipa multidisciplinar

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características...5 Configuração necessária para instalação...6 Conteúdo do CD de Instalação...7 Instruções para Instalação...8 Solicitação da Chave de Acesso...22 Funcionamento em Rede...26

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM REABILITAÇÃO AQUÁTICA

Leia mais

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1).

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1). HÉRNIA DE DISCO A hérnia de disco é uma das doenças que mais afligem o homem moderno. Falta de exercício, excesso de peso, má postura, todas podem causar ou agravar uma hérnia de disco. Mas afinal, o que

Leia mais

ESTIMULAÇÃO SENSÓRIO-MOTORA NO RECÉM-NASCIDO. Greice Correia Burlacchini Castelão

ESTIMULAÇÃO SENSÓRIO-MOTORA NO RECÉM-NASCIDO. Greice Correia Burlacchini Castelão ESTIMULAÇÃO SENSÓRIO-MOTORA NO RECÉM-NASCIDO Greice Correia Burlacchini Castelão INTERVENÇÃO PRECOCE Forma de potencializar a interação da criança com o ambiente através dos estímulos VISUAIS, AUDITIVOS

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING

CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING O Curso de Formação em Iso Stretching é ministrado pelo fundador da técnica, o osteopata e fisioterapeuta francês Bernard Redondo. O método Iso Stretching foi desenvolvido

Leia mais

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01 EDITORA FERREIRA MP/RJ NCE EXERCÍCIOS 01 GABARITO COMENTADO 01 Ao se arrastar um arquivo da pasta C:\DADOS para a pasta D:\TEXTOS utilizando se o botão esquerdo do mouse no Windows Explorer: (A) o arquivo

Leia mais

Este Caderno contém 34 questões de Conhecimentos Específicos: quatro discursivas e trinta de múltipla escolha, respectivamente.

Este Caderno contém 34 questões de Conhecimentos Específicos: quatro discursivas e trinta de múltipla escolha, respectivamente. Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA FISIOTERAPIA ORGANIZADOR

Residência Saúde 2013 PROVA OBJETIVA PROVA DISCURSIVA FISIOTERAPIA ORGANIZADOR Residência Saúde 2013 FISIOTERAPIA 1 FISIOTERAPIA Questão 1 Pacientes com fraqueza muscular decorrente das doenças neuromusculares podem evoluir com disfunção pulmonar e insuficiência respiratória. Em

Leia mais

CARTILHA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS PROFISSIONAIS DA VOZ E DA AUDIÇÃO

CARTILHA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS PROFISSIONAIS DA VOZ E DA AUDIÇÃO Superintendência de Saúde Segurança e Ambiente do Trabalho CARTILHA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS PROFISSIONAIS DA VOZ E DA AUDIÇÃO - Saúde Vocal - Ginástica Compensatória - Saúde Auditiva SINTTEL-Rio CARTILHA

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características... 5 Configuração necessária para instalação... 6 Conteúdo do CD de Instalação... 7 Instruções para Instalação... 8 Solicitação da Chave de Acesso... 22 Funcionamento

Leia mais

Paralisia facial periférica Resumo de diretriz NHG M93 (agosto 2010)

Paralisia facial periférica Resumo de diretriz NHG M93 (agosto 2010) Paralisia facial periférica Resumo de diretriz NHG M93 (agosto 2010) Klomp MA, Striekwold MP, Teunissen H, Verdaasdonk AL traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para

Leia mais

PROTETIZAÇÃO E TIPOS DE PRÓTESES

PROTETIZAÇÃO E TIPOS DE PRÓTESES PROTETIZAÇÃO E TIPOS DE PRÓTESES PROTETIZAÇÃO (A) OBJETIVOS GERAIS - Independência na marcha e nos cuidados pessoais - Adequação física e emocional quanto ao uso da prótese OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Cicatrização

Leia mais

Distrofias Musculares de Duchenne e de Becker

Distrofias Musculares de Duchenne e de Becker Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Distrofias Musculares de Duchenne e de Becker As distrofias musculares de Duchenne e de Becker as

Leia mais

DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos

DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos CAROLINE GONSALEZ FLAVIO PILOTO CIRILLO JULIANA THIEMI IMANO KAMILLA FERNANDES LINS SP 2009 DEFORMIDADES

Leia mais

3ª PARTE: Conhecimentos Específicos

3ª PARTE: Conhecimentos Específicos 3ª PARTE: Conhecimentos Específicos 11. Sobre as consequências do encurtamento muscular, assinale a alternativa INCORRETA. A) Sobrecarga de algumas estruturas levando a desgaste articular, tendinoso ou

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonio Carlos Secretaria Municipal de Educação. Processo Seletivo Público Edital n o 001/2010. Motorista Categoria D

Prefeitura Municipal de Antonio Carlos Secretaria Municipal de Educação. Processo Seletivo Público Edital n o 001/2010. Motorista Categoria D Caderno de Questões Prefeitura Municipal de Antonio Carlos Secretaria Municipal de Educação Processo Seletivo Público Edital n o 001/2010 10 de fevereiro de 2010, das 16 às 19 horas (3 horas de duração)

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL/SC

PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL/SC PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL/SC CADERNO DE PROVAS Data: 23/02/2014 CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001/2013 FISIOTERAPEUTA I N S T R U Ç Õ E S: LEIA COM ATENÇÃO 1. Este Caderno de Provas,

Leia mais

FISIOTERAPIA QUESTÕES DISCURSIVAS

FISIOTERAPIA QUESTÕES DISCURSIVAS ENADE-2007- PADRÃO DE RESPOSTA FISIOTERAPIA QUESTÕES DISCURSIVAS QUESTÃO 37 a) O início da resposta inflamatória é determinado por uma vasoconstrição originada de um reflexo nervoso que lentamente vai

Leia mais

Guia do Paciente Fusão Espinhal

Guia do Paciente Fusão Espinhal Guia do Paciente Fusão Soluções para Medicina Ltda. 01 Guia do Paciente - O objetivo da cirurgia de fusão espinhal é de proporcionar alívio da dor que você vem sentindo e tornar a sua coluna mais estável.

Leia mais

Alternativas da prótese total do quadril na artrose Dr. Ademir Schuroff Dr. Marco Pedroni Dr. Mark Deeke Dr. Josiano Valério

Alternativas da prótese total do quadril na artrose Dr. Ademir Schuroff Dr. Marco Pedroni Dr. Mark Deeke Dr. Josiano Valério Alternativas da prótese total do quadril na artrose Dr. Ademir Schuroff Dr. Marco Pedroni Dr. Mark Deeke Dr. Josiano Valério grupoquadrilhuc@hotmail.com Conceito É uma doença degenerativa crônica caracterizada

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014 CARGO Atendente de Educação Infantil (72) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 A 03 D 04 B 05 A 06 D 07 D

Leia mais

GUIA DO PACIENTE. Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica. O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas

GUIA DO PACIENTE. Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica. O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas GUIA DO PACIENTE Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas Sistema de Estabilização Dinâmica Dynesys O Sistema Dynesys

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS

MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS 1 MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS Prof. Dr. Valdir J. Barbanti Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo A musculação refere-se à forma de exercícios que envolvem

Leia mais

Fisiologia do Sistema Nervoso. 1. Sistema Nervoso Sensorial 2. Sistema Nervoso Motor 3. Sistema Nervoso Autônomo 4.

Fisiologia do Sistema Nervoso. 1. Sistema Nervoso Sensorial 2. Sistema Nervoso Motor 3. Sistema Nervoso Autônomo 4. Fisiologia do Sistema Nervoso 1. Sistema Nervoso Sensorial 2. Sistema Nervoso Motor 3. Sistema Nervoso Autônomo 4. Ritmos Biológicos Sistema Nervoso Motor a) Organização Hierárquica do Movimento Movimentos

Leia mais

Orientação às Famílias

Orientação às Famílias Ministério da Educação Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Cartilha Orientação às Famílias Brasília, 10 de agosto de 2012. 1 Presidência da República Ministério da

Leia mais

DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO

DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO PARA IDOSOS Introdução Uma velhice tranquila é o somatório de tudo quanto é beneficio do organismo, como por exemplo, exercícios

Leia mais

Nº CASOS NOVOS OBTIDOS TAXA INCID.*

Nº CASOS NOVOS OBTIDOS TAXA INCID.* HANSENÍASE O Ministério da Saúde tem o compromisso de eliminação da hanseníase como problema de saúde pública até 2015, ou seja, alcançar menos de 1 caso por 10.000 habitantes. Pode-se dizer que as desigualdades

Leia mais

MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR

MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR MEDIDAS DA FORÇA E RESISTÊNCIA MUSCULAR Revisando conceitos... Músculo-esquelética Força Resistência Flexibilidade Motora Agilidade Equilíbrio Potência Velocidade Revisando conceitos... Isométricas (estática)

Leia mais

Visão Cliente da Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Cliente da Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Cliente da Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante Semiologia Cardiovascular B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico Por Gustavo Amarante 1 Bulhas Acessórias (B3 e B4) A) Revisão do Ciclo Cardíaco e Posição das Bulhas Para entender as bulhas acessórias,

Leia mais

LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS

LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS LESÕES DOS ISQUIOTIBIAIS INTRODUÇÃO Um grande grupo muscular, que se situa na parte posterior da coxa é chamado de isquiotibiais (IQT), o grupo dos IQT é formado pelos músculos bíceps femoral, semitendíneo

Leia mais

GUIA PARA PACIENTES. Anotações

GUIA PARA PACIENTES. Anotações Anotações ENTENDENDO DO OS MIOMAS MAS UTERINOS GUIA PARA PACIENTES 1620641 - Produzido em maio/2010 AstraZeneca do Brasil Ltda. Rodovia Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 - Cotia/SP ACCESS net/sac 0800

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física ATIVIDADE FÍSICA ASILAR Departamento de Psicologia e Educação Física 1. INTRODUÇÃO Compreensivelmente, à medida que envelhecemos podemos observar várias mudanças, tanto com relação aos nossos órgãos e

Leia mais

ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS

ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS 1 Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba Curso de Administração DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO FINANCEIRA PROF. ELISSON DE ANDRADE TEXTO 4 ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS (PARTE 1) Estrutura do texto

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos:

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: 8 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15 QUESTÃO 16 Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: I. acessou a pasta Relatorios, selecionou

Leia mais

Indicações e Resultados do Tratamento Percutâneo de Obstruções à Via de Saída do VD

Indicações e Resultados do Tratamento Percutâneo de Obstruções à Via de Saída do VD Indicações e Resultados do Tratamento Percutâneo de Obstruções à Via de Saída do VD Carlo B Pilla e Cardiologia Intervencionista SBHCI 2012 Obstruções à VSVD Estenose subvalvar pulmonar* Estenose valvar

Leia mais

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013 GESTÃO DE PESSOAS CEFET-MG / DIVINÓPOLIS 3o bimestre / 2013 Prof. MSc. Antônio Guimarães Campos Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho Higiene do Trabalho Conjunto de normas e procedimentos que visa

Leia mais

Especialização em Clínica de Dor - NOVO

Especialização em Clínica de Dor - NOVO Especialização em Clínica de Dor - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Especialização em Clínica de Dor deverá enriquecer os currículos daqueles

Leia mais

Perfil dos formadores: O corpo docente é composto por uma equipa de formadores pluridisciplinar, certificados profissionalmente e pedagogicamente.

Perfil dos formadores: O corpo docente é composto por uma equipa de formadores pluridisciplinar, certificados profissionalmente e pedagogicamente. Apresentação da empresa A Central Clinica foi criada em 2008 por duas sócias, sendo uma delas especializada em implantologia oral e diretora clinica, com a experiência que a Diretora obteve na Holanda,

Leia mais

(O computador não educa, ensina - Revista Veja, maio, 2007, Texto adaptado.)

(O computador não educa, ensina - Revista Veja, maio, 2007, Texto adaptado.) 2 CONHECIMENTOS BÁSICOS NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 10, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. LÍNGUA PORTUGUESA LEIA O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS

Leia mais

O POVO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ, por seus representantes na Câmara Municipal, aprovou e o Prefeito Municipal, em seu nome, sanciona a seguinte Lei:

O POVO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ, por seus representantes na Câmara Municipal, aprovou e o Prefeito Municipal, em seu nome, sanciona a seguinte Lei: LEI Nº 2599 DE 10 DE JUNHO DE 2015. DISPÕE SOBRE OS CRITÉRIOS PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL, POR PRAZO DETERMINADO, PARA ATENDER A NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, PARA O QUADRO

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO DADOS DA DISCIPLINA CÓDIGO NOME CH TOTAL PERÍODO HORÁRIO 0395 Recursos Terapeuticos Manuais PROFESSOR (ES) Profa. Esp. Maria da Consolação Rios da Silva 60 h T-40 h/p-20 h 4º MATUTINO EMENTA:

Leia mais

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece?

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece? Glaucoma O que é glaucoma? Glaucoma é uma doença crônica do olho (que dura toda a vida), que ocorre quando há elevação da pressão intra-ocular (PIO), que provoca lesões no nervo ótico e, como conseqüência,

Leia mais