PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. R E F. E D I T A L N º 0 3 / C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. R E F. E D I T A L N º 0 3 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 0 / C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 0 (quarenta) questões numeradas sequencialmente que compõem a prova objetiva. Você receberá, também, a Folha de Respostas personalizada para transcrever as respostas da prova objetiva. ATENÇÃO 1- É proibido folhear o Caderno de Questões antes da autorização do fiscal. 2- Após autorização, verifique se o Caderno de Questões está completo, sem falhas de impressão e se a numeração está correta. Confira também se sua prova corresponde ao cargo para o qual você se inscreveu. Caso haja qualquer irregularidade, comunique o fato ao fiscal imediatamente. - Confira seu nome completo, o número de seu documento e o número de sua inscrição na Folha de Respostas. Caso encontre alguma irregularidade, comunique o fato ao fiscal para as devidas providências. - Você deverá transcrever as respostas das questões objetivas para a Folha de Respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da Folha de Respostas é de inteira responsabilidade do candidato. - Leia atentamente cada questão da prova e assinale, na Folha de Respostas, a opção que a responda corretamente. - A Folha de Respostas não poderá ser dobrada, amassada, rasurada ou conter qualquer marcação fora dos campos destinados às respostas. 7- Na correção da Folha de Respostas, será atribuída nota 0 (zero) às questões não assinaladas, que contiverem mais de uma alternativa assinalada, emenda ou rasura, ainda que legível. 8- Você dispõe de h (três horas) para fazer a prova, incluindo a marcação da Folha de Respostas. Faça-a com tranquilidade, mas controle seu tempo. 9- Você somente poderá deixar definitivamente a sala de prova após 0 (sessenta) minutos de seu início. Caso queira levar o caderno de questões, só poderá sair da sala após o término da prova, devendo, obrigatoriamente, devolver ao fiscal a Folha de Respostas devidamente assinada. As provas estarão disponibilizadas no site da AOCP (www.aocp.com.br) a partir da divulgação do Gabarito Preliminar. 10- Os 0 (três) últimos candidatos da sala só poderão sair juntos, após a conferência de todos os documentos da sala e assinatura da ata. 11- Durante a prova, não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou anotações, calculadoras, relógios digitais, agendas eletrônicas, pagers, telefones celulares, BIP, Walkman, gravador ou qualquer outro equipamento eletrônico. A utilização desses objetos causará eliminação imediata do candidato. 12- Os objetos de uso pessoal, incluindo telefones celulares, deverão ser desligados e mantidos dessa forma até o término da prova e entrega da Folha de Respostas ao fiscal. 1- Qualquer tentativa de fraude, se descoberta, implicará em imediata denúncia à autoridade competente, que tomará as medidas cabíveis, inclusive com prisão em flagrante dos envolvidos. ED08

2 FOLHA PARA ANOTAÇÃO DAS RESPOSTAS DO CANDIDATO QUESTÃO RESP QUESTÃO RESP

3 C O N H E C I M E N T O S E S P E C Í F I C O S 01. A autoclave é considerada hoje o meio mais seguro para esterilização de artigos odonto-médicohospitalares, devendo ser realizados testes microbiológicos para verificar a efetividade do processo. Segundo a ANVISA, em seu Manual de Serviços Odontológicos (200), a frequência com que estes testes devem ser realizados é a) diária. b) semanal. c) quinzenal. d) mensal. e) semestral. 02. Em relação aos protetores faciais é correto afirmar que a) podem substituir os óculos de proteção. b) podem substituir a máscara cirúrgica. c) podem substituir a máscara cirúrgica e os óculos de proteção. d) não oferecem proteção alguma contra os aerossóis produzidos durante o atendimento clínico. e) devem ser utilizados em conjunto com os óculos de proteção e as máscaras quando for realizado atendimento a pacientes considerados de risco. 0. Não há vacina disponível atualmente contra a) o tétano. b) a hepatite B. c) a hepatite C. d) a inluenza. e) a difteria. 0. Segundo o Conselho Federal de Odontologia em seu Código de Ética Odontológica (200), não é considerada uma infração ética a) criticar erro técnico-científico de colega ausente, salvo por meio da representação ao CRO. b) revelar, sem justa causa, fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão do exercício de sua profissão. c) revelar erros técnicos ou infrações éticas. d) ser conivente com o exercício irregular ou ilegal da Odontologia. e) desrespeitar ou permitir que seja desrespeitado o paciente. 0. Para qual destes pacientes mudanças triviais em sua rotina podem ser causa de sofrimento acentuado? a) Esquizofrênicos. b) Epilépticos. c) Pacientes com síndrome de Down. d) Autistas. e) Deficientes neuromotores atáxicos. 0. De acordo com o Ministério da Saúde, em seus Cadernos de Atenção Básica (200), qual deve ser o principal critério para o atendimento dos pacientes? a) A ordem de chegada. b) O agendamento prévio. c) O sofrimento do paciente, ou seja, casos de urgência de acordo com sua gravidade. d) A idade - pacientes mais velhos têm prioridade. e) Situações especiais, ou seja, gestantes ou pacientes com necessidades especiais têm prioridade. 07. A educação em saúde deve ser parte das atribuições comuns a todos os membros da equipe de saúde bucal, mas os profissionais auxiliares podem ser as pessoas ideais para conduzir o trabalho nos grupos. Em geral, o conteúdo para as ações educativas coletivas deve abordar, entre outros as principais doenças bucais, como se manifestam e como se previnem. Os três principais agravos em saúde bucal são: a) câncer de boca, fluorose e cárie dental. b) cárie dental, doença periodontal e fluorose. c) doença periodontal, edentulismo e má oclusão. d) traumatismos dentários, cárie dentária e doença periodontal. e) cárie dental, doença periodontal e câncer de boca. 08. Sobre a aplicação tópica de flúor profissional, assinale a alternativa INCORRETA. a) Pode ser realizada pelo auxiliar de saúde bucal. b) Para crianças abaixo de 12 anos, recomenda-se a aplicação tópica de flúor de forma universal. c) Recomenda-se a aplicação tópica de flúor de forma universal quando a água de abastecimento não tiver suplementação de flúor. d) Recomenda-se a aplicação tópica de flúor de forma universal quando a exposição a flúor na água for inferior a cinco anos. e) Nem sempre recomenda-se a aplicação tópica de flúor em crianças. 09. A criação do SUS, por meio de alguns princípios possibilitou o início de uma reorganização das ações de saúde bucal, favorecendo a inclusão dos adultos e das outras faixas etárias. O princípio da discriminação positiva, no sentido da busca da justiça, quando do exercício do papel redistributivo é denominado princípio da a) universalização do acesso. b) integralidade. c) equidade. d) longitudinalidade. e) abrangência. 10. Para o condicionamento da cavidade quando se utiliza o ionômero de vidro utiliza-se a) ácido poliacrílico a 12,%. b) ácido fosfórico a 7%. c) ácido fosfórico a 1%. d) flúor fosfato acidulado a 2%. e) gel de clorexidina a 2%. 11. Ao manipular o cimento de ionômero de vidro, se este estiver sem brilho pode-se esperar que a) sua resistência seja aumentada graças à grande incorporação de pó ao líquido. b) enha sua propriedade de liberação de fluoretos aumentada. c) tenha sua propriedade de liberação de fluoretos diminuída. d) sua adesividade seja aumentada, graças à diminuição de umidade que interfere na adesão. e) perca sua capacidade de adesão à estrutura dentária. 12. Em relação à utilização de cariostáticos à base de diamino fluoreto de prata, assinale a alternativa correta. a) Seu grande inconveniente é o prejuízo estético, causando alterações de cor em dentes hígidos e com lesões de cárie. b) Um grande inconveniente para seu uso é a técnica complexa. c) Recomenda-se que seja feito sob isolamento absoluto. d) As mucosas e pele devem ser protegidas com vaselina. e) Não é necessária a limpeza prévia dos dentes.

4 1. Informe (V) para verdadeiro e (F) para falso e depois assinale a alternativa que contém a sequência correta. ( ) O volume máximo que pode-se utilizar da autoclave é cerca de 2/ de sua capacidade total. ( ) A localização do pacote contendo o indicador microbiológico deve ser nos locais onde é mais difícil a chegada do vapor, entre eles está a região próxima ao dreno. ( ) Detergentes enzimáticos eliminam a carga microbiana dos artigos. ( ) Uma das formas de diminuir riscos ocupacionais em Odontologia é a higienização prévia da boca dos pacientes. a) V V F V. b) F V V V. c) F F V F. d) V F F F. e) V V V V. 1. Em relação ao plano de Gerenciamento de Resíduos em Serviços Odontológicos, qual destes resíduos não deve ser acondicionado em saco branco leitoso? a) Luvas provenientes da assistência à saúde. b) Gaze contendo sangue. c) Máscara. d) Dentes extraídos. e) Anestésicos. 1. Em relação ao Tratamento Restaurador Atraumático, é INCORRETO afirmar que a) pode ser entendido como uma abordagem coletiva para redução da infecção bucal até posterior vinculação ao agendamento programado na Unidade de Saúde. b) deve ser realizado sob anestesia local quando os dentes tratados forem dentes decíduos vitais. c) os cimentos ionoméricos são indicados para o selamento das cavidades. d) devem ser removidos os tecidos amolecidos e desorganizados com o auxílio de instrumentos manuais. e) é uma técnica utilizada em atendimento extra-clínico. 19. Assinale a alternativa que NÃO faz parte do perfil de competências do auxiliar de saúde bucal. a) Identificar os principais problemas de saúde da comunidade e seus meios de intervenção. b) Realizar procedimentos de paralisação de lesões cariosas, segundo seu nível de atuação. c) Contribuir na elaboração do plano de ação em saúde bucal. d) Realizar controle de infecção em odontologia. e) Utilizar recursos de comunicação para educação em saúde bucal. 20. Em relação à cárie dentária, informe (V) para verdadeiro e (F) para falso e, em seguida, assinale a alternativa que contém a sequência correta. ( ) Pessoas que utilizam prótese total superior e inferior não transmitem as bactérias cariogênicas. ( ) Entre as manobras para diminuir o número de bactérias na boca e, consequentemente a sua transmissão, está a utilização de restaurações atraumáticas temporárias (ART). ( ) Não existem períodos de maior susceptibilidade na aquisição e instalação de bactérias cariogênicas ao longo da vida. a) V V V. b) F F V. c) V F V. d) F V F. e) V V F. 1. NÃO está entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de problemas periodontais. a) Diabetes. b) Fumo. c) Imunossupressão. d) Hipertensão. e) Estresse. 17. A clorexidina é considerada o agente antiplaca de maior eficácia comprovada, porém apresenta alguns inconvenientes. Assinale a alternativa que apresenta um efeito colateral que NÃO se espera com o uso da clorexidina por via oral. a) Toxicidade sistêmica. b) Distúrbios de paladar. c) Erosão da mucosa. d) Inchaço unilateral e bilateral da parótida. e) Descoloração amarronzada dos dentes. 18. NÃO é considerado um EPI de uso obrigatório em Odontologia. a) Touca. b) Luvas. c) Avental de mangas longas. d) Óculos de proteção. e) Pro-pés.

5 P O R T U G U Ê S Lula sanciona lei que regulamenta profissão de motoboy e mototaxista Para ministro, governo não pode fechar os olhos para a atividade. Profissionais terão que passar por curso específico. Jeferson Ribeiro Do G1, em Brasília O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sanciona nesta quarta-feira (29) o projeto de lei que regulamenta as profissões de motoboy e mototaxista em todo país. Segundo o ministro das Cidades, Márcio Fortes, o governo vai autorizar esses serviços porque não pode fechar os olhos a uma atividade que já existe. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ainda vai editar uma resolução com as regras dos cursos obrigatórios de formação específica desses condutores. Aqueles que já estão na profissão têm até dias para se adaptar às novas regras exigidas para as atividades de motoboy e mototaxistas. Apenas condutores com pelo menos 21 anos, com habilitação específica para motocicletas há pelo menos dois anos, poderão exercer as novas profissões. Os profissionais deverão trabalhar vestindo colete dotado de refletores. As motos serão obrigadas a instalar equipamentos de segurança como os matacachorros e as antenas corta-pipas, que deverão ser inspecionados semestralmente, além de ter identificação especial. Segundo o ministro, os municípios terão que regulamentar questões específicas de funcionamento desses serviços, como locais de circulação e tarifas cobradas pelos mototaxistas, por exemplo, que passarão a usar placas vermelhas de identificação. A lei proíbe o transporte de combustíveis, de produtos inflamáveis ou tóxicos e de galões nos veículos de carga, com exceção do gás de cozinha e de galões de água mineral, desde que com o auxílio de side-car. Segundo Márcio Fortes, o risco de acidentes aumenta quando as pessoas fazem atividades sem regulamentação e, por isso, o governo acredita que não haverá aumento de acidentes com motocicletas. O problema é quando a pessoa não está habilitada. Aí se corre um enorme risco de acidentes. Com a capacitação esse risco diminui, afirmou. O diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Alfredo Peres, ressaltou que, para exercer a nova atividade, os condutores terão que fazer um curso específico, além daquele para obter a habilitação. Esse curso deve ser ministrado pelas autoescolas. LULA+SANCIONA+LEI+QUE+REGULAMENTA+PROFISSAO+DE+MO TOBOY+E+MOTOTAXISTA.html. Acesso em 29 jul De acordo com o texto, a) todos os condutores de motocicletas poderão exercer a profissão de motoboy e de mototaxista. b) os condutores que já estão na profissão terão um ano para se adaptar às novas regras. c) a nova lei permite apenas o transporte de gás de cozinha e de galões de água mineral. d) os coletes com refletores serão obrigatórios e serão inspecionadas uma vez ao ano. e) os cursos específicos para exercer a atividade de motoboy e de mototaxista serão ministrados pelo Denatran. 22. Todas as alternativas abaixo apresentam uma exigência da nova lei EXCETO a) equipamento de segurança. b) colete dotado de refletores. c) três anos de habilitação. d) curso específico. e) placa vermelha de identificação. 2. Assinale a alternativa cujo verbo NÃO está conjugado no presente do indicativo. a) O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sanciona nesta quarta-feira (29) o projeto de lei... b)...o governo acredita que não haverá aumento de acidentes com motocicletas. c) Os profissionais deverão trabalhar vestindo colete dotado de refletores. d)...e tarifas cobradas pelos mototaxistas, por exemplo, que passarão a usar placas vermelhas... e) As motos serão obrigadas a instalar equipamentos de segurança como os mata-cachorros Assinale a alternativa cujo elemento destacado NÃO está empregado como substantivo. a)...os condutores terão que fazer um curso específico, além daquele para obter a habilitação. b) Os profissionais deverão trabalhar vestindo colete dotado de refletores. c) As motos serão obrigadas a instalar equipamentos de segurança... d)...o governo vai autorizar esses serviços porque não pode fechar os olhos... e) A lei proíbe o transporte de combustíveis, de produtos inflamáveis ou tóxicos Assinale a alternativa cujo elemento destacado NÃO é um pronome demonstrativo. a) Segundo o ministro das Cidades, Márcio Fortes, o governo vai autorizar esses serviços... b) O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sanciona nesta quarta-feira (29)... c) Com a capacitação esse risco diminui, afirmou. d)...o projeto de lei que regulamenta as profissões de motoboy e mototaxista em todo país. e) Aqueles que já estão na profissão têm até dias para se adaptar às novas regras exigidas Assinale a alternativa cuja expressão destacada NÃO é um predicado. a) Com a capacitação esse risco diminui... b)...os condutores terão que fazer um curso específico... c) A lei proíbe o transporte de combustíveis... d) Esse curso deve ser ministrado pelas autoescolas. e) Os profissionais deverão trabalhar vestindo colete dotado de refletores. 27. Assinale a alternativa cuja expressão foi empregada em sentido conotativo. a)...os municípios terão que regulamentar questões específicas... b) Lula sanciona lei que regulamenta profissão de motoboy e mototaxista. c)...instalar equipamentos de segurança como os mata-cachorros... d) Com a capacitação esse risco diminui... e) Profissionais terão que passar por curso específico. 28. Assinale a alternativa em que todas as palavras são polissílabas. a) Departamento, capacitação, profissões b) Identificação, motocicletas, inflamáveis c) Refletores, transporte, mineral d) Atividade, formação, motoboy e) Ressaltou, exigidas, presidente 29. Assinale a alternativa cuja palavra apresenta sua divisão silábica INCORRETA. a) Au + to + es + co + las b) Cir + cu + la + ção c) Ex + ce + ção d) Moto + ta + xis + tas e) De + par+ ta+ men + to

6 0. A expressão motoboy e mototaxista, empregada na linha, é retomada, ao longo do texto, por outras expressões, EXCETO por a) profissionais. b) mototaxistas. c) condutores. d) pessoa. e) motocicletas. M A T E M Á T I C A 1. O valor de x, tal que x = 2 + { 2 [ 1212 : 12 (2 + 2 ) ] 1} : a) 1. b) 2. c) 8. d) 8. e) Um bibliotecário está guardando livros em estantes. Cada uma das estantes tem capacidade para 0 livros. Existem 2020 livros para serem guardados. O bibliotecário necessitará de, no mínimo, quantas estantes para que todos os livros sejam guardados? a) 10. b) 8. c). d). e) 20.. Para uma receita de bolo era necessário que se a) b) c) d) e) colocasse de um copo de leite. A cozinheira se confundiu e colocou 2 1 de um copo. Após perceber o erro colocou mais 1 de um copo de leite. Qual a fração do copo de leite que ela colocou no total? 7. A idade de Mauro é um número que é múltiplo da idade de Bruna e também é múltiplo da idade de Ana. Sabendo que Ana e Bruna tem, respectivamente, e 9 anos, qual das opções abaixo pode ser a idade de Mauro? a) 1. b) 27. c) 2. d). e) 9.. Pedro e João fizeram uma aposta, ganharia quem arremessasse uma pedra mais longe. Um deles conseguiu jogá-la a um distância de, metros enquanto o outro jogou a uma distância de 0,0 quilômetros. Qual a diferença entre os resultados obtidos por eles? a), metros. b) 8, metros. c) 0,8 quilômetros. d) 1, metros. e) 0,0 quilômetros.. Dois irmãos estavam disputando uma partida de bolinhas de gude. Após alguns minutos de jogo o mais velho estava com 8 bolinhas enquanto o mais novo com apenas 2. Nesse momento eles decidiram parar o jogo e repartir a quantidade de bolinhas igualmente entre eles. Quantas bolinhas o irmão mais novo precisa receber do mais velho para que eles fiquem com exatamente a mesma quantidade? a). b) 0. c) 7. d) 27. e) Uma torneira despejou 00 litros de água em um minuto. Quanto ela teria despejado se estivesse aberta por apenas 1 segundos? a) 00. b) 20. c) 0. d) 0. e) Uma garota ganhou, no dia dos namorados, caixas de chocolate, 2 da marca A, 1 da marca B e uma da marca C. Cada caixa da marca A tem 18 bombons. A caixa da marca B tem o triplo da quantidade de bombons que possui a marca C, que por sua vez tem o dobro da quantidade de bombons que tem a marca A. Quantos bombons ela ganhou ao todo? a) 180. b) 1. c) 198. d) 122. e) Se três máquinas iguais produzem 200 peças em 10 horas de serviço, cinco dessas mesmas máquinas produzirão 200 peças em quanto tempo? a) 1, horas. b) 8 horas. c) horas. d) 12 horas. e) 7 horas. 0. Efetuando-se a) b) c) d) e) : 1 2 obtém-se:

7

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. R E F. E D I T A L N º 0 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. R E F. E D I T A L N º 0 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRACICABA ESTADO DE SÃO PAULO. REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 0 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O REALIZAÇÃO Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 20 (vinte) questões

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 30 (trinta) questões numeradas sequencialmente,

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL R E F. E D I T A L N º 0 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 2 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 Acrescenta artigos à Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para estabelecer mecanismos para a veiculação de mensagens

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S25 - Médico Veterinário AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 40 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais

Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES)

Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES) Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES) TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA nº 585/2010 CONSIDERANDO o disposto no art. 6º, XX c/c 84,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL R E F. E D I T A L N º 0 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL

Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 GABARITO FINAL Município de Doutor Pedrinho (Processo Seletivo 01/2014) Data: 25/05/2014 CARGO Atendente de Odontologia GABARITO FINAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 D 02 A 03 B 04 C 05 D 06 A 07 D 08 D 09 B 10 A 11

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE SANTO AUGUSTO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMNISTRAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL R E F. E D I T A L N º 0 1 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007. (Do Sr. Homero Pereira) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007. (Do Sr. Homero Pereira) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Homero Pereira) Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, e estabelece regras gerais para a regulação dos serviços

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014. CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081)

Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014. CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081) Município de Ascurra (Processo Seletivo Simplificado 01/2014) Data: 01/06/2014 CARGO Atendente de Consultório Dentário - PSF (999081) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 D 02 B 03 C 04 D 05

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 QUESTÃO 31 Com relação aos tecidos dentários, analise as afirmativas abaixo: 1) O esmalte é um tecido duro, que constitui a maior parte do dente, determinando a forma da coroa.

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Crecheiras (71) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 C 03 B 04 A 05 C 06 B 07 C 08 C 09 B 10 D 11 B 12 D 13 A 14

Leia mais

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 1. O paciente João compareceu ao consultório odontológico uma semana depois de realizar uma exodontia do segundo molar inferior esquerdo. Qual das alternativas abaixo contém os

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATORA: Senadora ROSALBA CIARLINI

PARECER Nº, DE 2009. RELATORA: Senadora ROSALBA CIARLINI PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 203, de 2001 (PL. nº 06302, de 2002, na Câmara), que regulamenta o exercício

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde

O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde O papel da CCIH no Processamento de Roupas de Serviços de Saúde A Portaria MS nº 2616/98 define a Infecção Hospitalar (IH) como sendo aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifesta durante

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB)

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO CARGA HORÁRIA: 1.200 HORAS COM ESTÁGIO DURAÇÃO : 2 ANOS PERIODICIDADE: SEMANAL (2ª, 3ª E 4ª) HORÁRIO DAS AULAS: 19H AS 21H INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde

Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas. Nível Fundamental Incompleto. Águas e Esgoto. 22.01.2012 - Tarde Ajudante Auxiliar de Serviços Gerais Operador de Bombas Nível Fundamental Incompleto Águas e Esgoto 22.01.2012 - Tarde LÍNGUA PORTUGUESA AJUDANTE / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS / OPERADOR DE BOMBAS 22.01

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CIANORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 2 / 2 0 1 0 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE JACAREÍ - SP

CÂMARA MUNICIPAL DE JACAREÍ - SP PROTOCOLO Nº 1931/2014 - S.O.: 05/11/2014 Fls. 01/11 1) Indico a ALTERAÇÃO DA NOMENCLATURA DO CARGO DE AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTAL (ACD) PARA AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL (ASB), adequando à Lei Federal nº

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 1 0 E M P R E G O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 1 0 E M P R E G O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE MARIALVA ESTADO DO PARANÁ R E F. E D I T A L N º 0 0 1 / 2 0 1 0 E M P R E G O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 25 (vinte e cinco)

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

Gestão do Trabalho em Saúde

Gestão do Trabalho em Saúde Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Prova de Conhecimentos Específicos da Especialização Lato Sensu UFAL 2012.1 Gestão do Trabalho em Saúde CADERNO DE QUESTÕES INSTRUÇÕES

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ MANUAL DO CANDIDATO Concurso Público n.º 01/2015 Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ Orientações e Instruções para a Realização das Provas 1. Do horário de comparecimento para a realização das

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ AG. DE VIGILÂNCIA PREVIDENCIÁRIA / AUX. DE SERVIÇOS GERAIS / MOTORISTA

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática Indicador 24 Cobertura de primeira consulta odontológica programática É o percentual de pessoas que receberam uma primeira consulta odontológica programática no Sistema Único de Saúde (SUS), A primeira

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno de provas contém 30 (trinta) questões

Leia mais

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada.

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. Manual do Cliente IDENTIFICAÇÃO ODONTOGROUP Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. No seu cartão de acesso personalizado,

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA RECRUTAMENTO INTERNO AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 20 (vinte) questões

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIOANAL DO PLANALTO CENTRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PROVA INSTITUCIONAL DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACILAC

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIOANAL DO PLANALTO CENTRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PROVA INSTITUCIONAL DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACILAC FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIOANAL DO PLANALTO CENTRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PROVA INSTITUCIONAL DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACILAC Portaria Provisória nº 01, de 20 de dezembro de 2011 Institui

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE HERVAL D OESTE RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E/OU PROVAS E TÍTULOS, PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO

Leia mais

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES:

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES: SAÚDE BUCAL INTRODUÇÃO A evolução da Odontologia enquanto ciência da saúde é uma realidade incontestável. Dentro deste contexto de mudanças de paradigma, no qual a Promoção de Saúde toma o lugar da prática

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro

Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro Prof. Carolina Borges e prof. Márcia Redendeiro PRÁTICA ODONTOLÓGICA= FATORES EXTERNOS + FATORES INTERNOS CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA RECURSOS HUMANOS AMBIENTES RECURSOS HUMANOS

Leia mais

Guia para um. Sorriso Saudável

Guia para um. Sorriso Saudável Guia para um Sorriso Saudável Fotos meramente ilustrativas. Seja bem-vindo ao serviço odontológico do Sesc Rio! 3 Serviços Nosso serviço está disponível em diversas Unidades Operacionais, exclusivamente

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE-PSF Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS

Leia mais

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS INSTITUCIONAL 31 anos no mercado odontológico; Presença com sedes em 10 cidades brasileiras, dentre elas 9 capitais; Solidez e tradição na atenção à Saúde Bucal; Mais de 2 milhões de beneficiários; Mais

Leia mais

Profª Márcia Rendeiro

Profª Márcia Rendeiro Profª Márcia Rendeiro CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA AMBIENTES INSTRUMENTOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE TRABALHO ODONTOLÓGICO VEM SOFRENDO TRANSFORMAÇÕES AO LONGO

Leia mais

GARANTIA DE IMPLANTES

GARANTIA DE IMPLANTES Garantia Implantes GARANTIA DE IMPLANTES TERMOS E CONDIÇÕES O presente termo de garantia diz respeito aos implantes fabricados pela Neodent. 1. ÂMBITO DA GARANTIA 1.1. A Neodent garante ao médico dentista

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Instalação Ergonomia Controle de infecção Instalação O

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 O Instituto de Pesquisa e Ensino em Radiologia, Medicina Diagnóstica e Terapêutica - IPrad, torna público que realizará

Leia mais

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE Texto montado a partir dos manuais: MINAS GERAIS. Secretaria de Estado de Saúde. Atenção à saúde do adolescente: Belo Horizonte: SAS/MG, 2006. p. 75-79. BARROS, Claudia Márcia

Leia mais

www.odontologiaconcursos.com.br

www.odontologiaconcursos.com.br CONTEÚDO DO CURSO ONLINE CURSO PREPARATÓRIOS PARA CONCURSOS PÚBLICOS C o n t e ú d o d o c u r s o O N L I N E - 0 3 / 1 0 / 2 0 1 2 Área do aluno Vídeos Total de 270 horas de aulas Brasília - DF Intensivo

Leia mais

EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS

EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS EBOLA MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE EM SERVIÇOS DE SAÚDE ANA RAMMÉ DVS/CEVS Ebola Perguntas e Respostas 13 O que fazer se um viajante proveniente desses países africanos apresentar sintomas já no nosso

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE CURUÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CURUÁ - CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 23 de Agosto de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE

Leia mais

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus Manual sinônimo do Dentista de excelência Credenciado em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI Nº. 1.937, DE 10 DE AGOSTO DE 2012. Dispõe sobre o serviço de Mototáxi E Motofrete no Município de São Gotardo e dá outras providências. O Povo do Município de São Gotardo, Estado de Minas Gerais,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL 1)Para a prevenção e o controle da cárie, é necessário atuar em um conjunto de fatores : a) Restauração, polimento, bala b) Controle do açúcar, limpeza dos dentes, uso do flúor. c) Escovação, açúcar, flúor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Autores: Ana Cláudia Morandini Sanchez, CD Serviço de saúde: Unidade de Saúde da Família VILA ANA Palavras-chaves: cárie dentária,

Leia mais

BIOSSEGURANÇA NA VISÃO DO RECÉM INGRESSO NO CURSO DE ODONTOLOGIA

BIOSSEGURANÇA NA VISÃO DO RECÉM INGRESSO NO CURSO DE ODONTOLOGIA BIOSSEGURANÇA NA VISÃO DO RECÉM INGRESSO NO CURSO DE ODONTOLOGIA Vanara Florêncio Passos * Thyciana Rodrigues Ribeiro * João Arruda Cajazeira Neto * Sérgio Lima Santiago ** PET Odontologia Universidade

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Pesquisa Clínica Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da prova

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Ministério da Educação/Secretaria de Educação

Leia mais

ODONTOLOGIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS: FLÚOR.

ODONTOLOGIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS: FLÚOR. Grupo PET/Odontologia UFJF. Tutora: Prof.ª. Dr.ª Rosângela Almeida Ribeiro ODONTOLOGIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS: FLÚOR. Aline Barcellos Ana Carla Campos Marcela Nascimento Rachel Itaborahy Introdução Brasil:

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados na

Leia mais

CARGO: AGENTE OPERACIONAL INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

CARGO: AGENTE OPERACIONAL INSTRUÇÕES AO CANDIDATO CARGO: AGENTE OPERACIONAL NOME: NÚMERO DA CARTEIRA DE IDENTIDADE: ENDEREÇO: CARGO: NÚMERO DA INSCRIÇÃO: ASSINATURA: INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Durante a realização da prova não será permitido ao candidato,

Leia mais

BIOSSEGURANÇA. com ênfase na RDC ANVISA 302. Prof. Archangelo P. Fernandes

BIOSSEGURANÇA. com ênfase na RDC ANVISA 302. Prof. Archangelo P. Fernandes BIOSSEGURANÇA com ênfase na RDC ANVISA 302 Prof. Archangelo P. Fernandes BIOSSEGURANÇA LABORATORIAL Atitude Bom Senso Comportamento BIOSSEGURANÇA LABORATORIAL Atitude Bom Senso Comportamento Conhecimento

Leia mais

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40

OPERÁRIO BRAÇAL. 05 Matemática. 05 Conhecimentos Específicos. 30 Total de questões 40 CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO PRETO - SC OPERÁRIO BRAÇAL Nome do (a) Candidato (a) Número de Inscrição Este caderno de questões está assim constituído: DISCIPLINAS Nº QUESTOES

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS QUESTÃO 1 A responsabilidade do Poder Público em relação à saúde: a. É exclusiva. b. É privativa. c. É concorrente. d. Não exclui o papel da família, da comunidade e dos próprios

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA 1. ODONTOPEDIATRIA PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE SAÚDE BUCAL Para ter um sorriso bonito, saudável e com hálito bom, é preciso: Escovar os dentes, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado

Leia mais

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR Março/2014 NORMAS DE PROCEDIMENTOS O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS E ESTATUTÁRIAS RESOLVE ALTERAR AS NORMAS DE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Projeto Dentista em casa

Projeto Dentista em casa Projeto Dentista em casa Oscip : 08071.001062/2010-97, publicado no diário oficial de 02 de março de 2010. Cnpj: 10.200.021/0001-04 SOS Dental Assistência Médica Odontologica SDAMO Consiste em levar à

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO)

NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO) EDITAL N.º 001/2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE JURUTI PROVA OBJETIVA: 29 de agosto de 2010 NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO) Nome do Candidato: Nº de Inscrição: Assinatura INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 1. Confira se

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia Brasília/DF - 2007 1 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das

Leia mais

HOSPITALAR MANUAL DO OPERADOR SOLICITANTE MINUTA

HOSPITALAR MANUAL DO OPERADOR SOLICITANTE MINUTA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CENTRAL INTEGRADA DE REGULAÇÃO DE FORTALEZA - CIRF/SAMU CENTRAL DE LEITOS DE FORTALEZA - CRIFor SISREG HOSPITALAR MANUAL DO OPERADOR SOLICITANTE

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS. REALIZAÇÃO R E F. E D I T A L N º 0 1 2 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2.

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2. COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N.º 1.140, DE 2003 (Apensos os Projetos de Lei n.º 1.573, de 2003, e n.º 2.489, de 2003) Regulamenta o exercício das profissões de Técnico em Higiene

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Serviços

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO convoca os candidatos inscritos no Concurso Público

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

1. Quais os EPIs ( e outros) devem ser utilizados na assistência a pacientes com suspeita de infecção pelo vírus Ebola?

1. Quais os EPIs ( e outros) devem ser utilizados na assistência a pacientes com suspeita de infecção pelo vírus Ebola? Segue abaixo, uma série de perguntas e respostas elaboradas pela GGTES (com base em questionamentos enviados pelos estados), a fim de esclarecer dúvidas e complementar alguns pontos da Nota Técnica nº

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 FUNÇÃO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Realizar mapeamento de sua área; Cadastrar as famílias

Leia mais

Biossegurança RISCOS BIOLOGICOS. UNISC Departamento de Biologia e Farmácia Prof. Jane Renner

Biossegurança RISCOS BIOLOGICOS. UNISC Departamento de Biologia e Farmácia Prof. Jane Renner Biossegurança RISCOS BIOLOGICOS UNISC Departamento de Biologia e Farmácia Prof. Jane Renner Risco biológico Definição Agente de origem biológica que possui a capacidade de produzir efeitos deletérios em

Leia mais

Mestre em Odontologia - Clínica Odontológica - FO/UFMG Profa. do Curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva Membro da Comissão de

Mestre em Odontologia - Clínica Odontológica - FO/UFMG Profa. do Curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva Membro da Comissão de OS DESAFIOS DA ODONTOLOGIA PARA A PRÓXIMA DÉCADA São Paulo 2011 ODONTOLOGIA HOSPITALAR A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DO CIRURGIÃO DENTISTA NA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL HOSPITALAR Profa. Santuza Mendonça

Leia mais