Editorial. Sumário. Tributação 14 Sustentabilidade Inmetro Evento Legislação Edição Limitada Lançamento. 27 Copa.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Editorial. Sumário. Tributação 14 Sustentabilidade Inmetro Evento. 18 21 22 Legislação Edição Limitada. 24 26 Lançamento. 27 Copa."

Transcrição

1

2

3 Editorial Caro Leitor! Depois de um primeiro trimestre maravilhoso, com altas temperaturas e recorde de consumo, a escassez das chuvas e a possibilidade de racionamento de água, aumentaram ainda mais as expectativas para o inverno, época em que se consumia bem menos água, no passado uma realidade que mudou depois que o brasileiro adquiriu o hábito de beber água mineral. Além das questões climáticas, a oportunidade da Copa do Mundo fez com que as empresas do setor aumentassem a sua produção para atender a demanda dos próprios brasileiros e dos turistas estrangeiros que preferem água mineral. A indústria espera um crescimento de 35% nas vendas este ano, e só no entorno dos estádios, a expectativa é de que sejam comercializados cerca de 800 milhões de litros, lembrando que o consumo de água mineral está diretamente associado à prática de esportes. Motivados pela energia única da Copa, em especial por estar sendo realizada em nosso país, é que fizemos uma edição com o foco principal em notícias e empresas que se anteciparam e realizaram ações voltadas ao evento. Torcemos para que o setor de água mineral se fortaleça ainda mais e, como bons brasileiros que somos, que o Brasil possa colher os frutos de todo o investimento feito para o Mundial. Boa Leitura! Sumário Cláudia Queiroz Diretora Consumo Tempo seco e Copa do Mundo fazem o segmento faturar bilhões 6 8 Motofrete Mais segurança para os motofretistas Tributação 14 Sustentabilidade Inmetro Evento Legislação Edição Limitada Lançamento 27 Copa 28 Embalagem 29 Notas 30

4

5

6 Consumo Tempo seco e Copa do Mundo fazem o segmento faturar bilhões Para atender a demanda, por ocasião do Mundial, o setor aumentou a sua produção, principalmente pensando nos turistas estrangeiros, que preferem água mineral Por Camila Silva O Calor registrado entre os meses de dezembro de 2013 e fevereiro de 2014 elevou a procura de água mineral em 30%, se compararmos com o mesmo período do ano passado. São Paulo liderou essa marca, com alta de 35%, o que representou o maior crescimento do setor na história, segundo a Abinam. Em Santa Catarina, que registrou temperaturas acima de 40 graus, as vendas cresceram 30%, só em janeiro, e no Rio grande do Sul, o aumento foi de 45%, no mesmo período. Mesmo com essa alta considerável, o consumidor não correu riscos de ficar sem água mineral, levando-se em conta que a nossa demanda é bem maior que a procura. O máximo que ocorreu foi não encontrar a marca preferida nas gôndolas dos estabelecimentos ou ter de aguardar até 24 horas pela entrega de um novo garrafão pelas distribuidoras, que não deram conta de atender a tantos pedidos no mesmo dia. A chegada do outono, o tempo seco e a mudança de hábito do consumidor, que antes ingeria refrigerantes e sucos, mas já há algum tempo prefere água mineral, são os motivos mais prováveis para a manutenção do crescimento das vendas. Outro motivo para o aumento do consumo foi a queda no nível dos reservatórios em São Paulo e a possibilidade de racionamento e utilização do volume morto, que despertou a insegurança em relação à garantia do abastecimento e a desconfiança da qualidade da 6

7 água oferecida. A expectativa inicial de crescimento com a realização da Copa era de 20%, mas o calor impulsionou as vendas de tal forma que, em abril, já se falava em uma perspectiva de crescimento de 40%. A chegada do evento com certeza vai confirmar que o empresário que escolheu o segmento de água mineral acertou em cheio, num setor que cresce 10% há cinco anos, e que registrou um faturamento de R$ 2 bilhões em Para atender a demanda, por ocasião do Mundial, o setor aumentou a sua produção, principalmente pensando nos turistas estrangeiros, que têm preferência pelo produto, e com a expectativa de comercializar 800 milhões de litros apenas no entorno dos estádios. Foi pensando na Copa, e em agregar valor ao produto, que 30 marcas de água mineral foram em busca da certificação internacional da NSF (National Sanitation Foundation), organização de saúde pública e ambiental que oferece certificação de produtos, localizada na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. 7

8 Motofrete Mais segurança para os motofretistas Presidente Dilma Rousseff sanciona lei que inclui o pagamento de 30% de adicional de periculosidade para motofretistas, mototaxistas e motoboys Por Cláudia Queiroz Foi sancionada em junho, pela presidente Dilma Rousseff, a lei que inclui o pagamento de adicional de periculosidade para motofretistas, mototaxistas e motoboys. A Lei nº , publicada no Diário Oficial da União (DOU), garante a esses profissionais um adicional de 30% sobre o Foto: Divulgação SindimotoSP 8

9

10 Motofrete Foto: Divulgação SindimotoSP salário e altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), determinando que os profissionais que usam a moto para transportar passageiros ou mercadorias recebam esse adicional. Em entrevistas, durante a Cerimônia, a Presidente disse que é inconcebível uma cidade sem motoboys, e que nada mais justo, e também necessário, do que esse adicional. Disse ainda ser uma profissão que está presente em todos os grandes centros do país, e uma categoria que enfrenta o trânsito e todos os perigos que nele existe. A Presidente não acredita que essa lei possa gerar desemprego, uma vez que foi criada para a segurança do profissional envolvido nessas atividades. Enfatizou que é preciso avançar na segurança desses condutores e na prevenção de acidentes e garantiu que seu governo está disposto a continuar o diálogo com a pauta dos motoboys e motofretistas. Destacou a sua preocupação com o fato de esses profissionais não terem vias exclusivas e acha que tem de ser aberta uma nova discussão a esse respeito. A expectativa do senador Marcelo Crivella, PRB / RJ, autor do projeto, é de que os profissionais possam investir esse adicional em equipamentos de segurança, a fim de melhorarem suas condições de trabalho, e lembrou que os motociclistas estão entre as principais vítimas de acidentes de trânsito, citando que, em São Paulo, diariamente, dois motoboys morrem, e pelo menos dez deles ficam com sequelas que 10

11

12 Motofrete Foto: Divulgação SindimotoSP os obrigarão a usar cadeiras de rodas. O presidente do SindimotoSP (Sindicato dos Mensageiros, Motociclistas, Ciclistas e Mototaxistas de São Paulo), Gilberto Almeida dos Santos, comemorou a conquista e falou à imprensa em coletiva, após o evento, que o esforço e a luta não foram em vão. Isso é mais uma prova de que não estamos brincando e queremos mais qualidade de vida e segurança para todos que trabalham no setor profissional de duas rodas, afirmou. Ao final da Cerimônia, Gilberto Almeida presenteou a presidente Dilma Rousseff e o senador Marcelo Crivella, cada um com um kit motofrete, contendo capacete e colete padronizados. De acordo com o SindimotoSP, a categoria tem cerca de dois milhões de trabalhadores em todo o país. Foto: Divulgação SindimotoSP 12

13

14 Tributação Água mineral não terá aumento de tributação Por Sérgio Henrique O governo federal anunciou em abril um aumento de tributação sobre bebidas, mais especificamente refrescos, cervejas, isotônicos e energéticos. Os preços para o consumidor devem subir, em média, 0,4%. O decreto eleva o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e as contribuições PIS e Cofins e vale para todos os tipos de embalagens de cerveja, e para latas ou vidro de refrescos, isotônicos e energéticos. Esse reajuste estava programado para outubro do ano passado, mas a pedido das empresas havia sido adiado. O governo informou, ainda, que os estudos tributários já estavam prontos e, além do setor de bebidas, incluem ainda produtos importados e cosméticos, e lembra que o mercado brasileiro é livre e, desse modo, eventuais repasses para o consumidor dependerão de cada empresa. Com essa medida o governo espera arrecadar R$ 200 milhões a mais. Felizmente esse aumento não atinge o setor de águas minerais, inclusive com gás, que continua com taxa zero, e também o de refrigerantes, que continua sem alteração. 14

15

16

17

18 Sustentabilidade Projeto Lixeiras Ecológicas chega em Minas Gerais Por Sérgio Henrique A Prefeitura da cidade de Fronteira (MG), localizada no Triângulo Mineiro, às margens do Rio Grande, na divisa com o estado de São Paulo, realizou em junho, por meio da Secretaria de Turismo e Meio Ambiente, uma parceria com o Projeto Lixeiras Ecológicas. Idealizado pelo empresário Márcio José de Freitas, proprietário da distribuidora União Gás e Água, da cidade de Paranaguá (PR), o Projeto Lixeiras Ecológicas tem como objetivo principal o reaproveitamento dos garrafões de 20 litros de água mineral que estão vencidos e a conscientização e educação ambiental, por meio de palestras nas escolas ou entidades beneficiadas. As palestras são realizadas pelo próprio Márcio, e acontecem, normalmente, no dia da entrega. As lixeiras foram colocadas em pontos estratégicos, com o objetivo de manter a cidade limpa e contribuir para a preservação do meio ambiente. Foto: Divulgação 18

19

20 Informe Publicitário Água Mineral de Cafelândia recebe importante e histórico laudo de conformidade internacional A Água Mineral Natural Paulista Fonte Cafelândia, em busca do reconhecimento da excelência de sua qualidade, sob os auspícios de recente auditoria da NSF (National Science International), fez submeter amostra desse bem mineral, às análises físico-química e bacteriológica, junto ao internacional e renomado Laboratório Dr. Oliver Rodés, Barcelona/ Spain, credenciado junto à comunidade europeia para assuntos de qualificação de águas minerais, após analisar em testes 169 dos componentes nela existentes, foram os mesmos totalmente aprovados, conforme laudo/relatório #J , emitido em 01 de maio de 2014, encaminhado pelo referido laboratório à empresa Mineradora A. Santos Comércio, Indústria e Exportação Ltda. Com a obtenção dessa nóvel conformidade internacional, a cidade de Cafelândia e sua mineradora cafelandense, que sempre acreditou na real qualidade dessa tradicional água, sentem-se honrados com a obtenção desse título internacional, que vem corroborar com os ditames já a ela atribuídos, no século passado, sendo em 1934, pelo físico Dr. Charles Lapierre do Instituto de Hidrologia de Lisboa, quando a comparou com a famosa água da Fonte Martha, de Ericeira Portugal; bem como pelo manifestado em 1992, pela mais respeitada autoridade crenoterápica do Brasil Professor Dr. Benedictus Mário Mourão de Poços de Caldas (MG), concluindo por qualificar a água brotada em Cafelândia, pela sua qualidade, como uma raridade hidroquímica. Concomitantemente, neste ano de 2014, homenageiam-se os 88 anos da descoberta, dessa tradicional fonte artesiana, que data do ano de 1926, juntamente com a emancipação política da cidade de Cafelândia. Agora, todos podem apreciar esse precioso líquido em nossa região, sem a necessidade de se deslocarem para outros países, para degustar uma água com qualificação internacional. Parabéns aos proprietários da tradicional Água Mineral Natural PAULISTA FON- TE CAFELÂNDIA, pela obtenção desse memorável reconhecimento internacional, dessa preciosa água mineral que nasce no solo de Cafelândia, e que muito a enaltece. ENFIM, CAFELÂNDIA SE TORNA A CIDADE DA ÁGUA MINERAL, COM QUALIFICAÇÃO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDA.

21 Inmetro Água mineral poderá ter o Selo do Inmetro A certificação será voluntária para embalagens descartáveis de água mineral Por Camila Silva Desde março a água mineral em embalagens descartáveis tem a possibilidade de adquirir o selo de certificação do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), mostrando que o produto está em conformidade com as normas de segurança alimentar. Para dar início a esse processo de certificação, o Inmetro considerou a grande procura do produto pelos expectadores dos eventos esportivos que acontecerão no País, como a Copa do Mundo no mês de junho, e as Olimpíadas em 2016, e a exigência do consumidor estrangeiro por produtos mais seguros. A certificação não será obrigatória; as empresas é que deverão definir por certificar seu produto ou não, uma vez que a água mineral é regulamentada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Mesmo sem a obrigatoriedade, a expectativa é de que a exigência do consumidor motive as empresas a certificar as suas águas. Apenas a água envasada em embalagens descartáveis, de plástico ou vidro, passarão pelo programa de certificação, para a verificação dos rótulos, testes químicos, físico-químicos e microbiológicos. Os garrafões retornáveis não farão parte da avaliação, nem as águas adicionadas de sais ou com sabores. 21

22 Evento Embalagens PET, Tecnologia e Sustentabilidade O evento contou com especialistas do setor falando sobre as oportunidades do segmento de PET, em especial para os fabricantes de bebidas, alimentos e fornecedores de embalagens Por Camila Silva A Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), em parceria com a Plastic Technologies, realizou, entre os dias 13 e 15 de maio, o treinamento Embalagens PET, Tecnologia e Sustentabilidade, destinado aos profissionais envolvidos na fabricação de embalagens PET. O evento aconteceu em São Paulo, na sede da Abiplast e contou com especialistas do setor falando sobre as oportunidades do segmento de PET, em especial para os fabricantes de bebidas, alimentos e fornecedores de embalagens. Estiveram presentes os engenheiros de projetos da PTI, que apresentaram aspectos importantes na estrutura química do PET, aquecimento, fabricação de garrafas por injeção sopro e do design das pré-formas. Ainda foram abordados os seguintes assuntos: as características da reciclagem do PET, a importância da ferramenta Análise de Ciclo de Vida (ACV) para a comparação dos produtos. Participou, também, do evento a pesquisadora Marisa Padula, do CETEA (Centro de Tecnologia de Embalagem), que apresentou as regulamentações para a fabricação de produtos com PET reciclado. O evento teve o apoio da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e do Centro de Tecnologia de Embalagem (CETEA). 22

23

24 Legislação Microempresa pode ter isenção até o quarto ano de atividade Proposta aprovada na Comissão de Desenvolvimento Econômico isenta micro e pequenas empresas do pagamento de tributos nos anos iniciais de operação Fonte: Agência Câmara As micro e pequenas empresas incluídas no Simples Nacional podem ficar isentas do pagamento de tributos federais nos quatro primeiros anos de atividade. A medida está prevista no Projeto de Lei Complementar (PLP) 113/11, do deputado Alfredo Sirkis (PSB-RJ), aprovado na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados. A ideia da proposta é dar a essas empresas um fôlego inicial quando ainda não conquistaram clientes e não se consolidaram no mercado, conforme explicou o relator, deputado Guilherme Campos (PSD-SP). Porém, o deputado ressaltou que a aprovação da proposta na próxima comissão que vai analisá-la não está assegurada. Como ela implica em uma renúncia de receita fiscal, quando for analisada na Comissão de Finanças e Tributação, o relator, em concordância com o autor, terá de achar a fonte de compensação 24

25 para esta isenção. Se não for provisionado, se não for indicado de onde virá esta compensação, o projeto será rejeitado por inadequação orçamentária e financeira, explicou Campos. A rejeição por inadequação orçamentária está prevista em normas como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF, Lei Complementar 101/00) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Sobrevivência - De acordo com o Sebrae, as micro e pequenas empresas são responsáveis por mais da metade dos empregos com carteira assinada no Brasil. Mas, de cada 100 empreendimentos criados, 73 sobrevivem aos primeiros dois anos de atividade. Ao apresentar a proposta, o deputado Alfredo Sirkis avaliou que o excesso de carga tributária é um dos motivos que atrapalham a sobrevivência dos empreendimentos. Para o economista José Matias Pereira, professor de administração pública da Universidade de Brasília (UnB), o sucesso na tramitação da proposta vai depender da análise que o governo terá de fazer sobre o impacto fiscal da medida. Ele lembrou que a isenção de tributos federais gera um processo em cadeia, o que acaba prejudicando a arrecadação. Mas, de qualquer forma, calculado esse impacto e o governo encampando a ideia apresentada pelo deputado, me parece que é algo relevante. O projeto de lei isenta as micro e pequenas empresas do Imposto de Renda, IPI, CSLL, Cofins e PIS/ Pasep, nos quatro primeiros anos de atividade. A proposta altera o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei Complementar 123/06). Tramitação - O projeto será examinado agora na comissão de Finanças e Tributação e na de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovado, segue para o Plenário da Câmara. 25

26 Edição Limitada Acquíssima em verde e amarelo Fonte: Matéria Primma Assessoria de Comunicação A Comexim Bebidas, de Águas de Lindóia (SP), ampliou sua linha Acquíssima trazendo as embalagens PET de 510 ml em verde e amarelo, valorizando as cores do Brasil. Com novo rótulo e destaque para a frase de estímulo Força Brasil, o lançamento tem edição limitada e foco em eventos de grande público. Segundo Rosana Hazan, diretora de Marketing do Grupo Comexim, o mercado oferece versões de água mineral sem e com gás, e a empresa decidiu agregar um sobrenome e cores a esses produtos, além de um posicionamento Premium com a criação da linha Acquíssima. Estamos sempre em busca de inovações, e estar presente em datas especiais e comemorativas com edições limitadas foi o que nos levou a lançar essas embalagens. Além disso, os consumidores de Acquíssima recebem muito bem as inovações da marca, completa. Para produzir a nova linha, a empresa investiu na criação das embalagens que foram adaptadas da linha original pela ZM2 Comunicação. A distribuição será nacional com foco nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, e a novidade chegará ao varejo pelo preço médio de R$ 1,49 a unidade. A Comexim possui sete fontes de água mineral em Águas de Lindóia município do interior de São Paulo, famoso pela qualidade das suas águas, para a elaboração de uma ampla linha de produtos dentro de um segmento que vem registrando forte crescimento nos últimos anos. 26

27 Lançamento SP Plásticos lança garrafão de 20 litros em PET O produto é fabricado em conformidade com as normas ABNT e Vigilância Sanitária, estando de acordo com os rígidos padrões de qualidade exigidos pelo mercado Por Sérgio Henrique A SP Plásticos do Brasil, fabricante de suportes, tampas e alças para o seg- mento de água mineral, está lançando o garrafão PET de 20 litros. O produto é fabricado em conformidade com as normas ABNT e Vigilância Sanitária, estando de acordo com os rígidos padrões de qualidade exigidos pelo mercado. O novo garrafão tem alguns diferenciais em relação ao modelo tradicional. Um deles é a inclusão da logomarca em alto relevo na embalagem, e o outro é a possibilidade de ser produzido em várias cores, de acordo com a necessidade do cliente e a quantidade adquirida. A SP também fabrica pré-formas PET para a produção dos garrafões. 27

28 Copa Fabricante de garrafões produz cadeiras para estádios Por Cláudia Queiroz Arena Pantanal A Injesul Plásticos, instalada em Lambari, Sul de Minas, está em ritmo de Copa do Mundo. A empresa produziu mais de 30 mil cadeiras instaladas em estádios que sediarão os jogos do Mundial. Produziu assentos na cor azul e encostos para a Arena Pantanal, em Cuiabá. Para a Arena Curitiba foram confeccionados mais de 13 mil assentos e encostos nas cores preta e cinza, além de encostos laranja para completar a Arena de Manaus. As cadeiras obedecem às exigências do padrão Fifa de qualidade e resistência. Fundada em 1985, pelo empresário Ricardo Vieira da Cruz, a Injesul produzia inicialmente produtos, peças e componentes em material plástico e aço inox para o setor de laticínios. Em 2003, passou a fornecer equipamentos plásticos para laticínios e, em 2010, ampliou o seu mercado com o desenvolvimento do projeto de fabricação de galões em água mineral. Foto: Getty Images 28

29 Embalagem S. Pellegrino lança garrafa PET de 1 litro Por Camila Silva A água mineral italiana S. Pellegrino amplia seu portfólio de produtos lançando, no Brasil, a embalagem PET de 1 litro. Oferecer uma embalagem com um design sofisticado e prático a um preço competitivo tem como objetivo cativar novos clientes e motivar o consumo da marca no dia a dia. Essa versão já faz parte do mix internacional da empresa em países como Estados Unidos, Austrália e, também, na Europa. A aquisição da garrafa PET resulta numa economia de 25% em relação à garrafa de vidro de 750 ml, e de até 35% se comparado ao preço do litro. O produto pode ser encontrado desde abril em redes de supermercados, empórios e delicatessens, em garrafas individuais ou packs com seis garrafas, que vêm com alças para transporte. 29

30 Notas Expediente Embalagens PET A empresa Embalagens PET, de Umuarama (PR), produz garrafas PET de 2 litros para indústrias de água mineral e bebidas, desde Após algumas inovações e exigências do mercado, a empresa adquiriu novas máquinas e moldes, passando a atender além das empresas do setor alimentício, também o de cosméticos e materiais de limpeza e higiene. Diante das alterações legais quanto à troca dos galões de 20 litros para água mineral, passaram a investir também nesse segmento, e está trazendo ao mercado o garrafão de 20 litros em PET, que pode ser encontrado em várias cores. O produto é Certificado pelo IQB, atendendo às normas exigidas pelo mercado. Além do garrafão, a empresa fabrica também descartáveis de 500 ml a 10 litros e pré-formas em PET. Perrier lança água mineral em lata A Água Mineral Perrier vai aproveitar o período da Copa 2014 para lançar a primeira água mineral com gás em lata do Brasil. A Perrier Slin Can chega ao mercado como uma opção prática, de 250 ml, a ser utilizada pelos consumidores brasileiros e turistas no trajeto entre aeroportos, hotéis, passeios e os estádios onde acontecerão os jogos. A novidade vem incrementar o portfólio da marca, que já possui as embalagens de vidro de 330 ml e 750 ml. Para esta ocasião, a empresa fechou uma parceria com o estilista brasileiro Amir Slama, que também aproveitou para lançar uma linha exclusiva de camisetas e jaquetas criadas a partir dos elementos dos uniformes dos jogadores da Seleção Brasileira. Pureza Vital Kids A Nestlé Waters lança uma linha de água voltada para o público infantil. O produto chega ao mercado em garrafa PET de 330 ml, com tampa esportiva e desenhada especialmente para as crianças. O rótulo traz personagens da turma do Pernalonga (Looney Tunes) praticando esportes como futebol, ciclismo, surf, skate, entre outros. 30 Diretoria Cláudia Queiroz Sérgio Henrique Jornalista Responsável Edna Simão - MTB Revisão Cidnei Soares Publicidade (11) Projeto Gráfico e Diagramação Ativa Comunicação & Design Assinatura A revista é uma publicação da Ativa Comunicação & Design, com periodicidade trimestral e circulação nacional. Disponível nas versões, impressa e virtual, é dirigida à engarrafadoras de água e bebidas, distribuidoras, fornecedores de embalagens, máquinas, equipamentos, aço inox, aromas e essências, acessórios para distribuidoras, veículos utilitários, laboratórios de análises, prestadores de serviço em informática, geologia e consultoria, estâncias hidrominerais, e demais profissionais e empresas ligados ao setor de água mineral. O conteúdo dos anúncios, artigos e informes publicados é de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da Editora. Fone/fax: (11)

31

32

Editorial. Sumário. Tributação 4 Prêmio. 18 Pesquisa. 22 Lançamento 24. Lançamento 26. Lançamento

Editorial. Sumário. Tributação 4 Prêmio. 18 Pesquisa. 22 Lançamento 24. Lançamento 26. Lançamento Editorial Caro Leitor! O que mais ouvimos durante este ano, é que as coisas não estavam fáceis. Ano de Copa do Mundo e eleições não costuma ser muito diferente. O cenário político atual também contribuiu

Leia mais

Editorial. Expediente

Editorial. Expediente Editorial Caro Leitor! O Brasil pode ser mesmo considerado um país abençoado. Por aqui não temos tsunamis, terremotos, atentados e outras tantas mazelas que assolam grande parte do mundo. A atual crise

Leia mais

VERISOL - Colágeno hidrolisado que auxilia nos cuidados com a beleza da pele com apenas 2,5gr de consumo CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO.

VERISOL - Colágeno hidrolisado que auxilia nos cuidados com a beleza da pele com apenas 2,5gr de consumo CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO. Capa Crescimento sustentável O mercado de água mineral vem crescendo nos últimos anos, porém alguns estados crescem muito mais que outros no consumo percapita CESAR DIB - DIRETOR LINDOYA VERÃO *Redação

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE LEI N o 418, DE 2011 Proíbe o envasamento e a comercialização de bebida em embalagem PET e dá providências correlatas Autor: Deputado

Leia mais

APL DE ÁGUA MINERAL DA GRANDE NATAL. Brasília, 29 de outubro de 2009.

APL DE ÁGUA MINERAL DA GRANDE NATAL. Brasília, 29 de outubro de 2009. APL DE ÁGUA MINERAL DA GRANDE NATAL Brasília, 29 de outubro de 2009. HISTÓRICO - Formado em 2004; - Viabilizado por meio do Procompi (Programa de Apoio à Competitividade das Micros e Pequenas Indústrias

Leia mais

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br COMPRA certa Treinamento para o profissional de compras www.contento.com.br 503117 Tributação e seus impactos na rentabilidade editorial Calculando a rentabilidade Gerir uma farmácia requer conhecimentos

Leia mais

Boletim. O mercado da cerveja em foco. O futuro está nas mãos do consumidor. A importância da cadeia produtiva da cerveja em debate

Boletim. O mercado da cerveja em foco. O futuro está nas mãos do consumidor. A importância da cadeia produtiva da cerveja em debate Boletim Setembro/2015 O mercado da cerveja em foco. ENTREVISTA O futuro está nas mãos do consumidor Renault Castro, presidente executivo da Abralatas, fala em entrevista sobre as mudanças em curso no mercado

Leia mais

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br

EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW. A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome. www.fispaltecnologia.com.br EDIÇÃO COMEMORATIVA POST SHOW 2014 A maior feira da indústria de alimentos e bebidas tem UM nome www.fispaltecnologia.com.br Fispal Tecnologia, a 30ª edição! Se tem uma edição da Fispal Tecnologia que

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

COM. 02 - PUBLICAÇÕES

COM. 02 - PUBLICAÇÕES 1 de 9 PUBLICAÇÕES MACROPROCESSO MARKETING E PROCESSO PUBLICAÇÕES - PUBLICAÇÕES 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA

Leia mais

PIS/PASEP E COFINS - REGRAS APLICÁVEIS AO REGIME ESPECIAL DE BEBIDAS FRIAS (REFRI)

PIS/PASEP E COFINS - REGRAS APLICÁVEIS AO REGIME ESPECIAL DE BEBIDAS FRIAS (REFRI) PIS/PASEP E COFINS - REGRAS APLICÁVEIS AO REGIME ESPECIAL DE BEBIDAS FRIAS (REFRI) Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 03/09/2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - PREÇO DE REFERÊNCIA 2.1 -

Leia mais

Círculo do Café de Qualidade - CCQ Passo a Passo

Círculo do Café de Qualidade - CCQ Passo a Passo 1. O que é? O Círculo do Café de Qualidade é uma evolução em relação ao PQC ABIC, lançado em 2004, e está inserido dentro das diretrizes da ABIC de aumento do consumo interno de café no Brasil, visando

Leia mais

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO COMO ABRIR SEU NEGÓCIO 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Reflexão Qual o principal motivo para buscar a formalização de seu negócio? É importante lembrarmos que: Para desenvolver suas

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte A Copa do Mundo FIFA terá como anfitrião o Brasil e Belo Horizonte foi eleita uma das doze cidades-sedes dos jogos. Este será um importante evento para a capital mineira. Espera-se a chegada de aproximadamente

Leia mais

Bebidas e Afins Express

Bebidas e Afins Express Bebidas e Afins Express BOLETIM SEMANAL DE NOTÍCIAS SOBRE A INDÚSTRIA DE BEBIDAS Ano 1 Número 11 31 de outubro de 2011 www.bebidaseafins.com.br EXPEDIENTE Publicação semanal da SWTH Comunicação Editores:

Leia mais

Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos de referência

Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos de referência Página 1 de 9 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REV DATA ALTERAÇÃO OBSERVAÇÃO 00 01 20/05/2009 30/09/2009 16/12/09 Elaboração Item 2 inclusão do PG-C-01 Programa Integrado de SSTMA Item 2 Codificação dos documentos

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 7.841 DE 8 DE AGOSTO DE 1945 CÓDIGO DE ÁGUAS MINERAIS

DECRETO-LEI Nº 7.841 DE 8 DE AGOSTO DE 1945 CÓDIGO DE ÁGUAS MINERAIS DECRETO-LEI Nº 7.841 DE 8 DE AGOSTO DE 1945 CÓDIGO DE ÁGUAS MINERAIS CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - Águas minerais são aquelas provenientes de fontes naturais ou de fontes artificialmente

Leia mais

Águas Minerais de São Paulo. Thays de Souza João Luiz

Águas Minerais de São Paulo. Thays de Souza João Luiz Águas Minerais de São Paulo Thays de Souza João Luiz Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP - 13208-100 11 4521-6315 2449-0740

Leia mais

sicomerciotr.com.br 1

sicomerciotr.com.br 1 1 2 3 Amigo empresário, Estamos chegando ao final do prazo para a implantação do imposto detalhado no cupom e na nota fiscal entregues ao consumidor. Além de cumprir a legislação, essa medida vai tornar

Leia mais

Além disto, haverá uma nova forma de financiamento do Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) para exportações indiretas. O chamado ACC Indireto

Além disto, haverá uma nova forma de financiamento do Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) para exportações indiretas. O chamado ACC Indireto Informativo PSI APEX, 03/04/2012 Na continuidade do Plano Brasil Maior, uma das principais medidas para aumentar a competitividade do setor exportador brasileiro anunciadas hoje é a redução do percentual

Leia mais

Indústria do Esporte. Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo

Indústria do Esporte. Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo Indústria do Esporte Análise de Faturamento FIFA Copa do Mundo Fevereiro 2013 Com a proximidade da Copa do Mundo no Brasil, a BDO RCS fez um levantamento sobre a evolução da receita da FIFA desde a sua

Leia mais

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu?

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Puxa, o lixo é mesmo um problema muito sério. Vocês sabiam que muitos animais silvestres estão morrendo porque confundem lixo com comida? Sério?

Leia mais

FALANDO PARA O MUNDO. www.espm.br/centraldecases

FALANDO PARA O MUNDO. www.espm.br/centraldecases FALANDO PARA O MUNDO www.espm.br/centraldecases FALANDO PARA O MUNDO Preparado pelo Prof. Marcus S. Piaskowy. Este caso foi escrito inteiramente a partir de informações cedidas pela empresa e outras fontes

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES. Alessandro Dessimoni

ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES. Alessandro Dessimoni ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES Alessandro Dessimoni Temas abordados 1. CENÁRIO ATUAL DA TRIBUTAÇÃO NO BRASIL; 2. ENTRAVES E PROBLEMAS DO SISTEMA TRIBUTÁRIO RELACIONADOS

Leia mais

Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial

Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif Domingos, apresentou

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.parana-online.com.br Data: 19-10-2010 Imagem Corporativa Monopólio no setor de bebidas é alvo de críticas Helio Miguel Pequenas perdem espaço. A enorme concentração no setor

Leia mais

Fonte de saúde negócios

Fonte de saúde negócios Água Mineral Por Suzana Sakai Fonte de saúde negócios e de bons Busca pela qualidade de vida impulsiona crescimento do setor 24 _www.engarrafadormoderno.com.br Engarrafador Moderno Aágua mineral sempre

Leia mais

2015 INFORMATIVO DECRETO Nº 8.442, DE 29 DE ABRIL DE 2015

2015 INFORMATIVO DECRETO Nº 8.442, DE 29 DE ABRIL DE 2015 DECRETO Nº 8.442, DE 29 DE ABRIL DE 2015 Vigência Regulamenta os art. 14 a art. 36 da Lei nº 13.097, de 19 de janeiro de 2015, que tratam da incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI,

Leia mais

1/4 Classic Floral. Coffee Line. Garrafas Térmicas. Novidade! Garrafa Térmica Aladdin Classic Floral 1L Cód.: 425899 / R2020

1/4 Classic Floral. Coffee Line. Garrafas Térmicas. Novidade! Garrafa Térmica Aladdin Classic Floral 1L Cód.: 425899 / R2020 Bule Garrafas Térmicas Garrafa Térmica Aladdin Bule 750ml Cód.: 425903 / R3051 Garrafa Térmica Aladdin Bule Decorado 750ml Cód.: 429358 / R3050 Garrafa Térmica Aladdin Bule Decorado 750ml Cód.: 425904

Leia mais

Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza

Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza Elaboração do manual da qualidade: Experiência em uma indústria de produtos de limpeza Elizangela Veloso elizangelaveloso@yahoo.com.br Carlos Antonio Pizo (UEM) capizo@uem.br Resumo A comercialização de

Leia mais

Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor

Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor 22 de Junho de 2015 Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor Nesta Edição 02 Destaque Câmara de Alimentos elege vice-presidente A FORÇA DA INDÚSTRIA DA CARNE MINEIRA Informe Tributário Legislação

Leia mais

Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves

Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves Principais Formas de Tributação no Brasil Reginaldo Gonçalves 2.1 A Tributação no Brasil 2.2 Opção pela Tributação - Lucro Real 2.3 Opção pela Tributação - Lucro Presumido 2.4 Opção pela Tributação - Lucro

Leia mais

ÁGUA QUE BEBEMOS: PERCEPÇÃO DA POPULAÇÃO EM RELAÇÃO AOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL EM SERGIPE, BRASIL.

ÁGUA QUE BEBEMOS: PERCEPÇÃO DA POPULAÇÃO EM RELAÇÃO AOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL EM SERGIPE, BRASIL. ÁGUA QUE BEBEMOS: PERCEPÇÃO DA POPULAÇÃO EM RELAÇÃO AOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL EM SERGIPE, BRASIL. Camilla Santos Almeida(*), Luana Gila Andrade, Nayara Gomes Cruz, Rafaella Santana Santos,

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.fatimanews.com.br Data: 06-04-2010 Imagem Corporativa Arrecadação federal sobe 20% no setor de bebidas A arrecadação de impostos federais do setor de bebidas aumentou 20%

Leia mais

Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado

Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado Nestlé Brasil Ltda. Consumo Consciente e Criação de Valor Compartilhado ALAS Agosto, 2010 CSV - Responsabilidade Social Corporativa na Nestlé Além da sustentabilidade: criar valor CRIAR VALOR COMPARTILHADO

Leia mais

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor Movimento incentiva a escolha pelos pequenos negócios na hora da compra A iniciativa visa conscientizar o consumidor que comprar dos pequenos é um ato de cidadania que contribui para gerar mais empregos,

Leia mais

O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ

O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ De 12 a 14 de Agosto de 2014 das 16h às 22h Local: Geribá Tennis Park em Búzios/RJ Tema: O novo perfil do turista: Tendências e Oportunidades

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.diariodepetropolis.com.br Data: 09-05-2010 Imagem Corporativa Lei Seca: número de acidentados no trânsito cai 11,6% em abril Núcleo de Imprensa A operação Lei Seca que tem

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL NPF Nº 078/2010

NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL NPF Nº 078/2010 NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL NPF Nº 078/2010 O DIRETOR DA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no caput do artigo 481 e no 3º do artigo 11 do Regulamento

Leia mais

RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA

RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA! As mudanças no PIS e no Cofins! Lucro real e presumido! IR e CSLL! Simples Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante & Associados, empresa

Leia mais

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores.

O sucesso da política depende do forte comprometimento de cada um dos envolvidos no processo, de governo e empresas até consumidores. ECONOMIA - 19/08/14 BRIEFING DE POSICIONAMENTO SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 1. CONTEXTO Posicionamento geral para quaisquer entrevistas realizadas no âmbito da terceira edição do projeto

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 20 de janeiro de 2012 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 20 de janeiro de 2012 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 ESTADO DE MINAS 2 3 4 5 6 ESTADO DE MINAS 7 ESTADO DE MINAS 8 ESTADO DE MINAS 9 O TEMPO 10 11 12 O TEMPO 13 O TEMPO 14 O TEMPO Leilão dos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Campinas

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 2.865, DE 2011 Altera o caput do art. 193 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei nº 5452, de 1º

Leia mais

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini

Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini Políticas Públicas Resíduos e Reciclagem. Sérgio Henrique Forini O lixo é conhecido como os restos das atividades humanas considerados inúteis, indesejáveis e descartáveis. No entanto, separado nos seus

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.portugaldigital.com.br Data: 29-06-2010 Imagem Corporativa Consumo de cerveja no Brasil deve aumentar mais de 10% No ano passado, o consumo nacional de cerveja cresceu 10,9%,

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ARRECADAÇÃO E TRIBUTAÇÃO - DATRI

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ARRECADAÇÃO E TRIBUTAÇÃO - DATRI ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA DEPARTAMENTO DE ARRECADAÇÃO E TRIBUTAÇÃO - DATRI ATO NORMATIVO DATRI Nº 004/2002 Teresina, 04 de fevereiro de 2002. Dispõe sobre a base de cálculo das operações com

Leia mais

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS Para efeito de seleção das categorias que possuem divisão de 1 o, 2 o,3 o, vigoram os seguintes paramentos abaixo listados: 1 o categoria Contrato social acima de R$ 30.000,00

Leia mais

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA

de frente Na linha Automação e expansão ABAD ENTREVISTA Na linha Como a automação contribuiu para o desenvolvimento das empresas de distribuição e atacadistas? A automação foi fundamental para o crescimento e fortalecimento do setor. Sem o uso intensivo da

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Março 2013 Apresentação A Copa das Confederações de 2013

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA AS EMPRESAS SOBRE COMO FAZER O CADASTRO NA SUFRAMA.

ORIENTAÇÕES PARA AS EMPRESAS SOBRE COMO FAZER O CADASTRO NA SUFRAMA. Compilações das Informações Maria da Conceição Mira dos Santos Outubro/2014 Página 1 CARTILHA DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS SOBRE O CADASTRO DA SUFRAMA. APRESENTAÇÃO Os pequenos negócios no Amapá contam com

Leia mais

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Curitiba, 18 de março de 2015. 1 SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Sumário APRESENTAÇÃO... 3 JUSTIFICATIVAS E BENEFÍCIOS... 3 COMO OBTER O SELO...

Leia mais

Bebidas e Afins Express

Bebidas e Afins Express Bebidas e Afins Express BOLETIM SEMANAL DE NOTÍCIAS SOBRE A INDÚSTRIA DE BEBIDAS Ano 1 Número 19 02 de abril de 2012 www.bebidaseafins.com.br EXPEDIENTE Publicação semanal da SWTH Comunicação Editores:

Leia mais

TRIBUTAÇÃO ECOLÓGICA Autor: Dr. Reinaldo Martins Ferreira OAB-RJ 61.460 e OAB-MG 923-A

TRIBUTAÇÃO ECOLÓGICA Autor: Dr. Reinaldo Martins Ferreira OAB-RJ 61.460 e OAB-MG 923-A TRIBUTAÇÃO ECOLÓGICA Autor: Dr. Reinaldo Martins Ferreira OAB-RJ 61.460 e OAB-MG 923-A Para se compreender a tributação ecológica é necessário que se tenha uma noção ampla da necessidade e importância

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 171, DE 2000

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 171, DE 2000 COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 171, DE 2000 Dispõe sobre a aplicação do 5º do art. 150 da Constituição Federal, para que os consumidores sejam esclarecidos acerca dos

Leia mais

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo!

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo! SAD Gestor ERP Módulo Estoque Cadastro de Produto Escrita Fiscal Seja Bem Vindo! Introdução O planejamento tributário deve fazer parte do cotidiano da empresa. É uma decisão estratégica que pode determinar

Leia mais

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior Ministro Augusto Nardes TEMA 2: Geração de emprego e renda na economia nacional 1. Frente Parlamentar e a micro

Leia mais

A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS instrumentos, avanços e oportunidades A VISÃO DA INDÚSTRIA

A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS instrumentos, avanços e oportunidades A VISÃO DA INDÚSTRIA A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS instrumentos, avanços e oportunidades A VISÃO DA INDÚSTRIA DESAFIOS Estabelecer a logística reversa Regulamentar planos de gerenciamento de resíduos Implantação

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 (Do Sr. Vaz de Lima) Altera os Anexos da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, para permitir o abatimento de parcela dedutível do valor devido mensalmente

Leia mais

A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico. Estrutura e desafios

A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico. Estrutura e desafios A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico Estrutura e desafios 14 - Estados representados 21 - Sindicatos Associados Representa : 100% dos Estados do Sul e Sudeste e 65% dos Estados do Nordeste

Leia mais

Principais Benefícios Fiscais Relacionados à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos. CIESP - Campinas Workshop - (25.10.2012)

Principais Benefícios Fiscais Relacionados à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos. CIESP - Campinas Workshop - (25.10.2012) Principais Benefícios Fiscais Relacionados à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos CIESP - Campinas Workshop - (25.10.2012) Benefícios Fiscais relacionados à Copa do Mundo no âmbito Federal RECOPA Lei nº

Leia mais

Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas

Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas Nathan José Mota Garcia (1) ; Rosiane Gonçalves dos Santos (1) ; Carlos Roberto de Sousa Costa (2)

Leia mais

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação :: LINHAS DE AÇÃO Apoio aos Municípios Tecnologia e Informação em Resíduos Capacitação Promoção e Mobilização Social :: PRESSUPOSTOS DA COLETA SELETIVA Gestão participativa Projeto de Governo Projeto da

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI Nº 419, DE 2011 Regulamenta a venda de compostos líquidos prontos para consumo. Autor: Deputado Áureo Relator: Deputado FRANCISCO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO CONSULTORIA E ASSESSORAMENTO LEGISLATIVO ESTUDO TÉCNICO 1 Nº 2/2015/CAL/MD/CMRJ Assunto: Competência legislativa municipal para dispor sobre comercialização e consumo

Leia mais

REQUERIMENTO nº, de 2015. (Do Sr. Carlos Melles)

REQUERIMENTO nº, de 2015. (Do Sr. Carlos Melles) REQUERIMENTO nº, de 2015 (Do Sr. Carlos Melles) Requer a Convocação de Sessão Solene em 2016, em Homenagem ao vigésimo aniversário da Lei que criou o SIMPLES no Brasil. Senhor Presidente, Representando

Leia mais

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014 O que o Brasil já ganhou com a Copa 2 O que o Brasil já ganhou com a Copa Investimentos A Copa do Mundo é um grande investimento para todos brasileiros Os únicos

Leia mais

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br REPRESENTATIVIDADE DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL 10 milhões de negócios formais (99%) e 9 milhões de informais 56,1% da força de trabalho que atua no setor formal urbano 26% da massa salarial 20% do

Leia mais

ANO XXVI - 2015 2ª SEMANA DE MARÇO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 11/2015

ANO XXVI - 2015 2ª SEMANA DE MARÇO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 11/2015 ANO XXVI - 2015 2ª SEMANA DE MARÇO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 11/2015 IPI ISENÇÃO DE IPI E IOF PARA PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA GENERALIDADES... Pág. 87 ICMS MG REMESSA PARA MANUTENÇÃO E CONSERTO

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores grupos de bebidas do mundo, a japonesa Kirin Holdings

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 BrKirin_RAS2014_Compacta.indd 1 02/06/15 13:03 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores

Leia mais

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 A oitava reunião mensal do ano da Comissão Trabalhista e de Gestão Empresarial superou as expectativas. 50 representantes

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI N o 2.863, DE 2011 Acresce parágrafos ao art. 32 da Lei nº 12.305, de 2010, que institui a Política de Resíduos Sólidos. Autor:

Leia mais

ESPELHO DE EMENDAS DE RENÚNCIA DE RECEITA

ESPELHO DE EMENDAS DE RENÚNCIA DE RECEITA S AO PLN 0059 / 2010 - - LOA Página: 3 de 4 1 de 6 9041 - João Dado 90410001 PL 2472/2003 - Isenção de Imposto de Importação para Cadeiras de Rodas MODALIDADE DA Câmara dos Deputados TIPO: PL NÚMERO: 2472/2003

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social. Aline Camargo Luciane Padilha Aragon Patrícia Lima da Silva

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social. Aline Camargo Luciane Padilha Aragon Patrícia Lima da Silva Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social Aline Camargo Luciane Padilha Aragon Patrícia Lima da Silva Porto Alegre 2008 Aline Camargo Luciane Padilha Aragon

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Programa Automotivo Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Gestor: Paulo Sérgio Bedran Diretor do Departamento de Indústrias de Equipamentos de Transporte

Leia mais

Assine PEGN e receba até 4 meses grátis!

Assine PEGN e receba até 4 meses grátis! Page 1 of 5 Home Notćias Esportes Entretenimento V deos Todososites RSS Mobile Favoritos Twitter Assine PEGN e receba até 4 meses grátis! Abril de 2010 Ampliar capa HOME Agenda Calendário Fiscal Colunistas

Leia mais

Novas vantagens do Supersimples poderão ser aprovadas ainda este ano

Novas vantagens do Supersimples poderão ser aprovadas ainda este ano Novas vantagens do Supersimples poderão ser aprovadas ainda este ano Ainda durante este ano, o Congresso Nacional poderá aprovar novas vantagens para as micro e pequenas empresas optantes do Simples Nacional,

Leia mais

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE!

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE! SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Audiência Pública Discutir a Epidemia de Acidentes Envolvendo Motociclistas no Brasil Brasília, 29 de maio de 2012. MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA

Leia mais

UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA

UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA Paola Guariso Crepaldi¹, Renato Nogueira Perez Avila² Ernando Amorim Souza³, Francis Henrique Betteto 4 RESUMO

Leia mais

F r a n c h i s i n g

F r a n c h i s i n g F r a n c h i s i n g F r a n c h i s i n g www.ambientec.com franchising@ambientec.com Fone: 41 3352 5352 Franchising Com 20 anos de experiência na prestação de consultoria e serviços de Engenharia de

Leia mais

Tipos de produtos fabricados NORMAS TÉCNICAS NA CADEIA PRODUTIVA DO SETOR MOVELEIRO DE PEQUENOS NEGÓCIOS

Tipos de produtos fabricados NORMAS TÉCNICAS NA CADEIA PRODUTIVA DO SETOR MOVELEIRO DE PEQUENOS NEGÓCIOS A cadeia produtiva moveleira é reconhecida pelo seu dinamismo, devido ao grande número de fornecedores e complexidade de processos que criam uma dependência entre os elos da cadeia. No que diz respeito

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PIS / COFINS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PIS / COFINS MANUAL DE ORIENTAÇÃO PIS / COFINS OUTUBRO / 2009 1 INTRODUÇÃO Este manual tem o objetivo de apresentar aos franqueados o Sistema Farmais de Cadastro de Produtos para auxílio nos lançamentos no Programa

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

Esporte, saúde, inclusão e cidadania em uma manhã de pedalada

Esporte, saúde, inclusão e cidadania em uma manhã de pedalada Com o objetivo de incentivar um estilo de vida saudável, com práticas e hábitos que estimulam e melhoram a qualidade de vida, o WORLd BIKE TOUR traz pela 4ª vez a São Paulo e pela 1ª vez ao Rio, a mensagem

Leia mais

PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias. 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF

PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias. 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF Dezembro de 2013 OBJETIVO Promover a competitividade das micro e pequenas empresas

Leia mais

A locomotiva de concreto

A locomotiva de concreto A locomotiva de concreto 16 KPMG Business Magazine Construção civil supera período de estagnação, mas ainda há gargalos que podem comprometer o ritmo de investimentos A construção civil no Brasil não para

Leia mais

Programação e Controle de Qualidade

Programação e Controle de Qualidade MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FNDE DIRETORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR - PNAE SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Nota Técnico n.º 08/07 Relações das obras com indícios de irregularidades graves constantes nos anexos às leis orçamentárias para os exercícios de 2002

Leia mais

Valor das marcas dos 17 clubes mais valiosos do Brasil

Valor das marcas dos 17 clubes mais valiosos do Brasil Valor das marcas dos 17 clubes mais valiosos do Brasil Edição de 2012 Valor das marcas dos 12 clubes mais valiosos do Brasil Pelo quarto ano consecutivo a BDO publica seu estudo avaliando as marcas dos

Leia mais

Rem: Revista Escola de Minas ISSN: 0370-4467 editor@rem.com.br Escola de Minas Brasil

Rem: Revista Escola de Minas ISSN: 0370-4467 editor@rem.com.br Escola de Minas Brasil Rem: Revista Escola de Minas ISSN: 0370-4467 editor@rem.com.br Escola de Minas Brasil Luiz, Thays de Souza João; Rosa, Daniel Henrique Ayres; Stellin Júnior, Antonio Análise econômica comparativa de empresas

Leia mais

Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados

Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados Fonte: Dr. Richard Dotoli (sócio do setor tributário na SCA Rio de Janeiro) MEDIDA DO CONFAZ Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados 01.05.2013 A ação requer que indústrias importadoras

Leia mais

Reciclagem de Garrafas PET

Reciclagem de Garrafas PET SUMÁRIO EXECUTIVO A missão básica da Empresa de Águas Ouro Fino Ltda é a extração e o envasamento da água mineral natural, pura e cristalina. A empresa cinqüentenária tem como filosofia que o crescimento

Leia mais

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido 1º Acesse o menu Controle, opção Parâmetros, clique na guia Impostos, e certifique-se de que estão incluídos os impostos do regime 4- Pis e 5 Cofins. Na guia Federal,

Leia mais

Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil. Marcelo Weishaupt Proni Unicamp

Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil. Marcelo Weishaupt Proni Unicamp Projeções dos Impactos Econômicos da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil Marcelo Weishaupt Proni Unicamp A discussão sobre os megaeventos ainda é feita com base em informações precárias Sem dúvida,

Leia mais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais

Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Mercado da reciclagem: a qualidade dos materiais Cinthia Versiani Scott Varella Ms. Engenheira de Produção Pesquisadora do Núcleo Alternativas de Produção Consultora INSEA Objetivo Qualidade da matéria

Leia mais

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES 1 INCIDÊNCIAS TRIBUTÁRIAS NAS EXPORTAÇÕES Optantes do SIMPLES Os transformadores plásticos exportadores optantes do SIMPLES devem analisar a conveniência da continuidade

Leia mais

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Maio 2012 A BDO é a quinta maior empresa de auditoria e consultoria do Brasil, e realiza estudos e análises sobre a Indústria do Esporte, por meio de sua

Leia mais

LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE TABACO NO BRASIL

LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE TABACO NO BRASIL LEGISLAÇÃO FEDERAL SOBRE TABACO NO BRASIL I) PROTEÇÃO À SAÚDE I.a) PROTEÇÃO CONTRA OS RISCOS DA EXPOSIÇÃO À POLUIÇÃO TABAGÍSTICA AMBIENTAL Portaria Interministerial n.º 3.257 (22 de setembro de 1988) Recomenda

Leia mais