FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/558 Informações prestadas com base nas posições de 31 de Dezembro de 2015.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/558 Informações prestadas com base nas posições de 31 de Dezembro de 2015."

Transcrição

1 O formulário de referência da ORLA Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S/A, ( ORLA DTVM ) com base nas posições de 31/12/2015, em consonância ao Anexo 15 II da Instrução CVM Nº 558, de 26 de março de Como forma de melhor preenchimento, foram transcritos os itens do referido formulário, conforme descrito no anexo da instrução CVM 558/15. Administradores de Carteiras de Valores Mobiliários 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário: Nome: Paulo Dominguez Landeira Cargo: Diretor Responsável pela Administração Fiduciária e Gestão de Recursos Nome: Lucia Cristina Rodrigues Pinto Cargo: Diretor Administrativo Responsável pelo cumprimento da Instrução, regras, políticas procedimentos e controles internos Declarações dos diretores responsáveis: Os Diretores identificados declaram, para os devidos fins que: a) reviram o Formulário de Referência; b) o conjunto de informações nele contido é um retrato verdadeiro, preciso e completo da estrutura, dos negócios, das políticas e das práticas adotadas pela empresa. Lucia Cristina Rodrigues Pinto Diretor responsável pela gestão de risco e pelo cumprimento de regras, políticas, procedimentos e controles internos. Paulo Dominguez Landeira Diretor responsável pela Administração Fiduciária e Gestão de Recursos

2 2 Histórico da Empresa 2.1. Breve histórico sobre a constituição da empresa: A ORLA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIARIO S.A. foi constituída em janeiro de 1990, a partir do planejamento de profissionais do mercado de capitais visando proporcionar a seus clientes um padrão de atendimento altamente personalizado, e, paralelamente, servir ao Sistema Financeiro, como um todo, participando ativamente na colocação de títulos do mercado primário e secundário, sendo sinônimo de excelência na administração de recursos de terceiros por meio da gestão dos ativos que compõem os fundos de investimento e carteiras administradas. Com mais de 20 anos no mercado, a ORLA DTVM é hoje uma empresa impar em seu segmento disponibilizando soluções em gestão de recursos de terceiros que atendem a pessoas físicas, empresas, setor público, investidores institucionais e investidores estrangeiros Mudanças relevantes pelas quais tenha passado a empresa nos últimos 5 (cinco) anos. a. os principais eventos societários, tais como incorporações, fusões, cisões, alienações e aquisições de controle societário Em 23 de fevereiro de 2010, houve transformação da Sociedade Ltda para Sociedade Anônima, conforme deliberação de Ata de Transformação e consequentemente, aumento do Capital Social. Não houve alteração do quadro societário, sendo constituída Diretoria por 02 sócios e 02 não sócios, estando a partir de então, sobe a Legislação das Sociedades Anônimas, devendo, praticar todos os atos inerentes ao Estatuto da Sociedade, aprovada pelo Banco Central do Brasil, conforme ato deliberativo aprovando a transformação da Sociedade. b. escopo de atividades Não houve mudança no escopo de atividades da empresa. c. recursos humanos e computacionais Não houve mudança relevante nos recursos humanos e computacionais da empresa. d. regras, políticas e controles internos Não ocorreram mudanças relevantes nas regras, políticas, manuais e controles internos, exceto, para fins de adaptação para ICVM 558.

3 3. Recursos Humanos FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/ Descrever os recursos humanos da empresa, fornecendo as seguintes informações: a. Número de sócios: 02 (dois) _ pessoas físicas b. Número de empregados: 09 (nove) c. Número de terceirizados: 25 (vinte e cinco) d. lista das pessoas naturais que são registradas na CVM como administradores de carteiras de valores mobiliários e atuam exclusivamente como prepostos ou empregados da empresa: Não possui. 4. Auditores 4.1. Em relação aos auditores independentes, indicar, se houver: a) nome empresarial: MANDARINO & ASSOCIADOS AUDITORES b) data de contratação dos serviços 15/05/2015 c) descrição dos serviços contratados Prestação de serviços de Auditoria das Demonstrações contábeis, incluindo pareceres do 1º e 2º semestres sobre Ouvidoria, Relatório de Avaliação da Qualidade e Adequação do Sistema de Controles Internos e descumprimento de dispositivos legais e regulamentares. 5. Resiliência financeira 5.1. Com base nas demonstrações financeiras, ateste: a. se a receita em decorrência de taxas com bases fixas a que se refere o item 9.2.a é suficiente para cobrir os custos e os investimentos da empresa com a atividade de administração:

4 O Fundo de Investimento o qual a Orla é Administrador Fiduciário encontra-se fase pré-operacional e ainda não aufere receitas. Após o Fundo de Investimento estiver em fase operacional, a receita oriunda das taxas com bases fixas (taxa de administração) será suficiente para cobrir os custos e os investimentos da empresa com a atividade de administração de recursos. b. se o patrimônio líquido da empresa representa mais do que 0,02% dos recursos financeiros sob administração de que trata o item 6.3.c e mais do que R$ ,00 (trezentos mil reais) O patrimônio líquido contábil atual da Administradora Fiduciária em 31/12/2015 é de R$ , Demonstrações Financeiras e relatório de que trata o parágrafo 5º do art. 1º desta Instrução: As Demonstrações Financeiras e o relatório de Auditoria Independente estão no anexo I ao final do Formulário. 6. Escopo das atividades 6.1. Descrever detalhadamente as atividades desenvolvidas pela empresa, indicando, no mínimo: a. tipos e características dos serviços prestados (gestão discricionária, planejamento patrimonial, controladoria, tesouraria, etc.) Área de atuação: Mesa de Operações Atribuições relacionadas Custódia de Valores Responsável da Mesa de Operações; Gestão da carteira de terceiros; Captação de novos clientes e Negócios. Área de atuação: Mesa de Operações - Backoffice Atribuições relacionadas Custódia de Valores Gestão dos fluxos financeiros das operações realizadas na Mesa de Operações (compra / venda); Operacionalidade dos sistemas de liquidação com o Mercado (BM&FBOVESPA; SELIC, CETIP); Registro no sistema de Bolsa; Controle e lançamento no sistema de risco. Controle das posições dos ativos de clientes. Área de atuação: Gestão de Fundo de Investimento Atribuições relacionadas a Administração de Fundos de Investimentos Gestão da constituição de Fundos de Investimentos Monitoramento das operações realizadas com o Fundo Gestão de BackOffice nas operações diárias realizadas; Gestão das posições dos cotistas do Fundo Gestão da contratação de prestadores de serviços. Gestão da liquidação financeira junto a Instituição de custodiante de tesouraria.

5 Área de atuação: Tecnologia da Informação Atribuições relacionadas Custódia de Valores Gestão de suporte e Infraestrutura de TI; Coordenador de eventos relacionados a área deti; Monitoramento e Manutenção dos Servidores de dados. Área de atuação: Financeiro (Tesouraria) Atribuições relacionadas Custódia de Valores Responsável pela liquidação financeira de clientes; Conciliação bancária das posições de clientes; Controle das liquidações referente as operações realizadas em Bolsa; Controle de ações, autorização compra e venda; Gestão das liquidações financeiras realizadas com outras Instituições Financeiras (Corretoras); Área de atuação: Cadastro de clientes Atribuições relacionadas Custódia de Valores Processamento das operações diárias realizadas; Backoffice responsável pelas atividades relacionadas a Mesa de Operações, relacionadas ao registro dos ativos negociados junto às Câmaras de liquidação; b. tipos e características dos produtos administrados ou geridos Atualmente a empresa é Administradora do seguinte Fundo (em fase pré-operacional): Fundo de Investimento: Terra Nova Fundo de Investimento Renda Fixa Institucional IMA-B; CNPJ: / Administrador da Carteira: ORLA DTVM; O FUNDO busca obter retornos superiores ao IMA-B divulgado pela ANBIMA Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, seguindo uma gestão ativa de investimentos, por meio da aplicação dos recursos em uma carteira diversificada de ativos financeiros e demais modalidades operacionais disponíveis no âmbito do mercado financeiro, combinando a alocação de investimentos por classe de ativos com timing de investimento e desinvestimento, em títulos, valores mobiliários com emissão do Tesouro Nacional e modalidades operacionais que proporcionem baixo risco de crédito, utilizando-se dos instrumentos disponíveis no mercado de derivativos apenas para proteção de carteira. O FUNDO tem como público alvo investidores em geral, sejam eles pessoas físicas, pessoas jurídicas, fundos de investimento, fundos de investimento em cotas de fundos de investimento, condomínios, os RPPS - Regimes Próprios de Previdência Social, entidades abertas ou fechadas de previdência complementar e/ou quaisquer outros veículos de investimento, domiciliados, sediados, mantidos ou custodiados no Brasil ou no exterior, conforme o caso, que aceitem os riscos decorrentes do investimento no FUNDO.;

6 Perfil dos Cotistas: investidores qualificados aqueles cuja definição se encontra na Resolução CMN nº 3922/10; Status: Fase pré-operacional. O FUNDO deverá observar as disposições da regulamentação aplicável aos recursos dos RPPS - Regimes Próprios de Previdência Social instituído pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, qual seja, a Resolução do Conselho Monetário Nacional nº 3.922, de 25 de novembro de 2010, alterada pela resolução do CMN n de 19/12/2014 ( Resolução CMN nº 3.922/10 ), no que aplicável ao FUNDO, de modo a permitir que estas entidades apliquem, direta ou indiretamente, recursos no FUNDO Descrever resumidamente outras atividades desenvolvidas pela empresa que não sejam de administração de carteiras de valores mobiliários destacando: a. os potenciais conflitos de interesses existentes entre tais atividade; e A ORLA DTVM atua com uma estrutura enxuta, contando com número reduzido de funcionários, atua no segmento de investidores de pequeno e médio porte (pessoas físicas, jurídicas e investidores qualificados). Desta forma os produtos a serem oferecidos aos clientes são direcionados a aplicação em ativos financeiros, ações em bolsa, renda fixa, não apresenta potenciais conflitos de interesses em razão da segregação física das áreas e responsáveis e a adaptação das regras constantes Manual de Ética, Normas e Condutas. b. informações sobre as atividades exercidas por sociedades controladoras, controladas, coligadas e sob controle comum ao administrador e os potenciais conflitos de interesses existentes entre tais atividades ou geridos Não possui empresas controladas ou coligadas Descrever o perfil dos investidores de fundos e carteiras administradas geridas pela empresa, fornecendo as seguintes informações: a. números de investidores (total e dividido entre fundos e carteiras destinados a investidores qualificados e não qualificados) Fundo em fase pré-operacional. b. números de investidores, divido por: i. pessoas naturais ii. pessoas jurídicas (não financeiras ou institucionais) iii. Instituições financeiras iv. Entidades abertas de previdência complementar

7 v. Entidades fechadas de previdência complementar vi. regimes próprios de previdência social vii. seguradoras viii. sociedades de capitalização e de arrendamento mercantil ix. clubes de investimento x. fundos de investimento xi. investidores não residentes xii. outros (especificar) c. recursos financeiros sob administração (total e dividido entre fundos e carteiras destinados a investidores qualificados e não qualificados): Ainda não possui. Em fase pré-operacional d. recursos financeiros sob administração aplicados em ativos financeiros no exterior Não possui e.recursos financeiros sob administração de cada um dos 10 (dez) maiores clientes (não é necessário identificar os nomes) Não possui f.recursos financeiros sob administração, dividido entre investidores: i.pessoas naturais ii.pessoas jurídicas (não financeiras ou institucionais) iii.instituições financeiras iv.entidades fechadas de previdência complementar v.regimes próprios de previdência social vi.seguradoras vii.sociedades de capitalização e de arrendamento mercantil viii.clubes de investimento ix.fundos de investimento xi.nvestidores não residentes xi.outros (especificar) Ainda não apresenta Fornecer o valor dos recursos financeiros sob administração, dividido entre: a. ações b. debêntures e outros títulos c. Títulos e outros títulos de renda fixa emitidos por pessoas jurídicas não financeiras d. Cotas de fundos de investimento em ações e. Cotas de fundos de investimento em ações f. Cotas de fundos de investimento imobiliário

8 g. Cotas de fundos de investimento em direitos creditórios h. Cotas de fundos de investimento em renda fixa i. Cotas de outros fundos de investimento j. Derivativos (valor mercado) k. Outros valores mobiliários l. Títulos públicos m. Outros ativos 6.5. Descrever o perfil dos gestores de recursos das carteiras de valores mobiliários nas quais o administrador exerce atividades de administração fiduciária A TERRA NOVA GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS LTDA é uma gestora de recursos independente, sediada no Brasil, iniciou suas atividades em dezembro de Autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a exercer suas atividades, em ato declaratório CVM nº , datado de 23 de julho de 2013, devidamente autorizada à prestação dos serviços de administração de carteira de títulos e valores mobiliários através do Ato Declaratório nº , datado de 23 de julho de 2013, doravante designada como GESTORA. 6.6 Fornecer outras informações que a empresa julgue relevantes A ORLA DTVM é sinônimo de excelência na administração de recursos de terceiros por meio da gestão dos ativos que compõem os fundos de investimento e carteiras administradas. Na ORLA DTVM você encontra experiência, tecnologia e moderno conceito no gerenciamento das ferramentas de administração de ativos do mercado, disponibilizando soluções em gestão de recursos de terceiros que atendem a pessoas físicas, empresas, setor público, investidores institucionais e investidores estrangeiros. Seja qual for o seu mercado, a ORLA DTVM oferece as melhores condições para seu investimento 7. Grupo Econômico 7.1. Descrever o grupo econômico em que se insere a empresa, indicando: a. Controladores diretos e indiretos: A empresa possui como sócios, pessoas físicas, sendo 50% de participação societária, conforme organograma societário. b. Controladas e coligadas Não possui. c. Participações da empresa em sociedades do grupo Não possui d. Participações de sociedades do grupo na empresa Não possui. e. Sociedade sob controle comum Não há.

9 7.2 Caso a empresa deseje, inserir organograma do grupo econômico em que se insere a empresa, desde que compatível com as informações apresentadas no item 7.1. Segue organograma societário da gestora: ESTRUTURA SOCIETÁRIA ORLA DTVM S/A Murcio Teixeirra de Mello 50,0% Ricardo Soares Tenório 50,0% 8. Estrutura operacional e administrativa 8.1. Descrever a estrutura administrativa da empresa, conforme estabelecido no seu contrato ou estatuto social e regimento interno, identificando: a. atribuições de cada órgão, comitê e departamento técnico A sociedade é administrada por 02 (dois) Diretores. (i) Gestão de Recursos: Diretor Paulo Dominguez Landeira (iii) Gestão de riscos e compliance (cumprimento de regras, políticas, procedimentos e controles internos): Lucia Cristina Rodrigues Pinto. (iv) Distribuição de cotas dos fundos de investimento geridos pela Sociedade: Paulo Dominguez Landeira A área de gestão de riscos e compliance não estão subordinadas a área de Gestão de recursos ou a qualquer área comercial. b. em relação aos comitês, sua composição, frequência com que são realizadas suas reuniões e a forma como são registradas suas decisões Fundo de investimento em fase pré-operacional. O comitê aprova a constituição de Fundos segundo o KYC e a distribuição de Fundos de terceiros; Cômite de Risco e Compliance Cômite de Credito Cômite de Novos Negocios Comite Executivo

10 Comite de Risco e Compliance Responsavel por verificar o cumprimento das politicas internas. Reúne-se semestralmente e com encontros adicionais sempre se necessário. Comite de Credito Responsavel por avaliar os produtos financeiros e os limites de credito de acordo com os regulamentos dos Fundos. Reune-se semanalmente e ou quando solicitado Comite de Novos Negocios Responsavel por avaliar oportunidades e a viabilidade financeira e operacional das propostas para criação de novos produtos e serviços, bem como acompanhar o desempenho dos seus resultados. Reune-se sempre que solicitado. Comite Executivo Responsavel por acompanhar e discutir e traçar novas diretrizes para o bom funcionamento da empresa. Reune-se mensalmente e com encontros adicionais sempre que necessario. As decisoes são registradas atraves de atas e as mesmas são arquivadas no setor de Compliance. c. em relação aos membros da diretoria, suas atribuições e poderes individuais Diretor: Paulo Dominguez Landeira Poderes isoladamente Coordenação, Direção, Controle e Administração da Carteira de valores mobiliários, pelas atividades relacionadas a Administração de fundos de investimento; Revisão, aprovação de Políticas e Manuais e junto aos Órgãos reguladores de acordo com as atividades da Instituição; Gestão de recursos de terceiros; Gestão dos negócios da Instituição; Diretor: Lucia Cristina Rodrigues Pinto. Poderes isoladamente Gestão Administrativa; Recursos Humanos; Gestão de risco e pelo cumprimento de regras, políticas, procedimentos e controles internos; Gestão Fiscal e Contábil. Poderes de representação em conjunto:

11 Agindo em conjunto, respeitados os limites impostos neste contrato social, (i) a representação ativa e passiva, judicial e extrajudicialmente e tem amplos poderes de administração e gestão dos negócios sociais para a prática de todos os atos e a realização de todas as operações de interesse da sociedade. Todos os documentos que criem obrigações para a sociedade ou desonerem terceiros de obrigações para a sociedade Caso a empresa deseje, inserir organograma da estrutura administrativa da empresa, desde que compatível com as informações apresentadas no item Em relação a cada um dos diretores de que tratam os item 8.4,8.5,8.6, e 8.7 e dos membros de comitês da empresa relevantes para a atividade de administração de carteiras de valores mobiliários, indicar, em forma de tabela: a. Nome Paulo Dominguez Landeira b. Idade 51 anos c. Profissão Economista d. CPF ou número do passaporte e. Cargo ocupado Diretor executivo f. Data da posse 06/05/2016 g. Prazo do mandato 30/04/2019 h. Outros cargos ou funções Não possui exercidos na empresa

12 i. Nome LUCIA CRISTINA RODRIGUES PINTO j. Idade 39 ANOS k. Profissão CONTADORA l. CPF ou número do passaporte m. Cargo ocupado DIRETOR EXECUTIVO n. Data da posse 06/05/2016 o. Prazo do mandato 30/04/2019 p. Outros cargos ou Não possui funções exercidos na empresa 8.4. Em relação aos diretores responsáveis pela administração de carteiras de valores mobiliários, fornecer: a. currículo, contendo as seguintes informações: i. cursos concluídos ii. aprovação em exame de certificação profissional iii. principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos, indicando: nome da empresa cargo e funções inerentes ao cargo atividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram datas de entrada e saída do cargo Diretor de Gestão de Recursos e Administração Fiduciária: Paulo Dominguez Landeira, Graduado em Ciências Econômicas pela Faculdade Cândido e Pós Graduado em Mercados de Capitais pela Fundação Getulio Vargas FGV, com mais de 20 anos de experiência na administração de empresas, consultoria em gestão empresarial, planejamento Financeiro e administrativo, controles e procedimentos de operações de Selic, Cetip e Bolsa e planejamento estratégico. Possui amplo conhecimento Financeiro, Controladoria e Back-Office, capacidade de gestão de pessoas e de processos administrativos operacionais. Experiência em área comercial com visão estratégica e capacidade de realização, com foco em resultados, excelente capacidade de comunicação e negociação. Exerce cargo de Diretor Executivo na ORLA DTVM desde 2009, onde é o responsável pela administração de carteira de valores mobiliários e pela atividade de distribuição de cotas dos fundos de investimento. É administrador de carteiras autorizado pela CVM e Gestor de Carteiras certificado pela ANCORD.

13 8.5. Em relação ao diretor responsável pela implementação e cumprimento de regras, políticas, procedimentos e controles internos e desta Instrução, fornecer currículo: b. currículo, contendo as seguintes informações: iv. cursos concluídos v. aprovação em exame de certificação profissional vi. principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos, indicando: nome da empresa cargo e funções inerentes ao cargo atividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram datas de entrada e saída do cargo Lucia Cristina Rodrigues Pinto Lúcia Cristina Rodrigues Pinto, Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, no amo de 2002, funcionária de carreira da instituição, iniciando suas atividades na ORLA DTVM no ano de 2000 na Área de BackOffice, passando a exercer atividades de analista, com mais de 14 anos de experiência no mercado financeiro, exercendo atualmente a função de Diretora responsável da instituição, na Gestão de Risco e Administrativa, Compliance, Auditoria Interna e Ouvidoria. Responsável pelo desenvolvimento do trabalho de estruturação da Gestão de Riscos Corporativos da Instituição. Ampla atuação na Mesa de Open e gestão nas áreas de Tesouraria e Administrativa, ampla experiência na Gestão de equipes na Estruturação da Área Administrativa da Orla DTVM. 8.6 Em relação ao diretor responsável pela gestão de risco, caso não seja a mesma pessoa indicada no item anterior, fornecer: c. currículo, contendo as seguintes informações: vii. cursos concluídos viii. aprovação em exame de certificação profissional ix. principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos, indicando: nome da empresa cargo e funções inerentes ao cargo atividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram datas de entrada e saída do cargo Trata-se do mesmo profissional indicado no item Em relação ao diretor responsável pela atividade de distribuição de cotas de fundos de investimento, caso não seja a mesma pessoa indicada no item 8.4, fornecer: Trata-se do mesmo profissional indicado no item 8.4

14 8.8 Fornecer informações sobre a estrutura mantida para a gestão de recursos, incluindo: a. Quantidade de profissionais: b. Natureza das atividades desenvolvidas pelos seus integrantes: c. os sistemas de informação, as rotinas e os procedimentos envolvidos: d. a forma como a empresa garante a independência do trabalho executado pelo setor 8.9 Fornecer informações sobre a estrutura mantida para a verificação do permanente atendimento às normas legais e regulamentares aplicáveis à atividade e para a fiscalização dos serviços prestados pelos terceiros contratados, incluindo: a. Quantidade de profissionais: 02 (dois). Sr. Francisco Jorge Simões (Consultor externo) Sr. Ivan Cândido. b. Natureza das atividades desenvolvidas pelos seus integrantes: As principais funções desempenhadas pela área de Compliance são: Orientar a implantação de estruturas que contemplem registros bem documentados, identifiquem claramente as responsabilidades e autorizações: Analisar os controles previstos nos Manuais de Normas, propondo a melhorias naqueles considerados deficientes e monitorar as correções das eventuais deficiências; Acompanhar o desenvolvimento das atividades voltadas para o estabelecimento de normativos, os quais possam definir claramente as responsabilidades de cada área, bem como estabeleçam os pontos de controle de riscos; Intermediar o relacionamento entre as áreas, resultante de pontos divergentes para o estabelecimento de Conformidade; Promover, junto às áreas competentes, meios que assegurem aos funcionários, segundo o correspondente nível de atuação, o acesso a informações confiáveis, tempestivas, compreensíveis e aquelas consideradas relevantes para a realização de suas tarefas;

15 Monitorar, permanentemente o cumprimento das políticas, regras, normas, procedimentos e legislação que regulam os negócios, auxiliando na implementação dos mesmos, assegurando sempre a preservação da imagem da instituição perante o mercado de modo geral; Atuar como interface junto à CVM, ANBIMA, auditorias externas, reportar à Diretoria Responsável quanto as medidas adotadas ou impasses relacionados com a implementação do programa de Compliance. c. Os sistemas de informação, as rotinas e os procedimentos A verificação do permanente atendimento às normas legais e regulamentares aplicáveis à atividade e fiscalização dos serviços prestados pelos terceiros contratados é de responsabilidade da área de risco e Compliance. Estabelece as normas gerais sobre procedimentos internos e suas conformidades, com fim de proteger a Orla DTVM, principalmente quanto a sua integridade e dos seus funcionários e colaboradores, com relação a eventuais vulnerabilidades detectadas no processamento das atividades desenvolvidas. Meios de identificar e avaliar fatores internos e externos que possam afetar diversamente a realização dos objetivos da Orla DTVM; Existência de canais de comunicação que assegurem aos funcionários e colaboradores, correspondente nível de atuação, o acesso a confiáveis, tempestivas e compreensíveis informações consideradas relevantes para suas tarefas e responsabilidades; Acompanhamento sistemático das atividades desenvolvidas, de forma que se possa avaliar se os objetivos da Orla DTVM estão sendo alcançados, se os limites estabelecidos e as leis e regulamentos aplicáveis estão sendo cumpridos, bem como assegurar que quaisquer desvios identificados possam ser prontamente corrigidos; d. A forma como a empresa garante a independência do trabalho executado pelo setor Não há área física para execução das atividades relacionadas ao Compliance, sendo exercida por profissional terceirizado, o qual, executa as tarefas inerentes a função no âmbito da Instituição, sob direção do Diretor responsável. Segregação das atividades atribuídas às atividades é desenvolvida, de forma que seja evitado o conflito de interesse com as demais áreas da Instituição, bem como meios de minimizar e monitorar adequadamente áreas identificadas como de potencial conflito da espécie; 8.10 Fornecer informações sobre a estrutura mantida para a gestão de riscos, incluindo: a. Quantidade de profissionais: b. Natureza das atividades desenvolvidas pelos seus integrantes: c. Os sistemas de informação, as rotinas e os procedimentos

16 d. A forma como a empresa garante a independência do trabalho executado pelo setor 8.11 Fornecer informações sobre a estrutura mantida para as atividades de tesouraria, de controle e processamento de ativos e da escrituração de cotas incluindo: a. quantidade de profissionais 03 profissionais b. os sistemas de informação, rotinas e os procedimentos envolvidos O Sistema utilizado na escrituração de cotas é o Sisfinance. A atividade de Tesouraria para liquidação financeira será exercida por outra Instituição, Banco Paulista S.A; c. a indicação de um responsável pela área e descrição de sua experiência na atividade Foram indicados 04 profissionais qualificados com experiência na área de atuação em Gestão de Fundos de Investimentos. As atividades relacionadas a processamento e escrituração de cotas serão executadas, a partir do início da operacionalização do Fundo: 8.12 Fornecer informações sobre a área responsável pela distribuição de cotas de fundos de investimento, incluindo: a. Quantidade de profissionais: 04 (quatro) profissionais. b. Natureza das atividades desenvolvidas pelos seus integrantes Condução de reuniões com investidores institucionais; As atividades relacionadas a escrituração de cotas serão executadas, a partir do início da operacionalização do Fundo. c. Programa de treinamento dos profissionais envolvidos na distribuição de cotas Atualmente, em razão do Fundo administrado pela Orla estar em fase pré-operacional, não há programas de treinamento especificamente para profissionais da área de distribuição. d. Infraestrutura disponível, contendo relação discriminada dos equipamentos e serviços utilizados na distribuição A ORLA possui como estrutura de atendimento todos os itens necessários para atender de forma adequada ao investidor, disponibilizando: Atendimento personalizando, com canal de atendimento para recebimento de ordens e instruções; Consultas informações Site da Instituição ( atendimento telefônico direto na MESA DE OPERAÇÕES, com 16 posições de atendimento direto com os operadores; recebimento de ordens, instruções, realização de negociações via para cada operador da MESA DE OPERAÇÕES e/ou diretamente para o ()

17 atendimento presencial; Não possui Home Broker. e. os sistemas de informação, as rotinas e os procedimentos envolvidos O Fundo de Investimento administrado pela ORLA encontra-se em fase pré-operacional e está em desenvolvimento do sistema Sisfinance para processo de distribuição de Cotas 8.13 Fornecer outras informações que a empresa julgue relevantes Não há 9. Remuneração da empresa 9.1 Em relação a cada serviço prestado ou produto gerido, conforme descrito no item 6.1, indicar as principais formas de remuneração que pratica: A remuneração da Orla contempla receitas decorrentes da operação em mercado de valores mobiliários, de sua natureza. As receitas decorrentes da Administração sobre Fundo de Investimento, encontra-se em fase préoperacional e ainda não aufere receita. 9.2 Indicar, exclusivamente em termos percentuais sobre a receita total auferida nos 36 (trinta e seis) meses anteriores à data base deste formulário, a receita proveniente, durante o mesmo período, dos clientes em decorrência de: a) taxas com bases fixas, b) taxas de performance, c) taxas de ingresso, d) taxas de saída, e) outras taxas. Conforme informado em 5.1, o Fundo de Investimento encontra-se em fase pré-operacional e ainda não aufere receitas sobre a Administração da Orla. 9.3 Fornecer outras informações que a empresa julgue relevantes: 10. Regras, procedimentos e controles internos

18 10.1 Descrever a política de seleção, contratação e supervisão de prestadores de serviços: Os prestadores de serviços devidamente autorizados pela legislação e regulamentação a exercer suas atividades e com experiência comprovada em suas áreas de atuação. A ORLA é aderente a determinados Códigos de autorregulação e que obrigatoriamente seus prestadores de serviços tenham padrões em suas atividades. A responsabilidade da Orla da contratação e supervisão dos prestadores de serviços Descrever como os custos de transação com valores mobiliários são monitorados e minimizados 10.3 Descrever as regras para o tratamento de soft dollar, tais como recebimento de presentes, cursos, viagens etc Descrever os planos de contingência, continuidade de negócios e recuperação de desastres adotados: O PCN da ORLA DTVM tem seu local alternativo localizado na Av. Niemeyer nº 02, térreo-parte, Leblon, Rio de Janeiro, conforme contrato de parceria firmado entre ORLA DTVM e BANCO ARBI S/A. DESCRIÇÃO DO PLANO O plano de contingência de continuidade dos negócios, no case de eventos que possam interromper a execução das atividades, consiste em acionar o local físico alternativo com horário previsto para utilização e disponibilidade de conjunto de materiais para ativação do plano de contingência. Local: BANCO ARBI S/A Pessoa responsável: Sergio Lino Sala disponível; Disponibilizar terminal de acesso (computador, notebook) 02 unidades; Acesso a web com velocidade equiparada para utilização; Acesso para impressão via rede interna (impressoras) 01 e copiadora; Linha telefônica disponível para utilização como canal de atendimento 02 linhas. Designar pessoa para ocupação no local alternativo; Acessar para execução das ordens do dia; Acessar site CBLC; Acessar site CETIP; Acessar site SELIC; Acessar site BANCO PAULISTA;

19 Acessar site CORRETORAS UM INVESTIMENTO (HOME BROKER); Acessar alternativo para comunicação de mensageria; Através da web mail.orladtvm.com.br ATIVAÇÃO DO PLANO (Incidentes que coloquem em risco as operações do negócio) Prédio inacessível Datacenter inacessível Instalação inacessível Interrupção por falha de energia elétrica Interrupção por falha de comunicação Interrupção por falha de servidor Interrupção por falha na rede interna Interrupção por falha do software aplicativo TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 02 profissionais (Ações para transferência das atividades essenciais do negócio e da infraestrutura para localidade temporária) Comunicação através da do acesso fornecido pela RTM; Ativação dos sistemas de comunicação Teste e liberação para realização das operações Ativação de procedimentos alternativos em caso de falha do software aplicativo CONTINGÊNCIA DE ACESSO À RTM Configurar o acesso discado em um computador, com a utilização de linha telefônica, no mínimo. RESPONSÁVEIS OPERACIONAL Diretor Paulo Landeira Diretor Lucia Cristina Responsável pelo cumprimento do plano Ivan Cândido Convocação dos funcionários que atuarão no local de contingência Operação do negócio apenas nas atividades essenciais; Execução de procedimentos alternativos em caso de falha no procedimento de acesso; TESOURARIA Comunicação Corretoras para liquidação financeira Comunicação Banco Bradesco para liquidação financeira

20 Comunicação Banco Paulista para liquidação financeira TREINAMENTO (Atividades de educação, conscientização e treinamento sobre o PCN), o papel de cada funcionário participante no Plano de continuidade do negócio. TESTES Como objetivo dos testes a serem realizados de PCN, é definido a cada 12 meses, com revisão periódica a cada 06 meses do PCN Descrever as políticas, práticas e controles internos para a gestão do risco de liquidez das carteiras de valores mobiliários O Gerenciamento do Risco de Liquidez pela ORLA DTVM, está estruturado de acordo com as diretrizes do Banco Central do Brasil, visando proporcionar a permanente adequação do gerenciamento à natureza das suas operações, relacionados também aos produtos e serviços oferecidos, de forma estabelecer limites e margens que sejam compatíveis e adequados conforme estabelecido pelo Banco Central. O monitoramento de Risco de Liquidez, quanto ao acompanhamento do fluxo de caixa (financeiro), juntamente com a área responsável pelo caixa, a posição dos ativos em relação aos limites operacionais estabelecidos. Como metodologia no Gerenciamento do Risco de Liquidez, a ORLA DTVM utiliza-se do cálculo da posição diária de seus ativos, demonstrado por meio de relatório semestral, considerando cenário de realização do fluxo financeiro de suas obrigações previstas e recursos disponíveis da Instituição em até 90 dias Descrever as políticas, as práticas e os controles internos para o cumprimento das normas específicas de que trata o inciso I do art. 30, caso decida atuar na distribuição de cotas de fundos de investimento de que seja administrador ou gestor: Fundo de Investimento em fase pré-operacional, em fase de desenvolvimento das políticas para realização das práticas relacionadas a administração do Fundo Endereço da página do administrador na rede mundial de computadores na qual podem ser encontrados os documentos exigidos pelo art. 14 desta Instrução

21 11 Contingências FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/ Descrever os processos judiciais, administrativos ou arbitrais, que não estejam sob sigilo, em que a empresa figure no polo passivo, que sejam relevantes para os negócios da empresa, indicando: a) principais fatos, b) valores, bens ou direitos envolvidos. Não há Descrever os processos judiciais, administrativos ou arbitrais, que não estejam sob sigilo, em que o diretor responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários figure no polo passivo e que afetem sua reputação profissional, indicando: a) principais fatos, b) valores, bens ou direitos envolvidos. Não há Descrever outras contingências relevantes não abrangidas pelos itens anteriores Descrever condenações judiciais, administrativas ou arbitrais, transitadas em julgado, prolatadas nos últimos 5 (cinco) anos em processos que não estejam sob sigilo, em que a empresa tenha figurado no polo passivo, indicando: a) principais fatos, b) valores, bens ou direitos envolvidos. Não há Descrever condenações judiciais, administrativas ou arbitrais, transitadas em julgado, prolatadas nos últimos 5 (cinco) anos em processos que não estejam sob sigilo, em que o diretor responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários tenha figurado no polo passivo e tenha afetado seus negócios ou sua reputação profissional, indicando: a) principais fatos, b) valores, bens ou direitos envolvidos. Não há. 12. Declarações adicionais do diretor responsável pela administração Documento emitido anexo ao Relatório de Referência.

22 ANEXO I 5.2. Demonstrações Financeiras e relatório de que trata o parágrafo 5º do art. 1º desta Instrução:

23

24

25 FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/558

26 FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/558

27 FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO-15 II ICVM/558

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

INSTRUÇÃO CVM ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro)

INSTRUÇÃO CVM ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) INSTRUÇÃO CVM 558 - ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (Informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016)

Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (Informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (Informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) Security Administradora de Recursos LTDA ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário Formulário de Referência Pessoa Jurídica CAPITÂNIA S.A. (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS 1. Identificação das

Leia mais

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016

Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 Política de Controles Internos Código: MSFC-P-004 Versão: 05 Emissão: 10/2011 Última Atualização em: 02/2016 OBJETIVO Garantir a aplicação dos princípios e boas práticas da Governança Corporativa, e que

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições contábeis de 31 de dezembro/2015 e demais de 24 de junho de 2016) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS

Leia mais

BONSUCESSO ASSET - ADMINISTRADORA DE RECURSOS S/A ( Companhia )

BONSUCESSO ASSET - ADMINISTRADORA DE RECURSOS S/A ( Companhia ) BONSUCESSO ASSET - ADMINISTRADORA DE RECURSOS S/A ( Companhia ) Formulário de Referência (Anexo 15-II à Instrução CVM nº 558/15) (Informações dos itens 6.3. / 6.4. / 9.2. prestadas com base nas posições

Leia mais

Formulário de Referência. Data Base 31/12/2015

Formulário de Referência. Data Base 31/12/2015 Data Base 31/12/2015 ITEM 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário Nome do responsável pelo conteúdo do formulário Cargo do responsável Daniel Tavares Araujo Diretor de Risco

Leia mais

LUMINUS CAPITAL MANAGEMENT LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016)

LUMINUS CAPITAL MANAGEMENT LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016) LUMINUS CAPITAL MANAGEMENT LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016) 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário: 1.1. O Diretor responsável pela Administração

Leia mais

ANEXO 15-I Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Natural (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro)

ANEXO 15-I Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Natural (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ANEXO 15-I Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Natural (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) 1. Declaração do administrador, atestando: a. que reviu o formulário de referência

Leia mais

2.1. Breve histórico sobre a constituição da empresa A Lanx Capital Investimentos ( LANX ) foi constituída em agosto de em 2003.

2.1. Breve histórico sobre a constituição da empresa A Lanx Capital Investimentos ( LANX ) foi constituída em agosto de em 2003. ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS Os campos assinalados com FA são facultativos para o administrador registrado na categoria administrador fiduciário Os campos assinalados com FG são

Leia mais

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos Instrução CVM 558

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos Instrução CVM 558 1. Objetivo A administração de carteiras de valores mobiliários é o exercício profissional de atividades relacionadas, direta ou indiretamente, ao funcionamento, à manutenção e à gestão de uma carteira

Leia mais

1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário PHENOM CAPITAL ADMINISTRADORA DE RECURSOS S.A., sociedade por ações com sede na Cidade de Brasília, Distrito Federal, à ST CLN 413 BLOCO D, nº 21, Sala 213, Asa Norte, CEP 70.876-540,, em processo de transferência

Leia mais

Formulário de Referência Samba Investimentos Ltda. Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica

Formulário de Referência Samba Investimentos Ltda. Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica Formulário de Referência Samba Investimentos Ltda. Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS

Leia mais

CB.POL a. 1 / 7

CB.POL a. 1 / 7 CB.POL-.01 4 a. 1 / 7 1. CONTEÚDO DESTE DOCUMENTO Esta política estabelece diretrizes e responsabilidades para a implementação e manutenção do Sistema de Controles Internos integrado ao Gerenciamento de

Leia mais

ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015)

ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ALGARVE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. ( Algarve ) CNPJ/MF 15.437.865/0001-97

Leia mais

Nome do responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários: Antonio Augusto Torres de Bastos Filho

Nome do responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários: Antonio Augusto Torres de Bastos Filho 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PESSOAS RESPONSÁVEIS PELO CONTEÚDO DO FORMULÁRIO Nome do responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários: Antonio Augusto Torres de Bastos Filho Nome do responsável

Leia mais

Formulário de Referência Pessoa Jurídica

Formulário de Referência Pessoa Jurídica Formulário de Referência Pessoa Jurídica Vinci Capital Gestora de Recursos Ltda. CNPJ: 11.079.478/0001-75 (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) 2. Histórico da empresa

Leia mais

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA GESTÃO DE RECURSOS (BASE: 2016)

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA GESTÃO DE RECURSOS (BASE: 2016) FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA GESTÃO DE RECURSOS (BASE: 2016) Sumário 1. - IDENTIFICAÇÃO DAS PESSOAS RESPONSÁVEIS PELO CONTEÚDO 4 2. - HISTÓRICO DA EMPRESA 4 3.1 - DESCRIÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS 5 4.1 - IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015)

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS NORTE INVESTIMENTOS

Leia mais

b. escopo das atividades A Mach nasceu focada em gestão de renda variável, e em 2015 passou a oferecer também o serviço de carteira administrada.

b. escopo das atividades A Mach nasceu focada em gestão de renda variável, e em 2015 passou a oferecer também o serviço de carteira administrada. 1 de junho de 216 2. Histórico da empresa 2.1. Breve histórico sobre a constituição da empresa A Mach Investimentos Ltda, fundada em 212, nasceu com o foco em investimentos em renda variável, principalmente

Leia mais

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica. Data Base: 31 de dezembro de Gerval Investimentos LTDA.

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica. Data Base: 31 de dezembro de Gerval Investimentos LTDA. ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica Data Base: 31 de dezembro de 2015 Gerval Investimentos LTDA. ( Gestora ) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS INFORMAÇÕES*

Leia mais

1. Identificação das pessoas

1. Identificação das pessoas ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica Data da Elaboração: 20/06/2016 Data Base: Maio de 2016 GERIBÁ INVESTIMENTOS LTDA. ( Gestora ) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

ALGARVE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA.

ALGARVE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. ALGARVE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS (SERVIÇOS DE CUSTÓDIA PARA AS CARTEIRAS ADMINISTRADAS SOB GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO) JUNHO/2017 1. OBJETO Com relação à administração

Leia mais

Formulário de Referência Pessoa Jurídica

Formulário de Referência Pessoa Jurídica Formulário de Referência Pessoa Jurídica Vinci Real Estate Gestora de Recursos Ltda. CNPJ: 13.838.015/0001-75 (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) 2. Histórico da empresa

Leia mais

Formulário de Referência 2016 M3 Capital Partners Gestora de Recursos Ltda.

Formulário de Referência 2016 M3 Capital Partners Gestora de Recursos Ltda. Formulário de Referência 216 M3 Capital Partners Gestora de Recursos Ltda. Índice 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do Formulário 1.1 Declaração dos diretores responsáveis pela administração

Leia mais

Formulário de Referência. Informações prestadas com base nas posições de 31 de maio de 2016

Formulário de Referência. Informações prestadas com base nas posições de 31 de maio de 2016 Junho de 2016 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário 1.1. Declarações dos diretores responsáveis pela administração de carteiras de valores mobiliários e pela implementação

Leia mais

Formulário de Referência Trópico Investimentos e Participações Ltda. ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

Formulário de Referência Trópico Investimentos e Participações Ltda. ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS Formulário de Referência Trópico Investimentos e Participações Ltda. CNPJ: 04.636.879/0001-13 (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES

Leia mais

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016)

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 216) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS 1. Identificação

Leia mais

RESOLUÇÃO N Parágrafo 2º São de responsabilidade da diretoria da instituição:

RESOLUÇÃO N Parágrafo 2º São de responsabilidade da diretoria da instituição: RESOLUÇÃO N 2554 Dispõe sobre a implantação e implemenação de sistema de controles internos. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31.12.64, torna público que o CONSELHO MONETÁRIO

Leia mais

Victoria Capital Investimentos Ltda.

Victoria Capital Investimentos Ltda. Formulário de Referência Pessoa Jurídica (Em atendimento à Instrução CVM nº 558, de 26 de março de 2016) Victoria Capital Investimentos Ltda. (Administrador de Carteiras de Valores Mobiliários / Gestor)

Leia mais

Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução CVM n. 558 de 26 de março de 2015

Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução CVM n. 558 de 26 de março de 2015 Razão Social: DNA CAPITAL CONSULTORIA LTDA. CNPJ: 18.966.381/0001-23 Nome fantasia: DNA CAPITAL Site: http://www.dnacapital.com.br Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução

Leia mais

Victoria Capital Investimentos Ltda.

Victoria Capital Investimentos Ltda. Formulário de Referência Pessoa Jurídica (Em atendimento à Instrução CVM nº 558, de 26 de março de 2016) Victoria Capital Investimentos Ltda. (Administrador de Carteiras de Valores Mobiliários / Gestor)

Leia mais

POLÍTICA DE FISCALIZAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS

POLÍTICA DE FISCALIZAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS POLÍTICA DE FISCALIZAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS Versão 2016.1 Editada em abril de 2016 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. DA POLÍTICA... 2 2.1. Dos prestadores de serviços... 2 2.2. Atribuições e responsabilidades...

Leia mais

1- Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

1- Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica LAVORO ASSET (Informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ADMINISTRADORES DE CARTEIRA DE VALORES MOBILIÁRIOS LAVORO ASSET

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário FinHealth Gestão de Recursos S.A., sociedade anônima, com sede na cidade do Rio de Janeiro, na Rua Visconde de Pirajá 623, 9º andar, CEP 2241-3, Estado do Rio de Janeiro, inscrita no CNPJ/MF sob nº 11.81.121/1-21,

Leia mais

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA Atualização: Outubro 2016 Versão: 2016-03 1 INTRODUÇÃO Apresentamos a seguir o formulário de referência da DEX Capital Gestão de Recursos Ltda ( DEX Capital ) com base nas posições

Leia mais

SAFRA FARADAY FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

SAFRA FARADAY FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 1. PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DUVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO: A ADMINISTRADORA colocará mensalmente à disposição dos cotistas as informações relativas à composição e diversificação da CARTEIRA.

Leia mais

REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS REGRAS, PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS Banco Sumitomo Mitsui Brasileiro S.A 1 1. SUMÁRIO Em atendimento a Instrução CVM nº 558, o Banco Sumitomo Mitsui Brasileiro S.A. (doravante denominado simplesmente

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO RBR ASSET MANAGEMENT

MANUAL DE CADASTRO RBR ASSET MANAGEMENT MANUAL DE CADASTRO RBR ASSET MANAGEMENT 1. OBJETIVO 1.1. Este Manual de Cadastro visa atender às exigências da Lei 9.613/98 e suas alterações, bem como da Instrução CVM 301/99, conforme alterada. 1.2.

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL A Um Investimentos S/A CTVM atendendo às disposições da Resolução CMN 3.380/06 demonstra através deste relatório a sua estrutura do gerenciamento de risco

Leia mais

RIV-02 Data da publicação: 02/jun/2017

RIV-02 Data da publicação: 02/jun/2017 Resumo Descreve os componentes do SCI Sistema de Controles Internos da Riviera Investimentos e estabelece as responsabilidades e procedimentos para a sua gestão. Sumário 1. Objetivo...2 2. Público-alvo...2

Leia mais

Administração de Carteiras de Valores Mobiliários ICVM 558 Requisitos para o exercício da atividade Representação Institucional

Administração de Carteiras de Valores Mobiliários ICVM 558 Requisitos para o exercício da atividade Representação Institucional Administração de Carteiras de Valores Mobiliários ICVM 558 Requisitos para o exercício da atividade Representação Institucional Última atualização em 23/03/2016 Sumário/Índice SUMÁRIO/ÍNDICE... 2 ICVM

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Resolução 3.988/2011. Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Resolução 3.988/2011. Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL Área Responsável: Risco de Crédito e Capital Gerência de Capital Sumário RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL... 3 1. INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 576, DE 16 DE JUNHO DE 2016.

INSTRUÇÃO CVM Nº 576, DE 16 DE JUNHO DE 2016. . Altera o Informe Mensal de FIDC, Anexo A da Instrução CVM nº 489, de 14 de janeiro de 2011. O PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS torna público que o Colegiado, em reunião realizada

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS. 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário ASIA ASSET GESTORA DE RECURSOS LTDA. Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO 18.599.673/0001-75 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário Leonardo Cyrino Saliba Marcelo Cheyne Rocha Angelo Pinheiro Bastos da Fonseca 1.1.

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Riscos

Manual de Gerenciamento de Riscos Manual de Gerenciamento de Riscos 3 de junho de 2016 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo definir as diretrizes do gerenciamento de riscos aplicadas aos fundos de ações geridos pela SMARTQUANT, estabelecendo

Leia mais

SAFRA PREV FIX VIP FIC FI RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO

SAFRA PREV FIX VIP FIC FI RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO 1. PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DUVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO: A ADMINISTRADORA colocará mensalmente à disposição dos cotistas as informações relativas à composição e diversificação da CARTEIRA.

Leia mais

Formulário de Referência Pessoa Jurídica

Formulário de Referência Pessoa Jurídica Formulário de Referência Pessoa Jurídica Real Investor Gestão de Recursos LTDA CNPJ: 11.570.951/0001-12 (Informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2016) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS

Leia mais

EHB Administração de Carteiras e Valores Mobiliários Ltda ( ALIVE INVESTIMENTOS )

EHB Administração de Carteiras e Valores Mobiliários Ltda ( ALIVE INVESTIMENTOS ) Florianópolis, Março de 2017 Instrução CVM 558 Anexo 15 II Formulário de Referência Pessoa Jurídica (referente 31/12/2016) EHB Administração de Carteiras e Valores Mobiliários Ltda ( ALIVE INVESTIMENTOS

Leia mais

SONAR SERVIÇOS DE INVESTIMENTO LTDA. ( Sonar ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016) *

SONAR SERVIÇOS DE INVESTIMENTO LTDA. ( Sonar ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016) * SONAR SERVIÇOS DE INVESTIMENTO LTDA. ( Sonar ) Formulário 15-II (data-base: 31/05/2016) * *Apesar da CVM indicar a data-base de 31/12, entendemos que a utilização desta neste período de adaptação não faz

Leia mais

ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro)

ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA PESSOA JURÍDICA (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) L3 GESTORA DE RECURSOS LTDA. CNPJ/MF nº 20.857.258/0001-16 ( VISTA CHINESA CAPITAL )

Leia mais

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro)

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) Banco do Nordeste do Brasil S.A. CNPJ: 07.237.373/0001-20 - adaptação à

Leia mais

GRADUAL MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A)

GRADUAL MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A) (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA O EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 (Valores em R$ mil, exceto o valor unitário das cotas) 1.

Leia mais

ANEXO 15-II à Instrução CVM nº 558/2015 Conteúdo do Formulário de Referência Icatu DTVM Ltda.

ANEXO 15-II à Instrução CVM nº 558/2015 Conteúdo do Formulário de Referência Icatu DTVM Ltda. ANEXO 15-II à Instrução CVM nº 558/2015 (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS Os campos assinalados com FG são facultativos

Leia mais

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II Razão Social: Galileu Gestão de Recursos Ltda. CNPJ: 20.631.539/0001-56 Website: www.galileugestao.com.br 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do

Leia mais

MANUAL DE RISCO OPERACIONAL TERRA NOVA GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE NEGOCIOS LTDA.

MANUAL DE RISCO OPERACIONAL TERRA NOVA GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE NEGOCIOS LTDA. MANUAL DE RISCO OPERACIONAL TERRA NOVA GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE NEGOCIOS LTDA. 1 Sumário Introdução...3 Definições...3 Gerenciamento de Risco...3 Apoio ao Gerenciamento...4 Escopo de Atuação de Risco...4

Leia mais

PIPA GLOBAL INVESTMENTS LTDA. (CNPJ:

PIPA GLOBAL INVESTMENTS LTDA. (CNPJ: INSTRUÇÃO CVM Nº 558/15 ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência - Pessoa Jurídica (Informações prestadas nos itens 6.3, 6.4 e 9.2 com base nas posições de 31 de dezembro de 2016. Demais informações

Leia mais

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA Ativa Wealth Management Gestão de Investimentos Ltda. CNPJ nº /

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA Ativa Wealth Management Gestão de Investimentos Ltda. CNPJ nº / FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA Ativa Wealth Management Gestão de Investimentos Ltda. CNPJ nº 11.438.570/0001-84 Rio de Janeiro, 31 de março de 2017. DECLARAÇÃO SOBRE O FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA nº 01/2017 Prezados

Leia mais

POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ

POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ Gerência de Riscos e Compliance Página 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Organograma... 3 3. Vigência... 4 4. Abrangência... 4 5. Conceito... 5 5.1 Risco de liquidez do fluxo

Leia mais

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS ATENA CAPITAL GESTÃO DE RECURSOS LTDA, com sede no município de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua Bandeira Paulista, 53, Conj. 12, Itaim Bibi, CEP 4532-1, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 19.5.52/1-89

Leia mais

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica. Data da Elaboração: 29/03/2017 Data Base: 31/12/2016 VS SERVIÇOS FINANCEIROS LTDA.

ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica. Data da Elaboração: 29/03/2017 Data Base: 31/12/2016 VS SERVIÇOS FINANCEIROS LTDA. ANEXO 15-II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica Data da Elaboração: 29/03/2017 Data Base: 31/12/2016 VS SERVIÇOS FINANCEIROS LTDA. ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS INFORMAÇÕES*

Leia mais

Data da última atualização Agente Autônomo de Investimento

Data da última atualização Agente Autônomo de Investimento Procedimento Data da última atualização Agente Autônomo de Investimento 10.05.2017 1. Objetivo: O objetivo deste procedimento é estabelecer as regras e diretrizes das atividades dos Agentes Autônomos de

Leia mais

NORMA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO NA GESTÃO DE RECURSOS DE TERCEIROS

NORMA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO NA GESTÃO DE RECURSOS DE TERCEIROS NORMA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO NA GESTÃO DE RECURSOS DE TERCEIROS Versão: setembro/2016 1. OBJETIVO Em conformidade com as diretrizes de Prevenção à Lavagem

Leia mais

Procedimentos de Execução e Alocação de Ordens

Procedimentos de Execução e Alocação de Ordens POLÍTICA DE RATEIO E DIVISÃO DE ORDENS Objetivo Esta Política busca definir as diretrizes e os procedimentos necessários para garantir a justa alocação de ordens entre os Veículos Geridos pela Apex. Diretrizes

Leia mais

GPS PLANEJAMENTO FINANCEIRO LTDA. FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II. Em atendimento a Instrução CVM n.º 558

GPS PLANEJAMENTO FINANCEIRO LTDA. FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II. Em atendimento a Instrução CVM n.º 558 GPS PLANEJAMENTO FINANCEIRO LTDA. FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA ANEXO 15-II Em atendimento a Instrução CVM n.º 558 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário...

Leia mais

Política de Seleção e Contratação de Prestadores de Serviços dos Fundos Não Vinculados à Planner

Política de Seleção e Contratação de Prestadores de Serviços dos Fundos Não Vinculados à Planner DC 034-1 Folha 1 de 10 Política de Seleção e Contratação de Prestadores de Serviços dos Fundos Não Vinculados à Planner SUMÁRIO: 1) Introdução... 2 2) Contratação de Gestor... 2 2.1) Carta de Apresentação

Leia mais

5.4.1 A atividade de escrituração das Cotas será realizada pelo Escriturador. [...]

5.4.1 A atividade de escrituração das Cotas será realizada pelo Escriturador. [...] PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO PARA A ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE COTISTAS DO VRE HOTÉIS - FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII HÍBRIDO GESTÃO ATIVA - HOTEL ( Fundo ) CNPJ/MF sob o nº 18.308.516/0001-63

Leia mais

FPC Par Corretora de Seguros S.A. Assembleia Geral Extraordinária 03 de maio de 2017 (11hs) Proposta da Administração

FPC Par Corretora de Seguros S.A. Assembleia Geral Extraordinária 03 de maio de 2017 (11hs) Proposta da Administração FPC Par Corretora de Seguros S.A. Assembleia Geral Extraordinária 03 de maio de 2017 (11hs) Proposta da Administração 1 ÍNDICE 1. Edital de Convocação... 3 2. Proposta da Administração... 5 2.1. Substituição

Leia mais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais (versão 01/2016) Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações Gerais... 1 4. Vínculos... 1

Leia mais

Formulário de Referência Pessoa Jurídica

Formulário de Referência Pessoa Jurídica Formulário de Referência Pessoa Jurídica Vinci Real Estate Gestora de Recursos Ltda. CNPJ: 13.838.015/0001-75 (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro de 2015) 2. Histórico da empresa

Leia mais

Norma de Gestão de Risco

Norma de Gestão de Risco 23/06/206 20/06/206 -. OBJETIVO Esta norma estabelece a Política de gestão de Riscos, observando as melhores práticas de mercado através da governança, metodologias, processos e sistemas necessários para

Leia mais

TENDENCIA ASSET MANAGEMENT LTDA

TENDENCIA ASSET MANAGEMENT LTDA TENDENCIA ASSET MANAGEMENT LTDA ANEXO 15II Conteúdo do Formulário de Referência Pessoa Jurídica (informações prestadas com base nas posições de 31 de dezembro) ADMINISTRADORES DE CARTEIRAS DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora.

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. GLOSSÁRIO Administradora Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Agente Autorizado Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. Ativos do

Leia mais

REAG GESTORA DE RECURSOS LTDA.

REAG GESTORA DE RECURSOS LTDA. REAG GESTORA DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE SELEÇÃO, CONTRATAÇÃO E SUPERVISÃO DE GESTORES E FUNDOS DE TERCEIROS PARA ALOCAÇÃO MAIO DE 2017 Página 1 de 5 CAPÍTULO I INTRODUÇÃO APRESENTAÇÃO 1.1. A REAG Gestora

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DE RISCOS

MANUAL DE GESTÃO DE RISCOS MANUAL DE GESTÃO DE RISCOS DA JUNHO 2016 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo... 3 2. POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS... 3 2.1. Diretrizes... 3 3. RISCO DE MERCADO... 4 4. RISCO DE LIQUIDEZ... 5 4.1. Introdução...

Leia mais

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos CM CAPITAL MARKETS ASSET MANAGEMENT LTDA. Data de Atualização: 06/2016 Aviso Legal: Este documento pode conter informações confidenciais e/ou privilegiadas.

Leia mais

NOVERO INVESTIMENTOS LTDA. ( Novero Investimentos ) Formulário 15-II da Instrução CVM 558/2015 (data-base: 31/12/2015)

NOVERO INVESTIMENTOS LTDA. ( Novero Investimentos ) Formulário 15-II da Instrução CVM 558/2015 (data-base: 31/12/2015) NOVERO INVESTIMENTOS LTDA. ( Novero Investimentos ) Formulário 15-II da Instrução CVM 558/2015 (data-base: 31/12/2015) 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do formulário: 1.1. O Diretor

Leia mais

(i) Leonardo Vital Brazil Teixeira, na qualidade de Diretor de Gestão, responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários;

(i) Leonardo Vital Brazil Teixeira, na qualidade de Diretor de Gestão, responsável pela administração de carteiras de valores mobiliários; A Novero Investimentos passou por uma reorganização societária relevante em 01 de julho de 2016 quando então foi realizada a aquisição da totalidade das cotas da antiga GAP Prudential LT pelos seus sócios,

Leia mais

ANEXO II. Política de Divulgação de Negociação com Valores Mobiliários da Investimentos e Participações em Infra-Estrutura S.A.

ANEXO II. Política de Divulgação de Negociação com Valores Mobiliários da Investimentos e Participações em Infra-Estrutura S.A. ANEXO II Política de Divulgação de Negociação com Valores Mobiliários da Investimentos e Participações em Infra-Estrutura S.A. INVEPAR I. DO OBJETO 1.1. Em atendimento à Instrução da Comissão de Valores

Leia mais

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES ÍNDICE I - POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS,

Leia mais

BONSUCESSO ASSET ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA

BONSUCESSO ASSET ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA ELABORAÇÃO: APROVAÇÃO: GERÊNCIA DE RISCOS JULIANA PENTAGNA GUIMARÃES Diretoria da Sociedade LEANDRO SALIBA Diretoria da Sociedade INDICE 1. OBJETIVO... 2 2. REFERÊNCIAS... 2 3. CONCEITO... 2 4. ABRANGÊNCIA...

Leia mais

ROSENBERG INVESTIMENTOS CONSULTORA E ADMINISTRADORA DE CARTEIRA DE VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II 31 de maio de 2016

ROSENBERG INVESTIMENTOS CONSULTORA E ADMINISTRADORA DE CARTEIRA DE VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II 31 de maio de 2016 ROSENBERG INVESTIMENTOS CONSULTORA E ADMINISTRADORA DE CARTEIRA DE VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. ( Sociedade ) Formulário 15-II 31 de maio de 2016 1. Identificação das pessoas responsáveis pelo conteúdo do

Leia mais

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA

FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA Atualização: Agosto 2017 Versão: 2017-02 INTRODUÇÃO O presente formulário de referência ( Formulário Referência ) foi elaborador com base no conteúdo requerido pelo Anexo 15-II

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS Junho/2016 Sócios / Administração 1 / 7 Índice 1. Objetivo... 3 2. Estrutura... 3 a. Comitê de Risco... 3 3. Risco de Preço... 4 4. Risco de Liquidez e Concentração... 4 5.

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

Procedimentos aplicáveis à realização de investimentos pessoais

Procedimentos aplicáveis à realização de investimentos pessoais POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PESSOAIS Esta política estabelece os procedimentos e normas aplicáveis a todo e qualquer investimento pessoal que venha a ser realizado pelos sócios, diretores, empregados, funcionários,

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados

Leia mais

Operações de Pessoas Vinculadas

Operações de Pessoas Vinculadas Operações de Pessoas Vinculadas Ouvidoria: 0800-724-4010 ouvidoria@spinelli.com.br 1 Índice 1. Objetivo 3 2. Conceitos 4 3. Vedações, procedimentos e autorizações 5 4. Monitoramento 6 5. Responsabilidade

Leia mais

Manual para Registro de Fundos de Investimento Imobiliários na ANBIMA

Manual para Registro de Fundos de Investimento Imobiliários na ANBIMA Manual para Registro de Fundos de Investimento Imobiliários na ANBIMA ANBIMA Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais VERSÃO 1.0 03/06/2013 INTRODUÇÃO O presente Manual

Leia mais

Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução CVM n. 558 de 26 de março de 2015

Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução CVM n. 558 de 26 de março de 2015 Formulário de Referência - Pessoa Jurídica Em atendimento à Instrução CVM n. 558 de 26 de março de 2015 Razão Social: Infinity Asset Management Administradora de Recursos Ltda. CNPJ: 03.403.181/0001-95

Leia mais

Formulário de Referência. Verde Asset Management S.A. ( Verde ) Junho de 2016

Formulário de Referência. Verde Asset Management S.A. ( Verde ) Junho de 2016 Formulário de Referência Verde Asset Management S.A. ( Verde ) Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior 700 11º andar Itaim Bibi São Paulo SP 04542-000 Brasil +55 11 3701.8500 verdeasset.com.br ADMINISTRADORES

Leia mais

ITAVERÁ GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Itaverá Investimentos )

ITAVERÁ GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Itaverá Investimentos ) ITAVERÁ GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Itaverá Investimentos ) Formulário de Referência (Anexo 15-II da Instrução CVM 558/15) Atualizado até a data da assinatura Informações indicadas nos itens 6.3. / 6.4.

Leia mais

BRPP GESTÃO DE PRODUTOS ESTRUTURADOS LTDA

BRPP GESTÃO DE PRODUTOS ESTRUTURADOS LTDA POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO BRPP Gestão de Produtos Estruturados Ltda. Fevereiro de 2017 I. Definição e Finalidade 1. A presente Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias Gerais

Leia mais

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO NORTE INVESTIMENTOS ADMINISTRADORA DE RECURSOS LTDA. POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCO OPERACIONAL Versão 1.0 Vigência Agosto / 2016 Classificação das Informações [ X ] Uso Interno [ ] Uso Público Conteúdo

Leia mais

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de

Leia mais

Política de Gestão de Riscos

Política de Gestão de Riscos Política de Gestão de Riscos Introdução Pelo presente documento, a BC GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Brasil Capital ), vem, nos termos da Instrução CVM n.º 558/15, do Código de Autorregulação da Associação

Leia mais