Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo"

Transcrição

1 Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Prof. Vicente Barros 1- Revisão de vetores. 2- Revisão sobre carga elétrica. 3- Revisão condutores e isolantes 4- Revisão sobre Lei de Coulomb.

2 Revisão de vetores Definição de vetores Grandeza que possui direção, sentido e módulo

3 Operações com vetores Os vetores estão sujeitos as operações de soma e subtração e a interpretação geométrica destas regras é a seguinte.

4 Operação com vetores Mais uma ilustração é dada abaixo para indicar a comutabilidade das operações de soma dos vetores. a b= b a

5 Operação com vetores Outra propriedade é a associativa ilustrada. a b c= a b c= a b c = a c b Ou, em representação geométrica.

6 Multiplicação entre vetores A multiplicação entre vetores é denominada na verdade de produto. Existem dois tipos de produtos: Produto escalar. Produto vetorial O produto escalar é definido como: a b=ab cos Onde a e b são os módulos dos vetores

7 Produto escalar - Propriedades O resultado do produto escalar é um número. Se a e b são perpendiculares entre si o produto escalar é nulo. Se a e b são paralelos ou antiparalelos entre si, então: a b=ab ; a b= ab x x= y y= z z=1 O produto escalar é comutativo.

8 Produto vetorial - Definição O produto vetorial entre dois vetores a e b é um vetor cujo o módulo é dado por: a b =absin O vetor resultante do produto vetorial é dado pela regra da mão direita 1-) a b b a 2-) Se a e b possuem a mesma direção o produto vetorial é nulo. 3-) a b c = a b a c 4-) x y z a b= a x a y a z b b b x y= z ; y z= x ; z x= y ; x x= y y= z z=0

9 Definição de gradiente Antes de falarmos do gradiente precisamos pensar em função de várias variáveis f(x,y,z). Nós nos lembramos que uma variação do valor da função, df, é dada por: df = f x dx f y dy f z dz Se pensarmos agora no vetor deslocamento, dr, dado por: O vetor d r =dx x dy y dz z f x x f y y f z z É chamado de gradiente de f com notação f

10 Definição de divergente Podemos agora, começar a pensar em um campo de vetores, que nada mais é do que um conjunto de vetores direcionados. Assim, fluxo de água, linhas de campo elétrico e magnéticos podem ser interpretadas como campos vetorias.

11 Definição de divergente Podemos pensar em uma grandeza para medir a quantidade de linhas de campo que passam por uma dada área orientada. Para esta grandeza damos o nome de divergente e temos a notação: f = f x x f y y f z z

12 Definição de rotacional Para definirmos rotacional necessitamos pensar em como medir a diferença das trajetórias das linhas de campo de força de um campo vetorial. Para resolver este problema teremos que criar um mecanismo definido como rotacional que faz esta medida. O mesmo é dado por: f = [ a b c d e f g h i ]

13 Definição de carga elétrica Propriedade que determina os fenômenos elétricos. É definida como tendo duas características que determinam o sentido da força que atua. A atual explicação é dada que a carga elétrica ocorre quando uma partícula ou corpo está com falta ou excesso de elétrons

14 Processos de eletrização Basicamente existem dois tipos de eletrização. Por atrito: Atritando dois corpos neutros ocorre troca de elétrons. Existe uma tendencia preferencial para esta troca de elétrons que é dada por uma tabela.

15 A tabela triboelétrica

16 Processos de eletrização O segundo processo de eletrização ocorre por contato. Ao se colocar em contato um corpo neutro com um corpo eletrizado. Após isso os corpos ficarão com cargas de sinal igual. Se os corpos forem idênticos, a carga se distribui igualmente entre eles. Se os corpos forem diferentes, a carga se distribui proporcionalmente, dependendo das dimensões, massas e material.

17 Quantização da carga elétrica As vezes a ideia de quantização está relacionado a uma grandeza que é determinada em forma discreta. A carga elétrica pode ser entendida desta forma na atual descrição eletromagnética. Um corpo eletrizado pode possuir número de elétrons em falta ou excesso. A carga total do corpo Q pode ser determinada por meio da expressão: Q=n e Onde: n= número de portadores de carga E= carga do portador (elétron ou próton) e=1, C prótons e= 1, C elétron

18 Condutores e isolantes A quantidade de carga elétrica que existe em um corpo com uma densidade de portadores de carga por unidade de volume η é o produto do volume do corpo pela carga dos portadores Q= v e Condutores: são portadores de grande número de elétrons livres, facilitam o movimento de elétrons. Isolantes: são portadores de pequeno número de elétrons livres, dificultando o movimento de elétrons. No futuro veremos que dependendo de uma grandeza, um isolante pode tornar-se condutor.

19 Condutores e isolantes Podemos escrever assim a carga existente em um condutor de secção transversal de área S e comprimento L como: Q= S L e

20 A lei de Coulomb A lei de Coulomb estabelece uma relação entre força elétrica, carga elétrica e distância. A lei de Coulomb se assemelha em muito a lei da Gravitação Universal de Newton. A lei de Coulomb é pensada em um conjunto de cargas em repouso com relação a um referêncial e todas as configurações em situações estáticas. Coulomb obteve a sua lei usando uma balança de torção, equipamento semelhante ao que Cavendish utilizou para determinar a constante G da lei da Gravitação Universal.

21 A lei de Coulomb A expressão que expressa a lei de Coulomb é dada por: F=k q 1 q 2 r 1,2 2 r Onde: qi são as cargas das partículas r12 é a distância entre as partículas e k é a chamada constante de Coulomb. Ou seja, a força elétrica ou eletrostática entre dois corpos eletrizados é diretamente proporcional ao produto das cargas e inversamente proporcional ao quadrado da distância entre elas.

22 A lei de Coulomb A constante de Coulomb é uma grandeza composta e é dada por: k = Onde: 0 permissividade elétrica dovácuo Desafio, qual a unidade de k e da permissividade elétrica do vácuo? k =8, N /C 2 m 2 0 =8, F / m

23 O princípio de superposição A experiência nos mostra que se tivermos mais de duas cargas elétricas no vácuo a força eletrostática que atua sobre cada uma delas é a resultante (vetorial) de suas interações com todas as demais cargas. F i = j i F i, j

24 Exercícios em sala de aula 1- Dois corpos eletrizados encontram-se fixados no ar, separados por uma distância de 30 cm. Um dos corpos possui -1/3 da carga do outro. O primeiro possui carga 0,9 nc. Qual a intensidade desta força? 2-Uma carga Q está distribuida uniformemente sobre um anel circular vertical de raio ρ e de espessura desprezável. Qual é a força exercida sobre uma carga puntiforme q situada sobre o eixo horizontal que passa pelo centro do anel, a uma distância D do seu plano

25 Tarefa para a próxima semana Entre no sítio e procure o objeto de aprendizagem lei de Coulomb. Procure reproduzir o que é apresentado. Planeje uma forma de usar este objeto em aulas de ensino médio. Apresente seus resultados na próxima aula e deixe uma apresentação no nosso grupo no facebook. Posteriormente vocês avaliarão uns aos outros pelo FOFA.

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz!

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! NATUREZA DA ATIVIDADE: EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO - ELETROSTÁTICA DISCIPLINA: FÍSICA ASSUNTO: CAMPO ELÉTRICO, POTENCIAL ELÉTRICO,

Leia mais

Exercícios sobre Força de Coulomb

Exercícios sobre Força de Coulomb Exercícios sobre Força de Coulomb 1-Duas cargas elétricas iguais de 2 10 6 C se repelem no vácuo com uma força de 0,1 N. Sabendo que a constante elétrica do vácuo é de 9 10 9 N m 2 /C 2, qual a distância

Leia mais

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO

FÍSICA E ELETROMAGNETISMO FÍSICA E ELETROMAGNETISMO As ciências em geral, e a física em particular pretendem descrever o universo material. Um dos bem sucedidos objetivos da física tem sido a descrição dos constituintes deste universo

Leia mais

C. -20 nc, e o da direita, com +20 nc., no ponto equidistante aos dois anéis? exercida sobre uma carga de 1,0 nc colocada no ponto equidistante?

C. -20 nc, e o da direita, com +20 nc., no ponto equidistante aos dois anéis? exercida sobre uma carga de 1,0 nc colocada no ponto equidistante? Profa. Dra. Ignez Caracelli (DF) 30 de outubro de 2016 LISTA DE EXERCÍCIOS 2: ASSUNTOS: FORÇA DE COULOMB, CAMPO ELÉTRICO, CAMPO ELÉTRICO PRODUZIDO POR CARGA PONTUAL - DISTRIBUIÇÃO DISCRETA DE CARGAS, CAMPO

Leia mais

Introdução à Eletricidade

Introdução à Eletricidade G10CK/ALAMY/EASYPIX BRASIL Introdução à Eletricidade Eletricidade é uma palavra derivada do grego élektron, que significa âmbar. Resina vegetal fossilizada Ao ser atritado com um pedaço de pele de animal,

Leia mais

Quantização da carga. todos os objectos directamente observados na natureza possuem cargas que são múltiplos inteiros da carga do eletrão

Quantização da carga. todos os objectos directamente observados na natureza possuem cargas que são múltiplos inteiros da carga do eletrão Eletricidade Quantização da carga todos os objectos directamente observados na natureza possuem cargas que são múltiplos inteiros da carga do eletrão a unidade de carga C, é o coulomb A Lei de Coulomb

Leia mais

Campo Elétrico. Campo elétrico de uma carga puntiforme: O campo elétrico em cargas com dimensões desprezíveis em relação à distância.

Campo Elétrico. Campo elétrico de uma carga puntiforme: O campo elétrico em cargas com dimensões desprezíveis em relação à distância. Campo Elétrico Campo elétrico: O campo elétrico desempenha o papel de transmissor de interações entre cargas elétrica, ou seja, é o campo estabelecido em todos os pontos do espaço sob a influência de uma

Leia mais

Aula 2 Lei de Coulomb

Aula 2 Lei de Coulomb Aula Lei de Coulomb Introdução Vimos na aula anterior que corpos carregados com carga sofrem interação mutua podendo ser atraídos ou repelidos entre si. Nessa aula e na próxima trataremos esses corpos

Leia mais

Engenharia Ambiental 3ª lista (Campo elétrico e Linhas de Campo elétrico)

Engenharia Ambiental 3ª lista (Campo elétrico e Linhas de Campo elétrico) 1. (G1) Defina Campo e cite 2 exemplos. 2. (G1) Defina "Campo elétrico". 3. (G1) Por que os prótons possuem carga positiva e os elétrons possuem carga negativa? 4. (Udesc 97) Na figura a seguir aparece

Leia mais

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<<

Do que somos feitos? >>Vídeo: Física- Química- Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)<< Prof. Gabriel Aká Do que somos feitos? >>Vídeo: Física Química Os Primeiros Modelos Atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr)>Átomo

Leia mais

Interacções fundamentais

Interacções fundamentais Eletricidade Interacções fundamentais As interacções entre os constituintes mais elementares da matéria, conhecidos até ao presente, podem ser classificadas em 4 tipos (em ordem crescente da intensidade

Leia mais

Aula de Física II - Cargas Elétricas: Força Elétrica

Aula de Física II - Cargas Elétricas: Força Elétrica Prof.: Leandro Aguiar Fernandes (lafernandes@iprj.uerj.br) Universidade do Estado do Rio de Janeiro Instituto Politécnico - IPRJ/UERJ Departamento de Engenharia Mecânica e Energia Graduação em Engenharia

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 13 ELETROSTÁTICA: CAMPO ELÉTRICO UNIFORME ++ + ++++++++ + + + + + +++ - - - - - - - - - - - - - - - - - - - + + + + + A F B E - - - - - V A V B d P 2 { 1,0 cm + 10 cm P 1 { 1,0

Leia mais

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0.

Campo Elétrico. a) Q < 0 e q < 0. b) Q > 0 e q < 0. c) Q < 0 e q neutra. d) Q > 0 e q > 0. e) Q < 0 e q > 0. QUESTÃO 1 Uma partícula carregada positivamente é abandonada do ponto A da figura, presa a um fio isolante, em uma região de campo elétrico uniforme, como mostra a figura. Desprezando a ação gravitacional,

Leia mais

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1 Cap. 22 Campo létrico Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Potencial elétrico 1 Quando ocorre a interação no vácuo entre duas partículas que possuem cargas elétricas, como é possível

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Carga elétrica e a lei de Coulomb Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Aula 00 Aula Demonstrativa

Aula 00 Aula Demonstrativa Aula 00 Aula Demonstrativa Apresentação... 2 Eletrostática... 3 Princípios da Eletrostática... 4 Princípio da atração e da repulsão (Lei de DuFay)... 4 Princípio da Conservação das Cargas Elétricas...

Leia mais

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 2 - Na eletrosfera de um átomo de carbono temos 6 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

Leia mais

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como Lei de Gauss REVISÃO DE PRODUTO ESCALAR Antes de iniciarmos o estudo do nosso próximo assunto (lei de Gauss), consideramos importante uma revisão sobre o produto escalar entre dois vetores. O produto escalar

Leia mais

Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX

Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX Fundamentos do Eletromagnetismo - Aula IX Prof. Dr. Vicente Barros Conteúdo 11 - Energia eletrostática e capacitância. Conteúdo 12- Capacitores. Antes uma revisão Existe o famoso triângulo das equações

Leia mais

Força elétrica e Campo Elétrico

Força elétrica e Campo Elétrico Força elétrica e Campo Elétrico 1 Antes de Física III, um pouco de Física I... Massas e Campo Gravitacional 2 Força Gravitacional: Força radial agindo entre duas massas, m 1 e m 2. : vetor unitário (versor)

Leia mais

Curso Técnico em Mecânica ELETRICIDADE

Curso Técnico em Mecânica ELETRICIDADE Curso Técnico em Mecânica - 2016 ELETRICIDADE Aula 03 Tensão e corrente Prof. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino https://giovanatangerino.wordpress.com giovanatangerino@ifsp.edu.br giovanatt@gmail.com Relembrando

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Final. 3ª Etapa 2013

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Final. 3ª Etapa 2013 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2013 Disciplina:Física Ano: 2º Professor (a): Marcos Vinicius Turma: 2º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Prof. Vicente Pereira de Barros Conteúdo 15 -Histórico e propriedades básicas do Magnetismo Conteúdo 16 O campo magnético Conteúdo 17 Fluxo Magnético Conteúdo

Leia mais

Lei de Coulomb. Página 1 de 9

Lei de Coulomb. Página 1 de 9 1. (Unesp 2015) Em um experimento de eletrostática, um estudante dispunha de três esferas metálicas idênticas, A, B e C, eletrizadas, no ar, com cargas elétricas 5Q, 3Q e 2Q, respectivamente. Utilizando

Leia mais

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes Lei de Coulomb Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes A intensidade F da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes q 1 e q 2, é diretamente proporcional ao produto

Leia mais

Aula 3 Campo Elétrico

Aula 3 Campo Elétrico Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 4-, 4-, 4-8 S. -6, -8, 4-7 T. 18-4, 18-5 Aula Campo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO 4.º Teste Sumativo de Física 15. março. 2016

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO 4.º Teste Sumativo de Física 15. março. 2016 ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO 4.º Teste Sumativo de Física 15. março. 2016 12.º Ano Turma A e B Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído

Leia mais

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura.

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Eletrostática Prof: Diler Lanza TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Um dos anéis é de

Leia mais

APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo Prof. Adson Filizzola

APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo Prof. Adson Filizzola APROFUNDAMENTO DO PRIMEIRO CAPÍTULO Extensivo 2016 - Prof. Adson Filizzola 01. A figura ilustra dois pêndulos elétricos feitos com esferas condutoras de mesmo raio. Elas foram eletrizadas por contato com

Leia mais

ELETRICIDADE E MAGNETISMO

ELETRICIDADE E MAGNETISMO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E FÍSICA Professores: Edson Vaz e Renato Medeiros ELETRICIDADE E MAGNETISMO NOTA DE AULA I Goiânia - 14 ELETROMAGNETISMO CARGA ELÉTRICA

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO 1. (Ufpe 96) Duas cargas elétricas - Q e + q são mantidas nos pontos A e B, que distam 82 cm um do outro (ver figura). Ao se medir o potencial elétrico no ponto C, à direta de B e situado sobre a reta

Leia mais

CES Centro de Ensino Superior de C. Lafaiete Faculdade de Engenharia Elétrica Física III Revisão: Campo Elétrico Prof.

CES Centro de Ensino Superior de C. Lafaiete Faculdade de Engenharia Elétrica Física III Revisão: Campo Elétrico Prof. CES Centro de Ensino Superior de C. Lafaiete Faculdade de Engenharia Elétrica Física III Revisão: Campo Elétrico Prof. Aloísio Elói Dizemos que existe um campo elétrico E em certa região do espaço se uma

Leia mais

Eletrização por atrito

Eletrização por atrito Eletrização por atrito Quando do atrito entre dois corpos, a energia aplicada é suficiente para que um corpo transfira elétrons para o outro, tornando um corpo carregado positivamente e o outro negativamente.

Leia mais

Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo

Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo Potencial elétrico e energia potencial elétrica Capítulo Potencial elétrico e energia potencial elétrica Potencial elétrico Se uma carga de prova q for colocada em um campo elétrico, ficará sujeita a uma

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 11 ELETROSTÁTICA: POTENCIAL, TRABALHO E ENERGIA + - + + + + + A B + d + q q - - - - - Q q P d 6.V 5.V V -V c 2.d3.d 4.d 5.d 6.d d 4.V 3.V 2.V Q>0-2.V -3.V -4.V Q

Leia mais

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo

LISTA ELETROSTÁTICA. Prof: Werlley toledo LISTA ELETROSTÁTICA Prof: Werlley toledo 01 - (UEPG PR) Uma pequena esfera com carga q é colocada em uma região do espaço onde há um campo elétrico. Sobre esse evento físico, assinale o que for correto.

Leia mais

CSE-MME Revisão de Métodos Matemáticos para Engenharia

CSE-MME Revisão de Métodos Matemáticos para Engenharia CSE-MME Revisão de Métodos Matemáticos para Engenharia Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais L.F.Perondi Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia

Leia mais

Conteúdos 5, 6 e 7 de Fundamentos do Eletromagnetismo

Conteúdos 5, 6 e 7 de Fundamentos do Eletromagnetismo Conteúdos 5, 6 e 7 de Fundamentos do Eletromagnetismo Prof. Dr. Vicente Barros 5- O campo elétrico 6- Comportamento de uma carga pontual e um dipolo. 7- Lei de Gauss elétrica Antes de mais nada Vamos testar

Leia mais

Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana

Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana Parte A 1. Se v é um vetor no plano que está no primeiro quadrante, faz um ângulo de π/3 com o eixo x positivo e tem módulo v = 4, determine suas componentes.

Leia mais

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons:

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: Arrastão 2 o EM sem resolução 01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: 02-(UEPG-PR) Considere quatro esferas metálicas idênticas

Leia mais

Aprimorando os Conhecimentos de Eletricidade Lista 2 Processos de Eletrização III - Força Elétrica I

Aprimorando os Conhecimentos de Eletricidade Lista 2 Processos de Eletrização III - Força Elétrica I Aprimorando os Conhecimentos de Eletricidade Lista 2 Processos de Eletrização III - Força Elétrica I 1 (UFPA) Um corpo A, eletricamente positivo, eletriza um corpo B que inicialmente estava eletricamente

Leia mais

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual Campo Elétrico Ao tentar explicar, ou entender, a interação elétrica entre duas cargas elétricas, que se manifesta através da força elétrica de atração ou repulsão, foi criado o conceito de campo elétrico,

Leia mais

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: Lista de exercícios 1º Bimestre DISCIPLINA: Física II - PDF PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 01) (UFF) Três esferas condutoras idênticas I, II e II têm,

Leia mais

CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO

CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO AULA 24 1- CAMPO ELÉRTRICO CAMPO ELÉTRICO E POTENCIAL ELÉTRICO Campo elétrico é uma região do espaço modificada (perturbação eletrostática) pela presença de um corpo eletrizado (carga fonte). Considere

Leia mais

Campo Elétrico. em q = 10 5 C, colocada a 1 m de Q.

Campo Elétrico. em q = 10 5 C, colocada a 1 m de Q. Campo Elétrico Conceito Campo Elétrico 1) Num ponto de um campo elétrico, o vetor campo elétrico tem direção horizontal, sentido da direita para a esquerda e intensidade 10 N/C. Coloca-se, nesse ponto,

Leia mais

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F.

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. FORÇA ELÉTRICA 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. Se dobrarmos as cargas das duas partículas e aumentarmos a separação

Leia mais

Energia potencial elétrica

Energia potencial elétrica Energia potencial elétrica Foi descoberto empiricamente que a força elétrica é uma força conservativa, portanto é possível associar a ela uma energia potencial. Quando uma força eletrostática age sobre

Leia mais

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 -

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 - EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA EAD 1. Duas cargas iguais de 54.10-8 C, se repelem no vácuo e estão separadas por uma distância de 30cm. Sabendo-se que a constante elétrica do vácuo é 9.10 9 Nm 2 /C 2,

Leia mais

Segunda Lista - Lei de Gauss

Segunda Lista - Lei de Gauss Segunda Lista - Lei de Gauss FGE211 - Física III 1 Sumário O fluxo elétrico que atravessa uma superfície infinitesimal caracterizada por um vetor de área A = Aˆn é onde θ é o ângulo entre E e ˆn. Φ e =

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA Professor: Vilson Mendes Lista de exercícios de Física I ENSINO MÉDIO NOTA: Aluno (: Data SÉRIE/TURMA 3ª Lista 2 Campo Elétrico 1. Em certa região existe um vetor campo

Leia mais

A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1

A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1 A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1 Prof. Paulo Krebs Departamento de Física IFM - UFPEL História O estudo da eletricidade e do magnetismo remonta aos gregos antigos e tomou grande impulso no

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DISCIPLINA: FÍSICA III INFORMAÇÕES GERAIS Prof. Bruno Farias Conteúdo Programático Arquivo em anexo: CONTEÚDO_PROGRAMÁTICO_FisicaIII.docx

Leia mais

Sabe-se do dia a dia que há materiais que conduzem eletricidade com facilidade e outros não. Isso implica na classificação de dois tipos de materiais

Sabe-se do dia a dia que há materiais que conduzem eletricidade com facilidade e outros não. Isso implica na classificação de dois tipos de materiais Sabe-se do dia a dia que há materiais que conduzem eletricidade com facilidade e outros não. Isso implica na classificação de dois tipos de materiais em relação à condução da eletricidade: os materiais

Leia mais

Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana - 01/2016

Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana - 01/2016 Lista de Exercícios de Cálculo 3 Primeira Semana - 01/2016 Parte A 1. Se v é um vetor no plano que está no primeiro quadrante, faz um ângulo de π/3 com o eixo x positivo e tem módulo v = 4, determine suas

Leia mais

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II - Eletrostática Fluxo Magnético e LGM (Capítulo 7 Páginas 207a 209) Princípio da Superposição

Leia mais

1º ano FÍSICA Prof. Cícero 2º Bimestre

1º ano FÍSICA Prof. Cícero 2º Bimestre 1º ano FÍSICA Prof. Cícero º Bimestre 1. (Ufjf-pism 3 017) Duas cargas elétricas, q1 1μC e q 4 μc, estão no vácuo, fixas nos pontos 1 e, e separadas por uma distância d 60 cm, como mostra a figura abaixo.

Leia mais

IF Eletricidade e Magnetismo I

IF Eletricidade e Magnetismo I I 43070 Eletricidade e Magnetismo I Carga elétrica A matéria comum, que estamos acostumados a tratar, é formada por partículas. Átomos, moléculas e estruturas mais sofisticadas são conglomerados estados

Leia mais

GOIÂNIA, / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / 02 / 2017 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Primeira Lista - lei de Coulomb

Primeira Lista - lei de Coulomb Primeira Lista - lei de Coulomb FGE211 - Física III 1 Sumário A força elétrica que uma carga q 1 exerce sobre uma carga q 2 é dada pela lei de Coulomb: onde q 1 q 2 F 12 = k e r 2 ˆr = 1 q 1 q 2 4πɛ 0

Leia mais

Capítulo 22: Campos Elétricos

Capítulo 22: Campos Elétricos Capítulo 22: Campos Elétricos O Campo Elétrico Linhas de Campo Elétrico Campo Elétrico Produzido por uma Carga Pontual Campo Elétrico Produzido por um Dipolo Elétrico Campo Elétrico Produzido por uma Linha

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercício 3 - Fluxo elétrico e Lei de Gauss Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. A superfície quadrada da Figura tem 3,2 mm de lado e está imersa

Leia mais

3º Série Turma: FG e ADM

3º Série Turma: FG e ADM COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Física Professor (a): Marcos Vinicius 3º Série Turma: FG e ADM Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Professora Florence. 1,0 C e q3

Professora Florence. 1,0 C e q3 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Dados: Aceleração da gravidade: 10 m/s 3 Densidade do mercúrio: 13,6 g/cm Pressão atmosférica: 5 1,0 10 N/m Constante eletrostática: k 1 4,0 10 N m C 0 0 1. (Ufpe 01) Três

Leia mais

Campo Elétrico Uniforme

Campo Elétrico Uniforme Campo Elétrico Uniforme 1. (Upf 2012) Uma pequena esfera de 1,6 g de massa é eletrizada retirando-se um número n de elétrons. Dessa forma, quando a esfera é colocada em um campo elétrico uniforme de 9

Leia mais

Prof. Guilherme Neves 1

Prof. Guilherme Neves 1 Aula 00 Física Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal! Saiu o edital da Polícia Civil do Distrito Federal. A banca organizadora será o IADES. São 20 vagas e

Leia mais

corpos eletrizados carg r a g s campo elétrico

corpos eletrizados carg r a g s campo elétrico Introdução A princípio vimos que corpos eletrizados ficam sujeitos a forças de atração ou de repulsão, dependendo dos tipos de cargas que possuem. Um corpo eletrizado é capaz de repelir e de ser repelido

Leia mais

Apostila de Física 36 Capacitores

Apostila de Física 36 Capacitores Apostila de Física 36 Capacitores 1.0 Definições Na presença de um condutor neutro, um condutor eletrizado pode armazenar mais cargas elétricas com o mesmo potencial elétrico. Capacitor ou condensador

Leia mais

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial.

ELETROSTÁTICA. 20 C) toca a esfera B (Q B. 2 C); após alguns instantes, afasta-se e toca na esfera C (Q C. 6 C), retornando à posição inicial. EETROSTÁTIC 01 Dizer que a carga elétrica é quantizada significa que ela: a) só pode ser positiva b) não pode ser criada nem destruída c) pode ser isolada em qualquer quantidade d) só pode existir como

Leia mais

2 Campos Elétricos. 2-2 Campos elétricos. Me. Leandro B. Holanda,

2 Campos Elétricos. 2-2 Campos elétricos. Me. Leandro B. Holanda, 2 Campos Elétricos No capítulo anterior vimos como determinar a força elétrica exercida sobre uma partícula 1 de carga +q 1 quando a partícula é colocada nas proximidades de uma partícula 2 de carga +q

Leia mais

Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física Ensino Médio, 3 Ano Lei de Coulomb

Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física Ensino Médio, 3 Ano Lei de Coulomb Ciências da Natureza e suas Tecnologias - ísica Ensino Médio, 3 Ano UM POUCO DE HISTÓRIA oi o francês Charles Augustim de Coulomb quem formulou, em 1785, a lei matemática que rege as interações entre partículas

Leia mais

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Eletromagnetismo Motor Eletroimã Eletroimã Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Representação de um vetor perpendicular a um plano 1 Campo Eletromagnético Regra da mão direita:

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2012 Disciplina:FÍSICA Ano: 2012 Professor (a):marcos VINICIUS Turma: 3º ano Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua.

Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua. Forças de ação à distância têm atreladas a si um campo, que pode ser interpretado como uma região na qual essa força atua. Por exemplo, a força gravitacional está relacionada a um campo gravitacional,

Leia mais

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova.

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Duração do exame: :3h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Problema Licenciatura em Engenharia e Arquitetura Naval Mestrado Integrado

Leia mais

Eletrização (Fepar 2016)

Eletrização (Fepar 2016) Eletrização 017 1. (Fepar 016) O ano de 014 entrou para a história de São Paulo como o ano da seca. Os níveis dos reservatórios de todo o Estado caíram, e em muitas cidades os moradores enfrentaram torneiras

Leia mais

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara

Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara ELETRICIDADE Aula 2 Eletrostática Prof. Marcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Prof. Marcio Kimpara 2 Eletricidade Os primeiros relatos sobre a eletricidade datam desde antes de Cristo.

Leia mais

3ª série FÍSICA CIENCIAS DA NATUREZA LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor: SANDRO SANTANA DIA: MÊS: 04. Segmento temático :

3ª série FÍSICA CIENCIAS DA NATUREZA LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor: SANDRO SANTANA DIA: MÊS: 04. Segmento temático : CIENCIAS DA NATUREZA LISTA: FÍSICA 06 3ª série Ensino Médio Professor: SANDRO SANTANA Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático : ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA DIA: MÊS: 04 017 POUCA CIÊNCIA NOS

Leia mais

Cap. 1 Princípios da Eletrostática

Cap. 1 Princípios da Eletrostática Cap. 1 Princípios da Eletrostática Instituto Federal Sul-rio-grandense Curso Técnico em Eletromecânica Disciplina de Eletricidade Básica Prof. Rodrigo Souza Sumário 1 - Princípios da Eletrostática 1.1

Leia mais

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion DIA: MÊS: 02 POTENCIAL ELÉTRICO. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion DIA: MÊS: 02 POTENCIAL ELÉTRICO. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) LISTA: 03 3ª série Ensino Médio Professor(a): Jean Jaspion Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: QUESTÃO 01 (FAMERP SP/2015) A figura mostra esquematicamente um tubo de raios catódicos, no

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 3ª SÉRIE

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 3ª SÉRIE 3ª SÉRIE Tema Transversal 2016: SOMENTE UM CORAÇÃO GENEROSO PODE AMAR O PRÓXIMO SEM MEDIDA. ÁREA DE CONHECIMENTO: FÍSICA Física I Objeto de Estudo: Mecânica CONTEÚDOS: Cinemática Escalar Padrões de comprimento,

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges O Potencial Elétrico Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico 1. (Pucrj 2010) O que acontece com a força entre duas cargas

Leia mais

CAMPO ELÉTRICO UNIFORME 2 LISTA

CAMPO ELÉTRICO UNIFORME 2 LISTA 1. (Fatec 2008) Um elétron é colocado em repouso entre duas placas paralelas carregadas com cargas iguais e de sinais contrários. Considerando desprezível o peso do elétron, pode-se afirmar que este: a)

Leia mais

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB. Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO LIÇÃO 01 - CARGAS ELÉTRICAS E A LEI DE COULOMB Quase tudo o que fazemos depende da eletricidade. Quando ligamos um carro, a TV ou o rádio estamos usando da eletricidade. Hospitais necessitam

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2 FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 15 ELETROSTÁTICA REVISÃO GERAL PARTE 2 Fixação 1) A figura abaixo representa as linhas de força e as equipotenciais (tracejadas) de campo elétrico uniforme. 5 cm 5 cm 5 cm 70 V

Leia mais

estudos 3º trimestre. Matemática-Física-Química Orientação de estudos

estudos 3º trimestre. Matemática-Física-Química Orientação de estudos estudos 3º trimestre. Roteiro de Matemática-Física-Química O roteiro foi montado especialmente para reforçar os conceitos dados em aula. Com os exercícios você deve fixar os seus conhecimentos e encontrar

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas 1. (G1 - ifsp 2012) Os ímãs têm larga aplicação em nosso cotidiano tanto

Leia mais

(a) 0, N. (b) 1, N. (c) 1, N. (d) 2, N. (e) 4, N.

(a) 0, N. (b) 1, N. (c) 1, N. (d) 2, N. (e) 4, N. ONGEP PRÉ-VESTIBULAR POPULAR FÍSICA EXTENSIVO 2005 Prof o Walescko ELETROSTÁTICA - Lista 2 01) Considerando-se a distribuição de cargas da figura a seguir e admitindo-se que as cargas Q sejam idênticas,

Leia mais

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b)

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) 01. 02. 03. 04. 05. A figura representa um fio condutor reto de comprimento 10cm, percorrido por corrente

Leia mais

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano?

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano? 2ª Série do Ensino Médio 01. No sistema a seguir, A e B têm massa m = 10 kg e a = 45 0. A aceleração da gravidade é de 10 m/s 2 e o peso da corda, o atrito no eixo da roldana e a massa da roldana são desprezíveis:

Leia mais

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano.

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Valor do trabalho: 10 pontos NOTA: Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Trabalho de recuperação paralela de Física Setor A Prof. Douglas Rizzi Data: / / INSTRUÇÕES GERAIS: Responda os testes com atenção

Leia mais

Cap. 24. Potencial Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1

Cap. 24. Potencial Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1 Cap. 24 Potencial Elétrico Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Potencial elétrico 1 Energia Potencial Elétrica... O U x x f i F( x) dx F(x) x i x x f x Na Mecânica, nós definimos

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS PARA COMPREENSÃO DA FÍSICA

CONCEITOS BÁSICOS PARA COMPREENSÃO DA FÍSICA CONCEITOS BÁSICOS PARA COMPREENSÃO DA FÍSICA Números decimais Números decimais são todos aqueles números que possuem uma vírgula. Cada número escrito após a virgula é considerado como casa decimal, ou

Leia mais

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, 25_ / 02 / PROFESSOR: Jonas Tavares. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, 25_ / 02 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: -

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB 1. (FUVEST 2008) Três esferas metálicas, M 1, M 2 e M 3, de mesmo diâmetro e montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas entre si e longe de outros objetos. Inicialmente

Leia mais

Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (UniCESUMAR SP/2016) Questão 02 - (FCM PB/2016) Questão 03 - (UEA AM/2016)

Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (UniCESUMAR SP/2016) Questão 02 - (FCM PB/2016) Questão 03 - (UEA AM/2016) Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (UniCESUMAR SP/016) Um grande pedaço de papel, macio e seco, e uma pequena régua de plástico estão inicialmente separados e eletricamente neutros. Então, atrita-se

Leia mais

Capítulo 5 - Aplicações das leis de Newton. Hoje reconhecemos 4 forças da natureza. São elas (em ordem crescente de

Capítulo 5 - Aplicações das leis de Newton. Hoje reconhecemos 4 forças da natureza. São elas (em ordem crescente de Capítulo 5 - Aplicações das leis de Newton Hoje reconhecemos 4 forças da natureza. São elas (em ordem crescente de intensidade) Força Gravitacional Força Fraca Intensidade Força Eletromagnética Força Forte

Leia mais

Tipos de forças fundamentais na Natureza

Tipos de forças fundamentais na Natureza Tipos de Forças Tipos de forças fundamentais na Natureza Existem quatro tipos de interações/forças fundamentais na Natureza que atuam entre partículas a uma certa distância umas das outras: Gravitacional

Leia mais