RESOLUÇÃO N o 014, de 25 de novembro de Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO N o 014, de 25 de novembro de 2014. Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ."

Transcrição

1 RESOLUÇÃO N o 014, de 25 de novembro de Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ. A PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ, no uso de suas atribuições, na forma do que dispõem o art. 24, incisos II, III, VII e XII, e o art. 55 do Estatuto aprovado pela Portaria/MEC 2.684, de 25/09/2003 DOU de 26/09/2003, e considerando o Parecer n o 015, de 25/11/2014, deste mesmo Conselho; RESOLVE: Art. 1º Regulamentar o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores da Universidade Federal de São João del-rei (PROSER), de forma a conciliar os interesses individuais e as metas institucionais, oferecendo auxílio à realização de curso de graduação e de pós-graduação. Art. 2º O PROSER atende aos servidores que estiverem matriculados em curso de área de interesse da UFSJ, presencial ou a distância, de graduação, especialização, mestrado, doutorado ou pós-doutorado, realizados em instituição pública ou privada, nacional ou estrangeira. Art. 3º Para participar do PROSER, o servidor deve atender, obrigatória e cumulativamente, no momento da solicitação do auxílio, às seguintes condições: I ser servidor ativo do quadro permanente e encontrar-se em pleno exercício de suas atividades na UFSJ; II estar matriculado como discente regular em curso de área de interesse da UFSJ, oferecidos na modalidade educação presencial ou educação a distância, de graduação, especialização, mestrado ou doutorado autorizado ou reconhecido pelos órgãos de supervisão competentes, ou pós-doutorado em área cuja instituição possua curso de doutorado reconhecido na área, sendo o supervisor responsável membro permanente do corpo docente do curso; III ter, no mínimo, o dobro do tempo de duração do curso para se aposentar com seus proventos integrais; IV comprometer-se, a partir do cancelamento do benefício, a manter o vínculo com a UFSJ por tempo igual ao do auxílio recebido ou devolver os recursos recebidos na forma prevista pela lei;

2 V estar legalmente afastado ou usufruir de horário especial para servidor estudante quando houver incompatibilidade do horário do curso com o horário de trabalho. Art. 4º Não pode se inscrever no programa PROSER o servidor que se enquadre em uma das seguintes situações: I estiver frequentando o curso na condição de discente não regular, especial, ouvinte, inscrito em unidade curricular ou qualquer outra condição discordante do disposto no inciso III do art. 3º; II já possuir diploma do mesmo nível em que estiver pretendendo a formação; III estiver sendo beneficiado por bolsa parcial ou bolsa integral de estudos de qualquer fonte ou por bolsa de estudo concedida por órgão de fomento; IV estiver afastado, em licença ou suspenso em situações que não caracterizem efetivo exercício previstas na legislação vigente; V estiver matriculado em curso para área que a UFSJ não tenha manifestado interesse. Art. 5º O servidor, cuja participação no PROSER for aprovada, fará jus a um auxílio mensal: I pelo tempo de duração normal do curso de graduação, avaliado pela Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PROGP); II por no máximo 12 (doze) meses, no caso de especialização; III por no máximo 24 (vinte e quatro) meses, no caso de mestrado; IV por no máximo 48 (quarenta e oito) meses, no caso de doutorado; V por no máximo 12 (doze) meses, no caso de pós-doutorado. Parágrafo único. Cada servidor somente pode ser beneficiado com um único auxílio por vez. Art. 6º O auxílio é concedido na forma de ressarcimento, devendo o servidor apresentar ao Setor de Acompanhamento e Desenvolvimento de Pessoas (SESED) o comprovante hábil das despesas realizadas no mês anterior até o 5º (quinto) dia útil de cada mês. 1º O auxílio pode ser utilizado para a cobertura de despesas com: I mensalidade do curso; II taxas escolares referente ao curso; III transporte, desde que não coincida com o auxílio transporte percebido pela UFSJ, atestado por meio de: a) passagem terrestre que comprove o percurso da residência ou cidade de lotação do servidor à cidade da Instituição na qual realiza o curso, e vice-versa; b) cupom fiscal ou nota fiscal de abastecimento de combustível nominal ou com o CPF do beneficiário; c) comprovante de pagamento de pedágio;

3 d) recibo eletrônico de táxi, emitido na cidade de residência, lotação ou do curso do servidor. IV aluguel, comprovado por contrato nominal e por recibo mensal de pagamento, quando o curso ocorrer em cidade diferente da de lotação ou residência do servidor, e se comprovado o afastamento do servidor; V hospedagem, comprovada por nota fiscal ou cupom fiscal, quando o curso ocorrer em cidade diferente da de lotação ou residência do servidor; VI aquisição de materiais escolares, comprovados por nota fiscal ou cupom fiscal, quais sejam: livros e periódicos relacionados ao curso e materiais de papelaria utilizados na realização do curso; VII serviços de fotocópias, impressão e encadernação, comprovados por nota fiscal ou cupom fiscal; VIII aquisição de material de informática, comprovados por nota fiscal ou cupom fiscal, quais sejam: mídias, cartucho, toner, pen drive, HD externo, impressora, scanner portátil, mouse, teclado, estabilizador e computador desktop ou portátil; IX internet, mediante comprovação de boleto nominal. 2º As despesas mencionadas no 1º serão avaliadas pela PROGP pela verificação da validade do documento e correlação com o custeio dos estudos. 3º O bolsista deverá apresentar todos os comprovantes de despesa do respectivo mês de uma só vez, não sendo realizado mais de um pagamento a um mesmo mês de referência. 4º Os comprovantes apresentados serão ressarcidos integralmente, até o limite estabelecido no art. 7º, de uma única vez, respeitando-se a data de emissão do documento, não sendo realizado mais de um ressarcimento para o mesmo objeto. 5º Os comprovantes de despesas apresentados em língua estrangeira deverão estar acompanhados por tradução para a língua portuguesa. Art. 7º O ressarcimento será feito mensalmente de acordo com o somatório dos valores das despesas apresentadas, respeitando os seguintes limites: I graduação ou especialização em instituição pública: até 30% (trinta por cento) do salário mínimo vigente; II graduação ou especialização em instituição privada: até 60% (sessenta por cento) do salário mínimo vigente; III mestrado ou doutorado em instituição pública: até 25% (vinte e cinco por cento) da bolsa correspondente a da CAPES; IV mestrado ou doutorado em instituição privada: até 50% (cinquenta por cento) da bolsa correspondente a da CAPES; V pós-doutorado em instituição pública: até 13% (treze por cento) da bolsa correspondente a da CAPES; VI pós-doutorado em instituição privada: até 25% (vinte e cinco por cento) da bolsa correspondente a da CAPES.

4 Art. 8º A dotação orçamentária a ser aplicada no PROSER será definida anualmente pela Reitoria, no orçamento a ser encaminhado ao Conselho Diretor (CONDI). Art. 9º Além de outras exigências nesta Resolução, a concessão do auxilio estará condicionada ao parecer da PROGP e à assinatura, pelo servidor, do Termo de Compromisso (Anexo I), do qual constam as responsabilidades das partes interessadas. Art. 10. A PROGP será responsável por abrir 4 (quatro) editais de seleção aos interessados a candidatarem-se ao PROSER durante o ano. 1º Os editais deverão ser abertos preferencialmente nos meses de fevereiro, maio, agosto e novembro, respeitando o critério de disponibilidade orçamentária. 2º O bolsista contemplado em um edital terá direito ao ressarcimento das despesas praticadas a partir do 1º dia do mês anterior a este edital, por apresentação de comprovantes dessas despesas. Art. 11. Caso o orçamento seja insuficiente para atender a todos os servidores inscritos e participantes, a seleção dos candidatos será feita obedecendo à seguinte ordem: I servidor que não tenha sido desvinculado do PROSER no mesmo nível de formação pretendida; II servidor que tiver menor remuneração; III servidor que tiver mais tempo de serviço na UFSJ; IV servidor que tiver maior tempo de serviço público federal; V servidor que tiver maior tempo de curso em andamento; VI servidor que tiver maior idade. Art. 12. Para se inscrever no PROSER, o candidato deve apresentar a seguinte documentação: I cópia de comprovante de matrícula no curso; II histórico escolar emitido pela instituição de ensino que relacione as unidades curriculares que o servidor tenha cursado e estiver inscrito; III declaração emitida pela instituição pública ou privada da duração normal do curso; IV portaria da UFSJ de afastamento ou de horário especial para servidor estudante, ou declaração de compatibilidade com o horário de trabalho, devidamente assinada pelo servidor e pela chefia imediata; V justificativa do pedido de auxílio emitida pelo servidor interessado. 1º A apresentação de declaração de compatibilidade com o horário de trabalho só será permitida ao docente com regime de trabalho de 20 horas e ao técnico administrativo, quando for o caso.

5 2º Não será aceita inscrição no PROSER condicionada à apresentação posterior de qualquer um dos documentos exigidos nesta Resolução. Art. 13. Em caso de interrupção do Programa aprovado pelo CONDI, ou fim da dotação orçamentária, o auxílio é imediatamente cancelado. Art. 14. O auxílio deve ser renovado semestralmente, mediante a apresentação dos documentos relacionados nos incisos I, II e IV do art. 12, podendo ser cancelado a qualquer momento pela PROGP, em caso de descumprimento das normas por parte do bolsista. Art. 15. O auxílio não gera direito de qualquer natureza não é incorporado à remuneração do servidor e sobre ele não há incidência de contribuições previdenciárias, trabalhistas ou fiscais, bem como não serve de base de cálculo para quaisquer outras vantagens pecuniárias e indenizações. Art. 16. São condições que implicam suspensão do auxílio: I recebimento de bolsa parcial ou bolsa integral de estudos de qualquer fonte ou por bolsa de estudo concedida por órgão de fomento; II afastamento, licença ou suspensão em situações que não caracterizem efetivo exercício previstas na legislação vigente; III trancamento da matrícula do curso. 1º Na ocorrência dos incisos acima, o servidor deverá comunicar imediatamente ao SESED o fato gerador da suspensão, responsabilizando-se pela devolução do auxílio percebido caso não informe a ocorrência do fato. 2º O servidor deverá, quando cessar os motivos que levaram à suspensão do auxílio, solicitar ao SESED a reativação de seu cadastro no PROSER, que estará condicionada à disponibilidade orçamentária, não prejudicando as bolsas em andamento. 3º O tempo transcorrido durante a suspensão será computado como de recebimento do auxílio e descontado nos limites estabelecidos pelo art. 5º. Art. 17. São condições que implicam cancelamento do auxílio: I conclusão do curso; II encerramento do prazo do auxílio, conforme art. 5º; III desistência do servidor, manifestada por escrito; IV reprovação em todas as unidades curriculares cursadas semestral ou anualmente, quando for o caso; V descumprimento das normas do PROSER; VI não renovação semestral no PROSER, nos termos do art. 14; VII não atendimento à solicitação de documentação ou de informação feita pela PROGP; VIII interrupção do PROSER, aprovada pelo CONDI; IX desvinculação do servidor da UFSJ;

6 X passar a frequentar o curso na condição de discente não regular, especial, ouvinte, inscrito em unidade curricular ou qualquer outra condição discordante do disposto no inciso III do art. 3º; XI obter diploma da mesma formação sobre a qual estiver recebendo o auxílio. 1º O servidor que for desvinculado do PROSER, por descumprimento de qualquer norma do programa ou que solicitar o cancelamento de sua matrícula, poderá concorrer a novos editais e, se selecionado no mesmo nível de formação já contemplado, receberá o auxílio correspondente ao período remanescente do edital em que se deu o fim de seu vínculo. 2º Além de cancelamento do auxílio, o servidor está, ainda, sujeito a restituir o valor, salvo na hipótese comprovada de força maior ou de caso fortuito, a critério do dirigente máximo da instituição: I do auxílio pago no semestre letivo em que sua reprovação por infrequência tiver acontecido; II de todo o auxílio pago no caso de desistência do curso; III de todo o auxílio pago, em caso de improbidade administrativa mediante instauração de processo administrativo disciplinar. Art. 18. Ao final do curso, o servidor participante do PROSER deverá entregar à PROGP documento que comprove a conclusão do curso. Art. 19. O disposto nesta Resolução, incluindo os efeitos financeiros, se estendem aos beneficiários ativos do PROSER selecionados em editais anteriores. Art. 20. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação Art. 21. Revoga-se a Resolução CONDI Nº 001, de 4 de fevereiro de São João del-rei, 25 de novembro de Profª VALÉRIA HELOISA KEMP Presidente do Conselho Diretor Publicada nos quadros da UFSJ em 01/12/2014.

7 ANEXO I (Resolução/CONDI nº 014, de 25/11/2014) TERMO DE COMPROMISSO Declaro, para os devidos fins, que eu,, matrícula Siape nº, cargo lotado(a) no, devidamente matriculado(a) no Curso em nível de, da (Universidade/Fundação/Instituto/Escola/Faculdade), tenho conhecimento do inteiro teor da Resolução/CONDI nº 014, de 25/11/2014, e das obrigações inerentes à qualidade de bolsista do PROSER/UFSJ, e, nesse sentido, COMPROMETO-ME a: I apresentar, até o 5º (quinto) dia útil de cada mês os comprovantes das despesas realizadas com o curso no mês anterior; II apresentar os referidos comprovantes, sem rasuras ou emendas, em formulário próprio; III apresentar, ao final do semestre, declaração de frequência do período cursado e aprovação para o período posterior, quando for o caso; IV comunicar, imediatamente, à Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, quaisquer alterações relativas à descontinuidade ou à conclusão do curso; V ressarcir à UFSJ eventuais benefícios indevidos, tais como valores pagos a maior e nos demais casos previstos na Resolução/CONDI nº 014, de 25/11/2014; VI após a conclusão do curso, permanecer na UFSJ por período igual ou superior ao cursado, ou restituir os valores recebidos; VII entregar na PROGP, ao final do curso, documento que comprove a conclusão do curso. A inobservância das condições acima, a prática de qualquer fraude pelo(a) bolsista e/ou o descumprimento das normas do PROSER (Resolução/CONDI nº 014, de 25/11/2014), implicará(ão) no cancelamento do auxílio, com a restituição integral e imediata dos recursos, de acordo com os índices previstos em lei competente, acarretando ainda a impossibilidade de receber novos auxílios por parte da UFSJ pelo período de 5 (cinco) anos contados do conhecimento formal do fato. Local e data Assinatura do(a) servidor(a)

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado.

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado. RESOLUÇÃO N o 014, de 23 de dezembro de 2009. Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ. O PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

EDITAL PROQUALITAE Nº 001/2015 - PROGEPE

EDITAL PROQUALITAE Nº 001/2015 - PROGEPE EDITAL PROQUALITAE Nº 001/2015 - PROGEPE A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução nº

Leia mais

1º O PIPG compreende as seguintes ações:

1º O PIPG compreende as seguintes ações: RESOLUÇÃO N o 005, de 25 de fevereiro de 2013. Regulamenta o Programa de Incentivo à Pós-Graduação Stricto Sensu (PIPG) da UFSJ. A PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG EDITAL Nº 066/2015 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG O Instituto Federal de Minas Gerais IFMG, por meio da Diretoria de Gestão de Pessoas, comunica a abertura

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015.

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre o Plano de Incentivo ao Estudo de Idioma Estrangeiro - PLI, do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução:

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Ao Colendo Plenário A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Dispõe sobre a instituição e regulamentação de Programa de Capacitação aos servidores da Câmara

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Conselho Superior da Universidade Federal de Juiz de Fora RESOLUÇÃO Nº 40/2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Conselho Superior da Universidade Federal de Juiz de Fora RESOLUÇÃO Nº 40/2010 RESOLUÇÃO Nº 40/2010 Institui o Programa de Apoio à Qualificação Graduação e Pós- Graduação Stricto Sensu mediante de Bolsas para Servidores Técnico- Administrativos em Educação e Docentes efetivos da

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 06/2013 DO CONSELHO DIRETOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Institui o Programa de Apoio à Qualificação (QUALI-UFU) mediante o custeio de ações de qualificação para os servidores efetivos: docentes

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO ATO Nº 342/DILEP.CDEP.SEGPES.GDGSET.GP, DE 25 DE JUNHO DE 2014. Dispõe sobre a concessão de bolsa de estudo para curso de língua estrangeira no âmbito do Tribunal Superior

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ( PROCAPS)

PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ( PROCAPS) UNIVERSIDADE TIRADENTES Pró-Reitoria Acadêmica Pró-Reitoria Adjunta de Pós-Graduação e Pesquisa PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ( PROCAPS) Março de 2006 REGULAMENTO DO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP.

EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP. EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP. PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação.

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação. Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação. Resolução nº. 047/13-COPPG Curitiba, 06 de dezembro de 2013 O CONSELHO PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo:

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: I - Presidente Coordenador do Programa; II- Um docente permanente do Programa; IV- Um

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FGV DIREITO RIO RIO DE JANEIRO 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 041 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 041 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 041 CONSUPER/2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados no Programa Institucional de Incentivo a Qualificação/Stricto Sensu, em nível de Mestrado e Doutorado dos Servidores do Instituto

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO, RENOVAÇÃO, EXTENSÃO E CANCELAMENTO DE BOLSAS/TAXAS PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO, RENOVAÇÃO, EXTENSÃO E CANCELAMENTO DE BOLSAS/TAXAS PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGULAMENTO PARA CONCESSÃO, RENOVAÇÃO, EXTENSÃO E CANCELAMENTO DE BOLSAS/TAXAS PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (Em conformidade com a Portaria CAPES n. 181, de 18 de dezembro de 2012 e

Leia mais

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS 2015 1) DOS OBJETIVOS O Programa de Monitoria de Graduação visa dar suporte às atividades acadêmicas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS MINUTA DO REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO DE SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PIQS/IFG. Art. 1. Este Regulamento estabelece critérios

Leia mais

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL (PIQP) DOS SERVIDORES DO IF CATARINENSE - CAMPUS RIO DO SUL

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM COMUNICAÇÃO EDITAL Nº 05/2014

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM COMUNICAÇÃO EDITAL Nº 05/2014 EDITAL Nº 05/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIOS PARA PAGAMENTO DE TAXAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PROSUP/CAPES) NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM COMUNICAÇÃO 1. Do objeto: 1.1. A Comissão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL PROGRAD Nº 18/2008, DE 22 DE JULHO DE 2008 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO PROGRAMA PRÓ-ESTÁGIO UFGD 2008 O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012 Aprova a regulamentação do Programa de Incentivo à Pesquisa,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA(S)

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA(S) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA(S) A Coordenação do Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Serviço Social (PPGSS),

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação REGULAMENTO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES DA UTFPR PARA A REALIZAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Aprovada pela resolução 139/12-COPPG de 19 de Dezembro de 2012. REGULAMENTO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES

Leia mais

Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015

Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015 Edital do Programa Jovens Talentos para a Ciência 2014/2015 A Comissão de Gerenciamento do Programa Jovens Talentos para Ciência da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, nomeada pela

Leia mais

EDITAL 02/2015 PPG IELA

EDITAL 02/2015 PPG IELA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 02/2015 PPG IELA SELEÇÃO PARA BOLSAS DO PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO

Leia mais

Boletim de Serviço Edição nº 11 - EXTRAORDINÁRIO

Boletim de Serviço Edição nº 11 - EXTRAORDINÁRIO PRESIDENTE DA REPÚBLICA DILMA ROUSSEFF Boletim de serviço - PROPA MINISTRO DA EDUCAÇÃO RENATO JANINE RIBEIRO REITOR NAOMAR MONTEIRO DE ALMEIDA FILHO VICE-REITORA JOANA ANGÉLICA GUIMARÂES PRÓ-REITOR DE

Leia mais

EDITAL PPG-ICAL N 24/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES

EDITAL PPG-ICAL N 24/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO CONTEMPORÂNEA DA AMÉRICA LATINA EDITAL PPG-ICAL

Leia mais

Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação

Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação PROCESSO Nº. 150/11-COPPG CAMPUS PROPONENTE: PROPPG Data de entrada:

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009-DPPG

EDITAL Nº 01/2009-DPPG EDITAL Nº 01/2009-DPPG A Diretoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, no uso de suas atribuições, torna público que estão abertas as

Leia mais

EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL

EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL EDITAL Nº 23 DE 07 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO EDUCACIONAL O Reitor da Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF, no uso das suas atribuições

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015 O Presidente da FUNCAP, Prof. Francisco César de Sá Barreto, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais,

Leia mais

ITPA C P O R TO. Coppex. Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão

ITPA C P O R TO. Coppex. Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Coppex ITPA C P O R TO Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO PROBEX NORMAS E POLÍTICAS DE FOMENTO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O presente

Leia mais

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari -

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - 1 Apresentação O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PROFISIONAL AOS SERVIDORES DO IFMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PROFISIONAL AOS SERVIDORES DO IFMA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLÓGICA DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto

Universidade Federal de Ouro Preto Portaria Propp n o 03, de 26 de março de 2015. O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da, no uso de suas atribuições legais, considerando: a) A necessidade de implementar uma política de apoio e incentivo

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA AUXILIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis Cria, por meio da Resolução n. 01/06, o regimento interno de seleção, concessão e manutenção de bolsas PROSUP/CAPES para

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ

PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ EDITAL Nº 16/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ O DIRETOR-GERAL PRO TEMPORE DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002 NORMA PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA, EM TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EDUCAÇÃO FORMAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece critérios para participação

Leia mais

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO ANEXO 1 REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO Ilmo Sr Presidente da COMISSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, da Universidade Católica de Brasília, eu, (nome completo

Leia mais

EDITAL Nº 292/IFC/REITORIA/2015

EDITAL Nº 292/IFC/REITORIA/2015 INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - EDITAL Nº 292/IFC//2015 Torna pública a abertura do processo seletivo de servidores técnico-administrativos para as vagas de afastamento integral para pós-graduação stricto

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 32/CUn, DE 27 DE AGOSTO DE 2013.

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 32/CUn, DE 27 DE AGOSTO DE 2013. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA ÓRGÃOS DELIBERATIVOS CENTRAIS CAMPUS UNIVERSITÁRIO TRINDADE CEP: 88040-900 FLORIANÓPOLIS SC TELEFONES: (48) 3721-9522 - 3721-4916 FAX: (48)

Leia mais

PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS.

PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONEGÓCIOS PARECER Nº 034/2013 DA COORDENADORIA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 32/2011

RESOLUÇÃO Nº 32/2011 RESOLUÇÃO Nº 32/2011 Regulamenta a Pós-Graduação Lato Sensu da O, da Universidade Federal de Juiz de Fora, no exercício de suas atribuições e tendo em vista o que consta do Processo 23071.014937/2010-12

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o afastamento do país e concessão de passagens para servidores da UNIRIO. O Conselho de

Leia mais

EDITAL PPGD/IMED nº 016/2014 de 13 de Junho de 2014

EDITAL PPGD/IMED nº 016/2014 de 13 de Junho de 2014 EDITAL PPGD/IMED nº 016/2014 de 13 de Junho de 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE DISCENTES BENEFICIÁRIOS DE BOLSAS E DE AUXÍLIOS PARA PAGAMENTO DE TAXAS CAPES - PROSUP DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

Leia mais

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO N o 019/2012/CDP Florianópolis, 03 de maio de 2012. A PRESIDENTE DO DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Regimento Geral do IF-SC e pelo

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UFPE, CANDIDATOS AO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À GRADUAÇÃO

EDITAL PARA SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UFPE, CANDIDATOS AO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À GRADUAÇÃO EDITAL PARA SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UFPE, CANDIDATOS AO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À GRADUAÇÃO EDITAL Nº 001/01 A Pró-Reitora da - PROGEPE da Universidade Federal

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS AOS BOLSISTAS E CANDIDATOS A BOLSAS

INFORMAÇÕES BÁSICAS AOS BOLSISTAS E CANDIDATOS A BOLSAS Página: 1 de 6 REGISTRO DE ALTERAÇÕES REV. DATA ALTERAÇÃO EFETUADA 00 24/03/2014 Emissão do Documento Carlos Eduardo Sanches da Silva Pró-Reitor APROVAÇÃO Jussara Gomes da Silva Assessora Financeira ELABORAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2008 O Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, Prof. Tarcísio

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 Disciplina o afastamento de servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Original assinado Vicente Pereira de Almeida Presidente do CS

Original assinado Vicente Pereira de Almeida Presidente do CS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 037/2013 DE 27

Leia mais

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes Que norma regulamenta a concessão da bolsa de estudo? A Instrução Normativa nº 104, de 25 de janeiro de 2010, regulamenta a concessão

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PÓS-DOUTORADO N.1/2015

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PÓS-DOUTORADO N.1/2015 EDITAL DE SELEÇÃO PARA PÓS-DOUTORADO N.1/2015 PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS À BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PELO PNPD/CAPES, PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA

Leia mais

EDITAL PROAE/UFGD Nº 70, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013 SOLICITAÇÃO PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA APOIO À MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL

EDITAL PROAE/UFGD Nº 70, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013 SOLICITAÇÃO PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA APOIO À MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL EDITAL PROAE/UFGD Nº 70, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013 SOLICITAÇÃO PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA APOIO À MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL O PRÓ-REITOR DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DA FUNDAÇÃO (em exercício),

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 A Coordenação de Graduação da Faculdade Nacional de Direito (FND) torna público que a Pró-Reitoria

Leia mais

EDITAL N 004/2015 PPGL SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES

EDITAL N 004/2015 PPGL SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE ARAGUAÍNA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ENSINO DE LÍNGUA E LITERATURA Av. Paraguai, s/nº Setor Cimba 77824-838 Araguaína/TO (63) 2112-2255 www.uft.edu.br/pgletras

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 700/2009 Publicada no D.O.E. de 07-07-2009, p.16 Altera a Resolução nº 507/07 CONSU, que aprova o Regulamento de Monitorias

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010 CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Resolução nº 01/2010 Regulamenta a pós-graduação lato sensu nas modalidades semipresencial e à distância O Diretor do Centro de Educação

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 20/2015-CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 20/2015-CM PROVIMENTO N. 20/2015-CM Regulamenta o Programa de incentivo à graduação dos servidores efetivos do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA MAGISTRATURA DO, no uso de suas

Leia mais

Edital DIRGER Nº 03/2015

Edital DIRGER Nº 03/2015 1 Edital DIRGER Nº 03/2015 Dispõe sobre o Programa de Incentivo à Mobilidade Acadêmica para os acadêmicos dos cursos de graduação da Faculdade La Salle para o primeiro semestre de 2016. O Diretor Geral

Leia mais

RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn

RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn INSTITUI O PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DO PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO E ESTABELECE NORMAS PARA A CONCESSÃO DE HORÁRIO PARA SERVIDORES ESTUDANTES, AFASTAMENTO PARA ESTUDOS E PROMOÇÃO

Leia mais

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 O Diretor da Faculdade Energia de Administração e Negócios (FEAN), instituição

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 7, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 7, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 7, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, considerando a Resolução nº

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB Exercício: Agosto 2015 a julho 2016 O Pró-Reitor de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade Castelo Branco, no

Leia mais

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve:

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve: Nº21 29/04/2013 Boletim de Serviço 19/164 PORTARIA Nº 763/ANVISA, DE 29 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre limites e procedimentos para concessão de bolsa de estudo de idioma estrangeiro aos servidores ativos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 25/11-CEPE R E S O L V E:

RESOLUÇÃO Nº 25/11-CEPE R E S O L V E: RESOLUÇÃO Nº 25/11-CEPE Fixa normas para execução do Programa Bolsa Extensão da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO da Universidade Federal do Paraná, órgão normativo,

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003

RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003 RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003 Aprova Regimento do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras Teoria Literária e Crítica da Cultura da UFSJ O PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO SUPERIOR

Leia mais

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade Resolução nº 200/CONSEA, de 19 de fevereiro de 2009. Altera normas para o oferecimento de cursos de pós-graduação Stricto Sensu e lato sensu, pelos Departamentos da Fundação Universidade Federal de Rondônia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REGULAMENTO PROVISÓRIO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE

EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE EDITAL BOLSA FUNARTE DE INCENTIVO À PESQUISA DA ARTE CIRCENSE O Presidente da Fundação Nacional de Artes - Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V artigo 14 do Estatuto aprovado pelo

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015. II. ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de trabalhos científicos;

EDITAL Nº 01/2015. II. ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de trabalhos científicos; EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE BENEFICIÁRIO DE BOLSA PNPD/CAPES DE PÓS- DOUTORADO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faço saber aos

Leia mais

EDITAL N 006/2015 - PROEC BOLSA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

EDITAL N 006/2015 - PROEC BOLSA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL N 006/2015 - PROEC BOLSA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura PROEC, no uso de suas atribuições legais previstas no Estatuto da Universidade do Estado de Mato Grosso, na Resolução

Leia mais

FACULDADE GUANAMBI RESOLUÇÃO N.º 002/2011 FG

FACULDADE GUANAMBI RESOLUÇÃO N.º 002/2011 FG FACULDADE GUANAMBI RESOLUÇÃO N.º 002/2011 FG RESOLUÇÃO N.º 002/2011 - FG Aprova a Norma Geral do Programa de Concessão de Bolsas-Auxílio para Mestrado e Doutorado. O DIRETOR GERAL DA FACULDADE GUANAMBI,

Leia mais

EDITAL Nº 047/2013/CAMPUS GURUPI/IFTO, DE 04 DE OUTUBRO DE 2013.

EDITAL Nº 047/2013/CAMPUS GURUPI/IFTO, DE 04 DE OUTUBRO DE 2013. EDITAL Nº 047/2013//IFTO, DE 04 DE OUTUBRO DE 2013. PROGRAMA DE CONCESSÃO DE BOLSAS, PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (LATO E STRICTO SENSU), DESTINADO AOS SERVIDORES DO QUADRO PERMANENTE DO -

Leia mais

PORTARIA Nº 181, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2012

PORTARIA Nº 181, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2012 PORTARIA Nº 181, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2012 O PRESIDENTE DA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR CAPES, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso VI, do artigo 26,

Leia mais

SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP

SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP SERVIÇO PUBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP Edital nº 23, de 24 de fevereiro de 2014 Retificado em 25/02/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 012, DE 20 DE MAIO DE 2014 Estabelece normas para o afastamento de servidores

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA - FAMEMA FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA - FAMEMA FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 O Diretor Geral da Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Professor Doutor Paulo Roberto Michelone, no uso de suas atribuições, torna público este Edital de seleção de estudantes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014 CONSIDERANDO as normas estabelecidas pela Resolução COSUEN 013/2014, de 23 de julho de 2014, a Pró-Reitoria de Graduação, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2013

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 RESOLUÇÃO Nº 01/2013 O Prof. Dr. Osvaldo Resende, Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Agrárias-Agronomia - PPGCA-AGRO (Mestrado e Doutorado), no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC 01) APRESENTAÇÃO 02) BOLSA DE ESTUDO - O QUE É? 03) ADMINISTRAÇÃO DO BENEFÍCIO 04) REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO 05) CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E

Leia mais

Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO. Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador

Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO. Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador Politíca de Bolsas (mar. 2015) Mestrado em Geografia PPGG/UNICENTRO Prof. Dr. Leandro Redin Vestena Coordenador PPGG www2.unicentro.br/ppgg Toda a regulamentação necessária aos discentes, encontra-se disponível

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE Edital nº 01, de 15 de abril de 2015, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL para atuar no Curso de Especialização

Leia mais

1. OBJETIVO 2. PÚBLICO ALVO E CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

1. OBJETIVO 2. PÚBLICO ALVO E CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO NÚCLEO DE FOMENTO E APOIO FINANCEIRO EDITAL PRPGI Nº 17, de 10 de junho de 2014 CONCESSÃO

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E POLITICAS PÚBLICAS. REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSA (Versão Preliminar 1 )

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E POLITICAS PÚBLICAS. REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSA (Versão Preliminar 1 ) UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIENCIAIS SOCIAIS APLICADAS INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR INSTITUTO DE TECNOLOGIA INSTITUTO TRÊS RIOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Edital p/ seleção de bolsistas para preenchimento de vagas remanescentes do PROSUP-CAPES, no Curso de Mestrado de Direito

Edital p/ seleção de bolsistas para preenchimento de vagas remanescentes do PROSUP-CAPES, no Curso de Mestrado de Direito Edital p/ seleção de bolsistas para preenchimento de vagas remanescentes do PROSUP-CAPES, no Curso de Mestrado de Direito Seleção de Bolsas de Estudos e Taxas Escolares concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

Instrução Normativa xx de... 2014.

Instrução Normativa xx de... 2014. REGULAMENTO PARA AFASTAMENTO DE SERVIDORES DOCENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PARA CAPACITAÇÃO EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PÓS-DOUTORADO

Leia mais

EDITAL Nº 52/2015, DE 22 DE ABRIL DE 2015

EDITAL Nº 52/2015, DE 22 DE ABRIL DE 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE PESQUISA

Leia mais

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Pedagogia, na modalidade a distância Cadastro de Reserva

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Pedagogia, na modalidade a distância Cadastro de Reserva MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DECRETO 5.800/2006 Res. 012/2008 CONSU Resolução CD/FNDE Nº 26/2009

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 Estabelece orientações sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 30, DE 28 DE ABRIL DE 2011 Dispõe sobre as normas para a pós-graduação na modalidade lato sensu ofertada pela Universidade Federal do Pampa. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

Prof Dr. Antonio Guedes Rangel Junior

Prof Dr. Antonio Guedes Rangel Junior RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/065/2014 Regulamenta o processo de afastamento para capacitação de Docentes da UEPB. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE, da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB,

Leia mais