Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA PROGRAMA DA DISCIPLINA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA PROGRAMA DA DISCIPLINA"

Transcrição

1 Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: METODOLOGIA DE PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO 1º Semestre de 2010 Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. Objetivos PROGRAMA DA DISCIPLINA A disciplina possui como objetivo geral oferecer uma visão geral dos princípios e práticas predominantes na pesquisa em administração. Em face disso, procura-se oferecer um arcabouço conceitual e operacional para a prática e compreensão de pesquisas na área, envolvendo os principais aspectos ligados às escolhas metodológicas para o delineamento do estudo, à interpretação e análise de dados, bem como à elaboração do pré-projeto de dissertação. Especificamente, ao final do curso, o aluno deverá estar apto à: Compreender os princípios básicos da pesquisa; Conhecer os principais tipos de delineamentos e estratégias de pesquisa; Avaliar criticamente seu projeto de pesquisa e outras pesquisas em administração. II. Ementa Ciência e pesquisa, ethos científico. Projeto de Pesquisa. Tema, Problema e Objetivos. Revisão da Literatura e Base Teórico-Empírica. Variáveis e Categorias Analíticas. Hipóteses e Perguntas de Pesquisa. Definições Constitutivas e Operacionais. Tipos e Delineamentos de Pesquisa. Triangulação. Técnicas e Instrumentos de Coleta de Dados. Universo da Pesquisa. Representatividade, Generalização. Validade, Confiabilidade e Replicabilidade. Teorias e Modelos. Perspectivas em Teoria das Organizações. 1

2 III. Metodologia e Avaliação O programa será desenvolvido com base em aulas dialogadas, apresentações e debates. A interação e a troca de idéias entre os participantes da disciplina são consideradas especialmente relevantes. A cada aula serão discutidos os respectivos temas, que serão articulados em atividades dirigidas. Periodicamente, ocorrerão momentos cuja finalidade será a apresentação do pré-projeto de dissertação. Nesses encontros, os mestrandos terão a oportunidade de apresentar suas idéias, articulando os elementos discutidos no decorrer das aulas. Estão programadas duas oportunidades de apresentação de pré-projetos, cada qual considerando os seguintes itens: 1ª apresentação: Tema, problema, objetivo geral e específicos, justificativa teórica e prática. 2ª apresentação: Além dos itens precedentes, apresentar o delineamento da pesquisa, considerando o nível e unidade de análise, apresentação das variáveis/categorias analíticas, população e amostra, perspectiva temporal e tipo de pesquisa. Além disso, os alunos serão divididos em grupos para apresentação dos temas das aulas (vide aulas indicadas com *), com duração máxima de 45 minutos. Nesta ocasião, os grupos serão responsáveis pela exposição dos aspectos centrais do tema consolidados a partir da literatura obrigatória indicada no programa e, além disso, deverão trazer questionamentos para debate em sala. A avaliação será realizada com base nos seguintes elementos: a) Presença em aula e contribuição aos debates; b) Atividades e trabalhos escritos, individuais e em grupo, a serem indicados durante o transcorrer da disciplina; c) Participação nos fóruns correspondentes a cada aula indicada com (*); d) Apresentação do pré-projeto nas aulas indicadas; e) Pré-projeto de dissertação entregue ao final da disciplina. Para fins de atribuição dos conceitos, as atividades em sala e a contribuição aos debates (itens a e b) terão peso 0,5, as participações nos fóruns (item c) terão peso 2,5, as apresentações dos pré-projetos (item d) terá peso 3 e o pré-projeto de dissertação terá peso 4, referente à sua consistência quanto aos aspectos tratados na disciplina de metodologia. Ele deverá ser entregue até sete dias após o encerramento da disciplina. Os 2

3 pré-projetos deverão ser entregues em duas cópias impressas, na secretaria do PMDA. Os trabalhos devem, necessariamente, estar em conformidade com o template a ser disponibilizado ao longo da disciplina. Após esta data, os pré-projetos não mais serão aceitos, implicando em reprovação. IV. Alocação de Leitura Os alunos deverão providenciar a leitura prévia de todos os textos indicados para a respectiva aula. Recomenda-se que, para o melhor aproveitamento dos debates e atividades em sala, esta seja realizada com o máximo de atenção, tornando-o apto a discutir as informações lidas. Para cada encontro, todos os alunos deverão trazer duas questões respondidas a respeito do tema da aula. Além disso, para cada aula haverá um conjunto de alunos responsável pelo tema, os quais poderão ser argüidos pelo professor ou colegas, promovendo a troca de informações sobre o tema. Adicionalmente, a cada aula, os alunos individualmente deverão participar do fórum referente ao tema da aula. V. Bibliografia Básica Artigos 1. Caldas, M. P. Apresentação. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, julho/setembro 2003, p Downey, H. K.; Ireland, R. D. Quantitative versus qualitative: environmental assessment in organizational studies. Administrative Science Quarterly, v. 24, 1979, p Jick, T. D. Mixing qualitative and quantitative methods: triangulation in action. Administrative Science Quarterly, v. 24, 1979, p Mckinley W.; Mone, M.; Moon, G. Determinantes e desenvolvimento de escolas na teoria organizacional. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, julho/setembro 2003, p Sutton, R. I.; Staw, B. O que não é teoria. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, julho/setembro 2003, p

4 6. Whetten, D. A. O que constitui uma contribuição teórica? Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 3, julho/setembro 2003, p Livros 1. Babbie, E. Métodos de pesquisas de survey. Belo Horizonte: Editora da UFMG, Bauer, M.; Gaskell, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis: Vozes, Bechhofer, F.; Paterson, L. Principles of research design in the social sciences. Routledge, Booth, W. C; Colomb, G. G.; Williams, J. M. A arte da pesquisa. São Paulo: Martins Fontes, Bryman, A. Quantity and quality in social research. London: Routledge, Bryman, A. Research methods and organization studies. London: Routledge, Castro, C. M. A prática da pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, Creswell, J. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, Goode, W. J.; Hatt, P. K. Métodos em pesquisa social. 7ª ed. São Paulo: Nacional, Denzin, N. K.; Lincoln, Y. S. (eds.) Handbook of qualitative research. Thousand Oaks: Sage, Kerlinger, F. Metodologia da pesquisa em ciências sociais: um tratamento conceitual. São Paulo: EPU, Kerlinger, F.; Lee, H. Foundations of behavioral research. 4 th ed. London: Thomson Learning, Kumar, R. Research methodology: a step-by-step guide for beginners. London: Sage, Lankshear, C.; Knobel, M. Pesquisa metodológica: do projeto à implementação. Porto Alegre: Artmed, Laville, C.; Dione, J. A construção do saber. Porto Alegre: Artmed, Merton, R. On social science and science. Chicago: University of Chicago Press, Richardson, R. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3ª ed. São Paulo: Atlas, Schwab, D. P. Research methods for organizational studies. New Jersey: Lawrence Erlbaum, Selttiz, C. et al. Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: EPU, 4ª reimpressão, Selttiz, C.; Wrightsman e Cook. Métodos de pesquisa nas relações sociais. Vol. 1. Delineamentos de pesquisa. São Paulo: EPU,

5 21. Tsoukas, H.; Knudsen, C. The Oxford handbook of organization theory. New York: Oxford University Press, Yin, R. Estudo de caso. Porto Alegre: Bookman, VI. Bibliografia Geral (não exaustiva) 1. Abell, P. (2009). A Case for Cases: Comparative Narratives in Sociological Explanation. Sociological Methods & Research, 38(1), Abrahamson, E. (2008). 22 Things I Hate: Mini Rants on Management Research. Journal of Management Inquiry, 17(4), Adkins, L., & Lury, C. (2009). Introduction: What Is the Empirical? European Journal of Social Theory, 12(1), Agle, B. R., & Caldwell, C. B. (1999). Understanding Research on Values in Business: A Level of Analysis Framework. Business & Society, 38(3), Aguinis, H., Pierce, C. A., Bosco, F. A., & Muslin, I. S. (2007). First Decade of Organizational Research Methods: Trends in Design, Measurement, and Data- Analysis Topics. Organizational Research Methods, 12(1), Almeida, A. R., & Lima, C. (2007). Ai meu Deus, o que eu Compro? Um Estudo Experimental sobre a Ansiedade na Compra de Presentes. In XXXI EnANPAD. Rio de Janeiro: ANPAD. 7. Babbie, E. The practice of social research. Belmont: Cengage, Barbosa, S. D. (2008). O Estudo de Caso e a Evolução da Pesquisa em Administração: Limitações do Método ou dos Pesquisadores? In XXXII EnANPAD. Rio de Janeiro: ANPAD. 9. Baumgartner, M. (2009). Inferring Causal Complexity. Sociological Methods & Research, 38(1), Becker, H. Métodos de pesquisa em ciências sociais. 3ª ed. São Paulo: Hucitec, Bento, A. M., Ferreira, M. R. D. A prática da pesquisa em ciência social: uma estratégia de decisão e ação. Revista de Administração Pública, v. 17, n.4, p.4-39, out./dez Blau, P. M. (1965). The Comparative Study of Organizations. Industrial and Labor Relations Review, 18(3), Bordalo, A. A. (2006). Editorial: Estudo transversal e/ou longitudinal. Revista Paraense de Medicina, 20(4), Brandts, J., & Cooper, D. J. (2004). A Change Would Do You Good... An Experimental Study on How to Overcome Coordination Failure in OrganizationsChange, UFAE and IAE Working Papers. 5

6 15. Bruyne, P.; Herman, J.; Schoutheete, M. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. 5ª ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora, Buchanan, D. A., & Bryman, A. (2008). The Organizational Research Context: Properties and Implications. In D. A. Buchanan & A. Bryman, The SAGE Handbook of Organizational Research Methods (pp. 1-18). Thousand Oaks: Sage. 17. Christians, C. G. (2005). Ethics and politics in qualitative research. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln, The Sage Handbook of Qualitative Reseacrh (3 ed., pp ). Sage. 18. Consoli, M. A., Musetti, M. A., Scare, R. F., & Fratantonio, W. A. (2008). Uma Discussão Sobre a Utilização do Estudo de Casos como Método de Pesquisa em Ciências Gerenciais. In XXXIII EnANPAD (pp. 1-15). Rio de Janeiro: ANPAD. 19. Cooper, D.; Schindler, P. Business research methods. 7 th ed. Boston: McGraw-Hill, Corbetta, P. Social research: Theory, methods and techniques. London: Sage, Cox, J. W., & Hassard, J. (2005). Triangulation in Organizational Research: A Re- Presentation. Organization, 12(1), Crano, W. D.; Brewer, M. B. Principles and methods of social research. New Jersey: Lawrence Erlbaum, Creswell, J. W. (2007). Five Qualitative Approaches to Inquiry. In J. W. Creswell, Qualitative inquiry & research design: choosing among five approaches (pp ). Sage. 24. Danesh, A., & Kock, N. (2005). An experimental study of process representation approaches and their impact on perceived modeling quality and redesign success. Business Process Management Journal, 11(6), Daston, L. (2008). On Scientific Observation. Isis, 99(1), Davidsson, P., & Wiklund, J. (2001). Levels of analysis in entrepreneurship research: Current research practice and suggestions for the future. Entrepreneurship Theory & Practice, 25(4), Denzin, N. K. (2009). The elephant in the living room: or extending the conversation about the politics of evidence. Qualitative Research, 9(2), Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (2005). Intoduction: The Discipline and Practice of Qualitative Research. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln, The Sage Handbook of Qualitative Reseacrh (3 ed., pp. 1-32). Sage. 29. Derksen, L., & Gartrell, J. (2000). Scientific explanation. In E. F. Borgatta; & R. J. Montgomery, Encyclopedia of Sociology, V. 4 (2 ed., Vol. 4, pp ). New York: MacMillan. 30. Dieterich, H. Novo guia para a pesquisa científica. Blumenau: Editora da FURB, Dimaggio, P. J. Comments on What theory is not. Administrative Science Quarterly, v. 40, n. 3, 1995, p Dimitrov, D. M., & Rumrill, P. D. (2003). Pretest-posttest designs and measurement of change. Work (Reading, Mass.), 20(2), Eco, U. Como se faz uma tese. 16ª ed. São Paulo: Editora Perspectiva,

7 34. Eisenhardt, K. M., & Graebner, M. E. (2007). Theory building from cases: opportunities and challenges. Academy of Management Journal, 50(1), Flores-pereira, M. T., & Cavedon, N. R. (2008). Os Bastidores de um Estudo Etnográfico: Trilhando os Caminhos Teórico-Empíricos para Desvendar as Culturas Organizacionais de uma Livraria de Shopping Center. In Eneo. Belo Horizonte, MG, Brazil: ANPAD. 36. Freese, J. (2007). Replication Standards for Quantitative Social Science: Why Not Sociology? Sociological Methods & Research, 36(2), Freitas, D. S. (2000). Ruptura entre o conhecimento científico na história popular e o conhecimento das classificações botânicas. Ciência e Ensino, (8). 38. Freitas, H. et al. (2000). O método de pesquisa survey. Revista de Administração, 35(3), Godoi, C. K., & Balsini, C. P. (2004). A Metodologia Qualitativa nos Estudos Organizacionais: análise da produção científica brasileira entre 1997 e In Eneo. Atibaia: ANPAD. 40. Gomes, E. S., Forte, J. A., Melo, G. H., & Fontenele, R. E. (2008). Preditores do Perfil Empreendedor dos Discentes dos Cursos de Administração. In XXXIII EnANPAD (pp. 1-16). Rio de Janeiro: ANPAD. 41. Grant, A. M., & Wall, T. D. (2009). The Neglected Science and Art of Quasi- Experimentation: Why-to, When-to, and How-to Advice for Organizational Researchers. Organizational Research Methods, Greve, A., & Benassi, M. (2004). Exploring the contributions of human and social capital to productivity. In Hawaii International Conference On System Sciences, HICSS-37 (pp. 1-41). 43. Grix, J. (2002). Introducing students to the generic terminology of social research. Politics, 22(3), Hassard, J. (1991). Multiple Paradigms and Organizational Analysis: A Case Study. Organization Studies, 12(2), Hayagreeva Rao, M., & Pasmore, W. a. (1989). Knowledge and Interests in Organization Studies: A Conflict of Interpretations. Organization Studies, 10(2), Hedstrom, P. Dissecting the social. New York: Cambridge Univ. Press, Hesse-Biber, S. N., & Leavy, P. (2005). The craft of qualitative research: a holistic approach. In S. N. Hesse-Biber & P. Leavy, The practice of qualitative research (pp. 3-44). Sage. 48. Hesse-Biber, S. N., & Leavy, P. (2005). The ethics of social research. In S. N. Hesse- Biber & P. Leavy, The practice of qualitative research (pp ). Sage. 49. Hoffman, A. (2004). Reconsidering the Role of the Practical Theorist: On (Re)connecting Theory to Practice in Organization Theory. Strategic Organization, 2(2), Jeffers, J. N. (1985). Multidimensional Scaling.The Statistician (Vol. 34, p. 257). 7

8 51. Kidder, L. (Org). Métodos de pesquisa nas relações sociais (2ª ed. Brasileira). 3 volumes. São Paulo: EPU, Kuhn, T. A estrutura das revoluções científicas. 5ª ed. São Paulo: Perspectiva, Lacey, H. Valores e atividade científica. São Paulo: Discurso Editorial, Lammers, C. J. (1978). The comparative sociology of organizations. Annual Review of Sociology, Locke, E. A. (2007). The Case for Inductive Theory Building. Journal of Management, 33(6), Longino, H. E. Science as social knowledge: values and objectivity in scientific inquiry. Princeton: Princeton Univ. Press, Lopes, H. E., & Bernardes, P. (2001). Ampliando a análise da produção científica em administração: o indutivo versus o dedutivo. Economia & gestão, 1(2), Mariz, L. A., Goulart, S., Dourado, D., & Regis, H. P. (2004). O Reinado dos Estudos de Caso em Teoria das Organizações: Imprecisões e Alternativas. In Eneo (pp. 1-16). Atibaia, SP: ANPAD. 59. Miles, M.; Huberman, A. Qualitative data analysis: an expanded sourcebook. 2 nd. ed. Thousand Oaks: SAGE, Miller, D., & Friesen, P. H. (1982). The Longitudinal Analysis of Organizations: A Methodological Perspective. Management Science, 28(9), Miller, V. D. (1996). Communication Studies: An experimental study of newcomers' information seeking behaviors during organizational entry. Communication Studies, (Spring/Summer), Minayo, M. C., & Sanches, O. (1993). Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Cadernos de Saúde Pública, 9(3), Montgomery, K., & Oliver, a. L. (2009). Shifts in Guidelines for Ethical Scientific Conduct: How Public and Private Organizations Create and Change Norms of Research Integrity1. Social Studies of Science, 39(1), Nespor, J., & Groenke, S. L. (2009). Ethics, Problem Framing, and Training in Qualitative Inquiry. Qualitative Inquiry, 15(6), Netemeyer, R. G., Bearden, W. O., & Sharma, S. (2003). Validity. In R. G. Netemeyer, W. O. Bearden, & S. Sharma, Scalling Procedures: Issues And Applications. (pp ). Thousand Oaks: Sage. 66. Nisbett, R. (2008). O cérebro não tem cor. Jornal da Ciência. 67. Podsakoff, P. M. (1987). Research Methodology in Organizational Studies. Journal of Management, 13(2), Popper, K. A lógica da pesquisa científica. São Paulo: Cultrix e Editora da USP, Pozzebon, M., & Freitas, H. M. (1998). Pela Aplicabilidade -com um maior Rigor Científico- dos Estudos de Caso em Sistemas de Informação. Revista de Administração Contemporânea, 2(2), Ragin, C., & Zaret, D. (1982). Theory and Method in Comparative Research: Two Stategies. Social Forces, 61(3), HeinOnline. 8

9 71. Ramon, R. L. The science and the scientific method (pp. 1-99). 72. Reed, I., & Alexander, J. (2009). Social Science as Reading and Performance: A Cultural-Sociological Understanding of Epistemology. European Journal of Social Theory, 12(1), Reed, M.; Hughes, M. (eds.). Rethinking organization: new directions in organization theory and analysis. London: Sage, Reiss, J. (2009). Causation in the Social Sciences: Evidence, Inference, and Purpose. Philosophy of the Social Sciences, 39(1), Ribes-Iñesta, E. (2003). What is defined in operational definitions? The case of operant psychology. Behavior and Philosophy, 31, Siemsen, H. (2009). The Mach-Planck debate revisited: Democratization of science or elite knowledge? Public Understanding of Science, Smith, L. T. (2005). On Tricky Ground: Researching the Native in the Age of Uncertainty. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln, The Sage Handbook of Qualitative Reseacrh (3 ed., pp ). Sage. 78. Sproull, N. Handbook of research methods. 2 nd. ed. Maryland: Scarecrow Press, Stinchcombe, A. L. The logic of social research. Chicago: The University of Chicago Press, Thomson, D., & Hassenkamp, a. (2008). The social meaning and function of food rituals in healthcare practice: An ethnography. Human Relations, 61(12), van Engelenburg, G. (1999). Statistical Analysis for the Solomon Four-Group Design. Enschede (Netherlands). 82. Van Maanen, J. V. (Ed.). Qualitative methodology. Beverly Hills: Sage, Voils, C. I., Sandelowski, M., Barroso, J., & Hasselblad, V. (2008). Making Sense of Qualitative and Quantitative Findings in Mixed Research Synthesis Studies. Field Methods, 20(1), Wasserman, J. a., Clair, J. M., & Wilson, K. L. (2009). Problematics of grounded theory: innovations for developing an increasingly rigorous qualitative method. Qualitative Research, 9(3), Weber, M. Metodologia das ciências sociais (Parte 1). 2ª ed. São Paulo: Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, Weber, M. Metodologia das ciências sociais (Parte 2). São Paulo: Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, Whetten, D. A., Felin, T., & King, B. G. (2009). The Practice of Theory Borrowing in Organizational Studies: Current Issues and Future Directions. Journal of Management, 35(3), Willis, J., Jost, M., & Nilakanta, R. (2007). Foundational Issues: Postpositivist and Critical Perspectives. In J. Willis, M. Jost, & R. Nilakanta, Foundations of qualitative research: interpretive and critical approaches (pp ). Sage. 9

10 89. Willis, J., Jost, M., & Nilakanta, R. (2007). World Views, Paradigms, and the Practice of Social Science Research. In J. Willis, M. Jost, & R. Nilakanta, Foundations of qualitative research: interpretive and critical approaches (pp. 1-26). Sage. 90. Willmott, H. (2009). Commentary: Science as Intervention: Recasting Weber's Moral Vision. Organization, 16(1), Ximenes, R. a., & Araújo, T. V. (1995). Validade interna em estudos de corte transversal: reflexões a partir de uma investigação sobre esquistossomose mansônica e condições socioeconômicas. Cadernos de Saúde Pública, 11(1),

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA PROGRAMA DA DISCIPLINA

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA PROGRAMA DA DISCIPLINA Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: SEMINÁRIOS DE DISSERTAÇÃO 1º Semestre de 2010 Carga horária: 15 horas-aula Créditos: 1 Professores: Luciano

Leia mais

PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO (PMDA-UP)

PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO (PMDA-UP) PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO (PMDA-UP) Mestrado em Administração Disciplina: METODOLOGIA DE PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. Objetivos A disciplina

Leia mais

SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO

SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO Ementa: Planejamento das etapas de construção do projeto de qualificação. Discussão detalhada de cada uma das partes do projeto com ênfase em aspectos formais e

Leia mais

Objetivos. Conteúdo programático: Aula Data Conteúdo

Objetivos. Conteúdo programático: Aula Data Conteúdo 1 PLANO DE ENSINO Curso: MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Área de concentração: Organizações, Empreendedorismo e Internacionalização Disciplina: MÉTODOS QUALITATIVOS DE PESQUISA EM ADMNISTRAÇÃO Carga Horária

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA Código: HC-827 Nome: Métodos Avançados em Ciência Política

PROGRAMA DE DISCIPLINA Código: HC-827 Nome: Métodos Avançados em Ciência Política MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA Disciplina PROGRAMA DE DISCIPLINA Código: HC-827 Nome: Métodos Avançados

Leia mais

26/05 - Convergência de Métodos para Avaliação de Dados: Fatorial, Clusters e Testes Bivariados. 11 02/06 - Regressão Linear Simples e Múltipla

26/05 - Convergência de Métodos para Avaliação de Dados: Fatorial, Clusters e Testes Bivariados. 11 02/06 - Regressão Linear Simples e Múltipla PLANO DE ENSINO Universidade Positivo Curso: MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Área de concentração: Organizações, Gestão e Sociedade Disciplina: Métodos Quantitativos Administração de Pesquisa Carga horária total:

Leia mais

Estudos Avançados de Metodologia de Pesquisa (CCP 945) Dr. Enivaldo Rocha (PPGCP UFPE) Dalson Filho (Doutorando PPGCP UFPE)

Estudos Avançados de Metodologia de Pesquisa (CCP 945) Dr. Enivaldo Rocha (PPGCP UFPE) Dalson Filho (Doutorando PPGCP UFPE) (CCP 945) Dr. Enivaldo Rocha (PPGCP UFPE) Dalson Filho (Doutorando PPGCP UFPE) Identificação Disciplina: (CCP 945) Horário: quarta-feira (09:00 às 13:00 horas) Professor: Dr. Enivaldo Rocha (PPGCP UFPE)

Leia mais

ESCOLA DE COMUNICAÇÃO

ESCOLA DE COMUNICAÇÃO ESCOLA DE COMUNICAÇÃO Nome da Disciplina: Projeto Experimental I Código: ECA 484 Créditos: 4 (quatro) Cursos para os quais é oferecida: Publicidade e Propaganda Carga Horária por Período: 60h Período,

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

METODOLOGIA E PESQUISA APLICADA A GESTÃO DO ESPORTE II

METODOLOGIA E PESQUISA APLICADA A GESTÃO DO ESPORTE II METODOLOGIA E PESQUISA APLICADA A GESTÃO DO ESPORTE II Ementa: A pesquisa qualitativa na gestão do esporte. Como definir um problema de pesquisa. Desenho de pesquisa qualitativa na gestão do esporte. Instrumento

Leia mais

Gestão de Marketing e Ética Empresarial

Gestão de Marketing e Ética Empresarial Escola de Economia e Gestão Gestão de Marketing e Ética Empresarial Reconhecer e explicar os conceitos pilares do marketing e seu ambiente; Reconhecer a estratégia de marketing e aplicar os principais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. SEMESTRE 2015 DISCIPLINA: Pesquisa Quantitativa com Análise de Dados PROFESSOR:

Leia mais

Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature

Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature PSICOLOGIA ARGUMENTO doi: 10.7213/psicol.argum.5895 ARTIGOS [T] Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature [R] [A] Pedro Fernando Bendassolli Resumo Received

Leia mais

Análise da Aplicação do Estudo de Caso em Dissertação de Mestrado em Administração

Análise da Aplicação do Estudo de Caso em Dissertação de Mestrado em Administração Análise da Aplicação do Estudo de Caso em Dissertação de Mestrado em Administração Geanderson Lenz geanderson.lenz@restinga.ifrs.edu.br IFRS Resumo:O método científico diz respeito à forma como os resultados

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Análise Qualitativa Aplicada a Estudos

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas BOIRAL, O. ISO 9000: Outside the iron cage. Organization Science, v. 14, n. 6, p. 720-737, nov-dez 2003. CARVALHO, C. A. P.; VIEIRA, M. M. F.; LOPES, F. D. Contribuições da

Leia mais

Estratégia Empresarial

Estratégia Empresarial Estratégia Empresarial Adquirir uma visão atualizada e integrada do sistema e contexto de direção estratégica da organização. Compreender o conteúdo da estratégia empresarial. Desenvolver competências

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br)

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br) UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO (LET) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA FONE: (61) 3107-7618 - TELEFAX: (61) 3307-7619 E-mail:

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR ANO LECTIVO: 2013/14 FICHA DE UNIDADE CURRICULAR MESTRADO/LICENCIATURA 1.Unidade Curricular Nome: METODOS E TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO SOCIAL Código: 172 Área Científica: SOCIOLOGIA Curso: MESTRADO EM GERONTOLOGIA

Leia mais

Ahrens, T., A. Becker, et al. (2008). "The future of interpretive accounting research - A polyphonic debate." Critical Perspectives on Accounting 19(6): 840-866. Burrell, G. & G. Morgan (1979). Sociological

Leia mais

Disponível em http://www.anpad.org.br/rac. RAC, Curitiba, v. 14, n. 5, art. 3, pp. 818-835, Set./Out. 2010

Disponível em http://www.anpad.org.br/rac. RAC, Curitiba, v. 14, n. 5, art. 3, pp. 818-835, Set./Out. 2010 Disponível em http:// RAC, Curitiba, v. 14, n. 5, art. 3, pp. 818-835, Set./Out. 2010 Processos de Aprendizagem Organizacional no Desenvolvimento de Competências em Instituições de Ensino Superior para

Leia mais

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde*

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde* UniversidadeNovedeJulho1UNINOVE ProgramadeMestradoProfissionalemAdministração GestãoemSistemasdeSaúde Disciplina ProjetosComplexoseEstratégicosAplicadosàSaúde Códigodadisciplina GSEL04 Linhadepesquisa

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996.

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996. CURRICULUM VITÆ DADOS PESSOAIS Nome: Nascimento: Nacionalidade: Morada: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 de Dezembro de 1971, Porto (Portugal) Portuguesa Faculdade de Economia do

Leia mais

Estatística. 5 (tempo total de trabalho: 28h *5 = 140 horas) 70 = 15 Teóricas (T) + 45 Teórico-práticas (TP) + 10 Orientação tutorial (OT) Luís Faísca

Estatística. 5 (tempo total de trabalho: 28h *5 = 140 horas) 70 = 15 Teóricas (T) + 45 Teórico-práticas (TP) + 10 Orientação tutorial (OT) Luís Faísca 1 Estatística II 1. Resumo descritivo 1.1. Elementos básicos Curso Unidade Curricular Área Científica Ano / Semestre ECTS Horas de Contacto Professor responsável Docentes 1.2. Síntese descritiva Psicologia

Leia mais

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Área de concentração: Organizações, Empreendedorismo e Internacionalização Disciplina: ESTRATÉGIA E PRÁTICA ORGANIZACIONAL Carga Horária semanal: 3 horas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR Disciplina: METODOLOGIA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS. Regente: Prof. Dr. Paulo Fernandes Keller Carga horária: 60 horas Número de créditos: Semestre letivo: 2013.2 1. EMENTA Epistemologia das Ciências Sociais.

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO

METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO MESTRADO METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO EMENTA A pesquisa em ciências humanas e sociais. A questão do conhecimento: paradigmas e epistemologia da pesquisa em Direito. Os métodos e as técnicas de pesquisa

Leia mais

PESQUISA-AÇÃO: PROPOSTA FRENTE AO DESAFIO DA FORMAÇÃO DE ADMINISTRADORES VOLTADOS À SUSTENTABILIDADE

PESQUISA-AÇÃO: PROPOSTA FRENTE AO DESAFIO DA FORMAÇÃO DE ADMINISTRADORES VOLTADOS À SUSTENTABILIDADE PESQUISA-AÇÃO: PROPOSTA FRENTE AO DESAFIO DA FORMAÇÃO DE ADMINISTRADORES VOLTADOS À SUSTENTABILIDADE ACTION RESEARCH: A PROPOSAL TO THE CHALLENGE AHEAD OF TRAINING MANAGEMENT TARGETS TO SUSTAINABILITY

Leia mais

Validade e Confiabilidade na Pesquisa Qualitativa em Administração

Validade e Confiabilidade na Pesquisa Qualitativa em Administração Validade e Confiabilidade na Pesquisa Qualitativa em Administração Autoria: Fernando Gomes de Paiva Jr., André Luiz M. de Souza Leão, Sérgio C. Benício de Mello Resumo O uso da pesquisa qualitativa tem

Leia mais

Econometria Financeira

Econometria Financeira Econometria Financeira Área Científica: Economia/Gestão Horas de Contacto: TP: 45 Docentes Respnsáveis: Cristina Alexandra Oliveira Amado/ Benilde Maria Nascimento Oliveira Língua de Funcionamento: Português/

Leia mais

Formador: Francisco Freitas (Verbi GmbH, Alemanha; CES-Coimbra)

Formador: Francisco Freitas (Verbi GmbH, Alemanha; CES-Coimbra) Curso de Verão Análise de Dados Qualitativos Assistida por Computador Coordenador científico: Vítor Sérgio Ferreira Objetivos gerais O objetivo central deste curso é facultar uma formação em análise de

Leia mais

Réplica 2 - Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração: Potencial e Desafios

Réplica 2 - Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração: Potencial e Desafios Disponível em http:// RAC, Curitiba, v. 15, n. 4, pp. 761-765, Jul./Ago. 2011 Documentos e Debates: Réplica 2 - Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA EDITAL No. 011/2009 Dados para o Edital do Concurso para Professor Assistente na área

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas AAKER, D. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2001. ABBAS, K. Gestão de Custos em Organizações Hospitalares. 2001. In COUTO, Renato e PEDROSA, Tânia. Hospital: Acreditação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - PPGA MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - PPGA MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Disciplina: DESENVOLVIMENTO GERENCIAL Professor: Anielson Barbosa da Silva, Dr. Carga-horária: 45 horas Horário: 09:00h às 12:00h (Segunda-feira) E-mail: anielson@uol.com.br Ementa: A disciplina objetiva

Leia mais

a eficácia do ensino superior agrário português: realidade ou ficção?

a eficácia do ensino superior agrário português: realidade ou ficção? a eficácia do ensino superior agrário português: realidade ou ficção? António José Gonçalves Fernandes resumo: abstract: Keywords 9 A EFICÁCIA DO ENSINO SUPERIOR AGRÁRIO PORTUGUÊS: REALIDADE OU FICÇÃO?

Leia mais

ANÁLISE DE UM ESTUDO DE CASO

ANÁLISE DE UM ESTUDO DE CASO MESTRADO EM QUÍMICA PARA O ENSINO 2005 2006 METODOLOGIAS DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO ANÁLISE DE UM ESTUDO DE CASO Resumo Este trabalho aborda os princípios teóricos do Estudo de Caso. Os conceitos associados

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins Introdução Sistema de Controle Gerencial Discricionariedade

Leia mais

Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1

Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1 Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1 Cristiana Elisa Aguiar Ribeiro (UFMG) Jaime Sadao Yamassaki Bastos (IBMEC-MG) Resumo: Este

Leia mais

PROGRAMA OBJETIVOS DA DISCIPLINA

PROGRAMA OBJETIVOS DA DISCIPLINA DEPARTAMENTO Gestão Pública (GEP) CURSO Mestrado Profissional Em Gestão e Políticas Públicas - MPGPP DISCIPLINA Ferramentas aplicadas ao desenho de políticas públicas PROFESSOR Alexis Vargas PERÍODO SEMESTRE/ANO

Leia mais

Conteúdo Programático: I. Questões metodológicas nas ciências sociais aplicadas. 1. Ética em Pesquisa. 2. A multiplicidade de paradigmas

Conteúdo Programático: I. Questões metodológicas nas ciências sociais aplicadas. 1. Ética em Pesquisa. 2. A multiplicidade de paradigmas UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO Disciplina: NFR410030 - Pesquisa qualitativa em saúde e enfermagem Professores Responsáveis: Dra. Eliane Regina Pereira do Nascimento, Dra. Mara Ambrosina de Oliveira Vargas Créditos: 3

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada CURSO DE FORMAÇÃO webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA Entidade de formação credenciada e homologada 1. Fundamentação A investigação nas ciências humanas e sociais tem passado nas últimas décadas

Leia mais

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR

PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: Curso: INVESTIGAÇÃO Licenciatura em Enfermagem Ano Lectivo 2014-2015 Ano Curricular 1.º Semestre 2.º Nº de Ects 6 Equipa Pedagógica: Regente/Coordenador Docentes Maria Alice dos Santos

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência Política CPP06 - METODOLOGIA DE PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA

Programa de Pós-Graduação em Ciência Política CPP06 - METODOLOGIA DE PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA CPP06 - METODOLOGIA DE PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA Responsável: Professor Dr. Henrique Carlos de Oliveira de Castro Número de Créditos/Carga horária total: 4 créditos /60 h Súmula: Discutir a relação

Leia mais

FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA

FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA 1 FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA CD-01 1 NOME DO PROGRAMA: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS 2 Proposta de Criação de disciplina Exclusão de disciplina da grade curricular Mudança de denominação

Leia mais

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: Internacionalização e Globalização Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. OBJETIVOS DA DISCIPLINA A presente

Leia mais

EXCLUSÃO E RESISTÊNCIA NO DISCURSO: O CASO DO JORNAL O TRECHEIRO

EXCLUSÃO E RESISTÊNCIA NO DISCURSO: O CASO DO JORNAL O TRECHEIRO VI COLOQUIO DE LA REDLAD Bogotá, 15 e 16 de setembro de 2011 LOS DISCURSOS DE LA EXCLUSIÓN EN AMERICA LATINA EXCLUSÃO E RESISTÊNCIA NO DISCURSO: O CASO DO JORNAL O TRECHEIRO Viviane de Melo Resende María

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto. CURRICULUM VITÆ PERSONAL DATA Full name: Birth: Nationality: Address: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 December 1971, Porto (Portugal) Portuguese Faculdade de Economia da Universidade

Leia mais

Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software

Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software Definição de Critérios para Análise Comparativa de Modelos de Referência para Desenvolvimento Global de Software Leonardo Pilatti, Jorge Luis Nicolas Audy Faculdade de Informática Programa de Pós Graduação

Leia mais

PESQUISA QUALITATIVA CARACTERÍSTICAS, USOS E POSSIBILIDADES

PESQUISA QUALITATIVA CARACTERÍSTICAS, USOS E POSSIBILIDADES José Luis Neves Mestrando do curso de Pós Graduação em Administração de Empresas FEA-USP 1. INTRODUÇÃO A pesquisa social tem sido marcada fortemente por estudos que valorizam o emprego de métodos quantitativos

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ALMEIDA, F. C.; SIQUEIRA, J. O.; ONUSIC, L. M. Data Mining no contexto de Customer Relationship Management. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 12, n. 2, p.

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Departamento de Ciência Política

Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Departamento de Ciência Política Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Departamento de Ciência Política FLS-6183 Métodos Quantitativos de Pesquisa II 2º semestre / 2015 Lorena G. Barberia Este curso

Leia mais

AUTORES EDUARDO PINTO VILAS BOAS

AUTORES EDUARDO PINTO VILAS BOAS Estudo sobre a identificação de fatores presentes em ambientes de empreendedorismo corporativo que encorajam a ação empreendedora manifesta de gestores de nível organizacional intermediário AUTORES EDUARDO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I - TÓPICOS AVANÇADOS DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I - TÓPICOS AVANÇADOS DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular OPÇÃO I TÓPICOS AVANÇADOS DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) Ano Lectivo 2013/2014 2.

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ANTUNES, F. S. Desenvolvimento de Competências em Instituições de Ensino de Nível Técnico. 2009. Dissertação de Mestrado, p.13. Disponível em: .

Leia mais

FORMAÇÃO DE E-FORMADORES: ESTUDO DE CASO NO SOLAR AMBIENTE DE APRENDIZAGEM ONLINE DO INSTITUTO VIRTUAL

FORMAÇÃO DE E-FORMADORES: ESTUDO DE CASO NO SOLAR AMBIENTE DE APRENDIZAGEM ONLINE DO INSTITUTO VIRTUAL FORMAÇÃO DE E-FORMADORES: ESTUDO DE CASO NO SOLAR AMBIENTE DE APRENDIZAGEM ONLINE DO INSTITUTO VIRTUAL Maria Auxiliadora de Almeida Farias, Maria João Gomes, Paulo Dias Universidade do Minho, Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular MÉTODOS

Leia mais

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software 1 1 2 Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software Shirley Jacinto (ssj@cin.ufpe.br) Orientador: Fabio Q. B. da Silva (fabio@cin.ufpe.br) Questões

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

A Influência da Rede de Coautoria no Nível das Bolsas de Produtividade da Área de Engenharia de Produção

A Influência da Rede de Coautoria no Nível das Bolsas de Produtividade da Área de Engenharia de Produção A Influência da Rede de Coautoria no Nível das Bolsas de Produtividade da Área de Engenharia de Produção Ricardo Lopes de Andrade 1, Leandro Chaves Rêgo 1,2 Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Recife

Leia mais

Economia dos Recursos Humanos

Economia dos Recursos Humanos Disciplina oferecida ao Curso de MBE Executivo (5ª edição) do Programa de Pós Graduação em Economia da UFRGS. Economia dos Recursos Humanos Professor Responsável: Giácomo Balbinotto Neto. Objetivo: A economia

Leia mais

Aula 10. Pesquisa e prática quantitativa

Aula 10. Pesquisa e prática quantitativa Aula 10 Pesquisa e prática quantitativa Autores BLACKSTONE, A. Principles of Sociological Inquiry: Qualitative and Quantitative Methods. Online. BONNEVILLE, L.; GROSJEAN, S.; LAGACÉ, M. Introduction aux

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO Disciplina: NFR410030 - Pesquisa qualitativa em saúde e enfermagem Professores Responsáveis: Dra. Eliane Regina Pereira do Nascimento, Dra. Mara Ambrosina de Oliveira Vargas Créditos: 3

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA 2014.2

PLANO DE DISCIPLINA 2014.2 Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA Programa de Pós-graduação em Administração PPGA PLANO DE DISCIPLINA 2014.2 METODOLOGIA DE PESQUISA QUALITATIVA EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

LIVRO DO MÊS - JUNHO 2008 NOTAS BIOGRÁFICA E BIBLIOGRÁFICA DO AUTOR

LIVRO DO MÊS - JUNHO 2008 NOTAS BIOGRÁFICA E BIBLIOGRÁFICA DO AUTOR Direcção de Serviços de Biblioteca e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt LIVRO DO MÊS - JUNHO

Leia mais

Relatório Final. Discente: Dâmaris Regina Dias Guimarães da Rocha 12/0050251

Relatório Final. Discente: Dâmaris Regina Dias Guimarães da Rocha 12/0050251 Relatório Final Análise do arcabouço institucional jurídico de Costa Rica, Panamá e Honduras por meio do LICS model para fins de comparação de suas conformações institucionais Discente: Dâmaris Regina

Leia mais

PESQUISA EM MARKETING E SEUS PROBLEMAS VERSUS PESQUISA

PESQUISA EM MARKETING E SEUS PROBLEMAS VERSUS PESQUISA 213 R e v i s t a E l e t r ô n i c a d e GESTÃO.Org G e s t ã o O r g a n i z a c i o n a l ISSN 1679-1827 w w w. g e s t a o o r g. d c a. u f p e. b r Volume 4, Número 2, mai./ago. 2006 PESQUISA EM

Leia mais

LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO 2009

LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO 2009 Direcção de Serviços de Biblioteca e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt LIVRO DO MÊS - DEZEMBRO

Leia mais

Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra. Mirley Luciene dos Santos Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 2008

Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra. Mirley Luciene dos Santos Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 2008 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS UniEVANGÉLICA PROGRAMA DE MESTRADO MULTIDISCIPLINAR EM SOCIEDADE TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra.

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA CASOS PARA O ENSINO EM ADMINISTRAÇÃO

PLANO DE DISCIPLINA CASOS PARA O ENSINO EM ADMINISTRAÇÃO Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA Programa de Pós-graduação em Administração PPGA Professores: Anielson Barbosa da Silva Contatos: anielson@uol.com.br Créditos/Nº

Leia mais

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografía BREALEY, Richard A.; MYERS, Stewart C. - Princípios de Finanças Empresariais.

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS I

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS I EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1 FACUL DADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMATICA NEGÓGIOS GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ( 68) Teóricas Etapa: 7ª ( ) Práticas Interpretação de Governança e estratégia organizacional:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Metodologia do Ensino da Contabilidade Código Carga Horária 60 Créditos 4 Tipo: PPGCC19 Eletiva OBJETIVOS Analisar e entender os conceitos relativos à metodologia de ensino

Leia mais

EMENTA CONTÉUDO. 1. Justificação Epistêmica 1.1 O debate externismo/internismo acerca da justificação epistêmica 1.2 Confiabilismo e justificação

EMENTA CONTÉUDO. 1. Justificação Epistêmica 1.1 O debate externismo/internismo acerca da justificação epistêmica 1.2 Confiabilismo e justificação UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DE FILOSOFIA DISCIPLINA: TÓPICOS DE EPISTEMOLOGIA: REFLEXÃO E ENTENDIMENTO HORÁRIO: SEGUNDA-FEIRA, DAS 14 ÀS 18h - CARGA-HORÁRIA: 68 h EMENTA Em

Leia mais

TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS

TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS Qualitativas e quantitativas Andréa Kanikadan Beatriz Lacombe Fábio Faiad Flavio Licio Gil Kruglianskas Técnicas Observação Análise documental Narrativas História de vida Análise

Leia mais

ANÁLISE DE RISCOS EM PROJETOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO

ANÁLISE DE RISCOS EM PROJETOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO Disponível eletronicamente em www.revista-ped.unifei.edu.br Edição Especial Projeto Pró Engenharias Revista P&D em Engenharia de Produção V. 08 N. 01 (2010) p. 72-76 ISSN 1679-5830 ANÁLISE DE RISCOS EM

Leia mais

DESAFIOS DA LIDERANÇA EM EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

DESAFIOS DA LIDERANÇA EM EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DESAFIOS DA LIDERANÇA EM EMPREENDIMENTOS DE BASE TECNOLÓGICA: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO Louise de Lira Roedel Botelho Especialista em Formação de Docentes em TH pela UNIVALI e Especialista no MBA em Administração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS EDUCAÇÃO AGRÍCOLA E EXTENSÃO RURAL IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CÓDIGO NOME ( T - P )

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS EDUCAÇÃO AGRÍCOLA E EXTENSÃO RURAL IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CÓDIGO NOME ( T - P ) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS EDUCAÇÃO AGRÍCOLA E EXTENSÃO RURAL PÓS-GRADUAÇÃO: Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural Mestrado PROFESSOR: Joel Orlando Bevilaqua Marin

Leia mais

15 16-17 Setembro - Módulo 1 - Introdução à análise de redes sociais. Docentes:

15 16-17 Setembro - Módulo 1 - Introdução à análise de redes sociais. Docentes: VI Escola de Verão de Análise de Redes Sociais 15 16-17 Setembro - Módulo 1 - Introdução à análise de redes sociais Docentes: Marta Varanda (marta@iseg.ulisboa.pt ), Filipa Carvalho (filipadc@iseg.utl.pt

Leia mais

1. Centros de Competência de BI

1. Centros de Competência de BI Pagina: 1 1. Centros de Competência de BI Originalmente, o termo Centro de competência de BI (conhecido também como BICC Business Intelligence Competence Center) foi utilizado pelo instituto de pesquisa

Leia mais

Exemplo de Vê Epistemológico. O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1. Leonardo Sartori Porto

Exemplo de Vê Epistemológico. O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1. Leonardo Sartori Porto Exemplo de Vê Epistemológico O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1 Leonardo Sartori Porto Nosso projeto de pesquisa visa investigar se o uso de analogias no ensino de ciências pode facilitar

Leia mais

Ficha das Unidades Curriculares (UC)

Ficha das Unidades Curriculares (UC) Ficha das Unidades Curriculares (UC) Ano letivo/ Semestre: 1º ano, 2º semestre Programa Doutoral em: 1. Unidade Curricular: Sociologia Métodos e Técnicas Qualitativas de Pesquisa Qualitativa (UC optativa)

Leia mais

ANÁLISE DOS MÉTODOS E TÓPICOS DE PESQUISA DE UMA AMOSTRA DA PRODUÇÃO CIENTIFICA BRASILEIRA NA ÁREA DE EAD, 1992 A

ANÁLISE DOS MÉTODOS E TÓPICOS DE PESQUISA DE UMA AMOSTRA DA PRODUÇÃO CIENTIFICA BRASILEIRA NA ÁREA DE EAD, 1992 A ANÁLISE DOS MÉTODOS E TÓPICOS DE PESQUISA DE UMA AMOSTRA DA PRODUÇÃO CIENTIFICA BRASILEIRA NA ÁREA DE EAD, 1992 A 2007 Maio de 2008 Autores: José Dutra de Oliveira Neto USP dutra@usp.br Elaine Maria dos

Leia mais

ITENS PROPOSTOS PARA CONSTAR DOS PLANOS DE ENSINO DE DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PREVISTAS NO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA 2006

ITENS PROPOSTOS PARA CONSTAR DOS PLANOS DE ENSINO DE DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PREVISTAS NO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA 2006 1 ITENS PROPOSTOS PARA CONSTAR DOS PLANOS DE ENSINO DE DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PREVISTAS NO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA 2006 Os itens Ementa, Objetivos Gerais e Específicos

Leia mais

Revista de Contabilidade e Organizações, vol. 6 n. 14 (2012) p. 127-144

Revista de Contabilidade e Organizações, vol. 6 n. 14 (2012) p. 127-144 Revista de Contabilidade e Organizações Revista de Contabilidade e Organizações, vol. 6 n. 14 (2012) p. 127-144 ESTUDOS DE CASO E SUA APLICAÇÃO: PROPOSTA DE UM ESQUEMA TEÓRICO PARA PESQUISAS NO CAMPO DA

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Docente(s) Lucinéa Marcelino Villela Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Autoria: Maurício Reinert do Nascimento, Evelyn Seligmann Feitosa, Rosilene Marcon, Fabiane Cortez Verdu, Rodrigo Bandeira-de-Mello

Autoria: Maurício Reinert do Nascimento, Evelyn Seligmann Feitosa, Rosilene Marcon, Fabiane Cortez Verdu, Rodrigo Bandeira-de-Mello Ensaios Teóricos: De onde Vêm e para Onde Vão? Autoria: Maurício Reinert do Nascimento, Evelyn Seligmann Feitosa, Rosilene Marcon, Fabiane Cortez Verdu, Rodrigo Bandeira-de-Mello Resumo Este artigo teve

Leia mais

METODOLOGIA DE ESTUDO DE CASOS APLICADA À LOGÍSTICA

METODOLOGIA DE ESTUDO DE CASOS APLICADA À LOGÍSTICA METODOLOGIA DE ESTUDO DE CASOS APLICADA À LOGÍSTICA Regina Meyer Branski Raul Arellano Caldeira Franco Orlando Fontes Lima Jr. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Faculdade de Engenharia Civil,

Leia mais

Projeto de Pesquisa: Governança em Tribunais de Justiça de Brasil e Portugal 1

Projeto de Pesquisa: Governança em Tribunais de Justiça de Brasil e Portugal 1 Projeto de Pesquisa: Governança em Tribunais de Justiça de Brasil e Portugal 1 1. INTRODUÇÃO Tomás de Aquino Guimarães, professor, Universidade de Brasília Luiz Akutsu, doutorando em Administração, Universidade

Leia mais

ESTUDOS DE CASO EM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS: ANÁLISE DO SISTEMA DE GESTÃO DE CUSTOS EM HOSPITAIS PÚBLICO E FILANTRÓPICO

ESTUDOS DE CASO EM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS: ANÁLISE DO SISTEMA DE GESTÃO DE CUSTOS EM HOSPITAIS PÚBLICO E FILANTRÓPICO ESTUDOS DE CASO EM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS: ANÁLISE DO SISTEMA DE GESTÃO DE CUSTOS EM HOSPITAIS PÚBLICO E FILANTRÓPICO Antônio Artur DE SOUZA, Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil) Mirian

Leia mais

Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial

Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial KILMA GALINDO DO NASCIMENTO CULTURA ORGANIZACIONAL E TERCEIRIZAÇÃO:

Leia mais

Desigualdade de renda no mundo Programa

Desigualdade de renda no mundo Programa Desigualdade de renda no mundo Programa Necessidades especiais Importante: se você tem alguma necessidade especial, por favor, contate-me. Terei prazer em fazer todos os ajustes que estiverem a meu alcance.

Leia mais

Como aprender a aplicar a Técnica de Equações Estruturais na Pesquisa em Operações. Luiz Artur Ledur Brito FGV-EAESP Luiz.brito@fgv.

Como aprender a aplicar a Técnica de Equações Estruturais na Pesquisa em Operações. Luiz Artur Ledur Brito FGV-EAESP Luiz.brito@fgv. Como aprender a aplicar a Técnica de Equações Estruturais na Pesquisa em Operações Luiz Artur Ledur Brito FGV-EAESP Luiz.brito@fgv.br Agenda O que é a técnica de equações estruturais e para que serve?

Leia mais

Sistema de Bibliotecas da Unopar Biblioteca Setorial Campus Londrina (Piza) Periódicos Específicos de Enfermagem. Atualizado em 09/02/2007

Sistema de Bibliotecas da Unopar Biblioteca Setorial Campus Londrina (Piza) Periódicos Específicos de Enfermagem. Atualizado em 09/02/2007 Sistema de Bibliotecas da Unopar Biblioteca Setorial Campus Londrina (Piza) Periódicos Específicos de Enfermagem Atualizado em 09/02/2007 Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, SP, 1988, 1(1-4); 1989,

Leia mais

Gestão do Conhecimento em Projetos. Emir José Redaelli, Msc Fortaleza, CE - 11.11.2010

Gestão do Conhecimento em Projetos. Emir José Redaelli, Msc Fortaleza, CE - 11.11.2010 Gestão do Conhecimento em Projetos Emir José Redaelli, Msc Fortaleza, CE - 11.11.2010 Objetivo da palestra Compartilhar a experiência profissional prática da gestão do conhecimento organizacional via gestão

Leia mais

Considerações gerais sobre Projetos de Pesquisa

Considerações gerais sobre Projetos de Pesquisa Considerações gerais sobre Projetos de Pesquisa www.tecnologiadeprojetos.com.br (Apêndice do livro Trabalhando com Projetos - Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais, Editora Vozes, Petrópolis-RJ).

Leia mais

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Código Denominação DISCIPLINA Crédito(s) (*) Carga Horária Teórica Prática

Leia mais