PROGRAMA DE Análise. 11ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE Análise. 11ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário"

Transcrição

1 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário

2 Ficha Técnica Título Programa de Análise Sociológica da Educação, Administração e Gestão Escolar - 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Editora Editora Moderna, S.A. Pré-impressão, Impressão e Acabamento GestGráfica, S.A. Ano / Edição / Tiragem / N.º de Exemplares 2013 / 2.ª Edição / 1.ª Tiragem / Ex EDITORA MODERNA Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução desta obra por qualquer meio (fotocópia, offset, fotografia, etc.) sem o consentimento escrito da editora, abrangendo esta proibição o texto, as ilustrações e o arranjo gráfico. A violação destas regras será passível de procedimento judicial, de acordo com o estipulado no código dos direitos de autor.

3 ÍNDICE Introdução Objectivos Gerais da Disciplina Objectivos da Disciplina no Curso Objectivos Específicos Esquema Geral dos Conteúdos e Distribuição por Trimestres Conteúdos Programáticos Esquema Geral dos Contéudos Básicos/Essenciais Sugestões Metodológicas Avaliação Bibliografia

4 11ª CLASSE INTRODUÇÃO A inclusão da disciplina de Análise Sociológica da Educação no currículo dos cursos de Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário visa facultar aos alunos os elementos referenciais necessários para proceder à análise do Sistema Educativo da República de Angola, enquanto processo e resultado de uma construção social que abrange simultânea e diferencialmente: Os elementos estruturantes do próprio sistema (políticas de educação, nível de decisão e administração da instituição escolar, compreendendo as dinâmicas e representações sociais dos diferentes actores envolvidos); O Processo de ensino/aprendizagem (modelos pedagógicos, atitudes e expectativas, avaliação/certificação de conhecimentos ). Procura, além disso fornecer-lhes alguns instrumentos que lhes permitam uma reflexão sobre as práticas, tentando levar a rupturas do senso comum, abrindo espaços de reflexão sobre o fenómeno educativo e, desse modo, participar de forma informada nos projectos de mudança educativa que se desenvolvam à sua volta e, em especial, nas instituições e comunidades em que venham a exercer a sua actividade. Assim, o presente programa pretende adequar a formação do(a) professor(a) do 1º Ciclo ao respectivo perfil, bem como aos princípios estabelecidos pela Lei de Bases do Sistema de Educação Angolano. Este programa está previsto para ser leccionado em 3 horas semanais durante três trimestres, o que corresponde a 36 semanas, das quais 30 serão lectivas e 6 para avaliação. Estas 36 semanas estão distribuídas da seguinte forma: 14 semanas no 1º trimestre, 12 no 2º trimestre e 10 no 3º trimestre 4

5 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR OBJECTIVOS GERAIS DA disciplina Proporcionar a compreensão da relatividade e multiplicidade dos valores culturais e sociais em diferentes tempos e espaços; Proporcionar um conjunto de elementos que facilitem a análise sociológica sob o ponto de vista, tanto sociológico como da administração e gestão do processo educativo e da realidade da escola; Desenvolver a reflexão crítica e atitudes de tolerância face às ideias, crenças, culturas, opiniões e valores diferentes dos próprios; Analisar a educação como fenómeno social; Entender a administração e a gestão como parte estruturante da escola e do processo educativo: Analisar a escola como parte integrante de um todo social; Interpretar o meio social em que estão envolvidos em ordem a uma inserção social e profissional crítica. 5

6 11ª CLASSE OBJECTIVOS DA DISCIPLINA NO CURSO A Análise Sociológica da Educação e Administração e Gestão Escolar tem por objectivo fundamental facultar aos futuros professores quadros teóricos de referência, conceitos e metodologias que lhes permitam: Perspectivar as funções da educação tendo em conta a análise da realidade sociológica envolvente; Perspectivar as funções da educação tendo em conta os padrões de administração e gestão adoptados pela escola e ou pelo sistema educativo; Conhecer os métodos da sociologia aplicados à pesquisa sociológica, com vista a melhorar o processo educativo; Implementar decisões respeitantes aos processos de ensino-aprendizagem, de vivência institucional e de relação com a comunidade; Reflectir sobre o papel do professor e da escola na criação de identidades sociais, culturais e educativas específicas; Analisar os fundamentos sociais do desenvolvimento pessoal e suas repercussões na integração e sucesso escolar dos alunos; Analisar os fundamentos administrativos e de gestão da escola e sua repercussão para o desenvolvimento, integração e sucesso escolar dos alunos e do processo docente educativo em geral; Preparar o jovem para uma atitude reflexiva e uma actuação socioprofissional consciente; Analisar o actual quadro de organização político-educativa da escola à luz dos conhecimentos adquiridos; Assumir uma posição coerente com os valores ético-profissionais na sua prática pedagógica. 6

7 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR OBJECTIVOS ESPECÍFICOS Tema 1 - Administração e Gestão Escolar: Conceito, Objecto e Tarefas Definir Administração e Gestão Escolar. Descrever o objecto de estudo da Administração e Gestão Escolar. Definir cada uma das tarefas integrantes da Administração e Gestão Escolar. Enumerar os âmbitos em que se exerce a gestão escolar. Conhecer processos de gestão dos recursos humanos na escola. Analisar o processo de acompanhamento dos alunos na escola. Conhecer indicadores, métodos e critérios de avaliação das escolas. Tema 2 - Órgãos e Estruturas da Escola Enumerar os princípios para uma correcta direcção das escolas. Analisar a composição e competências dos vários órgãos e estruturas da escola. Situar o papel profissional do professor no contexto da vida organizacional. Tema 3 - O Contexto Legislativo e a sua Repercussão na Organização e Funcionamento da Escola Conhecer a Lei de Bases do Sistema de Educação de Angola. Conhecer as disposições legais relativas às finalidades e funções da escola. Conhecer a repartição de competências entre os vários níveis e serviços da administração educativa. Analisar as disposições do Regulamento Geral das Escolas. Conhecer os direitos e deveres dos membros da organização escolar. Tema 4 - A Escola como Instituição e Organização Social Analisar o papel da Instituição Escola na sociedade (como elemento de reprodução social). Reconhecer a escola como um agente socializador promotor/reprodutor da estrutura social existente e de mudança. Reconhecer a escola como parte integrante da sociedade. Descrever as finalidades e as funções da escola. 7

8 11ª CLASSE Descrever o sistema escolar angolano e políticas educativas a ele subjacentes. Distinguir o papel da escola primária na sociedade angolana. Tema 5 - Imagens Organizacionais da Escola Caracterizar a abordagem científico-racional, a abordagem interpretativosimbólica e a imagem crítica ou política da escola. Identificar as funções administrativas privilegiadas por cada uma dessas abordagens. Distinguir a escola de outras organizações sociais. Avaliar o contributo para a escola do estudo de cada uma das perspectivas. Tema 6 - Objecto e Âmbito Metodológico da Sociologia da Educação Reconhecer a Sociologia como ciência. Indicar o objecto e o método da Sociologia da Educação. Definir facto social. Definir Sociologia e Sociologia da Educação. Conhecer os principais paradigmas da Sociologia da Educação. Conhecer as diversas correntes da Sociologia da Educação. Tema 7 - Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais. A Investigação Sociológica Compreender a necessidade da investigação em Ciências Sociais. Justificar a necessidade de objectividade nas Ciências Sociais. Descrever o processo de pesquisa científica em Ciências Sociais. Indicar as características da observação científica. Distinguir os métodos quantitativos dos qualitativos. Citar algumas dificuldades na utilização dos métodos quantitativos em Ciências Sociais. Tema 8 - Educação e Sociedade Reconhecer o papel da socialização no comportamento do indivíduo. Definir socialização. Distinguir os agentes de socialização. Conhecer o papel dos agentes socializadores. 8

9 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR Explicar a socialização como um processo de transmissão cultural e de construção de identidades sociais próprias. Reconhecer o papel das culturas juvenis e dos grupos de pares. Reconhecer o papel da educação tradicional no comportamento do indivíduo. Reconhecer o papel da língua veicular e das línguas nacionais na educação juvenil. Tema 9 - Educação e Comunidade Compreender o papel da comunidade no processo educativo. Reconhecer a comunidade como um factor de estabilidade do processo de educação no Ensino Secundário (1º Ciclo). Justificar a importância da educação formal e da educação informal. Distinguir o papel da escola no Ensino Secundário (1º Ciclo) numa comunidade rural. Distinguir o papel da escola no Ensino Secundário (1º Ciclo) numa comunidade urbana. Compreender a situação intercultural na escola. Aproveitar a situação intercultural para formar uma identidade social benéfica ao processo educativo. Tema 10 - Efeitos Socioeducacionais Reconhecer duas perspectivas teóricas de análise de desigualdades sociais. Analisar com base nas teorias estudadas, a igualdade de oportunidades escolares. Justificar a educação e a cultura como meios de ascensão social. Definir mobilidade social. Distinguir tipos de mobilidade social. Reconhecer algumas situações de risco a nível escolar. Tema 11 - A Profissão do Professor e a Construção da sua Identidade Profissional Compreender o papel do professor na sociedade. Reconhecer o professor como agente de inovação e mudanças. Conhecer a ética profissional. Saber que o perfil do professor muda de acordo com a época. Descrever as características de ser professor e da sua identidade profissional. 9

10 11ª CLASSE ESQUEMA GERAL DOS CONTEÚDOS E DISTRIBUIÇÃO POR TRIMESTRE 1º TRIMESTRE horas Tema 1 - Administração e Gestão Escolar: Conceito, Objecto e Tarefas... 6 horas Tema 2 - Órgãos e Estruturas da Escola... 6 horas Tema 3 - O Contexto Legislativo e a sua Repercussão na Organização e Funcionamento da Escola... 8 horas Tema 4 - A Escola como Instituição e Organização Social... 6 horas Reserva... 4 horas 2º TRIMESTRE horas Tema 5 - Imagens Organizacionais da Escola... 6 horas Tema 6 - Objecto e Âmbito Metodológico da Sociologia da Educação... 6 horas Tema 7 - Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais. A Investigação Sociológica... 8 horas Reserva... 4 horas 3º TRIMESTRE horas Tema 8 - Educação e Sociedade... 4 horas Tema 9 - Educação e Comunidade... 4 horas Tema 10 - Efeitos Socioeducacionais... 6 horas Tema 11 - A Profissão do Professor e a Construção da sua Identidade Profissional... 4 horas Reserva... 4 horas Total Geral horas 10

11 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Tema 1 - Administração e Gestão Escolar: Conceito, Objecto e Tarefas... 6 horas 1.1. Conceito. Objecto de estudo. Estilos de gestão; 1.2. As tarefas da gestão: planificar, dirigir, coordenar, motivar, organizar (pessoas e meios) e avaliar/controlar; 1.3. A gestão dos recursos humanos (professores e funcionários); 1.4. O acompanhamento dos alunos; 1.5. A avaliação do trabalho da escola (processos, resultados); 1.6. A inspecção escolar: conceito e funções. Tema 2 - Órgãos e Estruturas da Escola... 6 horas 2.1. Princípios de direcção da escola; 2.2. O Conselho Directivo. Composição e funções; 2.3. O Conselho de Professores; 2.4. O Conselho de Escola. Requisitos e funções; 2.5. O Sub-Director de Escola. Requisitos e funções. Tema 3 - O Contexto Legislativo e a sua Repercussão na Organização e Funcionamento da Escola... 8 horas 3.1. Dependência funcional da escola: a legislação em vigor; 3.2. Lei de Bases do Sistema Educativo Angolano; 3.3. Regulamento Geral das Escolas. Tema 4 - A Escola como Instituição e Organização Social... 6 horas 4.1. A construção social da educação escolar; 4.2. Finalidade e funções da escola; sentido e significado da acção educativa; 4.3. Abordagem analítica das políticas educativas: a construção do sistema escolar angolano; 4.4. Estrutura social e funcionamento da escola - o caso angolano; 4.5. O papel da escola do Ensino Secundário (1º Ciclo) como instituição educativa no contexto angolano. 11

12 11ª CLASSE Tema 5 - Imagens Organizacionais da Escola... 6 horas 5.1. A abordagem científica; 5.2. A abordagem interpretativa-simbólica: a escola como cultura; a escola como democracia; 5.3. A abordagem crítica ou política: a escola reprodutora; a escola reconstrutora; a escola como arena política. Tema 6 - Objecto e Âmbito Metodológico da Sociologia da Educação... 6 horas 6.1. Fenómeno sociológico: Conceitos sociológicos básicos; 6.2. Perspectiva macro e micro; 6.3. A Sociologia da Educação: objecto e método; 6.4. Os principais paradigmas da Sociologia da Educação; 6.5. As diversas correntes da Sociologia da Educação. Tema 7 - Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais. A Investigação Sociológica... 8 horas 7.1. O conhecimento científico; 7.2. Objectividade nas Ciências Sociais; 7.3. Métodos e técnicas de pesquisa em Ciências Sociais; Classificação dos Métodos em Ciências Sociais: Método experimental; Método de medidas ou análise extensiva; Método de casos ou análise intensiva. Tema 8 - Educação e Sociedade... 4 horas 8.1. Socialização e educação: conceitos; 8.2. Família, socialização e linguagem: o papel das línguas angolanas na educação da criança; 8.3. Socialização e desenvolvimento dos comportamentos sociais da criança. O papel das culturas juvenis e dos grupos de pares; 8.4. Socialização e transmissão cultural. O lugar da educação tradicional na construção da identidade social. 12

13 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR Tema 9 - Educação e Comunidade... 4 horas 9.1. A comunidade como contexto pedagógico e institucional; 9.2. O Ensino Secundário na comunidade rural; 9.3. O Ensino Secundário na comunidade urbana; 9.4. Situações interculturais e situações de formação de identidade social; 9.5. A educação formal e informal nas comunidades étnicas angolanas. Tema 10 - Efeitos Socioeducacionais... 6 horas Igualdade de oportunidade escolar; Educação e mobilidade social e cultural; Análise de situações de risco a nível escolar; Alcoolismo; Menino de rua e na rua; Toxicodependência; Prostituição e outros; A construção social do insucesso escolar: o professor e o sucesso escolar/sucesso educativo. Tema 11 - A Profissão do Professor e a Construção da sua Identidade Profissional... 4 horas Políticas educativas e espaços de decisão: o professor como agente de inovação e mudança; A socialização profissional e os ciclos de vida da actividade docente nas escolas; Modo de ser professor/educador: a construção da profissionalidade docente; O perfil do professor na escola e na sociedade. 13

14 11ª CLASSE ESQUEMA GERAL DOS CONTÉUDOS BÁSICOS/ESSENCIAIS Tema 1 - A Gestão Escolar 1.1. As tarefas da gestão: planificar, dirigir, coordenar, motivar, organizar (pessoas e meios) e avaliar/controlar; 1.2. A gestão dos recursos humanos (professores e funcionários); 1.3. O acompanhamento dos alunos; 1.4. A avaliação do trabalho da escola (processos, resultados); 1.5. A inspecção escolar: conceito e funções. Tema 2 - Órgãos e Estruturas da Escola 2.1. Princípios de direcção da escola; 2.2. O Conselho Directivo. Composição e funções; 2.3. O Conselho de Professores; 2.4. O Conselho de Escola. Requisitos e funções; 2.5. O Sub-Director de Escola. Requisitos e funções. Tema 3 - O Contexto Legislativo e a sua Repercussão na Organização e Funcionamento da Escola 3.1. Lei de Bases do Sistema Educativo Angolano; 3.2. Regulamento Geral das Escolas. Tema 4 - A Escola como Instituição e Organização Social 4.1. Finalidade e funções da escola; sentido e significado da acção educativa; 4.2. Abordagem analítica das políticas educativas: a construção do sistema escolar angolano; 4.3. O papel da Escola Secundária como instituição educativa no contexto angolano. Tema 5 - Imagens Organizacionais da Escola 5.1. A abordagem científico-racional: a escola como empresa; a escola como organização burocrática; 14

15 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR 5.2. A abordagem interpretativa-simbólica: a escola como cultura; a escola como democracia; 5.3. A abordagem crítica ou política: a escola reprodutora; a escola reconstrutora; a escola como arena política. Tema 6 - Objecto e Âmbito Metodológico da Sociologia da Educação 6.3. A Sociologia da Educação: objecto e método; 6.4. Os principais paradigmas da Sociologia da Educação; 6.5. As diversas correntes da Sociologia da Educação; 6.6. O papel da Sociologia da Educação na Formação de Professores. Tema 7 - Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais. A Investigação Sociológica 7.2. Objectividade nas Ciências Sociais; 7.3. Métodos e técnicas de pesquisa em Ciências Sociais; 7.4. Classificação dos Métodos em Ciências Sociais: Método experimental; Método de medidas ou análise extensiva; Método de casos ou análise intensiva. Tema 8 - Educação e Sociedade 8.1. Socialização e educação: conceitos; 8.2. Família, socialização e linguagem: o papel das línguas angolanas na educação da criança; 8.3. Socialização e desenvolvimento dos comportamentos sociais da criança. O papel das culturas juvenis e dos grupos de pares; 8.4. Socialização e transmissão cultural. O lugar da educação tradicional na construção da identidade social. Tema 9 - Educação e Comunidade 9.1. A comunidade (rural e urbana) como contexto pedagógico e institucional; 9.4. Situações interculturais e situações de formação de identidade social; 9.5. A educação formal e informal nas comunidades étnicas angolanas. 15

16 11ª CLASSE Tema 10 - Efeitos Socioeducacionais Igualdade de oportunidade escolar; Educação e mobilidade social e cultural; Análise de situações de risco a nível escolar; Alcoolismo; Menino de rua e na rua; Toxicodependência; Prostituição e outros. Tema 11 - A Profissão do Professor e a Construção da sua Identidade Profissional Políticas educativas e espaços de decisão: o professor como agente de inovação e mudança; A socialização profissional e os ciclos de vida da actividade docente nas escolas; O perfil do professor na escola e na sociedade. 16

17 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR SUGESTÕES METODOLÓGICAS A Sociologia é uma ciência viva por isso, nada mais errado do que tratá-la abstractamente. É preciso construir o conhecimento do formando partindo do seu conhecimento quotidiano, do lugar-comum e enquadrar este conhecimento dentro do quadro teórico a analisar e depois generalizá-lo. No tratamento de diversos temas, prevê-se a utilização de metodologias muito diversificadas englobando desde a exposição sistemática de informação, por parte do professor, até à realização pelos estudantes de pequenos trabalhos de investigação. O recurso a técnicas variadas não fará, contudo, esquecer a importância de desenvolvimento da autonomia no processo de aprendizagem/formação. Nesse sentido, os docentes deverão facilitar: O acesso a outras fontes de informação, incluindo o contacto com profissionais ou agentes sociais com experiências relevantes, para a análise das diversas temáticas que integram o programa; A articulação entre os conteúdos ministrados e a observação/análise de situações educativas concretas; A elaboração de trabalhos de grupo; O debate. Assim, para melhor orientação, sugerimos, para os diversos temas, os métodos de que o professor se poderá servir. O método de exposição de informação deverá ser utilizado para todos os temas, de forma a sistematizar os conhecimentos. Temas 1 e 2 Sugerimos ao professor que leve os alunos a visitar uma escola primária/secundária. Esta visita deverá ser antecipadamente preparada e deverá existir um roteiro da visita. Os alunos deverão fazer um levantamento do que realmente sucede nas escolas e suas dificuldades, possíveis soluções a discutir depois na sala de aulas. Tema 3 Sugerimos que se faça um levantamento de toda a legislação angolana vigente e não vigente e se estude a sua evolução, fazendo a análise dos seus pontos fracos e fortes, assim como o impacto na organização da vida escolar. 17

18 11ª CLASSE Temas 4 e 5 Após as aulas onde se trabalhou estas matérias, poderá ser organizada uma visita na qual os alunos deverão verificar como a escola se assume perante a sociedade e enquanto organização social e qual a imagem que tem de si. Temas 6 e 7 Estudo de caso: os alunos ao elaborar os trabalhos do tema 10, poderão aplicar os métodos aprendidos. Tema 8 Trabalho de grupo por parte dos alunos para tratar dos pontos 8.2. (O papel das línguas angolanas na educação da criança), 8.3. (O papel das culturas juvenis e dos grupos de pares), 8.4. (O lugar da educação tradicional na construção da identidade social). Tema 9 Método expositivo e de diálogo na recolha da experiência dos alunos quanto ao papel da educação na comunidade e da educação formal e informal. Convite de entidades e autoridades tradicionais para tratar do tema educação informal nas comunidades étnicas angolanas Tema 10 Estudo de caso, principalmente dos pontos e O professor deverá servir-se da Constituição e levar os alunos a ponderar o que está consignado em relação à educação e ao acesso à mesma para o ponto e em relação ao ponto 10.3., sugere-se a realização de trabalhos e sua apresentação e debate. Também podem ser convidadas entidades para realizar palestras. Tema 11 Convite de entidades para realizar palestras sobre a profissão professor. Obs.: Os professores devem ter em conta que os formandos são futuros professores e, por isso, deverão prestar atenção à caligrafia. Escrever de maneira correcta e legível é absolutamente necessário a todos os professores. 18

19 PROGRAMA DE Análise Sociológica da Educação, ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR AVALIAÇÃO No início das aulas, o professor poderá fazer uma prova de avaliação diagnóstica, dos conhecimentos de senso comum que poderão servir muitas vezes de base à exposição de temas científicos, de forma a proceder o rompimento entre o senso comum e o científico e sistematizar o conhecimento científico. Para além da avaliação contínua e formativa, ao longo do semestre prevê-se a existência de dois momentos formais de avaliação sumativa: Realização de um teste individual; Realização de dois trabalhos em grupo, salvaguardando-se, no entanto, os momentos de avaliação previstos pela Escola e/ou Sistema. Além disso, o professor deverá ter em conta a pontualidade e a assiduidade dos formandos, assim como a sua participação e contribuição para o desenvolvimento da aula. 19

20 11ª CLASSE BIBLIOGRAFIA COSTA, Jorge Adelino - Imagens Organizacionais da Escola. Colecção Perspectivas Actuais. Edições ASA. CUVILLIER, Armand - Manual de Sociologia. Vol. I. Colecção Coimbra Editora. Coimbra Editora, Lda. FERREIRA, Roberto Martins (1998) - Sociologia da Educação. Editora Moderna. S. Paulo. GIDDINS, Anthony (1977) - Modernidade e Identidade Cultural. Oeiras. Celta Editora. GINSBERG, Morris - Introdução à Sociologia. 2ª edição. Publicações Europa América, Lda. Colecção Saber. HORTON, Paul B.; HUNT, Chester L. (1981) - Sociologia. Editora McGraw- Hill, S. Paulo. NÓVOA, A. (org) (1995) - Profissão Professor. Porto: Porto Editora. OLIVEIRA, M. da Luz; PAIS, João; CABRITO, Belmiro Gil (1989) - Sociologia, 12ª classe. Lisboa: Texto Editora. PAIS, José Machado (1993) - Culturas Juvenis. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda. PERRENOUD, Philippe (1993) - Práticas Pedagógicas, Profissão Docente e Formação - Perspectiva Sociológica. Lisboa: Publicações Dom Quixote. PIRES, Eurico Lemos e outros (1991) - A Construção Social da Educação Escolar. Porto: Edições ASA. SEBASTIÃO, Zivendele - O Desenvolvimento Cultural na integração entre Escola, Comunidade e Sociedade, in Correio da Semana, 27/06/93, pag

PROGRAMA DE SOCIOLOGIA

PROGRAMA DE SOCIOLOGIA PROGRAMA DE SOCIOLOGIA 11ª e 12ª classes 2º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Áreas de Ciências Económico-Jurídicas e de Ciências Humanas Ficha Técnica Título Programa de Sociologia - 11ª e 12ª classes Editora

Leia mais

PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe

PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Psicologia Desportiva - 11ª Classe Formação

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo - 7ª Classe 1º Ciclo

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo - 9ª Classe 1º Ciclo

Leia mais

PROGRAMA DE INFORMÁTICA

PROGRAMA DE INFORMÁTICA PROGRAMA DE INFORMÁTICA (NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS) 10ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Informática

Leia mais

PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes

PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Teoria e Metodologia

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Formação Profissional Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de Matemática

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA 11ª, 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de História - 11ª, 12ª

Leia mais

Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA EDUCATIVO

Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA EDUCATIVO CENTRO DE COMPETÊNCIA DE CIÊNCIAS SOCIAIS Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA EDUCATIVO Licenciatura em Ciências da Educação 3º Ano Carga horária: 60 TP + 3 OT Docente: Prof. Doutor José

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo

Leia mais

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva PROCESSO DE AVALIAÇÃO EM CONTEXTOS INCLUSIVOS PT Preâmbulo Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva A avaliação inclusiva é uma abordagem à avaliação em ambientes inclusivos em que as políticas e

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores MÓDULOS CARGA HORÁRIA Acolhimento 1 O formador face aos sistemas e contextos de formação 8 Factores e processos de aprendizagem 6 Comunicação e Animação de Grupos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso MESTRADO EM ENSINO DE ARTES VISUAIS

Leia mais

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 2. RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA ACÇÃO: PROBLEMA/NECESSIDADE DE FORMAÇÃO IDENTIFICADO Esta formação de professores visa

Leia mais

Novos Programas: Outras Práticas Pedagógicas 1

Novos Programas: Outras Práticas Pedagógicas 1 Novos Programas: Outras Práticas Pegógicas 1 Maria Conceição Antunes Num estudo sobre os professores de no Ensino Secundário, em que participei (e que foi apresentado neste mesmo local, em 1996, no I Encontro

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA 11ª, 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Metodologia do Ensino de Educação

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/ José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros CURSO PROFISSIONAL NÍVEL SECUNDÁRIO Planificação Anual 201-2014 COMUNICAÇÃO E

Leia mais

SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO

SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO Ano Lectivo 2008/2009 SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO Cursos: Licenciatura em Sociologia e Licenciatura em Sociologia e Planeamento (1º ciclo) Unidade Curricular: Sociologia Objecto e Método Localização no

Leia mais

PROGRAMAS DE METODOLOGIA DE ENSINO DO PORTUGUÊS

PROGRAMAS DE METODOLOGIA DE ENSINO DO PORTUGUÊS PROGRAMAS DE METODOLOGIA DE ENSINO DO PORTUGUÊS 11ª, 12ª e 13ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Português Ficha Técnica Título Programas de Metodologia de

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia 1. Componentes curriculares O currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia engloba as seguintes dimensões. 1.1. Conteúdos de natureza teórica Estes conteúdos

Leia mais

REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS

REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS Artigo 1º Natureza O presente regulamento

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

Universidade Nova de Lisboa ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA

Universidade Nova de Lisboa ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO O Regulamento do Curso de Especialização em Medicina do Trabalho (CEMT) visa enquadrar, do ponto de vista normativo, o desenvolvimento das actividades inerentes ao funcionamento do curso, tendo

Leia mais

ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II 4.º ANO - ANO LECTIVO 2008/2009

ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II 4.º ANO - ANO LECTIVO 2008/2009 1 INSTITUTO PIAGET Campus Universitário de Viseu ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE JEAN PIAGET/VISEU (Decreto n.º 33/2002, de 3 de Outubro) ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II (SERVIÇOS HOSPITALARES) 4.º

Leia mais

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação 1.º Ano / 1.º Semestre Marketing Estratégico Formar um quadro conceptual abrangente no domínio do marketing. Compreender o conceito

Leia mais

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva Preâmbulo A avaliação inclusiva é uma abordagem à avaliação em ambientes inclusivos em que as políticas e as práticas são concebidas para promover, tanto quanto possível, a aprendizagem de todos os alunos.

Leia mais

Experiências Pré-Profissionais. Na Direção Regional de Educação. Conceito de Experiências Pré-Profissionais

Experiências Pré-Profissionais. Na Direção Regional de Educação. Conceito de Experiências Pré-Profissionais Na Direção Regional de Educação As equipas de educação especial da Direcção Regional de Educação (DRE) atendem uma população variada, com diferentes problemáticas que determinam a necessidade de diferenciar

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS MÓDULOS HORAS FORMADOR 1 - FORMADOR: SISTEMA, CONTEXTOS E PERFIL 10H FRANCISCO SIMÕES 2 SIMULAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL 13H FILIPE FERNANDES 3 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

GABINETE DA MINISTRA DESPACHO

GABINETE DA MINISTRA DESPACHO DESPACHO A concretização do sistema de avaliação do desempenho estabelecido no Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário (ECD), recentemente regulamentado,

Leia mais

AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO. A - Preparação e organização das actividades N A

AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO. A - Preparação e organização das actividades N A AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR DE DEPARTAMENTO Nome do Docente: Período de Avaliação:200 / 2009 Grupo de Recrutamento: Departamento: A - Preparação e organização das actividades N A A.1 Correcção

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

Curso de Formação Complementar. Apresentação

Curso de Formação Complementar. Apresentação Curso de Formação Complementar I Apresentação O curso de Formação Complementar destina-se a jovens titulares de cursos de Tipo 2, Tipo 3 ou outros cursos de qualificação inicial de nível 2, que pretendam

Leia mais

PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe

PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Futebol - 10ª Classe Formação de Professores do 1º

Leia mais

REGULAMENTO FORMAÇÃO EM CONTEXTO TRABALHO

REGULAMENTO FORMAÇÃO EM CONTEXTO TRABALHO REGULAMENTO FORMAÇÃO EM CONTEXTO TRABALHO FORMAÇÃO EM CONTEXTO DE TRABALHO REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito 1. A Formação em Contexto de Trabalho (FCT) faz parte integrante do Plano Curricular de qualquer

Leia mais

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI PRÉ-ESCOLAR PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS ORIENTADORES DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DAS ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS JI Ano lectivo 2009/2010 1 Princípios Orientadores de acordo com o Projecto Educativo A Lei

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Recursos Humanos 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar III Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Gestão escolar democrática. Gestão

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Matemática Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) História, contexto e aplicações da matemática.

Leia mais

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)?

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? São unidades especializadas de apoio educativo multidisciplinares que asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOÃO VILLARET

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOÃO VILLARET AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOÃO VILLARET Escola E.B. 2/3 João Villaret Tão importante quanto o que se ensina e se aprende é como se ensina e como se aprende. (César Coll) O Agrupamento de Escolas João Villaret

Leia mais

A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem

A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem A colaboração, a investigação e a reflexão contínuas são os pilares que podem sustentar esta aspiração. 2. COMO CONCRETIZAR A MUDANÇA O Projecto Educativo de Escola (PEE) pode constituir um instrumento

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular FINANÇAS PÚBLICAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Economia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular FINANÇAS

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

Leia mais

ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4

ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4 ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4 1.1- DOCENTES:... 4 1.2- NÃO DOCENTES:... 5 1.2.1- TÉCNICAS SUPERIORES EM EXERCÍCIO DE FUNÇÕES... 5 1.2.2- ASSISTENTES OPERACIONAIS EM EXERCÍCIO

Leia mais

Enquadramento 02. Justificação 02. Metodologia de implementação 02. Destinatários 02. Sessões formativas 03

Enquadramento 02. Justificação 02. Metodologia de implementação 02. Destinatários 02. Sessões formativas 03 criação de empresas em espaço rural guia metodológico para criação e apropriação 0 Enquadramento 02 Justificação 02 de implementação 02 Destinatários 02 Sessões formativas 03 Módulos 03 1 e instrumentos

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

Curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Manual Projeto Interdisciplinar Ano: 2014 2 Sumário 1. Introdução... 2. Caracterização Geral do Projeto... 3 4 2.1 Projeto Interdisciplinar I... 5 2.2

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 2013 / 2015

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 2013 / 2015 REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 2013 / 2015 ÍNDICE 1. Introdução 1 2. Finalidades e objectivos educacionais 2 3. Organização interna do CEAH 2 4. Habilitações de acesso

Leia mais

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma*

Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Proposta para a construção de um Projecto Curricular de Turma* Glória Macedo, PQND do 4º Grupo do 2º Ciclo do EB e Formadora do CFAE Calvet de Magalhães, Lisboa A Reorganização Curricular do Ensino Básico

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 horas Semestre do Curso: 8º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 horas Semestre do Curso: 8º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Geografia Carga Horária Semestral: 80 horas Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Ementa: O

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Telma Aparecida de Souza Gracias Faculdade de Tecnologia Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP telmag@ft.unicamp.br

Leia mais

ÁREA A DESENVOLVER. Formação Comercial Gratuita para Desempregados

ÁREA A DESENVOLVER. Formação Comercial Gratuita para Desempregados ÁREA A DESENVOLVER Formação Comercial Gratuita para Desempregados Índice 8. Sobre nós 7. Como pode apoiar-nos 6. Datas de realização e inscrição 5. Conteúdos Programáticos 4. Objectivos 3. O Workshop de

Leia mais

REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES)

REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES) REALIZAÇÃO DE TRABALHOS INTERDISCIPLINARES GRUPOS DE LEITURA SUPERVISIONADA (GRULES) 1 APRESENTAÇÃO Este manual é um documento informativo visando orientar a comunidade acadêmica quanto ao processo de

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA SOCIOLOGIA (CÓDIGO 344 ) 12ºAno de Escolaridade (Dec.-Lei nº74/2004) (Duração: 90 minutos)

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA SOCIOLOGIA (CÓDIGO 344 ) 12ºAno de Escolaridade (Dec.-Lei nº74/2004) (Duração: 90 minutos) 1. Unidades temáticas, conteúdos e objetivos/competências I O que é a Sociologia Unidades temáticas/conteúdos* 1. Sociologia e conhecimento sobre a realidade social 1.1. Ciências Sociais e Sociologia 1.2.

Leia mais

POR UMA ESCOLA INCLUSIVA

POR UMA ESCOLA INCLUSIVA POR UMA ESCOLA INCLUSIVA Sílvia Ferreira * Resumo: A promoção de uma escola democrática, onde incluir se torne um sinónimo real de envolver, é um desafio com o qual os profissionais de Educação se deparam

Leia mais

Educação Especial. 2. Procedimentos de Referenciação e Avaliação e Elaboração do Programa Educativo Individual

Educação Especial. 2. Procedimentos de Referenciação e Avaliação e Elaboração do Programa Educativo Individual Educação Especial O Grupo da Educação Especial tem como missão fundamental colaborar na gestão da diversidade, na procura de diferentes tipos de estratégias que permitam responder às necessidades educativas

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE CÓDIGO: SAU532 DISCIPLINA: GESTÃO EMPRESARIAL EM ORGANIZAÇÕES NA ÁREA DA SAÚDE CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Abordagens contemporâneas

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

Componente de Formação Técnica. Disciplina de

Componente de Formação Técnica. Disciplina de CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Multimédia PROGRAMA Componente de Formação Técnica Disciplina de Projecto e Produção Multimédia Escolas Proponentes / Autores Direcção-Geral de Formação

Leia mais

PROJECTO MAIS SUCESSO ESCOLAR A MATEMÁTICA

PROJECTO MAIS SUCESSO ESCOLAR A MATEMÁTICA PROJECTO MAIS SUCESSO ESCOLAR A MATEMÁTICA 2010/2011 Coordenadora Elvira Maria Azevedo Mendes Projecto: Mais Sucesso Escolar Grupo de Matemática 500 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO 1.1 Nome do projecto:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NA LICENCIATURA EM PSICOLOGIA NA UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NA LICENCIATURA EM PSICOLOGIA NA UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NA LICENCIATURA EM PSICOLOGIA NA UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO 1. A Universidade Lusíada do Porto organiza, a partir do ano lectivo de 2006-2007, estágios de prática

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Objetivos do Seminário:

Objetivos do Seminário: O Ano Internacional da Estatística -"Statistics2013"- é uma iniciativa à escala mundial que visa o reconhecimento da importância da Estatística nas sociedades. Com este objetivo o Conselho Superior de

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Introdução à Pedagogia Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) A disciplina se constitui como

Leia mais

NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/11/01396 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: E.I.A. - Ensino, Investigação

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular FINANÇAS

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR

REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 1. Introdução O Curso de Especialização em Administração Hospitalar (CEAH) da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Universidade

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano 24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano Mariana Tavares Colégio Camões, Rio Tinto João Pedro da Ponte Departamento de Educação e Centro de Investigação em Educação Faculdade de Ciências

Leia mais

PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe

PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Ginástica - 11ª Classe Formação de Professores do

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: História da Educação (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia de Ensino de Inglês - 11ª Classe Formação de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À ECONOMIA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À ECONOMIA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À ECONOMIA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

CIRCULAR. Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar

CIRCULAR. Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar CIRCULAR Data: 11/04/2011 Circular nº.: 4 /DGIDC/DSDC/2011 Assunto: Avaliação na Educação Pré- Escolar Para: Inspecção-Geral de Educação Direcções Regionais de Educação Secretaria Regional Ed. da Madeira

Leia mais

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul Projeto educativo A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul A Ponte Entre a Escola e a Ciência Azul é um projeto educativo cujo principal objetivo é a integração ativa de estudantes do ensino secundário

Leia mais

enquadramento objectivos

enquadramento objectivos enquadramento O curso tem uma estrutura holística, integradora e procura trabalhar as competências da gestão de recursos humanos numa perspectiva de marketing interno no âmbito de temas marcadamente actuais,

Leia mais

Regulamento Interno de Formação

Regulamento Interno de Formação Regulamento Interno de Formação AR01/0 2012-07-24 9 Introdução A FRONTWAVE concretiza actualmente um dos objectivos principais da sua missão (derivada da sua própria génese e espelhada através do seu objecto

Leia mais

Formação em informática aplicada à agricultura

Formação em informática aplicada à agricultura www.agrogestao.com 1 ACADEMIA AGROGESTÃO Formação em informática aplicada à agricultura A G R O G E S T Ã O - M ó d u l o d e C o n t r o l o d e G e s t ã o 2 www.agrogestao.com 1 Material de apoio Cada

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha - Fundão Ano Lectivo 2010/2011 Ensino Básico A avaliação escolar tem como finalidade essencial informar o aluno, o encarregado de educação e o próprio professor,

Leia mais

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016 PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016 Componente Específica de Economia para

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Cooperação, Parcerias e Contratos Internacionais. Relatório de Avaliação Final. Suzete Lopes suzetelopes@leaderconsulting.info.

FICHA TÉCNICA. Cooperação, Parcerias e Contratos Internacionais. Relatório de Avaliação Final. Suzete Lopes suzetelopes@leaderconsulting.info. FICHA TÉCNICA Título Organização Curso Relatório de Avaliação Final Suzete Lopes suzetelopes@leaderconsulting.info Cooperação, Parcerias e Contratos Internacionais Entidade Leader Consulting, 08 de Dezembro

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular FINANÇAS Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular FINANÇAS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição.

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 1. OBJETIVOS GERAIS No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Descrever a orgânica das Instituições Sociais;

Leia mais

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Manual do Estágio Supervisionado Curso de Graduação - Licenciatura em História MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Conforme legislação em

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE NA GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO

EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE NA GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO ANO LECTIVO 2009/2010 PROGRAMAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR EDUCAÇÃO PARA

Leia mais

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular Centro de Competência de Ciências Sociais Departamento de Ciências da Educação 1.º Ciclo em Educação Básica Programa Unidade Curricular Teoria e Desenvolvimento Curricular Área Científica Educação Regente

Leia mais

FUNDAMENTOS DE UMA EDUCAÇÃO CIENTÍFICA

FUNDAMENTOS DE UMA EDUCAÇÃO CIENTÍFICA O sistema educativo deve garantir a coordenação, a consistência e a coerência do ensino para o desenvolvimento da educação científica Critérios de qualidade O conhecimento dos alunos e das suas aptidões

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular MÉTODOS QUALITATIVOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular MÉTODOS

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE 1. Descrição Educação Ambiental, Ensino Experimental e Educação Especial: Uma perspetiva integrada

Leia mais

CIEM2011 CASCAIS 27 E 28 DE OUTUBRO 1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO

CIEM2011 CASCAIS 27 E 28 DE OUTUBRO 1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO CIEM2011 CASCAIS 27 E 28 DE OUTUBRO 1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO Reflexões sobre o Empreendedorismo na Escola Manuela Malheiro Ferreira manuelamalheirof@gmail.com Universidade Aberta CEMRI

Leia mais

Autores: Adelaide Campos Adelina Figueira Anabela Almeida Esmeralda Martins Maria José Rodrigues Maria de Lurdes Amaral

Autores: Adelaide Campos Adelina Figueira Anabela Almeida Esmeralda Martins Maria José Rodrigues Maria de Lurdes Amaral «ÁREA DE PROJECTO COMO FAZER?» Autores: Adelaide Campos Adelina Figueira Anabela Almeida Esmeralda Martins Maria José Rodrigues Maria de Lurdes Amaral Centro De Formação Penalva e Azurara Círculo de Estudos

Leia mais