Biologia 1. Aula 1. Embriologia Animal. A escolha de quem pensa! 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Biologia 1. Aula 1. Embriologia Animal. A escolha de quem pensa! 1"

Transcrição

1 Biologia 1 Aula 1 Embriologia Animal 01. O âmnio foi uma aquisição evolutiva bastante importante para o estabelecimento de determinados grupos de animais deuterostomados. Os animais que apresentam o âmnio são coletivamente denominados de amniotas. Responda ao que se pede. a) O que é o âmnio? b) Quais são os três táxons mais abrangentes que formam o grupo denominado amniotas? c) Cite uma finalidade do âmnio na evolução animal. 02. Nos vertebrados, a presença de ovos com casca representou um grande avanço em termos de adaptação evolutiva. a) Esse caráter está presente em quais grupos de vertebrados? b) Que novidade evolutiva substituiu a função desempenhada pelos ovos com casca? Comente sobre uma provável consequência do surgimento desse caráter. 03. Os primeiros vertebrados a ocupar o ambiente terrestre foram os anfíbios, que, porém, ainda necessitam retornar à água para a reprodução. A independência da água foi conseguida posteriormente através de novidades evolutivas, como as relacionadas ao ovo. a) Indique as letras do esquema que correspondem às estruturas que aparecem só a partir desse tipo de ovo. Identifique as estruturas indicadas. b) Cite outra adaptação reprodutiva para a vida animal em ambiente terrestre. 04. Até o início da década de 1940, acreditava-se que os defeitos congênitos eram causados exclusivamente por fatores hereditários, pois os embriões e fetos humanos estariam totalmente protegidos de agentes externos pelo útero materno e anexos embrionários. Mais tarde, no entanto, foram verificadas correlações entre a exposição a determinados fatores ambientais e malformações. a) Entre as gestantes sobreviventes das explosões das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki, 28% abortaram, 25% conceberam crianças que morreram em seu primeiro ano de vida e 25% das crianças geradas tiveram defeitos congênitos graves. Explique a relação entre os efeitos das radiações nas células e esses resultados. b) Fumantes geralmente apresentam constrição dos vasos sanguíneos e maior concentração de monóxido de carbono no sangue. Correlacione o hábito de fumar de algumas mães durante a gestação com o nascimento de crianças com baixo peso. 05. No desenvolvimento humano, após a fertilização, o zigoto entra em um processo de sucessivas clivagens, produzindo um embrião multicelular. Cerca de uma semana após a fertilização, o embrião consiste em uma esfera oca, denominada de blastocisto, que irá se implantar na parede uterina e prosseguir no desenvolvimento embrionário, passando pelos processos de gastrulação, neurulação e organogênese. As células-tronco embrionárias são obtidas de embriões humanos no estágio de blastocisto. Essas células têm sido alvo de crescentes e polêmicas investigações científicas, devido à sua potencialidade de diferenciarem-se em qualquer um dos mais de 200 tipos celulares humanos, havendo interesse na sua utilização para fins terapêuticos. Devido à sua totipotência, possivelmente as células-tronco embrionárias possam funcionar como células substitutas em diversos tecidos lesionados ou doentes. a) Cite uma alteração importante que ocorre no embrião durante: a.1) clivagem: a.2) gastrulação: a.3) neurulação: b) O que é totipotência? 06. Óvulos de mamíferos são pequenos, microscópicos, com diâmetro variando de 75 a 140 micrômetros. Já o óvulo de galinha atinge mais de 3 centímetros de diâmetro. a) Que substância, armazenada no citoplasma do óvulo, responde por esta diferença de tamanho? b) Qual a razão desta diferença de tamanho, considerando-se a reprodução de mamíferos e aves? 07. Os embriões das aves desenvolvem-se completamente no interior de um ovo com casca, o que justifica a grande quantidade de vitelo presente no citoplasma do óvulo. As mais versáteis são as células-tronco embrionárias (TE), isoladas pela primeira vez em camundongos há mais de 20 anos. As células TE vêm da região de um embrião muito jovem que, no desenvolvimento normal, forma as três camadas germinativas distintas de um embrião mais maduro e, em última análise, todos os diferentes tecidos do corpo. ( Scientific American Brasil, julho de 2004.) a) Quais são as três camadas germinativas a que o texto se refere? b) Ossos, encéfalo e pulmão têm, respectivamente, origem em quais dessas camadas germinativas? A escolha de quem pensa! 1

2 08. Animais triploblásticos podem ser acelo-mados, pseudocelomados ou celomados. Considere o esquema a seguir do corte transversal de um embrião, e responda: a) Qual dos três níveis de organização está representado? Justifique. b) O que está indicado por I, II, III e IV? 09. O uso das células tronco embrionárias tem levantado muitas discussões. As células embrionárias, geradas nos primeiros dias após a fecundação do oócito pelo espermatozóide, não estão diferenciadas e podem se transformar em qualquer célula do organismo. A célulatronco prototípica é o zigoto. (Adaptado de Isto é, 20 de outubro de 2004). a) Após a formação do zigoto, quais são as etapas do desenvolvimento até a formação da notocorda e tubo nervoso nos embriões? b) Em que fase do desenvolvimento embrionário as células iniciam o processo de diferenciação? c) O desenvolvimento embrionário é uma das formas de dividir os filos em dois grandes grupos. Dê duas diferenças no desenvolvimento dos protostomados e deuterostomados, e indique em qual desses grupos os humanos estão incluídos. 11. As células-tronco embrionárias (TE) são obtidas da porção de um embrião em um estágio muito inicial que iria dar origem a todo o corpo de um organismo (...) Nesse estágio, o embrião é uma bola oca, chamada de blastocisto, formada por uma massa celular externa, que na gravidez viria a formar a placenta, e por uma massa celular interna (MCI), que se tornaria o feto (...) A fim de criar linhas de célula TE, cientistas removem a massa celular interna de um blastocisto criado em laboratório, normalmente remanescente de uma tentativa de fertilização in vitro (...) Uma vez que as células TE surgem nesse estágio primordial, elas mantêm a capacidade pluripotente de formar qualquer tipo de célula de um organismo. (Scientific American, jul ) 1. Segundo o texto, qual é a região do embrião e qual o estágio do desenvolvimento embrionário utilizados para obtenção de células TE? 2. Qual é a principal justificativa para a coleta de células TE em um estágio tão inicial da embriogênese? 3. Por que razão a massa celular externa não poderia ser empregada para gerar células TE? 12. A complexidade da organização dos grupos animais pode ser relacionada a algumas características anatômicas e embriológicas, tais como: simetria bilateral, presença de três folhetos embrionários (ectoderme, mesoderme e endoderme) que caracterizam os animais triploblásticos e presença de celoma. Cite quatro filos animais que apresentam as características mencionadas? 13. De acordo com a figura a seguir, responda. 10. A classificação dos animais pode ser feita baseando se em critérios distintos. Entre eles utilizam-se o número de folhetos embrionários, a presença ou não de cavidade celômica e a origem embrionária da boca. A seguir observa-se uma árvore filogenética criada a partir desses critérios. Quais as funções executadas pela placenta e em que tipo de animal ela ocorre? (Adap.: LINHARES, Sergio e GEWANDSNADJER, Fernando. Biologia hoje. São Paulo, Ática, p. 55.) Qual desses três critérios citados foi utilizado para separar a árvore filogenética em dois ramos no ponto indicado pela seta? Justifique. 14. Parques Zoológicos são comuns nas grandes cidades e atraem muitos visitantes. O da cidade de São Paulo é o maior do estado e está localizado em uma área de Mata Atlântica original que abriga animais nativos silvestres vivendo livremente. Existem ainda 444 espécies de animais, entre mamíferos, aves, répteis, anfíbios e invertebrados, nativos e exóticos (de outras regiões), confinados em recintos semelhantes ao seu habitat natural. Entre os animais livres presentes na mata do Parque Zoológico podem ser citados mamíferos como o bugio (primata) e o gambá (marsupial), aves como o tucano-de-bico-verde e, entre os répteis, o teiú. (Adaptado de 2 A escolha de quem pensa!

3 a) Como podem ser diferenciados os marsupiais entre os mamíferos? b) As aves apresentam características em comum com os répteis, dos quais os zoólogos acreditam que elas tenham se originado. Mencione duas dessas características. 15. Em um processo de determinação de paternidade, por meio do exame de DNA, foi detectado que dois irmãos gêmeos eram filhos de pais diferentes. Baseado nesse caso, responda. a) Como esse fato pode ter ocorrido? b) É possível esses gêmeos serem de sexos diferentes? Justifique. Explique por que as pessoas portadoras de enfisema pulmonar têm sua eficiência respiratória muito diminuída. 04. (U.E. Norte Fluminense-RJ) O esquema abaixo representa a mucosa constituída de epitélio estratificado pavimentoso e tecido conjuntivo encontrada, por exemplo, na boca. Aula 2 Histologia Humana 01. Observando o desenvolvimento embrionário de um anfíbio em seu laboratório, um pesquisador da cidade submeteu uma gástrula de rã a uma radiação mutagênica que atingiu somente as células da ectoderme do animal. Embora o desenvolvimento embrionário do anfíbio tenha prosseguido, qual sistema do animal poderá apresentar graves anomalias? Justifique. 02. Um biólogo, ao estudar um determinado tecido básico de um mamífero, fez algumas descrições em suas observações. É formado por diversos tipos celulares. Um deles denominase fibroblasto, responsável pela formação de fibras que permitem a conexão entre os tecidos e órgãos e a sustentação do organismo. Identifique esse tecido ao qual se referiu o biólogo, justificando como você chegou a essa conclusão. 03. O Ministério da Saúde adverte: FUMAR PODE CAUSAR CÂNCER DE PULMÃO, BRONQUITE CRÔNICA E ENFISEMA PULMONAR. Os maços de cigarros fabricados no Brasil exibem advertências como essa. O enfisema é uma condição pulmonar caracterizada pelo aumento permanente e anormal dos espaços aéreos distais do bronquíolo terminal, causando a dilatação dos alvéolos e a destruição da parede entre eles e formando grandes bolsas, como mostram os esquemas a seguir: a) Cite uma das funções básicas do epitélio estratificado pavimentoso. b) Indique como o tecido epitelial, que não possui vasos, obtém sua nutrição e oxigenação. 05. Sabendo que as glândulas são um tipo de tecido epitelial, explique a diferença na formação de uma glândula exócrina e de uma endócrina. 06. A epiderme forma a camada mais externa da pele. Ela protege o nosso organismo contra a penetração de micróbios e dos raios ultravioletas. Denomine o tecido formado pela epiderme e justifique a escassez de substância intercelular que ocorre entre as suas células. 07. A famosa gordura localizada é uma das principais razões que leva as pessoas para academias de ginástica. Ela é formada por camadas de tecido adiposo, que se desenvolve em certos locais do corpo (quadris, abdômen, etc.) de maneira acentuada. Contudo, todo o nosso corpo é envolvido, mais ou menos, por uma camada de gordura que fica abaixo da pele. Com base nessa afirmativa, responda: a) Como são denominadas as células desse tecido e qual a substância orgânica que armazenam? b) A presença desse tecido é importante para o metabolismo do organismo. Comente sobre uma função da camada tecido adiposo existente em nosso corpo. 08. Apesar de o osso ser um órgão duro e resistente, ele é relativamente flexível e capaz de ser remodelado em reposta as forças ou tração, conforme verificado no uso de aparelhos ortodônticos e ortopédicos. Considere as características do tecido ósseo para resolver os itens: a) Cite os dois principais componentes químicos da matriz óssea que são responsáveis pela dureza dos ossos: b) Cite o nome do principal componente orgânico da matriz óssea que confere flexibilidade aos ossos. 09. A formação de um esqueleto ósseo deu-se ao longo do processo evolutivo das espécies. Nos dias de hoje, analisando a estrutura de sustentação dos corpos dos vertebrados, deparamo-nos com organismos que apresentam o esqueleto formado por tecidos de diferentes dureza e rigidez. Por exemplo, no organismo A escolha de quem pensa! 3

4 humano o primeiro esqueleto é de tecido cartilaginoso, o qual será substituído por tecido ósseo. Nos elasmobrânquios (raias e tubarões), o esqueleto é sempre cartilaginoso. Temos assim, em diferentes espécies, tecidos diferentes desempenhando a função de sustentação. a) Quais as diferenças entre a matriz extracelular do tecido cartilaginoso hialino e a do tecido ósseo? b) Cite os tipos celulares encontrados nos referidos tecidos. 10. Durante os Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, o público assistiu horrorizado, à chegada da maratonista Gabriella Andersen-Schiess, que se arrastou até o final da prova, em estado de desidratação extrema e no limite de suas forças. Seus músculos não obedeciam mais às ordens do cérebro e ela só conseguiu chegar devido à sua grande força de vontade, típica dos atletas. Analisando esse caso, responda: a) O que provocou a fadiga muscular na atleta? b) O que os atletas devem fazer após os exercícios musculares? Justifique. 11. Em mamíferos, existem três tipos de tecidos musculares. Cite esses tipos de tecido e compare-os quanto à: a) morfologia. b) fisiologia. 12. Atualmente uma das estratégias mais promissoras no combate ao câncer é a injeção de inibidores de angiogênese (formação de vasos sangüíneos) no local do tumor. Considerando as funções do sangue, qual é o princípio dessa estratégia? 13. Sabe-se que uma característica importante dos seres pluricelulares é a divisão de trabalho entre suas células. Essas células se reúnem e formam diversos tecidos que vão desempenhar, assim, funções bem específicas. Considerando a afirmativa acima, identifique a que tecido pertencem os tipos de células abaixo relacionados, citando a sua principal função. a) Macrófago b) Osteoclasto 14. Considere alguns tipos celulares diferen-ciados do corpo humano: neurônio, célula muscular, espermatozoide, célula caliciforme e célula epitelial. Escolha três deles e indique, para cada um, uma característica estrutural importante relacionando-a à sua função. 15. Um biólogo, ao estudar um determinado tecido de animais vertebrados, fez algumas descrições de suas observações. É formado por células dotadas de extensos prolongamentos, os quais liberam substâncias químicas que permitem a comunicação entre as células do tecido. Identifique esse tecido e o tipo de célula à qual se referiu o biólogo, justificando como você chegou a essa conclusão. Aula 3 Reino Animalia (Invertebrados) 01. O sistema circulatório é um importante sistema de integração entre as diferentes regiões de um organismo, em função do transporte de substâncias entre essas regiões. Em relação ao sistema circulatório, responda: a) Como os cnidários sobrevivem sem esse sistema? 02. Alguns hidrozoários coloniais, como a Obelia sp., ocorrem na natureza sob a forma de pólipos e medusas. a) Como uma colônia destes hidrozoários se origina? E como esta colônia dá origem a novas colônias? b) Que estrutura comum aos pólipos e medusas é encontrada somente neste filo? Qual a sua função? 03. Com base em alguns conceitos básicos de Anatomia e Embriologia é possível a separação dos animais em diferentes grupos. Preencha o quadro a seguir indicando a classificação dos grupos animais de acordo com a característica solicitada. 04. Nos diversos tipos de invertebrados, encontramos diferentes estruturas relacionadas com a locomoção. De acordo com os grupos de invertebrados a seguir, quais são as estruturas ou mecanismos locomotores de cada um deles? a) anelídeos b) celenterados (medusas) c) equinodermas d) insetos voadores 05. Enumere quatro características evolutivas que aparecem pela primeira no Reino Animalia e que estão presentes no Filo Platyhelminthes. 06. Mencione um exemplo de platelminto para cada clas-se: a) Classe Turbellaria: b) Classe Trematoda: c) Classe Cestoda: 07. Mencione duas novidades evolutivas dos nematelmintos (nematódeos) em relação aos platelmintes e mencione três exemplos desses vermes cilíndricos. 08. Quais são as novidades evolutivas dos anelídeos? 09. Durante trabalho de campo, um biólogo realizou coleta de invertebrados, obtendo os indivíduos relacionados a seguir: abelha, aranha, besouro, camarão, caranguejo, escorpião, formiga, grilo, lagosta e mosca. a) Agrupe estes animais segundo a classe taxonômica a qual pertencem. Nomeie estas classes. 4 A escolha de quem pensa!

5 b) Os invertebrados relacionados percebem os estímulos luminosos por meio de diferentes tipos de órgãos visuais; dentre eles, descreva o ocelo e o olho composto. 10. A maioria dos insetos passa por sucessivas mudas ou ecdises, do ovo até a fase adulta, cujo controle é feito pelo hormônio ecdisona. Na década de 1970, foi descoberto um hormônio vegetal, o brasinosterol, cuja estrutura química é muito semelhante ao hormônio ecdisona. Pesquisas recentes relatam que o brasinosterol, se administrado em insetos, bloqueia o efeito da ecdisona. De acordo com as informações acima, responda: a) Qual é a vantagem para o meio ambiente do uso potencial do brasinosterol na agricultura? b) A substância citada no texto teria efeito contra insetos ametábolos? 11. O termo vermes é aplicado indistintamente para designar invertebrados alongados e de corpo mole, principalmente do grupo dos anelídeos. Na charge, os vermes desenhados provavelmente são larvas de insetos. a) Além de problemas como os citados acima, a introdução de espécies oferece risco de extinção de espécies nativas. Explique por quê. b) Indique uma característica que diferencie os moluscos bivalves das demais classes de moluscos. Indique uma outra característica que permita incluir os bivalves no filo Mollusca. c) Nas áreas de risco de contaminação por vibrião colérico, as autoridades sanitárias recomendam não ingerir mexilhões e ostras crus. Essa recomendação baseia-se no modo como esses moluscos obtêm alimento. Explique. 13. A classe Gastropoda conquistou uma ampla variedade de habitats, o que certamente tornou esse grupo o mais bem sucedido entre os moluscos. O referido grupo sofreu a mais extensa irradiação adaptativa dentro desse filo. a) Considerando as modificações que sofreram algumas espécies de gastrópodos, na transição do ambiente aquático para o terrestre, especifique as alterações que se deram no que se refere a: - concha; - desenvolvimento reprodutivo; - local de troca gasosa. b) Qual o significado evolutivo e ecológico da irradiação adaptativa ocorrida nos gastrópodos? 14. Quais são as funções do Sistema ambulacrário dos Equinodermos? Sobre esses dois filos, anelídeos e insetos, responda. a) Mencione duas características comuns que os dois possuem. b) Uma característica diferencial relacionada ao crescimento. 12. Os navios são considerados introdutores potenciais de espécies exóticas através da água de lastro (utilizada nos tanques para dar aos navios estabilidade quando vazios). Essa água pode conter organismos de diversos grupos taxonômicos. Com certa frequência lêem-se informações relacionadas a essas introduções: I. O mexilhão dourado ( Limnoperna fortunei ), um bivalve de água doce originário do sul da Ásia, chegou ao Brasil em 1998 e já infestou rios, lagos e reservatórios da Região Sul e do Pantanal. Além de causar problemas ecológicos, esse invasor ameaça o setor elétrico brasileiro, a agricultura irrigada, a pesca e o abastecimento de água devido à sua capacidade de se incrustar em qualquer superfície submersa. (Adaptado de Evanildo da Silveira, Molusco chinês ameaça ambiente e produção no Brasil. 04/mar/18/75.htm) II. As autoridades sanitárias acreditam que o vibrião colérico, originário da Indonésia, chegou ao Peru através de navios e de lá se espalhou pela América Latina. (Adaptado de Ilídia A.G.M.Juras, Problemas causados pela água de lastro. Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados, 2003.) 15. Complete a tabela a seguir. A: B: C: D: E: F: G: A escolha de quem pensa! 5

6 Aula 4 Cordados 05. As figuras a seguir representam estruturas para trocas gasosas observadas em diferentes animais. 01. Cite três diferenças entre Protocordados e Vertebrados. 02. Os cordados são considerados por muitos evolucionistas um dos últimos estágios da evolução dos metazoários e incluem grupos bastante conhecidos e uma diversidade de espécies muito significativa. a) Cite o nome das 3 estruturas anatômicas que diagnosticam um cordado e que os diferem dos demais grupos zoológicos. b) Considerando-se especificamente os vertebrados, existe uma tendência na atualidade de subdividir o grupo mais basal os peixes em 3 grupos distintos: os Agnatos ou Ciclóstomos, os Condrícties e os Osteícties. Quais as características distintivas que são nominativas para cada um desses três grupos? (ATENÇÃO: somente uma característica para cada grupo) c) Num estágio mais avançado da evolução dos vertebrados, encontramos os TETRAPODA (tetrápodes), grupo que, como o nome sugere, inclui representantes cujos quatro membros locomotores estão bem formados, amplamente adaptados ao deslocamento terrestre e com adaptações fisiológicas igualmente importantes para a sobrevivência em terra firme. Quais os 4 grandes subgrupos de vertebrados que formam o grupo dos tetrápodes? 03. De acordo com a teoria mais corrente, os répteis constituíram os primeiros vertebrados efetivamente equipados para a vida terrestre em lugares secos. Quais são as adaptações que permitiram essa conquista? 04. A figura a seguir representa uma árvore filogenética do Filo Chordata. Cada retângulo entre os ramos representa o surgimento de novidades evolutivas compartilhadas por todos os grupos dos ramos acima dele. a) As brânquias são órgãos respiratórios típicos de ambientes aquáticos e as traquéias e os pulmões são típicos de ambientes terrestres. Considerando a forma e o funcionamento das brânquias, das traquéias e dos pulmões, justifique a afirmativa anterior. b) Explique por que o sistema circulatório não interfere diretamente no funcionamento do sistema respiratório dos insetos terrestres. c) Animais endotérmicos apresentam, em geral, maior taxa de consumo de oxigênio do que os animais ectotérmicos. Explique por que isso ocorre. 06. A estrutura do tegumento nos animais está associada ao grupo taxonômico a que pertencem e também ao ambiente em que vivem. Ao contrário do que se pode pensar à primeira vista, a pele não serve apenas para proteção: ela é, também, um sistema de integração do animal com o meio. Apresente duas características do tegumento dos vertebrados que representem diferentes funções realizadas por esse órgão (pele e anexos), citando exemplos. 07. Leia o texto abaixo. Pouca gente de dá conta de que o litoral sul do Brasil, em especial Santa Catarina, é uma das áreas mais importantes em todo o planeta para a reprodução das baleias. É aqui que a Baleia Franca, um gigante pacífico e ameaçado de extinção, vem ter seus filhotes e amamentá-los, de maio a outubro (com o maior número de avistagens de baleias com filhotes em agosto/setembro). ( Folheto do Projeto Baleia Franca. IWC/Brasil, WDCS. Florianópolis, SC) a) O retângulo I indica, portanto, que todos os cordados apresentam caracteres em comum. Cite 2 destes caracteres. b) Cite uma novidade evolutiva que ocorreu no retângulo II e uma que ocorreu no retângulo III. Explique por que cada uma delas foi importante para a irradiação dos cordados. Considere os itens abaixo, que apresentam possíveis características do grupo a que pertencem os animais acima citados. I. respiração pulmonar II. pecilotermia III. fecundação interna IV. ausência de diafragma Quais estão corretos? Justifique. 6 A escolha de quem pensa!

7 08. Leia com atenção a tira a seguir: a) Calvin não entende por que precisa estudar os morcegos. Esses animais, porém, têm funções biológicas importantes nos ecossistemas. Cite duas dessas funções. b) Calvin acredita que os morcegos são insetos porque, além de considerá-los nojentos, eles voam. No entanto, o que ele não sabe é que asas de insetos e de morcegos não são estruturas homólogas, mas análogas. Qual a diferença entre estruturas análogas e homólogas? c) Dê duas características exclusivas da classe a que pertencem os morcegos. Não se esqueça da excreção animal Quanto ao tipo de substância excretada, dividimos os animais em: amoniotélicos: excretam amônia, muito tóxica. Exemplos: crustáceos, os invertebrados em geral e os peixes ósseos. ureotélicos: excretam uréia, menos tóxica que a amônia. Exemplos: peixes cartilaginosos, anfíbios e mamíferos placentários. uricotélicos: excretam ácido úrico (atóxico). Exemplos: insetos, répteis, aves e mamíferos monotremados. 09. De um modo geral, o período normal de gestação de um mamífero está diretamente relacionado ao tamanho do corpo. O período de gestação do elefante, por exemplo, é de 22 meses, o do rato doméstico apenas 19 dias. O gambá, entretanto, que tem tamanho corporal maior que o do rato doméstico, tem um período de gestação de apenas 13 dias e seus filhotes nascem muito pequenos, se comparados com os filhotes do rato. Considerando estas informações, responda. a) Por que o gambá, de maior porte que o rato, tem período de gestação menor? Justifique. b) Qual é o anexo embrionário presente no rato e no elefante, mas ausente, ou muito pouco desenvolvido, nos gambás? Cite uma função atribuída a este anexo embrionário. 10. O carrapato-estrela (Amblyomma cajen-nense) pode transmitir ao homem a febre maculosa, uma grave enfermidade causada pela bactéria Rickettsia rickettsii. Esse ácaro tem como hospedeiros preferenciais os eqüinos, mas também ataca bovinos, cães, capivaras e outros animais, além do homem. Nos últimos anos, por falta de predadores naturais, o número de capivaras vem aumentando em algumas áreas urbanas do interior do Estado de São Paulo e com esse aumento casos de febre maculosa têm ocorrido. Folhetos distribuídos pelos órgãos de saúde recomendam evitar o contato com a grama e o mato de locais com presença de capivaras, pois as larvas e ninfas do carrapato ficam nas folhas e acabam se prendendo à pele humana. Ao sugar o sangue, o carrapato transmite a Rickettsia. Os folhetos informam ainda que a febre maculosa não é transmitida de uma pessoa para outra. a) Explique por que a febre maculosa não é transmitida de uma pessoa para outra. b) Os carrapatos são artrópodes que pertencem à mesma classe das aranhas. Explique por que os carrapatos estão incluídos nessa classe e não entre os insetos ou crustáceos, indicando duas características morfológicas exclusivas do seu grupo. c) A capivara é o maior roedor conhecido. Explique como pode ser diferenciado morfologicamente um roedor de um carnívoro. 11. Várias aves apresentam dispersão, que é uma forma de deslocamento dependente de fatores como barreiras geográficas. a) Os pinguins, que nadam desde o sul da Argentina até o litoral do Rio de Janeiro, não apresentam dispersão. Explique. b) Explique duas adaptações das aves para o vôo que tenham relação com o peso corporal. 12. Cobras, em geral, ingerem uma grande quantidade de alimento, mas apenas de tempos em tempos. Gaviões, comparativamente, ingerem alimento em pequenas quantidades, porém diariamente e várias vezes ao dia. Conhecendo as principais características dos grupos a que esses animais pertencem, qual a justificativa para a ocorrência desse fato? 13. O esquema a seguir representa as fases de desenvolvimento de um anfíbio anuro. Sobre esse processo, responda. a) Quais as formas de respiração desse animal em todas as fases da vida? b) Mencione quatro características dessa classe de vertebrados. 14. Em abril de 2003, frequentadores da praia da Joatinga, no Rio de Janeiro, mataram a pauladas um tubarão mangona. As espécies animais que causam medo, repulsa ou estão associadas a superstições são inapelavelmente sentenciadas à morte. Cobras, aranhas, morcegos, escorpiões, arraias, marimbondos, sapos, lagartos, gambás e, claro, tubarões, morrem às dezenas, porque falta à população um nível mínimo de conhecimento sobre tais animais, seu comportamento, seu papel na cadeia alimentar e nos ecossistemas. (Adaptado de Liana John, Sentenciados à morte por puro preconceito. A escolha de quem pensa! 7

8 a) As arraias pertencem ao mesmo grupo taxonômico dos tubarões. Que grupo é esse? Dê uma característica que permite agrupar esses animais. b) Sapos e lagartos pertencem a classes distintas de vertebrados. Dê uma característica que permite diferenciar as duas classes. c) Aranhas e escorpiões têm em comum o fato de capturarem as suas presas ou se defenderem utilizando venenos. Indique que estruturas cada um deles utiliza para inocular o veneno e em que região do corpo do animal essas estruturas se localizam. 15. O ornitorrinco vive perto da água e nela se locomove utilizando as membranas existentes entre seus dedos. Seus filhotes se desenvolvem em ovos que são chocados fora do corpo materno, e se alimentam lambendo uma secreção láctea que escorrem nos pêlos do ventre da mãe. A boca do ornitorrinco é dotada de um bico achatado com o qual ele pega o alimento no lodo do fundo do rio. a) A que classe pertence o ornitorrinco? b) Cite duas características mencionadas no texto que justifiquem essa classificação. c) Uma das características citadas no texto ocorre tanto no ornitorrinco quanto nos indivíduos da classe que lhe deu origem. Que classe é essa e qual a característica comum? Aula 5 Fisiologia Humana I 01. Observe a tabela a seguir: Enzima ph Substrato Local da Síntese Local da Ação ptialina neuto A parótida cavidade oral B ácido proteínas C estômago tripsina D proteínas pâncreas E As letras A, B, C, D e E da tabela, correspondem a: 02. A osteoporose se desenvolve em pessoas idosas, especialmente nas mulheres. Alguns cuidados na alimentação podem auxiliar na redução do problema. Pergunta-se: a) O que é osteoporose e por que ocorre nessa faixa etária? b) Cite três alimentos que contribuem para a redução dos problemas causados pela osteoporose. 03. A tabela abaixo apresenta a composição química de alguns alimentos. Unidade Arroz branco cozido Batata frita Valor por 100 g Cenoura cozida Mação crua sem casca Camarão cozido Proteínas g 2,38 4,30 0,76 0,27 20,91 Lipídios totais g 0,19 18,43 0,18 0,13 1,08 Carboidratos g 28,73 39,81 8,22 12,76 0,00 a) Um paciente foi aconselhado pelo seu médico a eliminar de sua dieta, dos alimentos acima, apenas a batata frita. Qual o problema de digestão que o paciente apresenta? Justifique sua resposta. b) Qual dos alimentos apresentados na tabela terá sua digestão mais comprometida se for ingerido por uma pessoa que apresenta baixas taxas de secreção de ácido clorídrico no estômago? Justifique sua resposta. 04. A Revista Veja (20 de dezembro de 2010) trouxe, como reportagem, o que chamou de A ÚLTIMA EVOLUÇÃO. Essa diz respeito a uma mutação genética que permitiu o consumo de leite entre pessoas adultas, as quais, normalmente, deveriam apresentar intolerância à lactose. Os itens a seguir abordam aspectos importantes ligados a essa reportagem. Leia-os com atenção e responda as solicitações. a) A capacidade de digerir a lactose vai desaparecendo à medida que cessa a amamentação. O que impede a digestão da lactose entre indivíduos adultos? b) A reportagem cita que a tolerância à lactose varia entre as populações. Entre os brasileiros, chega a 50%. Já 99% dos chineses são intolerantes, contra apenas 1% dos suecos. Considerando uma condição hipotética, onde a dieta disponível está baseada apenas no leite bovino, qual processamento o leite deveria sofrer para que os chineses pudessem utilizar esse alimento? c) Levando em conta que o leite bovino é um alimento rico em muitos nutrientes, cite dois macronutrientes e dois micronutrientes presentes no leite, essenciais para a nutrição humana. d) Os cientistas que comandaram a pesquisa queriam saber se a mutação da tolerância à lactose presente nos europeus existia também entre povos pastoris de outros lugares. Observaram que povos da Tanzânia, do Quênia e do Sudão possuem também a capacidade de digerir o leite. Entretanto, essa capacidade foi propiciada por três mutações genéticas distintas e independentes entre si. Qual a denominação do fenômeno que explica esse fato? 05. Faz tempo, dei a um bebê doses de Mozart na mamadeira, Luiz Gonzaga como canção de ninar, Vivaldi e J. S. Bach, do maternal ao ensino médio. A boa alimentação musical deve começar na infância, ser completa, variada, incluindo degustação de produtos não perecíveis, para evitar avitaminose da alma. Dentre os direitos da criança deveria estar também a boa nutrição do espírito. Adaptado do texto A novela de Bizet escrito por Tereza Halliday e publicado no Diário de Pernambuco, 12 de junho de A saúde de seres humanos, principalmente crianças, sofre danos quando ficam por um longo período na ausência de luz solar, podendo ser acometidos por uma avitaminose. a) De que vitamina esses indivíduos ficariam carentes sob tais condições? b) Que alteração ou deformidade essa avitaminose pode causar a esses indivíduos? Por quê? 8 A escolha de quem pensa!

9 06. Quando os alimentos passam para o esôfago, uma estrutura de cartilagem fecha a traqueia. Com a idade, a perda progressiva do tônus muscular leva a um fechamento incompleto, aumentando o risco da passagem de alimentos para a traqueia. Qual o nome dessa estrutura e a justificativa anatômica para a sua existência? 07. Em condições normais, nem todo o gás oxigênio transportado pelo sangue é liberado nos tecidos corporais; um pouco dele continua retido nas moléculas de hemoglobina. No entanto, um aumento da temperatura ou uma queda do ph faz com que a hemoglobina libere uma quantidade adicional de gás oxigênio. Explique a relação entre atividade muscular e aumento de temperatura. queda de ph. CORAÇÃO Grande órgão propulsor Transformador do sangue Venoso em arterial CORAÇÃO Não és sentimental, Mas, entretanto, dizem Que és o cofre da paixão. a) Identifique o erro conceitual contido na primeira estrofe da música. b) Relacione o sangue venoso e o arterial com cada um dos compartimentos do coração humano. c) O que garante o fluxo sanguíneo sempre no mesmo sentido, no coração e nas veias? Dê os nomes e a localização. 11. Abaixo estão representados os principais componentes de um tecido amplamente distribuído no corpo humano. 08. O quadro informa a percentagem de oxi-hemoglobina presente no sangue de dois diferentes animais - X e Y - segundo a pressão parcial de oxigênio. Pressão parcial de oxigênio (mmhg) Oxiemoglobina (%) animal X animal Y Qual desses dois animais melhor se adapta a altitudes elevadas? Justifique a resposta. 09. As complicações cardiovasculares resultam de fatores genéticos, do envelhecimento que provoca a constrição de vasos sanguíneos (artérias e veias), do sedentarismo, de maus hábitos alimentares e de drogas sociais, que provocam, como por exemplo, a arteriosclerose. Como consequência dessas complicações cardiovasculares, na maioria das vezes, ocorre a alteração na pressão arterial e na frequência dos batimentos cardíacos. Pergunta-se: a) Qual a pressão arterial de uma pessoa jovem, normal e quantos batimentos cardíacos por minuto tem em média? b) Qual a diferença entre veias e artérias quanto às características histológicas? 10. Noel Rosa, um dos maiores compositores da música brasileira, chegou a iniciar os estudos de Medicina, abandonando-os meses depois. Naquele período, escreveu os primeiros versos da música Coração. Depois que ele gravou a música, os colegas da Faculdade chamaram a atenção para as descrições equivocadas sobre as funções do coração. (adaptado do site do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo). Observe a figura e cite: a) o nome da célula que sintetiza as fibras colágenas e o nome da vitamina utilizada nessa síntese: (nome da célula): (vitamina): b) os nomes das duas principais substâncias produzidas pelos mastócitos nesse tecido: (nomes): e c) o nome específico do tecido representado: 12. Em muitas clínicas de estética e salões de beleza, podemos constatar promessas de emagrecimento rápido. Uma das técnicas erroneamente divulgadas para o emagrecimento é a massagem conhecida como drenagem linfática manual. Com base nessa informação, responda ao que se pede. a) Sabendo-se das funções do sistema linfático, por que a técnica de drenagem linfática manual não é vantajosa no processo de emagrecimento? b) Uma das indicações da drenagem linfática manual é a diminuição de edemas provocados pelo acúmulo de líquidos. Qual o papel do sistema linfático na diminuição desses edemas? c) Além de ajudar na diminuição de edemas, a drenagem linfática através de massagem estimula o funcionamento dos nódulos linfáticos ou linfonodos. Qual a principal consequência do mau funcionamento desses órgãos para o organismo? A escolha de quem pensa! 9

10 13. Um estudante do ensino médio, ao visitar uma feira de ciências, observou uma demonstração de um coração isolado de coelho, suspenso por dois clipes ligados a um pequeno fio fixado a um anteparo. O coração estava sendo banhado por uma solução nutridora e se encontrava pulsando regularmente. a) Como se explica a pulsação do coração sem a presença de vasos e nervos? b) Como é denominada a estrutura presente no coração que controla a frequência das pulsações? c) Como atua a sistema nervoso autônomo (SNA) em relação ao controle da frequência das pulsações? d) Cite duas características morfológicas da célula muscular estriada cardíaca. e) Como é denominada a morte, por falta de oxigênio, das células musculares estriadas cardíacas de uma determinada área do coração? 14. Várias doenças cardiovasculares são consideradas degenerativas e estão entre as principais causas de morte no mundo inteiro. Entre as doenças cardiovasculares, a aterosclerose é a que acomete maior número de pacientes. Explique resumidamente como se dá o processo de desenvolvimento dessa doença. 02. A passagem de água através da membrana plasmática se dá principalmente por canais proteicos específicos denominados aquaporinas. A vasopressina, também conhecida como ADH, regula a diurese (produção de urina) nas diversas situações fisiológicas, alterando a quantidade de aquaporinas na membrana das células do túbulo renal responsáveis pela reabsorção de água. A tabela a seguir mostra as concentrações normais de alguns solutos no plasma e as respectivas concentrações apresentadas por um paciente com diarreia. Soluto Valores normais Paciente Glicose Na a K + 3,5 a 5,0 7,0 Determine se a quantidade de aquaporinas na membrana plasmática das células dos túbulos renais do paciente, considerando os padrões mais regulares, deve estar maior ou menor do que a de um indivíduo normal. Justifique sua resposta. 03. Observe, no desenho esquemático, alguns dos constituintes de um néfron. Acerca do mesmo, responda: 15. A respiração pulmonar baseia-se essencialmente no transporte de O 2 do ar ambiente para as células e do transporte do CO 2 das células para a atmosfera. a) O que é feito do O 2 nas células? b) Explique o papel dos músculos intercostais e do diafragma na respiração pulmonar. c) Qual a vantagem de a oxiemoglobina ser um composto instável? Aula 6 Fisiologia Humana II 01. Pesquisas realizadas recentemente no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo fazem correlação entre altas taxas de ácido úrico e a elevação do risco de infarto, ou seja, há relação entre altas taxas de ácido úrico e a existência de placas calcificadas nas artérias. Esse fato pode causar infarto fatal. Sem entrar em pormenores da pesquisa, mas apenas tendo conhecimento dos princípios básicos de fisiologia, anatomia e metabolismo celular animal, responda o que se pede. a) O ácido úrico é resultado da metabolização de qual categoria de substância química formadora dos animais? b) Qual sistema e órgão do corpo são responsáveis diretamente pela eliminação de ácido úrico? c) Que grupos de invertebrados e de vertebrados produzem normalmente grandes quantidades de ácido úrico? d) Qual a explicação fisiológica para que os animais terrestres produzam grandes quantidades de ácido úrico? a) O que representa a seta 1? b) O que representa a seta 2? c) Cite duas substâncias filtradas, que passam pela estrutura apontada com a seta 3 e são posteriormente reabsorvidas 04. Observe o esquema do nefron do rim humano: 10 A escolha de quem pensa!

11 a) O processo de formação da urina se passa em duas fases: filtração e reabsorção. Em que partes do nefro ocorrem essas fases? b) Por que na urina normal não aparecem proteínas? c) Para onde vão as substâncias úteis absorvidas? d) Qual o caminho seguido pelo fluído filtrado que se transforma em urina? e) Qual é o hormônio que promove a reabsorção de água do filtrado, contribuindo para a diminuição da diurese e onde é produzido esse hormônio? 05. Considere a seguinte tabela que indica produtos da excreção de duas espécies, X e Y, de vertebrados. % de nitrogênio não proteico na forma de Espécie X Espécie Y amônia ureia ácido úrico O pâncreas está associado a uma importante função bioenergética e homeostática no organismo humano. Embora esteja clara a participação de hormônios adicionais envolvidos nestes aspectos fisiológicos, sabe-se que efeitos antagônicos de dois hormônios coordenam a homeostase glicídica em um mecanismo que administra precisamente o combustível orgânico armazenado e em uso pelas células do corpo. A partir dessas informações: a) Identifique os hormônios de funções antagônicas, definindo os respectivos sítios de produção. b) Explique a participação da atividade endócrina do pâncreas na manutenção da homeostase glicídica no organismo humano. 09. A figura abaixo mostra as regiões de um neurônio. a) Quais os prováveis habitats das espécies X e Y? Por quê? b) A que grupos de vertebrados podem pertencer a espécie X? c) A que grupos de vertebrados podem pertencer a espécie Y? 06. O gráfico mostra os níveis de glicose medidos no sangue de duas pessoas, sendo uma saudável e outra com diabetes melito, imediatamente após uma refeição e nas cinco horas seguintes. a) Identifique a curva correspondente às medidas da pessoa diabética, justificando sua resposta. b) Como se explicam os níveis estáveis de glicose na curva B, após 3 horas da refeição? 07. Calcula-se que existam em diversos países pobres do mundo cerca de 200 milhões de pessoas afetadas pelo bócio endêmico ou carencial. No Brasil, a adição obrigatória de iodo ao sal de cozinha comercializado fez com que o bócio deixasse de ser uma enfermidade endêmica. Sobre o assunto, responda: a) Qual a glândula que tem sua produção de hormônios comprometida pela falta de iodo? b) Quais são os hormônios produzidos pela glândula a que se refere a pergunta (a) e qual a sua função no organismo humano? a) Nomeie as estruturas indicadas. b) Como é denominada a sinapse entre o neurônio e uma célula do músculo estriado esquelético? Que neurotransmissor está geralmente envolvido nesta sinapse? c) Como estão organizadas as cargas elétricas e a concentração de íons nas superfícies interna e externa de uma membrana polarizada e de uma membrana despolarizada (inversão de polaridade) do axônio de um neurônio? Justifique. 10. A tabela abaixo apresenta a relação entre a velocidade do impulso nervoso e o diâmetro de dois tipos de fibras nervosas denominadas A e B. Analise a tabela e identifique qual grupo de fibras (A ou B) apresenta bainha de mielina. Justifique. a) A fibra A apresenta bainha de mielina, pois nos neurônios mielinizados a condução nervosa pode ser saltatória, o que garante maior velocidade de condução do impulso nervoso. 11. Receber informações do corpo ou do ambiente, interpretar essas informações, emitir sinais para órgãos efetuadores e memorizar são funções que se tornam possíveis a partir do desenvolvimento do sistema nervoso. Analise a figura: Diâmetro (mm) Velocidade de Impulso (m/s 1 ) A 1,5 5 2, >8 3,8 4 >8 4,2 B A escolha de quem pensa! 11

12 Em um acidente automobilístico, duas pessoas sofreram lesões no sistema nervoso central. A pessoa X ficou tetraplégica, e a pessoa Y, apesar de continuar andando, parecia não ter equilíbrio. a) De acordo com a figura, quais os numerais que correspondem às estruturas que devem ter sido afetadas na pessoa X e na pessoa Y, respectivamente. Nomeie essas estruturas afetadas. b) Explicite quais funções devem ter sido comprometidas, devido à área afetada, na pessoa Y. 12. De acordo com o arco reflexo simples ilustrado a seguir, responda: a) O que aponta a seta de número 1? b) E a seta de número 2? c) Qual é a classificação funcional do neurônio assinalado com o algarismo 3? d) Como é classificado, funcionalmente, o neurônio apontado com a seta 4? e) O que está assinalado com o algarismo 5? 13. O gráfico abaixo mostra a variação na concentração de dois hormônios ovarianos, durante o ciclo menstrual em mulheres, que ocorre aproximadamente a cada 28 dias. a) Identifique os hormônios correspondentes às curvas A e B e explique o que acontece com os níveis desses hormônios se ocorrer fecundação e implantação do ovo no endométrio. b) Qual a função do endométrio? E da musculatura lisa do miométrio? 14. Em 2008, comemorou-se o centenário da morte de Machado de Assis, o Bruxo do Cosme Velho. O trecho abaixo usa diálogos presentes na obra machadiana e retrata uma informação biológica interessante. Pena irônica molhada na tinta de melancolia lições de um bruxo Perdão, mas o senhor não tem filhos? É verdade. Não transmiti a nenhuma criatura o legado da nossa miséria. Mas evitou-se por intenção ou acaso? O velho inclina a cabeça e medita um pouco. Creio que por acaso. Ou por força da natureza, que tudo pode e tudo transforma. Não vá pensar que Carolina e eu recorremos ao remédio que previne a concepção para sempre, e de que ouço falar na rua do Ouvidor. PÓLVORA, Hélio. Disponível em: <http://www.vidaslusofonas.pt/ machado_de_assis.htm>. Acesso em: 29 set a) Considerando que as personagens do texto não possuam nenhuma alteração cromossômica ou mutação nas células germinativas, cite duas causas biológicas da infertilidade. b) Na época em que estas frases foram escritas, a pílula anticoncepcional feminina ainda não havia sido desenvolvida, contudo a técnica da vasectomia já era conhecida. Descreva como esses dois métodos podem prevenir a concepção. 15. Um amigo ao tentar explicar para outro uma cirurgia a que havia se submetido, usou as seguintes palavras:... fiz uma operação de vasectomia onde o doutor seccionou os meus ductos deferentes, que servem para armazenar os espermatozoides. Vou parar de ejacular por algum tempo. A partir de então, continuo tendo orgasmo, mas não vou mais produzir espermatozoides, porque haverá uma redução da produção de testosterona pelos testículos.... Identifique a (s) incorreção (ões) existente (s) na explicação dada pelo indivíduo. Aula 01 Gabarito 01. a) O âmnio é uma membrana que envolve completamente o embrião, delimitando uma câmara, a chamada cavidade amniótica, cheia de líquido aquoso. b) Os répteis, além das aves e mamíferos, constituem os táxons que formam o grupo dos Amniotas. c) O âmnio surgiu como proteção do embrião contra choques mecânicos, proporcionando também um meio interno mais ou menos constante físico-quimicamente para o desenvolvimento desse embrião. 02. a) Ovos com casca calcárea protetora ocorrem em todos os representantes das classes répteis e aves e em determinados mamíferos como o ornitorrinco e equidna. b) A placenta representa a novidade evolutiva, pois realiza as funções de nutrição, respiração, excreção, regulação hormonal e imunização, desempenhadas por outros anexos embrionários, como o alantóide, o saco vitelino e o cório. Esta estrutura permite que o desenvolvimento embrionário e fetal ocorram totalmente no interior do organismo materno. 03. a) Cório (b), Âmnio (c) e Alantóide (e) são as estruturas que permitiram aos primeiros vertebrados a conquista do ambiente terrestre. As outras estruturas indicadas na figura são: Saco ou Vesícula vitelínica (a) e o Embrião (d). b) Fecundação interna. 04. a) As radiações atravessam os tecidos. a radiação ionizante é mutagênica e mata células em proliferação rápida sendo, pois, um teratógeno potente. isso provoca praticamente todo tipo de defeito congênito, dependendo da dose e do estádio 12 A escolha de quem pensa!

13 do desenvolvimento do concepto por ocasião da exposição. b) A constrição dos vasos sanguíneos maternos na placenta diminui o aporte de nutrientes e oxigênio para o embrião/ feto. A maior concentração de CO 2 diminui a concentração de O 2 no sangue materno, também contribuindo para a hipóxia fetal, pois há menos O 2 disponível para o embrião/ feto. Com menos nutrientes e O 2 o embrião/feto crescerá menos, pois haverá menos energia, menor disponibilidade de moléculas estruturais e funcionais e menos O 2 para os processos oxidativos necessários ao crescimento. 05. a.1) Sucessivas mitoses a partir do zigoto até a fase de blastocisto. a.2) Fase do desenvolvimento embrionário caracterizada pelo estabelecimento dos três folhetos germinativos (ectoderma, mesoderma e endoderma) e por intensos movimentos morfogenéticos. a.3) Formação do tubo neural e notocorda. a.4) Capacidade de diferenciação que as células embrionárias apresentam. 06. a) A diferença de tamanho verificada entre os ovos de mamíferos e de aves deve-se à quantidade de vitelo (ou deutoplasma) presente no citoplasma destas células reprodutivas. b) Óvulos de mamíferos contêm pouco vitelo, pois nestes animais, geralmente, o embrião é nutrido pela mãe, através da placenta. 07. a) Ectoderme, endoderme e mesoderme. b) Ossos, encéfalo e pulmões têm origem embrionária mesodérmica, ectodérmica e endodérmica, respectivamente. 08. a) Pseudocelomado porque apresenta cavidade corpórea (III) parcialmente revestida por mesoderme (II). b) I - ectoderme, II - mesoderme, III - pseudoceloma e IV - endoderme. 09. a) Zigoto mórula blástula gástrula nêurula. Na fase nêurula formam-se a notocorda e o tubo neural. b) No blastócito ocorre diferenciação celular formando o trofoderma, estrutura que participará da formação da placenta e a massa celular interna que originará o embrião. c) Protostomados: o blastóporo dará origem à boca do animal, e o ânus forma-se após a boca. Deuterostomados: o blastóporo formará o ânus, e a boca será uma neoformação. O homem pertence ao grupo dos deuterostomados. 10. Evolução do blastóporo. Nos protostômios como Moluscos, Anelídeos, etc., o blastóporo origina a boca. Em deuterostômios (equinodermos e cordados) o blastóporo do embrião origina o ânus, sendo a boca uma neoformação ) Estágio de blastocisto. 2) As células são indiferenciadas. 3) Porque a massa celular externa auxilia na formação da placenta. 12. Anelídeos, Artrópodes, Moluscos e Cordados. 13. Em mamíferos eutérios, a placenta substitui funções desempenhadas pelo alantóide e pelo saco vitelínico, mas não a desempenhada pelo âmnio. Essas funções, são: trocas de gases, nutrição, excreção, defesa (anticorpos) e passagem de hormônios. 14. a) Apresentam placenta primitiva, presença de marsúpio (bolsa) com glândulas mamárias. b) Ovo com casca calcária, âmnion, córion, alantóide, respiração pulmonar e fecundação interna. 15. a) Trata-se de gêmeos bivitelinos, que são formados por poliovulação. Isso pode ocorrer, pois a mulher se mantém fértil durante cerca de 24 horas e teve relação com parceiros diferentes durante esse período. b) Sim, pois são formados a partir de dois espermatozóides Aula 2 diferentes. Um deles pode formar um organismo masculino (cromossomo Y) e outro, um organismo feminino (cromossomo X). 01. O sistema nervoso, pois as células ectodérmicas formam o tubo neural, que posteriormente origina os órgãos desse sistema. 02. Tecido conjuntivo, pois o texto faz referência a um certo tecido rico em fibras que conectam os órgãos, fibroblasto e sustentação do organismo. 03. Com o rompimento das paredes dos alvéolos e a formação de grandes bolsas, a área efetiva de contato para as trocas gasosas diminui causando a deficiência respiratória. 04. a) Uma dentre as funções: revestir internamente cavidades do corpo; proteger contra atrito ou contra a penetração de organismos estranhos. b) Por difusão, a partir dos vasos do tecido conjuntivo, que está localizado abaixo do epitélio; ou a partir do tecido conjuntivo logo abaixo dele. 05. Glândulas exócrinas possuem canal (ducto) secretor, endócrinas não possuem o canal secretor, pois lançam hormônios diretamente na corrente sangüínea. 06. A epiderme é um tipo de tecido epitelial de revestimento estratificado queratinizado. Suas células são unidas para a maior proteção do organismo. 07. a) adipócitos - lipídios b) homeotermia (isolante térmico) e reserva energética. 08. a) Os componentes químicos responsáveis pela dureza dos ossos são o cálcio e o fósforo, uma vez que a matriz óssea mineralizada é constituída por fosfato de cálcio (hidroxiapatita). b) O principal componente é a proteína colágeno. 09. a) Além de apresentar colágeno, a matriz do tecido ósseo é mineralizada. b) Tecido ósseo osteócitos. Tecido cartilaginoso condrócitos. 10. a) A diminuição do suprimento de energia e oxigênio nos músculos, tornando-se insuficiente para o trabalho de respiração aeróbia. Assim, os músculos passam a realizar a respiração anaeróbia, produzindo o ácido láctico que se acumula e provoca dores musculares. b) Nesse caso, deve-se realizar o alongamento e a massagem muscular, para que o sangue possa afastar mais rapidamente o ácido láctico, aliviando assim o processo doloroso. Além disso, é aconselhável o descanso, a respiração profunda e uma dieta rica em carboidratos para repor os nutrientes perdidos. 11. a) Liso: 1 núcleo por célula; estriado esquelético: vários núcleos por célula; estriado cardíaco 1 ou 2 núcleos por célula. b) Liso: lento, involuntário e lento; estriado esquelético: rápido e voluntário; estriado cardíaco: rápido, involuntário e rítmico. 12. Aumentar o número de hemácias circulante. Assim, aumenta a oxigenação do indivíduo. 13. a) O macrófago pertence ao tecido conjuntivo frouxo e também é encontrado na linfa. Realiza a fagocitose. b) O osteoclasto encontra-se no tecido cartilaginoso, onde realiza a renovação do tecido. 14. Neurônio: unidade estrutural do sistema nervoso, possui prolongamentos (dendritos e axônio) e é especializado em gerar e transmitir impulsos de natureza eletro-química. Célula muscular: fusiforme e contém miofibrilas capazes de alterar seu comprimento resultando na contração e relaxamentos da A escolha de quem pensa! 13

14 musculatura. Espermatozóide: célula reprodutora masculina, possui flagelo, especialização que permite o deslocamento em direção ao óvulo. Célula caliciforme: ocorre no epitélio intestinal, especializada na secreção de muco. Possui grande quantidade de retículo endoplasmático rugoso e complexo golgiense muito desenvolvido. Célula epitelial: forma os tecidos de revestimento e apresenta especializações de membrana relacionadas com a adesão celular, como os desmossomos e interdigitações. 15. Tecido nervoso - neurônio, pois esses têm prolongamentos chamados axônios onde são secretados os mediadores químicos nas sinapses, que permitem a comunicação entre as células. Aula As células dos cnidários estão suficientemente próximas ao meio externo, possibilitando a difusão de nutrientes, gases respiratórios e excretas entre o organismo e o ambiente. 02. a) Uma colônia de pólipos forma, por brotamento, pequenas medusas. Estas liberam gametas no ambiente, onde ocorre a fecundação. Do zigoto, surge uma larva ciliada (plânula), que dá origem a uma nova colônia de pólipos. 03. b) Cnidócito (cnidoblasto). Sua função é a defesa e a captura de alimentos. 04. a) esqueleto hidrostático. b) jato propulsão dos tentáculos. c) pés ambulacrários. d) asas, geralmente membranosas. 05. Os platelmintes são animais triblásticos, que apresentam simetria bilateral, sistema excretor protonefridiano constituído de células-flama e sistema nervoso ganglionar (ventral). 06. Planária (Dugesia tigrina), esquistossomo (Schistosoma mansoni) e tênia (Taenia saginata). 07. Os nematelmintes são vermes cilíndricos que apresentam pseudoceloma e sistema digestório completo (com ânus). Exemplos: Ascaris lumbricoides (lombriga), Ancylostoma duodenale (ancilóstomo), Enterobius vermicularis (oxiúro). 08. Os anelídeos apresentam circulação fechada (com hemoglobina), celoma e respiração branquial (somente poliquetas). O corpo dos anelídeos é metamerizado. As minhocas e sanguessugas são animais monóicos e não apresentam fase larval. 09. a) Todos pertencem ao Filo Arthropoda. Abelha, besouro, mosca, formiga e grilo são insetos (classe Insecta); camarão, caranguejo e lagosta são crustáceos (classe Crustacea) escorpião e aranha são aracnídeos (classe Arachnida). b) O ocelo é um olho simples dos aracnídeos em que não se formam imagens nítidas. O olho composto é constituído de dezenas de omatídeos (unidades visuais) e a imagem é nítida. 10. a) O brasinosterol pode ser utilizado na agricultura para controle biológico de insetos em substituição a inseticidas tóxicos, reduzindo a poluição do solo e da água causada pelo uso de agrotóxicos, bem como os efeitos nocivos à saúde humana. b) Sim, pois apesar do inseto ser ametábolo, sofre ecdise ou muda. 11. a) A segmentação do corpo está presente em ambos e a organização do sistema nervoso é semelhante. b) Os insetos apresentam exoesqueleto quitinoso, um caráter evolutivo de importância fundamental no Filo Arthropoda. Por isso, apresentam crescimento descontínuo, com mudas ou ecdises. 12. a) Se as espécies exóticas ocuparem o mesmo nicho ecológico das nativas, através da competição, a espécie nativa pode ser extinta. b) Presença de concha com duas valvas e ausência de rádula. Os moluscos bivalves têm corpo mole e manto, estruturas que caracterizam os moluscos. c) Mexilhões e ostras são filtradores, portanto, podem acumular grande quantidade de substâncias tóxicas e microorganismos patogênicos. 13. a) Os gastrópodes terrestres apresentam conchas menos calcificadas (caracóis) ou ausente (lesmas). Tal fato permite a estes animais de corpo mole, maior capacidade locomotora e de dispersão pelo ambiente. São organismos monóicos, o que significa maior probabilidade de cruzamento em qualquer encontro de adultos aptos à reprodução. O desenvolvimento é direto, ou seja, sem fase larvária. Gastrópodes terrestres realizam trocas gasosas através da superfície interna da cavidade paleal. Esta estrutura funciona, efetivamente, como um pulmão modificado. b) Gastrópodes aquáticos apresentam conchas mais calcificadas o que lhes conferem maior proteção contra o ataque de predadores. Os que não as possuem são, geralmente, venenosos. No ambiente aquático respiram através de brânquias. Muitos são monóicos, outros dióicos. A fecundação é externa ou interna, com desenvolvimento indireto (larvas). As adaptações referidas nos itens a e b justificam a grande irradiação adaptativa dos moluscos gastrópodes. Tal capacidade de dispersão e adaptação também é explicada pelo fato de que estes animais ocupam diversos níveis tróficos nas cadeias e teias alimentares de que fazem parte. 14. Locomoção, circulação, respiração e excreção. 15. A - Grande diversidade. Aula 4 B - Águas salgadas (exclusivamente marinho). C - Espículas e fibras de espongina. D - Endoesqueleto de placas calcárias de origem mesodérmica. E - Glândulas especiais e túbulos de Malpighi. F - Fecundação interna com desenvolvimento indireto. G - Extracelular. 01. Protocordados como o Anfioxo não têm crânio, encéfalo ou vértebras. Vertebrados possuem crânio, encéfalo e vértebras. 02. a) notocorda, fendas branquias na faringe (faringotremia) e tubo nervoso dorsal. b) agnatos = sem mandíbulas; condricties = esqueleto cartilaginoso; osteícties = esqueleto ósseo. c) anfíbios (Amphibia), répteis (Reptilia), aves (Aves) e mamíferos (Mammalia). 03. Presença de pele seca e relativamente impermeável, órgãos 14 A escolha de quem pensa!

15 respiratórios internos, fecundação interna e independente da água, ovos com casca grossa, âmnio e alantoide e excretam ácido úrico. 04. a) Todos os representantes do filo cordados apresentam um tubo neural dorsal, notocorda e fendas na faringe, em algum estágio de seu ciclo vital. b) O retângulo II indica o desenvolvimento de patas, o que representou um avanço evolucionário fundamental para a conquista do meio terrestre. O retângulo III representa o aparecimento do ovo com casca, provido de anexos embrionários como o âmnio, o alantóide e o cório. Estas estruturas permitiram o desenvolvimento no meio aéreo e, portanto, a conquista definitiva do meio terrestre. 05. a) Brânquias no ambiente aquático: as brânquias são projeções externas do tegumento, ricas em capilares sangüíneos e que retiram, por difusão, o oxigênio dissolvido na água. Traquéias no ambiente terrestre: as traquéias são invaginações da epiderme em forma de tubos ramificados nos quais se dá a oxigenação das células pelo ar atmosférico. Pulmões no ambiente terrestre: os pulmões são órgãos internos com superfície muito vascularizada, adaptados à absorção do oxigênio do ar atmosférico. b) Porque na respiração nos insetos terrestres, o oxigênio é levado diretamente às células através das ramificações da traquéia, sem que haja seu transporte por pigmentos respiratórios do sangue. c) Animais endodérmicos demandam maior atividade metabólica para a produção de calor que controla internamente a temperatura do corpo, o que exige maior consumo de oxigênio, que é o aceptor final de hidrogênios na cadeia respiratória. 06. A pele fina e úmida dos anfíbios auxilia na respiração cutânea. A pele seca e impermeável dos répteis protege o corpo e evita a desidratação. Os pêlos dos mamíferos e as penas das aves são isolantes térmicos. 07. Os itens I e III, pois as baleias são mamíferos e, por isso, apresentam respiração pulmonar, homeotermia, diafragma e fecundação interna. 08. a) Os morcegos são importantes agentes da polinização e da dispersão de sementes. b) As asas dos morcegos são estruturas análogas, pois apresentam a mesma função e origens diferentes. Já as estruturas homólogas apresentam a mesma origem, independente da função executada. c) Glândulas mamárias, hemácias anucleadas, diafragma e coração tetracavitário com a aorta voltada para a esquerda. 09. a) Os gambás são marsupiais e apresentam uma gestação curta, uma vez que sua placenta é muito primitiva. Os filhotes nascem prematuramente e completam o desenvolvimento dentro da bolsa marsupial, onde se alimentam do leite secretado pelas glândulas mamárias. b) Placenta. Este anexo realiza várias funções, entre elas: nutrição, excreção, respiração e regulação hormonal. 10. a) A febre é transmitida pelo carrapato. b) Classe dos aracnídeos, pois não apresentam antenas e no cefalotórax apresentam 4 pares de patas. c) roedores apresentam incisivos desenvolvidos e crescimento contínuo, enquanto que os carnívoros apresentam os caninos desenvolvidos. 11. a) Os pinguins não apresentam dispersão, pois possuem baixo potencial biótico, isto é, reproduzem-se pouco e não se adaptam bem às variações de temperatura ambiental, não constituindo um novo grupo, separado por barreiras geográficas. b) Poderão ser mencionadas duas entre as seguintes respostas: - ossos pneumáticos (leves e ocos, preenchidos com ar) e a presença de sacos aéreos que contribuem para redução da densidade corporal; - ausência de bexiga urinária não permitindo acúmulo de urina; - asas recobertas de penas; - atrofia de um dos lados do sistema reprodutor. 12. A digestão nas cobras é mais lenta e isso fornece energia aos poucos para seu corpo. Os répteis são pecilotermos. Nos gaviões, a necessidade de fornecimento maior e mais rápido de energia condicionou o comportamento de tomada mais freqüente de alimentos, pois as aves são animais homeotermos. 13. a) Na fase larval, a respiração é branquial; na fase adulta, é cutânea, pulmonar e bucofaríngea. b) Pele úmida e com glândulas mucosas, fecundação externa, ovos com envoltório gelatinoso e quatro apêndices locomotores. 14. a) Grupo dos condricties (peixes cartilaginosos). Possuem endoesqueleto cartilaginoso. b) O sapo pertence à classe dos anfíbios, e os lagartos, a dos répteis. Os anfíbios realizam a fecundação externa e produzem ovos sem casca calcária. Apresentam desenvolvimento indireto e não possuem âmnion, córion e alantoide. Os répteis realizam a fecundação interna. Possuem ovos com casca calcária, apresentam desenvolvimento direto, âmnion, córion e alantóide. c) As aranhas utilizam as quelíceras, estruturas localizadas no cefalotórax. Os escorpiões utilizam o aguilhão inoculador de veneno do telso, localizado na parte final do pósabdômen. 15. a) Mamíferos. Aula 5 b) Presença de pêlos e secreção láctea. c) O ornitorrinco apresenta oviparidade e bico córneo, características herdadas da classe dos répteis que deram origem aos mamíferos. 1. A (amido), B (pepsina), C (estômago), D (alcalino) e D (intestino delgado duodeno) 2. a) É a falta de calcificação óssea (osso poroso). Ocorre especialmente em mulheres que atingiram a menopausa, devido à redução dos hormônios sexuais. b) Leite, queijo e castanha-do-pará. 3. a) O paciente apresenta problemas na digestão dos lipídios, pois a batata frita é o alimento com maior concentração lipídica entre os mencionados na tabela. b) Camarão cozido, porque apresenta maior concentração proteica. As proteínas são digeridas no estômago, por meio da ação da pepsina. Essa enzima necessita do HCl para ser formada. 4. a) A falta da produção da enzima lactase. b) Retirar a lactose ou diminuir a concentração de lactose. c) Macronutriente: proteínas, gorduras e carboidratos. Micronutriente: cálcio, potássio, manganês e sódio. d) Convergência adaptativa (evolução convergente). 5. a) Vitamina D. b) Raquitismo, osteomalácia, deformação ou fraqueza nos ossos. Esta vitamina facilita a absorção no intestino e o depósito nos ossos de sais de cálcio e fósforo. 6. Epiglote, em função de a faringe ser um órgão comum de passagem tanto para o sistema digestório como do respiratório. A epiglote é uma espécie de tampa de cartilagem situada entre a traqueia e o esôfago. Essa tampa fecha a traqueia ao engolirmos. 7. a) Quanto mais intensa for à atividade muscular maior será a taxa respiratória e, consequentemente, maior será a liberação de calor. A escolha de quem pensa! 15

16 Quanto maior a atividade muscular, maior será a respiração celular aeróbia, consequentemente haverá maior produção de gás carbônico. No plasma sanguíneo esse gás carbônico combina-se com a água formando ácido carbônico, o qual se dissocia em íon bicarbonato e íon H +. Esse fenômeno reduz o ph do meio (tornando-o mais ácido) e facilita a liberação do oxigênio pela hemoglobina. 8. O animal Y é o que melhor se adapta a elevadas altitudes, pois em baixas pressões de oxigênio a hemoglobina já está 70% saturada, indicando maior afinidade desta proteína pelo oxigênio. 9. a) Considerando-se um indivíduo do sexo masculino, jovem e adulto, com aproximadamente 70 kg, a pressão sanguínea deve estar entre mmhg (diastólica e sistólica), normalmente expressa como 12 por 8. Os batimentos cardíacos, em repouso, devem estar entre 60 a 100 batimentos por minuto. b) As artérias são vasos sanguíneos que saem do coração. Como o sangue passa por elas com uma pressão mais elevada, elas possuem as paredes mais resistentes e flexíveis. Já as veias apresentam as paredes mais finas e possuem no seu interior válvulas que impedem o refluxo do sangue. Elas transportam o sangue que chega do coração. 10. a) A transformação do sangue venoso em arterial ocorre nos pulmões (alvéolos pulmonares), por meio do processo de hematose. b) O sangue venoso circula do lado direito e o sangue arterial, do lado esquerdo do coração. c) A pressão exercida pelas artérias e a presença de válvulas. As válvulas são: bicúspide ou mitral (atrioventricular esquerda), tricúspide (atrioventricular direita), válvula pulmonar (artéria pulmonar) e válvula aórtica (artéria aorta). 11. a) As células que realizam a síntese do colágeno são os fibroblastos, a vitamina C é essencial nesse processo. Se houver falta de vitamina C, ocorre o escorbuto, que se caracteriza pela degeneração dos tecidos conjuntivos, causando hemorragias e inflamações nas gengivas. b) A heparina, que atua como anticoagulante e a histamina, liberada em reações alérgicas e inflamatórias. c) Tecido conjuntivo frouxo. A presença das células conjuntivas como fibroblasto e macrófago, das fibras elásticas e colágenas, dispostas sem orientação, indica que se trata desse tipo de tecido. 12. a) Porque o sistema linfático não é responsável pela absorção ou eliminação de gordura do corpo. b) Absorver o excesso de líquido acumulado. c) Deficiência na capacidade de remoção de microorganismos patogênicos e resíduos celulares do corpo. Redução da produção de células de defesa como macrófagos e linfócitos. 13. a) O coração possui células musculares estriadas cardíacas auto-excitáveis (automatismo) e por isso é capaz de gerar os estímulos para a própria contração. A solução nutridora mantém as células em atividade metabólica. b) Marca-passo (nodo sinoatrial). c) O componente simpático do SNA provoca aumento da freqüência cardíaca e o parassimpático provoca diminuição dessa frequência. d) Células mononucleadas e presença de discos intercalares. e) Infarto do miocárdio (necrose). 14. A aterosclerose é caracterizada como o espessamento e endurecimento das paredes das artérias. Também pode compreender o depósito de gorduras e outras substâncias no interior das artérias, que ocasiona o estreitamento e até a obstrução do vaso sanguíneo. 15. a) O oxigênio participa da respiração celular nas mitocôndrias, processo pelo qual as células convertem a energia química dos nutrientes energéticos em energia vital. b) Esses músculos permitem os movimentos típicos da ventilação pulmonar, a inspiração e a expiração, já que o pulmão é um órgão desprovido de músculos. Aula 6 c) Transportar com rapidez e eficiência o gás O 2 para todo o organismo. Assim, os tecidos, sempre carentes desse gás, podem recebê-lo no tempo e na quantidade certa. 1. a) Proteínas. b) Sistema urinário, por meio da ação dos rins. c) Os invertebrados são os insetos e os vertebrados são os répteis e aves. d) O ácido úrico é pouco solúvel e não intoxica o animal. 2. Em um paciente com diarreia, com típica incapacidade de reabsorção de água durante a digestão, é esperado que o plasma fique mais concentrado (como demonstrado na tabela). Essa situação de desequilíbrio exige um pronto restabelecimento do organismo, por isso o hormônio vasopressina é ativado. Com essa ativação, as aquaporinas aumentam em quantidade, permitindo que haja maior reabsorção, ou seja, que o paciente possa aproveitar melhor a água presente no organismo, evitando a perda de água pela urina. A descoberta das aquaporinas rendeu o prêmio Nobel de Química a dois médicos, Peter Agre e Roderick MacKinnon, em Essas proteínas transportadoras de água são fundamentais em outros processos reguladores, como a osmose. 3. a) Capilares do glomérulo. b) Cápsula glomerular (Bowman). c) Sais (Na + ) e água. 4. a) A filtração ocorre nos glomérulos e a reabsorção, nos túbulos renais. b) Porque elas não são filtradas pelo glomérulo. c) Para a corrente sanguínea. d) Túbulos renais, duto coletor, ureter, bexiga e uretra. e) O hormônio denomina-se Hormônio Anti Diurético (ADH ou vasopressina), produzido no hipotálamo e secretado pela neuroipófise. 5. a) A espécie X é aquática, pois excreta amônia e ureia, substâncias tóxicas que devem ser eliminadas com grande quantidade de água. A espécie Y é terrestre, pois excreta principalmente ácido úrico, substância pouco tóxica e praticamente insolúvel, portanto pode ser eliminada com pequena quantidade de água. b) A espécie X pode ser um peixe ósseo ou um anfíbio na fase larval ou durante a sua metamorfose. c) A espécie Y deve ser um réptil ou uma ave. 6. a) Curva A, porque mantém altas taxas de glicose no sangue após 2 horas da refeição. b) A insulina permite a abertura de canais proteicos existentes nas membranas plasmáticas para a entrada de glicose. Isso faz com que a glicose entre nas células para atuar no metabolismo energético. A insulina atua como um hormônio hipoglicemiante. 7. a) Tireoide. b) Os hormônios são T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). Esses hormônios são reguladores do metabolismo mitocondrial, possibilitando a utilização dos nutrientes celulares. 8. a) O hormônio insulina é produzido pela células beta das ilhotas pancreáticas e o hormônio glucagon é produzido pelas suas células alfa. b) O hormônio insulina é hipoglicemiante e o glucagon é hiperglicemiante. 9. a) I dendritos; II axônio; III corpo celular; ramificação final do axônio (telodendro). b) Placa motora; acetilcolina. c) Um estímulo (mecânico, elétrico ou químico) faz com que se abram canais de sódio de uma pequena parte da membrana plasmática. Os íons sódio (Na + ) entram na célula 16 A escolha de quem pensa!

17 através desses canais abertos. A carga positiva do sódio faz com que ocorra a inversão de polaridade (despolarização), ou seja, o interior da célula fica um pouco menos negativo. Quando a inversão de polaridade chega a um determinado valor limite, ocorre a abertura de maior quantidade de canais de sódio naquela área, ativando um potencial de ação, que desencadeia o impulso nervoso. Nesse momento, o interior da célula (nessa região) torna-se positivo e o exterior negativo, fazendo com que o potencial elétrico chegue a +40 mv. Cerca de 1 milissegundo depois, os canais de sódio se fecham e não ocorre mais a entrada desses íons. Esse potencial positivo da membrana faz com que se abram os canais de íons potássio (K+). Como os íons K+ são positivos, o seu movimento para o exterior da membrana faz com que o interior fique mais negativo e volte ao potencial de repouso da membrana (repolariza a célula). 10. A fibra A apresenta bainha de mielina, pois nos neurônios mielinizados a condução nervosa pode ser saltatória, o que garante maior velocidade de condução do impulso nervoso. 11. a) A pessoa Y, que apresentou alterações no equilíbrio corporal, provavelmente teve uma lesão no cerebelo (3). O cerebelo é responsável pela posição e movimento do corpo, utilizando essas informações para coordenar os movimentos dos membros e manter o equilíbrio do corpo. A pessoa X deve ter lesionado a medula espinhal (4), pois ficou tetraplégica. b) Uma das funções da medula espinhal é transmitir aos membros e ao tronco as informações do cérebro relacionadas ao movimento (e vice-versa), agindo diretamente no controle das contrações musculares. Lesões medulares, como ocorridas com a pessoa Y, além de comprometerem a movimentação da pessoa, também comprometem o funcionamento de órgãos. Uma lesão na região cervical provoca paralisia dos membros superiores, inferiores e dos músculos, caracterizando a tetraplegia, e lesões na região torácica ou lombar ocasionam a paraplegia, condição em que ocorre a paralisia dos membros inferiores. 12. a) Medula espinhal. b) Substância cinzenta. c) Neurônio de associação (interneurônio). d) Neurônio sensitivo (via aferente). e) Neurônio motor (via eferente). 13. a) A estrógenos; B progesterona. Se ocorrer fecundação, o corpo lúteo mantém a secreção desses hormônios pro cerca de 90 dias. Depois disso, a própria placenta secreta progesterona. b) O endométrio possibilita a implantação do embrião (blastocisto) e auxilia na formação da placenta. O miométrio auxilia a saída do bebê durante o parto. 14. No homem: criptorquidia, sequelas de caxumba e uso abusivo de drogas. Na mulher: ovário policístico não tratado, endometriose e uso abusivo de drogas. b) Pílula anticoncepcional: derivado de estrógeno/ progesterona que inibe a maturação do folículo ovariano e a ovulação. Vasectomia: Consiste na secção dos canais deferentes impedindo a passagem dos espermatozoides do epidídimo para a vesícula seminal. 15. A testosterona não deixa de ser produzida, pois é um hormônio que os testículos produzem e secretam na corrente sanguínea. A escolha de quem pensa! 17

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia 1. (Fgv 2015) A figura ilustra os vasos sanguíneos maternos e fetais na região da placenta, responsável pela troca dos gases respiratórios oxigênio e dióxido de carbono. Como a circulação e a ventilação

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os Embriologia Embriologia é a parte da Biologia que estuda as transformações que se processa no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia

Leia mais

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. Considerando a figura: a) denomine os folhetos embrionários primordiais X, Y e Z, respectivamente, e identifique

Leia mais

Trabalho Online 1-6 2. ENFISEMA EM FUMANTES É PROVOCADA POR UMA ENZIMA

Trabalho Online 1-6 2. ENFISEMA EM FUMANTES É PROVOCADA POR UMA ENZIMA Trabalho Online NOME: Nº.: DISCIPLINA: BIOLOGIA I PROFESSOR(A):LEANDRO 2ª SÉRIE TURMA: 210_ 2º Bimestre Nota: DATA: / / 1. Faça uma comparação entre músculo esquelético e músculo liso exemplificando sua

Leia mais

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista:

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A questão da fertilização é muito discutida hoje na mídia, principalmente em programas que visam a informação para leigos interessados

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana A espermatogônia é uma célula diploide (2n) e o espermatócito II é uma célula haploide (n), portanto, a espermatogônia terá o dobro do número

Leia mais

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese.

Segmentação ou clivagem; Gastrulação; Organogênese. A embriologia é o estudo do crescimento e da diferenciação sofridos por um organismo no curso de seu desenvolvimento, desde o estágio de ovo até o de um ser altamente complexo, de vida independente e semelhante

Leia mais

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas.

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas. Embbr ri iiool llooggi iiaa Huumaannaa... 1 Introdução... 1 Gastrulação... 1 Tipos de óvulos (ovos): classificação e ocorrência.... 2 Tipos de clivagem:... 2 Fases do Desenvolvimento... 3 Destino dos Folhetos

Leia mais

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: - FROUXO Finalidade: - DENSO + Unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos + Apoio aos epitélios + Formam camadas

Leia mais

Professor: Fernando Stuchi

Professor: Fernando Stuchi Professor: Fernando Stuchi Reprodução Sexuada Ação de células especiais chamadas de gametas, que possuem em seu núcleo metade do material genético de uma célula normal do indivíduo; Com a união dos gametas

Leia mais

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Zoologia e Botânica 1. A doença de Chagas atinge milhões de brasileiros, que podem apresentar, como sintoma, problemas no miocárdio, que levam à insuficiência cardíaca. Por que, na doença de Chagas, ocorre

Leia mais

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie302r Caros alunos, Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre No 2º trimestre nos dedicamos ao estudo do funcionamento do corpo humano,

Leia mais

Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09. Nome: Nº: Turma:

Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09. Nome: Nº: Turma: Biologia Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09 Nome: Nº: Turma: Caro(a) aluno(a) A lista a seguir é indicada a todos os alunos como revisão do conteúdo visto no 1º semestre e, mais especialmente,

Leia mais

ATIVIDADES. BA.10: Moluscos e Equinodermos BIOLOGIA

ATIVIDADES. BA.10: Moluscos e Equinodermos BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (UERJ 2006) Um ecossistema pode ser drasticamente alterado pelo surgimento ou pelo desaparecimento de espécies de seres vivos. a) Um ambiente em equilíbrio é habitado por indivíduos pertencentes

Leia mais

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre ESTUDO BASE 8 ANO Prof. Alexandre FORMA E FUNÇÃO Natureza FORMA E FUNÇÃO Artificiais FORMA E FUNÇÃO Todos os objetos apresentam uma relação intíma entre sua forma e função Relação = FORMA/FUNÇÃO BIOLOGIA

Leia mais

Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo

Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo Noções de embriologia animal Perspectiva histórica do estudo da embriologia Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo Pré-formismo -> idéia geral de que está tudo pronto dentro

Leia mais

Está(ao) correta(s): a) a afirmação III. b) a afirmação II. c) as afirmações I e III. d) as afirmações II e III.

Está(ao) correta(s): a) a afirmação III. b) a afirmação II. c) as afirmações I e III. d) as afirmações II e III. 1. (Udesc 2014) O desenvolvimento embrionário é diversificado entre os diferentes grupos animais, e ocorre, de maneira geral, em três fases consecutivas. Assinale a alternativa correta quanto ao desenvolvimento

Leia mais

03) Analise a figura a seguir que representa um dos estágios do desenvolvimento embrionário do anfioxo em corte transversal.

03) Analise a figura a seguir que representa um dos estágios do desenvolvimento embrionário do anfioxo em corte transversal. COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. II REVISÃO DE EMBRIOLOGIA ANIMAL COMPARADA PROFESSOR NANNI ( TERCEIÃO 2012). 01) (UNIFESP-2008)

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA Série: 2ª EM Disciplina: Biologia Professor (a): Bernardo Grieco Aluno (a): Caro (a) aluno (a), O roteiro de recuperação abrange todo conteúdo trabalhado ao longo

Leia mais

Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida. 2º EM Biologia Frente B. Prof. Jairo José Matozinho Cubas

Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida. 2º EM Biologia Frente B. Prof. Jairo José Matozinho Cubas Planejamento de PIE- Guilherme de Almeida 2º EM Biologia Frente B Prof. Jairo José Matozinho Cubas 3º Trimestre: Fisiologia animal e humana: a)fisiologia e relações entre sistemas respiratório e circulatório

Leia mais

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica.

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica. Aula n ọ 05 01. A meiose é um processo de divisão celular que ocorre na natureza e que visa à produção de esporos ou gametas. Esta divisão celular produz células-filhas com a metade dos cromossomos da

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi Sistemas Excretores Definição Para manutenção da vida de um organismo animal, todo alimento e substancia que são digeridas, as células absorvem os nutrientes necessários para o fornecimento de energia.

Leia mais

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia FILOS ANIMAIS FILO CHORDATA O filo apresenta cerca de 50.000 espécies distribuídas entre protocordados e vertebrados. Protocordados cordados mais simples, pequenos e exclusivamente marinhos não são muito

Leia mais

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais.

Histologia Animal. - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. Histologia Animal - Estuda a classificação, estrutura, distribuição e função dos tecidos animais. - Tecidos: Grupamento de células harmonizadas e diferenciadas que realizam uma determinada função. - Principais

Leia mais

Histologia animal. Equipe de Biologia

Histologia animal. Equipe de Biologia Histologia animal Equipe de Biologia Tipos de tecidos animais Tecidos epiteliais Tecidos conjuntivos Tecidos musculares http://www.simbiotica.org/tecidosanimal.htm Tecido nervoso Tecidos epiteliais Apresenta

Leia mais

Placenta e Membranas Fetais. Prof. Daniela B. Hara

Placenta e Membranas Fetais. Prof. Daniela B. Hara Placenta e Membranas Fetais Prof. Daniela B. Hara 2009/2 Anexos embrionários no desenvolvimento humano Placenta e o cordão umbilical O córion O âmnio O saco vitelínico O alantóide Membranas fetais A parte

Leia mais

1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos. a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta.

1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos. a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta. 12. Cordados 1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos vertebrados, exceto: a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta. b) sistema excretor com néfrons

Leia mais

RÉPTEIS PROF. MARCELO MIRANDA

RÉPTEIS PROF. MARCELO MIRANDA RÉPTEIS Padrões evolutivos Surgimento dos amniotas Âmnio: membrana que envolve completamente o embrião e delimita uma cavidade cheia de líquido que protege contra choques mecânicos e evita o ressecamento

Leia mais

Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / /

Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / Ciências/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie301r Projeto-síntese de Ciências 8º ano 1º trimestre Caros alunos, O 1º trimestre de Ciências é essencial para a compreensão do funcionamento

Leia mais

COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014.

COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014. COLÉGIO SÃO PAULO Rio de Janeiro, junho/2014. ENSINO MÉDIO RECUPERAÇÃO PARALELA PARCIAL ORIENTAÇÃO DE ESTUDO DISCIPLINA: Biologia (2ª série) PROFESSOR: Priscila Temas/Capítulos - Cap 12 Núcleo, divisões

Leia mais

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 3 Ano Disciplina: Biologia 1) (UFMG) Estes animais costumam estar presentes no dia-a-dia dos seres humanos:

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE CIÊNCIAS 8º ANO

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE CIÊNCIAS 8º ANO Aluno(a): NOTA: Professor(a): Denise Data: 06/01/15 Valor: 20,0 TRABALHO PARA RECUPERAÇÃO FINAL: Para fazer este trabalho você deverá consultar as apostilas 3 e 4 que são, respectivamente, do terceiro

Leia mais

BIO E EXTENSIVO AULA 30

BIO E EXTENSIVO AULA 30 BIO E EXTENSIVO AULA 30 30.01 - Uma célula nervosa (neurônio) é constituída basicamente por: corpo celular, onde se encontram as organelas e o núcleo; dendritos, que são ramificações que recebem o estímulo

Leia mais

Tecidos Nervoso e Muscular

Tecidos Nervoso e Muscular Material de apoio para Monitoria Questão 1 (Feio-Lemos, 2014) No esquema abaixo está representada a anatomia geral de um neurônio. Acerca da mesma, responda o que se pede. a b c d e f Meio intracelular

Leia mais

Por que os peixes não se afogam?

Por que os peixes não se afogam? Por que os peixes não se afogam? A UU L AL A Dia de pescaria! Juntar os amigos para pescar num rio limpinho é bom demais! Você já reparou quanto tempo a gente demora para fisgar um peixe? Como eles conseguem

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

EXCREÇÃO COMPARADA. Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com

EXCREÇÃO COMPARADA. Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com EXCREÇÃO COMPARADA Profº Moisés Myra Araújo, por www.bioloja.com EXCREÇÃO Através da excreção são eliminadas substâncias tóxicas do organismo (como resíduos nitrogenados provenientes do metabolismo de

Leia mais

09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA

09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA 09. GAMETOGÊNESE CICLO MENSTRUAL EMBRIOLOGIA QUESTÃO - 102 A perpetuação da vida em nosso planeta deve-se à característica mais típica dos seres vivos: sua capacidade de se reproduzir. Sobre os mecanismos

Leia mais

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que:

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: Aula n ọ 02 01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: a) utilizam-se do ar atmosférico para respirar através de pulmão. b) o caramujo

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Componentes Vias Respiratórias A) Cavidades ou Fossas Nasais; B) Boca; C) Faringe; D) Laringe; E) Traqueia; F) Brônquios; G) Bronquíolos; H) Pulmões Cavidades ou Fossas Nasais; São duas cavidades paralelas

Leia mais

29/03/2012. Introdução

29/03/2012. Introdução Biologia Tema: - Sistema Respiratório Humano: órgãos que o compõem e movimentos respiratórios; - Fisiologia da respiração ; - Doenças respiratórias Introdução Conjunto de órgãos destinados à obtenção de

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 08 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP 0 Intenção sem ação é ilusão. Ouse fazer e o poder lhe será dado

Leia mais

Níveis de. Organização do. Corpo Humano

Níveis de. Organização do. Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes entre si. Cada grupo constitui um TECIDO Semelhança de forma: todas destinam-se a uma função específica.

Leia mais

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Professor(es): Samuel Bitu ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. Vinte pessoas normais beberam, cada uma, 2 litros de água num intervalo de 2 horas. A seguir temos os gráficos que registram

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO Membrana que impede a penetração de outros espermatozóides Fusão das membranas plasmáticas do óvulo e do espermatozóide Núcleo do espermatozóide no

Leia mais

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ

- CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ - CAPÍTULO 12 - RESUMO CICLO MENSTRUAL E GRAVIDEZ No início de cada ciclo menstrual (primeiro dia do fluxo menstrual), a hipófise anterior lança no sangue feminino o FSH (hormônio folículo-estimulante),

Leia mais

CAMADA SEDIMENTAR DATA APROXIMADA ESPÉCIES FÓSSEIS COLETADAS 1 30 milhões de anos atrás Medusas

CAMADA SEDIMENTAR DATA APROXIMADA ESPÉCIES FÓSSEIS COLETADAS 1 30 milhões de anos atrás Medusas PROVA DE BIOLOGIA QUESTÃO 1 01 - Um paleontólogo, após anos de estudos de um determinado sítio de fósseis, resolveu tentar reconstruir a variação do ambiente da região estudada. Conforme sua hipótese,

Leia mais

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade COLÉGIO JARDINS Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade TECIDO CONJUNTIVO I São aqueles que atuam nas funções de preenchimento de espaços entre órgãos, sustentação, defesa e nutrição.

Leia mais

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Pessoal a matéria da prova de Biologia é dos Módulos 1 a 5 (Edgard) e Módulo 1 (Ricardo). Parte I O Gabarito está na última folha. 1. Ordene as categorias

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) São divididos em áscon, sícon e lêucon: a) Cnidários. b) Platelmintos.

Leia mais

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração Fisiologia Humana Sistema circulatório Componentes: - Sangue (elementos figurados e plasma) - Vasos sanguíneos - Coração Vasos sanguíneos Artérias Vasos com paredes espessas e elásticas por onde circula

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS SÉRIE: 2º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem 1) Elabore o roteiro de estudos: a. Quais são as vias excretoras do nosso corpo? b.

Leia mais

CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Diferencie que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? 2. Os alvéolos são formados por uma única

Leia mais

O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico.

O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico. 1 O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico. Note essa organização na figura abaixo. - Átomos formam

Leia mais

EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA

EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA 1) O diagrama abaixo representa uma das hipóteses sobre a evolução dos animais metazoários. Nele, os retângulos com os números

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

2. Analise a imagem abaixo que representa as alterações hormonais que ocorrem ao longo do ciclo menstrual:

2. Analise a imagem abaixo que representa as alterações hormonais que ocorrem ao longo do ciclo menstrual: RECUPERAÇÃO DE BIOLOGIA 3º ANO 1ª Etapa / Warley Ferreira 1. (UFPR) "As células-tronco embrionárias (TE) são obtidas da porção de um embrião em um estágio muito inicial, que daria origem a todo o corpo

Leia mais

FILO CHORDATA. Cordados

FILO CHORDATA. Cordados FILO CHORDATA Cordados Cordados Notocorda Triblásticos Deuterostômios Simetria Bilateral Epineuro Celomados 2 Características presentes em todos Notocorda; Fendas na faringe; Tubo nervoso dorsal; Cauda

Leia mais

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre Ciências/15 7º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie303r Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 3º trimestre O que estudamos no terceiro trimestre? No terceiro trimestre finalizamos nosso estudo

Leia mais

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007

Biologia - 3ª Série Histologia Data: 13 de junho de 2007 HISTOLOGIA Conceito: Ciência que estuda os tecidos. Tecido: Conjunto de células semelhantes que juntas anatomicamante, desempenham a mesma função. TECIDO EPITELIAL Características: células muito coesas

Leia mais

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA A prova aplicada pela UFPR 2012 apresentou boa distribuição das diferentes áreas do conhecimento biológico. As questões exigiram que o candidato apresentasse organização

Leia mais

- CORDADOS - Vestibulando Web Page www.vestibulandoweb.com.br

- CORDADOS - Vestibulando Web Page www.vestibulandoweb.com.br Vestibulando Web Page 01) (UFJF/2002) Com relação aos animais do grupo Chordata, além da presença da notocorda (ou corda) e da cauda propulsora, quais dos caracteres abaixo os distinguem de outros grupos

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Professora: Edilene biologolena@yahoo.com.br Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular Composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue; Tem por função fazer o sangue

Leia mais

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução ao desenvolvimento humano Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução Como surgiu a embriologia? Curiosidade em entender como começamos É o estudo das etapas e dos mecanismos

Leia mais

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B:

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B: valiação 1. baixo, temos a imagem de dois animais marinhos. mbos são muito simples estruturalmente. Observe ambos e responda aos questionamentos. Imagin/rchivo SM/ID/ES Imagin/rchivo SM/ID/ES a) Indique

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 12 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem

Leia mais

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais PROFESSORA NAIANE A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais de alguns poucos minutos. Você sabe

Leia mais

MEMBRANAS FETAIS. MEMBRANAS FETAIS (córion, âmnio, saco vitelino, alantóide) e PLACENTA - separam o feto do endométrio

MEMBRANAS FETAIS. MEMBRANAS FETAIS (córion, âmnio, saco vitelino, alantóide) e PLACENTA - separam o feto do endométrio MEMBRANAS FETAIS MEMBRANAS FETAIS (córion, âmnio, saco vitelino, alantóide) e PLACENTA - separam o feto do endométrio FUNÇÃO: Proteção,respiração, nutrição, excreção, produção de hormônios Local de trocas

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 7 CIÊNCIAS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno. Avaliação Ciências NOME: TURMA: escola: PROfessOR:

Leia mais

Ciências OS MAMÍFEROS. A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas

Ciências OS MAMÍFEROS. A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas Ciências OS MAMÍFEROS A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas mamárias, endotermia e pêlos. CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS MAMÍFEROS São animais endotérmicos. Em condições normais

Leia mais

05/10/2013 SISTEMA CIRCULATÓRIO. Evolução do sistema circulatório. Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular

05/10/2013 SISTEMA CIRCULATÓRIO. Evolução do sistema circulatório. Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof.Msc.MoisésMendes professormoises300@hotmail.com www.moisesmendes.com Fisiologia do Sistema Circulatório ou Cardiovascular Esse sistema é constituído por um fluido circulante (o

Leia mais

BIOLOGIA IACI BELO. www.iaci.com.br. 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 10:

BIOLOGIA IACI BELO. www.iaci.com.br. 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 10: BIOLOGIA IACI BELO www.iaci.com.br ASSUNTO: FISIOLOGIA Série: 2EM 01. Identifique, na figura, as partes indicadas pelos números: 1: 2: 3: 4 5: 6 7: 8 9: 10: 02. Explique por que o ventrículo esquerdo é

Leia mais

1. O esquema ao lado representa uma seção do tubo digestivo humano com alguns anexos. Observe as indicações e resolva os itens

1. O esquema ao lado representa uma seção do tubo digestivo humano com alguns anexos. Observe as indicações e resolva os itens Biologia - revisão 301 1. O esquema ao lado representa uma seção do tubo digestivo humano com alguns anexos. Observe as indicações e resolva os itens a) Cite o nome do substrato digerido pela principal

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados Regulação osmótica SISTEMA URINÁRIO HUMANO adrenal Veia cava

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 Tipos de reprodução Reprodução é a capacidade que os seres vivos têm de gerar descendentes da mesma espécie. A união dos gametas é chamada fecundação, ou fertilização,

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B Observações: 1- Antes de responder às atividades, releia o material entregue sobre Sugestão de Como Estudar. 2 - Os exercícios

Leia mais

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução à Anatomia e Fisiologia EN2319-Bases Biológicas para Engenharia I Reginaldo K Fukuchi Universidade Federal do ABC Por que

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 3º Ano do Ensino Médio Disciplina: Biologia 1. Para os estudiosos, a manifestação de "... vida..." deve-se a características, tais como: ( ) uma composição química

Leia mais

Questões de Embriologia 01

Questões de Embriologia 01 Questões de Embriologia 01 1) (F. M. Catanduva-SP) Assinale a afirmativa incorreta. a) A notocorda está ausente no embrião dos crustáceos. b) Ovos pobres em vitelo são característicos exclusivamente de

Leia mais

Sistema Reprodutor e Hormônios. 01- Existem dois sistemas que estão atuando na coordenação do nosso corpo: o sistema nervoso e o sistema hormonal.

Sistema Reprodutor e Hormônios. 01- Existem dois sistemas que estão atuando na coordenação do nosso corpo: o sistema nervoso e o sistema hormonal. PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Sistema Reprodutor e Hormônios 01- Existem

Leia mais

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos:

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos: Aula 4 Os animais Os seres vivos apresentam uma diversidade muito grande; a cada ano, novas espécies vêm sendo descritas. Fica compreensível a necessidade de um sistema de classificação para a organização

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO. PROFESSOR: João Paulo

SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO. PROFESSOR: João Paulo SISTEMA CIRCULATÓRIO COMPARADO PROFESSOR: João Paulo PORÍFEROS Não apresentam organização tissular. A difusão aparece como forma de trocar alimentos, gases respiratórios e excretas entre si e com o meio.

Leia mais

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12 Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação Formação de um novo ser encontro do oócito II com espermatozóides Fecundação formação de um ovo desenvolvimento contínuo e dinâmico, com a duração em

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Répteis, aves e mamíferos

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Répteis, aves e mamíferos 1. (UECE) Analise as afirmações abaixo, classificando-as em verdadeiras (V) ou falsas F. ( ) Nos mamíferos o coração encontra-se dividido em quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. Desta forma,

Leia mais

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO Profª Fernanda Toledo RECORDAR Qual a função do alimento em nosso corpo? Por quê comer????? Quando nascemos, uma das primeiras atitudes do nosso organismo

Leia mais

Filo Platyhelminthes. Planos de Simetria

Filo Platyhelminthes. Planos de Simetria Filo Platyhelminthes Características: Do grego, platy = plano + helmins = verme Animais de corpo alongado e achatado dorsoventralmente; Maioria aquática (marinhos e dulcícolas). Os terrestres vivem em

Leia mais

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo:

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: 1) Tecido Ñsseo compacto 2) Tecido Ñsseo esponjoso 3) Cartilagem hialina 4) Cartilagem elöstica 5) Cartilagem fibrosa

Leia mais

Sistema Nervoso. Divisão Anatômica e Funcional 10/08/2010. Sistema Nervoso. Divisão. Funções gerais. Sistema nervoso central (SNC)

Sistema Nervoso. Divisão Anatômica e Funcional 10/08/2010. Sistema Nervoso. Divisão. Funções gerais. Sistema nervoso central (SNC) Sistema Nervoso Divisão Anatômica e Funcional Sistema Nervoso Divisão Sistema nervoso central (SNC) Sistema nervoso periférico (SNP) Partes Encéfalo Medula espinhal Nervos Gânglios Funções gerais Processamento

Leia mais

Curso Wellington Biologia Reino Animal - Equinodermos Prof Hilton Franco

Curso Wellington Biologia Reino Animal - Equinodermos Prof Hilton Franco 1. Esta é a turma do Bob Esponja: Lula Molusco é supostamente uma lula; Patric, uma estrela-do-mar; o Sr. Siriguejo, um caranguejo; e Bob é supostamente uma esponja-do-mar. Cada um, portanto, pertence

Leia mais

Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação

Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação Exercícios de Biologia Tipos de Ovos e Segmentação TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufsc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. 1. A figura a seguir representa a estrutura

Leia mais