F a c u l d a d e d e D i r e i t o U F M G C u r s o d e C i ê n c i a s d o E s t a d o

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "F a c u l d a d e d e D i r e i t o U F M G C u r s o d e C i ê n c i a s d o E s t a d o"

Transcrição

1 Versão curricular: 2009/1 Atividade: INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO CIENTÍFICO DO DIREITO E DO ESTADO Código: DIT 074 Departamento: Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 1º Ementa Introdução ao Direito e ao Estado. Direito, sociedade e Estado. Introdução ao Ordenamento Jurídico. Fontes do Direito. Enciclopédia jurídica. Unidades de Ensino Unidade I PROPEDÊUTICA 1.1. Senso comum, conhecimento científico, conhecimento filosófico Conhecimento científico do Direito e do Estado. Método científico e classificação das ciências. Unidade II - PERSPECTIVA HISTÓRICA DO PENSAMENTO JURÍDICO OCIDENTAL O direito natural na Antiguidade greco-romana O pensamento jusfilosófico medieval O jusnaturalismo moderno Idealismo Alemão Revolução Francesa. Escola da Exegese, Escola Histórica Positivismo: Normativismo e Realismo jurídico Correntes Neokantianas, Culturalismo e Tridimensionalismo jurídico. Unidade III TEORIA DO DIREITO 3.1. O conceito de Direito Teoria da norma jurídica Teoria do ordenamento jurídico. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes BOBBIO, Norberto. Teoria do Ordenamento Jurídico. Brasília: UnB, BOBBIO, Norberto. Teoria da Norma Jurídica. Bauru: Edipro, CABRAL DE MONCADA, L. Filosofia do direito e do estado. V. 1- Parte Histórica. Coimbra: Coimbra Editora, REALE, Miguel. Filosofia do Direito. 20 ed. São Paulo: Saraiva Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes BILLIER, Jean-Cassien, MARYIOLI, Hágale. História da Filosofia do Direito. Trad. Maurício de Andrade. São Paulo: Manole, BOBBIO, Norberto. O positivismo jurídico; lições de filosofia do direito. Trad. Márcio Pugliesi, Edson Bini e Carlos E. Rodrigues. São Paulo: Ícone, BODENHEIMER, Edgar. Ciência do Direito; Filosofia e Metodologia Jurídica. Rio de Janeiro: Forense, CANARIS, Claus-Wilhelm. Pensamento sistemático e conceito de sistema na ciência do Direito. Trad. Antonio Manuel da Rocha e Menezes Cordeiro. 2 ed. Lisboa: Calouste Gulbenkian, CARNELUTI, Francesco. Teoria Geral do Direito. Trad. Antônio Carlos.São Paulo: Lejus, DEL VECCHIO, Giorgio. Lições de Filosofia do Direito. Trad. Antônio José Brandão. 5. ed. Coimbra: Armênio Amado, GARCIA MAYNES, Eduardo. Introducción al Estudio del Derecho. México: Editorial Porua, GARCIA MÃYNES, Eduardo. Positivismo Juridico, Realismo Sociológico y Iusnaturalismo. México: UNAM,

2 KELSEN, Hans. Teoria Geral do Direito e do Estado. Trad. Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes, LARENZ, Karl. Metodologia da ciência do direito. Trad. José Lamego. 3 ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, RADBRUCH, Gustav. Filosofia do Direito. Tradução de L. Cabral de moncada. 6. ed. Coimbra: Armênio Amado, RADBRÜCH, Gustav. Introdução à Ciência do Direito. São Paulo: Martins Fontes, SALGADO, Joaquim Carlos. A Idéia de justiça em Kant; seu fundamento na Liberdade e na igualdade. Belo Horizonte: Editora UFMG, SALGADO, Joaquim Carlos. A idéia de justiça em Hegel. São Paulo: Loyola, SALGADO, Joaquim Carlos. A idéia de justiça no mundo contemporâneo: fundamentação e aplicação do Direito como o Maximum Ético. Belo Horizonte: Del Rey, WELZEL, Hans. Introccion a la Filosofia del Derecho; Derecho Natural y Justicia Material. Trad. Felipe Gonzáles Vion. 2. ed. Madri: Aguilar,

3 Versão curricular: 2009/1 Atividade: MODERNIDADE E MUDANÇA SOCIAL Código: SOA050 Departamento: Sociologia Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 1º Ementa Teorias da modernidade; estratificação; mobilidade; mudança (Marx, Weber, Durkheim, Elias, Habermas, Luhmann, Giddens). Processos macro-históricos de transformação social (Wallerstein, Scopkol, Tilly). Unidades de Ensino Unidade I MODERNIDADE E MUDANÇA SOCIAL: CONCEPÇÕES ESTRUTURAIS 1.1. Durkheim e a divisão do trabalho social Marx e o capitalismo Weber e os processos de racionalização Norbert Elias e o processo civilizador Giddens e a modernidade Foucault e a crítica do poder. Unidade II - MODERNIDADE E MUDANÇA SOCIAL: TEMAS ATUAIS 2.1. Trabalho e organização econômica no mundo contemporâneo Estado, cidadania e representação Justiça, desigualdade, violência e criminalidade Minorias culturais, preconceito e luta Justiça, desigualdade e criminalidade Gênero, raça e desigualdade Cultura e globalização Indústria cultural, ideologia e consumo Cultura, ecologia, sustentabilidade Movimentos sociais, política e luta Sociologia brasileira, tradição e mudança. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, BERMAN, Marshall. Introdução. Modernidade hoje e amanhã. In:. Tudo o que é sólido desmancha no ar. A aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, BUARQUE DE HOLANDA, Sérgio. "o homem cordial" (cap.5). In: Raízes do Brasil. CASTELLS, M. A galáxia da Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, COMTE, Auguste. Reorganizar a sociedade. São Paulo: Escala. S/D. DA MATTA, Roberto. "Você sabe com quem está falando? Um ensaio sobre a distinção indivíduo e pessoa no Brasil". In: Carnavais Malandros e Heróis. DOMINGUES, José Maurício. Sociologia e modernidade. Para entender a sociedade contemporânea. DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. In: Coleção Os Pensadores, São Paulo: Abril Cultural, ELIAS, Norbert. Mudanças no padrão europeu de comportamento no século XX. In: Os alemães. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, O processo civilizador (v.2- Sinopse). Jorge Zahar. FOUCAULT, Michel. Os corpos dóceis. In:. Vigiar e punir. Rio de Janeiro: Petrópolis, História da sexualidade. Ed. Graal. 3

4 GAY, Peter. A experiência burguesa da rainha Vitória a Freud: A educação dos sentidos. São Paulo: Companhia das Letras, GIDDENS, Anthony. Da transformação da intimidade à política vital. In:. Conversas com Anthony Giddens. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getúlio Vargas, Consequências da Modernidade. São Paulo: Ed. UNESP, HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: Dp &A, IANNI, Octávio. A Globalização e o retorno da questão nacional. Primeira versão. Campinas: IFCH/UNICAMP, MARX, K., ENGELS, F. O manifesto comunista. SARLO, Beatriz. Paisagens imaginárias: Intelectuais, artes e meios de comunicação. São Paulo: Edusp, SIMMEL, Georg. A metrópole e a vida mental. VELHO, Otávio. O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Editora Pioneira, Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes 4

5 Versão curricular: 2009/1 Atividade: OFICINA DE LÍNGUA PORTUGUESA: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS Código: UNI003 Departamento: Faculdade de Letras Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 1º Ementa Desenvolver várias habilidades de escrita e de leitura de gêneros textuais importantes no âmbito acadêmico como esquema,resumo,resenha,projeto e relatório de pesquisa, bem como discutir e refletir vários aspectos da língua portuguesa, relevantes para a lide com esses textos. Serão produzidos textos de vários gêneros acadêmicos na modalidade escrita, visando o aprimoramento da textualidade e de aspectos da norma culta que fizerem necessários. Unidades de Ensino Unidade I - Leitura e produção de esquema, resumo, resenha, projeto de pesquisa e relatório de pesquisa. Unidade II - Análise de aspectos relativos à textualidade de gêneros acadêmicos. Unidade III - Produção, análise e reescrita de gêneros acadêmicos. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes BLIKSTEIN, Izidoro. Técnicas de comunicação escrita. São Paulo: Ática, CITELLI, Adilson. O texto argumentativo. São Paulo: Scipione, COSCARELLI, Carla V., MITRE, Daniela. Oficina de Leitura de Produção de Textos. Belo Horizonte: UFMG (2007) COSTA VAL, M. da Graça. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, FARACO, Carlos Alberto e TEZZA, Cristovão. Prática de Texto. Petrópolis: Vozes, 1992 FAVERO, Leonor L. Coesão e coerência textuais. São Paulo: Ática, FULGÊNCIO, L. e LIBERATO Y. É possível facilitar a leitura. São Paulo: Contexto, GARCIA, Othon M. Comunicação e prosa moderna. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, KOCH, I. V. e TRAVAGLIA, L. C. A coerência textual. São Paulo: Contexto, KOCH, I. V. e TRAVAGLIA, L. C. Texto e coerência. São Paulo: Cortez, KOCH, Ingedore V. A coesão textual. São Paulo: Contexto, MACHADO, Anna Rachel, LOUSADA, Eliane, ABREU-TARDELLI, Lilia Santos. Planejar gêneros acadêmicos. São Paulo: Parábola Editorial, MACHADO, Anna Rachel, LOUSADA, Eliane, ABREU-TARDELLI, Lilia Santos. Resumo. São Paulo: Parábola Editorial, MACHADO, Anna Rachel, LOUSADA, Eliane, ABREU-TARDELLI, Lilia Santos. Resenha. São Paulo: Parábola Editorial, MANUAL DE REDAÇÃO DA FOLHA DE SÃO PAULO. São Paulo: Publifolha, MARCUSCHI, L. A. Gêneros Textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Ângela Paiva, MACHADO, Anna Raquel, BEZERRA, M. Auxiliadora. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, p MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. São Paulo: Cortez, MARTINS, Eduardo. Manual de Redação e Estilo de O Estado de São Paulo. São Paulo: Editora Moderna SOUZA, Wander E. A fórmula do Texto. Redação, argumentação e leitura. Belo Horizonte: Geração Editorial, Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes 5

6 Versão curricular: 2009/1 Atividade: SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO Código: UNI024 Departamento: Faculdade de Direito Carga horária total: 120 h/a Créditos: 06 Período: 1º Ementa Análise e discussão do Projeto pedagógico e de temas centrais ao curso de Ciências do Estado e Governança Social, no plano teórico, metodológico e aplicado. Unidades de Ensino Conteúdo variável. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes Bibliografia variável, de acordo com os temas abordados. Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes Bibliografia variável, de acordo com os temas abordados. 6

7 Versão curricular: 2009/1 Atividade: INTRODUÇÃO AO ESTADO CONTEMPORÂNEO Código: DIP200 Departamento: Direito Público Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 2º Ementa Iniciação à história do pensamento político. Formas políticas. Teoria da democracia. Estado de Direito e seus paradigmas. Unidades de Ensino Unidade I UMA INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DO PENSAMENTO POLÍTICO Da relação entre presente, passado e futuro na história política antiga e moderna Da teoria e do método de determinação dos tempos históricos Por uma história da experiência política Periodização: história moderna e contemporânea? Unidade II ESTADO DE DIREITO E SEUS PARADIGMAS A formação histórica do conceito moderno de Estado O Estado de Direito e seus paradigmas Crítica e crise: o Estado entre reforma e revolução A formação do Estado brasileiro contemporâneo Estado e nação na América Latina. Unidade III FORMAS POLÍTICAS E TEORIAS DA DEMOCRACIA Teoria das Formas Políticas Democracia antiga e moderna O debate contemporâneo sobre a democracia. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes DOMINGUES, José Maurício. A América Latina e a modernidade contemporânea. Belo Horizonte: UFMG, FERREIRA, Jorge e DELGADO, Lucilia de Almeida Neves. O Brasil republicano. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: Contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto e PUC Rio, KOSELLECK, Reinhart. Crítica e crise. Uma contribuição à patogênese do mundo burguês. Rio de Janeiro: EDURJ, Contraponto, MATTOS, Ilmar Rohloff. O tempo saquarema. São Paulo: Hucitec, SORJ, Bernardo. A nova sociedade brasileira. Rio de Janeiro: Zahar, SORJ, Bernardo. A democracia inesperada. Rio de Janeiro: Zahar, WERLE, Denílson Luis e MELO, Rúrion Soares (orgs.) Democracia deliberativa. São Paulo: Esfera Pública, Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes ANASTASIA, Fátima e AVRITZER, Leonardo (orgs.). Reforma política no Brasil. Belo Horizonte: UFMG, ARENDT, Hannah. A promessa da política. Rio de Janeiro: Difel, ARENDT, Hannah. Compreender: formação, exílio e totalitarismo. São Paulo e Belo Horizonte: Companhia das Letras e UFMG, BONAVIDES, Paulo. Ciência Política. São Paulo: Malheiros,

8 BARACHO, José Alfredo de Oliveira. Regimes Políticos. São Paulo: Resenha Universitária, BOBBIO, Norberto. A teoria das formas de governo. Brasília: Unb, BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade: Para uma teoria geral da política. Rio de Janeiro: Paz e Terra, CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Direito, política e filosofia. Rio de Janeiro: Lumen Juris, HABERMAS, Jürgen. A inclusão do outro. São Paulo: Vozes, LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: UNICAMP, MELO, Carlos Ranufo e SÁEZ, Manuel Alcântara (orgs.) A democracia brasileira. Belo Horizonte, UFMG, OLIVEIRA, Manfredo, AGUIAR, Odílio Alves e SAHD, Luiz Felipe Netto de Andrade e Silva (orgs.) Filosofia política contemporânea. Petrópolis: Vozes,

9 Versão curricular: 2009/1 Atividade: INTRODUÇÃO À GOVERNANÇA SOCIAL Código: DIP201 Departamento: Direito Público Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 2º Ementa Formas de Governança. Crise e reforma do Estado e Governança Social. Governança Social como estratégia de Estado. Governança Social e Terceiro Setor. Governança Social e Organizações/Movimentos da Sociedade Civil. Unidades de Ensino Unidade I A GOVERNANÇA SOCIAL COMO ESTRATÉGIA DE ESTADO 1.1. O Estado Democrático de Direito pós-providência A teoria democrática e a crise da democracia representativa A idéia de governança social na Teoria de Habermas a participação popular na Administração Pública democrática Noções de controle social O terceiro setor enquanto produção. Unidade II - CONCEITO DE GOVERNANÇA SOCIAL 2.1. Algumas idéias iniciais fundamentais Público não-estatal ONG Terceiro Setor Modelo burocrático Accountability A idéia de governança Governance Governança e Governabilidade Governança e Governo A Governança como estratégia de Estado Governança corporativa e governança global 2.4. Formas de governança social Unidade III CRISE E REFORMA DO ESTADO E GOVERNANÇA SOCIAL 3.1. A crise de ingovernabilidade 3.2. A crise de eficiência administrativa A crise da lei A administração pública gerencial e a administração pública burocrática. a) Modelo burocrático de Administração Pública. b) A insuficiência dos controles hierárquicos. c) Administração pública gerencial. d) Controle sobre atividade e a eficiência administrativa Uma administração pública mais democrática A ampliação de margens discricionárias. a) Accountability. b) Flexibilização responsável Procedimentalização O ocaso da administração pública imperativa e a administração pública consensual O ato administrativo autoritativos e a consensualidade. 9

10 3.3. A crise institucional Organização Administrativa no Estado Liberal Organização Administrativa em um modelo social de Estado tentativas de reorganização administrativa Reformas administrativas no Brasil. Unidade IV - GOVERNANÇA SOCIAL E ORGANIZAÇÕES/MOVIMENTOS DA SOCIEDADE CIVIL 4.1. A sociedade civil A idéia contemporânea de sociedade civil A sociedade civil e os novos movimentos sociais A estratégia desenvolvimentista sociocêntrica Associativismo local Articulações inter-organizacionais Mobilizações e redes de movimento As novas formas de governança nas rederes associativas. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo, São Paulo: Malheiros. BANDEIRA DE MELLO, Oswaldo Aranha, Princípios Gerais de Direito Administrativo, Belo Horizonte-Rio de Janeiro: Forense. CHEVALLIER, Jacques. O Estado Pós-Moderno. Trad. Marçal Justen Filho. Belo Horizonte: Fórum, CRETELLA JR. Curso de Direito Administrativo, Rio: Forense. DIAS, MARIA Tereza Fonseca. Direito administrativo pós-moderno? Novos paradigmas do Direito Administrativo no estudo da relação entre o Estado e a sociedade. Belo Horizonte: Mandamentos, DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo, São Paulo: Atlas. FIGUEIREDO, Lúcia Valle. Curso de Direito Administrativo, São Paulo: Malheiros. GASPARINI, Diógenes. Direito Administrativo, São Paulo: Saraiva. Gustin, Miracy Barbosa de Sousa. Das necessidades humanas aos Direitos: ensaio de sociologia e filosofia do direito. Belo Horizonte: Del Rey, HABERMAS, Jürgen. Direito e Democracia: entre a facticidade e validade. Trad. Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, HABERMAS, Jürgen. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Trad. Flávio R. Kothe. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, MEDAUAR, Odete. Direito Administrativo Moderno. São Paulo: Revista dos Tribunais. MEDAUAR, Odete. Direito Administrativo em evolução. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro, São Paulo: Malheiros. MOREIRA NETO, Diogo de Figueiredo. Sociedade, Estado e administração pública: prospectivas visando ao realinhamento constitucional. Rio de janeiro: Topbooks, MOREIRA NETO, Diogo de Figueiredo. Curso de Direito Administrativo, Rio: Forense. MOREIRA NETO, Diogo de Figueiredo.Mutações do direito público. Rio de Janeiro: renovar, Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes BONAVIDES, Paulo. Ciência Política. FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Constituição e governabilidade. García de Enterría, Eduardo. La lucha contra lãs imunidades Del poder en El derecho administrativo (poderes discricionales, poderes de gobierno, poderes normativos). Revista de Administracíon Pública, Madrid, n. 38, ago LANDER, Edgardo. Limites atuais do potencial democratizador da esfera pública. 10

11 PEREIRA, Luiz Carlos Bresser; GRAU, Nuria Cunill. O público não-estatal na reforma do Estado. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas. PEREIRA, Luiz Carlos Bresser; SPINK, Peter. Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial, Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas. DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Parcerias na Administração Pública. São Paulo: Atlas. LEVY, Levy. Controle social e controle de resultados. MORALES, Carlos Antonio. Provisão de serviços sociais através de organizações públicas não-estatais: aspectos gerais. MOREIRA NETO, DIOGO DE FIGUEIREDO. Mutações do Direito Administrativo. Rio de Janeiro: Renovar. SCHERER-WARREN, Ilse. Das mobilizações às redes de movimentos sociais. SUNDFELD, Carlos Ari. Direito Administrativo Ordenador. São Paulo: Malheiros. VIEIRA, Liszt. Cidadania e controle social. 11

12 Versão curricular: 2009/1 Atividade: HISTÓRIA E TEORIA DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA Código: DIP202 Departamento: Direito Público Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 2º Ementa Introdução ao fenômeno constitucional e ao constitucionalismo. Ciclos constitucionais brasileiros e seus pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos: 1824, 1891, 1934, 1937, 1946, 1967 e Unidades de Ensino Unidade I INTRODUÇÃO AO FENÔMENO CONSTITUCIONAL E AO CONSTITUCIONALISMO 1.1. Paradigmas de constitucionalismo 1.2. Fundamentos da Democracia constitucional Unidade II A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 2.2. Paradigma de Estado e suas transformações 2.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade III A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 3.2. Paradigma de Estado e suas transformações 3.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade IV A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 4.2. Paradigma de Estado e suas transformações 4.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade V A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 5.2. Paradigma de Estado e suas transformações 5.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade VI A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 6.2. Paradigma de Estado e suas transformações 6.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade VII A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 7.2. Paradigma de Estado e suas transformações 7.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações Unidade VIII A CONSTITUIÇÃO DE Pressupostos históricos, políticos, sociais, econômicos e jurídicos 8.2. Paradigma de Estado e suas transformações 8.3. Paradigma dos Direitos fundamentais e suas transformações 12

13 Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes BONAVIDES, Paulo e ANDRADE, Paes de. História Constitucional do Brasil. RJ: Paz e Terra, Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes ARINOS, Afonso. O Constitucionalismo de D. Pedro I: no Brasil e em Portugal. Brasília: Senado Federal, AZEVEDO, José Afonso de Mendonça. Elaborando a Constituição Nacional. Brasília: Senado Federal, CASTRO, Araújo. A Constituição de Brasília: Senado Federal, CAVALCANTI, João Barbalho Uchôa. Constituição Federal Brasileira(1891). Brasília: Senado Federal, FERREIRA, Waldemar Martins. História do Direito Constitucional Brasileiro. Brasília: Senado Federal, LEAL, Aurelino. História Constitucional do Brasil. Brasília: Senado Federal, SANTOS, Carlos Maximiliano Pereira dos. Comentários à Constituição Brasileira de Brasília: Senado Federal, VARELA, Alfredo. Direito Constitucional Brasileiro. Reforma das Instituições Nacionais. Brasília: Senado Federal,

14 Versão curricular: 2009/1 Atividade: PENSAMENTO JURÍDICO-POLÍTICO BRASILEIRO Código: DIT076 Departamento: Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 2º Ementa Intérpretes da realidade brasileira: tradições comparadas. A brasilidade no pensamento de autores matriciais. Unidades de Ensino Unidade I E ACASO EXISTIRÃO OS BRASILEIROS? * 1.1. Identidade e nação Identidade e povo Identidade e Constituição. * Carlos Drummond de Andrade Hino Nacional Unidade II FORMAÇÃO DA CULTURA JURÍDICA 2.1. Bacharelismo e elitização do Direito Formalismo Jurídico e Culturalismo Jurídico: horizontes ideológicos da cultura jurídica Pluralismo Jurídico e inclusão social: novas perspectivas para o ensino do Direito e para a formação da cultura jurídica. Unidade III FORMAÇÃO DA CULTURA POLÍTICA 3.1. Patrimonialismo e o problema das relações público-privado Mandonismo, coronelismo e clientelismo na cultura política brasileira Culturas políticas alternativas e movimentos sociais. Unidade IV OS INTÉRPRETES MATRICIAIS E A CRÍTICA 3.1. Gilberto Freyre: índios, negros e portugueses como matriz antropológica Sergio Buarque de Hollanda: a dialética dos tipos sociais à brasileira Caio Prado Júnior: formação da mentalidade econômica e bases materiais de produção. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala. São Paulo: Círculo do Livro, s.d. HOLLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras. PRADO JR., Caio. Formação do Brasil Contemporâneo. São Paulo: Brasiliense. REIS, José Carlos. As Identidades do Brasil 1: de Varnhagen a FHC. Rio de Janeiro: FGV. REPOLÊS, Maria Fernanda Salcedo. Quem deve ser o guardião da Constituição?: do Poder Moderador ao Supremo Tribunal Federal. Belo Horizonte: Mandamentos. Bibliografia complementar Preferencialmente as edições mais recentes ACKERMAN, Bruce. We the people: foundations. Cambrigde, MA: The Belknap Press of Harvard University Press, ADORNO, Sergio. Os aprendizes do poder: o bacharelismo liberal na política brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, ALZUGARAY, Domingo ALZUGARAY, Cátia (editores). Istoé Brasil 500 anos. Atlas Histórico. São Paulo: Grupo Comunicação Três S/A, ANDRADE, Manuel Correia de O Povo e o Poder. Belo Horizonte: Oficina de Livros,

15 ANNINO, A.; LEIVA, L. C.; GUERRA, F-X. (dirs.), De los Imperios a las Naciones: Iberoamérica. Zarogoza, IberCaja. ARENDT, Hannah. Da Revolução. Tradução de Fernando Dídimo Vieira. 2.ed. Brasília: UnB, ARENDT, Hannah. Entre o Passado e o Futuro. São Paulo: Editora Perspectiva, ARENDT, Hannah. The Human Condition. Chicago: The University of Chicago, ATALIBA, Geraldo. República e Constituição. São Paulo: Revista dos Tribunais, BARBALHO, João U.C. Constituição Federal Brasileira: commentarios. 2ª ed. correcta e argumentada pelo Autor. Rio de Janeiro: F. Briguiet e Cia. Editores, BARBOSA, Rui Campanhas Jornalísticas. São Paulo: Iracema Editora, BARBOSA, Rui Campanhas Presidenciais. São Paulo: Iracema Editora, BARBOSA, Rui Cartas de Inglaterra. São Paulo: Iracema Editora, BARBOSA, Rui Discursos, Orações e Conferências. São Paulo: Iracema Editora, BARBOSA, Rui. PIRES, Homero. Commentários à Constituição Federal Brasileira. São Paulo: Saraiva, v. BATALHA, Cláudio O movimento operário na Primeira República Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, (Descobrindo o Brasil) BATISTA, Vera Malaguti. O medo na cidade do Rio de Janeiro: dois tempos de uma história. Rio de Janeiro: Revan, BONAVIDES, Paulo AMARAL, Roberto. Textos Políticos da História do Brasil. [CD-ROM] Brasília: Secretaria Especial de Editoração e Publicações do Senado Federal, vol. BOSCHI, R. R. (org.), Corporativismo e Desigualdade. A Construção do Espaço Público no Brasil. Rio de Janeiro, Iuperj/Rio Fundo Editora BRASIL. ASSEMBLÉIA GERAL, CONSTITUINTE E LEGISLATIVA (1823). Diário da Assembléia Geral, Constituinte e Legislativa do Império do Brasil 1823 / Introdução Pedro Calmon. Ed. Fac-similar. Brasília: Senado Federal, III vol. CARVALHO, José Murilo de. (1980b), A Construção da Ordem: A Elite Política Imperial. Rio de Janeiro, Campus. CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. CASTRO, Celso A Proclamação da República Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, (Descobrindo o Brasil) CASTRO, Jeanne B. de. (1977), A Milícia Cidadã: A Guarda Nacional de 1831 a São Paulo, Cia. Editora Nacional. CHALHOUB, Sidney. Visões da Liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na Corte. São Paulo: Companhia das Letras, COSTA PINTO, Luis de A. (1949), Lutas de Família no Brasil (Introdução ao seu Estudo). São Paulo, Cia. Editora Nacional. COSTA, Emília Viotti da. A abolição. 6ª ed. São Paulo: Global, (História Popular, nº 10 coord. Jayme Pinsky) COSTA, Sérgio. Dois Atlânticos: teoria social, anti-racismo, cosmopolitismo. Belo Horizonte: Editora UFMG. CUNHA, Luiz Antônio. A universidade temporal: o ensino superior da colônia à era de Vargas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980 CURY, Vera de Arruda Rozo. Introdução à formação jurídica no Brasil. Campinas: Edicamp, Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, Cpdoc/Fundação Getulio Vargas, Forense Universitária DINIZ, Eli. (1982), Voto e Máquina Política. Patronagem e Clientelismo no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Paz e Terra. DUARTE, Nestor. (1939), A Ordem Privada e a Organização Política Nacional. São Paulo, Cia. Editora Nacional. FAORO, Raymundo Os Donos do Poder: formação do patronato político brasileiro. São Paulo: Globo - Publifolha, vol. (Grandes nomes do pensamento brasileiro) FAORO, Raymundo. A aventura liberal numa ordem patrimonialista. Revista USP, n. 17, mar./abr./maio, FAUSTO, Boris (org.), História Geral da Civilização Brasileira. São Paulo, Difel 15

16 FERNANDES, Florestan A Revolução Burguesa no Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, FIORAVANTI, Maurizio. Constitución de la Antiguedad a nuestros días. Madri: Trotta. FLORENTINO, Manolo e MACHADO, Cacilda. Ensaios sobre a Escravidão I. Belo Horizonte: Editora UFMG, FREIRE, Paulo. A pedagogia do oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, FREYRE, Gilberto Interpretação do Brasil: aspectos da formação social brasileira como processo desamalgamento de raças e culturas. Introdução e tradução de Olivio Montenegro. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, FREYRE, Gilberto. Sobrados e mocambos: decadência do patriarcado rural e desenvol vimento urbano. 6ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, GLÉNISSON, Jean. Iniciação aos estudos históricos. 6ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. A História do Direito entre Foices, Martelos e Togas: Brasil GRINBERG, Keila Código Civil e Cidadania. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, (Descobrindo o Brasil) GRINBERG, Keila O fiador dos brasleiros: cidadania, escravidão e direto civil no tempo de Antônio Pereira Rebouças. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, IGLÉSIAS, Francisco Trajetória política do Brasil: São Paulo: Companhia das Letras, KANTOROWICZ, Ernst H. The King s Two Bodies: a study in mediaeval political theology. Princeton: Princeton University Press, LACOMBE, Américo Jacobina. A cultura jurídica. In HOLANDA, S.B. de. História geral da civilização brasileira. 5ª ed. São Paulo: Difel, 1985, t. II, v. 3. LEAL, Aurelino. História Constitucional do Brasil. Prefácio de Luiz Octavio Gallotti. Ed. Fac-similar. Brasília: Senado Federal, LEAL, Victor Nunes. (1948), Coronelismo, Enxada e Voto. Rio de Janeiro, Forense. LEITE, Renato Lopes. Republicanos e Libertários: pensadores radicais no Rio de Janeiro Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. LESSA, Pedro. Do Poder Judiciário. Prefácio de Roberto Rosas. Ed. Fac-similar. Brasília: Senado Federal, LEWIN, Linda. (1993), Política e Parentela na Paraíba. Um Estudo de Caso da Oligarquia de Base Familiar. Rio de Janeiro, Record. LIMA, Nísia Trindade; SÁ, Dominichi Miranda. Antropologia Brasiliana: ciência e educação na obra de Edgard Roquette-Pinto. Belo Horizonte: Editora UFMG. MACHADO NETO, Zahidé et alii. (1972), O Coronelismo na Bahia. Salvador, Ed. da Universidade Federal da Bahia. MANGABEIRA, João. Rui: o estadista da República. Brasília: Conselho Editorial do Senado Federal, MARTINS, Luís. O patriarca e o bacharel. São Paulo: Alameda. MATTOS, Hebe Maria Escravidão e Cidadania no Brasil Monárquico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, (Descobrindo o Brasil) MATTOS, Ilmar Rohloff de. O Tempo Saquarema: a formação do Estado Imperial. Rio de Janeiro: Access, MELO FRANCO, Afonso Arinos de. O Constitucionalismo e Dom Pedro I no Brasil e em Portugal. Rio de Janeiro: Ministério da Justiça / Arquivo Nacional, MENDES Jr., Antonio; RONCARI, Luiz; MARANHÃO, Ricardo. Brasil História. Texto e Consulta: Império. 4ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1983, v. 2. MONTEIRO, Duglas Teixeira. (1974), Os Errantes do Novo Século: Um Estudo sobre o Surto Milenarista do Contestado. São Paulo, Duas Cidades. MONTENEGRO, J.A. O Liberalismo radical do Império. In: As idéias políticas no Brasil. São Paulo: Convívio, v. 1, p MOUFFE, Chantal. O Regresso do Político. Tradução de Ana Cecília Simões. Lisboa: Gradiva, MOURA, Clóvis. Dicionário da Escravidão negra no Brasil. São Paulo: Edusp. MÜLLER, Friedrich. Fragmentos (sobre) o Poder Constituinte do Povo. Tradução Peter Naumann. São Paulo: Revista dos Tribunais,

17 MÜLLER, Friedrich. Quem é o povo? A questão fundamental da democracia. São Paulo: Max Limonad, a. MUNTEAL, Oswaldo; VENTAPANE, Jacqueline; FREIXO, Adriano (orgs.). O Brasil de João Goulart: um projeto de nação. Rio de Janeiro: PUC-Rio; Contraponto. NABUCO, Joaquim O Abolicionismo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; São Paulo: Publifolha, (Grandes nomes do pensamento brasileiro) NABUCO, Joaquim. Minha Formação. Brasília: Ministério da Cultura. NABUCO, Joaquim. Um Estadista do Império: Nabuco de Araújo, sua vida, suas opiniões, sua época. 2ª ed. Rio de Janeiro/Paris: Livraria Garnier, Tomo III. NEQUETE, Lenine. Escravos e Magistrados no Segundo Reinado. Brasília: Fundação Petrônio Portella, ORTIZ, Renato. Cultura Brasileira e Identidade Nacional. São Paulo: Brasiliense. PAIM, Antonio História do Liberalismo Brasileiro. São Paulo: Editora Mandarin, PANG, Eul-Soo. (1979), Coronelismo e Oligarquias, A Bahia na Primeira República. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira. PEREIRA, Flávio Henrique Unes; DIAS, Maria Tereza Fonseca (orgs.). Cidadania e Inclusão Social: estudos em homenagem à Professora Miracy Barbosa de Sousa Gustin. Belo Horizonte: Editora Fórum. PIMENTA BUENO, José Antônio. Direito Público Brasileiro e Analyse da Constituição do Império. Rio de Janeiro: Villeneuve e C., PINTO, Cristiano Paixão Araújo. Modernidade, Tempo e Direito. Belo Horizonte: Del Rey, PRADO JR., Caio História Econômica do Brasil São Paulo: Brasiliense, PRADO JR., Caio. (1966), A Revolução Brasileira. São Paulo, Brasiliense. QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. O Messianismo no Brasil e no Mundo. São Paulo, Alfa-Ômega. QUEIROZ, Suely Robles Reis de Os Radicais da República: jacobinismo ideologia e ação São Paulo: Editora Brasiliense, REPOLÊS, Maria Fernanda Salcedo. A identidade do sujeito constitucional no Brasil: uma visita aos seus pressupostos histórico-teoréticos na passagem do Império para a República, da perspectiva da foram de atuação do guardião máximo da Constituição. In: Revista da Faculdade Mineira de Direito, Belo Horizonte, vol. 10, n. 20, p , 2º. sem REPOLÊS, Maria Fernanda Salcedo. Habermas e a Desobediência Civil. Belo Horizonte: Mandamentos, RIBEIRO, Darcy. Os brasileiros: teoria do Brasil. 9ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 1987, Livro I, ROCHA, João Cezar de Castro (org.). Nenhum Brasil Existe: Pequena Enciclopédia. Rio de Janeiro: TopBooks. ROCHA, Leonel Severo A democracia em Rui Barbosa: o projeto político liberal-racional Rio de Janeiro: Liber Juris, RODRIGUES, Leda Boechat História do Supremo Tribunal Federal - TOMO I / : defesa das liberdades civis. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, RODRIGUES, Lêda Boechat História do Supremo Tribunal Federal TOMO II / : defesa do federalismo. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, RODRIGUES, Lêda Boechat História do Supremo Tribunal Federal TOMO IIi / : doutrina brasileira do hábeas corpus. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, ROMERO, Sílvio. Ensaio de Filosofia do Direito. São Paulo: Editora Landy, ROSENFELD, Michel. A Identidade do Sujeito Constitucional. Tradução de Menelick de Carvalho Netto com Revisão técnica de Maria Fernanda Salcedo Repolês. Belo Horizonte: Mandamentos, SÁ, M. Auxiliadora F. de. (1974), Dos Velhos aos Novos Coronéis. Recife, Universidade Federal de Pernambuco. SALES, Campos. (1908), Da Propaganda à Presidência. São Paulo, s/e. SCATIMBURGO, João de História do Liberalismo no Brasil São Paulo: Ltr, SILVA, Hélio O Poder Civil. Porto Alegre: L&PM Editores, SOIHET, Rachel, et al. (org.). Mitos, projetos e práticas políticas: memória e historiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. SOMMER, Doris. Ficções da Fundação: os romances nacionais da América Latina. Belo Horizonte: Editora UFMG. 17

18 SOUZA, Jessé. A construção social da subcidadania: para uma sociologia política da modernidade periférica. Belo Horizonte: Editora UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ. SOUZA, Laura de Mello. Norma e Conflito: aspectos da história de Minas no século XVIII. Belo Horizonte: Editoria UFMG. SOUZA, Ricardo Luiz de. Identidade Nacional e Modernidade Brasileira: o diálogo entre Sílvio Romero, Euclides da Cunha, Câmara Cascudo e Gilberto Freyre. Belo Horizonte: Autêntica. TORRES, Alberto. A Organização Nacional. 2ª ed. São Paulo: Editora Nacional, URICOECHEA, Fernando. (1978), O Minotauro Imperial. A Burocratização do Estado Patrimonial Brasileiro no Século XIX. São Paulo, Difel. URUGUAI, Visconde do. Ensaio sobre o Direito Administrativo. Rio de Janeiro: vol. VENÂNCIO FILHO, Alberto. Das arcadas ao bacharelismo. 2ª ed. São Paulo:Perspectiva, VIANNA, Francisco José de Oliveira. (1920), Populações Meridionais do Brasil. Paulistas, Fluminenses, Mineiros. São Paulo, Monteiro Lobato e Cia. VIANNA, Francisco José de Oliveira. Instituições Políticas Brasileiras. Brasília: Senado Federal, VIANNA, Francisco José de Oliveira. O Idealismo da Constituição. São Paulo: Editora Nacional, VIANNA, Luiz Werneck (org). A Democracia e os Três Poderes no Brasil. Belo Horizonte: Editora UFMG, Rio de Janeiro: IUPERJ / FAPERJ, VIEIRA, José. (1980), A Cadeia Velha. Memória da Câmara dos Deputados, Brasília, Senado Federal. VIEIRA, Oscar Vilhena. Supremo Tribunal Federal: jurisprudência política. 2º ed. São Paulo: Malheiros, VILAÇA, Marcos Vinicius e ALBUQUERQUE, Roberto C. de. (1965), Coronel, Coronéis. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro. WOLKMER, Antonio Carlos História do Direito no Brasil. Rio de Janeiro: Forense, a. WOLKMER, Antonio Carlos. Fundamentos de História do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 2000 b. WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo Jurídico: fundamentos de uma nova cultura no Direito. São Paulo: Editora Alfa-ômega,

19 Versão curricular: 2009/1 Atividade: HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO Código: ECN052 Departamento: ECONOMIA (FACE) Carga horária total: 60 h/a Créditos: 04 Período: 2º Ementa História do Pensamento Econômico. História econômica brasileira e regional. Unidades de Ensino Introdução HISTÓRIA, ECONOMIA E HISTÓRIA ECONÔMICA Unidade I - HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL 1.1. Formações econômicas pré-capitalistas e a transição do feudalismo para o capitalismo Revoluções burguesas e a emergência do capitalismo industrial Formação de novas potências industriais e o alargamento do mercado mundial Crises econômicas e políticas e novo ciclo de expansão capitalista. Unidade II - HISTÓRIA ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA 2.1. Expansão comercial, colonialismo e revoluções de independência Transição para o capitalismo periférico Crise das economias coloniais e as contradições da modernização latino-americana. Unidade III - HISTÓRIA ECONÔMICA DO BRASIL 3.1. Entre a Colônia e o Império, entre a estruturação, apogeu e crise de economia mercantil escravista Início do processo de modernização e esgotamento de modelo primário-exportador Industrialização, mudança social e a persistência da dependência Crescimento, crise e estagnação sob o regime autoritário. Unidade IV - HISTÓRIA ECONÔMICA DE MINAS GERAIS 4.1. Economia do ouro, uma primeira transição e a formação de sistema econômico voltado para o mercado interno Nova transição, atraso relativo na passagem do século XIX para o XX e o primado da recuperação econômica politicamente orientada Industrialização sob a égide da conjunção de Estado, planejamento e capital estrangeiro e a inserção periférica de Minas no processo de integração do mercado interno nacional. Bibliografia básica Preferencialmente as edições mais recentes Unidades I. HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL e II. HISTÓRIA ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA ANDERSON, Perry. Passagens da Antiguidade ao Feudalismo. Porto: Edições Afrontamento, ANDERSON, Perry. Linhagens do Estado Absolutista. Porto: Edições Afrontamento, APTHEKER, Herbert. A Revolução Americana. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, APTHEKER, Herbert. Uma Nova História dos Estados Unidos: A Era Colonial. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, ARRIGHI, Giovanni. O Longo Século XX. Rio de Janeiro: Contraponto; São Paulo: Editora Unesp, ASHTON, T. S. A Revolução Industrial, Lisboa: Publicações Europa-América, BARAN, Paul A. e SWEEZY, Paul M. Capitalismo Monopolista: Ensaio Sobre a Ordem Econômica e Social Americana. Rio de Janeiro: Zahar Editores, BARRATT BROWN, Michael. A Economia Política do Imperialismo. Rio de Janeiro: Zahar Editores, BENAKOUCHE, Rabah. Acumulação Mundial e Dependência. Petrópolis: Editora Vozes,

20 BETHEL, Leslie (org.). História da América Latina. São Paulo: Edusp; Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, BRAGA, José Carlos de Souza. Alemanha: Império, Barbárie e Capitalismo Avançado. Em: FIORI, José Luís (organizador). Estados e Moedas no Desenvolvimento das Nações. Petrópolis, RJ: Vozes, BRAUDEL, Fernand. Civilização Material, Economia e Capitalismo. São Paulo: Martins Fontes, BRAUDEL, Fernand. O Mediterrâneo e o Mundo Mediterrânico na Época de Felipe II. Lisboa: Publicações Dom Quixote, BRAVERMAN, Harry. Trabalho e Capital Monopolista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, C.E.R.M Centre D Études et Recherches Marxistes. Sobre o Feudalismo. Lisboa: Editorial Estampa, CARDOSO, Ciro Flamarion e BRIGNOLI, Héctor Pérez. História Econômica da América Latina. Rio de Janeiro: Edições Graal, CARDOSO, Ciro Flamarion e BRIGNOLI, Héctor Pérez. Os Métodos da História: Introdução aos Problemas, Métodos e Técnicas da História Demográfica, Econômica e Social. Rio de Janeiro: Edições Graal, CARDOSO, Ciro Flamarion e VAINFAS, Ronaldo (orgs.). Domínios da História: Ensaios de Teoria e Metodologia. Rio de Janeiro: Campus, CARDOSO, Ciro Flamarion. O Trabalho Compulsório na Antiguidade. Rio de Janeiro: Edições Graal, CARR, Edward Hallet. A Revolução Russa de Lênin a Stalin ( ). Rio de Janeiro: Paz e Terra, CHAUNU, Pierre. História da América Latina. São Paulo: Difusão Européia do Livro, CONTE, Giuliano. Da Crise do Feudalismo ao Nascimento do Capitalismo. Lisboa: Editorial Presença, DEANE, Phyllis. A Revolução Industrial. Rio de Janeiro: Zahar Editores, DEYON, Pierre. O Mercantilismo. São Paulo: Editora Perspectiva, DOBB, Maurice. A Evolução do Capitalismo. Rio de Janeiro: Zahar Editores, DONGHI, Túlio Halperin. A Crise da Independência. Em: História da América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, FALCON, Francisco e MOURA, Gerson. A Formação do Mundo Contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora Campus, FERNANDES, Manuel Luís. Rússia: Do Capitalismo Tardio ao Socialismo Real. Em: FIORI, José Luís (organizador). Estados e Moedas no Desenvolvimento das Nações. Petrópolis, RJ: Vozes, FERRO, Marc. A Revolução Russa de São Paulo: Editora Perspectiva, FINLEY, M. I. A Economia Antiga. Porto: Edições Afrontamento, FOHLEN, Claude. América Anglo-Saxônica de 1815 à Atualidade. São Paulo: Pioneira Edusp, FURET, François e OZOUF, Mona. Dicionário Crítico da Revolução Francesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, FURET, François. Pensar a Revolução Francesa. Lisboa: Edições 70, GANSHOF, F. L. Que é o Feudalismo? Lisboa: Publicações Europa-América, GERSCHENKRON, Alexander. El Atraso Económico en su Perspectiva Histórica. Barcelona: Ariel, GODINHO, Vitorino Magalhães. Introdução à História Económica. Lisboa: Livros Horizonte. GUERREAU, Alain. O Feudalismo: Um Horizonte Teórico. Lisboa: Edições 70, HILL, Christopher. A Revolução Inglesa de Lisboa: Editorial Presença, HILL, Christopher. Lênin e a Revolução Russa. Rio de Janeiro: Zahar Editores, HILL, Christopher. O Mundo de Ponta-Cabeça: Idéias Radicais Durante a Revolução Inglesa de São Paulo: Companhia das Letras, HOBSBAWN, Eric. Historiadores e Economistas I e II. Em: Sobre História. São Paulo: Companhia das Letras, HOBSBAWN, Eric. A Era das Revoluções, Rio de Janeiro: Paz e Terra, HOBSBAWN, Eric. A Era do Capital, Rio de Janeiro: Paz e Terra, HOBSBAWN, Eric. A Era dos Impérios, Rio de Janeiro: Paz e Terra, HOBSBAWN, Eric. As Origens da Revolução Industrial. São Paulo: Global Editora, HOBSBAWN, Eric. Da Revolução Industrial Inglesa ao Imperialismo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, HOBSBAWN, Eric. Era dos Extremos: O Breve Século XX, São Paulo: Companhia das Letras, IGLESIAS, Francisco. A Revolução Industrial. São Paulo: Brasiliense,

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade Universitária Cora Coralina CURSO DE HISTÓRIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade Universitária Cora Coralina CURSO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA - CIDADE DE GOIÁS Curso: HISTÓRIA Disciplina: História Moderna Habilitação: LICENCIATURA Carga Horária Total: 64 h/a anuais 2 h/a semanais Carga Horária

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA Página: 1 Data de Criação: 12/08/2002 Período Início: 2002/02 Horas Aula Teórica: 68 Prática: 0 ExtraClasse: 0 Carga Horária:68 Número de Créditos: 4 Sistema de Aprovação: Aprovação por Média/Freqüência

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO.

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO. CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL MESTRADO DE CIÊNCIA POLÍTICA DISCIPLINA: FORMAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA DO BRASIL PROFESSOR: CLEBER DE DEUS CONSULTAS: A COMBINAR COM O PROFESSOR PERÍODO: 2008.1 E-mail:

Leia mais

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Disciplina: História da Administração Pública no Brasil Professor(es): Wallace Moraes Período: 2013/2 Horário: 3 e 5 feiras,

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre DISCIPLINA: Antropologia e Sociologia

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina Código Denominação Carga horária AT 1 AP 2 APS. Ementa (constante no PPP vigente)

PLANO DE ENSINO. Disciplina Código Denominação Carga horária AT 1 AP 2 APS. Ementa (constante no PPP vigente) PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO: 2009 ANO DO CURSO: 3º Curso: Ciências Econômicas - Modalidade: Bacharelado - Turno: Noturno Centro: Ciências Sociais Aplicadas Campus: Cascavel Disciplina Código Denominação

Leia mais

PLANO DE CURSO. *Obs: alguns textos podem ser alterados durante o curso.

PLANO DE CURSO. *Obs: alguns textos podem ser alterados durante o curso. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS, HUMANS, LETRAS E ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DISCIPLINA OPTATIVA: Tópicos Especiais em História Política: Trabalho, Política e Região

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Análise das diferentes abordagens historiográficas acerca da transição das sociedades medievais européias ao capitalismo. Formação do Antigo Regime e surgimento do paradigma do homem moderno:

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: HISTÓRIA DO DIREITO Código: DIR 162 CH Total: 30 h Pré-Requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Ementa. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2º Semestre 2006 ANO DO CURSO 1º ano

Ementa. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2º Semestre 2006 ANO DO CURSO 1º ano UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2º Semestre 2006 ANO DO CURSO 1º ano Curso: Ciências Econômicas Modalidade: Bacharelado Turno: Noturno

Leia mais

PLANO DE ENSINO. RECURSOS: Quadro, giz, referências bibliográficas, material digitado e data-show.

PLANO DE ENSINO. RECURSOS: Quadro, giz, referências bibliográficas, material digitado e data-show. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Licenciatura em História Disciplina: História Contemporânea I Semestre: 1º/2014 PLANO DE ENSINO EMENTA: Estudo das

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: SOCIOLOGIA DO DIREITO E ANTROPOLOGIA PROFESSOR: ANDRÉ FILIPE PEREIRA REID DOS SANTOS TURMA: º AM /

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Sociologia Código: ENGP-191 Pré-requisito: - Período Letivo:

Leia mais

Bibliografia: História do Brasil (divisão temática)

Bibliografia: História do Brasil (divisão temática) Bibliografia: História do Brasil (divisão temática) I: Formação cultural brasileira com relação ao trabalho Indicado por Jorge Luiz Souto Maior Última Atualização: 09/08/2015 BARBOSA, Alexandre de Freitas.

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II Código: DIR-369-b Pré-requisito: Direito Administrativo I Período

Leia mais

EDITAL 01/2012DH 2011.2 SELEÇÃO PARA MONITOR DE ENSINO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

EDITAL 01/2012DH 2011.2 SELEÇÃO PARA MONITOR DE ENSINO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA EDITAL 01/2012DH 2011.2 SELEÇÃO PARA MONITOR DE ENSINO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA A Direção do Departamento de História, no uso de suas atribuições, conferidas pela resolução CONSEPE 04/2001, torna público

Leia mais

HISTÓRIA DO BRASIL CONTEMPORÂNEO II

HISTÓRIA DO BRASIL CONTEMPORÂNEO II Pág. 1 Caracterização Curso: LICENCIATURA EM HISTÓRIA Ano/Semestre letivo: 01/1 Período/Série: 6 Turno: ( ) Matutino ( X ) Vespertino ( ) Noturno Carga horária semanal: 3h (4 aulas) Carga horária total:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO EMENTA: Novas tendências na produção, distribuição e consumo da comunicação com vertentes no jornalismo diante nova reconfiguração capitalista em um cenário neoliberal. AVALIAÇÃO: A avalição será feita

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA. CRÉDITOS: 04 (T-04 P-0 ) Cada Crédito corresponde a 15h/ aula

PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA. CRÉDITOS: 04 (T-04 P-0 ) Cada Crédito corresponde a 15h/ aula UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA CÓDIGO: IH

Leia mais

- As fontes para o estudo da História do Brasil. UNIDADE 1 : Portugal e a transição para a modernidade

- As fontes para o estudo da História do Brasil. UNIDADE 1 : Portugal e a transição para a modernidade Disciplina: História do Brasil Colonial Código HIS 124 Créditos 04 Carga Horária 60 Departamento História Ementa Essa disciplina tem como objetivo o estudo da América Lusa, perpassando sobre as discussões

Leia mais

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos Nome Curso s Amarelos Vermelhos Carlos Júnior Mestrado 4 Jogo 15 Rui Nascimento Mestrado Jerónimo Mestrado 1 Jogo 15 Pedro Francês Mestrado 1 Andre Figueiredo Mestrado 3 Jogo6 Artur Daniel Mestrado 2 João

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CIÊNCIAS HUMANAS 3º ANO FILOSOFIA FILOSOFIA NA HISTÓRIA

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico.

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico. DISCIPLINA: Introdução ao Estudo do Direito CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1 Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR101 1. EMENTA: Epistemologia jurídica. Norma Jurídica. Ordenamento Jurídico.

Leia mais

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Tópicos Especiais Carga Horária: 32 h/a 1- Ementa Estado moderno e Constitucionalismo.

Leia mais

Curso: Serviço Social

Curso: Serviço Social PLANO DE DISCIPLINA Curso: Serviço Social Coordenação: Naiara Magalhães Professor : Manoel Jaime Filho Disciplina: História da Formação Social e Econômica do Brasil Período: 1º Semestre/2014 Carga Horária:

Leia mais

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 12.1. Pessoa jurídica: atribuição de personalidade a um ente que se torna sujeito de direitos e obrigações. 12.2. Principais pessoas jurídicas: associações

Leia mais

Rui Barbosa e Carlos Laet: debates intelectuais dentro do campo católico

Rui Barbosa e Carlos Laet: debates intelectuais dentro do campo católico Proposta do artigo Rui Barbosa e Carlos Laet: debates intelectuais dentro do campo católico A primeira parte do trabalho buscará ilustrar os debates políticos e ideológicos de projeto de modernidade para

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 Componente Curricular: Sociologia Código: ENG - 000 Pré-requisito: ---- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

Direito Administrativo I

Direito Administrativo I Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Público Direito Administrativo I Carga Horária: 60 h/a 1- Ementa 1 Estado. 2 Poderes

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 DISCIPLINA: Ciência Política CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 1. EMENTA: Conceito de Ciência Política. Ciência Política e Teoria do Estado. Evolução

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS 1) IDENTIFICAÇÃO: Disciplina: Formação Territorial do Brasil Carga Horária: 60 h UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso:

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor Curso: Direito Período: 1º Ano: 2011/02 Disciplina: História e Institutos Jurídicos Carga Horária Semestral:

Leia mais

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS 2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS I DISCIPLINA Fundamentos do Direito e do Estado Contemporâneos II - PROFESSOR Francisco Cardozo Oliveira III - CARGA HORÁRIA/PERÍODO 30 horas aulas

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA 1) Sociologia II A Escola de Ciências Sociais / CPDOC da FGV-RJ informa a abertura de processo seletivo para a contratação de um professor horista para a disciplina

Leia mais

Centro Universitário Fundação Santo André Plano de Curso

Centro Universitário Fundação Santo André Plano de Curso Centro Universitário Fundação Santo André Plano de Curso Curso: Licenciatura Plena e Bacharelado em História Disciplina: História Contemporânea I Ano/2009. 3º B Carga Horário Anual: 144h/a Professora:

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários.

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários. CARGA HORÁRIA: 60 horas-aula Nº de Créditos: 04 (quatro) PERÍODO: 91.1 a 99.1 EMENTA: Visão panorâmica das literaturas produzidas em Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.2 Professor: Ana Paula

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO UNIDADE UNIVERSITÁRIA Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNESP CURSO DE Geografia HABILITAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL Departamento de Geografia -

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010.

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO COMUNICADO A MESA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA 1 Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA No equilíbrio entre as várias partes do livro, dei maior peso à fase que se inicia nos fins do século XIX e vai até

Leia mais

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 DISCIPLINA: Direitos Humanos CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 1. EMENTA: Origem e evolução histórica dos Direitos Humanos. Dignidade humana e os Direitos

Leia mais

Didática Especial de Filosofia

Didática Especial de Filosofia CENTRO DE TEOLOGIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA Prof.ª Rachel Nigro 2014-1 FIL1820 Didática Especial de Filosofia rachel.nigro@gmail.com CRÉDITOS: 4 / 60 horas 2 feira - L 516 4 feira -

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina POLÍTICAS SOCIAIS E DIREITO

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1 EDITAL Nº 30/2015 PREG: RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UFPI PRESENCIAL. EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre/Noturno DISCIPLINA: Ciência

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: SOCIOLOGIA Código: CTB - 111 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2013.1 Professor: Elton

Leia mais

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12 DV432 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Código: DV432 Carga horária: 90 Créditos: 06 Ajuste curricular - Resolução n.º 96/00- CEPE - Currículo Pleno - Curso bacharelado em Direito Ementa: As disciplinas

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 2656 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: FILOSOFIA DO DIREITO Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: MANHÃ Período: 9 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL 60 TEÓRICA

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 77.1 79.2 OBJETIVOS: Levar o aluno a conhecer e sistematizar o processo das técnicas e das formas, das técnicas e das principais concepções poéticas e ideológicas dos movimentos de vanguarda européia

Leia mais

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ ATA DA 7ª SESSÃO DE JULGAMENTO DO ANO DE 2015 DA 05ªTR, REALIZADA NO DIA 30/06/2015 ÀS 14:00 h QUANDO PUBLICADAS AS DECISÕES,

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

TÓPICO ESPECIAL: IMPÉRIOS IBÉRICOS NO ANTIGO REGIME

TÓPICO ESPECIAL: IMPÉRIOS IBÉRICOS NO ANTIGO REGIME TÓPICO ESPECIAL: IMPÉRIOS IBÉRICOS NO ANTIGO REGIME Optativa / Carga Horária: 60hs Ementa: O curso visa analisar a formação dos Impérios Ibéricos entre os séculos XV e XVIII, considerando-se a perspectiva

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

6. Referências Bibliográficas

6. Referências Bibliográficas 6. Referências Bibliográficas ARENDT, Hannah. A condição Humana. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 10ª edição/1ª reimpressão, 2001.. Entre o passado e o Futuro; Tradução Mauro W. Barbosa. São Paulo:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2009 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março GERAL 1 1 129 00817 Herculano Lopes do Nascimento 8 C.C. Matosinhos S 25 24 25 25 1 99 2 113 00540 Rodrigo Dourado Fernandes 10 C.T. S. Pedro de Rates S 25 25 24 25 0 99 3 88 00588 Carlos Augusto Torres

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade Universidade Estadual do Ceará UECE PROGRAMA DE DISCIPLINA 2012.

Governo do Estado do Ceará Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade Universidade Estadual do Ceará UECE PROGRAMA DE DISCIPLINA 2012. Governo do Estado do Ceará Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade Universidade Estadual do Ceará UECE Formação da Sociedade Brasileira 2012.2 PROGRAMA DE DISCIPLINA 2012.2 Professor: Francisco

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FILOSOFIA, SOCIOLOGIA E POLÍTICA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PLANO DE ENSINO. Semestre Letivo 2015 2º

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FILOSOFIA, SOCIOLOGIA E POLÍTICA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PLANO DE ENSINO. Semestre Letivo 2015 2º Professor(es) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FILOSOFIA, SOCIOLOGIA E POLÍTICA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2015 2º 1. IDENTIFICAÇÃO: Código: 1.1. Disciplina:

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1 HISTÓRIA

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1 HISTÓRIA EDITAL Nº 30/2015 PREG: RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UFPI PRESENCIAL. EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Tempo. Class. Tempo. Class. Tempo. Class. jdg. Projeção: SAO SALVADOR / S.C. RECIFE. Prova: 4X HB Hora: 09:15:00 Fase: Final. Projeção: E.C.

Tempo. Class. Tempo. Class. Tempo. Class. jdg. Projeção: SAO SALVADOR / S.C. RECIFE. Prova: 4X HB Hora: 09:15:00 Fase: Final. Projeção: E.C. Data: 6-0-0 Prova: X FC Hora: 09:00:00 SAO SALVADOR / S.C. RECIFE MARILENE SILVA BARBOSA ERIKA SANTINONI MARIA CECILIA ALMEIDA CARDOSO ILKA RIBEIRO GALANTE Prova: X HB Hora: 09::00 ERICO VINICIUS DE JESUS

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA EMENTA

PLANO DE DISCIPLINA EMENTA MEC/UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE DISCIPLINA DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo Lista de duplicatas de livros Mês: Junho/10 SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo X Autor: Humberto Theodoro Junior Título: Curso de

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco LEITURAS BRASILEIRAS I Professoras Angélica Madeira e Mariza Veloso Assistente: SS Ricardo Rizzo Introdução O curso visa ao conhecimento crítico

Leia mais

Relatório de Resultado por Curso 72,00 3,00 64,00 58,00 60,00 70,00 8,00 9,00 10,00 11,00 12,00 13,00

Relatório de Resultado por Curso 72,00 3,00 64,00 58,00 60,00 70,00 8,00 9,00 10,00 11,00 12,00 13,00 Av. Professor Mário Werneck, 25 Buritis 30 Belo Horizonte/MG 1º Vestibular e Exame de Seleção de 15 do IFMG Câmpus Avançado Piumhi Bacharelado em Engenharia Civil 2154 44 19995 4040 992 9 05 379 11513

Leia mais

Instituições Políticas Brasileiras

Instituições Políticas Brasileiras Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS Departamento de Ciência Política - Primeiro Semestre de 2011 Programa da Disciplina Prof. Dr. Paulo Sérgio Peres Aulas: Sextas, 18:30-21:30, Prédio 43324,

Leia mais

2ª SESSÃO: O Sistema Constitucional Brasileiro e o Direito Eleitoral.

2ª SESSÃO: O Sistema Constitucional Brasileiro e o Direito Eleitoral. Disciplina: INSTITUIÇÕES DO SISTEMA ELEITORAL E DEMOCRACIA Regente: Prof. Dr. Roberto Carvalho Veloso Carga horária: 60h Número de créditos: 04 Semestre letivo: 2013 1-Ementa: O Sistema Constitucional

Leia mais

FACULDADE ITAPURANGA - FAI

FACULDADE ITAPURANGA - FAI FACULDADE ITAPURANGA - FAI Curso Sequencial de Segurança Publica e Privada Matriz Curricular OPERAÇÃO DE SEGURANÇA PUBLICA E PRIVADA CRIMINALÍSTICA APLICADA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NOÇÕES DE DIREITO E

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL DISCIPLINA: Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do Serviço Social II e III ANO: 2006 LOCALIZAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2015 PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO EM HISTÓRIA O Programa de Pós-Graduação em História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade Federal de São Paulo,

Leia mais

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Colegiado de Direito Núcleo Docente Estruturante LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Calendário PARIPIRANGA 2016-1 1º PERÍODO Campo de Observação: Ingressos ao curso Obs.: Os professores de MTC e

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas Referências bibliográficas Gabriel Terra Pereira SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros PEREIRA, GT. A diplomacia da americanização de Salvador de Mendonça (1889-1898) [online]. São Paulo: Editora

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1

DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1 DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1 1.1. Sucessão. Compreensão do vocábulo. O direito das sucessões: em sentido amplo, a sucessão para o direito compreende a substituição do titular de um direito; uma

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: FUNDAMENTOS DE DIREITO PÚBLICO Código: ADM- 261 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Faculdade de História PLANO DE CURSO. História HISTÓRIA DO BRASIL REPÚBLICA IV: MODERNIZAÇÃO E CULTURA

Universidade Federal de Goiás Faculdade de História PLANO DE CURSO. História HISTÓRIA DO BRASIL REPÚBLICA IV: MODERNIZAÇÃO E CULTURA Universidade Federal de Goiás Faculdade de História PLANO DE CURSO CURSO: DISCIPLINA: PROFESSOR: História HISTÓRIA DO BRASIL REPÚBLICA IV: MODERNIZAÇÃO E CULTURA Elio Cantalicio Serpa ANO/SEMESTRE 2013-2

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA. Pós-Graduação em Gestão Pública

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA. Pós-Graduação em Gestão Pública Pós-Graduação em Gestão Pública Ouro Preto Janeiro de 2012 Curso: Especialização em Gestão Pública Público: Definido em convênio Modalidade: A distância Carga Horária: 360 horas Período de Oferecimento:

Leia mais

Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ. Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012

Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ. Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012 Página 1 de 6 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012 Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ PROVA DE MARCOS (Junior) 01 JUAN DA COSTA SOUZA IB EBENEZER EM STA LUZIA

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

Os precursores da Sociologia. Pressupostos teóricos e metodológicos do pensamento sociológico clássico.

Os precursores da Sociologia. Pressupostos teóricos e metodológicos do pensamento sociológico clássico. UFPE PROACAD DGA PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA PERÍODO LETIVO (ANO/ SEM): 2015/02 DEPARTAMENTO: SOCIOLOGIA DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CRÉD CÓDIGO NOME TEÓRICA PRÁTICA CS652 TEORIA SOCIOLÓGICA I 60h 0h TURMA

Leia mais

AMANDA COSTA DE MORAIS

AMANDA COSTA DE MORAIS O Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Administração da UFMG certifica que o(a) aluno(a) AMANDA COSTA DE MORAIS participou da 7ª Discussão Temática Diversidade e inovação: cultura empreendedora

Leia mais