FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO. Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO. Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2"

Transcrição

1 FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO TEORIA DA DEMOCRACIA Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2 Democracia Antiga e Moderna. A Democracia na Grécia e em Roma. Clássicos da Política e a Democracia: Maquiavel, Hobbes, Rousseau, Locke, Tocqueville. A Democracia Moderna. Revoluções Liberais Francesa, Inglesa e Americana: consagração de liberdade e igualdade. Fundamentos da Democracia no Estado de Direito: autonomia pública e autonomia privada (Habermas); comunidade de princípios (Dworkin). Estado Democrático de Direito. Democracia e Jurisdição. ARENDT, Hannah. Origens do Totalitarismo: anti-semitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Cia das Letras, p. BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco. A Interpretação Jurídica no Estado Democrático de Direito: contribuição a partir da teoria do discurso de Jürgen Habermas. In: CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo (coord.). Jurisdição e Hermenêutica Constitucional. Belo Horizonte: Mandamentos, 2004, p CARVALHO NETTO, Menelick de. A Hermenêutica Constitucional e os Desafios Postos aos Direitos Fundamentais. In: SAMPAIO, José A. Leite (org.). Jurisdição Constitucional e os Direitos Fundamentais, Belo Horizonte: Del Rey. CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo de Andrade. Direito Constitucional. Belo Horizonte: Mandamentos. DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. São Paulo: Martins Fontes, FIORAVANTI, Maurizio. Constitución: de la Antigüedad a Nuestros Días. Madrid: Trotta, p. HABERMAS, Jürgen. Facticidad y Validez: sobre el derecho y el estado democrático de derecho en términos de teoría del discurso. Madrid: Trotta, p. MOUFFE, Chantal. Pensando a Democracia Moderna com e contra Carl Schmitt. Cadernos da Escola do Legislativo, Belo Horizonte, n. 2, p. 9-20, jul./dez Disponível em: <www.alemg.gov.br/cadernosescol/caderno2/teoria.pdf>. Acesso em 25/05/2003. MÜLLER, Friedrich. Quem é o Povo: a questão fundamental da democracia. 2.ed. São Paulo: Max Limonad, p.

2 TEORIA DO DIREITO Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2 Razão teórica e razão prática: Aristóteles, Kant e as conseqüências dessa dualização. Direito e moral: os deveres como princípio da moral e a simultaneidade direitos-deveres como princípio do Direito. O imperativo ético do Direito. Os positivismos jurídicos. A apropriação da razão prática pelos positivismos A necessária crítica à idéia de moral corretiva. O problema da autonomia do Direito. Os princípios no Estado democrático de Direito: diferença entre razão pratica e mundo prático. ALEXY, Robert. Teoría de la argumentación jurídica. Madrid, CEC, ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco, Braísilia, UnB, CURI, Ivan Guérios. Estudos de Teoria Geral do Direito, Juruá ed., Curitiba, Virada de Copérnico. Reflexões em torno do pensamento de Castanheira Neves, Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, n., CASTANHEIRA NEVES, António. Questão-de-facto/questão-de-direito ou o problema metodológico da juridicidade (ensaio de uma reposição crítica), vol. I: A crise, Coimbra, Livraria Almedina, Metodologia Jurídica. Coimbra: Coimbra Editora, Coordenadas de uma reflexão sobre o problema universal do direito ou as condições da emergência do direito como direito, in DIGESTA, Escritos acerca do Direito, do pensamento jurídico, da sua metodologia e outros. Coimbra: Coimbra Editora, DWORKIN, Ronald. O Império do direito. São Paulo: Martins Fontes, HÄBERMAS, Jürgen, Direito e Democracia: entre factidade e validade. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, HART, Herbert L. A. O conceito de direito. 2ª ed. Tad. A. Ribeiro Mendes. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, KANT, Immanuel, Crítica da razão prática. Lisboa: Edições 70, Crítica da razão pura. 2 ed. Lisboa: Fundação Clouste Gulbenkian, KELSEN, Hans. Teoria pura do direito. São Paulo: Martins Fontes, STRECK, Lenio Luiz. Hermenêutica e Applicatio jurídica: a concreta realização normativa do Direito como superação da interpretação jurídico-metafísico-objetificante. Boletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Studia Iuridica, nº 90, Coimbra editora, Coimbra, 2007.

3 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2 Teoria da Constituição. Estatuto da Teoria da Constituição: Carl Schmitt, Konrad Hesse, Smend, Laband, Ferdinand Lassale e Hans Kelsen. Paradigmas constitucionais e conceito de Constituição. Tipologia constitucional. Ontologia das Constituições escritas. Ciclos e fases do constitucionalismo. Natureza e aplicabilidade das normas constitucionais. Poder Constituinte. A Constituição. Conceito. Tipologia. O sistema constitucional. Teoria da Norma Constitucional. Hermenêutica Constitucional. Supremacia da Constituição. Evolução Constitucional do Brasil. Fiscalização da Constitucionalidade das Leis. BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco. Controle Concentrado de Constitucionalidade: o Guardião da Constituição no embate entre Hans Kelsen e Carl Schmitt. Revista de Informação Legislativa, Brasília, n. 164, p , Disponível em: <http://www2.senado.gov.br/bdsf/bitstream/id/1009/4/r pdf>.. Ingeborg Maus e o Judiciário como Superego da Sociedade. Revista CEJ, Brasília, v. 30, p , Disponível em: < Anti-Semitismo, Tolerância e Valores: anotações sobre o papel do Judiciário e a questão da intolerância a partir do voto do Ministro Celso de Mello no HC Revista dos Tribunais, São Paulo, v. 847, p , maio O Direito e as Formas de Integração Social desde a Teoria do Discurso de J. Habermas: pequeno estudo do Capítulo I de Facticidade e Validade. Revista da Faculdade Mineira de Direito, Belo Horizonte, v.18, p. 7-21, CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito Constitucional. Lisboa: Almedina, DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. São Paulo: Martins Fontes, FIORAVANTI, Maurizio. Constitución: de la Antigüedad a Nuestros Días. Madrid: Trotta, p. HABERMAS, Jürgen. Facticidad y Validez: sobre el derecho y el estado democrático de derecho en términos de teoría del discurso. Madrid: Trotta, 1998a. 689p. LOEWENSTEIN, Karl. Teoría de la constitución. Barcelona, Editorial Ariel, MÜLLER, Friedrich. Quem é o Povo: a questão fundamental da democracia. 2.ed. São Paulo: Max Limonad, p. SAMPAIO, José A. Leite (coord.). Crise e Desafios da Constituição. Belo Horizonte: Del Rey.. (org.), Jurisdição Constitucional e os Direitos Fundamentais. Belo Horizonte: Del Rey.. (coord.). Quinze Anos de Constituição. Belo Horizonte: Del Rey.

4 TEORIA DA INTERPRETAÇÃO E DA DECISÃO JURÍDICA Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2 Interpretação, compreensão e decisão jurídica. Linguagem, técnica e forma de decisão. O recurso à moral em Robert Alexy. Princípios e regras em Ronald Dworkin e Neil MacCormick. Interpretação, compreensão e a (única) decisão correta na filosofia hermenêutica (Martin Heidegger, Gadamer, Lenio Streck). Sistema e problema de referência em Castanheira Neves. Condições ideais de discussão, discursos de justificação e discursos de aplicação em Klaus Günther e Jürgen Habermas. Sentido e escritura: interpretação e argumentação jurídica em Niklas Luhmann. ALEXY, Robert. Teoria da argumentação jurídica: a teoria do discurso racional como teoria da justificação jurídica. Trad. Zilda Hutchinson Schild Silva. São Paulo: Landy, CASTANHEIRA NEVES, António. Interpretação jurídica. In:. Digesta: escritos acerca do direito, do pensamento jurídico, da sua metodologia e outros. Coimbra: Coimbra Editora, Vol. 2. DWORKIN, Ronald. Levando os direitos a sério. Trad. Nelson Boeira. São Paulo: Martins Fontes, GÜNTHER, Klaus. Teoria da argumentação no direito e na moral: justificação e aplicação. Trad. Claudio Molz. São Paulo: Landy, HABERMAS, Jürgen. Direito e democracia: entre faticidade e validade. 2ª ed. Trad. Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003, Vol. I. HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. Parte I. 14ª ed. Trad. Márcia Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis: Vozes; São Paulo: Universidade de São Francisco, LUHMANN, Niklas. El derecho de la sociedad. 2. ed. Trad. Javier Torres Nafarrate, Brunhilde Erker, Silvia Pappe e Luis Flipe Segura. Ciudad de México: Herder; Universidad Iberoamericana, MacCORMICK, Neil. Argumentação jurídica e teoria do direito. Trad. Waldéa Barcelos. São Paulo: Martins Fontes, SIMIONI, Rafael Lazzarotto. Direito e racionalidade comunicativa: a teoria discursiva do direito no pensamento de Jürgen Habermas. Curitiba: Juruá, STRECK, Lenio Luiz. Verdade e consenso: Constituição, Hermenêutica e Teorias Discursivas. 2ª ed. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, Hermenêutica Jurídica e(m) Crise. 8ª edição. Porto Alegre, Livraria do Advogado, 2008.

5 METODOLOGIA E ANÁLISE DO DISCURSO JURÍDICO Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 e 2 Epistemologia e análise do discurso: diferenças e similitudes. Pressupostos, método e procedimentos de análise de discurso (AD). A especificidade da análise do discurso. Condições de produção do discurso. A noção de sujeito na análise do discurso. Heterogeneidade discursiva. Intertextualidade e interdiscursividade. O discurso como o local em que língua e ideologia se encontram. CAPELLA, Juan Ramón. Elementos de análisis jurídico. Madrid: Trota, ECO, Humberto. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 6ª ed. São Paulo: Loyola: HAROCHE. Claudine. Fazer dizer, querer dizer. São Paulo: Hucitec, LAGAZZI-RODRIGUES, Suzi. O desafio de dizer não. Campinas, SP: Pontes, ORLANDI, Eni Puccinelli. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 4ª ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes, Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas, SP: Pontes, PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 2ª ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, O discurso: estrutura e acontecimento. Campinas, SP: Pontes, PIERRE, Achard et al. Papel da memória. Campinas, SP: Pontes, WARAT, Luis Alberto; ROCHA, Leonel Severo. O direito e sua linguagem. Porto Alegre, Sergio Fabris, 1999.

6 JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 A Constitucionalização do Direito. História da jurisdição constitucional no mundo e no Brasil. Jurisdição Constitucional e Processo Constitucional. Controle de Constitucionalidade. A Constituição de 1988 e os Recursos Extraordinários. Aspectos relevantes da interpretação constitucional. BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco. A Interpretação Jurídica no Estado Democrático de Direito: contribuição a partir da teoria do discurso de Jürgen Habermas. In: CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo (coord.). Jurisdição e Hermenêutica Constitucional. Belo Horizonte: Mandamentos, 2004, p Controle Concentrado de Constitucionalidade: o Guardião da Constituição no embate entre Hans Kelsen e Carl Schmitt. Revista de Informação Legislativa, Brasília, n. 164, p , Constituição e Processo: a decisão em sede de controle de constitucionalidade vista a partir da constitucionalização do processo. Revista Brasileira de Direito Constitucional, São Paulo, v. 7, p , BRASIL. SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Relatório de Atividades Biênio Brasília: Secretaria do Tribunal/Assessoria de Gestão Estratégica, abril, CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo de Andrade. Devido Processo Legislativo: uma justificação democrática do controle jurisdicional de constitucionalidade das leis e do processo legislativo. Belo Horizonte: Mandamentos.. Direito Processual Constitucional. Belo Horizonte: Mandamentos, DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. São Paulo: Martins Fontes, GÜNTHER, Klaus. Uma Concepção Normativa de Coerência para uma Teoria Discursiva da Argumentação Jurídica. Cadernos de Filosofia Alemã, São Paulo, n. 6, p , HABERMAS, Jürgen. Facticidad y Validez: sobre el derecho y el estado democrático de derecho en términos de teoría del discurso". Madrid: Trotta, MENDES. Gilmar Ferreira. Jurisdição constitucional: o controle abstrato das normas no Brasil e na Alemanha. São Paulo, Saraiva, 2ª Ed., STRECK, Lenio Luiz. Jurisdição constitucional e hermenêutica. Uma nova crítica do direito. 2ª ed. Rio de Janeiro, Forense, VIANNA, Luiz Werneck (org.). A Democracia e os Três Poderes. 1ª reimpr., Belo Horizonte: UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ/FAPERJ, 2003.

7 ESTADO E ADMINISTRAÇÃO Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 Sociedade moderna, pós-modernidade e crises do Estado. O Estado como esfera pública de mediação da fronteira entre mundo vivido e poder administrativo burocrático (Jürgen Habermas). Estado e administração como organização do sistema político (Niklas Luhmann). Constitucionalismo societário sem Estado (Günther Teubner). Estado, administração e transnacionalidade. Administração pública e risco. AGAMBEN, Giorgio. Estado de Exceção. São Paulo: Boitempo BECK, Ulrich. La sociedad del riesgo: hacia una nueva modernidad. Trad. Jorge Navarro, Daniel Jiménez e Maria Rosa Borrás. Barcelona: Paidós, BERCOVICI, Gilberto. Desigualdades Regionais, Estado e Constituição. São Paulo: Max Limonad, GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. Trad. Raul Fiker. São Paulo: Unesp, HABERMAS, Jürgen. La constelación posnacional: ensayos políticos. Trad. Pere Fabra Abat. Barcelona: Paidós, LUHMANN, Niklas. El derecho de la sociedad. 2. ed. Trad. Javier Torres Nafarrate, Brunhilde Erker, Silvia Pappe e Luis Flipe Segura. Ciudad de México: Herder; Universidad Iberoamericana, Sociologia del rischio. Trad. Giancarlo Corsi. Milano: Bruno Mondadori, MORAIS, José Luiz Bolzan de. As Crises do Estado e da Constituição e a Transformação Espacial dos Direitos Humanos. Porto Alegre: Livraria do Advogado, ROCHA, Leonel Severo. Epistemologia jurídica e democracia. São Leopoldo: Unisinos, SIMIONI, Rafael Lazzarotto. Direito e racionalidade comunicativa: a teoria discursiva do direito no pensamento de Jürgen Habermas. Curitiba: Juruá, TEUBNER, Günther. Global Bukowina: legal pluralism in the world society. In: law without a State. Brookfield: Darthmouth, 1997, p (org.). Global

8 CONSTITUIÇÃO E RELAÇÕES ECONÔMICAS Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 Estado, Direito e Economia: uma complexa abordagem interdisciplinar. Novos parâmetros de intervenção do Estado na economia e na sociedade em geral. Intervenção do Estado: o papel do lucro, da propriedade e as possibilidades da construção de uma sociedade justa e solidária. Estudo dos demais dispositivos que tratam da intervenção estatal. BERCOVICI, Gilberto. Constituição econômica e desenvolvimento: uma leitura a partir da Constituição de São Paulo: Malheiros, COMPARATO, Fábio Konder. O indispensável direito econômico. Revista dos Tribunais, v. 353, p , FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Direito constitucional econômico. São Paulo: Saraiva, FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 34. ed. São Paulo: Companhia das Letras, GRAU, Eros Roberto. A ordem econômica na Constituição de 1988 (interpretação e crítica). 13. ed. São Paulo: Malheiros, MOREIRA, Vital. Economia e constituição. Coimbra: Coimbra, NUNES, Antonio José Avelãs. Uma introdução à economia política. São Paulo: Quartier Latin, SOUZA, Washington Peluso Albino de. Teoria da constituição econômica. Belo Horizonte: Del Rey, TAVARES, André Ramos. Direito constitucional econômico. 2. ed. São Paulo: Método, ZYLDERSTAJM, Décio; STAJM, Rachel. Direito e economia: análise econômica do direito das organizações. São Paulo: Campus, 2005.

9 HORIZONTALIZAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 1 Evolução dos direitos fundamentais. Dimensões e não gerações. Direitos fundamentais e Estado. A publicização do direito privado. Recepção e reflexos no direito brasileiro: a horizontalização. A questão dos princípios e o problema da autonomia-normatividade do direito. Reflexos nos diversos institutos e conceitos jurídicos. A constitucionalização do direito civil. BITTAR, Carlos Alberto (Coord.). O Direito de Família e a Constituição de São Paulo: Saraiva, BODIN de MORAES, Maria Celina (Org.). Princípios do Direito Civil Contemporâneo. Rio de Janeiro: Renovar, CANARIS, Clauss-Wilhelm. Direitos fundamentais e direito privado. Trad. Ingo Sarlet e Paulo Mota Pinto. Lisboa: Almedina, DUGUIT, León. Fundamentos do Direito. Porto Alegre: Sergio Antônio Fabris, FACHIN, Luiz Edson. Da Paternidade: Relação biológica e afetiva. Belo Horizonte: Del Rey, FONSECA, R. M. A cultura jurídica brasileira e a questão da codificação civil no século XIX. Revista da Faculdade de Direito. Universidade Federal do Paraná, v. 44, p , 2006 ; SEELAENDER, Airton (Orgs.). História do direito em perspectiva: do antigo regime à modernidade. Curitiba: Juruá, SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais. 9ª ed., Porto Alegre: Livraria do Advogado, TEPEDINO, Gustavo. Direitos humanos e relações jurídicas privadas. In: civil. Rio de Janeiro: Renovar, Temas de direito. Premissas metodológicas para a constitucionalização do direito civil. In: Temas de direito civil. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

10 GARANTIAS PENAIS-PROCESSUAIS DA CIDADANIA Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 2 Garantias processuais no Estado Democrático de Direito. Os sistemas inquisitivo e acusatório. A opção democrática pelo sistema acusatório. Os princípios penais e processuais penais. Proteção dos direitos fundamentais: o problema da proibição de excesso e a proibição de proteção insuficiente. O papel do direito penal. Mandados de criminalização. Políticas criminais no Brasil. BARROS, F. M.. A participação da vítima no processo penal. 1. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, v p. CASTILHO, Ela Wolkmer de. O controle penal dos crimes contra o sistema financeiro nacional. Belo Horizonte, Del Rey, CURI, Ivan Guérios. O direito penal revisitado pela filosofia. Estudos em homenagem ao Prof. Dr. Antonio Castanheira Neves. Coimbra: Coimbra Editora Ltda., 2007, v., p CURI, I. G.. Introdução à Teoria da Norma Penal - Capítulo IV. Direito Penal Acadêmico - Parte Geral. 1ª ed. Rio de Janeiro: De Andréa & Morgado Editores, 2008, v. 01, p DIAS, Figueiredo. Direito Penal, parte geral. I, 2ª ed., Coimbra Ed.,. Coimbra, FERREIRA DA CUNHA, Maria da Conceição. Constituição e Crime: uma perspectiva da Criominzalização e da Descriminalização. Porto, Universidade Católica Portuguesa, NUNES, Dierle José Coelho. Processo Jurisdicional democrático: uma análise crítica das reformas processuais. 1. ed. Curitiba: Juruá Editora, v p. OLIVEIRA, Luciano. Segurança:um direito humano para ser levado a sério. In Anuário dos Cursos de Pós-Graduação em Direito n. 11. Recife, POLIDO, Bernal. El principio de la proprociobnalidad y los derechos fundamentales. Madrid, CEPC, ROXIN, Claus. Derecho Penal. Parte General. Madrid, Civitas, SARLET, Ingo Wolfgang. Constituição e proporcionalidade: o direito penal e os direitos fudadamentais entre proibição de excesso e de insuficiencia. In: Revista de Estudos Criminais n. 12, ano 3. Sapucaia do Sul, Ed. Notadez, 2003.

11 ORDEM SOCIAL E NOVOS SUJEITOS Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 2 O Estado Democrático de Direito e a revolução copernicana do direito público: novos direitos e novos sujeitos. O público e o privado na nova ordem social. A Constituição Federal, em especial, o art. 3º. A jurisdição e o papel dos novos sujeitos sociais. Ações coletivas. Legitimidade. Abertura democrática da sociedade. BAKER, Gideon. Civil society and democratic theory: alternative voices. Londres: Routledge, BOBBIO, Norberto. Conceito de sociedade civil. Trad. Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Graal, COHEN, Jean; ARATO, Andrew. Civil society and political theory. Boston: MIT, FARIA, José Eduardo. Direitos Humanos, direitos sociais e justiça. São Paulo: Malheiros, LAFER, C. A Reconstrução dos Direitos Humanos: um diálogo com o pensamento de Hannah Arendt. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, LOPES, José Reinaldo de Lima. Direito e transformação social: ensaio interdisciplinar das mudanças no direito. Belo Horizonte: Nova Alvorada, RANIERI, Nina Beatriz Stocco. Estado e nação: novas relações. Política Externa. São Paulo. v.13. n.1. p jun./ago SUORDEM, Fernando Paulo da Silva. O princípio da separação de poderes e os novos movimentos sociais: a administração pública no Estado moderno: entre as exigências de liberdade e organização. Coimbra: Almedina, TALLES, Carlos Alberto de (Org.). Processo Civil e Interesse Público: o processo como instrumento de defesa social. São Paulo: Revista dos Tribunais, VIVAS, Marcelo Dayrell. Ações Constitucionais e o Supremo Tribunal Federal: análise da efetividade dos instrumentos processuais de proteção aos direitos humanos previstos na Constituição Federal de In: AMARAL JUNIOR, Alberto; JUBILUT, Liliana Lyra. O STF e o Direito Internacional dos Direitos Humanos. São Paulo: Quartier Latin, 2009.

12 CONSTITUIÇÃO, SOBERANIA E GLOBALIZAÇÃO Carga horária: 45 Número de créditos: 3 Linhas 2 Estado moderno, soberania, Constituição e relações Internacionais. Evolução do Estado e a soberania: do absolutismo ao Estado Democrático de Direito. Globalização e Heterarquia. Soft Law. Princípios constitucionais das relações internacionais. Relativização do conceito de soberania. Integração regional e soberania. Globalização e Integração regional. A relação da ideia de globalização. Direito Internacional, soberania e globalização. Transconstitucionalismo. Constitucionalismo de níveis múltiplos. Suspensão de Direitos. Estado de Exceção. AGAMBEN, Giorgio. Estado de exceção. Boitempo Editorial, 2004; AVELÃS NUNES, A. J. A Constituição Europeia: a constitucionalização do neoliberalismo. São Paulo: RT; Coimbra: Coimbra, AXTMANN, Roland. The State of the State: the model of the modern State and its contemporary transformation. International Political Science Review, London, v. 25, n. 3, p , BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: J. Zahar Ed., Globalização: as conseqüências humanas. Trad. Marcus Penchel. Rio de Janeiro: J. Zahar Ed., BERCOVICI, Gilberto. Soberania e constituição: para uma crítica do constitucionalismo. São Paulo: Quartier Latin, Constituição e estado de exceção permanente:atualidade de Weimar. Azougue Editoral, CANOTILHO, José Joaquim Gomes. "Brancosos" e interconstitucionalidade: itinerários dos discursos sobre a historicidade constitucional. Almedina, CELLI JUNIOR, U. A Constituição, o Parlamento e a política externa brasileira. Meridiano 47 Jul-Ago. N.36/ DELMAS-MARTY, Mireille. Três Desafios para um Direito Mundial. Tradução Fauzi Hassan Choukr. Rio de Janeiro: Editora Lumen Juris, DWORKIN, Ronald. A New Philosophy for International Law. Philosophy & Public Affairs, 41: FERRAJOLI, Luigi. A soberania no mundo moderno. Trad. Carlo Coccioli et alli. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

13 LEWANDOWSKI, Enrique Ricardo. Globalização, regionalização e soberania. São Paulo: Ed. Juarez de Oliveira, KOSKENNIEMI, M. What use for sovereignty today? Asian Journal of International Law. Vol KRASNER, Stephen D. Rethinking the sovereign state model. Review of International Studies Vol. 27, no NEVES, Marcelo. Transconstitucionalismo. São Paulo: Martins Fontes, ROCHA, Leonel Severo. O Direito na forma de sociedade globalizada. In: Epistemologia Jurídica e Decisão. 2a Ed. São Leopoldo: Editora UNISINOS, TEUBNER, Gunther. The King s Many Bodies: The Self-Deconctruction of Law s Hierarchy. Law and Society Review, Volume 31. Number p

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 DISCIPLINA: Direitos Humanos CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 1. EMENTA: Origem e evolução histórica dos Direitos Humanos. Dignidade humana e os Direitos

Leia mais

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Tópicos Especiais Carga Horária: 32 h/a 1- Ementa Estado moderno e Constitucionalismo.

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ALEXY, Robert. El concepto y la validez del derecho. Barcelona: Gedisa, 1997. ALEXY, Robert. Teoria de los derechos fundamentales. Tradução de Ernesto Garzón Valdés. Madrid:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho EMENTA: Sistema Constitucional. Interpretação Jurídica. Métodos e princípios

Leia mais

Ementa aulas dia 28.04.2015 e 05.05.2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL

Ementa aulas dia 28.04.2015 e 05.05.2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL Ementa aulas dia 28.04.2015 e 05.05.2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL Tema: Contratos Regulados Professor: Gabriel Schulman (gabriel@schulman.com.br)

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Estudo e compreensão dos Direitos Fundamentais a partir de uma Teoria Geral da efetividade dos Direitos Humanos.

2. OBJETIVO GERAL Estudo e compreensão dos Direitos Fundamentais a partir de uma Teoria Geral da efetividade dos Direitos Humanos. DISCIPLINA: Direitos Fundamentais CH Total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 3º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR117 1. EMENTA: Teoria dos Direitos Fundamentais. Conceito de Direitos Fundamentais.

Leia mais

13 QUEIROZ, P. Direito penal: introdução crítica. São Paulo: Saraiva, 2001. 14. Direito penal: parte geral. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p.

13 QUEIROZ, P. Direito penal: introdução crítica. São Paulo: Saraiva, 2001. 14. Direito penal: parte geral. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 6 Referências bibliográficas 1 FALCONI, R. Lineamentos de direito penal. 2. ed. São Paulo: Cone, 1997. p. 23-43. 2 MACHADO, H. B. Estudos de direito penal tributário. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 3 MACHADO,

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: 1. Teoria da Constituição. 2. O novo constitucionalismo. 3. O estudo da teoria e da tipologia da Constituição. 4. O Poder Constituinte: a gênese constitucional. 5. Norma Constitucional. Hermenêutica

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Direito Processual Penal (Ritos) Carga Horária: 28 H/A 1 -Ementa A atual

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965 DISCIPLINA: Teoria da Constituição PROFESSORA: Dra. Lílian Márcia Balmant Emerique EMENTA: Teoria constitucional. Teoria do Poder Constituinte. Mutação constitucional. Eficácia e aplicabilidade das normas

Leia mais

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS 2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS I DISCIPLINA Fundamentos do Direito e do Estado Contemporâneos II - PROFESSOR Francisco Cardozo Oliveira III - CARGA HORÁRIA/PERÍODO 30 horas aulas

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/02 DISCIPLINA: DIREITOS E GARANTIAS CONSTITUCIONAIS PROFESSOR: DAURY CESAR FABRIZ TURMA: OFERTA

Leia mais

O INIMIGO ESTRANGEIRO: A DIRETIVA DO RETORNO À LUZ DOS FUNDAMENTOS DA INTERNACIONALIZAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS

O INIMIGO ESTRANGEIRO: A DIRETIVA DO RETORNO À LUZ DOS FUNDAMENTOS DA INTERNACIONALIZAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS 206 IV Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS O INIMIGO ESTRANGEIRO: A DIRETIVA DO RETORNO À LUZ DOS FUNDAMENTOS DA INTERNACIONALIZAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS ISIS HOCHMANN DE FREITAS, Prof. Dr. Luciano

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 2656 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: FILOSOFIA DO DIREITO Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: MANHÃ Período: 9 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL 60 TEÓRICA

Leia mais

DIREITO FUNDAMENTAL NÃO-CUMULATIVIDADE NOS TRIBUTOS SOBRE CONSUMO. Túlio Marcantônio Ramos Filho, Paulo Caliendo Velloso da Silveira.

DIREITO FUNDAMENTAL NÃO-CUMULATIVIDADE NOS TRIBUTOS SOBRE CONSUMO. Túlio Marcantônio Ramos Filho, Paulo Caliendo Velloso da Silveira. DIREITO FUNDAMENTAL NÃO-CUMULATIVIDADE NOS TRIBUTOS SOBRE CONSUMO Túlio Marcantônio Ramos Filho, Paulo Caliendo Velloso da Silveira. Mestrando em Direito, Faculdade de Direito, PUC/RS. Introdução Trata-se

Leia mais

Ementas das disciplinas do 3º período

Ementas das disciplinas do 3º período 1 Disciplina: Direito Empresarial I (Teoria Geral) C/H: 080 H/A Teoria Geral. O Direito Comercial. Evolução Histórica. Fontes. Atividade empresarial. Regime Jurídico da livre iniciativa. Registro de empresa.

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO PLANO DE CURSO 1. Identificação Disciplina: Filosofia Geral e do Direito

Leia mais

ABELHA, Marcelo. Ação civil pública e meio ambiente. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

ABELHA, Marcelo. Ação civil pública e meio ambiente. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003. Ementa: Bem jurídico ambiental e aspectos do Meio Ambiente. Meio ambiente e legislação; Fundamentos constitucionais da proteção do ambiente; Política Nacional do Meio Ambiente; Sistema Nacional do Meio

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Regime Jurídico dos Recursos Minerais Tópicos em Direito Constitucional Carga Horária: 28 h/a 1 - Ementa Poder Constituinte e a Constituição

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico.

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico. DISCIPLINA: Introdução ao Estudo do Direito CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1 Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR101 1. EMENTA: Epistemologia jurídica. Norma Jurídica. Ordenamento Jurídico.

Leia mais

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12 DV432 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Código: DV432 Carga horária: 90 Créditos: 06 Ajuste curricular - Resolução n.º 96/00- CEPE - Currículo Pleno - Curso bacharelado em Direito Ementa: As disciplinas

Leia mais

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Colegiado de Direito Núcleo Docente Estruturante LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Calendário PARIPIRANGA 2016-1 1º PERÍODO Campo de Observação: Ingressos ao curso Obs.: Os professores de MTC e

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965 DISCIPLINA: Direito Internacional dos Direitos Humanos PROFESSOR: Dr. Antonio Celso Alves Pereira EMENTA: Formação, autonomia e consolidação do Direito Internacional dos Direitos Humanos. A Carta Internacional

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 e Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 Nome da Disciplina DIREITOS HUMANOS Curso DIREITO D- 30 DIREITO CONSTITUCIONAL III (MATRIZ 2008/01) D- 32 DIREITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

UNICURITIBA CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA PROGRAMA stricto sensu DE MESTRADO EM DIREITO. Ética, direitos fundamentais e responsabilidade social

UNICURITIBA CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA PROGRAMA stricto sensu DE MESTRADO EM DIREITO. Ética, direitos fundamentais e responsabilidade social UNICURITIBA CENTRO UNIVERSITÁRIO CURITIBA PROGRAMA stricto sensu DE MESTRADO EM DIREITO Ética, direitos fundamentais e responsabilidade social CURITIBA PR 2010-2011 Título do Projeto de Pesquisa: Ética,

Leia mais

Ementas das disciplinas do 4º período. DISICIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL II (SOC. EMPRESARIAIS) C/H: 80h/a

Ementas das disciplinas do 4º período. DISICIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL II (SOC. EMPRESARIAIS) C/H: 80h/a 1 DISICIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL II (SOC. EMPRESARIAIS) C/H: 80h/a Teoria geral do direito societário. Sociedade empresária. Constituição das sociedades contratuais. Sociedades contratuais menores. Sociedade

Leia mais

2ª SESSÃO: O Sistema Constitucional Brasileiro e o Direito Eleitoral.

2ª SESSÃO: O Sistema Constitucional Brasileiro e o Direito Eleitoral. Disciplina: INSTITUIÇÕES DO SISTEMA ELEITORAL E DEMOCRACIA Regente: Prof. Dr. Roberto Carvalho Veloso Carga horária: 60h Número de créditos: 04 Semestre letivo: 2013 1-Ementa: O Sistema Constitucional

Leia mais

UNICURITIBA FACULDADE DE DIREITO MESTRADO EM DIREITO FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS

UNICURITIBA FACULDADE DE DIREITO MESTRADO EM DIREITO FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS UNICURITIBA FACULDADE DE DIREITO MESTRADO EM DIREITO I DISCIPLINA FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS II - PROFESSOR Francisco Cardozo Oliveira III - CARGA HORÁRIA/PERÍODO 2.º Semestre 2011-30

Leia mais

LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br

LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br I. DADOS PESSOAIS - Data de nascimento: 11 de março de 1958 - Nacionalidade: Brasileiro - Naturalidade: Vassouras, RJ - Filiação: Roberto Bernardes Barroso

Leia mais

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 DISCIPLINA: Ciência Política CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 1. EMENTA: Conceito de Ciência Política. Ciência Política e Teoria do Estado. Evolução

Leia mais

EDITAL Nº 5, DE 7 DE MARÇO DE 2014 COMISSÃO ESPECIAL FACULDADE DE DIREITO SELEÇÃO DE CANDIDATOS A PROFESSOR SUBSTITUTO

EDITAL Nº 5, DE 7 DE MARÇO DE 2014 COMISSÃO ESPECIAL FACULDADE DE DIREITO SELEÇÃO DE CANDIDATOS A PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL Nº 5, DE 7 DE MARÇO DE 2014 COMISSÃO ESPECIAL FACULDADE DE DIREITO SELEÇÃO DE CANDIDATOS A PROFESSOR SUBSTITUTO A COMISSÃO ESPECIAL DA FACULDADE DE DIREITO FADIR, instituída pela Instrução de Serviço

Leia mais

DIREITO PENAL EMPRESARIAL (ECONÔMICO)

DIREITO PENAL EMPRESARIAL (ECONÔMICO) Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Empresarial DIREITO PENAL EMPRESARIAL (ECONÔMICO) Carga Horária: 20 1- Ementa Direito

Leia mais

Estado e Cidadania. O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil

Estado e Cidadania. O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil Estado e Cidadania O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil Algumas definições e conceitos Cidadania origem etimológica no latim civitas, significando

Leia mais

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015 DE DIREITO DO ESTADO 2015 EMENTA O Direito Constitucional é a referência axiológica para a aplicação de todos os ramos do Direito. Nesse sentido, este curso de Prática Jurídica Constitucional possibilita

Leia mais

Bibliografia Folha de São Paulo Constitucionalismo Discursivo Constitucionalismo Discursivo Constitucionalismo Discursivo

Bibliografia Folha de São Paulo Constitucionalismo Discursivo Constitucionalismo Discursivo Constitucionalismo Discursivo 8 Bibliografia 51% das universidades estaduais adotam ações afirmativas. Folha de São Paulo, São Paulo, 8 jan. 2008. Caderno C, seção Cotidiano. ALEXY, Robert. A fórmula peso. In: Constitucionalismo Discursivo.

Leia mais

FERNANDA MARQUES DE SOUZA ALUNA DA GRADUAÇÃO DA FDSM, BOLSISTA FAPEMIG APRESENTAÇÃO EM SALA

FERNANDA MARQUES DE SOUZA ALUNA DA GRADUAÇÃO DA FDSM, BOLSISTA FAPEMIG APRESENTAÇÃO EM SALA FERNANDA MARQUES DE SOUZA ALUNA DA GRADUAÇÃO DA FDSM, BOLSISTA FAPEMIG APRESENTAÇÃO EM SALA INÉRCIA LEGISLATIVA E ATIVISMO JUDICIAL: A FALTA DE REPRESENTATIVIDADE DOS PARTIDOS POLÍTICOS, QUESTÕES SOBRE

Leia mais

Instituto Legislativo Brasileiro Subsecretaria de Educação Superior PLANO DE ENSINO

Instituto Legislativo Brasileiro Subsecretaria de Educação Superior PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO LEGISLATIVO DISCIPLINA: Direito Constitucional I SEMESTRE: 2 O SEMESTRE/2015 PROFESSOR: JOÃO TRINDADE CAVALCANTE FILHO E-MAIL: joao.trindade@senado.gov.br

Leia mais

AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013

AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013 AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013 GRECO, Rogério. Código penal comentado. 8.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014. GRECO, Rogério. Curso de

Leia mais

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Constitucional. Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Constitucional. Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo I Curso de Doutoramento em Direito Ramo de Direito Público Direito Constitucional Tema geral: A Justiça Constitucional e os seus Modelos Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo A) Programa:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Disciplina: LINGUAGEM, DISCURSO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA Regente: Profa. Dra. Mônica da Silva Cruz Carga horária: 60h Número de créditos: 04 Semestre letivo: 2013.1 Datas: terças-feiras, das 14h30min

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina POLÍTICAS SOCIAIS E DIREITO

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre/Noturno DISCIPLINA: Ciência

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre DISCIPLINA: Antropologia e Sociologia

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Econômico PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Econômico PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Econômico Código: DIR - 567 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Marcia Carla Pereira Ribeiro Professora Doutora de Direito Comercial

Marcia Carla Pereira Ribeiro Professora Doutora de Direito Comercial 1 I. Mestrado IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Fundamentos do Direito Societário Área de concentração: Direito das Relações Sociais Linha de pesquisa: Novos Paradigmas do Direito Professora: Dra. Marcia Carla

Leia mais

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010.

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO COMUNICADO A MESA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Leia mais

BALERA, Wagner, Noções preliminares de direito previdenciário, São Paulo: Quartier Latin, 2004.

BALERA, Wagner, Noções preliminares de direito previdenciário, São Paulo: Quartier Latin, 2004. BIBLIOGRAFIA CCP - MÓDULO III - DIREITO PREVIDENCIÁRIO: CARLOS ALBERTO PEREIRA DE CASTRO PRINCÍPIOS DA SEGURIDADE SOCIAL NA ORDEM JURÍDICA VIGENTE BALERA, Wagner, Noções preliminares de direito previdenciário,

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-04 PERÍODO: 2 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: SOCIOLOGIA JURÍDICA NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Sociologia.

Leia mais

Plano de Ensino. Objetivos:

Plano de Ensino. Objetivos: Centro Universitário de Brasília Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Curso de Direito Direito Civil V Direito das Coisas Prof. João Paulo de Faria Santos Plano de Ensino Objetivos: A disciplina Direito

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Programa de DIREITO PROCESSUAL PENAL II 10º Período: 60 h/a. Aula: Teórica PONTO 01 Prisão. PONTO 02 Liberdade. PONTO 03 Procedimentos. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PONTO 04 Questões e Processos Incidentes. PONTO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO Direito Civil A Prof. Dr. Rodrigo Xavier Leonardo

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO Direito Civil A Prof. Dr. Rodrigo Xavier Leonardo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO Direito Civil A Prof. Dr. Rodrigo Xavier Leonardo I. Itens do programa que serão abordados no primeiro bimestre do ano de 2010: 1. A parte geral do Direito

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL: ATUAÇÃO PREVENTIVA DO ESTADO À LUZ DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

LICENCIAMENTO AMBIENTAL: ATUAÇÃO PREVENTIVA DO ESTADO À LUZ DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 377 V Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS LICENCIAMENTO AMBIENTAL: ATUAÇÃO PREVENTIVA DO ESTADO À LUZ DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Auro de Quadros Machado, Carlos Alberto Molinaro

Leia mais

PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA: Estudos Avançados em Direito

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Teoria Geral dos Contratos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 2011.02 3º PERÍODO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 2011.02 3º PERÍODO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 2011.02 3º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA, CULTURA E INSTITUIÇÃO DO DIREITO História do direito no Brasil Colônia. História do direito no Brasil Império.

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS ÍNDICE Código Disciplina Página DIR 02-07411 Direito Constitucional I 2 DIR 02-07417 Direito Constitucional II 3 DIR 02-00609 Direito Constitucional III 4 DIR 02-00759 Direito

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Vinculação do estudo do impacto ambiental Gabriela Mansur Soares Estudo Do Impacto Ambiental Vinculação Do Estudo Do Impacto Ambiental (Eia) O objetivo desse artigo é demonstrar

Leia mais

Teoria Geral do Processo Penal II Carga Horária: 28 H/A

Teoria Geral do Processo Penal II Carga Horária: 28 H/A Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Teoria Geral do Processo Penal II Carga Horária: 28 H/A 1- Ementa Do conceito

Leia mais

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Direito autoral e software Carga Horária: 64 h/a 1- Ementa Direito autoral:

Leia mais

SUMÁRIO SOBRE OS ORGANIZADORES... APRESENTAÇÀO... PREFÁCIO... ESTRUTURA DA COLEçÃO... ÍNDICE DE AUTORES... CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

SUMÁRIO SOBRE OS ORGANIZADORES... APRESENTAÇÀO... PREFÁCIO... ESTRUTURA DA COLEçÃO... ÍNDICE DE AUTORES... CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS SUMÁRIO SOBRE OS ORGANIZADORES... APRESENTAÇÀO... PREFÁCIO... ESTRUTURA DA COLEçÃO... ÍNDICE DE AUTORES... 5 7 9 12 19 CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS 1. Vulnerabilidade socioambiental ANDRÉA BULGAKOV

Leia mais

TRANSFERÊNCIA FDV 2011/1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 3º PERÍODO

TRANSFERÊNCIA FDV 2011/1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 3º PERÍODO Disciplina: TEORIA GERAL DO DIREITO 3º PERÍODO Pressupostos político-sociais do conhecimento jurídico-dogmático moderno. Dogmática Jurídica enquanto Teoria da Norma Jurídica. Dogmática Jurídica enquanto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL FACULDADE DE DIREITO DE ALAGOAS - FDA MESTRADO EM DIREITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL FACULDADE DE DIREITO DE ALAGOAS - FDA MESTRADO EM DIREITO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL FACULDADE DE DIREITO DE ALAGOAS - FDA MESTRADO EM DIREITO E D I T A L (Aprovado na reunião do Colegiado de 18/01/2007) O Coordenador do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável PLANO DE ENSINO Disciplina: Judicialização de Políticas Públicas e Direitos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós- Graduação Programa de Pós- Graduação em Direito Mestrado e Doutorado

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós- Graduação Programa de Pós- Graduação em Direito Mestrado e Doutorado IDENTIFICAÇÃO Programa de Pós-Graduação: em Direito Disciplina: Teoria Constitucional Nível: Mestrado Semestre: 2015/1 Professor: Dr. Anderson Vichinkeski Teixeira Carga horária: 45 horas/aula Créditos:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO S/A EPTC CONCURSO PÚBLICO 01/2007

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO S/A EPTC CONCURSO PÚBLICO 01/2007 CARGO: ADVOGADO PROGRAMA RETIFICADO EM 12/12/2007 DIREITO ADMINISTRATIVO 1. Direito Administrativo: conceito, abrangência, origem e evolução histórica. 2. Administração Pública: conceito, abrangência.

Leia mais

Revista. Artigo. Conclusão

Revista. Artigo. Conclusão Artigo Revista Apontamentos sobre a necessidade de divulgação da pesquisa de preços no edital do pregão, apesar da jurisprudência do Tribunal de Contas da União em contrário. Gabriela Moreira Castro Elaborado

Leia mais

Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores

Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores 1 Direitos laborais inespecíficos dos trabalhadores Renato Rua de Almeida (*) O Direito do Trabalho distinguiu-se do Direito Civil, porque, enquanto o Direito Civil regulou de forma igual e recíproca os

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Apresentar ao estudante a estruturação pessoal, patrimonial e social da família e a diversidade de sua disciplina jurídica.

2. OBJETIVO GERAL Apresentar ao estudante a estruturação pessoal, patrimonial e social da família e a diversidade de sua disciplina jurídica. DISCIPLINA: Direito de Família SEMESTRE DE ESTUDO: 7º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR138 1. EMENTA: O Direito de Família. Evolução do conceito de família. A constitucionalização

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 Componente Curricular: Direito Tributário I Código: DIR -569 Pré-requisito: ------ Período Letivo:

Leia mais

Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo

Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo 1 Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo Aluno: RAFAEL ATANAZIO Orientadora: DANIELA BUCCI UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ANITUA, Gabriel Ignacio. Histórias dos pensamentos criminológicos. Tradução: Sérgio Lamarão. Rio de Janeiro: Revan; Instituto Carioca de Criminologia, 2008; BACIGALUPO, Enrique.

Leia mais

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO PLANO DE CURSO 2014/02 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO PROFESSOR: LEONARDO BARROS SOUZA TURMA:

Leia mais

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Sumário Apresentação da Obra à Época do Lançamento da 1ª Edição Nota do Autor Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Capítulo 1 NOÇÃO E OBJETO DA FILOSOFIA DO DIREITO 1. Considerações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE Curso: Ciências Econômicas Disciplina: Teoria Política Professor: Francisco Mata Machado Tavares 2o Semestre / 2012 PROGRAMA / PLANO DE ATIVIDADES 1) Ementa da Disciplina:

Leia mais

CIDADANIA E DIREITOS SOCIAIS: possibilidades jurídicas entre o Poder Judiciário e a sociedade

CIDADANIA E DIREITOS SOCIAIS: possibilidades jurídicas entre o Poder Judiciário e a sociedade CIDADANIA E DIREITOS SOCIAIS: possibilidades jurídicas entre o Poder Judiciário e a sociedade Humberto Martins Ministro do Superior Tribunal de Justiça 1. INTRODUÇÃO Existe um grande debate na atualidade

Leia mais

Direito Processual do Trabalho

Direito Processual do Trabalho Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito do Trabalho Direito Processual do Trabalho Carga Horária: 64 h/a 1- Ementa O curso

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL: O ESTATUTO JURÍDICO DO POLÍTICO FEDERAL CONSTITUTION: THE LEGAL STATUS OF POLITICAL

CONSTITUIÇÃO FEDERAL: O ESTATUTO JURÍDICO DO POLÍTICO FEDERAL CONSTITUTION: THE LEGAL STATUS OF POLITICAL FEDERAL CONSTITUTION: THE LEGAL STATUS OF POLITICAL Recebido para publicação em abril de 2012. RESUMO: Trata-se o presente artigo, de forma breve, de algumas concepções existentes sobre Constituição, dando

Leia mais

MARCUS VINÍCIUS XAVIER DE OLIVEIRA

MARCUS VINÍCIUS XAVIER DE OLIVEIRA Curso: Bacharelado em Ciências Jurídicas Disciplina: Filosofia Jurídica Carga Horária: 80 Período: 10º Ano: 2015/1 Professor MARCUS VINÍCIUS XAVIER DE OLIVEIRA (Me). Bacharel em Direito pela Universidade

Leia mais

Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático.

Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático. Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático. Francisco Tarcísio Rocha Gomes Júnior 1 Resumo A súmula é instrumento processual criado para facilitar o

Leia mais

Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Português Espanhol Italiano Inglês

Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Português Espanhol Italiano Inglês Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Pesquisador e Professor Adjunto IV nos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Direito da Universidade do Estado

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL PENAL II PROFESSOR: RAPHAEL BOLDT DE CARVALHO TURMA: 6 AM PLANO DE CURSO 2012/2

Leia mais

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável PLANO DE ENSINO

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável PLANO DE ENSINO Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável PLANO DE ENSINO Disciplina: EPISTEMOLOGIA E POLÍTICA: AMBIENTAL E DOS

Leia mais

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS DA DISCIPLINA PROGRAMA DA DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS DA DISCIPLINA PROGRAMA DA DISCIPLINA 1 PLANO DE ENSINO TEORIA GERAL DO PROCESSO (JUR1060) CARGA HORÁRIA 60h/a (teórica) CRÉDITOS 4 2º semestre/2015-1 Professora Mestra Waleska Mendes Cardoso OBJETIVOS DA DISCIPLINA Compreender que a intervenção

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II Código: DIR-369-b Pré-requisito: Direito Administrativo I Período

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: DIREITO CONSTITUCIONAL

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: DIREITO CONSTITUCIONAL INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DE COIMBRA Parecer do Conselho Técnico-Científico / / Parecer do Conselho Pedagógico / / Ficha de Unidade Curricular

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS PROGRAMA INTERDISCIPLINAR FACULDADE VIVA TRABALHO INTERDISCIPLINAR: 1º PERÍODO

FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS PROGRAMA INTERDISCIPLINAR FACULDADE VIVA TRABALHO INTERDISCIPLINAR: 1º PERÍODO FACULDADE DE DIREITO MILTON CAMPOS PROGRAMA INTERDISCIPLINAR FACULDADE VIVA TRABALHO INTERDISCIPLINAR: 1º PERÍODO NOVA LIMA 2015 ROTEIRO PARA EXECUÇÃO DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR 1 OBRA A revolução dos

Leia mais

5ed. São Paulo: Saraiva, 2013 São Paulo: Saraiva, 2013, 2vols

5ed. São Paulo: Saraiva, 2013 São Paulo: Saraiva, 2013, 2vols Doação do Consocio e Autor: BARANDIER, Antônio Carlos. RELATOS: UM ADVOGADO NA DITADURA Rio de Janeiro: Revan, 2012 Doação do Consocio e Autor: CAVALLZZI, Rosângela Lunardelli; AYRES, Madalena Junqueira.

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo)

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Ficha de unidade curricular Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Unidade curricular HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular Professora Doutora Míriam

Leia mais

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Internacional Público. Tema geral: Direito Internacional Penal

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Internacional Público. Tema geral: Direito Internacional Penal I Curso de Doutoramento em Direito Ramo de Direito Público Direito Internacional Público Tema geral: Direito Internacional Penal Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia Prof. Doutor André Víctor Luanda, 20

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso DIREITO Disciplina SOCIOLOGIA JURÍDICA (D-09) Ano 2013.1 Área: DIREITO Período: Turno: Matutino/Noturno Carga horária: 72 h Créd-04 Pré-Requisito Sociologia Geral (D-03) Ementa

Leia mais

7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS AMICO, Carla Campos. Inovações decorrentes da Lei n. 11.464/07. Boletim do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, n.º 176. São Paulo, 2007. BANDEIRA, Leonardo Costa. Do

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS - MESTRADO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS - MESTRADO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS - MESTRADO ANDREI RÖEHRS PORTINHO DIREITOS FUNDAMENTAIS E PROPORCIONALIDADE NO

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor Curso: Direito Período: 1º Ano: 2011/02 Disciplina: História e Institutos Jurídicos Carga Horária Semestral:

Leia mais

PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO JURÍDICO E AS TRANSFORMAÇÕES NO DIREITO E NO ESTADO

PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO JURÍDICO E AS TRANSFORMAÇÕES NO DIREITO E NO ESTADO SUMÁRIO Prefácio... xiii INTRODUÇÃO... 1 1. Delimitação temática e justificativa da pesquisa... 1 2. Explicando o sentido da expressão Direito Coletivo Brasileiro, objeto da pesquisa... 11 3. Paradigmas

Leia mais