DESCRIÇÃO DOS COMPONENTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRIÇÃO DOS COMPONENTES"

Transcrição

1

2 DESCRIÇÃO DOS COMPONENTES O conjunto do acoplamento unidirecional (7), (8) e (9) transforma o movimento linear da cremalheira (13) em rotação. O acoplamento unidirecional é composto da engrenagem de arraste (7), mola de arraste (8) e anel de acoplamento (9). O sem-fim (4) é apoiado no mancal (6). Este mancal é fabricado em polímero. O corpo (1) é fundido em ferro nodular com tratamento, para que seja obtido um baixo coeficiente de atrito e uma alta resistência ao desgaste. O corpo é disponível com diversos comprimento, off-set e inclinações. A bucha (2) é feita em aço temperado e pode ser fornecida com dimensões variadas. O rolamento de agulhas (10), a arruela de apoio (18) e as tampas (11 e 20) retêm a mola de compressão (17). A mola de compressão (17) mantém o sem-fim (4) em contato como anel de acoplamento (9). Os rebites (31) travam as tampas (11 e 20) na posição desejada e permite uma fácil desmontagem A cremalheira (13) transforma a rotação do disco de controle (21) em movimento linear alternado. A cremalheira é sintetizada em um padrão de alta densidade e dureza. As molas (14 e15) mantêm a cremalheira em contato com o flanco inferior do rebaixo do disco de controle quando o acoplamento cônico (4 e 9) é desengatado. A chapa expansiva (16) fecha o furo de montagem das molas de retorno (14 e 15). A coroa (3) com o parafuso sem-fim (4) transmite a força do corpo (1) para o eixo de came S. Os dentes da engrenagem são assimétricos e as duas peças são feitas em aço de alta qualidade. Depois do tratamento térmico as duas peças estão passando por um tratamento especial para levantar a resistência. Os anéis O (28) fabricados em borracha nitrílica, garantem a vedação, protegendo as peças internas da água, poeira, etc. A unidade de controle (12) é que fornece o movimento requerido para ação compensadora do ajustador. A unidade consiste do disco de controle (21) com o anel interno e anel externo, braço de controle (22) e tampa (23). O braço de controle e o disco formam um conjunto solidário e podem girar livremente no corpo. Entre a tampa e o disco é montado um anel O fabricado em borracha nitrílica, que garante a vedação, protegendo as peças internas da água, poeira, etc. O disco de controle tem um rebaixo onde encaixa o ressalto da cremalheira. O disco tem um número marcado, próximo do rebaixo, que significa a abertura do rebaixo. Quanto maior número, maior a folga entre as lonas e o tambor de freio. Este disco é tratado. A junta (27) é montada entre a unidade de controle (12) e o corpo (1). A unidade de controle é fixada através dos parafusos tipo Philips (T20). 01

3 Ajustador Automático de Freio INFORMAÇÃO GERAL O Ajustador de Freio é um equipamento que corrige automaticamente a folga entre as lonas e o tambor de freio, mantendo-a constante independente do desgaste das lonas. Sua finalidade é garantir uma frenagem equilibrada e segura. O equipamento é composto basicamente de um corpo e uma coroa, que transmitem o esforço de frenagem, um mecanismo interno que faz as correções necessárias e uma unidade de controle (braço de comando), que compara a cada frenagem a folga existente com a folga especificada, enviando ao mecanismo interno a informação de correção necessária. Sendo a folga especificada pré-determinada pelo mecanismo interno, o Ajustador sempre fará a correção para o valor especificado, independente do valor em excesso. Uma perfeita instalação, bem como uma manutenção correta do Ajustador Automático de Freio são fundamentais para a segurança do veículo. IDENTIFICAÇÃO Número do Ajustador Número da Unidade de Controle Ano Semana Número do Ajustador Número de Série FREIOS Made in Brazil N/S Ano Semana Lote * Ilustração REVISÃO A) LUBRIFICAÇÃO Caso o Ajustador Automático de Freio possua engraxadeira, engraxar com graxa de sabão de lítio tipo EP comum. Caso contrário não há necessidade de engraxar, pois já vem engraxado para sua vida útil. Não utilizar graxas com aditivos como bissulfeto de molibdênio, grafite e outros. B) CONTROLE DE FUNCIONAMENTO Verificar os cursos do cilindro de freio, observando que os mesmos estão dentro dos limites especificados pela montadora do veículo. C) TESTE DE TORQUE Com o freio aliviado, e sem retirar o Ajustador do veículo, colocar um torquímetro no sextavado do parafuso sem-fim (NV 12), girar o torquímetro no sentido anti-horário e controlar que o acoplamento cônico interno não solta com um torque inferior a 18Nm(1,8kgm). Ao realizar este teste, deve haver um ruído característico. Repetir esta operação 3 vezes com cada alavanca. Se o acoplamento escapar com um torque inferior deve-se trocar ou recuperar o Ajuste Automático. 02

4 TROCA DAS LONAS DE FREIO A) Girar o sextavado do sem-fim do Ajustador Automático de Freio no sentido anti-horario até que o came "S" esteja na posição zero. Durante esta operação deverá ouvir-se um ruído característico, o qual é perfeitamente normal. Não é necessário retirar o pino da haste do cilindro e nem soltar o parafuso da fixação do braço de comando. B) Trocar as lonas, montar o tambor e verificar que a folga entre as lonas e o tambor seja maior que o especificado. Girar o sextavado no sentido horário até que as lonas encostem no tambor de freio. Abrir a folga entre as lonas e o tambor, girando novamente o sextavado 3/4 a 1 volta no sentido anti-horário. Este é um pré-ajuste da folga. C) Fazer algumas aplicações de freio antes de liberar o veículo. Nestas aplicações de freio, o Ajustador Automático de Freio fará o ajuste fino da folga para o valor especificado. RECUPERAÇÃO A recuperação do Ajustador Automático de Freio deverá ser feita de acordo com o folheto técnico de manutenção BALTEC, utilizando o Kit de Ferramentas Especiais BALTEC nº66906 e VERIFICAÇÃO DE DEFEITOS CURSO DA HASTE DO CILINDRO EXCESSIVO (FOLGA EXCESSIVA) Verificar que o braço de comando do Ajustador Automático está fixado e não apresenta defeitos. Verificar que a haste do cilindro está voltando para posição inicial e o eixo "S" não está prendendo. Verificar o torque do Ajustador Automático, seguindo as instruções do "TESTE DE TORQUE". Verificar o funcionamento do Ajuste Automático de Freio. Girar o eixo sem-fim no sentido anti-horario ½ volta, aplicar algumas vezes o freio para controlar que o eixo sem-fim gira no sentido horário, no alívio do freio. FREIO TRAVADO OU CURSO DA HASTE MENOS QUE O ESPECIFICADO Confirmar que o cilindro de freio de estacionamento está aliviado completamente, isto é, contém pressão acima de 6,0 bar durante a operação do veículo. Verificar se as molas das sapatas não estão quebradas ou fracas (usar somente originais). Verificar se o eixo "S" e os pinos das sapatas estão livres. Soltar o parafuso do braço de comando do Ajustador Automático e verificar se o mesmo está montado na posição correta (ver instruções de instalação). RECOMENDAÇÕES Usar somente molas de retorno das sapatas originais. Molas com mais força poderão danificar o mecanismo do Ajustador Automático de Freio. Molas com menos força poderão prejudicar o retorno das lonas de freio. Não desmontar e nem montar o Ajustador Automático de Freio sem ferramentas especiais e treinamento adequado. O Ajustador Automático de Freio vem com seu mecanismo interno regulado de fábrica. Não é recomendado qualquer verificação ou ajuste da mola de compressão interna. Sempre que houver dúvidas em relação ao Ajustador Automático de Freio, fazer o teste de torque e verificar se o mesmo está instalado corretamente. 03

5 INSTALAÇÃO VW/ FORD 1 Não forçar com as mãos 2 Furos Alinhados Furos Desalinhados Inicialmente verificar se o freio esta aliviado e se a folga entre as lonas e o tambor de freio é maior que o especificado. Se o veículo estiver equipado com cilindro de freio de estacionamento a mola, o mesmo deve estar pressurizado com o mínimo de 6,0 bar. Verificar as condições do entalho e embuchamento do eixo "S". Retirar a porca de fixação da câmera de freio no lado mais próximo do eixo "S". Instalar o suporte de ancoragem do ponto fixo do ajustador conforme indicado na ilustração, porém ainda deixar solto. 3 CERTO ERRADO Montar o Ajustador Automático de Freio no eixo "S" com a flecha do corpo indicando o sentido da aplicação de freio. Girar no sentido horário o sextavado (NV 12) do eixo sem-fim até que o furo do Ajustador coincida com o furo da haste do cilindro (não forçar o Ajustador com a mão ou puxar a haste do cilindro). Montar o pino e cupilha. Fixar o Ajustador no eixo "S". Verificar que o Ajustador tenha um pequeno jogo axial. 4 3/4 a 1 volta Girar o braço de comando, sem bater com qualquer ferramenta, no sentido de rotação da aplicação do freio, até que o mesmo pare. Chegando a esta posição fixar o braço de comando, bem como o suporte de ancoragem do ponto fixo, tomando-se cuidado para não torcê-lo. ATENÇÃO: é muito importante que seja observado o sentido correto de rotação nesta operação. Girar sextavado do eixo sem-fim no sentido horário até que as lonas encostem no tambor. Em seguida, abrir a folga girando o sem-fim no sentido anti-horário 3/4 a 1 volta. Ao fazer este movimento ouve-se um ruído característico, o qual é perfeitamente normal. NOTA: este é um pré-ajuste da folga entre lonas e tambor. Antes de liberar o veículo devem ser feitas algumas aplicações de freio, para que o Ajustador Automático de Freio faça o ajuste fino, corrigindo a folga para o valor especificado. 04

6 INSTALAÇÃO MERCEDES-BENZ/ SCANIA/ VOLVO 1 Inicialmente verificar se o freio esta aliviado e se a folga entre as lonas e o tambor de freio é maior que o especificado. Se o veículo estiver equipado com cilindro de freio de estacionamento a m o l a, o m e s m o d e v e e s t a r pressurizado com o mínimo de 6,0 bar. 2 Montar o Ajustador Automático de Freio no eixo "S" com a flecha do corpo indicando o sentido da aplicação de freio. Girar no sentido horário o sextavado (NV 12) do eixo sem-fim até que o furo do Ajustador coincida com o furo da haste do cilindro (não forçar o Ajustador com a mão ou puxar a haste do cilindro). Montar o pino e cupilha. Fixar o Ajustador no eixo "S". Verificar que o Ajustador tenha um pequeno jogo axial. 3 4 Girar o braço de comando, sem bater com qualquer ferramenta, no sentido de rotação da aplicação do freio, até que o mesmo pare. Chegando a esta posição fixar o braço de comando, tomando-se cuidado para não torcê-lo. ATENÇÃO: é muito importante que seja observado o sentido correto de rotação nesta operação. 3/4 a 1 volta Girar sextavado do eixo semfim no sentido horário até que as lonas encostem no tambor. Em seguida, abrir a folga girando o sem-fim no sentido anti-horário 3/4 a 1 volta. Ao fazer este movimento ouvese um ruído característico, o qual é perfeitamente normal. NOTA: este é um pré-ajuste da folga entre lonas e tambor. Antes de liberar o veículo devem ser feitas algumas aplicações de freio, para que o Ajustador Automático de Freio faça o ajuste fino, corrigindo a folga para o valor especificado. 05

7 KIT FERRAMENTAS PARA MANUTENÇÃO Para montar e desmontar a alavanca automática de freio, é necessário o uso das ferramentas especiais listadas abaixo: Kit Ferramentas para Manutenção/ Maintenance Tools/ Conjunto de Herramientas para Manutención K66906 Chave de Pinos/ Pin Tool/ Llave de pinos Chave Allen/ Allen Key/ Llave Allen Chave Phillips/ Phillips Key/ Llave Phillips Teste e força da mola (balança)/ Balance for spring test/ Balanza para test del resorte Mandril/ Mandrile/ Mandril Torquimetro (opcional)/ Torquimeter (optional)/ Torquimeter (opcional) Chave para coroa/ Worm wheel key/ Llave para corona Conjunto do relogio comparador/ Comparating clock set/ Conjunto del reloj comparador Adapatador sextavado/ hex adaptor/ adaptador sextavado 66987

8 DESMONTAGEM Retirar os seis parafusos, o conjunto do ponto fixo e junta. Retirar a cremalheira. Retirar o tampão expansivo. Retirar as molas de retorno. Desatarraxar a tampa traseira com a chave sextavada e retirar a mola de compressão e a arruela de encosto. Remover a tampa dianteira usando uma chave especial e retirar o rolamento e o conjunto de acoplamento unidirecional. Utilizando uma morsa, apertar e retirar o parafuso sem-fim e o mancal. Retirar a coroa e os O rings. 07

9 LIMPEZA E INSPEÇÃO Lavar cuidadosamente todas as peças e inspecionar. Substituir as peças gastas e danificadas. Inspecionar com atenção as seguintes peças: Carcaça Controlar para que o desgaste no alojamento da coroa não ultrapasse as tolerâncias. Observar se os canais de graxa estão limpos e desobstruídos. Coroa Controlar os dentes da engrenagem com atenção para analisar a deformação dos mesmos. Verificar se o desgaste está dentro da tolerância. Sem-fim Verificar o desgaste, e a deformação da rosca. Observar que os dentes não estão gastos. O limite de desgaste dos dentes é verificado durante a montagem. Unidade de controle Controlar para que não haja folga axial. Havendo folga o conjunto deve ser substituído pois o anel de vedação interno está danificado. Girar o braço de controle, verificando que o seu movimento está livre e macio. 08

10 MONTAGEM Colocar a coroa junto com os o rings na carcaça observando que o ressalto da coroa deve ficar para cima. Montar o sem-fim na carcaça observando que o mesmo está encostando no ressalto da carcaça. Montar o mancal no sem-fim e prensar na carcaça com a ferradura especial. NOTA: Certificar se o mancal está topando seu assento na carcaça. Verificar se o sem-fim gira facilmente, girando-o até que a coroa complete 1 volta. Montar o conjunto do acoplamento unidirecional observando se o anel de acoplamento está encostado a engrenagem Montar o O ring no sem-fim Montar a tampa dianteira com o rolamento axial de agulha Apertar a tampa dianteira com um torque de 5Kgf. O parafuso sem-fim deve girar livremente. Verificar a folga do parafuso do sem-fim com o relógio comparador. A folga não deve exceder a 0,6 mm nem ser inferior a 0,15 mm. Caso a folga não esteja dentro desses limites, trocar o sem-fim e testar novamente. NOTA: se com um novo sem-fim a folga máxima ainda exceder 0,6 mm o Ajustador Automático de Freio Baltec deve ser substituído. 09

11 MONTAGEM Comprimir as molas de retorno com a ferramenta especial e montar a cremalheira. A cremalheira deve ser montada no rasgo da carcaça e as molas de retorno devem estar apoiadas no ressalto da cremalheira. Montar um novo tampão expansivo no rebaixo do furo das molas de retorno com a parte convexa e fixa-la com uma pequena pancada no centro. Controlar a altura dos dentes do anel de acoplamento do conjunto do acoplamento unidirecional com ferramentas e uma chave sextavada de 12 mm. Altura mínima de 0,08 mm. Se esta altura estiver abaixo da mínima, o semfim deverá ser substituído. Travar a tampa dianteira com o rebite. Montar a arruela de encosto na carcaça com o ressalto da arruela encostando no sem-fim. Montar a mola de compressão de encontro a arruela de encosto. Atarraxar a tampa traseira girando-a aproximadamente 4 voltas, utilizando a chave sextavada. Montar a ferramenta para lubrificação. Lubrificar o ajustador com graxa a base de sabão lítio. O ajustador deve ser totalmente preenchido com graxa, pois a finalidade desta é também auxiliar como barreira contra entrada de água ou impurezas. Desmontar a ferramenta de lubrificação. Montar uma nova junta na unidade de controle. Montar a unidade de controle na carcaça de modo que o ressalto da cremalheira encaixe no disco de controle. Prender o conjunto do ponto fixo com os parafusos M4 tipo Torx com chave Torx. Ajustar a força da mola com 30 Kgf com uma tolerância de 2 Kgf para mais ou para menos. 10

12 0 REGULAGEM DA FORÇA DA MOLA Para 4 o bom funcionamento do Ajustador Automático de Freio Baltec, é importante que a força da mola esteja regulada para 30 Kgf com uma tolerância de 2 Kgf para mais ou para menos. Para ajustar: Colocar o dispositivo numa morsa que abre mais 215 mm Montar a alavanca no dispositivo de forma que o sextavado do adaptador encaixe na tampa traseira e que o sextavado do parafuso sem-fim encaixe na placa de trava do dispositivo Apertar 4 a morsa, até que o ponteiro do manômetro fique no meio entre o 0 e 30 Kgf. Girar o braço de controle no sentido horário, fazendo com que a cremalheira se mova completamente no rasgo da carcaça. Retornar o braço de controle, no sentido anti-horário, até que o braço comece a fazer resistência. 11

13 REGULAGEM DA FORÇA DA MOLA Apertar a morsa até que o braço de controle mova-se sozinho ou com um pequeno auxílio (no sentido antihorário). No mesmo momento em que o braço de controle mova-se, o ponteiro do manômetro deve estar situado entre 30 Kgf com uma tolerância de 2 Kgf para mais ou para menos Caso o movimento de retorno do braço de controle se inicie quando o ponteiro do manômetro estiver fora de 30 Kgf, a força da mola deverá ser ajustada, soltando ou apertando a tampa traseira, com auxílio de uma chave de boca. Aliviar a força da alavanca automática, soltando a morsa. Repetir as operações até a força correta seja obtida em duas medidas. Travar a tampa traseira com o rebite. 12

14 KITS DE REPARO Reparo Completo Complete Repair Kit/ Reparo Completo * Tampa Traseira/ Spring Retainer/ Tapa trasera Rolamento Axial Agulha/ Thrust Bearing/ Rodamiento Axial de Agujas Eixo sem fim/ Worm Shaft/ Eje sin fin Anel do Acoplamento Unidirecional/ Cone Clutch/ Anillo del acople unidireccional Arruela de Encosto/ Spring Seat/ Arandela de apoio Mancal / Thrust Bush/ Mancal Tampa Dianteira/ Bearing Retainer/ Tapa Delanteara Oring/ Oring/ Oring Bucha/ Bushing/ Buje Bucha/ Bushing/ Buje Engrenagem do Acoplamento/ Pinion/ Engranaje del acople unidirecional Mola de retorno Interna/ Spring Return Inner/ Resorte de Retorno Interno Mola de retorno Externa/ Spring Return Outer/ Resorte de Retorno Externo Bucha/ Bushing/ Buje Oring/ Oring/ Oring (x2) Junta/ Gasket/ Empaquetadura Parafuso Philips/ Phillips Screw/ Tornillo Phillips Rebite/ Rivet/ Ribete (x2) Chapa Expansiva/ Welch Plug/ Chapa Expansiva Mola de Acoplamento Unidirecional/ Clutch Spring/ Resorte del acople direccional Mola de Compressão/ Coil Spring/ Resorte de compresión Reparo Parcial Partial Repair Kit/ Reparo Parcial 02 Rolamento/ Eixo sem fim/ Worm Shaft/ Eje sin fin 04 Anel do Acoplamento/ Cone Clutch/ Anillo del acople 05 Arruela de Encosto/ Spring Return Outer/ Resorte de Retorno Externo Oring/ Oring/ Oring Junta/ Gasket/ Empaquetadura Parafuso/ Phillips Screw/ Tornillo Phillips Spring Seat/ Arandela de apoio Oring/ Oring/ Oring 18 Rebite/ Rivet/ Ribete (x2) 19 Chapa Expansiva/ Pinion/ Engranaje 20 Mola de Acoplamento/ Engrenagem/ 12 Mola de retorno Interna/ 20* 13 Mola de retorno Externa/ Thrust Bearing/ Rodamiento Spring Return Inner/ Resorte de Retorno Interno Welch Plug/ Chapa Expansiva Clutch Spring/ Resorte del acople 21 Mola de Compressão/ Coil Spring/ Resorte de compresión Semi Reparo Semi Repair/ Semi Reparo Eixo sem fim/ Parafuso/ Worm Shaft/ Eje sin fin 04 Anel do Acoplamento/ Cone Clutch/ Anillo del acople 14 19* 08 Oring/ Oring/ Oring 12 Mola de retorno Interna/ Spring Return Inner/ Resorte de Retorno Interno 08* 13 Mola de retorno Externa/ Spring Return Outer/ Resorte de Retorno Externo 13 Coil Spring/ Resorte de compresión B10008 Partial Repair Kit/ Reparo Parcial Welch Plug/ Chapa Expansiva 21 Mola de Compressão/ Reparo Parcial Oring/ Oring/ Oring 15 Oring/ Oring/ Oring 16 Junta/ Gasket/ Empaquetadura Phillips Screw/ Tornillo Phillips 18 Rebite/ Rivet/ Ribete (x2) 19 Chapa Expansiva/ Oring/ Oring/ Oring Junta/ Gasket/ Empaquetadura Rebite/ Rivet/ Ribete (x2) Chapa Expansiva/ Welch Plug/ Chapa Expansiva 20 Mola de Acoplamento/ Clutch Spring/ Resorte del acople

15 MEDIDAS PARA INSPEÇÃO Depois de limpas e inspecionadas, todas as peças deverão ser lubrificadas antes da montagem com graxa a base de sabão de lítio. OBS: Anel interno sem tratamento Anel externo com tratamento. PEÇAS QUE DEVEM SER TROCADAS O ring O ring (2 peças) Conj. de acopl. unidirecional Rolamento axial de agulha Mola de retorno, externo Mola de retorno, interno Sem-fim Buchas (3 peças) Tampão expansivo Arruela de encosto Tampa traseira Tampa dianteira Mancal Parafuso M4 Torx (6 peças) Junta Rebite (2 peças) 14

16

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

Manual de Manutenção 10ª Edição

Manual de Manutenção 10ª Edição Manual de Manutenção 10ª Edição Nosso Freio, Sua Segurança Falar da história da Master é resgatar uma trajetória de sucessos. Em 1986, quando foi fundada a partir de uma joint-venture entre Randon e Rockwell

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais

Thebe Bombas Hidráulicas Ltda.

Thebe Bombas Hidráulicas Ltda. Manual de Montagem com Motores a Combustão Bomba P-15 e PX-15 (Multiestágio) 18 10 9 8 7 6 2 12 14 12 14 12 11 1 17 6 5 16 13 15 13 15 13 4 3 Descrição de Peças 1 Arruela traseira P-15 2 Paraf. Sext. M8x

Leia mais

Thebe Bombas Hidráulicas Ltda.

Thebe Bombas Hidráulicas Ltda. Manual de Montagem com Motores a Combustão Bomba P-11/3 e P-11/4 (Multiestágio) 18 10 12 10 12 10 12 10 7 9 6 2 1 17 8 16 15 14 11 13 11 13 11 13 11 5 4 3 Descrição de Peças 1 Arruela traseira P-11 2 Paraf.

Leia mais

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW Desmontagem e dicas da caixa VW Vamos apresentar nessa reportagem as características, dicas de manutenção, desmontagem e montagem da caixa de câmbio MQ200, que em suas várias aplicações, equipa a maioria

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Manual de Montagem, Operação e Manutenção Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Índice Página 1 Aplicação e modelos 4 1.1 Aplicação 4 1.2 Dimensionamento 4 1.3 Segurança 4 Português 2 Montagem 5 2.1 Especificações

Leia mais

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 m a n u a l REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 1 2 ÍNDICE Rebitadeira Hidropneumática RF06... 04 Características da ferramenta... 04 Recomendações... 05 Especificações de regulagem... 06 Manutenção... 12

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO PLANO DE MANUTENÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução rotinas + procedimentos FROTA OPERAÇÃO URBANA 1) Principais objetivos : Avaliação anual (aproxim.) do estado mecânico do veículo Acertos mecânicos

Leia mais

Manual de instruções. Rampa de alinhamento

Manual de instruções. Rampa de alinhamento Manual de instruções Rampa de alinhamento Apresentação Primeiramente queremos lhe dar os parabéns pela escolha de um equipamento com nossa marca. Somos uma empresa instalada no ramo de máquinas para auto

Leia mais

Barreto. Certificado de garantia

Barreto. Certificado de garantia Barreto Certificado de garantia Certificamos que o equipamento (macaco hidráulico BNB de 30 ou 60 tons); passaram pelos testes característicos de construção conforme modelo e capacidade, em nossa fábrica,

Leia mais

Manual de instruções. Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600

Manual de instruções. Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600 Manual de instruções Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600 Apresentação Primeiramente queremos lhe dar os parabéns pela escolha de um equipamento com nossa marca. Somos uma empresa instalada no ramo

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Corte Circular de Tecido 950C 104A 104B Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas. 2009 Copyright The Singer Company

Leia mais

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Página CILINDROS... 150 Inspeção e medição... 150 Retificação de cilindros... 150 Acabamento... 151 Limpeza... 151 MANCAIS DE MOTOR... 152 Mancal

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T www.tanderequipamentos.com.br assistencia@tanderequipamentos.com.br Conteúdo I. INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO... 3 III. INSTRUÇÕES DE USO...

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Engate Automático

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Engate Automático Manual de Montagem, Operação e Manutenção Português Índice Página 1 Introdução e características gerais 1 Introdução e características gerais 3 1.1 Introdução 3 1.2 Características gerais 3 1.3 Valor D

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO TRANSPALETE HIDRÁULICO MANUAL

MANUAL DE INSTRUÇÃO TRANSPALETE HIDRÁULICO MANUAL TERMOS DE GARANTIA I - PRAZO DE GARANTIA 1. A Marcon Indústria Metalúrgica Ltda. dispõe de garantia do produto pelo prazo de 06 (seis) meses (já inclusa a garantia legal referente aos primeiros noventas

Leia mais

-MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T

-MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T -MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T NOTA: O operador deve LER o Manual de Instruções antes de utilizar a Paleteira Müller 3T. Obrigado por ter escolhido e utilizar a Paleteira Müller

Leia mais

DIAGNÓSTICOS E CORREÇÕES DE SISTEMA DE FREIOS HIDRÁULICOS. 9ª Edição

DIAGNÓSTICOS E CORREÇÕES DE SISTEMA DE FREIOS HIDRÁULICOS. 9ª Edição DIAGNÓSTICOS E CORREÇÕES DE SISTEMA DE FREIOS HIDRÁULICOS 9ª Edição POLÍTICA DE QUALIDADE Nosso compromisso é melhorar continuamente a qualidade de nossos produtos e serviços, atendendo ou superando os

Leia mais

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO TM-IC TM-Z TM-IT TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO Prezado Cliente, Você acaba de adquirir o Transpalete Hidráulico Manual (Linha TM)PALETRANS, um equipamento

Leia mais

E7 Bike de Spinning Manual do Proprietário

E7 Bike de Spinning Manual do Proprietário E7 Bike de Spinning Manual do Proprietário Visão Lista de expandida Peças Nº Nome Tamanho Quant. Nº Nome Tamanho Quant. PORCA SEXTAVADA 34 M2 2 PORCA SEXTAVADA M8 M8 4 M 2 BUCHA PLASTICA 2 ARRUELA M8 35

Leia mais

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Índice da seção Página Bielas Montagem da biela no pistão... 4 Verificação Instalação... 7 Remoção Torque... 8 Pistões Montagem do pistão na biela... 4 Verificação do desgaste

Leia mais

APLICAÇÃO DA FERRAMENTA PARA RETIFICAR ASSENTO DA ESFERA EM BOMBAS DENSO Produtos relacionados: 323.02.13 Óleo de corte 323.01.941 Ferramenta para retificar assento da esfera em bombas Denso 410.03.19

Leia mais

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens A UU L AL A Um conjunto de engrenagens cônicas pertencente a uma máquina começou a apresentar ruídos estranhos. O operador da máquina ficou

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 11/08 DICAS PARA O TÉCNICO REPARADOR AUDI 01J MULTITRONIC ENGATE À FRENTE DEMORADO VIBRAÇÃO NA RETOMADA OU SAÍDA

BOLETIM INFORMATIVO Nº 11/08 DICAS PARA O TÉCNICO REPARADOR AUDI 01J MULTITRONIC ENGATE À FRENTE DEMORADO VIBRAÇÃO NA RETOMADA OU SAÍDA BOLETIM INFORMATIVO Nº 11/08 DICAS PARA O TÉCNICO REPARADOR AUDI 01J MULTITRONIC ENGATE À FRENTE DEMORADO VIBRAÇÃO NA RETOMADA OU SAÍDA RECLAMAÇÃO: Alguns veículos AUDI A4 e A6 equipados com a transmissão

Leia mais

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto A U A UL LA Uso de ferramentas Um aprendiz de mecânico de manutenção verificou que uma máquina havia parado porque um parafuso com sextavado interno estava solto. Era preciso fixá-lo novamente para pôr

Leia mais

7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 NX-4 FALCON

7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 NX-4 FALCON NX-4 FALCON 7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 7-3 COMPRESSÃO DO CILINDRO 7-4 REMOÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE 7-5 DESMONTAGEM DA TAMPA DO 7-6 CABEÇOTE REMOÇÃO DA ÁRVORE DE

Leia mais

SUSPENSOR PNEUMÁTICO PARA 3º EIXO. Manual de Montagem, Operação e Manutenção

SUSPENSOR PNEUMÁTICO PARA 3º EIXO. Manual de Montagem, Operação e Manutenção Manual de Montagem, Operação e Manutenção SUSPENSOR PNEUMÁTICO PARA 3º EIXO GB E Assembly, operating and maintenance instructions for JOST AIR AXLE LIFTS FOR TAG AXLES Instrucciones de montaje, funcionamiento

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

Atuador de Diafragma Fisher 657 Tamanhos 30-70 e 87

Atuador de Diafragma Fisher 657 Tamanhos 30-70 e 87 Manual de instruções Atuador 657 (30-70 e 87) Atuador de Diafragma Fisher 657 Tamanhos 30-70 e 87 Índice Introdução... 1 Escopo do manual... 1 Descrição... 2 Especificações... 2 Serviços educacionais...

Leia mais

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Manual PORTA PLACAS Rev 00-12/07/2012 pág - 2 de 21 Índice CERTIFICADO ISO 9001:2008 DESENHO DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO DESENHO DE CONJUNTO TABELAS DIMENSIONAIS Histórico

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Engate de Container Março / 2005 O Engate de Container tem como função principal, promover o acoplamento de implementos rodoviários com containers para

Leia mais

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO

ÍNDICE MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO PEDIR PEÇAS DE REPOSIÇÃO Este manual ajudará você a familiarizar-se com a sua Empilhadeira Manual BYG. Facilitará também, possíveis manutenções periódicas. Recomendamos uma atenção especial para utilização do equipamento, antes

Leia mais

CATÁLOGO. catalogue. catalogo UTILIZE CRTL + F

CATÁLOGO. catalogue. catalogo UTILIZE CRTL + F PARA PESQUISAR POR CÓDIGO OU NOME DO PRODUTO UTILIZE CRTL + F Depois digite o que deseja encontrar na caixa de texto que abriu na parte superior direita de seu navegador CATÁLOGO catalogue. catalogo Linha

Leia mais

Mancais de rolamento I

Mancais de rolamento I A UU L AL A Mancais de rolamento I Um mecânico de manutenção, ao iniciar a desmontagem de um conjunto mecânico, constatou a existência de uma série de rolamentos. Examinando os rolamentos, verificou que

Leia mais

Plataforma elevadora PE-1000

Plataforma elevadora PE-1000 Plataforma elevadora PE-1000 MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO PLATAFORMA ELEVADORA APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM0200 fevereiro 2010

Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM0200 fevereiro 2010 Manual de serviço Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM000 fevereiro 00 Embreagem de 95 mm para serviço pesado Easy-Pedal Value Clutch UltraShift DM para serviço pesado Embreagem USP com atuador eletrônico

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) -

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) - APOSTILA DE MANUTENÇÃO 1- OBJETIVO. Apresentar os passos necessários para a manutenção do compactador RAM70 com motor Honda GX120. 2- PASSOS DE DESMONTAGEM / MONTAGEM. Retirar filtro de ar. Retirar mangueira

Leia mais

UTILIZE CRTL + F. Depois digite o que deseja encontrar na caixa de texto que abriu na parte superior direita de seu navegador.

UTILIZE CRTL + F. Depois digite o que deseja encontrar na caixa de texto que abriu na parte superior direita de seu navegador. PARA PESQUISAR POR CÓDIGO OU NOME DO PRODUTO. UTILIZE CRTL + F Depois digite o que deseja encontrar na caixa de texto que abriu na parte superior direita de seu navegador. Linha Ref. WABCO Ref. Wabco Items.

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO

MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO BOMBAS PARA SERVIÇO PESADO SÉRIES 4195 E 495 TAMANHOS G, GG, H, HJ, HL, AS, AK, AL SEÇÃO TSM 144 PÁGINA 1 de 10 ASSUNTO E CONTEÚDO Introdução........................ 1 Informações

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 10 Verificação e Ajuste da Folga Axial dos Compressores Parafuso 11/02 Tipos de compressores: OS.53 / OS.70 / OS.74 HS.53 / HS.64 / HS.74 HSKC 64 / HSKC 74 Sumário Página 1 Introdução

Leia mais

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Nº Descrição Código Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 (Completo) PR2007 1 Disco dianteiro PR2007 2 Disco traseiro PR2007 3 Anel traseiro

Leia mais

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Junho/2015 INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Reparo do Gancho do Regulador 7139 754G AGORA DISPONÍVEL PARA VENDA AVULSA PRODUTO: 410.97.54 PRODUTO: 410.97.54 Alteração: Além da venda no reparo 410.59.19,

Leia mais

Atuador de diafragma Fisher 667 tamanhos 30 a 76 e 87

Atuador de diafragma Fisher 667 tamanhos 30 a 76 e 87 Manual de instruções Atuador 667 Tamanhos 30 a 76 e 87 Atuador de diafragma Fisher 667 tamanhos 30 a 76 e 87 Índice Introdução... 1 Escopo do manual... 1 Descrição... 2 Especificações... 3 Serviços educacionais...

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças

Manual de Instruções e Lista de Peças Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Reta Eletrônica Direct Drive de Alta Velocidade 9K 0 / 0F 30 / 30F Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas

Leia mais

Caderno Técnico (Como Resolver 01) Diagnóstico e solução sobre embreagens

Caderno Técnico (Como Resolver 01) Diagnóstico e solução sobre embreagens Caderno Técnico (Como Resolver 01) Diagnóstico e solução sobre embreagens 1 dificuldade de engate, pouco tempo após a troca da embreagem Veículos de maior incidência: KOMBI e FUSCA análise técnica: Trata-se

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO

MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO 2 IMPORTANTE A BRAPAX e seus Distribuidores Autorizados advertem que a seleção imprópria, falha ou uso incorreto dos produtos

Leia mais

www.zoje.com.br Manual ZJ8700 Montagem e Operacional

www.zoje.com.br Manual ZJ8700 Montagem e Operacional Manual ZJ8700 Montagem e Operacional MANUAL DE INSTRUÇÕES Para obter o máximo das muitas funções desta máquina e operá-la com segurança, é necessário usá-la corretamente. Leia este Manual de Instruções

Leia mais

Manual Dana de Montagem de Eixos Diferenciais você Linha Direta Dana Canal On-Line Equipes de Promoção e Assistência Técnica

Manual Dana de Montagem de Eixos Diferenciais você Linha Direta Dana Canal On-Line Equipes de Promoção e Assistência Técnica Como já é tradição no mercado, a Dana apresenta mais uma novidade que vai facilitar muito a vida dos profissionais que trabalham na reparação de sistemas de transmissão. É a nova edição do Manual Dana

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO MGH-500VFD MGH-500VD

MANUAL DE INSTRUÇÃO MGH-500VFD MGH-500VD TERMOS DE GARANTIA I - PRAZO DE GARANTIA 1. A Marcon Indústria Metalúrgica Ltda. dispõe de garantia do produto pelo prazo de 06 (seis) meses (já inclusa a garantia legal referente aos primeiros noventa

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO 3189P RETENTOR APLICADO NO CUBO DE RODA TRASEIRO DO EIXO MÉRITOR 1) Após desmontagem e limpeza do cubo, verificar o estado do alojamento do mesmo. 5) O retentor deverá ser aplicado até o encosto final

Leia mais

Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida

Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida Mancais para Rolamentos de Fixação Rápida A Competência é Nossa - A Vantagem é Sua Aplicações Qualidade para Todos os Casos: Rolamentos de Fixação Rápida na Indústria Os rolamentos de fixação rápida estão

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS TALHAS ELÉTRICAS GUINCHOS DE ALAVANCA TALHAS COM ACIONAMENTO MANUAL 1) NORMAS UTILIZADAS: NBR 10401 e 10402 Especificação: Fixa as condições exigíveis

Leia mais

Sumário. FS 6209 Manual de Serviços

Sumário. FS 6209 Manual de Serviços FS 6209 Sumário Seção A Visão geral da transmissão FS6209 Transmissão Eaton Synchromesh 9 velocidades Descrição do modelo 1 Identificação da transmissão 1 Descrição Geral 2 Características 2 O Sistema

Leia mais

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Montagem Da Transmissão Transmissão

Leia mais

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL O paquímetro é um instrumento usado para medir dimensões lineares internas, externas e de profundidade. Consiste em uma régua graduada, com encosto fixo, na qual desliza um cursor.

Leia mais

SISTEMA I MOTION. FOX - I Motion

SISTEMA I MOTION. FOX - I Motion SISTEMA I MOTION FOX - I Motion Professor SCOPINO Técnico e Administrador da Auto Mecânica Scopino Professor do Umec Universo do Mecânico Ex-Professor do Senai Diretor do Sindirepa-SP Consultor do Jornal

Leia mais

Componentes do Ponto de Distribuição

Componentes do Ponto de Distribuição Componentes do Ponto de Distribuição Ferramenta(s) Especial(ais) Placa de Alinhamento, Árvore de Comando de Válvulas 303-D039 ou similar Remoção CUIDADO: durante os procedimentos de reparo, a limpeza é

Leia mais

MANUTENÇÃO EM MANCAIS E ROLAMENTOS Atrito É o contato existente entre duas superfícies sólidas que executam movimentos relativos. O atrito provoca calor e desgaste entre as partes móveis. O atrito depende

Leia mais

Porca. Arruela de pressão. Arruela especial

Porca. Arruela de pressão. Arruela especial Caro Senhor, Informamos que foi desenvolvida uma melhoria no Batente do Balancim dos Canhões RL400, RL300 e RL250 em atendimento às sugestões de alguns clientes. Vantagens: - Maior durabilidade. - Intercambiável

Leia mais

SUSPENSÃO 2-1 SUSPENSÃO CONTEÚDO

SUSPENSÃO 2-1 SUSPENSÃO CONTEÚDO R1 SUSPENSÃO 2-1 SUSPENSÃO CONTEÚDO página ALINHAMENTO... 1 SUSPENSÃO DIANTEIRA - 4X4... 13 página SUSPENSÃO DIANTEIRA-4X2... 6 SUSPENSÃO TRASEIRA... 23 ALINHAMENTO ÍNDICE página DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO ALINHAMENTO

Leia mais

Manual de Reparação Gol 2013, Voyage 2013

Manual de Reparação Gol 2013, Voyage 2013 Serviço 3 Manual de Reparação Gol 2013, Voyage 2013 Transmissão automatizada (ASG) 0C3 de 5 vel. Edição 02.2014 Assistência Técnica. Informações técnicas 3 Serviço Quadro de Grupos de reparo relativos

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Reta de Alta Velocidade

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Reta de Alta Velocidade Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Reta de Alta Velocidade 191D 20 / 20C 30 / 30C 70 / 70C Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas. 2009 Copyright

Leia mais

- Cilindro Pneumático ISO

- Cilindro Pneumático ISO de Instalação, Operação e Manutenção Janeiro 2000 - ISO Série P1E (Tubo Perfilado) 32 a 100 mm Índice Introdução... 1 Características Técnicas... 1 Características Construtivas... 1 Instalação... 2 Manutenção...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO. DPE Desmontadora de Pneus Elétrica

MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO. DPE Desmontadora de Pneus Elétrica MANUAL DE INSTRUÇÕES E OPERAÇÃO DPE Desmontadora de Pneus Elétrica 01 - Cabeçote Fixador 02 Garras 03 Bicos de Pato Deslocador 04 Haste Móvel 05 Braço Deslocador 06 Trava da Haste Móvel 07 Mola 08 Bico

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS. Roçadeiras de Arrasto SP 1800 TF SP 3400 TF

CATÁLOGO DE PEÇAS. Roçadeiras de Arrasto SP 1800 TF SP 3400 TF CATÁLOGO DE PEÇAS Roçadeiras de Arrasto SP 00 TF SP 3400 TF ÍNDICE PÁGINA - - - - DO PRODUTO Roçadeira de Arrasto Inroda MOD - SP 00 TF Lista de peças Roçadeira de Arrasto Inroda MOD - SP 3400 TF Lista

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Porta Estepe

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Porta Estepe Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Porta Estepe Março / 2005 O Porta-Estepe tem como função principal, fazer a fixação do pneu sobressalente nos veículos. Este manual irá ajudá-lo na instalação,

Leia mais

EIXO DIFERENCIAL SIMPLES REDUÇÃO 17X

EIXO DIFERENCIAL SIMPLES REDUÇÃO 17X EIXO DIFERENCIAL SIMPLES REDUÇÃO 17X Índice Notas de serviço... 2 Introdução... 4 Manutenção... 9 Padrões de contato de engrenagens hipoide... 37 Susbstituição do vedador do pinhão... 40 Remoção do sistema

Leia mais

Atuadores giratórios 2SC5. Complementação das Instruções de uso SIPOS 5. Sujeito a alterações sem aviso prévio!

Atuadores giratórios 2SC5. Complementação das Instruções de uso SIPOS 5. Sujeito a alterações sem aviso prévio! Atuadores giratórios 2SC5 Complementação das Instruções de uso SIPOS 5 Edição 03.13 Sujeito a alterações sem aviso prévio! Conteúdo Complementação das instruções de uso SIPOS 5 Conteúdo Conteúdo 1 Fundamentos...

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO

MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO MANUAL DE SERVIÇO TÉCNICO BOMBAS PARA USO GERAL SÉRIES 32 E 432 TAMANHOS C - F - FH SEÇÃO TSM 310.1 PÁGINA 1 DE 7 ASSUNTO D CONTEÚDO Introdução........................ 1 Informações especiais.................

Leia mais

Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher

Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher Manual de Instruções Actuador 657 (30-70 e 87) Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher Conteúdo Introdução................................... 1 Âmbito do Manual...........................

Leia mais

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima?

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima? Eixos e correntes A UU L AL A Uma máquina em processo de manutenção preventiva apresentava vários eixos e algumas correntes, além de mancais que necessitavam de reparos. Entre os eixos, um cônico e um

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Página 1 de 9 Informativo nº 9 VENTILADOR DE MESA 30cm VENTNK1200 ASSUNTO: Lançamento. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Alimentação: Cor: Potência do aparelho: Consumo de energia: Característica diferencial: Período

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva:

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva: Manutenção Preventiva e Corretiva de Rosqueadeiras Manual de Manutenção: Preventivo / Corretivo Preventivo: Toda máquina exige cuidados e manutenção preventiva. Sugerimos aos nossos clientes que treinem

Leia mais

PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO

PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO Sumário 1. Informações gerais 3 2. Características técnicas das Placas Pneumáticas PPU 3 3. Instruções de montagem, operação e manutenção 7 3.1. Montagem 7 3.1.1.

Leia mais

Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 08940-000

Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 08940-000 Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 940-000 E-mail: minami@minami.ind.br Site: www.minami.ind.br Tel./Fax.: (11)

Leia mais

AFIADOR ELÉTRICO 511 A Manual de Instruções

AFIADOR ELÉTRICO 511 A Manual de Instruções AFIADOR ELÉTRICO 511 A Manual de Instruções ESTE MANUAL CONTÉM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE MONTAGEM, OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E SEGURANÇA REFERENTES AO AFIADOR ELÉTRICO DE BANCADA OREGON 511A. FAVOR LER

Leia mais

Manual Batedeira de Cereais

Manual Batedeira de Cereais Manual Batedeira de Cereais Prezado cliente, você acaba de adquirir mais um produto de qualidade TRITON, que há mais de 52 anos disponibiliza no mercado equipamentos versáteis, robustos e que acompanham

Leia mais

NIVELADOR DE DOCA DESLIZANTE

NIVELADOR DE DOCA DESLIZANTE PREFÁCIO NIVELADOR DE DOCA DESLIZANTE APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada de peças do NIVELADOR DOCA de fabricação exclusiva da ZELOSO.

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 PRODUTO CONTRA PONTO MESA DIVISORA HV-240 TAMBOR GRADUADO - Pode ser acoplado no lugar do disco perfurado sendo possível fazer divisões de 2 em 2 minutos. FLANGE PORTA PLACA - Para

Leia mais

Manual de Funcionamento da Embreagem

Manual de Funcionamento da Embreagem Manual de Funcionamento da Embreagem INTRODUÇÃO O departamento técnico da Schaeffler Brasil desenvolveu este manual de embreagens dos produtos LuK para facilitar sua consulta e pesquisa. O conteúdo deste

Leia mais

SÉRIE 92/93 ATUADOR PNEUMÁTICO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

SÉRIE 92/93 ATUADOR PNEUMÁTICO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SÉRIE 9/93 ATUADOR PNEUMÁTICO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO Índice do Conteúdo Informações de segurança - Definição dos termos... Descrição da operação... Meio operacional... Instalação... Montagem do

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.10.02.03.02.001

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.10.02.03.02.001 CATÁLOGO DE PEÇAS SÃO FRANCISCO QUEBRA LOMBO COM TANQUE APLICAÇÃO HERBICIDA.0.0.0.0.00 Av. Marginal Francisco Vieira Caleiro, 700 - Distr. Industrial Caixa Postal - CEP 7-00 - Sertãozinho - SP ÍNDICE BARRA

Leia mais

GUINCHO HIDRÁULICO G-1000

GUINCHO HIDRÁULICO G-1000 GUINCHO HIDRÁULICO G-1000 MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO GUINCHO HIDRÁULICO APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

16. RODAS/PNEUS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 16-1

16. RODAS/PNEUS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 16-1 16. RODAS/PNEUS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 16-1 DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 16-1 REMOÇÃO/INSTALAÇÃO DA RODA 16-2 SUBSTITUIÇÃO DO ROLAMENTO DA RODA 16-8 INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE OS PNEUS 16-9 REMOÇÃO DO PNEU 16-11

Leia mais

Manual de instalação, operação e manutenção. Bomba centrífuga CS

Manual de instalação, operação e manutenção. Bomba centrífuga CS Manual de instalação, operação e manutenção Bomba centrífuga CS .Segurança. Informação Importante.2 Sinais de Aviso Este manual salienta os procedimentos incorretos e outras informações importantes. Os

Leia mais

www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892

www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892 www.dumaxcomercial.com (53) 3228-9891 3028-9892 Index - Anéis O rings - Gaxetas - Raspadores - Reparos - Retentores - Placas - Rolamentos para Bombas - Rotativos - Bombas - Peças Especiais - Dumax Comercial

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

Operação e Manutenção em Moinhos. Hans Strobel M&D - NdB

Operação e Manutenção em Moinhos. Hans Strobel M&D - NdB Operação e Manutenção em Moinhos Hans Strobel M&D - NdB Construção básica de um Moinho Separação Produto/Elementos de Moagem Mancal com Rolamentos Câmara de Moagem Transmissão por polias e correias Vedação

Leia mais

McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. The High Performance Company

McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. The High Performance Company McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO The High Performance Company Índice do Conteúdo Informações de Segurança - Definição de Termos... 1 Introdução... 1 Instalação...

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig CT MSA./2 WTA./2 CSA./2 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSA./2 WTA./2 ESTÁGIO psig CSA./2 ESTÁGIO psig TÉRMINO DE COMERCIALIZAÇÃO ABRIL/ (PRODUTO 0% IMPORTADO) MSA./2 TÉRMINO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/ WAYNE

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI CÓD: MAN001-10 REVISÃO: 00 27/09/2010 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 1. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO...6 2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO...6

Leia mais

PERFIL DO TÉCNICO REPARADOR DE TRANSMISSÕES AUTOMÁTICAS. Competências necessárias ao técnico para o desempenho de suas funções.

PERFIL DO TÉCNICO REPARADOR DE TRANSMISSÕES AUTOMÁTICAS. Competências necessárias ao técnico para o desempenho de suas funções. PERFIL DO TÉCNICO REPARADOR DE TRANSMISSÕES AUTOMÁTICAS Competências necessárias ao técnico para o desempenho de suas funções. Primeiro grupo Introdução às transmissões automáticas. 1. Corrigir declarações

Leia mais

Transmissão FSO 1305. Manual de Serviços

Transmissão FSO 1305. Manual de Serviços Transmissão FSO 1305 Manual de Serviços Índice Introdução...4 Designações e especificações...5 Lubrificação...6 Operação...7 Fluxo de potência...8 Aplicação de colas e selantes...9 Recomendações de torque...10

Leia mais

A última versão revisada estará à disposição dos interessados no. departamento de engenharia da CSM. Revisão: Novembro/2013

A última versão revisada estará à disposição dos interessados no. departamento de engenharia da CSM. Revisão: Novembro/2013 Betoneira 120 Litros A CSM reserva-se ao direito de alterar este manual sem aviso prévio. A última versão revisada estará à disposição dos interessados no departamento de engenharia da CSM. Revisão: Novembro/2013

Leia mais