Desafios da CASSI. Plano CASSI Família tem mais de 4 mil novas adesões Pág. 5

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desafios da CASSI. Plano CASSI Família tem mais de 4 mil novas adesões Pág. 5"

Transcrição

1 Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano XVI - nº 80 janeiro/fevereiro 2012 Desafios da CASSI Ampliar rede credenciada e aprimorar comunicação estão entre as metas do novo presidente, David Salviano Pág. 8 a 10 Plano CASSI Família tem mais de 4 mil novas adesões Pág. 5

2 EDITORIAL Jornada que se inicia Neste momento em que converso com você pela primeira vez, associado, por meio deste espaço, manifesto minha satisfação em poder presidir a CASSI. Sei da importância desta Instituição para a vida de cada funcionário e aposentado do Banco do Brasil e suas famílias. Nesse sentido, a oportunidade que a vida está me proporcionando se transforma imediatamente em uma responsabilidade que requer esforço e dedicação constantes. Conduzir a gestão da CASSI significa que precisaremos sempre buscar oferecer as melhores opções em saúde aos nossos associados. Mas essa tarefa deve se conciliar com a sustentabilidade da Caixa de Assistência, patrimônio construído arduamente por sucessivas gerações. E como se atende a essas duas premissas, à primeira vista conflitantes? A resposta tem sido dada pela própria CASSI nos últimos anos. São provas disso os resultados da pesquisa de satisfação de participantes, realizada pelo Instituto Datafolha, e os números financeiros. Recebo um legado de avanços, mas sempre precisaremos de algo a mais. Para tanto, a Caixa de Assistência e seus beneficiários têm de assumir atribuições. Cada qual precisará dar sua parcela de comprometimento: a CASSI, aperfeiçoando cada vez mais sua gestão e seu relacionamento com prestadores de serviços, e os associados, assumindo ainda mais seu papel de donos do Plano, o que significa conhecer em detalhes seus direitos e deveres de modo a poder utilizar adequadamente os serviços da CASSI. Como um sistema de saúde, a Caixa de Assistência precisa estar atenta e tratar cada atendimento de forma técnica, amparada pelas evidências científicas. Assim, a CASSI poderá oferecer uma assistência mais efetiva a seus associados. Nem sempre os procedimentos médicos e hospitalares mais divulgados em diversos ambientes sociais e mídias, e por vezes os mais caros, são necessariamente aqueles que possuem a maior efetividade face às necessidades de saúde de nossa população. Em cada editorial, pretendo conversar com vocês sobre esses aspectos e também a respeito das tendências do setor de saúde. A CASSI, como qualquer instituição, tem de atuar considerando a realidade do setor no qual se insere. Se existe um segmento que passa atualmente por amplo debate, esse setor é o de saúde suplementar. E a questão não se resume à forma de atuação dos planos; passa também pela relação com os profissionais de saúde, com os órgãos reguladores, com a poderosa indústria farmacêutica, com os prestadores de serviços, enfim, com toda a sociedade organizada que interage com as operadoras de saúde. Então, temos muito a debater. A seção Fala Associado deste jornal tem se caracterizado como espaço democrático em que as críticas mais ardorosas são publicadas, demonstrando que a Caixa de Assistência estimula o diálogo. Acredito firmemente nas decisões conjuntas e na defesa de ideias que tenham como objetivo garantir o futuro da Instituição. É assim que pretendo, com a ajuda de Deus, conduzir minha jornada à frente da CASSI. Boa leitura. David Salviano (presidente) ANS - nº Conselho Deliberativo Roosevelt Rui dos Santos (Presidente) Fernanda Duclos Carísio (Vice-presidente) Carlos Alberto Araújo Neto (Titular) Ana Lúcia Landin (Titular) Loreni Senger Correa (Titular) Marco Antonio Ascoli Mastroeni (Titular) Sandro Kholer Marcondes (Titular) Sergio Iunes Brito (Titular) Vagner Lacerda Ribeiro (Suplente) Claudio Alberto Barbirato Tavares (Suplente) Fernando Sabbi Melgarejo (Suplente) Gilberto Lourenço da Aparecida (Suplente) Íris Carvalho Silva (Suplente) José Roberto Mendes do Amaral (Suplente) Milton dos Santos Rezende (Suplente) Ubaldo Evangelista Neto (Suplente) Conselho Fiscal Gilberto Antonio Vieira (Presidente) Eduardo Cesar Pasa (Titular) Francisco Henrique Pinheiro Ellery (Titular) Frederico Guilherme F. de Queiroz Filho (Titular) Paulo Roberto Evangelista de Lima (Titular) Rodrigo Nunes Gurgel (Titular) Benilton Couto da Cunha (Suplente) Marcos José Ortolani Louzada (Suplente) Cesar Augusto Jacinto Teixeira (Suplente) Luiz Roberto Alarcão (Suplente) José Caetano de Andrade Minchillo (Suplente) Viviane Cristina Assôfra (Suplente) Diretoria Executiva David Salviano de Albuquerque Neto (Presidente) Denise Lopes Vianna (Diretora de Planos de Saúde e Relac. com Clientes) Maria das Graças C. Machado Costa (Diretora de Saúde e Rede de Atendimento) Geraldo A. B. Correia Júnior (Diretor de Administração e Finanças) Expediente Edição e Redação Jornalista responsável: Liziane Bitencourt Rodrigues (MTb-RS 8.058) Jornalistas: Marcelo Delalibera (MTb-SP ), Pollyana Gadêlha (MTb-DF 4.089) e Tatiane Cortiano (MTb-PR 6.834) Edição de arte Projeto gráfico: Luís Carlos Pereira Aragão Diagramação: Luís Carlos Pereira Aragão e Caroline Teixeira de Morais Produção Impressão: Prol Editora Gráfica Tiragem: exemplares Edição: janeiro/fevereiro 2012 Imagens: Divisão de Marketing e Dreamstime Valor unitário impresso: R$ 0,19 Publicação da CASSI (Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil). É permitida a reprodução dos textos, desde que citada a fonte. 2

3 S fala ssociado Envie seu comentário sobre as matérias para Reclamações e solicitações sobre outros assuntos devem ser encaminhadas pelo Contato Eletrônico, disponível em link Fale com a CASSI. CAMPANHA CASSI FAMÍLIA Parabéns pela matéria sobre a saúde da família na revista CASSI nº 79. Costumo acompanhar as matérias publicadas nesse informe são sempre bastante esclarecedoras e de interesse para a família. Continue assim em Antonio Gonçalves Rio de Janeiro (RJ) site, e todas as informações relacionadas aos pontos devem ser solicitadas à empresa Dotz. Lembramos que somente receberão os dotz os associados titulares que tiveram o número de sua matrícula funcional informada pelo parente no momento da adesão ao Plano, que deve ocorrer de 2 de janeiro a 31 de dezembro de Os dotz são creditados após o pagamento da primeira mensalidade e entrega dos documentos necessários. Leia mais na página 5 ou em CASSI responde: Antonio, agradecemos seu comentário. Um dos objetivos do Jornal CASSI é levar informações de qualidade aos participantes e despertar o autocuidado com a saúde. Esperamos poder publicar mais informações de interesse dos associados em outras edições. Sugiro que os Conselhos Deliberativo e Fiscal e Diretoria Executiva estudem a possibilidade de estender a assistência à saúde também para os parentes legitimamente constituídos, como os maridos e esposas de nossos filhos, por exemplo. Indiquei minha sobrinha para credenciamento ao Plano CASSI Família. Como verifico os pontos que ganhamos? A CASSI comunica aos participantes os dotz adquiridos? Karen Mendes Smidt Brasília (DF) CASSI responde: Karen, genros e noras de associados podem aderir ao Plano CASSI Família, pois possuem grau de parentesco por afinidade. Para verificar se você e sua sobrinha já receberam os dotz, é preciso que cada uma de vocês se cadastre no site A CASSI não comunica os dotz adquiridos aos participantes. O acompanhamento do extrato de pontuação deve ser feito pelo próprio usuário naquele ATENDIMENTO DAS CLINICASSI Gostaria de manifestar minha gratidão à Dra. Adriana Pacholok, da CliniCASSI Araçatuba (SP), que, sem que eu apresentasse qualquer sintoma, solicitou exames, cujo resultado foi um pólipo maligno que estava em fase inicial já retirado, eliminando a doença. Esse fato mostra a importância das CliniCASSI na prevenção e cura das doenças. José Carlos Parizotto Araçatuba (SP) CASSI responde: José, agradecemos seu comentário. O principal objetivo dos Serviços Próprios da Caixa de Assistência é atuar na prevenção de doenças e na promoção da saúde, além da cura e da recuperação de doenças. Essa forma de assistência prioriza a qualidade de vida dos participantes, que contam com os serviços de 65 CliniCASSI, distribuídas em todas as capitais do País e nas cidades com mais de 1,2 mil beneficiários. Os protocolos seguidos pela CASSI preveem a realização de determinados exames, de acordo com a idade e o histórico familiar, independentemente de sintomas, justamente para a prevenção correta. 3

4 S PESQUISA DE SATISFAÇÃO CASSI responde: João, a falta de prestadores em determinados municípios é o principal aspecto a ser aprimorado pela CASSI, como demonstrou a pesquisa de satisfação realizada com mais de dez mil participantes de todo o País no fim de A Instituição busca melhorar essa realidade, que é um problema que decorre, basicamente, da inadequada distribuição de profissionais de saúde, como comprova levantamento do próprio Conselho Federal de Medicina. A maioria dos prestadores considera a remuneração da Caixa de Assistência parcialmente ou totalmente atualizada, segundo os resultados do estudo feito com os credenciados também ao final do ano passado. Além disso, nas cidades com mais de mil participantes, a CASSI oferece a rede referenciada que, com uma atuação diferenciada, garante maior acesso à consulta ambulatorial. Trabalhei 26 anos no BB quatro estados, dez cidades, e nunca fui pesquisado e tampouco tomei conhecimento de algum colega em todas essas agências que tenha sido. Portanto, fica a grande dúvida. O que tenho ouvido todos os dias são reclamações. Flávio da Rosa São Leopoldo (RS) CASSI responde: Flávio, a amostra ( entrevistas) foi escolhida aleatoriamente pelo sistema do Datafolha, sendo representativa o suficiente para captar a percepção dos participantes de todo o País, inclusive os do interior. Os dados são fidedignos e a apuração dos resultados utiliza métodos científicos, consolidados por um dos institutos de maior credibilidade no País. Cabe ressaltar que é o segundo instituto de pesquisa a dizer que os beneficiários estão altamente satisfeitos com a CASSI (nota 8), já que em 2010 a Opinião Consultoria apurou nota de 7,9 de satisfação. REDE CREDENCIADA Poucos, e a maioria em início de carreira, ainda se sujeitam a atender pelo convênio CASSI, e, ao contrário, muitos e já experientes estão se descredenciando e passando a dar atendimento apenas pela via particular ou outro convênio. Urge a necessidade dessa instituição assistencial adotar medidas imediatas para salvaguardar a contraprestação adequada a todos e com a mesma qualidade dispensada aos contribuintes que residem em grandes municípios. A reclamação tem sido predominante no que concerne aos honorários que a Instituição vem pagando para os médicos do interior. João Carlos Rodrigues Marília (SP) ALIMENTOS E MEDICAMENTOS Achei ótimo um artigo sobre alimentos e medicamentos que saiu na última edição da revista CASSI, mas um parágrafo chamou-me atenção: Quem faz uso de medicamentos para controlar a hipertensão arterial deve evitar alimentos ricos em potássio, como laranja, banana e vegetais de folhas verdes. Estou preocupada porque na minha casa a maioria é hipertenso, faz uso de medicamentos e come muita quantidade desses alimentos. Maria Keiko Hada São Paulo (SP) CASSI responde: Maria, a matéria publicada na última edição do jornal CASSI chama a atenção para o alto nível de potássio no organismo, o que pode gerar aumento no batimento cardíaco. O consumo de frutas e vegetais, mesmo os ricos em potássio, de forma equilibrada, não altera o ritmo cardíaco. A cota recomendada de potássio por dia é em torno de quatro gramas. A banana, por exemplo, tem em torno de 300 mg, ou seja, não causa palpitações. Participe. Envie para 4

5 CAMPANHA CASSI Família tem mais de 4 mil novas adesões em apenas dois meses Campanha de expansão, lançada em janeiro, oferece dotz para quem indica e para quem adere ao Plano. Ação segue até dezembro de 2012 A funcionária do Banco do Brasil há 32 anos, Lindinalva A. Gonçalves Londero, 52, o marido, José Luiz Londero, 56, e os dois filhos, Diego e Vinicius, sempre utilizaram os serviços da CASSI. O filho mais novo, Diego, completou 24 anos recentemente e teve desligamento automático do Plano de Associados. Para manter a assistência à saúde do filho mais novo, a mãe indicou o CASSI Família para ele, plano que possui o mesmo padrão de qualidade do Plano de Associados. Considero a CASSI um dos melhores planos de saúde do mercado. Minha família sempre contou com a Caixa de Assistência. Nunca tive problemas para agendar consultas, realizar exames etc. Assim, quando meu filho completou 24 anos, indiquei o CASSI família, diz Lindinalva. Com apenas dois meses após o lançamento da campanha de expansão do CASSI Família, que teve início em janeiro, o número de novas adesões, até o dia 9 de março, já era de participantes. Os Estados com maior número de novos beneficiários foram Paraíba, Distrito Federal e Sergipe. Diego foi a pessoa número a aderir ao Plano. Ele também está satisfeito com os serviços da CASSI e, mesmo não sendo mais dependente direto da mãe, decidiu permanecer na Instituição. Desde criança tenho o Plano. Sempre que precisei foi muito fácil utilizar os serviços da Caixa de Assistência, explica. A família mora em Apuracana (PR). Além da assistência em saúde da CASSI, mãe e filho também ganharam dotz, que podem ser trocados por produtos, serviços ou viagens. Fiquei sabendo da campanha e do benefício dos dotz na agência do Banco do Brasil. Além de indicar um ótimo Plano ao meu filho, os dotz foram um dos motivos para a indicação, fala Lindinalva. Lindinalva com os filhos Diego (à direita), Vinicíus e o marido, José Luiz O que é Dotz Dotz é um Programa de Fidelidade pelo qual se consegue pontos que, convertidos na moeda dotz, podem ser trocados por mercadorias e serviços oferecidos por parceiros do programa, em vários segmentos, como supermercados, farmácias, postos de combustível, restaurantes, entre outros. Saúde para toda família O grande diferencial do CASSI Família em relação aos demais planos de mercado está no baixo preço e na ampla oferta de serviços médico- -hospitalares, com prestadores em todo o País. Além de oferecer assistência em saúde para toda a família, o funcionário, ex-funcionário, aposentado e pensionista do Banco do Brasil que indica o Plano para parentes de até terceiro grau, consanguíneos ou por afinidade, ganha dotz, caso a pessoa faça adesão ao Plano, e aquele que aderir ganha dotz, após o pagamento da primeira mensalidade, e mais dotz caso opte por débito da mensalidade em conta bancária. São considerados parentes até terceiro grau pais, avós, bisavós, tios, irmãos, sobrinhos, filhos, netos, bisnetos e menores sob guarda de funcionários do BB ou seu cônjuge/companheiro. Ao indicar o Plano a um familiar, oriente-o a levar a uma agência BB ou a uma Unidade CASSI cópia de RG, CPF e comprovante de endereço, além de informar o número de matrícula do parente funcionário do BB. O grau de parentesco também deve ser informado pelo novo participante. Apesar de o participante do CASSI Família ter de ser vinculado a uma matrícula de funcionário, aposentado ou pensionista do BB, estes não assumem responsabilidade financeira em relação ao parente que aderir ao Plano. Os dotz são creditados em até 30 dias após a adesão ao Plano CASSI Família ser validada, o que ocorre com a entrega dos documentos necessários e o pagamento da primeira mensalidade. Para verificar a quantidade de dotz acumulados, o participante deve fazer cadastro no site Mais informações em Comente essa matéria. Envie para 5

6 SAÚDE Está acima do peso? Estressado? Orientações simples de serem seguidas fazem grande diferença na melhora da qualidade de vida mesmo para quem almoça em 15 minutos Falta tempo para você encarar uma rotina mais saudável, que inclua atividade física, dieta equilibrada e ações para combater estresse? Profissionais da CASSI dão dicas práticas que podem ajudá-lo a driblar a vida acelerada e que beneficiam a família toda. As orientações reunidas nesta edição levam em conta um dos principais problemas de saúde mundial e brasileiro, que tem crescido inclusive entre as crianças, e que também é revelado pelo Exame Periódico de Saúde (EPS): a obesidade, responsável por originar ainda várias outras doenças crônicas. O excesso de peso e a obesidade têm aumentado de forma epidêmica no mundo. Atualmente 50% da população adulta brasileira têm sobrepeso e mais de 15%, obesidade, segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso). O EPS mostra que os funcionários do BB não fogem à regra. Ano a ano, o EPS apresenta aumento no percentual de pessoas com sobrepeso e obesidade (leve, moderada e mórbida), que vem sendo superior ao crescimento do quadro de funcionários. E isso preocupa, diz o médico coordenador do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) do Banco do Brasil, Nilton Farias Pinto. O aumento dos casos de sobrepeso e obesidade tem sido, em média, de um ponto percentual por ano. Pode parecer pouco, mas se considerarmos que são mais de 100 mil funcionários, significa, no mínimo, mil pessoas a mais com sobrepeso e com obesidade nos diferentes graus da doença a cada ano, alerta o médico. O estresse, por outro lado, tem apresentado queda percentual. Somadas as manifestações ocorridas nas últimas 24 horas, últimos 30 dias e últimos três meses antes da aplicação do teste pelo BB, a redução foi de 25,24%, em 2010, para 24,53% no ano passado. A queda pode estar relacionada a ações do grupo de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Além das atividades feitas no ambiente laboral, porém, cada funcionário pode tomar a iniciativa de realizar atividades prazerosas nos momentos de folga para reduzir as tensões. Passear ao ar livre, ver filme, ouvir música e encontrar os amigos, por exemplo. E, claro, praticar atividade física. Se é difícil encaixar academia na sua rotina, aproveite toda oportunidade possível para se movimentar, preferindo usar escadas ao elevador e indo a pé ou de bicicleta a locais próximos, como padaria, supermercado e farmácia. Brincar com os filhos também pode garantir mais saúde para a família inteira. Em vez de jogos eletrônicos, dê preferência para brincadeiras como esconde-esconde, que envolvem mais movimentação, ajudando você e as crianças a gastarem calorias enquanto se divertem. As indicações dadas aqui servem para a maioria da população. Pessoas com problemas de saúde, como hipertensão, diabetes e artroses, necessitam seguir orientações específicas. O indicado para quem se enquadra nesse perfil é procurar uma CliniCASSI e as equipes de Estratégia Saúde da Família. 6

7 SAÚDE Organize seu tempo para fazer três refeições A organização do tempo é o primeiro passo para implantar hábitos saudáveis de vida e isso inclui espaço para as três principais refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar) e lanches saudáveis nos intervalos. Quem começa a trabalhar às 11h, por exemplo, pode encontrar dificuldade para tomar café da manhã e ainda almoçar, se acordar por volta das 10h. É necessário se organizar, acordar mais cedo para fazer o desjejum, orienta a enfermeira Ana Flávia Saraiva, da CliniCASSI Brasília Norte (DF). A nutricionista Zaíra Salerno, da mesma CliniCASSI, alerta que quem come muito à noite pode estar sem apetite pela manhã. Como o café da manhã é importante, melhor controlar a ingestão noturna. Mesmo que seu tempo para almoço seja curto, hambúrguer não é a melhor opção. As refeições ricas em gordura animal, como as que incluem carne vermelha, têm a digestão mais lenta. É comum sentir sonolência após ingeri-las. Fast foods ainda costumam ser consumidos rapidamente, quase sem mastigar, e a falta de mastigação causa desconfortos abdominais. Comendo apressadamente, você não dá tempo para que o cérebro registre que o organismo está saciado. Assim, a tendência é querer comer mais do que o necessário, ou sentir fome logo após a refeição. Quem fica muito tempo sem comer ou apresenta carências nutricionais também tende a comer mais quando tem acesso a um alimento. Família Hirata: Guilherme, Celena, Ana Paula, Francisco e Ana Gabriela, da esquerda para a direita Se você tem 15 minutos para almoçar, prefira comidas mais leves (veja opções de refeição para se fazer em 15 minutos). Se optar por sanduíche, pode aquecê-lo, pois comida quente sacia mais. Os salgados (coxinha, pastel) não têm a quantidade de fibras e nutrientes necessária e são bastante calóricos. O risco de se alimentar com eles é ingerir uma quantidade de calorias superior ao necessário para se sentir saciado, o que significa ganho de peso ao longo do tempo. Organize-se também para ter lanches nos intervalos das refeições. No fim de semana, você pode comprar a quantidade de frutas para a semana, e deixá- -las higienizadas. E procure esconder as possíveis tentações. Biscoito recheado e chocolates não podem ficar à vista, porque será grande a probabilidade de avançar neles antes de procurar algo saudável. Essa é a estratégia na casa da família Hirata, em Brasília, onde as frutas são a única opção ao alcance de todos. Biscoito wafer, só incluímos um pacote na compra do mês. Quem comeu, comeu. Nos outros dias, só fruta mesmo, diz a mãe, Celena. Na hora da fome, mesmo Ana Paula, 18 anos, que não é tão fã assim, recorre a elas. Não tem outra opção, é fruta ou fruta, diz a menina. Se tivesse biscoito, era isso que ela comeria. A irmã, Ana Gabriela, 15 anos, não tem problema com isso, pois adora frutas. Sua dificuldade era deixar de lado o refrigerante. A família já tinha o hábito de beber refrigerante, no máximo, aos finais de semana. Agora, nem isso. Há quatro meses, quando Ana Gabriela e o pai buscaram ajuda de uma nutricionista da CliniCASSI, a menina resolveu abandonar de vez esse tipo de bebida. Ela e o pai combinaram que aquele que cedesse à tentação deveria pagar R$ 5 ao outro. Ana Gabriela não precisou pagar nada, mas já recebeu mais de R$ 20 de Francisco, que tomou refrigerante fora de casa. Francisco tem expediente de oito horas no Banco do Brasil, em Brasília, e consegue manter a linha na alimentação. Leva barra de cereal para o trabalho e vai almoçar em casa. Ele acredita que é possível, mesmo na rotina do Banco, manter hábitos de vida saudáveis, e vai à academia duas vezes por semana. Guilherme, 20, o filho mais velho, segue os hábitos alimentares do pai, optando por restaurante vegetariano quando precisa almoçar fora, e corre no parque três a cinco vezes por semana. Celena faz caminhadas e está ajudando as filhas a escolherem uma atividade física para praticar. Ana Gabriela e Ana Paula querem fazer um exercício que gostem porque sabem que só assim não vão abandonar. Clique aqui para ver as receitas Comente essa matéria. Envie para 7

8 CAPA Equilíbrio entre participante e a é a prioridade Avançar na profissionalização dos quadros, estreitar interior e aprimorar a comunicação com participantes Como o senhor avalia o atendimento que a CASSI oferece? O novo presidente da CASSI, David Salviano de Albuquerque Neto, 50 anos, que assumiu o cargo em fevereiro, é funcionário do BB há 29 anos e atua na Caixa de Assistência desde janeiro de Já conduziu as Unidades dos Estados de Pernambuco, Ceará, Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo e atuou como gerente na Sede, em Brasília, o que o torna ainda mais habilitado à nova função e a assumir o desafio de comandar o Plano que atende mais de 700 mil pessoas no Brasil. David nasceu em Surubim (PE), é bacharel em Direito, pósgraduado em Gestão Estratégica pela Fundação Dom Cabral, de Brasília, pelo Instituto Universitário de Administração de Empresas da Universidade Autônoma de Madri (Espanha) e pela Faculdade de Ciências da Administração da Universidade de Pernambuco. Tem ainda pós- -graduação em Administração Hospitalar e Sistemas de Saúde, especialização pela Faculdade Evangélica do Paraná e Hospital Italiano de Buenos Aires (Argentina); mestrado em Gestão e Organização de Hospitais pela Universidade Politécnica de Valência (Espanha) e Universidade de Pernambuco (UPE). David Salviano de Albuquerque Neto O atendimento da CASSI é voltado às necessidades de saúde de cada participante, mapeadas por profissionais técnicos. Ele se torna, assim, diferenciado no setor de saúde suplementar. No mercado, o atendimento de saúde é mais voltado para a compra e venda de produtos. O cliente deseja o produto que está na prateleira de alguém e vai lá buscá-lo desde que possa pagar o prêmio cobrado. A CASSI, no entanto, se organiza como um sistema voltado para a saúde. Cada ponto de atendimento deve ser um lugar de acolhimento, oferecendo algo específico, diferenciado. Envolve toda a equipe com a saúde do participante e toda a família dele com a nossa estrutura de serviço. Considero a CliniCASSI um local potencial para acolhermos o participante e, ao mesmo tempo, começar o vínculo com a Estratégia Saúde da Família (ESF): uma possibilidade de cuidado integral, focado na promoção de saúde e prevenção de doenças, fatores intrinsecamente ligados à sustentabilidade da CASSI. JCA A pesquisa Datafolha apontou que a insatisfação dos participantes está relacionada à falta de prestadores de serviço, principalmente no interior. O que pode ser feito diante disso? David Hoje, estudos do próprio Conselho Federal de Medicina mostram claramente a concentração da oferta de serviços em grandes centros, em vez da desejável desconcentração. Isso se dá com muito mais ênfase em algumas capitais brasileiras e é um desafio para nós, porque a concentração da oferta de serviço nos grandes centros automaticamente cria necessidades para nossas populações que estão no interior. Essa questão 8

9 o cuidado da saúde do sustentabilidade do Plano CAPA os laços com prestadores para melhorar a oferta de credenciados no estão entre os desafios do novo presidente da CASSI, David Salviano vem sendo conduzida e administrada pela diretoria com ajuda nas Unidades e não vai se resolver totalmente em curto espaço de tempo. A prioridade é estreitar cada vez mais o nosso relacionamento com os prestadores de serviço do interior. Tornando o acesso deles mais fácil, as negociações mais ágeis, preservando a CASSI e seus participantes. Quanto mais próximos estivermos dos credenciados, mais fácil será a percepção dos pontos que ainda não foram superados no processo negocial para, assim, poder resolvê- -los rapidamente. Não é uma conquista que se consegue de uma hora para outra, pois existem regiões e cidades com características muito próprias. JCA Como o senhor avalia a atual situação financeira da Instituição e o que pode ser previsto em relação a este aspecto? David Custeio é uma questão discutida no mundo inteiro e o tempo todo. Independentemente de qual seja a forma de organização dos sistemas de saúde, a discussão da longevidade é pauta permanente. Há mudanças culturais na população que impactam a saúde: carência de ações em educação de saúde, que elevam riscos e geram custos para o sistema de saúde, incorporações tecnológicas, que ainda não oferecem resolutividade mas elevam os preços, e mudanças no perfil demográfico que nos trazem novos consumos de recursos. Nesse contexto, custeio é uma questão que não pode ou não deveria, na minha opinião, ser atrelada a um ponto específico. Ela requer uma série de ações que vão desde a forma como eu gerencio a saúde e a Qualidade em saúde está relacionada à resolutividade baseada em evidência científica. Temos de ter cuidado com os modismos. qualidade das negociações feitas e vai até a forma como eu regulo meus pagamentos. A discussão da estabilidade financeira envolve tudo isso. A CASSI tem promovido, nos últimos anos, discussões estratégicas muito importantes, tem priorizado a ação nos maiores grupos de despesas, desenvolvido medidas para atuar junto aos prestadores, num trabalho que envolve todas as instâncias gestoras da CASSI. Acredito que o caminho está traçado, precisamos continuar nele e melhorar, para garantir mais longevidade à CASSI. JCA E como conciliar esse aspecto de controle, que passa pelo debate sobre o custeio, com a qualidade dos serviços? David A qualidade na área de saúde tem de estar associada à resolutividade e esta última, às evidências científicas. Devemos ter mais cuidado com os modismos, que são muito frequentes na área da saúde. Não é o nome ou a marca que leva à resolutividade que o paciente necessita. É, sim, o seguimento correto do que foi mapeado por meio do conhecimento dos profissionais envolvidos. Precisamos, em cada caso, a cada nova incorporação tecnológica, levar em conta estudos com base em evidências científicas e avaliar o impacto do ponto de vista de saúde e do custo-benefício de cada uma dessas intervenções. Então, discutimos as mudanças discutindo saúde e, ao fazê-lo, avaliamos o impacto financeiro sobre o sistema. Se conseguirmos conjugar melhor intervenção, melhor custo e melhor efetividade, alcançaremos o equilíbrio e asseguraremos a existência da CASSI às futuras gerações. 9

10 CAPA JCA Pensando no atendimento ao participante, isso significa impor algum tipo de restrição à utilização de serviços? David Não, a CASSI tem a política de buscar a qualidade e a resolutividade. A cada incorporação tecnológica que chega, para cada mudança que acontece no mercado de saúde, existe um cuidado muito grande da CASSI em avaliar qual benefício que essa mudança efetivamente traz e analisar a dimensão do seu impacto para a Instituição. É a melhor regulação que almejamos, para que todos possam ter sempre a CASSI como sua operadora de saúde. JCA Quais os principais desafios para a CASSI em relação ao setor de saúde suplementar? David O mercado de saúde suplementar se organiza já há muito tempo sob a lógica da gestão da sinistralidade (o percentual de gastos em relação à receita, que não deveria ultrapassar a forma ideal de 75% para manter o equilíbrio financeiro de um plano privado), uma lógica válida, legal, mas com foco fundamentalmente financeiro. Esse é um dos desafios. Essa lógica não considera em ampla escala as necessidades de saúde da população, e a CASSI, como autogestão, tem exatamente o compromisso de alcançar esse equilíbrio: como é que eu cuido e melhoro a saúde da minha população, como eu reduzo todos os agravos possíveis de serem evitados, mantendo, com isso, uma estabilidade financeira que me possibilite sobreviver? Essa é a essência da autogestão. Ela busca exatamente essa equalização: cuidar da saúde dos participantes e da longevidade do Plano. Não me deixo apenas olhar por um lado, esquecendo do outro. Essa característica da autogestão é muito importante e deveria ser mantida, porque ela dá, na minha opinião, um efeito qualificador ao mercado de saúde. Se a autogestão conseguir atuar dessa forma ela será sempre um diferencial nas discussões de saúde. Seja sobre gestão de cuidado, gestão econômico-financeira ou sobre efetividade. JCA Em que aspectos de gestão a CASSI pode melhorar? David Podemos melhorar nos três pilares do sistema de saúde. Primeiro, cuidar melhor da saúde, verificar os ganhos efetivos que se tem por meio dos indicadores da saúde, no equilíbrio econômico- -financeiro, no acolhimento, na satisfação do nosso participante com nosso atendimento. No outro pilar, que é o regulatório, podemos aperfeiçoar as políticas de regulação e o processo de pagamento. Isso, para que todos os recursos consumidos correspondam às necessidades reais de saúde da população CASSI, sejam curativas ou preventivas. E o terceiro pilar é o da negociação: assegurar que na hora em que a CASSI propiciar fundos para as necessidades de saúde, consiga obter o melhor preço, o melhor custo possível nem maior a ponto de representar um risco para a longevidade, nem menor, o que poderia significar perda de qualidade dos serviços oferecidos. A nossa busca relacionada à negociação é pelo melhor custo-benefício do mercado. JCA Qual é o seu estilo de gestão e de que forma sua trajetória de práticas e estudos ligados à saúde suplementar ajuda na sua atuação como presidente da CASSI? David Sou funcionário de carreira do Banco desde 1982 e, a partir de 1 de julho de 1991 passei a exercer função gerencial. Primeiro como gerente de agência. Depois, como gerente implantador da CASSI PE, alguns meses no Ceará, oito anos e quatro meses respondendo pelas Unidades RJ e ES, dois anos Convergência não significa buscar que todos pensem igual. Ela diz respeito ao foco: o que é estratégico para a CASSI trabalhando na Sede, em Brasília (um ano na Secretaria Executiva e outro na Gerência de Rede), e dois anos e dez meses na Unidade SP. Todo esse caminho me levou a formar um estilo de gestão participativa. Acredito que precisamos fomentar a participação de todos os gestores e funcionários, com foco nos resultados de saúde, nos econômicos e nos financeiros, fazendo com que isso seja algo que agregue e que torne a Instituição mais ágil e forte. JCA Ao tomar posse, dia 1º de fevereiro, o senhor defendeu a convergência de ações entre todos os que fazem parte da CASSI, tendo em vista o melhor para a Instituição. De que forma buscará esta convergência entre participantes, conselheiros deliberativos e fiscais, diretoria executiva e colaboradores da Caixa de Assistência? David É muito importante frisar que buscar a convergência não significa desejar que todos pensem igual, que todos falem igual. É muito importante escutarmos e respeitarmos a opinião de todos os atores do processo de gestão, mas é muito importante percebermos que a convergência diz respeito ao que é estratégico para a CASSI e que poderá levá-la a um futuro desejado por todos. Quando eu consigo focar bem essas prioridades estratégicas, eu consigo facilitar a convergência de todos os atores que estão envolvidos na construção do futuro. Isso é um grande desafio, é tentar ser esse elo, esse canal, entre as pessoas da governança para que nos aproximemos do futuro desejado pela CASSI. Comente essa entrevista. Envie para 10

11 SERVIÇO Como obter autorização para exames, internações e procedimentos médicos Informações complementares anexadas ao pedido médico tornam mais rápida a análise e a liberação das solicitações Com a correta especificação das solicitações de procedimentos pelo prestador, a CASSI consegue analisar rapidamente os pedidos médicos, o que gera um benefício tanto para o solicitante quanto para o beneficiário. Alguns procedimentos de média e alta complexidade, sejam diagnósticos ou terapêuticos, necessitam de autorização prévia da Central CASSI. Para isso, é preciso que a requisição contenha informações completas (veja quadro abaixo). Os procedimentos que precisam de agendamento antecipado podem ser autorizados pela CASSI dias antes de sua realização. A facilidade é obtida por meio da Senha Prévia, serviço que possibilita o envio tempestivo de informações para análise da solicitação e mais agilidade no atendimento. A senha pode ser solicitada para autorizar com antecedência exames, procedimentos ambulatoriais, tratamentos seriados, internações, prorrogação de internações e quimioterapia. O pedido é feito na Central CASSI ( ). A solicitação deve ser feita com antecedência mínima de 48 horas e máxima de 15 dias antes da realização do procedimento. Para os tratamentos seriados, como fisioterapia e fonoaudiologia, é necessário informar prescrição médica com diagnóstico e número de sessões a serem realizadas. A solicitação da senha deve ser feita, no mínimo, 48 horas antes da data da primeira sessão. A Central informará o número da senha e os códigos dos procedimentos autorizados, que devem ser anotados no pedido médico. Após a autorização prévia, não será necessário confirmar a senha no local escolhido para o exame ou procedimento. As senhas para internações e exames de urgência são solicitadas diretamente pelo prestador à Central CASSI. Mais informações sobre senha prévia podem ser obtidas acessando página Associados, menu informações, link Senha Prévia. Outra orientação é apresentar os resultados dos exames ao médico que os solicitou. Isso ajuda na formação de um diagnóstico mais preciso, evita que o profissional que o acompanha peça outros exames desnecessariamente e permite ao médico reunir informações mais completas sobre sua saúde e embasar melhor pedidos de outros procedimentos eventualmente necessários, facilitando a autorização. Comente essa matéria. Envie para 11

12 PANORAMA Pesquisas comprovam alta satisfação com a CASSI Participantes e prestadores confirmam bons resultados obtidos em 2010 Duas pesquisas realizadas no fim de 2011 com participantes e prestadores de serviços de todo o País apontaram que esses públicos estão altamente satisfeitos com a CASSI, confirmando os resultados apurados pelos estudos feitos em 2010 pela Opinião Consultoria. Dois institutos de renome no mercado conduziram as entrevistas, por telefone, com pessoas, entre outubro e dezembro do ano passado. O Datafolha entrevistou participantes do CASSI Família e do Plano de Associados. Essa amostra foi dividida proporcionalmente entre capital e interior de todos os Estados. Já a Opinião Consultoria ouviu credenciados à Instituição, entre hospitais, clínicas, laboratórios, médicos e profissionais que realizam procedimentos seriados. Os resultados das pesquisas foram amplamente divulgados, no início deste ano, pelos canais de comunicação da Caixa de Assistência (site, e edição especial do jornal eletrônico enviado a todos os participantes) e pelas páginas na internet das entidades relacionadas aos funcionários e aposentados do Banco do Brasil. Os dados levantados revelam os pontos fortes da CASSI, como qualidade da rede credenciada e cumprimento do prazo de pagamento aos prestadores, mas também indicam os aspectos que merecem aprimoramento, a exemplo da amplitude da rede assistencial. No geral, a satisfação com a maioria dos itens avaliados aumentou em comparação com o estudo do ano anterior. Veja a seguir detalhes de cada pesquisa. Participante destaca qualidade da rede credenciada Um dos destaques da pesquisa realizada com os participantes foi a avaliação positiva com relação à qualidade dos prestadores de serviços, que recebeu nota 8,3 de satisfação, em uma escala que variava de zero (nada satisfeito) a dez (totalmente satisfeito). A média de satisfação geral com o Plano, considerando funcionários da ativa, aposentados, pensionistas e participantes do Plano CASSI Família, ficou em 8,0 (em 2010, a média foi 7,9). A maior diferença aparece nos índices que representam a opinião dos funcionários da ativa, cuja satisfação geral subiu de 7,2 para 7,8, e dos aposentados do BB, em que a nota aumentou de 7,7, em 2010, para 8,1, em Outros itens destacados pelo estudo foram a cobertura dos planos, citada como um dos principais atributos da CASSI, e a relação custo-benefício, em que 71,1% dos entrevistados disseram que o valor pago como contribuições e mensalidades é baixo ou justo em relação aos benefícios oferecidos pela Caixa de Assistência. A quantidade de credenciados foi o ponto com a menor nota dada pelos participantes: 7,0 na média geral, repetindo o mesmo desempenho de A pesquisa ainda apurou que 91,8% dos participantes não pensam em mudar de Plano. O percentual dos que desejam permanecer na Caixa de Assistência é extremamente alto entre os funcionários da ativa (93,9%), entre os aposentados (98%) e entre pensionistas (97,7%). 12

13 PANORAMA Prestador dá nota 8,5 à CASSI Os credenciados atribuíram média 8,5 para a satisfação geral com a CASSI. A nota apontou crescimento na satisfação geral com relação à pesquisa de 2010, quando os dados coletados apuraram média 8,2. O Norte e o Nordeste são as regiões com a maior média de satisfação (8,7), em que aproximadamente 93% dos prestadores atribuíram notas altas ou muito altas para a CASSI. No Sul do País, encontra-se o índice mais baixo, embora considerado alto: 8,2. A região Sudeste ficou com média geral de satisfação de 8,4 e, o Centro-Oeste, 8,5. O estudo também mostrou que os prestadores possuem relacionamento de longa data com a Instituição. Cerca de 67% deles atendem pela CASSI há cinco anos ou mais, sendo que 49,2% são credenciados há dez anos ou mais. Quando questionados se pretendem continuar atendendo pelo Plano, 95,8% responderam afirmativamente. Outros itens de destaque do estudo foram o pagamento das faturas enviadas, em que 77,3% dos prestadores afirmaram que a CASSI sempre paga em dia, e os pedidos de autorização enviados por eles, que são aceitos em sua maioria pela Instituição. Ao avaliar os valores pagos pela CASSI, a maioria dos prestadores disse que a remuneração está parcialmente atualizada, opinião defendida por 41% dos pesquisados. Os entrevistados que consideram a tabela de preços da CASSI atualizada chegam a 39%. Já 14% afirmaram que os valores estão desatualizados. A pesquisa também revelou que os canais de relacionamento da Caixa de Assistência são bem avaliados pelos entrevistados. A Central CASSI, utilizada por 70,4% dos prestadores, recebeu nota 8,4 para a capacidade de resolução de problemas. Já o site, usado por 77,2% dos entrevistados, ganhou nota 8,8 de satisfação. Veja as pesquisas na íntegra pelo link Todas as publicações. Comente essa matéria. Envie para 13

14 GESTÃO Relatório Anual destaca ações e desempenho contábil da Caixa de Assistência em 2011 Votação das contas será de 23 a 27 de abril. Participam funcionários da ativa, pelo SisBB, e aposentados, que utilizarão os terminais de autoatendimento do BB A Caixa de Assistência está enviando aos associados, juntamente com esta edição do, o Relatório Anual A publicação destaca as ações realizadas durante o ano e traz o desempenho financeiro da Instituição. A produção do Relatório Anual é prevista pelo Estatuto da CASSI e deve ser enviado ao corpo social da Caixa de Assistência como prestação de contas dos trabalhos realizados no último ano. A leitura da publicação possibilita que os associados conheçam melhor a CASSI e, a partir das informações, utilizem melhor o Plano e aproveitem todos os benefícios oferecidos, como Estratégia Saúde da Família, Programa de Assistência Farmacêutica (PAF), dentre outros. Entre as ações realizadas em 2011 pela CASSI, o Relatório Anual destaca o aumento de 64% no número dos participantes nos programas de saúde da Caixa de Assistência, passando de (em 2010) para (em 2011), o que confirma a importância do modelo de atenção à saúde praticado pela CASSI. A publicação também mostra a posição da CASSI no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), avaliado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Com 0,785 ponto, a Instituição fica na segunda faixa de notas mais altas, e a 0,015 ponto do patamar superior, no qual estão somente 46 operadoras. Outro destaque apresentado no Relatório é o pagamento em dia das guias dos prestadores, que aumentou em comparação com 2010, passando de 99%, naquele ano, para 99,6%, em Associado participa votando contas da CASSI Começa no dia 23 de abril a votação das contas da CASSI de É importante que você avalie os resultados apresentados pela sua Caixa de Assistência e se manifeste, dando seu voto até o dia 27. Participam da votação todos os funcionários da ativa, por meio do SisBB. Já os aposentados do Banco do Brasil votam por meio dos Terminais de Autoatendimento.Os associados que optaram por não receber a via impressa do Relatório Anual devem acessá-lo pelo site da CASSI, link Todas as publicações. Comente essa matéria. Envie para 14

15 PARCERIA Seguro de carro com condições especiais Parceria entre CASSI e BB Seguro Auto garante vantagens a participantes e familiares na contratação do seguro de automóvel Agora, os participantes do Plano de Associados e do CASSI Família têm direito a uma condição especial na contratação de seguro de veículo (carro, moto ou caminhão). Assistência 24 horas, desconto na utilização de serviços e cobertura no Brasil e nos países do Mercosul são alguns dos benefícios disponíveis por meio da parceria firmada entre a CASSI e o BB Seguro Auto. As condições especiais já estão valendo e se estendem aos pais, filhos, cônjuge e dependentes econômicos dos beneficiários. Para ter acesso às vantagens, é preciso se identificar como participante, se for do CASSI Família, ou associado, se for do Plano de Associados. Já os parentes que tiverem interesse devem se identificar como familiar de participante/associado da CASSI. Para saber mais sobre a parceria, fazer uma simulação do seguro e ainda contratar o serviço, os participantes podem acessar ou ligar para a Central de Atendimento BB Seguro Auto ( ). Confira alguns benefícios do BB Seguro Auto e aproveite Valor do seguro com preços especiais Assistência 24 horas grátis: completa e disponível em todo o País, com novos serviços, como despachante gratuito quando houver indenização integral, chaveiro, troca de pneus, entre outros Cobertura: seu veículo é coberto no Brasil e nos países do Mercosul Desconto em serviços: você recebe desconto ao adquirir produtos e serviços nas maiores redes do País, em compras online e em estacionamentos Diversas opções de garantias especiais Pagamento em até 6x sem juros: você pode optar por débito em conta ou cartão de crédito (Visa ou Mastercard) Em caso de indenização integral do veículo: você recebe o pagamento em até cinco dias úteis, após a entrega de toda documentação solicitada Desconto na franquia: nas renovações, ganhe descontos progressivos na franquia de acordo com a classe de bônus Comente essa matéria. Envie para 15

16 Na Cooperforte, a gente sonha com você. Aqui, mais que acreditar no seu sonho, damos crédito a ele. Afinal, com mais de 110 mil associados, a Cooperforte oferece a você empréstimos, aplicações, convênios e benefícios, como o Clube de Compras. Tudo com rapidez e solidez da maior cooperativa de crédito urbano do país. Conheça a Cooperforte e faça parte. Estamos prontos para sonhar com você. Tudo de bom pra você

Pesquisa aponta alto nível de satisfação dos participantes Estudo ouve mais de 10 mil pessoas em todo o Brasil

Pesquisa aponta alto nível de satisfação dos participantes Estudo ouve mais de 10 mil pessoas em todo o Brasil Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano XIII - Edição Especial Janeiro 2011 Fechamento Autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Pesquisa aponta alto nível de satisfação

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE NOSSO PLANO 1 2 PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE Sumário 1. O Nosso Plano 2. Programa de Promoção da Saúde 3. Por que aderir 4. COMO ADERIR 5. Os tipos de planos 6. Como Funciona 7. Dúvidas Frequentes 8.

Leia mais

informe COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Abril 2012 www.uniodontorn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110

informe COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Abril 2012 www.uniodontorn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110 Abril 2012 NATAL www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE DESTAQUES DESTA EDIÇÃO: Convenção da Uniodonto Nordeste... pág. 03 Assembleia dos cooperados reelege a atual Diretoria... pág.

Leia mais

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com.

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com. Outubro 2012 NATAL www.unirn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110 30 anos de história no RN www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE ANS - n.º 34531-8 Palavra

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES Brasília, janeiro/2011 Objetivos específicos da pesquisa 2 Avaliar a quantidade e a qualidade da rede credenciada. Avaliar os serviços oferecidos: o Plano CASSI Família

Leia mais

CASSI define regras para facilitar identificação e tratamento de doenças que mais crescem entre idosos Pág. 8

CASSI define regras para facilitar identificação e tratamento de doenças que mais crescem entre idosos Pág. 8 Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano XVI - nº 81 abril/maio 2012 Para você viver e envelhecer bem CASSI define regras para facilitar identificação e tratamento de

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Ponto pra Você Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Outubro/2013 Sumário O que é o programa Ponto pra Você?... 3 Quem participa do programa?... 3 Pontos: quais os

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Ponto pra Você Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Fevereiro/2014 Sumário O que é o programa Ponto pra Você?... 3 Quem participa do programa?... 3 Pontos: quais

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF Ponto pra Você Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF JULHO/2013 Sumário - O que é o Programa Ponto pra Você?... 3 - Quem participa do Programa?... 3 - Pontos: quais os tipos?...

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação)

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação) MINISTÉRIO DA SAÚDE Manual para Implantação do Programa Peso Saudável (Versão preliminar - em fase de diagramação) Brasília DF 2013 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

Questionário: Risco de ter diabetes

Questionário: Risco de ter diabetes Questionário: Risco de ter diabetes ATENÇÃO! Este questionário não deve ser aplicado a gestantes e pessoas menores de 18 anos. Preencha o formulário abaixo. Idade: anos Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM

BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM BOAS PRÁTICAS NO DIA A DIA DAS CLÍNICAS DE IMAGEM Introdução ÍNDICE Boas práticas no dia a dia das clínicas de imagem A Importância de se estar conectado às tendências As melhores práticas no mercado de

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

INICIATIVAS ESTRATÉGICAS PARA A CASSI DIRETORIA DE PLANOS DE SAÚDE E RELACIONAMENTO COM CLIENTES DIRETORIA DE SAÚDE E REDE DE ATENDIMENTO

INICIATIVAS ESTRATÉGICAS PARA A CASSI DIRETORIA DE PLANOS DE SAÚDE E RELACIONAMENTO COM CLIENTES DIRETORIA DE SAÚDE E REDE DE ATENDIMENTO INICIATIVAS ESTRATÉGICAS PARA A CASSI DIRETORIA DE PLANOS DE SAÚDE E RELACIONAMENTO COM CLIENTES DIRETORIA DE SAÚDE E REDE DE ATENDIMENTO PANORAMA DO SETOR DE SAÚDE - ANS Beneficiários Médico-Hospitalar

Leia mais

Preços praticados pela Instituição são os menores entre os planos com ampla cobertura de serviços de assistência à saúde

Preços praticados pela Instituição são os menores entre os planos com ampla cobertura de serviços de assistência à saúde Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano II - nº 10 março/abril 2010 PREÇO X BENEFÍCIO Preços praticados pela Instituição são os menores entre os planos com ampla cobertura

Leia mais

CUIDE DA SAÚDE DO SEU PLANO COM RESPONSABILIDADE. Como utilizar corretamente o plano de saúde Bradesco

CUIDE DA SAÚDE DO SEU PLANO COM RESPONSABILIDADE. Como utilizar corretamente o plano de saúde Bradesco CUIDE DA SAÚDE DO SEU PLANO COM RESPONSABILIDADE Como utilizar corretamente o plano de saúde Bradesco Prezado usuário, Este manual foi preparado para que você e seus dependentes tenham a melhor orientação

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

Dicas de Saúde. Quero e preciso emagrecer! Uma Abordagem Realista

Dicas de Saúde. Quero e preciso emagrecer! Uma Abordagem Realista Dicas de Saúde Quero e preciso emagrecer! O sucesso no emagrecimento e manutenção de peso saudável depende de metas e expectativas sensatas. Se você traçar para si mesmo metas sensatas, terá maior probabilidade

Leia mais

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços Maio de 2014 2 A pesquisa Amostra 639 entrevistas A PESQUISA Intervalo de confiança 95% Margem de erro 7% por segmento Data da coleta 13 a 22 de Maio de 2014 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

Ponto pra Você e Dotz

Ponto pra Você e Dotz Ponto pra Você e Dotz O Ponto pra Você mudou para melhor.... 2 Mudanças no Programa Ponto pra Você... 3 O que é o Programa Dotz?... 3 Como participar do Programa Dotz...... 3 Cadastro no Programa Dotz...

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS Para que todos os empregados possam ter suas dúvidas esclarecidas, os questionamentos recebidos pela Comissão Saúde serão respondidos

Leia mais

Planejador de Cardápio e ferramentas online

Planejador de Cardápio e ferramentas online Planejador de Cardápio e ferramentas online O Planejador de Cardápio é um aplicativo online da área para membros do Clube Slim Down que oferece cardápios diários baseados na combinação correta dos alimentos

Leia mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais 1016327-7 - set/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

HISTÓRICO. Há 12 Anos Extinta Caixa Econômica Estadual. 1996 FUCAE PAS Medicina e Odonto Fundação dos Economiários da Caixa Econômica Estadual

HISTÓRICO. Há 12 Anos Extinta Caixa Econômica Estadual. 1996 FUCAE PAS Medicina e Odonto Fundação dos Economiários da Caixa Econômica Estadual HISTÓRICO Há 12 Anos Extinta Caixa Econômica Estadual 1996 FUCAE PAS Medicina e Odonto Fundação dos Economiários da Caixa Econômica Estadual Out/1999 SAÚDE PAS Medicina & Odonto Associação dos Gerentes

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria Executiva - DIREX José Augusto Coelho

Leia mais

Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente

Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente 16 Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente Leidiane Silva Oliveira Chagas Gestora de Recursos Humanos - Anhanguera Educacional

Leia mais

Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed

Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed Medicina Preventiva na Central Nacional Unimed A Central Nacional Unimed é a operadora nacional dos planos de saúde Unimed. Comercializa planos para empresas que tenham filiais em três ou mais estados

Leia mais

PESQUISA DO 1º FORUM INTERNACIONAL DE SAUDE AAPSA

PESQUISA DO 1º FORUM INTERNACIONAL DE SAUDE AAPSA PESQUISA DO 1º FORUM INTERNACIONAL DE SAUDE AAPSA Introdução Introdução A ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE RECURSOS HUMANOS E GESTORES DE PESSOAS - AAPSA, instituição empreendedora, referência em debates de atualidades,

Leia mais

Projeto Cartão de Fidelidade. 1- Do Projeto:

Projeto Cartão de Fidelidade. 1- Do Projeto: 1- Do Projeto: O projeto visa dar acesso aos associados de associações comunitárias de Rio Pardo de Minas/MG à compra de produtos em uma rede credenciada local através de um cartão de compras que garanta

Leia mais

Esse assunto sempre merece atenção

Esse assunto sempre merece atenção Sua saúde sempre ) Esse assunto sempre merece atenção Quais são os seus motivos para viver com saúde? Reunir a família em um almoço de domingo? Curtir o cinema ao lado da pessoa amada? Sentir orgulho dos

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

VOTAÇÃO DE 1º A 9 DE ABRIL

VOTAÇÃO DE 1º A 9 DE ABRIL Edição Especial março 2010 Eleições Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil VOTAÇÃO DE 1º A 9 DE ABRIL Duas chapas concorrem a cargos para os conselhos Deliberativo e Fiscal

Leia mais

Julho, um mês festivo

Julho, um mês festivo Nutricionista Atividade física e alimentação Alimentação e exercícios físicos equilibrados são imbatíveis quando o assunto é saúde, manutenção ou redução do peso e ganho de massa muscular. Para qualquer

Leia mais

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 JORNAL n o 30 ano X 1 o quadrimestre de 2014 Uma Publicação da Fundação Atlântico de Seguridade Social O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 Comunicação

Leia mais

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 1 Índice Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 A Empresa Informações sobre a empresa, farmacêuticas responsáveis, instalações, diferenciais

Leia mais

para cobrir suas despesas de utilização. Resultado: para manter em dia o pagamento aos tem sido coberta pelas reservas do Plano Pleno,

para cobrir suas despesas de utilização. Resultado: para manter em dia o pagamento aos tem sido coberta pelas reservas do Plano Pleno, A Fundação tem sempre alertado sobre o crescente déficit dos planos Especial e Básico: mais de R$ 3 milhões em 2003. Administrar planos de autogestão como os da Sabesprev, sem fins lucrativos mas sujeitos

Leia mais

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos Gestão Foto: dreamstime.com Longo caminho Medida da ANS inicia discussão sobre a oferta de medicamentos ambulatoriais para doentes crônicos pelas operadoras de saúde Por Danylo Martins Acontece no mundo

Leia mais

Plataforma de Fidelidade Bin. A melhor maneira de fidelizar clientes.

Plataforma de Fidelidade Bin. A melhor maneira de fidelizar clientes. TM $ TM Plataforma de Fidelidade Bin A melhor maneira de fidelizar clientes. É rápido, fácil. É Bin. Conheça a Plataforma de Fidelidade Bin. A nossa plataforma permite que você melhore o desempenho de

Leia mais

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra

Educação Financeira PASSATEMPOS. O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA. Diretox Dominox caça-palavra Educação Financeira O Paraná Banco traz o assunto de forma divertida para você BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS Diretox Dominox caça-palavra 2 O Paraná Banco propõe um desafio consciente a você! O Paraná Banco,

Leia mais

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO 1.1. O Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ) é um concurso jornalístico instituído pelo Sebrae Nacional Serviço Brasileiro

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz Nome da Instituição: Universidade Feevale Segmento: IES - Instituições de Ensino Superior Categoria: Gestão Administrativa, de Pessoas ou Financeira Nome da Prática Eficaz de Gestão Educacional: Programa

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 1 CONHEÇA A PRODENT Nosso objetivo é garantir a plena satisfação dos nossos beneficiários, empresas clientes e parceiros, por meio da prestação de serviços altamente qualificados.

Leia mais

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Obtenha mais resultado de sua carteira! 1. Introdução Caros gerentes de agência, consultores e assistentes de negócios do Sistema Unicred de SC, vocês estão

Leia mais

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200 NOVO SPG 100 e EMPRESARIAL 200 SPG 100 Empresarial 200 NOVOS PRODUTOS, NOVAS OPORTUNIDADES. Diversas soluções, MUITAS VANTAGENS. Na busca contínua pela melhoria, a Bradesco Saúde é pioneira mais uma vez,

Leia mais

Objetivo Principal. Objetivos Secundários

Objetivo Principal. Objetivos Secundários Objetivo Principal O Personal Med Hospitalar foi resultado de um longo esforço de O&M em hospitais de vários portes e regiões do Brasil. O sistema foi concebido a partir do detalhamento de 176 processos

Leia mais

Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil

Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil As Condições de Sa ú d e Oc u l a r n o Br a s i l 2012 124 Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil As Condições de Sa ú d e Oc u l a r n o Br a s i l 2012 126 Dados de financiamento

Leia mais

Perguntas Freqüentes

Perguntas Freqüentes Perguntas Freqüentes Dúvidas: 4003-8777 Conhecendo o Crédito Universitário PRAVALER 1. O que é o crédito universitário PRAVALER? O PRAVALER é um crédito universitário que permite você pagar seus estudos,

Leia mais

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro...

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro... FASCÍCULO IV VAMOS PLANEJAR... Se você ainda não iniciou seu planejamento financeiro, é importante fazê-lo agora, definindo muito bem seus objetivos, pois, independentemente da sua idade, nunca é cedo

Leia mais

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice Objetivo, metodologia e amostra... 03 Perfil dos Respondentes... 04 Principais constatações sobre os hábitos de consumo

Leia mais

UM OLHAR SOBRE A ALIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Sandra Aparecida Machado Polon Professora Pedagogia UNICENTRO 2

UM OLHAR SOBRE A ALIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Sandra Aparecida Machado Polon Professora Pedagogia UNICENTRO 2 UM OLHAR SOBRE A ALIMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Silvia de Souza acadêmica 3º ano Pedagogia UNICENTRO 1 Sandra Aparecida Machado Polon Professora Pedagogia UNICENTRO 2 RESUMO: Este artigo dialogou com

Leia mais

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano?

3 Há alguma carência na adaptação de contrato, ou seja, quando o beneficiário já possui um plano? Navegue pelas perguntas mais frequentes respondidas pelo Santa Casa Saúde. Se sua dúvida não estiver nesta página ou as respostas não forem esclarecedoras, procure orientações no site através do link Atendimento,

Leia mais

Viver e envelhecer com saúde

Viver e envelhecer com saúde Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano V - nº 18 janeiro/abril 2012 Viver e envelhecer com saúde CASSI cria regras de atendimento para doenças que mais afetam idosos

Leia mais

Cuidar de você e de quem você ama. #esseéoplano

Cuidar de você e de quem você ama. #esseéoplano UNIMED JUIZ DE FORA E UFJF Cuidar de você e de quem você ama. #esseéoplano A VIDA É MELHOR QUANDO VOCÊ ESTÁ BEM ACOMPANHADO. E ISSO INSPIRA A UNIMED A ESTAR SEMPRE AO SEU LADO. 1 Quais são os tipos de

Leia mais

PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE

PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE PROGRA M A DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PAS/SERPRO MANUAL DO USUÁRIO IMPORTANTE O PAS/SERPRO em Convênio de Reciprocidade com a CASSI foi criado de maneira a possibilitar o acesso de todos os empregados e seus

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes Pesquisa Clínica Orientações aos pacientes 2009 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. Tiragem: 1000 exemplares Criação, Informação e Distribuição

Leia mais

MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ

MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ TODA A Qualidade GVT AOS OLHOS DOS CLIENTES. TODA A QUALIDADE GVT AOS SEUS OLHOS O Serviço de Gerência é uma ferramenta fundamental para garantir o melhor desempenho

Leia mais

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios...

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... Abra e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... anos Chegou a hora de crescer! Conte com a Todescredi e faça bons negócios. Há 5 anos, iniciavam as operações daquela que se tornou a única financeira

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE DA CEB, ADMINISTRADOS PELA FACEB

RELATÓRIO DE GESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE DA CEB, ADMINISTRADOS PELA FACEB BRASÍLIA, OUTUBRO DE 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE DA CEB, ADMINISTRADOS PELA FACEB 1 º S E M E S T R E / 2 0 1 5 Plano de Saúde da CEB e Plano CEB-Saúde 1. APRESENTAÇÃO O presente relatório

Leia mais

MURAL- JANEIRO 2015. Compromisso

MURAL- JANEIRO 2015. Compromisso Compromisso Fim de ano é sempre a mesma história: você promete que em janeiro vai começar a praticar esportes, beber menos, parar de fumar, comer melhor, procurar um novo emprego E quantos desses projetos

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Introdução. Núcleo de Pesquisas

Introdução. Núcleo de Pesquisas Introdução O verão é um período onde Santa Catarina demonstra todo a sua vocação para a atividade turística. Endereço de belas praias, o estado se consolidou como um dos principais destinos de turistas,

Leia mais

MANUAL CLIENTE TODA A

MANUAL CLIENTE TODA A MANUAL CLIENTE TODA A Qualidade GVT AOS OLHOS DOS CLIENTES. TODA A QUALIDADE GVT AOS SEUS OLHOS O Serviço de Gerência é uma ferramenta fundamental para garantir o melhor desempenho dos serviços de telecomunicações

Leia mais

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções.

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções. Uma publicação: Estratégias para aumentar a rentabilidade 04 Indicadores importantes 06 Controle a produção 08 Reduza filas 09 Trabalhe com promoções 10 Conclusões 11 Introdução Dinheiro em caixa. Em qualquer

Leia mais

2014 DEZEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2014 DEZEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2014 DEZEMBRO Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos Elaboração, distribuição e informações: MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Diretoria

Leia mais

Catálogo de serviços

Catálogo de serviços Catálogo de serviços O Escritório Brasília, a nova sede da sua empresa, é um centro comercial completo e modernizado às novas técnicas de gestão. Aliando rateio de custos a apoio efetivo sua empresa potencializa

Leia mais

ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO. Manual com informações para o cliente Unimed.

ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO. Manual com informações para o cliente Unimed. ORIENTADOR DO CLIENTE INTERCÂMBIO Manual com informações para o cliente Unimed. O QUE É CLIENTE INTERCÂMBIO? Quando você está em uma cidade diferente daquela onde possui o plano de saúde e precisa de atendimento,

Leia mais

Financiamento de veículos: condições sob medida

Financiamento de veículos: condições sob medida PrimeLine AGOSTO/2015 EDIÇÃO 59 Financiamento de veículos: condições sob medida Trocar de carro é sempre um acontecimento especial, cercado de expectativa, ainda mais quando vem acompanhado de vantagens

Leia mais

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade ANEXO 2 Questionários Dados Gerais QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Município Nome da unidade Tipo: UBS Tradicional ( ) UBSF ( ) UBS mista ( ) PACS ( ) PA ( ) PS ( ) UPA ( ) Outro Horário de

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência BRADESCO VISA NACIONAL Índice Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência Formas de Pagamento Parcelamento de Compras Crédito Rotativo Parcelamento

Leia mais

Entendendo custos, despesas e preço de venda

Entendendo custos, despesas e preço de venda Demonstrativo de Resultados O empresário e gestor da pequena empresa, mais do que nunca, precisa dedicar-se ao uso de técnicas e instrumentos adequados de gestão financeira, para mapear a situação do empreendimento

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Setembro 2013. informe. www.uniodontorn.com.br COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE. ANS - n.º 34531-8 (84) 4009-4664

Setembro 2013. informe. www.uniodontorn.com.br COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE. ANS - n.º 34531-8 (84) 4009-4664 Setembro 2013 NATAL www.unirn.com.br 31 ANOS (84) 4009-4664 www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE ANS - n.º 34531-8 Palavra do Presidente Apesar da desaceleração da economia e das

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012

Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012 Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012 Salvador, 14 de setembro de 2012 A editora da UFBA, EDUFBA lançou vários livros ontem na Biblioteca Central da UFBA. O evento teve uma boa aceitação

Leia mais

Guia Americanas Itaucard International com chip

Guia Americanas Itaucard International com chip Guia Americanas Itaucard International com chip Índice Seu cartão 2 Para desbloquear seu cartão 3 Na hora de comprar 3 Na hora de pagar a fatura 4 Conheça a fatura 6 Mais conveniência para você 8 Programa

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição Manual de Reembolso 2ª edição Você sabia que quando não utiliza os serviços da rede credenciada do Agros, seja por estar fora da área de cobertura do plano de saúde ou por opção, pode solicitar o reembolso

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA

MANUAL PARA USO DO SISTEMA Clínicas Odontológicas MANUAL PARA USO DO SISTEMA (GCO) GERENCIADOR CLÍNICO ODONTOLÓGICO SmilePrev Versão 2.0 SmilePrev Clínicas Odontológicas www.smilepev.com 2008 REQUISITOS BÁSICOS DO SISTEMA HARDWARE

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida com recursos dos associados e da patrocinadora

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM?

VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM? PLANO 6531 VOCÊ JÁ CONHECE O PLANO DE SAÚDE DA UNIMED COM O SINTRAM? É com satisfação que lhe apresentamos o UNIPAR 100. Um plano de saúde participativo, regulamentado pela Lei 9656/98, que garante ao

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS IR? COFINS?? INSS? PIS SUMÁRIO 1 Introdução 3 2 Planejamento 5 3 Simples Nacional com a inclusão de novas categorias desde 01-2015 8 4 Lucro

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS Como você avalia a marcação da a Consulta com biópsia positiva em dias úteis? SATISFAÇÃO + = 7 = 9,3% Como você avalia a marcação de consultas de retorno?

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício?

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício? Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criamos este material para ajudar você com

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

Junho 2013 1. O custo da saúde

Junho 2013 1. O custo da saúde Junho 2013 1 O custo da saúde Os custos cada vez mais crescentes no setor de saúde, decorrentes das inovações tecnológicas, do advento de novos procedimentos, do desenvolvimento de novos medicamentos,

Leia mais

DR. Eduardo Reis de Oliveira CEO

DR. Eduardo Reis de Oliveira CEO DR. Eduardo Reis de Oliveira CEO Percentual dos consumidores por tipo de contratação 19.9% Individual Planos novos 66.9% Coletivo Empresarial 13.2% Coletivo por Adesão 202.455.983 Brasileiros 50.270.398

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

Gastos com saúde Crescem o dobro da inflação. cassi resiste

Gastos com saúde Crescem o dobro da inflação. cassi resiste Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil Ano XII - nº 70 maio/junho 2010 Gastos com saúde Crescem o dobro da inflação. cassi resiste Saiba como a Caixa de Assistência enfrenta

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Ronaldo Nogueira) Dispõe o credenciamento de profissionais e de empresas da área de saúde, para o atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em nível ambulatorial.

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber?

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber? PLANOS DE SAÚDE O que é preciso saber? Queridos amigos, Estamos muito felizes por concluir a nossa segunda cartilha sobre direitos atrelados à saúde. Este trabalho nasceu com o propósito de levar informações

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Nutrição e dietética:

Nutrição e dietética: O sistema permite o cadastro de vários almoxarifados, e controla os estoques separadamente de cada um, bem como o cadastro de grupos de estocagem, visando o agrupamento dos insumos estocáveis, classificados

Leia mais