249ª Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Companhia Brasileira de Securitização - CIBRASEC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "249ª Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Companhia Brasileira de Securitização - CIBRASEC"

Transcrição

1 27 DE ABRIL DE 2015 Regra 17g-7 da SEC A Regra 17g-7 da Securities And Exchange Commission (SEC) exige que uma Organização Nacionalmente Reconhecida de Ratings Estatísticos (NRSRO, na sigla em inglês) inclua uma descrição das representações, garantias e mecanismos de execução disponíveis aos investidores e uma descrição de como estes se diferem das representações, garantias e mecanismos de execução em emissões de títulos similares. Este é o Relatório de Divulgação 17g-7 da Standard & Poor spara a transação referida no título acima. 249ª Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Companhia Brasileira de Securitização - CIBRASEC Analista Principal: Hebbertt Soares, São Paulo, (55) , Contato Analítico Adicional: Leandro Albuquerque, São Paulo, (55) Líder do Comitê de Rating: Sol Ventura, Buenos Aires, , Como requisitado na Regra 17g-7 da SEC, este relatório inclui apenas aquelas representações, garantias e mecanismos de aplicação/execução disponíveis aos investidores. Este relatório não inclui representações e garantias sem um mecanismo de aplicação/execução ou recurso judicial/ solução judicial correspondente presente nos documentos da transação que possa ser executado pelos investidores (ou seus representantes).

2 Tabela 1 # Benchmark Transação Representações e Garantias 1 O cedente declara que, na data de cessão: A Cedente, neste ato, declara e garante à Cessionária, na data de assinatura deste Contrato de Cessão que: 2 os créditos não são objeto de qualquer alienação, cessão, transferência ou compromisso de alienação, cessão ou transferência, exceto conforme previsto no Contrato de Cessão de Créditos; 3 o cedente se responsabiliza pela existência, validade, licitude, legalidade, veracidade, legitimidade, regularidade e correta formalização dos créditos; 4 a cedente não se encontra impedida de realizar a cessão de créditos, a qual inclui, de forma integral, todos os direitos, ações, prerrogativas e garantias dos créditos; 5 os créditos estão livres e desembaraçados de quaisquer ônus, gravames ou restrições de natureza pessoal e real, sendo desconhecida a existência de qualquer fato que a impeça ou restrinja o direito de proceder a este Contrato de Cessão dos créditos; 6 inexistem restrições operacionais, urbanísticas, ambientais, sanitárias, de acesso ou segurança relacionadas ao(s) empreendimento(s), das quais a cedente tenha conhecimento e que possam vir a afetar de forma material e adversa, os créditos cedidos; 7 inexiste qualquer pendência ou exigência de adequação suscitada por autoridade governamental referente ao(s) empreendimento(s) de que a cedente tenha conhecimento, que não possa ser tempestivamente resolvida ou cumprida no curso normal dos negócios da cedente; 8 inexistem processos de desapropriação, servidão ou demarcação de terras envolvendo o(s) empreendimento(s) Em seu melhor conhecimento, os Créditos Imobiliários ora cedidos à Cessionária não são ou foram objeto (a) de qualquer contestação judicial, extrajudicial ou administrativa, por parte da Devedora ou de quaisquer terceiros, (b) de qualquer tipo de renegociação, acordo ou transação, que não tenha sido descrita no presente Contrato de Cessão e/ou Contrato de Cessão Credit; (c) de depósito judicial no contexto de questionamentos feitos pela Devedora; ou (d) de qualquer outro pedido ou medida que possa inviabilizar o pleno exercício pela Cessionária dos direitos relacionados às CCI ora cedidas os Créditos Imobiliários representados pelas CCI existem, nos termos do artigo 295 do Código Civil; está devidamente autorizada e obteve todas as autorizações necessárias à celebração deste Contrato de Cessão e dos demais Documentos da Operação dos quais é parte, à assunção e ao cumprimento das obrigações deles decorrentes, em especial aquelas relativas à cessão das CCI, tendo sido satisfeitos todos os requisitos contratuais, legais e societários necessários para tanto; as CCI e os Créditos Imobiliários por elas representados são de sua legítima e exclusiva titularidade, e estão, na forma do Contrato de Cessão Credit, livres e desembaraçados de quaisquer ônus, gravames ou restrições que possam obstar a cessão objeto deste Contrato de Cessão e o pleno gozo e uso, pela Cessionária, na forma do Contrato de Cessão Credit, de todos os direitos, garantias e prerrogativas relacionadas aos Créditos Imobiliários e às CCI que os representam; Página 2

3 que afetem ou possam vir a afetar, de forma adversa, os créditos cedidos. 9 Não incluído no documento do benchmark é sociedade empresária, devidamente constituída e em funcionamento de acordo com a legislação e regulamentação em vigor; 10 Não incluído no documento do benchmark os representantes legais ou mandatários que assinam este Contrato de Cessão têm poderes estatutários e/ou legitimamente outorgados para assumir em nome da respectiva Parte as obrigações estabelecidas neste Contrato de Cessão; 11 Não incluído no documento do benchmark a celebração deste Contrato de Cessão e a assunção e o cumprimento das obrigações deles decorrentes não acarretam, direta ou indiretamente, o descumprimento, total ou parcial, de (i) quaisquer contratos, de qualquer natureza, firmados anteriormente à data da assinatura deste Contrato de Cessão, dos quais cada uma das Partes, seus respectivos controladores, controladas e coligadas sejam parte ou aos quais estejam vinculados, a qualquer título, qualquer dos bens de sua propriedade, em especial os Imóveis, os Créditos Imobiliários e as CCI, conforme aplicável, exceto em relação aos contratos para os quais cada uma das Partes já obteve autorização prévia permitindo a celebração deste Contrato de Cessão; (ii) qualquer norma legal ou regulamentar a que a respectiva Parte, seus controladores, controladas e coligadas ou qualquer dos bens de sua propriedade estejam sujeitos; e (iii) qualquer ordem, decisão, judicial (ainda que liminar), arbitral ou administrativa que comprovadamente afete ou possa afetar o cumprimento das obrigações previstas no presente Contrato de Cessão; 12 Não incluído no documento do benchmark a cessão dos Créditos Imobiliários nos termos deste Contrato de Cessão não estabelece, direta ou indiretamente, qualquer relação de consumo entre o Cedente e a Cessionária, assim como entre a Cessionária e a Devedora; 13 o Valor da Cessão acordado entre as Partes na forma deste Contrato de Cessão representa o valor econômico dos Créditos Imobiliários, calculado com base nos termos e condições atuais dos Contratos de Locação/Sublocação, conforme re-ratificados pelo Contrato de Cessão Credit, e da Escritura de Emissão de CCI, e na expectativa de recebimento integral e tempestivo dos Créditos Imobiliários na quantia necessária para a satisfação das obrigações da Cessionária decorrentes do Termo de Securitização; 14 Não incluído no documento do benchmark o presente Contrato de Cessão é validamente celebrado e constitui obrigação legal, válida, vinculante e exequível contra cada Parte, de acordo com os termos aqui estabelecidos; Página 3

4 15 está apta a observar as disposições previstas neste Contrato de Cessão e agirá em relação a ela com boa-fé, probidade e lealdade durante a sua execução; 16 Não incluído no documento do benchmark as discussões sobre o objeto deste Contrato de Cessão foram feitas, conduzidas e implementadas por sua livre iniciativa; 17 Não incluído no documento do benchmark é sujeito de direito sofisticado e tem experiência em contratos semelhantes a este e/ou contratos relacionados. Mecanismo(s) de Aplicação/Execução 18 A Cessionária retrocederá os créditos, no estado em que se encontrarem, à Cedente, que, nessa hipótese, adquirirá automática e compulsoriamente os créditos e ficará obrigada a pagar à Cessionária, de forma definitiva, irrevogável e irretratável, o valor de recompra definido no Contrato de Cessão. A cedente pagará o valor da recompra em até # dias do recebimento da notificação realizada pela cessionária. Não incluidos no documento da transação A linguagem do Benchmark 17g-7 da Standard & Poor s reflete as representações, garantias e mecanismos de execução disponíveis aos investidores que comumente aparecem nos documentos das transações de um tipo específico de título. Para tornar genéricos os benchmarks, realizamos as seguintes modificações. Artigo ou números de seções específicos foram substituídos por um símbolo numérico (Exemplo: Seção 5 agora lê-se Seção # ). Os pronomes próprios foram substituídos pelos nomes do papel desempenhado pela entidade na transação em colchetes (Exemplo: ABC Corp agora lê-se [Cedente]. Os números ou quantidades específicos a uma transação foram substituídos por um símbolo numérico (Exemplo: mais de 30% agora lê-se mais de #% ). As características não numéricas foram substituídas por uma descrição genérica (Exemplo: financiamento de equipamentos agrícolas e construção agora lê-se financiamento de [tipo de] equipamento ). Este Relatório de Divulgação 17g-7 da Standard & Poor s não tem a intenção de ser e nem deve ser utilizado como base para um aconselhamento legal. Página 4

5 Termos de Uso Copyright 2015 Standard & Poor's Financial Services LLC, parte da McGraw Hill Financial. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta informação (incluindo-se ratings, análises e dados relativos a crédito, avaliações, modelos, software ou outras aplicações ou informações obtidas destes) ou qualquer parte dele (Conteúdo) pode ser modificada, sofrer engenharia reversa, reproduzida ou distribuída de nenhuma forma, nem meio, nem armazenado em um banco de dados ou sistema de recuperação sem a prévia autorização por escrito da S&P. O Conteúdo não deverá ser utilizado para nenhum propósito ilícito ou não autorizado. Nem a S&P, nem suas afiliadas, nem seus provedores externos, nem diretores, funcionários, acionistas, empregados nem agentes (Coletivamente Partes da S&P) garantem a exatidão, completitude, tempestividade ou disponibilidade de qualquer informação. As Partes da S&P não são responsáveis por quaisquer erros ou omissões, independentemente da causa, nem pelos resultados obtidos mediante o uso de tal Conteúdo. O Conteúdo é oferecido "como ele é". AS PARTES DA S&P ISENTAM-SE DE QUALQUER E TODA GARANTIA EXPRESSA OU IMPLÍCITA, INCLUSIVE, MAS NÃO LIMITADA A, ENTRE OUTRAS, QUAISQUER GARANTIAS DE COMERCIABILIDADE, OU ADEQUAÇÃO A UM PROPÓSITO OU USO ESPECÍFICO, LIBERDADE DE FALHAS, ERROS OU DEFEITOS DE SOFTWARE, QUE O FUNCIONAMENTO DO CONTEÚDO SEJA INTERROMPIDO OU QUE O CONTEÚDO OPERE COM QUALQUER CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE OU HADWARE. Em nenhuma circunstância, deverão as Partes da S&P ser responsabilizados por nenhuma parte, por quaisquer danos, custos, despesas, honorários advocatícios, ou perdas diretas, indiretas, incidentais, exemplares, compensatórias, punitivas, especiais, ou consequentes (incluindo-se, entre outras, perda de renda ou lucros cessantes e custos de oportunidade) com relação a qualquer uso da informação aqui contida, mesmo se alertadas sobre sua possibilidade. Os ratings e as análises creditícias da S&P e de suas afiliadas e as observações aqui contidas são declarações de opiniões na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou tomar qualquer decisão de investimento. Após sua publicação, a S&P não assume nenhuma obrigação de atualizar a informação. Não se deve depender do Conteúdo, e este não é um substituto das habilidades, julgamento e experiência do usuário, sua gerência, funcionários, conselheiros e/ou clientes ao tomar qualquer decisão de investimento ou negócios. As opiniões da S&P e suas análises não abordam a adequação de quaisquer títulos. A S&P não atua como agente fiduciário nem como consultora de investimentos. Embora obtenha informações de fontes que considera confiáveis, a S&P não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência de vida (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação que receba. A fim de preservar a independência e objetividade de suas respectivas atividades, a S&P mantém determinadas atividades de suas unidades de negócios separadas das de suas outras. Como resultado, certas unidades de negócios da S&P podem dispor de informações que não estão disponíveis às outras. A S&P estabeleceu políticas e procedimentos para manter o sigilo de determinadas informações que não são de conhecimento público recebidas no âmbito de cada processo analítico. A S&P Ratings Services pode receber remuneração por seus ratings e análises creditícias, normalmente dos emissores ou subscritores dos títulos ou dos devedores. A S&P reserva-se o direito de divulgar seus pareceres e análises. A S&P disponibiliza suas análises e ratings públicos em seus sites na Web, / / (gratuitos), e (por assinatura), e pode distribuí-los por outros meios, inclusive em suas próprias publicações ou por intermédio de terceiros redistribuidores. Informações adicionais sobre nossos honorários de rating estão disponíveis em Austrália Standard & Poor's (Austrália) Pty. Ltd. Conta com uma licença de serviços financeiros número de acordo com o Corporations Act Os ratings de crédito da Standard & Poor s e pesquisas relacionadas não tem como objetivo e não podem ser distribuídas a nenhuma pessoa na Austrália que não seja um cliente pessoa jurídica (como definido no Capítulo 7 do Corporations Act). STANDARD & POOR'S, S&P and RATINGSDIRECT são marcas registradas da Standard & Poor's Financial Services LLC. Para administrar suas preferências de recebimento de s, clique aqui. Caso você não queira receber os s promocionais da Standard & Poor's Rating Services, por favor clique aqui. Standard & Poor's Rating Services, Avenida Brigadeiro Faria Lima, 201, 24º andar, São Paulo, SP, Brasil.Paulo, SP, Brasil. Página 5

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento em Direitos Creditórios XP Sabemi Consignados

Leia mais

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022 Data de Publicação: 5 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da com vencimento em 2020 e 2022 Analista principal: Diego Ocampo,

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 7 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: Financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Bicbanco Crédito Corporativo II Data de Publicação:

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Brazilian Securities Companhia de Securitização 321ª e 322ª Séries da 1ª Emissão de Certificados

Leia mais

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2010 Comunicado à Imprensa Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Fevereiro de 2010 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa Data

Leia mais

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com Data de Publicação: 11 de fevereiro de 2015 Comunicado à Imprensa S&P coloca em CreditWatch Negativo o rating 'braa (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 2 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Data de Publicação: 3 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de agosto de 2015

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Empírica Goal One Data de Publicação: 06 de outubro

Leia mais

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 4 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 1º de junho de 2015 Comunicado à Imprensa S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 2

Leia mais

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Data de Publicação: 14 de outubro de 2015 Relatório Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Analista principal: Guilherme Machado, São Paulo, 55 (11) 3039-9754,

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 22

Leia mais

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Data de Publicação: 2 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Analista principal: Marcus Fernandes, São Paulo, 55

Leia mais

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Analistas: Marcus Fernandes, São

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Data de Publicação: 30 de outubro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Analista principal: Gustavo Belger,

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Angá Sabemi Consignados III Data de Publicação: 11

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Relatório de Monitoramento Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Perfil Originadora dos direitos creditórios: Cobra Tecnologia S.A.

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 15 de agosto de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO)

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados sob observação por alteração de critério (UCO) Data de Publicação: 3 de novembro de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO) Analistas principais:

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Sul Invest Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial Data de Publicação: 21 de

Leia mais

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819...

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819... Página 1 de 5 Clique aqui para visualizar em seu aparelho celular ou como uma página da internet. Standard & Poor's atribui o rating preliminar 'braa (sf)' à emissão de CRIs lastreados por créditos do

Leia mais

Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa

Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa Data de Publicação: 17 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa Analista principal: Gabriela

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Sul Invest Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial Data de Publicação: 4 de

Leia mais

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A.

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Comunicado à Imprensa Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Analistas: Marcus Fernandes, São Paulo (55) 11-3039-9734, marcus_fernandes@standardandpoors.com;

Leia mais

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias Data de Publicação: 21 de agosto de 2012 Comunicado à Imprensa Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Data de Publicação: 16 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Analista principal: Hebbertt Soares, São Paulo, 55

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 29 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs

Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs Data de Publicação: 12 de agosto de 2015 Relatório Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs Contato principal: Leandro Albuquerque, São Paulo, 55 (11) 3039-9729, leandro.albuquerque@standardandpoors.com

Leia mais

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-'

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Data de Publicação: 14 de abril de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Analista principal:

Leia mais

Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, CRIs e CRAs

Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, CRIs e CRAs Data de Publicação: 15 de setembro de Comunicado à Imprensa Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, e Analistas principais: Hebbertt Soares, São Paulo, 55 (11) 3039-9742, hebbertt.soares@standardandpoors.com;

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável

Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável Data de Publicação: 10 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável Analista principal: Edgard Dias, São Paulo, 55 (11)

Leia mais

Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas

Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas Data de Publicação: 30 de setembro de 2015 Relatório Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas Analista principal: Diego Ocampo, São Paulo, 55 (11) 3039-9769, diego.ocampo@standardandpoors.com

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 26 de abril de 2011 Relatório de Rating Preliminar Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Este relatório de rating preliminar baseia-se em informações obtidas

Leia mais

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa)

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Data de Publicação: 25 de novembro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Analista principal:

Leia mais

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco Daycoval S.A. Direitos

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 13 de janeiro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Data de Publicação: 5 de maio de 2015 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723,

Leia mais

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. COMUNICADO AO MERCADO. Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA.

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. COMUNICADO AO MERCADO. Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA. MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.343.492/0001-20 NIRE 31.300.023.907 Companhia Aberta COMUNICADO AO MERCADO Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA. Belo

Leia mais

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Data de Publicação: 24 de abril de 2014 Relatório de Monitoramento BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco BMG S.A.

Leia mais

Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-'

Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-' Data de Publicação: 24 de janeiro de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-' Analista principal: Amalia Bulacios, Buenos

Leia mais

Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável

Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável Data de Publicação: 22 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável

Leia mais

Analista principal: Alejandro Gomez Abente, São Paulo, 55 (11) 3039-9741, alejandro.gomez.abente@standardandpoors.com

Analista principal: Alejandro Gomez Abente, São Paulo, 55 (11) 3039-9741, alejandro.gomez.abente@standardandpoors.com Data de Publicação: 14 de novembro de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings da Cemig elevados para 'BB+' na escala global e para 'braa+' na Escala Nacional Brasil por perfil de risco de negócios mais forte;

Leia mais

Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira

Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira Data de Publicação: 27 de outubro de 2014 Relatório Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira Analista principal: Julyana Yokota, São Paulo, 55 (11) 3039-9731, julyana.yokota@standardandpoors.com

Leia mais

Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa

Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa Data de Publicação: 21 de outubro de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa Analista principal: Guilherme Machado, São Paulo,

Leia mais

Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável

Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável Data de Publicação: 3 de julho de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável

Leia mais

Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável

Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável Data de Publicação: 10 de maio de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável Analista principal: Marcus

Leia mais

Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa

Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa Data de Publicação: 23 de setembro de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa

Leia mais

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2014 Relatório de Monitoramento Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Direitos creditórios: recebíveis comerciais performados,

Leia mais

Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano

Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano Data de Publicação: 28 de julho de 2015 Comunicado à Imprensa Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano

Leia mais

Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem

Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem Data de Publicação: 28 de março de 2016 Relatório Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem Contatos analíticos: Marcelo Schwarz, CFA, São

Leia mais

Analista principal: Suzane Iamamoto, São Paulo (55) 11 3039-9728, suzane.iamamoto@standardandpoors.com

Analista principal: Suzane Iamamoto, São Paulo (55) 11 3039-9728, suzane.iamamoto@standardandpoors.com Data de Publicação: 23 de maio de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. elevados para 'braa' na Escala Nacional Brasil com base no novo critério

Leia mais

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 14 de outubro de 2009 Relatório de Monitoramento Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Outubro de 2009 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica?

As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica? Data de Publicação: 31 de agosto de 2015 Relatório As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica? Analista principal: Barbara Carreon, Cidade do México, 52 (55) 5081-4483,

Leia mais

Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado

Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado Data de Publicação: 18 de junho de 2015 Relatório Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado Contatos analíticos: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039 9782,

Leia mais

Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva

Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva Data de Publicação: 14 de novembro de 2013 Perguntas Mais Frequentes Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva

Leia mais

Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos

Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos Data de Publicação: 20 de abril de 2015 Relatório Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos Analistas Principais: Luísa Vilhena, São Paulo, 55 (11) 3039-9727, luisa.vilhena@standardandpoors.com;

Leia mais

Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina

Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina Data de Publicação: 14 de outubro de 2015 Relatório Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina Analista principal: Flávia Bedran, São

Leia mais

Gávea Sul Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial LP

Gávea Sul Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial LP Data de Publicação: 19 de novembro de 2014 Relatório de Rating Preliminar Gávea Sul Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial LP Ratings em Novembro de 2014 Instrumento Cotas Seniores

Leia mais

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com Data de Publicação: 26 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma ratings 'BB+' na escala global e 'braa' na Escala Nacional Brasil atribuídos à Ampla Energia e Serviços; Rating

Leia mais

Page 1 of 6 Clique aqui para visualizar em seu aparelho celular ou como uma página da internet. Rating preliminar braa+ atribuído às debêntures senior secured de R$ 700 milhões da Santo Antônio Energia

Leia mais

Contato analítico adicional: Luciano Gremone, Buenos Aires, 54 (11) 4891-2143, luciano.gremone@standardandpoors.com

Contato analítico adicional: Luciano Gremone, Buenos Aires, 54 (11) 4891-2143, luciano.gremone@standardandpoors.com Data de Publicação: 10 de setembro de 2015 Comunicado à Imprensa Diversas ações de rating realizadas em 60 entidades brasileiras dos setores corporativo e de infraestrutura após rebaixamento no rating

Leia mais

1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado:

1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado: POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS 1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado: 1.1. Companhia : Braskem S.A. 1.2. Controladora

Leia mais

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES.

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. SIGMA SISTEMA GERENCIAL DE MANUTENÇÃO CONTRATO DE LICENÇA DE USO E GARANTIA A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. 1.0. INDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial São Paulo, 15 de maio de 2015. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.: RELATÓRIO

Leia mais

REGULAMENTO DE REGISTRO DE EMISSORES E DE VALORES MOBILIÁRIOS CAPÍTULO I REGISTRO PARA NEGOCIAÇÃO EM BOLSA SEÇÃO I REGISTRO DE COMPANHIAS ABERTAS

REGULAMENTO DE REGISTRO DE EMISSORES E DE VALORES MOBILIÁRIOS CAPÍTULO I REGISTRO PARA NEGOCIAÇÃO EM BOLSA SEÇÃO I REGISTRO DE COMPANHIAS ABERTAS REGULAMENTO DE REGISTRO DE EMISSORES E DE VALORES MOBILIÁRIOS CAPÍTULO I REGISTRO PARA NEGOCIAÇÃO EM BOLSA SEÇÃO I REGISTRO DE COMPANHIAS ABERTAS Artigo 1º O Diretor Presidente poderá conceder o registro

Leia mais

REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª e 2ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª e 2ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª e 2ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A. I. PROPÓSITO 1.1 A presente Política visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A POLÍTCA DE DVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A A Política estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados na divulgação de ato ou fato relevante e na manutenção do sigilo de tais

Leia mais

NOVA SECURITIZAÇÃO S.A. EXERCÍCIO DE 2014

NOVA SECURITIZAÇÃO S.A. EXERCÍCIO DE 2014 NOVA SECURITIZAÇÃO S.A. 17ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores

Leia mais

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE CRÉDITOS SEM COOBRIGAÇÃO Por este instrumento, as partes a seguir designadas e qualificadas,

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. 1 PROPÓSITO A presente Política de Negociação de Valores Mobiliários tem como propósito estabelecer regras para

Leia mais

Termos do Serviço. 1. Aceitação dos Termos do Serviço. Bem-vindo a TapToLogin.

Termos do Serviço. 1. Aceitação dos Termos do Serviço. Bem-vindo a TapToLogin. Termos do Serviço 1. Aceitação dos Termos do Serviço Bem-vindo a TapToLogin. A RD2Buzz Brasil Consultoria e Internet Ltda (RD2Buzz). fornece a você ("Usuário ) o aplicativo TapToLogin, sujeito aos Termos

Leia mais

Rating soberano do Brasil diante do aumento das incertezas no contexto global

Rating soberano do Brasil diante do aumento das incertezas no contexto global Copyright 2011 pela Standard & Poor's Financial Services LLC (S&P), uma subsidiária da The McGraw-Hill Companies, Inc. Todos os direitos reservados. Rating soberano do Brasil diante do aumento das incertezas

Leia mais

2º Congresso Internacional Gestão de Riscos FEBRABAN 23/10/2012

2º Congresso Internacional Gestão de Riscos FEBRABAN 23/10/2012 2º Congresso Internacional Gestão de Riscos FEBRABAN 23/10/2012 1. Certificados de Recebíveis Imobiliários 2. Mercado de CRI 3. Principais Investidores Conceito de Securitização Imobiliária Operação pela

Leia mais

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da Estácio Participações S.A. 1. Propósito Este Manual visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados pelos (i) Administradores

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 12 - Data 29 de junho de 2012 Origem SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL DA 4ª REGIÃO FISCAL, DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO

Leia mais

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de

Leia mais

AS NOVAS REGRAS DE REGISTRO DE EMISSORES DE VALORES MOBILIÁRIOS NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO

AS NOVAS REGRAS DE REGISTRO DE EMISSORES DE VALORES MOBILIÁRIOS NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO REVISTA JURÍDICA CONSULEX ONLINE Conjuntura Walter Douglas Stuber Sócio Fundador de Walter Stuber Consultoria Jurídica, atuando como advogado especializado em direito empresarial, societário, financeiro

Leia mais

Política de Gestão de Negócios e de Relacionamento

Política de Gestão de Negócios e de Relacionamento Boletim n o 4* Política de Gestão de Negócios e de Relacionamento Entrada em Vigor: 15 de junho de 2015 Versão: 13 Autor: Grupo de Gestão de Negócios e de Relacionamento (BRM) I. INTRODUÇÃO A. Princípios

Leia mais

CONTRATOS COM PARTES RELACIONADAS

CONTRATOS COM PARTES RELACIONADAS CONTRATOS COM PARTES RELACIONADAS ITEM 01 Em 05 de dezembro de 2007, a Companhia firmou com o Unibanco quatro cédulas de crédito bancário, nº 044.461076-2, nº 044.461077-0, nº 044.461078-2 e nº 044.461079-6,

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO São partes deste Instrumento, VAIVOLTA.COM SERVIÇOS DE INTERNET SA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.529.518/0001-94, com sede na Rua Frei Caneca,

Leia mais

BRAZIL REALTY - COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

BRAZIL REALTY - COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS BRAZIL REALTY - COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 1ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro,

Leia mais

PDG COMPANHIA SECURITIZADORA. 7ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

PDG COMPANHIA SECURITIZADORA. 7ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO PDG COMPANHIA SECURITIZADORA 7ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores

Leia mais

Termo de Uso e Política de Confidencialidade Acesso ao Website

Termo de Uso e Política de Confidencialidade Acesso ao Website Termo de Uso e Política de Confidencialidade Acesso ao Website Ao acessar este website e quaisquer de suas páginas, você estará aceitando seus termos e condições de uso. Este website e os produtos através

Leia mais

BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO. 206ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO. 206ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO 206ª SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de

Leia mais

10% R$ 900. bra+ (sf) Preliminar* 6% R$ 40

10% R$ 900. bra+ (sf) Preliminar* 6% R$ 40 Data de Publicação: 24 de outubro de 2013 Relatório de Rating Preliminar Driver Brasil Two Banco Volkswagen Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Financiamento de Veículos Cotas Seniores e Cotas

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO Este Manual visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços - Loja Virtual

Contrato de Prestação de Serviços - Loja Virtual Por este instrumento de Contrato de Prestação de Serviços, que celebram entre si, de um lado CLIENTE CADASTRADO na Loja Virtual Credito&Veiculo (www.creditoeveiculo.com.br), doravante denominado CONTRATANTE,

Leia mais