Curso de linguagem matemática Professor Renato Tião. b) Sua diagonal

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de linguagem matemática Professor Renato Tião. b) Sua diagonal"

Transcrição

1 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião 1. s dimensões de um prlelepípedo reto-retângulo são m, 4m e 1m. lcule: ) Su áre totl. b) Seu volume. c) Su digonl.. s dimensões x, y, z de um prlelepípedo retângulo estão em progressão ritmétic. Sbendo que som desss medids é igul cm e que áre totl do prlelepípedo é igul 694 cm, clcule: ) rzão d P.. b) s dimensões do prlelepípedo c) O volume do prlelepípedo d) medid d digonl do prlelepípedo. lcule o volume dos seguintes sólidos sbendo que sus rests lteris medem 7m e s rests de sus bses medem 6m: ) Prism tringulr regulr. b) Prism qudrngulr regulr. c) Prism hexgonl regulr. d) Pirâmide tringulr regulr. e) Pirâmide qudrngulr regulr. f) Pirâmide hexgonl regulr. 4. Um pirâmide hexgonl regulr tem rests com medids, em metros, iguis e 7. lcule: ) medid do pótem d su bse b) medid do pótem d pirâmide c) ltur d pirâmide d) áre d bse d pirâmide e) áre lterl d pirâmide f) o volume d pirâmide 5. Um pedço de crtolin retngulr de 60cm por 80cm será recortdo, como mostr figur. Depois do recorte, montmos um sólido fzendo coincidir os pontos 1,, e 4, os pontos 1,, e 4, os pontos 1 e e os pontos D 1 e D. 1 D ) Determine áre totl d superfície deste sólido. b) Determine ltur deste sólido. c) Determine o volume deste sólido. D 60cm 6. onsidere um tetredro regulr D de rest m e clcule: ) áre d su superfície totl b) Su ltur c) Seu volume d) distânci entre dus de sus rests oposts 7. onsidere um octedro regulr DEF de rest m e clcule: ) áre d su superfície totl b) Su digonl c) Seu volume d) tngente do ângulo diedro entre sus fces 8. Respond às seguintes pergunts sobre um cilindro circulr reto de ltur 8cm cujo rio d bse mede cm: ) Qul o vlor d áre de su superfície lterl? b) Qunto vle su áre totl? c) Qul seu volume? d) Qunto mede mior distânci entre dois pontos de su superfície? 9. Um recipiente cilíndrico cujo rio d bse é 6 cm contém águ té um cert ltur (fig. 1). Um esfer de ço é colocd no interior do recipiente ficndo totlmente submers (fig. ). Sbendo que ltur d águ subiu 1 cm, clcule medid do rio d esfer. 10. onsidere um lt cilíndric de rio r e ltur h completmente chei de um determindo líquido. Este líquido deve ser distribuído totlmente em copos tmbém cilíndricos, cuj ltur é um qurto d ltur d lt e cujo rio é dois terços do rio d lt. Quntos copos são necessários, no mínimo? 11. onsidere um cone circulr reto de 6m de ltur cujo diâmetro d bse mede 8m e respond às seguintes pergunts: ) Qunto mede gertriz deste cone? b) Qul o vlor d áre de su superfície lterl? c) Qunto vle su áre totl? d) Qul seu volume? 1. lcule cpcidde, em litros, dos sólidos gerdos pels revoluções do triângulo retângulo, cujos ctetos e medem respectivmente 80cm e 60cm, em torno ) do cteto b) do cteto c) d hipotenus d) d ret que pss por e é prlel à hipotenus

2 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião 1. Num cilindro circulr reto sbe-se que ltur h, e o rio d bse R são tis que os números π, h e R formm, nest ordem, um progressão ritmétic de som 6π. lcule áre totl deste cilindro. 14. emblgem de cert mrc de btts frits tem o formto de um cilindro circulr reto de ltur 5cm e cujo diâmetro d bse mede 10cm. Sbendo que s bses são de um metl cujo preço de custo é R$1,40 o metro qudrdo e que superfície lterl é feit de um tipo de ppelão que cust R$0,0 o metro qudrdo determine: ) O volume d emblgem. b) áre lterl d emblgem. c) O custo de produção de mil emblgens. (π 7 ) 15. figur seguir present um triângulo eqüilátero de ldo e um semicírculo de diâmetro. onsidere o sólido gerdo pel revolução dest figur em torno do seu eixo de simetri, ou sej, d ret determind pelo vértice do triângulo e pelo ponto médio de su bse. M ) Determine ltur P do sólido. b) Determine áre totl d superfície deste sólido. c) Determine o volume deste sólido. 16. lcule o rio d esfer inscrit em ) um cubo de rest 10cm. b) um tetredro regulr de ltur 8cm. c) um octedro regulr de rest 6 cm. d) um cone circulr reto de ltur 8cm e gertriz 10cm. e) um cilindro eqüilátero de volume 50π cm. f) um pirâmide qudrngulr regulr de pótem 5cm cuj rest d bse mede 6cm. 17. lcule o rio ds esfers circunscrits nos seguintes sólidos cujs medids são dds em centímetros: ) ubo de rest 10. b) Tetredro regulr de ltur 8. c) Octedro regulr de rest 6. d) one circulr reto de ltur 8 e gertriz 10. e) ilindro circulr reto de ltur 8 e rio d bse 6. f) Prlelepípedo reto-retângulo de dimensões 6, 8 e 10. P 18. Um poliedro regulr inscreve-se num cubo de tl form que seus vértices coincidem com os centros ds fces deste cubo. ) Que poliedro e esse? b) Qunts rests possui este poliedro? c) Qul rzão entre s medids ds rests do cubo e deste poliedro inscrito? d) Qul rzão entre áre de um fce do cubo e áre de um ds fces deste poliedro? e) Qul rzão entre s áres totis do cubo e do poliedro? f) Qul rzão entre os volumes do cubo e do poliedro? 19. Dois poliedros de 9 rests são tis que os vértices de um deles coincidem com os centros ds fces do outro. Determine quntos vértices e fces têm cd um deles. 0. lcule o volume e áre d superfície totl dos seguintes sólidos inscritos no cubo rest. ) EFG b) HD c) HGE d) HD e) H f) HF H D 1. Dus esfers E 1 e E de rios r 1 e r respectivmente são tis que um dels circunscreve o mesmo cubo n qul outr está inscrit. Sbendo que r 1 > r, clcule rzão entre s superfícies esférics de E 1 e E, e clcule tmbém rzão entre os seus volumes.. Um cubo está inscrito num semi-esfer de rio 6 de tl form que bse d semi-esfer contenh um ds fces do cubo como mostr figur em perspectiv. Determine medid d rest deste cubo.. lcule o volume do octedro regulr inscrito num cubo de rest 6m, sbendo que os vértices do octedro são os centros ds fces do cubo. 4. lcule o volume do octedro regulr cujos vértices são os pontos médios ds rests de um tetredro regulr de volume 6m. 5. Determine áre ds secções de um esfer determinds por um plno α, perpendiculr o diâmetro que mede 10m, nos csos em que é dividido ) o meio b) n rzão de 1 pr c) n rzão de 1 pr 5 d) n rzão de 1 pr 9 G E F

3 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião 6. Um superfície esféric de rio 1 cm é cortd por um plno situdo um distânci de 1 cm do centro d superfície esféric, determinndo um circunferênci. lcule medid do rio dest circunferênci. 7. O prism reto cujs bses são os hexágonos regulres DEF e D E F de ldos medindo 0cm tem ltur =0cm. Deste prism, pedimos: ) Su cpcidde em litros e áre totl de su superfície em metros qudrdos. (Use 1,7) b) medid d su mior digonl. c) áre d secção determind pelo plno D E. 8. Determine s áres ds secções digonis de um prism qudrngulr regulr de ltur d bse mede cm. 7 cm cuj rest 9. Um plno α seccion um cilindro circulr reto de ltur 10cm de form que o ângulo diedro entre o plno α e o plno d bse do cilindro tenh tngente igul 0,5. Sbendo que o rio d bse do cilindro é cm e rest do diedro est 8cm de distânci do centro d bse do cilindro, clcule o volume do mior tronco determindo por est secção. 0. onsidere um cone circulr reto de ltur 8cm cujo rio d bse mede 6cm. Sbendo que um plno prlelo bse deste cone, divide su ltur pl metde, clcule: ) gertriz do cone originl. b) o rio d secção. c) áre d secção. d) áre d superfície lterl do tronco de cone determindo por est secção. e) áre totl deste tronco de cone. f) o volume deste tronco. 1. figur present um cubo de rest em que X, Y e Z são os pontos médios ds rests, GH e F. G Y H D lcule s áres ds secções deste cubo determinds pelos plnos que pssm pelos seguintes pontos ), e G b), D e Y c), F e H d), X e Z e) D, X e Z f) X, Y e Z. Determine o volume e áre d superfície totl de um tronco de cilindro circulr, sbendo que o rio de su bse mede 4cm, su secção meridin é um trpézio retângulo de bses 1cm e 7cm, e que áre de um E F Z X elipse é dd pel expressão πb em que e b são os semieixos d elipse.. onsidere um pirâmide qudrngulr regulr de ltur 6cm e rest d bse mede 16cm. Um plno prlelo bse d pirâmide que divide su ltur pl metde determin um tronco. Deste tronco clcule: ) distânci entre s rests prlels de um fce lterl b) áre de um fce lterl. c) áre totl do tronco d) o volume deste tronco. 4. Um plno α prlelo bse de um cone circulr reto de ltur m, divide-o em dois sólidos. ) Qul será rzão entre os volumes destes dois sólidos se o plno α dividir ltur do cone o meio. b) Qul será rzão entre os volumes destes dois sólidos se secção determind pelo plno α tiver metde d áre d bse do cone. c) que distânci d bse deve estr o plno α pr que ele divid o cone em dois sólidos equivlentes. 5. secção meridin de um cone circulr reto é um triângulo isósceles de bse e ltur. Determine, em função de os vlores do volume e d áre d superfície lterl deste cone. 6. secção meridin de um cilindro circulr reto é um retângulo de áre 4m determine o volume e áre d superfície totl deste cilindro sbendo que rzão entre su ltur e o rio de su bse é 0,75. Testes 1 Fuvest. Sejm π e π s fces de um ângulo diedro de 45º e P um ponto interior esse diedro. Sejm P e P s respectivs projeções ortogonis de P sobre π e π. Então medid, em grus, do ângulo P PP é: P 45º π ) 0 ) 45 ) 60 D) 90 E) 15. Se rest d bse de um prism diminui 10% e ltur ument 0%, o seu volume: ) ument,8%. ) ument 1,5%. ) Diminui 1,5%. D) Diminui,8%. E) Não se lter. P P π

4 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião Fuvest. O número de fces tringulres de um pirâmide é 11. Pode-se, então, firmr que est pirâmide possui: ) vértices e rests ) 1 vértices e 11 rests ) vértices e 11 rests D) 11 vértices e rests E) 1 vértices e rests 4. ssinle lterntiv que present o vlor mis próximo, em centímetros qudrdos, d áre totl de um pirâmide qudrngulr regulr em que tods s rests medem 1 cm. ) 1 ) ) D) 4 E) 5 5. cpcidde de um pirâmide de 1 rests tis que seis dels medem 1m e s outrs seis medem m é de: ) 1,5L )15L ) 150L D) 1.500L E) L 6. Existem dois poliedros distintos com cinco vértices. Se tods s rests de mbos os poliedros têm mesm medid, então rzão entre s áres ds superfícies totis destes dois poliedros é ) ) ) 4 + D) + 6 E) Um slme tem form de um cilindro reto com 40 cm de ltur e pes 1 kg. Tentndo servir um freguês que queri meio quilo de slme, João cortou um pedço, obliqumente, de modo que ltur do pedço vri entre cm e 6 cm. O peso do pedço é de: ) 600 g ) 610 g ) 60 g D) 60 g E) 640 g 8. Um pedço de crtolin possui form de um semicírculo de rio 0 cm. om ess crtolin um menino constrói um chpéu cônico e o coloc com bse poid sobre um mes. Qul distânci, em centímetros, do bico do chpéu à mes? )10 ) 10 ) 0 D) 0 E) 10 9 Fuvest. Um metlúrgic fbric brris cilíndricos de dois tipos, e, cujs superfícies lteris são moldds prtir de chps retngulres de ldos e ª, soldndo ldos opostos desss chps, conforme ilustrdo seguir. rril do tipo Se V e V indicm os volumes dos brris do tipo e, respectivmente, tem-se: ) V = V ) V = V ) V = V D) V = 4V E) V = 4V rril do tipo 10 Puc. Um pirâmide qudrngulr regulr é inscrit num cubo de rest. áre totl d pirâmide é igul : ) ) 5 ) ( + 5 ) D) ( 5 +1) E) (5 + 5 ) 11. Qul é medid, em metros, do rio d esfer que tem seu volume em metros cúbicos, numericmente igul áre de su superfície totl em metros qudrdos? ) 1 ) ) D) 4 E) π 1. Um esfer de rio 0 cm é mergulhd num copo cilíndrico de 40 cm de rio, té encostr no fundo, de modo que águ do copo recubr extmente esfer. ntes de esfer ser colocd no copo, ltur d águ, em centímetros, er ) 7,5 ) 0 ),5 D) 5 E) 7,5 1. Sendo D medid do diâmetro d bse de um cone circulr reto e G medid d gertriz deste mesmo cone, podemos firmr que su ltur mede: ) D) 4G 4G D 4 D ) G 4D E) G D ) G 4 D 14 Unesp. Sej r um número rel positivo e P um ponto do espço. O conjunto formdo por todos os pontos do espço, que estão um distânci de P menor ou igul r, é: ) um segmento de ret medindo r e tendo P como ponto médio ) um cone cuj bse é um círculo de centro P e rio r ) um cilindro cuj bse é um círculo de centro P e rio r D) um esfer de centro P e rio r E) um círculo de centro P e rio r 15 Fuvest. Num cix em form de prlelepípedo reto-retângulo, de dimensões 6cm, 17cm e 8cm, que deve ser tmpd, coloc-se mior esfer que nel couber. O número máximo de esfers iguis ess que cbem junts n cix é ) 1 ) ) 4 D) 6 E) Um cubo de volume unitário está inscrito num pirâmide qudrngulr regulr de form que os vértices de um ds bses do cubo coincidm com os pontos médios ds rests lteris d pirâmide e os vértices d outr bse do cubo estejm sobre s digonis d bse d pirâmide. O volume dest pirâmide é ) 4 ) 4 ) 8 D) 8 E) 16

5 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião 17 Um lrnj pode ser considerd um esfer de rio R, compost por 1 gomos extmente iguis. superfície totl de cd gomo mede: ) πr ) πr ) 4πR D) 4 πr E) 4 πr 19. Um cone circulr reto de ltur cm está inscrito num esfer de rio 5cm. áre d superfície lterl deste cone, em centímetros qudrdos, é ) 64π ) 600π ) 578π D) 480π E) 960π 18 UERJ. Três bols de tênis, idêntics, de diâmetro igul 6cm, encontrm-se dentro de um emblgem cilíndric, com tmp. s bols tngencim superfície intern d emblgem nos pontos de contto, como mostr figur. frção do volume d emblgem ocupdo pels bols é ) ) 5 6 ) 4 D) 1 E) Fuvest. Um cone circulr reto está inscrito em um prlelepípedo reto-retângulo, de bse qudrd, como mostr figur. g rzão b/ entre s dimensões do prlelepípedo é / e o volume do cone é π. Então, o comprimento d gertriz do cone é ) 5 ) 6 ) 7 D) 10 E) O formto d intersecção entre um plno e um cubo não pode ser: ) Tringulr ) Qudrdo ) Pentgonl D) Hexgonl E) Octogonl. ssinle lterntiv corret: ) medid digonl de um cubo coincide com medid do diâmetro d esfer nele inscrit. ) mior distânci entre dois pontos d superfície de um cilindro circulr reto coincide com um diâmetro de su esfer circunscrit. ) medid d rest de um cubo inscrito num esfer coincide com medid do rio dest esfer. D) medid d rest de um cubo inscrito num esfer coincide com medid do diâmetro dest esfer. E) O prism que possui seis fces tem como bse um hexágono regulr. b Fuvest. Os segmentos V, V e V são rests de um cubo. Um plno α, prlelo o plno, divide esse cubo em dus prtes iguis. intersecção do plno α com o cubo é um: ) triângulo ) qudrdo ) retângulo D) pentágono E) hexágono 4. Um pirâmide tem ltur H. que distânci do vértice deve-se pssr um plno prlelo à bse, pr dividi-l em dus prtes de mesmo volume? H H ) ) ) H D) H H E) 5. Um triedro tri-retângulo é secciondo por um plno determinndo um triângulo isósceles de ldos 5cm, 5cm e 4 cm. ssinle lterntiv que present o volume do tetredro determindo por est secção é ) 9 cm ) 8 cm ) 7 cm D) 6 cm E) 5 cm 6 Unesp. s rests de o prism tringulr reto mostrdo n figur têm, tods, mesm medid. Seccionse o prism por meio de um plno pelos vértices R e Q e por um ponto M d rest. R M Pr que o tetredro MQR tenh volume igul 1 do volume do outro sólido em que se dividiu o prism, deve-se ter M igul : ) 4 ) ) 5 D) 1 E) Um plno α que contém o eixo de um cilindro circulr reto divide-o em dus peçs sólids congruentes entre si. Se este cilindro tem 10cm de ltur e su bse tem 14cm de diâmetro, lterntiv mis próxim do vlor d superfície totl de um ds peçs, em centímetros qudrdos, é: ) 100 ) 00 ) 00 D) 400 E) Derretermos um peç de chumbo no formto de um cilindro eqüilátero e usmos o chumbo derretido pr fundir um outr peç: um cone com mesm bse e mesm ltur do cilindro originl. Supondo que não hj desperdício de mteril, se quisermos usr o chumbo restnte pr fundir esfers com metde do rio do cilindro originl, teremos chumbo suficiente pr extmente ) 8 esfers ) 6 esfers ) 4 esfers D) esfers E) 1 esfer P Q

6 urso de lingugem mtemátic Professor Rento Tião 9. áre lterl de um cone circulr reto é igul o triplo d áre de su bse. Se executrmos plnificção de su superfície lterl, obteremos um setor circulr cujo ângulo centrl mede ) 90º ) 100º ) 110º D) 10º E) 10º 0. Qunto mede, em metros, o rio d esfer que circunscreve um cone eqüilátero de ltur m? ) 1m ) m ) m D) 4m E) 5m IV Gbrito 1. ) 19 m b) 144 m c) 1 m. ) 4m b) 7m, 11m e 15m c) 694 m d) 95 m. ) 6 m b) 5 m c) 78 m d) 111 m e) 1 1 m f) 18 9 m 4. ) m b) 5 m c) 4 m d) 18 m e) 0 m f) 4 m 5. ) cm b) 40 cm c) cm 6. ) 1 m b) m c) 6 m d) 6 m 7. ) 8 m b) m c) 8 m d) 8. ) 48π cm b) 66π cm c) 7π cm d) 10 cm 9. cm ) 5m b) 40π m 1. ) 96πL b) 18πL c) 76,8πL d) 15,6πL 1. 1π 14. ) 875π cm b) 50π cm c) R$44, ) 1+ b) 4π c) + π 16. ) 5cm b) cm c) cm d) cm e) 5cm f) 1,5 cm c) 56π m d) π m 17. ) 5 cm b) 6cm c) cm d) 15 4 cm e) 5cm f) 5 cm ) octedro b) 1 c) d) e) f) Um deles possui 6 vértices e 5 fces e o outro possui 5 vértices e 6 fces. 0. ) e ( + ) b) e ( + ) c) d) 6 e + e) 6 e 1+ + f) e e 1. e. 6. 6m 4. m 5. ) 1,14L e 5.676cm b) 50cm c) 00 1 cm 6. 5cm 7. ) 5π m b) 7,5π m c) 16π m d) 9π m 8. 7 cm e cm 9. 16π cm 0. ) 5 cm b) cm c) 9π cm d) 45π cm e) 90π cm f) 5π cm 1. ) 4 cm b) 5 cm c) cm d) 1,5 cm e) 4,5 cm f) cm. 64π m e 90π m. ) 5 cm b) 60 cm c) 50 cm d) 448 cm 4. ) 1 7 b) 4 c) ( π π 5 4 ) 5. e E. D. E D E D E D 15. D D 18. E E 1. E.. E E D π cm e 58π cm

GEOMETRIA ESPACIAL. 1) O número de vértices de um dodecaedro formado por triângulos é. 2) O número de diagonais de um prisma octogonal regular é

GEOMETRIA ESPACIAL. 1) O número de vértices de um dodecaedro formado por triângulos é. 2) O número de diagonais de um prisma octogonal regular é GEOMETRIA ESPACIAL 1) O número de vértices de um dodecedro formdo por triângulos é () 6 (b) 8 (c) 10 (d) 15 (e) 0 ) O número de digonis de um prism octogonl regulr é () 0 (b) (c) 6 (d) 40 (e) 60 ) (UFRGS)

Leia mais

4 π. 8 π Considere a função real f, definida por f(x) = 2 x e duas circunferência C 1 e C 2, centradas na origem.

4 π. 8 π Considere a função real f, definida por f(x) = 2 x e duas circunferência C 1 e C 2, centradas na origem. EFOMM 2010 1. Anlise s firmtivs bixo. I - Sej K o conjunto dos qudriláteros plnos, seus subconjuntos são: P = {x K / x possui ldos opostos prlelos}; L = {x K / x possui 4 ldos congruentes}; R = {x K /

Leia mais

SÍNTESE DE CONTEÚDO MATEMÁTICA SEGUNDA SÉRIE - ENSINO MÉDIO ASSUNTO : OS PRISMAS (PARTE 2) NOME :...NÚMERO :... TURMA :...

SÍNTESE DE CONTEÚDO MATEMÁTICA SEGUNDA SÉRIE - ENSINO MÉDIO ASSUNTO : OS PRISMAS (PARTE 2) NOME :...NÚMERO :... TURMA :... SÍNTESE DE CONTEÚDO MATEMÁTICA SEGUNDA SÉRIE - ENSINO MÉDIO ASSUNTO : OS PRISMAS (PARTE ) 1 NOME :...NÚMERO :... TURMA :... 6) Áres relcionds os prisms : ) Áre d bse : É áre do polígono que represent bse.

Leia mais

2. Prisma de base hexagonal: formado 8 faces, 2 hexágonos (bases), 6 retângulos (faces laterais).

2. Prisma de base hexagonal: formado 8 faces, 2 hexágonos (bases), 6 retângulos (faces laterais). unifmu Nome: Professor: Ricrdo Luís de Souz Curso de Design Mtemátic Aplicd Atividde Explortóri V Turm: Dt: SÓLIDOS GEOMÉTRICOS: CÁLCULO DE ÁREA SUPERFICIAL E DE VOLUME Objetivo: Conecer e nomer os principis

Leia mais

AB AC BC. k PQ PR QR AULA 1 - GEOMETRIA PLANA CONCEITOS BÁSICOS SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS. Triângulos isósceles

AB AC BC. k PQ PR QR AULA 1 - GEOMETRIA PLANA CONCEITOS BÁSICOS SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS. Triângulos isósceles AULA - GEOMETRIA PLANA Triângulos isósceles CONCEITOS BÁSICOS Rets prlels cortds por um trnsversl São queles que possuem dois ldos iguis. Ligndo o vértice A o ponto médio d bse BC, germos dois triângulos

Leia mais

Unidade 8 Geometria: circunferência

Unidade 8 Geometria: circunferência Sugestões de tividdes Unidde 8 Geometri: circunferênci 8 MTMÁTI Mtemátic. s dus circunferêncis n figur seguir são tngentes externmente. 3. N figur estão representdos um ângulo inscrito com vértice em P

Leia mais

CONCURSO DE SELEÇÃO 2003 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

CONCURSO DE SELEÇÃO 2003 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONCURSO DE SELEÇÃO 003 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO 41100 0$7(0É7,&$ RESOLUÇÃO PELA PROFESSORA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA $ LOXVWUDomR TXH VXEVWLWXL D RULJLQDO GD TXHVWmR H DV GDV UHVROXo}HV

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades MTMÁTI Seu pé direito ns melhores fculddes 0. João entrou n lnchonete OG e pediu hmbúrgueres, suco de lrnj e cocds, gstndo $,0. N mes o ldo, lgums pessos pedirm 8 hmbúrgueres, sucos de lrnj e cocds, gstndo

Leia mais

{ 2 3k > 0. Num triângulo, a medida de um lado é diminuída de 15% e a medida da altura relativa a esse lado é aumentada

{ 2 3k > 0. Num triângulo, a medida de um lado é diminuída de 15% e a medida da altura relativa a esse lado é aumentada MATEMÁTICA b Sbe-se que o qudrdo de um número nturl k é mior do que o seu triplo e que o quíntuplo desse número k é mior do que o seu qudrdo. Dess form, k k vle: ) 0 b) c) 6 d) 0 e) 8 k k k < 0 ou k >

Leia mais

Matemática D Extensivo V. 6

Matemática D Extensivo V. 6 Mtemátic D Extensivo V. 6 Exercícios 0) ) cm Por definição temos que digonl D vle: D = D = cm. b) 6 cm² A áre d lterl é dd pel som ds áres dos qutro ldos que compõe: =. ² =. ( cm)² = 6 cm² c) 96 cm² O

Leia mais

Simulado EFOMM - Matemática

Simulado EFOMM - Matemática Simuldo EFOMM - Mtemátic 1. Sejm X, Y, Z, W subconjuntos de N tis que: 1. (X Y ) Z = {1,,, },. Y = {5, 6}, Z Y =,. W (X Z) = {7, 8},. X W Z = {, }. Então o conjunto [X (Z W)] [W (Y Z)] é igul (A) {1,,,,

Leia mais

Calculando volumes. Para pensar. Para construir um cubo cuja aresta seja o dobro de a, de quantos cubos de aresta a precisaremos?

Calculando volumes. Para pensar. Para construir um cubo cuja aresta seja o dobro de a, de quantos cubos de aresta a precisaremos? A UA UL LA 58 Clculndo volumes Pr pensr l Considere um cubo de rest : Pr construir um cubo cuj rest sej o dobro de, de quntos cubos de rest precisremos? l Pegue um cix de fósforos e um cix de sptos. Considerndo

Leia mais

Nº de infrações de 1 a 3 de 4 a 6 de 7 a 9 de 10 a 12 de 13 a 15 maior ou igual a 16

Nº de infrações de 1 a 3 de 4 a 6 de 7 a 9 de 10 a 12 de 13 a 15 maior ou igual a 16 MATEMÁTICA 77 Num bolão, sete migos gnhrm vinte e um milhões, sessent e três mil e qurent e dois reis. O prêmio foi dividido em sete prtes iguis. Logo, o que cd um recebeu, em reis, foi: ) 3.009.006,00

Leia mais

Matemática Básica II - Trigonometria Nota 02 - Trigonometria no Triângulo

Matemática Básica II - Trigonometria Nota 02 - Trigonometria no Triângulo Mtemátic ásic II - Trigonometri Not 0 - Trigonometri no Triângulo Retângulo Márcio Nscimento d Silv Universidde Estdul Vle do crú - UV urso de Licencitur em Mtemátic mrcio@mtemticuv.org 18 de mrço de 014

Leia mais

IME MATEMÁTICA. Questão 01. Calcule o número natural n que torna o determinante abaixo igual a 5. Resolução:

IME MATEMÁTICA. Questão 01. Calcule o número natural n que torna o determinante abaixo igual a 5. Resolução: IME MATEMÁTICA A mtemátic é o lfbeto com que Deus escreveu o mundo Glileu Glilei Questão Clcule o número nturl n que torn o determinnte bixo igul 5. log (n ) log (n + ) log (n ) log (n ) Adicionndo s três

Leia mais

a n QUESTÃO 01 2 a 1 b Sejam a . Se P = a 4 b 4, então P é um número: e 1 bn 1

a n QUESTÃO 01 2 a 1 b Sejam a . Se P = a 4 b 4, então P é um número: e 1 bn 1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -0 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA, MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÃO 0 Sejm n n b e bn b n. Se P = b, então P é um número: 0) inteiro

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M13 Progressões Geométricas

Matemática. Resolução das atividades complementares. M13 Progressões Geométricas Resolução ds tividdes complementres Mtemátic M Progressões Geométrics p. 7 Qul é o o termo d PG (...)? q q? ( ) Qul é rzão d PG (...)? q ( )? ( ) 8 q 8 q 8 8 Três números reis formm um PG de som e produto

Leia mais

Módulo Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3. Paralelogramos Especiais. 8 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3. Paralelogramos Especiais. 8 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Elementos Básicos de Geometri Pln - Prte 3 Prlelogrmos Especiis 8 no E.F. Professores Cleer Assis e Tigo Mirnd Elementos Básicos de Geometri Pln - Prte 3 Prlelogrmos Especiis 1 Exercícios Introdutórios

Leia mais

REVISÃO Lista 12 Geometria Analítica., então r e s são coincidentes., então r e s são perpendiculares.

REVISÃO Lista 12 Geometria Analítica., então r e s são coincidentes., então r e s são perpendiculares. NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): An Luiz Ozores DATA: REVISÃO List Geometri Anlític Algums definições y Equções d ret: by c 0, y mb, y y0 m( 0) e p q Posições de dus rets: Dds s rets r : y mr br e s y ms

Leia mais

MATEMÁTICA 1. Resolução: S B = p R 2 S L = 2 p R. h = 2 p R. 3 = 6 p R S T = 2. S B + S L = 2 p R p R = 2 p R (R + 3)

MATEMÁTICA 1. Resolução: S B = p R 2 S L = 2 p R. h = 2 p R. 3 = 6 p R S T = 2. S B + S L = 2 p R p R = 2 p R (R + 3) MTEMÁTI Geometri Espcil 0. Um cilindro reto tem cm de ltur e su áre lterl vle d áre totl. etermine o seu volume. S = p S L = p. h = p. = p S T =. S + S L = p + p = p ( + ) omo S L = S T então p = p ( +

Leia mais

Resolução A primeira frase pode ser equacionada como: QUESTÃO 3. Resolução QUESTÃO 2 QUESTÃO 4. Resolução

Resolução A primeira frase pode ser equacionada como: QUESTÃO 3. Resolução QUESTÃO 2 QUESTÃO 4. Resolução (9) - www.elitecmpins.com.br O ELITE RESOLVE MATEMÁTICA QUESTÃO Se Améli der R$, Lúci, então mbs ficrão com mesm qunti. Se Mri der um terço do que tem Lúci, então est ficrá com R$, mis do que Améli. Se

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: Nº: Turm: Professor: FÁBIO LUÍS Série: 1ª Dt: / / 01 LISTA DE EXERCÍCIOS TRIGONOMETRIA PARTE I 1 Os ctetos de um triângulo retângulo medem cm e 18cm

Leia mais

Aulas 1 a 3. Aulas 4 e 5. Revisão Primeiro Semestre 2012 prof. Lessa. 4. (UNIFESP) Se 0 < a < b, racionalizando o denominador, tem-se que

Aulas 1 a 3. Aulas 4 e 5. Revisão Primeiro Semestre 2012 prof. Lessa. 4. (UNIFESP) Se 0 < a < b, racionalizando o denominador, tem-se que Revisão Primeiro Semestre 01 prof. Less Auls 1 1. (ESPM) A metde de vlem, respectivmente: A) 0,6 1 e e 1. Se 1 e 9 e 9 8 e 1, e o triplo de x =, então o vlor de x é: A) 6. (FUVEST) Rcionlizr o denomindor

Leia mais

Definição 1. (Volume do Cilindro) O volume V de um um cilindro reto é dado pelo produto: V = area da base altura.

Definição 1. (Volume do Cilindro) O volume V de um um cilindro reto é dado pelo produto: V = area da base altura. Cálculo I Aul 2 - Cálculo de Volumes Dt: 29/6/25 Objetivos d Aul: Clculr volumes de sólidos por seções trnsversis Plvrs-chves: Seções Trnsversis - Volumes Volume de um Cilindro Nosso objetivo nest unidde

Leia mais

02 e D são vértices consecutivos de um quadrado e PAB é um triângulo equilátero, sendo P interno ao quadrado ABCD. Qual é a medida do ângulo PCB?

02 e D são vértices consecutivos de um quadrado e PAB é um triângulo equilátero, sendo P interno ao quadrado ABCD. Qual é a medida do ângulo PCB? 0 Num prov de vinte questões, vlendo meio ponto cd um, três questões errds nulm um cert. Qul é not de um luno que errou nove questões em tod ess prov? (A) Qutro (B) Cinco (C) Qutro e meio (D) Cindo e meio

Leia mais

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A.

Matemática A. Versão 2. Na sua folha de respostas, indique de forma legível a versão do teste. Teste Intermédio de Matemática A. Teste Intermédio de Mtemátic Versão Teste Intermédio Mtemátic Versão Durção do Teste: 90 minutos 09.0.0.º no de Escolridde Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de mrço N su folh de resposts, indique de form legível

Leia mais

GABARITO. Matemática D 16) D. 12z = 8z + 8y + 8z 4z = 2x + 2y z = 2z+ 2y z = 2x x z = = 1 2 = ) C

GABARITO. Matemática D 16) D. 12z = 8z + 8y + 8z 4z = 2x + 2y z = 2z+ 2y z = 2x x z = = 1 2 = ) C GRITO temátic tensivo V. ercícios 0) ) 40 b) 0) 0) ) elo Teorem de Tles, temos: 8 40 5 b) elo Teorem de Tles, temos: 4 7 prtir do Teorem de Tles, temos: 4 0 48 0 4,8 48, 48 6 : 9 6, + 4,8 + 9,8 prtir do

Leia mais

5) Para b = temos: 2. Seja M uma matriz real 2 x 2. Defina uma função f na qual cada elemento da matriz se desloca para a posição. e as matrizes são:

5) Para b = temos: 2. Seja M uma matriz real 2 x 2. Defina uma função f na qual cada elemento da matriz se desloca para a posição. e as matrizes são: MATEMÁTIA Sej M um mtriz rel x. Defin um função f n qul cd elemento d mtriz se desloc pr posição b seguinte no sentido horário, ou sej, se M =, c d c implic que f (M) =. Encontre tods s mtrizes d b simétrics

Leia mais

1 Assinale a alternativa verdadeira: a) < <

1 Assinale a alternativa verdadeira: a) < < MATEMÁTICA Assinle lterntiv verddeir: ) 6 < 7 6 < 6 b) 7 6 < 6 < 6 c) 7 6 < 6 < 6 d) 6 < 6 < 7 6 e) 6 < 7 6 < 6 Pr * {} temos: ) *, * + e + * + ) + > + + > ) Ds equções (I) e (II) result 7 6 < ( 6 )

Leia mais

c) o volume do cone reto cujo vértice é o centro da esfera e a base é o círculo determinado pela intersecção do plano com a esfera.

c) o volume do cone reto cujo vértice é o centro da esfera e a base é o círculo determinado pela intersecção do plano com a esfera. Esferas forças armadas 1 (FUVEST) Uma superfície esférica de raio 1 é cortada por um plano situado a uma distância de 1 do centro da superfície esférica, determinando uma circunferência O raio dessa circunferência

Leia mais

a) 3 ( 2) = d) 4 + ( 3) = g) = b) 4 5 = e) 2 5 = h) = c) = f) = i) =

a) 3 ( 2) = d) 4 + ( 3) = g) = b) 4 5 = e) 2 5 = h) = c) = f) = i) = List Mtemátic -) Efetue s dições e subtrções: ) ( ) = d) + ( ) = g) + 7 = b) = e) = h) + = c) 7 + = f) + = i) 7 = ) Efetue s multiplicções e divisões: ).( ) = d).( ) = g) ( ) = b).( 7) = e).( 6) = h) (

Leia mais

Uma roda gigante tem 10m de raio e possui 12 assentos, igualmente espaçados, e gira no sentido horário.

Uma roda gigante tem 10m de raio e possui 12 assentos, igualmente espaçados, e gira no sentido horário. Questão PROVA FINAL DE MATEMÁTICA - TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO ANCHIETA-BA - OUTUBRO DE. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Um rod

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA UNICAMP 2016 FASE 2. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA UNICAMP 2016 FASE 2. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA UNICAMP 6 FASE. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA. O gráfico de brrs bixo exibe distribuição d idde de um grupo de pessos. ) Mostre que, nesse grupo,

Leia mais

Exercícios. 0,24mm b) 0,24m

Exercícios. 0,24mm b) 0,24m Geometri Espcil I Exercícios 1. (Enem 01) Mri quer inovr em su loj de emblgens e decidiu vender cixs com diferentes formtos. Ns imgens presentds estão s plnificções desss cixs. O produto ds três dimensões

Leia mais

Matemática B Superintensivo

Matemática B Superintensivo GRITO Mtemátic Superintensivo Eercícios 0) 4 m M, m 0 m N tg 0 = b = b = b = = cos 0 = 4 = = 4. =.,7 =,4 MN =, +,4 + MN =,9 m tg 60 = = =.. = h = + = 0 m 04) 0) D O vlor de n figur bio é: (Errt) 4 sen

Leia mais

a) a amplitude de cada um dos ângulos externos do triângulo regular de que o segmento de reta BF é um dos lados;

a) a amplitude de cada um dos ângulos externos do triângulo regular de que o segmento de reta BF é um dos lados; EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Fich de Mtemátic 9º ANO 1- N figur estão representds três circunferêncis congruentes, tngentes dus dus. Sendo-se que CB 16 cm, determin áre d região colorid. Apresent o resultdo

Leia mais

TRIGONOMETRIA/GEOMETRIA 1 Arcos e ângulos

TRIGONOMETRIA/GEOMETRIA 1 Arcos e ângulos Nome: n o : Ensino: Médio érie: ª. Turm: Dt: rofessor: Márcio esumo TIGNMETI/GEMETI rcos e ângulos. Elementos: C: centro d circunferênci CB = C = : rio d circunferênci CB ˆ : ângulo centrl B : rco. Medid

Leia mais

DECivil Secção de Mecânica Estrutural e Estruturas MECÂNICA I ENUNCIADOS DE PROBLEMAS

DECivil Secção de Mecânica Estrutural e Estruturas MECÂNICA I ENUNCIADOS DE PROBLEMAS Eivil Secção de Mecânic Estruturl e Estruturs MEÂNI I ENUNIOS E ROLEMS Fevereiro de 2010 ÍTULO 3 ROLEM 3.1 onsidere plc em form de L, que fz prte d fundção em ensoleirmento gerl de um edifício, e que está

Leia mais

8.1 Áreas Planas. 8.2 Comprimento de Curvas

8.1 Áreas Planas. 8.2 Comprimento de Curvas 8.1 Áres Plns Suponh que um cert região D do plno xy sej delimitd pelo eixo x, pels rets x = e x = b e pelo grá co de um função contínu e não negtiv y = f (x) ; x b, como mostr gur 8.1. A áre d região

Leia mais

QUESTÃO 01. O lado x do retângulo que se vê na figura, excede em 3cm o lado y. O valor de y, em centímetros é igual a: 01) 1 02) 1,5 03) 2

QUESTÃO 01. O lado x do retângulo que se vê na figura, excede em 3cm o lado y. O valor de y, em centímetros é igual a: 01) 1 02) 1,5 03) 2 PROV ELBORD PR SER PLICD ÀS TURMS DO O NO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO NCHIET-B EM MIO DE. ELBORÇÃO: PROFESSORES OCTMR MRQUES E DRINO CRIBÉ. PROFESSOR MRI NTÔNI C. GOUVEI QUESTÃO. O ldo x do retângulo que

Leia mais

Unidade 2 Geometria: ângulos

Unidade 2 Geometria: ângulos Sugestões de tividdes Unidde 2 Geometri: ângulos 7 MTEMÁTIC 1 Mtemátic 1. Respond às questões: 5. Considere os ângulos indicdos ns rets ) Qul é medid do ângulo correspondente à metde de um ân- concorrentes.

Leia mais

Objetivo A = 2. A razão desse sucesso consiste em usar somas de Riemann, que determinam

Objetivo A = 2. A razão desse sucesso consiste em usar somas de Riemann, que determinam Aplicções de integris Volumes Aul 28 Aplicções de integris Volumes Objetivo Conhecer s plicções de integris no cálculo de diversos tipos de volumes de sólidos, especificmente os chmdos método ds seções

Leia mais

o Seu pé direito na medicina

o Seu pé direito na medicina o Seu pé direito n medicin UNIFESP //006 MATEMÁTIA 0 Entre os primeiros mil números inteiros positivos, quntos são divisíveis pelos números,, 4 e 5? 60 b) 0 c) 0 d) 6 e) 5 Se o número é divisível por,,

Leia mais

1 Áreas de figuras planas

1 Áreas de figuras planas Nome: n o : Ensino: Médio érie: ª. Turm: Dt: Professor: Mário esumo 1 Áres de figurs plns 1.1 etângulo h. h 1. Qudrdo 1. Prlelogrmo h. h 1.4 Trpézio h B h B 1.5 Losngo d Dd. D 1.6 Triângulos 1.6.1 Triângulo

Leia mais

cpv especializado na espm

cpv especializado na espm 0 espm 05/07/009 cpv especilizdo n espm Mtemátic. O vlor d epressão. + pr = 0 é igul : ), b) c) d) 0 e). + = + = +. ( + ) = =. = ( + ). + Substituindo = 0 = 0,, temos: + 0, +, = = = 0, 0, = +. Sobre o

Leia mais

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C.

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C. As grndezs A, B e C são tis que A é diretmente proporcionl B e inversmente proporcionl C. Qundo B = 00 e C = 4 tem-se A = 5. Qul será o vlor de A qundo tivermos B = 0 e C = 5? B AC Temos, pelo enuncido,

Leia mais

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016 Professora : Cristiane Fernandes Pirâmide A pirâmide é uma figura geométrica espacial, um poliedro composto por uma base (triangular, pentagonal, quadrada, retangular,

Leia mais

81,9(56,'$'( )('(5$/ '2 5,2 '( -$1(,52 &21&8562 '( 6(/(d 2 0$7(0É7,&$

81,9(56,'$'( )('(5$/ '2 5,2 '( -$1(,52 &21&8562 '( 6(/(d 2 0$7(0É7,&$ 81,9(56,'$'( )('(5$/ ' 5, '( -$1(,5 &1&856 '( 6(/(d 0$7(0É7,&$ -867,),48( 7'$6 $6 68$6 5(667$6 De um retângulo de 18 cm de lrgur e 48 cm de comprimento form retirdos dois qudrdos de ldos iguis 7 cm, como

Leia mais

Falando. Matematicamente. Teste Intermédio. Escola: Nome: Turma: N.º: Data:

Falando. Matematicamente. Teste Intermédio. Escola: Nome: Turma: N.º: Data: Mtemticmente Flndo lexndr Conceição Mtilde lmeid Teste Intermédio vlição MTEMTICMENTE FLNDO LEXNDR CONCE ÇÃO MT LDE LME D lexndr Conceição Mtilde lmeid VLIÇÃO Escol: Nome: Turm: N.º: Dt: MTEMÁTIC.º NO

Leia mais

CPV 82% de aprovação na ESPM em 2011

CPV 82% de aprovação na ESPM em 2011 CPV 8% de provção n ESPM em 0 Prov Resolvid ESPM Prov E 0/julho/0 MATEMÁTICA. Considerndo-se que x = 97, y = 907 e z =. xy, o vlor d expressão x + y z é: ) 679 b) 58 c) 7 d) 98 e) 77. Se três empds mis

Leia mais

Revisão EXAMES FINAIS Data: 2015.

Revisão EXAMES FINAIS Data: 2015. Revisão EXAMES FINAIS Dt: 0. Componente Curriculr: Mtemátic Ano: 8º Turms : 8 A, 8 B e 8 C Professor (): Anelise Bruch DICAS Use s eplicções que form copids no cderno; Use e buse do livro didático, nele

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Matemática

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Matemática Vestibulr UFRG 0 Resolução d Prov de Mtemátic 6. Alterntiv (C) 00 bilhões 00. ( 000 000 000) 00 000 000 000 0 7. Alterntiv (B) Qundo multiplicmos dois números com o lgrismo ds uniddes igul 4, o lgrismo

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA FUVEST VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA FUVEST VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA FUVET VETIBULAR 00 Fse Prof. Mri Antôni Gouvei. Q-7 Um utomóvel, modelo flex, consome litros de gsolin pr percorrer 7km. Qundo se opt pelo uso do álcool, o utomóvel consome 7 litros

Leia mais

Relações Métricas e Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo - bombeiros

Relações Métricas e Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo - bombeiros Relções Métrics e Rzões Trigonométrics no Triângulo Retângulo - bombeiros Os ctetos de um triângulo retângulo medem cm e 8cm Nesss condições determine: ) medid "" d ipotenus b) medid "" d ltur reltiv à

Leia mais

LISTA P1T2. Cilindros. Professores: Leonardo. Matemática. 2ª Série

LISTA P1T2. Cilindros. Professores: Leonardo. Matemática. 2ª Série Matemática Professores: Leonardo 2ª Série LISTA P1T2 Cilindros 1- Um fabricante de caixas - d água pré moldadas deseja produzi-las na forma cilíndrica, com 2 metros de altura e interna e capacidade de

Leia mais

COLÉGIO NAVAL 2016 (1º dia)

COLÉGIO NAVAL 2016 (1º dia) COLÉGIO NAVAL 016 (1º di) MATEMÁTICA PROVA AMARELA Nº 01 PROVA ROSA Nº 0 ( 5 40) 01) Sej S som dos vlores inteiros que stisfzem inequção 10 1 0. Sendo ssim, pode-se firmr que + ) S é um número divisíel

Leia mais

Lista 5: Geometria Analítica

Lista 5: Geometria Analítica List 5: Geometri Anlític A. Rmos 8 de junho de 017 Resumo List em constnte tulizção. 1. Equção d elipse;. Equção d hiperból. 3. Estudo unificdo ds cônics não degenerds. Elipse Ddo dois pontos F 1 e F no

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO 3º ANO ENSINO MÉDIO

DESENHO GEOMÉTRICO 3º ANO ENSINO MÉDIO DESENHO GEOMÉRICO º NO ENSINO MÉDIO PROFESSOR: DENYS YOSHID PERÍODO: NOIE DESENHO GEOMÉRICO NO ENSINO MÉDIO - 016 1 Sumário 1.Pirâmide... 1.1 Elementos de uma pirâmide... 1. Classificação da pirâmide...

Leia mais

Matemática UNICAMP ETAPA. Resposta. Resposta QUESTÃO 14 QUESTÃO 13

Matemática UNICAMP ETAPA. Resposta. Resposta QUESTÃO 14 QUESTÃO 13 Mtemátic UNICAMP QUESTÃO 1 Em 1 de outubro de 01, Felix Bumgrtner quebrou o recorde de velocidde em qued livre. O slto foi monitordo oficilmente e os vlores obtidos estão expressos de modo proximdo n tbel

Leia mais

CÁLCULO I. 1 Volume. Objetivos da Aula. Aula n o 25: Volume por Casca Cilíndrica e Volume por Discos

CÁLCULO I. 1 Volume. Objetivos da Aula. Aula n o 25: Volume por Casca Cilíndrica e Volume por Discos CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeid Aul n o 25: Volume por Csc Cilíndric e Volume por Discos Objetivos d Aul Clculr o volume de sólidos de revolução utilizndo técnic do volume por csc

Leia mais

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos :

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos : 1 OS PRISMAS 1) Definição e Elementos : Dados dois planos paralelos α e β, um polígono contido em um desses planos e um reta r, que intercepta esses planos, chamamos de PRISMA o conjunto de todos os segmentos

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL .. PARALELEPÍPEDOS RETÂNGULOS Um paralelepípedo retângulo é um prisma reto cujas bases são retângulos. AB CD A' B' C' D' a BC AD B' C' A' D' b COMPRIMENTO LARGURA AA' BB' CC'

Leia mais

Solução: Alternativa: A. Solução: Mas, 3 x, Daí, 2 cos x. Ora, tgx 7. Então, 14 senx. Assim, Alternativa: B

Solução: Alternativa: A. Solução: Mas, 3 x, Daí, 2 cos x. Ora, tgx 7. Então, 14 senx. Assim, Alternativa: B 0. Considere s seguintes firmções: I. A função f() = log 0 ( ) é estritmente crescente no intervlo ] [ II. A equção + = possui um únic solução rel. III. A equção ( + ) = dmite pelo menos um solução rel

Leia mais

CONE Considere uma região plana limitada por uma curva suave (sem quinas), fechada e um ponto P fora desse plano.

CONE Considere uma região plana limitada por uma curva suave (sem quinas), fechada e um ponto P fora desse plano. CONE Considere uma região plana limitada por uma curva suave (sem quinas), fechada e um ponto P fora desse plano. Denominamos cone ao sólido formado pela reunião de todos os segmentos de reta que têm uma

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mis Aprov n GV FGV ADM 04/dezembro/016 MATEMÁTICA APLICADA 01. ) Represente grficmente no plno crtesino função: P(t) = t 4t + 10 se t 4 1 t se t > 4 Se função P(t), em centens de reis,

Leia mais

V= V = AULA 7 - GEOMETRIA ESPACIAL CONE DE REVOLUÇÃO. Área Lateral

V= V = AULA 7 - GEOMETRIA ESPACIAL CONE DE REVOLUÇÃO. Área Lateral UL 7 - GEOMETRI ESPCIL Área Lateral CONE DE REVOLUÇÃO É um sólido gerado pela rotação completa de um triângulo retângulo em torno de um de seus catetos. Elementos: R é o raio da base g é a geratriz h é

Leia mais

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca Relação da matéria para a recuperação final. º olegial / eometria / Jeca ula 33 - eometria métrica do espaço - Prisma reto. ula 34 - Paralelepípedo retorretângulo. ula 35 - ubo. ula 36 - Prisma regular.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PRISMAS, PIRÂMIDES, CILINDROS E CONES PROF. FLABER

LISTA DE EXERCÍCIOS PRISMAS, PIRÂMIDES, CILINDROS E CONES PROF. FLABER ALUNO(A): TURMA: Nº Caro aluno, Esta lista de exercícios tem como objetivo auxiliá-lo e orientá-lo no estudo para que possa melhorar seu desempenho na Prova Oficial. Resolva os exercícios com dedicação.

Leia mais

MATEMÁTICA Questões de 01 a 04

MATEMÁTICA Questões de 01 a 04 GRUPO TIPO MT. MTEMÁTIC Questões de. Um correi trnsortdor deosit rei num monte de formto cônico reto um t constnte de m /. No monte que se form, rzão entre ltur e o rio d bse ermnece constnte e igul. )

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010

Canguru Matemático sem Fronteiras 2010 Cnguru Mtemático sem Fronteirs 2010 Durção: 1h30min Destintários: lunos do 9 Ano de Escolridde Nome: Turm: Não podes usr clculdor. Há pens um respost correct em cd questão. As questões estão grupds em

Leia mais

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios.

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios. Geometri pln. Resumo teórico e eercícios. 3º olegil / urso tensivo. utor - Lucs ctvio de Souz (Jec) Relção ds uls. Págin ul 01 - onceitos iniciis... 0 ul 0 - Pontos notáveis de um triângulo... 18 ul 03

Leia mais

INTEGRAIS DEFINIDAS. Como determinar a área da região S que está sob a curva y = f(x) e limitada pelas retas verticais x = a, x = b e pelo eixo x?

INTEGRAIS DEFINIDAS. Como determinar a área da região S que está sob a curva y = f(x) e limitada pelas retas verticais x = a, x = b e pelo eixo x? INTEGRAIS DEFINIDAS O Prolem d Áre Como determinr áre d região S que está so curv y = f(x) e limitd pels rets verticis x =, x = e pelo eixo x? Um idei é proximrmos região S utilizndo retângulos e depois

Leia mais

xy 1 + x 2 y + x 1 y 2 x 2 y 1 x 1 y xy 2 = 0 (y 1 y 2 ) x + (x 2 x 1 ) y + (x 1 y 2 x 2 y 1 ) = 0

xy 1 + x 2 y + x 1 y 2 x 2 y 1 x 1 y xy 2 = 0 (y 1 y 2 ) x + (x 2 x 1 ) y + (x 1 y 2 x 2 y 1 ) = 0 EQUAÇÃO DA RETA NO PLANO 1 Equção d ret Denominmos equção de um ret no R 2 tod equção ns incógnits x e y que é stisfeit pelos pontos P (x, y) que pertencem à ret e só por eles. 1.1 Alinhmento de três pontos

Leia mais

Geometria Espacial - AFA

Geometria Espacial - AFA Geometria Espacial - AFA 1. (AFA) O produto da maior diagonal pela menor diagonal de um prisma hexagonal regular de área lateral igual a 1 cm e volume igual a 1 cm é: 10 7. 0 7. 10 1. (D) 0 1.. (AFA) Qual

Leia mais

Adriano Pedreira Cattai

Adriano Pedreira Cattai Adrino Pedreir Ctti pctti@hoocomr Universidde Federl d Bhi UFBA, MAT A01, 006 Superfícies de Revolução 1 Introdução Podemos oter superfícies não somente por meio de um equção do tipo F(,, ), eistem muitos

Leia mais

Bateria de Exercícios Matemática II. 1 Determine os valores de x e y, sabendo que os triângulos ABC e DEF são semelhantes:

Bateria de Exercícios Matemática II. 1 Determine os valores de x e y, sabendo que os triângulos ABC e DEF são semelhantes: Colégio: Nome: nº Sem limite pr reser Professor(): Série: 1ª EM Turm: Dt: / /2013 Desonto Ortográfio: Not: Bteri de Exeríios Mtemáti II 1 Determine os vlores de x e y, sendo que os triângulos ABC e DEF

Leia mais

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA B DO ENSINO SECUNDÁRIO (CÓDIGO DA PROVA 735) 1ª FASE 23 DE JUNHO 2015 GRUPO I

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA B DO ENSINO SECUNDÁRIO (CÓDIGO DA PROVA 735) 1ª FASE 23 DE JUNHO 2015 GRUPO I Associção de Professores de Mtemátic Contctos: Ru Dr. João Couto, n.º 27-A 1500-236 Lisbo Tel.: +351 21 716 36 90 / 21 711 03 77 Fx: +351 21 716 64 24 http://www.pm.pt emil: gerl@pm.pt PROPOSTA DE RESOLUÇÃO

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M24 Equações Polinomiais. 1 (PUC-SP) No universo C, a equação

Matemática. Resolução das atividades complementares. M24 Equações Polinomiais. 1 (PUC-SP) No universo C, a equação Resolução ds tividdes complementres Mtemátic M Equções Polinomiis p. 86 (PUC-SP) No universo C, equção 0 0 0 dmite: ) três rízes rcionis c) dus rízes irrcionis e) um únic riz positiv b) dus rízes não reis

Leia mais

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é,

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é, Mtemátic Aplicd Considere, no espço crtesino idimensionl, os movimentos unitários N, S, L e O definidos seguir, onde (, ) R é um ponto qulquer: N(, ) (, ) S(, ) (, ) L(, ) (, ) O(, ) (, ) Considere ind

Leia mais

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL 2016

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL 2016 INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (1) 1087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): º Ano:C1 Nº Professora: Marcilene Siqueira Gama COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA B DO ENSINO SECUNDÁRIO (CÓDIGO DA PROVA 735) 1ª FASE 23 DE JUNHO 2015 GRUPO I

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA B DO ENSINO SECUNDÁRIO (CÓDIGO DA PROVA 735) 1ª FASE 23 DE JUNHO 2015 GRUPO I PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA B DO ENSINO SECUNDÁRIO (CÓDIGO DA PROVA 735) 1ª FASE 23 DE JUNHO 2015 GRUPO I 1. A função objetivo é o lucro e é dd por L(x, y) = 30x + 50y. Restrições: x 0

Leia mais

Relações em triângulos retângulos semelhantes

Relações em triângulos retângulos semelhantes Observe figur o ldo. Um escd com seis degrus está poid em num muro de m de ltur. distânci entre dois degrus vizinhos é 40 cm. Logo o comprimento d escd é 80 m. distânci d bse d escd () à bse do muro ()

Leia mais

Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos. Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto

Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos. Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto Introdução Nosso último estudo em Geometria será destinado aos sólidos inscritos

Leia mais

Unidade 10 Geometria Espacial. Esfera

Unidade 10 Geometria Espacial. Esfera Unidade 10 Geometria Espacial Esfera Esfera Na série anterior, você estudou dois dos chamadas corpos redondos: o cilindro e o cone Estudaremos outro sólido que sem dúvida, aparece com extrema frequência

Leia mais

é: y y x y 31 2 d) 18 e) O algarismo das unidades de é igual a: a) 1 b) 3 c) 5 d) 7 e) 9

é: y y x y 31 2 d) 18 e) O algarismo das unidades de é igual a: a) 1 b) 3 c) 5 d) 7 e) 9 0. Dentre s firmtivs bio, ssinle quel que NÃO é verddeir pr todo nturl n: - n = b - n- = - n+ n n c d - n = -- n e - n- = -- n 07. O lgrismo ds uniddes de 00. 7 00. 00 é igul : b c d 7 e 0. O vlor de 6

Leia mais

é: 31 2 d) 18 e) 512 y y x y

é: 31 2 d) 18 e) 512 y y x y 0. Dentre s firmtivs bio, ssinle quel que NÃO é verddeir pr todo nturl n: ) -) n = b) -) n- = -) n+ n n c) ) ) d) -) n = --) n e) -) n- = --) n 07. O lgrismo ds uniddes de 00. 7 00. 00 é igul : ) b) c)

Leia mais

Progressões Aritméticas

Progressões Aritméticas Segund Etp Progressões Aritmétics Definição São sequêncis numérics onde cd elemento, prtir do segundo, é obtido trvés d som de seu ntecessor com um constnte (rzão).,,,,,, 1 3 4 n 1 n 1 1º termo º termo

Leia mais

Retomada dos conceitos

Retomada dos conceitos etom os conceitos rofessor: s resoluções estes exercícios estão isponíveis no lno e uls este móulo. onsulte tmbém o nco e uestões e incentive os lunos usr o imulor e Testes. 1 N esc figur, os egrus istm

Leia mais

Exercícios Obrigatórios

Exercícios Obrigatórios Exercícios Obrigatórios 1) (UFRGS) A figura abaixo, formada por trapézios congruentes e triângulos equiláteros, representa a planificação de um sólido. Esse sólido é um (a) tronco de pirâmide. (b) tronco

Leia mais

Sólidos semelhantes. Segmentos proporcionais Área Volume

Sólidos semelhantes. Segmentos proporcionais Área Volume Sólios semelntes Segmentos proporcionis Áre olume Sólios semelntes Consiere um pirâmie cuj se é um polígono qulquer: Se seccionrmos ess pirâmie por um plno prlelo à se, iiiremos pirâmie em ois outros sólios:

Leia mais

Lista de exercícios de Geometria Espacial 2017 Prof. Diego. Assunto 1 Geometria Espacial de Posição

Lista de exercícios de Geometria Espacial 2017 Prof. Diego. Assunto 1 Geometria Espacial de Posição Assunto 1 Geometria Espacial de Posição (01). Considere um plano a e um ponto P qualquer no espaço. Se por P traçarmos a reta perpendicular a a, a intersecção dessa reta com a é um ponto chamado projeção

Leia mais

QUESTÃO 01. QUESTÃO 02.

QUESTÃO 01. QUESTÃO 02. PROVA DE MATEMÁTICA DO O ANO _ EM DO COLÉGIO ANCHIETA BA. ANO 6 UNIDADE III PRIMEIRA AVALIAÇÃO. ELABORAÇÃO: PROFESSOR OCTAMAR MARQUES. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. QUESTÃO. Quntos inteiros são soluções

Leia mais

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c 1 Sumário TRIGONOMETRIA... GEOMETRIA ESPACIAL...8 Geometria Plana Fórmulas Básicas...8 Prismas... 11 Cilindro... 18 Pirâmide... 1 Cone... 4 Esferas... 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... TRIGONOMETRIA Trigonometria

Leia mais

6. (Ufscar 2003) Em uma lanchonete, um casal de namorados resolve dividir uma taça de milk shake com as dimensões mostradas no desenho.

6. (Ufscar 2003) Em uma lanchonete, um casal de namorados resolve dividir uma taça de milk shake com as dimensões mostradas no desenho. 1. (Unesp 2004) Um recipiente, na forma de um cilindro circular reto de raio R e altura 32 cm, está até à metade com água (figura 1). Outro recipiente, na forma de um cone circular reto, contém uma substância

Leia mais

Apostila De Matemática ESFERA

Apostila De Matemática ESFERA Apostila De Matemática ESFERA ESFERA Consideremos um ponto O e um segmento de medida r. Chama-se esfera de centro O e raio r ao conjunto dos pontos P do espaço, tais que a distancia OP seja menor ou igual

Leia mais

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz )

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz ) NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições (Nas fórmulas a seguir, vamos utilizar aqui REVISÃO Lista Geometria Espacial A B para área da base, para área lateral, total, V

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases.

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. GEOMETRIA MÉTRICA 1- I- PRISMA 1- ELEMENTOS E CLASSIFICAÇÃO Considere o prisma: As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. BASES

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10

Projeto Jovem Nota 10 1. (Uff 99) Considere o cubo de vértices A, B, C, D, E, F, G e H representando na figura abaixo. Sabendo que a área do triângulo DEC é Ë2/2m, calcule o volume da pirâmide cujos vértices são D, E, G e C.

Leia mais

Reta vertical é uma reta paralela ao eixo das ordenadas, é do tipo: Reta vertical é uma reta paralela ao eixo das ordenadas, é do tipo:

Reta vertical é uma reta paralela ao eixo das ordenadas, é do tipo: Reta vertical é uma reta paralela ao eixo das ordenadas, é do tipo: mta0 geometri nlític Referencil crtesino no plno Referencil Oxy o.n. (ortonormdo) é um referencil no plno em que os eixos são perpendiculres (referencil ortogonl) s uniddes de comprimento em cd um dos

Leia mais