Modelo de produção de peixes no Baixo São Francisco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Modelo de produção de peixes no Baixo São Francisco"

Transcrição

1 Modelo de produção de peixes no Baixo São Francisco Carlos Alberto da Silva Pesquisador

2 Aqüicultura: Tema estratégico no CPATC Reunião de Planejamento da Pesquisa (2006=>2007) Inclusão de um nova área: Sistemas sustentáveis de produção aqüícola nos tabuleiros costeiros

3 Infra-estrutura Alagoas Sergipe Fonte: III PDU. Sede da Embrapa Unidade de Execução de Pesquisa Campos Experimentais Unidades Experimentais Propriá, SE Penedo, AL

4 Aqüicultura Mundial Produção Aqüicultura Mundial ,4 milhões toneladas -US$ 61,4 bilhões Aqüicultura Mundial: crescimento de 253,1% Aqüicultura Brasileira: crescimento de 1.216,2% 269,7 mil toneladas Pesca(captura): crescimento de 7,8%

5 Evolução da produção da aquicultura mundial e brasileira entre 1990 e 2004.

6 Consumo per capita de pescado Por continentes Pescado Aqüicultura (kg/hab./ano) (kg/hab./ano) Ásia 19,4 11,0 Europa 21,0 2,8 América do Norte e Central 21,9 1,5 América do Sul 17,9 1,9 África 12,1 0,4 Oceania 39,2 4,7 Mundial 15,8 7,3 Brasil 6,8 Fonte: FAO 2003

7 Principais grupos de espécies da produção aqüícola em 2004.

8 Fonte: FAO, 2006

9 O Baixo São Francisco Extensão: de Paulo Afonso até sua foz ( km 2-5,1% da região)

10 POTENCIAL PARA PRODUÇÃO DE PEIXES - Superfície de água de barragens e de rios para unidades de tanques-rede ha de áreas adequadas para viveiros escavados - Produção de t peixe/ano

11 co Cadeias produtivas no BSF co

12 ESTRUTURA DE PRODUÇÃO DE PEIXES 1.200ha de viveiros escavados Unidades de Tanque-rede

13 BAIXO SÃO FRANCISCO

14 ESTRUTURA DE PRODUÇÃO DE PEIXES DISTRITO DE ITIUBA DA CODEVASF-AL AL

15 ÀREA DE PRODUÇÃO EM BARRAGEM DE GRANDE PORTE, EM TANQUE-REDE

16 ÁREA DE PRODUÇÃO NA CALHA DO RIO S. FRANCISCO EM TANQUES-REDE

17 ÀREA DE PRODUÇÃO EM BARRAGEM DE PEQUENO PORTE, EM TANQUE-REDE

18 Produção de tambaqui -Sistema bifásico -Berçário alevinos de 0,5 a 30-50g - 4 peixes/m a 2000 m 2 - maior freqüência alimentar 4x/dia

19 Produção de tambaqui -Engorda peixes de 50g a 1,2 Kg - 1 a 2 peixes/m a 5000 m 2 -freqüência alimentar2x/dia - despesca parcial seletiva (semanal- mão-de-obra)

20 Biometrias e Despesca

21 Transferência de tambaquis Vídeo_050907_001.asf Vídeo_050907_002.asf

22 Produção de tilápia -Demanda por juvenis de tilápia de 30 g -Vantagens - Melhor aproveitamento da ração inicial (mais cara) - Diminuição da mortalidade inicial - Redução do tempo de engorda (3 ciclos anuais) - Maior rotatividade dos tanques-redes

23 Engorda de tilápias em represas

24 Produção de tilápias supermacho Piscicultura Águas de Pitubá - AL Eclosão e alevinagem Hapas de acasalamento

25 Problemas: peixes invasores piabas em viveiros de tilápia tilápias em viveiros de tambaqui

26 ENCHENTES NO BAIXO SÃO FRANCISCO EMBOLIA GASOSA

27 Tanques-redes em Alagoas Tanques-redes circulares Junqueiro - irrigação Açude Jaramataia

28 Tanques-redes Salgado - AL

29 Tanques-redes em Sergipe Canindé do São Francisco. SE Canindé do São Franc. SE Calha do rio São Franc. Própria - SE

30 INFRA ESTRUTURA DISPONÍVEL 2 Fábricas de ração para peixe e camarão Estações de Piscicultura - 47 milhões de alevinos 5 Indústrias de Processamento de peixes em implantação e existentes Apoio institucional ao setor Estudos dos mercados consumidores

31 ESTAÇÃO DE PISCICULTURA DE BETUME - SE

32 ESTAÇÃO DE PISCICULTURA DE BETUME - SE Espécies trabalhadas: Prochilodus argenteus (Curimatã Pacu), Prochilodus costatus (Curimatã Pioa), Pseudoplatystoma corruscans (Surubim), Salminus sp. (Dourado), Leporinus elongatus (Piau Verdadeiro),Brycon orthotaenia (Matrinchã), Lophiosilurus alexandri (Pacamã),Conorhynchos conirostris (Pirá)

33 ESTAÇÃO DE PISCICULTURA DE PORTO REAL DO COLÉGIO - AL

34 ESTAÇÃO DE PISCICULTURA DE PORTO REAL DO COLÉGIO - AL Espécies trabalhadas: Prochilodus argenteus (Curimatã Pacu), Colossoma macropomum (Tambaqui), Brycon orthotaenia (Matrinchã), Cyprinus carpio (Carpa Comum), Oreochromis niloticus (Tilápia do Nilo), Pseudoplatystoma corruscans (Surubim), Lophiosilurus alexandri (Pacamã), Pimelodus maculatus (Mandi Amarelo), Salminus sp. (Dourado)

35 UNIDADE BENEFICIAMENTO DE PEIXES DE PROPRIÁ,, SE

36 Produção de peixes Alagoas Sebrae 2006 Espécie Ton/ano Ton/dia % Tilápia 368,5 1,00 17,1 Xira 774,0 2,12 35,9 Tambaqui 954,0 2,61 44,2 Tambacu 9,5 0,03 0,4 Outros 50,0 0,13 2,4 Total 2.156,0 5,90 100,0 Sergipe IBAMA 2005

37 COMERCIALIZAÇÃO Espécies Tambaqui, Curimatã e Tilápia Maioria da comercialização peixe fresco em feiras locais

38 Participação das espécies comercializadas nas principais feiras livres

39 ORGANIZAÇÃO DOS PISCICULTORES COOPERATIVAS - 4 ASSOCIAÇÕES 8 COLÔNIAS DE PESCADORES - 4 CÂMARA SETORIAL DE AQUICULTURA DO BAIXO SÃO FRANCISCO

40 Demandas regionais atuais BSF co Prospecção no Setor Produtivo Pouca aplicação de tecnologia Gerenciamento precário da produção Baixa capacitação do produtor Assistência Técnica Incipiente

41 Perspectivas futuras Desenvolvimento da cadeia produtiva Espécies nativas Policultivos Camarão de água doce Camarão marinho em água doce Tanque rede na calha do rio SF Aqüicultura orgânica Maricultura Peixes em tanques-rede Ostras no mangue e em viveiros de camarão

42 Eventos e Capacitação

43 Os impactos ambientais causados pela aqüicultura estão intimamente relacionados com o modelo de manejo e os sistemas de produção adotados. Rio São Francisco Penedo/AL

44 Obrigado! Tel: (79)

45 Tanques-rede de grande volume

46 Problemas: peixes predadores

47 Tanques-rede de pequeno volume

48 PROJETO PEIXE VIVO

49 Por que adotar as BPMs? - prevenir e reduzir os impactos ambientais. - otimizar a competitividade e a sustentabilidade. - melhorar os resultados zooténicos.

50 Por que adotar as BPMs? - diminuir os riscos de perda da produção.

51 Proposições das BPMs - reduzir a carga orgânica nos cultivos e efluentes. - reduzir os sólidos em suspensão nos cultivos e efluentes. - evitar a disseminação de doenças e a contaminação por metais pesados, hormônios e pesticidas. - melhorar o manejo alimentar e nutricional. - reduzir o uso indiscriminado de terapêuticos. - utilizar espécies com alto desempenho zootécnico obtidas por melhoramento genético.

52 Métodos para reduzir a carga de poluição no cultivo em tanques-redes - seleção de local onde os resíduos podem ser diluídos e transportados para longe. - limitar o número de tanques (capacidade de suporte).

Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da PISCICULTURA na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso

Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da PISCICULTURA na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso Projeto de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da na Região do Complexo Nascentes do Pantanal no Estado de Mato Grosso ÁREA do PROJETO LOCALIZAÇÃO Cadeia Produtiva da 42.973 km² 200.242 Hab. Em 2007 Mato

Leia mais

CULTIVO DE PEIXE EM TANQUES-REDE Minas Gerais. Palestrante: Elizabeth Lomelino Cardoso

CULTIVO DE PEIXE EM TANQUES-REDE Minas Gerais. Palestrante: Elizabeth Lomelino Cardoso CULTIVO DE PEIXE EM TANQUESREDE Minas Gerais Palestrante: Elizabeth Lomelino Cardoso 16 bacias hidrográficas Altitude acima de 600 m (57%) Temperatura média anual inferior a 20 o C Reservatórios públicos

Leia mais

Cenário Atual e Perspectivas Futuras do Mercado da Tilapicultura no Brasil. Como se manter competitivo.

Cenário Atual e Perspectivas Futuras do Mercado da Tilapicultura no Brasil. Como se manter competitivo. Cenário Atual e Perspectivas Futuras do Mercado da Tilapicultura no Brasil. Como se manter competitivo. João Donato Scorvo Filho Pesquisador da Apta Regional do Leste Paulista. scorvo@apta.sp.gov.br Produção

Leia mais

PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU:

PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU: PRINCIPAIS AVANÇOS NA PRODUÇÃO DO PIRARUCU: OPORTUNIDADES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS MARTIN HALVERSON DIRETOR TECNOLÓGICO: PROJETO PACU AQUICULTURA TEMAS GERAIS Estado da Tecnologia Oportunidades Problemas

Leia mais

FENACAM 14 PROGRAMAÇÃO DE VISITAS TÉCNICAS

FENACAM 14 PROGRAMAÇÃO DE VISITAS TÉCNICAS FENACAM 14 PROGRAMAÇÃO DE VISITAS TÉCNICAS VISITA TÉCNICA 01: Fazendas de cultivo de camarão L. vannamei em águas oligohalinas. Data: 14 de novembro de 2014. Saída: 06h00min - Centro de Eventos do Ceará.

Leia mais

Panorama da Aqüicultura Nacional Pesquisador João Donato Scorvo Filho

Panorama da Aqüicultura Nacional Pesquisador João Donato Scorvo Filho Panorama da Aqüicultura Nacional Pesquisador João Donato Scorvo Filho jdscorvo@sp.gov.br A aqüicultura, em franco desenvolvimento, vem se impondo como atividade pecuária, embora ainda seja considerada

Leia mais

I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira

I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira Leopoldina-MG WEVERSON SCARPINI ALMAGRO Escola Agrotécnica Federal de Alegre-ES PRODUÇÃO DE PESCADO NA EAFA Foco da escola não é produção Ensino, Pesquisa

Leia mais

O maior Agronegócio do Mundo

O maior Agronegócio do Mundo O maior Agronegócio do Mundo US$ 600 bilhões Responde por 16% da oferta mundial de proteína animal; Soma US$ 55 bilhões em Exportações Anuais; Mercado duas vezes maior do que o complexo soja; Sete vezes

Leia mais

Ideli Salvatti Ministra da Pesca e Aquicultura

Ideli Salvatti Ministra da Pesca e Aquicultura Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional Ideli Salvatti Ministra da Pesca e Aquicultura 24/5/2011 1 Panorama Mundial 2007/2008 Produção Regional 2008/2009 Produção por estado

Leia mais

PISCICULTURA PARA MULHERES EM COMUNIDADE RURAL DO MUNICÍPIO DE AREIA/PB

PISCICULTURA PARA MULHERES EM COMUNIDADE RURAL DO MUNICÍPIO DE AREIA/PB PISCICULTURA PARA MULHERES EM COMUNIDADE RURAL DO MUNICÍPIO DE AREIA/PB SANTOS, Adriano Prazeres dos ¹ RODRIGUES, Marcelo Luis² Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Zootecnia/ PROBEX RESUMO Esta

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO Nº 002/2015

ESTUDO TÉCNICO Nº 002/2015 ESTUDO TÉCNICO ESTUDO TÉCNICO Nº 002/2015 Brasília, 09 de junho de 2015. ÁREA: Agricultura TÍTULO: Analise dos dados da produção da aquicultura municipal REFERÊNCIA: Pesquisa Pecuária Municipal 2013 PALAVRAS-CHAVE:

Leia mais

QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS. Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde

QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS. Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde Desenvolvimento da aqüicultura estudos limnológicos manejo para manutenção de alta

Leia mais

"AVANÇOS EM TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE PESCADO PARA PEQUENAS INDÚSTRIAS QUE DESENVOLVEM PRODUTOS DE VALOR AGREGADO"

AVANÇOS EM TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE PESCADO PARA PEQUENAS INDÚSTRIAS QUE DESENVOLVEM PRODUTOS DE VALOR AGREGADO "AVANÇOS EM TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE PESCADO PARA PEQUENAS INDÚSTRIAS QUE DESENVOLVEM PRODUTOS DE VALOR AGREGADO" ANTONIO DIOGO LUSTOSA NETO Engenheiro de Pesca CREA-CE REG. NACIONAL # 060088346-9

Leia mais

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular Período letivo íoerp1º d o Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária Carga Código Componente Curricular horária (horaaularelógio) (hora- AQUI 101 Aquicultura Geral 54

Leia mais

TÉCNICAS DE MANEJO DA ENGORDA DO

TÉCNICAS DE MANEJO DA ENGORDA DO TÉCNICAS DE MANEJO DA ENGORDA DO PIRARUCU João L. Campos Eng. Agrônomo, M. Sc. Aquicultura Brasília/DF, 09 de novembro de 2016 Projeto Estruturante Pirarucu da Amazônia Projeto de conhecimento e tecnologia

Leia mais

Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA -

Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA - Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA - Edital: N.º 81/2013 Universidade Federal da Fronteira Sul UFFS Campus Laranjeiras do Sul, PR A UFFS é multicampi,

Leia mais

Criação de Pirarucu em cativeiro prospera no sul do Pará

Criação de Pirarucu em cativeiro prospera no sul do Pará CASOS DE SUCESSO Imagem aérea dos tanques para criação de Pirarucu Criação de Pirarucu em cativeiro prospera no sul do Pará 58 Emater apoia bovinocultores a trocar pecuária por piscicultura Arquivo Emater

Leia mais

CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU. Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização

CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU. Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização CADEIA PRODUTIVA DO PIRARUCU Diagnóstico, produção, industrialização e comercialização CARACTERÍSTICAS DA ESPÉCIE RUSTICIDADE CARNE DE ALTA QUALIDADE COM BAIXO ÍNDICE DE GORDURA ATINGE 10 A 16 KG/ANO RESPIRAÇÃO

Leia mais

Piscicultura. Fatores competitivos. Valor aproximado. Agronegócios

Piscicultura. Fatores competitivos. Valor aproximado. Agronegócios Piscicultura Descrição Empreender e atrair projetos para consolidação e expansão da piscicultura em Alagoas, envolvendo todos os elos da cadeia produtiva: criadores, beneficiadores, fornecedores de insumos

Leia mais

Produção Sustentável de Tilápias em Tanques-rede

Produção Sustentável de Tilápias em Tanques-rede Produção Sustentável de Tilápias em Tanques-rede Alex Frederico de Novaes Consultor Técnico Guabi Novaes & Martins Aquicultura - T Ó P I C O S - MERCADO LOCALIZAÇÃO DA PISCICULTURA ESTRUTURA: TANQUES,

Leia mais

Situação da Piscicultura no Brasil

Situação da Piscicultura no Brasil PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA/PR SECRETARIA ESPECIAL DE AQÜICULTURA E PESCA/SEAP Situação da Piscicultura no Brasil Carlos Eduardo Proença Assessor Técnico DIDAQ/SEAP-PR Tópicos da apresentação 1. Panorama

Leia mais

Piscicultura familiar extensiva no baixo São Francisco, estado de Sergipe, Brasil

Piscicultura familiar extensiva no baixo São Francisco, estado de Sergipe, Brasil . DOI 10.2312/ActaFish.2016.4.1.62-69 ARTIGO TÉCNICO Acta of Acta of Fisheries and Aquatic Resources Piscicultura familiar extensiva no baixo São Francisco, estado de Sergipe, Brasil Extensive fish farming

Leia mais

PROJETO BIJUPIRÁ BAHIA. (Rachycentron canadum)

PROJETO BIJUPIRÁ BAHIA. (Rachycentron canadum) PROJETO BIJUPIRÁ BAHIA (Rachycentron canadum) PANORAMA GERAL SOBRE A BAHIA PESCA Empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária da Bahia que tem a finalidade de fomentar a aqüicultura

Leia mais

Comunicado Técnico 07

Comunicado Técnico 07 Comunicado Técnico 07 ISSN 2177-854X Agosto. 2010 Uberaba - MG Produção de Tilápias em Tanques-Rede Instruções Técnicas Responsáveis: Gisele Cristina Fávero E-mail: giselefav82@yahoo.com.br Mestre em Zootecnia;

Leia mais

Panorama da Tilapicultura no Nordeste Brasileiro: Produção e Qualidade de Água Modelo do Ceará

Panorama da Tilapicultura no Nordeste Brasileiro: Produção e Qualidade de Água Modelo do Ceará Panorama da Tilapicultura no Nordeste Brasileiro: Produção e Qualidade de Água Modelo do Ceará Allison Paulino Medeiros Coord. Técnico de Piscicultura Temas abordados 1. Panorama Atual da Tilapicultura

Leia mais

Equipamentos e Serviços Especializados para Aquicultura Industrial. Felipe Matarazzo Suplicy, Ph. D. Marine Equipment Ltda

Equipamentos e Serviços Especializados para Aquicultura Industrial. Felipe Matarazzo Suplicy, Ph. D. Marine Equipment Ltda Equipamentos e Serviços Especializados para Aquicultura Industrial Felipe Matarazzo Suplicy, Ph. D. Marine Equipment Ltda Somos especializados em equipamentos e serviços para aquicultura industrial, com

Leia mais

Palestra: Aquicultura Organização da cadeia e seus entraves legais e ambientais. Palestrante: Vicente Falcão de Arruda Filho Secretario

Palestra: Aquicultura Organização da cadeia e seus entraves legais e ambientais. Palestrante: Vicente Falcão de Arruda Filho Secretario Palestra: Aquicultura Organização da cadeia e seus entraves legais e ambientais. Palestrante: Vicente Falcão de Arruda Filho Secretario 01) Lei complementar n 38, de 21 de novembro de 1995. Dispõe sobre

Leia mais

Sistemas de Produção de peixe. Eduardo Gianini Abimorad Centro Avançado do Pescado Continental Instituto de Pesca

Sistemas de Produção de peixe. Eduardo Gianini Abimorad Centro Avançado do Pescado Continental Instituto de Pesca Sistemas de Produção de peixe Eduardo Gianini Abimorad Centro Avançado do Pescado Continental Instituto de Pesca Extensivo Produção: Até 2000 kg/ha/ano Técnicas e insumos usados * Sem uso de fertilizante

Leia mais

Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores

Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores Estrutura populacional em peixes de água doce. O que a genética conta sobre os grupos de peixes migradores Pedro Manoel Galetti Junior Departamento de Genética e Evolução Universidade Federal de São Carlos

Leia mais

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Câmara Técnica Setorial de Aquacultura Conselho Estadual de Política Agrícola Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Emater, Epamig, Ima e Ruralminas) CÂMARA TÉCNICA SETORIAL da

Leia mais

Piscicultura. Piscicultura

Piscicultura. Piscicultura 1 de 5 10/17/aaaa 08:38 Nome Produto Informação Tecnológica Data Maio - 2000 Preço - Linha Informações resumidas Resenha sobre a Criação de Peixes José Eduardo Aracena Rasguido Med Vet Autor(es) João Ricardo

Leia mais

Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia. Martin Halverson

Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia. Martin Halverson Projeto Estruturante de Pirarucu da Amazônia Martin Halverson 67-9996-8739 mmhalver@terra.com.br Realidade da Industria do Paiche Hoy Industria pouca Consolidada- Precisa se Organizar Custo Elevada de

Leia mais

A piscicultura no município de Santa Maria, RS

A piscicultura no município de Santa Maria, RS A piscicultura no município de Santa Maria, RS Eduardo Schiavone Cardoso 1, Hilda Mirian Oliveira Rocha 2, Mariele Coletto Furlan 3 1 Depto. de Geociências/CCNE Universidade Federal de Santa Maria, RS

Leia mais

Aquicultura na Amazônia Ocidental

Aquicultura na Amazônia Ocidental INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS DA AMAZÔNIA Nome do GP Aquicultura na Amazônia Ocidental Nome do Líder Elizabeth Gusmão Affonso (2015) Membros do GP Lígia Uribe Gonçalves, Dra. Pesquisadora (2013-2043).

Leia mais

MANEJO ADEQUADO DA TILÁPIA DO NILO EM AÇUDE PARA MANTER A QUALIDADE DA ÁGUA DO MANANCIAL

MANEJO ADEQUADO DA TILÁPIA DO NILO EM AÇUDE PARA MANTER A QUALIDADE DA ÁGUA DO MANANCIAL MANEJO ADEQUADO DA TILÁPIA DO NILO EM AÇUDE PARA MANTER A QUALIDADE DA ÁGUA DO MANANCIAL Daniele Ferreira de Melo 1, Rafaela Felix Basílio Guimarães 2, Rayssa Gabriella Cardoso Mélo 3, Marcia Cristina

Leia mais

II Encontro de Piscicultores de Mato Grosso do Sul Piscicultura, uma atividade ao alcance de todos. PESQUISA EM REDE Uma nova forma de pesquisar?

II Encontro de Piscicultores de Mato Grosso do Sul Piscicultura, uma atividade ao alcance de todos. PESQUISA EM REDE Uma nova forma de pesquisar? Bases tecnológicas para o desenvolvimento sustentável da aquicultura no Brasil. AQUABRASIL II Encontro de Piscicultores de Mato Grosso do Sul Piscicultura, uma atividade ao alcance de todos PESQUISA EM

Leia mais

PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS

PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS Promover o desenvolvimento socioambiental e econômico na região de influência do reservatório da EMPRESA por meio de ações de inclusão social e produtiva e melhoria

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DEFINIÇÕES

CAPÍTULO I DAS DEFINIÇÕES LEI Nº 2.034, DE 16 DE ABRIL DE 2009. Publicado no Diário Oficial nº 2.875 Dispõe sobre a atividade de piscicultura no Estado do Tocantins e dá outras providências. O Governador do Estado do Tocantins

Leia mais

Cálculo de povoamento de viveiros e tanques-rede

Cálculo de povoamento de viveiros e tanques-rede ISSN 2447-262X Cálculo de povoamento de viveiros e tanques-rede 1 Sinop, MT Agosto, 2015 Autor Daniel Rabello Ituassú Engenheiro de Pesca, Mestre em Biologia de Água Doce e Pesca Interior, pesquisador

Leia mais

ISSN Dezembro, Plano Estratégico da Embrapa Amazônia Ocidental para a Aquicultura

ISSN Dezembro, Plano Estratégico da Embrapa Amazônia Ocidental para a Aquicultura ISSN 1517-3135 Dezembro, 2013 110 Plano Estratégico da Embrapa Amazônia Ocidental para a Aquicultura ISSN 1517-3135 Julho, 2013 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Ocidental Ministério

Leia mais

PESCA E AQUICULTURA. Indicadores de Pesquisa Produção mundial de pescado: 158 milhões de toneladas/ano. Movimenta US$ 600 bilhões/ano;

PESCA E AQUICULTURA. Indicadores de Pesquisa Produção mundial de pescado: 158 milhões de toneladas/ano. Movimenta US$ 600 bilhões/ano; PESCA E AQUICULTURA Indicadores de Pesquisa Produção mundial de pescado: 158 milhões de toneladas/ano Movimenta US$ 600 bilhões/ano; US$ 136 bilhões de dólares em exportações; Sete vezes maior do que os

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA PISCICULTURA NOS MUNICÍPIOS DE BOCAINA E SUSSUAPARA - PIAUÍ

DIAGNÓSTICO DA PISCICULTURA NOS MUNICÍPIOS DE BOCAINA E SUSSUAPARA - PIAUÍ DIAGNÓSTICO DA PISCICULTURA NOS MUNICÍPIOS DE BOCAINA E SUSSUAPARA - PIAUÍ Rosimeyre Araújo 1, Antônio Júnior Nunes Moraes 2 1 Autor, Graduando em Agronomia UESPI 2 Orientador, Docente UESPI INTRODUÇÃO

Leia mais

Piscicultura no Brasil

Piscicultura no Brasil 1 Panorama da Piscicultura no Brasil Particularidades regionais da piscicultura Espécies cultivadas, sistemas de produção, perfil tecnológico e de gestão e os principais canais de mercado da piscicultura

Leia mais

DESENVOLVIMENTO REGIONAL E RECURSOS TERRITORIAIS: UMA ANÁLISE DA PISCICULTURA NO BAIXO SÃO FRANCISCO

DESENVOLVIMENTO REGIONAL E RECURSOS TERRITORIAIS: UMA ANÁLISE DA PISCICULTURA NO BAIXO SÃO FRANCISCO DESENVOLVIMENTO REGIONAL E RECURSOS TERRITORIAIS: UMA ANÁLISE DA PISCICULTURA NO BAIXO SÃO FRANCISCO andre_lages@msn.com Apresentação Oral-Desenvolvimento Rural, Territorial e regional ANDRÉ MAIA GOMES

Leia mais

Sub-projeto: Alternativas para alimentação de peixes da Amazônia: uso de subprodutos agroflorestais e resíduos de pescado.

Sub-projeto: Alternativas para alimentação de peixes da Amazônia: uso de subprodutos agroflorestais e resíduos de pescado. Rede: Conservação e Manejo de Espécies de Peixes de Água Doce da Amazônia. Sub-projeto: Alternativas para alimentação de peixes da Amazônia: uso de subprodutos agroflorestais e resíduos de pescado. Instituição:

Leia mais

PISCICULTURA NO ESTADO DO PARÁ

PISCICULTURA NO ESTADO DO PARÁ Universidade Federal do Pará Pró-Reitoria de Extensão PISCICULTURA NO ESTADO DO PARÁ CUSTO DE PRODUÇÃO E INDICADORES ECONÔMICOS Marcos Ferreira Brabo Galileu Crovatto Veras Daniel Abreu Vasconcelos Campelo

Leia mais

PRODUÇÃO E CONSUMO DE PESCADO NO BRASIL

PRODUÇÃO E CONSUMO DE PESCADO NO BRASIL PRODUÇÃO E CONSUMO DE PESCADO NO BRASIL Bianca Schmid SEPAGRO-SP Data 24/01/2014 ABORDAGEM DO PESCADO PELO IBGE PESQUISA INDUSTRIAL ANUAL PRODUTO (PIA- PRODUTO) Unidade de investigação: estabelecimento

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes. Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes. Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PALESTRANTE: Eng. de Pesca MSc. Raimunda Nonata M. Lopes Gerente de Controle de Pesca e Aquicultura www.ipaam.am.gov.br Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAAM

Leia mais

Certificação e selos de qualidade asseguram requisitos na produção

Certificação e selos de qualidade asseguram requisitos na produção Confiabilidade Certificação e selos de qualidade asseguram requisitos na produção Fernanda Garcia Sampaio e Mirella de Souza Nogueira Costa* Rodrigo Estevam Munhoz de Almeida Tanques rede de engorda de

Leia mais

Tendências e perspectivas do mercado e da produção de tilápia no Brasil. Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2013

Tendências e perspectivas do mercado e da produção de tilápia no Brasil. Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2013 Tendências e perspectivas do mercado e da produção de tilápia no Brasil. Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2013 Tito Livio Capobianco Jr. Presidente AB TILÁPIA Vice-Presidente SIPESP (Sindicato da Pesca

Leia mais

URBANIZAÇÃO E DRENAGEM URNANA EM PORTO ALEGRE. Joel Avruch Goldenfum - IPH/UFRGS

URBANIZAÇÃO E DRENAGEM URNANA EM PORTO ALEGRE. Joel Avruch Goldenfum - IPH/UFRGS URBANIZAÇÃO E DRENAGEM URNANA EM PORTO ALEGRE Joel Avruch Goldenfum - IPH/UFRGS 1 Impactos da urbanização Cerca de 80% da população brasileira Problemas (Recursos Hídricos): degradação ambiental dos mananciais

Leia mais

PISCICULTURA ORGÂNICA. Mônica A. M. Moura e Mello PqC do Pólo Regional do Centro Sul/APTA

PISCICULTURA ORGÂNICA. Mônica A. M. Moura e Mello PqC do Pólo Regional do Centro Sul/APTA PISCICULTURA ORGÂNICA Mônica A. M. Moura e Mello PqC do Pólo Regional do Centro Sul/APTA monica_moura@apta.sp.gov.br Edmilson José Ambrosano PqC do Pólo Regional do Centro Sul/APTA ambrosano@apta.sp.gov.br

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL 2008-2011

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL 2008-2011 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL 2008-2011 Ministério da Pesca e Aquicultura PLANO PLURIANUAL 2008-2011 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Secretaria Especial de Aqüicultura Aquicultura e Pesca EXERCÍCIO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 (Do Sr. Evair de Melo) Institui a Política Nacional de Incentivo à Produção de Borracha Natural de Qualidade. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE AQUICULTURA Publicado no Despacho n.º13456/2008, de 14 de Maio, que aprova a versão inicial do Catálogo Nacional de Qualificações. 1ª Actualização publicada no Boletim

Leia mais

CUSTO E RENTABILIDADE DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA (OREOCHROMIS SPP.) EM TANQUE-REDE NO MÉDIO PARANAPANEMA, ESTADO DE SÃO PAULO, SAFRA 2004/2005

CUSTO E RENTABILIDADE DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA (OREOCHROMIS SPP.) EM TANQUE-REDE NO MÉDIO PARANAPANEMA, ESTADO DE SÃO PAULO, SAFRA 2004/2005 CUSTO E RENTABILIDADE DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA (OREOCHROMIS SPP.) EM TANQUE-REDE NO MÉDIO PARANAPANEMA, ESTADO DE SÃO PAULO, SAFRA 2004/2005 Fernanda de Paiva Badiz Furnaleto PqC do Pólo Regional do Médio

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE PATOLOGIA DE ORGANISMOS AQUÁTICOS

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE PATOLOGIA DE ORGANISMOS AQUÁTICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA PÓLO PENEDO CURSO: ENGENHARIA DE PESCA DISCIPLINA: PATOLOGIA DE ORGANISMOS AQUÁTICOS PROF a : TALITA ESPÓSITO CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE PATOLOGIA DE ORGANISMOS

Leia mais

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura)

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) 1. IDENTIFICAÇÃO: Nome do Programa ao qual pertence: PROTA Data de início: Previsão de duração: Nome do responsável:

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DA PISCICULTURA NO MUNICÍPIO DE TABATINGA-AM

CARACTERIZAÇÃO DA PISCICULTURA NO MUNICÍPIO DE TABATINGA-AM CARACTERIZAÇÃO DA PISCICULTURA NO MUNICÍPIO DE TABATINGA-AM Ana Carolina Souza Sampaio Nakauth 1, Rogério Ferreira Nakauth 2, Neyla Aurora Castelo Branco Nóvoa 3 1 Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

2º Seminário Sobre Estratégias de

2º Seminário Sobre Estratégias de 2º Seminário Sobre Estratégias de Conservação de Peixes em MG DIÓGENES LEMAINSKI Engenheiro de Pesca Coordenador COAC/DEAU/SEPOA/MPA MPA SEPOA DEAU Ministério da Pesca e Aquicultura Secretaria de Planejamento

Leia mais

Uma boa alternativa de cultivo para estuários e viveiros litorâneos

Uma boa alternativa de cultivo para estuários e viveiros litorâneos Panorama da AQÜICULTURA, março/abril, 2005 1 Uma boa alternativa de cultivo para estuários e viveiros litorâneos Por: Fernando Kubitza, Ph.D. (Acqua & Imagem) e-mail: fernando@acquaimagem.com.br Muitas

Leia mais

ARROIO GRANDE/RS Cidade Simpatia, Terra de Mauá.

ARROIO GRANDE/RS Cidade Simpatia, Terra de Mauá. ARROIO GRANDE/RS Cidade Simpatia, Terra de Mauá. EMATER Associação Riograndense de Empreendimento de Assistência Técnica e Extensão Rural ASCAR Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural Escritório

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Aquicultura e Pesca

Balanço 2016 Perspectivas Aquicultura e Pesca Aquicultura e Pesca 145 146 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 RETOMADA DO CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO COM FOCO NA REGULARIZAÇÃO SANITÁRIA Investimento em sanidade e legislação simplificada poderá

Leia mais

Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas

Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas Tilápia Oportunidade para pequenos e grandes Realidade e Perspectivas Ricardo Neukirchner Presidente da ABCT Ass. Brasileira dos Criadores de Tilápia Sócio-Diretor Piscicultura Aquabel Ltda Sócio-Diretor

Leia mais

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento Agenda Contexto O Nordeste Territorial Fórum de Governança da Atividade Econômica Formas de Financiamento Área de atuação do BNB Nordeste: 1.554,4 mil Km 2 Semi-árido: 974,4 mil Km 2 (62,7% do território

Leia mais

Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015

Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015 Deputado Estadual Neodi Saretta Julho de 2015 O País é banhado por uma costa marítima de 8,5 mil quilômetros e possui 12% da água doce do planeta; O pescado é a proteína animal mais saudável e consumida

Leia mais

REUNIÃO CÂMARA SETORIAL DE FIBRAS NATURAIS CRISE NA COCONICULTURA BRASILEIRA DIAGNÓSTICO DE CAUSAS, IMPACTOS À CADEIA PRODUTIVA E SOLUÇÕES PROPOSTAS

REUNIÃO CÂMARA SETORIAL DE FIBRAS NATURAIS CRISE NA COCONICULTURA BRASILEIRA DIAGNÓSTICO DE CAUSAS, IMPACTOS À CADEIA PRODUTIVA E SOLUÇÕES PROPOSTAS REUNIÃO CÂMARA SETORIAL DE FIBRAS NATURAIS CRISE NA COCONICULTURA BRASILEIRA DIAGNÓSTICO DE CAUSAS, IMPACTOS À CADEIA PRODUTIVA E SOLUÇÕES PROPOSTAS Sumário Executivo Diagnóstico de Causas Impactos à Cadeia

Leia mais

ICarga Horária Semanal: Teóricas: 02, Práticas: 02, Estágio:., Total: 04.

ICarga Horária Semanal: Teóricas: 02, Práticas: 02, Estágio:., Total: 04. 1 PLANO DE ENSNO Ficha n 1 (permanente) Departamento: Zootecnia. ' Setor: Ciências Agrárias. Disciplina: Maricultura. Código: AZ026. Natureza: Semestral. Número de Créditos: 03., Carga Horária Semanal:

Leia mais

Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos

Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos Comunicação Ietec A sustentabilidade ambiental é um desafio mundial e, por isso, a produção, coleta e destinação dos resíduos tornaram-se tema

Leia mais

RESPONSABILIDADE IMPORTANTE:

RESPONSABILIDADE IMPORTANTE: RESPONSABILIDADE IMPORTANTE: Toda a informação contida neste documento é de propriedade da Biofish Projetos Consultoria Ind. Com. Imp. & Exp. LTDA ( Biofish Aquicultura), sua reprodução de qualquer natureza

Leia mais

ATUAÇÃO DA CODEVASF NO APOIO AOS APLs

ATUAÇÃO DA CODEVASF NO APOIO AOS APLs Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba ATUAÇÃO DA CODEVASF NO APOIO AOS APLs 4ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais Brasília, 28 de outubro de 2009 Área de

Leia mais

A Energia que vem do campo Linha de Produtos

A Energia que vem do campo Linha de Produtos A Energia que vem do campo Linha de Produtos CASTELHANO Santa Cecília 10 anos Visão Estar entre os três maiores produtores de biodiesel no Brasil Missão Participar do desenvolvimento sustentável do planeta

Leia mais

Sanidade na Aquicultura - Uso de probióticos na produção aquícola

Sanidade na Aquicultura - Uso de probióticos na produção aquícola Shapingaquaculturetogether Sanidade na Aquicultura - Uso de probióticos na produção aquícola Dr. Marcos Santos INVE do Brasil LTDA Risco de doenças sempre presente, mas podemos minimizá-lo, ou reduzir

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.653, DE 10 DE JANEIRO DE 1996 1 Define e disciplina a piscicultura no Estado de Mato Grosso do Sul e dá outras providências. 2 O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, faço saber que a Assembléia

Leia mais

Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins

Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins Edição1 2014 Piscicultores discutem custos de produção da aquicultura na região central do estado do Tocantins Piscicultores e técnicos da região central do Tocantins se reuniram no dia 24 de julho de

Leia mais

O CUSTO DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA NO ESTADO DE SÃO PAULO

O CUSTO DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA NO ESTADO DE SÃO PAULO O CUSTO DA PRODUÇÃO DE TILÁPIA NO ESTADO DE SÃO PAULO João D. Scorvo Filho Zootec., Dr, PqC do Polo Regional Leste Paulista/APTA scorvo@apta.sp.gov.br Célia M.D. Frascá Scorvo Zootec., MsC, PqC do Polo

Leia mais

Organização da Aula. Recuperação de Áreas Degradadas. Aula 6. Contextualização. Adequação Ambiental. Prof. Francisco W.

Organização da Aula. Recuperação de Áreas Degradadas. Aula 6. Contextualização. Adequação Ambiental. Prof. Francisco W. Recuperação de Áreas Degradadas Aula 6 Prof. Francisco W. von Hartenthal Organização da Aula Adequação Ambiental e Biologia da Conservação 1. Adequação Ambiental de Atividades Produtivas 2. Preservação,

Leia mais

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Brasília, abril de 2014 Sumário da Apresentação Política Nacional de Desenvolvimento Regional PNDR; Programa Rotas de Integração

Leia mais

ESTUDO DE MERCADO DO PESCADO DA REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS

ESTUDO DE MERCADO DO PESCADO DA REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS ESTUDO DE MERCADO DO PESCADO DA REGIÃO METROPOLITANA DE MANAUS El Mercado de pescado de la región metropolitana de Manaos, Brasil André Lima Gandra Engenheiro de Pesca, M.Sc. Quito/Equador, 06 de noviembre

Leia mais

O Papel dos Catadores de Materiais Reciclados em suas Organizações e Cooperativas

O Papel dos Catadores de Materiais Reciclados em suas Organizações e Cooperativas O Papel dos Catadores de Materiais Reciclados em suas Organizações e Cooperativas Nossos Avanços Visão de Futuro Desafios 1 2 3 Atuação do MNCR 800.000 catadores em atividade (estimativa) 85.000 catadores

Leia mais

A tabela abaixo demonstra alguns índices de produtividade da espécie: valores sujeitos a alterações dados dezembro de 2008/ Mato Grosso do Sul.

A tabela abaixo demonstra alguns índices de produtividade da espécie: valores sujeitos a alterações dados dezembro de 2008/ Mato Grosso do Sul. O CULTIVO DOS SURUBINS PINTADO E CACHARA 1. PERSPECTIVAS PARA A CRIAÇÃO DOS SURUBINS Os surubins são peixes nobres, conhecidos e valorizados no mercado nacional, por sua carne branca, de sabor suave e

Leia mais

Santa Catarina e o Futuro Ambiental e Produtivo das próximas Gerações

Santa Catarina e o Futuro Ambiental e Produtivo das próximas Gerações Santa Catarina e o Futuro Ambiental e Produtivo das próximas Gerações Carina Scherer Herzmann (UFSC) graduanda em Engenharia de Aquicultura carina_sh@yahoo.com.br Resumo O modelo de produção de alimento

Leia mais

29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais. José Luiz Mosca

29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais. José Luiz Mosca 29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais José Luiz Mosca Pesquisador, Doutor Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita de Frutos e Flores Tropicais EMBRAPA

Leia mais

Rede de Pesquisa, Inovação, Tecnologia, Serviços e Desenvolvimento Sustentável. em Microbacias Hidrográficas

Rede de Pesquisa, Inovação, Tecnologia, Serviços e Desenvolvimento Sustentável. em Microbacias Hidrográficas PROGRAMA RIO RURAL Núcleo de Pesquisa Participativa Pesagro-Rio / Rio Rural Rede de Pesquisa, Inovação, Tecnologia, Serviços e Desenvolvimento Sustentável em Microbacias Hidrográficas Facilitar a integração

Leia mais

Piscicultura no Brasil Estatísticas, espécies, pólos de produção e fatores limitantes à expansão da atividade

Piscicultura no Brasil Estatísticas, espécies, pólos de produção e fatores limitantes à expansão da atividade 1 Panorama da Piscicultura no Brasil Estatísticas, espécies, pólos de produção e fatores limitantes à expansão da atividade Por: Fernando Kubitza João Lorena Campos Eduardo Akifumi Ono Pedro Iosafat Istchuk

Leia mais

Produtos com BI: rastreabilidade aquícola

Produtos com BI: rastreabilidade aquícola Produtos com BI: rastreabilidade aquícola Ricardo Calado Newton Gomes Dourada de Aquacultura da Ria de Aveiro DIA EUROPEU DO MAR CESAM Centro de Estudos do Ambiente e do Mar Rastreabilidade - a capacidade

Leia mais

SEMINÁRIO NACIONAL DO PIRARUCU DA AMAZÔNIA CENÁRIOS E PERSPECIVAS DO MERCADO Ricardo Vasconcelos

SEMINÁRIO NACIONAL DO PIRARUCU DA AMAZÔNIA CENÁRIOS E PERSPECIVAS DO MERCADO Ricardo Vasconcelos SEMINÁRIO NACIONAL DO PIRARUCU DA AMAZÔNIA CENÁRIOS E PERSPECIVAS DO MERCADO Ricardo Vasconcelos A MAR & TERRA - INTRODUÇÃO A Mar & Terra foi fundada pelo Grupo Axial em 2001, com uma abordagem de investimento

Leia mais

COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DIVISÃO DE MEIO AMBIENTE ÁREA DE GERAÇÃO

COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DIVISÃO DE MEIO AMBIENTE ÁREA DE GERAÇÃO COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DIVISÃO DE MEIO AMBIENTE ÁREA DE GERAÇÃO WORKSHOP TÉCNICAS DE PROTEÇÃO A FAUNA ÍCTIOLÓGICA ABRAGE\GTMA\FT ECOSSISTEMAS AQUÁTICOS CEMIG\TRES

Leia mais

PESCA ESPORTIVA AULA 04-05

PESCA ESPORTIVA AULA 04-05 PESCA ESPORTIVA AULA 04-05 Docente responsável Ms. Camila J.O Barbeta Disciplinas : Atividades Alternativas e meio ambiente PESCA AMADORA ESPORTIVA Docente responsável: Ms. Camila J.O Barbeta O QUE É A

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO E STADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL- SUPROF DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIRDEP EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS EMENTÁRIO:

Leia mais

Subvenção Econômica ao Preço do Óleo Diesel de Embarcações Pesqueiras (Lei nº 9.445, de 1997)

Subvenção Econômica ao Preço do Óleo Diesel de Embarcações Pesqueiras (Lei nº 9.445, de 1997) Programa 2052 - Pesca e Aquicultura Número de Ações 11 Tipo: Operações Especiais 0080 - Subvenção Econômica ao Preço do Óleo Diesel de Embarcações Pesqueiras (Lei nº 9.445, de 1997) Unidade Responsável:

Leia mais

VALORAÇÃO AMBIENTAL DE IMPACTO POR MORTANDADE DE PEIXES EM ÁGUAS DE RIO

VALORAÇÃO AMBIENTAL DE IMPACTO POR MORTANDADE DE PEIXES EM ÁGUAS DE RIO VALORAÇÃO AMBIENTAL DE IMPACTO POR MORTANDADE DE PEIXES EM ÁGUAS DE RIO Eng. Marize Lechuga de Moraes Boranga, MSc. O FATO Desastre ecológico provocando a morte de 600 toneladas de peixes de diversas espécies,

Leia mais

APL PISCICULTURA DELTA DO SÃO FRANCISCO

APL PISCICULTURA DELTA DO SÃO FRANCISCO APL PISCICULTURA DELTA DO SÃO FRANCISCO (VERSÃO PRELIMINAR) PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DOS ARRANJOS E TERRITÓRIOS PRODUTIVOS LOCAIS DO ESTADO DE ALAGOAS I. APRESENTAÇÃO SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Pesca Marinha Pesca Continental Maricultura Aquic. Continental

Pesca Marinha Pesca Continental Maricultura Aquic. Continental Custo de produção, análise de rentabilidade e formação de preço João Donato Scorvo Filho Célia M. Dória Frascá Scorvo Pesquisadores da Apta Pólo Leste Paulista APTA/SAA SP SP Produção Brasileira i de Pescado

Leia mais

ADAPTABILIDADE DA GAROUPA VERDADEIRA (Epinephelus marginatus) A VIVEIROS DE CAMARÃO

ADAPTABILIDADE DA GAROUPA VERDADEIRA (Epinephelus marginatus) A VIVEIROS DE CAMARÃO ADAPTABILIDADE DA GAROUPA VERDADEIRA (Epinephelus marginatus) A VIVEIROS DE CAMARÃO Claudia Ehlers Kerber, MV, MSc - Responsável Técnica pela Redemar Alevinos, Ilhabela, SP - www.redemaralevinos.com.br

Leia mais

Transposição de Águas do Rio São Francisco Seus efeitos sobre o território potiguar: Impacto Ambiental e a População Beneficiada.

Transposição de Águas do Rio São Francisco Seus efeitos sobre o território potiguar: Impacto Ambiental e a População Beneficiada. Transposição de Águas do Rio São Francisco Seus efeitos sobre o território potiguar: Impacto Ambiental e a População Beneficiada. JOSIVAN CARDOSO MORENO DIRETOR PRESIDENTE Mossoró MAIO DE 2015 1 REFLEXO

Leia mais

Construção e M anejo de Tanques em Piscicultura. Z ootec. M S c. Daniel M ontagner

Construção e M anejo de Tanques em Piscicultura. Z ootec. M S c. Daniel M ontagner Construção e M anejo de Tanques em Piscicultura Z ootec. M S c. Daniel M ontagner Principais f atores determinantes Planejamento: ações e etapas de implantação do empreendimento. Avaliação e seleção das

Leia mais

GIANCARLO GERLI GOVERNADOR DO CONSELHO MUNDIAL DA ÁGUA São Paulo, 08 de outubro de 2013

GIANCARLO GERLI GOVERNADOR DO CONSELHO MUNDIAL DA ÁGUA São Paulo, 08 de outubro de 2013 GIANCARLO GERLI GOVERNADOR DO CONSELHO MUNDIAL DA ÁGUA São Paulo, 08 de outubro de 2013 DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DOCE NO MUNDO DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA DOCE E SALGADA 97,5 8% 22% 70% 2,5 Indústria Agricultura

Leia mais

Quadro resumo do crédito do Pronaf

Quadro resumo do crédito do Pronaf Pronaf custeio Quadro resumo do crédito do Pronaf 2016-2017 Linha Finalidade/empreendimento Condições Encargos (taxa de juros) Para financiamentos destinados ao cultivo de arroz, feijão, mandioca, feijão

Leia mais

IRRIGAÇÃO. Importância e Aspectos Técnicos

IRRIGAÇÃO. Importância e Aspectos Técnicos IRRIGAÇÃO Importância e Aspectos Técnicos IRRIGAÇÃO Breve histórico Povos antigos Egito (Rio Nilo) Mesopotâmia (Rios Tigre e Eufrates) Índia (Rio Indo) Século XX Estados Unidos Israel IRRIGAÇÃO Situação

Leia mais