Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 150 milhas comuns gaulesas = 60mm.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 150 milhas comuns gaulesas = 60mm."

Transcrição

1 2 - MAPAS GEOGRÁFICOS DOS CONTINENTES EUROPA CA 4 EUROPA / Delineata juxta Observationes / Excell orum Virorum Academiae / Regalis Scientiarum et nonnullor: / aliorum et juxta recentissimas/annotationes./per G.de L'Isle Geogr. Parisiis/ Prostat nune in Officina / Tobiae Conr. Lotter. / Geogr.et Chalcogr./ Aug. Vindel. "G.T. Lotter. fils: sculpsit" 634 x 541 mm. Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 150 milhas comuns gaulesas = 60mm. Projecção tronco-cónica, sendo o meridiano principal o da Ilha de Ferro. O título em jeito de lápida, sobreposta a uma alegoria, está localizado no canto superior esquerdo, dentro da mancha. Por baixo desta alegoria apresenta-se a seguinte anotação: "Annotatio / Sicutti plures res in hac mappa et in alliis,/ quas jam in publicam lucem emisi, differunt/ab illis, quae reperiuntur in tabulis quae ha / ctenus vulgatae sunt, aequum erit, ut hic / admoneamus, istud non negligentia factum / esse, et quod à me ratio reddatur huius / novitatis et mutationis, in nova intro/ ductione mea ad Geographiam". CA 5 L'EUROPE / divisée en tous ses Royaumes et / subdivisée en ses principales parties/revue et corrigée par M. Moithey, ingenieur / geographe du Roi, et professeur de mathematiques / de M. M. les pages de L. L. A A. S. S. Monseigneur / le Prince et Madame la Princesse de Conty. /1789. "A Paris chez l'auteur rue de la harpe la porte cochère/au dessues du college d'harcourt/et chez Crèpy rue S. Jacques près celle de la - parcheminerie nº. 252 / Et à l'orient chez Du quesnel M d. d'estampes, place des presminil" 1079 x 830 mm. Projecção tronco-cónica, com as longitudes contadas a partir do meridiano da Ilha de Ferro. O título da carta e a indicação transcrita, são envolvidas por moldura colorida, composta dos diversos escudos de armas dos reinos da Europa, anjos, etc, e encontra-se no canto superior esquerdo, dentro da mancha. Logo abaixo da moldura que envolve o título encontra-se o seguinte Instituto Geográfico Português 3

2 esclarecimento: "La projection de cette carte, ne permettant pas de donner ici des echelles particullières: à leur defaut on poura se servir des dégrés de latitudes dont un vaut 25 lieues communes de France et pour 5 dégrés 125 lieues. Il en sera de même pour les trois autres parties du monde". Dentro da mancha, na parte inferior e do lado esquerdo, dá-se uma descrição sucinta da divisão geográfica da Europa, "une des quatre parties du monde." Indicam-se assim os seus limites, os países que a compõem e as capitais destes. CA 6 MAPA DE/ EUROPA:/ Dividido/segun la extension de sus Estados / y subdividido en sus principales Provincias/ Construido sobre los mejores/ Mapas nacionales/ y sujeto à las observaciones Astronómicas/ Por el Geógrafo D. Tomas Lopez. Impresso, em papel, em que são coloridos os limites dos diversos estados. 780x572 mm. Projecção tronco-cónica, com as longitudes contadas a partir do meridiano que passa pelo "Pico de Tenerife". O título emoldurado com diversos ornamentos, encontra -se no canto inferior direito. Dentro da mancha, na parte inferior e do lado esquerdo, ocorre a seguinte nota: "Estan puestos en este mapa los paralelos de 5 en 5 grados, que valen 100 leguas marinas, de las de 20 al grado, puede servir esta distancia de escala particular para las diferentes regiones de este mapa que se quieran medir." ÁFRICA CA 7 AFRICA/ Concinnata Secundum Observa/ tiones Membror. Acad./ Regal. Scientiarum et non/ nullorum aliorum et jux/ recentissimas annotationes/ Per G. de Lisle geographum/augustae Vindelicor./ prostat apud/ Tobiam Conr. Lotter/ Calcogr. 640 x 503 mm. Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 300 milhas marítimas gálicas =78,5 mm. A carta é enquadrada em projecção de Bonne, e as longitudes contadas a partir do meridiano da Ilha de Ferro. O título, no canto superior direito, contem-se numa cercadura oval, ornamentada com figuras humanas, especies animais e botânicas. Instituto Geográfico Português 4

3 No canto inferior esquerdo, dentro dum quadro rectangular, onde se encontram as diversas escalas gráficas,ocorre o seguinte texto: "Admonitio/Quoniam in hac Mappa, ut et in alliis quas ha_/ctenus in Lucem emisi, plurimoe res occurrunt, quoe/differunt ab istis, quoe reperiuntur, in Tabulis hucus" / que editis; Opus est, ut admoneam, quod ista non/incuriâ aut negligentia acciderint et quod de hac / variatione rationem redditurus sim in nova Intro/ ductione mea ad Geographiam. CA 8 L'AFRIQUE/revue corrigée et publiée/par M. Moithey, ingénieur-géographe, du Roi, et professeur de Mathematiques/de M.M. les pages de S.A.S.Monseigneur/le Prince de Conty. "A Paris chez Crepy rue St. Jaques à S./Pierre près la ruede la parchemineri/1789/n.252/et à l'orient chez Duques-nel M d. d'estampes/place des presminil". 1054,5 x 819 mm. Projecção estereográfica meridiana. Longitudes da Ilha de Ferro. O título da carta é envolvido por moldura profusamente colorida, constituida por anjos, espécies animais e vegetais, etc, e localiza-se no canto superior esquerdo, dentro da mancha. O seguinte esclarecimento é dado no canto inferior direito: "La projection de cette Carte nayant pas/permis de construire une Echelle génèrale, à sont defaut, on poura se servir des dégrés/de la latitude, en observant, que le dégré/est de 100 lieues marines ou 125 lieues/communes de France, pour les cantons que lbn voudra mesurer/". No canto inferior esquerdo, dentro da mancha, dá-se uma notícia sobre a subdivisão da África nos seus países, ca racterlsticas flsicas, qualidades dos seus habitantes, etc, etc. Por ser curioso e se referir aos descobrimentos transcreve-se dela o seguinte: " La Guinée, est un pays peuplé et fertile. Les Dieppois furent les premiers qui la decouvrirent en 1364 et y navigerent plus de 60 ans avant q'aucune autre nacion Européenne en eurent connaissance, Benin en est la capitale". CA 9 MAPA/ DE/ AFRICA/ Construido segun las/ noticias mas modernas, y/ ciertas,y sujeto à las observaciones/ Astronomicas/ Por D.Tomás Lopez, Geografo de los/dominios de S.M.; de varias academias y sociedades. Impresso, em papel, em que são coloridos os limites do continente e de algumas regiões dele 787 x 573 mm. Instituto Geográfico Português 5

4 Projecção sinusoidal de Sanson, com as longitudes contadas a partir do meridiano da Ilha de Ferro. O título, emoldurado com diversos ornamentos, localidade-se no canto inferior esquerdo. No canto inferior direito e dentro da mancha, dá-se a seguinte informação: "Estan puestos en este mapa los paralelos de 5 en 5 grados, que valem 100 leguas marinas de las de 20 al grado; puede servir esta distancia de Escala particular, para la diferentesregiones deste Mapa, que se quieram medir Este mapa con las otras partes, el Mapa-Mundi, el general de Espana, los particulares de sus Provincias, y otras obras del Autor se hallarán en Madrid." Por o Arquipélago dos Açores cair fora dos limites deste mapa, as suas ilhas são figuradas em cartela rectangular, no canto superior esquerdo ÁSIA CA 10 ASIA/ Concinnata Secundum/ observationes. Academiae/ Regalis Scientiarum/ etnonnullasalias, etjuxta/ annotationes recentissimas/ Per G. de L'Isle Geograph/ Venalis nunprostat/ Augustae Vindelicorum/apud/ T. C. Lotter/ geogr. "Gustav Conrad Lotter, Sculps. Aug. Vind." 627 x 533 mm Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 200 milhas germânicas comuns = 70 mm. Ferro. Projecção tronco-cónica, com as longitudes contadas a partir da Ilha de O tltulo, em jeito de lápida, sobreposta a uma alegoria, está localizado no canto superior esquerdo, dentro da mancha. Logo abaixo desta alegoria lê-se a seguinte anotação: "Annotatio/Sicuti plures res in hac Mappa, ut/et in aliis, qui ab hoc autore editae/sunt, differunt abillis, quae inveni/untur in Tabulis, quae hactenus/prodierunt, opus erit admonere, quod hoc non acciderit per negligentiam, et quod is rationem reddi/turus sit de his variationibus in/nova Introductione ad Geographiam. CA 11 L'ASIE/ Divisée/ En Ses Regións Et Etats/et subdivisée en principales parties/revue et Corrigée par, M.A. Moithey, ingénieur/ et professeur de Mathemátiques de M.M. les pages de S.A.S. Monseigneur le Prince de Conty,/ A.Paris chez Crépy rue S. Jaques à S.Pierre pres la rue de la parcheminerie 1789/ n o.252/et à l'orient chez Duquesnel M d. d'estampes place des presminil. Instituto Geográfico Português 6

5 1057 x 821 mm. O enquadramento da carta e em projecção de Bonne, sendo as longitudes contadas a partir do meridiano da Ilha de Ferro. O título da carta ocorre no canto superior direito e é emoldurado por motivos bíblicos, coloridos, especificadamente com alusões a Adão e Eva, ao Pecado, à Arca de Noé, etc. Na parte inferior, dentro da mancha, e do lado esquerdo, dá-se uma notícia sobre a divisão da Ásia em países, algumas características destes e ainda uma pequena informação sobre os principais rios e montanhas deste continente. CA 12 MAPA/ DE/ ASIA/ Dividido/ Segun la extension de sus Estados/ Formado com los mejores Mapas y documentos nacionales, y sujecto à las observaciones/ Astronómicas./ "Por D. Tomás Lopez, Geografo de los Dominios de S. M. / de varias Academias y Sociedades/" Impresso, em papel, em que são coloridos os limites do continente e dos diferentes países dele. 788x577 mm. Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 250 léguas marítimas de 20 ao grau = 66 mm. O enquadramento é em projecção de Bonne e as longitudes são contadas a partir do meridiano da Ilha de Ferro. O título, envolvido por motivos ornamentais diversos, localiza-se no canto inferior esquerdo. No canto superior esquerdo, dentro da mancha, ocorre o seguinte: "Se hallará este con las otras partes del Mundo, el Mapa general de Espana, los particulares de cada Provlncia, y otras obras del autor, y las de su hijo en Madrid" CA 13 MAPA/DE/ASIA/Con los últimos descubrimientos/ para instruccion de la juventud./ Por Lopez,Geografo de S.M. Impresso em papel, em que são coloridos os limites dos diversos países. 727x563 mm. Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 200 léguas marítimas de 20 ao grau = 67 mm. As longitudes são contadas a partir de "la Isla del Hierro" AMÉRICA CA 14 Instituto Geográfico Português 7

6 MAPA/ GENERAL DE/ AMÉRICA / O Hemisfério Occidental/ que contiene los nuevos descubrimientos y rectifica/ciones de los anteriores./ Por Don Tomás Lopez, Geografo de los Dominios de S.M./ de várias Academias. Impresso, em que são coloridos os contornos do continente. O título, no canto superior esquerdo, é enquadrado por motivos ornamentais 790 x 574 mm. CA 15 Exemplar idêntico ao anterior, só diferindo no colorido dos contornos do continente e nas dimensões, por ter as margens mais pequenas. CA 16 AMERICA/ SEPTENTRIONALIS/ Concinnata juxta Observationes/ Dnn Academiae Regalis Scientiarum et nonnullorum aliorum,/ et juxta armotationes/ recentissimas/ Per G. de L'Isle, Geographum/ Venatis prostat/ Augustae Vindelicorum/ apud/tobiam Conr. Lotter/ Geogr.et Calcogr. "G.F. Lotter, Sculps". 630 x 428 mm. Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 500 milhas comuns francesas, de 25 ao grau = 118 mm. O título, no canto superior direito, é envolvido por motivos ornamentais. No canto superior esquerdo, dentro dum quadro rectangular, e por baixo das escalas gráficas, encontra-se a seguinte anotação: "Annotatio/Sicuti mutae res in hac Mappa, ut et in aliis, qui ab hoc autore editae sunt, differunt ab illis, quae inveniuntur in tabulis, quae hactenus prodieruntt, opus erit admonere, quod hoc non acciderit per negligen tiam, et quod is rationem redditurus sit de his varia tionibus in Nova Introductione ad Geographiam". Estão representadas por ponteados as rotas de alguns navegantes dos seculos XVI e XVII. CA 17 AMERIQUE/SEPTENTRIONALE/Publiée/Par le Sr. Moithey, Ingenieur-Géographe/Du Roi/et professeur de Methematiques de M.M./les pages de L.L.A.A.S.S. Monseigneur/le prince et Madame la Princesse/de Conty,/A., Paris/chez l'auteur, rue de la harpe la porte/cochére vis-a-vis, la Sorbonne/ Et chez Crepy,/rue S t. Jaques, à S t./pierre pres la rue de la Parcheminerie/ x 833 mm. Instituto Geográfico Português 8

7 Escalas gráficas diversas, entre elas uma em que 100 léguas francesas de toesas = 45 mm. O tltulo, no canto superior esquerdo, e dentro da mancha, é artísticamente emoldurado, por figuras humanas, alegóricas e policromadas, etc. segue: Colada a esta carta, está outra, do mesmo autor, cujo tltulo é o que se AMÉRIQUE/MERIDIONALE/Par M. Moithey, ing. geog.du Roi/et professeur de Mathématiques de M.M. les pages/de S.A.S. Monseigneur le prince de Conty. Este título, no canto inferior direito está colocado ao centro dum desenho de ornato, policromado, tendo na base uma figura alegórica [Neptuno] e encimado por uma coroa de folhas de louro, envolvendo o seguinte dizer "Publiée en 1788" Impr., color., em papel 536 x 834 mm CA 18 AMERICA MERIDIONALIS/Concinata juxta Observationes/ Dnn. Acad. Regalis Scientiarum/et nonnullorum aliorum/et juxta annotationes/recentissimas,/per G.de L'Isle, Geographum/Ve nalis prostat/augustae Vindelicorum/ apud/ Tobiam Conr. Lotter/Geogr. et Calcogr. "Gustav Conrad Lotter. Sculps. Aug.Vind. 1772" 643 x 530 mm. Diversas escalas gráficas, entre elas uma em que 500 milhas comuns francesas = 117 mm. O título, na parte inferior do lado esquerdo, numa lápida ornamentada por figuras humanas, animais, etc. Por ponteados representam-se as rotas de alguns navegantes. Instituto Geográfico Português 9

3 - MAPAS GEOGRÁFICOS DE PAÍSES EUROPEUS, NÃO INCLUINDO A PENÍNSULA IBÉRICA

3 - MAPAS GEOGRÁFICOS DE PAÍSES EUROPEUS, NÃO INCLUINDO A PENÍNSULA IBÉRICA 3 - MAPAS GEOGRÁFICOS DE PAÍSES EUROPEUS, NÃO INCLUINDO A PENÍNSULA IBÉRICA CA 19 MAPA GENERAL DE/ALEMANIA/Dividido en sus Circulos y/jurisdiciones/compuesto con conocimiento de los mejores mapas/generales

Leia mais

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica.

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. 2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. Cinq mémoires sur l instruc1on publique (1791). Présenta@on, notes, bi- bliographie et chronologie part Charles Coutel et Catherine

Leia mais

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 2 MENSAGEM DO CHEFE DE CONTINGENTE Meus caros Caminheiros, Companheiros e Dirigentes... Mais uma vez, uns quantos de nós, terão oportunidade

Leia mais

CAFEZINHO BRASILEIRO A5

CAFEZINHO BRASILEIRO A5 1 PRONOMES (adjetivo) DEMONSTRATIVOS Déterminant Démonstratifs Oi Paulo, esse bola é do seu filho? Salut Paulo, ce balon est à ton fils? Sim, é dele. Oui, c est à lui. Les déterminants démonstratifs (pronomes

Leia mais

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir.

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. 1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. ( ) Na projeção cilíndrica, a representação é feita como se um cilindro envolvesse a Terra

Leia mais

Coordenadas Geográficas

Coordenadas Geográficas Orientação A rosa-dos-ventos possibilita encontrar a direção de qualquer ponto da linha do horizonte. Por convenção internacional, a língua inglesa é utilizada como padrão, portanto o Leste muitas vezes

Leia mais

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Ce qui ne change pas O que não se altera entre o pré-escolar e o 1º ano no LFIP L organisation administrative/a organização administrativa -Les contacts

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita dos maias, México.

Leia mais

Geografia Prof. Rose Rodrigues. Força Total módulo zero

Geografia Prof. Rose Rodrigues. Força Total módulo zero 1-(UNESP) Observe o mapa do Brasil. Geografia Prof. Rose Rodrigues Força Total módulo zero Faça o que se pede. a) Sabendo-se que o segmento AB possui 2 cm no mapa e equivale a 1112 km, qual a escala do

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

TEMA E EXPANSÃO E MUDANÇA NOS SÉCULOS XV E XVI

TEMA E EXPANSÃO E MUDANÇA NOS SÉCULOS XV E XVI TEMA E EXPANSÃO E MUDANÇA NOS SÉCULOS XV E XVI 1. Expansionismo Europeu 1.1. Rumos da expansão 1.1.1. Os avanços da expansão e as rivalidades luso-castelhanas 1.1.2. A chegada à Índia e ao Brasil 1.2.

Leia mais

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Pablo Diego Niederauer Bernardi * (UFPel) Isabella Mozzilo (UFPel) Aprender línguas pressupõe o desenvolvimento de

Leia mais

DS100 Dual Monitor Desk Stand, Vertical

DS100 Dual Monitor Desk Stand, Vertical USA 1-800-888-88 Europe +31 (0)33-600 DS100 Dual Monitor Desk Stand, Vertical ASSEMBLY INSTRUCTIONS INSTRUCCIONES DE INSTALACIÓN NOTICE D ASSEMBLAGE INSTRUÇÕES DE MONTAGEM 1 A B C 1x 2x 2x 8x 8x 7-100mm

Leia mais

/ CHRISTINA OITICICA / BIOGRAPHY / WORKS / PRESS

/ CHRISTINA OITICICA / BIOGRAPHY / WORKS / PRESS / CHRISTINA OITICICA / BIOGRAPHY / WORKS / PRESS Christina Oiticica Née en 1951 à Rio de Janeiro. Depuis 2002, Christina intervient directement dans la nature, Terre, «mère nourricière», symbole de féminité

Leia mais

Oficina MAPAS. Oficina CH/EF Material do Aluno. Caro Aluno,

Oficina MAPAS. Oficina CH/EF Material do Aluno. Caro Aluno, Oficina MAPAS Caro Aluno, Esta oficina tem o objetivo de apresentar os diferentes elementos dos mapas, bem como as principais formas de elaboração das representações espaciais. Observar e registrar lugares

Leia mais

Conteúdo: Aula: 1.1. - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano.

Conteúdo: Aula: 1.1. - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano. Aula: 1.1 Conteúdo: - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano. Habilidades: - Conhecer a origem e história da língua

Leia mais

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E FRANCÊS 12.ºANO NÍVEL DE CONTINUAÇÃO PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 20 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência

Leia mais

Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987)

Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987) Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987) de Jacques Rancière O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual, de Jacques Rancière Grupo de leitura em

Leia mais

As descobertas do século XV

As descobertas do século XV As descobertas do século XV Expansãomarítima: Alargamento do espaço português procurando terras noutros continentes através do mar; O acontecimento que marca o início da expansão portuguesaéaconquistadeceutaem1415;

Leia mais

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Ses objectifs / OBJECTIVOS Éduquer pour vivre ensemble -> Educar para viver juntos Portugais Português Instruire pour comprendre aujourd hui, construire

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

AMÉDÉE MOUCHEZ (1821-1892) E O PROJECTO CARTE DU CIEL Pedro Ré http://www.astrosurf.com/re

AMÉDÉE MOUCHEZ (1821-1892) E O PROJECTO CARTE DU CIEL Pedro Ré http://www.astrosurf.com/re AMÉDÉE MOUCHEZ (1821-1892) E O PROJECTO CARTE DU CIEL Pedro Ré http://www.astrosurf.com/re Amédée Ernest Barthélemy Mouchez nasceu em Madrid em 24 de Agosto de 1821. Estudou em Paris e Versailles e foi

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac L - LV2 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours

Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours Jocenilson Ribeiro Universidade Federal de São Carlos UFSCar-Brasil

Leia mais

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO ÉCOLED HIVER ESCOLADEINVERNO2013 PROGRAMME PROGRAMA De14a18deJaneiro (DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS ORGANISATION ORGANIZAÇÃO PARTENAIRES PARCEIROS DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS SCIENCESPO

Leia mais

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire.

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Caros pais, A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Esta iniciativa insere-se no âmbito de um projeto

Leia mais

LETRAS COM SELO IMPRESSO

LETRAS COM SELO IMPRESSO LETRAS COM SELO IMPRESSO As letras utilizadas no Continente também foram usadas nas Ilhas e nas Colónias. Nos Açores há letras do Thesouro Publico com o Escudo Real albino contornado à direita pela legenda

Leia mais

MAPAS DA COLEÇÃO PEDRO DE ANGELIS BIBLIOTECA NACIONAL

MAPAS DA COLEÇÃO PEDRO DE ANGELIS BIBLIOTECA NACIONAL MAPAS DA COLEÇÃO PEDRO DE ANGELIS NA BIBLIOTECA NACIONAL Maria Cristina Leal F. Coelho Fundação Biblioteca Nacional Av. Rio Branco, 219/39-3ºandar Cartografia Brasil crisleal@bn.br 1 1 Introdução Pedro

Leia mais

Observe o mapa múndi e responda.

Observe o mapa múndi e responda. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL GEOGRAFIA 5ª SÉRIE 1) Escreva V para verdadeiro e F para falso: ( V ) No globo terrestre, no planisfério e em outros mapas são traçadas linhas que

Leia mais

FRANCÊS INSTRUÇÕES 1 - ESTA PROVA CONTÉM 1 (UM) TEXTO SEGUIDO DE QUESTÕES DE COMPREENSÃO 2 - ESCOLHA E ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA, SEMPRE DE ACORDO COM O TEXTO EXISTE-T-IL DES RECETTES POUR ÊTRE HEUREUX?

Leia mais

Aula 9 ESCALA GRÁFICA. Antônio Carlos Campos

Aula 9 ESCALA GRÁFICA. Antônio Carlos Campos Aula 9 ESCALA GRÁFICA META Apresentar as formas de medição da proporcionalidade entre o mundo real e os mapas através das escalas gráficas. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: estabelecer formas

Leia mais

Língua : Português e Francês Tradução simultânea. Sinopses das Intervenções :

Língua : Português e Francês Tradução simultânea. Sinopses das Intervenções : Encontro - Debate «Jóia, Espelho da Sociedade» Instituto Franco Português 25 de Fevereiro 2010 15h - 18h Parceria : IFP Ar.Co Comissariado e Moderação: Cristina Filipe Língua : Português e Francês Tradução

Leia mais

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7 Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne Famer

Leia mais

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca de FRANCÊS para o CACD Prof. Igor Barca Como estudar francês para a diplomacia? Slide 2 de 37 O que é estudar um idioma? Slide 3 de 37 Algumas possíveis respostas Aprender gramática e entender a língua.

Leia mais

A arte de conceber, de levantar, de redigir e de divulgar os mapas.

A arte de conceber, de levantar, de redigir e de divulgar os mapas. CARTOGRAFIA Cartografia (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. Joly (1990, p. 7) considera a cartografia como:

Leia mais

Colégio Senhora de Fátima

Colégio Senhora de Fátima Colégio Senhora de Fátima A formação do território brasileiro 7 ano Professora: Jenifer Geografia A formação do território brasileiro As imagens a seguir tem como principal objetivo levar a refletir sobre

Leia mais

17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA

17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA 17º Congresso de Iniciação Científica O CONHECIMENTO GEOMÉTRICO EM PORTUGAL NO SÉCULO XVI E SUAS APLICAÇÕES NA CARTOGRAFIA MARÍTIMA Autor(es) FLÁVIA DE ALMEIDA LUCATTI Orientador(es) JOANA DARC DA SILVA

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Às 10:29 horas do dia 12 de junho de 2012, após analisados todos os atos processuais do Pregão Pregão Eletrônico 046/2012, referente ao processo 4831/12, o Sr(a). Francisco Robalo

Leia mais

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15-20 minutos para cada grupo

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. 2014-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no Mundo

Sistema de Ensino CNEC. 2014-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no Mundo TRABALHO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Aluno: n o Data para entrega: _11/07/ Créditos distribuídos: 6 pontos / Créditos obtidos: 4º ano do Ensino Fundamental Turma: 1-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no

Leia mais

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse Portugais Sujet proposé au concours S.E.S.A.M.E 2012 Partie 1 1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse 2- Eles... eu não.... A. vão / vo B. vão / vou C. vam / vou

Leia mais

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional 1. NOME COMPLETO: HYANNA C. DIAS DE MEDEIROS 2. E-MAIL: hyanna.medeiros@usp.br 3. ALUNO: X EX-ALUNO: 4. PESQUISA : X INICIAÇÃO CIENTÍFICA MESTRADO DOUTORADO 5. ÁREA DE PESQUISA: X LÍNGUA, LINGUÍSTICA E

Leia mais

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 21 février 2015 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 21 février 2015 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION Collez votre code barre ci-dessous ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 21 février 2015 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT Le sujet est paginé de 1 à 3. Veuillez vérifier

Leia mais

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 Série L : 3 heures coefficient 4 Série S : 2 heures coefficient 2 Série STG (sauf CGRH) : 2 heures coefficient 2 Série STG

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Geografia - 1º e 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Geografia - 1º e 2º Bimestre 1- Os inventos e descobertas são inseparáveis da ciência, já que para o desenvolvimento da indústria a burguesia necessitava de uma ciência que investigasse as forças da natureza para, dominando-as usá-las

Leia mais

Conhecendo os países, os continentes e os oceanos

Conhecendo os países, os continentes e os oceanos Conhecendo os países, os continentes e os oceanos nós na sala de aula - módulo: geografia 4º e 5º anos - unidade 5 As atividades propostas pretendem estimular as crianças a perceber as ideias de continente,

Leia mais

Mapa-mundo 7. o ANO. Geografia. Planos ARINDA RODRIGUES. Professor

Mapa-mundo 7. o ANO. Geografia. Planos ARINDA RODRIGUES. Professor Mapa-mundo 7. o ANO Geografia Planos aula de ARINDA RODRIGUES Professor ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 4 PLANIFICAÇÃO ANUAL... 5 CALENDARIZAÇÃO DAS AULAS DO 1. O PERÍODO... 6 CALENDARIZAÇÃO DAS AULAS DO 2. O PERÍODO...

Leia mais

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos 1 Universidade Metodista de Piracicaba Faculdade de Direito Neemias Moretti Prudente Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos Piracicaba Fevereiro de 2009 2 Universidade

Leia mais

ENCIMERAS PLACAS ENCIMERAS PLACAS

ENCIMERAS PLACAS ENCIMERAS PLACAS ENCIMERAS PLACAS ENCIMERAS PLACAS splacas splacas ENCIMERASPLACAS ENCIMERAS INDUCCIÓN PLACAS INDUCÇÃO ENCIMERAS S PLACAS VITROCERAMICAS ENCIMERAS GAS PLACAS GAS ENCIMERAS MODULARES PLACAS MODULARES SERIE

Leia mais

Testemunhos Comentários

Testemunhos Comentários O que algumas personalidades disseram sobre o CIEJD Testemunhos Comentários No âmbito de: Seminários Debates Conferências Visitas Lançamento de publicações Dr. Jorge Sampaio Presidente da República Portuguesa

Leia mais

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego De Creta a Micenas As Origens do Mundo Grego 1 O início da História Entre os séculos XX a.c. e XVI a.c., floresceu em Creta, a maior ilha do Mediterrâneo, uma brilhante civilização, que influenciou a desenvolvida

Leia mais

Hora Legal e Fuso Horário

Hora Legal e Fuso Horário Hora Legal e Fuso Horário { Colégio Salesiano São José Geografia - 8º ano FUSO HORÁRIO Relembrando: A Terra é dividida por linhas imaginárias chamadas de paralelos e meridianos. Latitude: é a distância

Leia mais

Télécommande standard non polarisée 0 039 01

Télécommande standard non polarisée 0 039 01 01 Télécommande standard non polarisée R Caractéristiques techniques Alimentation...:230 V± 50/60 Hz 10 ma Capacité des bornes : 2 X 1,5 mm 2 Fixation...:surrailoméga Encombrement.... : 4 modules (70 mm)

Leia mais

CARTOGRAFIA APLICADA AO E SI O DE HISTÓRIA. Ivison de Souza Silva 1, Universidade Federal de Alagoas.

CARTOGRAFIA APLICADA AO E SI O DE HISTÓRIA. Ivison de Souza Silva 1, Universidade Federal de Alagoas. CARTOGRAFIA APLICADA AO E SI O DE HISTÓRIA Ivison de Souza Silva 1, Universidade Federal de Alagoas. Resumo: Esse trabalho trata da necessidade do uso da Ciência Cartográfica para o entendimento da História,

Leia mais

CILINDROS DE SILICONA PARA LA DECORACIÓN CERÁMICA CILINDROS DE SILICONE PARA A DECORAÇÃO CERÂMICA [ ES PT ]

CILINDROS DE SILICONA PARA LA DECORACIÓN CERÁMICA CILINDROS DE SILICONE PARA A DECORAÇÃO CERÂMICA [ ES PT ] CILINDROS DE SILICONA PARA LA DECORACIÓN CERÁMICA CILINDROS DE SILICONE PARA A DECORAÇÃO CERÂMICA [ ES PT ] Los cilindros System 2 System es desde siempre un sinónimo de decoración, gracias a Rotocolor

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016.

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. L association In Extenso est historiquement liée aux projets «hors les murs» puisque sa

Leia mais

GEOGRAFIA Profª. Raquel Matos

GEOGRAFIA Profª. Raquel Matos GEOGRAFIA Profª. Raquel Matos 01. Os jogos da última Copa do Mundo, realizados na Coréia do Sul e no Japão, foram transmitidos no Brasil com uma diferença de 12 horas, devido ao fuso horário. "Trabalhando

Leia mais

Atividade Sísmica Fevereiro 2012 Relatório-Síntese

Atividade Sísmica Fevereiro 2012 Relatório-Síntese Atividade Sísmica Fevereiro 212 Relatório-Síntese CONTEÚDOS Sede do IM, I.P. 1 Resumo Mensal 2 Resumo da Sismicidade Continente 5 Resumo da Sismicidade Madeira 6 Resumo da Sismicidade - Açores 9 Sismicidade

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FRANCÊS 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém quatro questões, constituídas de itens e

Leia mais

Elementos da Natureza

Elementos da Natureza Geografia Geografia CONF.GEO l Elementos da Natureza (Descoberta da Matéria)... 150,00 550,00 1 Figuras Classificadas (6 de cada) + Cartão título + definiçõessem sujeito (3) + bilhetinhos do sujeito +

Leia mais

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV3 - RESTAURANTE A

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV3 - RESTAURANTE A 1 TIPOS DE RESTAURANTES PORTUGUÊS DE VIAGEM Falar sobre a comida é uma delícia! Mas falar sobre a comida no Brasil é assunto extenso! Existem muitas variações entre as regiões brasileiras. Então, vamos

Leia mais

2. A A FO F R O M R AÇ A ÃO Ã

2. A A FO F R O M R AÇ A ÃO Ã 2. A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL 2.3 A cartografia e a definição das fronteiras no Brasil. 2.2 Os grandes eixos de ocupação do território e a cronologia do processo de formação territorial. 1 GPS: Global

Leia mais

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV.

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV. GEOGRAFIA 11) Ao ler o mapa do estado do Rio Grande do Sul, podese reconhecer diferentes paisagens que se configuram por apresentarem significativas relações entre os elementos que as compõem. Dentre os

Leia mais

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Prueba Piloto Conjunta sobre Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Comitê do Censo Demográfico, IBGE Brasil Taller de Cierre y Conclusiones del Grupo de Trabajo Ronda Censos 2010 de la CEA-CEPAL CEPAL

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B

PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B PROVA COMENTADA GEOGRAFIA/ ÍRIS TIPO B Questão 1 A partir de seus conhecimentos sobre projeções cartográficas e analisando a que foi utilizada no mapa a seguir, você pode inferir que se trata da projeção:

Leia mais

Logements. Innovation & Qualité

Logements. Innovation & Qualité Logements Innovation & Qualité Innovation & Qualité FCM - Cofragens e Construções, S.A.. FCM - Espagne. FCM - Cofraje si Constructii, SRL. FCM - Algérie. FCM & LC Construções, Lda.. FCM - Fôrmas e Construções,

Leia mais

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada Desde 2012 que depositamos anualmente 10 000 na conta Small Gestures Big Hopes. Adicionalmente, contamos com os nossos hóspedes

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidade 1) Gêneros Poema Crônica Descrição História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso Fábula Leitura

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a AG.REG.NA RECLAMAÇÃO 3.034-2 PARAÍBA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) INTERESSADO(A/S) : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE : ESTADO DA PARAÍBA : PGE-PB - LUCIANO JOSÉ NÓBREGA PIRES : RODRIGO DE SÁ QUEIROGA E OUTRO(A/S)

Leia mais

1. A cessan do o S I G P R H

1. A cessan do o S I G P R H 1. A cessan do o S I G P R H A c esse o en de reç o w w w.si3.ufc.br e selec i o ne a o p ç ã o S I G P R H (Siste m a I n te g ra d o de P la ne ja m e n t o, G estã o e R e c u rs os H u m a n os). Se

Leia mais

Questão 01) A linha imaginária que circula a Terra a 23 27 de latitude norte denomina-se:

Questão 01) A linha imaginária que circula a Terra a 23 27 de latitude norte denomina-se: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Anderson José Soares Série: 1º Disciplina: GEOGRAFIA Data da prova: 22/02/14 Questão 01) A linha imaginária que circula a Terra

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O DISCIPLINA: Geografia ANO: 7ºano TURMAS: B, C ed ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O UNIDADE DIDÁTICA 1: A Terra: Estudos e Representações (1º Período) AULAS PREVISTAS:

Leia mais

COMPENSADO PLASTIFICADO FILM FACED PLYWOOD CONTRAPLACADO FENÓLICO CONTREPLAQUÉ FILMÉ

COMPENSADO PLASTIFICADO FILM FACED PLYWOOD CONTRAPLACADO FENÓLICO CONTREPLAQUÉ FILMÉ COMPENSADO PLASTIFICADO FILM FACED PLYWOOD CONTRAPLACADO FENÓLICO CONTREPLAQUÉ FILMÉ WWW.MADEIRIX.COM.BR PORTUGUÊS - Maior desempenho e reaproveitamento - Lâminas rigorosamente selecionadas - Cola fenólica

Leia mais

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Formação do Estado e do território Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Sociedade humana kei É um conjunto de pessoas Que vivem em determinado espaço e tempo e de acordo com certas regras

Leia mais

Ideia de Biblioteca na Obra de D. Manuel do Cenáculo (1724 1814)

Ideia de Biblioteca na Obra de D. Manuel do Cenáculo (1724 1814) Ideia de Biblioteca na Obra de D. Manuel do Cenáculo (1724 1814) Cenáculo Bibliotecas Patrimoniais Portuguesas Biblioteca do Rei D. José I Biblioteca Do Rio de Janeiro; A Biblioteca do Convento de Nossa

Leia mais

Day Use Morro de São Paulo

Day Use Morro de São Paulo Tour Histórico Começaremos esse fascinante passeio no Farol da Barra, que funciona hoje como o Museu Náutico da Cidade. Mais adiante, em direção ao Porto da Barra, veremos o Forte Santa Maria, e o Forte

Leia mais

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Manoela Salles Nery de Castro Eriton Rodrigues de França Departamento de Letras - UFRN RESUMO: O artigo

Leia mais

Material de apoio para o exame final

Material de apoio para o exame final Professor Rui Piassini Geografia 1ºEM Material de apoio para o exame final Questão 01) Um transatlântico, navegando pelo Oceano Índico, cruza o Trópico de Capricórnio e segue do Sul para o Norte. Observando

Leia mais

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL Votre arrivée à l UFCSPA demande des procédures administratives nécessaires à votre séjour au Brésil (visa, CPF, RNE) et à votre confort et sécurité (santé et transports),

Leia mais

Prof. Janderson Barros

Prof. Janderson Barros A palavra deriva do grego árktos, que significa ursa, usada para denominar as constelações da Ursa, no hemisfério norte. Como o continente está no hemisfério sul, acrescentou-se o prefixo anti. Antártida

Leia mais

Marquês de Pombal, et Restauradores. Avenida da Liberdade

Marquês de Pombal, et Restauradores. Avenida da Liberdade Marquês de Pombal, et Restauradores À voir, à faire 3 Cafés et restos 9 Bars et boîtes de nuit 11 Salles de spectacle et activités culturelles 11 Index 12 À voir, à faire 3 Marquês de Pombal, et Restauradores

Leia mais

internacional MBA hispano-luso

internacional MBA hispano-luso internacional MBA hispano-luso MBA, sello de calidad Un MBA es el programa más cursado en todo el mundo, y goza del mayor r e c o n o c i m i e n t o y p r e s t i g i o internacional. Ofrece las mejores

Leia mais

ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL. Tema 1: A Terra: estudos e representações UNIDADE DIDÁCTICA: 1- Da paisagem aos mapas. A descrição da paisagem;

ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL. Tema 1: A Terra: estudos e representações UNIDADE DIDÁCTICA: 1- Da paisagem aos mapas. A descrição da paisagem; ANO LECTIVO PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA 2007/2008 ANO GEOGRAFIA 7.º GERAIS Tema 1: A Terra: estudos e representações Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos

Leia mais

COLÉGIO JOÃO PAULO I GEOGRAFIA - EXERCÍCIOS PARA TRIMESTRAL 1

COLÉGIO JOÃO PAULO I GEOGRAFIA - EXERCÍCIOS PARA TRIMESTRAL 1 COLÉGIO JOÃO PAULO I GEOGRAFIA - EXERCÍCIOS PARA TRIMESTRAL 1 Professor(a): Richard 1) Sobre as coordenadas geográficas, assinale a alternativa correta. a) A longitude é determinada pelo ângulo formado

Leia mais

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 ESCOLA PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 I Lisez attentivement le texte ci-dessous et les questions pour avoir une vision globale de ce qu'on vous demande. Une eau pas très écolo!

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL

PLANO DE RECUPERAÇÃO FINAL TURMA: 1 Ensino Médio Planeta e Cartografia As formas de relevo e a hidrografia Tipos climáticos e biomas da Terra Problemas ambientais Espaço Mundial e a industrialização Recursos minerais e fontes de

Leia mais

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando *

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * São Domingos, março de 2012 Escrito especialmente para o blog de Sônia Mara: http://www.aventurasdasonia.blogspot.com/2012/03/brasileiro-doseculo-o-homem-livro.html

Leia mais

Dispensadores seguros e modulares para uma etiquetagem conveniente e eficaz dos fármacos.

Dispensadores seguros e modulares para uma etiquetagem conveniente e eficaz dos fármacos. sociedades científicas de anestesia. Adoptado e Recomendado pelas mais importantes Sociedades de Anestesiologia. European Patent N. EP2256045 Cartucho Dispensador Modular Seguro para un conveniente y efectivo

Leia mais

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 QUI SOMMES-NOUS? RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais SA. est

Leia mais

Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram

Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram GPS Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram ferramentas importantes para nos localizarmos com mais facilidade. Agora imagine que você pudesse ter um GPS que, além de lhe fornecer

Leia mais

Florianópolis. b) a data em que cada imagem foi produzida:, e

Florianópolis. b) a data em que cada imagem foi produzida:, e PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= A PAISAGEM E AS

Leia mais

ACESSÓRIOS PARA MEDIR E MARCAR ACCESORIOS PARA MEDIR Y MARCAR

ACESSÓRIOS PARA MEDIR E MARCAR ACCESORIOS PARA MEDIR Y MARCAR ACESSÓRIOS PARA MEDIR E MARCAR ACCESORIOS PARA MEDIR Y MARCAR ACESSÓRIOS PARA MARCAR ACCESORIOS PARA MARCAR DESCRIÇÃO DESCRIPCIÓN EMBALAGEM ENVASE ART. NR. BAR CODES Copia o modelo para o papel usando

Leia mais