PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA Oferta Pública de Recursos para municípios com população de até 50mil habitantes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA Oferta Pública de Recursos para municípios com população de até 50mil habitantes"

Transcrição

1 PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA Oferta Pública de Recursos para municípios com população de até 50mil habitantes MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Habitação Departamento de Produção Habitacional Maio/2012

2

3 OPERACIONALIZAÇÃO OFERTA PÚBLICA instituições financeiras e agentes financeiros CADASTRAMENTO DE PROPOSTAS estados e municípios proponentes Habilitação das IFs e AFs 09/04/2012 Acolhimento de propostas 29/05/2012 Divulgação das IFs e Afs habilitadas 04/06/2012 Divulgação das propostas selecionadas no site do MCIDADES Termo de Acordo e Compromisso IFs e AFs MUNICÍPIO ESTADO (Proponente) Até dia 16/07/2012

4 IMPORTANTE O PROPONENTE QUE FIRMAR TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO COM MAIS DE UMA IF OU AF, TERÁ A PROPOSTA CANCELADA.

5 Subvenção destinada à complementação do valor para produção das unidades habitacionais (Origem do Recurso = OGU) R$ ,00 Beneficiários Finais por meio das IFs e AFs

6 Modalidades Operacionais: Unidades Habitacionais Produção de empreendimentos habitacionais Produção ou reposição de unidade isolada Especificações mínimas 36m² de área útil Sala, cozinha, 2 quartos, banheiro e área de serviço externa piso cerâmico em todo imóvel, revestimento de áreas molhadas, acessibilidade Infraestrutura mínima acesso por via pública, acesso a equipamentos e serviços públicos, soluções de abastecimento de água, de drenagem de águas pluviais e de esgotamento sanitário, iluminação pública e ligação de energia elétrica

7 TRABALHO SOCIAL NO PMCMV Sua execução é de responsabilidade do Gestor Municipal (Decreto 7499 de 16 de junho de Artigo 23 / Inciso I)

8 RECURSOS FINANCEIROS PARA O TS MODALIDADE FAR - RECURSOS DO FUNDO (1.5% para loteamentos e 2.0% para condomínios/valor da UH) MODALIDADE ENTIDADES - RECURSOS DO FDS (1.5% para loteamentos e 2.0% para condomínios/valor da UH) MODALIDADE RURAL - RECURSOS DO OGU/FGTS (R$ 400,00 por família selecionada) MODALIDADE OFERTA PÚBLICA - RECURSOS DO OGU (Contrapartida do gestor municipal ou estadual)

9 SITUAÇÃO OFERTA PÚBLICA 2009 NACIONAL 1850 MUNICÍPIOS SELECIONADOS 961 MUNICÍPIOS APORTARAM TS COMO CONTRAPARTIDA 52% ESPÍRITO SANTO 8 MUNICÍPIOS SELECIONADOS 8 MUNICÍPIOS APORTARAM TS COMO CONTRAPARTIDA 100% TOTAL DE PTS RECEBIDOS 4

10 PROJETO DE TRABALHO SOCIAL - PTS Elaborado e coordenado por profissional com formação compatível e experiência comprovada em ações de desenvolvimento comunitário (Portaria 465 de 28 de novembro de Anexo I / Item 16.5)

11 . O TS será desenvolvido a partir da seleção dos beneficiários até a entrega das unidades habitacionais.. Principais ações: informações sobre o PMCMV e sobre a unidade habitacional, apoio a formação ou consolidação de organizações, capacitação de lideranças locais, orientações sobre planejamento e gestão do orçamento familiar, articulação de parcerias, principalmente em ações de erradicação do analfabetismo, capacitação profissional e projetos de geração de trabalho e renda.. As ações devem ser planejadas de acordo com a realidade local e perfil das famílias selecionadas

12 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS Portaria 610 de dezembro de 2011 NACIONAIS Famílias residentes em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigadas; Famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar; e Famílias de que façam parte pessoas com deficiência. ADICIONAIS Até 3 critérios que devem se harmonizar com os critérios nacionais e estar de acordo com a realidade local Deverão ser publicados por meio de DECRETO, ratificando a aprovação pelos conselhos distrital, municipal ou estadual de habitação ou de assistência social, com divulgação nos meios de comunicação do município, ou no Diário Oficial dos estados ou do DF, se for o caso, ANTES DA APRESENTAÇÃO DA RELAÇÃO DE CANDIDATOS SELECIONADOS ÀS IFs e AFs.

13 Reserva de no mínimo 3% para pessoas idosas Lei 8842 de 04 de janeiro de 1994 Capítulo IV - Art. V - Item C (elaborar critérios que garantam o acesso da pessoa idosa à habitação popular) Lei de 01 de outubro de Capítulo IX - Inciso I (reserva de 3% das unidades residenciais para atendimento aos idosos)

14 CADASTRO E SELEÇÃO ( Portaria 610, dezembro 2011) 1. Caso o município tenha CADASTRO HABITACIONAL Verificar se todos os cadastrados estão inseridos no CADÚNICO Providenciar inscrição Atualizar dados cadastrais 2. Caso o município não tenha CADASTRO HABITACIONAL Abrir inscrições Providenciar inscrição no CADÚNICO Obs.: Nas duas situações, é importante a divulgação junto à população e a explicação que este momento é para INSCRIÇÃO e que haverá uma posterior seleção com base em critérios NACIONAIS e MUNICIPAIS. 3. Elaboração da Proposta de Critérios para seleção da demanda (Nacionais e Municipais)

15 4. Apresentação da proposta de critérios elaborados pelo Gestor Municipal para análise, discussão e definição pelo Conselho Municipal de Habitação ou, na ausência desse, pelo Conselho de Assistência Social. 5. Caso não esteja em período de reunião ordinária do Conselho, solicitar que seja convocada reunião extraordinária para discussão do assunto em questão. 5.1 É importante que, ao final da reunião, o Conselho emita resolução com os critérios definidos e aprovados. 6. Mesmo que o município não queira definir critérios adicionais, a resolução do Conselho deverá referendar os critérios nacionais na forma da resolução. 7. Após a definição dos critérios, a prefeitura deverá emitir decreto com os critérios aprovados que orientarão a seleção da demanda. 8. Aplicar os critérios de seleção ao cadastro habitacional na forma da Portaria 610, de 2011 e selecionar candidatos a beneficiários, sempre com um acréscimo de 30%.

16 9. Divulgar (jornal, rádio, quadros de avisos locais e públicos, etc) o resultado da selação contendo os selecionados com os 30% de acréscimo. 10. Aguardar o resultado da Oferta Pública (04/06/2012) e após a publicação do resultado: - Escolher a IF ou AF para operacionalizar o Programa no município; - Encaminhar a relação dos candidatos a beneficiários para a IF ou AF juntamente com cópia do decreto municipal que divulgou os critérios nacionais e municipais que orientaram a seleção da demanda.

17 Cronograma* Dia 12/04/2012 Dia 04/06/2012 Até dia 16/07/2012 Até dia 10/08/2012 Dia 28/09/2012 Até dia 15/10/2012 Divulgação do resultado das propostas selecionadas no sítio eletrônico do Ministério das Cidades Divulgação do resultado da oferta pública no Diário Oficial da União e no endereço eletrônico do Ministério das Cidades: Envio dos Termos de Acordo e Compromisso firmados entre as instituições e agentes financeiros habilitados a operar os recursos do Programa e os proponentes Envio das informações para análise de enquadramento dos beneficiários aos critérios de participação no Programa Prazo final para contratação junto aos beneficiários finais do Programa Envio das informações referentes aos contratos firmados com os beneficiários, para o pagamento da 1ª parcela dos recursos * Sujeito à alterações

18 Legislação (disponível em - Lei , de 7 de Julho de 2009, alterada pela lei , de 16 de junho de Decreto nº 7.499, de 16 de junho de Portaria MCIDADES nº 547, de 28 de novembro de 2011 Diretrizes gerais de operação -Portaria MCIDADES nº 610, de 23 de novembro de 2011 Priorização e seleção de beneficiários -Portaria Interministerial MCIDADES/MF/MPOG nº 152, de 09 de ABRIL de 2012 Regulamentação da nova oferta pública de recursos

19 SECRETARIA NACIONAL DE HABITAÇÃO DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO HABITACIONAL (61)

PMCMV_Oferta Pública de 2013

PMCMV_Oferta Pública de 2013 PMCMV_Oferta Pública de 2013 O Programa O Programa Minha Casa, Minha Vida em municípios com população de até 50.000 (cinquenta mil) habitantes, operado com recursos disponibilizados por meio da terceira

Leia mais

Art. 2º Essa Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 2º Essa Portaria entra em vigor na data de sua publicação. PORTARIA No- 363, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 Dispõe sobre as diretrizes gerais para aquisição e alienação de imóveis com recursos advindos da integralização de cotas do Fundo de Arrendamento Residencial -

Leia mais

PORTARIA Nº 363, DE 12 DE AGOSTO DE 2013

PORTARIA Nº 363, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 MINISTÉRIO DAS CIDADES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 363, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 DOU de 13/08/2013 (nº 155, Seção 1, pág. 77) Dispõe sobre as diretrizes gerais para aquisição e alienação de imóveis

Leia mais

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES 2009-2014 FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS MINHA CASA, MINHA VIDA - ENTIDADES PMCMV ENTIDADES/ FDS Produção e aquisição de unidades habitacionais

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES 46º Encontro Nacional da Indústria Cerâmica Vermelha Minha Casa, Minha Vida: Perspectivas e Oportunidades Teresina/PI, 20 de setembro de 2017 POLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO 2007

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES. PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (Publicada no D.O.U.-Secão 1, de 04 de fevereiro de 2013)

MINISTÉRIO DAS CIDADES. PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (Publicada no D.O.U.-Secão 1, de 04 de fevereiro de 2013) MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (Publicada no D.O.U.-Secão 1, de 04 de fevereiro de 2013) Dispõe sobre as diretrizes gerais para implementação do Programa Minha Casa,

Leia mais

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade O TRABALHO SOCIAL NA POLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO: AVANÇOS E DESAFIOS INÊS MAGALHÃES Secretária Nacional de Habitação

Leia mais

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2. Parceria CAIXA x AGEHAB Novidades MCMV LIMITES DE RENDA E TAXAS DE JUROS Faixa de Renda Limite de Renda Taxa de Juros nominal

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016 Nº 61, quinta-feira, 31 de março de 2016 MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 97, DE 30 DE MARÇO DE 2016 Dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural - PNHR, integrante do Programa

Leia mais

MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015

MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015 MCMV 3 REUNIÃO COM MOVIMENTOS SOCIAIS 10/09/2015 SITUAÇÃO ATUAL MCMV RURAL 1. Orçamento encaminhado ao Congresso para 2016 assegura: Continuidade das obras que permitirá ao Governo entregar as 1,66 milhão

Leia mais

PROGRAMA CHEQUE MAIS MORADIA 2017/2018. Presidente: Luiz Antonio Stival Milhomens

PROGRAMA CHEQUE MAIS MORADIA 2017/2018. Presidente: Luiz Antonio Stival Milhomens PROGRAMA CHEQUE MAIS MORADIA 2017/2018 Presidente: Luiz Antonio Stival Milhomens APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Programa GOIÁS MAIS COMPETITIVO E INOVADOR Eixo qualidade de vida - Redução do Déficit Habitacional

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 Dá nova redação à Portaria Interministerial nº 326, de 31 de agosto de 2009, que dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante

Leia mais

APRESENTAÇÃO. O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos

APRESENTAÇÃO. O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos APRESENTAÇÃO O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos municípios no processo de seleção de demanda, na elaboração e na execução do Projeto de Trabalho Social - PTS junto

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES. O MINISTRO DE ESTADO DAS CIDADES, no uso das suas atribuições,

MINISTÉRIO DAS CIDADES. O MINISTRO DE ESTADO DAS CIDADES, no uso das suas atribuições, MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 646, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 Publicada na Seção 1 do DOU de 24/12/2010 págs. 138 e 139 Dispõe sobre os procedimentos para contratação e execução das Ações/Modalidades

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL.

EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL. EDITAL Nº 001/2016-CGPMCMV/PMM COMPLEMENTAR AO EDITAL Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM - SORTEIO CADASTRO GERAL. A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, por meio do COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA NO

Leia mais

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 FAR EMPRESAS: VALOR MÁXIMO POR UH Os valores máximos permitidos na RMBH: Nome Limite Apto Limite Casa Belo Horizonte 88.000 85.000 82.000

Leia mais

Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação

Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação Os Planos do Ministério das Cidades para a Habitação CÂMABA BRASILEIRA DA INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO - CBIC Brasília/DF, 05 de outubro de 2016 PAÍS Imperativo para atingir metas de agendas e acordos Internacionais

Leia mais

NOTA TÉCNICA N o 21/2013. Orientações aos Municípios acerca das obrigatoriedades no Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS)

NOTA TÉCNICA N o 21/2013. Orientações aos Municípios acerca das obrigatoriedades no Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS) NOTA TÉCNICA N o 21/2013 Brasília, 27 de maio de 2013. ÁREA: Desenvolvimento Territorial Habitação TÍTULO: Orientações aos Municípios acerca das obrigatoriedades no Sistema Nacional de Habitação de Interesse

Leia mais

Guilherme Carpintero_ SASP + Conselho das Cidades MELHORIAS HABITACIONAIS PROPOSTA APRESENTADA PARA UMA NOVA MODALIDADE NO PMCMV FASE 3

Guilherme Carpintero_ SASP + Conselho das Cidades MELHORIAS HABITACIONAIS PROPOSTA APRESENTADA PARA UMA NOVA MODALIDADE NO PMCMV FASE 3 Guilherme Carpintero_ SASP + Conselho das Cidades MELHORIAS HABITACIONAIS PROPOSTA APRESENTADA PARA UMA NOVA MODALIDADE NO PMCMV FASE 3 MARCOS INSTITUCIONAIS POLITICA NACIONAL DE HABITAÇÃO * *Conselho

Leia mais

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS:

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Modalidade Produto Área de Ciências Humanas e Direitos Humanos SELECIONA CURRÍCULOS

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 015

INSTRUÇÃO NORMATIVA 015 INSTRUÇÃO NORMATIVA 015 Versão: 02 Aprovação : 1888ª de 12/03/2013 Vigência: 15 dias após aprovação em Reunião de Diretoria Proposição: Diretoria de Relações Comunitárias Diretoria Administrativo-Financeira

Leia mais

Programa Minha Casa Minha Vida Uma abordagem objetiva

Programa Minha Casa Minha Vida Uma abordagem objetiva Programa Minha Casa Minha Vida Uma abordagem objetiva Arnaldo Barcelos Superintendência Rio de Janeiro Centro Cláudio Martins Superintendência Centro Leste Fluminense Edma Gaspar Superintendência Rio de

Leia mais

Anexo 1 - EDITAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA "MINHA CASA, MINHA VIDA" - PMCMV

Anexo 1 - EDITAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA - PMCMV Anexo 1 - EDITAL REGULAMENTO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA "MINHA CASA, MINHA VIDA" - PMCMV O Município de Alvorada, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, vem através deste

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL HISTÓRICA DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ) Cotação

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES Fórum sobre Obras Públicas, Parcerias e PMCMV Perspectivas do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) Aracaju/SE, 16 de outubro de 2017 POLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO 2007 2009 2016/2017

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE BENEFICIÁRIOS DOS RESIDENCIAIS VALE DO SOL E VILA NOVA II

PROCESSO DE SELEÇÃO DE BENEFICIÁRIOS DOS RESIDENCIAIS VALE DO SOL E VILA NOVA II SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO SEHAB PROCESSO DE SELEÇÃO DE BENEFICIÁRIOS DOS RESIDENCIAIS VALE DO SOL E VILA NOVA II A Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Habitação,

Leia mais

Os desafios para a implantação do Plano Nacional de Saneamento.

Os desafios para a implantação do Plano Nacional de Saneamento. POLITICA FEDERAL DE SANEAMENTO Os desafios para a implantação do Plano Nacional de Saneamento. Engº civil Gilson Queiroz Maio de 2014 Desafios e Cenários adversos 2 PERFIL DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS www.funasa.gov.br

Leia mais

Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional. SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016

Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional. SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016 Minha Casa, Minha Vida, FGTS, Poupança e outras alternativas de financiamento habitacional SINDUSCON-RIO Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2016 Queda de Dotação para o Ministério das Cidades Números Orçamentários

Leia mais

Cheque Moradia Goiás Também implantado em vários estados Modalidades: construção e reforma No Governo Federal só reforma

Cheque Moradia Goiás Também implantado em vários estados Modalidades: construção e reforma No Governo Federal só reforma Origem Cheque Moradia Goiás - 2000 Também implantado em vários estados Modalidades: construção e reforma No Governo Federal só reforma 2017: programa piloto Programa e controles inovadores A partir 2018

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE TABATINGA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDITAL 001/2017

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE TABATINGA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDITAL 001/2017 EDITAL 001/2017 A /AM por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social torna público aos interessados, o Edital 001/2017/SMASAC, referente ao Regulamento de Inscrição para Seleção do Programa

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 28 DE ABRIL DE 2016 (DOU 29/04/2016) Dá nova redação à Instrução Normativa n 39, de 19 de dezembro de 2014, do Ministério das Cidades, que Regulamenta o Programa Minha Casa,

Leia mais

Cotação prévia de preço Divulgação Eletrônica Tipo: Menor preço global

Cotação prévia de preço Divulgação Eletrônica Tipo: Menor preço global TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL HISTÓRICA DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ)

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

EDITAL CHAMADA PÚBLICA PSR MAPA/SPA Nº 02/2016 PARCERIA DE PESQUISA SOBRE GESTÃO DE RISCOS AGROPECUÁRIOS

EDITAL CHAMADA PÚBLICA PSR MAPA/SPA Nº 02/2016 PARCERIA DE PESQUISA SOBRE GESTÃO DE RISCOS AGROPECUÁRIOS EDITAL CHAMADA PÚBLICA PSR MAPA/SPA Nº 02/2016 PARCERIA DE PESQUISA SOBRE GESTÃO DE RISCOS AGROPECUÁRIOS A SPA, no exercício da competência que lhe conferem as alíneas c do inciso IV do artigo 29 e o inciso

Leia mais

Gerente de Mídias Sociais, com carga horária de 30h semanais.

Gerente de Mídias Sociais, com carga horária de 30h semanais. TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL E HISTÓRICO DE DUQUE DE CAXIAS (AA- CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-

Leia mais

Regularização Fundiária em São Mateus

Regularização Fundiária em São Mateus Regularização Fundiária em São Mateus Legislações Pertinente: Lei 6.015/73 Lei 6.766/79 Lei 9.785/99 Lei 10.257/01 Lei 11.977/09 Lei 12.424/11 Legislações Municipais Regularização Fundiária Conceito -

Leia mais

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Elzira Leão Trabalho Social/DHAB/DUAP/SNH Ministério

Leia mais

DECRETO Nº 055/2016 DECRETA:

DECRETO Nº 055/2016 DECRETA: 1 DECRETO Nº 055/2016 Dispõe sobre os critérios de seleção, hierarquização e priorização da demanda de beneficiários das unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, e dá outras providências

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA *Sujeito a alterações Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA *Sujeito a alterações Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo CTIC COMISSÃO TÉCNICA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA CALENDÁRIO DE ATIVIDADES DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA *Sujeito a alterações 2017 FEVEREIRO 01 02 03 04 05 *Início da Entrega Relatórios Semestrais 2016/2017

Leia mais

Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico Sergipe

Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico Sergipe Perspectivas para o Crédito Imobiliário e o Cenário Econômico de Sergipe Henrique Marra de Souza Superintendente Nacional do Programa Minha Casa Minha Vida 16 de Outubro de 2017 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Leia mais

PROGRAMAS HABITACIONAIS DA COHAPAR

PROGRAMAS HABITACIONAIS DA COHAPAR PROGRAMAS HABITACIONAIS DA COHAPAR 1. Programa FGTS; 2. Programa RURAL; 3. Programa FAR; 4. Programa FDS ENTIDADES; 5. Programa Lotes Urbanizados; 6. Programa Emendas Parlamentares; 7. Programa do Servidor

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 028/2014

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 028/2014 EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 028/2014 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através

Leia mais

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB. Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2

MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB. Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2 MCMV - MINHA CASA MINHA VIDA Parceria CAIXA x AGEHAB Aspectos Gerais - Faixa 1 - Faixa 1,5 - Faixa 2. PARCERIA CAIXA x AGEHAB OBJETIVO Viabilizar, em todos municípios goianos, acesso a moradia dignas,

Leia mais

ANEXO III PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL

ANEXO III PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Timbre da Proponente (Prefeitura, quando o proponente for o poder municipal) ANEXO III PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL 1. IDENTIFICAÇÃO Programa: Ação/Modalidade: Empreendimento: Localização/Município:

Leia mais

PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO COMITÊ TÉCNICO DE SANEAMENTO AMBIENTAL E OS TEMAS

PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO COMITÊ TÉCNICO DE SANEAMENTO AMBIENTAL E OS TEMAS Painel 6: A efetividade do Controle Social nas Políticas Públicas de Saneamento. Estudo de caso: A PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO COMITÊ TÉCNICO DE SANEAMENTO AMBIENTAL E OS TEMAS DA LEGISLAÇÃO Alexandre Araujo

Leia mais

I SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO. 1º de outubro de 2009

I SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO. 1º de outubro de 2009 I SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE POLÍTICA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO 1º de outubro de 2009 (112 MUNICÍPIOS) (64 MUNICÍPIOS) (91 MUNICÍPIOS) (16 MUNICÍPIOS) (10 MUNICÍPIOS) (IDH Médio M Nacional = 0,766) Especificação

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de outubro de 2012, que estabelece diretrizes para elaboração

Leia mais

Minha Casa Minha Vida no Ceará MCMV Área de Engenharia e Rede MT 30/08/2016

Minha Casa Minha Vida no Ceará MCMV Área de Engenharia e Rede MT 30/08/2016 Minha Casa Minha Vida no Ceará MCMV Área de Engenharia e Rede MT 30/08/2016 O Programa 2 Objetivo do Programa Minha Casa Minha Vida Urbano Rural Regulamentação do programa é dada pela Lei Federal Nº 11.977/2009,

Leia mais

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017

MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 MINHA CASA, MINHA VIDA Principais alterações nas normas 17/05/2017 PMCMV - PRINCIPAIS ALTERAÇÕES Foram publicadas no dia 24/03/2017, as alterações normativas: Portaria n 267, que trata do MCMV FAR Empresas;

Leia mais

Item 1- PMCMV. Etapas FAIXA 1: Beneficiários. Inscrição na PREFEITURA

Item 1- PMCMV. Etapas FAIXA 1: Beneficiários. Inscrição na PREFEITURA Etapas FAIXA 1: Beneficiários. Inscrição na PREFEITURA Etapas FAIXA 1: Beneficiários. Inscrição na PREFEITURA Seleção pela PREFEITURA, seguindo critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades Etapas

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado ODAIR CUNHA PT/MG

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado ODAIR CUNHA PT/MG PROGRAMAS ABERTOS MINISTÉRIO DO TURISMO Código do Programa 5400020130012 Órgão Órgão Executor Tipo de Instrumento Convênio Qualificação da proposta Proposta Voluntária Programa Atende a Administração Pública

Leia mais

PORTARIA No 465, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011

PORTARIA No 465, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011 PORTARIA No 465, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre as diretrizes gerais para aquisição e alienação de imóveis por meio da transferência de recursos ao Fundo de Arrendamento Residencial - FAR, no âmbito

Leia mais

OFICINA 6: Como elaborar projetos de vendas da agricultura familiar para o PNAE. IV Encontro Catarinense de Alimentação Escolar.

OFICINA 6: Como elaborar projetos de vendas da agricultura familiar para o PNAE. IV Encontro Catarinense de Alimentação Escolar. IV Encontro Catarinense de Alimentação Escolar OFICINA 6: Como elaborar projetos de vendas da agricultura familiar para o Monitores: Daniela (Eng. Agrônoma) Raphael (Nutricionista) PNAE Compras Públicas

Leia mais

XI ENCONTRO NACIONAL POR MORADIA POPULAR PRODUÇÃO SOCIAL DA MORADIA UM DESAFIO PARA A POLÍTICA DE HABITAÇÃO

XI ENCONTRO NACIONAL POR MORADIA POPULAR PRODUÇÃO SOCIAL DA MORADIA UM DESAFIO PARA A POLÍTICA DE HABITAÇÃO XI ENCONTRO NACIONAL POR MORADIA POPULAR PRODUÇÃO SOCIAL DA MORADIA UM DESAFIO PARA A POLÍTICA DE HABITAÇÃO Janice Mendonça Fernandes Gerente Nacional de Habitação Social 1 - Goiânia, 06/06/2008 CRÉDITO

Leia mais

Instrução Normativa 33/2014 do Ministério das Cidades

Instrução Normativa 33/2014 do Ministério das Cidades OPERAÇÕES URBANAS CONSORCIADAS Instrução Normativa 33/2014 do MARCUS VINÍCIUS REGO Diretor de Gestão de Risco e Reabilitação Urbana reab@cidades.gov.br Brasília, 15 de setembro de 2017 OBJETIVO: IN 33/2014

Leia mais

Cotação prévia de preço Divulgação Eletrônica Tipo: Menor preço global

Cotação prévia de preço Divulgação Eletrônica Tipo: Menor preço global TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL E HISTÓRICO DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ)

Leia mais

REMUS: Projeto Redes de Memória e Resistência, proposta /2016.

REMUS: Projeto Redes de Memória e Resistência, proposta /2016. TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL HISTÓRICA DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ)

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO 2 SELEÇÃO DE PROPOSTAS DO GRUPO III

MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO 2 SELEÇÃO DE PROPOSTAS DO GRUPO III MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO 2 SELEÇÃO DE PROPOSTAS DO GRUPO III PERGUNTAS E RESPOSTAS - SANEAMENTO 1) Os proponentes que já

Leia mais

PROGRAMA FEDERAL MINHA CASA, MINHA VIDA GUIA INFORMATIVO - 01/09/2016

PROGRAMA FEDERAL MINHA CASA, MINHA VIDA GUIA INFORMATIVO - 01/09/2016 PROGRAMA FEDERAL MINHA CASA, MINHA VIDA GUIA INFORMATIVO - 01/09/2016 CADASTRO HABITACIONAL/INSCRIÇÃO COMPARTILHADA ENTRE GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA E PREFEITURA DE PORTO VELHO 1. ONDE E QUANDO ACONTECERÁ

Leia mais

MODALIDADE - COMPRA INSTITUCIONAL

MODALIDADE - COMPRA INSTITUCIONAL MODALIDADE - COMPRA INSTITUCIONAL 1. Introdução O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem sua origem no Programa Fome Zero. A partir dessa concepção cria-se o Programa de Aquisição de Alimentos. Instituído

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES SUBSTITUTOS E/OU TEMPORÁRIOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES SUBSTITUTOS E/OU TEMPORÁRIOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES SUBSTITUTOS E/OU TEMPORÁRIOS CAMPUS MATÃO 2016 1 OBJETIVOS 2 DEFINIÇÃO 3 CONTRATAÇÃO 4 DIREITOS E BENEFÍCIOS 5 RESCISÃO DO CONTRATO 6 LEGISLAÇAO

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL N 464 DE 30 DE SETEMBRO DE FDS, - PNHU, - PMCMV,

PORTARIA INTERMINISTERIAL N 464 DE 30 DE SETEMBRO DE FDS, - PNHU, - PMCMV, PORTARIA INTERMINISTERIAL N 464 DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre as operações com recursos transferidos ao Fundo de Desenvolvimento Social - FDS, contratadas no âmbito do Programa Nacional de Habitação

Leia mais

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 1. Recursos SEF 1.1. Custeio - Dotação Básica - Manutenção e Reposição de Equipamentos de Informática - Treinamento de Recursos Humanos

Leia mais

Programa Minha casa, Minha Vida Rural - PNHR

Programa Minha casa, Minha Vida Rural - PNHR PORTARIA INTERMINISTERIAL N 326, DE 31 DE AGOSTO DE 2009 (Publicada no DOU, em 02/09/09 seção 1, págs. 79/80) Dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante do Programa Minha Casa,

Leia mais

AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO

AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana CIDADES AVANÇAR CIDADES OBJETIVO DO PROGRAMA: Melhoria da circulação das pessoas nas cidades; Melhoria da qualidade

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE PÚBLICO DO CACHOEIRADOC 2017

SELEÇÃO DE PROJETOS DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE PÚBLICO DO CACHOEIRADOC 2017 SELEÇÃO DE PROJETOS DE SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE PÚBLICO DO CACHOEIRADOC 2017 O Festival de Documentários de Cachoeira CachoeiraDoc abre inscrições para projetos de ações de sensibilização e formação

Leia mais

Cadastro Proponente e Inclusão de Proposta

Cadastro Proponente e Inclusão de Proposta Cadastro Proponente e Inclusão de Proposta Atualizar os dados na Receita Federal Copiar os dados da Receita no SICONV Informar os dados do novo mandato do Prefeito Incluir/Excluir ou Atualizar dados usuários

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR DA ESCOLA BARÃO DO RIO BRANCO ANO LETIVO DE 2017 EDITAL Nº. 01/2016

PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR DA ESCOLA BARÃO DO RIO BRANCO ANO LETIVO DE 2017 EDITAL Nº. 01/2016 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR DA ESCOLA BARÃO DO RIO BRANCO ANO LETIVO DE 2017 EDITAL Nº. 01/2016 A Direção da Escola Barão do Rio Branco, no uso de suas atribuições legais, através deste edital, torna

Leia mais

EDITAL IFPR Nº 22/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL IFPR Nº 019/2016

EDITAL IFPR Nº 22/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL IFPR Nº 019/2016 EDITAL IFPR Nº 22/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL IFPR Nº 019/2016 O Reitor em exercício do INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR, no uso da competência que lhe confere a Portaria nº 976 de 26 de julho de 2016,

Leia mais

PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos.

PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. PORTARIA Nº 2.164, 30 de Setembro de 2011 Aprova o Regimento Interno da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições que lhes

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES DE BAIXA GRANDE BAHIA (AABG) Fundada em 11 de junho de 2001 CNPJ /

ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES DE BAIXA GRANDE BAHIA (AABG) Fundada em 11 de junho de 2001 CNPJ / ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES DE BAIXA GRANDE BAHIA (AABG) Fundada em 11 de junho de 2001 CNPJ- 05.151.398/0001-80 EDITAL Nº 001/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PESSOAL A Comissão Permanente de Seleção de Pessoal

Leia mais

NOTA TÉCNICA N o 19/2017

NOTA TÉCNICA N o 19/2017 NOTA TÉCNICA N o 19/2017 Brasília, 18 de abril de 2017. ÁREA: Assistência Social TÍTULO: Recursos para os Fundos Municipais da Infância e Adolescência (FIA) REFERÊNCIAS: Lei Federal 4.320, de 17 de março

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação A ÇÕES DO FNDE MEC PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação A ÇÕES DO FNDE MEC PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação A ÇÕES DO FNDE MEC PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS PAR PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS NO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020

Leia mais

EDITAL Nº 01/ APRESENTAÇÃO DO PROJETO PRODUTORES DE ÁGUA E FLORESTA

EDITAL Nº 01/ APRESENTAÇÃO DO PROJETO PRODUTORES DE ÁGUA E FLORESTA EDITAL Nº 01/2015 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO PRODUTORES DE ÁGUA E FLORESTA O Município de Rio Claro, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, torna público aos interessados

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO LEI N o 3.065, DE 09 DE SETEMBRO DE 2009. Redefine o Fundo Municipal de Geração de Trabalho e Renda de Cachoeirinha (FUMGER) e revoga a Lei n o 2.359, de 22 de dezembro de 2004. O PREFEITO MUNICIPAL DE

Leia mais

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADES DIGITAIS (PAC2) 1 DADOS CADASTRAIS Nome da prefeitura CNPJ Endereço da sede da prefeitura Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX E-mail da prefeitura Nome do prefeito C.I./Órgão

Leia mais

PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL

PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL PROGRAMAS HABITACIONAIS URBANOS IMPLEMENTADOS PELA COHAPAR A REALIDADE PROGRAMAS HABITACIONAIS URBANOS 1. PMCMV com recursos do OGU/OGE 1.1. FAR PMCMV FAR 1.2

Leia mais

Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Aprovações CONSEPE 2004-01 de 15/20/20014 CONSU 2008-01 de 02/04/2008 CONSU 2010-01 de 25/03/2010 CONSU 2010-052 de 13/12/2010 CONSU 2013-17 de 26/09/2013 Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX

UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 0 018/2016-PROEX SELEÇÃO DE DOCENTES OPERAÇÃO TOCANTINS/ PROJETO RONDON A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade

Leia mais

4 Verificação das curvas de subsídios (Não paralelismo para capitais Regionais < 250 mil)

4 Verificação das curvas de subsídios (Não paralelismo para capitais Regionais < 250 mil) Reunião Fev 2016 ASSUNTOS 1 - Informações gerais sobre o PMCMV Posição sobre o Faixa 1,5 2 Questões operacionais referentes aos contratos 3 Atualização da Tabela de classificação de Municípios 4 Verificação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAU COMUNICADO PÚBLICO Nº 01/2013 SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES 89 ENIC Encontro Nacional da Indústria da Construção Brasília/DF, 26 de maio de 2017 PAÍS Imperativo para atingir metas de agendas e acordos Internacionais - Agenda 2030/ODS, COP

Leia mais

Documentário em formato de curta metragem sobre a Rede de Museologia Social do Estado do Rio de Janeiro.

Documentário em formato de curta metragem sobre a Rede de Museologia Social do Estado do Rio de Janeiro. TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL E HISTÓRICO DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ)

Leia mais

Inventário Participativo do Museu Vivo de São Bento

Inventário Participativo do Museu Vivo de São Bento TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL E HISTÓRICO DE DUQUE DE CAXIAS (AA- CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-

Leia mais

DECRETA: I - Empreendimento Morada do Bosque, 1ª e 2ª etapa, com 1000 (mil) Unidades Habitacionais, contratado pela Caixa Econômica Federal CEF.

DECRETA: I - Empreendimento Morada do Bosque, 1ª e 2ª etapa, com 1000 (mil) Unidades Habitacionais, contratado pela Caixa Econômica Federal CEF. DECRETO Nº 1.771, 07 DE JANEIRO DE 2014. Dispõe sobre a seleção de beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida para aquisição de unidades habitacionais implantadas com infraestrutura básica, localizadas

Leia mais

O Planejamento da Habitação de Interesse Social no Brasil: desafios e perspectivas

O Planejamento da Habitação de Interesse Social no Brasil: desafios e perspectivas O Planejamento da Habitação de Interesse Social no Brasil: desafios e perspectivas Cleandro Krause Renato Balbim técnicos de Planejamento e Pesquisa do Ipea Brasília, 25 de outubro de 2011 Da política

Leia mais

SEMINÁRIO PROJETOS AUTOGESTIONÁRIOS NO PMCMV ENTIDADES. Condomínio Residencial BARRA DO JACARÉ

SEMINÁRIO PROJETOS AUTOGESTIONÁRIOS NO PMCMV ENTIDADES. Condomínio Residencial BARRA DO JACARÉ SEMINÁRIO PROJETOS AUTOGESTIONÁRIOS NO PMCMV ENTIDADES Condomínio Residencial BARRA DO JACARÉ BARRA DO JACARÉ A Entidade A Entidade Organizadora é a Associação dos Trabalhadores do Conjunto Residencial

Leia mais

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996 DELPHOS INFORMA ANO 2 - Nº 11 - MAIO / 96 DIVULGAÇÃO DA RESOLUÇÃO Nº 217/96 DO MINISTÉRIO DO TRABALHO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO EM 14

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº DE 24 DE MAIO DE 2017

ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº DE 24 DE MAIO DE 2017 LEI Nº 10.595 DE 24 DE MAIO DE 2017 O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO, Institui o Programa Maranhão Verde, destinado a fomentar e desenvolver projetos voltados para apoio à conservação e recuperação ambiental.

Leia mais

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2017

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2017 Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2017 CRONOGRAMA ATIVIDADE DATAS Publicação de Extrato de Abertura de Inscrições 10/03/2017 Período de Inscrições, Entrega de Títulos e

Leia mais

%%%%%%%%%%%Rede%de%Atenção%Psicossocial%%

%%%%%%%%%%%Rede%de%Atenção%Psicossocial%% NOTA%TÉCNICA%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%58% %2011% % %%%%%%%%%%%Rede%de%Atenção%Psicossocial%% Minuta% de% portaria% que% institui% a% Unidade% de% Acolhimento%da%Rede%de%Atenção%Psicossocial

Leia mais

Art.4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art.5º Fica revogada a Portaria nº 412, de 07 de agosto de 2015.

Art.4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art.5º Fica revogada a Portaria nº 412, de 07 de agosto de 2015. Parágrafo único. Para efeitos do disposto no caput, o início do processo de seleção caracteriza-se pela aplicação de critérios sobre o cadastro habitacional do ente público, para formação dos grupos e

Leia mais

Execução do plano de trabalho cadastrado no SICONV, em acordo com os princípios da Museologia Social e a legislação vigente.

Execução do plano de trabalho cadastrado no SICONV, em acordo com os princípios da Museologia Social e a legislação vigente. TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO POR SERVIÇO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO CENTRO DE REFERÊNCIA PATRIMONIAL HISTÓRICA DE DUQUE DE CAXIAS (AA-CRPH) E REDE DE MUSEOLOGIA SOCIAL DO RIO DE JANEIRO (REMUS-RJ)

Leia mais

CONSIDERANDO a Lei 9394/1996 que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional; CONSIDERANDO as normas internas do IFB:

CONSIDERANDO a Lei 9394/1996 que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional; CONSIDERANDO as normas internas do IFB: RESOLUÇÃO Nº 023/2017/CS IFB Estabelece os parâmetros para o Calendário Acadêmico dos campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília. O Conselho Superior do INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Decreto Nº 353 DE 04/07/2016

Decreto Nº 353 DE 04/07/2016 Decreto Nº 353 DE 04/07/2016 Publicado no DOE em 5 jul 2016 Institui o Comitê Gestor da Rede para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios do Estado de Minas Gerais - REDESIM-MG.

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J /

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA DE UBERABA C.N.P.J / EDITAL Nº 001/2017 RETIFICAÇÃO Nº 01 O Presidente da FUNEPU no uso de suas atribuições, retifica as disposições abaixo, constantes no edital 001/2017. Onde se - lê: 2. DOS CARGOS 2.1. A FUNEPU disponibiliza

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2015 Estabelece os critérios de concessão de acesso ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (SICONV) e revoga a Instrução Normativa nº 11,

Leia mais

Resolução Nº 02/2017

Resolução Nº 02/2017 Resolução Nº 02/2017 Define o Regimento Interno para o Processo Eleitoral do Comitê Gravataí/RS Biênio 2017-2019. A Plenária do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí/RS, na data

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 38, DE 9 DE MARÇO DE 2017 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 38, DE 9 DE MARÇO DE 2017 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 38, DE 9 DE MARÇO DE 2017 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO DOU de 10/03/2017 (nº 48, Seção 1, pág. 74) Dispõe sobre procedimentos e

Leia mais

NOTA TÉCNICA 11 /2012

NOTA TÉCNICA 11 /2012 Proposta de Portaria que define os critérios para custeio das Unidades Básicas de Saúde Fluviais preexistentes ao Programa de Construção de Unidades Básicas de Saúde Fluviais (UBSF). Brasília, 04 de junho

Leia mais