COFRAGEM HORIZONTAL RECUB

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COFRAGEM HORIZONTAL RECUB"

Transcrição

1

2 IMPORTANTE: Para o uso e emprego dos nossos produtos, devem ser respeitadas as disposições vigentes em matéria de segurança dos organismos estatais ou profissionais de cada país. As imagens incluídas nesta brochura representam momentos de situações ou fases de montagem, e, portanto, não são imagens completas para efeitos de segurança e não devem ser tomadas como definitivas. Todas as indicações em matéria de segurança e funcionamento deste folheto, bem como os dados de esforços e cargas, devem ser respeitados. Qualquer mudança ou montagem particular, necessitará de um cálculo ou de uma solução especial. Os nossos equipamentos foram concebidos para funcionar com os acessórios e componentes da nossa empresa. Pode ser perigosa a utilização junto com sistemas de outros fabricantes, sem ter realizado as respectivas verificações. A empresa reserva-se o direito de introduzir qualquer modificação advinda do desenvolvimento técnico do produto. Reservados todos os direitos. Nem a totalidade nem parte deste documento pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer procedimento electrónico ou mecânico, incluindo fotocópia, gravação magnética ou qualquer tipo de armazenamento de informação e sistema de recuperação, sem a permissão por escrito da ULMA Construcción.

3 Objectivo Descrição do produto Características Técnicas Montagem e desmontagem Soluções Técnicas Elementos de segurança Aplicações Recepção, armazenamento e limpeza Componentes e acessórios Endereços da ULMA Construcción

4 Objectivo O objectivo deste documento é fornecer informações sobre um dos nossos sistemas de cofragem horizontal, o RECUB. Na primeira parte, é realizada uma descrição do produto, prestando especial atenção à superfície cofrante e aos sistemas de escoramento utilizados com este produto. Depois, é mostrada a montagem e desmontagem básica do produto. Na secção das Soluções Técnicas, são expostas as opções oferecidas pelo sistema para resolver os diferentes casos que puderem surgir na obra. Na secção de Elementos de Segurança, é indicado o modo em que se resolve a segurança na aplicação do sistema e dos componentes que o formam. Na secção de Recepção, Armazenamento e Limpeza, são incluídas as indicações para realizar uma correcta manutenção, empilhamento e transporte ou deslocação das peças que compõem o RECUB. Finalmente, há uma lista completa de componentes e acessórios, com as suas denominações e representações gráficas delimitadas. Para conhecer mais detalhes sobre o correcto funcionamento, utilização e manuseio da Cofragem Horizontal RECUB, recomenda-se consultar o Manual de Uso deste produto. 4

5 5

6 Descrição do produto Cofragem modular para a execução de armaduras reticulares de molde recuperável. Os componentes principais do sistema RECUB são os seguintes: Viga Longitudinal Cabeçal Recuperável Transversal Moldes e Tabuleiros Os três primeiros elementos formam uma estrutura metálica sobre a qual se colocam os Tabuleiros e Moldes, que servem de base da cofragem. Para o escoramento da cofragem, pode ser utilizado qualquer Prumo da nossa gama, bem como o CIMBRE G. A escolha de uma ou de outra dependerá da altura a salvar e da carga. As Vigas Longitudinais, juntamente com o Prumo ou o Cimbre, formam a estrutura de suporte do sistema. Os Cabeçais, Transversais e Tabuleiros ou Moldes, formam a estrutura recuperável do sistema, que foi desenhado de forma que, menos de 72 horas após a betonagem, seja possível dispor destes elementos para uma nova colocação. As Vigas Longitudinais incorporam uma série de enchufes e orelhas distribuídos por todo o seu comprimento. Os referidos enchufes, sitos ao longo da peça em intervalos de 80 cm de distância, definem os pontos de aplicação para o escoramento mediante os Prumos. Igualmente, as orelhas para a colocação dos Cabeçais que irão servir de apoio para os Vigas Transversais, encontram-se a uma distância de 80 cm entre si. 6

7 Os Transversais em que se apoiam os Tabuleiros e os Moldes foram concebidas de forma a impedirem o seu deslizamento. A retícula padrão formado com esta cofragem é de 80x80 cm, com nervura de 12 cm. O desenho do sistema permite solucionar nervuras e retículas diferentes, com a possibilidade de criar nervuras maiores utilizando o mesmo Molde. Pé de Varanda S-V Viga Transversal de 1,6 Cabeçal de Segurança Viga Longitudinal Cabeçal Recuperável Prumo SP 7

8 Características Técnicas Os Moldes Recuperáveis foram concebidos para suportar uma lâmina de compressão até 150 mm. O desenho abaixo mostra a forma da nervura que deixam os Moldes no betão. 8

9 Em seguida, apresenta-se o quadro com volumes de betão, pesos próprios vazios betão para cada um dos moldes de diferente altura. 9

10 PRUMO SP O PRUMO SP foi concebido para o escoramento dos sistemas de cofragem horizontal, bem como para as diferentes necessidades de escoramento que podem surgir na obra. Caracteriza-se pelo seu especial desenho de regulação e fixação em altura, o qual permite uma rápida aproximação do elemento a escorar. O ajuste final é realizado mediante rosca. As técnicas de revestimento com resinas epoxi proporcionam-lhe uma camada de protecção eficaz contra a oxidação. Existem 5 tipos de Prumos dentro da gama da SP: Prumo Normal SP-40 Prumo Forte SP-50 SP-34 A seguir, pormenorizam-se numa tabela as Cargas de utilização dos Prumos Normal, Forte, SP-34, SP-40 e SP-50 em função da altura que alcancem os mesmos com a extensão progressiva do Tubo Interior. Estes dados são para Prumos novos, equilibrados e com carga vertical centrada. 10

11 CIMBRE G O CIMBRE G é um sistema de escoramento da cofragem horizontal para os casos em que se ultrapassa a altura máxima alcançável o pelos Prumos. A estrutura do sistema é formada basicamente pelos Suplementos. Os suplementos são colocado uns em cima dos outros até alcançar a altura desejada, combinando as diferentes alturas de Suplemento mais os Veios de Nivelamento. O CIMBRE G está dotado de diferentes Cabeçais que permitem o escoramento dos Vigas Longitudinais ou Suportes de Vigas em cada caso. De forma orientativa, fornecem-se os seguintes limites de carga, considerando sempre que o CIMBRE tenha sido montado correctamente, seguindo as especificações de montagem: Torres encadeadas, formadas por Suplementos G-100 de 1,85 m, travados mediante Cruzetas e com os Veios de Nivelamento estendidos um máximo de 65 cm (H: altura total da Cimbre): 0<H 10 m Carga de utilização por pé: 20 kn Torres independentes, formadas por Suplementos G-100 de 1,85 m e com os Veios de Nivelamento estendidos um máximo de 65 cm: Carga de utilização por pé: 12 kn Alturas de mais de 10 m precisam de um estudo técnico mais exaustivo. 11

12 Instruções de montagem Montagem Básica Cofragem Recub Para mais informações, consulte o Manual de Uso da Cofragem Horizontal RECUB 1 As Vigas Longitudinais são situadas no piso com as orelhas para cima e os Cabeçais Recuperáveis são-lhes acoplados em todo o seu comprimento. Os Cabeçais Recuperáveis são fixados batendo a cunha. 12

13 2 Para iniciar a montagem da estrutura, a primeira Viga Longitudinal é travada em torno de um pilar, conferindo do sistema a estabilidade desde o início. A elevação da Viga Longitudinal com o seus respectivos Cabeçais é realizada com a ajuda de 2 Prumos. Nas torres de andaime móveis, será preciso trabalhar com a travagem activada e não serão realizados deslocamentos quando o operário se encontrar sobre as mesmas. 3 As Vigas Transversais são suspensas da Viga Longitudinal. Em seguida, colocase ao mesmo nível da primeira uma outra Viga Longitudinal apoiada em 2 Prumos. Então, procede-se a montar os Transversais nos Cabeçais desta nova Viga Longitudinal com a ajuda de uma orelha. Para a montagem dos Transversais que interfiram com os pilares, devem ser colocados cabeçais móveis escorados mediante Prumos. 13

14 4 De forma a estabilizar a estrutura, são colocados Tabuleiros na zona do pilar. O Tope deve ser colocado entre Tabuleiros do mesmo tamanho (800X750). 5 Continua-se a montagem de Vigas Longitudinais, encaixado-as pelas janelas de umas e pelas linguetas do Cabeçal das outras. O Prumo deverá estar aberto aproximadamente à altura necessária. 14

15 6 Os Transversais são colocadas seguindo o procedimento explicado anteriormente. 7 Uma vez montada a estrutura, procede-se ao nivelamento da cofragem, ajudados por níveis e pelo topógrafo da obra. 15

16 COFRAGEM HORIZONTAL RECUB 16 8 Os restantes Prumos são colocados inserindoas nos encaixes da Viga Longitudinal, à altura adequada e bem aprumados. 9 Se a estrutura é acessível desde o piso, os Moldes devem ser colocados desde este. Caso contrário, a Colocação de Moldes e Tabuleiros será realizada utilizando meios seguros, como as torres móveis.

17 Instruções de desmontagem COFRAGEM HORIZONTAL RECUB A fase de recuperação ou desmontagem da cofragem RECUB é realizada em duas fases. Na primeira fase, no terceiro dia após a betonagem da laje, desmonta-se o material recuperável (Cabeçais, Vigas Transversais, Moldes e Tabuleiros) e ficam, como escoramento da laje, as Vigas Longitudinais, os Prumos ou o Cimbre. Para mais informações, consulte o Manual de Uso da Cofragem Horizontal RECUB Numa segunda fase, após 21 ou 28 dias, ou no tempo que proceder segundo as especificações técnicas das lajes e o ritmo da execução das mesmas, desmontam-se as Vigas Longitudinais, Prumos ou Cimbre que ficaram a escorar a laje. 1 Quer desde o chão, quer desde uma torre móvel, soltam-se os Cabeçais Recuperáveis de uma fileira de Vigas Longitudinais mediante um golpe de martelo na cunha dos referidos Cabeçais, retirando-os assim da sua posição nas orelhas das Vigas Longitudinais. 17

18 2 Os Transversais ficam libertados uma vez que foram soltos dos Cabeçais Recuperáveis. O material recuperável (Cabeçais, Transversais, Moldes e Tabuleiros) pode ser retirado sem necessidade de que caia ao chão, colocando previamente uma rede por baixo da zona a recuperar. 3 Em seguida, e com a ajuda de uns pés de carneiro, os Moldes e os Tabuleiros são descofrados. 18

19 4 Decorrido o tempo necessário, procede-se a recuperar a Viga Longitudinal juntamente com o escoramento utilizado, Prumo ou Cimbre. A ordem é um factor essencial de segurança. As movimentações dos materiais de um andar para outro devem ser sempre realizadas sobre paletes devidamente cintados para evitar a sua queda. 19

20 Soluções Técnicas NERVURAS ENTRE MOLDES O sistema foi concebido de forma a que seja possível solucionar uma grande variedade de diferentes nervuras entre Moldes, conforme o regulamento de protecção de estruturas contra incêndios. Assim, é possível solucionar nervuras de 12, 14,15, 16, 18 e 20 cm. USO DO SEMI-MOLDE No sentido longitudinal O Suporte Semi-moldes será colocado quando estes forem montados no sentido longitudinal. No sentido transversal Na montagem de Semi-moldes no sentido transversal, será colocada uma Viga Transversal apoiada sobre dois Cabeçais Deslocáveis. 20

21 Elementos de segurança A função principal dos elementos de segurança da cofragem RECUB é proteger perimetralmente as superfícies cofradas e aqueles vãos que geram risco de queda em altura nos processos de cofragem, montagem de armaduras e betonagem. Estão formados pelos Cabeçais de Segurança, o Pé de Varanda S-V, os Tubos de Fecho e os Rodapés. Todos eles formam as guardas que demarcam ou delimitam a base ou superfície de trabalho. A distância idónea para a Colocação dos Cabeçais de Segurança é de 1,6 m, isto é, de forma alternada, numa orelha, sim, noutra, não. Os Cabeçais de Segurança permitem o alojamento normal dos Transversais, para além de permitir a inserção do Pé de Varanda S-V. Colocação Cabeçal de Segurança sobre Viga Longitudinal intermediária. Colocação Cabeçal de Segurança sobre Viga Longitudinal de bordadura ou perímetro da cofragem. O Pé de Varand V-S tem uns orifícios passantes que, enfrentados aos que levam os Cabeçais de Segurança, permitem a Colocação de uma cavilha. A colocação de cavilhas é apenas nec essária por exigências na montagem da cofragem quando esta for realizada em condições extremas, como zonas desprotegidas, grandes pressões por causa do vento, etc. 21

22 Uma vez colocados todos os Pés de Varanda S-V, procede-se à finalização do Guarda corpos, colocando os Tubos de Fecho perpendicularmente aos Pés, mediante os grampos que estes levam incorporados. Uma vez que a cofragem conta com todas as protecções laterais, examinaremos a protecção de bordadura das lajes, na fase de descofragem. Com esse objectivo, utilizaremos a Cone para Pé de Varanda S-V. Colocação do Cone para Pé de Segurança S-V 22

23 No momento de proceder à descofragem do material recuperável, devem ser instaladas as protecções na laje, de forma a que fique fechado todo o perímetro da mesma. Os Pés de Segurança S-V são introduzidos os Cones para os Pés de Varanda S-V que estão inseridas na laje. Por regra, serão realizadas as operações anteriormente descritas, agindo com um duplo jogo de elementos de segurança. Os acessórios da cofragem serão recuperados na fase de desmontagem da mesma. 23

24 Aplicações SOLUÇÃO SEMI-MOLDES Sentido Longitudinal Para colocar o Semi-molde no sentido longitudinal, é colocado o Suporte Semi-molde Longitudinal, que irá apoiado entre Transversais. Suporte Semi-molde Long Semi-moldes 24

25 Sentido Transversal Para colocar o Semi-molde em sentido transversal, apoiar-se-á directamente sobre dois Vigas Transversais, estando uma delas amarrada a duas Vigas Longitudinais com Cabeçais Moveis. Semi-moldes 25

26 Recepção, armazenamento e limpeza RECEPÇÃO DO MATERIAL NA OBRA Vedar, fechar ou delimitar a Área de trabalho, se necessário. Recepção do veículo de transporte na obra, após obtenção, se for preciso, das licenças necessárias. Previamente será estabelecida a zona de armazenamento, devidamente sinalizada. DESCARGA DO MATERIAL Descarga mecanizada Todo o material chegará cintado ou agrupado. A pessoa responsável pelo recebimento do material deverá rever o estado dos paletes ou cestos. Será sinalizado o percurso do empilhado, para evitar interferências com o pessoal. O operador do empilhador deverá posicionar os materiais seguindo as indicações do responsável pelo armazenamento. O operário responsável pelo armazenamento ou pelo recebimento nunca se deverá posicionar no percurso do empilhador. Descarga com grua O operário responsável pela descarga não se deverá ficar sob a carga. Para guiar a carga até ao local adequado, o operário deverá aguardar a que a carga esteja praticamente no solo. Descarga manual Não se manipularão cargas superiores a 25 kg por uma só pessoa. 26

27 ARMAZENAMENTO A Viga Longitudinal, o Transversal e os Tabuleiros são fornecidos em paletes cintadas. Os restantes elementos são fornecidos a granel em cestos ou paletes. O armazenamento dos componentes do sistema deve ser sempre realizado depois da sua limpeza e em cada colocação. Os Tabuleiros devem ser empilhados separadamente na obra, em suportes a nível e sob coberta. Expor os Tabuleiros a forte luz solar e a chuvas prolongadas pode ser perigoso. ELEVAÇÃO DO MATERIAL As peças mais volumosas serão içadas (ou baixadas) aos andares (ou níveis diferentes) em paletes cintados pelos dois extremos; o conjunto será suspenso mediante sistema de correntes do gancho da grua torre. Os restantes elementos serão transportados em cestos. LIMPEZA A limpeza das superfícies da cofragem deve ser vigiada antes de proceder à colocação dos materiais que fazem parte da estrutura. A limpeza dos tabuleiros deve ser realizada depois de cada uso, com uma escova e uma imprimação de descofrante. Evitar-se-á a utilização de escovas de arame que possam deteriorar a superfície do tabuleiro. 27

28 Componentes e acessórios Elementos Básicos Cabeçal Recuperável 1, Viga Longitudinal Viga Longitudinal 2,4 (0,8) N-12 Viga Longitudinal 3,2 (0,8) N-12 Viga Longitudinal 4 (0,8) N-12 10, ,

29 Viga Longitudinal Viga Longitudinal 2,46 (0,82) N-14S Viga Longitudinal 3,28 (0,82) N-14S Viga Longitudinal 2,49 (0,83) N-15 Viga Longitudinal 3,32 (0,83) N-15 18,7 25,3 20,8 27,

30 Viga Longitudinal Viga Longitudinal 2,52 (0,84) N-16N Viga Longitudinal 3,36 (0,84) N-16N Viga Longitudinal 2,58 (0,86) N-18 Viga Longitudinal 3,44 (0,86) N-18 15,5 20,

31 Viga Longitudinal Viga Longitudinal 3,52 (0,88) N-20 Viga Longitudinal 4,4 (0,88) N Transversal Transversal 0,8 N-12 Transversal 1,6 N-12 3,5 7, L (mm)

32 Transversal Transversal 0,82 N-14S Transversal 1,64 N-14S 7,8 16, L (mm) A (mm) L (mm) A (mm) Transversal 0,83 N-15 Transversal 1,66 N-16N 8,2 17, A (mm) Transversal 0,84 N-16N Transversal 1,68 N-16N 5,5 11,

33 Transversal Transversal 0,86 N-18 Transversal 0,88 N-20 7,6 9, Transversal Reforçado Transversal Rçdo. 1,6 N-12 Transversal Rçdo. 1,64 N-14S 9,9 18,

34 Transversal Reforçado Transversal Rçdo. 1,66 N-15 Transversal Rçdo. 1,68 N-16N Transversal Rçdo. 1,72 N-18 Transversal Rçdo. 1,76 N ,3 18,

35 Molde Molde 20 Molde 25 Molde 30 Molde 35 Molde 40 11,2 11,4 12, , A (mm) Semi-molde Semi-molde 20 Semi-molde 25 Semi-molde 30 3,2 3,5 3, A (mm)

36 Tabuleiro Tabuleiro 800 x 750 x 30 S/BISEL Tabuleiro 800 x 750 x 30 C/BISEL Tabuleiro 800 x 1550 x 30 10,8 10, Tabuleiro Tabuleiro 800 x 1550 x Tope Tope 0,8 N-12 Tope 0,82 N-14S Tope 0,83 N-15 Tope 0,84 N-16 Tope 0,86 N-18 Tope 0,88 N-20 1,9 1,9 2,7 2,9 3,4 3,

37 Elementos Auxiliares Cabeçal Móvel 1, Cabeçal C/Orelha 2, Tubo P/Orelha 9,

38 Viga de Saliência Viga de Saliência 0,8 Viga de Saliência 1,6 6, L (mm) A (mm) Suporte Semi-molde Long. 2,

39 Reforço Viga Longitudinal Postiço Viga Longitudinal 1,76 N-20 3, Quebra vão 18mm 3,

40 Elementos de segurança Cabeçal de Segurança 1, Pé Varanda S-V 2, Ø 42 40

41 Tubo 42 Tubo 42/0,5 Tubo 42/1 Tubo 42/1,55 Tubo 42/2,1 Tubo 42/3, ,4 6, L (mm) Tubo 42/4070 C/Encaixe 8,

42 Abraçadeira Abraçadeira Fixa 42/42 Abraçadeira Giratória 42/42 1,2 1, Consumíveis Cone Pé de Varanda S-V 0,

43 Tampa 42 0, Bidão Descofrante Bidão Descofrante 25 l Bidão Descofrante Bidão Descofrante 210 l Pulverizador 2,

44 PRUMO SP Prumo Normal e Forte Prumo Normal 1,75/3,1 Prumo Normal 2,1/3,5 Prumo Forte 2,1/3,65 Prumo Forte 2,35/4 Prumo Forte 3,65/5,25 S P S P SP ,6 13,6 15,1 18,8 12, , H (m) 1,75-3,1 2,1-3,5 2,1-3,65 2,35-4 3,65-5,25 2-3,4 2,5-4 3,9-5 44

45 CIMBRE G Placa Base 1, Veio de Nivelamento Veio de Nivelamento 0,5 Veio de Nivelamento 1 3,2 6, L (mm) Cabeçal Cabeçal 55 1,

46 Suplemento Suplemento G Suplemento G-100 1,55 Suplemento G-100 1,85 12,5 13,4 15,

47 Cruzeta Cruzeta 1,6 Cruzeta N-14 Cruzeta N-15 Cruzeta N-16 Cruzeta N-18 Cruzeta N-20 4, ,1 5, L (mm) X (mm) Cruzeta 0,8 Cruzeta 1,6/0,75 3,9 4,

48 ULMA Construcción no mundo UNIDADE DE PRODUÇÃO E SEDE CENTRAL ULMA C y E, S. Coop. Ps. Otadui, 3 - Apdo OÑATI (Gipuzkoa) Espanha Tel.: Fax: EUROPA Espanha ULMA C y E, S. Coop. Alemanha ULMA Betonschalungen und Gerüste GmbH França ULMA, S.A.R.L. Itália ULMA Construction S.p.A. Lituânia ULMA Construccion Baltic Polônia ULMA Construccion Polska S.A. Portugal ULMA Portugal Lda. República Tcheca ULMA Construcción CZ, s.r.o. República Eslovaca ULMA Construcción SK, s.r.o. Romênia ULMA Cofraje s.r.l. Rússia ULMA Construction Russia Ucrânia ULMA Formwork Ukraine Ltd. Holanda Turquia AMÉRICA Argentina ULMA Andamios y Encofrados Argentina, S.A. Brasil ULMA Brasil - Fôrmas e Escoramentos Ltda. Canadá ULMA Construction Systems Canada Inc. Chile ULMA Chile - Andamios y Moldajes, S.A. EUA ULMA Form Works, Inc. México ULMA Cimbras y Andamios de México S.A. de C.V. Peru ULMA Encofrados Perú, S.A. ÁSIA R.P. China ULMA Formworks China R.O. Emirados Árabes Unidos ULMA Formworks UAE L.L.C. Índia ULMA Formwork Systems India PVT. LTD. Cazaquistão ULMA Formwork Kazakhstan Ltd. Cingapura ULMA Formwork Singapore PTE. LTD. Arábia Saudita ÁFRICA Argélia Marrocos Tunísia OCEANIA Austrália 48

49

50 01FGZ18 ULMA C y E, S. Coop. Ps. Otadui, 3 - Apdo OÑATI (Gipuzkoa) ESPANHA Tel.: Fax:

IMPORTANTE: A empresa reserva-se o direito de introduzir qualquer modificação advinda do desenvolvimento técnico do produto.

IMPORTANTE: A empresa reserva-se o direito de introduzir qualquer modificação advinda do desenvolvimento técnico do produto. Construcción IMPORTANTE: Para o uso e emprego dos nossos produtos, devem ser respeitadas as disposições vigentes em matéria de segurança dos organismos estatais ou profissionais de cada país. Todas as

Leia mais

IMPORTANTE: Na utilização dos nossos produtos, devem respeitar-se as disposições vigentes em matéria de segurança nos organismos oficiais ou

IMPORTANTE: Na utilização dos nossos produtos, devem respeitar-se as disposições vigentes em matéria de segurança nos organismos oficiais ou Construcción IMPORTANTE: Na utilização dos nossos produtos, devem respeitar-se as disposições vigentes em matéria de segurança nos organismos oficiais ou profissionais de cada país. As imagens contidas

Leia mais

COFRAGEM HORIZONTAL RAPID. Construcción

COFRAGEM HORIZONTAL RAPID. Construcción COFRAGEM HORIZONTAL RAPID IMPORTANTE: Para o uso e emprego dos nossos produtos, devem ser respeitadas as disposições vigentes em matéria de segurança dos organismos estatais ou profissionais de cada país.

Leia mais

www.catari.net uma marca diferente.

www.catari.net uma marca diferente. www.catari.net uma marca diferente. cofragem modular perfeita! Com uma vasta gama de dimensões, permite solucionar todas as suas necessidades de cofragem vertical, em qualquer tipo de construção. O combro

Leia mais

Estantes para picking

Estantes para picking M7 Estantes para picking Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar produtos de carga média e grande.

Leia mais

Índice. Página. 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos... 4 1.3. Andaimes metálicos... 4 1.4. Bailéus... 5

Índice. Página. 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos... 4 1.3. Andaimes metálicos... 4 1.4. Bailéus... 5 !""#$!""%&'( Índice Página 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos..... 4 1.3. Andaimes metálicos...... 4 1.4. Bailéus........ 5 EPC 1/6 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO COLECTIVA (texto provisório) 1.1

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite Plataformas Estas plataformas aproveitam ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando a sua superfície e acondicionando-a como zona de armazenagem, vestiários, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS

Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Catálogo de Produtos FÔRMAS E ESCORAMENTOS Apresentação Fundada no ano de 000, a TEMEC Terra Maquinas Equipamentos e Construções LTDA é uma empresa especializada no fornecimento de Soluções de Engenharia

Leia mais

SEGURANÇA NA MONTAGEM DE ANDAIMES E ESCORAMENTOS IV JORNADAS TÉCNICAS DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE AVEIRO.

SEGURANÇA NA MONTAGEM DE ANDAIMES E ESCORAMENTOS IV JORNADAS TÉCNICAS DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE AVEIRO. SEGURANÇA NA MONTAGEM DE ANDAIMES E ESCORAMENTOS IV JORNADAS TÉCNICAS DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE AVEIRO. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 1.1 HISTÓRIA 1.2 ORGANIGRAMA

Leia mais

Dependendo das necessidades construtivas, pode-se executar laje plana maciça ou nervurada e lajes tradicionais com vigas.

Dependendo das necessidades construtivas, pode-se executar laje plana maciça ou nervurada e lajes tradicionais com vigas. 1-INTRODUÇÃO Os sistemas de formas para lajes e vigas da Nopin utilizam peças metálicas de fácil montagem que dão agilidade e otimização, não agredindo o meio ambiente. Nopin dispõe de diferentes sistemas

Leia mais

M3 Estantes para picking

M3 Estantes para picking M3 Estantes para picking PICKING M3 PARA CARGA MÉDIA E LIGEIRA Sistema básico de armazenagem manual e arquivo destinado à carga média e ligeira. Graças à combinação dos diferentes componentes, pode oferecer

Leia mais

escoramento Sistema de Escoramento Metálico

escoramento Sistema de Escoramento Metálico escoramento Sistema de Escoramento Metálico para Lajes e Vigas. ESCORAMENTO MECAN Pela facilidade de montagem e versatilidade, o escoramento metálico Mecan permite montagens rápidas e seguras, proporcionando

Leia mais

CARROS DE APOIO À INDUSTRIA

CARROS DE APOIO À INDUSTRIA Carros de Mão Carros Ligeiros com Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para Escritóio

Leia mais

Andaime de fachada UNI 70/100

Andaime de fachada UNI 70/100 Stark gerüstet. Andaime de fachada 70/100 s Português válido a partir de 01.03.2010 2 Índice Esquema de Montagem / As principais vantagens do sistema 4-5 Quadros verticais 6-7 Plataformas 8-9 Acesso interior

Leia mais

COMPILAÇÃO FOTOGRÁFICA COMENTADA

COMPILAÇÃO FOTOGRÁFICA COMENTADA COMPILAÇÃO FOTOGRÁFICA COMENTADA CONSIDERAÇÕES As fotografias apresentadas foram registadas pelo autor deste trabalho ao longo de oito anos em obras sobre a sua responsabilidade e outras por onde passava

Leia mais

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD 18.01.2013 Racks Paletização KD O sistema de armazenagem KD de cargas médias e pesadas representa a melhor solução para armazéns em que é necessária uma correta armazenagem para produtos paletizados com

Leia mais

Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível

Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível Características gerais do sistema Push-back Sistema de armazenagem

Leia mais

Prevenção de risco de queda em altura no setor da construção mediante a utilização de andaimes. Pedro Vasco AECOPS - OPWAY

Prevenção de risco de queda em altura no setor da construção mediante a utilização de andaimes. Pedro Vasco AECOPS - OPWAY Prevenção de risco de queda em altura no setor da construção mediante a utilização de andaimes Pedro Vasco AECOPS - OPWAY A prevenção do risco de queda em altura na construção, e para o caso específico

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s Mezaninos Os mezaninos permitem aproveitar ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando sua superfície e acondicionando-a como área de armazenagem, vestuário, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

SISTEMA DE SEGURANÇA TIPO FORCA NR 18 SISTEMA LIMITADOR DE QUEDA DE ALTURA REDES TIPO FORCA - NR 18

SISTEMA DE SEGURANÇA TIPO FORCA NR 18 SISTEMA LIMITADOR DE QUEDA DE ALTURA REDES TIPO FORCA - NR 18 SISTEMA DE SEGURANÇA TIPO FORCA NR 18 SISTEMA LIMITADOR DE QUEDA DE ALTURA REDES TIPO FORCA - NR 18 SISTEMA DE SEGURANÇA TIPO FORCA NR 18 Para a segurança no trabalho são necessárias técnicas que tenham

Leia mais

Estantes para paletização Push-back

Estantes para paletização Push-back Estantes para paletização Push-back PALETIZAÇÃO PUSH-BACK As estantes Push-back são um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Todas

Leia mais

Os desenhos do projecto devem incluir desenhos de dimensionamento e desenhos de pormenorização de armaduras.

Os desenhos do projecto devem incluir desenhos de dimensionamento e desenhos de pormenorização de armaduras. 9.7 Notas sobre Desenhos de Projecto 9.7.1 Observações Gerais Os desenhos do projecto devem incluir desenhos de dimensionamento e desenhos de pormenorização de armaduras. Os desenhos de dimensionamento

Leia mais

2.5.1 Tecnologia de formas de madeira convencionais

2.5.1 Tecnologia de formas de madeira convencionais 34 2.5 Tecnologia empregada Nesta seção, inicialmente, serão expostas as nomenclaturas empregadas nas peças componentes das formas e escoramento em madeira, conforme a bibliografia descreve. A seguir,

Leia mais

CRABESCAL ESCADAS. www.entrepose.com.br

CRABESCAL ESCADAS. www.entrepose.com.br CRABESCAL ESCADAS A N D A I M E S www.entrepose.com.br ÍNDICE Introdução 3 CrabEscal para obra Vantagens do produto 4-5 Nomenclatura das peças 6-7 CrabEscal para público Vantagens do produto 8-9 Nomenclatura

Leia mais

TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura. AUTORIA: Paula Mendes. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO

TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura. AUTORIA: Paula Mendes. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO A execução de trabalhos em altura expõe os trabalhadores a riscos elevados,

Leia mais

Estantes cantilever. Estantes cantilever

Estantes cantilever. Estantes cantilever Estantes cantilever As estantes cantilever estão especialmente concebidas para a armazenagem de unidades de carga de grande comprimento ou com medidas variadas como, por exemplo, perfis metálicos, tubos,

Leia mais

Equipamentos Metálicos para a Construção Civil

Equipamentos Metálicos para a Construção Civil Equipamentos Metálicos para a Construção Civil Produtos: Andaime AM48 Modular Andaime AM48 Multidirecional Andaime Tradicional Torre Andaime AM Cofragem Metálica e Acessórios Cofragem Madeira e Acessórios

Leia mais

CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65

CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65 CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65 ÍNDICE Introdução....................................................... 2 Características mecânicas dos diferentes materiais das lajes mistas...... 3 Condições de apoio................................................

Leia mais

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO Andaime Tubo Equipado...03 Acessórios...04 Modos e Pontos de Ancoragem...05 Dicas Importantes...07 Acesso dos Andaimes...08 Informações de Segurança...09 Fotos Obras...10 Atualização

Leia mais

SEGURANÇA A palete necessita de equipamento adequado para ser elevada e transferida em altura.

SEGURANÇA A palete necessita de equipamento adequado para ser elevada e transferida em altura. O pessoal deverá atuar com a devida diligência e deverá efetuar os trabalhos conforme as normas. Relativamente aos aspetos não cobertos no presente documento, siga sempre as respetivas normas vigentes

Leia mais

MULTICRAB ANDAIME DE ENCAIXE MULTINÍVEL, MULTIDIRECIONAL. www.entrepose.com.br

MULTICRAB ANDAIME DE ENCAIXE MULTINÍVEL, MULTIDIRECIONAL. www.entrepose.com.br MULTICRAB ANDAIME DE ENCAIXE MULTINÍVEL, MULTIDIRECIONAL A N D A I M E S www.entrepose.com.br ÍNDICE Introdução 3 As vantagens do produto 4-5 Nomenclatura das peças 6-8 Versão em alumínio CRABALU 9 Conselhos

Leia mais

M7 Estantes para picking

M7 Estantes para picking M7 Estantes para picking 2 PICKING M7 PARA CARGA MÉDIA E GRANDE Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 1 SUMÁRIO Acessórios 03 Instruções de montagem 04 Dicas Importantes 10 Acesso dos Andaimes 11 Informações de Segurança 12 2 ACESSÓRIOS 3 ANDAIME FACHADEIRO INSTRUÇÕES

Leia mais

O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 70 a 250 cm. www.geoplast.it

O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 70 a 250 cm. www.geoplast.it O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 7 a 25 cm www.geoplast.it ELEVETOR O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 7 a 25 cm ELEVETOR é um sistema combinado de cofragens

Leia mais

DE TRABALHO E SEGURANÇA

DE TRABALHO E SEGURANÇA PT ÍNDICE PG PG 02 TORRES DE ESCORAMENTO 12 ANDAIMES MULTIDIRECIONAL 04 ESTRUTURAS ESPECIAIS DE ENGENHARIA CONTRAFORTES DE COFRAGEM 13 EUROPEU DE FACHADA 05 COFRAGEM TREPANTE 14 SISTEMAS DE COFRAGEM VERTICAL

Leia mais

Estantes para Picking com passarelas

Estantes para Picking com passarelas Estantes para Picking com passarelas PICKING COM PASSARELAS A importância que tem o máximo aproveitamento do espaço dos armazéns requer soluções que permitam aceder aos níveis mais altos. Uma destas soluções

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço Revisão: 02 Folha: 1 de 5 1. EQUIPAMENTOS Esquadro metálico; Martelo e serrote; Serra de bancada com proteção para disco; Corda; Chave de dobra; Policorte; Tesoura manual; Jerica e carrinho de mão; Desempenadeira

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO e MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO Trabalho em Altura Uma das principais causas de acidentes de trabalho graves e fatais se deve a eventos envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes

Leia mais

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br

SOLUÇÕES PARA FACHADA. metax.com.br SOLUÇÕES PARA FACHADA metax.com.br Passarela para pedestres Estes equipamentos são utilizados em locais onde a instalação do andaime fachadeiro obstrui a passagem de via, ou seja, a fachada do prédio não

Leia mais

Informação ao utilizador 07/2006 NK. Instruções de montagem e utilização. Doka Xtra 9768-200-01. Os especialistas de cofragens

Informação ao utilizador 07/2006 NK. Instruções de montagem e utilização. Doka Xtra 9768-200-01. Os especialistas de cofragens 07/2006 NK Informação ao utilizador 999768006 P Instruções de montagem e utilização Doka Xtra 9768-200-01 Os especialistas de cofragens by Doka Industrie GmbH, A-3300 Amstetten 2 Os especialistas de cofragens

Leia mais

Andaimes de Fachada Andamios de Fachada

Andaimes de Fachada Andamios de Fachada Andaimes de Fachada Andamios de Fachada LIS 48 Fabricado em conformidade com a norma europeia EN 12810 Fabricación en conformidad con la norma europea EN 12810 Sistema composto de elementos e acessórios

Leia mais

Alta produtividade Engenharia de projetos Qualidade assegurada Certificado de garantia Sigilo industrial Confiabilidade.

Alta produtividade Engenharia de projetos Qualidade assegurada Certificado de garantia Sigilo industrial Confiabilidade. Há mais de 46 anos no mercado, a Torcisão iniciou as suas atividades no desenvolvimento de materiais para a indústria automobilística, que exigia um rigoroso controle técnico e de qualidade. Em 2006, com

Leia mais

Manual de Montagem e Utilização Conforme EN 131-3: 2007 (D)

Manual de Montagem e Utilização Conforme EN 131-3: 2007 (D) Manual de Montagem e Utilização Conforme EN 131-3: 2007 (D) Escadas Simples? Escadotes? Escadas Duplas e Triplas Escadas Telescópicas? Torres Multiusos Indice 1. Introdução 2. Informação para o Utilização

Leia mais

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE.

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE. Carros de Mão Carros Ligeiros com Plataforma Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para

Leia mais

Antes de usar os andaimes pela primeira vez, recomendamos ler minuciosamente este manual de uso, além de guardar-lo para quando for necessário.

Antes de usar os andaimes pela primeira vez, recomendamos ler minuciosamente este manual de uso, além de guardar-lo para quando for necessário. Antes de usar os andaimes pela primeira vez, recomendamos ler minuciosamente este manual de uso, além de guardar-lo para quando for necessário. Somente trabalhadores devidamente treinados e capacitados

Leia mais

PROCEDIMENTO DE REALIZAÇÃO MONTAGEM E DESMONTAGEM DAS PLATAFORMAS MÓVEIS

PROCEDIMENTO DE REALIZAÇÃO MONTAGEM E DESMONTAGEM DAS PLATAFORMAS MÓVEIS P.880.0 de 20 REGISTO DE ALTERAÇÕES: Elaborado Verificado Aprovado EDIÇÃO DESCRIÇÃO Representante Permanente do empreiteiro em obra Gestor da Qualidade (Obra) Director Técnico Empreitada Data Criação (PA)

Leia mais

Simplos. Estantes para cargas ligeiras

Simplos. Estantes para cargas ligeiras Simplos Estantes para cargas ligeiras Estantes Simplos Estantes Simplos O sistema de armazenagem Simplos proporciona a melhor solução às mais diversas necessidades de armazenagem de cargas médias e ligeiras,

Leia mais

Inovação em sistemas de classificação, arquivo e armazenagem

Inovação em sistemas de classificação, arquivo e armazenagem Inovação em sistemas de classificação, arquivo e armazenagem w w w. e u n. e s Soluções m ó v e i s A Eun Grupo é uma empresa na inovaçao do desenvolvimento de sistemas de arquivo e armazenagem para a

Leia mais

Cofragem modulada Doka Framax Xlife

Cofragem modulada Doka Framax Xlife 04/2007 Informação ao utilizador 999764006 P Instruções de montagem e utilização ofragem modulada oka Framax Xlife 9764-252-01 Os especialistas de cofragens Introdução Informação ao utilizador ofragem

Leia mais

MANUAL ANDAIME FACHADEIRO SEGURANÇA À ALTURA DA SUA OBRA

MANUAL ANDAIME FACHADEIRO SEGURANÇA À ALTURA DA SUA OBRA MANUAL ANDAIME FACHADEIRO SEGURANÇA À ALTURA DA SUA OBRA ÍNDICE 1. Introdução 2. Características 3. Componentes Básicos do Andaime Tuper 4. Disposições Gerais 5. Ferramentas Necessárias para Montagem 6.

Leia mais

Informação ao utilizador 02/2011. Instruções de montagem e utilização. Cimbre Staxo 100 98003-287-01. Os especialistas de cofragens

Informação ao utilizador 02/2011. Instruções de montagem e utilização. Cimbre Staxo 100 98003-287-01. Os especialistas de cofragens 02/2011 Informação ao utilizador 999800306 pt Instruções de montagem e utilização imbre Staxo 100 98003-287-01 Introdução Informação ao utilizador imbre Staxo 100 Introdução by Doka Industrie GmbH, -3300

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Colectores planos Suporte de instalação 6 720 643 442 (2010/03) PT 6720616592.00-1.SD Indice Indice 1 Esclarecimento dos símbolos e indicações de segurança...............................

Leia mais

Manual do Locatário ANDAIME TUBULAR Instruções para Instalação e Operação e Manutenção CARIMBO DO ASSOCIADO ANDAIMES Andaimes são estruturas metálicas tubulares para acesso à altura para trabalho aéreo

Leia mais

Alsipercha Sistema antiquedas

Alsipercha Sistema antiquedas Alsipercha Sistema antiquedas Edificação Equipamentos civil ALSINA Missão do Grupo Alsina "Oferecer soluções para estruturas de betão que ajudem os nossos clientes a melhorar a eficácia e a segurança nos

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s Mezaninos Os mezaninos permitem aproveitar ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando sua superfície e acondicionando-a como área de armazenagem, vestuário, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

FÔRMA FV. Pashal Sistemas Construtivos Ltda. www.pashal.com.br pashalcomercial@pashal.com.br fone: (11) 3848 6699

FÔRMA FV. Pashal Sistemas Construtivos Ltda. www.pashal.com.br pashalcomercial@pashal.com.br fone: (11) 3848 6699 FÔRMA FV Os painéis de fôrmas modulares FV são facilmente montados entre si através de grampos de pressão. Barras de ancoragem, espaçadores, pontaletes metálicos para prumo e andaimes auxiliares de serviço

Leia mais

DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA

DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA SCAFFOLDING DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA TESTE DE CARGA: ALUFASE Vs SOLDADURA Carga (Toneladas) / Deformação (mm) 7 6 O sistema de deformação a frio provou ser 3 vezes mais forte que

Leia mais

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos A TORCISÃO A Torcisão foi fundada em 1968, iniciando suas atividades na fabricação de peças para a indústria automobilística. Em 2006, o grupo se expandiu e fundou

Leia mais

manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial.

manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial. manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO Sumário Andaime Fachadeiro...03 Instrução de Montagem...04 Acessórios...06 Modos e Pontos de Ancoragem...07 Dicas Importantes...08 Acesso dos Andaimes...09 Informações

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro.

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro. e MANUAL TÉCNICO ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR e ANDAIME TUBULAR Objetivo Estabelecer os procedimentos que devem ser obedecidos na liberação de montagem / desmontagem de andaimes com a finalidade de

Leia mais

FORMAS E ARMADURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

FORMAS E ARMADURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FORMAS E ARMADURAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I CUSTO DA ESTRUTURA (SABBATINI, et. Al, 2007) CUSTO DOS ELEMENTOS DA ESTRUTURA

Leia mais

built build to LAJES LITEFORM

built build to LAJES LITEFORM uilt build to LAJES LAJES LITEFORM Lajes_LITEFORM 338 LITEFORM é o novo sistema de escoramento para lajes tradicionais de concreto moldado in loco. Apresenta as vantagens de incrementar a produtividade,

Leia mais

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 1 de 7 PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 2 de 7 PROCESSO CONSTRUTIVO 1. EECUÇÃO DE PINTURAS Esta actividade consiste nos trabalhos de pinturas nas paredes simples

Leia mais

PATRIMÓNIO ARQUIVÍSTICO ESCOLAR

PATRIMÓNIO ARQUIVÍSTICO ESCOLAR PATRIMÓNIO ARQUIVÍSTICO ESCOLAR PROCEDIMENTOS RECOMENDADOS Secretaria-Geral do Ministério da Educação 1 Índice 1. Preâmbulo... 3 2. O que são os arquivos escolares?... 4 3. O arquivo no sistema de informação

Leia mais

ANDAIMES E PLATAFORMAS DE TRABALHO

ANDAIMES E PLATAFORMAS DE TRABALHO Página: 1 de 5 ITEM TEXTO ATUAL TEXTO PROPOSTO 18.15.1 Manter 18.15.1.1 18.15.2 Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estarão

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil CAP. XV ESTACAS CRAVADAS 1/47 1. INTRODUÇÃO 2/47 1 1. INTRODUÇÃO Pré-fabricadas Estacas cravadas Fundações indirectas (profundas) Alternativa às estacas moldadas 3/47 1. INTRODUÇÃO Processo pouco utilizado

Leia mais

Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade

Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade Ótima rotação dos produtos graças à movimentação da carga Características do sistema de paletização dinâmica As estantes dinâmicas para a armazenagem

Leia mais

COMPONENTES PARA ANDAIMES PROFISSIONAIS

COMPONENTES PARA ANDAIMES PROFISSIONAIS Bastidores das Torres Rolantes Disponíveis em 2 larguras (0,75 e 1,35 m) de 4 degraus (1 m) e 7 degraus (2 m) Os degraus possuem uma superfície estriada antideslizante e a distância entre degraus é de

Leia mais

GRUAS CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA. UFCD 5811 Sistemas de transporte e elevação de carga Formador: David Inverno.

GRUAS CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA. UFCD 5811 Sistemas de transporte e elevação de carga Formador: David Inverno. CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA UFCD 5811 Sistemas de transporte e elevação de carga Formador: David Inverno GRUAS 16 Valores (Formador David Inverno) Introdução Gruas No âmbito da UFCD

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL:

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL: 1.0 - OBJETIVO: Estabelecer procedimentos seguros para montagem, desmontagem e utilização de andaimes, em serviços de manutenção nas áreas da fábrica. 2.0 - APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica à montagem,

Leia mais

Estantes para Push-back. Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal

Estantes para Push-back. Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal Características gerais do sistema Push-back As estantes Push-back

Leia mais

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES Legenda: 1. Nivelador da base de apoio; 2. Prumos verticais; 3. Prumo de ligação; 4. Barras horizontais; 5. Barras diagonais; 6. Plataforma (prancha) - elemento concebido para

Leia mais

Bastidores para fibra óptica

Bastidores para fibra óptica Apresentação A gama de armários para fibra óptica Olirack foi concebida para a instalação, protecção e isolamento de terminadores e repartidores ópticos. A fibra óptica é um filamento feito de vidro ou

Leia mais

Soluções em Lajes Alveolares

Soluções em Lajes Alveolares Soluções em Lajes Alveolares Oferecer Soluções Inovadoras e bom atendimento é o nosso compromisso Presente no mercado da construção civil desde de 1977, o Grupo Sistrel vem conquistando o mercado brasileiro

Leia mais

Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível.

Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Push-back Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Características gerais do sistema Push-back As estantes Push-back

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Rev.1 18.01.2013. Estantes cantoneira

Rev.1 18.01.2013. Estantes cantoneira 18.01.2013 Estantes cantoneira O sistema de estantes em cantoneira foi concebido para satisfazer as necessidades de armazenagem nas indústrias, oficinas, armazéns, etc, tendo em vista uma solução económica.

Leia mais

VIGAS HT 20 E HT 12. + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm. Características da capacidade de carga. Q adm. = 7 kn M adm.

VIGAS HT 20 E HT 12. + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm. Características da capacidade de carga. Q adm. = 7 kn M adm. VIGAS HT 20 E HT 12 TABELA DE MEDIÇÃO Dimensões HT 12plus Tolerâncias Altura da viga Altura da mesa Largura da mesa Espessura da alma 120 mm 35 mm 65 mm 26,6 mm + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm

Leia mais

Soluções de armazenagem

Soluções de armazenagem Soluções de armazenagem Seja qual for seu produto, conhecemos a melhor solução para armazená-lo A Mecalux oferece soluções de armazenagem Experiência de mais de 50 anos Presença em mais de 70 países 11

Leia mais

Documento No. R 0822 Revisão 0 15 setembro 2008

Documento No. R 0822 Revisão 0 15 setembro 2008 MAKAI Engenharia & Serviços Ltda. fone /fax: +55 11 4032-6001 / 8759 Website: www.makai.com.br Documento No. R 0822 Revisão 0 15 setembro 2008 MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO MESA DE REAÇÃO PARA CARGAS DINÂMICAS

Leia mais

Forma - é o conjunto de componentes provisórios cujas funções principais são:

Forma - é o conjunto de componentes provisórios cujas funções principais são: Forma - é o conjunto de componentes provisórios cujas funções principais são: Molde: dar forma ao concreto; Conter o concreto fresco e sustentá-lo até que atinja resistência mecânica necessária; Proporcionar

Leia mais

Anexo 3 - Questionário específico - construção

Anexo 3 - Questionário específico - construção Anexo 3 - Questionário específico - construção 85 Empresa: Morada: Localidade: Cód. Postal: Distrito: Telefone: NIF: Código de CAE-Rev. 2/92: Actividade principal da empresa: Categoria da Actividade: Número

Leia mais

Innovators in steel buildings. Innovators in steel buildings DELTA +

Innovators in steel buildings. Innovators in steel buildings DELTA + Innovators in steel buildings Innovators in steel buildings DELTA + Apenas Na Frisomat para um bom desempenho são necessários apenas 2. Somente 2 pessoas são suficientes para montar uma construção Frisomat,

Leia mais

Ganzglasgeländer. Guardas em vidro sem prumos. Sistema de perfis para montagem frontal e superior

Ganzglasgeländer. Guardas em vidro sem prumos. Sistema de perfis para montagem frontal e superior Ganzglasgeländer Guardas em vidro sem prumos Sistema de perfis para montagem frontal e superior Índice Conjuntos, aplicações, ajudas de montagem 1402... 08 1400... 12 1404... 16 Componentes Perfis... 21

Leia mais

CATÁLOGO 2015 LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SUA OBRA. Metro Form System

CATÁLOGO 2015 LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SUA OBRA. Metro Form System LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SUA OBRA CATÁLOGO 2015 Metro Form System São Paulo Matriz Rua Maria Paula Motta, 239 CEP 07171-140 Guarulhos SP Brasil Fone: (11) 2431-6666 Rio de Janeiro Filial Rua Agaí,

Leia mais

Kit de Montagem de Mastro

Kit de Montagem de Mastro Parabéns pela aquisição do seu novo kit de montagem de mastro! Kit de Montagem de Mastro Manual de Instalação Este kit de montagem de mastro foi concebido para postes com 48 milímetros de diâmetro externo

Leia mais

Alsipercha Sistema antiquedas

Alsipercha Sistema antiquedas Alsipercha Sistema antiquedas ALSINA Missão do Grupo Alsina "Oferecer soluções para estruturas de betão que ajudem os nossos clientes a melhorar a eficácia e a segurança nos seus projetos, através de um

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES. Disciplina: Projeto de Estruturas. Aula 7

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES. Disciplina: Projeto de Estruturas. Aula 7 AULA 7 CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES Disciplina: Projeto de Estruturas CLASSIFICAÇÃO DAS ARMADURAS 1 CLASSIFICAÇÃO DAS ARMADURAS ALOJAMENTO DAS ARMADURAS Armadura longitudinal (normal/flexão/torção) Armadura

Leia mais

Estrutura Dupla Plana

Estrutura Dupla Plana Estrutura Dupla Plana Plurigas Solar, Energias LDA. @2013 Instruções de Leia atentamente as instruções de segurança. As nossas estruturas foram concebidas especificamente para a suportar a montagem de

Leia mais

CARROS DE 2 RODAS EM ALUMÍNIO - ACESSÓRIOS

CARROS DE 2 RODAS EM ALUMÍNIO - ACESSÓRIOS PEDAL E PLACA DE SUPORTE PARA APOIO NA DESCARGA O carro afasta-se da carga quando o pedal é acionado Este acessório pode vir montado de fábrica num carro novo ou ser posteriormente instalado num carro

Leia mais

(11) Número de Publicação: PT 104707 A. (51) Classificação Internacional: B66C 13/08 (2006.01) B66F 9/04 (2006.01)

(11) Número de Publicação: PT 104707 A. (51) Classificação Internacional: B66C 13/08 (2006.01) B66F 9/04 (2006.01) (11) Número de Publicação: PT 104707 A (51) Classificação Internacional: B66C 13/08 (2006.01) B66F 9/04 (2006.01) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2009.08.04 (30) Prioridade(s):

Leia mais

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas Crescendo com Você Montagem de Sistemas Estocagem Armazene as chapas em local seco e abrigado. Transporte as chapas de duas em duas. Transporte as chapas na posição vertical. Os calços devem ter 5 cm de

Leia mais

Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar.

Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar. Catálogo Técnico Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar. m a t e r i a i s p a r a c o n s t r u i r m e l h o r. Vigas leves de alta resistência A LP Viga I é fabricada pela LP Building

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais