Uma abordagem holística para a automação da segurança

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma abordagem holística para a automação da segurança"

Transcrição

1 Uma abordagem holística para a automação da segurança Como a tecnologia, padrões globais e sistemas abertos ajudam a aumentar a produtividade e a eficácia global do equipamento Por: Dan Hornbeck Todos os fabricantes têm como objetivo proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro para seus funcionários. Além disso, precisam manter a produtividade da instalação enquanto protegem o equipamento e o ambiente de produção. Dependendo da cultura da empresa e da localização de cada instalação, um fabricante também deve atender a vários critérios de responsabilidade social e legislativa. O que determina o sucesso de um programa de segurança? Em primeiro lugar, o apoio da empresa. Esse apoio deve começar com o compromisso da alta administração com o programa e continuar com a adesão de cada funcionário à filosofia de segurança em primeiro lugar. Depois de garantir o apoio social, um programa de segurança eficaz engloba vários fatores importantes, que vão desde o uso adequado de proteção para olhos e ouvidos até a adoção de estratégias de produção contemporâneas para a implementação de um sistema de automação de segurança bem concebido e integrado. Este material tratará deste último. A visão histórica Muitos dos aplicativos legados de fabricação de hoje usam tecnologia e know-how datados. Alguns desses aplicativos foram desenvolvidos sem levar em consideração a segurança contando apenas que o operador e o técnico de manutenção estejam alertas aos perigos. Outros foram implementados posteriormente em resposta a um acidente ou aos novos padrões do setor. Eles usaram uma abordagem de caixa preta de segurança, na qual a solução de segurança foi completamente separada do sistema de automação. As limitações da tecnologia de segurança também contribuíram para essa abordagem reativa e separada, que muitas vezes exigiram que as máquinas parassem completamente e ficassem em um estado de segurança para reparo, manutenção ou sempre que o acesso do operador fosse necessário. Como esse tempo de inatividade devido a um evento de segurança diminuia a produtividade, os operadores e a equipe de manutenção ignoravam os sistemas de segurança, arriscando sua própria segurança no processo. Outros sistemas ainda foram desenvolvidos com o foco na segurança, mas foram implementados de forma inadequada e o equipamento não tinha a produtividade necessária. Isso foi feito usando uma mentalidade de troca, cujo resultado foi que nem um nem outro foi totalmente otimizado. Tais riscos não são mais necessários nem aceitáveis, graças aos padrões globais progressivos impostos, inovação tecnológica significativa e gestão de riscos. Quando implementado corretamente com uma abordagem holística, os sistemas de automação de segurança atuais oferecem o melhor de dois mundos: ambiente mais seguro para os funcionários, menor impacto ambiental, melhoria de processos e produtividade otimizada.

2 2 Uma abordagem holística para a segurança O impacto das normas Embora as normas de segurança tenham mudado ao longo da história da fabricação, a mais recente onda de revisões vai melhorar a forma como os sistemas de segurança de máquinas são projetados. Esses sistemas são comumente referidos como normas de segurança funcionais. Historicamente prescritivas, as normas de segurança fornecem orientações sobre como estruturar os sistemas de controle para ajudar a garantir que os requisitos de segurança tenham sido atendidos. Essas normas utilizaram princípios de redundância, diversidade e diagnóstico, e criaram níveis de estruturas do sistema de segurança para ajudar a garantir que a função de segurança fosse criada. No entanto, um elemento muito importante estava faltando: o tempo. A nova abordagem de segurança funcional das normas globais acrescenta o elemento tempo conhecido como a Probabilidade de falha perigosa, e seu inverso, o Tempo médio para falha perigosa para integrar à abordagem de estrutura de segurança existente. O elemento tempo adiciona um fator de confiança que o sistema de segurança executará corretamente no presente e no futuro. Duas normas importantes (ISO :2006 e IEC 62061:2005) aplicam o elemento tempo aos sistemas de segurança no setor de máquinas. A ISO :2006 baseia-se nas categorias de estrutura de segurança, enquanto a IEC baseia-se na base da estrutura, ou tolerância a falhas de hardware. Um terceiro elemento, o diagnóstico, que não é novo, é adicionado ao cenário para dar ao projetista do sistema de segurança mais flexibilidade para atingir os requisitos de segurança. Reunindo esses três elementos, obtém-se um nível de integridade sensível ao tempo em um sistema de segurança. A IEC usa o termo nível de integridade de segurança (SIL). Apenas três SILs se aplicam a sistemas de máquinas: SIL1, SIL2 e SIL3. A ISO :2006 usa o termo nível de desempenho (PL), e, em seguida, o alfabeto, de PLa a Ple. Os fornecedores de componentes de segurança compartilham mais da responsabilidade da segurança funcional. Cada componente do sistema de segurança deve ter uma probabilidade de falha perigosa ou um tempo médio para falha perigosa atribuído. Atualmente, esse tipo de informação muitas vezes está indisponível. Na verdade, muitos padrões de projetos de produtos estão sendo modificados para definir os critérios de falha perigosa, exigências de testes e ferramentas estatísticas utilizadas para determinar o tempo até a falha perigosa. Feito isso, são necessários muitos meses de testes para confirmar o nível alcançado. O mundo da segurança de máquinas continua evoluindo. Essa mudança proporcionará flexibilidade para alcançar projetos mais seguros. Levará algum tempo até se tornar amplamente implementado, mas está havendo progresso. Os fornecedores de componentes de segurança estão trabalhando para ajudar a atender esses requisitos. Além disso, os fornecedores de máquinas devem ter consciência da segurança funcional e de como aproveitar seus benefícios. Expandindo as fronteiras tecnológicas Uma mudança fundamental em duas áreas relacionadas essenciais ajudou a tornar possível essa nova abordagem funcional para a segurança. A primeira são os principais desenvolvimentos na proteção e controle das tecnologias, notadamente o advento de novas tecnologias baseadas em microprocessadores em vez de controles eletromecânicos ou com fio. A segunda é a evolução das normas globais de segurança para permitir que essas novas tecnologias eletrônicas sejam incorporadas em sistemas de segurança industriais. Pode ser difícil solucionar problemas nos sistemas de segurança tradicionais com fio, pois eles não indicam o que há de errado. Por exemplo, em um cenário em que vários

3 Uma abordagem holística para a segurança 3 dispositivos de parada de emergência são encadeados e conectados a um relé de segurança, um circuito aberto entre dois dos dispositivos de parada de emergência fará com que o relé notifique o controlador, resultando em um estado seguro. A equipe de manutenção, então, deve investigar o motivo o circuito aberto (se um dispositivo de parada de emergência foi ativado, ou se o circuito falhou por algum outro motivo). Sem um diagnóstico apropriado, esse processo pode levar muito tempo, o que resulta em perda de produção. Eventos de parada de emergência podem causar ainda mais problemas do que simplesmente ser difícil de diagnosticar. Eles geralmente ocorrem quando uma máquina está em plena produção, o que pode levar a problemas de alinhamento de máquinas, desperdício de material, tempos de reinicialização mais demorados e até mesmo danos ao equipamento ao longo do tempo. Esses fatores contribuem para o aumento do tempo de parada e dos custos, uma vez que o trabalho em andamento podem precisar ser limpo, removido, reposto ou sucateado e o equipamento retomado ou reinicializado. Considere, por outro lado, um cenário em que os dispositivos de parada de emergência são ligados em um bloco de segurança E/S que está conectado por uma rede de segurança compatível como DeviceNet ou EtherNet/IP ao sistema de automação programável padrão/de segurança integrado. Nesse caso, as informações de diagnóstico são fornecidas ao controlador e à interface homem-máquina (IHM) em um formato facilmente acessível, e o controlador ou um operador/profissional de manutenção pode tomar as medidas adequadas para corrigir a situação. Essas informações de diagnóstico podem revelar que o operador do terceiro turno aciona o dispositivo de parada de emergência para executar determinadas tarefas em vez de executar as etapas predefinidas para colocar um sistema em um estado seguro, ou pode revelar a existência de um sério problema elétrico que precisa ser corrigido. De qualquer maneira, a causa do evento é diagnosticada rapidamente, permitindo que a equipe de manutenção corrija o problema e retome a produção mais rapidamente. O segundo principal desenvolvimento em tecnologia de segurança foi impulsionado pelas mesmas dinâmicas de mercado que levaram as empresas a integrar outras disciplinas de controle (sequencial, de movimento, de inversores e de processo). O resultado é um novo tipo de proteção e plataformas de controle de segurança em que a tecnologia de segurança é integrada a produtos de automação padrão, como controladores programáveis de automação, relés de segurança programáveis, além de inversores de frequência variável e servomotores. Além disso, também estão em vigor redes de segurança de comunicações de alta integridade, que incorporam redundância de mensagem, cruzamento de dados e tempo rigoroso, permitindo que as mensagens e os dispositivos de segurança e padrão coexistam em um meio. Historicamente, a segurança foi separada do controle padrão, indepentendemente de a segurança ter sido implementada com componentes individuais, como relés de segurança ou contatores de segurança, ou com um controlador de segurança dedicado, exigindo hardware e software. Muitos fabricantes ainda valorizam essa abordagem, na qual os funcionários dedicados à segurança são os únicos que conhecem o hardware e o software de segurança da fábrica. Em outras palavras, se as pessoas não estão familiarizadas com o hardware ou o software de segurança, há menos risco de a segurança ser comprometida. Essa é uma boa abordagem, mas geralmente aumenta os custos. Por outro lado, a capacidade de implementar um controle de segurança dentro de uma arquitetura que pode realizar as quatro principais tarefas de controle proporciona grandes benefícios. Para começar, os custos de hardware são minimizados, pois os componentes do sistema podem ser utilizados pelas porções padrão e de segurança do aplicativo. Os custos de software e de suporte também são reduzidos, porque o mesmo software pode ser usado, e os funcionários só precisam aprender e se manter atualizados com uma arquitetura de rede. Além disso, de acordo com as exigências do aplicativo, os usuários podem implementar e distribuir o hardware necessário para ajudar a atender as demandas do aplicativo, seja em uma máquina individual ou em uma instalação inteira.

4 4 Uma abordagem holística para a segurança Os sistemas de automação de segurança podem ser totalmente integrados ao sistema de automação padrão da fábrica resultando em uma única plataforma para executar as funções de segurança definidas, atender as normas de segurança e operar de forma eficiente a fábrica. Nesse cenário, os dois lados do sistema de automação são projetados para acomodar todas as tarefas do ciclo de vida da máquina (projeto, inicialização, operação e manutenção). Além disso, esta abordagem holística pode levar a oportunidades de evitar riscos no projeto sempre que possível, com base na avaliação detalhada dos riscos nas fases iniciais de qualquer projeto. Também pode ajudar nos processos de manutenção de velocidade. Por exemplo, os fabricantes normalmente exigiam que os funcionários removessem todas as fontes de energia de uma máquina, a fim de ter acesso a ela para realizar as operações de manutenção, um processo conhecido como bloqueio/etiquetagem. Como esse processo geralmente era demorado, reduzindo a disponibilidade da máquina para a produção, muitas vezes era ignorado pela equipe de manutenção das fábricas. Com as mudanças nas normas de segurança e o advento de um controle de segurança novo e mais sofisticado, os fabricantes podem criar zonas de segurança no aplicativo que podem ser gerenciadas de forma independente para vários cenários de operação e manutenção. A flexibilidade desse projeto pode ajudar a reduzir o tempo necessário para que os funcionários da fábrica restaurem a máquina no modo de trabalho depois de executar a manutenção necessária, melhorando assim a produtividade. Além disso, reduz a motivação do operador para burlar o sistema de segurança, melhorando a segurança da fábrica. Como ilustrado por estes exemplos, os sistemas de segurança bem projetados proporcionam melhorias na produção que podem justificar sua execução. Além disso, conforme as normas de segurança funcionais evoluem para acomodar a evolução da tecnologia, a indústria pode aproveitar as novas ferramentas, como sistemas de segurança integrados para melhorar o desempenho. A abordagem holística baseada em avaliações de risco e tecnologia contemporânea ajuda a garantir que as tarefas de manutenção e operação da máquina sejam intrinsecamente ligadas à forma como a segurança é controlada. O sistema de segurança já não é mais sua própria entidade individual é um componente crítico de todo o sistema de automatização de fábrica e de produção. Esse também é o lugar onde os avanços nas tecnologias de redes e de comunicação estão ajudando a fazer essas conexões. Eliminando as falhas de comunicação A integração de sistemas de controle de segurança para operar com o sistema de controle padrão é um sinal de um futuro de soluções de segurança flexíveis e eficazes. Outro é a integração da comunicação, utilizando protocolos abertos. No passado, era quase impossível uma comunicação perfeita, porque nenhuma rede era capaz de integrar os sistemas de controle de segurança e padrão, ao mesmo tempo em que permitia um transporte contínuo de dados por meio de múltiplas redes físicas do chão de fábrica. Isso mudou com o surgimento da CIP Safety, um padrão de rede que permite que os dispositivos de segurança nominal sejam conectados à mesma rede de comunicação que os dispositivos de controle padrão. A CIP Safety baseia-se nas normas do Protocolo de comunicação industrial comum (CIP), um protocolo de aplicativo aberto para a rede industrial que é independente da rede física. A CIP Safety melhora significativamente o nível de integração entre as funções de controle de segurança e padrão, aumentando a visibilidade da segurança em todo o sistema. A combinação de células de segurança locais de resposta rápida e de roteamento intercélula de dados de segurança cria aplicativos de segurança com tempos de resposta mais rápidos. A flexibilidade adicional também ajuda a acelerar a configuração, teste e comissionamento do sistema.

5 Uma abordagem holística para a segurança 5 Outro nível de integração, que muitas vezes é esquecido, é o uso de dados de segurança em um sistema de informações amplo da fábrica. Como os dados de segurança estão prontamente disponíveis, o sistema de informações pode ser intimamente ligado à estratégia de automação segura. Isso resulta em informações como dados de diagnóstico, motivos e frequência de eventos de segurança, dados estatísticos para melhorias de lean manufacturing, dados de produção, acesso à segurança e muito mais. Uma das razões de as redes de segurança serem tradicionalmente isoladas no controle da produção é que os dispositivos de segurança e controladores precisavam reagir em velocidades diferentes de seus correspondentes padrão. Com base em experiências anteriores, a utilização de uma rede única para acomodar ambos os sistemas de segurança e padrão é problemática, porque quanto maior fica uma rede, mais a velocidade do desempenho é reduzida. No entanto, com a CIP Safety, a taxa de atualização da rede de cada nó pode ser definida em uma velocidade diferente. Isso permite que cada dispositivo seja executado a uma taxa mais adequada para sua função de segurança, contribuindo para a alocação eficiente de largura de banda da rede. Ponte e roteamento é um recurso importante da CIP Safety, pois permite uma comunicação direta de dados de segurança e padrão em redes físicas múltiplas e potencialmente diferentes. Esse recurso elimina a necessidade de um caminho de roteamento de mensagem e tradução de dados, permitindo que os dados sejam transferidos abertamente entre redes e dispositivos com esforço mínimo por parte do engenheiro do sistema. Essa comunicação direta permite que os fabricantes monitorem e coletem dados de seus sistemas de segurança e padrão de qualquer local autorizado em uma instalação. As medidas de proteção da CIP Safety ajudam a obter comunicações de alta integridade quando as comunicações de segurança e padrão estão misturadas. É isso que permite que os sensores de segurança operem junto a inversores de velocidade variável, sensores padrão, controladores de segurança com CLPs padrão e comutadores de proximidade. Os usuários podem realizar uma ampla combinação de dispositivos de segurança e padrão na mesma rede, e a integridade da malha de controle de segurança será mantida. Talvez a maior vantagem da CIP Safety seja sua facilidade de uso de recursos e confiabilidade, inclusive ponte e roteamento sem requisitos de programação. Isso significa um treinamento mais eficiente, comissionamento mais rápido e melhores capacidades de diagnóstico. Os recursos da CIP Safety na DeviceNet e EtherNet/IP são aprovados pela TÜV, com produtos disponíveis hoje em ambas as redes de múltiplos fornecedores. A CIP Safety na Ethernet/IP permite que as redes de segurança sejam integradas na mesma arquitetura da Ethernet usada por dispositivos de controle padrão, Internet e o resto da empresa. O futuro promete ser brilhante à medida que mais fornecedores de automação desenvolvem produtos compatíveis com CIP Safety que suportam a integração entre controladores, dispositivos e redes de segurança e padrão. Gestão eficaz de riscos Outro aspecto brilhante e fundamental de uma abordagem holística para a segurança é o maior apoio da análise de riscos proativa por parte dos fabricantes. O objetivo geral de um sistema de segurança é ajudar pessoas, processos e máquinas a ficarem mais seguros, sem diminuir a produtividade. Os fabricantes que fazem avaliações de risco estão mais perto de alcançar os benefícios apresentados. E, ao fazer isso, ajudam a reduzir os riscos e os custos associados. A definição de processos formais de avaliação de riscos, que abrangem a identificação, quantificação e redução de riscos, foi incluída em muitos padrões internacionais e regionais, inclusive a IEC 61508, ISO e ANSI/B Os processos de avaliação de risco definidos nesses padrões geralmente usam uma abordagem de ciclo de vida para esclarecer como implementar um processo eficaz para identificar os riscos relacionados

6 6 Uma abordagem holística para a segurança às máquinas, bem como quantificar o nível de risco em termos de gravidade, frequência de exposição e probabilidade de prevenção. O resultado é um nível de risco que deve ser reduzido por meio de medidas de proteção. As avaliações de risco oferecem aos fabricantes um processo para: 1) identificar os perigos específicos de uma máquina; 2) quantificar o risco que esses perigos apresentam aos funcionários; e 3) avaliar as práticas que podem ajudar a reduzir o risco. Além disso, o processo especificará a arquitetura de circuito de segurança mais adequada para diminuir a classificação de risco inicial determinada pela equipe de avaliação. Depois que os riscos forem totalmente definidos e compreendidos, devem ser eliminados ou reduzidos o máximo possível. As medidas de redução de risco melhoram fisicamente a máquina para reduzir o potencial de lesão de pessoas, danos ambientais ou a materiais. A redução de riscos pode ser realizada por meio de várias atividades. Um método eficaz é a utilização de equipamentos de proteção, como cortinas de luz, relés de segurança e chaves de acionamento por cabo, para ajudar a reduzir o risco dos trabalhadores. O uso de um processo formal de avaliação de risco também oferece o benefício de documentar os riscos identificados, as medidas de proteção e salvaguarda implementadas para reduzi-los, e o risco residual restante quando esses métodos de mitigação foram implementados. Ilustrando boas práticas de engenharia e due diligence na criação de um ambiente de trabalho seguro, uma empresa pode reduzir seus riscos de litígio em caso de um incidente. Depois de implementar e documentar o processo, é importante oferecer treinamento e supervisão adequados. É fundamental que os operadores conheçam as medidas de segurança e entendam a necessidade do uso adequado de equipamentos de proteção pessoal. Os operadores devem ser treinados para operar com eficiência as máquinas e executar com segurança seu trabalho. Também devem ter uma definição clara de suas tarefas e processos em contraposição às tarefas que devem ser implementadas por uma equipe de manutenção especializada e treinada. Um programa abrangente de segurança da máquina pode ajudar a melhorar as operações de chão de fábrica e a produtividade em todos os sentidos. Para facilitar o ciclo de vida multifacetado de segurança da máquina, é importante vincular a análise de risco, redução de riscos e treinamento/supervisão na avaliação da eficácia do programa de segurança da máquina. É importante que todos os funcionários do chão de fábrica se beneficiem das medidas de segurança e do treinamento disponível para protegê-los. Benefícios de uma abordagem holística para a segurança Hoje, mais do que nunca, os fabricantes progressivos estão se concentrando em soluções de automação de segurança que mantêm seus funcionários seguros, suas máquinas ativas e seus resultados financeiros sólidos. Graças à abordagem holística para a automação da segurança que enfatiza as normas globais, tecnologias inovadoras, funcionários treinados e constante avaliação de riscos, funcionando conjuntamente, os fabricantes têm um modelo de práticas recomendadas para implementar e alcançar um elevado nível de segurança. Publicação SAFETY-WP005-PT-P julho de 2008 Copyright 2008 Rockwell Automation, Inc. Todos os direitos reservados. Impresso nos EUA.

Transformando seus desafios em vantagens. Isso é produção inteligente, segura e sustentável

Transformando seus desafios em vantagens. Isso é produção inteligente, segura e sustentável Transformando seus desafios em vantagens Isso é produção inteligente, segura e sustentável Transformando seu negócio As negociações de sempre? Aqueles dias fazem parte do passado. As empresas de hoje devem

Leia mais

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo Migração de sistemas antigos Avançando para um futuro competitivo A automação e controle é um dos mais importantes investimentos para garantir o sucesso da manufatura de qualquer indústria. Porém, por

Leia mais

Introdução de (EN) ISO 14119 Dispositivos de intertravamento associados às proteções

Introdução de (EN) ISO 14119 Dispositivos de intertravamento associados às proteções Introdução de (EN) ISO 14119 Dispositivos de intertravamento associados às proteções Derek Jones Gerente de desenvolvimento de negócios (Engenheiro de segurança funcional TÜV Rheinland) David Reade Consultor

Leia mais

CONTROLE INTELIGENTE DE MOTOR

CONTROLE INTELIGENTE DE MOTOR CONTROLE INTELIGENTE DE MOTOR SATISFAÇA HOJE AS NECESSIDADES DE PRODUÇÃO DO FUTURO CONTROLE INTELIGEN PARTE INTEGRAL DE SUA ARQUITETURA INTEGRADA Sabemos que você precisa controlar o rendimento, reduzir

Leia mais

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Projetados para inteligência, segurança e confiabilidade Centros de controle de motores e distribuição de cargas de alto desempenho que atendem

Leia mais

Segurança em Máquinas Soluções Rexroth

Segurança em Máquinas Soluções Rexroth Segurança em Máquinas Soluções Rexroth 2 Produtividade necessita de segurança Sistema ABS de antibloqueio de frenagem, controle eletrônico do chassis e sensores de aviso de distância são características

Leia mais

Proteção do Gate de Segurança Simples Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600

Proteção do Gate de Segurança Simples Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600 Exemplo de Aplicação de Segurança Proteção do Gate de Segurança Simples Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600 Exemplo de Rede de Segurança habilitada Classificação de Segurança: Categoria

Leia mais

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) ; Uso de máquinas para controlar e executar suas tarefas quase sem interferência humana, empregando

Leia mais

Chaves de segurança. Segurança e produtividade aprimoradas

Chaves de segurança. Segurança e produtividade aprimoradas Chaves de segurança Segurança e produtividade aprimoradas R UMA FAMÍLIA ABRANGENTE DE CHAVES DE SEGURANÇA As chaves de segurança Guardmaster Allen-Bradley da Rockwell Automation ajudam a proteger o pessoal

Leia mais

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade?

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? RESUMO DA SOLUÇÃO CA SERVICE MANAGEMENT - GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? O CA Service Management

Leia mais

Industrial. CVI3 Sistema de montagem avançado. More Than Productivity. Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável

Industrial. CVI3 Sistema de montagem avançado. More Than Productivity. Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável Industrial Tools 3 Sistema de montagem avançado Soluções integradas Controle avançado do processo Flexibilidade incomparável More Than Productivity Soluções totalmente integradas para aplicações delicadas

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF 2011 Os direitos autorais desta publicação pertencem ao editor e seu conteúdo não pode ser reproduzido (mesmo em parte) sem uma permissão por escrito.

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso O switch Industrial Ethernet Cisco Catalyst 2955 garante a confiabilidade o determinismo e a segurança fundamentais para uma rede de controle de produção. A confiabilidade é obtida evitando que PLCs e

Leia mais

Gerenciamento inteligente em assistência médica

Gerenciamento inteligente em assistência médica Honeywell Building Solutions (unidade de negócio de automação predial) TECNOLOGIA INOVADORA ALCANÇA RESULTADOS MENSURÁVEIS Gerenciamento inteligente em assistência médica Como líder do setor e especialista

Leia mais

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução Formalmente, o IP Multimedia Subsystem (IMS) é definido como:... um novo 'domínio' principal da rede (ou

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

Sistemas Modernos de Distribuição de Energia

Sistemas Modernos de Distribuição de Energia Sistemas Modernos de Distribuição de Energia br.geindustrial.com Sistemas Modernos de Distribuição de Energia Negócios Modernos operam com Distribuição de Energia 24/7 No passado, engenheiros de projetos

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

VÁLVULAS BORBOLETA COM SEDE RESILIENTE MANUAL DE SEGURANÇA

VÁLVULAS BORBOLETA COM SEDE RESILIENTE MANUAL DE SEGURANÇA VÁLVULAS BORBOLETA COM SEDE RESILIENTE MANUAL DE SEGURANÇA The High Performance Company ÍNDICE 1.0 Introdução...1 1.1 Termos e abreviações... 1 1.2 Acrônimos... 1 1.3 Suporte ao produto... 2 1.4 Literatura

Leia mais

Air-Fi - sistema sem fio Sinta-se confortável com a confiança e o desempenho líderes do setor.

Air-Fi - sistema sem fio Sinta-se confortável com a confiança e o desempenho líderes do setor. Air-Fi - sistema sem fio Sinta-se confortável com a confiança e o desempenho líderes do setor. Corte os fios e sinta-se confortável com a solução sem fio Air-Fi da Trane. A comunicação sem fio Air-Fi da

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

United Electric Controls MANUAL DE SEGURANÇA DO TRANSMISSOR DE SEGURANÇA ONE SERIES

United Electric Controls MANUAL DE SEGURANÇA DO TRANSMISSOR DE SEGURANÇA ONE SERIES United Electric Controls MANUAL DE SEGURANÇA DO TRANSMISSOR DE SEGURANÇA ONE SERIES OneST-SM-PTBR-01 1 INTRODUÇÃO Este manual de segurança fornece as informações necessárias para projetar, instalar, verificar

Leia mais

Aula 03 Redes Industriais. Informática Industrial II ENG1023 Profª. Letícia Chaves

Aula 03 Redes Industriais. Informática Industrial II ENG1023 Profª. Letícia Chaves 1 Aula 03 Redes Industriais Informática Industrial II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Plano de aula Tópicos da aula: 1 Introdução 2 Benefícios na utilização de redes 3 Dificuldades na utilização de redes

Leia mais

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM?

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? Porque a Voz na Nuvem? 2 Índice Introdução... 3 Baixo Custo... 4 REQUISITOS MÍNIMOS DE CAPITAL... 4 EQUIPAMENTOS GENÉRICOS... 4 UTILIZAÇÃO DE MAIORES RECURSOS... 4 DESPESAS

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

Controle de Parada de Emergência Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600

Controle de Parada de Emergência Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600 Exemplo de Aplicação de Segurança Controle de Parada de Emergência Usando o Pacote do Controlador de Segurança SmartGuard 600 Exemplo de Rede de Segurança habilitada Classificação de Segurança: Categoria

Leia mais

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Introdução Introdução A empresa de pesquisa IDC prevê que mais da metade dos trabalhadores usarão ferramentas

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento de ativos de software com o CA IT Asset Manager como posso administrar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? agility made possible

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

Cisco Intelligent Automation for Cloud

Cisco Intelligent Automation for Cloud Dados técnicos do produto Cisco Intelligent Automation for Cloud Os primeiros a adotarem serviços com base em nuvem buscavam uma economia de custo maior que a virtualização e abstração de servidores podiam

Leia mais

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores SIRIUS 3RM1 Multifuncionais e com apenas 22,5 mm de largura siemens.com/motorstarter/3rm1 Answers for industry. Acionamento de motores

Leia mais

SEGURANÇA NR12 AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

SEGURANÇA NR12 AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL SEGURANÇA NR12 AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL SOLUÇÕES INDUSTRIAIS. A EMPRESA Para a SAFE, a tecnologia é somente um dos elementos de qualquer solução industrial. Suporte e serviços técnicos de alto nível são ingredientes

Leia mais

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Microsoft Office System Estudo de caso da solução do cliente A espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Visão geral País ou região: Estados Unidos

Leia mais

PROFIsafe o perfil de segurança PROFIBUS

PROFIsafe o perfil de segurança PROFIBUS PROFIsafe o perfil de segurança PROFIBUS César Cassiolato Gerente de Produtos - Smar Equipamentos Industriais Ltda e Vice-Presidente da Associação PROFIBUS Brasil. INTRODUÇÃO A demanda por mais e mais

Leia mais

Alavancando a segurança a partir da nuvem

Alavancando a segurança a partir da nuvem Serviços Globais de Tecnologia IBM White Paper de Liderança em Pensamento Serviços de Segurança IBM Alavancando a segurança a partir da nuvem O quem, o que, quando, por que e como dos serviços de segurança

Leia mais

monitoramento unificado

monitoramento unificado DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA monitoramento unificado uma perspectiva de negócios agility made possible sumário resumo executivo 3 Introdução 3 Seção 1: ambientes de computação emergentes atuais 4 Seção 2: desafios

Leia mais

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Virtualização Microsoft: Da Estação de Trabalho ao Data Center Estudo de Caso de Solução de Cliente Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Visão Geral

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Criação e gerenciamento de trabalhos de impressão Soluções CLARiSUITE

Criação e gerenciamento de trabalhos de impressão Soluções CLARiSUITE Garantindo que o código certo está no produto certo Criação e gerenciamento de trabalhos de impressão Soluções CLARiSUITE 2 As soluções CLARiSUITE ajudam a garantir que o código certo esteja no produto

Leia mais

SafeLogic compact A solução compacta para a segurança

SafeLogic compact A solução compacta para a segurança A solução a para a segurança 2 Safety on Board Segurança a bordo: integrada, certificada e completa Safety on Board, ou seja, segurança a bordo, significa soluções de segurança inteligentes desenvolvidas

Leia mais

CA Network Automation

CA Network Automation FOLHA DE PRODUTOS: CA Network Automation agility made possible CA Network Automation Ajude a reduzir o risco e aprimore a eficiência da TI automatizando o gerenciamento de mudança e da configuração de

Leia mais

Função de segurança: Controle bimanual Produtos: Botões 800Z Zero-Force Controlador GuardLogix Módulo POINT Guard Safety I/O

Função de segurança: Controle bimanual Produtos: Botões 800Z Zero-Force Controlador GuardLogix Módulo POINT Guard Safety I/O Função de segurança: Controle bimanual Produtos: Botões 800Z Zero-Force Controlador GuardLogix Módulo POINT Guard Safety I/O Classificação de segurança: PLe, Cat. 4 para EN ISO 13849.1 2008 Sumário Introdução

Leia mais

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS WHITE PAPER Setembro de 2012 transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS Principais problemas e como o CA Nimsoft Service Desk ajuda a solucioná-los agility made possible Índice resumo executivo

Leia mais

Controle avançado de processos para a indústria do cimento

Controle avançado de processos para a indústria do cimento Controle avançado de processos para a indústria do cimento ECS/ProcessExpert 2 3 Por que usar o controle avançado de processos? O controle avançado de processos da FLSmidth assegura que as fábricas de

Leia mais

Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa

Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa White Paper de fabricação da Cisco Preparação para a revolução na fabricação Os setores de fabricação do mundo continuam a avançar e mudar

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial

Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial Por Christian Vieira, engenheiro de aplicações para a América Latina da GE Fanuc Intelligent Platforms, unidade da GE Enterprise

Leia mais

Industry Services. Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta. www.siemens.com.br/industryservices

Industry Services. Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta. www.siemens.com.br/industryservices Industry Services Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta www.siemens.com.br/industryservices Answers for industry Siemens Industry Services 11 3833 4040 suporte

Leia mais

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta DIMETRA IP Compact uma solução TETRA completa e compacta MOTOROLA - SEU PARCEIRO DE TECNOLOGIA CONFIÁVEL E ATUANTE Uma herança que dá orgulho As soluções TETRA da Motorola alavancam mais de 75 anos de

Leia mais

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Portfólio de serviços e suporte da Agilent MANTEMOS SEU LABORATÓRIO FUNCIONANDO. MELHOR.

Portfólio de serviços e suporte da Agilent MANTEMOS SEU LABORATÓRIO FUNCIONANDO. MELHOR. Portfólio de serviços e suporte da Agilent MANTEMOS SEU LABORATÓRIO FUNCIONANDO. MELHOR. NO LABORATÓRIO E EM TODA A SUA EMPRESA Os serviços e suporte Agilent oferecem reparo e muito mais. Na Agilent, temos

Leia mais

SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION. Conheça a nova face do. controle de pista.

SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION. Conheça a nova face do. controle de pista. SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION Conheça a nova face do controle de pista. Controle onde você mais precisa. Controle onde voc O Sistema de Pista Wayne Fusion permite uma interface ininterrupta de suas bombas,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS

ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Cymphany ACU2 Controlador Inteligente de Rede Cerberus Division ESPECIFICAÇÕES PARA ENGENHEIROS E ARQUITETOS Oito Leitoras de Cartões, Duas Portas de Multiconexão Lógica RS-485 com Quatro Leitoras Cada

Leia mais

Soluções baseadas no SAP Business One BX MRO BX MRO. Brochura. Gestão de Manutenção, Reparo e Revisão de Equipamentos

Soluções baseadas no SAP Business One BX MRO BX MRO. Brochura. Gestão de Manutenção, Reparo e Revisão de Equipamentos Brochura BX MRO Soluções baseadas no SAP Business One BX MRO Gestão de Manutenção, Reparo e Revisão de Equipamentos Manutenção, Reparo & Revisão para SAP Business One Esta combinação de SAP Buisness One

Leia mais

Sistema de Proteção contra Sobrepressão

Sistema de Proteção contra Sobrepressão Sistema de Proteção contra Sobrepressão Sistema de Proteção contra Sobrepressão HIPPS O QUE É UM SISTEMA HIPPS? HIPPS é uma sigla para High Integrity Pressure Protection System (Sistema de Proteção contra

Leia mais

Alinhando a infra-estrutura de aplicações com os negócios através de Application Delivery orientado a serviços

Alinhando a infra-estrutura de aplicações com os negócios através de Application Delivery orientado a serviços Alinhando a infra-estrutura de aplicações com os negócios através de Application Delivery orientado a serviços Visão Geral Desafio Solução Uma implementação SOA (Service Oriented Architecture) bem-sucedida

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas

Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas White Paper Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas Válvulas avulsas ou terminal de válvulas para controle de equipamentos automatizados pneumáticos?

Leia mais

SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO.

SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. J. A. P. MOUTINHO Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A ELETRONORTE Brasil RESUMO

Leia mais

Adicionando valor na produção

Adicionando valor na produção Adicionando valor na produção Em um mercado global altamente competitivo e em constantes transformações, a otimização do resultado dos processos de produção é fundamental. Pressões ambientais e de custo,

Leia mais

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem White paper Para provedores de nuvem Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem Introdução: os novos desafios dos clientes estimulam a adoção da nuvem Em um ambiente de negócios dinâmico,

Leia mais

Construindo a ponte para a Terceira Plataforma com a composable infrastructure da HPE

Construindo a ponte para a Terceira Plataforma com a composable infrastructure da HPE BOLETIM INFORMATIVO Construindo a ponte para a Terceira Plataforma com a composable infrastructure da HPE Oferecido por: Hewlett Packard Enterprise (HPE) Jed Scaramella Novembro de 2015 OPINIÃO DA IDC

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 SOLUÇÕES PARA GERENCIAMENTO TÉRMICO WWW.THERMAL.PENTAIR.COM DIGITRACE NGC-40 O NGC-40 é um avançado sistema modular

Leia mais

Atendimento ao cliente e suporte

Atendimento ao cliente e suporte Atendimento ao cliente e suporte Atendimento ao cliente e suporte Intelligrated A Intelligrated oferece uma ampla variedade de serviços e suporte para o ciclo de vida útil de cada sistema, incluindo: Suporte

Leia mais

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria.

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria. Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro Respostas para a indústria. Percepção, previsão, visão ampliada: SIMOCODE pro integrado no SIMATIC PCS7 O sistema flexível de gerenciamento de motores

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência e Continuidade de Negócios

Serviços IBM de Resiliência e Continuidade de Negócios IBM Global Technology Services White Paper Novembro de 2010 Serviços IBM de Resiliência e Continuidade de Negócios Ajudando os negócios a permanecerem competitivos 2 Serviços IBM de Resiliência e Continuidade

Leia mais

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Quando se projeta um sistema cuja utilização é destinada a ser feita em ambientes do mundo real, projeções devem ser feitas para que o sistema possa

Leia mais

Monitoramento de data centers

Monitoramento de data centers Monitoramento de data centers Os data centers são hoje um ambiente complexo, com inúmeras variáveis para gerenciar. Os métodos usados pelas empresas são específicos e incapazes de fazer comparações adequadas

Leia mais

Soluções de controle distribuído de motores. Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas

Soluções de controle distribuído de motores. Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas Soluções de controle distribuído de motores Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas VANTAGENS DA: ARQUITETURA ON-MACHINE FABRICANTE DE MÁQUINAS AUMENTE A PRODUTIVIDADE

Leia mais

Simplificando o Gerenciamento do Microsoft Exchange

Simplificando o Gerenciamento do Microsoft Exchange Documento Técnico Simplificando o Gerenciamento do Microsoft Exchange Lokesh Jindal George Hamilton Maio de 2004 O Desafio do Gerenciamento do Exchange Para se criar e manter vantagem competitiva, é necessário

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000

EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000 Exame simulado EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000 Edição Novembro 2013 Copyright 2013 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied

Leia mais

Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração

Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração Documento técnico Fundamentos de manuseio de fibra nas redes da próxima geração Por: Matt Brown Introdução À medida que a demanda por dados continua a aumentar, cresce também a penetração da fibra óptica

Leia mais

Função de segurança: Monitoração de porta Produtos: Controlador Trojan 5 Switch/GuardLogix

Função de segurança: Monitoração de porta Produtos: Controlador Trojan 5 Switch/GuardLogix Função de segurança: Monitoração de porta Produtos: Controlador Trojan 5 Switch/GuardLogix Classificação de segurança: PLe, Cat. 4 para EN ISO 13849.1 2008 Sumário Introdução 3 Informações importantes

Leia mais

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Tendências, desenvolvimentos e dicas para tornar o seu ambiente de storage mais eficiente Smart decisions are built on Storage é muito mais do que

Leia mais

KASPERSKY DDOS PROTECTION. Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS

KASPERSKY DDOS PROTECTION. Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS KASPERSKY DDOS PROTECTION Descubra como a Kaspersky Lab defende as empresas contra ataques DDoS OS CIBERCRIMINOSOS ESTÃO A ESCOLHER AS EMPRESAS COMO ALVO Se a sua empresa já tiver sofrido um ataque de

Leia mais

Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais

Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais Uma solução de desempenho para a distribuição de documentos: Habilitando a distribuição de documentos em tempo real para corporações globais Visão Geral Desafio Hoje, os aplicativos da web são um tremendo

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Sistemas de Automação

Sistemas de Automação Sistemas de Automação Introdução Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Programa de Pós-Graduação em Engenharia

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Ementa Proposta CAP: 1 - INTRODUÇÃO ÀS REDES INDUSTRIAIS ; CAP: 2 - MEIOS FÍSICOS ; CAP: 3 - REDES

Leia mais

Symantec NetBackup for VMware

Symantec NetBackup for VMware Visão geral A virtualização de servidor é a maior tendência modificadora na área de TI atual. Os departamentos de TI, que dependem do orçamento, estão se apressando para aderir à virtualização por vários

Leia mais

Função de segurança: Monitoração e travamento de porta Produtos: Relés de segurança TLSZR-GD2/Guardmaster

Função de segurança: Monitoração e travamento de porta Produtos: Relés de segurança TLSZR-GD2/Guardmaster Função de segurança: Monitoração e travamento de porta Produtos: Relés de segurança TLSZR-GD2/Guardmaster Classificação de segurança: PLe, Cat. 4 para EN ISO 13849.1 2008 Sumário Introdução 3 Informações

Leia mais

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES Somos uma empresa brasileira, especializada em soluções de automação de máquinas e processos industriais, instalação, comissionamento e segurança de infraestrutura elétrica e de máquinas, microgeração

Leia mais

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Linha : a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Leve Criado apenas com a funcionalidade que você precisa Barato Do uso gratuito ao licenciamento flexível Eficiente Software fácil de usar e

Leia mais

FireFinder XLS. Respostas de infraestrutura. Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro.

FireFinder XLS. Respostas de infraestrutura. Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro. Fire Safety Division Siemens Building Technologies, Inc. 8 Fernwood Road Florham Park, New Jersey 07932 EUA 973-593-2600 FireFinder XLS Ajuda os bombeiros a combaterem incêndios. Ajuda a proteger seu futuro.

Leia mais

ARQUITETURA TRADICIONAL

ARQUITETURA TRADICIONAL INTRODUÇÃO Atualmente no universo corporativo, a necessidade constante de gestores de tomar decisões cruciais para os bons negócios das empresas, faz da informação seu bem mais precioso. Nos dias de hoje,

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

Hardware (Nível 0) Organização. Interface de Máquina (IM) Interface Interna de Microprogramação (IIMP)

Hardware (Nível 0) Organização. Interface de Máquina (IM) Interface Interna de Microprogramação (IIMP) Hardware (Nível 0) Organização O AS/400 isola os usuários das características do hardware através de uma arquitetura de camadas. Vários modelos da família AS/400 de computadores de médio porte estão disponíveis,

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED

Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED Yuri Kaszubowski Lopes Roberto Silvio Ubertino Rosso Jr. UDESC 24 de Abril de

Leia mais