1T09. Receita Operacional Líquida atinge R$25,9 milhões no 1T09 e cresce 25,9% em relação ao 4T08 DESTAQUES DO PERÍODO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1T09. Receita Operacional Líquida atinge R$25,9 milhões no 1T09 e cresce 25,9% em relação ao 4T08 DESTAQUES DO PERÍODO"

Transcrição

1 São Bernardo do Campo, 30 de abril de 2009 A Fibam Cia Industrial (Bovespa: FBMC3;FBMC4), empresa líder na produção de fixadores especiais, anuncia os seus resultados financeiros relativos ao 1º trimestre de 2009 (). As informações financeiras e operacionais a seguir são apresentadas de acordo com os critérios da legislação societária brasileira. Os valores estão expressos em Reais, exceto quando indicado de modo diferente. Todas as comparações realizadas neste comunicado levam em consideração o 1º trimestre de 2008 (1T08), exceto quando especificado em contrário. Receita Operacional Líquida atinge R$25,9 milhões no e cresce 25,9% em relação ao DESTAQUES DO PERÍODO O volume de vendas foi de toneladas, apresentando recuperação de 23,5% em relação ao trimestre anterior. Contatos: José Reinaldo Mindel Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Telefone (55 11) Cotação (31/03/09): FBMC4 - R$ 25,79/ação Valor de Mercado (31/03/09): R$ 18,7 milhões US$ 8,1 milhões Quantidade de Ações do Capital Social: FBMC4: FBMC3: A Receita Operacional Líquida atingiu R$ 25,9 milhões no e teve crescimento de 25,9% em relação ao. O Lucro Bruto totalizou R$ 3,1 milhões no, 0,6 % acima do valor registrado no. O EBITDA atingiu R$ 0,25 milhão no e a margem EBITDA foi de 1,0%, superando a margem do em 4,5 pontos percentuais. Em R$ mil 1T08 /1T08 / Volume de Vendas (em tons) 2.932, ,0-23,6% 2.373,8 23,5% Automotivo 2.734, ,0-2,7% 2.170,2 26,0% Reposição 139,0 204,0-31,9% 106,7 30,3% Exportação 59,0 823,0-92,8% 96,9-39,1% Receita Operacional Líquida , ,0-14,6% ,0 25,9% Lucro Bruto 3.140, ,0-55,3% 3.121,0 0,6% Margem Bruta 12,1% 23,2% -11,1 p.p. 15,2% -3,1 p.p. Resultado Operacional (EBIT) (1) (520,0) 3.239,0-116,1% (1.221,0) -57,4% Margem Operacional -2,0% 10,7% -12,7 p.p. -5,9% 3,9 p.p. Lucro Líquido (1.378,0) 2.246,0-161,4% (2.552,0) -46,0% Margem Líquida -5,3% 7,4% -12,7 p.p. -12,4% 7,1 p.p. EBITDA (2) 246, ,0-93,4% (735,0) n.d. Margem EBITDA 1,0% 12,3% -11,4 p.p. -3,6% 4,5 p.p. (1) Lucro antes do resultado financeiro (2) Lucro antes dos impostos, juros, depreciação e amortização 1

2 PERFIL CORPORATIVO Há mais de 55 anos no mercado, a FIBAM atua na produção de fixadores para a indústria automobilística e de autopeças e tem como compromisso garantir segurança, qualidade, eficiência e a satisfação de seus clientes. Todos os colaboradores são constantemente treinados para garantir e aprimorar a qualidade de seus produtos. O portfólio de produtos é voltado para aplicações críticas que exigem alto grau de segurança, como: motores, suspensões, freios, cintos de segurança, rodas e sistemas de direção. Além do setor automotivo, a FIBAM também atua no fornecimento de fixadores para eletrodomésticos, bens de capital, construção civil, equipamentos agrícolas, entre outros. Desde 1969 em São Bernardo do Campo, suas instalações se estendem por um terreno de 25 mil m² e área construída de 13 mil m². A carteira de clientes é constituída por empresas de grande porte e elevado nível de sofisticação tecnológica. O relacionamento com clientes é reforçado pela qualidade dos produtos, pela confiabilidade no prazo de entrega e foco em melhoria constante do atendimento, o que acarreta na maioria dos casos, em contribuições e oferta de soluções alternativas de redução de custos para os clientes. Esses diferenciais são atestados por inúmeras premiações, concedidas pelos próprios clientes, e renderam à empresa a liderança no segmento de fixadores metálicos na América Latina. A FIBAM manteve, no, sua posição de destaque no mercado de autopeças, sendo um dos principais fornecedores da indústria automobilística. Entre outros certificados de qualidade, a FIBAM é certificada segundo a ISO TS 16949, o que a credencia a fornecer para toda a cadeia automotiva mundial. ESTRUTURA SOCIETÁRIA Em 31 de março de 2009, considerando as ações ordinárias e preferenciais da FIBAM (FBMC3 e FBMC4), o Capital Social da Companhia era representado por ações, com a seguinte estrutura societária: FIBAM - Estrutura Societária (31/03/2009) 31% 51% 8% 10% Família Paperini Fundo Inv. Ações Victoria FAMA Future Value FIA Outros 2

3 PRODUTOS E APLICAÇÕES A figura abaixo representa o escopo de produtos da FIBAM e suas diversas aplicações. A empresa produz fixadores utilizados para: freios e suspensões, sistemas de direção, motos, motores, compressores, rodas, tratores, câmbios, cintos de segurança e roscas para liga leve. CONJUNTURA ECONÔMICA O cenário macroeconômico global continua prejudicado pela crise financeira iniciada ao final de A escassez de crédito resultou no desaquecimento das atividades econômicas. No Brasil, o Governo adotou medidas para estimular o consumo, como a diminuição nas taxas de juros e concessão de incentivos fiscais. O setor automobilístico foi um dos setores mais atingidos em âmbito mundial. A produção da indústria automobilística brasileira sofreu uma queda de 16,6% no em relação ao 1T08. De acordo com o presidente da ANFAVEA, Jackson Schneider, em entrevista a revista Autodata em março de 2009, essa queda pode ser atribuída principalmente ao desaquecimento do volume de exportações. A indústria brasileira opera atualmente com capacidade instalada de cerca de 70% a 75%, conforme a ANFAVEA. Entretanto, a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) desacelerou a abrupta queda sofrida no setor ao final de 2008 e fez com que o desempenho da produção no fosse superior ao último trimestre em 11,6%. 3

4 ,0 Produção Nacional Total de Veículos - Acumulado (em unidades) , , ,0 11,6% ,0 1T08 2T08 3T08 Fonte: ANFAVEA/Autodata O setor de autopeças é intrinsecamente relacionado ao setor automobilístico, logo, as variações já citadas na demanda do mercado automobilístico impactaram negativamente a balança comercial e o faturamento do setor de autopeças. A balança comercial terminou o trimestre com US$ 542 milhões negativos, marca US$ 75 milhões inferior à do 1T08 de acordo com a projeção do Sindipeças. Em termos de faturamento do setor é esperada uma queda de 29,8% no, mas comparado com o último trimestre de 2008, esperase recuperação. DESEMPENHO OPERACIONAL No, o volume de vendas da Companhia atingiu toneladas, um crescimento de 23,5% em relação ao. Este resultado demonstra recuperação do setor, refletindo também as medidas adotadas pelo Governo Federal. Volume de Vendas (em toneladas) Volume de Vendas (em toneladas) 3.839,0-23,6% 2.933, ,0 23,5% 2.933,0 1T08 DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO RECEITA OPERACIONAL BRUTA No a receita operacional bruta da FIBAM totalizou R$ 34,0 milhões, 26,4% superior à registrada no. Este resultado demonstra que a Companhia conseguiu acompanhar a recuperação do setor automotivo ,0 Receita Operacional Bruta (R$ mil) -14,3% , ,0 Receita Operacional Bruta (R$ mil) 26,4% ,0 1T08 4

5 ,0% 2 5,0 % 2 0,0% 1 5,0 % 1 0,0% 5,0% 0,0% ,0% 1 7,0% 1 2,0% 7,0% 2,0% -3,0% RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA A receita operacional líquida registrada no atingiu R$ 25,9 milhões, 25,9% acima da registrada no. Este crescimento provém principalmente da leve retomada da demanda nos três primeiros meses de Receita Operacional Líquida (R$ mil) , ,0-14,6% Receita Operacional Líquida (R$ mil) , ,0 25,9% 1T08 No segmento automotivo a FIBAM apresentou, no, um crescimento de 31,4% na receita operacional líquida em comparação com o. Esta marca evidencia os esforços realizados pela FIBAM em melhorar seus resultados independentemente do desempenho do setor. Em R$ mil 1T08 /1T08 / Receita Operacional Líquida , ,0-14,6% ,0 25,9% Automotivo , ,0-13,3% ,0 31,4% Reposição 864, ,0-31,3% 1.099,0-21,4% Exportação 547,0 823,0-33,5% 829,0-34,0% CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS No o lucro bruto manteve-se praticamente estável em relação ao, totalizando R$ 3,1 milhões. O crescimento dos custos dos produtos vendidos foi maior quando comparado com a evolução da receita líquida, refletindo na redução da margem bruta de 3,1 pontos percentuais (15,2% no para 12,1% no ). O comportamento dos custos dos produtos vendidos é essencialmente reflexo da dificuldade no repasse do aumento nos preços das matérias-primas nos preços de venda, o que praticamente anulou o aumento no volume de vendas e a redução no estoque de produtos acabados. Lucro Bruto e Margem Bruta (R$ mil e %) 23,2% Lucro Bruto e Margem Bruta (R$ mil e %) 15,2% 7.031,0 12,1% 12,1% 3.140, , ,0 1T08 Lucro Bruto Margem Bruta Lucro Bruto Margem Bruta As despesas operacionais totalizaram R$ 4,5 milhões no, 32,1% inferior em relação ao e passaram a representar 17,4% da receita líquida (contra 32,3% no ). Este resultado é decorrente da redução nas despesas com vendas e despesas administrativas. 5

6 , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,0 - (1 0 0,0) (2 0 0,0) (3 0 0,0) (4 0 0,0) (5 0 0,0) 2 0,0% 1 8,0% 1 6,0% 1 4,0% 1 2,0% 1 0,0% 8,0% 6,0% 4,0% 2,0% 0,0 % 1 0 0,0 (4 0 0,0 ) (9 0 0,0 ) 2,0% 1,0% 0,0 % -1,0% -2,0% -3,0% -4,0% -5,0% Em R$ mil 1T08 /1T08 / Despesas Operacionais (4.512,0) (4.185,0) 7,8% (6.647,0) -32,1% % sobre a Receita Operacional Líquida 17,4% 13,8% 3,6 p.p. 32,3% -14,9 p.p. No, o resultado operacional da FIBAM foi de um prejuízo de R$ 0,52 milhão, ante um valor também negativo de R$ 1,2 milhão registrado no. Em R$ mil 1T08 /1T08 / Receita Operacional Líquida , ,0-14,6% ,0 25,9% CPV (22.742,0) (23.275,0) -2,3% (17.436,0) 30,4% Lucro Bruto 3.140, ,0-55,3% 3.121,0 0,6% Margem Bruta 12,1% 23,2% -11,1 p.p. 15,2% -3,1 p.p. Despesas Operacionais (1) (3.660,0) (3.792,0) -3,5% (4.342,0) -15,7% % sobre a Receita Operacional Líquida 14,1% 12,5% 1,6 p.p. 21,1% -7, p.p. Resultado Operacional (EBIT) (520,0) 3.239,0 n.d. (1.221,0) -57,4% Margem EBIT -2,0% 10,7% -12,7 p.p. -5,9% 3,9 p.p. (1) Considerando apenas Despesas com Vendas, Despesas Administrativas e Despesas Tributárias EBITDA Principalmente devido ao aumento no custo dos produtos vendidos e prejuízo fiscal no período, o EBITDA alcançou R$ 0,25 milhão no, um leve crescimento em relação ao. A margem EBITDA registrou aumento de 4,5 pontos percentuais em relação ao, alcançando 1,0%. Evolução do EBITDA e Margem EBITDA (R$ mil e %) 3.742,0 Evolução do EBITDA e Margem EBITDA (R$ mil e %) 246,0 1,0% 12,3% 246,0-3,6% 1T08 1,0% -735,0 EBITDA Margem EBITDA EBITDA Margem EBITDA Reconciliação do EBITDA Em R$ mil 1T08 /1T08 / LUCRO LÍQUIDO (1.378,0) 2.246,0 n.d. (2.552,0) -46,0% Depreciações/ Amortizações 536,0 373,0 43,7% 535,0 0,2% Despesas Financeiras 1.257,0 713,0 76,3% 2.594,0-51,5% Receitas Financeiras (302,0) (320,0) -5,6% (277,0) 9,0% IR/CSLL ,0 n.d. (1.251,0) n.d. Parc ICMS (PPI) 230,0 130,0 76,9% 143,0 60,8% Outras Receitas/Despesas Operacionais (97,0) (515,0) n.d. 72,0 n.d. EBITDA 246, ,0-93,4% (735,0) n.d. Margem EBITDA 1,0% 12,3% -11,4 p.p. -3,6% 4,5 p.p. Obs: No e 1T08 as despesas e receitas não operacionais foram realocadas em despesas/receitas financeiras e outras receitas/despesas operacionais 6

7 (5 0 0 ) (1.000) ( ) (2.000) ( ) (3.000) ( ) (4.000) ( ) (5.000) (5 0 0 ) (1.000) ( ) (2.000) ( ) (3.000) ( ) (4.000) ( ) (5.000) RESULTADO FINANCEIRO No, a diminuição das despesas financeiras contribuiu para um melhor resultado financeiro líquido de R$ 0,96 milhão negativos, ante o valor também negativo de R$ 2,3 milhões registrados no. LUCRO LÍQUIDO No, a FIBAM apresentou prejuízo de R$ 1,4 milhão, um resultado melhor se comparado com os R$ 2,6 milhões registrados no. Seguindo o relatado nos comentários realizados no, o principal fator determinante desses patamares de lucro no trimestre foi a não diluição do custo fixo. Lucro Líquido (R$ mil) Lucro Líquido (R$ mil) 2.246,0 (1.378,0) (2.552,0) (1.378,0) 1T08 Em R$ mil 1T08 /1T08 / Lucro Líquido (1.378,0) 2.246,0 n.d. (2.552,0) -46,0% Total de ações Lucro (Prejuízo) por Ação (em R$) (1,9) 3,1 n.d. (3,5) -46,0% Valor Patrimonial por Ação 0,03 0,04 0,04 ENDIVIDAMENTO A dívida bruta da Companhia no totalizou R$ 16,1 milhões, apresentando uma redução de 6,0% em relação ao trimestre anterior. Essa redução pode ser atribuída principalmente ao aumento do faturamento e conseqüente geração de caixa positiva. O nível de cobertura (EBITDA em relação ao resultado financeiro líquido) resultou em 1,67 vezes no encerramento do trimestre e o grau de alavancagem (Dívida líquida em relação ao EBITDA) ficou em 1,9 vezes, sendo que no cálculo de ambos indicadores foram considerados os dados dos últimos quatro trimestres. 7

8 MERCADO DE CAPITAIS Os efeitos da crise global continuaram trazendo turbulências para os mercados financeiros do mundo durante o primeiro trimestre. Dentro desse contexto, mesmo com uma leve recuperação do setor automotivo, ao qual o setor de autopeças é intrinsecamente relacionado, as ações preferenciais da FIBAM (FBMC4) encerraram o cotadas a R$ 25,79, desvalorização de 36,4% no período. No mesmo período, o Ibovespa apresentou uma valorização de 9,0%. Em 31 de março de 2009 o valor de mercado da FIBAM atingiu R$ 18,7 milhões. O gráfico a seguir demonstra o desempenho das ações preferenciais da FIBAM em comparação com o Ibovespa: FIBAM PN X IBOVESPA (base 100 em 31/03/2008) R$ 89, R$ 25,79 mar-08 abr-08 mai-08 jun-08 jul-08 ago-08 set-08 out-08 nov-08 dez-08 jan-09 fev-09 mar-09 FBMC4 IBOVESPA REMUNERAÇÃO AOS ACIONISTAS Em 28 de abril de 2009, com base nos resultados apurados no exercício de 2008, a Assembléia Geral Ordinária aprovou a distribuição de dividendos em forma de juros sobre capital próprio no montante de R$ 844 mil além de R$ 194 mil como complemento às ações preferenciais e a aplicação de R$ 178 mil em Reserva Legal. 8

9 ANEXOS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL R$ mil ATIVO 31/03/09 31/12/08 ATIVO CIRCULANTE Disponibilidades Clientes Nacionais Clientes no Exterior Impostos a Compensar/Recuperar Contas a Receber Estoques Despesas Antecipadas ATIVO NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Depósitos Judiciais Outros Créditos Permanente Imobilizado Total do Ativo

10 BALANÇO PATRIMONIAL - PASSIVO BALANÇO PATRIMONIAL R$ mil PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 31/03/09 31/12/08 CIRCULANTE Fornecedores Nacionais Fornecedores no Exterior Instituições Financeiras Impostos a Recolher Obrigações Trabalhistas e Encargos a Pagar Contas a Pagar Juros Sobre o Capital Próprio e Dividendos a Pagar PASSIVO NÃO CIRCULANTE Exigível a Longo Prazo Fornecedores no Exterior Instituições Financeiras Provisão para Contingências Fiscais Patrimônio Líquido Capital Social Reserva de Lucros Reserva de Reavaliação Resultado do Trimestre (1.378) - Total do Passivo e Patrimônio Líquido

11 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS TRIMESTRAL FIBAM COMPANHIA INDUSTRIAL Demonstração de Resultados R$ Mil 1T08 Var. (%) Var. (%) /1T08 / Receita Bruta Operacional ,3% ,4% Deduções da Receita Bruta (8.094) (9.357) -13,5% (6.314) 28,2% Receita Operacional Líquida ,6% ,9% Custo dos Produtos Vendidos (22.742) (23.275) -2,3% (17.436) 30,4% Lucro Bruto ,3% ,6% Margem Bruta (%) 12,1% 23,2% -11,1 p.p. 15,2% -3,1 p.p. (Despesas)/ Receitas Operacionais (4.518) (3.670) 23,1% (6.924) -34,7% Vendas (1.111) (1.324) -16,1% (1.502) -26,0% Administrativas (1.797) (1.800) -0,2% (2.188) -17,9% Honorários dos Administradores (420) (336) 25,0% (420) 0,0% Despesas Tributárias (332) (332) 0,0% (232) 43,1% Despesas Financeiras (1.257) (713) 76,3% (2.329) -46,0% Receitas Financeiras ,6% ,7% Outras Receitas\Despesas Operacionais ,2% (265) n.d. Lucro Antes do Imposto de Renda e Contribuições (1.378) n.d. (3.803) -63,8% Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social - (1.115) n.d n.d. Lucro Líquido do Exercício (1.378) n.d. (2.552) -46,0% Margem Líquida (%) -5,3% 7,4% -12,7 p.p. -12,4% 7,1 p.p. Lucro por Ação - R$ 1,00 (1,9) 3,1 n.d. (3,5) -46,0% Resultado Operacional (EBIT) (520) n.d. (1.221) -57,4% Margem EBIT (%) -2,0% 10,7% -12,7 p.p. -5,9% 3,9 p.p. EBITDA ,4% (735) n.d. Margem EBITDA (%) 1,0% 12,3% -11,4 p.p. -3,6% 4,5 p.p. Obs: No e 1T08 as despesas e receitas não operacionais foram realocadas em despesas/receitas financeiras e outras receitas/despesas operacionais 11

12 FLUXO DE CAIXA DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA Legislação Societária R$ Mil 31/03/09 31/03/08 31/12/08 Fluxo de Caixa Proveniente das Operações Sociais Lucro (Prejuízo) Líquido do Exercício (1.378) Depreciação e Amortização Valor Residual do Ativo Permanente Baixado Subtotal das Operacões Sociais (841) (Aumento) Redução de Ativos Créditos Realizáveis a Curto Prazo (2.746) (1.321) Encargos Financeiros a Amortizar - (96) 400 Resultados Antecipados a Amortizar 65 (79) - Despesas Pagas Antecipadamente Subtotal (Aumento) Redução de Ativos (2.681) (1.496) Aumento (Redução) de Passivos Fornecedores Tributos e Contribuições Sociais e Fiscais (520) (76) (3.221) Obrigações Societárias - (0,4) (1.080) Outros Compromissos 3 (185) 424 Subtotal Aumento (Redução) de Passivos (3.821) Recursos Líquidos Provenientes das Operações Atividade de Financiamento Financiamento Obtidos Pagamentos de Empréstimos Financiamentos (11.227) (6.192) (17.962) Recebimento(Pagamento) Juros Capital Próprio - - (844) Juros Por Empréstimos/Financiamentos Total de Ingressos de Financiamentos (1.016) (733) Atividades de Investimento No Imobilizado (8.766) Total de Ingressos de Investimentos (8.766) Variação Líquida de Caixa (65) No Início Do Exercício No Fim Do Exercício

DESTAQUES DO TRIMESTRE. Em R$ mil 1T10 1T09

DESTAQUES DO TRIMESTRE. Em R$ mil 1T10 1T09 São Bernardo do Campo, 10 de maio de 2010 A Fibam Cia Industrial (BMF&BOVESPA: FBMC3 e FBMC4), empresa líder na produção de fixadores especiais, anuncia os seus resultados financeiros relativos ao 1º trimestre

Leia mais

PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL Última Cotação em 31/12/2016 FBMC4 - R$ 4,80 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (31/12/2016): R$ 22.419,7 mil US$ 6.899,0 mil São Bernardo do Campo, 27 de março

Leia mais

Ebitda atinge R$ 2,7 milhões no 1T14, com margem de 12,2%

Ebitda atinge R$ 2,7 milhões no 1T14, com margem de 12,2% Última Cotação em 31/03/2014 FBMC4 - R$ 24,50 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (31/03/2014): R$ 17.799,6 milhões US$ 7.850,2 milhões São Bernardo do Campo,

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T17

EARNINGS RELEASE 3T17 Recuperação do Lucro Líquido e margem EBITDA crescendo em torno de 10 p.p.. São Paulo, 31 de Outubro de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1T16

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1T16 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe-Maxion é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também

Leia mais

FIBAM COMPANHIA INDUSTRIAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

FIBAM COMPANHIA INDUSTRIAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO FIBAM COMPANHIA INDUSTRIAL RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO - 2010 AOS ACIONISTAS A administração da FIBAM, em conformidade com as disposições legais e estatutárias, tem a satisfação de submeter à sua apreciação

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 50.383 78.050 Fornecedores 22.725 23.096 Contas

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T16 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe- é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também líder

Leia mais

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto A Companhia Passo Fundo, 05 de março de 2014 Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto Dados em 31/12/2014 em 1979. Desde 1950 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,28 Sua sede fica em Passo

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/ BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO MARÇO DEZEMBRO 2002 CIRCULANTE Numerário disponível 22.737 3.583 Aplicações no mercado aberto 35.350 67.299 Consumidores e revendedores 562.440

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

RESULTADOS 4T08 4T09 / Março de

RESULTADOS 4T08 4T09 / Março de RESULTADOS 4T08 4T09 / 2008 2009 Março de 2010 1 4T08 AGENDA / 2008 1. Destaques 2. Desempenho da Industria 3. Desempenho Operacional e Financeiro 4. Informações Adicionais 2 4T08 AGENDA / 2008 1. Destaques

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

FORJAS TAURUS S.A. 3T11

FORJAS TAURUS S.A. 3T11 FORJAS TAURUS S.A. 3T11 Cotações (30-09-11): FJTA3 R$ 1,91 FJTA4 R$ 1,79 Porto Alegre, 11 de novembro de 2011 - A Forjas Taurus S.A. (Bovespa: FJTA3, FJTA4), maior produtora de armas curtas da América

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T16

Teleconferência de Resultados 2T16 Teleconferência de Resultados 2T16 1 2 Destaques Receita Líquida de R$100,0 milhões no 6M16. Lucro Líquido de R$45,8 milhões no 6M16. EBITDA Ajustado de R$18,3 milhões no 6M16. Fornecimento de 1,0 milhão

Leia mais

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12 EARNINGS RELEASE 3T12 e 9M12 São Paulo, 01 de abril de 2013 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje

Leia mais

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Informações Contábeis Intermediárias Individuais e Consolidadas Referentes aos Períodos de Três e Nove Meses Findos em 30 de Setembro de 2016 e Relatório sobre a Revisão

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

Earnings Release 3T13

Earnings Release 3T13 UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 3T13 E DOS 9M13 São Paulo, 12 de novembro de 2013 A UNIPAR CARBOCLORO S.A. (BM&FBOVESPA: UNIP3, UNIP5 e UNIP6) divulga hoje os resultados referentes ao terceiro

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 314 Fornecedores 36.047 Aplicações Financeiras 2.323 Provisão Férias

Leia mais

Bradespar S.A. Resultados do 3º Trimestre de 2007

Bradespar S.A. Resultados do 3º Trimestre de 2007 São Paulo, 12 de novembro de 2007 A Bradespar [BOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)], anuncia os resultados referentes ao 3º trimestre de 2007. As informações financeiras a

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 23.605 Fornecedores 29.103 Contas a Receber 7.623 Provisão Férias

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T16

Teleconferência de Resultados 3T16 Teleconferência de Resultados 3T16 1 2 Destaques Receita Líquida de R$95,0 milhões no 9M16. Lucro Líquido de R$27,8 milhões no 9M16. EBITDA Ajustado de R$17,2 milhões no 9M16. Obtenção de licenças para

Leia mais

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JANEIRO DE 2016 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 2.956 Fornecedores 38.696 Contas a Receber 53.851

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 46 Fornecedores 41.785 Aplicações Financeiras 5.541 Provisão

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Bancos 207 Fornecedores 34.860 Aplicações Financeiras 4.887 Provisão Férias e Encargos

Leia mais

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Elekeiroz S.. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Balanço patrimonial tivo Circulante Nota 31 de dezembro de 2013 31 de

Leia mais

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2016 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 7.061 Fornecedores 33.947 Contas a Receber 41.832

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 ATIVO NE 31/12/2015 31/12/2014 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2015 31/12/2014 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 90.705.601 82.095.096

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T17

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 3T17 1) VISÃO GERAL DA COMPANHIA A Iochpe- é uma companhia global, líder mundial na produção de rodas automotivas, um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas e também líder

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ SARAIVA SA LIVREIROS EDITORES Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ SARAIVA SA LIVREIROS EDITORES Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006

Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 Confab Anuncia Resultados para o Segundo Trimestre de 2006 São Paulo, 03 de agosto de 2006. Confab Industrial S.A. (BOVESPA:CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes aos

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2006

Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2006 Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2006 São Paulo, 02 de maio de 2006. Confab Industrial S.A. (BOVESPA:CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao primeiro

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 11.859 Fornecedores 40.112 Contas a Receber 77.159

Leia mais

Conferência Telefônica. Desempenho do segundo trimestre e período acumulado de MAHLE Metal Leve S.A. 8/8/ h00 (em Português) 1 MAHLE

Conferência Telefônica. Desempenho do segundo trimestre e período acumulado de MAHLE Metal Leve S.A. 8/8/ h00 (em Português) 1 MAHLE Conferência Telefônica Desempenho do segundo trimestre e período acumulado de 2012 MAHLE Metal Leve S.A. 8/8/2012 11h00 (em Português) 1 Destaques (Desempenho do 2T12 e período acumulado) Receita Líquida

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15

Teleconferência de Resultados 2T15 Teleconferência de Resultados 2T15 Destaques Encerramento do 5º ano de fornecimento de cana-de-açúcar, entregando 724 mil toneladas. Área total plantada de 78.044 hectares. Construção de um silo na Bahia,

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T18

Teleconferência de Resultados 1T18 Teleconferência de Resultados 1T18 1 2 Destaques R$ 98,9 milhões Receita Líquida R$ 20,1 milhões Lucro Líquido R$ 33,7 milhões Ebitda Ajustado Distribuição de R$ 12,9 milhões em dividendos ou R$ 0,24 por

Leia mais

Iochpe-Maxion Consolidado 148,3 84,6 75,3% (*) vendida em Setembro de 2002

Iochpe-Maxion Consolidado 148,3 84,6 75,3% (*) vendida em Setembro de 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 1º TRIMESTRE DE 2003 No primeiro trimestre de 2003, a Iochpe-Maxion apresentou um lucro líquido de R$ 3,4 milhões, comparado ao prejuízo de R$ 7,3 milhões no mesmo período

Leia mais

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas

Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Iochpe-Maxion S.A. e Controladas Informações Contábeis Intermediárias Individuais e Consolidadas Referentes aos Períodos de Três e Nove Meses Findos em 30 de Setembro de 2017 e Relatório sobre a Revisão

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO Legislação Societária CIRCULANTE Numerário disponível 8.081 6.646 Consumidores e revendedores 83.995 67.906 Devedores

Leia mais

MAHLE Metal Leve divulga resultados do 3T07

MAHLE Metal Leve divulga resultados do 3T07 MAHLE Metal Leve divulga resultados do 3T07 Mogi Guaçu, 14 de novembro de 2007 - A MAHLE Metal Leve S.A. (BOVESPA: LEVE3, LEVE4), companhia líder na fabricação de componentes de motores no Brasil, divulga

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita líquida¹ 4T14 atinge R$47,9 milhões, alta de 29,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

Cia. Hering D É B O R A D A R I N

Cia. Hering D É B O R A D A R I N Cia. Hering D É B O R A D A R I N G I O VA N N A S A R T O R V E R Í S S I M O C R E D I T S U I S S E A WA R D S 2 0 1 6 0 2 D E J U N H O D E 2 0 1 6 M A R C O A N T O N I O PAT H E F I L H O M A R I

Leia mais

2

2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Controladora Consolidado ATIVO Jun 2009 Set 2009 Jun 2009 Set 2009 Circulante Disponibilidades 23,0 37,4 56,1 92,1 Contas a receber de clientes 62,8 72,8 114,2 125,9 Estoques

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. CNPJ: 42.540.2 11/000 1-6 7 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO A T I V O 2005 2004 CIRCULANTE Numerário disponível 805 12.378 Aplicações

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Divulgação de Resultado 4T15

Divulgação de Resultado 4T15 Divulgação de Resultado 4T15 1 Dados de mercado em 17/03/2016 Cotação: R$2,12 Valor de Mercado: R$140.103.091,68 T e l e c o n f e r ê n c i a 4T15 Teleconferência em português: 18 de março de 2016 Sexta-feira,

Leia mais

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação

Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação Hypermarcas anuncia Lucro Líquido Ajustado* de R$65,5 milhões no 1T08 ou R$0,53 por ação São Paulo, 13 de Maio de 2008 A Hypermarcas S.A. (Bovespa: HYPE3; Reuters: HYPE3.SA; Bloomberg: HYPE3 BZ) anuncia

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005

2T05 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 DESEMPENHO DA MRS LOGÍSTICA HYPERLINK 2 TRIMESTRE DE 2005 2T05 MRS BATE NOVOS RECORDES: 9,35 MILHÕES DE TONELADAS EM MAIO E ATINGE LUCRO LÍQUIDO DE MAIS DE R$199 MILHÕES NO 1 SEMESTRE A MRS Logística S.A.

Leia mais

Capítulo Planejamento Orçamentário DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO. Aspectos preliminares importantes. Planejamento orçamentário

Capítulo Planejamento Orçamentário DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO. Aspectos preliminares importantes. Planejamento orçamentário Capítulo 16 DESENVOLVIMENTO DE UM MODELO DE ORÇAMENTO 16.1 Planejamento Orçamentário 16.1 Planejamento orçamentário 16.2 Elaboração de quadros orçamentários 16.3 Projeções de resultados Administração Financeira:

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ODONTOPREV S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / Avenida das Américas nº 3959 Sala 116

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ PORTOBELLO SA / Avenida das Américas nº 3959 Sala 116 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/23 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ UNIPAR - UNIÃO DE INDS. PETROQUÍMICAS SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ UNIPAR - UNIÃO DE INDS. PETROQUÍMICAS SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de 2010

Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de 2010 Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de São Paulo, 04 de novembro de. Confab Industrial S.A. (BM&FBOVESPA - ON: CNFB3 e PN: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados do terceiro

Leia mais

4º trimestre de 2010 BANCO ABC BRASIL

4º trimestre de 2010 BANCO ABC BRASIL 11 de fevereiro de 2011 BANCO ABC BRASIL Teleconferências 14 de fevereiro de 2011 Português 11h00 São Paulo / 8h00 US EST +55 (11) 2188-0155 Inglês 12h00 São Paulo / 9h00 US EST +55 (11) 2188-0155 1 866

Leia mais

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicações Práticas

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicações Práticas Introdução O capítulo desenvolverá aplicações práticas do processo de análise econômico-financeira com base nas demonstrações de uma empresa de eletroeletrônicos Todos os valores dos demonstrativos estão

Leia mais

Energisa Tocantins - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2015

Energisa Tocantins - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2015 Resultados do 1º trimestre de 2015 Palmas, 15 de maio de 2015 A Administração da ( Energisa Tocantins ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre de 2015 (1T15). As informações financeiras

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

Principais Destaques do 2T15

Principais Destaques do 2T15 MRS segue em ritmo acelerado no 2T15 Com o resultado do 2T15, a MRS permanece em trajetória de crescimento no trimestre e semestre Rio de Janeiro, Brasil - MRS Logística S.A. informa os resultados relativos

Leia mais

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: /

Informações Trimestrais 31/03/2016. Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: / Informações Trimestrais 31/03/2016 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10

Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10 Divulgação de Resultados do 2T10 e 1S10 As informações financeiras preliminares são apresentadas em milhões de Reais, exceto onde indicado o contrário, e têm como base as demonstrações financeiras preparadas

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ EMBRAER S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ EMBRAER S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES 1T09 COM INVESTIDORES. Solidez Perspectiva

RELATÓRIO DE RELAÇÕES 1T09 COM INVESTIDORES. Solidez Perspectiva RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES Solidez Perspectiva 1 Resultados do 1º Trimestre de 2009 São Paulo, 15 de maio de 2009 A Bradespar [BOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de 2011

Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de 2011 Confab anuncia resultados do terceiro trimestre de São Paulo, 03 de novembro de. Confab Industrial S.A. (BOVESPA - ON: CNFB3 e PN: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados do terceiro trimestre

Leia mais

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16).

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). 25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). COMENTÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO Informações Consolidadas

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T16 e 2016

Teleconferência de Resultados 4T16 e 2016 Teleconferência de Resultados 4T16 e 2016 1 2 Destaques Receita Líquida de R$147,1 milhões no FY16. Lucro Líquido de R$10,6 milhões no FY16. Transformação de 6,6 mil hectares nas fazendas do Brasil e no

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2016 e 2015: Descrição 1T16 1T15 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2016 e 2015: Descrição 1T16 1T15 Variação % Resultados do 1º trimestre de 2016 Guarapuava, 13 de maio de 2016 A Administração da ( CFLO ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras e operacionais

Leia mais

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações

4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações 4. INFORMAÇÕES RELATIVAS À EMISSORA Informações Financeiras Selecionadas da Companhia Análise e Discussão da Administração sobre Demonstrações Financeiras e Resultados Operacionais da Emissora Eventos

Leia mais

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia.

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia. COMENTÁRIO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO PERÍODOS DE 1º DE ABRIL A 30 DE JUNHO DE 2015 E 2014 (Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma) No segundo trimestre de 2015, ocorreu a

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ROSSI RESIDENCIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17. Viver Anuncia os Resultados do Segundo Trimestre do Ano de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17. Viver Anuncia os Resultados do Segundo Trimestre do Ano de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 14 de agosto de 2017 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

Teleconferência Resultados 2T de agosto de 2017

Teleconferência Resultados 2T de agosto de 2017 Teleconferência Resultados 2T17 10 de agosto de 2017 1 Histórico 2 Histórico 3 Portobello Grupo Líder em INOVAÇÃO e DESIGN 2 Sites de PRODUÇÃO Rede com 148 lojas 8 Lojas PRÓPRIAS Cerca de 3 mil funcionários

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)305-5447 Fax: (041)305-3074 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016

LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016 Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2016. LIGHT ENERGIA S.A. 3º TRIMESTRE DE 2016 1. Desempenho Operacional 1.1 Venda de Energia No terceiro trimestre de 2016, o volume de energia vendida cresceu 9,9%, concentrada

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação % Resultados do 1º trimestre de 2015 São Paulo, 15 de maio de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre

Leia mais

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas

1º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS. Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas \ Ganhos consistentes de market share e melhora na tendência de vendas A receita líquida totalizou R$4,7 bilhões no 1T16, com melhora sequencial nas vendas mesmas lojas durante o trimestre e ganho de market

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 1º trimestre de 2017

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 1º trimestre de 2017 Resultados do 1º trimestre de 2017 São Paulo, 10 de maio de 2017 A Administração da ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T17). As informações financeiras e operacionais

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BOMBRIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ BOMBRIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/26 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15

28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15 rp0000000-1 - 28 de julho de 2015 Release de Resultados do 2T15 30 de junho de 2015 Cotação ROMI3 - R$2,75 por ação Valor de mercado R$189,1 milhões US$61,0 milhões Quantidade de ações Ordinárias: 68.757.647

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ ODONTOPREV S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ ODONTOPREV S.A / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Lucro líquido da Romi cresce 75% no 1 o trimestre de 2007 e atinge R$ 18,2 milhões

Lucro líquido da Romi cresce 75% no 1 o trimestre de 2007 e atinge R$ 18,2 milhões Resultados do 1 o Trimestre de 2007 Cotação (30/03/07) ROMI3 - R$ 19,00/ação Valor de Mercado R$ 1.185 milhões US$: 578 milhões Quantidade de Ações* Ordinárias: 62.361.828 Total: 62.361.828 *sem considerar

Leia mais

Lucro Líquido da ALPARGATAS cresce 54%, para R$ 69,5 milhões, e EBITDA evolui 51% nos primeiros nove meses do ano

Lucro Líquido da ALPARGATAS cresce 54%, para R$ 69,5 milhões, e EBITDA evolui 51% nos primeiros nove meses do ano 9 meses de 2004 Lucro Líquido da ALPARGATAS cresce 54%, para R$ 69,5 milhões, e EBITDA evolui 51% nos primeiros nove meses do ano Desempenho reflete maior resultado operacional decorrente do crescimento

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ DROGASIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ DROGASIL SA / CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/27 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

NÚCLEO DE GESTÃO DO PORTO DIGITAL

NÚCLEO DE GESTÃO DO PORTO DIGITAL ATIVO CIRCULANTE DISPONIBILIDADE CAIXA 1.028,94 BANCOS-CONTAS CORRENTES 211.547,05 APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ IMEDIATA 4.614.347,81 DIREITOS REALIZÁVEIS A CURTO PRAZO TÍTULOS A RECEBER 93.509,62 ADIANTAMENTOS

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE DE 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS fg 2º TRIMESTRE DE 2016 Retomada do crescimento de vendas totais e mesmas lojas, aliada a ganho consistente de market share no mercado total a. A receita líquida totalizou R$4,3 bilhões no 2T16, com retomada

Leia mais