Uso contínuo preocupa Forças Armadas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uso contínuo preocupa Forças Armadas"

Transcrição

1 Uso contínuo preocupa Forças Armadas BRASÍLIA Quando se fala de Exército, normalmente se pensa no combate a um elemento externo. No entanto, mais e mais as tropas federais vêm sendo chamadas para ações fora da normalidade. Pior: a preocupação maior dos militares é que eles têm sido chamados para tudo, desde garantia da lei e da ordem, como durante a Rio-2016, passando pelo socorro à segurança no Rio Grande do Norte até a distribuição de água, comida, vacinas, atendimento cívico e social. Na semana passada, em 48 horas, o Exército recebeu dois novos chamados de socorro. O primeiro, do Acre, a pedido do governador, diante da seca severa que atinge várias cidades. O segundo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a pedido do governo do Rio, para que as Forças Armadas permaneçam nas ruas

2 até novembro, depois das eleições. Nos dois casos, como em todos os outros, as tropas vão se preparar para atender ao pedido e executar o que eles chamam de missão. Chamados desde o início do processo para coordenar o sistema de segurança da Olimpíada, que teve a abertura oficial na sexta-feira, os militares não estão satisfeitos com as multifunções que têm sido atribuídas, sem o devido reconhecimento. A prática se acentuou durante os governos petistas e acabou levando as Forças Armadas, particularmente o Exército, a receber dois apelidos: Bombril pelas mil e uma utilidades e Posto Ipiranga um lugar completo, em qualquer lugar, onde é possível encontrar tudo o que se precisa. Apesar das preocupações com os diversos braços de atuação em missões que não são as originalmente constitucionais, os militares reconhecem a necessidade de serem empregados em muitos casos e atendem, prontamente a todos os chamados. O problema é que os chamados fora da destinação principal têm sido cada vez mais frequentes, comentou um general da ativa, que prefere o anonimato. A avaliação dessas autoridades é que o Exército deve ser o último recurso, mas não é bom que o último recurso seja usado a toda hora.

3 Para este oficial-general os governadores, em razão desta facilidade de chamar os militares para tudo, acabam negligenciando alguns pontos da questão de segurança. Segundo o militar, é o caso do Rio de Janeiro, que está completamente desmontado, e tem usado o Exército em seguidas oportunidades para tentar garantir estabilidade e isso é um inferno, com potencial de encrencas e problemas incontáveis. Problema olímpico No caso da Olimpíada, de acordo com os militares, o uso de Forças Armadas para auxílio na segurança é até tradição, em todos os países. Mas o problema, comentam eles, é a forma e a falta de programação e previsão para a solicitação deste emprego. Desde 2014, quando começaram as primeiras reuniões preparatórias para a Rio-2016, os militares advertiram sobre as dificuldades de se recrutar, reunir e gerenciar um grupo de 10 mil pessoas para executar a missão de revista pessoal, controle nas entradas das arenas, segurança e fiscalização interna nos 51 pontos de competições. Apesar das advertências reiteradas, apenas em junho deste ano o governo federal abriu a concorrência para a contratação de 5 mil pessoas para fazer estes serviços. Obviamente, não conseguiram, comentou um militar. No momento, esta seria a principal brecha na segurança dos jogos. Outro problema apontado pelos militares foi que o Ministério da Justiça não conseguiu reunir os 9,6 mil homens prometidos para integrar a Força Nacional, para executar missões de segurança nas vias do Rio e nos locais de competição. Menos de 5 mil chegaram ao Rio. Sem pessoal, no fim de maio, o governo do Rio pediu reforço das Forças Armadas. Para os militares, esse emprego tem riscos. O principal é que o soldado não é treinado para enfrentamento ao crime. Ele é treinado para a guerra. Outro problema nesta convocação de militares foi quando o governo decidiu conceder uma diária de R$ 550 para os PMs dos

4 Estados que foram chamados. Um militar receberá R$ 30 de diária. Uma desproporção para trabalhos semelhantes. RN tem contado com auxílio federal desde o ano passado Ao lado do Rio de Janeiro, o Rio Grande do Norte pode ser apontado como um Estado que vem usando as forças federais como muletas para garantir a segurança pública nas crises. Foi assim após a rebelião no sistema carcerário em 2015 que, para a Justiça, terminou fortalecendo a facção Sindicato RN e foi assim na semana passada. Para o governador Robinson Faria (PSD), não havia opção. O Rio Grande do Norte tem taxa de 46 mortes para cada 100 mil habitantes, segundo as informações do Anuário do Fórum Brasileiro da Segurança Pública de É o terceiro Estado mais violento. Fiz todo tipo de tratativas. Promovi policiais, equipei a polícia, dei aumento, mas acabamos descobrindo que os indicadores não estavam atendendo aos anseios do povo. O diagnóstico, segundo ele, foi que a liberdade dos

5 presidiários em se comunicar com o mundo fora dos muros era a raiz do problema de segurança nas ruas. E a decisão política, tomada no começo do ano, foi colocar bloqueadores nas cadeias. A ideia era ir para o embate com as facções criminosas mesmo sem condições de vencer sozinho e ter de pedir ajuda. / COLABOROU BRUNO RIBEIRO

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 Altera os arts. 21, 22, 42 e 144 da Constituição e o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) para federalizar os órgãos de segurança pública.

Leia mais

Direito da Segurança

Direito da Segurança Direito da Segurança Direito Constitucional, Internacional, Europeu, Legal e Regulamentar I DIREITO CONSTITUCIONAL DA SEGURANÇA 1. Constituição da República Portuguesa (artigos) - Artigo 7º - Relações

Leia mais

Indicador(es) Órgão(s) 52 - Ministério da Defesa

Indicador(es) Órgão(s) 52 - Ministério da Defesa Programa 0620 Adestramento e Operações Militares do Exército Justificativa O Exército Brasileiro tem a necessidade de instruir, adestrar os seus efetivos, formar e adestrar a reserva mobilizável, capacitar

Leia mais

ELEIÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS 2016

ELEIÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS 2016 ATUALIDADES 2017 1 ELEIÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS 2016 'Pós-verdade' é escolhida palavra do ano pelo dicionário Oxford A palavra é definida pelo dicionário como um adjetivo "relativo a ou que denota circunstâncias

Leia mais

CRISE DO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

CRISE DO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO CRISE DO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO Texto 1 O governo do Amazonas pediu ao Ministério da Justiça o apoio da Força Nacional de Segurança Pública para enfrentar a crise no sistema penitenciário. A solicitação

Leia mais

Conhecimento Específico Direito Constitucional

Conhecimento Específico Direito Constitucional Conhecimento Específico Direito Constitucional Da Intervenção (Art. 34 a 36) Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional DA INTERVENÇÃO (ART. 34 a 36) INTERVENÇÃO FEDERAL

Leia mais

Direito Penal. Curso de. Rogério Greco. Parte Especial. Volume III. Atualização. Arts. 155 a 249 do CP

Direito Penal. Curso de. Rogério Greco. Parte Especial. Volume III. Atualização. Arts. 155 a 249 do CP Rogério Greco Curso de Direito Penal Parte Especial Volume III Arts. 155 a 249 do CP Atualização OBS: As páginas citadas são referentes à 10 a edição. A t u a l i z a ç ã o Página 33 Primeira linha. Substituir

Leia mais

SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO

SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO Combater a prática criminosa do contrabando de cigarros vai muito além de uma ação de segurança pública e de persecução penal. No momento atual

Leia mais

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores.

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores. A ditadura militar Prof.:Márcio Gurgel O regime militar Duração ( 1964 1985 ), Presidentes generais do exército brasileiro, i Apoiaram o golpe: (políticos vindos da UDN e do PSD), Governo Castello Branco

Leia mais

Forças de segurança do país revelam treinamentos para grandes eventos

Forças de segurança do país revelam treinamentos para grandes eventos Forças de segurança do país revelam treinamentos para grandes eventos Atentado na maratona de Boston acendeu a luz amarela. Faltam apenas 55 dias para a Copa das Confederações. Depois de meses de espera,

Leia mais

A ATUAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA GARANTIA DA LEI E DA ORDEM

A ATUAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA GARANTIA DA LEI E DA ORDEM IX CURSO DE EXTENSÃO EM DEFESA NACIONAL A ATUAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA GARANTIA DA LEI E DA ORDEM OBJETIVO APRESENTAR A DOUTRINA, A SISTEMÁTICA DE EMPREGO E A PARTICIPAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA SEGURANÇA

Leia mais

egurança Pública Segurança Pública

egurança Pública Segurança Pública V S egurança Pública Segurança Pública mensagem presidencial Segurança pública Desde 2003, as ações do Governo Federal para a garantia da segurança pública têm como objetivo agir sobre as causas da criminalidade

Leia mais

Agentes de 83 países combaterão terrorismo em Olimpíada, diz ministro

Agentes de 83 países combaterão terrorismo em Olimpíada, diz ministro MENU G1 Rio de Janeiro MENU G1 g1 globoesporte gshow famosos & etc vídeos Rio de Janeiro Olimpíada Rio 2016 17/06/2016 13h10 - Atualizado em 17/06/2016 15h29 Agentes de 83 países combaterão terrorismo

Leia mais

Divulgação de Resultados das Eleições 2010

Divulgação de Resultados das Eleições 2010 Divulgação de Resultados das Eleições 2010 Rosemberg Maia Gomes Secretaria de Tecnologia da Informação / TRE-PI COSCI/SEDESC Setembro 2010 1 Agenda Processo da Divulgação Sistemas Envolvidos Responsabilidades

Leia mais

Professor Wisley Aula 09

Professor Wisley Aula 09 - Professor Wisley www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 5 FORRO POR PRERROGATIVA DE FUNÇÃO 1. OBSERVAÇÕES I Não se fala mais em manutenção

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre 5ª Zona Eleitoral ' ATA DA REUNIÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DE MÍDIA PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012

Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre 5ª Zona Eleitoral ' ATA DA REUNIÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DE MÍDIA PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012 Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre 5ª Zona Eleitoral ' ATA DA REUNIÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DE MÍDIA PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012 Aos dez dias do mês de agosto do ano de dois mil e doze,

Leia mais

Notícia Haiti não precisa de soldados e de armas, mas sim de solidariedade

Notícia Haiti não precisa de soldados e de armas, mas sim de solidariedade Notícia Haiti não precisa de soldados e de armas, mas sim de solidariedade Policial jordaniano, integrante da missão internacional da ONU, ameaça haitiano. Somente o Brasil gastou, em cinco anos, R$ 600

Leia mais

1) Classificação dos agentes públicos quanto à natureza da função. 2) Forma de acesso aos cargos, empregos e funções públicos.

1) Classificação dos agentes públicos quanto à natureza da função. 2) Forma de acesso aos cargos, empregos e funções públicos. 1 Direito Administrativo Sala 207 UNIP Professor: Fábio Bellote Gomes Direito Administrativo XXV- 03 de novembro Direito Administrativo - Agentes Públicos 1) Classificação dos agentes públicos quanto à

Leia mais

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Dias Toffoli. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

Concursos abertos Concurso IBGE I Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE) Banca organizadora: Fundação Getúlio

Concursos abertos Concurso IBGE I Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE) Banca organizadora: Fundação Getúlio Concursos abertos Concurso IBGE I Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE) Banca organizadora: Fundação Getúlio Vargas (FGV) Cargos: Diversos Escolaridade: Nível médio,

Leia mais

GUERRA FRIA. Professor Daniel Fonseca

GUERRA FRIA. Professor Daniel Fonseca GUERRA FRIA Professor Daniel Fonseca O que é, afinal, a Guerra Fria O conceito de Guerra Fria vem de algo sem conflito direto, o que seria uma guerra quente como foi a II Guerra. Sendo assim, a Guerra

Leia mais

Criança ou adolescente com indícios de. exploração sexual. Se é flagrante

Criança ou adolescente com indícios de. exploração sexual. Se é flagrante s nas rodovias estaduais e O cidadão ou profissional que deixar de prestar assistência à criança ou ao em situação de exploração sexual, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, responderá pelo crime

Leia mais

O PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DESTINADO ÀS FORÇAS ARMADAS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A SOBERANIA NACIONAL

O PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DESTINADO ÀS FORÇAS ARMADAS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A SOBERANIA NACIONAL O PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DESTINADO ÀS FORÇAS ARMADAS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A SOBERANIA NACIONAL Apresentar a importância dos imóveis destinados às Forças Armadas, especialmente ao Exército Brasileiro,

Leia mais

Humberto de Sá Garay

Humberto de Sá Garay Humberto de Sá Garay Representantes Brasília- DF 15 Empresas Aproximadamente 100 consultores Planejamento e Gestão Estratégica Prospectiva Estratégica Inteligência Estratégica Projetos Internacionais Análise

Leia mais

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade.

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade. O homem é um animal político por natureza; Política visa (ou deveria visar) um fim útil e bom para sociedade; Característica do ser humano é a vida em comunidade. Origem na palavra Politéia, que se refere

Leia mais

Pena de Morte: Devemos ou não defendê-la?

Pena de Morte: Devemos ou não defendê-la? BuscaLegis.ccj.ufsc.br Pena de Morte: Devemos ou não defendê-la? *Roberto Ramalho A pena de morte é um tema bastante controverso entre os estudiosos do Direito, da Criminologia, da Sociologia, da Medicina

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais A Justiça Eleitoral do Brasil, sempre preparada e pronta para cumprir as suas

Leia mais

Mídia e Violência. Coordenação Silvia Ramos e Anabela Paiva. Maio de Apoio. Parceria

Mídia e Violência. Coordenação Silvia Ramos e Anabela Paiva. Maio de Apoio. Parceria Mídia e Violência Coordenação Silvia Ramos e Anabela Paiva Apoio Maio de 2005 Parceria INDICADORES DA VIOLÊNCIA 695 mil assassinatos no Brasil de 1980 a 2002; Taxa de homicídios por 100 mil: 28,5 (11,7

Leia mais

Edital 009-junho/2013 para contratação de Téc. de Enfermagem, Ofic. de Portaria e Aux. Administrativo

Edital 009-junho/2013 para contratação de Téc. de Enfermagem, Ofic. de Portaria e Aux. Administrativo Edital de Convocação Processo Seletivo Santa Casa Mococa faz pública para conhecimento dos interessados a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para contratação de Técnico de Enfermagem,

Leia mais

Segurança Pública, Redes e Governança

Segurança Pública, Redes e Governança Segurança Pública, Redes e Governança Arthur Trindade M. Costa Universidade de Brasília Fórum Brasileiro de Segurança Pública Nas últimas décadas, a segurança pública tem sido apontada como um dos principais

Leia mais

DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) Paulo Sérgio Lauretto titular da DEPCA Campo Grande/MS

DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) Paulo Sérgio Lauretto titular da DEPCA Campo Grande/MS DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) Paulo Sérgio Lauretto titular da DEPCA Campo Grande/MS Objetivo Fazer um resgate histórico do funcionamento da DEPCA como era e como

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.396 INSTRUÇÃO Nº 958-26.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes eleitorais.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.363 INSTRUÇÃO Nº 1160-71.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

REGULAMENTO DAS MISSÕES DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA COPA

REGULAMENTO DAS MISSÕES DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA COPA REGULAMENTO DAS MISSÕES DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA COPA ARTIGO 1. OBJETIVOS REGULAMENTO DAS MISSÕES DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA COPA As missões de observação eleitoral da Confederação Parlamentar das Américas

Leia mais

Políticas Públicas Integradas no Território A experiência da UPP SOCIAL*

Políticas Públicas Integradas no Território A experiência da UPP SOCIAL* Políticas Públicas Integradas no Território A experiência da UPP SOCIAL* Ricardo Henriques Seminário Internacional: Determinantes sociais da saúde, intersetorialidade e equidade social na América Latina

Leia mais

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores.

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Campos Salles (1898-1902), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Um compromisso político entre o governo federal e as oligarquias que governavam os estados tendo por objetivo acabar

Leia mais

Ministério da Administração do Território

Ministério da Administração do Território Ministério da Administração do Território Lei nº 23/92 de 16 de Setembro LEI DE REVISÃO CONSTITUCIONAL As alterações à Lei Constitucional introduzidas em Março de 1991, através da Lei nº. 12/91 destinaram

Leia mais

PANORAMA DA SEGURANÇA

PANORAMA DA SEGURANÇA PANORAMA DA SEGURANÇA O Brasil de 2016 vive uma era de violência urbana em níveis que assustam e fazem com que as pessoas mudem sua rotina para se sentirem protegidas. Foi-se o tempo em que se podia caminhar

Leia mais

Atualidade em foco. Manifestação contra as reformas trabalhista e da previdência e por Diretas já, 24 de maio 198 UNIVERSIDADE E SOCIEDADE #60

Atualidade em foco. Manifestação contra as reformas trabalhista e da previdência e por Diretas já, 24 de maio 198 UNIVERSIDADE E SOCIEDADE #60 Atualidade em foco Foto: Anderson Barbosa / Fractures Collective Manifestação contra as reformas trabalhista e da previdência e por Diretas já, 24 de maio 198 UNIVERSIDADE E SOCIEDADE #60 Ousar lutar,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Os números da violência urbana no Brasil no século XXI Wlamir Leandro Motta Campos * Não há dúvidas de que o maior problema social do país nos últimos anos tem sido a violência e

Leia mais

Consórcio vai iniciar dragagem do Porto de Santos (/noticias/geral/ consorcio-vai-iniciardragagem-do-porto-desantos)

Consórcio vai iniciar dragagem do Porto de Santos (/noticias/geral/ consorcio-vai-iniciardragagem-do-porto-desantos) GERAL (/NOTICIAS/GERAL) Domingo, 06 Agosto 2017 11:13 Consórcio vai iniciar dragagem do Porto de Santos (/noticias/geral/39945- consorcio-vai-iniciardragagem-do-porto-desantos) A confusão jurídica envolvendo

Leia mais

COMISSÃO MISTA DESTINADA A APRECIAR A MPV Nº 693/2015. MEDIDA PROVISÓRIA N o 693, DE (Mensagem n o 365/ PR)

COMISSÃO MISTA DESTINADA A APRECIAR A MPV Nº 693/2015. MEDIDA PROVISÓRIA N o 693, DE (Mensagem n o 365/ PR) 1 COMISSÃO MISTA DESTINADA A APRECIAR A MPV Nº 693/2015 MEDIDA PROVISÓRIA N o 693, DE 2015 (Mensagem n o 365/2015 - PR) Altera a Lei nº 12.780, de 9 de janeiro de 2013, que dispõe sobre medidas tributárias

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Ata da Reunião dos Presidentes do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais A Justiça Eleitoral do Brasil, sempre preparada e pronta para cumprir as suas

Leia mais

Suplente da Diretoria da CNC. Suplente Janilton Fernandes Lima. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 26 de março de 2015

Suplente da Diretoria da CNC. Suplente Janilton Fernandes Lima. Ações Reunião Ordinária realizada no dia 26 de março de 2015 R E S P O N S A B I L I D A D E S O C I A L Órgão Ministério da Justiça (MJ) Representação Efetiva Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual (CNCP) Representantes:

Leia mais

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da 1. Redesenho do PETI Fortalecer a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil por meio de ações estratégicas intersetoriais voltadas ao enfrentamento das novas incidências de atividades identificadas

Leia mais

SISTEMA DE PLANEJAMENTO DO EXÉRCITO

SISTEMA DE PLANEJAMENTO DO EXÉRCITO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO SISTEMA DE PLANEJAMENTO DO EXÉRCITO MISSÃO DO EXÉRCITO - SIPLEx 1 2008 SUMÁRIO DA MISSÃO DO EXÉRCITO - SIPLEx 1 1. GENERALIDADES 12 2.

Leia mais

TESE. Fernando A. N. Galvão da Rocha. Resumo. 1. Introdução. 70 Revista ENM. Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis-MG)

TESE. Fernando A. N. Galvão da Rocha. Resumo. 1. Introdução. 70 Revista ENM. Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis-MG) TESE Formação dos juízes da Justiça Militar para atuação democrática Fernando A. N. Galvão da Rocha Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis-MG) Resumo As escolas judiciais devem capacitar os juízes

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO E CONSTITUCIONAL 2014

DIREITO ADMINISTRATIVO E CONSTITUCIONAL 2014 DIREITO ADMINISTRATIVO E CONSTITUCIONAL 2014 51. "José da Silva, Senador da República, discursa na tribuna do Senado defendendo a legalização do aborto para mulheres grávidas que não tenham constituído

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos gerenciamento da integração Prof. Robson Almeida Antes, uma breve revisão Processos de Iniciação Iniciação Iniciação Escopo do Projeto Planejamento Iniciação Processos de Planejamento

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais

O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas,

O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas, Cap. 2 O Brasil é regionalizado em cinco regiões. Quem realizou essa divisão foi o IBGE. Essa divisão é baseada nas características culturais, políticas, econômicas e físicas. Foi a Primeira região a

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. (TRF da 2ª Região/Técnico Judiciário/2007) Mirian exerce o cargo efetivo de professora de ensino médio da rede pública estadual de ensino, atividade esta que sempre desempenhou

Leia mais

Forças de segurança da Guatemala adestram cães para ajudar na proteção de soldados e civis

Forças de segurança da Guatemala adestram cães para ajudar na proteção de soldados e civis Forças de segurança da Guatemala adestram cães para ajudar na proteção de soldados e civis O Exército da Guatemala está usando 24 cães treinados para auxiliar na detenção de suspeitos e ajudar a Polícia

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira. Demonstrativo de Programas Temáticos PPA

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira. Demonstrativo de Programas Temáticos PPA Governo do Estado do Ano Base: 06 007 - SEGURANÇA PÚBLICA, PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL Diretriz 06 - PROMOÇÃO DO BEM-ESTAR DO POTIGUAR ATRAVÉS DA GARANTIA AO ACESSO AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS Indicadores Nome

Leia mais

Um em cada três presos do país responde por tráfico de drogas

Um em cada três presos do país responde por tráfico de drogas Um em cada três presos no país responde hoje por tráfico de drogas. Os dados inéditos, obtidos pelo G1 junto aos governos estaduais e tribunais de Justiça e referentes a este ano, mostram uma mudança drástica

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO nº 15/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC

BOLETIM INFORMATIVO nº 15/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC BOLETIM INFORMATIVO nº 15/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC FISCALIZAÇÃO DO SERVIÇO DE VIGILÂNCIA PARTE II A PORTARIA Nº 3.233/2012-DG/DPF, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2012, da Direção Geral do Departamento

Leia mais

LEI Nº 317 DE 31 DE DEZEMBRO DE O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA, faço saber que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 317 DE 31 DE DEZEMBRO DE O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA, faço saber que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 317 DE 31 DE DEZEMBRO DE 2001 Dispõe sobre a criação da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA, faço saber que a Assembléia Legislativa

Leia mais

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL VEDAÇÕES EM ÚLTIMO ANO DE MANDATO 1 ART. 42 - VEDAÇÕES de 1º de maio a 31 de dezembro: Contrair obrigação de despesa, nos últimos 8 meses, que não possa ser cumprida (paga)

Leia mais

OS DESAFIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL. Professora Rosilene Diniz

OS DESAFIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL. Professora Rosilene Diniz OS DESAFIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL Professora Rosilene Diniz O QUE É SEGURANÇA PÚBLICA E QUAIS OS ÓRGÃOS RESPONSÁVEIS PELA SEGURANÇA DO CIDADÃO? O QUE FAZ CADA ÓRGÃO FEDERATIVO PARA GARANTIR A

Leia mais

PROVA PRÁTICA P 4 SENTENÇA PENAL

PROVA PRÁTICA P 4 SENTENÇA PENAL PROVA PRÁTICA P 4 SENTENÇA PENAL Nesta prova, que vale dez pontos, faça o que se pede, usando os espaços para rascunho indicados no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para o CADERNO DE TEXTO

Leia mais

Rio, de norte a sul Leitura: atividades

Rio, de norte a sul Leitura: atividades Rio, de norte a sul Leitura: atividades 1. Complete a tabela com dados dos personagens da crônica, conforme o exemplo. Nome Quem é Como é (adjetivos) Vânia Moradora do Grajaú Hesitante, nervosa, com medo

Leia mais

Ao todo, 14 pessoas foram detidas, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA).

Ao todo, 14 pessoas foram detidas, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA). Presos na madrugada desta sexta-feira (20) os suspeitos pelos ataques a ônibus ocorridos na noite de quinta-feira (19), na Região Metropolitana de São Luís. Ao todo, 14 pessoas foram detidas, segundo a

Leia mais

Quanto custa o roubo de cargas no Brasil?

Quanto custa o roubo de cargas no Brasil? Quanto custa o roubo de cargas no Brasil? Março/2017 Conselho Empresarial de Defesa e Segurança Gerência de Estudos de Infraestrutura Diretoria de Desenvolvimento Econômico Sistema FIRJAN O roubo de cargas

Leia mais

(ECDC/AD/2016/SRS-ETB)

(ECDC/AD/2016/SRS-ETB) Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças Vaga para o lugar Perito em Tuberculose na Unidade Vigilância e Apoio à Resposta (ECDC/AD/2016/SRS-ETB) Convidam-se os interessados a apresentar candidaturas

Leia mais

Carta de Serviços aos Cidadãos. Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Carta de Serviços aos Cidadãos. Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Carta de Serviços aos Cidadãos Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Missão Garantir a legitimidade do processo eleitoral. Visão Consolidar a credibilidade da Justiça Eleitoral, especialmente

Leia mais

,8 Km² 15 megarregiões 63 microrregiões 645 cidades 41,5 milhões de habitantes 3 milhões de imigrantes (70 nacionalidades) 23 milhões de

,8 Km² 15 megarregiões 63 microrregiões 645 cidades 41,5 milhões de habitantes 3 milhões de imigrantes (70 nacionalidades) 23 milhões de Secretaria de Segurança Pública Senado Federal 06 de novembro de 2013 Fernando Grella Vieira CARACTERÍSTICAS ESTADO DE SÃO PAULO 248.208,8 Km² 15 megarregiões 63 microrregiões 645 cidades 41,5 milhões

Leia mais

PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO N O 2, DE 2016 (Medida Provisória nº 693, de 2015)

PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO N O 2, DE 2016 (Medida Provisória nº 693, de 2015) PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO N O 2, DE 2016 (Medida Provisória nº 693, de 2015) Altera as Leis n os 12.780, de 9 de janeiro de 2013, que dispõe sobre medidas tributárias referentes à realização, no Brasil,

Leia mais

Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ

Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ Eduardo Paes e Filipe Pereira debateram saúde no SinMed/RJ Dando continuidade aos debates com os candidatos a Prefeito do município do Rio de Janeiro, o SinMed/RJ recebeu, no último dia 14/8/08, Eduardo

Leia mais

Medição do Desempenho Organizacional. SPE-3/7ª SCh EME

Medição do Desempenho Organizacional. SPE-3/7ª SCh EME Medição do Desempenho Organizacional SPE-3/7ª SCh EME OBJETIVO Conhecer os Fundamentos da Medição do Desempenho Organizacional e a sua relação com o GEPEEx e o PES. ROTEIRO Introdução Mapa Estratégico

Leia mais

Coordenação Integrada de Combate aos Crimes Ambientais

Coordenação Integrada de Combate aos Crimes Ambientais Coordenação Integrada de Combate aos Crimes Ambientais Secretaria de Estado do Ambiente Coordenador da CICCA José Maurício Padrone DECRETO N 43.641 DE 15 DE JUNHO DE 2012 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO, IMPLANTAÇÃO,

Leia mais

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte:

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: 1 - Presidente da República 2 - Vice-Presidente da República (*1) Governador

Leia mais

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 Elaborado em 09 de julho de 2013 REFORMA POLÍTICA DEPUTADOS DESCARTAM REFORMA POLÍTICA VÁLIDA PARA 2014 O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial Lisboa, Museu Militar, 21 de

Leia mais

O Que Devemos Saber Sobre a Oração

O Que Devemos Saber Sobre a Oração O Que Devemos Saber Sobre a Oração Os discípulos pediram para Jesus lhes ensinar a orarem! Mateus 6:9-15 Portanto, orem assim: Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o teu nome é Santo.

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria Confederação Nacional da Indústria SONDAGEM INDUSTRIAL Ano 6 Número 3 Dezembro de 2016 www.fieto.com.br EDIÇÃO ESPECIAL ~ PERMANECEM DIFÍCEIS AS CONDIÇOES DE FINANCIAMENTO NA INDÚSTRIA A atual crise na

Leia mais

Sociedade Veteranos de 32-MMDC

Sociedade Veteranos de 32-MMDC Sociedade Veteranos de 32-MMDC Monumento Mausoléu ao Soldado Constitucionalista de 32 Praça Ibrahim Nobre, São Paulo/SP, Tel: (11) 3105-8541 Utilidade Pública pela Lei Estadual 5.530 de 14/1/60 e pelo

Leia mais

PLANO NACIONAL DE COMBATE À INFORMALIDADE PLANCITE

PLANO NACIONAL DE COMBATE À INFORMALIDADE PLANCITE PLANO NACIONAL DE COMBATE À INFORMALIDADE Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Ceará SRTE/CE Seção de Inspeção do Trabalho - SEINT 16 de Junho de 2015 Contexto Em maio de 2014 o ministro

Leia mais

67 ESPECIAL SONDAGEM

67 ESPECIAL SONDAGEM Indicadores CNI SONDAGEM 67 ESPECIAL Financiamento para capital de giro Piora das condições de financiamento na indústria As condições de crédito de capital de giro têm se deteriorado com a atual crise

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO LEI Nº 11.200 DE 30/01/1995 (DOPE 31/01/1995) ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO ESTADO NOTA 1: Os cargos em comissão fixados nesta Lei, foram extintos pelo Art. 16 da Lei nº 11.629, de 28 de janeiro de 1999.

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62º da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: MEDIDA PROVISÓRIA Nº. 2.200-2, 2, DE 24 DE AGOSTO DE 2001 Institui a Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, transforma o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação em autarquia,

Leia mais

SEGURANÇA NACIONAL. A Segurança Nacional comporta cinco áreas fundamentais a saber:

SEGURANÇA NACIONAL. A Segurança Nacional comporta cinco áreas fundamentais a saber: SEGURANÇA NACIONAL A CASA-CE entende a Segurança Nacional, como sendo a actividade organizada do Estado e dos cidadãos, que visa a protecção, defesa, paz, e a tranquilidade do país, com ênfase na sua população,

Leia mais

PRIMEIRO REINADO A formação do Estado nacional brasileiro

PRIMEIRO REINADO A formação do Estado nacional brasileiro PRIMEIRO REINADO 1822-1831 A formação do Estado nacional brasileiro 1. A Confederação do Equador A Confederação do Equador foi um movimento político e revolucionário ocorrido na região Nordeste do Brasil

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: EDITORIA: ESPECIAL

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: EDITORIA: ESPECIAL FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 09.06.16 EDITORIA: ESPECIAL CONTINUAÇÃO VEÍCULO: BLOG DO BG DATA: 08.06.16 08/06/2016 às 17:24 em: Diversos Governador e líderes empresariais repercutem investimentos

Leia mais

Caracterização dos Recursos Físicos e Humanos dos Órgãos Estaduais de Segurança Pública. Efetivo Armas Letais Viaturas Coletes a Prova de Balas

Caracterização dos Recursos Físicos e Humanos dos Órgãos Estaduais de Segurança Pública. Efetivo Armas Letais Viaturas Coletes a Prova de Balas Ministério da Justiça Caracterização dos Recursos Físicos e Humanos dos Órgãos Estaduais de Segurança Pública Efetivo Armas Letais Viaturas Coletes a Prova de Balas Uma Perspectiva Democrática e Contemporânea

Leia mais

Banco do Brasil. Atualizado em 11/01/10. Cobra Tecnologia: 2º e 3º graus. Até R$2.

Banco do Brasil.  Atualizado em 11/01/10. Cobra Tecnologia: 2º e 3º graus. Até R$2. Página 1 de 6 Atualizado em 11/01/10 Banco do Brasil Cobra Tecnologia: 2º e 3º graus. Até R$2.860 Saiu o edital do concurso da Cobra Tecnologia, empresa do Banco do Brasil, para cargos dos ní superior,

Leia mais

9 Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury

9 Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury 9 Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury Saúde Suplementar O sistema está em crise? 14/04/2016 PESQUISA CONTRATUALIZAÇÃO LEI MS 13.003/2014 Regulamentada pelas Resoluções Normativas 363, 364 e 365/2014 - ANS

Leia mais

HISTÓRIA. Professor Orlando Stiebler. MÓDULO 13 A Era Vargas I

HISTÓRIA. Professor Orlando Stiebler. MÓDULO 13 A Era Vargas I HISTÓRIA Professor Orlando Stiebler MÓDULO 13 A Era Vargas I Ante à insistência do presidente Washington Luís em lançar como candidato o seu apadrinhado político, (o paulista Júlio Prestes) em detrimento

Leia mais

ESTRUTURA DE GOVERNANÇA NA LIGHT

ESTRUTURA DE GOVERNANÇA NA LIGHT ESTRUTURA DE GOVERNANÇA NA LIGHT Na estrutura de governança da companhia, o Fórum de Acionistas é o órgão responsável por consolidar o alinhamento das decisões dentro do grupo controlador. Ele é formado

Leia mais

Segmento de Justiça Eleitoral. 18 de outubro de 2016 Brasília/DF

Segmento de Justiça Eleitoral. 18 de outubro de 2016 Brasília/DF 2ª Reunião Preparatória Segmento de Justiça Eleitoral 18 de outubro de 2016 Brasília/DF META NACIONAL: Julgar mais processos que os distribuídos (atual Meta 1) Celeridade e produtividade na prestação jurisdicional

Leia mais

NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL FSB COMUNICAÇÕES. 1) Análise do contexto da organização

NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL FSB COMUNICAÇÕES. 1) Análise do contexto da organização NA COPA DO MUNDO DA ÁFRICA DO SUL 2010 - FSB COMUNICAÇÕES 1) Análise do contexto da organização A Embratur é a autarquia especial do Ministério do Turismo responsável pela execução da Política Nacional

Leia mais

Gestão de Projetos. Alberto Felipe Friderichs Barros

Gestão de Projetos. Alberto Felipe Friderichs Barros Gestão de Projetos Alberto Felipe Friderichs Barros O enxugamento dos quadros de pessoal e o aumento da necessidade de especialização técnica têm levado muitas empresas a recrutar no mercado profissionais

Leia mais

f^isf""w^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Gabinete Vereador Robert 1903/2QÍ4 EXMO SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA

f^isfw^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Gabinete Vereador Robert 1903/2QÍ4 EXMO SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA f^isf""w^_~'(. CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA 1903/2QÍ4 REQUERIMENTO N 2014 Requer que seja outorgada a MEDALHA BOTICÁRIO FERREIRA ao Exmo. Sr. Engenheiro Aldenor Figueiredo Brito, Presidente Estadual do

Leia mais

Você encontrará vários outros materiais gratuitos em meu site:

Você encontrará vários outros materiais gratuitos em meu site: Você encontrará vários outros materiais gratuitos em meu site: www.legislacaomilitar.com.br DIREITO ADMINSITRATRIVO MILITAR (NORMAS PERTINENTES À PMTO) Prof. Sérgio Nunnes: Especialista em Direito Constitucional,

Leia mais

DELEGADOS FAZEM PARALISAÇÃO HISTÓRICA

DELEGADOS FAZEM PARALISAÇÃO HISTÓRICA De 04 a 11 de agosto de 2016 - Edição nº 058 DELEGADOS FAZEM PARALISAÇÃO HISTÓRICA Durante assembleia, realizada no dia 03 de agosto, na sede do Clube da Adepol, os associados decidiram parar por 48 horas.

Leia mais

LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO

LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO LIVRO I - DIREITO MATERIAL Rafael Carvalho Rezende Oliveira 1. Introdução 1.1. A importância do combate à corrupção

Leia mais