GINCANA DE FÍSICA TAREFA 1 TEMPO MÁXIMO PARA REALIZAÇÃO: 10 MINUTOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GINCANA DE FÍSICA TAREFA 1 TEMPO MÁXIMO PARA REALIZAÇÃO: 10 MINUTOS"

Transcrição

1 TAREFA 1 10 MINUTOS Medir com uma trena um dos lados de uma das quadras de esporte linearmente. Usar a fita adesiva branca para marcar o início e fim da reta que está medindo. Colocar o resultado do valor de comprimento obtido nas seguintes unidades: metros, milímetros, centímetros e quilômetros. OBS: Anotar os valores de comprimento do lado da quadra de esportes escolhida obtidos pela equipe também em suas folhas de rascunho.

2 TAREFA 2 15 MINUTOS No mesmo comprimento medido pela equipe na tarefa 1 um aluno responsável pela parte prática deve percorrer o trajeto caminhando normalmente e outro, também responsável pela parte prática na gincana, depois deve percorrer o mesmo trajeto caminhando sem desencostar os joelhos. A cada caminhada o aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo decorrido. Colocar os resultados dos valores de tempo obtidos nas seguintes unidades: segundos, minutos e horas. OBS: Anotar os valores de tempo de cada integrante participante da atividade obtidos também em suas folhas de rascunho da equipe.

3 TAREFA 3 10 MINUTOS Através do valor de comprimento obtido na tarefa 1 e dos valores de tempo obtidos na tarefa 2 a equipe deve: Calcular a RAPIDEZ MÉDIA dos dois integrantes que caminharam anteriormente na unidade de medida do Sistema Internacional. Lembrando que: A rapidez média é uma grandeza escalar (ou seja, nada nos informa sobre a direção e o sentido do movimento) e corresponde à razão entre a distância percorrida por um corpo e o intervalo de tempo que demorou a percorrê-la.

4 TAREFA 4 10 MINUTOS Através do valor de comprimento obtido na tarefa 1 e dos valores de tempo obtidos na tarefa 2 a equipe deve: Calcular a VELOCIDADE MÉDIA dos dois integrantes que caminharam anteriormente na unidade de medida do Sistema Internacional. Lembrando que: A velocidade média é uma grandeza que, para além de nos informar sobre a rapidez com que um corpo muda de posição, informa-nos também sobre a direção e o sentido do movimento. É uma grandeza vetorial. Corresponde à razão entre o deslocamento e o intervalo de tempo.

5 TAREFA 5 20 MINUTOS Ainda no mesmo espaço dimensionado na tarefa 1, o aluno que caminhou normalmente na tarefa 2 agora deve correr e o aluno que caminhou sem desencostar os joelhos deve continuar mantendo os joelhos juntos e agora também correr desta maneira. A cada corrida o aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo decorrido. Colocar os resultados dos valores de tempo obtidos na unidade de medida de tempo no Sistema Internacional. Através do valor de comprimento obtido na tarefa 1 e dos valores de tempo acima deve-se: Calcular A RAPIDEZ MÉDIA E A VELOCIDADE MÉDIA dos dois integrantes que correram anteriormente na unidade de medida do Sistema Internacional.

6 TAREFA 6 30 MINUTOS Escolher um espaço quadrado ou retangular, como uma das quadras de esporte da escola ou parte dela, e medir com uma trena todos os lados desse espaço. Usar a fita adesiva branca para marcar, de alguma forma, o espaço escolhido. Colocar o resultado do valor de comprimento do perímetro obtido nas unidades: metros e quilômetros. No perímetro medido pela equipe, um aluno responsável pela parte prática deve percorrer o trajeto caminhando normalmente e outro, também responsável pela parte prática na gincana, depois deve percorrer o mesmo perímetro correndo. O aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo decorrido durante a caminhada e a corrida. Colocar os resultados dos valores de tempo obtidos nas unidades: segundos e horas.

7 TAREFA 6 30 MINUTOS Através do valor de comprimento do perímetro obtido anteriormente relacionando-o à distância percorrida e dos valores de tempo relacionando-os ao intervalo de tempo gasto para a corrida e da caminhada, deve-se: Calcular A RAPIDEZ MÉDIA dos dois integrantes que participaram da atividade prática nas seguintes unidades: metro por segundo (m/s) e quilômetro por hora (km/h).

8 TAREFA 6 30 MINUTOS Através do deslocamento escalar obtido anteriormente ao percorrer o perímetro medido e dos valores de tempo relacionando-os ao intervalo de tempo gasto para a corrida e da caminhada, deve-se: Calcular A VELOCIDADE MÉDIA dos dois integrantes que participaram da atividade prática nas seguintes unidades: metro por segundo (m/s) e quilômetro por hora (km/h).

9 TAREFA 7 40 MINUTOS No mesmo espaço quadrado ou retangular escolhido na tarefa 6, os alunos responsáveis pela parte prática devem percorrer correndo: o primeiro somente a primeira reta do espaço medido; o segundo, a primeira e segunda reta do espaço medido; o terceiro, a primeira, segunda e terceira reta do espaço medido. O aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo da corrida de cada um. Informar o INTERVALO DE TEMPO (em s) que cada aluno demorou a correr seu percurso. Informar a DISTÂNCIA PERCORRIDA (em m) por cada um dos alunos na sua corrida.

10 TAREFA 7 40 MINUTOS Informar o DESLOCAMENTO ESCALAR (em m) de cada um dos alunos na sua corrida. OBS: Lembre que... O deslocamento escalar é medido pela diferença entre o ponto final e o ponto inicial da variação da posição. Logo, por exemplo, o segundo corredor terá seu deslocamento escalar calculado através do Teorema de Pitágoras: Onde, comparando com a figura, o segundo corredor percorreu os catetos 1 e 2, portanto, sua variação de posição, ou seja, seu deslocamento escalar será o valor de comprimento da hipotenusa, que pode-se calcular da seguinte forma: (cateto 1) 2 + (cateto 2) 2 = (hipotenusa) 2 ; ou, (cateto 1) + (cateto 2) = hipotenusa; O deslocamento escalar seria, então, a menor distância em linha reta entre a posição inicial e a posição final ocupadas. Seguindo este raciocínio fica fácil perceber qual é o deslocamento escalar do terceiro corredor.

11 TAREFA 7 40 MINUTOS Com o valor da distância percorrida e do intervalo de tempo de cada corrida desenvolvida pelos alunos corredores em seus respectivos percursos, deve-se: Calcular A RAPIDEZ MÉDIA de cada um dos três corredores (em m/s): RESPONDA A PERGUNTA: Qual dos três alunos corredores desenvolveu maior rapidez média? RESPOSTA:

12 TAREFA 7 40 MINUTOS Com o valor do deslocamento escalar e do intervalo de tempo de cada corrida desenvolvida pelos alunos corredores em seus respectivos percursos, deve-se: Calcular A VELOCIDADE MÉDIA de cada um dos três corredores (em m/s): RESPONDA A PERGUNTA: Qual dos três alunos corredores desenvolveu menor velocidade média? RESPOSTA:

13 TAREFA 8 20 MINUTOS Medir com uma trena uma longa linha reta no chão e marcar com giz todo o percurso retilíneo medido nomeando seu INICÍO e FIM. Informe o valor do comprimento (em m) da reta obtida pela equipe: Os alunos responsáveis pela parte prática devem percorrer a reta marcada o mais rápido possível realizando cada um durante o percurso uma das três seguintes tarefas: picando uma bola de basquete no chão; lançando uma bola de vôlei de uma mão para outra; tocando uma bola de futebol de um pé para outro. O aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo do percurso de cada um. Informar o INTERVALO DE TEMPO (em s) que cada aluno demorou a cumprir sua tarefa. Calcular, agora, a RAPIDEZ MÉDIA e a VELOCIDADE MÉDIA de cada aluno:

14 TAREFA 9 15 MINUTOS Pegar uma bola de vôlei e uma bola de futebol, e na linha reta marcada no chão com giz, os alunos responsáveis pelas atividades práticas, primeiro devem sacar a bola de vôlei de um lado a outro da reta e depois, devem chutar a bola de futebol também de um lado a outro da mesma reta. O aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo que cada bola demorou para percorrer o espaço linear medido na tarefa 8. Informar o INTERVALO DE TEMPO (em s) que cada bola demorou no percurso Calcular a RAPIDÉZ MÉDIA da bola de vôlei no saque: Calcular a VELOCIDADE MÉDIA da bola de futebol no chute:

15 TAREFA MINUTOS Os três alunos responsáveis pela parte prática devem fazer uma corrida com revezamento na mesma reta marcada na tarefa 8. O primeiro aluno sai do INÍCIO picando no chão uma bola de basquete até o FIM da reta onde o segundo aluno deve receber ainda picando a bola do colega e voltar para o INÍCIO também picando a bola e, por último, o terceiro aluno recebe a bola da mesma forma anterior e vai até o FIM da reta sempre picando a bola de basquete. O aluno responsável pelo cronômetro deve marcar o tempo total do revezamento, ou seja, começa a marcar a partir da saída do primeiro aluno do INÍCIO e para de marcar o tempo na chegada do terceiro aluno no FIM. Informar o INTERVALO DE TEMPO (em s) do revezamento com a bola de basquete. Calcular a RAPIDÉZ MÉDIA do revezamento com a bola de basquete: Calcular a VELOCIDADE MÉDIA do revezamento com a bola de basquete:

CINEMÁTICA. Introdução

CINEMÁTICA. Introdução CINEMÁTICA Introdução Cinemática Parte da Física que estuda o movimento sem preocupar-se com as causas que deram origem ou interferem no movimento. Ponto material ou partícula Dizemos que um corpo é uma

Leia mais

Cursinho TRIU 22/04/2010. Física Mecânica Aula 1. Cinemática Escalar Exercícios Resolução

Cursinho TRIU 22/04/2010. Física Mecânica Aula 1. Cinemática Escalar Exercícios Resolução Física Mecânica Aula 1 Cinemática Escalar Exercícios Resolução 1. O ônibus movimenta-se com velocidade constante, sem mudar sua trajetória. Então, tanto a lâmpada quanto o passageiro, que estão dentro

Leia mais

Movimento fev retilíneo e uniforme. 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto

Movimento fev retilíneo e uniforme. 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto 08 Movimento fev retilíneo e uniforme (MU) 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto RESUMO Ao estudarmos o Movimento Uniforme (ou MU) estamos nos referindo aos movimentos

Leia mais

No instante em que ele passa por Oliveira, dizemos que a sua posição é o km 175 da estrada. Ele percorreu uma distância de 175 km:

No instante em que ele passa por Oliveira, dizemos que a sua posição é o km 175 da estrada. Ele percorreu uma distância de 175 km: Definições: Cinemática: Parte da mecânica que estuda o movimento sem se preocupar com suas causas. Ponto de referência (referencial, observador): Todas as medidas e observações feitas de um determinado

Leia mais

- A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas desse movimento. RESPONDA!

- A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas desse movimento. RESPONDA! CAPÍTULO 11 O MOVIMENTO COM VELOCICADE CONSTANTE - A mecânica é a parte da Física que estuda os movimentos; - Ela pode ser dividida em: A) CINEMÁTICA - Estuda o movimento dos corpos sem abordar as causas

Leia mais

I.1.2. RAPIDEZ MÉDIA E VELOCIDADE

I.1.2. RAPIDEZ MÉDIA E VELOCIDADE Ciências Físico-químicas - 9º ano de escolaridade Quão rápido és tu? COMPETÊNCIAS Definir rapidez média, indicar a respetiva unidade SI e aplicar a definição em movimentos com trajetórias retilíneas ou

Leia mais

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão)

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) 06 10 fevereiro Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Cinemática REVISÃO ENEM 1. SISTEMAS DE REFERÊNCIA

Cinemática REVISÃO ENEM 1. SISTEMAS DE REFERÊNCIA REVISÃO ENEM Cinemática CINEMÁTICA é a parte da Mecânica que descreve os movimentos, sem levar em consideração as causas do mesmo. Os conceitos de espaço, movimento, repouso e trajetória são relativos,

Leia mais

FÍSICA 1ºTA REPOSICAÇÃO 2015 CINEMÁTICA ESCALAR DEFINIÇÕES E CONCEITOS

FÍSICA 1ºTA REPOSICAÇÃO 2015 CINEMÁTICA ESCALAR DEFINIÇÕES E CONCEITOS FÍSICA ºTA REPOSICAÇÃO 205 CINEMÁTICA ESCALAR DEFINIÇÕES E CONCEITOS O QUE É A CINEMÁTICA A Cinemática estuda o movimento dos corpos, independentemente das causas desse movimento. Seu objetivo é descrever

Leia mais

FÍSICA A Aula 12 Os movimentos variáveis.

FÍSICA A Aula 12 Os movimentos variáveis. FÍSICA A Aula 12 Os movimentos variáveis. TIPOS DE MOVIMENTO O único tipo de movimento estudado até agora foi o movimento uniforme, em que temos velocidade constante durante todo percurso ou todo intervalo

Leia mais

7ª) A soma dos catetos de um triângulo retângulo vale 63 e o valor da hipotenusa vale 45. Determine o valor de cada dos catetos.

7ª) A soma dos catetos de um triângulo retângulo vale 63 e o valor da hipotenusa vale 45. Determine o valor de cada dos catetos. Juntos na construção de um ensino eficaz. Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Uberaba Atividades variadas para preparação do 1 0 Ano do Ensino Médio - 101 e 102 1ª) Transcrevam os número abaixo em

Leia mais

ALGUMAS RAZÕES ESPECIAIS

ALGUMAS RAZÕES ESPECIAIS ALGUMAS RAZÕES ESPECIAIS VELOCIDADE MÉDIA Se uma viagem de 210 km é realizada em 3 horas por um automóvel, podemos imaginar a viagem da seguinte maneira: Daí, dizemos que a velocidade média desenvolvida

Leia mais

Física. Disciplina: Ciências Naturais Professor: Mário César Castro

Física. Disciplina: Ciências Naturais Professor: Mário César Castro GDF - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DF SUBSECRETARIA DE SUPORTE EDUCACIONAL DO DF GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 Física Disciplina: Ciências Naturais Professor:

Leia mais

MOVIMENTO UNIFORME E VELOCIDADE MÉDIA APOSTILA 3 CAPÍTULO 12 E 13 DE FÍSICA

MOVIMENTO UNIFORME E VELOCIDADE MÉDIA APOSTILA 3 CAPÍTULO 12 E 13 DE FÍSICA MOVIMENTO UNIFORME E VELOCIDADE MÉDIA APOSTILA 3 CAPÍTULO 12 E 13 DE FÍSICA Movimento O que é o movimento? É a variação de posição espacial de um objeto ou ponto material em relação a um referencial no

Leia mais

FÍSICA - I. Objetivos AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA. Identificar as características de um movimento unidimensional com ênfase no movimento retilíneo.

FÍSICA - I. Objetivos AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA. Identificar as características de um movimento unidimensional com ênfase no movimento retilíneo. FÍSICA - I MVIMENT EM UMA DIMENSÃ Prof. M.Sc. Lúcio P. Patrocínio bjetivos Identificar as características de um movimento unidimensional com ênfase no movimento retilíneo. Estabelecer os conceitos de deslocamento,

Leia mais

Conceitos Essenciais da Cinemática 1

Conceitos Essenciais da Cinemática 1 Conceitos Essenciais da Cinemática 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Mecânica Cinemática: Estudo das características do movimento de um corpo sem se preocupar com o (s) agente (s) que o causou. Dinâmica:

Leia mais

Física I. Aula 02: Movimento Retilíneo. Tópico 02: Velocidade; Movimento Retilíneo Uniforme

Física I. Aula 02: Movimento Retilíneo. Tópico 02: Velocidade; Movimento Retilíneo Uniforme Tópico 02: Velocidade; Movimento Retilíneo Uniforme Aula 02: Movimento Retilíneo Observe o movimento da tartaruga acima. Note que a cada segundo, ela anda 10cm e mantém sempre esse movimento. A velocidade

Leia mais

FÍSICA. Prof. Emerson. Módulo 3

FÍSICA. Prof. Emerson. Módulo 3 FÍSICA Prof. Emerson Módulo 3 GRANDEZA FÍSICA A tudo aquilo que pode ser medido, associando-se um valor numérico a uma unidade de medida, dá-se o nome de GRANDEZA FÍSICA. TIPOS DE GRANDEZAS GRANDEZA ESCALAR

Leia mais

Introdução à Cinemática

Introdução à Cinemática Mecânica: Cinemática Introdução à Cinemática Conceitos Iniciais Prof. Murillo Nascente I- CONCEITOS BÁSICOS DE CINEMÁTICA 1. Cinemática: É a parte da mecânica que estuda os movimentos dos corpos ou partículas

Leia mais

Resoluções dos exercícios propostos

Resoluções dos exercícios propostos 1 P.61 αm v 360 km/h 5 s αm ou α m v α m 14,4 km/h s 360 0 3,6 α m 4 m/s 5 P.6 Em cada segundo a velocidade do corpo aumenta de 1,6 m/s. Portanto: t 0 0 v 0 0 t 1 1 s v 1 1,6 m/s t s v (1,6 1,6) m/s 3,

Leia mais

Considerando movimentos rectilíneos efectuados num só sentido, a partir da equação anterior, podemos deduzir que:

Considerando movimentos rectilíneos efectuados num só sentido, a partir da equação anterior, podemos deduzir que: Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências / Física Data: / /2012 Estudante: 9º Ano A grandeza física que mede a variação da velocidade ao longo do tempo é a aceleração média. Um valor numérico que

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOÃO GUALBERTO

COLÉGIO SÃO JOÃO GUALBERTO RESOLUÇÃO COMENTADA Prof.: Pedro Bittencourt Série: 1ª Turma: A Disciplina: Física Nota: Atividade: Avaliação mensal 1º bimestre Valor da Atividade: 10 Instruções Esta avaliação é individual e sem consulta.

Leia mais

MECÂNICA. DINÂMICA: Procura investigar suas causar, ou seja, o porquê de um movimento estar ocorrendo.

MECÂNICA. DINÂMICA: Procura investigar suas causar, ou seja, o porquê de um movimento estar ocorrendo. MECÂNICA - Área da Física que estuda os movimentos. Foi dividida em: CINEMÁTICA: Estuda o movimento dos corpos sem enfocar sua causa, procurando investigar o que está acontecendo durante esse movimento:

Leia mais

Cinemática. A Cinemática é a parte da Mecânica que estuda e descreve o movimento dos corpos, sem se preocupar com suas causas (forças).

Cinemática. A Cinemática é a parte da Mecânica que estuda e descreve o movimento dos corpos, sem se preocupar com suas causas (forças). Cinemática A Cinemática é a parte da Mecânica que estuda e descreve o movimento dos corpos, sem se preocupar com suas causas (forças). Movimento Observando os corpos a nossa volta, podemos ter intuitivamente

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média UNIDADES DE MEDIDAS

Leia mais

Cinemática Gráficos Cinemáticos 1- Na figura estão representados os diagramas de velocidade de dois móveis em função do tempo. Esses móveis partem de um mesmo ponto, a partir do repouso, e percorrem a

Leia mais

UNIDADES DE MEDIDA. 1 litro = 1 dm 3 GRANDEZAS:

UNIDADES DE MEDIDA. 1 litro = 1 dm 3 GRANDEZAS: UNIDADES DE MEDIDA GRANDEZAS: COMPRIMENTO - No sistema métrico decimal, a unidade fundamental para medir comprimentos é o metro, cuja abreviação é m. Existem os múltiplos e os submúltiplos do metro, veja

Leia mais

9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Função Afim Resolução de Exercícios 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Funções Afim Resolução de Exercícios 1 Exercícios Introdutórios Exercício 7. Seja a função afim: f : R R x

Leia mais

Exemplo: Algoritmo fundamental da divisão: Exemplo:

Exemplo: Algoritmo fundamental da divisão: Exemplo: RAZÃO E PROPORÇÃO Vamos revisar o conceito de divisão. A divisão é uma das quatro operações fundamentais da Matemática que pode ser representada da seguinte forma: Algoritmo da divisão: Exemplo: Algoritmo

Leia mais

CAPÍTULO. 8.3 Saltos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24

CAPÍTULO. 8.3 Saltos. Atletismo. José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira. cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24 8 CAPÍTULO Atletismo 8.3 Saltos José Mauro Silva Vidigal Adriana Antunes Vieira cap8.3.indd 1 27/05/13 18:24 cap8.3.indd 2 27/05/13 18:24 CAPACIDADES ATLETISMO SALTOS COORDENATIVAS PRESSÃO DE TEMPO ATIVIDADES

Leia mais

Docente Marília Silva Soares Ano letivo 2012/2013 1

Docente Marília Silva Soares Ano letivo 2012/2013 1 Ciências Físico-químicas - 9º ano de 1.1. COMPETÊNCIAS Reconhecer que repouso e movimento são conceitos relativos; Conhecer a noção de referencial; Identificar situações de movimento e repouso em relação

Leia mais

Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano

Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano A cinemática é a parte da Mecânica que descreve o movimento, determinando a posição, a velocidade e a aceleração de um corpo em cada instante. Os

Leia mais

Disciplina: Física Ano: 2º Ensino Médio Professora: Daniele Santos Lista de Exercícios 04 Cinemática Vetorial e Composição de Movimentos

Disciplina: Física Ano: 2º Ensino Médio Professora: Daniele Santos Lista de Exercícios 04 Cinemática Vetorial e Composição de Movimentos INSTITUTO GAY-LUSSAC Disciplina: Física Ano: 2º Ensino Médio Professora: Daniele Santos Lista de Exercícios 04 Cinemática Vetorial e Composição de Movimentos Questão 1. Um automóvel percorre 6,0km para

Leia mais

Movimento. Movimento e Repouso são conceitos relativos. PORQUÊ?

Movimento. Movimento e Repouso são conceitos relativos. PORQUÊ? Movimento Movimento e Repouso são conceitos relativos. PORQUÊ? 1 Movimento -Referencial Referencial Durante o voo as posições ocupadas pelo avião variam no decurso do tempo x x x x x x Avião está em Movimento

Leia mais

Introdução à Cinemática

Introdução à Cinemática Introdução à Cinemática Física_1 EM Profa. Kelly Pascoalino Mecânica Cinemática: Estudo das características do movimento de um corpo sem se preocupar com o (s) agente (s) que o causou. Dinâmica: Estudo

Leia mais

Introdução à Cinemática

Introdução à Cinemática Introdução à Cinemática Física_1 EM Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Conceitos fundamentais da cinemática; Deslocamento escalar; Velocidade média; Aceleração média. Conceitos fundamentais da cinemática

Leia mais

MOVIMENTO - considera-se que um objecto está em movimento quando a sua posição muda relativamente ao referencial considerado.

MOVIMENTO - considera-se que um objecto está em movimento quando a sua posição muda relativamente ao referencial considerado. SEGURANÇA RODOVIÁRIA Os condutores não devem: - Ingerir bebidas alcoólicas; - Fazer refeições pesadas; - Falar ao telemóvel; Os Condutores devem: - Respeitar as regras de trânsito; - Respeitar os limites

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Semana 2 Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 06/02

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO CIÊNCIAS - FÍSICA TRABALHO DE RECUPERAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL ANO: 9º TURMAS: A B C D E ETAPA: 2ª ANO: 2017 PROFESSOR: FELIPPE CANUTO ALUNO(A): Nº: QUESTÃO 1 Uma tartaruga caminha, em linha reta, a 40 metros/hora,

Leia mais

1º Lista de exercícios Cinemática parte 1

1º Lista de exercícios Cinemática parte 1 1º Lista de exercícios Cinemática parte 1 Questão 1: Empresas de transportes rodoviários equipam seus veículos com um aparelho chamado tacógrafo, capaz de produzir sobre um disco de papel, o registro ininterrupto

Leia mais

Sobre ombros de gigantes EQUIPE DE FÍSICA-1º ANO/CMB Profs. Adameck, Eliete, SO Antônio Marcos & Luciano MOVIMENTO UNIFORME

Sobre ombros de gigantes EQUIPE DE FÍSICA-1º ANO/CMB Profs. Adameck, Eliete, SO Antônio Marcos & Luciano MOVIMENTO UNIFORME Sobre ombros de gigantes EQUIPE DE FÍSICA-1º ANO/CMB Profs. Adameck, Eliete, SO Antônio Marcos & Luciano MOVIMENTO UNIFORME 1) (FGV-SP) Numa corrida de Fórmula 1 a volta mais rápida foi feita em 1 min

Leia mais

COLÉGIO PASSIONISTA SANTA MARIA PROF. WELLINGTON LIMA 1. Funções Trigonométricas do Ângulo Agudo. 23/10/2015 3ª SÉRIE A EM

COLÉGIO PASSIONISTA SANTA MARIA PROF. WELLINGTON LIMA 1. Funções Trigonométricas do Ângulo Agudo. 23/10/2015 3ª SÉRIE A EM COLÉGIO PASSIONISTA SANTA MARIA 1. Funções Trigonométricas do Ângulo Agudo. REVISÃO DE TRIGONOMETRIA 23/10/2015 5. Identidades Trigonométricas. Relações Fundamentais. 2. Alguns Valores Notáveis. 3. Conversão

Leia mais

1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno

1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 1ª série do Ensino Médio Turma 2º Bimestre de 2017 Data / / Escola Aluno 22 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Avaliação da Aprendizagem em Processo

Leia mais

SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NOTA SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DATA DA APLICAÇÃO: / / 2015 - TIPO DE AVALIAÇÃO: VE ( ) VC ( x ) VR ( ) VF ( ) 2ªCh

Leia mais

LISTA EXTRA 2ª SÉRIE CINEMÁTICA ESCALAR

LISTA EXTRA 2ª SÉRIE CINEMÁTICA ESCALAR LISTA EXTRA 2ª SÉRIE CINEMÁTICA ESCALAR 1) Um turista, passeando de bugre pelas areias de uma praia em Natal RN, percorre uma trajetória triangular, que pode ser dividida em três trechos, conforme a figura

Leia mais

QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO

QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO 1. (Ita 015) Seja ABCD um trapézio isósceles com base maior AB medindo 15, o lado AD medindo 9 e o ângulo ADB ˆ reto. A distância entre o lado AB e o ponto E em que as diagonais

Leia mais

QUESTÕES DE FÍSICA QUESTÕES

QUESTÕES DE FÍSICA QUESTÕES QUESTÕES 1. Um macaco que pula de galho em galho em um zoológico, demora 6 segundos para atravessar sua jaula, que mede 12 metros. Qual a velocidade média dele? S=12m t=6s, se isolarmos S: 5. Durante uma

Leia mais

Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores

Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores Sigla: Disciplina: Curso: FISAP Física Aplicada Tecnologia em Construção Civil Lista 1 - Movimento Retilíneo, Unidades, Grandezas Físicas e Vetores 1) De volta para casa. Normalmente, você faz uma viagem

Leia mais

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) 06 10 fevereiro Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Semana 6 Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 06/03

Leia mais

Física Professor Dutra / Movimento Retilíneo Uniforme Exercícios (Resolução) Exercício 1. Resolução. S 0 = 15 m Posição Inicial. V = 2 m/s Velocidade

Física Professor Dutra / Movimento Retilíneo Uniforme Exercícios (Resolução) Exercício 1. Resolução. S 0 = 15 m Posição Inicial. V = 2 m/s Velocidade Física Professor Dutra / Movimento Retilíneo Uniforme Exercícios () Física Movimento Retilíneo Uniforme Resoluções dos Exercícios Professor Dutra Exercícios () 1)Um móvel parte da posição 15 m com velocidade

Leia mais

Fundamentos de Mecânica IGc, Licenciatura, Noturno (2016) Lista 01

Fundamentos de Mecânica IGc, Licenciatura, Noturno (2016) Lista 01 1. O prefixo giga significa: (a) 10 3 (b) 10 6 (c) 10 9 (d) 10 12 (e) 10 15 2. O prefixo mega significa: (a) 10-9 (b) 10-6 (c) 10-3 (d) 10 6 (e) 10 9 3. O prefixo pico significa: (a) 10-12 (b) 10-6 (c)

Leia mais

A Matéria em Movimento: Movimento Retilíneo e Uniforme

A Matéria em Movimento: Movimento Retilíneo e Uniforme A Matéria em Movimento: Movimento Retilíneo e Uniforme Capítulo 2 1º bimestre Colégio Contato Farol Professora Thaís Freitas Ensino de Física MECÂNICA Estuda os movimentos. CINEMÁTICA Estuda o estado de

Leia mais

PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES 1ª PROVA:

PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES 1ª PROVA: PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES Objetivo: 1ª PROVA:. Velocidade média de corrida durante as jogadas rápidas e repetidas durante uma partida (distância em km/h) Prova:. 6 tiros

Leia mais

9º Ano/Turma: Data / /2016

9º Ano/Turma: Data / /2016 Estudante: Educadora: Daiana Araújo 9º Ano/Turma: Data / /2016 C.Curricular: Ciências / Física 1) Em uma situação corriqueira do dia a dia, um observador parado no acostamento vê dois automóveis que percorrem

Leia mais

F1: O QUE É MAIS IMPORTANTE, VELOCIDADE OU ACELERAÇÃO?

F1: O QUE É MAIS IMPORTANTE, VELOCIDADE OU ACELERAÇÃO? F1: O QUE É MAIS IMPORTANTE, VELOCIDADE OU ACELERAÇÃO? UOL Esporte (by Gustau Nacarino) Largada do Grande Prêmio da Espanha (9/maio/2010) Estava vendo o Grande Prêmio de F1 da Espanha na TV e lembrei-me

Leia mais

COLÉGIO APHONSIANO. Educando com Seriedade. Lista de MU e MUV 9º ano Profº: Luciano Dias

COLÉGIO APHONSIANO. Educando com Seriedade. Lista de MU e MUV 9º ano Profº: Luciano Dias 1 Conteúdos: - Velocidade Média - Função horária da Posição do MU - Função horária da Posição do MUV - Função horária da Velocidade do MUV - Equação de Torricelli COLÉGIO APHONSIANO Educando com Seriedade

Leia mais

MRU Movimento Retilíneo Uniforme

MRU Movimento Retilíneo Uniforme MRU Movimento Retilíneo Uniforme Podemos dizer que qualquer corpo da natureza descreve um movimento retilíneo e uniforme quando este móvel anda em linha reta e percorre distâncias iguais em tempos iguais.

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR FÓRMULA N2. Introdução

GUIA DO PROFESSOR FÓRMULA N2. Introdução GUIA DO PROFESSOR FÓRMULA N2 Introdução O objeto Fórmula N2 constitui uma ferramenta auxiliar no processo de ensino aprendizagem em Física, trabalha o conteúdo de forma a buscar o desenvolvimento cognitivo

Leia mais

FQA Ficha 2 - deslocamento, espaço e rapidez média

FQA Ficha 2 - deslocamento, espaço e rapidez média ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS FQA Ficha 2 - deslocamento, espaço e rapidez média 11.º Ano Turma A e B 24 Setembro 2014 NOME Nº Turma 1. Considere o movimento de um carrinho de brinquedo que se move numa

Leia mais

Unidade I: Introdução à CINEMÁTICA

Unidade I: Introdução à CINEMÁTICA http://sites.uol.com.br/helderjf Física I Unidade I: Cinemática pág. 1 O que é a Física? palavra física tem origem grega e significa natureza. ssim física é a ciência que estuda a natureza, daí o nome

Leia mais

CURSO PRF 2017 FÍSICA. diferencialensino.com.br FÍSICA NIVELAMENTO 01 1

CURSO PRF 2017 FÍSICA. diferencialensino.com.br FÍSICA NIVELAMENTO 01 1 FÍSICA NIVELAMENTO 01 1 PROFESSOR AULA 001 MATEMÁTICA VICTOR ROCHA (VITINHO) 2 EXERCÍCIOS DE NIVELAMENTO 01) Um automóvel aproxima-se de um paredão, como ilustra a figura. É incorreto afirmar-se que a)

Leia mais

Velocidade (Instantânea)

Velocidade (Instantânea) FAP5 - Fundamentos de Mecânica. Terceira Lista de exercícios. Março de 9. Velocidade (Instantânea) Entregar as soluções dos exercícios e, apresentando todas as etapas necessárias para conseguir resolvê-los;

Leia mais

RETRÓGRADO OU REGRESSIVO: É quando o móvel aumenta suas posições no passar do tempo, ou seja, movimenta-se no mesmo sentido do referencial.

RETRÓGRADO OU REGRESSIVO: É quando o móvel aumenta suas posições no passar do tempo, ou seja, movimenta-se no mesmo sentido do referencial. MRU Movimento Retilíneo Uniforme MRU é o movimento de qualquer móvel com as seguintes características: O móvel percorre distâncias iguais em intervalos de tempo iguais Velocidade constante. Como não varia

Leia mais

Movimento retilíneo uniformemente

Movimento retilíneo uniformemente 15 fev Movimento retilíneo uniformemente variado 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto RESUMO A aceleração (média) é a razão entre a variação de velocidade e o intervalo

Leia mais

REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA.

REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA. REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA. 1 MOVIMENTO OU REPOUSO? Quais são os corpos que estão em repouso? Quais são os corpos que estão em movimento? Para definir repouso ou

Leia mais

CINEMÁTICA CONCEITOS BÁSICOS

CINEMÁTICA CONCEITOS BÁSICOS CINEMÁTICA CONCEITOS BÁSICOS PENSAR É MOVER-SE NO INFINITO (HENRI LACORDAIRE) DIVISÕES PEDAGÓGICAS DA FÍSICA: FÍSICA - MECÂNICA (movimentos) - TERMOLOGIA (calor) - ÓPTICA (luz) - ONDULATÓRIA (ondas) -

Leia mais

PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo DISCIPLINA: Física SÉRIE: 1º A e B ALUNO (A): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Pressão de variabilidade

Pressão de variabilidade Pressão de variabilidade Atividade 1 Nome: Circuito com o pé Material: Cones; arcos; bolas; bastão e banco sueco Descrição: Será montado um circuito, dividido em três setores da seguinte forma: No primeiro

Leia mais

Cinemática, Dinâmica Ondas

Cinemática, Dinâmica Ondas Cinemática, Dinâmica Ondas Licenciatura em Ciências da Natureza Componente Curricular: Energia e Movimento Professor: Sérgio Mittmann Dos Santos Alunos: Chamis Nédia Abdul Khalek, Graziela Traçante Rodrigues,

Leia mais

Diretoria de Ciências Exatas. Laboratório de Física. Roteiro 04. Física Geral e Experimental I (2011/01) Experimento: Queda Livre e Anamorfose

Diretoria de Ciências Exatas. Laboratório de Física. Roteiro 04. Física Geral e Experimental I (2011/01) Experimento: Queda Livre e Anamorfose Diretoria de Ciências Exatas Laboratório de Física Roteiro 04 Física Geral e Experimental I (011/01) Experimento: Queda Livre e Anamorfose 1. Cinemática do Movimento de um objeto em Queda Livre. Nesta

Leia mais

Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição:

Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição: Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição: 1. Hipotenusa, uma senhora aposentada de 75 anos, começou à zero hora do dia primeiro de agosto (segunda-feira) do ano de 2016 a tomar regularmente quatro tipos

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 09/08/2013

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 09/08/2013 QUESTÃO 0 (0, ) RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 09/0/ PROFESSORA: TINA O basquete é uma das modalidades de esporte coletivo mais popular do mundo. Baseado nas informações

Leia mais

MECÂNICA - Princípios do Movimento Unidimensional Exercícios selecionados - OBF. .:. Entre no nosso grupo e participe das discussões:

MECÂNICA - Princípios do Movimento Unidimensional Exercícios selecionados - OBF. .:. Entre no nosso grupo e participe das discussões: MECÂNICA - Princípios do Movimento Unidimensional Exercícios selecionados - OBF.:. Em caso de dúvidas: escola.olimpica@hotmail.com mrphalves@gmail.com Email do autor (Pedro Henrique de Oliveira Alves).:.

Leia mais

Vamos iniciar, nesta aula, a revisão do nosso. Vamos, inicialmente, escolher nossas incógnitas: x = número de homens. y = número de mulheres.

Vamos iniciar, nesta aula, a revisão do nosso. Vamos, inicialmente, escolher nossas incógnitas: x = número de homens. y = número de mulheres. A UA UL LA Revisão I Introdução Vamos iniciar, nesta aula, a revisão do nosso curso do 2º grau. Ela será feita em forma de exemplos que vão abordar de novo os principais conteúdos. Para aproveitar bem

Leia mais

30's Volume 2 Física. 9 de dezembro de 2013

30's Volume 2 Física.  9 de dezembro de 2013 30's Volume 2 Física www.cursomentor.com 9 de dezembro de 2013 Q1. Se uma pessoa tirasse mil fotos por segundo, ela levaria quanto tempo, em anos, para bater um mol de fotos? Lembre-se que 1 mol de fotos

Leia mais

Curso de Física 1. Aula 9 - Movimento Retilíneo Uniforme. Afonso Henriques Silva Leite Curso de Física de Abril de 2016 IFMS

Curso de Física 1. Aula 9 - Movimento Retilíneo Uniforme. Afonso Henriques Silva Leite Curso de Física de Abril de 2016 IFMS Curso de Física 1 Aula 9 - Movimento Retilíneo Uniforme Afonso Henriques Silva Leite Curso de Física 1 IFMS 11 de Abril de 2016 Plano de Aula 1 Movimento Retilíneo Uniforme Posição e Deslocamento Primeiro

Leia mais

Mecânica: Cinemática

Mecânica: Cinemática FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS Mecânica: Cinemática Prof. Silvio Ap. Barbosa 1. Cinemática:

Leia mais

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 # Velocidade escalar média # Movimento retilíneo uniforme # Movimento retilíneo uniformemente variado # Movimento de queda livre dos corpos # Movimento

Leia mais

Exercícios de Velocidade média Dom, 01 de Agosto de :38 - Última atualização Ter, 23 de Dezembro de :45

Exercícios de Velocidade média Dom, 01 de Agosto de :38 - Última atualização Ter, 23 de Dezembro de :45 VELOCIDADE MÉDIA (ESCALAR E VETOTIAL) www.nilsong.com.br I) RESUMO DAS PRINCIPAIS FÓRMULAS: o que diferencia velocidade escalar média do módulo do vetor velocidade média é o fato de ΔS ser considerado

Leia mais

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão)

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) 06 10 fevereiro Leonardo Gomes (Guilherme Brigagão) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Definições e Conceitos

Definições e Conceitos Definições e Conceitos AULA 1 Profª Andreia Andrade CINEMÁTICA ESCALAR INTRODUÇÃO A Mecânica é o ramo da Física que tem por finalidade o estudo do movimento e do repouso. É dividida em Cinemática, Dinâmica

Leia mais

Física - vetores. Página 1 de 9

Física - vetores. Página 1 de 9 1. (Ita) Um barco leva 10 horas para subir e 4 horas para descer um mesmo trecho do rio Amazonas, mantendo constante o módulo de sua velocidade em relação à água. Quanto tempo o barco leva para descer

Leia mais

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. fevereiro. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) 06 10 fevereiro Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição:

Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição: Meu nome: Meu Professor: Minha Instituição: 1. Hipotenusa, uma senhora aposentada de 75 anos, começou à zero hora do dia primeiro de agosto (segunda-feira) do ano de 2016 a tomar regularmente quatro tipos

Leia mais

TUTORIAL RAPIDEZ E VELOCIDADE

TUTORIAL RAPIDEZ E VELOCIDADE FCM0221 Física Geral para Químicos TUTORIAL RAPIDEZ E VELOCIDADE NOTA RESPOSTAS:... NOTA INTERAÇÃO:... NOTA DISCUSSÕES:... NOTA FINAL:... Grupo:... Constituição do Grupo Instruções: Escreva o nome o número

Leia mais

Grandezas, Unidades de. Alex Oliveira. Medida e Escala

Grandezas, Unidades de. Alex Oliveira. Medida e Escala Grandezas, Unidades de Alex Oliveira Medida e Escala Medindo Grandezas Aprendemos desde cedo a medir e comparar grandezas como comprimento; tempo; massa; temperatura; pressão e corrente elétrica. Atualmente,

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Semana 3 Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 06/02

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA - 1 o Trimestre

LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA - 1 o Trimestre Aluno(a): Prof.: Luis Edmundo (Mundico) Turma: 1 o ano E.M. Data: / / LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA - 1 o Trimestre 1. Chamamos de um ano-luz a distância percorrida por um raio de luz em um ano. A estrela

Leia mais

Velocidade escalar média.

Velocidade escalar média. Exercícios: Velocidade escalar média. 1- Transformar: a) 90 km/h em m/s; b) 10m/s em km/h. 2- (FUVEST-SP) um ônibus saí de São Paulo às 8h e chega a Jaboticabal, que dista 350 km da capital, às 11 h 30

Leia mais

Velocidade (Instantânea)

Velocidade (Instantânea) FAP151 - Fundamentos de Mecânica. Terceira Lista de exercícios. Março de 7. Velocidade (Instantânea) Entregar as soluções dos exercícios 7 e 13, apresentando todas as etapas necessárias conseguir resolvê-los;

Leia mais

Recuperação de Física - Giovanni

Recuperação de Física - Giovanni Nome: nº Ano: LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA Recuperação de Física - Giovanni 1 - Qual a diferença entre o movimento uniforme (MU) e o movimento uniformemente variado (MUV)? 2 - A equação que representa

Leia mais

Atividade Complementar para a DP de Física 1. Profs. Dulceval Andrade e Luiz Tomaz

Atividade Complementar para a DP de Física 1. Profs. Dulceval Andrade e Luiz Tomaz Atividade Complementar para a DP de Física 1. Profs. Dulceval Andrade e Luiz Tomaz QUESTÕES DO CAPÍTULO 2 DO LIVRO FUNDAMENTOS DE FÍSICA HALLIDAY & RESNICK - JEARL WALKER 6 ª - 7 ª e 9ª EDIÇÃO VOLUME 1

Leia mais

2 - A fonte de uma praça dispara cinco jatos d água seqüenciais, como numera a figura a seguir.

2 - A fonte de uma praça dispara cinco jatos d água seqüenciais, como numera a figura a seguir. 1 - Um atirador dispara um revólver formando um ângulo de 37º com a horizontal, em uma região plana, a uma altura de 2 m do solo. O projétil atinge o solo a 88,8 m do ponto de lançamento. Qual é a velocidade

Leia mais

MOVIMENTO RETILÍNEO. Prof. Bruno Farias

MOVIMENTO RETILÍNEO. Prof. Bruno Farias CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DISCIPLINA: FÍSICA I MOVIMENTO RETILÍNEO Prof. Bruno Farias Introdução Por que estudar mecânica? Porque o mundo,

Leia mais

Movimento Uniforme (MU)

Movimento Uniforme (MU) Faculdade de Engenharia de Sorocaba Laboratório de Física Física Experimental I EXPERIÊNCIA 02 Nome Número Turma Data Movimento Uniforme (MU) 2.1 Fundamentos Teóricos A cinemática é a parte da física que

Leia mais

LABORATÓRIO DE FÍSICA I - Curso de Engenharia Mecânica

LABORATÓRIO DE FÍSICA I - Curso de Engenharia Mecânica LABORATÓRIO DE FÍSICA I - Curso de Engenharia Mecânica Experimento N 0 03: MOVIMENTO RETILINEO UNIFORME E MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORME VARIADO Objetivos Gerais Ao termino desta atividade o aluno deverá

Leia mais

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas.

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas. Lista de exercícios Prof Wladimir 1 ano A, B, C, D 1) A figura abaixo nos mostra duas avenidas que partem de um mesmo ponto A e cortam duas ruas paralelas. Na primeira avenida, os quarteirões determinados

Leia mais