SignalTEK II. idealnwd.com

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SignalTEK II. idealnwd.com"

Transcrição

1 Economize dinheiro usando apenas um equipamento multifuncional ao invés de testadores de fibra e Power over Ethernet (PoE) separados Aumente a eficiência simplificando e acelerando a instalação de cabos, incluindo a resolução avançada de problemas de redes Ethernet A forma económica de testar links de rede conforme os padrões de desempenho Gigabit, incluindo o IEEE 802.3ab Investimento pronto para o futuro com um qualificador de cabos que já é compatível com IPv6 e PoE+ Teste de cabos em full Gigabit Excelente mapeamento de fios pino-a-pino, com distância à falha Suporta redes de cobre e fibra Teste simplificado de carga da rede através de hubs e switches SignalTEK II Qualificador de cabos e redes projetado para confirmar a instalação correta de cablagens de cobre e fibra, capaz de suportar aplicações de voz, vídeo, dados e CCTV sobre Ethernet 10/100Megabits ou Gigabit. O SignalTEK II é essencial para todos os instaladores de cablagem de dados trabalhando em aplicações residenciais, pequenos e médios escritórios ou ambientes de Ethernet industrial. idealnwd.com

2 Um testador portátil para aplicações de voz, vídeo, dados e CCTV sobre redes de cobre e fibra Aplicações do SignalTEK II Qualificar novas instalações de cablagem para proporcionar confiança do utilizador final na sua infra-estrutura para suportar aplicações como Voz sobre IP (VoIP) Testar se a cablagem existente pode suportar Gigabit Ethernet Solucionar questões de rede conduzindo testes ativos através de hubs e switches por todo o caminho até ao servidor Executar testes de transmissão ex: velocidade da rede e requisitos de largura de banda antes, durante e depois de mudanças, adições e alterações Documentar a conectividade da rede e gerar relatórios detalhados de conclusão do trabalho O SignalTEK II proporciona uma forma alternativa de teste a um certificador de cabos em instalações comerciais ou residenciais que não exigem a certificação conforme as normas TIA/EIA ou ISO/IEC Teste de carga full Gigabit bidirecional Economize tempo e aumente a confiabilidade da instalação com testes bidirecionais em modo full Gigabit Capacidades adicionais para resolução de problemas Ethernet Maximize o retorno sobre o investimento com a capacidade de identificar questões de Ethernet, de Power over Ethernet (PoE) e também PoE+, além de verificar a conectividade Ethernet Adequado para redes de cobre e fibra Elimine a necessidade de adquirir e transportar múltiplos equipamentos sendo capaz de realizar testes ativos e passivos em redes de cobre e fibra Mapa de fios por condutor e por par Economize tempo no trabalho ao localizar falhas no mapa de fios de forma mais rápida e precisa testando por condutor e por par, detectando pares divididos e identificando a distância à falha Relatório de resultados dos testes Simplifique os relatórios para clientes e crie uma documentação precisa dos trabalhos realizados usando o SingalTEK II para gerar e armazenar resultados em formato XML padronizado. Adicionalmente, visualize e exporte os resultados para permitir a impressão de relatórios Teste de carga através de hubs e switches Faça a medição da velocidade disponível da rede sem precisar adquirir um testador de transmissão separado

3 O SignalTEK II simplifica a velocidade das tarefas de rotina com controles intuitivos, funções automáticas e ecrã a cores e brilhante Porta de cobre e fibra Interface ótica intercambiável Memória interna Interface USB e memória interna Economize recursos utilizando um único equipamento para testar redes inteiras Crie relatórios precisos para os clientes de forma mais simples, exportando dados através de dispositivos USB externos Inserts RJ45 substituíveis pelo utilizador Reduza o tempo de inatividade ao não precisar enviar o testador para a assistência técnica Teclado virtual Trabalhe eficientemente, insira dados de forma rápida e fácil Função auto-teste Reduza o tempo de inatividade da rede acelerando o teste de aplicações comuns Opções de energia Auto-teste Tomada RJ45 substituível Teclado virtual Rede elétrica Flexibilidade no ambiente de trabalho usando baterias recarregáveis, pilhas alcalinas ou a rede elétrica Ecrã retroiluminado Teclas de cursor Teclas multifunção Sobremoldagem Ecrã a cores de 2,8 polegadas Evite as leituras incorretas com um ecrã claro e brilhante Teclas multifunção e de cursor O interface intuitivo minimiza a necessidade de treino dos utilizadores, melhorando a produtividade em campo os testes podem ser concluídos em um tempo mínimo Revestimento em borracha de alta durabilidade Testador robusto resistente às exigências do utilizador Resultados claros Localize falhas mais rapidamente PoE e IPv6 Fácil de ler Fácil de navegar Rápido para testar Veja claramente as falhas da cablagem Saiba onde elas estão Valide reparações feitas Esteja preparado para qualquer desafio Teste e valide qualquer rede Teste e valide recursos PoE+

4 Instaladores de cablagem Trabalhando em ambientes onde a qualificação de cabos e de redes é necessária para confirmar a instalação correcta, o SignalTEK II é uma forma económica de testar links de rede contra as normas de desempenho, incluindo IEEE 802.3ab. O SignalTEK II é projectado para testar cablagens de cobre e fibra, suportando aplicações de voz, vídeo, dados e CCTV sobre Ethernet 10/100Megabits ou Gigabit. Com múltiplos recursos para a resolução de problemas, incluindo mapa de fios por condutor com distância à falha, rastreamento de cabos e verificação de conectividade Ethernet, o SignalTEK II é uma ferramenta altamente versátil e económica. O revestimento sobremoldado de borracha é perfeito para o instalador cujo local de trabalho requer uma ferramenta resistente e robusta. Ao trabalhar em áreas com pouca iluminação, o ecrã a cores retro-iluminado exibe os resultados com clareza. Inserts RJ45 substituíveis pelo utilizador e ícones intuitivos garantem que o instalador maximize a produtividade no trabalho. As tarefas concluídas podem ser reportadas, usando a memória interna e a interface USB para exportar os resultados. Capaz de múltiplos testes de desempenho, o SignalTEK II permite que o administrador de TI ou de rede tenha confiança na precisão dos resultados, operando rapidamente e com um treino mínimo dos utilizadores. O SignalTEK realiza testes ativos na rede através de hubs e switches por todo o caminho até o servidor. Não detecta e executa apenas testes de consumo em PoE e PoE+, mas o SignalTEK II é especificamente capaz de realizar testes full Gigabit bidirecionais, proporcionando economia de tempo e garantindo o desempenho da rede. Administração/segurança de TI, profissionais de resolução de problemas e consultores Integradores de sistemas Incorporando compatibilidade com IPv6, o SignalTEK II é um investimento pronto para o futuro para quem precisa de um qualificador de cabos. Beneficiando todos os utilizadores, o SignalTEK II é um qualificador de cabos e redes projetado para confirmar a instalação correcta de cablagem de cobre e fibra, capaz de suportar aplicações de voz, vídeo, dados e CCTV sobre Ethernet 10/100Megabits ou Gigabit.

5 Comparativo de especificações Funções SignalTEK II SignalTEK II FO Teste endpoint de redes de cobre IPv4 IPv6 Mapeamento de cabos avançado incluindo comprimento Mapeamento de cabos para cabos cruzados (cobre) Mapeamento de cabos para 2 pares de cabos de cobre Mapeamento de cabos para cabos industriais Detecção PoE/PoE+ Teste de corrente de carga PoE/PoE+ Gerador de tom Teste de ping Teste de rastreamento de rota Oscilação de hub Escolha de fontes de energia Cliente DHCP 10/100/1000 Mb/s Exame de rede Armazenamento/exportação de resultados Unidades de loopback próxima do final e remotas fornecidas Compatível com remotos ativos do NaviTEK II/LanXPLORER Teste de desempenho de cabo em full Gigabit Teste de desempenho VoIP através de hubs e switches Teste de desempenho Web através de hubs e switches Teste de desempenho de Vídeo através de hubs e switches Teste de desempenho CCTV através de hubs e switches Inserts RJ45 substituíveis pelo utilizador Ecrã a cores retro-iluminado Teste de desempenho ótico Indicação de potência ótica Teste endpoint de redes óticas Para mais informações aceda a idealnwd.com

6 Modelos para todas as necessidades O SignalTEK II está disponível em dois modelos para atender todas as necessidades dos utilizadores SignalTEK II FO Informações de compra SignalTEK II - para redes de cobre Código R Conteúdo do Kit SignalTEK II 1 x unidade NE (metálica), 1 x unidade FE (cobre), 2 x módulo de baterias (recarregável), 2 x adaptador de energia, 2 x cabo RJ45 de 30 cm, 1 x guia de referência rápida (Inglês), 1 x CD com manual do utilizador, 1 x mala de transporte SignalTEK II FO - para redes de cobre e fibra Código R Conteúdo do Kit SignalTEK II FO 1 x unidade NE (metálica e ótica), 1 x unidade FE (cobre e fibra), 2 x módulo de baterias (recarregável), 2 x adaptador de energia, 2 x cabo RJ45 de 30 cm, 1 x guia de referência rápida (Inglês), 1 x CD com manual do utilizador, 1 x mala de transporte Acessórios opcionais Código Descrição x conjunto de remotos ativos #2 a # x módulo de baterias NiMH x cabo de rede - 30 cm, Cat. 5e STP x alimentador AC x modulo de pilhas alcalinas x kit ótico 1000BASE-SX. Inclui transceiver SFP SX de 850nm, fibra multimodo duplex LC/LC e LC/SC e adaptador duplex SC/SC MGKSX1 MGKLX2 1 x kit ótico 1000BASE-LX. Inclui transceiver SFP LX de 1310nm, fibra monomodo duplex LC/LC e LC/SC e adaptador duplex SC/SC 1 x kit ótico 1000BASE-ZX. Inclui transceiver SFP ZX de 1550nm, fibra monomodo duplex LC/LC e LC/SC e adaptador duplex SC/SC MGKZX3 1 x ponteira indutiva x caneta de limpeza de fibra para adaptadores SC, ST e FC x caneta de limpeza de fibra para adaptadores LC e MU x fibra ótica multimodo duplex de 2m com conectores LC-LC x fibra ótica monomodo duplex de 2m com conectores LC-LC x conjunto de remotos ativos #2 a # x mala de transporte x ferramenta de extração de inserts RJ45, 10 x inserts lifejack RJ x ferramenta de extração de inserts RJ45, 10 x inserts lifejack RJ45 DEC.MEDIDA, Instrumentação, Controle e Telecomunicações, S.A. Rua Pedro Nunes, 47 B/C, LISBOA T IDEAL INDUSTRIES NETWORKS DIVISION Unit 3, Europa Court, Europa Boulevard, Warrington, Cheshire, WA5 7TN. United Kingdom +44 (0) Publicação: Rev. 1 02/12 IDEAL INDUSTRIES NETWORKS Printed in UK BRST20912V1.0-PO Para mais informações aceda a idealnwd.com Especificação sujeita a mudanças sem aviso prévio E&OE

SignalTEK II. idealindustries.com.br

SignalTEK II. idealindustries.com.br Economize dinheiro usando apenas um equipamento multifuncional ao invés de testadores de fibra e Power over Ethernet (PoE) separados Aumente a eficiência simplificando e acelerando a instalação de cabos,

Leia mais

NaviTEK II. idealnwd.com. Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre

NaviTEK II. idealnwd.com. Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre Aumente a eficiência simplificando e acelerando a instalação dos cabos e a resolução dos problemas de

Leia mais

NaviTEK II. idealindustries.com.br. Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre

NaviTEK II. idealindustries.com.br. Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre Economize dinheiro usando um único equipamento multifuncional para testar redes de fibra e de cobre Aumente a eficiência simplificando e acelerando a instalação dos cabos e a resolução dos problemas de

Leia mais

Ficha técnica: Conjunto de testes de perda óptica CertiFiber Pro

Ficha técnica: Conjunto de testes de perda óptica CertiFiber Pro Ficha técnica: Conjunto de testes de perda óptica CertiFiber Pro O CertiFiber Pro é a solução em certificação de fibra Nível 1 (básica) e faz parte da família de produtos de certificação de cabos Versiv.

Leia mais

DTX CableAnalyzer Porque seu tempo é valioso. DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar

DTX CableAnalyzer Porque seu tempo é valioso. DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar NETWORKSUPERVISION DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar A nova Série DTX CableAnalyzer da Fluke Networks é a plataforma de testes para hoje e para o amanhã. Esta revolucionária

Leia mais

DTX CableAnalyzer Porque seu tempo é valioso. DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar

DTX CableAnalyzer Porque seu tempo é valioso. DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar NETWORKSUPERVISION DTX CableAnalyzer reduz significativamente seu tempo total para certificar DTX CableAnalyzer Porque seu tempo é valioso A nova Série DTX CableAnalyzer da Fluke Networks é a plataforma

Leia mais

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados.

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados. Prefácio: Este manual descreve como utilizar o Switch Conversor de Mídia da GTS Network dos seguintes Modelos: 75.1806C - 75.1806T - 75.1806C.S25-75.3107S - 75.1906C.SWA25-75.1906C.SWB25-75.3006C.SWA20

Leia mais

AVISO SOBRE DIREITOS DE COPYRIGHT

AVISO SOBRE DIREITOS DE COPYRIGHT SignalTEK NT AVISO SOBRE DIREITOS DE COPYRIGHT As informações contidas neste documento são de propriedade de IDEAL INDUSTRIES LTD. e são fornecidas sem responsabilidade sobre erros e omissões. Nenhuma

Leia mais

SignalTEK II. Guia do Usuário 156815 edição 2

SignalTEK II. Guia do Usuário 156815 edição 2 SignalTEK II Guia do Usuário 156815 edição 2 AVISO SOBRE DIREITOS DE CÓPIA As informações contidas neste documento são de propriedade de IDEAL INDUSTRIES Ltd. e são fornecidas sem responsabilidade sobre

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes

Infra-Estrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Infra-Estrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Ementa 1 Apresentação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas TERMO DE REFERÊNCIA Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas Deve ser montável em rack padrão EIA 19 (dezenove polegadas) e possuir kits completos para instalação; Deve possuir, no mínimo, 24

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessórios de Fibra Óptica Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 68 Adaptadores de Fibra Óptica Adaptador de Fibra Óptica

Leia mais

Switch Gigabit MS gerenciado em nuvem

Switch Gigabit MS gerenciado em nuvem Switch Gigabit MS gerenciado em nuvem Resumo O Meraki MS é o primeiro switch gerenciado em nuvem do mundo que traz os benefícios da nuvem: gerenciamento simplificado, complexidade reduzida, visibilidade

Leia mais

Manual de instruções do testador VDV PRO

Manual de instruções do testador VDV PRO P á g i n a 1 Manual de instruções do testador VDV PRO Atenção! Não conecte o testador a cabos energizados. Seu VDV PRO poderá ser danificado. Cuidado! Inspecione se os conectores estão apropriadamente

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

Leia mais

Ficha técnica: Série IntelliTone Pro 200 LAN Toner and Probe

Ficha técnica: Série IntelliTone Pro 200 LAN Toner and Probe Ficha técnica: Série IntelliTone Pro 200 LAN Toner and Probe Todos os dias, instaladores de cabeamento e técnicos da rede lidam com as deficiências de ferramentas de localização de cabos baseadas numa

Leia mais

Redes 10 Gigabit Ethernet

Redes 10 Gigabit Ethernet Redes 10 Gigabit Ethernet Ederson Luis Posselt 1, Joel Henri Walter 2 1 Instituto de Informática Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) Bairro Universitário na Av. Independência 2293 Santa Cruz do Sul

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 10:47 horas do dia 25 de setembro de 2015,

Leia mais

Ficha técnica: Validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos

Ficha técnica: Validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos Ficha técnica: Validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos Os principais recursos incluem: O Rápido e fácil de usar Entenda se um problema de conectividade de rede está no computador ou na

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke Ninguém melhor que os OptiView Solução de Análise de Rede Total integração Total controle Total Network SuperVision Engenheiros de Rede e a Fluke Networks para saber o valor de uma solução integrada. Nossa

Leia mais

Conversores de Mídia Gigabit Intelbras KGM 1105 KGS 1115. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras.

Conversores de Mídia Gigabit Intelbras KGM 1105 KGS 1115. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. MANUAL DO USUÁRIO Conversores de Mídia Gigabit Intelbras KGM 1105 KGS 1115 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Os conversores de mídia KGM 1105 e KGS 1115

Leia mais

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet:

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet: Comunicação em uma rede Ethernet A comunicação em uma rede local comutada ocorre de três formas: unicast, broadcast e multicast: -Unicast: Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado

Leia mais

Ficha técnica: MultiFiber Pro

Ficha técnica: MultiFiber Pro Ficha técnica: MultiFiber Pro Primeiro testador MPO para suporte dos testes de fibra MPO de modos múltiplo e único. Os centros de dados estão crescendo, abastecidos pela proliferação da mídia, da virtualização

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

ATAS DE REGISTRO DE PREÇO ESTADUAIS

ATAS DE REGISTRO DE PREÇO ESTADUAIS ATAS DE REGISTRO DE PREÇO ESTADUAIS ATA ESTADUAL Tribunal de Justiça de MG SWITCH CHASSI, MÓDULOS e TRANSCEIVERS Validade: 23 / 05 /2013 Pregão: 026/2012 SWITCHES CHASSI - 7 itens - Validade: 23 / 05 /

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO

TESTE DO SISTEMA OBJETIVO DA SEÇÃO OBJETIVO DA SEÇÃO I. Lembrar-se dos requisitos de equipamentos de testes para cabos de pares trançados balanceados e fibras ópticas e seu uso adequado. II. Lembrar-se dos requisitos de testes de enlace

Leia mais

Sistema de rádio bidirecional digital profissional. Mude para digital

Sistema de rádio bidirecional digital profissional. Mude para digital Sistema de rádio bidirecional digital profissional Mude para digital Por que o rádio bidirecional digital? Mais capacidade do sistema Melhor Produtividade Excelente desempenho em comunicações bidirecionais

Leia mais

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente? CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓDIGO 05 UCs de Eletrônica e/ou de Telecomunicações 26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

Leia mais

A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon.

A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon. A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon. Os comutadores Ethernet da HARTING, concebidos para serem aplicados nos ambientes

Leia mais

Ficha técnica: LinkRunner AT

Ficha técnica: LinkRunner AT Ficha técnica: LinkRunner AT Testador Automático de Redes Os principais recursos incluem: Verificação de Ethernet em cobre ou fibra de até 1 GB/s Teste TruePower over Ethernet (PoE) de até 802.3 a 25,5

Leia mais

Redes Ethernet. Padrão IEEE 802.3

Redes Ethernet. Padrão IEEE 802.3 Padrão IEEE 802.3 Redes Ethernet Desenvolvido pela Xerox, Digital e Intel em meados de 1972 Largura de banda de 3 Mbps, utilizando cabo coaxial É a Rede Local mais antiga e popular da atualidade Utiliza

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Avaya Networking Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Programação 1. Introdução (02/set - 10:00) 2. Conceitos básicos I (16/set - 10:00) 3. Conceitos básicos II (07/out - 10:00) 4. Conhecimento

Leia mais

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON Rede Óptica Passiva GigabitG Leonardo F. Oliveira Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON O que égpon? Utilização da fibra óptica para interligar pontos distantes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico 158658.342015.49304.5114.6532963390.815 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 09:02

Leia mais

Dispositivos de rede. roteador bridge. switch. switch ATM. transceiver repetidor

Dispositivos de rede. roteador bridge. switch. switch ATM. transceiver repetidor Dispositivos de rede roteador bridge switch switch ATM transceiver repetidor hub 1 Meios físicos Os meios físicos são considerados componentes da camada 1. Tudo de que se encarregam são bits (por exemplo,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Ata de Formação do Cadastro de de abertura: 16/09/2015 09:02

Leia mais

Ficha técnica: MultiFiber Pro

Ficha técnica: MultiFiber Pro Ficha técnica: MultiFiber Pro Kits de teste de fibra e Medidor de energia ótica Os centros de dados estão crescendo, abastecidos pela proliferação da mídia, da virtualização e da necessidade de mais segurança

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Soluções completas de segurança em vídeo IP

Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com IndigoVision Visão geral A solução empresarial de segurança IP IndigoVision garante o monitoramento

Leia mais

Meios Físicos de Transmissão

Meios Físicos de Transmissão Meios Físicos de Transmissão O meios de transmissão diferem com relação à banda passante, potencial para conexão ponto a ponto ou multiponto, limitação geográfica devido à atenuação característica do meio,

Leia mais

Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2)

Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2) Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2) A largura de banda,, em termos gerais, indica a quantidade máxima de dados que podem trafegar no meio em um determinado momento. É medida em bps (bits

Leia mais

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise

Nós queremos o seu. Os melhores preços estão aqui. SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise Nós queremos o seu projeto! Consulte-nos! Os melhores preços estão aqui. imvision InstaPATCH 360 Redwood SpeedPRO SYSTIMAX 360 Uniprise ImVision. Gestão de Infraestrutura. Simplificada O imvision corresponde

Leia mais

Top-Down Network Design

Top-Down Network Design Top-Down Network Design Chapter Ten Selecting Technologies and Devices for Campus Networks Copyright 2010 Cisco Press & Priscilla Oppenheimer Selecionando Tecnologias e Dispositivos Neste ponto do projeto

Leia mais

OneTouch AT. Network Assistant. Solução de problemas de desempenho de rede, do cliente à nuvem. Dados técnicos

OneTouch AT. Network Assistant. Solução de problemas de desempenho de rede, do cliente à nuvem. Dados técnicos OneTouch AT Network Assistant De acordo com um estudo recente da Fluke Networks 1, os profissionais de rede gastam 25% de seus tempos solucionando problemas um tempo que é roubado das atividades de implantação

Leia mais

P R E F Á C I O. Direitos Autorais: Marcas:

P R E F Á C I O. Direitos Autorais: Marcas: P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS 1 AR AUTOMAÇÃO EMPRESA & SOLUÇÕES A AR Automação é uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas wireless (sem fios) que atualmente, negocia comercialmente seus produtos e sistemas para diferentes

Leia mais

Meios físicos Os meios físicos

Meios físicos Os meios físicos Meios físicos Os meios físicos são considerados componentes da camada 1. Se encarregam daquilo que diz respeito à representação física são bits (por exemplo, voltagem ou pulsos de luz). 1 Representação

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 26430 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC.S.PERNAMBUCANO 158149 - INST.FED.EDUC.CIENC.E TEC.SERTãO PERNAMBUCANO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - EQUIPAMENTO

Leia mais

Cinco razões porque atualizar para o Versiv vai economizar seu dinheiro

Cinco razões porque atualizar para o Versiv vai economizar seu dinheiro Cinco razões porque atualizar para o Versiv vai economizar seu dinheiro Introduzido em 2004, o DTX CableAnalyzer, da Fluke Networks, se tornou a ferramenta mais popular do mundo para certificação de instalações

Leia mais

Boletim de Novo Produto

Boletim de Novo Produto Boletim de Novo Produto NP 308P Conectores FiberExpress Brilliance Instaláveis em Campo Brilhantes na concepção e instalação, os conectores FiberExpress Brilliance transformam a terminação de fibras ópticas

Leia mais

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES

Leia mais

Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos. Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade

Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos. Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade 2 Fácil e confiável Frank Moore, proprietário da Keymusic 3 Fácil e confiável Eu não

Leia mais

Conversor de Mídia Intelbras KGM 1105

Conversor de Mídia Intelbras KGM 1105 Conversor de Mídia Intelbras KGM 1105 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O conversor de mídia Intelbras KGM 1105 é um produto com tecnologia Gigabit Ethernet

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

Ethernet. Fast Ethernet

Ethernet. Fast Ethernet Ethernet Desenho feito por Robert Metcalfe em 1973 no centro de pesquisas da Xerox. Fast Ethernet Padrão IEEE 802.3u 1995 Switches com função: Full duplex / Controle de Fluxo (802.3x) Virtual LAN (VLAN)

Leia mais

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES Engenharia de Sistemas e Informática Bibliografia: Engenharia de Redes Informáticas; Edmundo Monteiro e Fernando Boavida; FCA 1 Conteúdo programático Equipamento Passivo

Leia mais

Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74

Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74 3 T E C N O L O G I A S D E R E D E S L O C A I S T E C N O L O G I A Padrão Ethernet... 69 Ethernet a 100 Mbps... 70 Gigabit Ethernet... 70 Padrão Token-Ring... 72 Padrão FDDI... 73 Padrão ATM... 74 PADRÃO

Leia mais

1 de 6 25/08/2015 10:22

1 de 6 25/08/2015 10:22 1 de 6 25/08/2015 10:22 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano Termo de Adjudicação

Leia mais

OptiFiber Pro OTDR Construído para a empresa

OptiFiber Pro OTDR Construído para a empresa OptiFiber Pro OTDR Construído para a empresa Como as redes corporativas e arquiteturas de datacenters evoluem, os administradores de infraestrutura de TI exigem uma melhor tecnologia de OTDR para manter

Leia mais

Nardalert S3 TM Monitor de Radiação Não Ionizante

Nardalert S3 TM Monitor de Radiação Não Ionizante Patente pendente Nardalert S3 TM Monitor de Radiação Não Ionizante Display LCD Colorido LEDs de Alarme Multicoloridos Cordão de Segurança ou Prendedor para Módulos de Sensor Substituíveis em Campo Interface

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

Inovando o futuro da comunicação global. A próxima geração

Inovando o futuro da comunicação global. A próxima geração A próxima geração 2 3 ADAM-M Matriz compacta avançada de áudio digital Projetada com o mais recente design e tecnologia, a matriz de intercomunicação ADAM-M une o legado à inovação. Seu gabinete de 3RU

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Guia de configuração rápida dos switches de fonte de alimentação interna da HP 2530 de 8, 24 e 48 portas

Guia de configuração rápida dos switches de fonte de alimentação interna da HP 2530 de 8, 24 e 48 portas Guia de configuração rápida dos switches de fonte de alimentação interna da HP 2530 de 8, 24 e 48 portas Os desenhos neste documento são apenas para fins ilustrativos e podem não corresponder ao seu switch

Leia mais

emerald Terminal de acesso inteligente

emerald Terminal de acesso inteligente emerald Terminal de acesso inteligente emerald Um mundo de possibilidades na ponta dos seus dedos emerald é um terminal de acesso inteligente multifuncional que está revolucionando a indústria de segurança.

Leia mais

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO Sistema de rádio bidirecional digital profissional A solução de comunicação em rádios bidirecionais de próxima geração está aqui, com melhor desempenho, produtividade e preço e mais oportunidades para

Leia mais

Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02

Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02 Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02 A Tyco Security Products tem o prazer de anunciar o lançamento da controladora PoE para uma porta KT-1 da Kantech.

Leia mais

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul

Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Redes Locais Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://professoreduardoaraujo.com Objetivos:. Tecnologia Ethernet Fast-Ethernet

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

Gigabit Ethernet media Converter 10/100/1000M-TP a 1000M-SFP Manual do usuário

Gigabit Ethernet media Converter 10/100/1000M-TP a 1000M-SFP Manual do usuário Gigabit Ethernet media Converter 10/100/1000M-TP a 1000M-SFP Manual do usuário 1. Visão Geral O Gigabit Ethernet Media Converter cumpre com IEEE802.3 Normas. O conversor é projetado para converter sinais

Leia mais

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira Infraestrutura de Redes Locais Edmilson Carneiro Moreira Sumário Introdução Histórico Cabeamento Estruturado Conceitos Categorias e Classes de desempenho ANSI/TIA-568-C Referências [1] Paulo Sérgio Cabeamento

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 2 INTERFACE E CABEAMENTO DE REDES - Parte física da rede - Cabeamento - Placas de rede (interfaces)

Leia mais

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Abra as portas para o futuro. Com o Controlador de porta em rede AXIS A1001, estamos introduzindo

Leia mais

Guia do usuário. PoE 200 G

Guia do usuário. PoE 200 G Guia do usuário PoE 200 G Injetor PoE 200 G Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O injetor PoE 200 G é compatível com o padrão IEEE 802.3af. Ele oferece até

Leia mais

NaviTEK II. Guia do Usuário 151815 edição 1

NaviTEK II. Guia do Usuário 151815 edição 1 NaviTEK II Guia do Usuário 151815 edição 1 As informações contidas neste documento são de propriedade de IDEAL INDUSTRIES Ltd. e são fornecidas sem responsabilidade sobre erros e omissões. Nenhuma porção

Leia mais

Teste de interruptores CBT-8000. www.amperis.com. 27003 Agricultura,34 +T [+34] 982 20 99 20 F [+34] 982 20 99 11 info@amperis.com www.amperis.

Teste de interruptores CBT-8000. www.amperis.com. 27003 Agricultura,34 +T [+34] 982 20 99 20 F [+34] 982 20 99 11 info@amperis.com www.amperis. Teste de interruptores CBT-8000 www.amperis.com O CBT-8000 é um analisador de disjuntor de EHV de baixo custo, autônomo e acionado por micro-processador da quinta geração da Amperis. Este analisador de

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. Electrotécnica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº1 Cablagem estruturada 1 Introdução Vivemos em plena segunda revolução industrial.

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

Redes de Alta Velocidade

Redes de Alta Velocidade Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Parte I IEEE 802.3 Ethernet Parte II IEEE 802.3u Fast Ethernet

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Acerca das características da arquitetura dos computadores que Julgue os itens a seguir, acerca de sistemas operacionais. devem ser consideradas no projeto e na implantação de

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Centro de Treinamento Tecnológico Maxwell - CRIMPANDO CABOS UTP. Crimpando cabos UTP

Centro de Treinamento Tecnológico Maxwell - CRIMPANDO CABOS UTP. Crimpando cabos UTP 1 Crimpando cabos UTP A ferramenta básica para crimpar os cabos é o alicate de crimpagem. Ele "esmaga" os contatos do conector, fazendo com que as facas-contato perfurem a cobertura plástica e façam contato

Leia mais

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Você pode aguardar o número de bilhetes de defeitos e o tempo para encerrar o bilhete e declinar à medida que a tecnologia de

Leia mais

Comunicação via interface SNMP

Comunicação via interface SNMP Comunicação via interface SNMP 1 - FUNCIONAMENTO: Os No-breaks PROTEC possuem 3 interfaces de comunicação: Interface RS232, interface USB e interface SNMP. Todas elas permitem o controle e o monitoramento

Leia mais

Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi

Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi Saiba como solucionar problemas de conectividade da rede Wi-Fi no seu Mac. OS X Mountain Lion 10.8.4 ou versões posteriores Use o aplicativo Diagnóstico

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais