Guia de Cabeamento para Portas de Console e AUX

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Cabeamento para Portas de Console e AUX"

Transcrição

1 Guia de Cabeamento para Portas de Console e AUX Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Tabela de Roteadores com Portas de Console e AUX Configurações da Porta de Console para a Conexão de Terminais Tipos de Conectores de Console e AUX Tipos de Cabeamento Como Identificar um Cabo Cabo Direto Cabo de Crossover Cabo Totalmente Invertido para DB-9 Fêmea* Tipos de Cabos para Conectores Adaptadores Adaptador para DB-9 Adaptador para Configurações de Cabos e Adaptadores que Funcionam Pinouts de Portas e Adaptadores Pinouts de Portas de Console e AUX Kit de Cabos de Console Guia de Componentes da Cisco Introdução Este documento resume os requisitos de cabeamento para as portas auxiliares (AUX) e de console. Os roteadores Cisco possuem portas AUX e console DCE/ baseadas em ou. Você pode conectar um terminal () ou um modem (DCE) a essas portas. Em qualquer um dos casos, você precisará de um cabo e de um conector para ou para DB-9. Pré-requisitos Requisitos Não existem requisitos específicos para este documento. Componentes Utilizados Este documento se restringe a versões de software e hardware específicas. Convenções Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos. Tabela de Roteadores com Portas de Console e AUX A tabela nesta seção lista as séries de roteadores Cisco e as portas de console e AUX correspondentes. Roteador Porta de console Cabo da porta de console Porta AUX Cabo da porta AUX 600 (porta de gerenciamento) / para DB-9 fêmea

2 MC DCE AS5200/5300 RJ45 AS5400 AS5800 DCE 7100/7200/ DCE 7500 DCE DCE / para DB-9 fêmea / para DB-9 fêmea / para DB-9 fêmea RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / RS 232 / Configurações da Porta de Console para a Conexão de Terminais Antes de conectar um terminal à porta de console, configure-o de acordo com as especificações da porta de console do roteador: 9600 baud 8 bits de dados sem paridade 2 stop bits (9600 8N2) OU 1 stop bit¹ ¹Dependente do roteador. Tipos de Conectores de Console e AUX

3 Os roteadores Cisco possuem três tipos de conectores de console e AUX. A tabela nesta seção lista estes tipos: DCE Há três estilos de conectores para : Estilo DCE (modem) Estilo Estilo DCE ( modem) Cada um desses estilos possui uma função diferente. Em geral, o é usado em terminais, o DCE (modem) é usado para modems e o DCE ( modem) é obsoleto. Nota: Mova o pino 6 para o pino 8 se desejar modificar um estilo DCE ( modem) para um estilo DCE (modem). Conectores de Console e AUX para Roteadores Cisco Conector Gráfico DCE Cabeamento para portas de console e AUX: Cabos Cabo Direto RS 232 Tipos de Cabeamento Os produtos Cisco usam os seguintes tipos de cabos : Direto Crossover Totalmente Fêmea para DB9 A Cisco fornece esses cabos. Eles podem ser obtidos de uma grande variedade de fontes. O cabo de console é normalmente fornecido no Kit de Cabos de Console. Nota: A porta de console oferece suporte a controle de modem nem a controle de fluxo por hardware. Como Identificar um Cabo Para identificar o tipo do cabo, segure as duas extremidades do cabo próximas uma da outra para que você possa ver os fios coloridos em seu interior, como mostra a figura a seguir.

4 Existem três tipos de cabos usados normalmente: direto, crossover e. Segure as duas extremidades de um cabo lado a lado. Há oito fios (ou pinos) coloridos em cada ponta. Se a ordem dos pinos coloridos for a mesma em cada extremidade, o cabo será direto. Se a ordem das cores for invertida em cada extremidade, o cabo será do tipo. Examine a sequência dos fios coloridos para determinar o tipo do cabo. Esta seção explica como é possível fazer isso. Cabo direto Em um cabo direto, a sequência dos fios coloridos é a mesma em ambas as extremidades do cabo. Cabo direto Pinout do Cabo Direto (Ethernet) Sinal Pino do Pino do Sinal Tx+ 1 1 Tx+ Tx 2 2 Tx Rx+ 3 3 Rx Rx 6 6 Rx Cabo de crossover Em um cabo de crossover, o primeiro fio colorido (extrema esquerda) em uma extremidade do cabo é o terceiro fio colorido na outra extremidade do cabo. Cabo de crossover Pinout do Cabo de Crossover (Ethernet) Sinal Pino do Pino do Sinal Tx+ 1 3 Rx+ Tx 2 6 Rx

5 Rx+ 3 1 Tx Rx 6 2 Tx Cabo Em um cabo, os fios coloridos em uma extremidade do cabo estão na sequência inversa à dos fios coloridos na outra extremidade do cabo. Cabo Pinout do Cabo Totalmente Invertido Sinal Pino do Pino do Sinal Nota: O adaptador de 8 portas CAB-OCTAL-ASYNC usado com os Cisco 2509, 2510, 2511 e 2512 são o mesmo que um cabo. para DB-9 Fêmea* Esse cabo também é conhecido como Cabo de gerenciamento. *A Cisco fornece esse cabo com os Cisco 600, 800, 1600 e 1700 Series Routers. Tipos de Cabos para Conectores Cabo Direto RS 232 Esta ilustração mostra o cabo serial CAB-R23= (número de peça ), um cabo serial geral para todas as plataformas de roteador: Ambas as Extremidades do Cabo Direto RS 232 para Conectores

6 Este cabo possui um conector fêmea em uma extremidade e um conector macho na outra. Qualquer uma das extremidades do cabo CAB-R23 pode ser a extremidade do roteador Cisco ou a extremidade da rede, dependendo se o roteador Cisco é designado como um dispositivo DCE ou um dispositivo. Se ele for designado como um dispositivo DCE, o conector fêmea será a extremidade do roteador Cisco. Se ele for designado com um dispositivo, o conector macho será a extremidade do roteador. Pinout do Cabo RS 232 Direto () Pinout de macho Pinout de fêmea Pino 25 Sinal Pino 25 Sinal J2-1 GND (Blindagem) J2-1 GND (Blindagem) J2-2 (Blindagem) TxD J2-2 (Blindagem) TxD J2-3 (Blindagem) RxD J2-3 (Blindagem) RxD J2-4 (Blindagem) RTS J2-4 (Blindagem) RTS J2-5 (Blindagem) CTS J2-5 (Blindagem) CTS J2-6 (Blindagem) DSR J2-6 (Blindagem) DSR J2-7 (Blindagem) Terra do circuito J2-7 (Blindagem) Terra do circuito J2-8 (Blindagem) DCD J2-8 (Blindagem) DCD J2-15 (Blindagem) TxC J2-15 (Blindagem) TxC J2-17 (Blindagem) RxC J2-17 (Blindagem) RxC J2-18 (Blindagem) LTST J2-18 (Blindagem) LTST J2-20 (Blindagem) DTR J2-20 (Blindagem) DTR J2-24 (Blindagem) TxCE J2-24 (Blindagem) TxCE Adaptadores Dois tipos de adaptadores são necessários para conectar um PC a um roteador: Adaptador para DB-9 Adaptador para Adaptador para DB-9 Este adaptador conecta um roteador ao PC por meio de uma porta COM. Adaptador para DB-9 Adaptador para Este adaptador conecta um roteador ao PC por meio de uma porta serial. Adaptador para Configurações de Cabos e Adaptadores que Funcionam A seguir são apresentadas as formas mais comuns de efetuar uma conexão via console para um roteador. Combinação de Conexão do Console Porta de Adaptador para Adaptador para porta de

7 console Cabo PC console DB-9 / Nenhum DCE DB-9 / para DCE Nenhum Nenhum para DB-9¹ Nenhum Nenhum ¹ A Cisco fornece esse cabo com os Cisco 600, 800, 1600 e 1700 Series Routers. Você pode misturar e associar esses componentes de forma aleatória. As combinações que funcionam são as seguintes: Combinação de Conexão do Console Porta Cabo Adaptador Para conectar AUX / Console Direto DCE modem TERMINAL AUX / Console Totalmente TERMINAL AUX / Console Totalmente Modem DCE MODEM AUX / Console para DB9 Nenhum TERMINAL Essas são as únicas configurações que funcionam. Se você possuir os componentes necessários, use o gráfico Guia de Componentes para solicitá-los. Pinouts de Portas e Adaptadores Este gráfico mostra os pinouts para as portas de console e AUX. A porta de console usa RTS/CTS. Pinagem das Portas Sinal Porta de console () Cabo Pino do Adaptador Adaptador Sinal Pino do DB- 9 Pino do DB- 25 CTS RTS DTR DSR TxD RxD GND GND GND GND RxD TxD DSR DTR RTS CTS

8 Pinouts de Portas de Console e AUX Sinais da Porta de Console Pino Sinal Direção Descrição 1 GND Terra 2 TxD <-- Transmissão de dados 3 RxD --> Recepção de dados 6 DSR --> Conjunto de dados pronto (sempre ativado) 7 GND Terra 8 DCD --> Detecção da portadora de dados (sempre ativado) Nota: A porta de console oferece suporte a controle de modem nem a controle de fluxo por hardware. Sinais da Porta AUX Pino Sinal Direção Descrição 2 TxD --> Transmissão de dados 3 RxD <-- Recepção de dados 4 RTS --> Solicitação de envio (usado para controle de hardware) 5 CTS <-- Liberado para envio (usado para controle de hardware) 6 DSR <-- Conjunto de dados pronto 7 Terra do sinal 8 CD <-- 20 DTR --> Detecção de portadora (usado para controle de modem) Terminal de dados pronto (usado apenas para controle do modem). Nota: A porta auxiliar oferece suporte a controle de fluxo por hardware e a controle de modem. Kit de Cabos de Console Um kit de cabos de console é fornecido com o roteador. Use-o para conectar seu roteador a um PC ou terminal. O kit de cabos de console contém os seguintes itens: Cabo de console para (azul) Adaptador para (cinza) Adaptador para DB-9 (cinza) Nota: Por padrão, o Cisco 7200 Series e o Cisco 7301 incluem um kit de cabos de console. Se um cabo de console for necessário, solicite um kit de acessório (número de peça ACS-2500ASYN). Cabo de console para Adaptador para Adaptador para DB-9 Guia de Componentes da Cisco Este gráfico resume os componentes da Cisco: Guia de Componentes Estilo Número de Peça do Catálogo Descrição do Catálogo Rótulo Blindado? Conector DB /29-

9 CAB-500DTF= CAB-500DTM= modem CAB-25AS- MMOD= 25 fêmea DTF-01 Conector DB- 25 macho Cabo de conexão modem para blindado modem CAB-MMOD= ADP,RJ45/DSUB /29- MMOD-01 DCE DCE CAB-500DCF= CAB-500DCM= Cabo Cabo direto Depende do roteador* Conector DCE DB- 25 ( modem) fêmea Conector DCE DB- 25 ( modem) macho CABASY, ROLLED, MODULAR consta no catálogo /29- DCF-01 Cabo para conexão /DB-9 Cabo multifuncional RJ- 45 para DB /29- DCM /29-DCM /CAB- 500RJ sim CAB-R23= Cabo direto RS232 Depende do roteador* DB-9 macho para macho para conexão com modem As primeiras sete entradas são conectores e as últimas duas são cabos. Os conectores são descritos em termos de gênero e função. Por exemplo, um F é um conector estilo fêmea e o MMOD é um conector estilo modem macho e assim por diante. Lembre-se: cabos blindados são necessários para a operação a 115,2 kbps Cisco Systems Inc. Todos os direitos reservados. Data da Geração do PDF: 1 Julho 2009

COMUNICAÇÃO SERIAL ENTRE EQUIPAMENTOS

COMUNICAÇÃO SERIAL ENTRE EQUIPAMENTOS COMUNICAÇÃO SERIAL ENTRE EQUIPAMENTOS 1 Introdução Para transmitir ou receber informações de outros dispositivos é necessário que os sistemas automáticos sejam capazes de comunicarem-se com estes dispositivos.

Leia mais

Módulo de Conversão RS232/RS485

Módulo de Conversão RS232/RS485 Descrição do Produto O módulo de comunicação é um conversor bidirecional RS232/RS485 ou RS232/RS422 da Série FBs. Pode ser utilizado como interface com outros modelos de controladores ou aplicações, sendo

Leia mais

Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch

Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch Objetivo Criar uma conexão de console desde um PC até um roteador ou switch usando o cabo apropriado Configurar o HyperTerminal

Leia mais

Módulo de Comunicação

Módulo de Comunicação Descrição do Produto O módulo de comunicação é a interface de comunicação da Série FBs que adiciona 2 portas de comunicação as UCPs da Série FBs. O módulo ativa as portas de comunicação PORT3 (RS-232)

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2 MANUAL DE INSTRUÇÕES Conversor USB P/ RS-232/422/485 Modelo D501 Revisão 2 CONTEMP IND. COM. E SERVIÇOS LTDA. Al. Araguaia, 204 - CEP 09560-580 São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone: 11 4223-5100 - Fax:

Leia mais

ISOLADOR FOTOELÉTRICO INTERFACE EM SÉRIE RS-232

ISOLADOR FOTOELÉTRICO INTERFACE EM SÉRIE RS-232 ISOLADOR FOTOELÉTRICO INTERFACE EM SÉRIE RS-232 Manual do Utilizador DA-70163 I. Resumo Com a adoção da tecnologia avançada de isolamento fotoelétrico, o Isolador Fotoelétrico de Interface em Série RS-232,

Leia mais

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9 Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX Manual V3.9 Parabéns! Você acaba de adquirir o Conversor Ethernet Serial CES-0200 que orgulhosamente foi desenvolvido e produzido no Brasil. Este é um produto

Leia mais

Microregistradora TMS-44

Microregistradora TMS-44 Microregistradora TMS-44 MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Manual do Usuário Microregistradora TMS-44 Edição de Outubro de 2008 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos

Leia mais

Display Torre Multilinhas

Display Torre Multilinhas Display Torre Multilinhas Gradual Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Abril/ 2004 Índice CARACTERÍSTICAS DO APARELHO 3 APRESENTAÇÃO 4 INSTALAÇÃO 4 PROGRAMAÇÃO 5 CONTROLE DE DISPLAY 5 TABELA ASCII 7 TERMO

Leia mais

Manual. C2030sw - Placa PCI 8 portas seriais RS232 em conector RJ45 Slim

Manual. C2030sw - Placa PCI 8 portas seriais RS232 em conector RJ45 Slim Manual C2030sw - Placa PCI 8 portas seriais RS232 em conector RJ45 Slim Índice 1. Introdução 1.1 Recursos e características 1.2 Condições ambientais 1.3 Dimensões 1.4 Requisitos de sistema 1.5 Conteúdo

Leia mais

Redes de Comunicações/Computadores I Secção de Redes de Comunicação de Dados

Redes de Comunicações/Computadores I Secção de Redes de Comunicação de Dados 3. Interfaces Físicas Interfaces Não Balanceadas e Balanceadas; Interfaces de Alto Débito Redes de Comunicações/Computadores I Secção de Redes de Comunicação de Dados Interfaces Físicas Interfaces para

Leia mais

Como Ligar Impressoras na Serial Secundaria do TR100

Como Ligar Impressoras na Serial Secundaria do TR100 Como Ligar s na Serial Secundaria do TR100 1. EQUIPAMENTOS PERIFÉRICOS Os microterminais admitem os seguintes periféricos com interface serial: s para preenchimento de formulários avulsos, notas fiscais,

Leia mais

Comunicação Serial. Comunicação Serial RS232

Comunicação Serial. Comunicação Serial RS232 Comunicação Serial Motivação Diversos dispositivos eletrônicos usam portas seriais para se comunicar com outros dispositivos eletrônicos. Para muitos é a única forma de comunicação. A integração de equipamentos

Leia mais

Como recuperar e mudar o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do RateMux C6920

Como recuperar e mudar o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do RateMux C6920 Como recuperar e mudar o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do RateMux C6920 Índice Introdução Antes de Começar Convenções Pré-requisitos Componentes Utilizados Como se conectar ao RateMux

Leia mais

DARUMA INFORMAÇÃO TÉCNICA Aprovado por: Paulo Bettega

DARUMA INFORMAÇÃO TÉCNICA Aprovado por: Paulo Bettega Compilado por: Pedro Pinto Produto: TMF Daruma - BB DARUMA INFORMAÇÃO TÉCNICA Aprovado por: Paulo Bettega Módulo: Front End Serial Família: Informática BIT Modelos Envolvidos: Módulo Front-end Serial Título:

Leia mais

Guia de Início Rápido do SecureLinx SLC Console Managers

Guia de Início Rápido do SecureLinx SLC Console Managers Guia de Início Rápido do SecureLinx SLC Console Managers CONTEÚDO DO GUIA DE INÍCIO RÁPIDO DO SECURELINX SLC CONSOLE MANAGERS Visão Geral do Sistema...2 O que está na caixa...3 Conectando o SLC...4 Instalando

Leia mais

2 Conceitos de transmissão de dados

2 Conceitos de transmissão de dados 2 Conceitos de transmissão de dados 2 Conceitos de transmissão de dados 1/37 2.4 Camada física do Modelo OSI 2.4 Camada física do modelo OSI 2/37 Interfaces série entre utilizador e rede DTE (Data terminal

Leia mais

Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP)

Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP) Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP) Gradual Tecnologia Ltda. Manual do Conversor RS-232 Ethernet 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DO APARELHO... 3 DESCRIÇÃO:... 3 CARACTERÍSTICAS MECÂNICAS:... 3 PINAGEM... 4

Leia mais

Modem GSM/GPRS MC55iT-BR 78989115288-2

Modem GSM/GPRS MC55iT-BR 78989115288-2 Modem GSM/GPRS MC55iT-BR 78989115288-2 CONFIGURAÇÃO VIA SOFTWARE INTERFACE RS232/RS485 SELECIONÁVEL VIA SOFTWARE RELÓGIO INTERNO TRÊS REBOOTS DIÁRIOS PROGRAMÁVEIS... EXCLUSIVA FUNÇÃO SMS DIRECT SUPORTA

Leia mais

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 MX-88 Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 1 3 4 5 6 7 8 INPUT AUDIO IN AUDIO OUT 1 2 3 4 5 6 7 8 1 2 3 4 5 6 7 8 AC IN VGA/WXGA OUT 1 VGA/WXGA OUT 2 VGA/WXGA OUT

Leia mais

Microterminais RS 232 - VT 100 16 e 44 teclas

Microterminais RS 232 - VT 100 16 e 44 teclas Microterminais RS 232 - VT 100 16 e 44 teclas Gradual Tecnologia Ltda. Manual Microterminal RS-232 - VT 100 16 e 44 teclas. ÍNDICE Apresentação... 3 Especificação Técnica... 3 Características Elétricas:

Leia mais

RS-232 para RS-485 Manual do Utilizador

RS-232 para RS-485 Manual do Utilizador RS-232 para RS-485 Manual do Utilizador DA-70161 I. Resumo De modo a estabelecer a comunicação digital entre os computadores com a instalação de vários interfaces de série standard ou com instrumentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA APLICADA INF01154 - Redes de Computadores N

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA APLICADA INF01154 - Redes de Computadores N UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA APLICADA INF01154 - Redes de Computadores N Transmissão de sinais no nível físico e de enlace do Modelo de

Leia mais

Marthe Ethernet A820. Manual do Usuário

Marthe Ethernet A820. Manual do Usuário Marthe Ethernet A820 Manual do Usuário Índice 1 INTRODUÇÃO... 5 2 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 6 3 CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS... 7 3.1 ALIMENTAÇÃO 7 3.1.1 ESPECIFICAÇÃO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO... 7 3.2 INTERFACE

Leia mais

Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX. Manual V2.2

Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX. Manual V2.2 Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200-XXX-XX Manual V2.2 Parabéns! Você acaba de adquirir o Conversor Wi-Fi Serial CWS-0200, orgulhosamente desenvolvido e fabricado no Brasil. Este é um produto de alta confiabilidade

Leia mais

smar web: www.smar.com.br

smar web: www.smar.com.br D F 8 M P smar web: www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Para atualizações mais recentes veja o site da smar acima. BRASIL Smar Equipamentos Ind.

Leia mais

Manual de Instruções MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET. Modelo NETBOX MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET MODELO NETBOX. Manual de Instruções

Manual de Instruções MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET. Modelo NETBOX MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET MODELO NETBOX. Manual de Instruções MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET MODELO NETBOX MÓDULO CONVERSOR SERIAL ETHERNET Modelo NETBOX Manual de Instruções Revisão 10.06 Índice Capítulo 1 Introdução Aplicação 5 Retirando o MÓDULO da embalagem

Leia mais

Interface para ligação com. Display Remoto WT75 WT125 WT200. Manual Técnico. Versão 1, Revisão 3.4. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem

Interface para ligação com. Display Remoto WT75 WT125 WT200. Manual Técnico. Versão 1, Revisão 3.4. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Interface para ligação com Display Remoto WT75 WT125 WT200 Manual Técnico Versão 1, Revisão 3.4 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento

Leia mais

Manual PROTO-BEE Versão 1.1 Julho/2012 (nota na última página deste) www.rogercom.com Copyright, 1999-2012 ROGERCOM Fones: +55 82 3277-1185 / Cel.

Manual PROTO-BEE Versão 1.1 Julho/2012 (nota na última página deste) www.rogercom.com Copyright, 1999-2012 ROGERCOM Fones: +55 82 3277-1185 / Cel. Manual PROTO-BEE Versão 1.1 Julho/2012 (nota na última página deste) www.rogercom.com Copyright, 1999-2012 ROGERCOM Fones: +55 82 3277-1185 / Cel. +55 82 9945-4854 Brasil O adaptador PROTO-BEE Descrição

Leia mais

Centro de Treinamento Tecnológico Maxwell - CRIMPANDO CABOS UTP. Crimpando cabos UTP

Centro de Treinamento Tecnológico Maxwell - CRIMPANDO CABOS UTP. Crimpando cabos UTP 1 Crimpando cabos UTP A ferramenta básica para crimpar os cabos é o alicate de crimpagem. Ele "esmaga" os contatos do conector, fazendo com que as facas-contato perfurem a cobertura plástica e façam contato

Leia mais

MANUAL RÁDIO MODEM SPREAD SPECTRUM RMSS-900 V2

MANUAL RÁDIO MODEM SPREAD SPECTRUM RMSS-900 V2 MANUAL RÁDIO MODEM SPREAD SPECTRUM RMSS-900 V2 Versão 2.03 Infinium Automação Industrial Ltda Site: email: contato@infiniumautomacao.com.br 1. APRESENTAÇÃO O Rádio modem RMSS-900V2 foi projetado para utilização

Leia mais

Manual do Usuário - NKPROX

Manual do Usuário - NKPROX Manual do Usuário NKPROX Manual do Usuário - NKPROX Neokoros TI - Biometric Technology Índice 1 - Apresentação e Características Gerais...3 2 - Placa BMC - Especificações...4 2.1 - Conectores (pinagem

Leia mais

Departamento de Matemática e Engenharias. Licenciatura em Engenharia de Sistemas e Computadores (LESC) Laboratórios III (Microprocessadores)

Departamento de Matemática e Engenharias. Licenciatura em Engenharia de Sistemas e Computadores (LESC) Laboratórios III (Microprocessadores) UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Matemática e Engenharias Licenciatura em Engenharia de Sistemas e Computadores (LESC) Laboratórios III (Microprocessadores) º Trabalho prático Calculadora Não preencher

Leia mais

Notas de Aplicação. Comunicação entre controladores HI via linha telefônica. HI Tecnologia. Documento de acesso publico

Notas de Aplicação. Comunicação entre controladores HI via linha telefônica. HI Tecnologia. Documento de acesso publico Notas de Aplicação Comunicação entre controladores HI via linha telefônica HI Tecnologia Documento de acesso publico ENA.00005 Versão 1.00 abril-2004 HI Tecnologia Comunicação entre controladores HI via

Leia mais

Conversor USB / RS-485

Conversor USB / RS-485 Conversor USB / RS-485 1 de 7 Índice 1. Apresentação... 3 2. Recursos de Hardware... 4 3. Esquema de Ligação... 5 3.1 Interligação entre os Componentes do Sistema... 5 3.2 Configuração do Conector para

Leia mais

(21) 4063-9798 (11) 4063-1877 (21) 8831-6621 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br

(21) 4063-9798 (11) 4063-1877 (21) 8831-6621 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br (21) 4063-9798 (11) 4063-1877 (21) 8831-6621 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br Manual do Usuário Placa CLPIC Índice 1. Introdução... 03 2. Chapeado da Placa... 04 3. Conector

Leia mais

Leitor MaxProx-Lista

Leitor MaxProx-Lista Leitor MaxProx-Lista O leitor de cartões de proximidade MaxProx-Lista é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado Stand Alone

Leia mais

Conexão de um Terminal à Porta de Console dos Switches Catalyst

Conexão de um Terminal à Porta de Console dos Switches Catalyst Conexão de um Terminal à Porta de Console dos Switches Catalyst Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Conectar um Terminal aos Catalyst 1900/2820, 2900/3500XL, 2940,

Leia mais

Manual do Leitor ATG-Basic

Manual do Leitor ATG-Basic Manual do Leitor ATG-Basic O leitor ATG-Basic foi desenvolvido para uso em controle de acesso veicular. Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack,

Leia mais

Manual do Usuário. Conversor Serial Ethernet ESC715. HI Tecnologia Indústria e Comércio Ltda.

Manual do Usuário. Conversor Serial Ethernet ESC715. HI Tecnologia Indústria e Comércio Ltda. Manual do Usuário HI Tecnologia Indústria e Comércio Ltda. PST.715001 Versão 1.0 28 de maio de 2015 Manual do Usuário Ref: PST.715001 Rev: 2 Arquivo: PST71500100.odt Liberado em: 08/04/2015 Informações

Leia mais

Automação Subestações Centros Controle. Protocolo MODBUS

Automação Subestações Centros Controle. Protocolo MODBUS Protocolo MODBUS Paulo Roberto Pedroso de Oliveira (11) 3378 8600 (11) 9935 9080 ASCC Automação de e de prpasc@gmail.com http://www.ascx.com.br Protocolos de Comunicação Regras que governam a comunicação

Leia mais

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 1/16 Manual de Operação e Instalação Microterminal TCP/IP MT740 versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 2/16 Índice Descrição 3 Reconhecendo o Terminal 5

Leia mais

LED STRIP DRIVER 9 CHANNELS

LED STRIP DRIVER 9 CHANNELS LED STRIP DRIVER 9 CHANNELS GUIA RÁPIDO DE USO Integre sua comunicação digital com recursos de iluminação por LEDs, tornando seus conteúdos mais eficazes e seus ambientes mais marcantes e atrativos. Pronto

Leia mais

2.1 Características Técnicas

2.1 Características Técnicas 2.1 Características Técnicas 2.1.1 Tensão da alimentação auxiliar... 2.1-2 2.1.2 Cargas... 2.1-2 2.1.3 Entradas de corrente... 2.1-2 2.1.4 Entradas de tensão... 2.1-2 2.1.5 Freqüência... 2.1-2 2.1.6 Exatidão

Leia mais

Configurando o Cisco IP SoftPhone com a ferramenta de personalização

Configurando o Cisco IP SoftPhone com a ferramenta de personalização Configurando o Cisco IP SoftPhone com a ferramenta de personalização Índice Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurando a ferramenta de personalização Cisco Configurando o

Leia mais

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 -

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - Índice Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 2 - ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 1.1 ACESSÓRIOS

Leia mais

Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485

Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485 Microterminais 16 e 44 Teclas RS 485 Gradual Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Fev./2003 Índice Apresentação 3 Especificação Técnica 3 Características Elétricas: 3 Características Mecânicas: 4 Instalação

Leia mais

Packet Tracer - Conexão a uma LAN com e sem fio Topologia

Packet Tracer - Conexão a uma LAN com e sem fio Topologia Packet Tracer - Conexão a uma LAN com e sem fio Topologia 2014 Cisco e/ou suas afiliadas. Todos os direitos reservados. Este documento contém informações públicas da Cisco. Página 1 de 5 Tabela de Endereçamento

Leia mais

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto)

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack, RS232 ou RS485. Ao colocar-se o tag ativo dentro do seu limite de leitura,

Leia mais

Notas de Aplicação. Utilizando o SPDSW via linha telefônica. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Utilizando o SPDSW via linha telefônica. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação Utilizando o SPDSW via linha telefônica HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00003 Versão 1.02 fevereiro-2006 HI Tecnologia Utilizando o SPDSW via linha telefônica Apresentação

Leia mais

Comunicação de dados. Introdução

Comunicação de dados. Introdução Comunicação de dados Introdução Os microcontroladores AVR estão equipados com dois pinos destinados à comunicação serial, UART (Universal Asynchronous Reciever/Transmitter), ou seja, permitem trocar informações

Leia mais

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2 w Microterminal MT 740 Manual do Usuário - versão 1.2 1 2 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 1 2 RECONHECENDO O MT 740 2 3 INSTALAÇÃO 3 4 FUNCIONAMENTO 4 4.1 DESCRIÇÃO DAS CONFIGURAÇÕES E DOS COMANDOS 6 4.2 COMUNICAÇÃO

Leia mais

elpc-main 2122 Manual do Usuário ARM Evaluation Board for elpc SOM

elpc-main 2122 Manual do Usuário ARM Evaluation Board for elpc SOM elpc-main 2122 ARM Evaluation Board for elpc SOM Manual do Usuário Junho/2007 Índice 1. Apresentação 1 2. Características Técnicas 2 3. Principais Componentes 3 4. Instalação 5 4.1 Localização...5 4.2

Leia mais

MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900

MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900 MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900 Versão 1.01 Infinium Automação Industrial Ltda contato@infiniumautomacao.com.br 1. APRESENTAÇÃO O rádio modem RMC-900 foi projetado para utilização em sistemas

Leia mais

BLUECOM MANUAL DO USUÁRIO

BLUECOM MANUAL DO USUÁRIO BLUECOM MANUAL DO USUÁRIO Este equipamento opera em caráter secundário, isto é, não tem direito a proteção contra interferência prejudicial, mesmo de estações do mesmo tipo, e não pode causar interferência

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Fabricio Breve Onde estão as redes? Caixa Eletrônico Terminais conectados a um computador central Supermercados, farmácias, etc... Vendas Caixa Estoque Etc... Por que Redes?

Leia mais

Exemplo de configuração do cabo do console ASR5000

Exemplo de configuração do cabo do console ASR5000 Exemplo de configuração do cabo do console ASR5000 Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Pinout de SPIO Configuração padrão da porta de Console SPIO em ASR5000 Conecte a Cisco

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet

Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet Indice: Apresentação...2 Ligando o terminal...3 Configurações iniciais...3 Configuração de IP...3 Teclas especiais...4 Cabo de rede...4 Leitor externo...4

Leia mais

S i s t e m a s d e E n e r g i a

S i s t e m a s d e E n e r g i a S i s t e m a s d e E n e r g i a c a t á l o g o d e p r o d u t o s 2 0 1 0 A Analo oferece soluções completas, software e equipamentos para: Supervisão Telemedição Comunicação de dados Supervisão A

Leia mais

MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900

MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900 MANUAL RÁDIO MODEM COMPACTO 900 MHz RMC-900 Versão 1.00 Agosto 2012 Infinium Automação Industrial Ltda contato@infiniumautomacao.com.br 1. APRESENTAÇÃO O rádio modem RMC-900 foi projetado para utilização

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes Descrição do Produto As UCPs PO3x47 são destinadas a supervisão e controle de processos. Devido a sua arquitetura, é possível obter-se um alto desempenho em relação a série anterior de UCPs PO3x42. Com

Leia mais

TS-320240 Display Gráfico Serial

TS-320240 Display Gráfico Serial TS-320240 Display Gráfico Serial TS-320240 - v1.3-161205 - pg 1 O display gráfico serial TS-320240 combina um módulo serial com um display gráfico de 320x240 pontos. Este conjunto recebe dados serialmente

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Cabeamento Fabricio Breve Um dos primeiros tipos de cabos utilizados em rede Possui dois fios, sendo um uma malha que envolve o cabo em toda a sua extensão Essa malha funciona como

Leia mais

Microterminal USB - Protocolo VT 100 16 e 44 teclas

Microterminal USB - Protocolo VT 100 16 e 44 teclas Microterminal USB - Protocolo VT 100 16 e 44 teclas Gradual Tecnologia Ltda. Manual Microterminal USB - VT 100 16 e 44 teclas. 1 ÍNDICE Apresentação... 3 Especificação Técnica... 3 Características: (44

Leia mais

NAT: Definições locais e globais

NAT: Definições locais e globais NAT: Definições locais e globais Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Definições de termos Exemplos Defina os endereços local interno e global interno Defina os

Leia mais

Entendendo as placas de interface de voz de Estação de Câmbio Internacional (FXS)

Entendendo as placas de interface de voz de Estação de Câmbio Internacional (FXS) Entendendo as placas de interface de voz de Estação de Câmbio Internacional (FXS) Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Números de produto Recursos Configuração

Leia mais

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 05

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 05 Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores Módulo 05 2006 V1.0 Conteúdo Telecomunicação e Canais de Comunicação Multiplexação Tipos de Circuitos de Dados DTE e DCE Circuit

Leia mais

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador WSI250 - HI Tecnologia W i re l e s s S i g n a l I n t e r fa c e O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador WSI250 da HI tecnologia

Leia mais

Portas Paralelas e Seriais IEEE 1284, RS 232, USB e IEEE 1394 (Firewire) Porta Paralela no PC

Portas Paralelas e Seriais IEEE 1284, RS 232, USB e IEEE 1394 (Firewire) Porta Paralela no PC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Curso de Extensão em Arquitetura de Computadores Pessoais Portas Paralelas e Seriais IEEE 1284, RS 232,

Leia mais

NTP-001. Acessando o Master ou Master Expander com Cabos Serial-Serial ou Cabos Serial-Serial e USB-Serial PATCHVIEW V2.0

NTP-001. Acessando o Master ou Master Expander com Cabos Serial-Serial ou Cabos Serial-Serial e USB-Serial PATCHVIEW V2.0 Acessando o Master ou Master Expander com Cabos Serial-Serial ou Cabos Serial-Serial e USB-Serial PATCHVIEW V2.0 1. Objetivo No ambiente PatchView, é necessário acessar os equipamentos Master e Master

Leia mais

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem WT1000-LED Manual Técnico Versão A12-03 Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Professor Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail rafaelzottesso@utfpr.edu.br Site http://www.zottesso.com.br/disciplinas/rc24b0/ Disciplina

Leia mais

CES-0545. Conversor Ethernet-Serial. 2011 Safesoft Ltda. Ver. 1.0.0. Sistema de Gestão da Qualidade. Certificado por Bureau Veritas.

CES-0545. Conversor Ethernet-Serial. 2011 Safesoft Ltda. Ver. 1.0.0. Sistema de Gestão da Qualidade. Certificado por Bureau Veritas. .. CES-0545 Conversor Ethernet-Serial Sistema de Gestão da Qualidade Certificado por Bureau Veritas. ----------ISO 9001:2008------------ Conversor Ethernet-Serial Descrição geral O CES-0545 oferece uma

Leia mais

ÍNDICE 2 APRESENTAÇÃO 3

ÍNDICE 2 APRESENTAÇÃO 3 Índice ÍNDICE 2 APRESENTAÇÃO 3 Terminais de Consultas - Will 1000 e Will 2000 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 4 CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS: 4 CARACTERÍSTICAS MECÂNICAS: 4 INSTALAÇÃO 5 DESEMPACOTANDO 5 CONHECENDO

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO (PG/EEC)

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO (PG/EEC) CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO (PG/EEC) EA-254 Microcontroladores e Sistemas Embarcados / 2009 EXAME Alunos:Bruno Mourão Siqueira Kledermon Garcia Prof. Wagner Chiepa Cunha

Leia mais

Conjunto de Experiências de Baixo Custo para o Ensino de Sincronização de Relógios

Conjunto de Experiências de Baixo Custo para o Ensino de Sincronização de Relógios Conjunto de Experiências de Baixo Custo para o Ensino de Sincronização de Relógios Rogério Leite Alves Pinto, Carlos Eduardo Manchini e Rômulo Silva de Oliveira Departamento de Automação e Sistemas Universidade

Leia mais

O RVSToolKit é uma ferramenta que permite a configuração dos parâmetros do Rastrear Light utilizando uma porta serial do computador.

O RVSToolKit é uma ferramenta que permite a configuração dos parâmetros do Rastrear Light utilizando uma porta serial do computador. 1 ÍNDICE Introdução... 2 Instalação RVSToolKit... 3 Acessando o RVSToolKit... 4 Acesso ao modo de alteração de dados... 6 Opções do RVSToolKit... 7 1 INTRODUÇÃO 1.1 FERRAMENTO RVSTOOLKIT O RVSToolKit é

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes no conversor RS232 Ethernet (21)4063-9798 (11)4063-1877 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br Kits Didáticos e Gravadores da

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 3 EQUIPAMENTOS DE HARDWARE E FERRAMENTAS:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 3 EQUIPAMENTOS DE HARDWARE E FERRAMENTAS:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 3 EQUIPAMENTOS DE HARDWARE E FERRAMENTAS:... 2 1.1 Diferenças entre Hub e Switch... 2 1.1.1 Hub... 2 1.1.2 Switch... 2 1.1.3 Roteador... 3 1.2 Equipamentos fora de uso... 4 1.2.1 Repetidores...

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO PROFIBUS BOX MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Manual PROFIBUS BOX E.P.M. Tecnologia e Equipamentos Ltda. Avenida Comendador Gumercindo Barranqueiros, 285. Jardim Samambaia Jundiaí SP CEP - 13211-410 Telefone:

Leia mais

Laboratório - Estabelecimento de uma sessão de console com Tera Term

Laboratório - Estabelecimento de uma sessão de console com Tera Term Laboratório - Estabelecimento de uma sessão de console com Tera Term Topologia Objetivos Parte 1: Acessar um switch da Cisco através da porta de console serial Conectar-se a um switch da Cisco usando um

Leia mais

Comunicação via interface SNMP

Comunicação via interface SNMP Comunicação via interface SNMP 1 - FUNCIONAMENTO: Os No-breaks PROTEC possuem 3 interfaces de comunicação: Interface RS232, interface USB e interface SNMP. Todas elas permitem o controle e o monitoramento

Leia mais

ESTUDO DA PORTA SÉRIE E DA PORTA PARALELA

ESTUDO DA PORTA SÉRIE E DA PORTA PARALELA ESTUDO DA PORTA SÉRIE E DA PORTA PARALELA Fernando Alves Liliana Castro Outubro 2003 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. PORTA SERIAL...4 2.1. COMUNICAÇÕES SÍNCRONAS E ASSÍNCRONAS...5 2.2. BITS DE PARIDADE...6

Leia mais

Ilustração 1: Exemplo de uma rede Frame Relay

Ilustração 1: Exemplo de uma rede Frame Relay Laboratório de RCO2 12 o experimento Objetivo: Introdução Configurar uma rede Frame Relay A tecnologia WAN Frame Relay é uma rede de transporte implantada como infraestrutura em operadoras de serviço (por

Leia mais

Modem Industrial GSM/GPRS MIN-300A

Modem Industrial GSM/GPRS MIN-300A Modem Industrial GSM/GPRS MIN-300A Manual do Usuário DMO 2768-001 DARUMA TELECOMUNICAÇÕES E INFORMÁTICA S.A. TERMO DE GARANTIA ID: A Daruma Telecomunicações e Informática S.A. assegura ao Consumidor deste

Leia mais

Manual da Comunicação Modbus-RTU

Manual da Comunicação Modbus-RTU Manual da Comunicação Modbus-RTU Relé Inteligente Série: SRW 01 Idioma: Português Documento: 10000013033 / 00 12/2007 Sobre o manual Sumário SOBRE O MANUAL...5 ABREVIAÇÕES E DEFINIÇÕES... 5 REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Net Manager Informática Ltda Versão 6.0 1998-2007 1) Instalação do Software Coletor Guia de Instalação Executar o programa

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 2 INTERFACE E CABEAMENTO DE REDES - Parte física da rede - Cabeamento - Placas de rede (interfaces)

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

Laboratório 4.2.9e Fluke LinkRunner Testes de Cabos e de Placa de Rede

Laboratório 4.2.9e Fluke LinkRunner Testes de Cabos e de Placa de Rede Laboratório 4.2.9e Fluke LinkRunner Testes de Cabos e de Placa de Rede Objetivo Familiarizar-se com as capacidades do Fluke LinkRunner Verificar o comprimento e a integridade dos cabos Determina onde um

Leia mais

INTERFACE CONVERSORA SERIAL EAI-232-D <=> EIA-485

INTERFACE CONVERSORA SERIAL EAI-232-D <=> EIA-485 MANUAL DO USUÁRIO INTERFACE CONVERSORA SERIAL EAI-232-D EIA-485 MAR/ 03 ICS2.0P I C S 2 0 P M P smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta.

Leia mais

UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO. Junho de 2005. ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B

UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO. Junho de 2005. ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B UNIDADE DE SAÍDA ESTENDIDA ÓPTICA ELO.2148/O MANUAL DO USUÁRIO Junho de 2005 ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 5045840068-B Índice Índice... i Introdução...1-1 Conteúdo Deste Manual...1-1 Onde Obter Mais

Leia mais

ME-033 MANUAL DO EQUIPAMENTO TERMINAL SERVER TS 5014

ME-033 MANUAL DO EQUIPAMENTO TERMINAL SERVER TS 5014 TERMINAL SERVER TS 54 Manual do Equipamento _Rev-TS-54 TS-54 ECIL INFORMÁTICA IND. E COM. LTDA Av. Tamboré, 973 - CEP: 06460-000 Alphaville Centro industrial e empresarial Barueri SP Brasil Tel.:+(11)

Leia mais

Índice. presys. 1.0 - Introdução... 1 Comunicação RS-232... 1 Comunicação RS-485... 4. Anexo 1 Comunicação RS-232 com Instrumento DMY-2015...

Índice. presys. 1.0 - Introdução... 1 Comunicação RS-232... 1 Comunicação RS-485... 4. Anexo 1 Comunicação RS-232 com Instrumento DMY-2015... ys es pr Índice 1.0 - Introdução... 1 Comunicação RS-232... 1 Comunicação RS-485... 4 Anexo 1 Comunicação RS-232 com Instrumento DMY-2015... 8 Anexo 2 Comunicação RS-485 com Instrumento DMY-2015... 13

Leia mais

FAGOR RS-232 MANUAL DE INSTALAÇÃO E DE OPERAÇÃO PARA NV. Ref: 0307

FAGOR RS-232 MANUAL DE INSTALAÇÃO E DE OPERAÇÃO PARA NV. Ref: 0307 FAGOR RS- PARA NV Ref: 00 MANUAL DE INSTALAÇÃO E DE OPERAÇÃO INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DA OPÇÃO RS--C DESCRIÇÃO DO CONECTOR RS--C Esta opção está disponível nos modelos cujo nome termina por RS. Utiliza um

Leia mais

Segunda Lista de Exercícios

Segunda Lista de Exercícios INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Segunda Lista de Exercícios 1. Qual é a posição dos meios de transmissão no modelo OSI ou Internet? Os meios de transmissão estão localizados abaixo

Leia mais