WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY"

Transcrição

1 Cabos Telefônicos

2 WORLDWIDE LEADER IN THE Líder CABLE INDUSTRY Mundial na Indústria de Cabos WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY With energy as the basis of its development, Nexans has a global presence in the infrastructure, With energy as the basis of its development, Nexans has a global presence in the infrastructure, Com industry, a energia building, como and Local base Area de seu Network desenvolvimento, (LAN) markets. a As Nexans a worldwide é a líder leader mundial in the cable na indústria industry de With cabos, industry, energy graças building, as the à sua and basis relevante Local of its Area development, atuação Network nas (LAN) Nexans áreas markets. has a de infraestrutura, As global a worldwide presence indústria, leader in the infrastructure, construção the cable e industry rede local industry, we offer an building, extensive and range Local of Area cables, Network cabling (LAN) systems markets. and As services a worldwide to raise leader industrial the productivity, (LAN). we offer Nosso an extensive Grupo range fornece of uma cables, ampla cabling cable industry gama systems de cabos and services e sistemas to raise de industrial cabeamento productivity, para elevar a improve we offer an business extensive performance, range of cables, enhance cabling safety, systems enrich and the quality services of to life, raise and industrial assure long-term productivity, network produtividade improve business industrial, performance, melhorar enhance a perfomance safety, enrich dos the negócios, quality of life, a segurança, and assure a long-term qualidade network de vida improve business performance, enhance safety, enrich the quality of life, assure long-term network e reliability. reliability. garantir The The a confiabilidade Group Group is is present present da worldwide, worldwide, rede ao longo operating operating prazo. on on Com all all continents, continents, presença and and industrial has has recently recently em mais de 40 países reliability. The Group is present worldwide, operating on all continents, and has recently e atividades comerciais em todo o mundo, a Nexans emprega profissionais e teve, em reinforced reinforced its its position position in in South South America America with with the the acquisition acquisition of of Madeco Madeco Group s Group s cable cable activities. activities. 2010, vendas estimadas em 6.1 bilhões de euros. A Nexans está listada na Bolsa NYSE Euronext de Paris Infraestrutura Infrastructure A Nexans Nexans fornece cabos e Infrastructure provides complete cables soluções and cabling de solutions cabeamento for power para Infrastructure a generation, Nexans transmissão provides transmission e distribuição complete and cables de energia. distribution. and cabling As New novas solutions technologies tecnologias for power Nexans provides complete cables elevam significantly generation, consideravelmente transmission increase capacity and a and cabling solutions for power capacidade and distribution. reduce the New e reduzem danger technologies of o risco de blackouts. generation, blecaute. To transmission reinforce rail and significantly increase capacity safety Para distribution. and efficiency, reduce aumentar the New we a danger technologies segurança have of products e a especially significantly eficiência designed das infraestruturas for railway blackouts. To increase reinforce capacity rail safety metro expansion around ferroviárias, and reduce efficiency, the temos we danger have produtos of products the world. And to meet diverse especialmente desenvolvidos needs blackouts. especially of incumbent designed To reinforce and railway new safety para a demanda desse telecom and efficiency, metro operators expansion we have in providing around products segmento. Fiber-To-The-Home, especially the world. designed And to meet for Nexans railway diverse E has para customized solucionar solutions as mais aimed and needs metro of incumbent expansion and around new diversas at lowering necessidades telecom operators capital in expenditure providing das the and world. novas operating And operadoras costs. to meet diverse de Fiber-To-The-Home, Nexans telecomunicação, needs For the of world s incumbent busy a and airports, Nexans new has customized solutions aimed tem telecom megaports soluções operators and customizadas, cargo in providing hubs, at lowering capital expenditure visando we supply reduzir cables os and gastos cabling Fiber-To-The-Home, Nexans de systems and operating investimento for all energy costs. e custo de has customized solutions aimed operações. and For the communication world s busy airports, needs, a at megaports unique lowering offer and capital in cargo today s expenditure hubs, Para aeroportos, oferecemos globalized world. cabos and we supply operating e sistemas cables costs. and de cabling cabeamento For systems the world s for all para energy busy distribuição airports, de megaports and energia, communication and redes cargo de needs, hubs, comunicação, we a unique supply offer cables in terminais, today s and cabling sistemas globalized systems for de world. all manuseio energy de cargas, iluminação de pistas, and communication needs, torres de controle, etc. a unique offer in today s 2 I Rede Interna globalized world. Industry Nexans Industry provides a complete portfolio Indústria Industry of cables and solutions Nexans A Nexans provides oferece a complete for market segments uma as diverse as Nexans portfolio gama oil and completa provides of gas, cables petrochemicals, de a and complete cabos solutions nuclear portfolio for e soluções market energy, of segments destinadas cables shipbuilding, and as às solutions diverse aerospace, as mais oil diversificadas and gas, rolling petrochemicals, stock, for market segments áreas diverse de automation, nuclear atuação, energy, como: material shipbuilding, automotiva, handling and as oil material automotives. and gas, petrochemicals, aerospace, rodante rolling ferroviário, We stock, have a nuclear automation, indústria reputation energy, aeroespacial, material for shipbuilding, creating handling advanced aerospace, technologies and and construção automotives. naval, rolling We energia stock, have durable high-performance automation, a nuclear, reputation petróleo, material for creating gás handling e products, while promoting the petroquímica, manutenção e responsible and advanced automotives. technologies development We have and of natural a durable automação. reputation resources, high-performance creating protecting the Agregamos environment, valor and através facilitating de advanced products, while technologies promoting and the recycling. avançadas With tecnologias a strong and e de durable responsible high-performance development of dedicated natural produtos resources, confiáveis R&D organization, protecting de alta products, we performance. while promoting the the are environment, committed and to adding facilitating value responsible to our development products for of recycling. With a strong and the natural benefit resources, of customers. protecting dedicated R&D organization, Our the environment, Industrial Ethernet and facilitating solutions have we are merged committed production to adding recycling. With a strong and and value back to our office products activities, for and contributed dedicated the benefit R&D of to our leaner organization, customers. and more flexible we Our are Industrial committed manufacturing. Ethernet to adding solutions value have merged to our products production for the and benefit back office our activities, customers. and Our contributed Industrial to leaner Ethernet and solutions more flexible manufacturing. have merged production and back office activities, and contributed to leaner and more flexible manufacturing. Buildings Nexans Buildings Construção supplies cables and A Nexans network fornece solutions cabos for structures Nexans Buildings e soluções supplies of de all rede types: cables para from small and construções network residences solutions todos public for os and office Nexans buildings supplies and cables structures tipos, desde of all pequenas types: industrial from complexes. and small network residências residences We solutions serve até edifícios to public both for and new structures construction and major office públicos, buildings of escritórios all and types: industrial e from renovation markets, often small complexes. complexos residences We industriais. serve to public both A and involving cultural and heritage sites. office new Nexans construction To buildings protect é a pioneira and the and public industrial major em and complexes. renovation cabos the buildings, markets, We alta serve resistência themselves, often both Nexans new involving ao fogo construction has para cultural pioneered a segurança and major heritage successive pública e generations desenvolve também fireresistant, and soluções the buildings, fire-retardant industriais themselves, Ethernet cables renovation sites. To protect markets, the public often which involving para interligar are cultural durable, and os escritórios compact heritage Nexans has pioneered and às easy sites. fábricas. to To install. protect From the public standard successive generations of fireresistant, fire-retardant cables products and Os produtos the buildings, renewable Nexans themselves, respeitam energy solutions like our cables Nexans as mais has rígidas pioneered normas for which rooftop are durable, photovoltaic compact arrays and de proteção ambiental e successive easy Nexans to install. is generations contributing From standard of to fireresistant, products sustainable to fire-retardant renewable and efficient energy cables reciclagem. Dos produtos the buildings padronizados of the às future. soluções which solutions are durable, like our compact cables and de energia renovável, estes easy for rooftop install. photovoltaic From standard arrays produtos contribuem para os products Nexans edifícios sustentáveis to is renewable contributing do energy to futuro. solutions the sustainable like and our efficient cables buildings of the future. for rooftop photovoltaic arrays Nexans is contributing to the sustainable and efficient buildings of the future. Local Redes Area LAN Networks Nexans A Nexans provides fornece copper sistemas de and cabeamento optical fiber em cabling cobre e fibra Local Area Networks systems óptica para for new as atuais resourceintensive applications, densidade: like e futuras Nexans aplicações provides de alta copper Data Local and call optical centers, Centers, Area fiber data Storage Networks cabling centers, Area Networks Nexans systems serviços provides for and new armazenamento Security resourceintensive dados copper Services. de Nexans and optical (storage). advanced applications, fiber cabling solutions like are As soluções handling Nexans core business systems Data Centers, for new Storage resourceintensive protegendo sensitive Area data, apresentam protecting alto operations desempenho, Networks and Security Services. in applications, conditions, as operações like and Nexans advanced solutions giving Data e permitindo Centers, organizations a Storage transmissão high-speed Area are handling core business transmission Networks em altas velocidades and and Security the ability com Services. data, to confiabilidade. protecting operations protect and retrieve vital Nexans advanced solutions information. in sensitive conditions, and are giving handling organizations core business high-speed data, transmission protecting and operations the ability in to sensitive protect and conditions, retrieve vital and information. giving organizations high-speed transmission and the ability to protect and retrieve vital information.

3 Índice Rede Interna Rede Interna: CI - CM - X - Y...4 Rede Externa Rede Externa: CCE - APL - ASF - X - Y Rede Externa: CTP - APL - X - Y...8 Rede Externa: CTP - APL - xdsl - X - Y...10 Rede Externa: CTP - APL - G - X - Y...12 Rede Externa: CTP - APL - AS - X - Y...14 Rede Externa: CTS - APL - X - Y...16 Rede Externa: CTS - APL - G - X - Y...18 Formação dos Cabos Formação dos Cabos...20 Código de Cores Código de Cores...21 Rede Interna I 3

4 Descrição do cabo: CI - CM - X - Y Rede interna CI - CM Cabo telefônico CI: conjunto constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, estanhado, com isolação em termoplástico, reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo seco, enfaixado por fitas de material não hidroscópico e envolvido por uma ou mais fitas de alumínio ou poliéster aluminizado e, sob estas, contendo fios de cobre eletrolítico em contato com as fitas de alumínio, protegido por um revestimento em termoplástico. Designação CI Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. CM Classificação de retardancia para uso geral em propagação vertical da chama. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre estanhado. Isolação: Isolamento termoplástico sólido. Núcleo: Seco. Blindagem: Fitas de poliester aluminizado e fiodreno para manter a continuidade. Revestimento externo Policloreto de Vinila (PVC) na cor cinza. Aplicação Redes telefônicas internas. Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico blindado para redes internas. Certificado de Homologação Tipo de instalação Centrais telefônicas, prédios comerciais, industriais, residenciais e outros. 4 I Rede Interna

5 Dados dimensionais Número de Pares Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,5 10,0 10, ,5 12,5 13, ,5 14,5 16, ,0 17,5 19, ,5 20,5 22, ,5 22,5, ,5 31,0 34, ,5 37,0 41, ,0 42,0 46, ,5 51,0 56, ,0 58, ,0 61, ,0 69, Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Ind. Méd. Desequilíbrio resistivo (%) Ind. Capacitância mútua média (nf/km) Máxima Tensão elétrica aplicada Entre (Vcc/1min) x Blindagem (Vcc/3seg) Resistência de Isolamento (MΩ/Km) ,0 3,0 7, ,8 3,0 7, ,9 3,0 7, Rede Interna I 5

6 Descrição do cabo: CCE - APL - ASF - X - Y Rede externa CCE - APL - ASF Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico, reunidos no máximo em 30 pares, núcleo seco, protegido por uma capa APL, juntamente com fibras sintéticas incorporadas longitudinalmente ao revestimento externo. Designação CCE Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. ASF Auto sustentável por fibra sintética. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico sólido. Núcleo: Seco. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta) juntamente com fibras sintéticas, aplicadas longitudinalmente. Aplicação Rede externa rural e em áreas próximas ao litoral dispensando o uso da cordoalha de aço. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico CCE - APL - AS Fisolado em polietileno ou polipropileno, protegido por uma capa APL. Certificado de Homologação Exclusivamente aérea, com vãos de até 120 metros entre postes. 6 I Rede Externa

7 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,3 9,3 9,3 11,7 10,1 10,1 10,1 12, ,3 9,3 10,9 12, ,1 10,1 11,8 13,4 9,3 9,3 10,9 14, ,1 10,1 11,8 15,3 9,3 10,9 11,7 14, ,1 11,8 12,6 15,3 9,3 10,9 12,5 15, ,1 11,8 13,4 16,2 10,9 12,5 14, ,8 13,4 15,3-12,5 14, ,4 15, , , Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Nom. Méd. Ind. Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind. Até 6 pares ,2 140,2 2,0 5, ,0 89,5 1,5 5, , ,8 53,7 1,5 4, ,3 28,2 1,5 4,0 Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Resistência elétrica (Ω/Km) Resíduo de telediafonia 150kHz (db/km) Entre x Blindagem Mínima Individual RMS Até 6 pares ,8 67,8 * Sob consulta, outras formações de pares poderão ser fabricadas. Rede Externa I 7

8 Descrição do cabo: CTP - APL - X - Y Rede externa CTP - APL Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico, reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo seco, protegido por uma capa APL. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico sólido. Núcleo: Seco. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta). Aplicação Redes telefônicas externas como cabo secundário de distribuição de acessos. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico isolado com polietileno ou polipropileno, protegido por uma capa APL. Certificado de Homologação Em redes aéreas ou subterrâneas pressurizadas em linhas de dutos. 8 I Rede Externa

9 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,0 13,5 14,5 17, ,0 15,0 17,0 21, ,5 17,0 19,0 26, ,0 19,5 23,5 31, ,0 23,0 28,0 37, ,0 26,0 31,0 41, ,0 34,0 42,0 56, ,0 40,0 51,0 71, ,0 46,0 58,0 80, ,0 56,0 71, ,0 59,5 75, ,0 68, ,0 77, , , Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Ind. Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind. Até 20 pares ,2 2,0 5, ,2 1,5 5, ,8 1,5 4, ,3 1,5 4,0 Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Entre x Blindagem Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Mínima , Resíduo de telediafonia 150kHz (db/km) Individual RMS Sinal de Transmissão (db/km) Média Máxima ,3 23, ,6 19,8 Atenuação Paradiafonia db Mínima 150kHz 1024kHz 150kHz 1024kHz 12,5 29, ,6 14,9 * Sob consulta, outras formações de pares poderão ser fabricadas Rede Externa I 9

10 Descrição do cabo: CTP - APL - xdsl - X - Y - Z Rede externa CTP - APL - xdsl Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico, reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo seco, protegido por uma capa APL. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Capa APL. xdsl - Cabo aplicado na transmissão de sinais DSL. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Z - Freqüência de operações dos cabos. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico sólido. Núcleo: Seco. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta). Aplicação Redes telefônicas externas na transmissão de sinais digitais em tecnologia xdsl até uma freqüência máxima de operação de 8,5 Mhz. Tipo de instalação Preferencialmente em instalações aéreas. Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR300 ANATEL - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. Requisitos técnicos para certificação (Gerenciade certificação -RFCEC/ RFCE/SRF-Categoria l) NBR Cabo telefônico isolado com termoplástico e com núcleo protegido por capa APL, aplicado para transmissão de sinais em tecnologia xdsl. Certificado de Homologação I Rede Externa

11 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) , , , , , , , Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Ind. Até 20 pares ,2 2,0 5, Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind. 45, Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Entre x Blindagem Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Mínima Frequência (Mhz) Atenuação do sinal de transmissão (db/100m) Máximo Individual Soma de potências de paradiafonia (PSNEXT) Individual Soma de potências do resíduo de telediafonia (PSELFEXT) Individual Perda de retorno Individual Impedância característica (Ω) 0,10 1, ,15 1, ,30 1, ,50 1, ,60 1, ,10 2, ,00 3, ,00 4, ,30 5, ,50 6, ,3 a 1,0 Mhz 12 1,0 a 8,5 Mhz 110 a 150 Rede Externa I 11

12 Descrição do cabo: CTP - APL - G - X - Y Rede externa CTP - APL - G Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico, reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo totalmente preenchido com material resistente à penetração de umidade, protegido por uma capa APL. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. G - Cabo geleado. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico sólido. Núcleo: Totalmente preenchido com geléia. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta). Aplicação Redes telefônicas externas como cabo secundário de distribuição de acessos. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico isolado com termoplástico, núcleo geleado protegido por uma capa APL. Certificado de Homologação Subterrânea, em dutos ou diretamente enterrados. 12 I Rede Externa

13 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,0 15,0 16,0 19, ,0 16,5 19,5 24, ,0 18,5 22,5 28, ,5 21,5 26,5 34, ,0,5 30,5 40, ,5 29,0 35,0 47, ,0 38,5 48,0 63, ,5 45,5 57,0 77, ,0 52,0 66, ,0 61,0 78, Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio Resistivo (%) Capacitância Mútua (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Nom. Méd. Ind. Até 20 pares ,2 140,2 2,0 5, ,2 89,5 1,5 5, ,8 53,7 1,5 4, ,3 28,2 1,5 4,0 Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind , Tensão Elétrica Aplicada (Vcc/3s) Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Resíduo de Telediafonia 150kHz (db/km) Entre x Blindagem Mínima Individual RMS ,8 67,8 * Sob consulta, outras formações de pares poderão ser fabricadas. Rede Externa I 13

14 Descrição do cabo: CTP - APL - AS - X - Y Rede externa CTP - APL - AS Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico, reunidos no máximo em 100 pares, núcleo seco, protegido por uma capa APL, juntamente com uma cordoalha de aço aplicada longitudinalmente ao revestimento externo, formando uma figura 8. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. AS - Auto sustentado por cordoalha de aço. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico sólido. Núcleo: Seco. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta), juntamente com uma cordoalha de aço, aplicada longitudinalmente, formando uma figura 8. Aplicação Redes telefônicas externas como cabo secundário de distribuição de acessos. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico CTP - APL - AS isolado com termoplástico, núcleo protegido por APL e auto-sustentado por cordoalha de aço. Certificado de Homologação Exclusivamente em redes aéreas. 14 I Rede Externa

15 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,5,0 26,5 29,0 12,0 13,5 14,5 17, ,5 26,5 28,5 33,0 14,0 15,0 17,0 21, ,5 28,5 31,5 37,0 15,5 17,0 19,0 26, ,0 31,0 34,5 42,0 18,0 19,5 23,5 31, ,5 34, ,0 23, ,5 37, ,0 26,0 - - Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Nom. Méd. Ind. Até 20 pares ,2 140,2 2,0 5, ,0 89,5 1,5 5, ,8 53,7 1,5 4, ,3 28,2 1,5 4,0 Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind , Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Resíduo de telediafonia 150kHz (db/km) Entre x Blindagem Mínima Individual RMS ,8 67,8 Rede Externa I 15

16 Descrição do cabo: CTS - APL - X - Y Rede externa CTS - APL Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico expandido, revestido por uma camada sólida reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo seco, protegido por uma capa APL. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico sólido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico celular (tipo FOAM-SKIN). Núcleo: Seco. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta). Aplicação Redes telefônicas externas analógicas e/ou digitais como cabo tronco ou de acessos. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico isolado com t ermoplástico expandido e núcleo protegido por capa APL. Certificado de Homologação Subterrânea, pressurizados em dutos. 16 I Rede Externa

17 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,5 10,5 13, ,5 12,5 16, ,0 14,0 18, ,5 16,5 21, ,5 20,0, ,0 22,0 29, ,0 29,5 38, ,0 36,0 45, ,0 41,5 51, ,0 49,0 60, ,0 58,0 70, ,0 64, , , , , , Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Nom. Méd. Ind ,2 140,2 2,0 5, ,2 89,5 1,5 5, ,8 53,7 1,5 4,0 Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind , Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Resíduo de telediafonia 150kHz (db/km) Atenução de Paradiafonia a 80 khz (db) Impedância Característica a 80 khz (Ω) Entre x Blindagem Mínima Individual RMS Mínima Nominal Rede Externa I 17

18 Descrição do cabo: CTS - APL - G - X - Y Rede externa CTS - APL - G Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico, sólido, com isolação em termoplástico expandido, revestido por uma camada sólida reunidos no mínimo em 10 pares, núcleo totalmente preenchido com material resistente à penetração de umidade, protegido por uma capa APL, aplicáveis em rede telefônica externa, subterrânea, em dutos ou diretamente enterrados. Designação CTP Cabo telefônico com isolamento termoplástico expandido. APL Fita de alumínio politenada com dupla face. G - Cabo geleado. X Número centesimal do diâmetro do condutor. Y Número de pares nominais no cabo. Dados construtivos Condutor: Cobre nu. Isolação: Termoplástico celular (tipo FOAM-SKIN). Núcleo: Totalmente preenchido com geléia. Revestimento externo Tipo APL (alumínio politenado, revestido por uma camada de polietileno na cor preta). Aplicação Redes telefônicas externas analógicas e/ou digitais como cabo tronco ou de acessos. Tipo de instalação Especificações Aplicáveis Anexo à resolução NR 300 Anatel - Norma para certificação e homologação de cabos telefônicos metálicos. NBR Cabo telefônico isolado com t ermoplástico expandido, núcleo com geléia e protegido por capa APL. Certificado de Homologação Subterrânea, em dutos ou diretamente enterrados. 18 I Rede Externa

19 Dados dimensionais Número de Pares* Externo (mm) Massa Nominal (kg/km) Comprimento Nominal (m) ,0 13,5 14, ,0 15,0 17, ,0 17,0 18, ,0 19,0 23, ,0 23,0 27, ,0 29,0 31, ,0 33,0 39, ,0 39,0 47, ,0 43,0 54, ,0 53,0 63, ,0 65,0 73, ,0 72, , , , Características elétricas Resistência elétrica (Ω/Km) Desequilíbrio resistivo (%) Capacitância mútua média (nf/km) Desequilíbrio Capacitivo (pf/km) Par x Par Par x Terra Ind. Méd. Nom. Méd. Ind ,2 140,2 2,0 5, ,2 89,5 1,5 5, ,8 53,7 1,5 4,0 Mín. Nom. RMS Ind. Méd. Ind , Tensão elétrica aplicada (Vcc/3s) Resistência de Isolamento (MΩ.Km) Resíduo de telediafonia 150kHz (db/km) Atenução de Paradiafonia a 80 khz (db) Impedância Característica a 80 khz (Ω) Entre x Blindagem Mínima Individual RMS Mínima Nominal * Sob consulta, outras formações de pares poderão ser fabricadas. Rede Externa I 19

20 20 I Formação dos cabos Cabos concêntricos Formação dos Cabos 12P 13P P 30P 20P 10P VTxAZ VTxLA VTxVD VTxMA PTxVD AMxAZ AMxLA AMxVD AMxMA AMxCZ 50P 75P 100P 200P 300P 400P 600P 900P 1200P 1500P 1800P 2400P 3000P 3600P Formação dos cabos Cabos concêntricos Grupos básicos AMxVD AMxLA AMxAZ PTxVD PTxVD PTxVD AMxAZ VTxVD VTxLA VTxMA PTxVD AMxAZ VTxAZ AMxCZ AMxMA AMxVD AMxLA PTxVD PTxVD AMxAZ AMxLA AMxVD Formação dos cabos Certificado de Homologação Resolução NR 300 Obs: Outras formações sob consulta 11 12P 13P P 30P 20P 10P VTxAZ VTxLA VTxVD VTxMA PTxVD AMxAZ AMxLA AMxVD AMxMA AMxCZ 50P 75P 100P 200P 300P 400P 600P 900P 1200P 1500P 1800P 2400P 3000P 3600P Formação dos cabos Cabos concêntricos Grupos básicos AMxVD AMxLA AMxAZ PTxVD PTxVD PTxVD AMxAZ VTxVD VTxLA VTxMA PTxVD AMxAZ VTxAZ AMxCZ AMxMA AMxVD AMxLA PTxVD PTxVD AMxAZ AMxLA AMxVD Formação dos cabos Certificado de Homologação Resolução NR 300 Obs: Outras formações sob consulta 11 Grupos básicos Certificado de Homologação Resolução NR 300 TÜVRheinland

Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão

Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão WORLDWIDE LEADER IN THE Líder CABLE INDUSTRY Mundial na Indústria de Cabos WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY With

Leia mais

CTP APL xdsl 8,5 MHz

CTP APL xdsl 8,5 MHz CTP APL xdsl 8,5 MHz Tipo do Produto Construção 10 a 1800 pares Cabos Telefônicos Núcleo seco Descrição Cabo telefônico para banda larga, constituído por condutores de cobre eletrolítico e maciço, isolação

Leia mais

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações FAST CIT Tipo do Produto Cabos Telefônicos Construção 02 a 200 pares Núcleo seco Classificação de retardância a chama: CM ROHS Compliant Descrição Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico,

Leia mais

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC)

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Os cabos ópticos TELCON contam com uma excelente proteção e transmissão óptica para conectar longas distancias e outros serviços como Multimedia, Internet

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

Cabos de Telecomunicações

Cabos de Telecomunicações Cabos de Telecomunicações A General Cable detém uma posição de liderança tecnológica no fabrico de cabos de telecomunicações. A unidade fabril de Morelena, que concentra a produção na Europa desde tipo

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

Alumínio Condutores Nus Termorresistentes

Alumínio Condutores Nus Termorresistentes Alumínio Condutores Nus Termorresistentes Líder Mundial na Indústria de Cabos Com a energia como base de seu desenvolvimento, a Nexans é a líder mundial na indústria de cabos, graças à sua relevante atuação

Leia mais

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto FASTLAN Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS)

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) MANUAL ITED 1ª edição ANEXO 6 1 CABOS TVV E TVHV 1 2 3 4 1 5 2 3 1. Revestimento Exterior (camada de PVC) 2. Cintagem 3. Isolamento do condutor

Leia mais

Esquematicamente, a rede de assinantes é composta pelos seguintes elementos: Planta Externa. Caixa de Distribuição. Cabo Primário.

Esquematicamente, a rede de assinantes é composta pelos seguintes elementos: Planta Externa. Caixa de Distribuição. Cabo Primário. 2 REDE DE ASSINANTES É a parcela do sistema telefônico que interliga a central local com o aparelho telefônico. Além da voz, é usada também para comunicação de dados. Atualmente a rede de assinantes é

Leia mais

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Características Construtivas 1) Para Fio Inbranil Antichama: condutor sólido de cobre eletrolítico nu, têmpera mole, classe 1. Para Cabo Inbranil Antichama: condutor

Leia mais

CFOT-MF/UB. Interno / Externo

CFOT-MF/UB. Interno / Externo CFOT-MF/UB Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Núcleo Seco Tubo Loose (UB) ou Cordão Monofibra (MF) SM ou MM Descrição Conjunto constituído por cordões ópticos ("tight buffer") ou tubos

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CABOS ESPECIAIS CABO INVERSOR DE FREQUÊNCIA CABO INVERSOR DE FREQUÊNCIA SIMÉTRICO SOLUÇÕES ESPECIAIS SINAL GARANTIDO DE PONTA A PONTA

CABOS ESPECIAIS CABO INVERSOR DE FREQUÊNCIA CABO INVERSOR DE FREQUÊNCIA SIMÉTRICO SOLUÇÕES ESPECIAIS SINAL GARANTIDO DE PONTA A PONTA CABO INVERSOR DE FREQUÊNCIA pretas numeradas + uma veia verde/amarela. em fita de alumínio invertida + dreno estanhado de 0,5mm2 sobreposta por trança de cobre estanhado. SINAL GARANTIDO DE PONTA A PONTA

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 300, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS TELEFÔNICOS METÁLICOS

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 300, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS TELEFÔNICOS METÁLICOS ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 300, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS TELEFÔNICOS METÁLICOS 1. OBJETIVO Esta norma estabelece os requisitos mínimos a serem demonstrados na avaliação

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Construção Cabos Ópticos Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Família do Produto Construção TeraLan Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras

Leia mais

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão. Este cabo tem como diferencial ser constituído por um único tubo loose, protegidos por termoplástico preto retardante a chama

Leia mais

REQUISITOS TÉCNICOS E PROCEDIMENTOS DE ENSAIOS APLICÁVEIS À CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÃO DE CATEGORIA I - INDICE -

REQUISITOS TÉCNICOS E PROCEDIMENTOS DE ENSAIOS APLICÁVEIS À CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÃO DE CATEGORIA I - INDICE - REQUISITOS TÉCNICOS E PROCEDIMENTOS DE ENSAIOS APLICÁVEIS À CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÃO DE CATEGORIA I OBSERVAÇÃO: Os itens destacados em VERMELHO no indice e nas Notas indicam as últimas

Leia mais

cabos para áudio vídeo broadcast

cabos para áudio vídeo broadcast cabos para áudio vídeo broadcast apresentação A CV AUDIO inciou uma parceria com a espanhola Conducfil para oferecer cabos com qualidade europeia aos profissionais de áudio, vídeo e Broadcast de todo o

Leia mais

Cabo SOHOPLUS U/UTP CAT 5e 24 AWGX4P CMX

Cabo SOHOPLUS U/UTP CAT 5e 24 AWGX4P CMX Cabo SOHOPLUS U/UTP CAT 5e 24 AWGX4P CMX Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção SOHOPLUS RoHS Compliant Categoria 5e U/UTP (não blindado) PVC - CMX Jm Características Gerais Descritivo

Leia mais

GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS

GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan RoHS Compliant Categoria 6 U/UTP (não blindado) PVC (CM/CMR) Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

FIOS E CABOS BAIXA TENSÃO

FIOS E CABOS BAIXA TENSÃO FIOS E CABOS BAIXA TENSÃO Conceitos Básicos sobre es Elétricos Definições: Vergalhão Produto metálico não-ferroso de seção maciça circular, destinado à fabricação de fios. Fio Metálico Produto maciço,

Leia mais

Rede Externa Telefonia Fixa

Rede Externa Telefonia Fixa 1 Aluno(a):......Turma:... Rede Externa Telefonia Fixa 2 REDES TELEFÔNICAS ÍNDICE 1) Introdução...3 2) Subdivisão e Componentes da Rede Externa...4 3) Tipos de Redes Externas...6 4) Projeto de Rede Telefônica

Leia mais

atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO - v01

atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO - v01 atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO v01 Í N D I C E DADOS E COMUNICAÇÃO Telefónicos Interiores Transmissão de Dados Pág. 03 Pág. 07 3 CABOS TELEFÓNICOS INTERIORES CABO PLANO TIPO CONSTITUIÇÃO

Leia mais

GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS

GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS GIGALAN CAT. 6 U/UTP 23AWGx4P - RoHS Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan RoHS Compliant Categoria 6 U/UTP (não blindado) PVC (CM/CMR) Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

Condutores e cabos eléctricos

Condutores e cabos eléctricos Condutores e cabos eléctricos Os condutores utilizados nas instalações eléctricas são geralmente de cobre, ou de alumínio. O condutor eléctrico pode ser divididos em: Condutor nu: é um condutor que não

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

GIGALAN STD CAT.6 U/UTP 24AWG X 4P

GIGALAN STD CAT.6 U/UTP 24AWG X 4P GIGALAN STD CAT.6 U/UTP 24AWG X 4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan RoHS Compliant Categoria 6 U/UTP (não blindado) CM,CMR Características Gerais Descritivo Ambiente de Instalação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração.

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração. PREGÃO nº 132/2008 ANEXO I Proposta de Preços Processo: 7926/2008 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc Estadual: Endereço: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS (quando

Leia mais

Noções Básicas de identificação da qualidade de cabos coaxiais e pares trançados

Noções Básicas de identificação da qualidade de cabos coaxiais e pares trançados Noções Básicas de identificação da qualidade de cabos coaxiais e pares trançados Este tutorial apresenta noções básicas de identificação da qualidade de cabos coaxiais e pares trançados. Mauricio Matos

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

UTP Unshielded Twisted Pair - UTP ou Par Trançado sem Blindagem: é o mais usado atualmente tanto em redes domésticas quanto em grandes redes

UTP Unshielded Twisted Pair - UTP ou Par Trançado sem Blindagem: é o mais usado atualmente tanto em redes domésticas quanto em grandes redes Definição Cabeamento para uso integrado em comunicações de voz, dados e imagem preparado de maneira a atender diversos layouts de instalações, por um longo período de tempo, sem exigir modificações físicas

Leia mais

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013 1/2013 CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE ÍNDICE: Cabos Elétricos de Energia e Controle - 0,6/1kV (1,8/3kV) LKM-SHF2 & LKM-SHF2 FLEX...4 LKMM-SHF2...8 LKSM-SHF2 & LKSM-SHF2 FLEX...10 LKMSM-SHF2...14

Leia mais

Prof. Tiago Semprebom. 13 de Abril de 2010

Prof. Tiago Semprebom. 13 de Abril de 2010 Testes de Certificação Prof. Tiago Semprebom Instituto Federal de Santa Catarina, Campus São José tisemp@ifsc.edu.br 13 de Abril de 2010 Prof. Tiago (IFET/SC) Cabeamento Estruturado 13 de Abril de 2010

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir

Aumentar Diminuir Procura Tela Cheia Imprimir ADAPTER CABLE M8v CATEGORIA 5 ENHANCED Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, dados e imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, incluindo o adendo 5 (Categoria 5e), para

Leia mais

-30.-40-40 -40-50 -40 X -90-190 X -70

-30.-40-40 -40-50 -40 X -90-190 X -70 APRESENTAÇÃO A FNCE, empresa nacional com tradição a mais de 0 anos no mercado de condutores elétricos esta comprometida com a qualidade de seus produtos, treinamentos dos seus colaboradores e preservação

Leia mais

ELÉTRICA. seção 7,98 4,95 3,30 1,91 33,2 39,4 48,0. Cordão Paralelo

ELÉTRICA. seção 7,98 4,95 3,30 1,91 33,2 39,4 48,0. Cordão Paralelo ELÉTRICA APLICAÇÕES: São utilizados em instalações de baixa tensão, como construção civil, instalações industriais e comerciais, para tensões de até 75V. CONDUTOR: Corda flexível, classe 4 de encordoamento

Leia mais

Cabos Telefônicos Isolados em Polietileno ou Polipropileno CTP-APL Polyethylene or Polypropylene Insulated Telephonic Cables

Cabos Telefônicos Isolados em Polietileno ou Polipropileno CTP-APL Polyethylene or Polypropylene Insulated Telephonic Cables Cabos Telefônicos Isolados em Polietileno ou Polipropileno Polyethylene or Polypropylene Insulated Telephonic Cables Cables Telefónicos Aislados en Polietileno o Polipropileno Cabos Telefônicos Isolados

Leia mais

Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão

Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão Fios e Cabos para Instalações em Baixa Tensão WORLDWIDE LEADER IN THE Líder CABLE INDUSTRY Mundial na Industria de Cabos WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY WORLDWIDE LEADER IN THE CABLE INDUSTRY With

Leia mais

CABOS ISOLADOS / COBERTOS DE BAIXA TENSÃO (até 1kV) Nota: Sob consulta, os cabos Forex, Flexonax, Forenax, Forefix podem ser fornecidos com armadura Fio e Cabo WPP Cordão FOREPLAST (300 V) Os fios WPP

Leia mais

e x a n s E s p e c i a l i s t a g l o b a l e m c a b o s

e x a n s E s p e c i a l i s t a g l o b a l e m c a b o s e x a n s E s p e c i a l i s t a g l o b a l e m c a b o s U M L Í D E R M U N D I A L Os cabos de telecomunicação e energia estão no centro da vida moderna. Muitas vezes invisíveis, eles conduzem as

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV. Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável

Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV. Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável Disjuntores de média tensão IEC a vácuo de 12kV, 17.5kV e 24kV Disjuntores W-VACi Uma escolha segura de uma fonte confiável Potência para os negócios no mundo todo Automotivo A Eaton fornece energia para

Leia mais

CTP APL SN ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicação

CTP APL SN ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicação CTP APL SN Tipo do Produto Construção 10 a 600 pares Cabos Telefônicos Núcleo seco Descrição Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico maciço e estanhado, isolação em termoplástico,

Leia mais

Projeto de Rede Telefônica

Projeto de Rede Telefônica Projeto de Rede Telefônica Prof. Manoel Henrique Sequencia Definições e materiais. Caixas de distribuição Blocos de terminais Caixas de passagem Tubulação Entrada Primária Secundária Cabos telefônicos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00 DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE REDE /2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA /2015 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Especificação Técnica define os requisitos

Leia mais

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos.

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. 1 Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. Somos um dos maiores fabricantes mundiais de fios e cabos, com mais de 170 anos de história de progresso contínuo em nível global e mais de 40 anos no Brasil.

Leia mais

TEKA ELECTRONICS 81 UTP

TEKA ELECTRONICS 81 UTP 81 UTP CABO U/UTP CAT 5e Cabo com performances até os 100MHz (ANSI/TIA/EIA-568-C2), frequentemente utilizado para redes de voz e dados (100Mbit/s e Gigabit Ethernet). Pares em CCA sólido: 0,51mm (24AWG)

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Alumínio Condutores Isolados e Cobertos

Alumínio Condutores Isolados e Cobertos Alumínio Condutores Isolados e Cobertos Líder Mundial na Industria de Cabos Com a energia como base de seu desenvolvimento, a Nexans é a líder mundial na indústria de cabos, graças à sua relevante atuação

Leia mais

Totalmente Secos. Apresentação

Totalmente Secos. Apresentação Cabos Ópticos Totalmente Secos Cabos Título Ópticos da Totalmente Secos MAIS UMA INOVAÇÃO FURUKAWA Hernani Szymanski / GTC TS Totalmente Seco TECNOLOGIA FUNDAMENTAL PARA ACELERAR E IMPLEMENTAR NOVOS DESENVOLVIMENTOS

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado CabeamentoEstruturado Compostoporseiselementos: CabeamentoHorizontal(HorizontalCabling); CabeamentoBackbone(BackboneDistribution); ÁreadeTrabalho(WorkArea); SaladeTelecomunicações(TelecommunicationsRoom

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Roteiro Parâmetros elétricos Cuidados com cabos metálicos Normas 568 / 606 Elementos do cabeamento estruturado Cabeamento Embora pareça uma questão simples, um

Leia mais

Manual Técnico. Aplicações recomendadas para os fios e cabos de BT e MT

Manual Técnico. Aplicações recomendadas para os fios e cabos de BT e MT Manual Técnico Aplicações recomendadas para os fios e cabos de BT e MT Líder Mundial na Indústria de Cabos Com a energia como base de seu desenvolvimento, a Nexans é a líder mundial na indústria de cabos,

Leia mais

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Estes cabos são formados

Leia mais

TABELA DE PREÇOS OUTUBRO 2010 V. 1

TABELA DE PREÇOS OUTUBRO 2010 V. 1 TABELA DE PREÇOS OUTUBRO 2010 V. 1 CABO VINIL FLEXÍVEL CABOS 0,6/1kV CABO FITER FLEX CABO AFITOX EP90-F 1kV 1 2 4 1,5 1,22 2,597,480 4,568 2,5 1,78,849 5,249 6,86 4 2,584 5,556 7,727 10,167 6,647 7,711

Leia mais

Certificado de Registro e Classificação Cadastral - CRCC

Certificado de Registro e Classificação Cadastral - CRCC CERTIFICAMOS que a empresa acima identificada encontra-se regularmente inscrita no Cadastro de es de Materiais e/ou Serviços da PETROBRAS e habilitada para as especialidades indicadas conforme relação

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

atron cabos, sa www.atron.pt SEGURANÇA

atron cabos, sa www.atron.pt SEGURANÇA atron cabos, sa www.atron.pt SEGURANÇA Í N D I C E SEGURANÇA Micro Coaxiais para C.C.T.V Cabos de Sistemas C.C.T.V Cabos de Alarme Fogo - Detecção Pág. 07 Pág. 09 Pág. 19 Pág. 22 6 MICRO COAXIAIS PARA

Leia mais

Cabo para Sinal e Detecção de Incêndio - s/ blindagem - 600 V - flexível - Instalações contínuas cem tubulação de aço galvanizado para blindagem eletrostática e magnética; Cabo formado por dois ou mais

Leia mais

cabo coaxial CABO COAXIAL CERTIFICADO CABO COAXIAL 100% CERTIFICADO Um cabo com a marca Televes é um CABO CERTIFICADO.

cabo coaxial CABO COAXIAL CERTIFICADO CABO COAXIAL 100% CERTIFICADO Um cabo com a marca Televes é um CABO CERTIFICADO. CABO COAXIAL 100% CERTIFICADO cabo coaxial CERTIFICADO O passo dado pela Televes no sentido de melhorar o serviço e a excelência técnica reflecte-se agora neste novo desafio. O novo conceito de instalação

Leia mais

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos Índice Nomenclatura... 2 Fibras Ópticas... 3 Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos CFOA-SM-ASY-G / CFOA-NZD-ASY-G CFOA-SM-ASY-RA-G / CFOA-NZD-ASY-RA-G... 4 e 5 CFOA-SM-ASY-S / CFOA-NZD-ASY-S... 6 e 7 CFOA-SM-LV-AS-Y-S

Leia mais

TRABALHO SOBRE CABEAMENTO ESTRUTURADO

TRABALHO SOBRE CABEAMENTO ESTRUTURADO TRABALHO SOBRE CABEAMENTO ESTRUTURADO UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR MATÉRIA: TELEPROCESSAMENTO E REDES ALUNO: TAIRONE PEDREIRA ALVES DATA: 13/05/2001 OBJETIVO Este trabalho tem como objetivo a pesquisa

Leia mais

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior 3. Cabos de Fibra Óptica >Objectivo Este módulo tem como objectivo, a introdução às questões relacionadas como desenho de cabos de fibras ópticas, com o sua aplicação em ambientes diversos e com o estudo

Leia mais

Boletim de Novo Produto

Boletim de Novo Produto Boletim de Novo Produto NP 159P Cabos Belden DeviceBus A Belden foi a pioneira na fabricação de cabos redondos blindados Classe I de 600V (Nos. 7896A e 7897A). Hoje oferece a mais ampla seleção de cabos-tronco

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

Cabo Cofivinil HEPR (1 Condutor) 0,6/1kV 90 o C

Cabo Cofivinil HEPR (1 Condutor) 0,6/1kV 90 o C Cabo Cofivinil HEPR (1 Condutor) 0,6/1kV 90 o C 1 Dados Construtivos: 1.1 Desenho: 1 2 3 4 1 Condutor: Fios de cobre eletrolítico nu, têmpera mole. Encordoamento classe 05. 2 Separador: Fita não higroscópica

Leia mais

Boletim Técnico. A Belden Amplia a Linha DataTuff com Cabos Livres de Halogênio, Emissão Reduzida de Fumaça e Blindagem para Instalação Subterrânea

Boletim Técnico. A Belden Amplia a Linha DataTuff com Cabos Livres de Halogênio, Emissão Reduzida de Fumaça e Blindagem para Instalação Subterrânea Boletim Técnico NP 23P Industrial Ethernet Não importa se você especifica cabos cobre ou fibra óptica, sua re atingirá picos eficiência e confiabilida com os cabos industriais para Ethernet DataTuff da

Leia mais

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F.

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Cabos Ópticos Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Bueno Marcílio 1 Cabos Ópticos Estruturas de encapsulamento e empacotamento de

Leia mais

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111.

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. '111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. Composição: Tubos em Poliamida Flexível (Nylon 6) - Excelente resistência mecânica, resistência química, boa estabilidade

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

INDICE. Catálogo de cabos industriais e energia CAPÍTULOS

INDICE. Catálogo de cabos industriais e energia CAPÍTULOS INDICE Catálogo de cabos industriais e energia CAPÍTULOS 1 Cabos de Energia Harmonizados 2 Cabos de Energia - Baixa Tensão (0,6/1kV) 3 Cabos de Energia de Média e Alta Tensão 4 Cabos de Segurança 5 Cabos

Leia mais

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição. Professor Jorge Alexandre A. Fotius

Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição. Professor Jorge Alexandre A. Fotius Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição Professor Jorge Alexandre A. Fotius Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Em áreas urbanas com baixa densidade

Leia mais

Disciplina: Eletrificação Rural

Disciplina: Eletrificação Rural UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS RIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA Disciplina: Eletrificação Rural Unidade 6 Condutores elétricos - dimensionamento e instalação.

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS CATALO DE PRODUTOS SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO E PINTURA EPOXI VERMELHO MODELO AP E PQS Aba na base que impede

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ANEXO III PROJETO BÁSICO DE INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO PARA REDE LOCAL DE MICROCOMPUTADORES 1.Objetivo Este projeto tem por objetivo descrever a instalação de cabeamento de rede lógica no edifício-sede da

Leia mais

RESISTORES ELÉTRICOS

RESISTORES ELÉTRICOS RESISTORES ELÉTRICOS São dispositivos utilizados para limitar a passagem da corrente elétrica nos circuitos São feitos com material condutor de alta resistividade elétrica Transformam a energia elétrica

Leia mais

Construção Civil Linha PVC

Construção Civil Linha PVC Construção Civil Linha PVC Correr Abertura de 2 a 6 folhas que se movimentam mediante deslizamento horizontal. De fácil manuseio, podendo ser utilizada com persiana e tela mosquiteira. Permite ventilação

Leia mais

Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO

Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO Cabeamento Blindado MÁRCIO MATOSO DE CASTRO AGENDA CONCEITOS CARACTERÍSTICAS DE UMA REDE BLINDADA CABOS BLINDADOS FURUKAWA PARÂMETROS ELÉTRICOS ESPECIAIS NOVA GERAÇÃO DE CABOS CONCEITOS A EMI é um problema

Leia mais

QUEM SOMOS WHO WE ARE

QUEM SOMOS WHO WE ARE QUEM SOMOS A 5PM Consulting é uma empresa de consultoria que atua nos segmentos industrial, construção civil e obras de infraestrutura, fornecendo planejamento, gerenciamento e Follow Up dos empreendimentos.

Leia mais

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 UNIVERSIDADE DO SUDOESTE DA - CAMPUS VITORIA DA CO 1 ALICATE, universal, de 8 polegadas, em aco, cabo com isolacao para 1000 volts e em conformidade com norma ABNT NBR vigente no que diz respeito

Leia mais

Cabos Elétricos. Cabo Conduspar BWF 750V. Cabo Singelo Flexpar BWF 750V

Cabos Elétricos. Cabo Conduspar BWF 750V. Cabo Singelo Flexpar BWF 750V Cabos Elétricos Cabo Conduspar BWF 750V Características Construtivas (NBR NM47-3): Fios sólidos cobre eletrolítico, seção circular não compactado, têmpera mole, classe encordoamento (NBR NM80), isolamento

Leia mais

Uma história de evolução e constante expansão

Uma história de evolução e constante expansão 2 Uma história de evolução e constante expansão A história da SIL é resultado de um trabalho empreendedor, pautado pela ética, confiabilidade e seriedade. A companhia foi, por duas décadas, uma das principais

Leia mais

Top-Down Network Design

Top-Down Network Design Top-Down Network Design Chapter Ten Selecting Technologies and Devices for Campus Networks Copyright 2010 Cisco Press & Priscilla Oppenheimer Selecionando Tecnologias e Dispositivos Neste ponto do projeto

Leia mais

LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE. Cabos especiais para linhas de transmissão aérea

LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE. Cabos especiais para linhas de transmissão aérea LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE Cabos especiais para linhas de transmissão aérea Solução sustentável para todas as necessidades O parque instalado brasileiro de linhas de transmissão é extenso e em geral

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Cabos Metálicos de Cobre (Norma ANSI/TIA-568-C.2) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Meio de Transmissão Meio de transmissão é o caminho físico (enlace)

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

De ponta a ponta com você.

De ponta a ponta com você. R De ponta a ponta com você. R CABOS COAXIAIS, PARES TRANÇADOS E ACESSÓRIOS Os cabos especiais da RFS (coaxiais e pares trançados) são reconhecidos pelo mercado como sinônimo de qualidade e confiabilidade.

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

Av. Maria Leonor, 1222 Pq. Reid Diadema CEP 09920-080 Tel.: 55-11 4092-9000 FAX.: 55 11 4092-9090

Av. Maria Leonor, 1222 Pq. Reid Diadema CEP 09920-080 Tel.: 55-11 4092-9000 FAX.: 55 11 4092-9090 v 6 5 4 3 2 1 1- condutor 2- isolação 3- separador 4- capa intermediária 5- trança de cobre estanhado 6- capa externa CONSTRUÇÃO CONDUTORES: formados com 7 elementos de cobre eletrolítico, conforme NM

Leia mais