34º Encontro Nacional de Comércio Exterior - ENAEX. Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2015.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "34º Encontro Nacional de Comércio Exterior - ENAEX. Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2015."

Transcrição

1 34º Encontro Nacional de Comércio Exterior - ENAEX Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2015.

2 Acordo de Facilitação de Comércio tem o objetivo de: Reduzir o tempo e custos de procedimentos transfronteiriços, através de simplificação, padronização, harmonização e modernização. Manter missão ininterrupta dentre órgãos anuentes. Melhorar resultados obtidos através da colaboração entre o setor público e privado.

3 Fração da realidade brasileira refletida em multas e prejuízos Multas por retificação de BL e decurso de prazo (IN 800 e IN 28) Valores históricos desde 2008 Associados ao Sistema Fenamar ( ) R$ 480 M (projeção do SindaRio: apenas IN 800) Associados ao CENTRONAVE ( ) R$ ,94 Prejuízos por Cargas em Perdimento Obstrução de aéreas primárias e secundárias R$ 145 M IN 800 (27/12/2007) R$ 64 M IN 28 (27/04/1994) 30% da área primária (armazéns) - R$ 1,2 bi (projeção do SindaRio - base R$ de 2014) 5% da área secundária - R$ 50 M

4 Fração da realidade mundial refletida em valor de frete SCFI (Shanghai Containerized Freight Index) Trade areas of destination Avg Index Avg Index Avg Index (From Shanghai to) Jul 12 Jul 13 Jul-15 North Europe USD/TEU 1.742, , ,00 Mediterranean USD/TEU 1.709, , ,00 North America, East Coast USD/40' 3.609, , ,00 North America, West Coast USD/40' 2.448, , ,00 Australia/New Zealand USD/TEU 853,50 571,25 490,00 Middle East USD/TEU 934,75 655,00 415,00 East and West Africa USD/TEU 2.193, , ,00 South Africa, USD/TEU 1.064,25 751,25 604,00 South America USD/TEU 1.972,25 901,75 644,00

5 De que forma multas, prejuízos e outros entraves podem contribuir para a Facilitação do Comércio? Mudança de mentalidade: Parceria ao invés de segregação Construir junto com o setor privado ao invés de impor; Convocar o setor privado para a CONAPORTOS; Discernir riscos de danos ao fisco de erros administrativos; Compensação pelos erros cometidos por autoridades (encontro de contas); A exemplo da Aliança PROCOMEX, criar plataformas dos setores público e privado para tratar de modernizações nas legislações; Inteligência nas pontas: orquestração dos órgãos anuentes em cada porto.

6 Principais barreiras da aduana brasileira ao comércio exterior 5 principais % 1 Detalhamento Número excessivo de documentos Análise de processos lenta Processo de Inspeção lento Falta de comunicação entre anuentes Staff insuficiente nos anuentes 66% 42% 38% 25% 18% Problemas enfrentados são semelhantes nas exportações e importações Vários documentos por remessa e o tempo de liberação varia de acordo com os produtos. Longo tempo de espera para receber respostas ou documentos. São necessárias várias visitas físicas ². Para alguns produtos, 100% dos contêineres são inspecionados. Falta de procedimentos antes da chegadas para agilizar as operações. Não há órgão central para coordenação e delimitação de prioridades. Diferentes sistemas não compartilham informações entre si. Ligada às questões acima mencionadas e outras ineficiências Fonte: Relatório do WEF 1. % De empresas que afirmam ser impactadas, por barreira. 2. Especialmente para as declarações do Exército.

7 Causas para as barreiras comerciais Causas Má comunicação entre os anuentes Falta de automatização Processos excessivamente burocráticos Falta de padronização Sintomas Número excessivo de documentos e exigência de informações redundantes Sistemas não cumprem as normas internacionais Os sistemas não são eletrônicos Exigência de assinaturas em papel Falta de procedimentos que antecedam o desembaraço Interpretação inconsistente de procedimentos por oficiais Regulamentos mudam com frequência Altas penalidades para erros menores Falta de um desembaraço mais ágil para as empresas em conformidade As horas de trabalho não são suficientes para atender à demanda Infraestrutura de TI pobre e falta de processos de TIC estáveis Navegação interior e Falta de área de carga de boa qualidade e acesso aos portos infraestrutura portuária A falta de qualidade no transporte terrestre e lobbies fortes Fonte : Relatório WEF

8 Custos no Brasil entre os mais altos Custos brasileiros para exportar US$ por contêiner Russia $2.615 $2.401 Custos brasileiros para importar US$ por contêiner Russia 2.810,0 $2.595 Colombia $2.355 $2.355 Colombia 2.740,0 $2.470 Brazil $2.215 $2.323 Brazil 2.275,0 $2.323 South Africa Argentina Mexico $1.705 $1.650 $1.450 $1.830 $1.770 $1.499 Argentina South Africa Mexico 2.260,0 $ ,0 $ ,0 $1.888 India $1.170 $1.332 India 1.250,0 $1.462 Chile China $980 $620 $910 $823 Chile China 930,0 $ ,0 $800 Fonte: Doing Business 2014/ 2015

9 Índice de Capacidade Aduaneira - ICA Fonte: Frontier Economics, para GEA (Março 2015)

10 Classificação ICA por país 1 A base de dados de Capacidades Aduaneiras mede procedimentos aduaneiros em139 países, com mais de 1200 pontos de dados

11 Índice de Capacidade Aduaneira - ICA O Fórum Econômico Mundial (WEF) aponta uma relação causal positiva entre barreiras aduaneiras e custos de manuseio; Implementar qualquer uma das 10 medidas que formam o ICA, aumenta o comércio em média 4,4% para o país em questão; Reduzir as barreiras à administração fronteiriça e infraestrutura de transportes e comunicações (dois aspectos da facilitação comercial), aumenta o comércio global em 14,5% e o PIB global em 4,7%. Fonte: Frontier Economics, para GEA (Março 2015)

12 Obrigada! Marianne Lachmann Presidente do SindaRio

Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015.

Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015. Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015. Redução de frete > 330% desde julho de 2012 SCFI (Shanghai Containerized Freight Index) Trade areas of destination Avg Index Avg Index Avg Index Avg Index (From

Leia mais

Facilitação do Comércio Exterior. Encontro Nacional de Comércio Exterior Enaex 2013

Facilitação do Comércio Exterior. Encontro Nacional de Comércio Exterior Enaex 2013 Facilitação do Comércio Exterior Encontro Nacional de Comércio Exterior Enaex 2013 8,5 milhões de km2 16.886 Km de Fronteiras terrestres 7.367 Km de Orla Marítima 197 milhões de habitantes PIB de 2,39

Leia mais

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR Portal Único de Comércio Exterior Programa Portal Único de Comércio Exterior É uma iniciativa de redesenho dos processos de trabalho e de desenvolvimento e integração

Leia mais

1ª Consulta sobre Temas de Comércio Exterior Equipe de Assuntos de Comércio Exterior Junho 2012

1ª Consulta sobre Temas de Comércio Exterior Equipe de Assuntos de Comércio Exterior Junho 2012 Equipe de Assuntos de Comércio Exterior Junho 2012 Questionário enviado aos associados em 21/03/2012 Consolidação dos resultados e apresentação à Comissão de Comércio Exterior em 24/05/2012 Apresentação

Leia mais

A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes

A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR Secretaria-Executiva A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes 25 de setembro de 2009 Instituto Aliança Procomex - SP LYTHA SPÍNDOLA Secretária-Executiva

Leia mais

Infraestrutura Nacional e Eficiência Logística

Infraestrutura Nacional e Eficiência Logística Receita Federal Procedimentos Aduaneiros Competitivos Infraestrutura Nacional e Eficiência Logística 1 Mapa Geográfico de Serviços Aduaneiros 8,5 milhões de km² 16.886 km de fronteira terrestre 7.367 km

Leia mais

Facilitações para o Comércio Exterior

Facilitações para o Comércio Exterior EXPORTAÇÕES POR ENVIOS POSTAIS Facilitações para o Comércio Exterior São Paulo 18 de novembro de 2009 José Barroso Tostes Neto Coordenação Geral de Administração Aduaneira FACILITAÇÕES PARA O COMÉRCIO

Leia mais

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR Programa Portal Único de Comércio Exterior Integração dos sistemas de controle dos órgãos governamentais que atuam no comércio exterior Visa otimizar e simplificar

Leia mais

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR Programa Portal Único de Comércio Exterior Integração dos sistemas de controle dos órgãos governamentais que atuam no comércio exterior Visa otimizar e simplificar

Leia mais

100% das empresas tem sua competitividade. 93% das empresas identificam o excesso de. 64% das empresas apontam o aumento no custo do

100% das empresas tem sua competitividade. 93% das empresas identificam o excesso de. 64% das empresas apontam o aumento no custo do 100% das empresas tem sua competitividade afetada pela burocracia. 93% das empresas identificam o excesso de obrigações legais como o principal problema. 64% das empresas apontam o aumento no custo do

Leia mais

Implantação do Programa Visa Waiver. 26.11.2013 Audiência pública: Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado

Implantação do Programa Visa Waiver. 26.11.2013 Audiência pública: Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado Implantação do Programa Visa Waiver 26.11.2013 Audiência pública: Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado Chegadas internacionais Brasil XAmérica Latina Turistas internacionais (milhões)

Leia mais

Aduana Brasileira. Seminário Internacional sobre Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos Recife, 22 a 24 de fevereiro de 2011

Aduana Brasileira. Seminário Internacional sobre Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos Recife, 22 a 24 de fevereiro de 2011 Aduana Brasileira Seminário Internacional sobre Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos Recife, 22 a 24 de fevereiro de 2011 Exportação de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos - REEE EUA exportam

Leia mais

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR. Coordenação

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR. Coordenação PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR Coordenação 1 Instituído pelo Decreto nº 660, de 25 de setembro de 1992: O SISCOMEX é o instrumento administrativo que integra as atividades de registro, acompanhamento

Leia mais

Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo

Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo A grande janela de oportunidades (O Brasil decola) A grande janela de oportunidades Linha do tempo das conquistas

Leia mais

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR

PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR PROGRAMA PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR O Início Instituído pelo Decreto nº 660, de 25 de setembro de 1992: O SISCOMEX é o instrumento administrativo que integra as atividades de registro, acompanhamento

Leia mais

Melhoria do Ambiente de Negócios

Melhoria do Ambiente de Negócios Melhoria do Ambiente de Negócios 1 Medidas adotadas APRIMORAMENTO DO SISCOMEX IMPORTAÇÃO Plataforma Web Melhorias e novas funcionalidades SISCOMEX EXPORTAÇÃO CARGA Melhorias em funcionalidades Mudança

Leia mais

O Comércio Exterior. a Receita Federal do Brasil. Itajaí, 18 de fevereiro de 2011

O Comércio Exterior. a Receita Federal do Brasil. Itajaí, 18 de fevereiro de 2011 O Comércio Exterior & Itajaí, 18 de fevereiro de 2011 Contexto A RFB é o órgão responsável pela administração e controle aduaneiro no País. Missão Institucional: Arrecadaçãod ã dos tib tributost sobre

Leia mais

DESPACHOS ADUANEIROS. Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior.

DESPACHOS ADUANEIROS. Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior. DESPACHOS ADUANEIROS Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior. EMPRESA Nosso objetivo é personalizar o atendimento para cada empresa, dando-as exclusividade com células

Leia mais

V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR A CAMEX e a Facilitação de Comércio V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA 27 de novembro de 2009, Manaus - AM ALEXANDRE

Leia mais

Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional. Siscomex Carga. PROCOMEX Brasília março de 2007

Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional. Siscomex Carga. PROCOMEX Brasília março de 2007 Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional Siscomex Carga PROCOMEX Brasília março de 2007 Cenário Contemporâneo Crescimento do comércio internacional; Preocupação com

Leia mais

O Peso da Burocracia Tributária na Indústria de Transformação 2012

O Peso da Burocracia Tributária na Indústria de Transformação 2012 Departamento de Competitividade e Tecnologia O Peso da Burocracia Tributária na Indústria de Transformação 2012 Equipe Técnica Setembro de 2013 1 Sumário 1 Introdução 2 Custos do Sistema Tributário 3 Custos

Leia mais

TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL

TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL TURISMO NO CONTEXTO INTERNACIONAL US$ bilhões O TURISMO NO COMÉRCIO INTERNACIONAL 3,500 Exportações worldwide Mundiais 3,000 2,500 Turismo 6% do total de exportações 30% das exportações de serviços US$

Leia mais

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo

Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Congestionamento de Porto + Desembaraço + Infraestrutura = Impacto no Custo Brasil Fabiana Nakai, Gerente de Soluções para Clientes, Automotivo Outubro, 2013 UTi Provedor de Soluções Logísticas Financeiro

Leia mais

Entrega Expresso e Facilitação do Comércio: Impactos na Economia Global

Entrega Expresso e Facilitação do Comércio: Impactos na Economia Global Janeiro 2015 Frontier Economics 1 Entrega Expresso e Facilitação do Comércio: Impactos na Economia Global Sumário Executivo Bases e objetivo A Entrega Expresso é um componente crítico para muitos negócios

Leia mais

Ações Reunião Extraordinária realizada no dia 30 de outubro de 2014

Ações Reunião Extraordinária realizada no dia 30 de outubro de 2014 R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S Órgão Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Representação Efetiva Comitê de Coordenação de Barreiras Técnicas ao Comercio - CBTC

Leia mais

Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva

Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva Câmara de Comércio Exterior Secretaria Executiva ALOÍSIO TUPINAMBÁ GOMES NETO Assessor Especial 10 de fevereiro de 2009 Brasília - DF Câmara de Comércio Exterior - CAMEX O papel da CAMEX é coordenar esforços

Leia mais

Apresentação da Proposta de Trabalho aos ICTs e as Empresas

Apresentação da Proposta de Trabalho aos ICTs e as Empresas Apresentação da Proposta de Trabalho aos ICTs e as Empresas 29 abril 2014 Fundamentação Lei da Inovação Nº 10.973, 02 Dez 2004 Regulamentada pelo Decreto Nº 5.563, 11 Out 2005 Artigo 20, do Decreto Nº

Leia mais

Ações, Riscos e Responsabilidades nos procedimentos aduaneiros Por Frederico Pace Drumond

Ações, Riscos e Responsabilidades nos procedimentos aduaneiros Por Frederico Pace Drumond Ações, Riscos e Responsabilidades nos procedimentos aduaneiros Por Frederico Pace Drumond Sócio da Atlas Comércio Exterior Vice Presidente da ACMinas Presidente do Sindicato dos Despachantes Aduaneiros

Leia mais

Ambiente de Negócios e Reformas Institucionais no Brasil

Ambiente de Negócios e Reformas Institucionais no Brasil Ambiente de Negócios e Reformas Institucionais no Brasil Fernando Veloso IBRE/FGV Book Launch of Surmounting the Middle Income Trap: The Main Issues for Brazil (IBRE/FGV e ILAS/CASS) Beijing, 6 de Maio

Leia mais

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas 1 de 7 13/07/2015 12:00 Menu Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa por Subsecretaria de Aduana e Relações Internacionais publicado 22/05/2015 16h36, última modificação 18/06/2015 15h00 Remessas

Leia mais

O Futuro da Economia Brasileira: baixa eficiência e baixo crescimento? Pedro Cavalcanti Ferreira Fundação Getulio Vargas

O Futuro da Economia Brasileira: baixa eficiência e baixo crescimento? Pedro Cavalcanti Ferreira Fundação Getulio Vargas O Futuro da Economia Brasileira: baixa eficiência e baixo crescimento? Pedro Cavalcanti Ferreira Fundação Getulio Vargas Pontos Principais Teorias e políticas de crescimento tradicionais enfatizaram o

Leia mais

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central A Albânia tornou mais fácil e menos dispendioso o pagamento de impostos para as empresas mediante a emenda

Leia mais

Com característica de transporte de cargas com grandes volumes e conseqüente redução de custos, o transporte marítimo na matriz de transporte

Com característica de transporte de cargas com grandes volumes e conseqüente redução de custos, o transporte marítimo na matriz de transporte 61 6 Conclusão Neste capítulo apresentaremos algumas conclusões sobre o conteúdo deste trabalho, tais conclusões servirão para avaliar a atual situação logística do comércio exterior brasileiro através

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Objetivo: Capacitar o participante para gerir as rotinas e operações logísticas em um porto ou terminal portuário voltado para a movimentação interna, importação

Leia mais

PORTOS E RECINTOS ADUANEIROS

PORTOS E RECINTOS ADUANEIROS Segmento DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA PORTOS E RECINTOS ADUANEIROS As soluções de software de gestão para o segmento de distribuição e logística da TOTVS auxiliam as empresas que trabalham em portos e recintos

Leia mais

Pesquisa. Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008. Entraves e Prioridades

Pesquisa. Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008. Entraves e Prioridades Pesquisa Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008 Entraves e Prioridades Renato Fonseca Brasília, 1 de outubro de 2008 Apresentação 1. Amostra 2. Entraves à expansão das exportações 3. Tributação

Leia mais

Programa de Modernização de Tecnologia

Programa de Modernização de Tecnologia GE Intelligent Platforms Programa de Modernização de Tecnologia Marco Mallagoli Engenheiro de Produto 55 11 94989 0228 marco.mallagoli@ge.com Conteúdo 1 1 Presença Global e Regional 2 Ciclo de Vida dos

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

PROPOSTAS DA INDÚSTRIA PARA AS ELEIÇÕES 2014

PROPOSTAS DA INDÚSTRIA PARA AS ELEIÇÕES 2014 PROPOSTAS DA INDÚSTRIA PARA AS ELEIÇÕES 2014 Propostas para os candidatos Desde as eleições de 1994, a CNI apresenta à sociedade e aos candidatos sugestões para melhorar o desempenho da economia. Propostas

Leia mais

Novas perspectivas e abordagens para os processos de importação e distribuição no Brasil

Novas perspectivas e abordagens para os processos de importação e distribuição no Brasil Introdução Há alguns anos as trading companies brasileiras têm se mostrado uma alternativa segura e economicamente atrativa para empresas estrangeiras que desejam exportar ou distribuir seus produtos no

Leia mais

O Uso dos Incoterms na Exportação

O Uso dos Incoterms na Exportação O Uso dos Incoterms na Exportação Por JOSÉ ELIAS ASBEG Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Belém - Pará Nas exportações brasileiras, são aceitas quaisquer condições de venda praticadas no comércio

Leia mais

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011 Antonio Gil Presidente São Paulo, Agosto 2011 Sobre a BRASSCOM VISÃO Posicionar o Brasil como um dos cinco maiores centros de TI do mundo. MISSÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECEX SECRETARIA DE COMÉRCIO EXTERIOR Grupo de Harmonização Estatística Brasil x China Em 2006 foi assinada em Beijing a criação do GHE Brasil x China, com o início do intercâmbio de dados. MINISTÉRIO

Leia mais

Operador Econômico Autorizado - OEA

Operador Econômico Autorizado - OEA Operador Econômico Autorizado - OEA 26.08.15 Operador Econômico Autorizado - OEA Agenda 00:00 Quem Somos O que é OEA? Benefícios Fases de Implementação Requisitos Projeto Piloto - Fase 1 01:30 Fase 2 OEA

Leia mais

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 REPÚBLICA DA COLÔMBIA POPULAÇÃO 48 Milhões SUPERFÍCIE 1.141.748 Km2 CAPITAL Bogotá 7,3 milhões PRINCIPAIS CIDADES

Leia mais

O Brasil e os acordos internacionais de comércio e investimentos

O Brasil e os acordos internacionais de comércio e investimentos O Brasil e os acordos internacionais de comércio e investimentos Seminário AMCHAM 29 de Agosto de 2013 1 1. Os acordos de comércio 2 Crise não freou celebração de acordos de comércio Soma de Acordos Preferenciais

Leia mais

Immigration New Zealand Vision 2015. Visa Services na América do Sul

Immigration New Zealand Vision 2015. Visa Services na América do Sul Immigration New Zealand Vision 2015 Visa Services na América do Sul ICEF Conference - 25 de Setembro de 2014 Imigração e a Economia da Nova Zelândia A Imigração é um dos maiores contribuintes para o crescimento

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

FEIRA CHIMPORT. A melhor solução em Exportação para a China

FEIRA CHIMPORT. A melhor solução em Exportação para a China FEIRA CHIMPORT A melhor solução em Exportação para a China Por que China? Os tempos mudaram. O mundo mudou. Made in China Made for China Por que China? Consumidores Chineses: 85 bilhões de dólares em produtos

Leia mais

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 1 A Situação Industrial A etapa muito negativa que a indústria brasileira está atravessando vem desde a crise mundial. A produção

Leia mais

FORMAÇÃO Gestão de Operações Portuárias - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

FORMAÇÃO Gestão de Operações Portuárias - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Gestão de Operações Portuárias - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Capacitar o participante para gerir as rotinas e operações logísticas em um porto

Leia mais

COMUNICADO À IMPRENSA

COMUNICADO À IMPRENSA 27 NOVEMBRO 2012 PODE A ECONOMIA MUNDIAL SUPORTAR UM OUTRO 2011? Novo relatório global destaca os riscos de um déficit de $168 bilhões anualizado em seguros afetando as economias de alto crescimento Uma

Leia mais

José Alexandre Scheinkman

José Alexandre Scheinkman José Alexandre Scheinkman Edwin W. Rickert Professor of Economics Columbia University Brasil: O Desafio da Produtividade Brasil: Problemas O Brasil tem problemas econômicos prementes de curto prazo. Déficit

Leia mais

Workshop sobre gestão municipal e simplificação dos procedimentos de licenciamento: Reformas regulatórias na área de abertura de empresas

Workshop sobre gestão municipal e simplificação dos procedimentos de licenciamento: Reformas regulatórias na área de abertura de empresas Workshop sobre gestão municipal e simplificação dos procedimentos de licenciamento: Reformas regulatórias na área de abertura de empresas Frederic Bustelo Brasília, Brasil 20 de novembro, 2013 Por que

Leia mais

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Angola reduziu o tempo de comércio internacional fazendo investimentos em infraestrutura e administração portuárias. Áreas

Leia mais

A modernização da estrutura da Receita Federal do Brasil e sua relação com o contribuinte

A modernização da estrutura da Receita Federal do Brasil e sua relação com o contribuinte A modernização da estrutura da Receita Federal do Brasil e sua relação com o contribuinte João Maurício Vital Assessor Técnico da Secretaria da Receita Federal do Brasil Atendimento Premissas Conclusividade

Leia mais

A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso

A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso A Importância da Logística para o Desenvolvimento Regional Wagner Cardoso Secretário-Executivo do Conselho de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria CNI Brasília, 4 de maio de 2011 1 Qualidade

Leia mais

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r?

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r? A CRISE MUNDIAL DOS ALIMENTOS: O que o Brasil pode fazer? Geraldo Barros USA: Inflation, Interest Rates, GDP Int rates Infl 12 14 16 18 6% 8% 1% GDP -4-2 2 4 6 8 1 198 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987

Leia mais

FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO

FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO FORUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO Educação Profissional e Tecnológica Sergio Moreira BRASIL ÍNDICE GLOBAL DE COMPETITIVIDADE 2013/2014 Ranking Global de Competitividade BRICS: 2006 a 2013 Brasil ficou em 56º

Leia mais

Distance to frontier

Distance to frontier Boletim Informativo do Doing Business 2013: América Latina e Caribe Das 50 economias que desde 2005 mais tiveram melhorias regulamentares para facilitar a prática de fazer negócios para empresas locais,

Leia mais

Agenda. Cenário atual enfrentado pelo exportador. O programa do próximo governo. Política comercial: agenda pendente.

Agenda. Cenário atual enfrentado pelo exportador. O programa do próximo governo. Política comercial: agenda pendente. Agenda Cenário atual enfrentado pelo exportador O programa do próximo governo Política comercial: agenda pendente Parte da resposta Cenário Atual Problemas internos Entraves operacionais Infraestrutura

Leia mais

O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global

O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global Jorge A r bache U n i v e r s i d a d e d e B r a s í l i a S E M P E X 2 0 1 4 M a c e i ó, 2 2 / 5 / 2 0 1 4 0,45

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA Resultados de Janeiro-Agosto/2015 US$ milhões FOB Exportação: -16,7% Importação: -21,3% Corrente: -19,0% Saldo: +US$ 7,092 bilhões Variação % em Valor, Preço e Quantum Janeiro

Leia mais

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Antônio Gustavo Matos do Vale Diretor de Liquidações e Desestatização 4 de outubro de 2010 1 Evolução recente da economia brasileira O momento

Leia mais

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Noções básicas de Comércio Exterior Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Regimes Aduaneiros É o conjunto de procedimentos ou regras previstas em lei para efetivar uma importação

Leia mais

INSTRUÇÕES DE SOLICITAÇÃO DE VERBAS A FUNDO PERDIDO E FORMATAÇÃO DE PROPOSTA PARA SOLICITANTES ESTRANGEIROS

INSTRUÇÕES DE SOLICITAÇÃO DE VERBAS A FUNDO PERDIDO E FORMATAÇÃO DE PROPOSTA PARA SOLICITANTES ESTRANGEIROS Introdução INSTRUÇÕES DE SOLICITAÇÃO DE VERBAS A FUNDO PERDIDO E FORMATAÇÃO DE PROPOSTA PARA SOLICITANTES ESTRANGEIROS Este informativo tem a finalidade de auxiliar os solicitantes estrangeiros a entender

Leia mais

FEIRA CHIMPORT. A melhor solução em Exportação para a China

FEIRA CHIMPORT. A melhor solução em Exportação para a China FEIRA CHIMPORT A melhor solução em Exportação para a China Por que China? Os tempos mudaram. O mundo mudou. Made in China Made for China Por que China? Consumidores Chineses: 85 bilhões de dólares em produtos

Leia mais

Receita Federal do Brasil disponibiliza Manuais Aduaneiros via internet Por Hélio Sandro Pereira dos Santos *

Receita Federal do Brasil disponibiliza Manuais Aduaneiros via internet Por Hélio Sandro Pereira dos Santos * Receita Federal do Brasil disponibiliza Manuais Aduaneiros via internet Por Hélio Sandro Pereira dos Santos * O projeto Manuais Aduaneiros começou em 2007 quando a Receita Federal do Brasil (RFB) formou

Leia mais

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br Sumário Introdução... 3 Amostra... 4 Tamanho do cadastro de materiais... 5 NCM utilizadas... 6 Dúvidas quanto à classificação fiscal... 7 Como as empresas resolvem as dúvidas com os códigos de NCM... 8

Leia mais

Logística do Agronegócio: Entraves e Potencialidades para o setor. Andréa Leda Ramos de Oliveira Pesquisadora Científica andrealeda@gmail.

Logística do Agronegócio: Entraves e Potencialidades para o setor. Andréa Leda Ramos de Oliveira Pesquisadora Científica andrealeda@gmail. Logística do Agronegócio: Entraves e Potencialidades para o setor Andréa Leda Ramos de Oliveira Pesquisadora Científica andrealeda@gmail.com Algumas Questões Estamos no caminho correto do desenvolvimento

Leia mais

DELEGACIA SECCIONAL DO PORTO DE SALVADOR-BA DELEGACIA SINDICAL DE SALVADOR- SINDIRECEITA CRISE NA ADUANA RELATÓRIO PRICE

DELEGACIA SECCIONAL DO PORTO DE SALVADOR-BA DELEGACIA SINDICAL DE SALVADOR- SINDIRECEITA CRISE NA ADUANA RELATÓRIO PRICE DELEGACIA SECCIONAL DO PORTO DE SALVADOR-BA DELEGACIA SINDICAL DE SALVADOR- SINDIRECEITA CRISE NA ADUANA RELATÓRIO PRICE Auditoria contratada pela RFB apresenta soluções para os conflitos, buscando a modernização

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO Os BRICS EUA União Europeia PIB 2013 (aproximadamente) US$ 19 trilhões

Leia mais

Instrução Normativa MAPA Nº 29, de 25.07.2013

Instrução Normativa MAPA Nº 29, de 25.07.2013 35ª Reunião Ordinária da Câmara Temática de Infraestrutura e Logística do Agronegócio Instrução Normativa MAPA Nº 29, de 25.07.2013 Carlos Alberto Sehn Assessor da Diretoria - SindiTabaco Sindicato Interestadual

Leia mais

O DESAFIO BRASILEIRO

O DESAFIO BRASILEIRO O DESAFIO BRASILEIRO 1 Principais desafios do comércio mundial para o Brasil O comércio global brasileiro por meio de contêineres principal motor para a globalização do país está crescendo cerca de 4%

Leia mais

PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos

PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos José Newton Barbosa Gama Assessor Especial Dezembro de 2011 SUMÁRIO Problemática

Leia mais

Perspectivas para o setor de TI. BM&F Bovespa. 26 de junho de 2013 BRASSCOM

Perspectivas para o setor de TI. BM&F Bovespa. 26 de junho de 2013 BRASSCOM Perspectivas para o setor de TI BM&F Bovespa 26 de junho de 2013 BRASSCOM Associados BRASSCOM 1 Mercado Mundial de TI Crescimento Mercado TI BRASIL (2012/2011) 10,8% Crescimento Mercado TI Mundo (2012/2011)

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral

Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral Agosto de 2013 Efeitos da taxa de câmbio: Trilema: inflação, taxa de juros, taxa de câmbio Redução do superávit comercial e déficit estrutural em

Leia mais

Riscos versus Oportunidades. Riscos versus Oportunidades no BRASIL

Riscos versus Oportunidades. Riscos versus Oportunidades no BRASIL Riscos versus Oportunidades Riscos versus Oportunidades no BRASIL Um parceiro de confiança / www.portugalglobal.pt Riscos versus Oportunidades no BRASIL Tendências de Mercado CURTO E MÉDIO PRAZOS Contração

Leia mais

SUB-PRODUTO 12.5 RELATÓRIO: RESULTADO DAS ENTREVISTAS (SUB-PRODUTO 12.4)

SUB-PRODUTO 12.5 RELATÓRIO: RESULTADO DAS ENTREVISTAS (SUB-PRODUTO 12.4) SUB-PRODUTO 12.5 RELATÓRIO: RESULTADO DAS ENTREVISTAS (SUB-PRODUTO 12.4) 1 CONTEÚDO I. INTRODUÇÃO... 3 II. PERFIL DOS ENTREVISTADOS E FORMA DAS ENTREVISTAS... 4 III. RESULTADO DAS ENTREVISTAS... 5 III.1

Leia mais

Israel: Inovando para um mundo melhor

Israel: Inovando para um mundo melhor Israel: Inovando para um mundo melhor O futuro, Israel e você Boaz Albaranes Cônsul para Assuntos Econômicos Missão Econômica de Israel no Brasil O que todos estes têm em comum? Dilema atual Tecnologias

Leia mais

A plataforma global preferida no mercado para o comércio eletrônico de envios DOCUMENTAÇÃO. Atlântico Pacífico Índico Ártico

A plataforma global preferida no mercado para o comércio eletrônico de envios DOCUMENTAÇÃO. Atlântico Pacífico Índico Ártico A plataforma global preferida no mercado para o comércio eletrônico de envios DOCUMENTAÇÃO Atlântico Pacífico Índico Ártico Bem-vindo ao INTTRA A missão do INTTRA é ser a plataforma global preferida para

Leia mais

Audiência PúblicaP Projeto de Lei da Câmara nº n 27/2008. Senado Federal CAE - CCJ - CREDN

Audiência PúblicaP Projeto de Lei da Câmara nº n 27/2008. Senado Federal CAE - CCJ - CREDN Audiência PúblicaP Projeto de Lei da Câmara nº n 27/2008 Senado Federal CAE - CCJ - CREDN Maio - 2008 Missão da Receita Federal do Brasil Prover o Estado de recursos para garantir o bem-estar social Prestar

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária

A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária A Participação do CAP na Gestão Portuária Brasília, 25 de Janeiro de 2007 A Gestão dos Portos e a Participação da Comunidade Portuária Julián Palácio Coordenador para América Latina Fundada em 1912, nos

Leia mais

Governação Eletrónica em São Tomé e Príncipe José Manuel M. Costa Alegre Instituto de Inovação e Conhecimento São Tomé e Príncipe

Governação Eletrónica em São Tomé e Príncipe José Manuel M. Costa Alegre Instituto de Inovação e Conhecimento São Tomé e Príncipe Governação Inteligente para Liderar o Futuro Governação Eletrónica em São Tomé e Príncipe José Manuel M. Costa Alegre Instituto de Inovação e Conhecimento São Tomé e Príncipe PERCURSO DO GOVERNO ELECTRONICO

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

Observações sobre o Reequilíbrio Fiscal no Brasil

Observações sobre o Reequilíbrio Fiscal no Brasil Observações sobre o Reequilíbrio Fiscal no Brasil Nelson Barbosa Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 1º de junho de 2015 Cenário Macroeconômico e Reequilíbrio Fiscal O governo está elevando

Leia mais

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Aspectos Gerais Cada vez mais as empresas recorrem às potencialidades do mercado global. Neste contexto é necessária a perfeita

Leia mais

Programa de Atração de Investimentos

Programa de Atração de Investimentos 1 Programa de Atração de Investimentos Oficina de Trabalho da RENAI - Rede Nacional de Informação sobre o Investimento Brasília, 08 de Junho de. Antecedentes 2 O Governo Brasileiro quer dar prioridade

Leia mais

A ASSOCIAÇÃO DAS NAÇÕES DO SUDESTE ASIÁTICO E SEU AMBIENTE DE NEGÓCIOS

A ASSOCIAÇÃO DAS NAÇÕES DO SUDESTE ASIÁTICO E SEU AMBIENTE DE NEGÓCIOS www.observatorioasiapacifico.org A ASSOCIAÇÃO DAS NAÇÕES DO SUDESTE ASIÁTICO E SEU AMBIENTE DE NEGÓCIOS Ignacio Bartesaghi 1 O debate na América Latina costuma focar-se no sucesso ou no fracasso dos processos

Leia mais

Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas. Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme

Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas. Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme Agenda Cadeia de valor e inovação em saúde Desafios e oportunidades Investimentos em P &

Leia mais

ECONOMIA BRASILEIRA DESEMPENHO RECENTE E CENÁRIOS PARA 2015. Prof. Antonio Lanzana Dezembro/2014

ECONOMIA BRASILEIRA DESEMPENHO RECENTE E CENÁRIOS PARA 2015. Prof. Antonio Lanzana Dezembro/2014 ECONOMIA BRASILEIRA DESEMPENHO RECENTE E CENÁRIOS PARA 2015 Prof. Antonio Lanzana Dezembro/2014 SUMÁRIO 1. Economia Mundial e Impactos sobre o Brasil 2. A Economia Brasileira Atual 2.1. Desempenho Recente

Leia mais

Histórico dos Convênios Projeto Pet Brasil

Histórico dos Convênios Projeto Pet Brasil Histórico dos Convênios Projeto Pet Brasil Fonte: BI Apex Brasil - Elaboração: ABINPET *Histórico Abinpet ANÁLISE DOS RESULTADOS PROJETO PET BRASIL (2006-2014) Aumento do valor US$ FOB das exportações

Leia mais

PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA

PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA MERCOSUL/CMC/DEC N 2/99 PROGRAMA DE ASSUNÇÃO SOBRE MEDIDAS DE SIMPLIFICAÇÃO OPERACIONAL E TRÂMITES DE COMÉRCIO EXTERIOR E DE FRONTEIRA TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto,

Leia mais