O sistema de Detecção e Alarme será interligado nos andares? Os Racks para o Cabeamento será de nosso fornecimento?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O sistema de Detecção e Alarme será interligado nos andares? Os Racks para o Cabeamento será de nosso fornecimento?"

Transcrição

1 Às Licitantes da Concorrência Adspa nº 70/2009 Prezados Senhores, Referimo-nos ao Edital da Concorrência Adspa nº 70/2009, que tem por objeto a execução de obras de reforma e adequação de 17 andares do edifício-sede do Banco Central do Brasil em São Paulo (SP), localizado na Av. Paulista, De ordem do Senhor Presidente da Comissão Especial de Licitação, encaminhamos as respostas aos pedidos de esclarecimentos apresentados por empresas interessadas em participar do certame. QUESTIONAMENTO 1: O sistema de Cabeamento Estruturado será ligado entre os andares, ou será executado somente no andar? Resposta: O cabeamento vertical existente será mantido e continuará a atender os pavimentos após a reforma. A contratada deverá instalar apenas novo cabeamento horizontal nos pavimentos, conforme projeto, interligado aos patch panels localizados nas salas técnicas, já existentes, em cada andar. QUESTIONAMENTO 2: O sistema de Detecção e Alarme será interligado nos andares? Resposta: Será ligado à central de alarme existente, localizada no 1º subsolo. QUESTIONAMENTO 3: Os Racks para o Cabeamento será de nosso fornecimento? Resposta: A contratada não fornecerá racks. QUESTIONAMENTO 4: O sistema de som será interligado entre os andares? E Terá uma Central única? Resposta: O sistema de som será ligado à central existente, localizada no 1º subsolo. QUESTIONAMENTO 5: As Quantidades da Planilha enviada poderão ser mudadas ou deverão ser mantida? 1

2 Resposta: As quantidades de planilha não deverão ser mudadas. Caso as empresas licitantes percebam discrepâncias significativas entre as quantidades previstas na planilha e aquelas obtidas em seus levantamentos, em subitens específicos, a Comissão Especial de Licitação deverá ser consultada, examinará a questão e divulgará a solução a ser adotada. Em caso de divergências menos significativas, estas deverão ser absorvidas pelos preços unitários propostos. QUESTIONAMENTO 6: Conforme item 10.4 do memorial, distribuição dos circuitos no piso, a contratada deverá instalar pontos de utilização (tomadas) e dutos no piso. Na visita técnica constatamos que o piso dos andares tipo é carpet. Perguntas: Para instalação dos itens citados, devemos considerar a retirada e instalação do carpet existente? Para instalação dos novos dutos, teremos que realizar cortes no piso existente, em que item da planilha deve ser colocado este custo? Resposta: As licitantes devem considerar a retirada e embalagem conveniente do carpete em placas existente, para posterior recolocação (esta por conta do Banco) conforme item 3.9 do anexo 3 - Especificações Básicas. Os cortes e recomposições necessários para instalação dos novos dutos deverão ser lançados no item Obras civis: escavação e recomposição do contra-piso. QUESTIONAMENTO 7: Na planilha de marcas, uma vez que é de difícil definição um fornecedor específico na época da licitação, poderá ser utilizada mais de uma marca ou o termo similar? Resposta: Não. A licitante deverá declarar a marca e modelo que irá adotar, cuja equivalência à marca/modelo de referência das especificações será aferida pelo Banco. QUESTIONAMENTO 8: Na especificação do forro, item 12 das especificações básicas, o NRC especificado é de 0,90. Perguntamos se podemos fornecer material de coeficiente inferior. Resposta: Não. QUESTIONAMENTO 9: Qual é a especificação do forro a ser instalado nos sanitários? Resposta: O mesmo a ser aplicado nas demais áreas dos pavimentos. Ver item 12.2 do Anexo 3. QUESTIONAMENTO 10: A porta acústica referida no item 12 da planilha orçamentária da casa de máquinas não seria a 2

3 mesma da mencionado no item da planilha orçamentária? Está em duplicidade? Como proceder? Resposta: A porta em referência está realmente em duplicidade nas planilhas e deverá ser cotada apenas no item 12 da planilha da casa de máquinas, assumindo valores nulos quantidade e valor) no item da segunda planilha. QUESTIONAMENTO 11: Como o contratante irá entregar o andar para a contratada? As demolições das instalações existentes, tais como ar condicionado, sprinkler, elétrica e do forro serão a cargo da empresa Contratada? Se sim em qual item da planilha devemos orçar esses serviços? Resposta: Os pavimentos serão entregues sem mobiliário e divisórias móveis. Todas as demolições, desmontagens e retirada de materiais ficarão a cargo da contratada e deverão ser cotados por verba no item 7 da planilha (Serviços Complementares a Cargo da Obra) em subitem a ser criado com o título: 7.6 Demolições, desmontagens e bota-fora (com retirada e transporte) verba 1 QUESTIONAMENTO 12: Existe alíquota máxima de BDI que a licitante poderá adotar? Resposta: O BDI é uma rubrica composta de custos indiretos, impostos, administração, lucro etc. e, como tal, deve ser compatível com as disposições tributárias vigentes e com as características da obra guardando, ao mesmo tempo, coerência com a realidade praticada no mercado. QUESTIONAMENTO 13: Com relação ao sistema de detecção e alarme de incêndio: a) Qual é o tipo (marca e modelo) do detector de calor linear existente nas casas de máquinas de ar condicionado? Este detector será mantido, mesmo que nosso sistema seja de outro fabricante? b) A central de alarme de incêndio geral do prédio será mantida? Se for, para adaptarse ao existente, qual é a marca e modelo da central de alarmes? Resposta: Os equipamentos são de fabricação Sistem Sensor - Cerberus/Pyrotronics (Siemens). A central de Alarme é o modelo m40 da Walter Kidde. Ambos serão mantidos e o sistema de detecção a instalar deverá ser compatível com os mesmos. QUESTIONAMENTO 14: Com relação aos Equipamentos de Ar Condicionado:...solicitamos informar quais os fabricantes e representantes autorizados para a cotação e fornecimento dos mesmos, bem como quais os similares nacionais aceitáveis visto que a marca em referência KLINGENBURG não possui representação no Brasil e até o presente momento, os representantes internacionais não forneceram qualquer informação sobre o produto. 3

4 Resposta: Alternativamente poderão ser cotados recuperadores de calor de fabricação Mitsubishi, Toshiba ou LG, com capacidades/características de operação, modularidade e dimensões físicas compatíveis com os modelos indicados (marca de referência Klingenburg). QUESTIONAMENTO 15: Deverá ser fornecida automação para os Quadros QDLF 1 e QDLF 2? Resposta: Não QUESTIONAMENTO 16: Haverá automação para os E-1/T, E-2/T, E-3/T e E-4/T? Resposta: Não, mas os sensores deverão ter protocolo aberto para interligação a sistema de automação predial a ser incorporado futuramente. QUESTIONAMENTO 17: Os controles para TA-1 a TA-7 são existentes? Caso afirmativo, qual integração deve ser prevista com estes controladores? Resposta: Já existem. Para a futura integração entre componentes requer-se o fornecimento de marcas confiáveis, com tradição de continuidade e de protocolo aberto. QUESTIONAMENTO 18: Com relação ao carpete a ser retirado, da marca Collins e Aikman, não encontramos o fornecedor deste carpete. Favor indicar o fornecedor Resposta: A operação de retirada/embalagem do carpete prescinde da participação de fornecedor. QUESTIONAMENTO 19: Deveremos na fase inicial do processo apresentar cronograma físico-financeiro junto com a proposta? Resposta: Não. Observar atentamente o que contém o Anexo 2 - Modelo de Proposta e o item 2 do Anexo 3 - Especificações Básicas. QUESTIONAMENTO 20: Poderemos utilizar outros fabricantes desde que atendam as características técnicas solicitadas? Resposta: Ver resposta à Pergunta 7. 4

5 QUESTIONAMENTO 21: A proposta deverá ter especificações técnicas dos equipamentos ofertados, visto que estaremos enviando as Planilhas de marca e os catálogos? Resposta: Sim. As compatibilidades com as marcas/modelos de referência serão aferidas pelo Banco através do exame dessas especificações, complementadas pelo exame dos catálogos enviados e consultas aos fabricantes e projetistas. QUESTIONAMENTO 22: Os difusores de ar solicitados conforme item 9.6 é do modelo ADLK de fabricação TROX. Conforme informação do fabricante este difusor não possui caixa varyset e sim o modelo ADLQ. Favor informar se poderemos considerar o modelo indicado pelo fabricante Resposta: Sim, deverão ser cotados Difusores de fabricação Trox, modelo ADLQ, com caixa varyset. QUESTIONAMENTO 23: Com relação ao transporte dos equipamentos e materiais poderemos utilizar os elevadores de serviço? Ou será necessário equipamentos de içamento do lado externo do prédio? Caso afirmativo existe espaço para patolar o equipamento de içamento? Resposta: Poderá ser utilizado o elevador de serviço para transporte de cargas de até 1.500kg, em volumes com dimensões máximas de 95 x 205 x 180cm (Largura x Altura x Profundidade). Para o transporte de cargas e volumes com valores superiores há disponibilidade de espaço para montagem de equipamentos de içamento, nas laterais do edifício. QUESTIONAMENTO 24: Conforme edital será liberado para a execução1/4 do pavimento por vez, os outros 3/4 de pavimentos serão liberados na sequência, ou teremos que trabalho em mais de um pavimento por vez? Resposta: Os trabalhos serão iniciados com um ritmo mais contido e, na medida em que avancem, mais deum pavimento será liberado para execução dos serviços. O cronograma básico fornecido reproduz, adequadamente, o ritmo a ser conferido aos trabalhos durante as cinqüenta etapas previstas. QUESTIONAMENTO 25: Poderão ser realizados trabalhos em período noturno? Resposta: Sim. Recomendamos atenção para o item 2 - Introdução, do Anexo 3 (Especificações Básicas). QUESTIONAMENTO 26: 5

6 Os trabalhos realizados em períodos diurnos serão restritos, com relação a barulho, poeira, transporte de Materiais e trânsito de funcionários da empresa? Resposta: Sim QUESTIONAMENTO 27: Em virtude da grande quantidade de especialidades envolvidas nos serviços desta concorrência e na complexidade que envolve a reforma, solicitamos a prorrogação do prazo de entrega das propostas em 10 dias. Resposta: O tempo concedido para o exame dos projetos e especificações e elaboração das propostas observa o que dispõe a Lei 8666 e foi dimensionado de forma suficiente. O cronograma para o emprego dos recursos disponíveis para a obra objeto da presente licitação, no presente exercício, não permite a dilatação dos prazos em curso. QUESTIONAMENTO 28: Considerando que a solicitante está sujeita ao acompanhamento econômicotributário diferenciado, nos termos da Portaria RFB nº de 07 de novembro de 2.007; Considerando que essa sujeição a obriga a adotar a Escrituração Contábil Digital - ECD, nos termos do art. 2º do Decreto nº 6.022/07, a qual compreende a versão digital do Livro Diário, do Livro Razão, do Livro Balancetes Diários e Balanços; Considerando que a ECD deverá ser transmitida ao Sistema Público de Escrituração Digital- SPED, até o último dia útil do mês de junho, nos termos da Instrução Normativa RFB nº 787 de 19 de novembro de 2.007; Considerando, por fim, que a própria Receita Federal do Brasil, embora sem a estipulação de prazo, é a responsável pelo encaminhamento dos documentos à Junta Comercial para que esta Proceda a autenticação necessária a produzir os efeitos jurídicos e legais, conforme a Instrução Normativa nº 107 de 23 de maio de do Departamento Nacional e Registro do Comércio - DNRC; Face ao exposto, entendemos que a empresa licitante que houver transmitido a ECD tempestivamente ao SPED, e que fizer a comprovação devida - através da anexação à sua documentação de habilitação do respectivo Recibo de Entrega de Livro Digital, atenderá perfeitamente ao requisito comprobatório da qualificação econômico-financeira (art. 31, I, da Lei 8.666/93) exigido no item 4 - subitem 4.2 do edital da referida Concorrência Pública. Preconizando assim os Princípios da Igualdade e da Isonomia entre os licitantes. Está correto o nosso entendimento? Resposta: O edital traz no item 4.2 do Anexo 1 a exigência de apresentação de balanço patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício fiscal, já exigíveis e apresentados na forma da lei, ou seja, como o próprio texto deixa claro, a empresa deverá apresentar para habilitação o seu balanço patrimonial, exigível na forma da Lei, independentemente de encaminhamento de documentos da Receita Federal do Brasil para a Junta Comercial. No subitem a exigência é de apresentação de indicies contábeis a serem obtidos pelas informações presentes no balanço, calculados pela empresa e firmado pelo responsável pela sua contabilidade, que deverá possuir registro no Conselho Regional de Contabilidade, conforme subitem

7 Em suma, a licitante deverá apresentar o seu balanço patrimonial e os índices contábeis, calculados com base no citado balanço, firmados pelo responsável pela sua contabilidade. ESCLARECIMENTO DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO: Considerando-se que as planilhas orçamentárias foram divulgadas nos sítios do Banco Central e do Comprasnet em formato Microsoft-Excel, e que também foram fornecidas por ocasião da vistoria, o Banco Central não se responsabiliza por erros no manuseio dessas planilhas (exclusões ou inclusões acidentais ou indevidas) que gerem incorreções nas planilhas finais a serem incluídas no envelope de proposta. Quanto às planilhas orçamentárias, os licitantes também devem observar o disposto no item 4 do anexo 2 do Edital. Atenciosamente, COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Nair Y.Hayashibara Pires x - Wilson Batista do Nascimento SECRETÁRIA EXECUTIVA VOGAL 7

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTO N.º 03

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTO N.º 03 Curitiba, 12 de Dezembro de 2014. DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTO N.º 03 TOMADA DE PREÇOS 2014/15001(7419) - Contratação de reforma, sem ampliação, incluindo pavimentação, alvenaria,

Leia mais

Manual Escrituração Contábil Digital

Manual Escrituração Contábil Digital SPED Contábil Vínculo de Contas e Geração do Arquivo O SPED Sistema Público de Escrituração Digital é composto por três grandes subprojetos: Escrituração Contábil Digital, Escrituração Fiscal Digital e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ofício nº 138/2003/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 04 de dezembro de 2003. REFERÊNCIA: Tomada de Preços nº 01/2003

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CADERNO DE ENCARGOS

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CADERNO DE ENCARGOS Processo...: 08153-000393/2007-02 Objeto... :Tomada de Preços nº 01/2007 Contratação de empresa para a execução de Serviços de Pintura do prédio Sede da PRT 23ª Região Local...: Rua Presidente Castelo

Leia mais

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de instalação/colocação de Isolamento Acústico com fornecimento de todos os materiais necessários

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui:

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui: ANEXO I PROJETO BÁSICO GEMAP 10/2008 1. DO OBJETO Visa o presente à contratação de empresa de engenharia e, ou, arquitetura, especializada na prestação de serviços de ambientação interna com elaboração

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 1- DO OBJETO Visa o presente contratar empresa especializada para fornecimento e instalação de Circuito Fechado de TV- CFTV digital nas dependências da SUSEP, com fornecimento

Leia mais

VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL

VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL SEMINÁRIO SPED ACE GUARULHOS 20/03/2009 VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL Paulo Roberto da Silva BRASIL - SITUAÇÃO ATUAL EX. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS DOS ESTADOS SPED UMA NOVA ERA NA ESCRITURAÇÃO NACIONAL SPED

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Espírito Santo ANEXO 1

JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Espírito Santo ANEXO 1 PROJETO BÁSICO ORÇAMENTO PARA CONCLUSÃO DAS OBRAS DE CONSTRUÇÃO DA SEDE DEFINITIVA 1. OBJETO: Elaboração de planilha orçamentária estimativa e cronograma físico-financeiro para a conclusão das obras do

Leia mais

ANEXO II - Termo de Referência

ANEXO II - Termo de Referência ANEXO II - Termo de Referência 1. OBJETIVO: O presente Termo de Referência tem por objetivo estabelecer as condições mínimas para a contratação de uma empresa de engenharia para a implementação do projeto

Leia mais

ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008. A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite:

ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008. A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite: 01/07/2008 ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008 A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite: A data de abertura foi transferida para o dia 18/07/2008, às 14 horas; o prazo para realização

Leia mais

QUESTIONAMENTOS/ESCLARECIMENTOS 1 A 20 CONCORRÊNCIA Nº 12/2015

QUESTIONAMENTOS/ESCLARECIMENTOS 1 A 20 CONCORRÊNCIA Nº 12/2015 QUESTIONAMENTOS/ESCLARECIMENTOS 1 A 20 CONCORRÊNCIA Nº 12/2015 QUESTIONAMENTO 1) O bota- fora do material escavado das fundações está incluído nos 6.600 m³ do item 3.02 (setores A e C), ou deve ser cotado

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA -2

TERMO DE REFERÊNCIA -2 TERMO DE REFERÊNCIA -2 1. O PROJETO Projeto executivo para construção do prédio das Promotorias da Infância e Juventude. 2. OBJETIVOS O presente Termo de Referência tem como objetivo nortear a contratação

Leia mais

A empresa CLEMAR ENGENHARIA LTDA., solicita os seguintes esclarecimentos:

A empresa CLEMAR ENGENHARIA LTDA., solicita os seguintes esclarecimentos: COP-148/2009 Processo nº 000578-14.89/09-2 Assunto: Esclarecimento A empresa CLEMAR ENGENHARIA LTDA., solicita os seguintes esclarecimentos: Questionamento 1: CABEAMENTO ESTRUTURADO: Utilizando os diagramas

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA DE TI EM DATA CENTER

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES Prezada Senhora, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. EDITAL - Item 4.12.4 inciso I - Qual documento

Leia mais

SIAGRI SISTEMAS Esclarecimentos SPED Contábil

SIAGRI SISTEMAS Esclarecimentos SPED Contábil SIAGRI SISTEMAS Esclarecimentos SPED Contábil O que é SPED? Sistema Público de Escrituração Digital É um projeto de âmbito NACIONAL sendo gerenciado pela RECEITA FEDERAL, tem como objetivo a uniformização

Leia mais

ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 285/ADCO-4/SBBR/2011 TERMO DE REFERÊNCIA LOCAÇÃO DE 25 (VINTE E CINCO) MÓDULOS DE CONTAINERS HABITÁVEIS ACOPLADOS PARA AS INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS DA SEÇÃO DE CONTRAINCÊNDIO

Leia mais

2.3 Os projetos somente serão liberados pelos técnicos se estiverem assinados e acompanhados das respectivas ARTs ou RRTs.

2.3 Os projetos somente serão liberados pelos técnicos se estiverem assinados e acompanhados das respectivas ARTs ou RRTs. INSTRUÇÃO TÉCNICA 11 COMUNICAÇÃO VISUAL E SINALIZAÇÃO Revisão 00 jan/2014 1 OBJETIVO 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam os procedimentos, critérios e padrões a serem adotados para elaboração

Leia mais

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO

IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO PAULO Capítulo VI Anexo D MODELOS Fls. 1 de 7 Modelos Remissão às Condições Específicas D.1 Atestado de Vistoria Item 9.2 D.2 Declaração / Espelho técnico profissional Item 8.5.3 D.3 Declaração / Espelho técnico

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA -2

TERMO DE REFERÊNCIA -2 TERMO DE REFERÊNCIA -2 1. O PROJETO Título do Projeto: Reforma e Ampliação das Promotorias de Justiça de Direitos Constitucionais e Patrimônio Público e Promotorias de Justiça de Ações Constitucionais

Leia mais

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTOS DIVERSOS

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTOS DIVERSOS Curitiba, 06 de Abril de 2015. ESCLARECIMENTOS DIVERSOS TOMADA DE PREÇOS 2015/1701 (7419) Contratação de reforma sem ampliação para relocalização da Agência Penha Besc (SC). Atendendo ao pedido de esclarecimentos

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013

Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013 Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013 DOU de 17.9.2013 Dispõe sobre o Regime Tributário de Transição (RTT) instituído pelo art. 15 da Lei nº 11.941, de 27 de maio de 2009. O SECRETÁRIO

Leia mais

ANEXO I REFORMA DO CPD DA SALA 128 DA SEDE DO IMPA MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO I REFORMA DO CPD DA SALA 128 DA SEDE DO IMPA MEMORIAL DESCRITIVO CONVITE Nº 07/2010 PROCESSO Nº 006/2010 ANEXO I REFORMA DO CPD DA SALA 128 DA SEDE DO IMPA MEMORIAL DESCRITIVO OBJETO: REFORMA DO CPD Serão executados os seguintes serviços: Remoção de equipamentos de

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

PROJETO BÁSICO OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA AC CERES - DR/GO ENDEREÇO: AVENIDA PRESIDENTE VARGAS, LOTE 34, QUADRA Q, SETOR CENTRAL, CERES - GOIÁS

PROJETO BÁSICO OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA AC CERES - DR/GO ENDEREÇO: AVENIDA PRESIDENTE VARGAS, LOTE 34, QUADRA Q, SETOR CENTRAL, CERES - GOIÁS PROJETO BÁSICO PROJETO BÁSICO PARA: OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA AC CERES - DR/GO OBJETO DA LICITAÇÃO: O objeto da presente licitação é a OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA AC CERES - DR/GO, na forma de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO DIRETORIA TÉCNICA DE ENGENHARIA HABITACIONAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO DIRETORIA TÉCNICA DE ENGENHARIA HABITACIONAL EDITAL DE PUBLICIZAÇÃO DE ÁREA No. 001/2011. SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA, CASA MINHA VIDA II. O MUNICÍPIO

Leia mais

Izaias Ulysséa Junior Chefe da Divisão de Licitação. Respostas:

Izaias Ulysséa Junior Chefe da Divisão de Licitação. Respostas: Aditamento nº 08 Tomada de Preços nº 00236/2006 Objeto: Fornecimento e instalação de Sistema de Segurança por Circuito Fechado de Televisão e Controle de Acesso à Sede Administrativa da Celesc Data: 27/04/2006

Leia mais

Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br

Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT - IBR 001/2006 PROJETO BÁSICO Primeira edição: válida a partir de 07/11/2006 Palavras Chave: Projeto Básico,

Leia mais

FUNDAÇÃO BUTANTAN CNPJ: 61.189.445/0001 56 COMUNICADO Respostas aos pedidos de esclarecimentos

FUNDAÇÃO BUTANTAN CNPJ: 61.189.445/0001 56 COMUNICADO Respostas aos pedidos de esclarecimentos EDITAL N.º 004/2015 PROCESSO Nº 11918/2015 MODALIDADE: ATO CONVOCATÓRIO TIPO: MENOR PREÇO FUNDAÇÃO BUTANTAN CNPJ: 61.189.445/0001 56 COMUNICADO Respostas aos pedidos de esclarecimentos OBJETO DA SELEÇÃO:

Leia mais

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Como faço para concorrer a uma bolsa? O processo seletivo de alunos está sendo realizado pela Secretaria de Aviação Civil SAC/PR.

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO/SP ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO/SP ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 27/2011 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de engenharia elétrica para elaboração de projeto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços de instalação de piso elevado acessível, com fornecimento de componentes, acessórios e materiais, visando

Leia mais

RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21.

RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21. RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21. Questionamento 18: Nos itens lógicos tipo Patch Panel, organizador de cabo, régua de tomada e outros como no projeto de cabeamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO NOVA: PRAÇA SETOR GUARUJÁ EXPANSÃO - MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA MT

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO NOVA: PRAÇA SETOR GUARUJÁ EXPANSÃO - MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA MT MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO NOVA: PRAÇA SETOR GUARUJÁ EXPANSÃO - MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA MT Página 1 de 8 ÍNDICE 1 SERVIÇOS GERAIS 3 1.1 SERVIÇOS TÉCNICOS 4 1.2 MÁQUINAS E FERRAMENTAS 4 1.3 LIMPEZA PERMANENTE

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 Pergunta 1: Atualmente muitos trabalhadores que estão executando serviços dentro do Distrito Federal, moram no Entorno desse modo a cotação de

Leia mais

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES)

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) REFORMA DAS INSTALAÇÕES DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS DO ABRIGO DO

Leia mais

Amortização de ágio ou deságio somente influenciará o resultado quando da alienação do investimento

Amortização de ágio ou deságio somente influenciará o resultado quando da alienação do investimento Conheça o tratamento fiscal aplicável ao ágio e ao deságio apurados na aquisição dos investimentos avaliados pelo Método de Equivalência Patrimonial - MEP AVALIAÇÃO DE INVESTIMENTOS - Ágio ou Deságio na

Leia mais

CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15

CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15 CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15 DATA PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS RESPOSTAS - 1-20/08-2 - 26/08 Questionamento técnico em relação às funcionalidades das luminárias. 1.1. Funcionalidades

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO Brasília, 10 de Janeiro de 2013. Prezadas Senhoras, Prezados Senhores, A ONU Mulheres Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres solicita

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO 1 FUNDAMENTAÇÃO Este Manual contem regras para Cadastramento com fins de Licitação, nos termos da Lei 8.666/93 e alterações posteriores. e está disponível no site www.aracaju.se.gov.br/emurb. REGRAS PARA

Leia mais

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA Acumulado até 03/02/2015 1 Pergunta Para a solução a ser apresentada para atendimento ao briefing deve ser utilizada a identidade digital

Leia mais

Apresentação. Quem Somos

Apresentação. Quem Somos Apresentação Quem Somos A F3 Soluções é uma organização de origem brasileira, de negócios diversificados, com atuação e padrão de qualidade globais e certificações de reconhecimento nas áreas especificas

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B Rio de Janeiro, 17 de fevereiro de 2009 Livros Abrangidos Diário Geral G Diário Geral com Escrituração Resumida R Diário Auxiliar - A Razão Auxiliar - Z Balancetes Diários e Balanços - B ESCRITURAÇÃO DIGITAL

Leia mais

PROC IBR EDIF 01.02.004/2014

PROC IBR EDIF 01.02.004/2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.004/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

4. No item 15 onde se lê: Prazo final para apresentação do cronograma e do orçamento de construção das INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO

4. No item 15 onde se lê: Prazo final para apresentação do cronograma e do orçamento de construção das INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO TEL: 55 (61) 426 5743 Ouvidoria: 0800727 2010 PARA: Fax: ASSUNTO: EDITAL DE LEILÃO N o 002/2004-ANEEL ADENDO N o 03 - ESCLARECIMENTO DE: Rosângela Lago TEL: (61) 426-5743 FAX: (61) 426-5778 FAX N 0 206/2004-CEL/ANEEL

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS 1 OBJETIVO Revisão 00 fev/2014 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam

Leia mais

ESCLARECIMENTO 2. Local: Porto Alegre Data: 03/09/2015 Ref. CONCORRÊNCIA 002/2015. DE: Comissão de Licitação PARA: Os Licitantes

ESCLARECIMENTO 2. Local: Porto Alegre Data: 03/09/2015 Ref. CONCORRÊNCIA 002/2015. DE: Comissão de Licitação PARA: Os Licitantes Página 1 de 9 ESCLARECIMENTO 2 Local: Porto Alegre Data: 03/09/2015 Ref. CONCORRÊNCIA 002/2015 DE: Comissão de Licitação PARA: Os Licitantes Informamos a todos os licitantes interessados na CONCORRÊNCIA

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015 Página 1 de 5 EDITAL DE CHAMAMENTO A COMPANHIA POTIGUAR DE GÁS (POTIGÁS), por intermédio da sua Diretoria Executiva, na forma das disposições contidas no artigo 24, inciso X, da Lei 8.666/93 e alterações

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Diogo Campos Borges de Medeiros MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

TERMO DE REFERÊNCIA. Diogo Campos Borges de Medeiros MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CDASTRO E LICITAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA Diogo Campos Borges de Medeiros I SEMINÁRIO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS DO DNIT OBJETIVOS Verificar o conceito, as aplicações

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO ASPECTOS GERAIS DA LICITAÇÃO

EDITAL DE LICITAÇÃO ASPECTOS GERAIS DA LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: Carta Convite Número: 001/2015 Data de abertura da Licitação: 19/06/2015 Data de abertura das propostas: 06/07/2015 Horário: 09 (nove) horas e 30 (trinta) minutos ASPECTOS

Leia mais

RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO

RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO Referência: PA Nº 4419AD/2015 CONCORRÊNCIA Nº 03/2015 Interessado: Procuradoria-Geral de Justiça do Maranhão Assunto: Parecer acerca de esclarecimentos ao Edital da Concorrência nº 03/2015 Objeto: A presente

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA

CADERNO DE ORIENTAÇÕES LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA LOCAÇÃO DE IMÓVEL UNIDADE REGIONAL BAHIA Dezembro de 2013 SUMÁRIO 1. OBJETO... 3 2. GENERALIDADES... 3 3. DO EDIFÍCIO... 4 4. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, ELETRÔNICAS, DADOS E VOZ... 4 5. INSTALAÇÕES DE REFRIGERAÇÃO...

Leia mais

URBES TRÂNSITO E TRANSPORTES

URBES TRÂNSITO E TRANSPORTES CADASTRO DE FORNECEDORES RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA CADASTRAMENTO NESTA EMPRESA PÚBLICA, CONFORME ARTIGOS 27 A 31 DA LEI FEDERAL 8.666/93 E SUAS ALTERAÇÕES, EM ATENDIMENTO AO ARTIGO 35 DA REFERIDA

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DO PREGÃO AMPLO Nº 008/2010-ER05-Anatel PROCESSO Nº 53528.001004/2010 Projeto Executivo e Estudos de Adequação da nova Sala de Servidores da rede de

Leia mais

SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 06 de Outubro de 2.009 M I N U T A

SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 06 de Outubro de 2.009 M I N U T A PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 3(TRES) DIAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA CEP 01405-001

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO 1 Senhor Licitante, Solicito a V.Sª preencher o protocolo de entrega de edital abaixo, remetendo-o a Comissão Permanente de Licitação da PGF/AL, por meio do fax (0XX82) 3216 9874 ou e-mail licitacao@sefaz.al.gov.br.

Leia mais

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Ref.: Processo nº 08008.000216/2014-11 Interessado: DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços copeiragem. Brasília, 27 de junho de 2014. RESPOSTA

Leia mais

BANCO DO BRASIL S.A.

BANCO DO BRASIL S.A. BANCO DO BRASIL S.A. MANUAL DE PREENCHIMENTO: - ORÇAMENTO - ORÇAMENTO - CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO - PLANILHA DE LEVANTAMENTO DE SERVIÇOS (PLS) 2 ÍNDICE: I - INTRODUÇÃO:...4 II - FLUXO ENGENHARIA CENOP

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA DE OBRAS SANEAMENTO E TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA DE OBRAS SANEAMENTO E TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA DE OBRAS SANEAMENTO E TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO OBJETO: Fechamento de quadra esportiva da Escola Municipal de Ensino Fundamental

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS 01/2015 PLANILHAS EM EXCEL ANEXOS III E VIII QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS

TOMADA DE PREÇOS 01/2015 PLANILHAS EM EXCEL ANEXOS III E VIII QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS TOMADA DE PREÇOS 01/2015 Contratação de empresa especializada em engenharia ou arquitetura para elaboração de projetos básicos e executivos de arquitetura e complementares, destinados à construção do edifício-sede

Leia mais

ECF - escrituração contábil fiscal

ECF - escrituração contábil fiscal ECF - escrituração contábil fiscal O que é a ECF? Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação do SPED Sistema Público de Escrituração Digital, que entrará em vigor em 2015 e nessa deverão ser informados

Leia mais

Módulo Contábil e Fiscal

Módulo Contábil e Fiscal Módulo Contábil e Fiscal SPED Contábil e Fiscal Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Contábil e Fiscal SPED. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO OBJETIVO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Fornecer diretrizes para a elaboração e apresentação de orçamentos que compõem o Projeto Executivo. FINIÇÕES O orçamento executivo abrange a elaboração dos elementos

Leia mais

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail. Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.com Agenda 1. Visão Geral e Situação Atual dos Projetos integrantes do SPED

Leia mais

ESCLARECIMENTO I EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 718/2010

ESCLARECIMENTO I EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 718/2010 ESCLARECIMENTO I EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 718/2010 O SENAI-PR através de sua Comissão de Licitação torna público esclarecimento referente ao edital acima relacionado, conforme posicionamento

Leia mais

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r Mapeamento ECF Projeto SPED ECF Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico- Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014. São

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS RODRIGUES & AGUINAGA PROJETOS LTDA. Av. Francisco Talaia de Moura, 545 CEP: 91170-090 - Porto Alegre/RS. CNPJ: 09.077.763/0001-05 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS 1 1.

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DO PIS/PASEP E DA COFINS - EFD-PIS/COFINS - NORMAS GERAIS Introdução - Pessoas Jurídicas

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS: a) Este roteiro serve como base às obras de Fornecimento e instalação de plataforma de percurso vertical para o Bloco B da Unidade Operacional

Leia mais

ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO ESPECIFICAÇÃO

ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO 1. O PROJETO Projeto básico e executivo para construção do prédio das Promotorias de Justiça de Parauapebas. 2. OBJETIVOS O presente Termo de Referência tem como objetivo nortear a contratação

Leia mais

MEMO Nº 022/ENG/IFC/2010 Blumenau, 15 de julho de 2010. Do: Departamento de Engenharia do Instituto Federal Catarinense

MEMO Nº 022/ENG/IFC/2010 Blumenau, 15 de julho de 2010. Do: Departamento de Engenharia do Instituto Federal Catarinense MEMO Nº 022/ENG/IFC/2010 Blumenau, 15 de julho de 2010. Ao: Pró Reitor de Desenvolvimento Institucional ANTÔNIO A. RAITANI JÚNIOR Do: Departamento de Engenharia do Instituto Federal Catarinense Assunto:

Leia mais

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED O que é ECF Escrituração Contábil Fiscal? Demonstra o cálculo do IRPJ e da CSLL Sucessora da DIPJ Faz parte do projeto SPED Instituída pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA AS ASSOCIAÇÕES DE PASSO FUNDO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA AS ASSOCIAÇÕES DE PASSO FUNDO NÚCLEO DE APOIO CONTÁBIL E FISCAL UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PASSO FUNDO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS. Professora Orientadora: Ms. Mirna Muraro

Leia mais

ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA 1.1. Sem prejuízo da observância das demais regras constantes do EDITAL, o LICITANTE deverá apresentar, no PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014

ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014 XII ENCONTRO ALAGOANO DE CONTABILIDADE CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE ALAGOAS ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014 Prof. Filemon Augusto de Oliveira MUITO PRAZER!!! Fé Família Trabalho AGRADECIMENTOS

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO

MANUAL DE PREENCHIMENTO MANUAL DE PREENCHIMENTO - ORÇAMENTOS - CRONOGRAMAS - PLANILHA DE LEVANTAMENTO DE SERVIÇOS - PLS - RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO EMPREENDIMENTO - RAE CRÉDITO IMOBILIÁRIO - FINANCIAMENTO À PRODUÇÃO PESSOA

Leia mais

SPED Contábil. ECD Escrituração Contábil Digital. Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC. www.spednet.com.br 1

SPED Contábil. ECD Escrituração Contábil Digital. Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC. www.spednet.com.br 1 SPED Contábil ECD Escrituração Contábil Digital Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC www.spednet.com.br 1 Programa Apresentação e Objetivos Regulamentação Livros contemplados Aspectos importantes da legislação

Leia mais

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012 Escrituração Contábil Digital ECD Brasília, 18 de maio de 2012 Abrangência do Sped NF-e Integração ECD NFS-e ReceitanetBX EFD Int e-lalur CT-e EFD Social FCont EFD Contribuições e-lalur Livro Eletrônico

Leia mais

A U T O R I Z A Ç Ã O

A U T O R I Z A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O JORGE LUIS DE SOUZA FONSECA, Prefeito do Balneário Pinhal/RS, no uso das atribuições que lhe foram conferidas e em consonância ao disposto no art. 38 da Lei Federal nº 8.666/93, autoriza

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC

Cabeamento Estruturado. Definição. Definição. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Cabeamento Estruturado Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Redes de Computadores - UDESC Definição Entende-se por rede interna estruturada aquela que é projetada de modo a prover uma infra-estrutura

Leia mais

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 NO EDITAL DA LICITAÇÃO DA CONCORRÊNCIA Nº53/2013: 8.15.2.1. Quanto à capacitação técnico-profissional: apresentação de Certidão

Leia mais

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL 1. A PROPOSTA COMERCIAL será constituída de uma Carta Proposta, que trará o valor da CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA ofertada, através

Leia mais

ANEXO IV DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 DO CONTEÚDO DA PROPOSTA COMECIAL... 3 3 PROPOSIÇÃO DO VALOR PADRÃO DO ATENDIMENTO... 5 4 PROPOSIÇÃO DA PARCELA

Leia mais

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação?

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? As certidões indispensáveis à participação nas licitações, conforme previsto no artigo 27 da Lei 8.666/93, são: certidão

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015 (SRP)

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015 (SRP) Pregão Eletrônico 70017.452015.37718.5031.59720149080.388 PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2015

Leia mais

Secretaria de Educação, Cultura e Desportos

Secretaria de Educação, Cultura e Desportos 1 Responsável pela Elaboração: ILKA REJANE BARROS MELO Responsável pela Secretária de Educação, Cultura e Desportos. NOVEMBRO / 2013 ANEXO - I TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição de coleções de livros didáticos

Leia mais