Montagem da guia linear

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Montagem da guia linear"

Transcrição

1 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Marcação na guia linear mestre e uso combinado Marcação na guia linear mestre Todos os trilhos montados no mesmo plano são marcados com o mesmo número de série. Desses trilhos, aqueles marcados com KB após o número de série são os trilhos mestre. O bloco no trilho mestre tem sua superfície de referência retificada em uma precisão designada, permitindo servir como referência de posicionamento para a mesa. (Consulte Fig.1.) As guias lineares de classe normal não são marcados com KB. Portanto, qualquer trilho com o mesmo número de série pode ser usado como o trilho mestre. Guia linear mestre Guia linear secundária Y2F123 KB Marca mestre Número de série Fig.1 Guia linear mestre e guia linear mestre Marcações na superfície de referência Na guia linear, a superfície de referência do bloco é oposta à superfície marcada com a logo da THK e a do trilho fi ca na superfície marcada com uma linha (consulte Fig.2 ). Se for necessário reverter a superfície de referência do trilho ou do bloco, ou se o niple de lubrifi cação precisar ser colocado da direção oposta, especifi que isso. Logo da THK Superfície de referência Superfície de referência Marca da linha Guia linear mestre Logo da THK Superfície de referência Marca da linha Guia linear secundária Fig.2 Marcações na superfície de referência

2 Marcação de número de série e uso combinado de um trilho e blocos Um trilho e os blocos usados em conjunto devem ter o mesmo número de série. Durante a remoção de um bloco de um trilho e a reinstalação do bloco, verifi que se eles têm o mesmo número de série e se os números estão virados para a mesma direção. ( Fig.3 ) Fig.3 Marcação de número de série e uso combinado de um trilho e blocos Uso de trilhos unidos Quando um trilho longo é pedido, dois ou mais trilhos são unidos até o comprimento desejado. Ao unir trilhos, verifique se as marcas de união mostradas em Fig.4 estão posicionadas corretamente. Quando duas guias lineares com trilhos conectados são dispostos em paralelo, as duas guias lineares serão fabricadas de maneira que as duas guias lineares sejam alinhadas simetricamente nos eixos. Se uma grande carga for aplicada perto da junta do trilho LM, o trilho LM poderá desviar e causar desalinhamento. Portanto, recomendamos prender fi rmemente o trilho LM, pressionando a seção da junta contra o plano de referência com um parafuso de aperto ou similar e mantendo a dimensão L o mais curta possível ( Fig.4 ). Para obter detalhes, entre em contato com a THK. Marca da junção B1 Marca da junção B2 Marca da junção Eixo do trilho secundário Superfície de referência Superfície de referência Eixo do trilho mestre Marca da junção A1 Marca da junção Indicação da marca da junção A2 Marca da junção Lateral do trilho secundário Lateral do trilho mestre B Plano de referência do trilho B Método para fixar os trilhos na junção Parafuso de aperto do bloco Parafuso de aperto do trilho Fig.4 Uso de trilhos unidos

3 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Procedimento de montagem Exemplo de montagem da quando uma carga de impacto é aplicada à máquina e, portanto, a rigidez e a alta precisão são necessárias Parafuso de aperto do bloco Lateral do trilho secundário Tabela Base Lateral do trilho mestre Parafuso de aperto do trilho Fig.5 Quando uma carga de impacto for aplicada à máquina Montagem dos trilhos (1) Certifi que-se de remover rebarbas, entalhes e poeira da superfície de montagem da máquina para que a seja montada antes da instalação. ( Fig.6 ) Nota) Como a é revestida com óleo anticorrosão, retire-o da superfície de referência, limpandoa com óleo para lavagem antes de usar a guia. Depois que o óleo anticorrosão for removido, a superfície de referência tende a fi car enferrujada. Recomendamos a aplicação de óleo para motor de baixa viscosidade. (2) Coloque delicadamente o trilho na base e fixe temporariamente os parafusos até que o trilho faça contato com a superfície de montagem (alinhe a lateral do trilho marcada por uma linha à lateral da superfície de referência da base). ( Fig.7 ) Nota) Os parafusos para fi xar a devem estar limpos. Ao colocar os parafusos nos furos de montagem do trilho, verifique se os furos foram deslocados.( Fig.8 ) Apertar o parafuso com força em um furo deslocado pode diminuir a precisão. Fig.6 Verifi cação da superfície de montagem Fig.7 Alinhamento do trilho à superfície de referência Fig.8 Verificação da folga de ajuste de um parafuso

4 (3) Fixe os parafusos de aperto do trilho por ordem, aplicando força apenas o sufi ciente para fazer com que o trilho fique estreitamente em contato com a superfície lateral de montagem. ( Fig.9 ) (4) Aperte os parafusos de montagem com o torque indicado, usando um torquímetro. (Consulte a Fig.10 e a Tabela1 e a Tabela2 na.) Nota) Para atingir a precisão estável ao apertar os parafusos de montagem do trilho, aperte-os por ordem do centro para as extremidades do trilho. Fig.9 Aperto de parafusos (5) Monte o outro trilho da mesma maneira para concluir a instalação dos trilhos. (6) Martele nas tampas, para dentro dos furos do parafuso, na face superior de cada trilho, até que a parte superior da tampa esteja no mesmo nível que a face superior do trilho. Fig.10 Fixação total dos parafusos de montagem Montagem dos blocos (1) Coloque delicadamente a mesa sobre os blocos e aperte temporariamente os parafusos de montagem. (2) Pressione a lateral mestre dos blocos à lateral da superfície de referência da mesa, usando parafusos de aperto e posicionando a mesa. (Consulte a Fig.5 na.) (3) Aperte totalmente os parafusos de montagem na lateral mestre e a lateral secundária para concluir a instalação. Nota) Para fixar uniformemente a mesa, aperte os parafusos de montagem na direção diagonal, conforme mostrado na Fig Este método economiza tempo para estabelecer a retilineidade do trilho e elimina a necessidade de fixar parafusos de encaixe, reduzindo drasticamente a relação homens-hora de instalação. Fig.11 Sequência de aperto dos blocos

5 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Exemplo de montagem da quando o trilho mestre não é fornecido com parafusos de aperto Parafuso de aperto do bloco Mesa Lateral do trilho mestre Base Lateral do trilho secundário Fig.12 Quando o trilho mestre não é fornecido com parafusos de aperto Montagem do trilho mestre Depois de fi xar temporariamente os parafusos de montagem, pressione firmemente o trilho em direção à superfície lateral de referência na posição de cada parafuso de montagem, usando uma pequena morsa, e aperte totalmente o parafuso. Execute nesta ordem, de cada extremidade do trilho até a outra. ( Fig.13 ) Fig.13 Montagem do trilho secundário Para montar o trilho secundário em paralelo com trilho mestre, que foi instalado corretamente, recomendamos adotar os métodos abaixo. Uso de régua Coloque as réguas entre os dois trilhos e organize-as em paralelo à superfície de referência da lateral do trilho mestre, usando um calibre com mostrador. Depois, fixe os parafusos de montagem, de modo a conseguir a retilineidade do trilho secundário, usando a régua como referência, por meio do calibre com mostrador. ( Fig.14 ) Fig.14

6 Usando o paralelismo da mesa Fixe os dois blocos no trilho mestre junto com a mesa (ou uma mesa temporária para a medição) e aperte temporariamente o trilho e o bloco no trilho secundário junto com a mesa. Coloque um calibre com mostrador na face lateral do bloco no trilho secundário com a base do mostrador fixada na parte superior da mesa, e depois aperte os parafusos em ordem, ao mesmo tempo que obtém o paralelismo do trilho secundário, movimentando a mesa a partir da extremidade do trilho. ( Fig.15 ) Fig.15 Complementação do trilho mestre com o trilho secundário Coloque a mesa sobre os blocos do trilho mestre corretamente montado e o trilho secundário fixado temporariamente, e fixe totalmente os dois blocos ao trilho mestre e um dos dois blocos ao trilho secundário com parafusos. Aperte em ordem os parafusos de montagem no trilho secundário, enquanto fixa temporariamente o bloco restante ao trilho secundário. ( Fig.16 ) Fig.16 Uso de gabarito Use um gabarito, como mostra a Fig.17, para obter o paralelismo da superfície de referência da lateral secundária em relação à superfície de referência lateral da lateral mestre de uma extremidade do trilho pelo passo de montagem e, ao mesmo tempo, aperte totalmente os parafusos de montagem na ordem. ( Fig.17 ) a b Fig.17

7 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Exemplo de montagem da quando o trilho mestre não possui uma superfície de referência Parafuso de aperto do bloco Mesa Base Lateral do trilho mestre Lateral do trilho secundário Fig.18 Montagem do trilho mestre Uso de superfície de referência temporária Você pode fi xar temporariamente uma superfície de referência, próxima à posição de montagem do trilho na base, para obter a retilineidade do trilho com base em sua extremidade. Neste método, dois blocos devem ser unidos e ligados a uma placa de medição, como mostra a Fig.19. Fig.19 Uso de régua Depois de fi xar temporariamente os parafusos de montagem, use um calibre com mostrador para verificar a retilineidade da superfície de referência da lateral do trilho com base em sua extremidade e, ao mesmo tempo, aperte totalmente os parafusos de montagem. ( Fig.20 ) Para montar o trilho secundário, siga o procedimento descrito na. Fig.20

8 Procedimento para montagem do modelo HR O procedimento a seguir é recomendado para a montagem do modelo HR. (1) Remova as rebarbas ou nós da superfície de montagem do trilho da base utilizando uma pedra de afiar a óleo. ( Fig.21 ) (2) Use uma pequena morsa para pressionar os dois trilhos contra a base, para que eles façam contato com a superfície de referência e depois aperte os parafusos de montagem com o torque recomendado (consulte a ). ( Fig.22 ) a. Verifi que se algum dos parafusos possui uma depressão. b. Use um torquímetro para apertar os parafusos na ordem do centro para ambas as extremidades. (3) Monte os blocos sobre a mesa e instaleos nos trilhos. Verifique se os parafusos de montagem dos blocos foram fixados temporariamente. (4) Aperte o parafuso de ajuste da folga alternadamente para regular a folga. Se uma pré-carga relativamente grande for aplicada para obter alta rigidez, controle o torque de aperto ou a resistência de rolagem. a. É preferível usar três parafusos de ajuste de folga para cada bloco, como mostra a Fig.23. b. Para obter um resultado favorável do ajuste de folga, defina o torque de aperto dos parafusos externos em aprox. 90% do torque do parafuso de entrada. (5) Fixe gradualmente cada bloco, apertando os dois parafusos de montagem de bloco, que foram fi xados temporariamente, ao mesmo tempo que desliza a mesa. ( Fig.24 ) Fig.21 Fig.22 Fig.23 Torquímetro Medidor de tensão Fig.24

9 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Exemplo de ajuste de folga Projete o parafuso de ajuste da folga para que pressione o centro da face lateral do bloco. a. Uso de um parafuso de ajuste Normalmente, usa-se um parafuso de ajuste para pressionar o bloco. b. Uso de calços afunilados Quando é necessário proporcionar alta precisão e alta rigidez, use calços cônicos 1) e 2). 1 2 c. Uso de um pino excêntrico Também está disponível um tipo que usa um pino excêntrico para ajustar a folga.

10 Procedimento para montagem do modelo GSR O procedimento para a montagem do modelo GSR é o seguinte: (1) Alinhe a mesa à superfície de referência de cada bloco e aperte totalmente os parafusos de montagem para fixar os blocos. Ambas as extremidades da mesa devem ter uma superfície de referência. ( Fig.25 ) Superfície de referência Mesa Superfície de referência (2) Coloque o trilho A na base e alinhe o trilho com uma régua. Aperte totalmente os parafusos de montagem, usando um torquímetro. ( Fig.26 ) Borda retilínea Fig.25 Trilho A (3) Fixe temporariamente o trilho B à base e monte os blocos no trilho, deslizando os blocos. Aperte temporariamente o trilho B, ao mesmo tempo que o pressiona contra os blocos. ( Fig.27 ) Base Fig.26 (4) Deslize a mesa com alguns movimentos para encaixar os blocos no trilho B e aperte- -o totalmente, usando torquímetro. ( Fig.28 ) Mesa Pressione o trilho Base Se houver mais unidades GSR a ser montadas, recomendamos primeiro produzir um gabarito como o mostrado na Fig.29. Você pode montar facilmente os trilhos, ao mesmo tempo que obtém o paralelismo dos trilhos, usando o gabarito. Trilho B Fig.27 Trilho A Trilho B Torquímetro Trilho A Fig.28 Gabarito de montagem Base Trilho Fig.29

11 Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Procedimento para montagem do modelo JR Montagem de trilhos Quando dois trilhos tiverem que ser usados em paralelo, como mostra a Fig.30, primeiro fixe um trilho na base, e coloque um calibre com mostrador sobre o bloco.em seguida, coloque o ponteiro do calibre na face lateral e superior do outro trilho para ajustar simultaneamente o paralelismo e o nível, para concluir a montagem dos trilhos. Junção de trilhos Quando dois ou mais trilhos tiverem que ser unidos, oferecemos um encaixe especial de metal, como mostra a Fig.31. Para essas aplicações, especifi que este encaixe ao encomendar a (o trilho será rosqueado para encaixar uma junção). Procedimento de instalação (1) Aperte temporariamente o parafuso de pressão do trilho. (2) Prenda o trilho A e a junção com os parafusos C e D. (3) Aplique um medidor com mostrador no lado G da junção, entre os trilhos A e B. Ajuste as diferenças de nível esquerdo e direito com o parafuso E e o parafuso de aperto F no trilho B. Se o parafuso E for apertado, o trilho B moverá em direção ao lado b. Se o parafuso de aperto F for apertado, o trilho B moverá em direção ao lado a. (4) Ao terminar o ajuste com o parafuso F, prenda-o com a castanha. (5) Ajuste e firme a direção vertical com o parafuso de pressão do trilho. Pressão do trilho Lado a Trilho Parafuso Trilho A Fig.30 Lado b G Medidor com mostrador Trilho B G Lado a Lado b Castanha Parafuso C Parafuso D Parafuso de aperto F Pressão do trilho Pressão do trilho Encaixe da junção Parafuso E Fig.31

12 Soldagem do trilho Ao soldar o trilho, é melhor fazê-lo com ele preso no ponto de soldagem com uma pequena morsa ou algo semelhante, como mostra a Fig.32. Para uma soldagem efi caz, recomenda- -se as seguintes condições de soldagem. (Durante a soldagem do trilho, tome cuidado para evitar que os respingos entrem em contato com a pista do trilho.) [Condições de soldagem] Temperatura de preaquecimento:200 C Temperatura de preaquecimento:350 C Nota) Se a temperatura exceder 750 C, o trilho pode endurecer novamente. [Para soldagem a arco de metal blindado] Vareta de soldar: LB-52 (Kobelco) Fig.32 [Para soldagem a arco com dióxido de carbono] Fio: YGW12 Corrente elétrica: 200 A Procedimento para montagem do modelo HCR Para instalar os trilhos da Guia R modelo HCR, é recomendável ter qualquer tipo de ponto de referência (como um pino) na lateral de referência (dentro) do trilho, pressionar o trilho até o ponto de referência e depois pará-lo com uma placa prensadora a partir da superfície contrária a da referência. Junção Fig.33 Método para fi xar os trilhos na junção Fig.34 Método para fixar os trilhos, usando um pino como ponto de referência

13 Métodos de medição de precisão após a instalação Procedimento de montagem e manutenção Montagem da guia linear Quando medir a precisão do funcionamento para aplicação de trilho único Ao medir a precisão do funcionamento do bloco, pode-se obter uma precisão estável fi xando dois blocos em uma placa de inspeção, como mostra a Fig.35. Ao usar um calibre com mostrador, recomendamos colocar a régua o mais próximo possível do bloco, a fi m de realizar uma medição precisa. 1) Método de medição usando um colimador automático 2) Método de medição usando um medidor com mostrador Fig.35 Métodos de medição de precisão após a instalação Torque de aperto recomendado para trilhos Com os trilhos de alta precisão da, suas pistas são retifi cadas e a precisão é inspecionada com os trilhos apertados com parafusos. Ao montar um trilho de alta precisão em uma máquina, recomendamos o uso do torque de aperto correspondente indicado na Tabela1 ou na Tabela2 Tabela1 Torques de aperto ao usar parafusos cabeça panela Unidade: N-cm Modelo do parafuso Não temperado Torque de aperto Temperado M 2 17,6 21,6 M 2,3 29,4 35,3 M 2,6 44,1 52,9 Tabela2 Torques de aperto ao usar parafusos de cabeça cilíndrica sextavada Unidade: N-cm Modelo do parafuso Aço Torque de aperto Ferro fundido Alumínio M 2 58,8 39,2 29,4 M 2,3 78,4 53,9 39,2 M 2, ,4 58,8 M M M M M M M M M M M M M

14 510BZ

Montagem do sistema da guia

Montagem do sistema da guia A THK oferece vários tipos de guias linear para atender a condições diversas. Com suporte a montagem comum horizontal, montagem vertical, montagem invertida, montagem inclinada, montagem na parede e montagem

Leia mais

SCR. Guia linear com gaiola de esferas cruzada modelo SCR

SCR. Guia linear com gaiola de esferas cruzada modelo SCR Guia linear com gaiola de esferas cruzada modelo Trilho Raspador Trilho Raspador lateral Bloco Esfera Gaiola de esferas Recirculador Niple de lubrificação * Para a gaiola de esferas, consulte A. Diagrama

Leia mais

Unidade de sustentação

Unidade de sustentação Modelos EK, BK, FK, EF, BF e FF Tampa de contenção Vedação Alojamento Mancal Parafuso de aperto sextavado de cabeça cilíndrica Peça de aperto Castanha de travamento Colar Mancal Alojamento Anel de pressão

Leia mais

1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO 4º PASSO

1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO 4º PASSO Minicômoda ref. 1343 Ferramentas: Para limpeza do móvel utilize um pano macio umedecido apenas com água. Etapas para montagem do produto 1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO 4º PASSO Preparar Laterais Montar Caixote

Leia mais

GUIA DE ROLOS CRUZADOS

GUIA DE ROLOS CRUZADOS UIA E ROLOS CRUZAOS CONSTRUÇÃO E COMPONENTES E UM JOO Cada jogo é constituído de dois pares de trilhos, duas gaiolas de rolos e 8 limitadores de curso (previnem a saída da gaiola). As guias são fabricadas

Leia mais

Estação Power 10. Instruções de montagem

Estação Power 10. Instruções de montagem Estação Power 10 Instruções de montagem (Náilon) (Náilon) (Náilon) (Náilon) (curvo) - 1 - LISTA DE PARTES N o Descrição Qtd. 1 Tubo de suporte 1 2 Tubo em T 1 3 Viga horizontal 1 4 Tubo de guia 2 5 Tubo

Leia mais

SEÇÃO 9 Pistões - Anéis - Hastes

SEÇÃO 9 Pistões - Anéis - Hastes SEÇÃO Pistões - néis - Hastes Índice da Seção Página PISTÕES Remoção... Verificação... Verificação de Desgaste na Área do nel do Pistão... Montagem... Instalação no Cilindro... 5 PINOS DO PISTÃO Tamanho

Leia mais

Seção 6 Cabeças de cilindro e válvulas

Seção 6 Cabeças de cilindro e válvulas Seção 6 Cabeças de cilindro e válvulas Página MANUTENÇÃO DA CABEÇA DO CILINDRO... 120 Remoção do cabeça do cilindro... 120 Desmontagem... 121 Inspeção e reparo... 121 Montagem... 123 Instalação da cabeça

Leia mais

COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS.

COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS. COMO EXECUÇÃO STANDARD, A JANELA DE LÂMINAS É FORNECIDA COM UM COMANDO QUE TRAVA A ABERTURA DAS LÂMINAS. QUANDO FECHAR A JANELA COLOQUE SEMPRE O MANÍPULO NA POSIÇÃO 3. A GRAVURA JUNTA MOSTRA O COMANDO,

Leia mais

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA DEFINIÇÃO: TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA PLACA ARRASTADORA E ARRASTADOR São acessórios do torno que servem para transmitir o movimento de rotação do eixo principal em peças a serem usinadas entrepontas

Leia mais

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW As flanges de fixação STW pertencem às uniões por meio de pressão, com a finalidade de unir cubos com eixos lisos. Este tipo de união transmite

Leia mais

Modelos SHS, SSR, SVR/SVS, SHW, HSR, SR, NR/NRS-X, NR/NRS, HRW, JR, NSR-TBC, HSR-M1, SR-M1 e HSR-M2

Modelos SHS, SSR, SVR/SVS, SHW, HSR, SR, NR/NRS-X, NR/NRS, HRW, JR, NSR-TBC, HSR-M1, SR-M1 e HSR-M2 do número do modelo As confi gurações de número de modelo são diferentes dependendo dos recursos do modelo. Consulte a confi guração de número de modelo de exemplo correspondente. s SHS, SSR, SVR/SVS,

Leia mais

substitui todos os anteriores Maio Este Manual

substitui todos os anteriores Maio Este Manual Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

DICAS 1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO. Balcão Multiuso de 4 Portas ref Colocar Portas e Puxadores. Etapas para montagem do produto

DICAS 1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO. Balcão Multiuso de 4 Portas ref Colocar Portas e Puxadores. Etapas para montagem do produto Balcão Multiuso de 4 Portas ref. 1360 Ferramentas: Para limpeza do móvel utilize um pano macio umedecido apenas com água. Etapas para montagem do produto 1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO Preparar Laterais Montar

Leia mais

Cópia não controlada. CBT 70J-1 e CBT 70JE-1 Guia de Instalação do Suporte. Incluído: Peça Inclusa 70JE

Cópia não controlada. CBT 70J-1 e CBT 70JE-1 Guia de Instalação do Suporte. Incluído: Peça Inclusa 70JE CBT 70J-1 e CBT 70JE-1 Guia de Instalação do Suporte Revisão B Para Suporte de Parede Giratório/Inclinado Incluído: SUPORTE DO ALTO-FALANTE M6-60L Porcas M6 SUPORTE DE PAREDE GIRATÓRIO/INCLINADO Cabeça

Leia mais

Maio Este Manual substitui todos os anteriores

Maio Este Manual substitui todos os anteriores Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

substitui todos os anteriores Abril Este Manual

substitui todos os anteriores Abril Este Manual Abril 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: Índice As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Consulte sempre o Site

Leia mais

CO C NTEÚ E DO D D O D KI K T pe p rf r i f s i voltar para o índice

CO C NTEÚ E DO D D O D KI K T pe p rf r i f s i voltar para o índice CONTEÚDO DO KIT MONTAGEM DO BATENTE MONTAGEM DA FOLHA elementos de fixação perfis acessórios corte dos perfis laterais corte do perfil superior colocação da escova conexão dos perfis instalação das contraplacas

Leia mais

Instruções para Instalação

Instruções para Instalação Instruções para Instalação 1- PARA MARCAR A POSIÇÃO DE COLOCAÇÃO DA FECHADURA NA PORTA: Marque uma linha horizontal na altura que será colocada a fechadura, sugerimos que a maçaneta fique a 1,10m de altura

Leia mais

Acesse:

Acesse: Segurando as pontas As operações de tornear superfícies cilíndricas ou cônicas, embora simples e bastante comuns, às vezes apresentam algumas dificuldades. É o que acontece, por exemplo, com peças longas

Leia mais

Disk Station. Guia de Instalação Rápida DS409+, DS409. ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_

Disk Station. Guia de Instalação Rápida DS409+, DS409. ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_ Disk Station DS409+, DS409 Guia de Instalação Rápida ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_20090616 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Leia estas instruções de segurança cuidadosamente antes de usar, e mantenha este

Leia mais

SVR/SVS. Guia linear com gaiola de esferas modelo SVR/SVS do tipo carga ultrapesada para máquinas-ferramenta

SVR/SVS. Guia linear com gaiola de esferas modelo SVR/SVS do tipo carga ultrapesada para máquinas-ferramenta 5BZ Guia linear com gaiola de esferas modelo do tipo carga ultrapesada para máquinas-ferramenta Protetor 90 Trilho Gaiola de esferas Tipo radial modelo SVR Seção transversal 40 50 Esfera * Para a gaiola

Leia mais

AVISO. Guarde Estas Instruções Utilize somente de maneira informada pelo fabricante. Caso tenha alguma pergunta, comunique-se com o fabricante.

AVISO. Guarde Estas Instruções Utilize somente de maneira informada pelo fabricante. Caso tenha alguma pergunta, comunique-se com o fabricante. GE Iluminação Guia de Instalação Luminária LED Albeo Iluminação Linear (Série ALC4) Características 5 anos de garantia Classificada para locais úmidos ANTES DE INICIAR Leia cuidadosamente estas instruções.

Leia mais

Seção 13 SILENCIOSOS

Seção 13 SILENCIOSOS Seção 13 SILENCIOSOS Índice da seção Página Silenciosos Modelos das séries 85400, 115400, 185400 Silencioso padrão Remoção... 3 Modelos das séries 97700, 99700 Remoção... 4 Modelos da série104700 Remoção...

Leia mais

Manual de Manutenção. Cabeçote Inferior Robofil 290P

Manual de Manutenção. Cabeçote Inferior Robofil 290P Manual de Manutenção Cabeçote Inferior Robofil 290P 1 Sumário 1- Elementos 2- Desmontagem 2.1 - Ferramentas Necessárias 2.2 - Retirada do cabeçote 2.3 - Desmontagem do cabeçote 3- Pontos Críticos 4 - Montagem

Leia mais

Manual de Instalação do Batten Car

Manual de Instalação do Batten Car Manual de Instalação do Batten Car Ferramentas necessários: Ferramentas 1) Pano de limpeza 2) Lima redonda 3) Lima chata 4) Alicate 5) Grampo 6) Fita isolante 7) Fita métrica 8) Serra 9) Parafusadeira

Leia mais

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS LINHA ASTM A325 TIPO 1 São fixadores específicos de alta resistência, empregados em ligações parafusadas estruturais e indicados em montagens de maior responsabilidade.

Leia mais

Anel de fixação MMP - Principais Características

Anel de fixação MMP - Principais Características Anel de fixação MMP - Principais Características Os anéis de fixação MMP oferecem as vantagens de um sistema de ajuste forçado, com uma simplificada instalação e remoção. Estão baseados no sistema de cunha:

Leia mais

substitui todos os anteriores Maio Este Manual

substitui todos os anteriores Maio Este Manual Maio 2016 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

SEÇÃO 12 Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador

SEÇÃO 12 Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador SEÇÃO Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador ÍNDICE DA SEÇÃO Página Synchro -Balance Operação do Synchro--Balance... Operação do Sistema de Oscilação de Balanço do Contador... Modelos 70000,

Leia mais

Manual de montagem. Fecho I - Manual de montagem

Manual de montagem. Fecho I - Manual de montagem Manual de montagem SUMÁRIO. LISTA E PEÇAS...4 2. PROCESSO DE MONTAGEM...5 3. INDICAÇÕES... 4. INSTRUÇÃO DE MONTAGEM... 2 4.. Porta de madeira (abre para dentro)... 2 4.2. Porta de madeira (abre para fora)...

Leia mais

Características do fuso de esferas

Características do fuso de esferas Torque de acionamento de um terço do parafuso deslizante Com o fuso de esferas, esferas rolam entre o eixo parafuso e a castanha para alcançar uma alta eficiência. O torque de acionamento necessário é

Leia mais

Alinhamento de Máquinas Rotativas. Introdução

Alinhamento de Máquinas Rotativas. Introdução Alinhamento de Máquinas Rotativas Introdução Alinhamento mecânico é um recurso utilizado pela mecânica, em conjunto de equipamentos rotativos, com a finalidade de deixar as faces do acoplamento sempre

Leia mais

Manual de reparação Caixa de velocidades VW 02T. INA GearBOX

Manual de reparação Caixa de velocidades VW 02T. INA GearBOX Manual de reparação Caixa de velocidades VW 02T INA GearBOX Ferramentas especiais Peça de encaixe: Usada para empurrar o rolamento de esfera de ranhura dupla profunda para fora do corpo. Refª: 400 0428

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES 1375B 1375BT

MANUAL DE INSTRUÇÕES 1375B 1375BT MANUAL DE INSTRUÇÕES 1375B 1375BT Singer é uma marca registrada de The Singer Company Ltd ou suas afiliadas. Copyright 2006 The Singer Company Limited P/N 358543-001 ÍNDICE Acate as recomendações ou sujestões

Leia mais

Características do fuso de esferas

Características do fuso de esferas Torque de acionamento de um terço do parafuso deslizante Com o fuso de esferas, esferas rolam entre o eixo parafuso e a castanha para alcançar uma alta eficiência. O torque de acionamento necessário é

Leia mais

Router CNC. Manual. Estrutura Física. A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes:

Router CNC. Manual. Estrutura Física. A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes: Manual Estrutura Física A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes: Mesa MDF 15mm 01 X número 01 01 X número 02 01 X número 03 01 X número 04 01 X número 05 01 X número 06 01

Leia mais

Instruções de Instalação do Rack para o IBM Gen-II Slides Kit

Instruções de Instalação do Rack para o IBM Gen-II Slides Kit Instruções de Instalação do Rack para o IBM Gen-II Slides Kit Revise a documentação fornecida com o gabinete do rack para obter informações de segurança e cabeamento. Antes de instalar o servidor em um

Leia mais

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1200

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1200 BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1200 Apresentação: Agradecemos a sua escolha pelo produto. Nosso principal objetivo é assegurar sua total satisfação com nossos produtos e serviços. Leia atentamente este manual

Leia mais

Item Padrão Limite de Uso D.E. do ressalto da engrenagem movida de partida 45,660 45,673 45,63

Item Padrão Limite de Uso D.E. do ressalto da engrenagem movida de partida 45,660 45,673 45,63 10. ALTERNADOR/ EMBREAGEM DE PARTIDA INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 10-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 10-1 ESTATOR DO ALTERNADOR 10-2 REMOÇÃO DO VOLANTE DO MOTOR 10-3 EMBREAGEM DE PARTIDA 10-4 INSTALAÇÃO DO VOLANTE DO

Leia mais

Atuadores giratórios elétricos pequenos 2SG5

Atuadores giratórios elétricos pequenos 2SG5 Atuadores giratórios elétricos pequenos 2SG5 Complementação das Instruções de uso SIPOS 5 Edição 05.13 Sujeito a alterações sem aviso prévio! Conteúdo Complementação das instruções de uso SIPOS 5 Conteúdo

Leia mais

52-SM - Parafusos Imperdíveis

52-SM - Parafusos Imperdíveis 472 52-SM - s Imperdíveis Série em tamanho miniatura Modelo com tecnologia de montagem em superfície (SMT) Para instalação em placas de circuito impresso através da tecnologia de montagem em superfície

Leia mais

Manual de serviço FS-X406. Eaton Transmissions. Desmontagem/Montagem torre de controle com PPA (Assistência Pneumática para Engates)

Manual de serviço FS-X406. Eaton Transmissions. Desmontagem/Montagem torre de controle com PPA (Assistência Pneumática para Engates) Manual de serviço Eaton Transmissions Desmontagem/Montagem torre de controle com PPA (Assistência Pneumática para Engates) FS-X406 Junho de 2010 Índice Informações Gerais... 3 Ferramentas especiais...

Leia mais

Kit de cablagem dos e-cilindros Unidade de tração Greensmaster 3320 ou 3420 TriFlex de 2011

Kit de cablagem dos e-cilindros Unidade de tração Greensmaster 3320 ou 3420 TriFlex de 2011 Form No. 3396-476 Rev A Kit de cablagem dos e-cilindros Unidade de tração Greensmaster 3320 ou 3420 TriFlex de 2011 Modelo nº 132-6967 Instruções de instalação AVISO CALIFÓRNIA Proposição 65 Aviso É do

Leia mais

Braços de fixação giratórios

Braços de fixação giratórios Perguntas frequentes Perguntas frequentes Preciso fabricar meus próprios braços, quais as informações de que preciso? As informações necessárias são detalhadas nas páginas O-5 ou O-10. Recomendamos que

Leia mais

Soluções em fresamento

Soluções em fresamento Fresamento Inserto duplo negativo de 4 arestas Nova tecnologia em insertos moldados Soluções em fresamento A tecnologia exclusiva de moldagem KYOCERA reduz o esforço de corte comparável a insertos positivos

Leia mais

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série GF

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série GF IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série As flanges IMETEX oferecem a possibilidade de montagem de flanges de eixos cardans (linha pesada), sem o uso de entalhes ou chavetas, que comumente

Leia mais

substitui todos os anteriores Junho Este Manual

substitui todos os anteriores Junho Este Manual Junho 2017 - Este Manual substitui todos os anteriores ATENÇÃO: As Medidas de Folga e os Desenhos deste Manual são para referência de montagem e podem sofrer modificações. Índice Consulte sempre o Site

Leia mais

Características: 100 fotos meramente ilustrativas. Conserve este Manual - Fev/2016. AAS quinta-feira, 17 de agosto de :23:56

Características: 100 fotos meramente ilustrativas. Conserve este Manual - Fev/2016. AAS quinta-feira, 17 de agosto de :23:56 MULTI FUNÇÃO Características: AAS1321 quinta-feira, 17 de agosto de 217 9:23:6 1 fotos meramente ilustrativas Motor: 2cv (1W) Tensão Nominal: 127V OU 22V Rotação do motor: 9 rpm/ 36 rpm Dimensões da mesa:

Leia mais

COLOCAÇÃO DE JANELA DE CORRER

COLOCAÇÃO DE JANELA DE CORRER COLOCAÇÃO DE JANELA DE CORRER PASSO 01 O primeiro passo é tirar as medidas do vão em quatro pontos, sendo dois na horizontal e dois na vertical. Em seguida, adquirir o kit-instalação Alclean na medida

Leia mais

CUIDADO! Perigo de lesões devido a levantamento e transporte de cargas pesadas

CUIDADO! Perigo de lesões devido a levantamento e transporte de cargas pesadas Guia Innova aqui Fig. Tab. na pág. de instalação S44i Guia de instalação Este documento complementa, porém, não substitui o manual de operação do Innova S44i. Portanto, leia também o manual de operação

Leia mais

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura por sistema de pinos)

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura por sistema de pinos) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável

Leia mais

Anel de fixação MMP - Principais Características

Anel de fixação MMP - Principais Características Anel de fixação MMP - Principais Características Os anéis de fixação MMP oferecem as vantagens de um sistema de ajuste forçado, com uma simplificada instalação e remoção. Estão baseados no sistema de cunha:

Leia mais

Classificação dos parafusos quanto à função:

Classificação dos parafusos quanto à função: Classificação dos parafusos quanto à função: Os parafusos podem ser classificados quanto a sua função em quatro grandes grupos: parafusos passantes, parafusos não-passantes, parafusos de pressão, parafusos

Leia mais

Manual de Montagem e Manutenção - RSK. DDG

Manual de Montagem e Manutenção - RSK.  DDG Manual de Montagem e Manutenção - www.antaresacoplamentos.com.br DDG 0800.9701.909 Modelo Potência kw a 1000 RPM Torque Contínuo Máximo DADOS TÉCNICOS Torque de Pico em Sobrecarga RPM Máximo Massa Und.

Leia mais

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11)

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 291 Compassos para Ferramenteiros com Pernas Cilíndricas, Mola e Parafuso de Ajuste Fino Séries 274, 275, 277 75, 150mm / 3, 6" Os Compassos Starrett para ferramenteiros são as mais finas ferramentas do

Leia mais

2 - INSTALAÇÃO DO ARO

2 - INSTALAÇÃO DO ARO 2 - INSTALAÇÃO DO ARO MANUAL DE INSTALAÇÃO DE PORTAS DE SEGURANÇA Fig. 2 Aro instalado Antes de instalar o aro, remova a travessa anti-torção que se encontra na parte inferior do mesmo. Enfiar as 8 estafas

Leia mais

Instruções de Instalação em Rack

Instruções de Instalação em Rack Instruções de Instalação em Rack Reveja a documentação fornecida com o rack para obter informações sobre cabeamento e segurança. Ao instalar o subsistema de armazenamento em um rack, considere o seguinte:

Leia mais

Adaptador de montagem suspenso

Adaptador de montagem suspenso SADT - 100HM Adaptador de montagem suspenso imagine as possibilidades Obrigado por adquirir este produto Samsung. Para receber um atendimento mais completo, registre seu produto no site www.samsung.com/global/register

Leia mais

Correia da distribuição ( )

Correia da distribuição ( ) Página 1 de 7 Publicado: 29/Ago/2004 Correia da distribuição (12.65.18) Ferramentas especiais de serviço Pino de verificação - polias dos veios de excêntricos 303-1132 Pino de comando - polias dos veios

Leia mais

Rolamentos de cartucho (GEN 1) Recomendações para montagem/ desmontagem usando uma prensa

Rolamentos de cartucho (GEN 1) Recomendações para montagem/ desmontagem usando uma prensa Rolamentos de cartucho (GEN 1)/PT/09/2015 Rolamentos de cartucho (GEN 1) Recomendações para montagem/ desmontagem usando uma prensa Rolamento de cartucho com duas fileiras de esferas Rolamento de cartucho

Leia mais

Montagem e Desmontagem do Sistema de Freio do Santana

Montagem e Desmontagem do Sistema de Freio do Santana Montagem e Desmontagem do Sistema de Freio do Santana A correta manutenção do sistema de freios é um dos aspectos mais importantes, pois o mau funcionamento ou perda de capacidade de frenagem do automóvel

Leia mais

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 4. DIAGRAMA DO SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 4-0 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 4-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 4-2 FILTRO DE TELA 4-7 RADIADOR DE ÓLEO 4-8 TUBO DE ÓLEO DO RADIADOR/ TUBO DE ÓLEO DO CABEÇOTE 4-9 BOMBA DE ÓLEO

Leia mais

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800 BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800 PARA FAZER A INSTALAÇÃO, CONTRATE UM UM PROFISSIONAL QUALIFICADO, A SOPRANO A SOPRANO NÃO NÃO SE RESPONSABILIZA SE POR DANOS POR DANOS CAUSADOS CAUSADOS À BARRA À FECHADURA

Leia mais

SUPORTE ARTICULADO EM ALUMÍNIO PARA TV LCD/LED/PLASMA. Manual de Instruções

SUPORTE ARTICULADO EM ALUMÍNIO PARA TV LCD/LED/PLASMA. Manual de Instruções SUPORTE ARTICULADO EM ALUMÍNIO PARA TV LCD/LED/PLASMA Manual de Instruções NOTA: Leia o manual de instruções completo antes de iniciar a instalação e montagem. ATENÇÃO Não iniciar a instalação até que

Leia mais

Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo

Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo As buchas ETP são mecanismos de fixação que, apesar de simples, tem tido sua eficiência comprovada através de anos de uso.

Leia mais

Stepper com apoio para as mãos. Manual do utilizador

Stepper com apoio para as mãos. Manual do utilizador Stepper com apoio para as mãos Manual do utilizador INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA ATENÇÃO Para reduzir o risco de ocorrência de ferimentos graves leia as instruções que se seguem antes de montar ou usar o stepper.

Leia mais

CINTO HTS 2 GUIA DE USUARIO

CINTO HTS 2 GUIA DE USUARIO CINTO HTS 2 GUIA DE USUARIO AVISOS GARANTIA LIMITADA Para mais detalhes, consulte a secção de Garantia do produto no site da Hollis: www.hollisgear.com AVISO DE DIREITOS AUTORAIS Este manual de operação

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO B.S. REDE N 009/10

BOLETIM DE SERVIÇO B.S. REDE N 009/10 DATA: Agosto/2010 MOTOR: ACTEON 4.12 e 6.12 OBJETIVO: CORREÇÃO DE OCORRÊNCIAS DE VAZAMENTO DE ÁGUA NO CAMPO INTRODUÇÃO: Os seguintes procedimentos serão apresentados neste boletim: A) Desmontagem dos componentes

Leia mais

TELAS TENSIONÁVEIS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO

TELAS TENSIONÁVEIS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO TELAS TENSIONÁVEIS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO TELAS TENSIONÁVEIS PARA PENEIRA VIBRATÓRIA PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO ATENÇÃO!!! Uma grande parte das quebras e desgaste prematuro que ocorrem com telas para

Leia mais

Dimensões Em vista do largo campo de aplicação, os perfis de aço são fornecidos em três dimensões diferentes, cada uma com diferentes seções de cobre.

Dimensões Em vista do largo campo de aplicação, os perfis de aço são fornecidos em três dimensões diferentes, cada uma com diferentes seções de cobre. Dimensões Em vista do largo campo de aplicação, os perfis de aço são fornecidos em três dimensões diferentes, cada uma com diferentes seções de cobre. a) Barra condutora de aço com cabeça de cobre F 20

Leia mais

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura pelo comprimento dos pés)

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura pelo comprimento dos pés) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável

Leia mais

Capítulo I: Elementos de Fixação

Capítulo I: Elementos de Fixação Capítulo I: Elementos de Fixação Profª. Luziane M. Barbosa 1 Profª. Luziane M. Barbosa 2 1 Profª. Luziane M. Barbosa 3 Uniões Móveis Permanentes Profª. Luziane M. Barbosa 4 2 PINOS Funções: Possibilitar

Leia mais

Profa. Janaina Fracaro Engenharia Mecânica MAIO/2014

Profa. Janaina Fracaro Engenharia Mecânica MAIO/2014 Profa. Janaina Fracaro Engenharia Mecânica MAIO/2014 Leitura no Sistema Inglês : Fração Ordinária Goniômetro simples O goniômetro simples, também conhecido como transferidor de grau, é utilizado em medidas

Leia mais

persiana de pvc 25mm manual de instruções

persiana de pvc 25mm manual de instruções persiana de pvc 5mm manual de instruções Manual de instruções TABELA DE PEÇAS! leia atentamente este manual PEÇA SUPORTE LATERAL 50/60 cm 80 cm 00 cm 0 cm 0 cm 60 cm 60 cm TAMPA DO SUPORTE LATERAL INFORMAÇÕES

Leia mais

8. CILINDRO/PISTÃO INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 8-1 XR250 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 8-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 8-2 REMOÇÃO DO CILINDRO 8-3

8. CILINDRO/PISTÃO INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 8-1 XR250 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 8-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 8-2 REMOÇÃO DO CILINDRO 8-3 XR250 8. CILINDRO/ INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 8-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 8-2 REMOÇÃO DO CILINDRO 8-3 REMOÇÃO DO 8-4 INSTALAÇÃO DO 8-6 INSTALAÇÃO DO CILINDRO 8-8 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO INSTRUÇÕES GERAIS O motor

Leia mais

Kit de melhoria de sensor do excêntrico Broca direcional 4045 AVISO

Kit de melhoria de sensor do excêntrico Broca direcional 4045 AVISO Form No. Kit de melhoria de sensor do excêntrico Broca direcional 4045 Modelo nº 132-4165 3395-940 Rev A Instruções de instalação AVISO CALIFÓRNIA Proposição 65 Aviso É do conhecimento do Estado da Califórnia

Leia mais

Série AV - Suportes Dinâmicos

Série AV - Suportes Dinâmicos 0 Série AV - Suportes Dinâmicos Inclinação e rotação Compacto Operação intuitiva melhora a experiência do usuário final Reposicionamento sem a necessidade de usar ferramentas ou parafusos de regulagem

Leia mais

Acesse:

Acesse: Vou, corto e volto Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Você já pensou se tivesse que limar manualmente uma carcaça de um motor de navio? Provavelmente você começaria a tarefa e seus netos a terminariam,

Leia mais

Manual de Instalação - Defletor de Ar Mercedes-Benz Sprinter 2013

Manual de Instalação - Defletor de Ar Mercedes-Benz Sprinter 2013 Manual de Instalação - Defletor de Ar Mercedes-Benz Sprinter 2013 Aprenda passo-a-passo como instalar o defletor de ar Rodoplast para o chassi-cabine Sprinter da Mercedes-Benz fabricados a partir do ano

Leia mais

SUPORTE COM 4 MOVIMENTOS PARA TV. Manual de Instruções

SUPORTE COM 4 MOVIMENTOS PARA TV. Manual de Instruções SUPORTE COM 4 MOVIMENTOS PARA TV Manual de Instruções INSTALAÇÃO DO SUPORTE COM 4 MOVIMENTOS PARA TV 1 - Defina com cuidado o local onde será instalada a TV verificando vários pontos, tais como: altura,

Leia mais

Adaptador de montagem no teto

Adaptador de montagem no teto SADT - 100EC Adaptador de montagem no teto imagine as possibilidades Obrigado por adquirir este produto Samsung. Para receber um atendimento mais completo, registre seu produto no site www.samsung.com/global/register

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM

INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM INSTRUÇÕES PARA MONTAGEM RK 31074MC RK 31074MEC FIESTA E ECOSPORT As revisões e manutenções preventivas do sistema estão indicados no manual do proprietário. Siga o procedimento para verificação do conjunto

Leia mais

MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO

MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SÃO PAULO Campus Presidente Epitácio

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SÃO PAULO Campus Presidente Epitácio INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SÃO PAULO Campus Presidente Epitácio TDUA2 Aula 2 Prof. Carlos Fernando Torno Mecânico Peças e Acessórios do Torno Mecânico. Operações Realizadas com

Leia mais

K50 INSTALAÇÃO DO PRODUTO SOBREPOR. Fonte de Alimentação Remota. Suporte de Fixação. Forro. Detalhe do perfil aplicado no suporte de fixação

K50 INSTALAÇÃO DO PRODUTO SOBREPOR. Fonte de Alimentação Remota. Suporte de Fixação. Forro. Detalhe do perfil aplicado no suporte de fixação SOBREPOR Pressionar o perfil no suporte de fixação até o click 1 chave Allen Alicate de corte 1. Faça a furação no local de instalação conforme sua marcação. Recomendamos que o suporte fique de 5 a 8 cm

Leia mais

SUPORTE COM 3 MOVIMENTOS PARA TV. Manual de Instruções

SUPORTE COM 3 MOVIMENTOS PARA TV. Manual de Instruções SUPORTE COM 3 MOVIMENTOS PARA TV Manual de Instruções INSTALAÇÃO DO SUPORTE COM 3 MOVIMENTOS PARA TV 1 - Defina com cuidado o local onde será instalada a TV verificando vários pontos, tais como: altura,

Leia mais

Série AV - Braços de Montagem Dinâmicos Inclinação e rotação Braço simples Braço duplo

Série AV - Braços de Montagem Dinâmicos Inclinação e rotação Braço simples Braço duplo Série AV - Braços de Montagem Dinâmicos Inclinação e rotação Braço simples Braço duplo Operação intuitiva melhora a experiência do usuário final Reposicionamento sem a necessidade de usar ferramentas ou

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009 Questão 1 Conhecimentos Específicos - Fabricação Sobre a montagem de engrenagens para abertura de roscas em um torno, é correto afirmar: Deve-se garantir que a folga entre os dentes das engrenagens seja

Leia mais

Painéis IP54 e IK10 >>> PAINÉIS MODULARES. CPD painéis modulares desmontáveis

Painéis IP54 e IK10 >>> PAINÉIS MODULARES. CPD painéis modulares desmontáveis PAINÉIS MODULARES >>> CPD painéis modulares desmontáveis Painéis IP54 e IK10 Projetados nas versões modulares e em kits, para uso em instalações de automação e distribuição de energia. Painel CPD Painel

Leia mais

Nova tecnologia em fresamento Soluções em Fresamento

Nova tecnologia em fresamento Soluções em Fresamento Fresamento Dupla face, Inserto de 6 arestas, cabeçote 90 com baixo esforço de corte Nova tecnologia em fresamento Soluções em Fresamento 6 vantagens competitivas para alta eficiência em fresamento Maior

Leia mais

Lista de materiais. 1 Carcaça 1. 2 Placas superior e inferior 2. 3 Molde 6. 4 Roletes de suporte 2. 5 Pinos dos roletes de suporte 2.

Lista de materiais. 1 Carcaça 1. 2 Placas superior e inferior 2. 3 Molde 6. 4 Roletes de suporte 2. 5 Pinos dos roletes de suporte 2. 0 Lista de materiais Código Descrição Unidades 1 Carcaça 1 2 Placas superior e inferior 2 3 Molde 6 4 Roletes de suporte 2 5 Pinos dos roletes de suporte 2 6 Alavanca 1 7 Bolsa de peças de reposição 1

Leia mais

Espreguiçadeira de jardim de design

Espreguiçadeira de jardim de design Espreguiçaira jardim sign O projeto económico Espreguiçaira jardim sign Uma espreguiçaira teca é cara. Mas aqui tem uma alternativa que também é igualmente confortável. 1 Introdução É claro que é bom itarmo-nos

Leia mais

Recursos da guia linear

Recursos da guia linear Funções necessárias para a superfície da guia linear Alta carga permitida Altamente rígido em todas as direções Alta repetibilidade de posicionamento Precisão de operação obtida facilmente Alta precisão

Leia mais

NEW WALL manual de aplicação

NEW WALL manual de aplicação NEW WALL manual de aplicação O New Wall é um painel de poliuretano de alta densidade. Com superfície texturizada é utilizado para decoração e revestimento de paredes. Sua textura é realista, imita materiais

Leia mais

Manual de Montagem, Instalação e Uso Mosquiteira Recolhível 40 TELAS

Manual de Montagem, Instalação e Uso Mosquiteira Recolhível 40 TELAS Manual de Montagem, Instalação e Uso Medição Inicie fazendo a medição da largura e altura, meça em pelo menos dois pontos e utilize a menor medida. Largura Interno L Sobrepor L Observe que sempre será

Leia mais

3B SCIENTIFIC FÍSICA. Aparelho de torsão Conjunto de extensão do aparelho de torsão Instruções de uso

3B SCIENTIFIC FÍSICA. Aparelho de torsão Conjunto de extensão do aparelho de torsão Instruções de uso 3B SCIENTIFIC FÍSICA Aparelho de torsão 1018550 Conjunto de extensão do aparelho de torsão 1018787 Instruções de uso 11/15 TL/UD 1. Descrição O aparelho de torsão destina-se à determinação do torque restaurador

Leia mais

Anel de fixação MMP - Principais Características

Anel de fixação MMP - Principais Características Anel de fixação MMP - Principais Características Os anéis de fixação MMP oferecem as vantagens de um sistema de ajuste forçado, com uma simplificada instalação e remoção. Estão baseados no sistema de cunha:

Leia mais

Rebites II. Processos de rebitagem

Rebites II. Processos de rebitagem A UU L AL A Rebites II Você já tem uma noção do que é rebite e de como ele deve ser especificado de acordo com o trabalho a ser feito. Mas como você vai proceder, na prática, para fixar duas peças entre

Leia mais

web CurSo 2015 InStALAção DE ProDutoS EConomIzADorES DE ÁguA ACESSIBILIDADE

web CurSo 2015 InStALAção DE ProDutoS EConomIzADorES DE ÁguA ACESSIBILIDADE web curso 2015 Instalação de Produtos Economizadores de Água ACESSIBILIDADE A Linha Benefit da Docol possui produtos adequados a pessoas com dificuldades de locomoção, deficientes físicos e crianças. Os

Leia mais